Você está na página 1de 4

© AREAL EDITORES

HISTÓRIA | 7.º ANO
HISTÓRIA | 7.º ANO

DOMÍNIO B | A HERANÇA DO MEDITERRÂNEO ANTIGO

66

RESUMO TEÓRICO

O urbanismo

O sentido prático desta civilização é muito visível ao nível do seu urbanismo ,

isto é, o estudo e planificação das cidades. As cidades eram construídas à me- dida das necessidades dos seus habitantes, segundo um modelo geométrico, o fórum (praça pública), que se encontrava no centro. Era neste centro que se de- senvolvia a vida pública e se concentravam os mais importantes edifícios religio- sos, administrativos e comerciais. Junto ao fórum construíram-se bibliotecas, mercados públicos e termas. Como locais de lazer, destacavam-se ainda os tea- tros, o circo e os anfiteatros (palco de lutas entre animais selvagens e gladiadores).

Roma era o modelo para as restantes ci- dades do Império, ligadas entre si por uma excelente rede viária, pontes e aquedutos.

Quanto às habitações, os grandes senho- res viviam em casas espaçosas e luxuosas si- tuadas no centro das cidades: as chamadas domus . Estes senhores podiam optar por viver no campo, onde possuíam as suas villae, isto é, as propriedades rurais. Os mais pobres viviam nas insulae, uma espécie de ilhas, com vários andares, pou- cas condições de higiene, conforto e segu- rança. No piso térreo existia, normalmente, uma loja de comércio.

Doc. 3 | Coliseu de Roma (anfiteatro romano).

comércio. Doc. 3 | Coliseu de Roma (anfiteatro romano). D o c . 5 | I

Doc. 5 | Insulae romana (reconstituição).

n s u l a e r o m a n a (reconstituição). Doc. 4 |

Doc. 4 | Villae romana (reconstituição).

As crenças religiosas

À semelhança dos Gregos, os Romanos

eram politeístas. À medida que o Império se

expandia, foram adotando o culto de alguns deuses venerados pelos povos conquistados, particularmente da Civilização Grega, mas também do Egito, da Pérsia, entre outros.

Grega, mas também do Egito, da Pérsia, entre outros. Doc. 6 | Os templo locais onde
Grega, mas também do Egito, da Pérsia, entre outros. Doc. 6 | Os templo locais onde

Doc. 6 |

Os templo

locais onde

Romanos

celebravam

culto públi

© AREAL EDITORES

B2 | ROMA E O IMPÉRIO

HISTÓRIA | 7.º ANO
HISTÓRIA | 7.º ANO

RESUMO TEÓRICO

A CULTURA E A ARTE ROMANA

A CULTURA E A ARTE ROMANA

A CULTURA E A ARTE ROMANA
A CULTURA E A ARTE ROMANA

A arte e a literatura

A arte e a literatura romanas foram muito influenciadas pelos contributos de várias culturas que integravam o seu vasto Império, particularmente da Civiliza- ção Grega. Apesar disso, os Romanos criaram uma arte própria, original, onde o sentido prático (pragmatismo), utilitário da vida e das artes, característico desta civilização, esteve sempre presente. Presta atenção ao quadro seguinte.

ARTE

Os Romanos construíram grandes edifícios que embelezavam as cidades, representavam a importância do Império e procuravam tornar a vida dos habitantes mais cómoda e prática.

ARQUITETURA

influência grega (frontões triangulares, colunas e frisos);

originalidade romana (arco de volta redonda, a abóbada e a cúpula);

sentido prático e utilitário (ex.: aquedutos, pontes);

durabilidade das construções;

sentido lúdico (ex.: termas, circos, teatros e anfiteatros);

transmissão da ideia de poder do Império (ex.: colunas comemorativas e arcos do triunfo).

 

ESCULTURA

estatuária de grandes dimensões; • figuras em relevo; • grande realismo.

 

PINTURA

 

frescos (utilizados nas domus, paredes de túmulos, edifícios religiosos);

representações de paisagens, cenas religiosas e da vida quotidiana.

de paisagens, cenas religiosas e da vida quotidiana. MOSAICO • muito original e muito desenvolvido nesta

MOSAICO

• muito original e muito desenvolvido nesta civilização;

• colagem de pequenos pedaços de cerâmica vidrada e outros materiais;

• representação de cenas muito variadas (cenas mitológicas, religiosas, do quotidiano);

• embelezamento do chão de habitações luxuosas ou de edifícios públicos.

LITERATURA

língua oficial do Império era o latim, mas um romano culto devia saber falar e ler bem o grego. Todos os grandes poetas romanos apresentavam influências de autores gregos. Em Roma, destacaram-se as figuras de Cícero, Virgílio (autor do poema épico Eneida) e Ovídio (autor das Metamorfoses).

A

A

nossa língua tem origem no latim.

