Você está na página 1de 4

Iya Saba

Segundo alguns itans, ela foi casada com Orumilá, que a


deixou pelo seu caráter difícil. Seu culto também esta ligado a Osalá.
Iyemonjá princesa, cujo olhar alcana o hori!onte.
"anca da perna esquerda, de#ido uma briga com $s%,
rabugenta, fala so!inha e é traioeira. &i#e a fiar as roupas brancas
de Osalá.
&este #erde'água ou prata, usa braceletes, corrente de prata
no torno!elo, ade com chor(o, com mianga cor de água.
Assenta se Osálá

Igba de Iyemonja Saba

)* sopeira de loua com bacia


)* quartinha
)* o+utá
) b%!ios
) idés de metal prata
) moedas prata
)* penca de Iyemonja
)* dedal prata
)* igb- de metal prata
)* rede de pescar
)* abebe prata
) conchas shell
) ca#alos marinhos
) conchas di#ersas
)* par de ajes pequenos
a#a de Iyemonja

Oro Iya Saba

$m seu labé, coloca se uma bacia com areia e água do mar.


/entro desta água, se p0e 1 gemas , 1 obis , 1 orobos, 1 folhas de
betis cheiroso e 1 firmas de Osalá. a! se a raspagem. pega se o
pano branco onde esta o cabelo e amarra se bem amarrado,
colocando dentro de uma cabaa.
2a#a o ori da Iya3o naquela bacia, esfregando tudo em seu
ori. 4etira se os obis e os orobos e rala se tudo, e durante os 5 dias
de efun, dá se banho na Iya3o com água e o p- dos obis e orobos
ralados. O que ficou na bacia é jogado nos atins do il6.
7ome cabra, +on+en, marreca, galinha e pombo. 8udo branco
menos a +on+en.

9emonjá :sogba ;Saba<


= a mais #elha, manca de uma perna de#ido a uma luta com
$xu, rabugenta e feiticeira, fala de costas, gosta de fiar seu cristal e
fios de algod(o para fa!er as roupas de Oxala. 7omanda as caadas
mais profundas do oceano, tem afinidade com >an(, :yra, Oxalufan e
Orunmilá . &este branco e prata. >esta qualidade, 9emanjá é
perigosíssima, sábia e muito #oluntariosa. ?sa no torno!elo uma
corrente de prata. >uma briga com $x%, ela te#e sua perna ferida,
por isso seus ya@s quase se arrastam em sala, numa primeira
manifesta(o, depois mostram toda sua dana. Seu olhar é
irresistí#el e seu ar é altaneiro. oi mulher de Orunmilá, e Ifá sempre
acata sua pala#ra e em honra a tal hierárquica entidade, num xir6 de
Sobá, sempre entra um Oxalá. Aara ou#ir seus fiéis costuma ficar de
costas, carrega em uma das m(os um abebé espelhado e na outra
uma estrela do mar. 7onsagrada com a!eite doce e pitadas de mel.
Sua energia é a espuma branca do mar. Suas amarra0es jamais
podem ser desatadas. = a senhora do algod(o, todos os seus
assentamentos s(o feitos no algod(o. Seus filhos costumam ser
#identes ou tem o dom da intui(o.