Você está na página 1de 2

CÂNTICO DE VITÓRIA DO CRENTE EM JESUS Rm 8.31-39

Pr. Elinaldo Renovato de Lima

Neste estudo, vemos quatro perguntas que o crente pode fazer, identificando os pontos de sua vitória em Cristo Jesus.

1. QUEM PREVALECERÁ CONTRA O CRENTE? (v. 31 a ).

- Há opositores do crente; S. Paulo pergunta: "Se Deus é por nós, quem será contra nós?".

Naturalmente, há muita gente contra nós; O sentido da pergunta é: "quem prevalecerá contra nós?", ou quem nos vencerá?

- No estudo anterior, vimos que há muitos inimigos :principados, potestades, príncipes das trevas

deste século, hostes espirituais da maldade, etc.

- Há inimigos visíveis, o s homens: os mentirosos, os enganadores, os idólatras, os corruptos, os

feiticeiros, adoradores do diabo; líderes de falsas religiões, de seitas; são todos contra nós;

- Há inimigos invisíveis, os demônios, as hostes da maldade, e seus semelhantes (Ver Hb 12.1)

- PORÉM, de acordo com a palavra, ninguém, homens ou demônios, poderá prevalecer contra nós:

Ler Dt 28.7

- Se formos obedientes (ver Dt 28.1). - Davi venceu o gigante Golias, quando não pareceia haver a mínima condição (1 Sm 17);

- Elias venceu os 450 profetas de Baal e 400 profetas de Asera (1 Rs 18). Ele parecia estar só. Mas Deus estava com ele, e venceu os inimigos.

- Daniel tinha contra ele nada menos do que 120 presidentes e 2 príncipes. O lançaram na cova dos leões, mas não prevaleceram (Dn 6).

2. QUEM INTENTARÁ ACUSAÇÃO CONTRA OS ESCOLHIDOS DE DEUS? (V. 33)

- Muitas vezes, o crente é acusado injustamente; às vezes, Deus o permite, para provar seus servos; ou para executar algum propósito Seu;

- José foi acusado por uma mulher adúltera, vendido pelos irmãos (Gn 37, 38), mas a acusação não prevaleceu; a seu tempo, Deus o tirou do cárcere e fê-lo governador do Egito;

- Jesus foi acusado :Mt 26.59-63; mas venceu a tudo e a todos;

- Não há bem-aventurança para o que é acusado por atos malfeitos (1 Pe 4.15,16)

- Mas toda a língua que se levantar contra o crente fiel será condenada (Is 5417).

3. QUEM PODERÁ CONDENAR O CRENTE EM JESUS? (V. 34)

- Quem está em Cristo, é nova criatura (2 Co 5.17);

- Não há mais condenação para o crente (Rm 8.1; Jo 5.24);

- Há uma salvação perfeita (Hb 7.25); não há purgatório; 1 Jo 1.7. Não há reencarnação (Hb 9.27).

- Há condenação para quem não discerne o corpo de Cristo, a igreja (1 Co 11.29; Cl 1.24);

- Há condenação para quem vive em pecado (Tt 3.11);

- Jesus intercede por nós (Rm 8.34).

4. QUEM NOS SEPARARÁ DO AMOR DE CRISTO?

- O pecado separa (Is 59.1,2);

- Na vida humana, as pessoas que se amam não se separam;

- A morte pode separar um casal, mas não separa o crente de Jesus.

- A tribulação: Não (Rm j5.3-5)

- A Angústia? Não (Sl 46.1);

- A perseguição? Dá bem-aventurança (Mt 5.11,12);

- A fome? Não (Jó 5.20; sl 34.10; JO 6.35)

- A nudez? (Mt 6.30); - O perigo: (Sl 91.1 e ss.).

5. RESPOSTAS DE VITÓRIA

- Em todas essas coisas, somos MAIS QUE VENCEDORES, por aquele que nos amou (v. 37).

- Muitos querem ser vencedores nas Olimpíadas, nas maratonas, nos pentatlos, etc. ; outros, querem ser vencedores na política; podem ser apenas vencedores,

- Mas nós SOMOS MAIS QUE VENCEDORES EM JESUS CRISTO! (Mensagens para a Igreja em Parnamirim, no Culto de Doutrina 21.05; 28.05; 04.06.99).

teologico.com.br