Você está na página 1de 12

1

Aula Gratuita para Residências

www.editorasanar.com.br
2
Olá Nutris Concurseiras!
Bem vindo ao melhor Curso de Nutrição para Concursos do Brasil! É muito gratificante
para nós, saber que nossos livros e cursos estão se disseminando de forma muito
rápida por todo o país. Graças a você, estamos conseguindo esse feito!

Mas, sem muitas conversas, vamos logo ao que interessa! Neste Ebook-Aula,
preparamos algo inovador: questões comentadas ALTERNATIVA POR ALTERNATIVA
(incluindo as falsas).

Acreditamos que esses dois recursos são um diferencial para o aprendizado e


aprovação. Agradeço, mais uma vez, o esforço e empenho de 4 autoras nossas e
nutricionistas que elaboraram os comentários e resumos práticos dos assuntos:

Laís Garcêz Luciana Nishiura Kelcylene Silva Mayara Feitosa


Especialista em Nutrição Mestre em Nutrição Nutricionista pela Nutricionista pela
Clínica pelo instituto Humana Aplicada pela Universidade Federal do Universidade Federal do
Brasileiro de Pós- USP e doutoranda em Piauí – UFPI. Mestranda Piauí – UFPI. Mestranda
graduação e Extensão Ciência dos Alimentos em Ciência dos Alimentos em Ciências e
- IBPEX. Aprovada em pela USP. pela USP. Saúde pela UFPI.
2º lugar para o concurso
Seduc-PI.

Este Ebook-Aula é composto por trechos do livro


“1.000 Questões de Provas e Concursos em Nutrição” recém
lançando pela Editora Sanar.

Aproveite!
Bons estudos!

www.editorasanar.com.br
3
1. (Residência Multiprofissional em Saúde– HUCAM/ES – 2012 – UFES)
Segundo o Ministério da Saúde, o público de adolescentes compreende todos os
indivíduos com idade entre 10 e 20 anos incompletos. Um dos protocolos do Sistema
de Vigilância Alimentar e Nutricional do Ministério da Saúde está relacionado a esse
grupo. Assim, os adolescentes devem ter acesso a informações adequadas sobre
alimentação, segundo seu estágio de maturação sexual e fundamentado nos “10 passos
para alimentação saudável”. Marque a Alternativa que não consta dos “10 passos para
alimentação saudável” dirigido aos adolescentes.

a) Se alimente 5 ou 6 vezes ao dia. Coma no café da manhã, almoço, jantar e faça


lanches saudáveis nos intervalos.
b) Escolha frutas, verduras e legumes de sua preferência.
c) Evite o consumo de bebidas alcoólicas.
d) Evite comer massas todos os dias.
e) Tente comer feijão todos os dias.

Comentários
Resposta: Alternativa D.
Grau de dificuldade: Fácil

Os 10 passos para alimentação saudável de adolescentes são:


1) Para manter, ganhar ou perder peso, procure a orientação de um profissional de
saúde.
2) Se alimente 5 ou 6 vezes ao dia. Coma no café da manhã, almoço, jantar e faça
lanches saudáveis nos intervalos.
3) Tente comer menos salgadinho de pacote, refrigerantes, biscoitos recheados,
lanches de fast-food, alimentos de preparo instantâneo, doces e sorvetes.
4) Escolha frutas, verduras e legumes de sua preferência.
5) Tente comer feijão todos os dias.
6) Procure comer arroz, massas e pães todos os dias.
7) Procure tomar leite e/ou derivados todos os dias.
8) Evite o consumo de bebidas alcoólicas.
9) Movimente-se! Não fique horas em frente à TV ou computador.
10) Escolha alimentos saudáveis nos lanches da escola e nos momentos de lazer.

www.editorasanar.com.br
4
2. (Residência Multiprofissional/Nutrição – UNIFESP/SP – 2013 – EDUDATA)
As proteínas de alto valor biológico (PAVB) possuem em sua composição aminoácidos
essenciais em proporções adequadas. São proteínas completas como as da carne e do
ovo. São exemplos de aminoácidos essenciais:

a) Fenilalanina, Leucina e Glutamina


b) Metionina, Glutamina e Alanina
c) Isoleucina, Triptofano e Ácido Glutâmico
d) Triptofano, Glutamina e Alanina
e) Isoleucina, Metionina e Fenilalanina.

Comentários
Resposta: Alternativa E.
Grau de dificuldade: Fácil.

DICA DO AUTOR: Os aminoácidos dispensáveis podem ser sintetizados no organismo,


por vias que são compartilhadas, em parte, pelo catabolismo de aminoácidos. O
Glutamato, o Aspartato e a Alanina são sintetizados por meio de reações de
transaminação. O aminoácido Serina é sintetizado a partir do 3-fosfoglicerato, a Glicina
é sintetizada a partir da Serina e os aminoácidos Cisteína, Tirosina e Prolina são
sintetizados no organismo a partir dos aminoácidos Metionina, Fenilalanina e
Glutamato, respectivamente.

