Você está na página 1de 415

REFÚGIO

NA TEMPESTADE

O Tempo do Fim

Jerusalém outro Cumprimento

A Soltura dos 4 Ventos

As 7 Pragas

O Armagedom
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

COMENTÁRIO AO TÍTULO
REFÚGIO NA TEMPESTADE - O PERFIL DA CRISE VINDOURA

...em meio da tempestade do juízo divino,


os filhos de Deus não terão motivos para receios.
―O Senhor será o refúgio do Seu povo,
e a fortaleza dos filhos de Israel‖.1
O dia que traz terror e destruição
aos transgressores da lei de Deus,
trará aos obedientes
―gozo inefável e glorioso‖.2

1 Joel 3:16
2 Patriarcas e Profetas, 353
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

ÍNDICE
CONTEÚDO

COMENTÁRIO AO TÍTULO ..................................................................................................................... 2


ÍNDICE ...................................................................................................................................................... 3
INTRODUÇÃO.......................................................................................................................................... 6
A ATITUDE ATUAL DA IGREJA ............................................................................................................... 8
PRINCÍPIOS DE ESTUDO DA BÍBLIA E DO ESPÍRITO DE PROFECIA ................................................... 9
Não devemos temer a Investigação .......................................................................................... 13
A Regra Áurea .................................................................................................................................. 15
CONSELHOS DO LIVRO TESTEMUNHOS PARA MINISTROS ............................................................. 18
Como Examinaremos as Escrituras? ............................................................................................ 19
Cuidado na Apresentação de Novos Pontos de Vista .......................................................... 20
A Verdade Permanecerá ............................................................................................................. 21
As Escrituras devem ser estudadas com Reverência .............................................................. 21
Com Simplicidade e Fé ................................................................................................................. 22
Unidade de Fé e de Doutrina ...................................................................................................... 25
Responsabilidade Individual e Unidade Cristã ......................................................................... 26
Pregando de Maneira Diversa das Doutrinas Estabelecidas ................................................ 27
O PLANO DA SALVAÇÃO ................................................................................................................... 28
DIAGRAMA ............................................................................................................................................ 35
Referências Bibliográficas do Diagrama .................................................................................... 37
O GRANDE CONFLITO ......................................................................................................................... 39
O TEMPO DO FIM ................................................................................................................................. 43
JUÍZOS DIVINOS ATRAVÉS DOS TEMPOS ........................................................................................... 53
A Experiência de Jó ........................................................................................................................ 56
A Eliminação dos Cananeus ......................................................................................................... 57
Invasão e Cativeiro Babilônicos.................................................................................................... 58
Gibeom .............................................................................................................................................. 59
Perazim ............................................................................................................................................... 60
Babilônia Tipo.................................................................................................................................... 66
JERUSALÉM OUTRO CUMPRIMENTO ................................................................................................. 74
Predito o Destino do Mundo.......................................................................................................... 78
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

4
O Que Foi isso é o que há de Ser ................................................................................................. 85
Noé – Dilúvio ..................................................................................................................................... 86
Ló – Sodoma e Gomorra ................................................................................................................ 87
Discípulos – Jerusalém ..................................................................................................................... 90
Aproxima-se o Tempo de Angústia............................................................................................ 100
Mantendo os Eventos Futuros na Perspectiva Correta .......................................................... 107
Seriedade do Tempo e Necessidade de uma Preparação ................................................. 108
O ARMAGEDOM 1ª FASE .................................................................................................................. 109
O Conflito Geral ............................................................................................................................. 110
Passagens do 1º Grupo ................................................................................................................ 111
Passagens do 2º Grupo ................................................................................................................ 114
Comentários de Ellen G. White ................................................................................................... 118
O ARMAGEDOM 2ª FASE .................................................................................................................. 120
Satanás é Solto de sua Prisão...................................................................................................... 121
Os Ímpios Preparam-se Para Atacar a Nova Jerusalém ....................................................... 122
A Destruição do Pecado e dos Pecadores ............................................................................. 123
A SOLTURA DOS 4 VENTOS ............................................................................................................... 125
Os Juízos de Deus na Terra ........................................................................................................... 126
Trombetas – Dupla Aplicação .................................................................................................... 139
Trombetas – Predições de Natureza essencialmente Escatológicas.................................. 142
Os Gafanhotos da 5ª Trombeta .................................................................................................. 146
Identificação e Atualidade dos Reis do Norte ........................................................................ 167
Identificação dos Povos do Norte.............................................................................................. 171
Gogue .............................................................................................................................................. 174
Magogue ......................................................................................................................................... 174
Meseque e Tubal ........................................................................................................................... 175
Togarma........................................................................................................................................... 176
Gomer .............................................................................................................................................. 176
A POLÍTICA EXTERNA E INTERNA DA RÚSSIA .............................................................................. 180
As duas Rússias – Civil e Militar..................................................................................................... 181
AS 7 PRAGAS ....................................................................................................................................... 185
Profecias - Futuro............................................................................................................................ 186
Introdução ao Estudo de Apocalipse 16 .............................................................................. 186
1ª PRAGA ............................................................................................................................................. 229
Sobre a Terra ................................................................................................................................... 230
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

5
Se Alguém Adorar... A Besta da Terra ................................................................................... 230
2ª PRAGA ............................................................................................................................................. 253
Sobre o Mar ..................................................................................................................................... 254
Se Alguém Adorar... A Besta do Mar ..................................................................................... 254
3ª PRAGA ............................................................................................................................................. 278
Rios e Fontes .................................................................................................................................... 279
Muitos Países Serão Derribados ............................................................................................... 279
4ª PRAGA ............................................................................................................................................. 284
Sobre o Sol ....................................................................................................................................... 285
A Terra Suspira e Geme ............................................................................................................ 285
5ª PRAGA ............................................................................................................................................. 312
Sobre o Trono da Grande Babilônia .......................................................................................... 313
6ª PRAGA ............................................................................................................................................. 334
Sobre o Rio Eufrates ....................................................................................................................... 335
A Entrada da China no Espólio ............................................................................................... 335
7ª PRAGA ............................................................................................................................................. 351
Sobre o Ar ........................................................................................................................................ 352
Hora de Destruir os que Destroem a Terra ............................................................................ 352
AS CIDADES ......................................................................................................................................... 370
As Cidades São Viveiros de Vícios.............................................................................................. 371
Juízos que Sobrevêm às Cidades ............................................................................................... 372
Visões de EGW sobre a Destruição de Oakland e San Francisco ....................................... 374
O Abandono das Grandes Cidades ......................................................................................... 384
Fuga para as Montanhas ............................................................................................................. 388
REFÚGIO NA TEMPESTADE ................................................................................................................ 389
A Fé Perfeita em Deus................................................................................................................... 390
Sob o Esconderijo do Altíssimo .................................................................................................... 392
A Seta Que Voa de Dia ............................................................................................................ 392
A Sublimidade de Deus ................................................................................................................ 401
Seu Trato com o Mal.................................................................................................................. 401
PENSAMENTOS E REFLEXÕES DO ESPÍRITO DE PROFECIA ............................................................ 409
PARECER GERAL ................................................................................................................................. 414
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

INTRODUÇÃO
Dentro em breve o povo de Deus enfrentará uma crise sem precedentes na História.
Todas as forças do mal se arregimentarão contra os escolhidos, na batalha final entre a
verdade e o erro. Haverá ocasiões em que a única perspectiva à frente será a morte por
fome ou violência. Entretanto, acima de tudo isso, paira a certeza do cumprimento das
promessas divinas. Quando a TEMPESTADE parecer insuportável, o povo de Deus receberá
o tão esperado livramento.

A abundante informação de que dispomos a respeito dos acontecimentos futuros, tanto


na Bíblia como nos escritos do Espírito de Profecia nos estimula ao mais diligente estudo
dos temas conforme nos é apresentado pela Inspiração.

Ao procurar estabelecer o equilíbrio entre a fraseologia original e a coerência dos


relatos, não pudemos evitar que aquela sofresse algumas modificações e que esta
deixasse de alcançar a simetria verbal que lhe gostaríamos de dar. Todo esforço foi
envidado para conservar fielmente o sentido do contexto original.

Não foram arrolados todos os eventos futuros na ordem exata de sua ocorrência. Numa
questão de tão grande importância como a experiência do povo de Deus nos dias à
frente, quando cada pessoa terá de permanecer em pé por si mesma, ―como se não
houvesse outra pessoa no mundo‖3 é essencial que todos os cristãos tenham suas
próprias convicções, com base em seu próprio estudo e sua própria relação pessoal com
o Senhor.

―Quando o decreto promulgado pelos vários governantes da cristandade contra os


observadores dos mandamentos lhes retirar a proteção do governo, abandonando-os
aos que lhes desejam a destruição, o povo de Deus fugirá das cidades e vilas e reunir-se-
á em grupos, habitando nos lugares mais desertos e solitários. Muitos encontrarão refúgio
na fortaleza das montanhas. ... Muitos, porém, de todas as nações, e de todas as classes,
elevadas e humildes, ricos e pobres, pretos e brancos, serão arrojados na escravidão

3 SDA Bible Commentary, vol. 7, 983


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

mais injusta e cruel. Os amados de Deus passarão dias penosos, presos em correntes,
retidos pelas barras da prisão, sentenciados à morte, deixados alguns aparentemente
para morrer à fome nos escuros e fétidos calabouços.‖4

―O povo de Deus, nesse tempo, não está todo ele num só lugar. Eles se encontram
EM GRUPOS diferentes e em todas as partes da Terra; e serão provados individualmente,
não em grupos. Cada um terá de resistir à prova por si mesmo.‖5

―A fé dos membros individuais da igreja será provada como se não houvesse outra
pessoa no mundo.‖6

―Será para nós então tempo de confiar inteiramente em Deus, e Ele nos sustentará.
Vi que nosso pão e nossa água serão certos nesse tempo, e que não teremos falta nem
padeceremos fome, pois Deus é capaz de estender para nós uma mesa no deserto. Se
necessário Ele enviaria corvos para alimentar-nos, como fez com Elias, ou faria chover
maná do céu, como fez para os israelitas.‖7

Se não ficarmos atentos, seremos envolvidos no redemoinho das coisas desta vida.
Não é difícil isto acontecer conosco. Pense na sua vida hoje e quanta coisa você tem
que realizar para seu sustento e para o sustento da sua família. De repente não sobra
nem tempo para sua devoção. Comemos de forma rápida, tomamos banhos cada vez
mais a jato, temos microondas para não perdermos tempo. Nossos carros são cada vez
mais velozes. Nossa comunicação é cada vez mais virtual. Tem gente que não fala ou vê
um parente há meses, só enviando emails ou mensagens curtas de celulares. Quando
estamos na igreja e o culto demora, já ficamos impacientes, porque já projetamos um
monte de coisas para fazermos na seqüência. Quem vive assim, está concentrado em si

mesmo e corre o risco de naufragar na fé PORQUE NÃO VÊ O PERIGO.

4 O Grande Conflito, 631


5 SDA Bible Commentary, vol. 4, 1143
6 SDA Bible Commentary, vol. 7, 983
7 Primeiros Escritos, 56
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

A ATITUDE ATUAL DA IGREJA

Seja qual for o grande adiantamento intelectual do homem, não


pense ele, nem por um momento, que não há necessidade de inteira
e contínua indagação das Escrituras em busca de maior luz. COMO
UM POVO, SOMOS CONVIDADOS INDIVIDUALMENTE AO ESTUDO
DA PROFECIA. Devemos observar atentamente, a fim de distinguir
qualquer raio de luz que Deus nos apresente. Devemos apanhar os
primeiros clarões da verdade; e, mediante estudo acompanhado de
oração, poder-se-á obter mais intensa luz, a qual poderá ser
apresentada aos outros.

Quando o povo de Deus está à vontade, satisfeito com a


luz que já possui, podemos estar certos de que Ele os não
favorecerá. É Sua vontade que marchem sempre avante,
recebendo a intensa e sempre crescente luz que para eles brilha.
A ATITUDE ATUAL DA IGREJA NÃO AGRADA A DEUS.
Tem-se introduzido uma confiança que os tem levado a não sentir
nenhuma necessidade de mais verdade e maior luz. Vivemos numa
época em que Satanás opera à direita e à esquerda, em nossa
frente e por trás de nós; e, todavia, COMO UM POVO, ESTAMOS
DORMINDO. Deus deseja que se faça ouvir uma voz despertando
Seu povo para a ação.

Em vez de abrir a alma para receber os raios de luz do Céu, alguns


têm trabalhado em direção contrária. Tanto pela imprensa como do
púlpito têm sido apresentados, com respeito à inspiração da Bíblia,
opiniões que não têm a sanção do Espírito nem da Palavra de Deus.
Certo é que nenhum homem ou grupo de homens deve empreender
apresentar teorias sobre assunto de tão grande importância, sem um
claro "Assim diz o Senhor" em seu apoio.8

8 Testemunhos para a Igreja, vol. 5, 708, 709


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

PRINCÍPIOS DE ESTUDO DA BÍBLIA


E DO ESPÍRITO DE PROFECIA

Nunca haja em nós qualquer atitude


de fuga à verdade.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

10

É indispensável uma atitude espiritual. É de suma importância que o leitor ou o estudante


se aproxime da Bíblia e do Espírito de Profecia de modo reverente, vendo-os como a
Palavra inspirada de Deus, e não somente como literatura.

Pode-se ler ou estudar as Escrituras com o mesmo espírito com que se lê ou se estuda um
livro de Camões ou de Shakespeare, ou como uma obra histórica, e achá-la interessante
e proveitosa, mas o simples estudante de literatura ou o crítico literário, por mais erudito e
persistente que seja, nunca descobrirá os tesouros mais preciosos da Palavra de Deus.

Paulo disse: ―Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, pois
lhe parecem loucura, e não pode entendê-las, porque elas se discernem
espiritualmente.‖ 9

A necessidade consciente é essencial. A Bíblia e os livros que compõem o Espírito de


Profecia devem ser estudados com a mesma ânsia com que uma pessoa faminta busca
comida.

Um padeiro pode vender muito pão em um dia e achar-se faminto ao final de sua tarefa;
assim também, uma pessoa poderá ler grandes porções da Bíblia e do Espírito de
Profecia e obter pouco proveito, a menos que se aproprie dos textos, alimentando-se
deles.

―Do preceito de seus lábios nunca me apartei; as palavras da sua boca prezei mais do
que o meu alimento.‖10

―Achadas as tua palavras, logo as comi; elas me foram gozo e alegria ao coração, pois
pelo teu nome me chamo, ó Senhor, Deus dos Exércitos.‖11

O conhecimento mediante o estudo pessoal é o melhor. Muitos cristãos se satisfazem em


receber toda a verdade filtrada pela mente de um professor, de um pastor ou de um
comentarista; raramente, ou nunca, vão aos livros e ao Livro dos livros para um estudo
independente.

9 1 Coríntios 2:14
10 Jó 23:12
11 Jeremias 15:16 – ver os seguintes textos complementares – Deuteronômio 8:3; Salmos 119:103
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

11

Tais pessoas, inevitavelmente, convertem-se em simples reflexos de opiniões alheias. Elas


não estão ―fundamentadas na verdade‖, mas sujeitas a ser ―levadas ao redor por todo
vento de doutrina‖.

É muito importante para a criança o dia em que ela aprende a alimentar-se por si
mesma; assim, também, inicia-se nova era na vida do estudante crente quando este
forma o hábito de ir diariamente à fonte original da verdade espiritual para sua nutrição
pessoal.

Estude como um viajante que deseja obter um conhecimento completo e experimental


de outro país.

Vá pelos vastos campos da verdade; desça a seus vales; suba suas montanhas de
percepção; siga suas correntes de inspiração; entre nos corredores da sua instrução;
visite suas maravilhosas galerias de obras de arte.

Lembre-se que muitos erros doutrinários têm surgido da falta de perspectiva espiritual, ou
de um ponto de vista limitado da verdade bíblica. O Salvador diz: ―Errais, não
conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.‖12

Trate de entender as coisas profundas de Deus. Estude a Palavra como um garimpeiro


escava a terra em busca de ouro, ou como um mergulhador desce às profundezas do
mar em busca de pérolas.

A maioria das grandes verdades não estão na superfície, e por isso só podem ser trazidas
à luz mediante trabalho paciente.

―Ora, estes foram mais nobres do que os de Tessalônica, pois de bom grado receberam a
palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.‖13

12 São Mateus 22:29


13 Atos 17:11
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

12

Este estudo é uma coletânea de textos da Bíblia e do Espírito de Profecia, relacionados


com os Acontecimentos Finais. É resultado de longa pesquisa. A abundante informação
de que dispomos a respeito dos acontecimentos futuros, apresenta-se de forma simples a
fim de estimular e facilitar mais diligentemente a leitura e compreensão dos temas da
maneira em que foram apresentados pela Inspiração. As frases copiadas literalmente
estão entre aspas e os destaques têm por objetivo ressaltar a importância dos
pensamentos.

As nuvens tempestuosas que se avolumam revelam quão oportuno é fazer ecoar os


presságios da crise iminente, a subtileza dos perigos e a fúria do conflito que está diante
de nós. E considerando o tempo, é cabível não somente repetir os conselhos de longa
publicação, mas também dar força a essas declarações. ―COM FREQÜÊNCIA, A MENTE
DO POVO, E MESMO DOS SERVOS DE DEUS, SE ACHA TÃO CEGADA PELAS OPINIÕES
HUMANAS, AS TRADIÇÕES E FALSOS ENSINOS, QUE APENAS PODE PARCIALMENTE
APREENDER AS GRANDES COISAS QUE ELE REVELOU EM SUA PALAVRA.‖14

Numa questão de tão grande importância como a experiência do povo de Deus nos
dias à frente, quando cada pessoa terá de permanecer em pé por si mesma, ―como se
não houvesse outra pessoa no mundo‖ 15, É ESSENCIAL QUE TODOS OS CRISTÃOS TENHAM
SUAS PRÓPRIAS CONVICÇÕES, COM BASE EM SEU PRÓPRIO ESTUDO E SUA PRÓPRIA
RELAÇÃO PESSOAL COM O SENHOR. Ellen White declara que ―nosso pequenino mundo é
o livro de estudo do Universo‖16 e que ―o mundo invisível está observando com
inexprimível interesse as cenas finais da história deste mundo‖17. Procuremos captar a
significação dos eventos culminantes da história terrestre, encarando-os em sua relação
com o grande conflito entre o bem e o mal, e partilhemos com os outros a gloriosa
verdade de que Jesus virá em breve.

―Bem aventurado aquele que lê, e bem aventurados os que ouvem as palavras desta
profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas, porque o tempo está próximo.‖18

―Os homens não compreendem plenamente o que Deus deseja cumprir pela missão que
lhes confia: não abrangem, em todos os aspectos, a mensagem que proclamam em Seu
nome.‖ 19

14 Maranata, 14
15 7 Bible Comentary, 983
16 O Desejado de Todas as Nações, 19
17 Profetas e Reis, 148
18 Apocalipse 1:3
19 O Grande Conflito, 343
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

13

―Estamos no limiar de grandes e solenes acontecimentos. Muitas das profecias estão


prestes a se cumprir em rápida sucessão. Cada elemento de energia está prestes a ser
posto em ação. Repetir-se-á a história passada... Estudai o Apocalipse em ligação com
Daniel; pois A HISTÓRIA SE REPETIRÁ.‖20

―Os perigos dos últimos dias estão sobre nós, e por nosso trabalho DEVEMOS ADVERTIR O
POVO DO PERIGO EM QUE ESTÁ. Não deixeis que as cenas solenes que a profecia tem
revelado sejam deixadas por tocar. Se nosso povo estivesse meio desperto, se
reconhecesse a proximidade dos acontecimentos descritos no Apocalipse, realizar-se-ia
uma reforma em nossas igrejas, e muitos mais creriam na mensagem. Não temos tempo
a perder; Deus apela para que vigiemos pelas almas como aqueles que devem dar
contas.‖21

Não devemos temer a Investigação

―Não há desculpas para alguém tomar a posição de que não há mais verdades a serem
reveladas, seja ele quem for, nem a de que todas as nossas explicações da Escritura
estejam sem erro. O fato de terem sido certas doutrinas mantidas por muitos anos pelo
nosso povo, não é prova de que nossas idéias são infalíveis. TEMPO não pode tornar erro
em verdade, e a verdade tem recursos para ser exata. Nenhuma doutrina verdadeira
perderá qualquer coisa ao ser submetida à investigação rigorosa.‖22

“Não podemos manter a idéia de que a posição uma vez tomada, uma idéia já
advogada, não deve, sob quaisquer circunstâncias, ser renunciada. Somente há Um que
é infalível.”23

―Quando não surgem novas questões em resultado de investigação das Escrituras,


quando não aparecem divergências de opinião que instiguem os homens a examinar a
Bíblia por si mesmos, para se certificarem de que possuem a verdade, haverá muitos
agora, como antigamente, que se apegarão às tradições, cultuando nem sabem o
quê.‖24

20 Testemunhos para Ministros, 116


21 Testemunhos para Ministros, 117, 118
22 Review and Herald, 20-12-1892
23 Testemunhos para Ministros, 105
24 Testemunhos Seletos, vol 2, 312
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

14

―Quando uma mensagem é apresentada ao povo de Deus, não se deve este levantar
em oposição a ela; devem ir à Bíblia comparando-a com a lei e o testemunho, e se não
suportar a prova não é verdadeira.‖25

―Abstendo-vos de investigar a verdade, deixais de cumprir a ordem do Salvador, de


examinar as Escrituras. É, porventura, ‗cavar tesouros escondidos‘, denominar ‗montão
de lixo‘ ao resultado do trabalho de outrem, sem examinar minuciosamente para ver se
há ou não preciosas gemas de verdade na coleção de pensamentos que condenais?‖26

―Temem alguns que se reconhecerem estar em erro, ainda que seja num simples ponto,
outros espíritos serão levados a duvidar de toda a teoria da verdade. Têm, portanto,
achado que não se deve permitir a pesquisa; que ela tenderia para a dissensão e a
desunião. Mas se tal é o resultado da pesquisa, quanto mais depressa vier, melhor. Se há
aqueles cuja fé na Palavra de Deus não suportará a prova de uma pesquisa das
Escrituras, quanto mais depressa forem revelados melhor; pois então estará aberto o
caminho para lhes mostrar seu erro. Não podemos manter a opinião de que uma posição
uma vez assumida, uma vez advogada a idéia, não deve, sob qualquer circunstância ser
abandonada. Há apenas Um que é infalível: Aquele que é o Caminho, a Verdade e a
Vida.‖27

...―ANTES DE ACEITAR QUALQUER DOUTRINA OU PRECEITO, DEVEMOS PEDIR UM CLARO ...


‗ASSIM DIZ O SENHOR‘, EM SEU APOIO.‖28

“À LEI E AO TESTEMUNHO. SE ELES NÃO FALAREM SEGUNDO ESTA PALAVRA, NUNCA VERÃO
A ALVA.”29

―Intenso fervor deve agora tomar posse de nós. Nossas energias adormecidas devem ser
despertadas e dedicadas a esforços incansáveis.‖30

25 Testemunhos para Ministros, 119


26 Conselhos sobre a Escola Sabatina, 29
27 Testemunhos para Ministros, 105
28 O Grande Conflito, 601
29 Isaías 8:20
30 Testemunhos Seletos, vol. 3, 307
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

15

A Regra Áurea

Normalmente temos muita facilidade para memorizar os versos áureos das lições da
Escola Sabatina, mas somos miseravelmente vencidos na memorização e prática da
regra áurea.

Embora saibamos que a paz interior e a felicidade sejam frutos também da vitória sobre
o mau hábito de julgar os outros, é incrível como somos tão inclinados a ceder a este
desvio tão generalizado da natureza humana.

O mandamento mais violado é justamente aquele que nunca confessamos: ―Não dirás
falso testemunho contra o teu próximo‖. Quantos seres inocentes perante Deus sofrem
danos irreparáveis pela prática deste vício. O nono mandamento condena não apenas
a mentira, mas também os exageros, e as insinuações e deduções maldosas.

Condenamos a obstinação e louvamos a firmeza: a primeira é a qualidade do nosso


irmão, a segunda é sempre a nossa. Censuramos o fanatismo e exaltamos o zelo: a
primeira é a qualidade do nosso próximo, a segunda é a nossa. Reprovamos a
presunção, aplaudimos a fé. Reprovamos o orgulho e aprovamos a nobreza.
Reprovamos a vaidade, mas aprovamos o bom gosto. Condenamos o egoísmo, mas
aplaudimos a previdência. As primeiras qualidades são sempre as de nossas vítimas e as
segundas são sempre as nossas.

Esta característica tão arraigada em nossa natureza é totalmente estranha na pessoa de


nosso Salvador. D‘Ele já dizia o Antigo Testamento: ―Não julgará segundo a vista dos Seus
olhos, nem repreenderá segundo o ouvir dos Seus ouvidos‖. 31

Nisto admiramos Cristo, mas como fracassamos em assimilar, ao menos parcialmente,


este espírito. Miopia, tracoma, astigmatismo, não alteram o objeto, mas sim a nossa
concepção. Daí o conselho de Jesus a nós, Seu povo: ―Aconselho-te que de Mim
compres colírio para que vejas‖. 32

31 Isaías 11:3
32 Apocalipse 3:18
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

16

Havia se mudado para uma pequenina cidade uma encantadora viúva com suas três
crianças. Não demorou muito, era a pessoa mais falada da localidade: ―Muitos homens
a visitam ...‖. ―É uma descuidada dona de casa...‖. ―Seus filhos vivem na rua...‖. ―É muito
preguiçosa‖, etc.

Certo dia, a bonita e desditosa senhora desmaiou no correio, e logo souberam da


realidade: sofria de um mal incurável, não podia por isto trabalhar. Quando os remédios
não aliviavam a dor, mandava as crianças saírem. ―Eu queria que elas se lembrassem de
mim sempre alegre e feliz‖. Os homens que a visitavam eram o velho médico, o seu
advogado, e seu cunhado.

Quem não julga é quase perfeito. Mas quem julga, quer dar a impressão de ser perfeito,
ou pelo menos melhor que a pessoa julgada. Sua conclusão é: ―devo ser bom, quanto
mal vejo nos outros!‖. A historia da ―primeira pedra‖ deve sempre soar em nossos ouvidos.

Conjeturar... supor... formar conceitos... sentenciar... . Como sugestão, algumas simples e


eficientes normas:

1. Certifiquemo-nos de que possuímos toda a verdade a respeito da


pessoa e das circunstâncias envolvidas: estado de saúde,
hereditariedade, meio ambiente, etc.

2. Avaliemos o caráter, e principalmente os motivos de quem nos


transmite má informação.

3. Convivamos pelo menos um dia inteiro com a pessoa de quem


desejamos fazer observações.

4. Ela certamente deve ter também virtudes. Tentemos descobri-las e


comentá-las.

5. Miremo-nos no espelho ante um julgamento áspero. E se falarmos bem


de alguém, corramos também ao espelho e verifiquemos como
nossa fisionomia se modifica profundamente.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

17

6. Deixemos com Deus o julgamento dos pecados de nossos amigos e


inimigos. Arrogarmo-nos as funções da Divindade é presunçoso e
irreverente. Até o dia do Juízo estamos proibidos de fazer
classificações, de manchar reputações. Diz um provérbio chinês:
―Não te preocupes por seres mal compreendido; preocupa-te, antes,
por não seres compreensivo.

É impressionante como cultivar o hábito de procurar o que há de melhor nos outros dá


amplitude ao nosso caráter. ... E o estribilho continua: ―Tudo que quereis que os homens
vos façam, fazei-lho vós também a eles‖. E tudo o que não queremos que os homens nos
façam ...
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

18

CONSELHOS DO LIVRO
TESTEMUNHOS PARA MINISTROS
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

19

33
Como Examinaremos as Escrituras?

Como examinaremos as Escrituras, para compreender o que elas ensinam? Devemos


estudar a Palavra de Deus com coração contrito, um espírito suscetível de ser ensinado e
pleno de oração. Não devemos pensar como os judeus, que nossas próprias idéias e
opiniões são infalíveis, nem como os católicos, que certos indivíduos são os únicos
guardiões da verdade e do conhecimento, que os homens não têm o direito de
examinar as Escrituras por si mesmos, mas devem aceitar as explanações dadas pelos
Pais da igreja. Não devemos estudar a Bíblia com o propósito de manter nossas opiniões
preconcebidas, mas com o único objetivo de aprender o que Deus disse.

Temem alguns que se reconhecerem estar em erro, ainda que seja num simples ponto,
outros espíritos serão levados a duvidar de toda a teoria da verdade. Têm, portanto,
achado que não se deve permitir a pesquisa; que ela tenderia para a dissensão e a
desunião. Mas se tal é o resultado da pesquisa, quanto mais depressa vier, melhor. Se há
aqueles cuja fé na Palavra de Deus não suportará a prova de uma pesquisa das
Escrituras, quanto mais depressa forem revelados melhor; pois então estará aberto o
caminho para lhes mostrar seu erro. Não podemos manter a opinião de que uma posição
uma vez assumida, uma vez advogada a idéia, não deve, sob qualquer circunstância ser
abandonada. Há apenas Um que é infalível: Aquele que é o Caminho, a Verdade e a
Vida.

Os que permitem que o preconceito ponha na mente uma barreira contra a recepção
da verdade, não podem receber a iluminação divina. No entanto, ao ser apresentado
um ponto de vista das Escrituras, muitos não perguntam: Isto é verdade - está em
harmonia com a Palavra de Deus? Mas: Por quem é defendido? e a menos que venha
pelo instrumento que lhes agrada, não o aceitam. Tão plenamente satisfeitos estão com
suas próprias idéias que não examinarão a evidência escriturística com o desejo de
aprender, antes recusam ser interessados, meramente devido aos preconceitos.

Freqüentemente o Senhor trabalha onde menos O esperamos; surpreende-nos pela


revelação de Seu poder em instrumento de Sua própria escolha, ao mesmo tempo que
passa por alto os homens a quem temos olhado como sendo aqueles por cujo
intermédio deve vir a luz. Deus deseja que recebamos a verdade em seus próprios
méritos - porque é a verdade.

33 Testemunhos para Ministros, 105-111


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

20

Não deve a Bíblia ser interpretada para agradar às idéias dos homens, por mais longo
que seja o tempo em que têm considerado verdadeiras essas idéias. NÃO DEVEMOS
ACEITAR A OPINIÃO DE COMENTARISTAS COMO SENDO A VOZ DE DEUS; ELES ERAM
MORTAIS, SUJEITOS AO ERRO COMO NÓS MESMOS. Deus nos tem dado a faculdade do
raciocínio tanto como a eles. Devemos tornar a Bíblia o seu expositor.

34
Cuidado na Apresentação de Novos Pontos de Vista

Devem todos ser cuidados os quanto à apresentação de novos pontos de vista sobre as
Escrituras, antes de terem dado a esses pontos completo estudo, e estarem plenamente
preparados para sustentá-los com a Bíblia. Não introduzais coisa alguma que cause
dissensão, sem a clara evidência de que nisto Deus está dando uma mensagem especial
para este tempo.

Mas acautelai-vos de rejeitar o que é verdade. O GRANDE PERIGO DE NOSSO POVO TEM
SIDO O DE CONFIAR NOS HOMENS E TORNAR A CARNE O SEU BRAÇO. Os que não têm o
hábito de examinar a Bíblia por si mesmos ou de pesar as evidências confiam nos
dirigentes, e aceitam as decisões que estes fazem, e assim rejeitarão muitos as próprias
mensagens que Deus envia a Seu povo, se esses irmãos dirigentes não as aceitarem.

Ninguém deve pretender ter toda a luz que há para os filhos de Deus. O Senhor não
tolerará isso. Ele disse: "Eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode
fechar." 35 Mesmo que todos os nossos dirigentes recusem a luz e a verdade, essa porta
ainda continuará aberta. O Senhor suscitará homens que darão ao povo a mensagem
para este tempo.

34 Testemunhos para Ministros, 105-111


35 Apocalipse 3:8
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

21

36
A Verdade Permanecerá

A verdade é eterna e o conflito com o erro somente tornará manifesto o seu poder.
Nunca devemos recusar examinar as Escrituras com os que temos razões para crer,
desejam saber o que é a verdade. Suponde que um irmão conserve um ponto de vista
que difere do vosso, e venha a vós propondo que vos assenteis com ele e façais um
estudo desse ponto das Escrituras; levantar-vos-íeis, cheios de preconceito e condenaríeis
suas idéias, ao mesmo tempo que recusais dar-lhe sincera atenção? A ÚNICA ATITUDE
CERTA SERIA ASSENTAR-VOS COMO CRISTÃOS E PESQUISAR A POSIÇÃO APRESENTADA, À
LUZ DA PALAVRA DE DEUS, QUE REVELARÁ A VERDADE E DESMASCARARÁ O ERRO.
Ridicularizar-lhe as idéias não lhe enfraqueceria no mínimo a posição, se esta fosse falsa,
nem vos fortaleceria a posição, se esta fosse verdadeira. Se as colunas de nossa fé não
suportarem a prova da pesquisa, já é tempo de o sabermos. Entre nós não deve ser
alimentado o espírito de farisaísmo.

37
As Escrituras devem ser estudadas com Reverência

Devemos estudar a Bíblia com reverência, sentindo que estamos na presença de Deus.
Toda leviandade e frivolidade devem ser postas de lado. Embora algumas porções da
Palavra sejam facilmente compreendidas, a verdadeira significação de outras partes não
é discernida com tanta prontidão. Deve haver ESTUDO e MEDITAÇÃO pacientes, e
ORAÇÃO fervorosa. Ao abrir as Escrituras deve cada estudante pedir a iluminação do
Espírito Santo; e certa é a promessa de que esta será dada.

O espírito com que vindes à pesquisa das Escrituras determinará o caráter do assistente
ao vosso lado. Anjos do mundo da luz estarão com aqueles que com humildade de
coração buscam a direção divina. Mas se a Bíblia for aberta com irreverência, com
sentimento de presunção, se o coração está cheio de preconceitos, Satanás se acha ao
vosso lado, e apresentará as declarações simples da Palavra de Deus numa luz
pervertida.

36 Testemunhos para Ministros, 105-111


37 Testemunhos para Ministros, 105-111
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

22

Alguns há que condescendem com a leviandade, o sarcasmo, e até mesmo a zombaria


para com os que deles divergem. Outros apresentam um mundo de objeções a qualquer
novo ponto de vista; e quando essas objeções são claramente respondidas pelas
palavras das Escrituras, não reconhecem as evidências apresentadas, nem permitem
serem convencidos. Sua inquirição não tem o propósito de chegar à verdade, mas
tenciona meramente confundir a mente dos outros.

