Você está na página 1de 3

Meio: Imprensa Pág: 38

País: Portugal Cores: Cor

Period.: Quinzenal Área: 19,00 x 25,76 cm²

ID: 79411969 07-03-2019 Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 1 de 3

Test Drive

Renault
Scénic
A RENAULT PASSA A DISPONIBILIZAR NA SUA GAMA PARA
PORTUGAL O NOVO SCÉNIC, QUE PAGA CLASSE 1 NAS
PORTAGENS, TRAZ NOVOS MOTORES E MUITO ESTILO A
UM SEGMENTO QUE SE PENSAVA ESTAR FORA DE MODA:
O DOS MONOVOLUMES. CONTUDO, A MARCA FRANCESA
ROMPE NOVAMENTE COM O PRECONCEITO, E AINDA BEM

T.1./0 Bruno Costa Silva

•• 4.• • ••• •ime -•••••••••

« *eivenuervii
III, -ZI-Vr:--`fzi
Mel" O. BM... 114
..air
.11110 •
ata,~ida•aaaaaaas:" 4. .a.r•soolazal.r
., „jni aia

9- 1

O Renault Scénic esteve, até hoje, arredado da lista Como já referido, muito espaço e versatilidade a
de opções de compra em Portugal, por razões que que se junta um habitáculo tecnológico com todas
são bem conhecidas: o facto de pagar classe 2 nas a mordomias de infoentretenimento que pode es-
portagens com a anterior legislação. Agora que hou- perar atualmente, como é o caso do já tão deseja-
ve uma mudança na definição da altura do veículo, do (por alguns) Android Auto ou Apple Car Play. Há
que define essa taxa, e que o Scénic passa a pagar um cartão mãos-livres, que não serve apenas para
classe 1 (com via verde), a Renault fez chegar aos podermos abrir o Scénic sem termos que retirar a
portugueses um dos mais bem sucedidos monovo- "chave", mas para o Scénic acender as luzes exte-
lumes médios. E em boa hora o fez. O Scénic vem riores assim que deteta a nossa aproximação, o que
provar que é possível ter um monovolume com mui- não deixa de ser útil quando estacionamos em zonas
to estilo. A estética quase o faz parecer um Captur mais escuras. Já referimos que os bancos traseiros
mas, e isto apenas em opinião pessoal, bem mais deslizam para oferecer mais capacidade na baga-
giro e interessante. O que já deixa de ser uma opi- geira ou mais espaço para quem se senta na fila tra-
nião pessoal, e passa a ser um facto, é que o Scénic seira, mas não dissemos que a volumetria é de 572
oferece muito mais versatilidade no habitáculo do litros(!) e que pode ser aumentada até a uns incríveis
que um Captur. O Scénic pode não oferecer os sete 720 litros, apenas com o deslizar dos bancos trasei-
lugares do seu irmão Grand Scénic, que continua à ros mais para a frente. Claro que com esta opção vai
venda, mas lá atrás temos bancos individuais que ter que pedir a quem viaja atrás para se encolher,
possibilitam uma melhor habitabilidade e até ban- mas... não deixa de ter essa opção e se for um con-
cos reguláveis em comprimento, que nos facilitam dutor de baixa estaura, quem diz que mesmo assim
na obtenção de mais espaço na bagageira ou dar não viajam todos com espaço? Não leva ninguém lá
primazia ao espaço para os passageiros que viajam atrás e quer rebater os bancos? Não há problema. No
atrás. Assim, e para quem não dispunha de orça- ecrã central, onde tem o sistema R-Link 2 no ecrã
mento para chegar à maior e mais cara Grand Scé- de 8,2 polegadas, que trata do rádio, do sistema de
nic, o Renault Scénic vem colmatar um espaço para navegação e de todos os ajustes de ambiente a bor-
quem quer versatilidade, espaço_ e estilo. Se não, do, pode premir um botão e rebater todos os bancos
repare: o Scénic possui sempre estas jantes de liga traseiros sem qualquer esforço. Fantástico, não? No
leve de 20" polegadas, as únicas que pode escolher seguimento, está a consola central atraente e este-
por questões de estética e dinâmica; pode escolher ticamente futurista, e ao meio um compartimento
uma pintura bicolor e os faróis são com tecnologia para arrumos entre os dois bancos dianteiros, que
LED, o que também dá um certo ar tecnológico ao desliza, deixando também a descoberto os apoios de
lado de fora. Lá dentro, já se sabe o que o espera. copos.
Meio: Imprensa Pág: 39