Alternativas A e D: FALSAS. A glutamina é um aminoácido condicionalmente essencial

Alternativa C: FALSA. O ácido glutâmico é um aminoácido não essencial

Alternativa E: VERDADEIRA. O grupo de aminoácidos essenciais é formado pelos


aminoácidos fenilalanina, triptofano, valina, leucina, isoleucina, metionina, treonina e
lisina.

3. (Residência Multiprofissional/Nutrição –UNIFESP/SP – 2013 – EDUDATA)


Ao se elaborar um plano alimentar é preciso considerar fatores que possam interferir na
biodisponibilidade dos alimentos. Considerando os fatores antinutricionais avidina,
tiaminases, glicosinolatos e fitatos responda:

www.editorasanar.com.br
5
Qual opção de 1 a 5 da lista corretamente aos alimentos que apresentam os fatores
antinutricionais acima, respeitando a ordem em que foram apresentados?
Qual a opção de I a V indica quais vitaminas ou minerais tem a biodisponibilidade
afetada pela presença desses fatores, na mesma ordem em que foram apresentados?
Assinale a alternativa que apresenta a resposta correta para as duas questões.

1. Feijão, chá preto, vegetais do grupo I. Biotina, vitamina B1, iodo e ferro
das apiaceas, vinho

2. Soja, clara de ovo, vegetais do grupo II. Ácido pantotênico, vitamina B12,
das solanaceas, café selênio e cálcio

3. Clara de ovo crua, peixe cru, vegetais III. Vitamina B6, vitamina B2, cálcio e
do grupo das brássicas, cereais integrais ferro

4. Gema de ovo crua, feijão, peixe cru, IV. Ácido fólico, niacina, magnésio e zinco
chá preto

5. Peixe cru, clara de ovo crua, feijão, café V. Vitamina B1, ácido fólico, ferro e zinco

a) 1 e II
b) 5 e III
c) 3 e I
d) 2 e IV
e) 4 e V

Comentários
Resposta: Alternativa C
Grau de dificuldade: Intermediário

Clara de ovo crua / Biotina – A avidina, glicoprotéina da clara do ovo não cozida,
se liga à biotina com uma afinidade muito alta, tornando-a não disponível.
Peixe cru / Vitamina B1 – As tiaminases presentesno peixe cru podem resultar em
paralisia por causa da destruição da tiamina, e podem ser importantes em regiões onde
a principal fonte de tiamina das dietas seja proveniente de peixe cru ou fermentado.
Vegetais do grupo das brássicas / iodo – Substâncias bociogênicas são
encontradas em alimentos como mandioca, milho, couve-flor e algumas variedades de
leguminosas. Essas substâncias são derivadas de glicosídeos cianogênicos, capazes

www.editorasanar.com.br
6
de liberar quantidades de liberar quantidades significativas de cianeto por hidrólise. Não
apenas o cianeto é tóxico, mas também seu metabólito, o tiocianato, é bociogênico, e
compete com o iodo durante sua captação pela glândula tireoide.
Cereais integrais / ferro – Os fitatos encontrados na cobertura da semente de
grãos possui capacidade de se ligar a íons metálicos, especialmente o ferro,
prejudicando sua biodisponibilidade.

4. (Residência Multiprofissional/Nutrição – UFU/MG – 2013 – PROGRAD)


O glucagon e a insulina são hormônios responsáveis pela manutenção dos níveis de
glicose sérica, que regulam, respectivamente,

a) lipogênese e gliconeogênese; glicogênese e glicogenólise.


b) glicogênese e lipogênese; glicogenólise e gliconeogênese.
c) glicogenólise e gliconeogênese; glicogênese e lipogênese.
d) glicogênese e glicogenólise; lipólise e gliconeogênese.

Comentários
Resposta: Alternativa C.
Grau de dificuldade: Fácil.

Enquanto a insulina reduz a concentração de glicose sanguínea (por aumentar


à síntese de glicogênio no fígado e músculo, reduzir à proteólise e a lipólise, a chamada
gliconeogênese, bem como aumentar a síntese de ácidos graxos em triacilgliceróis,
principalmente no tecido adiposo, conhecida comolipogênese), o glucagon tem
atividade oposta, fazendo aumentar a glicose na corrente sanguínea (glicogênese) a
partir da quebra do glicogênio (glicogenólise).