Alguns julgam ser evidência de agudeza e superioridade intelectual, confundir as mentes


quanto ao que é verdade. Recorrem à sutileza dos argumentos, a jogos de palavras;
tiram vantagem injusta em fazer perguntas. Quando suas perguntas têm sido
razoavelmente respondidas, mudam de assunto trazendo novo ponto, para evitar o
reconhecimento da verdade. Devemos acautelar-nos para não condescendermos com
o espírito que dominava os judeus. Não queriam aprender de Cristo, porque Sua
explicação das Escrituras não estava de acordo com as idéias deles; portanto tornaram-
se espias nas Suas pegadas, "armando-Lhe ciladas, a fim de apanharem da Sua boca
alguma coisa para O acusarem". 38 Não tragamos sobre nós mesmos a temível denúncia
das palavras do Salvador: "Ai de vós, doutores da lei, que tirastes a chave da ciência! Vós
mesmos não entrastes e impedistes os que entravam". 39

Com Simplicidade e Fé 40

Não requer muita sabedoria ou habilidade fazer perguntas difíceis de responder. Pode
uma criança fazer perguntas sobre as quais o homem mais sábio fique embaraçado.
Não nos empenhemos em disputas dessa espécie. Existe em nossos dias a mesma
descrença que prevalecia no tempo de Cristo. Agora, como então, o desejo de
promoção e de louvor dos homens desvia o povo da simplicidade da verdadeira
piedade. NÃO HÁ ORGULHO TÃO PERIGOSO COMO O ORGULHO ESPIRITUAL.

Devem os jovens examinar as Escrituras por si mesmos. Não devem julgar ser suficiente os
mais velhos na experiência descobrirem a verdade; que os mais novos podem aceitá-la

38 São Lucas 11:54


39 São Lucas 11:52
40 Testemunhos para Ministros, 105-111
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

23

deles como sendo autoridade. Os judeus pereceram, como uma nação, porque foram
afastados da verdade bíblica pelos seus governantes, sacerdotes e anciãos. Tivessem
dado ouvidos às lições de Jesus, e examinado as Escrituras por si mesmos, e não teriam
perecido.

Jovens das nossas fileiras estão observando PARA VER EM QUE ESPÍRITO OS PASTORES
PESQUISAM AS ESCRITURAS; se têm um espírito suscetível de ser ensinado e são
suficientemente HUMILDES PARA ACEITAR A EVIDÊNCIA E RECEBER A LUZ DOS
MENSAGEIROS QUE A DEUS APRAZ ENVIAR.

Devemos estudar a verdade nós mesmos. NÃO SE DEVE ESPERAR QUE QUALQUER HOMEM
PENSE POR NÓS. Não importa quem seja, ou em que posição esteja colocado, não
devemos esperar que qualquer homem seja critério para nós.

Devemos aconselhar-nos e estar sujeitos um ao outro, mas ao mesmo tempo devemos


exercer a habilidade que Deus nos deu para aprender o que é verdade. Cada um de
nós deve buscar a Deus para obter a iluminação divina. Devemos desenvolver,
individualmente, um caráter que suporte a prova no dia de Deus. Não devemos ficar
apegados às nossas idéias, e pensar que ninguém deve interferir em nossas opiniões.

Ao ser chamada a vossa atenção para algum ponto de doutrina que não compreendeis
IDE A DEUS, DE JOELHOS, para poderdes compreender o que é verdade e não serdes
encontrados, como os judeus, lutando contra Deus. Ao advertir os homens de que se
acautelem de aceitar qualquer coisa, a menos que esta seja a verdade, devemos
também adverti-los a não porem em perigo a sua alma, rejeitando mensagens de luz,
mas que se apressem em sair das trevas pelo estudo fervoroso da Palavra de Deus.

Quando Natanael foi a Jesus, o Salvador exclamou: "Eis aqui um verdadeiro israelita, em
quem não há dolo!" 41 Disse-Lhe Natanael: "De onde me conheces Tu?" Jesus respondeu:
"...te vi Eu estando tu debaixo da figueira".42 E Jesus também nos verá nos lugares secretos
de oração, se a Ele formos em busca de luz, para podermos saber o que é a verdade.

41 São João 1:47


42 São João 1:48
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

24

SE UM IRMÃO ENSINA UM ERRO, os que estão em posições de responsabilidade devem


sabê-lo; e se ele está ensinando a verdade, devem eles tomar posição ao seu lado.
Todos nós devemos saber o que está sendo ensinado entre nós; pois, se isto for a
verdade, devemos sabê-lo; o professor da Escola Sabatina deve sabê-lo; e cada aluno
da Escola Sabatina deve compreendê-lo. Todos nós estamos na obrigação, para com
Deus, de compreender o que Ele nos envia. Deu Ele direções pelas quais possamos
provar cada doutrina: "À Lei e ao Testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra,
nunca verão a alva." 43 Mas se ela satisfizer a prova, não estejais tão cheios de
preconceito que não possais reconhecer um ponto simplesmente porque ele não
concorda com vossas idéias.

É impossível que mente alguma compreenda toda a riqueza e grandeza de uma única
promessa divina que seja. Um apreende a glória de um ponto de vista, outro a beleza e
graça de outro ponto, e a alma enche-se da luz celestial. Se víssemos toda a glória, o
espírito desfaleceria. Mas podemos suportar, das abundantes promessas divinas,
revelações muitíssimo maiores do que agora desfrutamos.

Meu coração fica triste ao pensar como perdemos de vista a plenitude da bênção
reservada para nós. Contentamo-nos com lampejos momentâneos de fulgor espiritual,
quando poderíamos andar dia a dia à luz de Sua presença.

Prezados irmãos: Orai como nunca antes para que os raios do Sol da Justiça brilhem
sobre a Palavra, a fim de que possais compreender-Lhe a verdadeira significação. Jesus
rogou para que Seus discípulos fossem santificados pela verdade - a Palavra de Deus.
Então com que fervor devemos nós orar para que aquele que "penetra todas as coisas,
ainda as profundezas de Deus" (I Cor. 2:10), Aquele cujo ofício é trazer todas as coisas à
lembrança do povo de Deus, e guiá-lo em toda a verdade, possa estar conosco na
pesquisa de Sua Santa Palavra!

DEUS DESEJA QUE CONFIEMOS NELE E NÃO NO HOMEM. Quer que tenhamos um novo
coração; Ele deseja dar-nos revelações de luz do trono de Deus. 44

43 Isaías 8:20
44 Review and Herald, 18/Fev/1890
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

25

Unidade de Fé e de Doutrina 45

... Reuníamo-nos sentindo angústia de alma, a fim de orar para que fôssemos um na fé e
doutrina; pois sabíamos que Cristo não está dividido. Cada vez tomávamos um ponto
para assunto de nossa pesquisa. Abriam-se as Escrituras com sentimento de temor.
Jejuávamos freqüentemente, a fim de pôr-nos em melhor disposição para compreender
a verdade. Se depois de fervorosa oração, não compreendíamos algum ponto, o
discutíamos, e cada qual exprimia livremente sua opinião. De novo então nos
curvávamos em oração, e ardentes súplicas ascendiam ao Céu para que Deus nos
ajudasse a ver de uma mesma maneira, para que fôssemos um, como Cristo e o Pai são
um. Muitas lágrimas eram derramadas.

Assim passávamos muitas horas. Algumas vezes passávamos a noite toda em solene
busca das Escrituras, para compreender a verdade para o nosso tempo. Em algumas
ocasiões o Espírito de Deus descia sobre mim, e porções difíceis eram esclarecidas pelo
modo indicado por Deus, e havia então perfeita harmonia. Éramos todos de um mesmo
pensamento e espírito.

Procurávamos muito ansiosamente que as Escrituras não fossem torcidas para


adaptarem-se às opiniões de qualquer pessoa. Procurávamos fazer com que nossas
divergências de opiniões fossem tão pequenas quanto possível, não insistindo nós sobre
pontos que eram de menos importância, a respeito dos quais havia opiniões divergentes.
A preocupação de toda alma, porém, era promover entre os irmãos uma condição que
correspondesse à oração de Cristo para que Seus discípulos pudessem ser um, assim
como o são Ele e o Pai.

Algumas vezes um ou dois irmãos obstinadamente se opunham à opinião apresentada, e agiam


de acordo com os sentimentos naturais do coração; quando, porém, essa disposição aparecia,
suspendíamos nossas pesquisas e adiávamos a reunião, para que cada um tivesse a
oportunidade de buscar a Deus em oração, e sem consulta com outrem estudasse o ponto de
divergência, rogando luz do Céu. Com expressões de amizade nos despedíamos, para de novo
reunirmo-nos tão breve quanto possível, para mais pesquisas. Por vezes o poder de Deus descia
sobre nós de uma maneira assinalada, e, quando a clara luz revelava os pontos da verdade,
chorávamos e regozijávamo-nos juntamente. Amávamos a Jesus, e amávamo-nos uns aos outros.

45 Testemunhos para Ministros, 24-25


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

26

46
Responsabilidade Individual e Unidade Cristã

Deus está guiando um povo do mundo para a exaltada plataforma da verdade eterna -
os mandamentos de Deus e a fé de Jesus. Disciplinará e habilitará Seu povo. Eles não
estarão em divergência, um crendo uma coisa e outro tendo fé e opiniões inteiramente
opostas, e movendo-se cada qual independentemente do conjunto. Pela diversidade
dos dons e governos que Ele pôs em Sua igreja, todos alcançarão a unidade da fé. ...

Posto que tenhamos uma obra individual, e individual responsabilidade perante Deus,
não devemos seguir nosso próprio critério independentemente, sem tomar em
consideração as opiniões e sentimentos de nossos irmãos; pois tal proceder acarretaria a
desordem na igreja. É dever dos pastores respeitarem o discernimento de seus irmãos;
mas suas relações mútuas, assim como as doutrinas que ensinam, deveriam ser
submetidas à prova da lei e do testemunho; se, então, os corações forem dóceis, não
haverá divisão entre nós. ...

É necessário que nossa unidade hoje seja de caráter tal que resista à prova. ... Temos
muitas lições para aprender e muitíssimas para desaprender. Tão-somente Deus e o Céu
são infalíveis. Quem acha que nunca terá de abandonar uma opinião formada, e nunca
terá ocasião de mudar de critério, será decepcionado. Enquanto nos apegarmos
obstinadamente às nossas próprias idéias e opiniões, não poderemos ter a unidade pela
qual Cristo orou.

QUANDO um irmão recebe nova luz sobre as Escrituras, deve expor francamente sua
maneira de entender, e todo pastor deve pesquisar as Escrituras com espírito de
singeleza, a fim de ver se os pontos apresentados podem ser confirmados pela palavra
inspirada. "E ao servo do Senhor não convém contender, mas, sim, ser manso para com
todos, apto para ensinar, sofredor; instruindo com mansidão os que resistem, a ver se,
porventura, Deus lhes dará arrependimento para conhecerem a verdade." 47

46 Testemunhos para Ministros 29-31


47 II Timóteo 2:24-25
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

27

48
Pregando de Maneira Diversa das Doutrinas Estabelecidas

... Muitos há hoje em dia que ficam indignados e ofendidos de que alguma voz se
levante apresentando idéias que divergem das suas com relação a pontos de crença
religiosa. Não têm eles há muito advogado que suas idéias são verdadeiras? Assim
raciocinavam os sacerdotes e rabis nos dias apostólicos: Que querem dizer esses homens
iletrados, alguns deles simples pescadores, que apresentam idéias contrárias às doutrinas
que os letrados sacerdotes e autoridades estão ensinando ao povo? Não têm eles direito
de se imiscuir com os princípios fundamentais de nossa fé.

MAS VEMOS QUE O DEUS DO CÉU ÀS VEZES COMISSIONA HOMENS PARA ENSINAREM O
QUE É CONSIDERADO CONTRÁRIO ÀS DOUTRINAS ESTABELECIDAS. ...

Mas, de tempos em tempos o Espírito Santo revelará a verdade por meio de Seus
instrumentos escolhidos; e nenhum homem, nem mesmo um sacerdote ou autoridade
tem o direito de dizer: Não dareis publicidade às vossas opiniões, porque eu não creio
nelas. O maravilhoso "Eu" pode tentar derrubar os ensinos do Espírito Santo. Por algum
tempo podem os homens tentar sufocá-los e matá-los; mas isso não tornará o erro
verdade nem a verdade erro. ...

48 Testemunhos para Ministros, 69-70


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

28

O PLANO DA SALVAÇÃO
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

29

―Ele (o grande Mestre) lhes mostra que todo egoísmo, todo orgulho, toda exaltação
própria, toda descrença e preconceito, que induzem à resistência da verdade e ao
afastamento da verdadeira luz, são perigosos, e se os que acariciam tais coisas não se
arrependerem, serão deixados em trevas, como aconteceu com a nação judaica.‖49

―Estamos vivendo no período mais solene da história deste mundo. O destino das imensas
multidões da Terra está prestes a decidir-se. Nosso próprio bem-estar futuro, e também a
salvação de outras almas, dependem do caminho que ora seguimos. Necessitamos ser
guiados pelo Espírito da verdade. Todo seguidor de Cristo deve fervorosamente indagar:
‗Senhor, que queres que eu faça?‘ Necessitamos humilhar-nos perante o Senhor, com
jejum e oração, e meditar muito em Sua Palavra, ESPECIALMENTE NAS CENAS DO JUÍZO.
Cumpre-nos buscar agora uma experiência profunda e viva nas coisas de Deus. Não
temos um momento a perder. Acontecimentos de importância vital estão a ocorrer em
redor de nós; estamos no terreno encantado de Satanás. Não durmais, sentinelas de
Deus; o adversário está perto, de emboscada, pronto para a qualquer momento, caso
vos torneis negligentes e sonolentos, saltar sobre vós e fazer-vos presa sua.‖50

Não há maior perigo do que dizermos


levianamente: ―Ora, não se preocupe com estas coisas
futuras, com estes detalhes. Afinal já estaremos selados
e salvos. Basta olhar para Jesus, e apenas sobre Ele
pregar.‖ Convém não esquecermos que o Plano da
Salvação está assentado num tripé inarredável: Lei,
Evangelho, e Profecia. A Bíblia nos traz uma quantidade
enorme de dados e informações bem distribuídos em
suas páginas, advertindo-nos quanto à importância dos
acontecimentos finais, com destaque especial ao
movimento das nações na atualidade. Mas é bom
considerar que se tal soma de matéria desta natureza
está incluída no Livro Inspirado, deve ser evidentemente
estudada, para bem nos situarmos.

49 O Cuidado de Deus, MM 1995, 334; Ms 21, 1893. O sentido dessa declaração é que o egoísmo,
o orgulho, a exaltação própria, a descrença e o preconceito, induzem a resistência à verdade.
São bloqueios que devem a todo custo ser eliminados. São, em todo sentido, prejudiciais no
estudo e nas relações humanas.
50 O Grande Conflito, 606-607
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

30

O campo da Escatologia é vasto. Um estudo interessantíssimo sobre os dois grupos de


passagens que tratam dos Juízos Divinos desde o Fim da Graça até o retorno de Jesus.
Quando ocorrem. Por que ocorrem. Como ocorrem.

Assim precisamos identificar as passagens da ‗Bíblia‘ e do ‗Testemunho de Jesus‘


que indicam se Deus irá ATUAR DIRETAMENTE na destruição de todas as coisas ou se irá
apenas PERMITIR, CONSENTIR, que o Inimigo o faça através de seus agentes humanos.
Se haverá ou não um conflito armado entre as nações, ANTES DA Volta de Jesus. Se o
Armagedom terá seu início após o milênio, ou à altura da Sexta Taça, ou ainda se há
alguma indicação inspirada situando-o logo após o Fim da Graça. Ainda mais, se tal
batalha é essencialmente espiritual, ou se terá também alguma conotação econômica,
política e militar. Também estudaremos com extrema isenção e equilíbrio a verdadeira
natureza das Pragas de Apocalipse 16.

Temos as seguintes recomendações que justificam o presente estudo: ―Não desprezeis as


profecias. Examinai tudo. Retende o que é bom.‖51 ―Quem sabe se os pregadores que
são fiéis, firmes e verdadeiros serão os últimos a dar o evangelho de paz às nossas
ingratas igrejas? Pode ser que os destruidores já se estejam preparando, sob a mão de
Satanás, e apenas esperando a morte de mais uns poucos porta-bandeiras para lhes
tomar o lugar, e com voz de falso profeta clamar: Paz, paz, quando o Senhor não falou
paz. Raras vezes choro, mas agora sinto os olhos inundados de lágrimas; elas estão
caindo sobre o papel enquanto escrevo. Pode ser que dentro em pouco estejam
terminando entre nós todo o profetizar, e a voz que tem estimulado o povo não mais
possa perturbar sua sonolência carnal.‖52

―Todos os que estão ativamente empenhados na causa de Deus, procurando desvendar


os enganos do maligno e apresentar a Cristo perante o povo, estarão habilitados a aderir
ao testemunho de S. Paulo, no qual ele fala em servir ao Senhor com toda a humildade
de espírito, com muitas lágrimas e tentações.‖53

51 1 Tessalonicenses 5:20-21
52 Testemunhos para a Igreja, vol. 5, 77
53 O Grande Conflito, 514
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

31

Claro que o clímax, o ponto alto será a vinda, a intervenção de Jesus nos desastrosos
negócios humanos. Esta é, de fato, nossa bem-aventurada esperança, que deve estar
sempre em destaque maior. Afirmar, entretanto, que o demais nada importa, constitui
uma atitude inaceitável, mormente quando feita por pregadores que prezam sua
vocação. Segundo o texto acima, é-nos necessário entender também os movimentos
finais, as sutilezas do Império do Mal.

―À Lei (Bíblia) e ao Testemunho (Espírito de Profecia). Se eles


não falarem segundo esta Palavra, nunca verão a alva.‖54

―...docilidade e submissão da criança é o verdadeiro espírito do aprendiz.‖55

Sobre o uso descuidado do LITERALISMO ou SIMBOLISMO, adverte-nos a Inspiração:

―...A linguagem da Bíblia deve ser explicada de acordo com o seu óbvio sentido, a
menos que seja empregado um símbolo ou figura.‖56 ―As verdades mais claramente
reveladas na Escritura Sagrada têm sido envoltas em dúvida e trevas pelos HOMENS
DOUTOS que, com a pretensão de grande sabedoria, ensinam que as Escrituras têm um
sentido místico, secreto, espiritual, que NÃO TRANSPARECE NA LINGUAGEM EMPREGADA.
Estes homens, são falsos ensinadores.‖57

54 Isaías 8:20
55 O Grande Conflito, 605. Esta citação do Espírito de Profecia sugere que o estudante deve estar
vazio de si mesmo, num estado de neutralidade, isenção, ausência de conceitos
preestabelecidos. É aqui que reside a maior dificuldade e embaraço para se chegar à verdade,
principalmente na área da escatologia. Fatores externos e principalmente internos podem afetar
nossas conclusões, tais como: (1) ausência de absoluta sinceridade, sensatez; (2) preferências e
indisposições pessoais; (3) relações de família, de amigos, e colegas; (4) herança religiosa e
doutrinária; (5) visão limitada, parcial, unilateral; (6) culto à tradição; (7) culto à própria imagem;
(8) comprometimentos escusos. Total isenção significa total disposição à renúncia de tudo isto.
Significa amar a verdade mais que tudo.
56 O Grande Conflito, 604
57 O Grande Conflito, 604
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

32

Como e onde conseguir a correta interpretação de textos difíceis? A Bíblia é sua própria
intérprete.

―...Nenhuma profecia da Escritura é de PARTICULAR interpretação.‖58

―...Comparando passagem com passagem.‖59

―...Cada Evangelho é um suplemento dos outros, CADA PROFECIA UMA EXPLICAÇÃO DE


OUTRA, cada verdade um desenvolvimento de alguma outra.‖60

―A Bíblia explica-se por si mesma. Textos devem ser comparados com textos.‖61

Assim devemos ter muito cuidado em não buscar na Bíblia


ou no Espírito de Profecia respostas, interpretações, através
de declarações que não tratem do mesmo assunto. É
necessária paciente coleta de todos os dados sobre
determinada verdade. Postas na mesa todas as pedras do
―quebra-cabeça‖, certamente teremos alguma explicação
de textos difíceis, não explícitos. Devemos detectar e analisar
os 2 Grupos de Passagens aparentemente antagônicos,
contraditórios, e descobrir a maneira como se ajustam.

―...Examinando as Escrituras para ver se estas coisas eram assim.‖62

―...devemos formar nossas opiniões por nós mesmos, ...‖63

―...examinar por si mesmos,‖64

58 II Pedro 1:20
59 O Grande Conflito, 604
60 Educação, 123
61 Idem, 189
62 Atos 17:11
63 O Grande Conflito, 604
64 O Grande Conflito, 603
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

33

O Espírito de Profecia justifica a razão por que devemos examinar PESSOALMENTE a Bíblia
e ―formar nossas opiniões por nós mesmos‖:

―...Visto termos que responder por nós mesmos perante Deus.‖65

―Enquanto confiar na guia da autoridade humana, ninguém chegará a um salvador


conhecimento da verdade. Como Natanael, necessitamos estudar por nós mesmos a
palavra de Deus, e orar pela iluminação do Espírito Santo. Aquele que viu Natanael
debaixo da figueira, ver-nos-á no lugar secreto da oração. Anjos do mundo da luz
acham-se ao pé daqueles que, em humildade, buscam a guia divina.‖66

Enfim, as conclusões de foro íntimo se sobrepõem às eclesiásticas.67 São elas que nos
indicam a que corporação religiosa devemos nos unir e não o oposto: a igreja nos
determinando que convicções devemos ter.

―...tome o estudante um versículo, e concentre o espírito em descobrir o pensamento


que Deus ali pôs para ele,...‖68

―...o estudante deve aprender a ver a Palavra como UM TODO, e bem assim a relação
de Suas partes.‖69

65 O Grande Conflito, 604. O capítulo que enuncia este pensamento trata mais especificamente
do estudo de Profecias, embora deixe claro que este princípio é válido para todas as verdades e
doutrinas bíblicas. Deus, afinal, julgará a cada um tomando como base os ditames de sua própria
consciência, tendo como parâmetro a Bíblia. Ocorre que é aqui que reside a questão, as
verdades bíblicas são de natureza absoluta, todavia AS CONSCIÊNCIAS SÃO RELATIVAS.
66 Desejado de Todas as Nações, 99
67 O Grande Conflito, 602
68 Educação, 188
69 Educação, 189. Muitas vezes o que Deus deseja nos revelar não está tão claro e perceptível no

texto. Todavia, mediante um exame mais atento e imune, é possível notar seu significado. As
declarações bem evidentes são também chamadas Explícitas. As que estão subentendidas, são
aquelas de natureza Implícita. Quanto a estas, o contexto próximo e distante darão o necessário
respaldo para nos garantir uma boa exegese e conclusão segura.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

34

―No Apocalipse todos os livros da Bíblia se encontram


e se cumprem.‖70

Convergir para o Apocalipse, com seu sentido histórico-profético, significa convergir,


acima de tudo, para o FIM DOS TEMPOS, para o clímax, para o DESFECHO do Grande
Conflito entre o BEM e o MAL, entre CRISTO e SATANÁS. Na Bíblia e muito especialmente
no Apocalipse, muitos dados do passado são projetados para o futuro, para que
percebamos sua conexão, direção, sentido de conjunto, e seu amplo significado no
TÉRMINO DO GRANDE CONFLITO. O desfecho desta milenar DISPUTA é sumamente mais
significativo que seus lances precedentes. Em decorrência de tudo isto, os
ACONTECIMENTOS FINAIS ASSUMEM UMA PROJEÇÃO MUITO MAIOR que toda a história
bíblica do passado. Têm uma DIMENSÃO que, em muito, ultrapassa nossos pensamentos,
nossa imaginação.

―Não somos agora capazes de descrever acuradamente as cenas a serem


representadas em nosso mundo no futuro; ...‖71

―...Antes de aceitar qualquer doutrina ou preceito, devemos pedir um claro ... “Assim diz
o Senhor”, em seu apoio.‖72

―...Não nos devemos empenhar no estudo da Bíblia com aquela confiança em nós
mesmos com que tantos penetram nos domínios da ciência, ...cheguemo-nos com
espírito humilde e dócil para obter conhecimento do grande Eu Sou.‖73

―Todo o Universo está observando com inexprimível interesse as cenas finais da grande
controvérsia entre o bem e o mal.‖74

70 Atos dos Apóstolos, 584


71 Mensagens Escolhidas, vol. 2, 35
72 O Grande Conflito, 601
73 O Grande Conflito, 605
74 Profetas e Reis, 148
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

35

DIAGRAMA
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

36
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

37

Referências Bibliográficas do Diagrama

(1) – Apocalipse 12:7-9; São Mateus 4:1-11; Patriarcas e Profetas 13-25.

(2) – Patriarcas e Profetas 354, O Grande Conflito, cap. 32, 1º§; cap. 34, 4º§; cap. 41, 12º-
14º§; 22º§; cap. 42, 31º§; Vida de Jesus, 236

(3) – Daniel 8;19; 17up

(4) – São Mateus 24:7; O Grande Conflito, cap. 36, 17-18º§

(5) – O Grande Conflito, cap. 38, 8-9º§

(6) – Joel 2:23, 28-29; O Grande Conflito, cap. 38 10º§; idem 20-23º§

(7) – Apocalipse 12:17; 13:15-17; O Grande Conflito, cap. 38, 10º§ up

(8) – Apocalipse 13:15-17; 17:12; O Grande Conflito, cap. 38, 11-12º§; idem cap. 36, 24-
25º§

(9) – São Mateus 24:17-18; Testemunhos Seletos, vol. 2, 166

(10) – Apocalipse 7:1-3; Ezequiel cap. 9; Maranata, 198, 240

(11) – Apocalipse 11:18 pp; Vida e Ensinos, 110; Educação 179; Primeiros Escritos, 36, 85,
86; Maranata, 183

(12) – Daniel 12:1; O Grande Conflito, cap. 38, 11-12º§; PE, 85, 3º§

(13) – São Mateus 12:31; Apocalipse 22:11; O Grande Conflito, cap. 39 1-6º§

(14) – Apocalipse 11:18 pp; Maranata, 173, 257, 4º§; Educação, 179 up; Parábolas de
Jesus, 178-179

(15) – Daniel 11:40-45; Joel 1; Ezequiel 38; Maranata, 172, 2 e 5º§; idem 255, 4º§ e 268, 3º§

(16) – Apocalipse 16; O Grande Conflito, cap. 39, 40-44º§; idem cap. 41, 1-4º§, e 25º§;

(17) – Apocalipse 8:5; Maranata, 255, 3º§, 282, 6º§; Joel; Testemunhos Seletos, vol. 3, 280-
286

(18) – O Grande Conflito, cap. 39, 6-8º§; Testemunhos Seletos, vol. 2, 373; Primeiros Escritos,
282-283; Maranata, 161

(19) – O Grande Conflito, cap. 40, 1-3º§

(20) – Daniel 12:1; O Grande Conflito, cap. 39, 9-27º§


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

38

(21) – Apocalipse 11:18 pp; O Grande Conflito, cap. 39, 39º§; Maranata 260, 2º§; O
Grande Conflito, cap. 1, 47-48º§; idem cap. 39, 3-6º§
(22) – Apocalipse 16:13-14; O Grande Conflito, cap. 34, 11-13º§, 26-27º§; idem cap. 39, 28-
31º§
(23) – São Mateus 24:26; O Grande Conflito, cap. 39 28-33º§; Mar. 204
(24) – Apocalipse 11:18; I Cor. 15:32; Mar. 289, 4º§

(25) – Apocalipse 16:17-18; Patriarcas e Profetas, 107-108; O Grande Conflito, cap. 40, 1-
6º§; Mar. 278

(26) – Daniel 12:2; PE, 285; O Grande Conflito, cap. 40, 7º§

(27) – Apocalipse 16:17-21; idem 6:16-17; O Grande Conflito, cap. 40, 4-8º§, 17-18º§

(28) – São Mateus 24:30; I Tessalonicenses 4:16-17; O Grande Conflito, cap. 40, 13-15º§;
Vida e Ensinos pág. 58

(29) - I Tessalonicenses 4:14-17; Apocalipse 20:6 e 5 up; O Grande Conflito, cap. 40, 26-
27º§

(30) – Apocalipse 20:4, Isaías 14:3-6, 12-17, 18-20; Primeiros Escritos, 34, 2º§

(31) – Zacarias 14:4; PE, 291; O Grande Conflito, cap. 42, 1-3º§

(32) – Isaías 24:22; Apocalipse 20:7-8; O Grande Conflito, cap. 42, 1-3º§

(33) – Apocalipse 21:2; PE, 291; O Grande Conflito, cap. 42, 3º§

(34) – O Grande Conflito, cap. 42, 21 e 11º§

(35) – Ezequiel 39:4-7; Joel 3:2 e 11; O Grande Conflito, cap. 42, 5-8º§; Apocalipse 20:9

(36) – Isaías 32:18; Ezequiel 34:28-31; Isaías 60:18; O Grande Conflito, cap. 42, 48-49º§

(37) – Educação, 304, 2º§

(38) – Isaías 65:21-22; O Grande Conflito, cap. 42, 42-47º§

(39) – O Grande Conflito, cap. 42, 46º§

(40) – Daniel 11:40-45; Joel 1 e 2; O Grande Conflito, 334, 1º§; Idem, 620; Testemunhos
Seletos, vol. 3, 280-286

(41) – Apocalipse 16:21; O Grande Conflito, 642


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

39

O GRANDE CONFLITO

CRISTO e Seus agentes (anjos e homens)


X
SATANÁS e seus agentes (anjos e homens)
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

40

―Ai dos que habitam na terra e no mar, porque o


diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo
que pouco tempo lhe resta.‖75

Ao estudarmos as cenas do Grande Conflito entre


Cristo e Satanás, desde sua origem no Céu, até
o seu final, pós-milênio, notamos claramente que
A CAUSA DESTE CONFLITO É DE NATUREZA
ESPIRITUAL. Entretanto, percebemos que os
desdobramentos atingem o íntimo de cada
indivíduo, de cada família, de grupos sociais,
atinge cada igreja local, cada denominação
religiosa, todas as instituições e todas as NAÇÕES;
nas esferas POLÍTICA, ECONÔMICA, MILITAR, etc.

Pode-se, então afirmar: Sua CAUSA (a do Grande Conflito) é fundamentalmente


ESPIRITUAL, mas seus EFEITOS são sentidos em CADA SETOR DA VIDA HUMANA.
Os textos a seguir nos fazem refletir e entender as atuações no palco e nos bastidores
entre Cristo e Seus agentes e Satanás e seus agentes.

―Esta profecia sobre a inimizade entre Satanás e Cristo tem longo alcance. Delineia um
incessante conflito entre Cristo e Seus seguidores, Satanás e seus anjos e seres humanos
caídos, unidos numa desesperada confederação para desacreditar, ferir, magoar e
exterminar os seguidores de Cristo até ao fim do tempo. Essa controvérsia entre Satanás
e Cristo foi levada avante aqui neste mundo. Satanás estava constantemente afligindo
o Filho de Deus e criando preconceito na mente do povo. Não só foram os ensinos
e doutrinas de Cristo pervertidos, mal-interpretados e arrancados de seu verdadeiro

75 Apocalipse 12:12
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

41

sentido, mas falsidades O seguiam por toda parte. As falsas interpretações que os
maiorais dos sacerdotes, fariseus e saduceus despejavam aos ouvidos do povo,
apelavam às piores paixões de adúlteros, fornicadores e desonestos, excitando um
ardente preconceito que tornou quase impossível que Ele vivesse sobre a Terra mesmo
por três anos e meio após o início de Seu ministério público‖.76

―E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer


guerra aos demais filhos dela, os que guardam os
mandamentos de Deus, e mantêm o testemunho de
Jesus.‖77

―No grande conflito final, como em todas as eras anteriores, Satanás empregará os
mesmos expedientes, manifestará o mesmo espírito, e trabalhará para o mesmo fim.
AQUILO QUE FOI, SERÁ, com a exceção de que a luta vindoura se assinalará por uma
intensidade terrível, tal como o mundo jamais testemunhou.‖78

―Satanás está constantemente operando por meio de seus agentes para desanimar e
destruir aqueles a quem Deus tem escolhido para realizar uma grande e boa obra.
Podem eles estar prontos para sacrificar mesmo a própria vida para o avançamento da
causa de Cristo, não obstante o grande enganador sugerirá a seus irmãos dúvidas
referentes a eles que, se mantidas, minarão a confiança em sua integridade de caráter,
impedindo assim sua utilidade‖.79

―À medida que nos aproximamos do fim da história deste mundo, as PROFECIAS


REFERENTES AOS ÚLTIMOS DIAS EXIGEM nosso ESTUDO ESPECIAL. O último livro dos escritos
do Novo Testamento está cheio de verdades que precisamos compreender... Estudai o
Apocalipse em ligação com Daniel; pois a HISTÓRIA SE REPETIRÁ‖.80

76 Cristo Triunfante 29 – Med Mat. 2002


77 Apocalipse 12:17
78 O Grande Conflito, 11
79 Atos dos Apóstolos, 418
80 Parábolas de Jesus, 133
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

42

―A Satanás agrada ver a distração das mentes que deveriam estar empenhadas no
estudo das verdades que têm que ver com realidades eternas. ...Os atalaias nos muros
de Sião são instados a despertar e reconhecer a responsabilidade que Deus lhes confiou.
Deus requer atalaias que, no poder do Espírito, dêem ao mundo a última mensagem de
advertência; QUE ANUNCIEM A HORA DA NOITE.‖ 81

―A Igreja Romana reserva ao clero o direito de interpretar as Escrituras. Sob o


fundamento de que unicamente os eclesiásticos são
competentes para explicar a Palavra de Deus, é esta
vedada ao povo comum. Conquanto a Reforma fizesse
acessível a todos as Escrituras, O MESMÍSSIMO ESPÍRITO
QUE ROMA MANTEVE, IMPEDE TAMBÉM AS MULTIDÕES
NAS IGREJAS PROTESTANTES DE examinarem a Bíblia por
si mesmas. São instruídas a aceitar os seus ensinos
CONFORME SÃO INTERPRETADOS PELA IGREJA; e há
milhares que não ousam receber coisa alguma contrária
ao seu credo, ou ao ensino adotado por sua igreja, por
mais claro que esteja revelada nas Escrituras.‖82

No ramo da Escatologia e, bem assim, no de ―minúcias doutrinárias‖ onde prevalece o


foro da consciência individual, jamais estabeleceu Cristo o desejo de UNIFORMIDADE,
mas de UNIDADE NA DIVERSIDADE. Assim deveríamos conviver harmoniosamente.

