Você está na página 1de 23

TERAPEUTA ORTOMOLECULAR:

a profissão do futuro

www.academiabhb.com.br
Introdução
Minha paixão pela Terapia Ortomolecular começou
quando ganhei uma bolsa para estudar Direito em
Portugal. Para ajudar nos custos da faculdade, comecei a
trabalhar com cosméticos e descobri minha grande
vocação. Logo percebi que o mesmo produto agia de
forma diferente em cada pessoa e fui estudar essa
divergência de resultados.  

Foi então que descobri a Oligoterapia & Ortomolecular (na


Europa não se chama Ortomolecular e sim Oligoterapia),
um método de equilíbrio que preconiza os tratamentos
individualizados levando em conta que cada pessoa tem
um metabolismo diferente.  
A partir de então me dediquei aos estudos e me
especializei em Oligoterapia & Ortomolecular, Bioquímica
(Expansion Biologique Francesa) e Naturoterapia. De volta
ao Brasil, ministrei cursos de extensão em diversas
universidades brasileiras e já formei mais de 5 mil alunos.
Recentemente fundei a Academia Brasileira de Terapias,
onde criei o Curso Online de Terapias Ortomoleculares,
um curso profissionalizante com registro na ABRATH
(Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos) e na
Biblioteca Nacional.

Minha missão é ensinar profissionais de saúde ou pessoas


que querem ter uma um nova profissão a utilizar todo o
potencial da Terapia Ortomolecular e descobrir como as
substâncias naturais podem minimizar os efeitos
negativos de maus hábitos de vida e trazer equilíbrio
para uma melhoria da saúde emocional e mental.

A Terapia Ortomolecular é mais que uma terapia, é um


estilo de vida!  

Boa leiturA!
Heloisa Bernardes
Índice

1   | A Terapia Ortomolecular

2   | Medicina Tradicional x Terapia


Ortomolecular

3     | Homeopatia X Terapia Ortomolecular

4     | A profissão de Terapeuta Ortomolecular

5     | Formas de atendimento e mercado de


trabalho

6     | Produtos e suplementos da Terapia


Ortomolecular

7     | O impacto da Terapia Ortomolecular


na vida das pessoas

8 | A Terapia Ortomolecular como


especialidade em outras profissões

9   | Terapeuta Ortomolecular: a profissão


do futuro
A TERAPIA ORTOMOLECULAR
A Terapia Ortomolecular valoriza a individualidade
humana, elegendo, dentre os milhares de
substâncias não medicamentosas, aquelas que
englobam a totalidade de sintomas característicos
de cada indivíduo. Trata-se de um método de
equilíbrio que preconiza os tratamentos
individualizados, levando em conta que cada pessoa
tem um metabolismo diferente. Isso porque o
alimento que serve para um indivíduo não tem,
necessariamente, o mesmo efeito em outro.

Muitas pessoas estão doentes, mas não sabem que,


na maioria dos casos, é devido a um desequilíbrio
alimentar que não fornece os elementos necessários
para as reações se realizarem, levando o organismo a
uma lesão. A Terapia Ortomolecular tem como
objetivo justamente resgatar esse equilíbrio do
indivíduo, fazendo uso de vitaminas, oligoelementos,
minerais, aminoácidos e fitoterápicos.  

A Ortomolecular pressupõe uma abordagem que


atua no problema como um todo, não fragmentado
ou tratado apenas pela parte problemática dos
sintomas. Essa abordagem acredita que os
elementos emocional, mental, espiritual e físico de
cada pessoa formam um sistema que deve ser
tratado dentro de um contexto, concentrando-se
tanto na causa do problema como nos sintomas.

O método aplicado é o de Ménètrier, pai da


oligoelementoterapia e defensor da teoria de que os
órgãos 'falam' e são passíveis de interpretação, que
ele agrupou e classificou como Diáteses Funcionais.  
MEDICINA TRADICIONAL X
TERAPIA ORTOMOLECULAR 
Dentre as principais diferenças entre a medicina
tradicional e a terapia ortomolecular estão os
métodos usados para investigar os problemas de
saúde do indivíduo.  

No primeiro, os sintomas são evidentes e os exames


são complementos para a prescrição de remédios e
tratamentos, muitos deles caros e com efeitos
colaterais nocivos. Na medicina tradicional, muitos
médicos continuam usando um martelo para matar a
mosca.
Já na Terapia Ortomolecular, o foco não são os
sintomas, mas sim o indivíduo que gera os sintomas.
Para isso, o profissional utiliza as diáteses do método
de Ménètrier, onde se constata o que os órgãos estão
'dizendo' e quais energias estão bloqueadas.