5. (Residência Multiprofissional em Nutrição – HUGD/MS – 2013– COREMU)


A administração do leite humano ordenhado cru (LHOC), exclusivamente da mãe para
o próprio filho, é uma prática frequente em UTI neonatal. Para conservá-lo, exigem-se
condições adequadas de temperatura e de tempo até o ato do consumo. Considerando
as condições de estocagem e o tempo de validade, assinale a Alternativa correta.

www.editorasanar.com.br
7
a) Sob refrigeração, à temperatura máxima de 15ºC, a validade é de 24 horas.
b) Sob refrigeração, à temperatura máxima de 5ºC, a validade é de 12 horas.
c) Em temperatura ambiente, a validade é de 12 horas.
d) Sob congelamento, à temperatura máxima de -18ºC, a validade é de 24 horas.
e) Sob congelamento, à temperatura máxima de -3ºC, a validade é de 15 dias.

Comentários
Resposta: Alternativa B
Grau de dificuldade: fácil

O LHOC precisa ser devidamente identificado e o consumo deve ocorrer em no


máximo 12 horas, com o leite mantido a temperatura não superior a 5º C.

6. (Residência Multiprofissional em Nutrição – HUCAM/ES – 2012 – UFES)


No que se refere às fórmulas infantis, qual das afirmativas abaixo é INCORRETA?

a) A fórmula elementar é extensivamente hidrolisada e constituída de aminoácidos


livres, óleos vegetais e maltodextrina.
b) A fórmula para crianças com alergia à proteína do leite de vaca deve ter como fonte
proteica a caseina.
c) A fórmula infantil isenta de lactose tem como fonte de carboidratos a maltodextrina
ou polímeros de glicose.
d) A fórmula láctea para prematuros ou recém-nascidos de baixo peso deve conter
proteínas do soro de leite e caseína.
e) A fórmula láctea para o primeiro semestre de vida deve ter composição semelhante
à do leite humano.

Comentários
Resposta: Alternativa B.
Grau de dificuldade: Intermediário.

Alternativa A. VERDADEIRA. Formulas elementares são formulações à base de


hidrolisado protéico, que contém aminoácidos livres, maltodextrina e óleos vegetais.

www.editorasanar.com.br
8
Alternativa B. FALSA. A caseína constitui cerca de 20 a 40% da concentração protéica
total do leite humano e cerca de 80% para o leite de vaca. Para crianças com alergia a
proteína do leite de vaca indica-se formulas derivadas da soja.

Alternativa C. VERDADEIRA. Nesses leites há a substituição da lactose por hidrato de


carbono, geralmente maltodextrina.

Alternativa D. VERDADEIRA. As fórmulas para prematuros tentam copiar o perfil do


conteúdo do leite humano. A proteína predominante é a do soro do leite. A quantidade
de proteína por 100 ml é maior do que nas fórmulas para os termos.

Alternativa E. VERDADEIRA. São formulas a base de leite de vaca, modificadas para


se tornar semelhante ao leite humano. As principais modificações que podem ser feitas
incluem a redução do teor de proteínas e eletrólitos, substituição de parte dos lipídios
por óleo vegetal e adição de vitaminas e minerais.

7. (Residência Multiprofissional em Saúde/Nutrição – HC/UFG– 2013 - UFG)


A desnutrição proteico-energética é conhecidamente impactante, promovendo retardo
de crescimento e desenvolvimento. Por esse motivo, quando ocorrida na infância, pode
deixar sequelas. São inúmeras as respostas adaptativas, dentre elas, as alterações
hormonais. São consideradas adaptações endócrinas da desnutrição:

a) redução de glicemia e aumento de aminoácidos livres, que tendem a promover a


glineogênese para aumentar a glicemia e, simultaneamente, aumentam a secreção de
insulina para promover o anabolismo.
b) redução de aminoácidos plasmáticos, que estimulam o hormônio do crescimento
(GH) e reduzem a somatomedina. Isso produz um aumento adicional de GH pela
ausência de inibição por feedback.
c) aumento das concentrações de insulina e cortisol circulantes, que reduzem as
concentrações de somatomedina e, por consequência, o GH. Esse efeito é
mais observado no kwashiokor do que no marasmo.
d) aumento da atividade da 5’- monodesiodase, que reduz a produção de tri-iodotironina
concomitante à T3 inversa inativa, o que gera redução da termogênese e do consumo
de oxigênio para favorecer a conservação da energia.

www.editorasanar.com.br
9
Comentários
Resposta: Alternativa B.
Grau de dificuldade: Difícil.

Alternativa A. FALSA. A insulina encontra-se reduzida na desnutrição, deixando de agir


sobre a síntese proteica e muscular, além de reduzir a lipogênese e o crescimento
orgânico.

