Você está na página 1de 1

A Lenda do Sol

Existia apenas escuridão na Terra e só as estrelas pequenas é que brilhavam!


Mas havia também uma indiazinha que se chamava Lilandra e gostava de dançar em homenagem
àquela estrelinha tão fraquinha e rosada que aparecia no céu.
Muitos índios não entendiam porque ela fazia aquilo. Eles achavam que ela estava provocando a ira
dos deuses que davam comida e abrigo para a aldeia.
Uma reunião foi feita, inclusive com seus pais, e decidiram que se ela dançasse de novo seria
severamente punida, pois ela estava colocando em risco toda a aldeia.
De nada adiantou alertá-la, pois ela continuava dançando e ainda dizia:
- Sabe...? Um dia aquela estrelinha será muito forte e vai iluminar todo mundo!
Isso irritou muito o chefe da tribo que decidiu puni-la afastando-a da aldeia.
Ela foi andando, e chorava muito.
No meio da floresta ela parou, perto de um riacho. Seus olhos ainda lacrimejados. Olhou para a água
e viu o reflexo da estrelinha.
Com uma tristeza enorme, ela pulou de encontro ao reflexo e nunca mais submergiu daquele riacho.
A noite começou a virar dia.
Os índios, assustados, cantavam e dançavam para seus deuses, procurando a salvação.
Aos poucos, caíam... Pois estavam morrendo de calor e de sede.
Aquela estrelinha agora tinha um brilho tão forte que os índios que olharam para ela ficavam cegos.
Essa tribo desapareceu completamente...
Lilandra ainda está com o Sol! É só fechar os olhos quando o Sol estiver bem forte e sentirá alguém
passando por volta dele... Ela estará lá sempre, para proteger aquela estrelinha que nos dá luz e
calor!

O Sol

O Sol aquece nosso planeta todos os dias, fornecendo a luz que nos possibilita enxergar e que é
absolutamente necessária para a existência de vida na Terra. Neste artigo, aprenderemos sobre o
mundo fascinante da nossa estrela mais próxima, veremos quais são as partes do Sol, a forma
surpreendente como produz luz e calor e suas principais características.
Pelo fato de vermos o Sol todos os dias, a tendência é achá-lo comum e não lhe darmos o devido
valor. Mas se pensarmos bem surgem várias dúvidas:
• Se o Sol está no vácuo do espaço, como ele queima?
• O que impede que todo aquele gás vaze para o espaço?
• Qual é o tamanho do Sol?
• Por que acontecem explosões solares?
• Quando ele vai deixar de queimar?
• O Sol é como as outras estrelas?
As respostas a essas perguntas são o que faz do Sol algo tão interessante!
O Sol é uma estrela, como todas as outras que vemos no
céu à noite. A diferença é a distância. As outras estão
a anos-luz de distância, ao passo que o Sol está apenas a 8 minutos-luz de distância (milhares de
vezes mais próximas).
Oficialmente, o Sol é classificado como uma estrela do tipo G2 com base na sua temperatura e nos
comprimentos de onda ou espectro de luz que emite. Ele é uma estrela "média", é apenas uma entre
bilhões que orbitam o centro da nossa galáxia.
O Sol está "queimando" há mais de 4,5 bilhões de anos, e deve continuar por mais alguns bilhões. É
composto de uma grande quantidade de gás, principalmente hidrogênio e hélio. Por ser tão grande,
sua gravidade é imensa, o suficiente para a força gravitacional segurar todo aquele hidrogênio e hélio
(e para manter todos os planetas nas órbitas à sua volta).
O Sol não "queima" como um pedaço de madeira queimaria. Na verdade, ele é um reator gigante.