A partir disso, são realizadas a quelação e a


reposição da energia através de minerais, vitaminas e
fitoterápicos, sem efeitos colaterais. Além de
desbloquear e restabelecer a força vital, por vezes
também se resulta no desaparecimento dos
sintomas.

É importante salientar que o


terapeuta ortomolecular não pode
fazer diagnósticos (isso é papel dos
médicos). O que ele faz é o que
chamamos de Morfologia, baseado
na queixa de cada cliente. 

A terapia ortomolecular tem a função de prevenir


problemas de saúde e complementar o tratamento
médico, não substituir médicos e outros profissionais
de saúde especializados.
HOMEOPATIA X
TERAPIA ORTOMOLECULAR 
A Terapia Ortomolecular realiza hoje o mesmo
trabalho que a homeopatia vem fazendo há mais
de duzentos anos. Ela, na verdade, é uma evolução
dos primórdios da homeopatia que, em vez de se
preocupar com a doença, preconiza que o
fundamental é tratar o doente e seus sintomas
individuais. Sempre de maneira bem natural, com
a utilização de substâncias que atuam nas esferas
mais sutis do paciente: a sua energia vital. 
No início do século XIX, Samuel Hahnemann
apresentou ao mundo seus primeiros trabalhos sobre
a homeopatia, com a utilização de substâncias em
altas diluições. Sua base é o princípio de que o
semelhante cura o semelhante, isto é, uma doença
pode ser tratada através de substâncias capazes de
produzir sintomas similares aos que o paciente está
sofrendo.

Anos mais tarde, Jacques Ménetrièr, interno num


hospital durante 30 anos, verificou que pacientes
com as mesmas doenças e usando os mesmos
medicamentos reagiam de maneira diferente. Assim
surgiu a oligoterapia (pequenas doses, grandes
efeitos) e abriu um novo contexto terapêutico, lógico
e científico. O médico compilou resultados
inimagináveis, tanto no âmbito físico e mental.
Através da aplicação de substâncias iônicas (uma
homeopatia mais avançada, partindo já da energia
emanada dos minerais), tratou para tornar o
organismo equilibrado e, com isso, percebeu que os
vírus, bactérias e doenças não encontravam
ambiente propício para se desenvolver.

Algum tempo depois, Dr. Benveniste consagrou a


energia gravada na água quimicamente pura,
tornando o método homeopático atualizado. Isso se
deu através de um computador que grava a energia
de uma substância ativa em uma água
quimicamente pura, surgindo a memória da água e,
assim, os oligoelementos. 
A PROFISSÃO DE TERAPEUTA
ORTOMOLECULAR
Como em qualquer área, é muito importante a
formação em cursos especializados e a busca contínua
por atualizações. Para tal, o terapeuta pode optar por
uma gama de cursos livres e especialidades com
registro em órgãos de credibilidade como a ABRATH
(Associação Brasileira dos Terapeutas Holísticos),
 entidade auto-regulamentadora da profissão de
terapeutas no Brasil que auxilia os profissionais em
questões técnicas e legais, além de informar sobre o
mercado de trabalho.

A Academia Brasileira de Terapias além de oferecer um


curso de Terapia Ortomolecular com registro na
ABRATH em parceria com a Biblioteca Nacional e
certificação com chave RDA (Registro Digital de
Autenticidade), também dá a possibilidade de
aperfeiçoamento com o Curso Master de Ortomolecular
e de Naturopatia (com diploma da Academia Francesa
de Medicina)  e as Vivências (inéditas no país) para a
prática presencial. 
As atribuições profissionais do Terapeuta
Ortomolecular variam de acordo com a formação e
método usado de terapias alternativas já praticadas
que poderão ser facilmente adaptadas ou
simplesmente ter esta terapia como principal
método de sua profissão.

A prática dessa terapia consiste em realização da


Diátese e Anamnese, onde é classificada a energia de
cada órgão. Em seguida, determina-se o Terreno,
Pré-síndrome e Síndrome. A partir de um
mineralograma, o profissional explica ao indivíduo
seu atual estado de saúde, que pode ser: Equilibrado,
Bloqueado ou Desequilibrado.

De acordo com o grau de desequilíbrio, será traçado


um período de tratamento:    

Equilibrado (1 a 2 meses)
Bloqueado (2 a 3 meses)
Desequilibrado (3 a 4 meses), podendo ser
menos, desde que todas as indicações
alimentares e de suplementos sejam seguidas.  
    