Alternativa B. VERDADEIRA. O hormônio do crescimento (GH) tem sua atividade


aumentada, diferente do que ocorre com a insulina, somatomedina e gonadotrofinas.

Alternativa C. FALSA. Ocorre redução da insulina e aumento da atividade do hormônio


do crescimento.

Alternativa D. FALSA. Na desnutrição o T4 encontra-se normal ou aumentado, enquanto


o T3 encontra-se com atividade reduzida. Isso implica na redução da oxidação de glicose
e redução do metabolismo basal, respectivamente.

8. (Residência Multiprofissional em Saúde/Nutrição – HC/UFG – 2013 - UFG)


Na desnutrição energético-proteica, podem ocorrer alterações nas funções dos diversos
órgãos ou sistemas. No aparelho digestivo:

a) a hipocloridria, hipomotilidade intestinal e diminuição da IgA secretora favorecem o


supercrescimento bacteriano no intestino delgado, dificultando a absorção de gorduras.
b) o aumento na produção das secreções gástricas, pancreática e biliar associadas às
concentrações normais de ácidos biliares conjugados compromete a absorção das
gorduras, causando esteatorréia.
c) a diminuição das vilosidades intestinais associada ao aumento das enzimas na borda
em escova resulta na má absorção de lipídios e dissacarídeos e na intolerância à
lactose.
d) a proliferação bacteriana no jejuno converte os ácidos biliares conjugados em
desconjugados ou livres, impedindo a formação de micelas mistas, favorecendo a
esteatose hepática.

www.editorasanar.com.br
10
Comentários
Resposta: Alternativa A.
Grau de dificuldade: Fácil

Alternativa A. VERDADEIRA. Na desnutrição energético protéica ocorre baixa produção


de ácido clorídrico (hipocloridria), hipomotilidade intestinal e diminuição da IgA secretora
que favorecem o supercrescimento bacteriano no intestino delgado, dificultando a
absorção de gorduras.

Alternativa B. FALSA. Na desnutrição energético proteica ocorre uma diminuição na


produção das secreções gástricas, pancreática e biliar que compromete a absorção das
gorduras, causando esteatorréia.

Alternativa C. FALSA. Na desnutrição energético proteica a diminuição das vilosidades


intestinais associada à redução das enzimas na borda em escova resulta na má
absorção de lipídios e dissacarídeos e na intolerância à lactose.

Alternativa D. FALSA. O que favorece a esteatose hepática é a elevada síntese de


ácidos graxos no fígado pelo excesso de carboidratos, a lipólise deficiente e a reduzida
produção das apo-beta-lipoproteínas para transportar os lipídios, leva à infiltração
gordurosa do fígado.

9. (Residência Multiprofissional em Nutrição – UNIRIO – 2012 – COSEA)


Os alimentos orgânicos são o resultado de um sistema de produção agrícola que busca
manejar, de forma equilibrada, o solo e demais recursos naturais. Segundo Chemin e
Mura, eles são caracterizados dentro dos seus potenciais significados ambientais,
sociais e éticos. O termo orgânico refere-se, neste contexto, a:

a) Alimentos produzidos sem uso de insumos artificiais tóxicos, resíduos de drogas


veterinárias, hormônios, antibióticos e organismos geneticamente modificados.
b) Alimentos produzidos com uso de drogas veterinárias naturais, sem resíduos
tóxicos, hormônios, antibióticos e organismos geneticamente modificados.
c) Alimentos produzidos sem uso de insumos artificiais tóxicos, hormônios,
antibióticos e organismos geneticamente modificados e com drogas veterinárias
naturais.

www.editorasanar.com.br
11
d) Alimentos produzidos sem uso de drogas veterinárias, hormônios e organismos
geneticamente modificados, porem com uso de antibióticos para garantir a
qualidade.
e) Alimentos produzidos sem uso de drogas veterinárias, hormônio e organismos
geneticamente modificados, porém com o uso de fungicidas orgânicos para
garantir a qualidade.

Comentários
Resposta: Alternativa A.
Grau de dificuldade: Intermediária

Produtos orgânicos são aqueles cultivados sem a utilização de pesticidas,


fertilizantes, agrotóxicos e transgênicos. Não é permitido o uso de substâncias que
coloquem em risco a saúde humana e o meio ambiente.

www.editorasanar.com.br
12
O que você achou dessas 9 questões comentadas?
Todas elas fazem parte do livro “1.000 Questões Comentadas de Provas e Concursos em
Nutrição”. Caso deseje ter acesso a mais 991 questões comentadas e resumos de todos os
assuntos, basta clicar na imagem para garantir o seu livro! Aproveitem o desconto e frete grátis!

Aproveito para sugerir outros livros para


concursos em Nutrição:

Muito obrigado e
até a próxima!
www.editorasanar.com.br