―Examinai as Escrituras, pois julgais ter nelas a vida eterna‖... Buscai os tesouros ocultos na
Palavra de Deus. Estudai as passagens difíceis, comparando versículo com versículo, e
verificareis ser uma passagem a chave que descerra outra passagem. Os que estudam
com oração a Bíblia saem de cada busca mais sábios do que eram antes... Sem
diligente labuta, não podemos esperar obter conhecimento de coisas espirituais.‖83

―Os olhos de Deus, vendo através dos séculos, fixaram-se na crise que Seu povo deve
enfrentar quando os poderes terrestres contra ele se dispuserem. Como os cativos no
exílio, estarão receosos da morte pela fome, ou pela violência. Mas o Santo, que diante
de Israel dividiu o Mar Vermelho, manifestará Seu grande poder, libertando-o do
cativeiro... Glorioso será o livramento dos que pacientemente esperaram pela Sua vinda,
e cujos nomes estão escritos no livro da vida.‖ 84

81 Testemunhos Seletos, vol. 3, 279


82 O Grande Conflito, 602
83 Mensagens aos Jovens, 259
84 O Grande Conflito, 638-639
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

43

O TEMPO DO FIM

As coisas previstas como os últimos eventos da história do pecado

já estão acontecendo neste momento, e muitos,

grande parte do povo de Deus não está sabendo.


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

44

O Tempo do Fim é o mais solene de toda a


história humana e requer toda nossa atenção
especialmente no conhecimento da
revelação, principalmente porque a salvação
de milhões está em jogo e devemos ter o
sentido de urgência para que a mensagem
seja anunciada a todos ao nosso redor.
―Ergam os vigias agora a voz e dêem a
mensagem que é verdade presente para este
tempo. Mostremos ao povo onde nos
encontramos na história profética.‖ 85

―Os que se colocam sob a direção de Deus, para ser por Ele guiados, compreenderão a
constante corrente dos acontecimentos que Ele ordenou.‖86

“O tempo presente é de dominante interesse para todo o


vivente. Governadores e estadistas, homens que ocupam
posições de confiança e autoridade, homens e mulheres
pensantes de todas as classes, têm sua atenção posta
nos acontecimentos que tomam lugar ao nosso redor.
Estão observando as relações tensas e inquietas que
existem entre as nações. Eles examinam a intensidade
que está tomando posse de cada elemento terreno, e
reconhecem que algo grande e decisivo está para
acontecer, ou seja, que o mundo está no limiar de uma
crise estupenda.‖87

―O tempo de angústia - angústia qual nunca houve, desde que houve


nação - 88 está precisamente sobre nós, e somos semelhantes às
virgens adormecidas. Devemos acordar e pedir que o Senhor Jesus
ponha debaixo de nós os Seus braços eternos e nos conduza durante o
tempo de provação à nossa frente.‖ 89

85 Testemunhos Seletos, vol. 2, 323


86 Serviço Cristão, 77
87 Profetas e Reis, 537
88 Daniel 12:1
89 Manuscript Releases, vol. 3, 305
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

45

―Eu sou Deus, e não há outro; eu sou Deus e não há outro semelhante a mim, que
anuncio o fim desde o princípio.‖ 90

―Certamente o Senhor Deus não fará coisa alguma, sem


ter revelado o seu segredo aos seus servos, os profetas.‖91

―E agora eu vos disse, antes que aconteça, para que


quando acontecer, vós creiais.‖ 92

―Antes de Sua crucifixão o Salvador explicou a Seus discípulos que Ele deveria ser morto,
e do túmulo ressuscitar; anjos estavam presentes para gravar-lhes Suas palavras na
mente e no coração. Mas os discípulos aguardavam livramento temporal do jugo
romano, e não podiam tolerar a idéia de que Aquele em quem se centralizavam todas
as suas esperanças devesse sofrer uma morte ignominiosa... A morte de Cristo destruiu-
lhes tão completamente as esperanças, como se Ele não os houvesse advertido
previamente. Assim nas profecias, o futuro se patenteia diante de nós tão claramente
como se revelou aos discípulos pelas palavras de Cristo. Os acontecimentos ligados ao
final do tempo da graça e obra de preparo para o período de angústia, acham-se
claramente apresentados. MULTIDÕES, PORÉM NÃO POSSUEM MAIOR COMPREENSÃO
DESTAS IMPORTANTES VERDADES DO QUE TERIAM SE NUNCA HOUVESSE SIDO REVELADAS.
Satanás vigia para impedir toda impressão que os faria sábios para a salvação e o
tempo de angústia os encontrará sem o devido preparo.‖93

―Vi... que Jesus não abandonaria o lugar santíssimo sem que cada caso fosse decidido,
ou para a salvação ou para a destruição; e que a ira de Deus não poderia manifestar-se
sem que Jesus concluísse Sua obra no lugar santíssimo, depusesse Seus atavios
sacerdotais, e Se vestisse com vestes de vingança. Então Jesus sairá de entre o Pai e os
homens, e Deus não mais silenciará, mas derramará Sua ira sobre aqueles que rejeitaram
Sua verdade. Vi que a ira das nações, a ira de Deus, e o tempo de julgar os mortos eram

90 Isaías 46:9-10
91 Amós 3:7
92 João 14:29
93 O Grande Conflito, 600. Ainda que não possamos saber exatamente quando ocorrerá a 2ª

vinda (Mateus 24:36; Atos 1:6-7; 2 Tessalonicenses 5:1-2), podemos saber quando estará próxima e
podemos compreender como os acontecimentos futuros se relacionam entre si. Ninguém está
imune ao perigo de permitir que o diabo desfaça as impressões que podem nos preparar para o
que virá. Por isso, as informações contidas neste material devem ser estudadas com humildade e
oração, com uma atitude mental receptiva para aceitar o que Deus nos tem provido nos escritos
inspirados. Ao fazer cuidadosamente esta compilação, este compilador não pretende estar
imune a algum erro. É muito provável que todos nós nos surpreendamos ao compreender a
maneira como alguns eventos futuros irão se desenvolver.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

46

acontecimentos separados e distintos, seguindo-se um a outro; outrossim, que Miguel não


Se levantara e que o tempo de angústia, tal como nunca houve, ainda não começara.
As nações estão-se irando agora, mas, quando nosso Sumo Sacerdote concluir Sua obra
no santuário, Ele Se levantará, envergará as vestes de vingança, e então as sete últimas
pragas serão derramadas.‖ 94

―Vi que os quatro anjos segurariam os quatro ventos até que a obra de Jesus estivesse
terminada no santuário, e então viriam as sete últimas pragas. Estas pragas enfureceram
os ímpios contra os justos, pois pensavam que nós havíamos trazido os juízos divinos sobre
eles, e que se pudessem livrar a Terra de nós, as pragas cessariam. Saiu um decreto para
se matarem os santos, o que fez com que estes clamassem dia e noite por livramento.
Este foi o tempo da angústia de Jacó. Então todos os santos clamaram com angústia de
espírito, e alcançaram livramento pela voz de Deus.‖95

―E ao início do tempo de angústia fomos cheios do Espírito Santo ao sairmos para


proclamar o sábado mais amplamente.‖96

―O "início do tempo de angústia" ali mencionado, não se refere ao tempo em que as


pragas começarão a ser derramadas, mas a um breve período, pouco antes, enquanto
Cristo está no santuário. Nesse tempo, enquanto a obra de salvação está se encerrando,
tribulações virão sobre a Terra, e as nações ficarão iradas, embora contidas para não
impedir a obra do terceiro anjo. Nesse tempo a "chuva serôdia", ou o refrigério pela
presença do Senhor, virá, para dar poder à grande voz do terceiro anjo e preparar os
santos para estarem de pé no período em que as sete últimas pragas serão
derramadas.‖ 97

94 Maranata, 256; Primeiros Escritos, 36-37. Esta ampla pesquisa é apenas uma estrutura sobre a
qual é possível acrescentar muitas outras informações inspiradas. Os grandes e amplos
acontecimentos futuros são: (1) A ira das nações, (2) a ira de Deus, e (3) o tempo de julgar os
mortos. ―Iraram-se as nações‖ (Apocalipse 11:18). Isto vincula os acontecimentos presentes com
os eventos futuros descritos. Se bem que a ira das nações particularmente se refere a dificuldades
entre as nações, tem que ver mais também com a atitude perseguidora das nações contra o
povo de Deus. ―O tempo de julgar os mortos‖ se refere a um juízo que ocorre depois da ira de
Deus. Este juízo ocorre durante o milênio, quando ―os santos hão de julgar o mundo‖ (1 Coríntios
6:2; 4:5; e Apocalipse 20:4).
A declaração de que ―Jesus não abandonaria o lugar santíssimo sem que cada caso fosse
decidido, ou para a salvação ou para a destruição‖ se refere ao final do tempo de prova. Este é
um acontecimento ao qual se faz referência com diferentes expressões: (1) ―Jesus... [concluiu] sua
obra no lugar santíssimo‖. (2) ―Jesus... [sai] de entre o Pai e os homens‖. (3) ―Miguel... [se levanta];
nosso Sumo Sacerdote... [terminou] sua obra no santuário; e (4) [nossos Sumo Sacerdote]... se
levanta [e] porá as vestes de vingança.‖
95 Maranata, 256; Primeiros Escritos 36-37
96 Primeiros Escritos, 33
97 Maranata, 168; Primeiros Escritos, 85-86
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

47

―Até aqui, os que apresentavam as verdades da mensagem do terceiro anjo foram


muitas vezes considerados como simples alarmistas. Suas predições de que a intolerância
religiosa alcançaria predomínio nos Estados Unidos, de que a Igreja e o Estado se uniriam
para perseguir os que guardam os mandamentos de Deus, foram declaradas sem
fundamento e absurdas. Afirmou-se confiantemente que esse país jamais se poderia
tornar outro que não o que tem sido: defensor da liberdade religiosa. Mas, ao ser a
questão da obrigatoriedade da observância do domingo amplamente agitada, vê-se
aproximar o fato há tanto tempo duvidado e descrido, e a terceira mensagem produzirá
um efeito que antes não seria possível produzir.‖98

―Assim será proclamada a mensagem do terceiro anjo. Ao chegar o tempo para que ela
seja dada com o máximo poder, o Senhor operará por meio de humildes instrumentos,
dirigindo a mente dos que se consagram ao Seu serviço. Os obreiros serão antes
qualificados pela unção de Seu Espírito do que pelo preparo das instituições de ensino.
Homens de fé e oração serão constrangidos a sair com zelo santo, declarando as
palavras que Deus lhes dá. Os pecados de Babilônia serão revelados. Os terríveis
resultados da imposição das observâncias da igreja pela autoridade civil, as incursões do
espiritismo, os furtivos mas rápidos progressos do poder papal - tudo será desmascarado.
Por meio destes solenes avisos o povo será comovido. Milhares de milhares que nunca
ouviram palavras como essas, escutá-las-ão. Com espanto ouvirão o testemunho de que
Babilônia é a igreja, caída por causa de seus erros e pecados, por causa de sua rejeição
da verdade, enviada do Céu a ela. Ao ir o povo a seus antigos ensinadores, com a ávida
pergunta - São estas coisas assim? - os ministros apresentam fábulas, profetizam coisas
agradáveis, para acalmar-lhes os temores, e silenciar a consciência despertada. Mas,
visto que muitos se recusarão a satisfazer-se com a mera autoridade dos homens,
pedindo um claro - "Assim diz o Senhor" - o ministério popular, semelhante aos fariseus da
antiguidade, cheio de ira por ser posta em dúvida a sua autoridade, denunciará a
mensagem como sendo de Satanás, e agitará as multidões amantes do pecado para
ultrajar e perseguir os que a proclamam. Estendendo-se a controvérsia a novos campos,
e sendo a atenção do povo chamada para a lei de Deus calcada a pés, Satanás
entrará em ação. 99 O poder que acompanha a mensagem apenas enfurecerá os que a
ela se opõem. O clero empregará esforços quase sobre-humanos para excluir a luz,
receoso de que ilumine seus rebanhos. Por todos os meios ao seu alcance esforçar-se-á
por evitar todo estudo destes assuntos vitais.‖100

98 O Grande Conflito, 611 [Agitação Dominical]


99 Aparentemente este é o começo do tempo de angústia prévio, quando os servos de Deus se
levantam para proclamar o ―sábado mais amplamente‖ (Primeiros Escritos, 33)
100 O Grande Conflito, 613
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

48

―A igreja apelará para o braço forte do poder civil, 101 e nesta obra unir-se-ão católicos e
protestantes. 102 Ao tornar-se o movimento em prol da imposição do domingo mais audaz
e decidido, invocar-se-á a lei contra os observadores dos mandamentos. Serão
ameaçados com multas e prisão, e a alguns se oferecerão posições de influência e
outras recompensas e vantagens, como engodo para renunciarem a sua fé. Mas sua
perseverante resposta será: "Mostrai-nos pela Palavra de Deus o nosso erro" - a mesma
que foi apresentada por Lutero sob idênticas circunstâncias. Os que forem citados
perante os tribunais, defenderão corajosamente a verdade, e alguns que os ouvirem
serão levados a decidir-se a guardar todos os mandamentos de Deus. Assim a luz
chegará a milhares que de outra maneira nada saberiam destas verdades...‖ 103

―Como os defensores da verdade se recusem a honrar o descanso dominical, alguns


deles serão lançados na prisão, exilados, e outros tratados como escravos. Para a
sabedoria humana, tudo isto parece agora impossível: mas, ao ser retirado dos homens o
Espírito de Deus, o qual tem o poder de reprimi-los, e ao ficarem eles sob o governo de
Satanás, ... hão de acontecer coisas estranhas. ...104

―Ao aproximar-se a tempestade, uma classe numerosa que tem professado fé na


mensagem do terceiro anjo, mas não tem sido santificada pela obediência à verdade,
abandona sua posição, passando para as fileiras do adversário. Unindo-se ao mundo e
participando de seu espírito, chegaram a ver as coisas quase sob a mesma luz; e, em
vindo a prova, estão prontos a escolher o lado fácil, popular. Homens de talento e
maneiras agradáveis, que se haviam já regozijado na verdade, empregam sua
capacidade em enganar e transviar as almas. Tornam-se os piores inimigos de seus
antigos irmãos.‖105

101 O fato de que a igreja busca o apoio do braço forte do poder civil implica que a pressão que
busca uma legislação em favor do domingo está tendo êxito.
102 O Grande Conflito, 613. (Esta união entre ―católicos e protestantes‖ nos ajuda a situar este

evento em relação com os demais eventos numa cronologia de causa e efeito dos
acontecimentos finais. Assim, por exemplo, ―Quando nossa nação renunciar os princípios de seu
governo de tal forma que vote uma lei dominical, nesse próprio ato o protestantismo dará a mão
ao papado). [Testemunhos Seletos, vol. 2, 318]
Testemunhos para a Igreja, vol. 5, 451 comenta acerca deste decisivo evento: ―Quando o
protestantismo estender os braços através do abismo, a fim de dar uma das mãos ao poder
romano e a outra ao espiritismo, quando por influência dessa tríplice aliança a América do Norte
for induzida a repudiar todos os princípios de sua Constituição, que fizeram dela um governo
protestante e republicano, e adotar medidas para a propagação dos erros e falsidades do
papado, podemos saber que é chegado o tempo das operações maravilhosas de Satanás e que
o fim está próximo. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 151.
103 O Grande Conflito, 613, 613
104 O Grande Conflito, 613, 614
105 O Grande Conflito, 613, 614
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

49

―Quando se encerrar a mensagem do terceiro anjo, a misericórdia não mais pleiteará


em favor dos culpados habitantes da Terra. O povo de Deus terá cumprido a sua obra.
Recebeu a "chuva serôdia", o "refrigério pela presença do Senhor" 106, e acha-se
preparado para a hora decisiva que diante dele está. No Céu, anjos apressam-se de um
lado para o outro. Um anjo que volta da Terra anuncia que a sua obra está feita; o
mundo foi submetido à prova final, e todos os que se mostraram fiéis aos preceitos divinos
receberam "o selo do Deus vivo". 107 Cessa então Jesus de interceder no santuário
celestial. Levanta as mãos, e com grande voz diz: ‗Está Feito‘... Todos os casos foram
decididos para a vida ou para a morte... O número de Seus súditos completou-se.‖108

―O tempo da graça termina um pouco antes do aparecimento do Senhor nas nuvens do


céu.‖ 109

―Estamos no limiar de grandes e solenes acontecimentos. Cumprem-se as profecias. Uma


história estranha e momentosa está sendo registrada nos livros do Céu - acontecimentos
que, declarou-se, precederiam em pouco o grande dia de Deus. Tudo no mundo se
encontra em estado incerto. As nações estão iradas e fazem-se grandes preparativos de
guerra. Nação conspira contra nação, e reino contra reino. O grande dia de Deus se
apressa muito. Mas embora as nações estejam passando em revista suas forças para a
guerra e derramamento de sangue, está ainda em vigor a ordem dada aos anjos, de
segurarem os quatro ventos até que os servos de Deus tenham sido assinalados na
fronte.110

―Muitos há que não compreendem as profecias referentes aos nossos dias, e precisam ser
esclarecidos. É dever, tanto do vigia COMO DO LEIGO, dar à trombeta sonido certo.‖111

―Deve-se fazer um GRANDE ESFORÇO para manter este assunto perante o povo. O solene
fato de que o dia do Senhor virá repentina e inesperadamente deve ser mantido não só
perante as pessoas do mundo, mas também diante de nossas próprias igrejas. A terrível
advertência da profecia é dirigida a toda alma. Ninguém julgue estar isento do perigo
de ser apanhado de surpresa. Não permitais que a interpretação profética de pessoa
alguma arrebate vossa convicção do conhecimento de ocorrências que revelam que
este grande acontecimento está bem próximo.‖112

106 Atos 3:19


107 Apocalipse 7:2
108 O Grande Conflito, 619; Apocalipse 22:11. Este ato determina o FIM DA GRAÇA.
109 Maranata, 261; Review and Herald, 9 de novembro de 1905
110 Mensagens Escolhidas, vol 1, 221-222
111 Evangelismo, 194
112 Fundamentos da Educação Cristã, 335 e 336
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

50

―Não somos agora capazes de descrever acuradamente as cenas a serem


representadas em nosso mundo no futuro; isto, porém, sabemos: que este é um tempo
em que precisamos velar em oração; pois o grande dia do Senhor está às portas.‖113

―Que direi a fim de despertar o povo remanescente de Deus? Foi-me mostrado que estão
diante de nós terríveis cenas; Satanás e seus anjos estão reunindo todas as suas forças
para oprimir o povo de Deus. Sabe que, se eles dormirem um pouco mais, está seguro
quanto a eles, pois é certa sua destruição.‖114

―Cada discurso deve ser feito tendo em vista os terríveis juízos que logo cairão sobre o
mundo. ...Queira Deus ajudar o Seu povo a despertar, e andar, e trabalhar como homens
e mulheres que estão nas fronteiras do mundo eterno.‖115

―Estamos mesmo no limiar do tempo de angústia, e acham-se diante de nós


perplexidades com que dificilmente sonhamos. Um poder de baixo está levando os
homens a guerrear contra o Céu. Os seres humanos confederaram-se com agentes
satânicos para anular a lei de Deus. Os habitantes do mundo rapidamente se vão
tornando como os do tempo de Noé, que foram exterminados pelo dilúvio, e como os
de Sodoma, que foram consumidos por fogo que caiu do céu. Os poderes de Satanás
estão a trabalhar para conservar o espírito dos homens alheio às realidades eternas. O
inimigo dispôs as coisas de maneira que servissem aos seus propósitos. Atividades
mundanas, esportes, as modas da época - são coisas que ocupam o espírito dos homens
e mulheres. Diversões e leituras inúteis corrompem o juízo. Na estrada larga que leva à
ruína eterna anda um cortejo longo. O mundo, cheio de violência, festas e bebedice,
está pervertendo a igreja. A lei de Deus, o divino padrão de justiça, é considerada de
nenhum efeito.‖ 116

―Satanás está atarefado em preparar planos para o último e tremendo conflito em que
todos hão de definir sua atitude.‖117

113 Mensagens Escolhidas, vol. 2, 35


114 Testemunhos Seletos, vol. 1, 90
115 Testemunhos Seletos, vol. 3, 220
116 Testemunhos Seletos, vol. 3, 306
117 Testemunhos Seletos, vol. 2, 369
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

51

―Vi que o remanescente não estava preparado para o que está para sobrevir à Terra.
Estupefação, como desinteresse, parece possuir a mente da maioria dos que professam
crer que estamos vivendo a última mensagem. Meu anjo assistente clamou com
impressionante solenidade: "Aprontai-vos! Aprontai-vos! Aprontai-vos pois a ardente ira
do Senhor está para vir! Sua ira está para ser derramada, sem mistura de misericórdia, e
todavia não estais prontos. Rasgai o coração, e não os vestidos. Uma grande obra deve
ser feita pelo remanescente. Muitos deles estão se demorando sobre pequenas provas."
Disse o anjo: "Legiões de anjos maus estão ao redor de vós, procurando introduzir suas
terríveis trevas, a fim de serdes enlaçados e apanhados. Permitis que vossa mente
demasiado pronto se desvie da obra de preparação e das todo-importantes verdades
para estes últimos dias. ... Disse o anjo: Os guardadores do sábado terão de morrer para
o eu."118

―Digo a todos: Estai de sobreaviso, pois, como anjo de luz, Satanás está percorrendo
todas as reuniões de obreiros cristãos, e em cada igreja procura ganhar para seu lado os
membros.‖119

―Pastores e povo acham-se despreparados para o tempo em que estão vivendo, e


quase todos os que professam crer na verdade presente são incapazes de compreender
a obra de preparação para esse tempo. Em seu presente estado de ambição mundana,
com sua falta de consagração a Deus e devoção a si mesmo, acham-se
completamente sem condições de receber a chuva serôdia e, tendo feito tudo,
permanecer contra a ira de Satanás, que por suas falsidades quer fazê-los naufragar na
fé, prendendo-os a um agradável engano. Acham estar totalmente certos, quando
estão totalmente errados.‖120

―Estamos no limiar de grandes e solenes acontecimentos.‖121

―Parece estar-se apoderando do mundo, em muitos sentidos, uma intensidade qual


nunca antes se viu. Nos divertimentos, no ganhar dinheiro, nas lutas pelo poderio, na
própria luta pela existência, há uma força terrível que absorve o corpo, o espírito e a
alma. Em meio dessa corrida louca, Deus fala.‖122

118 Primeiros Escritos, 119 e 120


119 Testemunhos Seletos, vol. 3, 272
120 Testemunhos para a Igreja, vol. 1, 466
121 Testemunhos para Ministros, 116
122 Educação, 260
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

52

―Ao aproximar-se o tempo do fim, as tentações de Satanás serão dirigidas com maior
poder contra os obreiros de Deus. Ele empregará agentes humanos para insultar e
desanimar os que ‗edificam o muro‘... Mas não devem permitir que coisa alguma os
desvie de sua obra. A verdade é mais forte que o erro, e o direito prevalecerá sobre
a injustiça.123

123 Profetas e Reis, 659


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

53

JUÍZOS DIVINOS ATRAVÉS


DOS TEMPOS
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

54

Um estudo atento sobre os Juízos Divinos através dos tempos nos traz a constatação de
que há um denominador comum no comportamento humano daqueles que foram alvos
ou objetos deste tratamento: O PECADO CONTRA O ESPÍRITO SANTO.

Tal pecado consiste na perda do desejo e da capacidade para o bem e na


consolidação no mal. Não tem perdão porque a consciência humana a tal ponto se
deteriora que se torna impossível repará-la, consertá-la. O ser humano perde a
capacidade do uso do livre-arbítrio. Fica, portanto, programado no mal. Assim foi com
Lúcifer, quando de sua expulsão do Céu, e também com os antediluvianos:

―Com grande MISERICÓRDIA, ...Deus suportou longamente a Lúcifer...‖124

―...PERSISTENTEMENTE defendeu sua conduta, e ENTREGOU-SE AMPLAMENTE ao


grande conflito contra seu criador.‖125

―Quanto a si, estava decidido a NUNCA MAIS reconhecer a autoridade de


Cristo...‖126

―...Tanto quanto dizia respeito ao próprio Satanás, era verdade que ele havia ido
AGORA demasiado longe para que pudesse voltar...‖127

―E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra, e que toda
a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.‖128

Na mesma condição estavam os habitantes de Sodoma e Gomorra. Assim também os


Cananeus, eliminados por Deus através de Israel. A nação judaica foi, portanto, no
decurso de sua história, muitas vezes, agente dos Juízos Divinos nas suas guerras com
nações vizinhas, e outras vezes foi alvo desses Juízos, usando Deus povos da região.
Sempre quando haviam alcançado AVANÇADO PROCESSO DE PECADO CONTRA O
ESPÍRITO SANTO. Tais Juízos vinham com dose maior ou menor de Justiça, e portanto
repassados com porção maior ou menor de Misericórdia.

124 Patriarcas e Profetas, 19


125 Patriarcas e Profetas, 21
126 Patriarcas e Profetas, 22
127 Patriarcas e Profetas, 23
128 Gênesis 6:5
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

55

Quanto à EXECUÇÃO desses Juízos, os 2 GRUPOS de passagens indicam que nem sempre
Deus opera pessoal e diretamente. Aliás, a única ocasião em que O FEZ PESSOALMENTE
foi no Dilúvio. Em outras ocasiões, ordenou que SEUS ANJOS atuassem. Mas Sua
preferência, em decorrência de Sua amorável natureza (―Porque não tomo prazer na
morte do que morre‖) 129 Repetimos Sua preferência, na grande maioria dos casos foi
PERMITIR que a destruição acontecesse pelas mãos do Arqui-destruidor o Diabo e seus
anjos. Podemos, deste modo, classificar essas duas situações em dois grupos distintos:

JUÍZOS DIRETOS JUÍZOS INDIRETOS


Quando retira a presença
protetora do Espírito Santo, em
Quando Deus ou Seus anjos grande medida, ou totalmente,
executam a sentença dando condições para o Arqui-
rebelde, Satanás, operar
pessoalmente, por seus anjos maus
e ou usando também seus agentes
humanos.

Alguns exemplos:

DIRETAMENTE: INDIRETAMENTE:
Por Participação Por Permissão

Dilúvio (não como Juízo, mas como
ensinamento)
Sodoma e Gomorra Eliminação dos Cananeus
Guerras de Israel contra nações
Fim dos Egípcios no Êxodo
vizinhas
Censo por Davi Guerras de nações contra Israel
Eliseu e as duas Ursas Destruição de Jerusalém
Ananias e Safira Revolução Francesa
Fogo de Deus Juízos antes e depois
consumiu os Israelitas do Tempo da Graça
etc. etc.

No segundo caso, quando ―Permite‖, é bom lembrar que Deus fica à


testa do acontecimento, dirigindo tudo até ao limite por Ele mesmo estabelecido.

129 Ezequiel 18:32


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

56

Agora, pequena consideração sobre a maneira como os Juízos Indiretos


são executados.

A Experiência de Jó

―Mas estende a Tua mão, e toca-lhe em tudo quanto tem...‖130 Esta proposta foi feita
pelo Mega-destruidor. Isolados nesta declaração, fica forte impressão de que Deus
atuou diretamente, de que foi o AUTOR das pragas de Jó. Mas a passagem seguinte é
esclarecedora:

―Ao que disse o Senhor a Satanás: Eis que tudo o que ele tem está no teu poder; somente
contra ele não estendas a tua mão. E Satanás saiu da presença do Senhor.‖131 Agora sim,
está claro que Deus apenas PERMITIU, com restrições prescritas, quanto aos limites da
ação do Arqui-inimigo.

―...e deram sobre eles os sabeus, e os tomaram; mataram os moços ao fio da espada, e
só eu escapei para trazer-te a nova.‖132 Aqui, a primeira ocorrência. Satanás suscitou os
Sabeus, seus agentes humanos, contra parte dos moços de Jó, no campo. ...Foi um
extermínio belicoso.

―...Fogo de Deus caiu do céu...‖133 Esta frase, divorciada do contexto, sugere Deus
atuando LITERALMENTE, embora assim não seja. Naquela época o grande Rebelde já
conhecia ―os segredos dos laboratórios da Natureza‖. Conhecia muito bem Física,
Química, para realizar tal proeza.

―Enquanto este ainda falava, veio outro e disse: Os caldeus, dividindo-se em três bandos,
deram sobre os camelos e os tomaram; e mataram os moços ao fio da ESPADA; e só eu
escapei para trazer-te a nova.‖134 Agora Satanás desperta, quase em ato contínuo, a
disposição belicosa dos caldeus contra outra parte dos empregados de Jó e animais.

130 Jó 1:11
131 Jó 1:12
132 Jó 1:15
133 Jó 1:16
134 Jó 1:17
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

57

―Eis que sobrevindo um grande vento de além do deserto, deu nos quatro cantos da
casa, e ela caiu sobre os mancebos, de sorte que morreram; e só eu escapei para trazer-
te a nova.‖135 De novo a NATUREZA é manipulada pelo incansável Adversário de Deus e
dos homens.

A Eliminação dos Cananeus

O motivo de sua destruição, como destacado no quadro precedente, foi o pecado


contra o Espírito Santo. Assim o encarece a Inspiração:

―...A posteridade de Canaã desceu às mais degradantes formas de paganismo. Posto


que a maldição profética os condenasse à escravidão, esta condenação foi retida
durante séculos. Deus suportou sua impiedade e corrupção até que eles PASSARAM OS
LIMITES da longanimidade divina. Então foram despojados, e se tornaram escravos dos
descendentes de Sem e Jafé.‖136

―...Semelhantes aos homens antediluvianos, os Cananeus apenas viviam para blasfemar


do Céu e contaminar a terra. E tanto o amor como a Justiça exigiam a imediata
execução desses rebeldes a Deus, e adversários dos homens...‖137

―...Quando o rei amorreu recusou satisfazer este atencioso pedido, e arrogantemente


reuniu seus exércitos para a batalha, sua taça de iniqüidade estava cheia, e Deus agora
exerceria Seu poder para os subverter.‖138

Quanto à maneira como foram dizimados, cabe uma observação: Israel teve
enfrentamentos diretos com eles GUERRAS. Claro, sob a direção divina. Mas uma
expressão repetida algumas vezes merece nota:

135 Jó 1:19
136 Patriarcas e Profetas, 112
137 Patriarcas e Profetas, 520
138 Patriarcas e Profetas, 458
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

58

―...Guarda o que Eu te ordeno hoje: eis que EU ‗LANÇAREI FORA diante de ti os amorreus,
e os cananeus...‖139

Assim, devemos registrar o seguinte fato: Muitos Juízos divinos ao longo da História foram
executados INDIRETAMENTE por Deus, como neste caso, embora Suas afirmações dessem
a impressão de que Ele agiria DIRETAMENTE. De igual modo nos indica a Inspiração, será
após a Graça.

Invasão e Cativeiro Babilônicos

A condição espiritual de Israel, nessa ocasião, estava em avançado processo de Pecado


contra o Espírito Santo. Basta que se perceba as reações do povo e autoridades às
mensagens de Jeremias, e o tratamento a ele dado. Só REAÇÕES NEGATIVAS. Tal
comportamento é a indicação segura do citado processo.

―Dize-lhes mais: Assim diz o Senhor: Cairão os homens e não se tornarão a levantar?
Desviar-se-ão e não voltarão? Por que pois se desvia este povo de Jerusalém com uma
apostasia contínua? Retém o engano, não quer voltar. Eu escutei e ouvi; não falam o
que é reto, ninguém há que se arrependa da sua maldade, dizendo: Que fiz eu? Cada
um se desvia na sua carreira, como um cavalo que arremete com ímpeto na batalha.‖140

A instrumentalidade de que Deus Se valeu para punir Israel, todos nos lembramos:
Nabucodonosor e seu exército. Muito embora tenha Deus assim Se expressado ao povo:
―Então tropeçará o soberbo, e cairá, e ninguém haverá que o levante; e porei fogo às
suas cidades, o qual consumirá todos os seus contornos.‖141 É perfeitamente cabível, pois,
que a destruição pós-Graça seja objeto de atenta avaliação.

139 Êxodo 34:11


140 Jeremias 8:4-6
141 Jeremias 50:32
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

59

Podemos, agora, clarear, com o Gráfico abaixo, as maneiras como, ao longo da História,
Deus exerceu Seus Juízos:

ATUAÇÃO DIRETA ATUAÇÃO INDIRETA

Pessoalmente Ex.: Dilúvio

Anjos bons: Anjos maus:

1.) usando seu poder pessoal Ex.: A 1.) através de agentes humanos, em
morte dos primogênitos conflitos armados: Revoluções,
egípcios, etc. Guerras, Crimes, etc.

2.) através da Natureza Ex.: 2.) através da Natureza,


Eliminação do exército egípcio provocando tempestades,
no Mar Vermelho, etc. inundações, furacões, etc.

Temos, porém, na Bíblia, duas ocorrências atípicas. Apenas duas. Aconteceram Juízos
Indiretos seguidos, concluídos por Juízos Diretos: GIBEOM E PERAZIM.

