Você está na página 1de 6

2) Pense e responda:

a) Por que a água represada na usina hidrelétrica fica situada em local mais
alto que o
local onde ficam as turbinas?
b) Quais são os impactos ambientais causados pela construção de uma usina
hidrelétrica?
3) Em nosso país, a principal fonte de energia elétrica são as usinas
hidrelétricas. Pensando
nisso, responda:
a) O que justifica o predomínio das hidrelétricas.
b) Se houver longos períodos de estiagem, isto é, de ausência de chuva, qual
será a
consequência para a produção de energia elétrica?
4) Existem várias fontes de energia elétrica: a força da água e do vento, o calor
do sol, os
combustíveis, a energia nuclear, etc.
Pesquise sobre uma das fontes de energia, escreva e ilustre em seu caderno.
Ela nasce do movimento dos geradores, passa por estações
transformadoras e redes de fio de alta tensão e percorre um longo
caminho até chegar às tomadas

Na natureza, a energia está em toda parte: na força das quedas d'água, nas plantas, nos
animais, na erupção de um vulcão, na luz do sol, nos ventos. Energia vem da palavra grega
energeia, que significa "força em ação". Sem ela não existiria vida na Terra. Mas o homem
inventou várias maneiras de produzir energia para levar uma vidinha mais confortável, com luz
elétrica, automóveis e outros luxos da vida moderna...

Para acender a luz e fazer funcionar o computador, a geladeira, o som, a televisão e todos os
aparelhos eletrodomésticos precisamos da famosa energia elétrica . Mas essa energia que
chega às nossas casas pela tomada vem de onde? Boa pergunta, não é mesmo?

No Brasil e em muitos países, essa energia é produzida em usinas hidrelétricas, que são
grandes represas de água construídas em alguns rios.

Quer ver como elas funcionam? Aproveite para conhecer maneiras "sujiinhas" de gerar
energia, como a queima de combustíveis fósseis e as usinas nucleares. Vamos dar uma olhada?

Nas usinas hidrelétricas, a água corre por dentro dos geradores da usina, que são como hélices
de avião.
A hélice do gerador roda e a força do gerador em movimento se transforma em eletricidade.
Ela é armazenada nas usinas e transmitida por fios até as grandes cidades. É essa mesma
eletricidade que acende os postes de luz e passeia escondida pelos fios nas ruas.

No Brasil, as usinas hidréletricas são a principal forma de produção de energia. No mundo


todo, cerca de 19% da energia elétrica vem dessas usinas, onde eletricidade é produzida sem
poluição, usando somente a força da água. O único problema é que para construir represas e
usinas é preciso alagar uma área enorme e muitas vezes mexer no caminho que o rio faz.

Essa mexida com o meio ambiente às vezes atrapalha a vida dos bichos e das plantas da região.
As pessoas que moravam ali e tiveram que se mudar por causa da inundação também saem
prejudicadas.

ENERGIA QUE GERA POLUIÇÃO

Outra maneira de gerar energia é através da queima dos combustíveis fósseis (petróleo,
carvão, óleo diesel, gás natural). Apesar de ser muito comum - cerca de 63% de toda a energia
elétrica produzida no mundo vem dessas usinas - esse é o jeito mais caro e poluente.

A queima desses combustíveis move milhões de automóveis em todo o mundo, e produz


energia elétrica em usinas chamadas termoelétricas. Mas também libera gases tóxicos que
contaminam o ar e escurecem o céu.

Esses gases causam problemas graves, como o efeito estufa, o buraco da camada de ozônio e a
chuva ácida. Credo! Parece filme de terror, só que quem sai gritando é o meio ambiente.

ENERGIA NUCLEAR
O Japão, os Estados Unidos, alguns países da Europa e o Brasil (com a usina Angra 2, recém-
inaugurada) também produzem energia elétrica em usinas nucleares. Cerca de 17% da energia
elétrica do mundo é produzida nessas usinas.

A energia nuclear ou atômica é poderosíssima, e também é utilizada para produzir armas ,


capazes de arrasar uma cidade inteira! E se bobear, todo o planeta...

Mas essa energia assustadora também pode ser usada para o bem e gerar energia elétrica.
Funciona assim: os cientistas pegam um material chamado urânio e colocam perto de uma
grande quantidade de água.