Mais do que ter a formação e seguir esse cronograma,


é importante que o profissional especializado em
ortomolecular tenha sensibilidade, intuição, paciência
e 'mente aberta' para ouvir tudo que o indivíduo tem
a dizer, não tenha preguiça de estudar e pesquisar e,
principalmente, possua uma visão holística sobre a
vida.   
FORMAS DE ATENDIMENTO E
MERCADO DE TRABALHO 
O mercado de trabalho para o Terapeuta
Ortomolecular frequentemente é autônomo, onde o
terapeuta abre o seu próprio espaço ou divide com
outros terapeutas de especialidades diferentes.

Nessa caso, seus rendimentos mensais são variáveis de


acordo com as despesas fixas, o valor cobrado por
cada atendimento e o número de pessoas atendidas.
Para abrir um espaço é necessário buscar ajuda com
um contador local para orientar sobre CNPJ, alvarás
de funcionamento e outras especificidades do
negócio.
Vale fazer uma pesquisa para saber quanto outros
profissionais estão cobrando na sua região  (por ser
uma profissão aberta, que não exige uma formação
específica, o mercado tende a ser competitivo)  e
analisar a possibilidade de aplicar os minerais em seus
atendimentos (ver antes os preços para repasse).

É recomendável também que a marcação de um


horário seja acompanhada de um 'sinal' como forma
de adiantamento de parte do valor do atendimento.
Assim você evita contratempos indesejados e a falta de
comprometimento de algumas pessoas. 

O terapeuta ortomolecular também pode fazer


atendimentos por hora em espaços já montados com
outras especialidades, como SPAs, clínicas de estética
e institutos  que oferecem serviços integrados ou
complementares.

Nesse caso, ele não terá as despesas fixas ou a


preocupação com o gerenciamento do local, mas em
contrapartida não terá autonomia e precisará seguir as
regras do espaço onde vai trabalhar.

Outra possibilidade que está crescendo bastante para


os profissionais de terapia ortomolecular são os
atendimentos online. Hoje é muito fácil atender pela
internet, precisando somente de um software que
permita a comunicação por vídeo (whatsapp, skype e
outros).
O terapeuta envia com antecedência as diáteses
para que a pessoa possa responder, depois analisa o
resultado e faz uma entrevista por vídeo para fechar
a recomendação do tratamento, que ele envia por
email para ficar registrado, com direito à revisão
durante 3 meses.

Embora ainda haja alguma resistência pelo


atendimento online, vale a pena investir e quebrar
essa objeção das pessoas. Dentre as grandes
vantagens desse tipo de atendimento estão o baixo
custo para o profissional, que pode cobrar mais
barato de seus clientes, e a possibilidade de
atender pessoas do mundo inteiro, não somente da
região em que se encontra. 
PRODUTOS E SUPLEMENTOS DA
TERAPIA ORTOMOLECULAR

A Terapia Ortomolecular é única no propósito de


restabelecer a saúde sem o uso de medicamentos. A
originalidade desta terapia consiste em respeitar um
mínimo de regras gerais da fisiologia usando a energia
dos minerais “Íons”. Estes Íons de metais e não metais
(Ouro, Prata, Cobre – Silício, Selênio, Magnésio) são a
fagulha que detona o funcionamento das enzimas e
permite excelente realização das funções do
organismo a nível celular.

Todos os trabalhos científicos se referem aos


oligoelementos na forma iônica, que é o estado que se
encontram no organismo e fazem parte do tratamento
ortomolecular. Essas matérias primas, sem a força dos
Íons, seriam inertes e com sua potencialidade reduzida
em até em 70%.
Os produtos iônicos são instigantes, pois tem uma
ação sobre o estresse, o sistema nervoso e o sistema
imunológico do corpo e da pele. Eles servem para
tratar, em nível molecular, as chamadas doenças da
psique.Os minerais catalíticos (Oligos) são
específicos e levam a mensagem de regeneração a
cada órgão gerador de seu problema. Já os
catalisadores iônicos agem como quelantes e
condutores de íons para cada órgão desequilibrado.

É importante ressaltar que é proibido vender


produtos e suplementos no local do atendimento
ou pelo seu site profissional. O terapeuta
ortomolecular só pode indicar ou recomendar tais
substâncias.
.
O IMPACTO DA TERAPIA
ORTOMOLECULAR NA VIDA
DAS PESSOAS
A descoberta e a preservação do equilíbrio são as
bases da Terapia Ortomolecular, lembrando que
cada pessoa é um ser único e o tratamento deve ser
totalmente individualizado.

Esta terapia, baseada no método do francês


Menétrièr, procura equilibrar os metais no
organismo, alterados pelos hábitos sedentários da
vida moderna, utilizando minerais, vitaminas, géis,
chás, pontos de digitoacupuntura desbloqueadores
e outros métodos inovadores.
Não há ingestão de remédios e, portanto, não há
efeitos colaterais. Na verdade, os oligoelementos têm
efeito mais rápido e não sofrem a diminuição do seu
potencial, geralmente ocasionada pela ação dos
sucos gástricos.