Nos magníficos teatros, construídos nas cidades romanas, eram representadas tragédias e, sobretudo, comédias, bem como pantonímias (estilo teatral, onde os atores utilizavam a linguagem gestual).

Deram uma atenção particular à História, usada para demonstrar o passado de glória e prestígio desta civilização. Nesta área destacou-se a figura de Tito Lívio (autor de A História de Roma).

DIREITO

O direito representa um dos mais notáveis legados da civilização romana, considerado a base de grande

parte dos sistemas jurídico-legais atuais. Os romanos desenvolveram-no pela necessidade de regular a sociedade romana e o funcionamento do Estado através de leis aplicadas a todas as pessoas do Império.

O Direito Privado organizava as relações ente os cidadãos em todos os aspetos; o Direito Público regulava o funcionamento do Estado.

Ponte romana de Chaves
Ponte romana de Chaves
em todos os aspetos; o Direito Público regulava o funcionamento do Estado. Ponte romana de Chaves

Conímbriga

em todos os aspetos; o Direito Público regulava o funcionamento do Estado. Ponte romana de Chaves

67

HISTÓRIA | 7.º ANO DOMÍNIO B | A HERANÇA DO MEDITERRÂNEO ANTIGO
HISTÓRIA | 7.º ANO
HISTÓRIA | 7.º ANO

DOMÍNIO B | A HERANÇA DO MEDITERRÂNEO ANTIGO

© AREAL EDITORES

TESTE DE AVALIAÇÃO 3

Lê, atentamente, todas as questões e documentos antes de responderes.

1.

2.

3.

Completa a tabela acerca da romanização na Península Ibérica.

OS ROMANOS FIXARAM-SE NA PENÍNSULA IBÉRICA EM

Vestígios da presença romana no atual território português

Vestígios da presença romana no atual território português

Vestígios da presença romana no atual território português

Língua

Urbanismo

Arquitetura

– A Língua Portuguesa, que deriva do latim. – – – – –
– A Língua Portuguesa, que deriva
do latim.

Completa os espaços em branco. Os Romanos, inicialmente, praticavam uma economia . Porém, devido à expansão do Império, passaram a desenvolver uma economia e

As trocas comerciais eram feitas nas o principal meio de pagamento.

,

o

Os produtos mais comercializados eram os

.

, sendo a

, o

, entre outros.

, as

, os

Lê, atentamente, o documento.

Doc. 1 | O Direito romano

Através do conhecimento do Direito colhereis o fruto da alegria e do prazer de compreenderdes com toda a facilidade quanto os nossos maiores estiveram à frente dos outros povos, se vos derdes ao trabalho de comparar as nossas leis com as deles (…). É inacreditável como todo o direito civil para além do nosso é rude e quase ridículo.

Cícero, Do Orador, I, 44, 195-197

76

3.1.

3.2.

4.

Indica as características do Direito romano, segundo Cícero.

Analisa a sua importância para o processo de romanização.

Observa, atentamente, as imagens.

segundo Cícero. Analisa a sua importância para o processo de romanização. Observa, atentamente, as imagens. Doc.

Doc. 2

HISTÓRIA | 7.º ANO TESTE DE AVALIAÇÃO 3 Doc. 3 4.1. Identifica o tipo de
HISTÓRIA | 7.º ANO
TESTE DE AVALIAÇÃO 3
Doc. 3
4.1.
Identifica o tipo de habitações representadas nos documentos 2 e 3.
4.2.
Descreve, em poucas palavras, esses dois tipos de habitações.
5.
Coloca um V nas afirmações verdadeiras e um F nas falsas.
a)
A
arquitetura romana era uma fusão das influências gregas
e
da inovação romana.
b)
O sentido prático e utilitário estava bem patente nas
realizações da arquitetura romana.
c)
A
escultura romana distinguiu-se pelo seu grande realismo.
d)
As estátuas romanas apresentavam pequenas dimensões.
e)
A
pintura romana representava, habitualmente,
os Imperadores romanos.
f ) O mosaico era aproveitado para ornamentar o teto das habitações
luxuosas ou de edifícios públicos.
5.1.
Corrige as falsas.
6.
Lê, atentamente, o documento.
Doc. 4 | Divinização dos Imperadores romanos
A divinização de um ser humano (…) era aceite por todos os romanos, não só
entre a opinião pública, mas tambémpelos filósofos (…). A divinização significava
essencialmente que o ser humano em questão deu provas, durante a vida, de ser
animado por uma força superior, divina. É este o significado do título de Augustus,
que o Senado concedeu a Octávio, em 27 a.C.
Pierre Grimal, O Império Romano, Edições 70, 1999
6.1.
Explica o significado do título de Augustus, segundo o que leste no documento.
6.2.
Caracteriza o poder absoluto do Imperador.
6.3.
O que significa afirmar que a religião romana era politeísta?
7.
Comenta a seguinte afirmação: Cristianismo: de religião perseguida a religião oficial.
77
© AREAL EDITORES