Gibeom

―E Josué deu de repente sobre eles, tendo marchado a noite toda, subindo de Gilgal; e o
Senhor os pôs em desordem diante de Israel, que os desbaratou com grande matança
em Gibeom, e os perseguiu pelo caminho que sobe a Bete-Horom, ferindo-os até Azeca
e Maqueda. Pois, quando eles iam fugindo de diante de Israel, à descida de Bete-
Horom, o Senhor lançou sobre eles, do céu, grandes pedras até Azeca, e eles morreram.
E foram muitos mais os que morreram das pedras da saraiva do que os que os filhos de
Israel mataram a espada.‖142

Josué e o exército de Israel entram em GUERRA contra os exércitos amorreus. Na fuga


dos amorreus, Deus intervém, em seguida, de maneira SOBRENATURAL: ...―O Senhor
lançou sobre eles grandes pedras do céu, até Azeca...‖

142 Josué 10:9-11


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

60

O capítulo 47 de Patriarcas e Profetas traz luz, bastante luz, sobre o acontecimento:


―...Mal haviam os príncipes confederados reunido seus exércitos em redor da cidade,
quando Josué se achou sobre eles. O ataque resultou no completo desbarato dos
assaltantes.‖143 ―...Quando os gentios amorreus se dispuseram a resistir aos Seus
propósitos, DEUS INTERVEIO, lançando ‗do céu grandes pedras‘ sobre os inimigos de
Israel.‖144

Perazim

―Quando os filisteus ouviram que Davi fora ungido rei sobre Israel, subiram todos em
busca dele. Ouvindo isto, Davi desceu à fortaleza. Os filisteus vieram, e se estenderam
pelo vale de Refaim. Pelo que Davi consultou ao Senhor, dizendo: Subirei contra os
filisteus? Entregar-mos-ás nas mãos? Respondeu o Senhor a Davi: Sobe, pois eu entregarei
os filisteus nas tuas mãos. Então foi Davi a Baal-Perazim, e ali os derrotou; e disse: O Senhor
rompeu os meus inimigos diante de mim, como as águas rompem barreiras. Por isso
chamou o nome daquele lugar Baal-Perazim. Os filisteus deixaram lá os seus ídolos, e Davi
e os seus homens os levaram. Tornaram ainda os filisteus a subir, e se espalharam pelo
vale de Refaim. E Davi consultou ao Senhor, que respondeu: Não subirás; mas rodeia-os
por detrás, e virás sobre eles por defronte dos balsameiros. E há de ser que, ouvindo tu o
ruído de marcha pelas copas dos balsameiros, então te apressarás, porque é o Senhor
que sai diante de ti, a ferir o arraial dos filisteus. Fez, pois, Davi como o Senhor lhe havia
ordenado; e feriu os filisteus desde Geba, até chegar a Gezer.‖145

Nestes dois acontecimentos existe uma SIMILARIDADE impressionante com o que


acontecerá no FUTURO, após a Graça:

1°) GUERRA

2°) INTERVENÇÃO DIRETA DE DEUS

143 Patriarcas e Profetas, 537


144 Patriarcas e Profetas, 539
145 II Samuel 5:17-25
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

61

Tanto assim que Isaías menciona COMO Deus no final ATUARÁ, citando como exemplo o
que ocorreu com Gibeom e Perazim:

―Porque o Senhor se levantará COMO no monte PERAZIM, e se irará COMO no vale de


GIBEOM, para realizar a Sua obra, a Sua estranha obra, para executar o Seu ato, o Seu
estranho ato.‖146

O Espírito de Profecia acrescenta notável comentário desses dois acontecimentos, com


Josué e Davi, projetando uma aplicação clara para o período PÓS-GRAÇA:

―...Estamos informados de uma MAIOR BATALHA a


ter lugar nas cenas finais da história da Terra,
quando ‗o Senhor abriu o Seu tesouro, e tirou os
instrumentos de Sua indignação‘. (Jeremias 50:25).
‗Entraste tu‘, pergunta Ele, ‗até os tesouros da
neve, e viste os tesouros da saraiva, que Eu
retenho até o tempo da angústia, até o dia da
peleja e da GUERRA?‘ (Jó 38:22 e 23).‖ 147

É assim, diz a Inspiração, que Deus Se irará: ―Como em Perazim, Como em Gibeom...‖,
nesta mesma seqüência. Esses dois acontecimentos são colocados nos Registros
Sagrados como TIPOS dos acontecimentos futuros.

Jesus, Mestre inigualável, fez referência, em Mateus 24, a Juízos Divinos que iriam ocorrer
de maneira crescente, no TEMPO DA GRAÇA; melhor, no FINAL do TEMPO DA GRAÇA:

 ―...Guerras, rumores de Guerras...‖148

 ―...Fomes, Pestes, Terremotos...‖149

146 Isaías 28:21


147 Patriarcas e Profetas, 539 (ilustração utilizada pelo Pr. Mark Finley na série de palestras ATOS 2000 – IAE – SP no
mesmo contexto)
148 São Mateus 24:6
149 São Mateus 24:7
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

62

Estes Juízos, porque ocorrem ainda no Tempo


da Graça, são chamados JUÍZOS
MISERICORDIOSOS. Justiça com mistura de
Misericórdia, visando despertar almas
adormecidas, e decorrentes, também, de
avançado e crescente processo de pecado
contra o Espírito Santo, de toda a humanidade.
São também chamados simplesmente de
―CALAMIDADES‖. Em Testemunhos Seletos, são tratados ainda como ―Pragas‖.
A pergunta que não quer calar é: estes JUÍZOS DE DEUS são DIRETOS ou INDIRETOS?
Obra destruidora de Satanás ou de Deus? Ou ainda: DEUS DIRIGE ou ATUA?

Temos as seguintes indicações do Espírito de Profecia:

―Vivemos no tempo do fim. Os sinais dos


tempos, a cumprirem-se rapidamente,
declaram que a vinda de Cristo está próxima,
às portas. O Espírito de Deus está, gradual mas
seguramente sendo retirado da Terra. Pragas e
juízos já estão caindo sobre os desprezadores
da graça de Deus. As calamidades em terra e
mar, as condições sociais agitadas, os rumores
de guerra, são portentosos. Prenunciam a proximidade de acontecimentos da maior
importância. As forças do mal estão-se arregimentando e consolidando-se. Elas se estão
robustecendo para a última grande crise. Grandes mudanças estão prestes a operar-se
no mundo, e os acontecimentos finais serão rápidos. As condições do mundo mostram
que estão iminentes tempos angustiosos. Os jornais diários estão repletos de indícios de
um terrível conflito em futuro próximo. Roubos ousados são ocorrência freqüente. As
greves são comuns. Cometem-se por toda parte furtos e assassínios. Homens possuídos
de demônios tiram a vida a homens mulheres e crianças. Os homens têm-se enchido de
vícios, e campeia por toda parte toda espécie de mal.‖150

150 Testemunhos Seletos, vol. 3, 280 – capítulo ‗A ÚLTIMA CRISE‘


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

63

―...Os que têm nas mãos as rédeas do governo não são capazes de solver o problema
da corrupção moral, da pobreza, miséria e crime avolumantes...‖151

―O mundo está excitado pelo espírito de guerra. A


profecia do capítulo onze de Daniel atingiu quase o
seu cumprimento completo. Logo se darão as cenas
de perturbação das quais falam as profecias.‖152

―...O espírito de GUERRA está incitando AS NAÇÕES de um a outro canto da Terra... O


Senhor está retirando da Terra Suas restrições e breve haverá morte e destruição,
crescente criminalidade, e cruéis e maus intentos contra os ricos, os quais se exaltaram
contra os pobres....Os agentes humanos estão-se preparando e usando sua faculdade
inventiva para fazer funcionar o mais poderoso aparelhamento para ferir e matar.‖153

―Os Juízos de Deus estão sobre a Terra. As guerras e rumores de guerras, a destruição
pelo fogo e inundações, revelam claramente que o tempo de tribulação que deve
aumentar até ao fim está bem próximo.‖154

Todo o capítulo ‗A Última Crise‘ aponta tais Juízos Divinos, em tempo de Graça, como
resultado da atuação de homens de parceria com anjos maus. São pois, todos eles de
natureza INDIRETA sem exceção alguma. Destaca, também, a vingança dos pobres
oprimidos contra os ricos opressores. Seguem mais algumas citações, com esta mesma
conotação:

151 Testemunhos Seletos, vol. 3, 282


152 Testemunhos Seletos, vol. 3, 283
153 Testemunhos Seletos, vol. 3, 285-286
154 Testemunhos Seletos, vol. 3, 286
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

64
―...Satanás deleita-se na GUERRA; pois esta
excita as mais vis paixões da alma,
arrastando então para a eternidade as
suas vítimas engolfadas no vício e sangue.
É seu objetivo incitar as nações à guerra
umas contra as outras; pois pode assim
desviar o espírito do povo da obra de
preparo para estar em pé no dia de Deus.
Satanás também opera por meio dos elementos a fim de enceleirar sua messe de almas
desprevenidas. Estudou os segredos dos laboratórios da Natureza, e emprega todo o seu
poder para dirigir os elementos tanto quanto o
PERMITE Deus. Quando lhe foi permitido afligir a Jó,
quão rapidamente rebanhos e gado, servos,
casas, filhos, foram assolados, seguindo-se em um
momento uma desgraça a outra! É Deus que
protege as Suas criaturas, guardando-as do poder
do destruidor. Mas o mundo cristão mostrou
desdém pela Lei de Jeová; e o Senhor fará
exatamente o que declarou que faria: retirará Suas bênçãos da Terra, removendo Seu
cuidado protetor dos que se estão rebelando contra a Sua Lei, e ensinando e forçando
outros a fazerem o mesmo. Satanás exerce domínio sobre todos os que Deus não guarda
especialmente. Ajudará e fará prosperar alguns, a fim de favorecer os seus próprios
intuitos; trará calamidade sobre outros, e LEVARÁ OS HOMENS A CRER QUE É DEUS QUEM
OS AFLIGE. Ao mesmo tempo em que aparece aos filhos dos homens como grande
médico que pode curar todas as enfermidades, trará moléstias e desgraças até que
cidades populosas se reduzam à ruína e desolação. Mesmo agora está em atividade.
Nos acidentes e calamidades no mar e em terra, nos grandes incêndios, nos violentos
furacões e terríveis saraivadas, nas tempestades, inundações, ciclones, ressacas e
terremotos, em toda parte e sob milhares de formas, Satanás está exercendo o seu
poder. Destrói a seara que está a amadurar, e seguem-se fome, angústia. Comunica ao
ar infecção mortal, e milhares perecem pela pestilência. Estas visitações devem tornar-se
mais e mais freqüentes e desastrosas. A destruição será tanto sobre o homem como
sobre os animais...‖155

155 O Grande Conflito, 593-594


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

65

O paciente estudante da profecia não encontrará, seja na Bíblia ou nos Testemunhos de


Jesus qualquer indicação de alguma destruição no período final do Tempo da Graça
realizada por Deus ou por Seus anjos, pois são juízos INDIRETOS, em tempo de Graça. A
protetora presença do Espírito Santo é afastada parcialmente, permitindo que Satanás
realize sua obra destruidora. Este processo irá se acentuando, se intensificando, até o FIM
DA GRAÇA, quando, então, o Espírito Santo se retirará da terra, TOTAL E DEFINITIVAMENTE,
com todas as conseqüências agora já previsíveis.

A pergunta lógica, por conseqüência é: como será após o fim da graça, destruição
direta ou indireta? QUEM, AFINAL, SERÁ O GRANDE DESTRUIDOR?

Vamos, em decorrência dela, abrir um pequeno estudo sobre a maneira como ocorreu
o fim da Babilônia antiga, da Babilônia ‗TIPO‘. Será uma boa contribuição para
entendermos o que sucederá, em verdade, após o Fim da Graça.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

66

Babilônia Tipo

O ‗TIPO‘ apontado pela profecia, do grande poder Dominante,


Globalizador, Rico, Opressor, do final do Tempo do Fim, é a Antiga Babilônia. Isto em
virtude dos inúmeros pontos de identificação, similares, como mencionados. Mas dois
deles merecem análise:

BABILÔNIA – OPRESSORA
A. Babilônia Antiga B. Babilônia Apocalíptica
1 Opressora do Povo de Deus 1 Opressora do Povo de Deus
2 Opressora dos Pobres (*) 2 Opressora dos Pobres (**)
(*) (Daniel 4:27 / Educ. 175 ú.p.)
(**) (Tiago 5 / 3TS, 280 / Educ. 179)
Estas foram e são as causas, as razões do desmoronamento desses dois gigantescos
Impérios.

BABILÔNIA – SEU FIM


O Fim da Babilônia ‗TIPO‘ é bem conhecido. Deus não agiu diretamente na sua
destruição. Muito embora haja um grupo de Profecias sugerindo que Deus mesmo e
pessoalmente a destruiria, tal não ocorreu. Deus apenas dirigiu os acontecimentos. A
Pérsia foi Seu instrumento de juízo. Ciro foi o ―Anjo Destruidor‖, como foi Tito com
Jerusalém. O mesmo princípio lá aconteceu. Deus retirou Sua Proteção, e permitiu sua
destruição:

―Nessa última noite de louca orgia, Belsazar e seus grandes tinham enchido a medida de
sua culpa e da culpa do reino caldeu. A mão restringidora de Deus não mais desviaria o
mal impendente. ...Belsazar devia cair, e seu reino devia passar a outras mãos.‖156

Tal será também o fim da Babilônia Apocalíptica, da Babilônia Antítipo. Deus retirará Sua
Proteção, no Fim da Graça, e permitirá que seja em grande parte destruída por seus
inimigos, como descrito na profecia:

156 Profetas e Reis, 530


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

67

―E os dez chifres que viste na besta são os que aborrecerão a prostituta, e a porão
desolada e nua, e comerão a sua carne, e a queimarão no fogo. Porque Deus tem posto
em seus corações que cumpram o Seu intento, e tenham uma mesma idéia, e que dêem
à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus.‖157

―Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado, e retribuí-lhe em dobro conforme as suas
obras; no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ela em dobro.‖158

Deus está dando aqui uma mensagem de convocação dos despojados, no fim do
tempo, para que, eles mesmos, se vinguem de Babilônia. Quais serão os resultados?
Estão bem descritos nos versos subseqüentes:

―...será queimada no FOGO,‖...159

―quando virem o FUMO DO SEU INCÊNDIO;‖ ...160

―Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é
que à espada seja morto...‖161

―Eis que Eu trarei sobre ti estranhos, os mais formidáveis dentre as nações, os quais
desembainharão as suas espadas contra a formosura da tua sabedoria, e mancharão o
teu resplendor. À cova te farão descer, e morrerás da morte dos traspassados no meio
dos mares. Dirás ainda diante daquele que te matar: Eu sou Deus? Mas tu és homem, e
não Deus, na mão do que te traspassa. Da morte dos incircuncisos morrerás, por mão dos
estranhos; porque Eu o falei, diz o Senhor Jeová.‖162

O estudante há de notar que a passagem acima não diz respeito ao REI de Tiro. Os
versos 1-10 referem-se à VIDA e MORTE do PRÍNCIPE DE TIRO (verso 2). É outro
personagem, é ―HOMEM‖ e não o ―QUERUBIM‖ retratado nos versos 11-19. PRÍNCIPE é o
herdeiro do TRONO. Aquele Trono que ―EMERGE DO MAR‖:

157 Apocalipse 17:16-17


158 Apocalipse 18:6
159 Apocalipse 18:8
160 Apocalipse 18:9
161 Apocalipse 13:10
162 Ezequiel 28:7-10
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

68

―E a besta que vi era semelhante ao leopardo, e os seus pés como de urso, e a sua boca
como de leão; e o dragão deu-lhe o seu poder, e o SEU TRONO, e grande poderio.‖163

Ezequiel 28:7-10 descreve COMO e QUEM, em grande medida, dará fim à grande
BABILÔNIA ESCATOLÓGICA, em perfeita sintonia com Apocalipse 18. Releia atentamente
Ezequiel 28:1-10, anotando todas as características da ―besta do mar‖ ali mencionadas;
os ajustamentos são perfeitos.

―Neste tempo, em que prevalece a iniqüidade, podemos saber que a última crise está à
porta. ...Próximo está o tempo em que dirá: ‗Vai pois, povo Meu, entra nos teus quartos, e
fecha as tuas portas sobre ti: esconde-te só por um momento, até que passe a ira.
Porque eis que o Senhor sairá do Seu lugar, para castigar os moradores da Terra, por
causa da sua iniqüidade, e a Terra descobrirá o seu sangue, e não encobrirá mais
aqueles que foram mortos.‘164 Homens que pretendem ser cristãos podem defraudar e
oprimir os pobres; podem roubar aos órfãos e viúvas; condescender com seu ódio
satânico por não poderem dominar a consciência dos filhos de Deus; porém, Deus trará
tudo isto a juízo. ...Porque o juízo será sem misericórdia sobre aquele que não fez
misericórdia.165 Brevemente estarão perante o Juiz de toda a Terra, para prestar contas
pelos sofrimentos físicos e morais infligidos à Sua herança. ...Deus lhes pagará
dobradamente por seus pecados. Referente à Babilônia, o símbolo da igreja apóstata,
diz a Seus ministros de juízo: Os seus pecados se acumularam até ao Céu, e Deus Se
lembrou das iniqüidades dela. Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado, e retribuí-lhe em
dobro conforme as suas obras: no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ela em
dobro.166 Da ÍNDIA, da ÁFRICA, da CHINA, das ilhas do mar, dos milhões de oprimidos dos
países chamados cristãos, sobe para Deus o clamor do tormento humano. Esse clamor
não permanecerá muito tempo sem ser atendido.‖

A atuação DIRETA DE DEUS ocorrerá apenas como remate dessa obra destruidora,
na altura da 7ª Praga, como detalhado no estudo da Sétima Taça.

163 Apocalipse 13:2


164 Isaías 26:20-21
165 Tiago 2:13
166 Apocalipse 18:5-6
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

69

Quando estudamos qualquer doutrina ou profecia, devemos buscar todas as


declarações, absolutamente todas, tanto na Bíblia como no Espírito de Profecia, a
respeito do assunto em pauta nos 2 Grupos de passagens aparentemente divergentes e,
então, apenas então, em cima das mesmas, emitir conclusões.

Acrescentamos alguns comentários dos capítulos 50 e 51 de Jeremias, que tratam


exatamente do FIM DA BABILÔNIA ‗TIPO‘. Ambos são sobejamente usados em
Apocalipse, quando trata igualmente da queda final da Babilônia Moderna. Leia os
citados capítulos com bastante atenção. Grife todos os versos usados em Apocalipse. Ali,
você encontra declarações, profecias, com aplicações distintas:

Profecias com exclusiva aplicação para Babilônia Antiga...


Profecias com aplicação para as duas Babilônias...
Profecias com especial e única aplicação para Babilônia Apocalíptica...

Destacamos abaixo alguns versos com declarações bem significativas. Primeiramente, os


que ressaltam as características tanto do primeiro como do último Impérios Babilônicos
(profecias com dupla aplicação):

―...saqueadores da Minha herança...‖167

―...Babilônia era um copo de ouro...‖168

―...Num momento caiu Babilônia...‖169

―...Ó tu, que habitas sobre muitas águas, RICA de tesouros...‖170

Não resta qualquer dúvida de que se trata, efetivamente, de dois capítulos de natureza
também escatológica, o ‗TIPO‘ destacando o ‗ANTÍTIPO‘.

167 Jeremias 50:11, 33


168 Jeremias 51:7
169 Jeremias 51:8
170 Jeremias 51:13
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

70

Agora, alguns versos que evidenciam a maneira como seria o trágico FIM de ambas:

―...subiu contra ela (Babilônia) uma NAÇÃO DO NORTE...‖171

Comparar com Daniel 11:40-45; Ezequiel caps. 38 e 39 e Joel caps. 1 e 2.

A destruição da Babilônia ‗TIPO‘ ocorreu pela invasão da Medo-Pérsia (Jeremias 51:11).


Todavia, Jeremias 50:41 fala de ―uma congregação de grandes nações‖ e ―reis
poderosos‖. Esta pluralidade tão grande de nações sugere aplicação mais específica
para a queda da Babilônia escatológica.

―SUAS PRAGAS‖: Um termo bem familiar. Leva-nos a Apocalipse 16, que sugere que
aparenta fenômenos sobrenaturais. Mas a ―PRAGA‖ que deu fim a Babilônia antiga foi
UMA GUERRA. A causa do desmoronamento de ambas, ‗TIPO‘ e ‗ANTÍTIPO‘, ao que tudo
indica é a MESMA uma GUERRA. Não pragas sobrenaturais. É isto que tentam nos indicar
os capítulos 50 e 51 de Jeremias, como continuaremos a perceber.

―...qualquer que passar por Babilônia se espantará, e assobiará vendo todas as suas
pragas.‖172

―...como ela fez, fazei-lhe a ela‖...173

―...estrondo de batalha há na terra, e de grande destruição‖...174

―...o Senhor abriu o seu tesouro, e tirou os instrumentos de Sua indignação...‖175

Esta declaração aparenta a participação direta de Deus na destruição da Babilônia


Apocalíptica. Mas não, ela nos remete à Sétima Taça apenas, como nos é indicado em
Patriarcas e Profetas pág. 107, e que será considerado no capítulo 16.

171 Jeremias 50:3, 9, 41


172 Jeremias 50:13
173 Jeremias 50:15, 29 ver Apocalipse 18:6
174 Jeremias 50:22 A expressão ―na terra‖ sugere mais uma catástrofe generalizada que localizada.
175 Jeremias 50:25
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

71

―A ESPADA virá...‖176 Esta expressão é repetida cinco vezes nestes três versos. Transporta-
nos para Apocalipse 13:10.

―...quem fere à espada, necessário é que SEJA MORTO À ESPADA...‖177

―...Cairá a seca sobre suas águas e se secarão‖...178 Esta figura é usada em Apocalipse
16:12, o secamento do Eufrates, na Sexta Taça. É bom lembrar que antes da invasão da
Babilônia antiga pelo desvio do Rio Eufrates, houve o cerco, quando, por dois anos, a
capital sofria ataques com flechas incendiárias, etc. Assim será no fim da grande
Babilônia observada as proporções em termos de potencial militar, tecnologia de guerra,
etc. As ―FLECHAS‖ de lá (Jeremias 51:3 e 11), não são as mesmas de cá, evidentemente.
As que atingirão BABILÔNIA ANTÍTIPO estão mais bem descritas no livro Evangelismo:

―Das janelas eu podia avistar uma terrível conflagração. Grandes bolas de fogo caíam
sobre as casas e destas bolas voavam FLECHAS INCANDESCENTES em todas as direções.
Era impossível apagar os fogos que se acendiam, e muitos lugares estavam sendo
destruídos.‖179

―Nas visões da noite passou diante de mim uma cena muito impressiva. Vi uma imensa
BOLA DE FOGO cair no meio de lindas habitações, destruindo-as imediatamente. Ouvi
alguns dizerem: ―Sabíamos que os juízos de Deus sobreviriam à Terra, mas não sabíamos
que viriam tão cedo.‖180

―Eis que levantarei um VENTO DESTRUIDOR contra Babilônia...‖181

―VENTO‖, tradicional e seguramente, significa GUERRA. A causa pois, que deu fim à
Antiga Babilônia, como repete o texto, é a mesma que arrasará a Contemporânea.
―Mesmo?‖, perguntaria você. É o que nos propõe, como será amplamente considerado,
Apocalipse 7:1-3. Ali, a conversa entre os anjos nos chama a atenção não apenas para o

176 Jeremias 50:35-37


177 Apocalipse 13:10
178 Jeremias 50:38
179 Evangelismo 29
180 Evangelismo 43
181 Jeremias 51:1
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

72

EFEITO destruidor, mas para a CAUSA. Espantados estão eles, trabalhando, bem ativos,
para IMPEDIR tal CONFLITO MUNDIAL, retratado pelo segurar dos quatro ventos. Para esta
CAUSA destruidora é que eles nos chamam a atenção. Não para algo que supomos
SOBRENATURAL, como aparentemente indica Apocalipse 16.

―Num momento caiu Babilônia...‖ ...―acabando tu de ler este livro, o atarás a uma PEDRA
e o lançarás no meio do Eufrates. E dirás: Assim será afundada Babilônia...‖ 182

Uma destruição rápida, por instrumento lançado do espaço. De cima para baixo. Figura
semelhante é usada em Apocalipse 18, quando o anjo toma uma grande pedra e a
lança sobre muitas águas, dando fim à sede da Grande Babilônia escatológica. A
propósito, Joel 2:30 nos descreve isto mesmo. Ali, o original hebraico indica não apenas
―COLUNA‖ mas ―PALMEIRAS DE FUMO‖. A figura é bem significativa. Leva-nos a
considerar Apocalipse 18:21.

―E mostrarei prodígios no céu, e na terra, sangue e fogo, e colunas de fumo.‖183

―...certamente te encherei de homens como de PULGÃO...‖184

Esta mesma expressão é usada em Joel 1:4, para descrever a destruição escatológica da
―Minha VIDE‖.

Como deve estar lembrado o leitor, biblicamente o termo ―VIDE‖ tem duas aplicações:

VIDE A. Povo de Deus, como é sobejamente sabido.


B. Tem também outro significado mais amplo:

―VIDE DA TERRA‖ Apocalipse 14:18, 19. A VIDE de Joel, que está sendo destruída por
GUERRA (simbolizada por gafanhotos, locustas, PULGÃO) é a VIDE DA TERRA. Uma
destruição GENERALIZADA, pela ―NAÇÃO DO NORTE‖ (Joel 2:20), como se observa em
todo o contexto do citado profeta. Haverá um pequeno capítulo nesta obra que tratará
dessa Escatologia de Joel.

182 Jeremias 51:8, 63-64


183 Joel 2:30
184 Jeremias 51:14, 27
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

73

―...Virá num ano um rumor; ...e haverá VIOLÊNCIA na terra, DOMINADOR CONTRA
DOMINADOR.‖...185 Pelo seu sentido óbvio, esta profecia tem mais particular aplicação no
término da História.

―Ainda que Babilônia subisse aos céus, e ainda que fortificasse a altura da sua fortaleza,
de Mim viriam destruidores sobre ela, diz o Senhor.‖186 Esta profecia também, em razão
dos sofisticados recursos tecnológicos espaciais, tem cumprimento mais específico em
relação com a atual Babilônia.

―...Porque o SENHOR DESTRÓI BABILÔNIA‖...187 Embora a predição acima sugira uma


atuação direta de Deus, o agente usado foi a Medo-Pérsia. Foi uma atuação INDIRETA
de Deus. Tanto lá como no fim, ao que tudo indica.

Existem, assim, nestes dois capítulos de Jeremias 50-51, não apenas algumas descrições
da identidade das duas Babilônias, mas de seu idêntico fim, pela ―NAÇÃO DO NORTE‖.
Lá, a Medo-Pérsia. No fim, os REIS DO NORTE correspondem a muitas nações
congregadas, citadas em Ezequiel 38 e 39.

A propósito, tais capítulos têm sido muito pouco explorados, através de investigação
despreconcebida. Ambos provêem muitos dados que permitem compreender a
sincronia total dos acontecimentos.

185 Jeremias 51:46


186 Jeremias 51:53
187 Jeremias 51:55
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

74

JERUSALÉM OUTRO CUMPRIMENTO


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

75

Num futuro próximo, o Espírito Santo Se afastará por completo da Terra, não por uma
decisão arbitrária de Deus, ou porque Jesus deixa de ser Mediador. Não. Com a rejeição
plena da Chuva Serôdia a humanidade se consolida no mal. Em outras palavras,
CULMINA ALI O PROCESSO DE ―PECADO CONTRA O ESPÍRITO SANTO‖. A máquina
humana se estragou tanto que não tem mais conserto. Nunca mais. Assim foi com a
geração pré-diluviana.188 Assim ocorreu também com a nação judaica, por rejeitarem
Jesus. Mesmo que o Espírito Santo aqui permanecesse, ninguém mais se converteria.
Perderam a capacidade do bem. Perderam o livre arbítrio. Estão fixados no mal. Esta é a
razão por que Jesus encerra Seu trabalho como Advogado do homem.

É claro, nessas condições, Satanás está totalmente livre e autorizado a atuar, a DESTRUIR.
Aliás, da Inspiração o seguinte texto:

―A ira de Satanás aumenta à medida


que o tempo se abrevia, e SUA OBRA
de engano e DESTRUIÇÃO atingirá o
auge no Tempo de Angústia.‖189

Perguntamos:
Após a Graça, Deus atuará DIRETA ou INDIRETAMENTE?
Ou então:
Será Deus ou Satanás o GRANDE DESTRUIDOR?
Como destacamos anteriormente, existem 2 GRUPOS
de passagens indicando a destruição do mundo em
futuro próximo após a Graça.

PRIMEIRO GRUPO DE PASSAGENS SEGUNDO GRUPO DE PASSAGENS


Apontam a destruição por uma Guerra
Aponta a destruição como causa das nações pobres contra
das Pragas e a Volta de Jesus as nações ricas (a grande Babilônia)
(destruição direta) culminando com a intervenção
de Jesus em Sua vinda

188 Gênesis 6:5


189 O Grande Conflito, 629
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

76

COMO SERÁ AFINAL?


Vamos responder essa pergunta com outra.
Há algum TIPO, símbolo, figura do passado, desta destruição pós-Graça? Nos destaques
dados às ocorrências em Gibeom e Perazim algo já foi dito a respeito. Mas aquela
proposição profética e bem como a resposta a pergunta merecem mais amplo
fundamento.

Do passado, o ACONTECIMENTO usado por MUITOS, são


as PRAGAS DO EGITO. Elas, como já vimos, estão
inseridas no Grupo de Juízos Diretos de Deus. Lá, de fato,
Deus ordenou a Seus anjos bons destruírem a nação.

Mas, efetivamente, o TIPO INDICADO POR JESUS está em


Mateus 24 A DESTRUIÇÃO DE JERUSALÉM. É também o
‗TIPO‘ indicado pelo Espírito de Profecia, amplamente
exposto no 1° capítulo do livro O Grande Conflito. Um
capítulo completo destacando o ‗TIPO‘ e o ‗ANTÍTIPO‘!

Alguns parágrafos sobre o ‗TIPO‘:

―Cristo viu em Jerusalém um Símbolo do Mundo endurecido na incredulidade e rebelião,


e apressando-se ao encontro dos JUÍZOS RETRIBUIDORES de Deus.‖...190 ―A profecia que
Ele proferiu era DUPLA em seu sentido: ao mesmo tempo em que prefigurava a
Destruição de Jerusalém, REPRESENTAVA igualmente os terrores do ÚLTIMO GRANDE
DIA.‖...191

A Babilônia Antiga foi usada como ‗TIPO‘ da Babilônia Moderna, porque tinha as mesmas
características, a mesma personalidade. O mesmo não se pode dizer de JERUSALÉM, que
foi apontada por Jesus como ‗TIPO‘ da Babilônia Moderna apenas em dois itens:
1. A incredulidade e rebelião de ambas
2. A maneira como seriam destruídas

190 O Grande Conflito, 20


191 O Grande Conflito, 23
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

77

Esta mesma questão é reassumida no capítulo 39 ―Aproxima-se o Tempo de Angústia‖.


Justo o capítulo que trata daí em diante, dos acontecimentos após a Graça.

Voltamos à pergunta: Qual dos 2 GRUPOS... Direto ou Indireto? Jesus, sobrenaturalmente


pelas Pragas e pela Sua volta, ou será Satanás, em grande medida, usando seus dois
métodos, suas duas armas de sempre:
1. Atuando na natureza, tornando-a agressiva e destruidora.
2. Despertando o espírito dos homens para conflitos armados, por razões
sociais, raciais, econômicas, religiosas, etc.
Bem tanto a Bíblia como o Espírito de Profecia indicam as duas coisas. Desde o Fim da
Graça até a 6ª Praga, os Juízos são INDIRETOS. A Satanás será permitido destruir, quando,
por fim, Deus intervirá: ―Iraram-se as nações, e veio a Tua Ira, ... e o tempo de destruíres os
que destroem a terra.‖192

Situação semelhante existe entre os dois grupos de passagens messiânicas. O Messias


seria Humilde e Sofredor, como também Glorioso e Senhor. Mas em ocasiões distintas.
Assim se harmonizam também os dois grupos de passagens escatológicas. Os ímpios se
destroem em grande medida até a 6ª Praga. A partir daí, Deus atua diretamente,
quando for ouvida do Céu a glória da Sua voz:

―O sétimo anjo derramou a sua taça no ar; e saiu uma grande voz do santuário, da parte
do trono, dizendo: Está Feito.‖193

―...Em meio dos céus agitados, acha-se um espaço claro de glória indescritível, donde
vem a voz de Deus como o som de muitas águas, dizendo: ‗Está Feito‘. (Apocalipse 6:17).
Essa voz abala os céus e a Terra.‖...194

Voltaremos ao assunto no capítulo que trata da Sétima Taça.

192 Apocalipse 11:18


193 Apocalipse 16:17
194 O Grande Conflito, 642
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

78

Com respeito à queda de Jerusalém, o ‗Testemunho de Jesus‘ nos apresenta uma série
de passagens com as devidas explicações sobre o ‗TIPO‘ e o ‗ANTÍTIPO‘. Este é o Princípio
apontado pelo Espírito de Profecia, que deve nortear a Escatologia Apocalíptica. Toda a
série „O Grande Conflito‟ insiste nesta direção.

Predito o Destino do Mundo


Comentários ao 1º Capítulo do livro O Grande Conflito

―O objetivo deste livro não consiste tanto em apresentar


novas verdades concernentes às lutas dos tempos anteriores,
como em aduzir fatos e princípios que têm sua relação com
os acontecimentos vindouros. Contudo, encarados como
uma parte do conflito entre as forças da luz e das trevas vê-
se que todos esses relatos do passado têm nova
significação; e por meio deles projeta-se uma luz no futuro,
iluminando a senda daqueles que, semelhantes aos
reformadores dos séculos passados, serão chamados,
mesmo com perigo de todos os bens terrestres, para testificar
da Palavra de Deus, e do testemunho de Jesus Cristo.‖195

―Desdobrar as cenas do grande conflito entre a verdade e o erro; revelar os ardis de


Satanás e os meios por que lhe podemos opor eficaz resistência; apresentar uma
solução satisfatória do grande problema do mal, derramando luz sobre a origem e a
disposição final do pecado, de tal maneira a manifestar-se plenamente a justiça e
benevolência de Deus em todo o Seu trato com Suas criaturas; e mostrar a natureza
santa, imutável de Sua lei eis os objetivos deste livro.‖...196

195 O Grande Conflito, 12


196 O Grande Conflito, 12
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

79

São seis os objetivos da preciosa obra. Já, desde o início, o 1° capítulo se propõe nos
explicar, detalhadamente, como aconteceu, quais as implicações envolvidas com a
Destruição de Jerusalém no ano 70 A.D., tão destacada que é sua importância, seu
significado para o Tempo do Fim:
a) de que maneira Deus atuou
b) de que maneira Satanás atuou
c) de que maneira os judeus atuaram
d) de que maneira o Exército Romano foi usado...

―Ah! se tu conhecesses também, ao menos neste teu dia, o que à tua paz pertence! mas
agora isto está encoberto aos teus olhos. Porque dias virão sobre ti, em que os teus
inimigos te cercarão de trincheiras, e te sitiarão, e te estreitarão de todas as bandas; e te
derribarão a ti e aos teus filhos que dentro de ti estiverem; e não deixarão em ti pedra
sobre pedra, pois que não conheceste o tempo da tua visitação." 197

A 1ª frase do capítulo é significativa: A lamentação de Jesus sobre o DESCONHECIMENTO


DO FIM DE JERUSALÉM pelo Seu povo. Desconheciam tudo sobre ―O QUE‖ e tudo sobre
―COMO‖. A mesma lamentação é feita ali a respeito da Igreja Remanescente em face
do FUTURO, tão pouco conhecido. O capítulo 37 de O Grande Conflito também trata
inteiramente desta questão. O instante apelo divino chega repetidamente a nós:
ESTUDAR PROFECIAS. ESTUDAR PROFECIAS. Esta é a Nossa Única Salvaguarda. Estão ali,
nesse capítulo 37 de O Grande Conflito, insistentes recomendações a respeito. Leia-o
atentamente. Está justo precedendo o capítulo que discorre sobre os últimos
acontecimentos da GRAÇA.