O grande diferencial da Terapia Ortomolecular é que


não é necessário fazer exame de sangue ou qualquer
outro exame para descobrir onde está o verdadeiro
problema. Levando em conta o tipo sanguíneo e
utilizando os métodos da anamnese e das diáteses, é
possível verificar a morfologia (doença) da pessoa e
interpretar qual órgão está descarregando a energia
de outros órgãos.

Ao classificar onde está o desvio de energia,


automaticamente terá indicação dos íons a serem
introduzidos para o equilíbrio.

Assim, através de uma alimentação específica, com


suplementos nutricionais e micro-nutricionais
apropriados, faz com que cada um atinja e
permaneça no melhor de
sua forma e saúde, permitindo
também uma ação
preventiva ou auxiliar na
terapia de problemas
mais específicos ou
difíceis de tratar.
A TERAPIA ORTOMOLECULAR
COMO ESPECIALIDADE EM
OUTRAS PROFISSÕES
A Terapia Ortomolecular, bastante difundida na
Europa, é uma maneira relevante de tratar o indivíduo,
estimulando suas funções bloqueadas.

Ela abre um novo caminho para a saúde real que não é


uma ausência de doenças declaradas, mas um
equilíbrio e uma harmonia de funções do corpo e do
espírito.

Trata-se de uma
terapia complementar
aos tratamentos
convencionais, bem
como uma alternativa
a eles, em alguns
casos, e vem juntar-se
a qualquer das
terapias conhecidas,
pois permite
amplificar os
resultados de técnicas
já consagradas. 
Assim, médicos, nutricionistas, professores de
educação física, fisioterapeutas e outras profissões
ligadas à saúde têm a possibilidade de somar seu
conhecimento à busca do equilíbrio usando produtos
naturais, repondo minerais iônicos, quelando metais
pesados, indicando alimentos de acordo com o PH do
tipo de sangue e classificando a energia de cada
órgão.

Portanto todas as terapias terão seu trabalho


amplificado agregando mais qualidade ao seu
método. 
TERAPEUTA ORTOMOLECULAR:
A PROFISSÃO DO FUTURO 
A descoberta da memória da água e do sinal
molecular marca uma fase de transição na história da
ciência: estamos passando da era da biologia e da
bioquímica molecular para a era da ciência biológica
informatizada.

 As possibilidades de aplicações práticas desse


desdobramento da energia instituídas inicialmente
pela homeopatia de Hahnemann e atualmente pela
quântica de Benveniste (gravada a energia das
matérias primas em computador) e usada em
oligoelementos por Ménètrier são ilimitadas e
fascinantes. 
Ao reunir o método destes grandes nomes responsáveis
pela difusão destes íons, sinto que estou contribuindo
para um futuro melhor.

A Terapia Ortomolecular não é uma especialidade nova


e sim um modo de gerenciar a saúde, cujo princípio
básico é prevenir para não ter de remediar e, através do
equilíbrio, aumentar a força vital do indivíduo para que
ele mesmo se trate.

A Terapia Ortomolecular leva em conta o


pH do sangue de cada indivíduo
 

A boa notícia é que mais pessoas estão despertando


para esse conhecimento e buscando   profissionais
especializados nessa área.   

O homem está vivendo mais e não está satisfeito em só


sobreviver. Ele quer ter saúde, disposição e qualidade de
vida. Ele almeja longevidade e bem estar físico, mental e
emocional. E a Terapia Ortomolecular pode contribuir
com tudo isso!
SOBRE HELOISA BERNARDES
Heloisa Bernardes é escritora e professora de Terapia
Ortomolecular e Naturopatia. Cursou na França Bioquímica
na Expansion Biologique e fez inúmeros cursos como o de
Oligoterapia, Cosmetologia e Naturopatia quando vivia na
Europa.

É Master em Ortomolecular e Oligoterapia pela Biocol em


Portugal. De volta ao Brasil trabalhou na L'Orèal durante 4
anos e, depois, montou seu próprio laboratório de
cosméticos e oligoelementos, a Maison Hache.

Em 20 anos escreveu 18 livros, entre eles Chique é ser


saudável e O que a dieta ortomolecular pode fazer por
você que ficaram por 8 semanas na Revista Veja como
mais vendidos. Sua obra também é publicada em Portugal
e no Japão.

Recentemente fundou a Academia


Brasileira de Terapias  (com o
curso de Terapia Ortomo-
lecular) e trouxe para o
Brasil, em parceria com
a Academia Européia
de Medicina Natural
A.E.M.N., o curso
de Naturopatia.

/academiadeterapias.bhb
www.academiabhb.com.br