País: Portugal Cores: Cor

Period.: Quinzenal Área: 19,00 x 25,25 cm²

ID: 79411969 07-03-2019 Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 2 de 3

RENAULT SCÉNIC

O RENAULT SCÉNIC PAGA AGORA CLASSE 1


NAS PORTAGENS COM VIA VERDE
Meio: Imprensa Pág: 40

País: Portugal Cores: Cor

Period.: Quinzenal Área: 19,00 x 26,00 cm²

ID: 79411969 07-03-2019 Âmbito: Desporto e Veículos Corte: 3 de 3

O NOVO MOTOR /ff DE 140 CAVALOS MOTOR


Tipo 4 cilindros em linha, injeção direta,
É DISPONÍVEL DESDE OS BAIXOS dianteiro, longitudinal
Cilindrada 1332 cc

REGIMES E MOSTRA CONSUMOS Potência 140 cv às 5000 rpm


Binário 240 Nm às 1600 rpm

ACEITÁVEIS, UMA BOA APOSTA TRANSMISSÃO


Caixa manual de 6 velocidades
Tração dianteira
NOVOS MOTORES CARROÇARIA/CHASSIS
Monobloco em aço/alumínio
Mas esta chegada do novo Scénic a Portugal também
traz novidades nos motores disponíveis, que não vão DIREÇÃO
servir apenas o Scénic, mas também o Grand Scé- Cremalheira com assistência elétrica
nic. A gasolina vai entrar em cena com o 1.3 Tce com
TRAVAGEM
três níveis de potência: 115, 140 e 160 CV. Nesta breve Discos ventilados à frente de 320 mm
apresentação nacional, e do breve contacto que tivé- Discos atrás de 290 mm
mos com este bloco, foi a versão de 140 CV que nos
calhou em sorteio, revelando uma enorme dispo- DIMENSÕES
nibilidade desde os regimes mais baixos e rodando Comprimento 4406 mm
sem problemas, e sem procurar poupar combustível, Largura 2128 mm
entre os 7 e os 8 litros de média. A caixa manual de Altura 1653 mm
Dist. entre eixos 2734 mm
seis relações é de série (em todas as versões), mas Via dianteira 1594 mm
neste nível de potência também pode pedir uma cai- Via traseira 1583 mm
xa automática de sete, ou uma de seis relações, caso Peso 1528 kg
opte pela versão mais potente de 160 CV. Se desejar Mala 572-720 litros
uma versão diesel, saiba que já vai ter direito ao novo Dep. combustível 52 litros
motor 1.7 Blue dCi e que todos são cumpridores das Pneus 195/55 R20
normas Euro 6D-Temp, que vão entrar em vigor ape-
PRESTAÇÕES
nas no verão deste ano. As opções passam por dois
Relação peso/potência 10.91 kg/cv
níveis de potência: 120 ou 150 CV. O a 100 km/h 10,4 s
Os preços começam nos 30.770 euros para o Scénic Velocidade máxima 201 km/h
Tce de 115 CV na versão de equipamento Limited (a
de acesso), mas por mais 600 euros já tem a versão CONSUMOS
de 140 CV. A versão Vbose, a mais equipada, custa Combinado 6.7-6.81/100 km
33.420 euros, com o mesmo motor Tce de 140 CV. Emissões 151-154 g/km
Chegar ao Blue dCi de 120 CV representa dispender
PREÇO
36 570 euros (Limited) ou 38 590 euros (Bose), con- versão Limited 31.370 €
soante o nível de equipamento. Passar a ter caixa versão Bose 33.420 €
automática custa mais 1880 euros nas versões a ga-
solina (de 140 ou 160 CV, no de 115 cv não está dispo-
nível), mas no diesel só está disponível no Blue dCi
de 150 CV e custa 42 650 euros. //
AVALIAÇÃO AUTO DRIVE pi