Mas voltemos ao ‗TIPO‘. Destacaremos algumas frases do referido 1° capítulo, com


comentários exegéticos para o devido destaque. Aquela destruição, como veremos, foi
simplesmente permitida por Deus, pelo afastamento de Sua presença:

―A hora de esperança e perdão passava-se rapidamente; a taça da ira de Deus,


...estava quase cheia‖...198

197 O Grande Conflito, 17; Lucas 19:42-44


198 O Grande Conflito, 18
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

80

...―Contemplava Ele (Jesus) o ANJO DESTRUIDOR com a espada levantada contra a


cidade; ...Tito e seu exército; ...Ouvia o tropel de exércitos‖...199

No ‗TIPO‘, o general Tito é tratado como ‗O ANJO DESTRUIDOR‘. Isto é muito significativo
no ‗TIPO‘ e no ‗ANTÍTIPO‘. Quem sabe seriam também seres humanos os ―ANJOS‖ que
derramam cada taça, em Apocalipse 16?

―Cristo viu em Jerusalém UM SÍMBOLO DO MUNDO endurecido na incredulidade e


rebelião, e apressando-se ao encontro dos juízos retribuidores de Deus.‖200 Vamos
arquivando esta soma de informações para as necessárias conclusões.

...―A profecia que Ele proferiu era DUPLA EM SEU SENTIDO: ao mesmo tempo em que
prefigurava a destruição de Jerusalém, REPRESENTAVA igualmente os terrores do último
grande dia.‖201

Observe no texto seguinte como Deus agiu, como Satanás agiu, e como os judeus
agiram:

...―AFASTOU DEUS então deles A PROTEÇÃO retirando o poder (o Espírito Santo) com que
RESTRINGIA a SATANÁS e SEUS ANJOS, de maneira que a nação ficou sob o controle do
chefe que haviam escolhido. ... SATANÁS estava À FRENTE da nação e as mais altas
autoridades CIVIS e RELIGIOSAS estavam sob o seu domínio.‖...202 Muito claro o texto. Ele
indica como culminou para os judeus o processo do PECADO CONTRA O ESPÍRITO SANTO.

―...Apareceram SINAIS e PRODÍGIOS, ...Sobre as nuvens, ao pôr-do-sol, DESENHAVAM-SE


CARROS e HOMENS DE GUERRA reunindo-se para a BATALHA.‖...203

199 O Grande Conflito, 19


200 O Grande Conflito, 20
201 O Grande Conflito, 23
202 O Grande Conflito, 26
203 O Grande Conflito, 27
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

81

―Depois que os Romanos, sob Céstio, cercaram a cidade, inesperadamente


abandonaram o cerco, ...Entretanto, a misericordiosa PROVIDÊNCIA DE DEUS estava
DIRIGINDO os acontecimentos.‖...204

A descrição nos mostra que embora Satanás fosse operar a destruição, tudo que ocorria
estava nos desígnios de Deus. Deus era como que o DIRETOR do filme, mas não o ATOR
do mesmo, o Agente Destruidor. Este papel coube a Satanás.

O parágrafo seguinte é ainda mais esclarecedor:

―Os judeus haviam forjado seus próprios grilhões; ... Seus sofrimentos são muitas vezes
representados como sendo castigo a eles infligido por DECRETO DIRETO da parte de Deus.
É ASSIM QUE O GRANDE ENGANADOR PROCURA ESCONDER SUA PRÓPRIA OBRA.‖205

Destacamos ainda mais, a seqüência do mesmo parágrafo:

...―Pela obstinada rejeição do amor e misericórdia divina, OS JUDEUS fizeram com que a
PROTEÇÃO DE DEUS FOSSE DELES RETIRADA, e PERMITIU-SE A SATANÁS DIRIGI-LOS
SEGUNDO A SUA VONTADE.‖...206 Note que Deus não foi arbitrário. A causa da retirada
da Sua presença deve ser debitada aos judeus. Veja a mesma situação no futuro, no
‗ANTÍTIPO‘:

...―As horríveis crueldades EXECUTADAS NA DESTRUIÇÃO DE JERUSALÉM são uma


DEMONSTRAÇÃO do poder vingador DE SATANÁS sobre os que se rendem ao seu
controle.‖207

O parágrafo seguinte completa o esclarecimento do que ocorreu com o ‗TIPO‘ e


semelhantemente, do que ocorrerá com o ‗ANTÍTIPO‘ após a Graça, pela retirada do
Espírito Santo:

204 O Grande Conflito, 28


205 O Grande Conflito, 32-33
206 O Grande Conflito, 33
207 O Grande Conflito, 33
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

82

―Não podemos saber quanto devemos a Cristo pela paz e proteção de que gozamos.
É o poder de Deus que impede que a humanidade
passe completamente para o domínio de Satanás.
...Quando, porém, os homens passam os limites da
clemência divina, a restrição é removida. Deus NÃO
fica em relação ao pecador como EXECUTOR da
sentença contra a transgressão; mas deixa
entregues a si mesmos os que rejeitam Sua
misericórdia, para colherem aquilo que semearam.
...O Espírito de Deus, persistentemente resistido, é
afinal RETIRADO do pecador, e então poder algum
permanece para dominar as más paixões da alma,
e nenhuma proteção contra a maldade e inimizade
de Satanás. A destruição de Jerusalém constitui
tremenda e solene advertência a todos os que estão tratando levianamente com os
oferecimentos da graça divina e resistindo aos rogos da misericórdia de Deus.‖208

Esclarecedor. Impressionante a sabedoria de Deus em assim agir. É Ele também muito


condescendente em nos contar COMO FOI e COMO SERÁ.

―A PROFECIA do Salvador relativa aos JUÍZOS que


deveriam cair sobre JERUSALÉM HÁ DE TER OUTRO
CUMPRIMENTO, do qual aquela terrível desolação
não foi senão TÊNUE SOMBRA. Na sorte da cidade
escolhida podemos contemplar a condenação de
um mundo que rejeitou a misericórdia de Deus e
calcou a pés a Sua lei.‖...209

...―Os registros do passado - o longo cortejo de TUMULTOS, CONFLITOS e REVOLUÇÕES, a


‗armadura daqueles que PELEJAVAM COM RUÍDO, e OS VESTIDOS QUE ROLAVAM NO
SANGUE‘210 - que são em contraste com os terrores DAQUELE DIA em que O ESPÍRITO DE

208 O Grande Conflito, 33


209 O Grande Conflito, 33-34
210 Isaías 9:5
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

83

DEUS SERÁ TOTALMENTE RETIRADO dos ímpios, não mais contendo as explosões das
paixões humanas e A IRA SATÂNICA. O mundo contemplará então, como nunca dantes,
os RESULTADOS DO GOVERNO DE SATANÁS.‖211

SATANÁS, tanto no ‗TIPO‘ como no ‗ANTÍTIPO‘ é o grande


DESTRUIDOR. O parágrafo seguinte cita na sua última
parte, JESUS INTERVINDO FINALMENTE NESSA DESTRUIÇÃO
GLOBAL, nessa guerra sem fronteiras:

...―Então (isto é: a seguir) os que não obedecem ao evangelho serão consumidos pelo
espírito de Sua boca, e serão destruídos com o RESPLENDOR DE SUA VINDA 212 Como o
antigo Israel, os ímpios destroem-se a si mesmos: caem pela sua iniqüidade.‖...213

Assim, a INTERVENÇÃO DE JESUS, na SUA VINDA, corresponde aos acontecimentos da 7ª


Trombeta e da 7ª Taça. Por fim, a amorável recomendação de Jesus:

―Acautelem-se os homens para que não aconteça negligenciarem A LIÇÃO QUE LHES É
COMUNICADA PELAS PALAVRAS DE CRISTO.‖...214

Podemos nós, com esta soma de informações de um


capítulo inteiro do livro ignorar e INSISTIR em continuar
apontando as PRAGAS DO EGITO como ‗TIPO‘ da
destruição final? Não é coerente. JERUSALÉM É O TIPO.
Assim o indicou Jesus em Mateus 24. Assim nos confirma o
―Testemunho de Jesus.‖

As pragas do Egito foram uma AÇÃO DIRETA DE DEUS


ATRAVÉS DE SEUS ANJOS. DIRETA e SOBRENATURAL.
Mas elas não são o TIPO.

211 O Grande Conflito, 34


212 II Tessalonicenses 2:8
213 O Grande Conflito, 34
214 O Grande Conflito, 34
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

84

O VERDADEIRO TIPO, a DESTRUIÇÃO DE JERUSALÉM, tem 3 características: 1)Um Conflito


Espiritual-Político-Militar, 2) Satanás, o grande destruidor, 3) Não foi uma destruição
sobrenatural.

Em verdade, o EXÉRCITO ROMANO foi o INSTRUMENTO


DE JUÍZO NA MÃO DE DEUS, ao mesmo tempo que
INSTRUMENTO DE DESTRUIÇÃO NA MÃO DE SATANÁS.

―As verdades bíblicas (profecias) são como pérolas


escondidas. Precisam ser procuradas, escavadas por
penosos esforços. ... mas é preciso paciência, reflexão
e oração para descobrir o precioso fio de ouro.‖215

...‖Precisamos examinar as Escrituras e cavar fundo nas


minas da verdade; pois as pedras preciosas nem
sempre se encontram na superfície; devemos procurá-
las como a um tesouro escondido.‖ 216

―Nas Escrituras, milhares de gemas da verdadese encontram ‗ocultas do pesquisador


superficial‘. Quanto mais investigardes, tanto maior será o vosso interesse...‖217

―Nós, com todas as nossas Vantagens Religiosas, deveríamos conhecer hoje muito mais
do que conhecemos.

215 Testemunhos de Jesus, 19


216 Exaltai-o, 230
217 Testemunhos Seletos, vol. 2, 96
218 Testemunhos para Ministros, 117
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

85

O Que Foi isso é o que há de Ser

“O que foi, isso é o que há de ser, e o que se fez, isso se tornará a fazer; de modo que
nada há novo debaixo do sol.” 219

“Aquilo que foi, será, com a exceção de que a luta vindoura se assinalará por uma
intensidade terrível, tal como o mundo jamais testemunhou.”220

Qual ou quais acontecimentos que ocorreram no passado e que a Bíblia nos indica,
nos chamam a tenção de que irão acontecer novamente?

1. Noé – Dilúvio

2. Ló – Sodoma e Gomorra

3. Discípulos - Jerusalém

219 Eclesiastes 1:9


220 O Grande Conflito, 11
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

86

Noé – Dilúvio

―Como foi nos dias de


Noé, assim será
também a vinda do
Filho do homem...

assim como nos dias


anteriores ao dilúvio,
comiam, bebiam,
casavam e davam-se
em casamento até o
dia em que Noé
entrou na arca,

e não o perceberam,
até que veio o dilúvio,
e os levou a todos;
assim será 221

―Deus está olhando para o mundo hoje como olhou no tempo de Noé. Ele está enviando
Sua mensagem ao povo hoje, como enviou nos dias de Noé.‖ 222

221 São Mateus 24:37-39


222 Review and Herald, 11/12/1900
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

87

Ló – Sodoma e Gomorra

―...da mesma forma aconteceu nos dias de Ló: comiam,


bebiam, compravam, vendiam, plantavam e
edificavam mas no dia em que Ló saiu de Sodoma
choveu fogo e enxofre, e os destruiu a todos; assim será
no dia em que o Filho do homem se há de manifestar

SODOMA ―Como a mais bela entre as cidades do vale


do Jordão era ‗como o jardim do Senhor‘(Éden) pela
sua fertilidade e beleza. ... flores todo o ano, ... rebanhos,
os tesouros do Oriente adornavam os palácios, ... o ano
inteiro parecia um ciclo de festividades.‖224

―Orgulho, preguiça, ociosidade, fartura, desprezo aos pobres, estes foram os pecados de
Sodoma.‖225

―Nada há mais desejável entre os homens do que riqueza e lazer, estas coisas
acarretaram a destruição.A ociosidade é a maior maldição que pode recair ao
homem... Satanás nunca é mais bem sucedido do que quando vem aos homens em suas
horas ociosas.

―Quando os homens estão despreocupados, enlevados nas diversões, absortos em


comprar e vender, o ladrão se aproxima com passos furtivos. Assim será na vinda do Filho
do homem.‖227

―Em Sodoma havia regozijo, orgia, violência, banquetes, bebedice, satisfação


sensual.‖228

223 Lucas 17:28-30


224 Patriarcas e Profetas, 153
225 Ezequiel 16:49-50
226 Patriarcas e Profetas, 153
227 EGW, carta 21, 1897; Eventos Finais, 200
228 Patriarcas e Profetas, 154
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

88

―Quando Ló advertiu os membros de sua família da destruição de Sodoma, eles


não quiseram atender a suas palavras, mas o consideraram um entusiasta fanático.
A destruição que ocorreu encontrou-os desprevenidos. Assim será quando Cristo vier
agricultores, negociantes, advogados, comerciantes, estarão inteiramente absortos nos
negócios, e o dia do Senhor virá sobre eles como um laço.‖229

―O pensamento de deixar aqueles a quem ele tinha


como os mais caros na Terra, ...era duro abandonar sua
casa luxuosa, e toda a riqueza adquirida pelos trabalhos de
uma vida inteira, ... pasmo pela tristeza, demorava-se,
relutante em partir

―LEMBRAI-VOS DA MULHER DE LÓ.‖231


―Aventurou-se a lançar um olhar para trás, para a cidade
condenada, e se tornou um monumento do juízo de Deus.
...Ao mesmo tempo em que seu corpo estava sobre a
planície, o coração apegava-se a Sodoma, e ela pereceu
com a mesma. Rebelara-se contra Deus porque Seus juízos
envolviam na ruína as posses e os filhos. ... porque a riqueza
que tinha levado anos para acumular devia ser deixada
para a destruição.

229 Review and Herald, 10-03-1904


230 Patriarcas e Profetas, 159
231 São Lucas, 17:32
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

89

―O Redentor do mundo declara que há maiores pecados do que aqueles pelos quais
Sodoma e Gomorra foram destruídas. ... Aqueles que ouvem o convite do evangelho
chamando os pecadores ao arrependimento, e não o atendem, são mais culpados
perante Deus do que o foram os moradores do vale de SidimE ainda maior pecado é o
daqueles que professam conhecer a Deus e guardar os Seus mandamentos, e contudo
negam a Cristo em seu caráter e vida diária

―Haverá menos rigor no dia do Juízo para as cidades da planície do que para aqueles
que conheceram o amor de Cristo, e contudo se desviaram à escolha dos prazeres de
um mundo de pecado

―Como os habitantes de Sodoma, o povo está sonhando com prosperidade e paz.


‗Escapa-te por tua vida‘ é a advertência dos anjos de Deus; mas outras vozes são
ouvidas a dizer: ―Não te deixes excitar; não há motivos para sustos‖. As multidões
clamam: ‗Paz e segurança‘, quando o Céu declara que repentina destruição está para
sobrevir ao transgressor.‖ 234

―AS CHAMAS QUE CONSUMIRAM AS CIDADES DA PLANÍCIE DERRAMAM SUA


LUZ DE ADVERTÊNCIA, ATÉ MESMO AOS NOSSOS TEMPOS.‖ 235

232 Patriarcas e Profetas, 161


233 Patriarcas e Profetas, 162
234 Patriarcas e Profetas, 164
235 Patriarcas e Profetas, 161
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

90

Discípulos – Jerusalém

―Quando saía do templo, disse-lhe um dos seus


discípulos:

Mestre, olha que pedras e que edifícios! Ao que Jesus


lhe disse: Vês estes grandes edifícios? Não se deixará
aqui pedra sobre pedra... 236

Depois, estando ele sentado no Monte das Oliveiras...


Pedro, João, Tiago e André perguntaram:

―Dize-nos quando serão estas coisas, e que sinal haverá


da tua vinda e do fim do mundo.‖237

236 Las guerras de los judios, 5.222


237 São Mateus, 24:3
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

91

―Quando, pois, virdes a abominação da desolação, de


que falou o profeta Daniel, no lugar santo, (quem lê,
entenda), então, os que estiverem na Judéia fujam para
os montes, quem estiver sobre o telhado não desça a
tirar alguma coisa de sua casa, e quem estiver no
campo não volte atrás a buscar seus vestidos. Mas ai das
grávidas e das que amamentarem naqueles dias! Orai
para que a vossa fuga não se dê no inverno, nem no
sábado.‖ 238

Algumas das pedras do edifício tinham 45 côvados de


comprimento, 5 de altura e 6 de largura. ‗O côvado
daquele tempo media mais ou menos meio
metro‘.comprimento 22,5m; altura 2,5m e largura de
3,0m. 239

JERUSALÉM – TIPO

―Cristo viu em Jerusalém um símbolo do mundo


endurecido na incredulidade e rebelião, e apressando-
se ao encontro dos juízos retribuidores de Deus... Jesus,
olhando para a últimageração, viu o mundo envolto em
engano semelhante ao que causou a destruição de
Jerusalém.‖ 240

238 São Mateus 24:15-20


239 Las guerras de los judios, 5.222
240 O Grande Conflito, 20
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

92

―No semblante do Filho de Deus estampava-se divina


piedade ao deitar Ele um demorado olhar ao templo, e
depois, aos ouvintes. Numa voz agitada por profunda
angústia de coração e amargas lágrimas, Ele exclamou:
‗Jerusalém, Jerusalém‘...241

... que matas os profetas, e apedrejas os que te são


enviados! Quantas vezes quis Eu ajuntar os teus filhos,
como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e
tu não quiseste!" 242

―Olhando através dos séculos futuros, via o povo do concerto espalhado em todos os
países, semelhantes aos destroços de um naufrágio em praia deserta. Nos castigos
prestes a cair sobre Seus filhos, não via Ele senão o primeiro gole daquela taça de ira que
no juízo final deveriam esgotar até às fezes.‖243

Anjos Malignos Sob Forma Humana


Entre os Ouvintes de Jesus
―Misturando-se com os ouvintes [de Jesus], achavam-se
anjos sob a forma de homens, fazendo suas sugestões,
criticando, interpretando erroneamente e representando
falsamente as palavras do Salvador.‖244

―...os principais sacerdotes e os anciãos do povo se


reuniram no pátio da casa do sumo sacerdote, e
deliberaram como prender Jesus a traição, e o matar.‖245

241 O Desejado de Todas as Nações, 620


242 São Mateus 23:37
243 O Grande Conflito, 21
244 Review and Herald, 11 de agosto de 1903
245 São Mateus, 26:3-4
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

93

―...sua mulher mandou


dizer-lhe: Não te envolvas
na questão desse Justo,
porque muito sofri hoje
em sonho por causa
dele.‖246

―Estando o povo reunido, perguntou-lhes Pilatos: Qual


quereis que vos solte? Barrabás, ou Jesus, chamado
Cristo? Pois sabia que por inveja o haviam entregado. ...
Pilatos, perante a turba disse: Pois que mal fez ele? Mas
eles clamavam ainda mais: Seja crucificado.

―Ao ver Pilatos que nada conseguia, antes pelo contrário


aumentava o tumulto, mandando trazer água, lavou as
mãos diante da multidão, dizendo: Sou inocente do
sangue dEste Justo, fique o caso convosco.‖247

Quando Pilatos se declarou inocente do sangue de


Cristo, Caifás respondeu com arrogância: "Caia sobre
nós o Seu sangue e sobre nossos filhos!"248 Essas terríveis
palavras foram repetidas pelos sacerdotes e pelo povo.
Tremenda sentença acabavam de pronunciar sobre si
mesmos, horrível herança para a posteridade.

“Isso se cumpriu literalmente nas dramáticas cenas da destruição de Jerusalém...‖249

246 São Mateus, 27:19


247 São Mateus, 27:24
248 São Mateus, 27:25
249 Vida de Jesus, 138
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

94

―Satanás com seus anjos, em forma humana, achava-se presente ao pé da cruz.


O arquiinimigo e suas hostes cooperavam com os
sacerdotes e príncipes. Os mestres do povo haviam
estimulado a turba ignorante a pronunciar julgamento
contra um homem a quem muitos dentre ela nem
sequer tinham visto, até serem solicitados a dar
testemunho contra Ele. Sacerdotes, príncipes, fariseus e
a endurecida plebe coligavam-se num satânico frenesi.
Os guias religiosos se uniram a Satanás e a seus anjos. Cumpriam-lhes as ordens.‖250

―Por causa de seus pecados, foi anunciada a ira contra


Jerusalém...‖251

―Quando fosse visto o sinal de aviso, os que desejavam


escapar não deveriam demorar-se. Por toda a terra da
Judéia, bem como em Jerusalém mesmo, o sinal para a
fuga deveria ser imediatamente obedecido. ...Não
deveriam hesitar um só instante, para que não fossem
apanhados pela destruição geral.‖
“O que foi, isso é o que há de ser”

―Afastou Deus então deles a proteção, retirando o poder com que restringia a Satanás e
seus anjos, de maneira que a nação ficou sob o controle do chefe que haviam
escolhido... Satanás suscitou as mais violentas e vis paixões da alma... Satanás estava à
frente da nação e as mais altas autoridades civis e religiosas estavam sob o seu
domínio.‖252
“O que foi, isso é o que há de ser”

250 O Desejado de Todas as Nações, 749


251 O Grande Conflito, 24
252 O Grande Conflito, 26
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

95

―Os chefes romanos esforçaram-se por infundir terror aos


judeus, e assim fazê-los render-se. Os prisioneiros que
resistiam ao cair presos eram açoitados, torturados e
crucificados diante do muro da cidade. Centenas eram
diariamente mortos desta maneira, e essa horrível obra
prolongou-se até que ao longo do vale de Josafá e no
Calvário se erigiram cruzes em tão grande número que
mal havia espaço para mover-se entre elas. ...De tão terrível maneira foi castigada
aquela espantosa imprecação proferida no tribunal de Pilatos.‖253

―Tito ordenou represálias contra os esfomeados. Quem quer


que fosse apanhado fora dos muros seria pregado na cruz.
Diariamente os soldados pregavam na cruz quinhentos
deles junto da cidade. Pouco a pouco foi surgindo em
volta, nas encostas da colina, uma verdadeira floresta de
cruzes, até que a falta de madeira obrigou a suspender o
horripilante suplício.‖254

―Quando Jesus deixar o Santíssimo, Seu Espírito refreador será retirado dos dominadores e
do povo. Serão deixados ao controle dos anjos maus.

―A ira de Satanás aumenta à medida em que o tempo se abrevia, e sua obra de engano
e destruição atingirá o auge no tempo de angústia.‖256

253 O Grande Conflito, 30


254 E a Bíblia Tinha Razão, 338
255 Testemunhos Seletos, vol. 1, 74
256 Maranata, 30
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

96

―Os homens não raciocinavam; achavam-se fora da razão, dirigidos pelo impulso e cega
raiva. Tornaram-se satânicos em sua crueldade... havia suspeita, inveja, ódio, contenda,
rebelião, assassínio. Não havia segurança em parte alguma.‖257
“O que foi, isso é o que há de ser”

―Tão atrozes eram os transes da FOME que homens roíam o couro de seus cinturões e
sandálias, e a cobertura de seus escudos... Milhares pereceram pela FOME e pela peste...
Maridos roubavam de sua esposa, e esposas de seu marido. Viam-se filhos arrebatar o
alimento da boca de seus pais idosos.‖258
“O que foi, isso é o que há de ser”

―As mãos das mulheres piedosas cozeram os próprios filhos; serviram-lhes de alimento na
destruição da filha do Meu povo.‖259

Depois que os soldados romanos haviam destruído o


templo de Jerusalém, enquanto a fumaça espessa ainda
subia de suas ruínas e os derrotados judeus ainda se
esvaíam em sangue, amaldiçoando e morrendo por
todos os lados, os romanos ‗carregaram seus estandartes
para dentro das câmaras do templo‘– diz Josefo – e,
colocando-os do lado oposto à porta oriental,
ofereceram sacrifícios aos estandartes. Os soldados
romanos vitoriosos profanaram o templo ao colocarem
ali, seus estandartes e sacrificarem porcos sobre o altar.

257 O Grande Conflito, 26


258 O Grande Conflito, 29
259 Lamentações 4:10
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

97

―A profecia do Salvador relativa aos juízos que deveriam


cair sobre Jerusalém HÁ DE TER OUTRO CUMPRIMENTO,
do qual aquela terrível desolação não foi senão tênue
sombra.

―Se bem que essas profecias tivessem tido cumprimento parcial na destruição de
Jerusalém, aplicam-se mais diretamente aos últimos dias.‖261

―O MUNDO CONTEMPLARÁ COMO NUNCA DANTES, OS


RESULTADOS DO GOVERNO DE SATANÁS

260 O Grande Conflito, 33


261 Testemunhos Seletos, vol.2, 351
262 O Grande Conflito, 34
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

98

―Estamos informados de uma MAIOR BATALHA a ter


lugar nas CENAS FINAIS da história da Terra.‖263

―REPETIR-SE-Á
A HISTÓRIA
PASSADA‖264

FIM DE JERUSALÉM
São Mateus 24
TIPO
FIM DO MUNDO São Marcos 13

São Lucas 21

1) RETIRADA DO ESPÍRITO SANTO


2) FOME, ANGÚSTIA, DESESPERO
3) FUGA DE EMERGÊNCIA
4) SATANÁS ESTAVA A FRENTE DA NAÇÃO
5) PAIXÕES SEM CONTROLE
6) DESTRUIÇÃO SEM MISERICÓRDIA
7) GUERRA

“O QUE FOI ISSO É O QUE HÁ DE SER


E O QUE SE FEZ, ISSO SE TORNARÁ A FAZER”265

263 Patriarcas e Profetas, 539


264 Testemunhos para Ministros, 116
265 Eclesiastes 1:9; O Grande Conflito,11
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

99

Portanto percebemos que SATANÁS, tanto no ‗TIPO‘ como no ‗ANTÍTIPO‘ é o grande


DESTRUIDOR. O texto a seguir cita, na sua última parte, JESUS INTERVINDO FINALMENTE
NESSA DESTRUIÇÃO GLOBAL, nessa guerra sem fronteiras:

―Então (isto é: a seguir) os que não obedecem ao evangelho serão consumidos pelo
espírito de Sua boca, e serão destruídos com o ESPLENDOR DE SUA VINDA. (II Tess. 2:8.)
Como o antigo Israel, os ímpios destroem-se a si mesmos; caem pela sua iniqüidade.‖266

Assim, a INTERVENÇÃO DE JESUS, na SUA VINDA, corresponde aos acontecimentos da 7ª


Trombeta e da 7ª Taça, como terá oportunidade de constatar no estudo das 7 Taças.
Temos a recomendação de Jesus:

―Acautelem-se os homens para que não aconteça negligenciarem A LIÇÃO QUE LHES É
COMUNICADA PELAS PALAVRAS DE CRISTO.‖267

Podemos nós, com esta soma de informações de um capítulo inteiro do livro ‗O Grande
Conflito‘ ignorar, podemos nós insistir em continuar apontando as PRAGAS DO EGITO
como ‗TIPO‘ da destruição final? Não é coerente. JERUSALÉM É O TIPO. Assim o indicou
Jesus em Mateus 24. Assim o confirma o ―Testemunho de Jesus‖.

As pragas do Egito foram uma AÇÃO DIRETA DE DEUS ATRAVÉS DE SEUS ANJOS. DIRETA e
SOBRENATURAL. Mas elas não são o TIPO. O VERDADEIRO TIPO, a DESTRUIÇÃO DE
JERUSALÉM, tem 3 características:

1) UM CONFLITO ESPIRITUAL – POLÍTICO – MILITAR


2) SATANÁS – O GRANDE DESTRUIDOR
3) NÃO FOI UMA DESTRUIÇÃO SOBRENATURAL.

Em verdade o EXÉRCITO ROMANO foi o INSTRUMENTO DE JUÍZO NA MÃO DE DEUS, ao


mesmo tempo que INSTRUMENTO DE DESTRUIÇÃO NA MÃO DE SATANÁS.

266 O Grande Conflito, 34


267 O Grande Conflito, 34
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

100

Aproxima-se o Tempo de Angústia


Comentários ao 39º Capítulo do livro O Grande Conflito

Para melhor compreensão de qualquer leitor, este capítulo poderia receber o seguinte
título:
TERMINOU O TEMPO DA GRAÇA

Ele nos traz uma série de dados sobre OCORRÊNCIAS, ACONTECIMENTOS no CÉU e na
TERRA, como resultado desta nova etapa do Plano da Salvação. As duas primeiras
páginas deste capítulo são ESCLARECEDORAS. Dados claros do que logo ocorrerá com o
‗ANTÍTIPO‘. O QUE ocorrerá e COMO ocorrerá. O 1° parágrafo destaca o fim do ministério
sacerdotal de Jesus. O ex-Réu que Se tornou nosso Advogado é promovido agora a Juiz.
Algumas frases da 1ª página:

―Cessa então Jesus de interceder no Santuário Celestial. ... Todos os casos foram
decididos para vida ou para morte. ... Deixando Ele o santuário, AS TREVAS cobrem os
habitantes da Terra.‖268

Trata-se, aqui, não de trevas físicas, mas espirituais. Foram-se a LUZ DO EVANGELHO, a LUZ
DO MUNDO, JESUS. É o contexto quem o indica. A propósito lembramo-nos de Jesus ter-
Se referido a este período pós-Graça da seguinte forma:

―Convém que Eu faça as obras dAquele que Me enviou, enquanto é dia; a noite vem,
quando ninguém pode trabalhar.‖269

DIA = Tempo da Graça


NOITE = Fim da Graça

Mas, agora o mesmo tema do 1° capítulo do livro O Grande Conflito é reassumido.


Novamente, empenhe-se para avivar sua atenção:

268 O Grande Conflito, 619


269 São João 9:4
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

101

―Removeu-se a restrição que estivera sobre os ímpios, e SATANÁS TEM DOMÍNIO


COMPLETO sobre os que finalmente se encontram impenitentes. ...O ESPÍRITO DE DEUS,
persistentemente resistido, foi, por fim, RETIRADO. Satanás mergulhará então os habitantes
da Terra em uma grande angústia final.‖

A ANGÚSTIA DO POVO PERSEGUIDO DE DEUS COMEÇOU ANTES DO FIM DA GRAÇA. Mas


com o Fim da Graça, o parágrafo destaca que também OS ÍMPIOS EXPERIMENTARÃO
DORAVANTE SEU TEMPO DE ANGÚSTIA, sob o domínio destruidor de Satanás. É o que nos
informa a parte seguinte do mesmo parágrafo:

―...Ao cessarem os ANJOS DE DEUS de CONTER OS VENTOS impetuosos das paixões


humanas, ficarão às soltas todos os ELEMENTOS DE CONTENDA. O MUNDO INTEIRO se
envolverá em RUÍNA MAIS TERRÍVEL do que a que sobreveio a JERUSALÉM na
antigüidade.‖270

Exegese do texto:

1. Estabelece relação direta e paralela com o ―TIPO‖: JERUSALÉM.


O ―TIPO‖ não são as Pragas do Egito. A única referência às
mesmas está nas páginas 632 e 633. Uma exegese rigorosa,
daquele parágrafo esclarecerá que as mesmas NÃO SÃO
IGUAIS, mas ―DE CARÁTER SEMELHANTE‖... Não são iguais na
causa, embora sejam iguais nos efeitos. Lembramo-nos do
significado teológico de ―semelhante‖, quando Deus criou o
homem. Somos a semelhança de Deus, mas muito longe de
sermos iguais.

Entretanto, a DESTRUIÇÃO DE JERUSALÉM É IGUAL. Na Causa e


no Efeito. Por isso foi indicada por Jesus como ‗TIPO‘. A
destruição no Egito é apenas igual NO EFEITO, nos seus
RESULTADOS devastadores. Por isso não se adequou para ser o
tipo. É isto que a exegese do texto quer significar.

270 O Grande Conflito, 620


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

102

2. O livro Patriarcas e Profetas, nos capítulos 23, 24 e 25, que tratam


respectivamente das Pragas do Egito, da Páscoa e do Êxodo,
estranha e curiosamente, não faz qualquer ligação, associação,
não estabelece qualquer vínculo ou correlação com as pragas
futuras. Muito estranho, porque praticamente no final de todos os
capítulos de Patriarcas e Profetas, e Profetas e Reis, há sempre
uma aplicação para o Tempo do Fim, dos assuntos neles
tratados. Este silêncio é, pois, uma evidência muito significativa.

A única referência feita no texto acima, ao período pós-Graça,


destaca apenas o cuidado protetor de Deus para com Seu
povo.

Fica pois, com este propositado silêncio da Pena Inspirada, visivelmente encerrado,
eliminado, qualquer esforço para se tomar as pragas do Egito como TIPO da destruição
final, porque a Inspiração não o faz e não dá margem para que o façamos.

Vamos voltar a considerar QUATRO INFORMAÇÕES que nos são destacadas na segunda
parte do 1° parágrafo:

1.) O ‗TIPO‘ é JERUSALÉM.


2.) Faz referência aos ―VENTOS‖, não mais contidos (ver Apocalipse 7:1-3),
objeto de nosso estudo no próximo capítulo. É evidente, ventos não
contidos significam... GUERRA. Não há alternativa.
3.) ―O MUNDO INTEIRO‖ indica GUERRA MUNDIAL.
4.) Seu Promotor: SATANÁS.