Partículas minúsculas do urânio, chamadas nêutrons, ficam todas agitadas quando vão para
perto da água. Os nêutrons são quebrados e fazem o urânio explodir e liberar muito calor. A
água esquenta, evapora e roda um gerador, como nas usinas hidrelétricas.

O problema das usinas nucleares é o lixo nuclear, um material altamente radioativo gerado nas
usinas. Esse lixo tem de ser tratado e isolado para não oferecer riscos de contaminação do solo
ou da água. A radiação do urânio pode causar câncer e mutações nos seres vivos, e por isso
todo o cuidado é pouco.

O urânio e os combustíveis fósseis, além de serem poluentes, são recursos naturais não-
renováveis. Ou seja, um dia vão acabar.

Para não poluir o ar nem causar estragos na natureza, o negócio é usar fontes alternativas.
Sim, elas existem: a energia solar e a energia eólica aproveitam o calor do sol e a força do
vento. E são uma fonte praticamente infinita de energia.

É verdade que o Sol, como todas as estrelas do universo, um dia irá morrer e se apagar, mas
isso ainda está muito longe de acontecer. Já os ventos não vão parar de soprar nunca... só
quando a Terra sumir do mapa!
ENERGIA LIMPA

O homem o único animal do planeta que causa poluição e danos ao meio ambiente. Isso
acontece, em parte, porque a vida na sociedade de hoje utiliza em grandes quantidades fontes
de energia poluentes, como os combustíveis fósseis (petróleo, gasolina, diesel), ou que causam
transformações ambientais que prejudicam a natureza, como as usinas hidrelétricas.

Nas usinas, a força das águas represadas dos rios é utilizada para a produção de energia
elétrica , que move praticamente tudo o que você vê à sua volta. Essas usinas s‹o a principal
maneira de se obter energia.

O único problema é que para construir represas e usinas é preciso alagar uma área enorme e
muitas vezes mexer no caminho que o rio faz. Essa alteração do meio ambiente atrapalha a
vida dos bichos e das plantas da região, além de mudar radicalmente a paisagem, muitas vezes
destruindo belezas naturais. Também saem prejudicadas as pessoas que moram por perto e
têm que se mudar por causa da inundação.

Um das maneiras de dar uma mãozinha para a natureza é usar formas alternativas de energia,
as chamadas energias limpas.

A energia solar e a energia éolica (do vento) podem ser transformadas em energia elétrica!
Além de serem fontes praticamente inesgotáveis, elas não deixam resíduos no meio ambiente.
As energias limpas estão sendo cada vez mais utilizadas para construir um futuro diferente
para o nosso planeta.

ENERGIA "AÉREA"

Já aconteceu de você estar na rua justamente no momento em que bate aquela ventania? O
vento é tão forte que parece que a gente vai voar junto com ele. Nessas horas, percebemos
como o vento é poderoso. Ele tem a força!

Ventos são grandes deslocamentos de ar. É o ar em constante movimento. E a gente está tão
acostumado a "pegar um ventinho" que às vezes se esquece de fazer a pergunta mais óbvia e
também a mais intrigante: mas por que o vento... venta?
O ar se mexe por causa das diferenças de temperatura e pressão. O ar quente sobe e o frio
desce. Em lugares baixos acontece o seguinte: a pressão do ar contra o chão é maior e faz o ar
escapulir e viajar em direção ao alto. O ar procura então as zonas de menor pressão. É como se
o ar estivesse sempre nervoso, tentando se aconchegar, procurando um ponto de equilíbrio.

Como os ventos não ficam mesmo quietos, o negócio é aproveitar toda essa movimentação! A
velocidade e a força do ar podem ser usadas para gerar energia elétrica! Quer ver?

Chegue perto da janela: além da sua vizinha colocando o dedo no nariz (ih, que porquinha ela
é!), o que mais você vê? A luz do Sol! (se estiver de dia, é claro). E o que você sente? Um
ventinho gostoso arrepiando a sua pele, não é?

Pois essas duas coisas que a natureza fornece sem cobrar nada podem gerar um bocado de
energia limpinha, que não agride o meio ambiente: a energia eólica e a energia solar.

No caso do Brasil, a energia eólica é um pouquinho difícil de usar, porque nosso país não é
muito "ventoso". Mas existem alguns lugares, como o Nordeste, em que existem ventos fortes
e abundantes dando a maior sopa, louquinhos para virar energia elétrica.