Ao tratar o capítulo 36 de ‗O Grande Conflito‘ dos JUÍZOS que já estão caindo sobre a
humanidade, antecipa a INSPIRAÇÃO o sadismo do ARQUI-DESTRUIDOR:

―...Satanás deleita-se na guerra... É SEU OBJETIVO incitar as nações à guerra umas contra
as outras‖...271

271 O Grande Conflito, 593


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

103

Fica, assim, muito claro, o papel de cada PARTICIPANTE nos acontecimentos a partir do
Fim da Graça:

 DA DIVINDADE: • Afastamento do Espírito Santo


• Atuação na Sétima Taça

 DOS ANJOS MAUS: • Domínio total e incitamento à destruição

 DA HUMANIDADE: • Paixões sem controle


• Ira das nações não contida
• Ventos em ação

Transcrevemos o capítulo 17 de ‗Vida e Ensinos‘: ―O Abalo das Potestades do Céu‖. Ali


percebemos a diferença entre potestades do Céu abaladas e potestades da Terra
igualmente abaladas. O abalo das potestades da Terra (Guerra) precederá o abalo das
potestades do céu, pela voz de Deus:

―A 16 de dezembro de 1848, o Senhor me deu uma visão acerca do abalo das


potestades do Céu. Vi que quando o Senhor disse ―céu‖, ao dar os sinais registrados por
São Mateus, São Marcos e São Lucas, Ele queria dizer, céu, e quando disse ―Terra‖, queria
significar Terra. As potestades do céu são o Sol, a Lua e as Estrelas. Seu governo é no
firmamento. As potestades da Terra são as que governam sobre a Terra. As potestades do
céu serão abaladas com a voz de Deus. Então o Sol, a Lua e as estrelas se moverão em
seus lugares. Não passarão, mas serão abalados pela voz de Deus. Nuvens negras e
densas subiam e chocavam-se entre si.‖272

―A atmosfera abriu-se e recuou; pudemos então olhar através do espaço aberto em


Órion, donde vinha a voz de Deus. A santa cidade descerá por aquele espaço aberto. Vi
que as potestades da Terra estão sendo abaladas agora, e os acontecimentos ocorrem
em ordem. Guerras e rumores de guerras, espada, fome e pestilência devem
primeiramente abalar as potestades da Terra, e então a voz de Deus abalará o Sol, a Lua
e as estrelas, e também a Terra. Vi que a agitação das potências na Europa não é como
alguns ensinam, o abalo das potestades do céu, mas sim o abalo das nações iradas.‖273

272 Vida e Ensinos, 110


273 Primeiros Escritos, 41
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

104

Podemos, a esta altura concluir o que todas as informações precedentes, inspiradas,


querem nos transmitir:

1. Abalo das Potestades da Terra: 1ª à 6ª taças


2. Abalo das Potestades do Céu: 7ª taça

Reassumindo o assunto da página 620 de ‗O Grande Conflito‘ destacamos agora o


parágrafo que segue ao já comentado:

―Um único anjo destruiu todos os primogênitos dos egípcios, enchendo a Terra de pranto.
Quando Davi ofendeu a Deus, por contar o povo, um anjo fez aquela terrível destruição
pela qual seu pecado foi punido. O mesmo poder destruidor exercido pelos santos anjos
quando Deus ordena, será exercido pelos maus quando Ele permitir. HÁ AGORA FORÇAS
PREPARADAS, E QUE AGUARDAM APENAS O CONSENTIMENTO DIVINO PARA ESPALHAREM
A DESOLAÇÃO POR TODA PARTE.‖274

Os dados fornecidos pelo parágrafo acima são os seguintes:

1. Na destruição egípcia, foi um ANJO DE DEUS.

2. Também um ANJO DE DEUS no censo de Davi.

3. Aos Seus anjos Deus ORDENA, pois são OBEDIENTES.

4. Aos anjos maus NÃO ORDENA, pois são DESOBEDIENTES. Deus os USA.
PERMITE que DESTRUAM. Assim será no Fim da Graça. ANJOS MAUS aliados
aos DIRIGENTES DAS NAÇÕES. É a ―EXPLOSÃO DAS PAIXÕES HUMANAS‖. O
ódio dos povos oprimidos contra a Rica e Opressora BABILÔNIA Ocidental.
Considere bem Apocalipse 18:6, amplamente comentado em Parábolas
de Jesus, páginas 178 e 179.

5. A edição em inglês, original, diz: ..―The same destructive power exercised


by holy angels when GOD COMMANDS, WILL BE EXERCISED BY EVIL ANGELS
WHEN HE PERMITS. There are forces now ready, and only waiting the divine
permission, to spread desolation everywhere.‖275

274 O Grande Conflito, 620


275 The Great Controversy, 521
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

105

Ainda mais: no texto, a ação destruidora dos anjos bons está mencionada com o verbo
no passado. Mas a destruição pelos anjos maus tem o verbo no futuro.

6. Jesus nos alerta que ―há agora forças preparadas... aguardando o


consentimento de Deus‖, Sua permissão, o afastamento da presença
restritora do Espírito Santo, ―para espalharem a desolação por toda parte‖.
No parágrafo seguinte, essa destruição pelos Ventos das Contendas, pela
Guerra, é chamada ―Juízos de Deus‖. Como também ocorreu com
Jerusalém. É verdade. Os ―Juízos de Deus‖ que cairão após a Graça, é
essa CONFLAGRAÇÃO MUNDIAL. O livro Profetas e Reis esclarece:

―Estamos no limiar da crise dos séculos. Em rápida sucessão os juízos de Deus se seguirão
uns aos outros FOGO, INUNDAÇÕES e TERREMOTOS, com GUERRAS e DERRAMAMENTO DE
SANGUE. ... O anjo da misericórdia não pode ficar muito tempo mais a proteger o
impenitente.‖276

Numa guerra dessa proporção toda a superfície da Terra se ressente: EXPLOSÕES


SUCESSIVAS, GIGANTESCAS. Fogo, inundações e terremotos serão constantes, por
conseqüência. A propósito, o livro ‗Evangelismo‘ menciona ―Grandes Bolas de Fogo‖
num contexto de ―uma terrível CONFLAGRAÇÃO‖ (GUERRA). Essas ―bolas de fogo‖, são
ali tratadas como ... ―Juízos de Deus‖.

CENA DE GRANDE DESTRUIÇÃO ―Na última sexta-feira, pela manhã, pouco antes de me
acordar, uma cena muito impressionante me foi apresentada. Parecia que eu me havia
acordado, mas não estava em meu lar. Das janelas eu podia avistar uma TERRÍVEL
CONFLAGRAÇÃO. Grandes bolas de fogo caíam sobre as casas e destas bolas de fogo
voavam flechas incandescentes em todas as direções. Era impossível apagar os fogos
que se acendiam, e muitos lugares estavam sendo destruídos. O terror do povo era
indescritível. ... Está próximo o tempo em que grandes cidades serão destruídas, e TODOS
DEVEM SER ADVERTIDOS DESTES JUÍZOS VINDOUROS. Quem, porém, está dando à
realização desta obra o dedicado serviço que Deus requer?‖277

276 Profetas e Reis, 278


277 Evangelismo, 28-29
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

106

CENA IMPRESSIONANTE ―Nas visões da noite passou diante de mim uma cena muito
impressiva. Vi uma imensa bola de fogo cair no meio de algumas lindas habitações,
destruindo-as imediatamente. Ouvi alguns dizerem: ‗Sabíamos que os juízos de Deus
sobreviriam à Terra, mas não sabíamos que viriam tão cedo‘. Outros, com acento de voz
agoniante, diziam: ‗Os Senhores sabiam! Por que, então, não nos disseram? Nós não
sabíamos.‘ Por toda parte ouvi pronunciarem-se semelhantes palavras de
exprobração.‖278

Ao estudarmos a 7ª Trombeta iremos perceber que ela abona essas informações da


Pena Inspirada. O mesmo ocorre com Joel, às cenas ali descritas. Também Ezequiel 38 e
39 bem como Daniel 11:40-45. Nesta passagem Daniel não narra ali uma ―Guerra
Espiritual‖. Nem o conflito pós-milênio em torno da Nova Jerusalém. Descreve um
CONFLITO MILITAR ENTRE NAÇÕES. A terminologia ali, citando navios, cavaleiros, carros,
etc. não é de um conflito espiritual, mas puramente militar. Todo o CONTEXTO DISTANTE,
assim como a HERMENÊUTICA, isto é, todo o Conjunto da ESCATOLOGIA BÍBLICA e do
ESPÍRITO DE PROFECIA o confirmam. Harmoniosamente as pedras deste quebra-cabeça
vão se encaixando. Seus contornos vão se ajustando admiravelmente.

278 Evangelismo, 43
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

107

Mantendo os Eventos Futuros na Perspectiva Correta

―Não somos agora capazes de descrever acuradamente as cenas a serem


representadas em nosso mundo no futuro; isto, porém, sabemos: que este é um tempo
em que precisamos velar em oração; pois o grande dia do Senhor está às portas.‖279

―As cenas que deverão desenrolar-se neste mundo não


são nem sequer sonhadas.‖280

―Precisamos estudar a realização dos propósitos de Deus


na história das nações e na Revelação das coisas
vindouras...‖281

―O inimigo das almas está operando com maestria a fim de controlar a mente humana;
e o que os servos de Deus fizerem, no sentido de advertir e preparar os homens para o
dia do juízo deve ser feito com rapidez.‖282

―Ergam os vigias agora a voz e dêem a mensagem que é verdade presente para este
tempo. Mostremos ao povo onde nos encontramos na história profética.‖283

―A profecia se cumpre rapidamente. Mais, muito mais deve ser dito acerca destes
assuntos tremendamente importantes. Perto está o dia em que será decidido para
sempre o destino de toda alma. Esse dia do Senhor muito se apressa. Os falsos vigias
estão erguendo o brado: ‗Tudo está bem‘; mas o dia de Deus se aproxima
rapidamente.‖284

279 Mensagens Escolhidas, vol. 2, 35


280 Testemunhos Seletos, vol. 2, 352
281 Educação, 183
282 Evangelismo, 25
283 Testemunhos Seletos, vol. 2 323
284 Fundamentos da Educação Cristã, 335
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

108

―Deve-se fazer um grande esforço para manter este assunto perante o povo. O solene
fato de que o dia do Senhor virá repentina e inesperadamente deve ser mantido não só
perante as pessoas do mundo, mas também diante de nossas próprias igrejas. A terrível
advertência da profecia é dirigida a toda alma. Ninguém julgue estar isento do perigo
de ser apanhado de surpresa. Não permitais que a interpretação profética de pessoa
alguma arrebate a convicção do conhecimento de ocorrências que revelam que este
grande acontecimento está bem próximo.‖285

Seriedade do Tempo e Necessidade de uma Preparação

―O ‗tempo de angústia como nunca houve‘ está prestes a manifestar-se sobre nós; e
necessitaremos de uma experiência que agora não possuímos, e que muitos são
demasiado indolentes para obter.‖286

―…O tempo que tantos estão deixando passar desperdiçado, deveria ser dedicado ao
encargo que Deus nos deu de preparar-nos para a crise que se aproxima.‖287

―Vi que o povo de Deus está em terreno encantado, e que alguns têm quase perdido o
senso da brevidade do tempo e o valor da alma.‖288

―O povo deve ser despertado em relação aos perigos do tempo presente. OS ATALAIAS
ESTÃO ADORMECIDOS.‖289

―O tempo é curto, por isso devemos trabalhar com diligência e


redobrada energia.‖290

285 Fundamentos da Educação Cristã, 335-336


286 O Grande Conflito, 674
287 Testemunhos Seletos, vol. 2, 323-324
288 Primeiros Escritos, 120
289 Testemunhos Seletos, vol. 2, 322
290 Testemunhos Seletos, vol. 3, 359
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

109

O ARMAGEDOM
1ª FASE
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

110

O Conflito Geral

Neste estudo, algumas perguntas precisam ser conscienciosamente respondidas. E serão,


pois as faremos à Bíblia e ao Espírito de Profecia.

Após oração pedindo guia, mente e coração abertos. Nenhuma confiança própria, mas
implícita em Deus, na presença e atuação do Espírito Santo. Assessoramento prometido
a todo pesquisador sincero, para clarear a mente e bem ‗aplicar os ensinos‘ da
Revelação.

―...o Espírito foi prometido por nosso Salvador para aclarar a Palavra a Seus servos, para
iluminar e aplicar os seus ensinos.‖291

A primeira pergunta neste tema é: Haverá uma 3ª Guerra Mundial Antes da Volta de
Jesus? Vamos analisar o assunto sem posições prévias e definitivas, antes que se conclua
o tema. Sim ou Não?

Pergunta-se à Bíblia, analisam-se os textos, os contextos próximos e distantes, e busca-se


a interpretação precisa, ou A MELHOR EXPLICAÇÃO, no COMENTÁRIO BÍBLICO
INSPIRADO, o ESPÍRITO DE PROFECIA. Esse é o método para se formar a Teoria.

Vamos ao 1º Grupo de Passagens, algumas que sugerem a inexistência, impossibilidade


do referido conflito:

1º GRUPO
VELHO TESTAMENTO NOVO TESTAMENTO
Isaías 13:9; 26:21; 28:21; 34:8 Mateus 24:30
Jeremias 30:23-24 II Pedro 3:10
Daniel 2:34, 44-45 Apocalipse 6:16,17; 14:14-20; cap. 16
Sofonias 1:2-3 etc
Malaquias 4:1 etc.

291 O Grande Conflito, 9


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

111

Passagens do 1º Grupo

―Eis que o dia do Senhor vem, horrendo, com furor e ira ardente; para por a terra em
assolação e para destruir do meio dela os seus pecadores.‖292

―Pois eis que o Senhor está saindo do seu lugar para castigar os moradores da terra por
causa da sua iniqüidade; e a terra descobrirá o seu sangue, e não encobrirá mais os seus
mortos.‖293

―Porque o Senhor se levantará como no monte Perazim, e se irará como no vale de


Gibeão, para realizar a Sua obra, a Sua estranha obra, e para executar o Seu ato, o Seu
estranho ato.‖294

―Pois o Senhor tem um dia de vingança, um ano de retribuições pela causa de Sião.‖295

―Eis a tempestade do Senhor! A Sua indignação já saiu, uma tempestade varredora;


cairá cruelmente sobre a cabeça dos ímpios. Não retrocederá o furor da ira do Senhor,
até que Ele tenha executado, e até que tenha cumprido os desígnios do Seu coração.
Nos últimos dias entendereis isso.‖296

―Estavas vendo isto, quando uma ―Pedra‖ foi cortada, sem auxílio de mãos, a qual feriu a
estátua nos pés de ferro e de barro, e os esmiuçou.‖297

―Mas, nos dias desses reis, o Deus do céu suscitará um reino que não será jamais
destruído; nem passará a soberania deste reino a outro povo; mas esmiuçará e
consumirá todos esses reinos, e subsistirá para sempre. Porquanto viste que do monte foi
cortada uma pedra, sem auxílio de mãos, e ela esmiuçou o ferro, o bronze, o barro, a
prata e o ouro, o grande Deus faz saber ao rei o que há de suceder no futuro. Certo é o
sonho, e fiel a sua interpretação.‖298

292 Isaías 13:9


293 Isaías 26:21
294 Isaías 28:21
295 Isaías 34:8
296 Jeremias 30:23-24
297 Daniel 2:34
298 Daniel 2:44-45
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

112

―Hei de consumir por completo tudo sobre a face da terra, diz o Senhor. Consumirei os
homens e os animais; consumirei as aves do céu, e os peixes do mar, e os tropeços
juntamente com os ímpios; e exterminarei os homens de sobre a face da terra, diz o
Senhor.‖299

―Pois eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que
cometem impiedade, serão como restolho; e o dia que está para vir, os abrasará, diz o
Senhor dos exércitos, de sorte que não lhes deixará nem raiz nem ramo.‖300

―Então aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem, e todas as tribos da terra se


lamentarão, e verão vir o Filho do homem sobre as nuvens do céu, com poder e grande
glória.‖301

―Virá, pois, como ladrão o dia do Senhor, no qual os céus passarão com grande
estrondo, e os elementos, ardendo, se dissolverão, e a terra, e as obras que nela há, se
queimarão.‖302

―...e diziam aos montes e aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos da face daquele
que está assentado sobre o trono, e da ira do Cordeiro; porque é vindo o grande dia da
ira deles; e quem poderá subsistir?‖303

―E olhei, e eis uma nuvem branca, e assentado sobre a nuvem um semelhante ao Filho
do homem, que tinha sobre a cabeça uma coroa de ouro, e na mão uma foice afiada.
E outro anjo saiu do santuário, clamando com grande voz ao que estava assentado
sobre a nuvem: Lança a tua foice e ceifa, porque é chegada a hora de ceifar, porque já
a seara da terra está madura. Então aquele que estava assentado sobre a nuvem meteu
a sua foice à terra, e a terra foi ceifada. Ainda outro anjo saiu do santuário que está no
céu, o qual também tinha uma foice afiada. E saiu do altar outro anjo, que tinha poder
sobre o fogo, e clamou com grande voz ao que tinha a foice afiada dizendo: Lança a

299 Sofonias 1‖2-3


300 Malaquias 4:1
301 São Mateus 24:30
302 II São Pedro 3:10
303 Apocalipse 6:16-17
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

113

tua foice afiada, e vindima os cachos da vinha da terra, porque já as suas uvas estão
maduras. E o anjo meteu a sua foice à terra, e vindimou as uvas da vinha da terra, e
lançou-as no grande lagar da ira de Deus. E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu
sangue do lagar até os freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios.‖304

As últimas pragas, que sugerem, a priori, a atuação direta de Deus na história,


encerrando-a.305

São assim, pois dezenas de passagens do 1° Grupo que sugerem DESTRUIÇÃO FINAL, não
por GUERRA, mas por Cristo em Sua vinda. Todas elas, de modo explícito ou implícito,
afirmam o fim de tudo pela presença e atuação de Cristo. Não esclarecem porém
E AQUI RESIDE A QUESTÃO, não esclarecem se ocorrerá de modo DIRETO ou INDIRETO, isto
é, se tal intervenção ocorrerá logo após a Graça ou na Sétima Praga. Mas deixam a
impressão de intervenção direta. Todavia nos antecipamos, note bem: todas estas
predições acima se cumprem na 7ª Taça, quando Jesus intervém diretamente nos
desastrosos negócios humanos. É isto que você constatará a seguir.

O 2° Grupo aponta uma GUERRA, CONFLAGRAÇÃO GERAL, CONFLITO MILITAR entre as


nações, precedendo a Volta de Jesus, e através da qual, em grande parte, serão
destruídas as nações. Algumas passagens:

2º GRUPO
VELHO TESTAMENTO NOVO TESTAMENTO
Jó 38:22, 23
Jeremias 4:19 e 20 25:31-32 Apocalipse 7:1-3; 17:16; 18:6 e 8 etc.
Ezequiel 38, 39
Daniel 11:40-45
Joel caps. 1, 2

304 Apocalipse 14:14-20


305 Apocalipse 16
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

114

Passagens do 2º Grupo

―Acaso entraste nos tesouros da neve, e viste os tesouros da saraiva, que eu tenho
reservado para o tempo da angústia, para o dia da peleja e da guerra?‖306

―Ah, entranhas minhas, entranhas minhas! Eu me torço em dores! Paredes do meu


coração! O meu coração se aflige em mim. Não posso calar; porque tu, ó minha alma,
ouviste o som da trombeta e o alarido da guerra. Destruição sobre destruição se
apregoa; porque já toda a terra está assolada; de repente são destruídas as minhas
tendas, e as minhas cortinas num momento.‖307

―Chegará o estrondo até a extremidade da terra, porque o Senhor tem contenda com
as nações, entrará em juízo com toda a carne; quanto aos ímpios, Ele os entregará à
espada, diz o Senhor. Assim diz o Senhor dos exércitos: Eis que o mal passa de nação
para nação, e grande tempestade se levantará dos confins da terra.‖308

―Profecia contra Gogue / Queda de Gogue‖ (É certo que algumas predições de


Ezequiel cap. 39, ao que tudo indicam, têm cumprimento pós-milênio).309

―Ora, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele; e o rei do norte virá como turbilhão
contra ele, com carros e cavaleiros, e muitos navios; e entrará nos países, e os inundará,
e passará para adiante. Entrará na terra gloriosa, e dezenas de milhares cairão; mas da
sua mão escaparão estes: Edom e Moabe, e as primícias dos filhos de Amom. E
estenderá a sua mão contra os países; e a terra do Egito não escapará. Apoderar-se-á
dos tesouros de ouro e de prata, e de todas as coisas preciosas do Egito; os líbios e os
etíopes o seguirão. Mas os rumores do oriente e do norte o espantarão; e ele sairá com
grande furor, para destruir e extirpar a muitos. E armará as tendas do seu palácio entre o
mar grande e o glorioso monte santo; contudo virá o seu fim, e não haverá quem o
socorra.‖310

306 Jó 38:22-23
307 Jeremias 4:19-20
308 Jeremias 25:31-32
309 Ezequiel caps. 38 e 39
310 Daniel 11:40-45
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

115

―Depois disto vi quatro anjos em pé nos quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos
da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra
árvore alguma. E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, tendo o selo do Deus vivo; e
clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado que danificassem a terra e
o mar, dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, ATÉ QUE selemos na
sua fronte os servos do nosso Deus.‖311

―E os dez chifres que viste, e a besta, estes odiarão a prostituta e a tornarão desolada e
nua, e comerão as suas carnes, e a queimarão no fogo.‖312

―Tornai a dar-lhe como também ela vos tem dado, e retribuí-lhe em dobro conforme as
suas obras; no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ela em dobro. ...Por isso, num
mesmo dia virão as suas pragas, a morte, e o pranto, e a fome; e será consumida no
fogo; porque forte é o Senhor Deus que a julga.‖313

A discordância entre estes 2 Grupos de passagens é apenas APARENTE. Os dois


acontecimentos, destruição por GUERRA e pela VINDA DE JESUS são viva realidade, mas,
como você verá ocorrerão no FIM DO TEMPO DO FIM, um precedendo o outro.

―Quatro poderosos anjos detêm os poderes da Terra até que os servos de Deus sejam
selados na fronte. As NAÇÕES DO MUNDO ESTÃO ANSIOSAS POR CONFLITOS, mas são
refreadas pelos anjos. Quando for removido esse poder moderador, virá um tempo de
aflição e angústia. Serão inventados mortíferos artefatos de guerra. Navios com seu
carregamento de seres humanos serão sepultados no grande abismo. Todos os que não
têm o espírito da verdade se unirão sob a liderança de agentes satânicos, mas deverão
ser mantidos sob controle até que chegue o tempo para a grande batalha do
Armagedom.‖314

É sumamente importante buscar esclarecimentos do Espírito de Profecia acerca de


algumas passagens desse 2° Grupo.

311 Apocalipse 7:1-3


312 Apocalipse 17:16
313 Apocalipse 18:6 e 8
314 7 SDA Bible Commentary, 967 – Eventos Finais, 205-206
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

116
―Os poderes do mal não darão por encerrado o conflito sem uma peleja. Mas a
Providência divina tem uma parte a desempenhar na batalha do Armagedom. Quando
a Terra for iluminada com a glória do anjo de Apocalipse dezoito, os elementos religiosos,
bons e maus, despertarão do sono, e os exércitos do Deus vivo tomarão o campo.315
Toda forma de mal há de lançar-se em intensa atividade. Anjos maus unem seus poderes
com homens maus, e, como têm estado em constante conflito e obtido uma experiência
nos melhores métodos de engano e combate, tendo-se fortalecido durante séculos, eles
não capitularão na última grande contenda sem uma furiosa luta. Será travada a batalha
do Armagedom. E nesse dia nenhum de nós deverá estar dormindo. Precisamos estar
bem despertos, como as virgens prudentes, tendo azeite em nossas vasilhas com nossas
lâmpadas. O poder do Espírito Santo deve estar sobre nós, e o Capitão do exército do
Senhor estará à frente dos anjos do Céu para dirigir a batalha. Solenes acontecimentos
ainda ocorrerão diante de nós. Soará uma trombeta após a outra; uma taça após a outra
será derramada sucessivamente sobre os habitantes da Terra. Cenas de estupendo
interesse se acham precisamente diante de nós, e estas coisas serão indicações seguras
da presença d‘Aquele que tem comandado todo movimento agressivo, que tem
acompanhado o andamento de Sua causa no decorrer de todos os séculos e que Se
comprometeu bondosamente a estar com o Seu povo em todos os seus conflitos até o
fim do mundo.‖316

Da análise dos passos bíblicos e dos trechos pertinentes do Espírito de Profecia surgem as
seguintes conclusões a respeito do Armagedom:
1. É uma batalha entre a verdade e o erro
2. É um conflito entre Cristo e Satanás
3. Dela participarão os anjos caídos
4. A luta será dirigida contra os filhos de Deus e
determinará uma grande Perseguição
5. As potências apóstatas (dragão, besta, e o falso profeta)
terão nele ativa participação (também guerreando entre si)318
6. Os reis da Terra também se encontrarão empenhados
na batalha, e sua atuação determinará um conflito de
caráter político-militar.

315 Manuscrito 175, 1899


316 Maranata, 255
317 Preparação para a Crise Final, 124
318 Apocalipse 17:16
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

117

Em outras palavras, o Armagedom é o último ato do drama milenar da luta entre o bem
e o mal; entre Cristo e Satanás, com seus anjos e seus sequazes humanos; entre a
verdade e o erro.

―Foi-me mostrado que OS JUÍZOS DE DEUS NÃO VIRIAM SOBRE ELES DIRETAMENTE DA
PARTE DO SENHOR, mas desta maneira; eles se colocam além de sua proteção. ...se,
depois de reiteradas advertências, resolverem fazer sua própria vontade, Ele não
encarregará Seus anjos de impedirem os decididos ataques de Satanás contra eles.
...Deus usará Seus inimigos como instrumentos para punir os que seguiram seus próprios e
perniciosos caminhos, pelos quais a verdade de Deus tem sido deturpada, desfigurada e
desonrada.‖ 319

319 The Paulson Collection, 136–1898 EF, 208


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

118

Comentários de Ellen G. White

João Testemunhou os Terrores dos Últimos Dias – ―João foi uma testemunha das terríveis
cenas que ocorrerão como sinais da vinda de Cristo. Viu exércitos sendo reunidos para a
batalha, e o coração dos homens desmaiando de terror. Viu a terra movida do seu lugar,
os montes transportados para o meio do mar, as ondas rugindo e tumultuadas, e os
montes estremecendo pela ondulação do terreno. Viu as taças da ira de Deus abertas, e
pestilências, fomes e mortes sobrevirem aos habitantes da terra.‖ 320

A Batalha do Armagedom a ser Brevemente Travada. – ―Existem apenas duas classes em


nosso mundo - os que são leais a Deus, e os que se acham sob a bandeira do príncipe
das trevas. Satanás e seus anjos descerão com poder e sinais e operando maravilhas
para enganar os que habitam sobre a terra, e se possível os próprios eleitos. A crise acha-
se precisamente sobre nós. Deve isto paralisar as energias daqueles que têm
conhecimento da verdade? É influência dos poderes do engano tão extensa que a
influência da verdade será sobrepujada? A batalha do Armagedom deve ser logo
travada. Aquele cujo manto se acha escrito, Rei dos reis e Senhor dos senhores, dirige os
exércitos dos céus em cavalos brancos, vestidos de linho fino, puro e branco.‖ 321

―Toda forma de mal há de lançar-se em intensa atividade. Anjos maus unem seus
poderes com homens maus, e, como têm estado em constante conflito e obtido uma
experiência nos melhores métodos de engano e combate, tendo-se fortalecido durante
séculos, eles não capitularão na última grande contenda sem uma furiosa luta. O mundo
inteiro estará de um lado ou do outro da questão. Será travada a batalha do
Armagedom, e esse dia não deverá encontrar nenhum de nós adormecido. Devemos
estar bem despertos, como as virgens prudentes, tendo azeite em nossas vasilhas e em
nossas lâmpadas. ... O poder do Espírito Santo deve estar sobre nós, e o Capitão do
exército do Senhor estará à testa dos anjos do Céu para dirigir a batalha. Ainda
ocorrerão diante de nós solenes acontecimentos. Soará uma trombeta após a outra,
será derramada uma taça após a outra sobre os habitantes da Terra. Cenas de
estupendo interesse estão precisamente diante de nós.‖322

320 Review and Herald, 11 de janeiro de 1887


321 Manuscrito 172, 1899
322 Carta 109, 1890; Maranata 255
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

119

Satanás reúne as suas forças para a última batalha – ―O tempo presente é solene, terrível,
para a igreja. Os anjos já estão preparados, esperando a ordem de Deus para
derramarem as suas taças de ira sobre o mundo. Anjos destruidores estão assumindo a
obra de vingança, pois o Espírito de Deus está gradualmente afastando-se do mundo.
Satanás está também reunindo suas forças do mal, dirigindo-se ‗aos reis do mundo
inteiro‘, para os congregar sob sua bandeira, para serem preparadas para a ‗peleja do
grande dia do Deus Todo-Poderoso‘. Satanás há de fazer os mais diligentes esforços para
o domínio do grande conflito final. Os princípios fundamentais serão apresentados, e
feitas decisões em relação a eles. O ceticismo prevalece por toda parte. Abunda a
impiedade. A FÉ DOS MEMBROS INDIVIDUAIS DA IGREJA SERÁ PROVADA COMO SE NÃO
HOUVESSE OUTRA PESSOA NO MUNDO.‖323

323 Manuscrito, 12, 1890


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

120

O ARMAGEDOM
2ª FASE
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

121

Satanás é Solto de sua Prisão

―Quando ... se completarem os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, e sairá a
seduzir as nações que há nos quatro cantos da Terra.‖324

―Ao fim dos mil anos ocorrerá a segunda ressurreição. Então os ímpios ressuscitarão dos
mortos, comparecendo perante Deus para a execução do "juízo escrito". Assim, o escritor
do Apocalipse, depois de descrever o ressurgir dos justos, diz: "Mas os outros mortos não
reviveram, até que os mil anos se acabaram." 325 A respeito dos ímpios Isaías declara:
"Serão amontoados como presos numa masmorra, e serão encerrados num cárcere, e
serão visitados depois de muitos dias." 326

Agora Satanás se prepara para a última e grande luta pela supremacia. Enquanto
despojado de seu poder e separado de sua obra de engano, o príncipe do mal se
achava infeliz e abatido; mas, sendo ressuscitados os ímpios mortos, e vendo ele as
vastas multidões a seu lado, revivem-lhe as esperanças, e decide-se a não render-se no
grande conflito. Arregimentará sob sua bandeira todos os exércitos dos perdidos, e por
meio deles se esforçará por executar seus planos. Os ímpios são cativos de Satanás.
Rejeitando a Cristo, aceitaram o governo do chefe rebelde. Estão prontos para receber
suas sugestões e executar-lhe as ordens. Contudo, fiel à sua astúcia original, ele não se
reconhece como Satanás. Pretende ser o príncipe que é o legítimo dono do mundo, e
cuja herança foi dele ilicitamente extorquida. Representa-se a si mesmo, ante seus
súditos iludidos, como um redentor, assegurando-lhes que seu poder os tirou da sepultura,
e que ele está prestes a resgatá-los da mais cruel tirania. Havendo sido removida a
presença de Cristo, Satanás opera maravilhas para apoiar suas pretensões. Faz do fraco
forte, e a todos inspira com seu próprio espírito e energia. Propõe-se guiá-los contra o
acampamento dos santos e tomar posse da cidade de Deus. Com diabólica exultação
aponta para os incontáveis milhões que ressuscitaram dos mortos, e declara que como
seu guia é muito capaz de tomar a cidade, reavendo seu trono e reino.‖327

324 Apocalipse 20:7-8


325 Apocalipse 20:5
326 Isaías 24:22
327 Maranata, 335
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

122

Os Ímpios Preparam-se Para Atacar a Nova Jerusalém

―Satanás ... sairá a seduzir as nações ..., a fim de reuni-los para a peleja.‖328

―Naquela vasta multidão há muitos que pertenceram à raça de grande


longevidade que existiu antes do dilúvio. ... Há reis e generais que venceram
nações, homens valentes que nunca perderam batalha, guerreiros orgulhosos,
ambiciosos, cuja aproximação fazia tremer os reinos. NA morte não
experimentaram mudança alguma. Ao subirem da sepultura, retomam o fio de seus
pensamentos exatamente onde ele cessou. São movidos pelo mesmo desejo de vencer,
que os governava quando tombaram. Satanás consulta seus anjos, e depois esses reis,
vencedores e guerreiros poderosos. Olham para a força e número ao seu lado, e
declaram que o exército dentro da cidade é pequeno em comparação com o seu,
podendo ser vencido. Formulam seus planos para tomar posse das riquezas e glória da
Nova Jerusalém. Todos imediatamente
começam a preparar-se para a batalha.
Hábeis artífices constroem petrechos de
guerra. Chefes militares, famosos por seus
êxitos, arregimentam em companhias e
divisões as multidões de homens
aguerridos.
Finalmente é dada a ordem de avançar,
e o inumerável exército se põe em
movimento - exército tal como nunca foi
constituído por conquistadores terrestres, tal como jamais poderiam igualar as forças
combinadas de todas as eras, desde que a guerra existe sobre a Terra. Satanás, o mais
forte dos guerreiros, toma a dianteira, e seus anjos unem as forças para esta luta final. Reis
e guerreiros estão em seu séquito, e as multidões seguem em vastas companhias, cada
qual sob as ordens de seu designado chefe. Com precisão militar as fileiras cerradas
avançam pela superfície da Terra, quebrada e desigual, em direção à cidade de Deus.
Por ordem de Jesus são fechadas as portas da Nova Jerusalém, e os exércitos de Satanás
rodeiam a cidade, preparando-se para o assalto.‖329

328 Apocalipse 20:7-8


329 Maranata, 336
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

123

A Destruição do Pecado e dos Pecadores

―Eis que vem o dia e arde como fornalha; todos os soberbos e todos os que cometem
perversidade serão como o restolho; o dia que vem os abrasará, diz o Senhor dos
Exércitos, de sorte que não lhes deixará nem raiz nem ramo.‖330

―Apesar de ter sido Satanás constrangido a reconhecer a justiça de Deus e a curvar-se à


supremacia de Cristo, seu caráter permanece sem mudança. O espírito de rebelião, qual
poderosa torrente, explode de novo. Cheio de frenesi, decide-se a não capitular no
grande conflito. Chegado é o tempo para uma última e desesperada luta contra o Rei
do Céu. Arremessa-se para o meio de seus súditos e esforça-se por inspirá-los com sua
fúria, incitando-os a uma batalha imediata. Mas dentre todos os incontáveis milhões que
seduziu à rebelião, ninguém há agora que lhe reconheça a supremacia. Seu poder
chegou ao fim. Os ímpios estão cheios
do mesmo ódio a Deus, o qual inspira
Satanás; mas vêem que seu caso é sem
esperança, que não podem prevalecer
contra Jeová. Sua ira se acende contra
Satanás e os que foram seus agentes
no engano, e com furor de demônios
voltam-se contra eles.
Diz o Senhor: "Pois que estimas o teu
coração como se fora o coração de Deus, eis que Eu trarei sobre ti estranhos, os mais
formidáveis dentre as nações, os quais desembainharão as suas espadas contra a
formosura da tua sabedoria e mancharão o teu resplendor. À cova te farão descer. ... E
te farei perecer, ó querubim protetor, entre pedras afogueadas. ... Por terra te lancei,
diante dos reis te pus, para que olhem para ti. ... Em grande espanto te tornaste e nunca
mais serás para sempre." 331...
De Deus desce fogo do céu. A terra se fende. São retiradas as armas escondidas em suas
profundezas. Chamas devoradoras irrompem de cada abismo hiante. As próprias rochas
estão ardendo. Vindo é o dia que arderá ‗como forno‘. Os elementos fundem-se pelo
vivo calor, e também a Terra e as obras que nela há são queimadas.‖ 332

330 Malaquias 4:1


331 Ezequiel 28:6-8, 16-19
332 II Pedro 3:10 – Maranata, 345
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

124

O Julgamento Final 333

Todas as Obras Serão Trazidas a Juízo 334

Cristo é o Juiz 335

Recompensa e Castigos 336

A Vista Panorâmica Acima da Cidade Santa 337

Personagens Históricos Presentes ao Julgamento 338

Os Ímpios Reconhecem a Justiça de Deus 339

O Caráter de Deus é Vindicado 340

333 Maranata, 337


334 Maranata, 338
335 Maranata, 339
336 Maranata, 340
337 Maranata, 341
338 Maranata, 342
339 Maranata, 343
340 Maranata, 344
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

125

A SOLTURA DOS 4 VENTOS


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

126

Os Juízos de Deus na Terra

―Depois disto vi quatro anjos em pé nos quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos
da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra
árvore alguma. E vi outro anjo subir do lado do sol
nascente, tendo o selo do Deus vivo; e clamou
com grande voz aos quatro anjos, a quem fora
dado que danificassem a terra e o mar, dizendo:
Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as
árvores, ATÉ QUE selemos na sua fronte os servos
do nosso Deus.‖341

Apenas sobre Apocalipse 7:1-3 são dezenas de textos confirmando, de maneira implícita
ou explícita, a veracidade de um CONFLITO ARMADO entre as NAÇÕES, após a retirada
do Espírito Santo no FIM DA GRAÇA. Transcrevemos alguns:

―Só nos resta, por assim dizer, um pequeno instante.


Mas, conquanto nação se esteja levantando contra
nação e reino contra reino, não se desencadeou
ainda um CONFLITO GERAL. Ainda os quatro ventos
sobre os quatro cantos da Terra estão sendo retidos
até que os servos de Deus estejam assinalados na
testa. Então as potências do mundo hão de mobilizar
suas forças para a última grande batalha.‖342

―Pouco antes de entrarmos nele (no tempo de angústia), todos nós recebemos o selo do
Deus vivo. Então eu vi os quatro anjos deixarem de segurar os quatro ventos. E vi fome,
pestilência e ESPADA, nação se levantava contra nação, e o mundo inteiro estava em
confusão.‖343

341 Apocalipse 7:1-3


342 Testemunhos Seletos, vol. 2, 369
343 Day-Star, 14-3-1846 EGW
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

127

―Quatro poderosos anjos seguram os poderes da terra


até que os servos de Deus sejam assinalados na
fronte. As nações do mundo são ávidas de conflito;
mas elas são retidas pelos anjos. Quando for
removido esse poder repressor, haverá um tempo de
aflição e angústia. Serão inventados mortíferos
instrumentos de GUERRA. Navios, com sua carga viva,
serão sepultados nas profundezas do mar. Todos os
que não possuem o espírito da verdade unir-se-ão
sob a liderança de agentes satânicos. Mas devem
ser mantidos sob controle até chegar o tempo para
a grande batalha do ARMAGEDOM.‖344

Este parágrafo é sumamente esclarecedor. Traz-nos


três informações bem distintas:

1. Após o selamento, isto é, encerrada a Graça,


os ventos serão soltos.
2. Segue-se, pois, uma GUERRA GERAL.
3. Tal conflito militar é nele denominado ARMAGEDOM.

―As grandes conflagrações e desastres em terra e mar que têm visitado nosso país,
eram uma advertência do que está prestes a sobrevir ao mundo. Deus quer mostrar ao
homem que Ele pode acender sobre seus ídolos um fogo que a água não pode extinguir.
A GRANDE CONFLAGRAÇÃO GERAL está justamente à frente, quando todo este trabalho
perdido da vida será varrido numa noite e num dia.‖345

―Os anjos estão segurando os quatro ventos. É Deus quem mantém as potestades
em sujeição. Os anjos não as soltaram por não estarem ainda selados todos os santos.
AO LEVANTAR MIGUEL, ESTA TRIBULAÇÃO ESTARÁ SOBRE TODA A TERRA, pois eles estão
prontos para assoprar. Há um impedimento por não estarem selados os santos. Sim,
publica estas coisas que tens visto e ouvido, e as bênçãos de Deus estarão contigo.‖346

344 Carta 79, 1900 EGW


345 Testemunhos para a Igreja, vol. 4, 49
346 The Great Second Advent Movement, 274 - palavras ditas em visão por EGW a J. N.

Lougborough
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

128

―Nas últimas cenas da história terrestre, GRASSARÁ A GUERRA (alastrar-se-á). Haverá


epidemias, pragas e fomes. As águas do oceano transporão os seus limites. Propriedades
e vidas serão destruídas pelo fogo e por inundações.‖347

Assim, todas essas declarações acima destacam, explicitamente, não apenas que
HAVERÁ a Terceira Guerra Mundial, mas também, claramente, QUANDO ela terá início:
quando o Espírito Santo de Deus se afastar, retirando Seu poder repressor, ao Se ―levantar
Miguel‖ 348 no Fim da Graça, após o SELAMENTO.

Ora, nem seriam necessários tais comentários do Espírito de Profecia para se entender
Apocalipse 7:1-3. Uma exegese cuidadosa nos indica que OS ANJOS BONS, dirigidos por
Deus, estarão encarregados, não de destruir a terra, mas de evitar, adiar tão detestável
acontecimento, ou seja, uma GUERRA GERAL. Isto, porém, apenas até o Selamento, que
ocorre poucos dias antes do Fim da Graça.

É elementar:

GUERRA Representada pelos ‗VENTOS‘


MUNDIAL Porque ‗4 ventos‘ correspondem aos
4 pontos cardeais: Leste, Oeste, Norte e Sul.

Também Apocalipse 7:1-3 destaca, chama a atenção, para a CAUSA da destruição:


―Segurai, segurai, segurai‖. Não advertem os seres humanos para o desastre das pragas
de Apocalipse 16, como águas se transformando em sangue (literais), etc. Mas para o
efeito destruidor dos VENTOS quando forem soltos.

É isso. O segurar dos ventos perdurará apenas até o SELAMENTO - ―até que estejam
selados‖. E esse selamento se dará poucos dias antes do Fim da Graça.

Essa é uma exegese clara, segura, natural e não tendenciosa.

347 Review and Herald, 19-10-1897


348 Daniel 12:1
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

129

Será conveniente ler um capítulo inteiro a respeito, com uma gama de informações
impressionantes. Encontra-se no livro Testemunhos Seletos, vol. 3, 280-287 A ÚLTIMA CRISE.

Você deve ter notado, pela leitura feita, que esse capítulo ―A Última Crise‖ confirma:
HAVERÁ UMA GUERRA MUNDIAL, QUANDO SERÁ, e COMO SERÁ. Pobres e oprimidos
(países e indivíduos) dando vazão ao seu ódio contra seus opressores a rica Babilônia de
Apocalipse 18, também referida em São Tiago capítulo 5.

Mas leia sempre com caneta e lápis de cor à mão. Anote a margem. Destaque sublinhe
frases, palavras, etc. Relacione cada parágrafo com os demais.

―Eia, pois agora vós, ricos, chorai e pranteai, por vossas misérias, que sobre vós hão de vir.
As vossas riquezas estão apodrecidas, e os vossos vestidos estão comidos da traça. O
vosso ouro e a vossa prata enferrujaram; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e
comerá como fogo a vossa carne. Entesourastes para os últimos dias.‖349

É isto. Enquanto os fiéis sofrem uma perseguição a nível mundial, Deus PERMITE, dá o Seu
CONSENTIMENTO a essa explosão de ódio dos povos oprimidos contra a corrupta, rica e
opressora Babilônia. A propósito, mais um texto de Parábolas de Jesus. Alguns países
oprimidos são ali destacados. Citados como ―instrumentos de JUÍZO‖ contra Babilônia.

―Neste tempo, em que prevalece a iniqüidade, podemos saber que a última crise está à
porta. ...Próximo está o tempo em que dirá: ‗Vai pois, povo Meu, entra nos teus quartos, e
fecha as tuas portas sobre ti: esconde-te só por um momento, até que passe a ira.
Porque eis que o Senhor sairá do Seu lugar, para castigar os moradores da Terra, por
causa da sua iniqüidade, e a Terra descobrirá o seu sangue, e não encobrirá mais
aqueles que foram mortos.‘ 350 Homens que pretendem ser cristãos podem defraudar e
oprimir os pobres; podem roubar aos órfãos e viúvas; condescender com seu ódio
satânico por não poderem dominar a consciência dos filhos de Deus; porém Deus trará
tudo isto a juízo. ―Porque o juízo será sem misericórdia sobre aquele que não fez
misericórdia.‖351 Brevemente estarão perante o Juiz de toda a Terra, para prestar contas

349 São Tiago 5:1-3


350 Isaías 26:20-21
351 São Tiago 2:13
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

130

pelos sofrimentos físicos e morais infligidos à Sua herança. ...Deus lhes pagará
dobradamente por seus pecados. Referente a Babilônia, o símbolo da igreja apóstata,
diz a Seus ministros de juízo: Os seus pecados se acumularam até ao Céu, e Deus Se
lembrou das iniqüidades dela. Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado, e retribuí-lhe em
dobro conforme as suas obras: no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ela em
dobro.352 Da ÍNDIA, da ÁFRICA, da CHINA, das ilhas do mar, dos milhões de oprimidos
dos países chamados cristãos, sobe para Deus o clamor do tormento humano. Esse
clamor não permanecerá muito tempo sem ser atendido.‖353

Leia ainda, a propósito, com essa noção, o precioso livrinho Vida no Campo que destaca
a luta renhida que haverá entre OS SINDICATOS DOS POBRES contra O SINDICATO DAS
NAÇÕES RICAS (a grande Babilônia).

As outras passagens referidas no 2° Grupo mereceriam ser aqui igualmente estudadas.


Porém é interessante que o estudante por si mesmo as estude. Há centenas de
informações mais, ali contidas, confirmando a eclosão deste Conflito Mundial que é de
natureza espiritual-político-econômico-social-moral-militar. Não há como dissociá-los.
Mesmo o conflito ocorrido no Céu, embora de natureza ESPIRITUAL, teve também seu
aspecto POLÍTICO, SOCIAL, MORAL e MILITAR. (veja os textos abaixo):

―Então houve guerra no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o Dragão. E o
dragão e os seus anjos batalhavam.‖354

Comentando tal acontecimento, assim esclarece a Pena Inspirada:

―...Houve então guerra no céu. Anjos se empenharam em batalha;...‖355

―...Os anjos foram dispostos em ordem por companhias, cada divisão com um mais
categorizado a sua frente.‖...356

352 Apocalipse 18:5-6


353 Parábolas de Jesus, 178-179
354 Apocalipse 12:7
355 Primeiros Escritos, 146
356 Primeiros Escritos, 145
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

131

A terminologia usada pela Inspiração é inequívoca, bem como o seu contexto. Embora o
grande conflito entre Cristo e Satanás seja de natureza espiritual, como foi visto, teve
também a sua conotação militar. ASSIM SERÁ da mesma forma no desfecho final,
quando os perdidos, homens e anjos, terão antes do ataque à Nova Jerusalém, tempo
suficiente para prepararem ―petrechos de guerra‖, isto é, armamentos para um final
encontro igualmente militar. 357

Anjos acham-se
hoje a refrear
os VENTOS das
contendas,
para que não
soprem antes
que o mundo
haja sido avisado de sua condenação vindoura; mas está-se formando uma TEMPESTADE,
prestes a irromper sobre a Terra; e quando Deus ordenar a Seus anjos que soltem os
VENTOS, haverá uma CENA DE LUTAS QUE NENHUMA PENA PODERÁ ESCREVER".358

Sempre que a Bíblia e o Espírito de Profecia tratam


de lutas e conflitos futuros, a palavra que se nos
apresenta é TEMPESTADE, chamando nossa atenção
e indicando de maneira clara e ostensiva a fúria do
conflito final entre as Nações.

―A juventude deve buscar mais fervorosamente a


Deus. APROXIMA-SE A TEMPESTADE, e precisamos
aprontar-nos para sua FÚRIA mediante
arrependimento para com Deus e fé em nosso
Senhor Jesus Cristo‖. 359

357 Ver capítulo – Armagedom 2ª Fase


358 Educação, 179
359 Mensagens aos Jovens, 89
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

132

Esta ilustração é muito significativa. Podemos


comparar a mulher (igreja) num estado de
total despreocupação, como se nada
estivesse acontecendo, sentindo o vento
soprar, no instante em que a tempestade se
aproxima. Os animaizinhos percebem e
procuram refúgio. Que trágica situação!

Lembramos do seguinte texto: ―Então me gritou aos ouvidos com grande voz, dizendo:
Fazei chegar os intendentes da cidade, cada um com as suas armas destruidoras na
mão. ...E clamou ao homem vestido de linho, que tinha o tinteiro de escrivão à sua cinta.
E disse-lhe o Senhor: Passa pelo meio da cidade, pelo meio de Jerusalém, e marca com
um sinal as testas dos homens que suspiram e que gemem por causa de todas as
abominações que se cometem no meio dela. E aos outros disse, ouvindo eu: Passai pela
cidade após ele, e feri; não poupe o vosso olho, nem vos compadeçais. Matai velhos,
mancebos, e virgens, e meninos, e mulheres, até exterminá-los; mas a todo o homem que
tiver o sinal não vos chegueis; e começai pelo Meu santuário. E começaram pelos
homens mais velhos que estavam diante da casa."360
―Jesus está prestes a deixar o propiciatório do santuário celestial, a fim de usar vestes de
vingança, e derramar Sua ira em juízo sobre aqueles que não corresponderam à luz que
Deus lhes deu. "Visto como se não executa logo o juízo sobre a má obra, por isso o
coração dos filhos dos homens está inteiramente disposto para praticar o mal." 361 ... Há
porém, limites até para a longanimidade de Deus, e muitos estão ultrapassando tais
limites. Sobrepujaram os limites da graça, e portanto Deus deve intervir e reivindicar Sua
honra. ... Com infalível precisão, o Ser infinito ainda mantém, por assim dizer, uma conta
com todas as nações. ... Mas o que me faz tremer é o fato de que aqueles que têm
tido a maior luz e privilégios, tornaram-se contaminados pela iniqüidade que prevalece.
...A crise está se aproximando rapidamente. Os acontecimentos rapidamente se
intensificam demonstrando que o tempo do castigo divino se aproxima. Conquanto
Lhe repugne punir, castigará, e rapidamente. Aqueles que andam na luz verão sinais
do perigo que se aproxima; mas não deverão sentar-se em silenciosa e despreocupada

360 Ezequiel 9:1, 3-6


361 Eclesiastes 8:11
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

133

expectativa de ruína, conformando-se com a crença de que Deus abrigará Seu povo no
dia da ira. ...O Senhor comissiona Seus mensageiros, os homens que têm armas
destruidoras nas mãos: "Passai pela cidade após ele, e feri; não poupe o vosso olho, nem
vos compadeçais. Matai velhos, jovens, e virgens, e meninos, e mulheres, até exterminá-
los; mas a todo homem que tiver o sinal não vos chegueis; e começai pelo Meu
santuário. E começaram pelos homens mais velhos que estavam diante da casa. 362
Vemos aí que A IGREJA - o santuário do Senhor - FOI A PRIMEIRA A SENTIR O GOLPE DA IRA
DE DEUS. Os anciãos, aqueles a quem Deus dera grande luz, e que haviam ocupado o
lugar de depositários dos interesses espirituais do povo, haviam traído o seu depósito.
Colocaram-se no ponto de vista de que não precisamos esperar milagres e as
assinaladas manifestações do poder de Deus, como nos dias da antiguidade. Os tempos
mudaram. Estas palavras fortaleceram-lhes a incredulidade, e dizem: O Senhor não fará
bem nem mal. É demasiado misericordioso para visitar Seu povo em juízos. Assim, paz e
segurança é o grito de homens que nunca mais erguerão a voz como trombeta para
mostrar ao povo de Deus suas transgressões, e à casa de Jacó os seus pecados. Esses
cães mudos, que não querem ladrar, são aqueles que sentirão a justa vingança de um
Deus ofendido. Homens, virgens e crianças, todos perecerão juntos. ... O dia da vingança
de Deus está precisamente diante de nós. ...Agora é o tempo de preparar-nos.‖ 363

―Deixando Ele (Cristo) o santuário, as trevas cobrem os habitantes da Terra. Naquele


tempo terrível os justos devem viver à vista de um Deus santo sem intercessor. Removeu-
se a restrição que estivera sobre os ímpios, e Satanás tem domínio completo sobre os que
finalmente se encontram impenitentes. Terminou a longanimidade de Deus: O mundo
rejeitou a Sua misericórdia, desprezou-lhe o amor, pisando Sua lei. Os ímpios passaram os
limites de seu tempo de graça; o Espírito de Deus, persistentemente resistido, foi por fim,
retirado. Desabrigados da graça divina, não têm proteção contra o maligno. Satanás
mergulhará então os habitantes da Terra em uma grande angústia final. Ao cessarem os
anjos de Deus de conter os ventos impetuosos das paixões humanas, ficarão às soltas
todos os elementos de contenda. O MUNDO INTEIRO SE ENVOLVERÁ em ruína mais terrível
do que a que sobreveio a Jerusalém na antiguidade.‖364.

362 Ezequiel 9:5-6


363 Testemunhos para a Igreja, vol. 5, 207-216
364 O Grande Conflito, 620
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

134
―Durante sete anos um homem esteve a subir e descer as
ruas de Jerusalém, declarando as desgraças que
deveriam sobrevir à cidade. De dia e de noite cantava
ele funebremente: "Uma voz do Oriente, uma voz do
Ocidente, uma voz dos quatro ventos! uma voz contra
Jerusalém e contra o templo! uma voz contra os noivos e
as noivas! uma voz contra todo o povo! Este ser estranho
foi preso e açoitado, mas nenhuma queixa lhe escapou dos lábios. Aos insultos e maus-
tratos respondia somente: "Ai! ai de Jerusalém!" "Ai! ai dos habitantes dela!" Seu clamor
de aviso não cessou senão quando foi morto no cerco que havia predito.‖365

―Se nosso povo continuar na atitude indiferente na qual têm estado, Deus não poderá
derramar sobre eles o Seu Espírito. Não estão preparados para cooperar com Ele.
Não estão despertos para com a situação e não reconhecem o perigo que ameaça. ...
O povo (igreja) deve ser despertado em relação aos perigos do tempo presente.
Os vigias estão adormecidos. Estamos com anos de atraso. Que os principais vigias
sintam a necessidade urgente de olharem por si mesmos, a fim de que não percam as
oportunidades que lhes são dadas de ver os perigos.
Se os dirigentes de nossas Associações não aceitarem agora a mensagem que Deus lhes
envia, e não cerrarem fileiras para a ação, as igrejas sofrerão grande perda. Quando o
vigia, vendo vir a espada, dá à trombeta um sonido certo, o povo engajado ecoa a
advertência, e todos terão oportunidade de preparar-se para o conflito. Mas
demasiadas vezes o líder fica hesitando, como que dizendo: ―Não nos apressemos
demais. Pode haver engano. Devemos ter cuidado para não levantar alarme falso.‖ A
própria hesitação e incerteza de sua parte como que estão a dizer: ‗‖Paz e segurança!‘
Sem muita exaltação! Nada de alarme! Tem-se falado mais dessa questão da emenda
religiosa do que ela merece. Essa agitação toda passará.‖ Assim ele virtualmente nega a
mensagem enviada de Deus, e a advertência que se destinava a despertar as igrejas
deixa de realizar sua obra. A trombeta do vigia não dá sonido certo, e o povo não se
prepara para a batalha. Que os vigias não deixem acontecer que, por sua hesitação e
demora, pessoas sejam deixadas a perecer, e seu sangue seja requerido de sua mão.
...Deus nos convida a despertarmo-nos, pois está perto o fim.”366

365 O Grande Conflito, 30


366 Testemunhos para a Igreja, vol. 5, 714-716
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

135
―Neste ponto é introduzido outro símbolo. Diz o
profeta: "Vi subir da Terra outra besta, e tinha dois
chifres semelhantes aos de um cordeiro." 367 Tanto a
aparência desta besta como a maneira por que
surgiu, indicam que a nação por ela representada é
diferente das que são mostradas sob os símbolos
precedentes. Os grandes reinos que têm governado
o mundo foram apresentados ao profeta Daniel como feras rapinantes, que surgiam
quando "os quatro ventos do céu combatiam no mar grande.‖368 Em Apocalipse 17, um
anjo explicou que águas representam ―povos, e multidões, e nações, e línguas‖(verso
15). Ventos são símbolos de contendas (guerras). Os quatro ventos do céu a
combaterem no mar grande, representam as terríveis cenas de conquistas e revolução,
pelas quais os reinos têm atingido o poder.‖369

―Desfechos tremendos estão perante nós; e mesmo iminentes. Ascendam a Deus as


nossas orações para que os quatro anjos ainda retenham os quatro ventos, a fim de que
não soprem para danificar nem destruir sem que a última advertência haja sido feita ao
mundo. Trabalhemos, então, em harmonia com as nossas orações. Que nada reduza a
força da verdade para esse tempo. Deve a verdade presente ser o nosso encargo. Deve
a mensagem do terceiro anjo realizar a sua obra de separar das igrejas um povo que se
decidirá em prol dos princípios da verdade eterna.‖370

―Sentimo-nos deprimidos, muito deprimidos, ao contemplarmos o mundo e sua


impiedade. O mundo professamente cristão acha-se envolto nas trevas que cobrem a
Terra. Suspiramos e choramos pelas abominações que se praticam. Por que será que
toda essa impiedade não irrompe em decidida violência contra a justiça e a verdade?
É porque os quatro anjos estão retendo os quatro ventos, para que não soprem sobre a
Terra. Mas as paixões humanas estão alcançando um alto nível, e o Espírito do Senhor
está sendo retirado da Terra. Não fosse haver Deus ordenado que instrumentos angélicos
controlassem os instrumentos satânicos que lutam por soltar-se e destruir, e não haveria
esperança. Mas os ventos serão detidos até que os servos de Deus estejam selados na
fronte.‖371

367 Apocalipse 13:11


368 Daniel 7:2
369 O Grande Conflito, 439
370 Evangelismo, 229 – Testemunhos para a Igreja, vol. 6, 61
371 Nos Lugares Celestiais, 68
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

136

―A crise vem chegando, gradual e furtivamente. O Sol brilha no firmamento, seguindo


seu trajeto usual, e os céus ainda declaram a glória de Deus. Os homens ainda comem e
bebem, plantam e constroem, casam e dão-se em casamento. Os negociantes ainda
compram e vendem. Os homens empurram-se ainda uns aos outros, contendendo pelas
posições mais altas. Os amantes de prazeres ainda enchem os teatros, as corridas de
cavalos, os antros de jogo. Prevalece a mais alta agitação, e no entanto está
rapidamente a findar-se a hora de graça, e cada caso está para ser decidido
eternamente. Satanás vê que seu tempo é curto. Pôs ele todos os seus agentes a
trabalhar, para que os homens sejam enganados, iludidos, e estejam ocupados e
encantados, até que termine o dia da graça e para sempre se feche a porta da
misericórdia. Está iminente o tempo em que haverá aflição que bálsamo algum humano
poderá curar. Anjos-sentinelas estão agora retendo os quatro ventos, para que não
soprem antes que os servos de Deus sejam assinalados na fronte; mas quando Deus
ordenar aos Seus anjos que soltem os ventos, haverá uma CENA DE LUTA QUAL PENA
ALGUMA PODE DESCREVER.‖ 372

―O profeta viu "quatro anjos em pé nos quatro cantos da Terra, conservando seguros os
quatro ventos da Terra, para que nenhum vento soprasse sobre a Terra, nem sobre o mar,
nem sobre árvore alguma". Outro anjo, "que subia do nascente do Sol", gritou para eles,
dizendo: "Não danifiqueis nem a Terra, nem o mar, nem as árvores, até selarmos em suas
frontes os servos do nosso Deus." Isto aponta para a obra que temos de fazer agora:
clamar a Deus para que os anjos segurem os quatro ventos até que sejam enviados
missionários a todas as partes do mundo e tenham proclamado a advertência acerca
da desobediência à lei de Jeová.‖373

―Pouco antes de entrarmos nele (no tempo de angústia), todos nós recebemos o selo do
Deus vivo. Então eu vi os quatro anjos deixarem de segurar os quatro ventos. E vi fome,
pestilência e ESPADA, NAÇÃO SE LEVANTAVA CONTRA NAÇÃO, e o mundo inteiro estava
em confusão. 374

372 Review and Herald, 14-3-1912 – Nos Lugares Celestiais, 342


373 Review and Herald Extra, 11 de dezembro de 1888 – Eventos Finais, 110
374 Bible Commentary, vol. 7, 968 – Eventos Finais, 196
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

137

―Só nos resta, por assim dizer, um pequeno instante. Mas, conquanto nação se esteja
levantando contra nação e reino contra reino, NÃO SE DESENCADEOU AINDA UM
CONFLITO GERAL. Ainda os quatro ventos sobre os quatro cantos da Terra estão sendo
retidos até que os servos de Deus estejam assinalados na testa. Então AS POTÊNCIAS DO
MUNDO HÃO DE MOBILIZAR SUAS FORÇAS PARA A ÚLTIMA GRANDE BATALHA.‖375

―SATANÁS
MERGULHARÁ
ENTÃO OS
HABITANTES DA
TERRA EM UMA
GRANDE
ANGÚSTIA FINAL.
Ao cessarem os anjos de Deus de conter os ventos impetuosos das paixões humanas,
ficarão às soltas todos os elementos de contenda. O mundo inteiro se envolverá em ruína
mais terrível do que a que sobreveio a Jerusalém na antiguidade.‖376

―Quatro poderosos anjos ainda estão retendo os


quatro ventos da Terra. Terrível destruição é proibida
de manifestar-se em cheio. Os ... ventos serão a
incitação das nações para um combate fatal,
enquanto os anjos seguram os quatro ventos,
PROIBINDO QUE O TERRÍVEL PODER DE SATANÁS SEJA
EXERCIDO EM SUA FÚRIA até que os servos de Deus
sejam selados em sua fronte.‖ 377

―Está precisamente diante de nós o tempo em que haverá no mundo tristeza que
nenhum bálsamo humano pode curar.‖378

375 Testemunhos Seletos, vol. 2, 369


376 Eventos Finais, 206
377 Review and Herald, 07-06-1887 – Maranata, 173
378 Signs of the Times, 09-10-1901 – Maranata, 173
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

138

AS TRÊS GUERRAS MUNDIAIS 379

1ª ―Foram-me mostrados os habitantes da terra na maior confusão.


Guerra GUERRA, derramamento de sangue, privações, necessidades, fomes e
1914 pestilências estavam por toda parte‖...
1918

Paz ―Minha atenção foi então desviada da cena. Parecia haver um


pequeno tempo de paz.‖

―Mais uma vez os habitantes da terra me foram apresentados; e


2ª novamente tudo se achava na maior confusão. Lutas, GUERRAS e
Guerra derramamento de sangue juntamente com fome e peste imperavam por
1939 toda parte. Outras nações se achavam empenhadas nesta luta e
1945 confusão. ...E então o coração dos homens desmaiou de terror na
expectação das coisas que sobrevirão ao mundo". 1T, 268 - Serviço
Cristão, 55.

―Os anjos estão agora retendo os ventos da contenda, até que o mundo
3ª seja advertido de sua vindoura condenação; uma tempestade, porém,
Guerra se está preparando, prestes a irromper sobre a terra, e quando Deus
ordenar a Seus anjos que soltem os ventos, haverá tal cena de CONFLITO
que a pena não pode descrever.‖ ...

Paz Um momento de suspensão foi-nos graciosamente concedido por Deus...


Evangelismo, 703-704

Este último período de paz, bem se entende, está situado, histórica e contextualmente,
entre a Segunda e Terceira Guerras.

Na seqüência de tão palpitante tema, o estudo mais indicado a seguir há de ser:


O DUPLO CUMPRIMENTO DAS SETE TROMBETAS.

379 Maranata, 257


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

139

Trombetas – Dupla Aplicação

Sempre houve muita referência por parte de alguns estudiosos à correlação, à


conotação, ao ‗paralelismo‘ muito estreito entre as 7 Trombetas e as 7 Pragas finais. Isto
em decorrência de alguns pontos coincidentes, como colocados abaixo:

TROMBETAS PRAGAS

Apocalipse Alvos Apocalipse Alvos


1ª) 8:7 sobre a TERRA 16:2 sobre a TERRA
2ª) 8:8 no MAR 16:3 No MAR
3ª) nos RIOS e 16:4 nos RIOS e
8:10 FONTES DAS ÁGUAS FONTES DAS ÁGUAS
4ª) 8:12 Terça parte do SOL 16:8 Sobre o SOL
dano aos que não têm sobre o TRONO DA BESTA
5ª) 9:4 nas testas 16:10 ou sobre os que não têm o
o SINAL DE DEUS Sinal de Deus, mas da besta
6ª) 9:14 Rio EUFRATES 16:12 Rio EUFRATES
tempo de DESTRUÍRES... SARAIVADA
7ª) 11:18 (Deus, agora, 16:21 (Deus, atua diretamente) 380
diretamente)

No demais, dentro da visão tradicional das Pragas, as coisas não se encaixavam.


O quadro comparativo acima sugere mais que um simples paralelismo. A coincidência
é incrível, impressionante. Ocorre, porém, que não existe tal elemento na Bíblia.
Quem sabe exista entre elas, as Trombetas e as Pragas, uma sugestão de
SIMULTANEIDADE? Um segundo cumprimento das 7 Trombetas no futuro?

Em caso positivo, as Trombetas teriam uma segunda APLICAÇÃO para o mesmo período
das Pragas, a elas sobrepostas. É viável, é provável, é possível. Claro, com exceção da
Sétima Trombeta cuja única aplicação é exclusivamente escatológica. Merece um bom
rastreamento em suas afirmações proféticas no sentido de se descobrir se há nelas, em
todas elas, algo de escatológico.

380 Patriarcas e Profetas 107-108


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

140

Neste capítulo vamos usar o texto mais evidente, mais explícito, mais claro e mais forte
da Pena Inspirada. Leia com bastante percepção a introdução às 7 Trombetas, abaixo
transcritas. O INCENSÁRIO é o objeto destacado. Observe que este evidenciado objeto
do Santuário experimenta duas situações diferentes:

―Veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado
muito incenso, para que o oferecesse com as orações de todos os santos sobre o altar
de ouro que está diante do trono. E da mão do anjo subiu diante de Deus a fumaça do
incenso com as orações dos santos. Depois o anjo tomou o incensário, encheu-o do fogo
do altar e o lançou sobre a terra; e houve trovões, vozes, relâmpagos e terremoto.‖381

Estas duas situações por que passa o Incensário não sugerem duas ocasiões diferentes,
dois períodos, ou melhor, duas ÉPOCAS DIFERENTES? Como?

1. ―Muito Incenso‖ = Período da Graça


2. ―o lançou sobre a terra‖ = Fim da Intercessão
Fim da Graça

A própria introdução às Trombetas está pois nos querendo comunicar DUPLA APLICAÇÃO
DAS MESMAS EM DUAS ÉPOCAS DISTINTAS:

1. 1ª Aplicação: Passado, na Queda de Roma Ocidental e Oriental


2. 2ª Aplicação: Futuro, após a Graça.

O Espírito de Profecia projeta brilhante luz a tal respeito:

―...Então vi Jesus, que havia estado a ministrar diante da arca, a qual contém os Dez
Mandamentos, lançar o incensário. Levantou as mãos e com grande voz disse: ―Está
feito‖. E toda a hoste angélica tirou suas coroas quando Jesus fez a solene declaração:
―Continue o injusto fazendo injustiça, continue o imundo ainda sendo imundo; o justo
continue na prática da justiça, e o santo continue a santificar-se.‖382

381 Apocalipse 8:3-5


382 Primeiros Escritos, 279
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

141

Apresentamos um texto ainda mais evidente, conclusivo, quanto a uma aplicação


também FUTURA das Trombetas:

―O poder do Espírito Santo deve estar sobre nós, e o capitão do Exército do Senhor estará
à frente dos anjos do céu para dirigir a batalha. AINDA OCORRERÃO DIANTE DE NÓS
solenes acontecimentos. SOARÁ UMA TROMBETA APÓS A OUTRA, SERÁ DERRAMADA UMA
TAÇA APÓS A OUTRA‖...383

―Apocalipse 6 e 7 são muito significativos. Terríveis são os JUÍZOS DE DEUS revelados. Os


sete anjos estavam de pé diante de Deus para receber sua incumbência. Foram-lhes
dadas SETE TROMBETAS. O Senhor sairá do Seu lugar para castigar os habitantes da
Terra‖...384

Temos, pois, nestes dois textos acima a mui clara indicação da ÉPOCA DO
CUMPRIMENTO TAMBÉM FUTURO DAS TROMBETAS: APÓS A GRAÇA.

O primeiro texto estabelece uma estreita relação com as pragas, propondo não apenas
SIMULTANEIDADE, mas IDENTIDADE entre AMBAS.

Nota-se também aqui o ―Princípio de Repetição Que Se Amplia‖. Estariam, pois, assim,
nos acrescentando dados para melhor compreensão do que de fato ocorrerá após a
Graça.

Em acréscimo a estas observações do ‗conjunto‘, chamamos sua atenção para alguns


fatos. Alguns versos, algumas declarações proféticas nas Trombetas que JAMAIS SE
CUMPRIRAM NO PASSADO. São ...

383 Carta 79, 1900 - EGW


384 Manuscript 59, 1895 - EGW
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

142

Trombetas – Predições de Natureza essencialmente Escatológicas

1. ―...Ai dos que habitam sobre a Terra‖...385

Há aí na expressão ―sobre a Terra‖ uma sugestão de grandiosidade, de globalidade,


muito maior do que o relativamente pequeno acontecimento que foram a Queda de
Constantinopla e extinção do Império Turco, simplesmente.

2. Quinta Trombeta - ―Foi-lhes dito... mas SOMENTE AOS HOMENS QUE NÃO
TÊM NAS SUAS TESTAS O SINAL DE DEUS.‖386

Há aqui uma ordem divina, que traz SEGURANÇA aos SELADOS. Tais ‗gafanhotos‘,
estranhos gafanhotos que saem de fornalhas, tão destruidores, só estariam autorizados a
eliminar ‗OS QUE NÃO TÊM NAS SUAS TESTAS O SINAL DE DEUS‘. Ora, deve-se lembrar que
ninguém ainda ATÉ HOJE, recebeu a Marca da Besta ou o Selo de Deus. São
cumprimentos FUTUROS, tão amplamente sabidos que dispensa comentários.

3. Quinta Trombeta – “Naqueles dias os homens buscarão a morte, e de


modo algum a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles.‖387

Tampouco esta predição ocorreu naquela ocasião. Seu cumprimento é FUTURO, após a
Graça, essencialmente.

4. Sexta Trombeta - ―E o número dos exércitos de cavaleiros era de


duzentos milhões‖...388

A. A primeira pergunta é:
Trata-se de número simbólico ou literal?

Se o número ―duzentos milhões‖ é simbólico, então a REALIDADE é bem maior, muitas


vezes maior, porque, quando a profecia trata com números, o ‗TIPO‘ é sempre menor
que o ‗ANTÍTIPO‘. Portanto, não cabe aqui simbolismo, pois um exército de tal magnitude
impossível. A única alternativa, pois, é que seja um número literal: ―duzentos milhões de
soldados‖.

385 Apocalipse 8:13


386 Apocalipse 9:4
387 Apocalipse 9:6
388 Apocalipse 9:16
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

143

Mas o estranho é que admitimos ao longo dos anos um exército de apenas 200.000
homens, o de Maomé II, como cumprimento honesto desta predição. O princípio de
exegese está visivelmente atropelado.

Este fato histórico não cabe em nenhuma das duas hipóteses. Se o número é literal, o
cumprimento histórico também o há de ser. Observe que a própria terminologia do texto
aponta como número LITERAL. Algumas traduções:

“...o número das tropas de cavalaria era de DUAS MIRÍADES DE MIRÍADES”...389

“...VINTE MIL VEZES DEZ MILHARES - o número é, sem dúvida, símbolo de um exército
vasto e numeroso.”390

Se tal exército é de fato formado por duzentos milhões de soldados, e


tudo indica que sim, tal cumprimento há de ser no futuro. Segundo
Robert McNamara,391 ex-secretário de Defesa dos EUA, apenas ―a
CHINA tem condições de montar um exército de duzentos milhões de
soldados‖. Única nação de toda a história da humanidade. E o
numeroso exército da 6ª Trombeta aponta muito bem sua ORIGEM:

389 American Bible Society (1917)


390 Comentário do S.D.A.B.C., vol. 7, 793
391
Robert Strange McNamara (Oakland, 9 de junho de 1916 - Washington, 6 de julho de 2009) foi
um empresário e político estadunidense. Foi secretário de Defesa dos Estados Unidos de 1961 a
1968, durante a Guerra do Vietnã. Foi também presidente do Banco Mundial de 1968 a 1981 e
antes de assumir o Departamento de Defesa foi presidente da Ford.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

144
6ª Trombeta 6ª Taça
...‖junto ao Grande Rio ...‖sobre o Grande Rio
Eufrates‖ Eufrates‖
...‖o exército dos cavaleiros ...‖para que se preparasse o
era de 200 milhões;‖... caminho dos Reis do Oriente.‖

Note: Um exército fantástico, vindo de território ―oriental‖ tendo como ponto de


referência o Rio Eufrates: Justo ali está a CHINA.

A expressão ‗Reis do Oriente‘ está mais detalhada no estudo da 6ª Taça.

Mais um pormenor interessante nesta exegese da 6ª Trombeta com a 6ª Taça:

 A 6ª Taça cai sobre o Rio Eufrates, que configura


as nações e povos da região, os ÁRABES.
 A 6ª Trombeta indica que o portentoso exército
está junto, isto é, encostado, próximo, ao oriente
do Eufrates. Preciosos detalhamentos.

B. ―...e não se arrependeram das obras de suas mãos‖...392

Esta mesma expressão é usada no período das Pragas: Apocalipse 16:9 e 11. Indica a
ausência de possibilidade de conversão, pelo afastamento do Espírito Santo. Naquela
ocasião passada houve arrependimento, conversões. Portanto essas declarações da 6ª
Trombeta propõem uma segunda aplicação da mesma para o período pós-Graça.

―E os outros homens que não foram mortos por ESTAS PRAGAS, não se arrependeram‖...393

Muito sugestivo o qualificativo acima, o termo ―ESTAS PRAGAS‖, para as Trombetas.

Veja bem: As Trombetas, na sua 1ª aplicação do passado descrevem CENAS DE


GUERRAS, que são aqui também denominadas ‗PRAGAS‘. ‗Trombetas‟, portanto, são
GUERRAS, e são PRAGAS. Em outras palavras, PRAGAS são GUERRAS, tanto nas Trombetas
como nas Taças de Apocalipse 16. É esta percepção que a exegese do verso acima nos
permite ter.

392 Apocalipse 9:20


393 Apocalipse 9:20
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

145

Um exército grandioso, cuspindo ―Fogo, Fumo e Enxofre‖394 os quais são rotulados como
―Pragas‖.395 Se assim foi no PASSADO, assim será no FUTURO, em sua segunda aplicação.

É oportuno lembrar que Jeremias 50:13, o mesmo termo ―PRAGA‖ para qualificar a
GUERRA da Média contra Babilônia. Tal expressão cabe muito bem para o fim da
opressora Babilônia Apocalíptica também, que será vingada por aqueles por ela
OPRIMIDOS. Essa guerra final, mundial, é considerada, tratada como ―PRAGA‖, como
acima foi observado. É mais esta informação que as Trombetas adicionam ao período
Pós-Graça, ajudando-nos, assim, a entender o significado SIMBÓLICO das Pragas.

Dessa forma, na sua 2ª Aplicação, Trombetas e Pragas descrevem os mesmos


acontecimentos, em linguagem diferente, destacando mais detalhes desse conflito
militar. ESTA JUSTAPOSIÇÃO DAS TROMBETAS ÀS PRAGAS DEVE SER SERIAMENTE
CONSIDERADA.

Na visão tradicional das Pragas, ou seja, como sendo literais, não havia como sincronizar
―Trombetas‖ com ―Pragas‖. Não se encaixavam. Mas, com este enfoque, as
engrenagens se ajustam.

Vale, a propósito, que se perceba mais algumas informações que nos são adicionadas
aos acontecimentos finais pós-Graça:

―E tinham sobre si como rei, o ANJO DO ABISMO; cujo nome em hebraico é Abadom e
em grego Apoliom.‖396

Eis aí, pois, Deus indicando quem de fato é o MEGA-DESTRUIDOR, no tempo quando o
Espírito Santo Se afastar da Terra. Repetidamente o Espírito de Profecia no-lo destaca,
especialmente no livro O Grande Conflito. As duas expressões acima, hebraica e grega,
significam DESTRUIDOR. Este é o mesmo ANJO DESTRUIDOR de Apocalipse 16.

C. Os alvos onde ocorrem TROMBETAS e TAÇAS são exatamente os mesmos,


numa igual seqüência e identificação impressionantes. Emerge então,
uma séria, seríssima pergunta:

394 Apocalipse 9:17


395 Apocalipse 9:18
396 Apocalipse 9:11
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

146

Por que ‗TERRA‘, ‗MAR‘, ‗RIOS e FONTES‘, ‗SOL‘,


são considerados nas Trombetas como FIGURADOS,
enquanto nas PRAGAS ...LITERAIS?
Não haveria, assim, uma desconsideração a determinados
PRINCÍPIOS de INTERPRETAÇÃO?

Observe que ao serem tratados nas Trombetas como simbólicos os substantivos ―terra‖,
―mar‖, etc., se abre um PRECEDENTE importante. Não fica, assim, estranho que também
nas PRAGAS se adote o mesmo critério e princípio: que esses mesmíssimos termos sejam
ali considerados igualmente SIMBÓLICOS. Permita-nos repetir:

Não há princípio de interpretação profética que justifique considerar TERRA, MAR, RIOS e
FONTES, SOL simbólicos nas Trombetas e literais nas Pragas. Ou são ambos simbólicos, ou
são ambos literais.

Os Gafanhotos da 5ª Trombeta

É muito interessante, avaliar a Natureza desses


GAFANHOTOS, desses monstrengos tão estranhos e
arrasadores, que emergem de ―Grande Fornalha‖, com
tanta fumaça, etc.

―E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço,


como a fumaça de uma grande fornalha; e com a fumaça do poço escureceram-se o
sol e o ar. Da fumaça saíram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o
que têm os escorpiões da terra.‖397

Tais instrumentos de destruição estão, num encaixe perfeito, mencionados em Joel 1:4.
Mais alguns destaques são feitos sobre tão inusitados, potentes e temíveis ―insetos‖. Note
com que se parecem:

397 Apocalipse 9:2-3


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

147

―E o parecer dos
gafanhotos era
semelhante ao de
cavalos aparelhados para
a GUERRA; e sobre as suas
cabeças havia como que
umas coroas semelhantes
ao ouro; e os seus rostos
eram como rostos de
homens. Tinham cabelos
como cabelos de
mulheres, e os seus dentes
eram como os de leões.
Tinham couraças como
couraças de ferro; e o
ruído das suas asas era
como o ruído de carros
de muitos cavalos que correm ao combate. Tinham caudas com ferrões semelhantes às
caudas dos escorpiões; e nas suas caudas estava o seu poder para fazer dano aos
homens por cinco meses.‖398

1. ...―Como cavalos aparelhados para a GUERRA.‖


O que deseja o texto que entendamos com tal declaração?

 Ordem? Disciplina?
 Avanço veloz em direção ao alvo?
 Quantidade enorme, como de uma cavalaria?
 Objetos destruidores comandados, dirigidos por seres humanos?
 Alguma outra possibilidade? ...

398 Apocalipse 9:7-10


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

148

2. Sobre as cabeças ―DOS GAFANHOTOS‖ umas coroas de metal


parecido com ouro. Que deseja esta declaração significar?

 Que tais armamentos precisam de uma proteção especial na


sua parte dianteira, em razão de sua vertiginosa velocidade;
para suportar atritos com a atmosfera?
 Uma ―coroa‖ literal ou um CONE?

3. Seus rostos eram como ―ROSTOS DE HOMENS‖. Esta mesma descrição


é feita em Apocalipse 4:7, para destacar as virtudes, as características
dos Quatro Seres Viventes perante o Trono de Deus. É universalmente
aceito que ―rosto de homem‖ significa ―INTELIGÊNCIA‖:

―...e o primeiro ser era semelhante a um leão; o segundo ser, semelhante a um touro;
tinha o terceiro ser o rosto como de homem; e o quarto ser era semelhante a uma águia
voando.‖399

Assim eram também estes INSTRUMENTOS DE DESTRUIÇÃO MACIÇA: INTELIGENTES. Por que
mais este dado sobre a capacidade destes incríveis ―gafanhotos‖?

 Que seriam instrumentos de guerra voadores


(têm asas) TELEGUIADOS?
 Que seriam BOMBAS INTELIGENTES,
que ―CAÇAM‖ seus ALVOS?

4. ―Tinham cabelos como de mulheres‖.

Se tais gafanhotos são simbólicos, e são toda a descrição deles


também. Cabelos compridos, como de mulheres. Que deseja a
profecia acrescentar com este outro dado?

399 Apocalipse 4:7


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

149

 Estaria indicando o RASTRO QUE DEIXAM?


Nos cometas, suas caudas também são chamadas de ―cabeleiras‖.

 Haveria outra alternativa?

5. Tinham COURAÇAS DE FERRO.


Não podem mesmo ser literais, mesmo que houvesse admirável
processo de mutação nestes animais encarregados do extermínio
geral. Esta descrição sugere finalmente, conclusivamente, que se trata
de FOGUETES, com tal estrutura, e não tanto de AVIÕES
BOMBARDEIROS. Lembre-se que numa guerra moderna, a opção por
foguetes, o uso deles será superior, por suas vantagens. Mas a
descrição couraças de ferro, que pretende destacar?

 Que têm o dorso de metal super-resistente?


 Que outra possibilidade?

6. ―O ruído de suas asas.‖


O fantástico barulho de seu vôo é também destacado, e deve ser
objeto de consideração.

Esta 5ª Trombeta, acoplada que está à 5ª Praga, sugere devastação contra o Trono da
Besta. E não apenas contra seu trono, mas contra os que não têm o SINAL, o SELO DE
DEUS, mas a MARCA DA BESTA. Esta é a advertência, a revelação HISTÓRICO-PROFÉTICA
que o Apocalipse, que o Testemunho de Jesus, deseja fazer ao povo de Deus.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

150

A Escatologia nos mostra, assim, como Deus Se penaliza com os milhões de perdidos que
serão vitimados. Por tanto sofrimento que poderia ser evitado, caso Lhe atendessem os
apelos de misericórdia.

Deus Se preocupa grandemente com os negócios das nações, com a relação entre elas,
com seus movimentos, com seu estado de espírito, com seu futuro. Se assim não fosse,
nenhuma referência nos seria feita na Revelação Inspirada. Não haveria boa parte do
livro de Ezequiel, não haveria quase a totalidade do livro de Daniel, de Joel, Jeremias,
Amós, Apocalipse, etc. Leia a propósito, o capítulo História e Profecia, do livro Educação.

Se estão registrados também no Espírito de Profecia, é porque devem ser por nós
estudados e devidamente compreendidos, para que melhor possamos conhecer o
homem, a humanidade. Como, também, para melhor conhecermos a participação
divina na história. E, ainda, para melhor nos conhecermos.

Os acontecimentos objetos de nosso estudo são, em síntese, os seguintes:

“E naquele tempo se levantará Miguel...”400

“...então aparecerá no Céu o sinal do Filho do Homem”...401

400 Daniel 12:1


401 São Mateus 24:30
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

151

Estes sete itens, ao que tudo indica, e vale à pena notar, correspondem as diferentes
maneiras de descrever um mesmo acontecimento dentro do ―princípio de repetição que
se amplia‖. Os acontecimentos do fim da história são tão transcendentais que Deus
haveria efetivamente de nos dar todo o destaque possível, com muitas indicações, e de
muitas formas.

É neste período que se encaixam os dados escatológicos de Daniel que transcrevemos a


seguir:

―E, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele e o rei do norte o acometerá com carros,
e com cavaleiros, e com muitos navios; e entrará nas terras, e as inundará, e passará.
E entrará também na terra gloriosa, mas escaparão da sua mão estes: Edom e
Moabe, e as primícias dos filhos de Amom. E estenderá a sua mão às terras, e a terra do
Egito não escapará. E apoderar-se-á dos tesouros de ouro e de prata, e de todas as
coisas desejáveis do Egito; e os líbios e os etíopes o seguirão. Mas os rumores do oriente e
do norte o espantarão; e sairá com grande furor, para destruir e extirpar a muitos. E
armará as tendas do seu palácio entre o mar grande e o monte santo e glorioso; mas virá
o seu fim, e não haverá quem o socorra.‖ 402

Esta porção de Daniel sempre trouxe sérias dificuldades aos dedicados estudantes de
escatologia. Está ali mais uma manifestação das positivas sutilezas divinas, do misto
―revelar - ocultar‖, como estímulo e desafio provindos da inesgotável sabedoria de Deus.

O Espírito de Profecia nos adverte, de modo oportuno, em outros termos, o


seguinte: se só vamos entender a engrenagem das profecias ligadas ao TEMPO DO FIM
após seu cumprimento, ‗logo que utilidade tem‘ seu registro na Escritura?

Vale nos determos nessa intrigante exposição escatológica de Daniel. Algumas coisas
devem ser consideradas, na sua ordem, para que se chegue a uma conclusão coerente,
em harmonia com todo o vasto contexto da escatologia apocalíptica.

402 Daniel 11:40-45


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

152

A primeira questão a ser esclarecida é:

A GUERRA, O CONFLITO ALI TRATADO


NO FINAL DO CAPÍTULO ONZE
É DE NATUREZA ESPIRITUAL OU MILITAR?

Logo de início, poder-se-á notar que a TERMINOLOGIA ali usada, indica, visivelmente, a
descrição de um CONFLITO MILITAR: ‗CARROS‘, ‗CAVALEIROS‘, ‗NAVIOS‘, ‗PAÍSES SERÃO
DERRIBADOS‘, ‗APODERAR-SE-Á DE TESOUROS‘, etc.403

O seguinte princípio de interpretação deve ser lembrado:

“A linguagem da Bíblia deve ser explicada de acordo com o seu óbvio sentido, a menos
que seja empregado um símbolo ou figura.” 404

O texto de Daniel, acima, como se observa, não usa qualquer símbolo bíblico. Isto é, seus
substantivos não são figuras.

Outro princípio de interpretação também nos dará diretriz confiável:

...“A BÍBLIA é SUA PRÓPRIA INTÉRPRETE”...

Assim, devemos buscar nela, apenas nela, as respostas corretas. No Espírito de Profecia
também, porque tem a chancela, por que é abonado pela Bíblia como ―Testemunho. de
Jesus‖. É dEle mesmo o parágrafo que transcrevemos abaixo:

―O mundo está excitado pelo espírito de GUERRA. A profecia do capítulo onze de Daniel
atingiu quase seu cumprimento completo. Logo se darão as cenas de perturbação das
quais falam as profecias.‖ 405

403 Daniel 11:40


404 O Grande Conflito, 604
405 Testemunhos Seletos, vol. 3, 283
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

153
É bom notar que todo o conteúdo do capítulo ―A Última Crise‖, de onde foi extraído
o parágrafo acima, expõe exclusivamente causas e efeitos da GUERRA FINAL ENTRE
AS NAÇÕES, dos Oprimidos contra a Rica e Opressora Babilônia. Não trata ali da Primeira
ou Segunda Guerra Mundial, mas da Terceira Grande Guerra em FUTURO PRÓXIMO.
O capítulo discorre, vale lembrar, sobre a ‗ÚLTIMA CRISE‘.

E não é de se estranhar que ocorra tal evento, uma 3ª Guerra Total. Nem é necessário
também o auxílio do conjunto profético da Bíblia para assim entendermos. Basta que se
lembre de quatro dados em conjunção, naquela ocasião:

* O ÓDIO DE CLASSES CONTIDO, REPRIMIDO

* O ARSENAL ESTOCADO

* A RETIRADA DA REPRESSORA PRESENÇA DO ESPÍRITO SANTO

* A EXPLOSÃO DAS PAIXÕES HUMANAS, por conseqüência


A conclusão é óbvia: haverá tal conflito militar no Fim da Graça, quando ―Se levantar
Miguel‖. É exatamente isto que Deus ali também quer nos revelar.

Cabe muito bem trazer agora, lapidar esclarecimento escatológico do livro Vida e
Ensinos ABALO DAS POTESTADES DO CÉU:

―A 16 de dezembro de 1848, o Senhor me deu uma visão acerca do abalo das


potestades do céu. Vi que quando o Senhor disse ―céu‖, ao dar os sinais registrados por
São Mateus, São Marcos e São Lucas, Ele queria dizer céu, e quando disse ―terra‖, queria
significar terra. As potestades do céu são o Sol, a Lua, e as Estrelas. Seu governo é no
firmamento. As potestades da terra são as que governam sobre a terra.
As potestades do céu serão abaladas com a voz de Deus. Então o sol, a lua e as estrelas
se moverão em seus lugares. Não passarão, mas serão abalados pela voz de Deus.
Nuvens negras e densas subiam e chocavam-se entre si. A atmosfera abriu-se e recuou;
pudemos então olhar através do espaço aberto em Órion, donde vinha a voz de Deus. A
santa cidade descerá por aquele espaço aberto. Vi que as potestades da terra estão
sendo abaladas agora, e que os acontecimentos ocorrem em ordem. Guerras e rumores
de guerras, espada, fome e pestilência devem primeiramente abalar as potestades da
terra, e então a voz de Deus abalará o sol, a lua e as estrelas, e também a terra. Vi que a
agitação das potências na Europa não é, como alguns ensinam, o abalo das potestades
do céu, mas sim o abalo das nações iradas.‖406

406 Vida e Ensinos, 110


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

154

Há aí muitos esclarecimentos que devem ser observados atentamente:

* POTESTADES DO CÉU = SOL, LUA, ESTRELAS

* POTESTADES DA TERRA = GOVERNANTES DAS NAÇÕES

* ABALO DAS POTESTADES = IRA DAS NAÇÕES, GUERRA


DA TERRA ESPADA, FOME, etc.

―Vi que a ira das nações, a ira de Deus, e o tempo de julgar os mortos eram
acontecimentos separados e distintos, seguindo-se um ao outro; outrossim, que Miguel
não Se levantara e que o tempo de angústia, tal como nunca houve, ainda não
começara. As nações estão-se irando agora, mas, quando nosso Sumo Sacerdote
concluir Sua obra no santuário, Ele Se levantará, envergará as vestes de vingança, e
então as sete últimas pragas serão derramadas. Vi que os quatro anjos segurariam os
quatro ventos até que a obra de Jesus estivesse terminada no santuário, e então viriam
as sete últimas pragas‖407

Mais um dado, pois. A estes, some o seguinte:

―O início do tempo de angústia ali mencionado, não se refere ao tempo em que as


pragas começarão a ser derramadas, mas a um breve período, pouco antes, enquanto
Cristo está no santuário. Nesse tempo, enquanto a obra de salvação está se encerrando,
tribulações virão sobre a Terra, e as nações ficarão iradas, embora contidas para não
impedir a obra do terceiro anjo.‖408

Observe bem... mais dois detalhes aí fornecidos:

* NAÇÕES IRADAS, MAS CONTIDAS, NO TEMPO FINAL DA GRAÇA.


Enquanto Cristo está no Santuário‖. ...Portanto, ainda no Tempo da
Graça.

* NAÇÕES IRADAS, NÃO MAIS CONTIDAS, AO TERMINAR A GRAÇA.


Após o encerramento da Graça, ...―ao tempo em que as Pragas
começarão a ser derramadas‖

407 Primeiros Escritos, 36


408 Primeiros Escritos, 85
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

155

São destacadas acima duas situações diferentes: Guerras e conflitos armados


delimitados pela presença do Espírito Santo, e Guerra Final após a Graça sem a
restrição do Espírito Santo. E mais: Ira das Nações Não Contida e Abalo das Potestades
do Céu ocorrem em seqüência, e não simultaneamente. Isto é importante. O Abalo
das Potestades dos Céus ocorrerá com A VOZ DE DEUS, que se dará apenas à
altura da 7ª Taça.

Podemos com todos estes dados, montar um gráfico bem compreensível:

Assim visualizada a questão quanto ao conflito militar de Daniel 11, podemos seguir na
análise, na exegese dos versos 40-45.

* ‗ELE‘

* ‗REI DO SUL‘

* ‗REI DO NORTE‘
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

156

O ‗REI DO SUL‘ está lutando ‗COM ELE‘... É simples: Quando apenas DOIS estão lutando o
―COM‖ de fato significa CONTRA.

Mas quando são três em luta, o ―COM‖ significa parceria, contra o terceiro elemento.
Exemplo:

Numa guerra entre três nações: EUA, Inglaterra e Alemanha, dizemos:

Os EUA lutaram com a Inglaterra, e a Alemanha a invadiu com


navios, etc., é obvio que os EUA e a Inglaterra figuravam como
aliados, e a Alemanha invadindo a Inglaterra era a inimiga comum.

Este é um caminho que se ajusta ao texto, mas muito bem a todo o contexto, a toda
moldura básica da escatologia.

―ELE‖ 409 Este é o


sujeito do verso,
como também dos
versículos anteriores.
A identificação é
clara: IGREJA-ESTADO
do VATICANO. A
propósito não se esqueça da dupla personalidade
daquele poder. É poder RELIGIOSO, mas é também
poder CIVIL. É Igreja e é Estado. Embora rivais na 2ª Grande Guerra, atualmente, EUA e
VATICANO são aliados. Religiosamente unidos pelo Ecumenismo. Civilmente unidos após
o estabelecimento de embaixadas; e militarmente unidos pelo guarda-chuva protetor
da OTAN. 410

409 Daniel 11:40


410 OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

157

Já previa Truman 411: se os EUA se tornassem uma nação mais


poderosa que a Rússia, o Vaticano se aliaria a eles. Se a
Rússia se tornasse, ao reverso, mais poderosa, o Vaticano a
ela se uniria. E assim de fato é hoje. A igreja de Roma quer,
acima de tudo, sobreviver e reinar absoluta, a qualquer
preço. Para tanto, ligou-se à Nação Americana.

Prosseguindo. Se for possível identificar com clareza o REI DO NORTE, inimigo comum de
ambos fica bem assentado quem será o REI DO SUL. Óbvio!

A pergunta sobre quem é o REI DO NORTE deve ser feita à Bíblia. Tão somente à Bíblia.
Sua única intérprete. Não um ‗NORTE‘ indicado pela geografia, ou por algum
famoso especialista em política internacional, ou ainda por algum eminente teólogo.
Mas exclusivamente pela Bíblia. Em termos assim compreensíveis:

―BÍBLIA, diga-nos, por favor: QUEM é o REI DO NORTE? Que nação ou nações você
qualificou, estabeleceu, como REI DO NORTE, no Final do Tempo do Fim?‖

A resposta vem rápida, sem vacilação:

―Leia atentamente Ezequiel 38. Ali, só ali é revelada sua identidade‖.

É verdade. Um BLOCO DE NAÇÕES, desde há muito estabelecidas ao norte do Mar


Negro e Mar Cáspio.

411Harry S. Truman - (Lamar, Missouri, 8 de maio de 1884 - Kansas City, Missouri, 26 de dezembro de
1972) foi um político estadunidense, 33º presidente dos Estados Unidos da América, governando
de 1945 a 1953. Truman lutou na Primeira Guerra Mundial e em 1922 entrou para o Partido
Democrata, tendo sido eleito senador em 1934 e 1940. Em 1944, concorreu à eleição como Vice-
Presidente com Franklin D. Roosevelt e a 7 de novembro foram eleitos. Com a morte de Roosevelt,
em 12 de abril de 1945, Truman assumiu o cargo de Presidente dos Estados Unidos, durante a
Segunda Guerra Mundial. Foi um dos principais responsáveis pelo lançamento das bombas sobre
Hiroshima e Nagasaki. De 17 de julho a 2 de agosto de 1945 participou juntamente com Stalin e
Churchill da Conferência de Potsdam, onde dividiram a Alemanha e Berlim, criando assim a
Alemanha Oriental, e a Alemanha Ocidental, assim como a Berlim Oriental e a Berlim Ocidental.
Harry Truman, em agosto de 1945, autorizou o bombardeio com armas de destruição em massa
(bombas atômicas) sobre Hiroshima e Nagasaki matando quase 200 mil civis inocentes, muitos
carbonizados ou até mesmo vaporizados.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

158

Flávio Josefo 412, Dr. Young, Dr. Gesênius 413, Cantú, Heródoto, Bauman, Plínio, todos
historiadores confiáveis, são UNÂNIMES em afirmar que os povos arrolados em Ezequiel 38
são exatamente todo o bloco de nações formado pela U.R.S.S., agora APARENTEMENTE
DESFEITO.

(Heródoto – Historiador Grego 414)

412 Flavius Josephus - ou apenas Josefo (em latim Flavius Josephus; 37 ou 38 - c. 100 d.C. também
conhecido pelo seu nome hebraico Yosef ben Matityahu (‫מתתיהו בן יוסף‬, "José, filho de Matias") e,
após se tornar um cidadão romano, como Tito Flávio Josefo (latim: Titus Flavius Josephus, foi um
historiador e apologista judaico-romano, descendente de uma linhagem de importantes
sacerdotes e reis, que registrou in loco a destruição de Jerusalém, em 70 d.C., pelas tropas do
imperador romano Vespasiano, comandadas por seu filho Tito, futuro imperador. As obras de
Josefo fornecem um importante panorama do judaísmo no século I. Suas duas obras mais
importantes são Guerra dos Judeus (c. 75) e Antigüidades Judaicas (c. 94). O primeiro é fonte
primária para o estudo da revolta judaica contra Roma (66-70[5]), enquanto o segundo conta a
história do mundo sob uma perspectiva judaica. Estas obras fornecem informações valiosas sobre
a sociedade judaica da época, bem como sobre o período que viu a separação definitiva do
cristianismo do judaísmo e as origens da Dinastia Flaviana, que reinaria de 69 a 96.
413 Heinrich Friedrich Wilhelm Gesenius (3 de fevereiro, 1786 - 23 de outubro, 1842) foi um orientalista

alemão e crítico bíblico. Ele nasceu em Nordhausen. Em 1803 ele tornou-se um estudante de
filosofia e teologia na Universidade de Helmstedt, onde Heinrich Henke foi seu professor mais
influente. Em 1806, logo após a formatura, ele se tornou Repetent e Privatdozent em Göttingen e,
como mais tarde foi o orgulho de dizer, tinha Agosto Neander para seu primeiro aluno na língua
hebraica. Em 1810 ele tornou-se extraordinarius professor de teologia, e em 1811 ordinarius, na
Universidade de Halle, onde, apesar de muitas ofertas de preferment alta em outro lugar, ele
passou o resto de sua vida.
414 Heródoto (em grego, Ἡρόδοτος - Hēródotos, na transliteração) foi um historiador grego,

nascido no século V a.C. (485–420 a.C.) em Halicarnasso (hoje Bodrum, na Turquia). Foi o autor da
história da invasão persa da Grécia nos princípios do século V a.C., conhecida simplesmente
como As histórias de Heródoto. Esta obra foi reconhecida como uma nova forma de literatura
pouco depois de ser publicada. Heródoto foi o primeiro não só a gravar o passado mas também
a considerá-lo um problema filosófico ou um projecto de pesquisa que podia revelar
conhecimento do comportamento humano.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

159

(Cesare Cantú – Historiador 415)

Aliás, os jogos de interesses entre as nações, sofrem mutações continuamente. São muito
instáveis. Basta que se considere o artigo distribuído pelo New York
Times em 31 de março de 1994, do ex-presidente da
Tchecoslováquia Václav Havel416 do qual transcrevemos duas
declarações:

New York Times, 31-03-1994 ...― se o Ocidente e todas as outras


forças democráticas do mundo não tomarem medidas imediatas
para submeter os assuntos Europeus e Euroasiáticos a uma nova ordem, outras forças
podem levar a melhor, e o resultado será provavelmente desastroso. ...  O próprio
Ocidente está contribuindo muito para o Leste SE SENTIR DESAPONTADO com o mundo
em que depositava tantas esperanças no tempo da resistência.‖

Outra questão importante. Aqueles povos têm confirmada sua ATUALIDADE no quadro
profético escatológico. Duas declarações inspiradas:

―...NO FIM DOS DIAS sucederá que hei de trazer-te contra a Minha terra‖...417

―Não és tu aquele de quem Eu disse nos dias antigos ... que te traria contra eles?‖...418

415
Cesare Cantù (Brivio, 5 de dezembro de 1804 — Milão, 15 de março de 1895) foi um historiador,
escritor e importante intelectual italiano. Autor da obra História Universal em 72 volumes, inspirada
nos ideais do catolicismo liberal. Escreveu também o romance Margherita Pusteria em 1838 e
estudos sobre poetas Italianos. Entre os escritores italianos do século XIX, Césare Cantu ocupa
lugar de destaque pela sua grande atividade, não somente de historiador, mas de polígrafo, de
político e educador, como professor primeiro, depois como publicista.
416 Václav Havel (Praga, 5 de outubro de 1936) é um escritor e dramaturgo tcheco. Foi o último

presidente da Tchecoslováquia e o primeiro presidente da República Tcheca. Firme defensor da


resistência não-violenta, tornou-se um ícone da Revolução de Veludo em seu país, em 1989. Em 29
de dezembro de 1989, na qualidade de chefe do Fórum Cívico, elegeu-se presidente da
Tchecoslováquia pelo voto unânime da Assembléia Federal.
417 Ezequiel 38:16
418 Ezequiel 38:17
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

160

Mas, voltando à identificação dos três poderes mundiais


em luta, no tempo do fim, podemos tranqüilamente
concluir:

* ‗ELE‘ = VATICANO
Igreja - Estado
* ‗REI DO NORTE‘ = URSS
Império aparentemente
desfeito
* ‗REI DO SUL‘ = EUA

O Rei do Sul, aliado que é do Vaticano e oponente do


bloco das Nações do Norte, só pode ser, por inferência, os
EUA, sem alternativa.

Observe que o REI DO NORTE tanto na história como na Profecia é inimigo do VATICANO.
Portanto jamais pode ser considerado como sendo Estados Unidos, aliado que é de
Roma até o desfecho da história.

Aí coligadas estão a ‗Besta do Mar‘ e a ‗Besta da Terra‘, que tentarão impor a todos os
povos, com o apoio irrestrito do BLOCO DOS DEZ (Nações Ricas Dominantes) um
GOVERNO MUNDIAL, mas que não passará absolutamente na garganta de GOGUE, não
se subordinará. Antes, continuará se considerando Guardião das Nações do Terceiro
Mundo, e se arremeterá contra a Grande Babilônia, num desesperado e derradeiro
esforço para ser ela, a RÚSSIA, a Senhora de um Império Mundial. Aquela nação, a
história que o diga, sempre teve sangue imperial nas veias. Não há transfusão que mude
sua natureza. Um armistício sim, um tratado de coexistência sim, mas submissão
incondicional, capitulação passiva, jamais ela aceitará. Preferirá, antes, a destruição
mútua. Seu arsenal ainda intacto, será a resposta à pretensão de hegemonia da Grande
Babilônia. Não é necessária visão de águia a qualquer estudante de filosofia da história
para que se perceba esta realidade. Nem tampouco referendar estas afirmações com
declarações de ‗experts‘ em política internacional. Entre ―trigo ou bomba a Rússia
sempre optou por bomba‖. Circunstancialmente apenas teve agora que optar por
―trigo‖. Daí sua temporária abertura para o Ocidente.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

161

Os olhos da Profecia ainda mais nos ajudam a compreender os movimentos das Nações,
desde que os nossos estejam untados com o bom COLÍRIO recomendado pelo admirável
Senhor dos Senhores. Mais um lembrete inspirado:

―quando disserem: Há paz e segurança; então lhes sobrevirá repentina destruição‖419

Lembre-se sempre: as Nações Pobres é que se levantarão militarmente contra a Rica


Babilônia, e não o inverso. E Daniel 420 descreve tal campanha militar pelo REI DO NORTE
que, portanto, jamais pode ser apontado como EUA. Esse país é, antes, o alvo militar das
Nações Pobres sublevadas.

Outro detalhe significativo: ...―entrará nas terras, as inundará e passará‖...421

Algumas traduções são mais específicas e objetivas:

...―entrará EM SUAS TERRAS‖...422

―E o rei do meio-dia pelejará contra ele no tempo assinalado, e o rei do Aquilão


marchará também contra ele como uma tempestade, com grande multidão de
carroças, e de gentes a cavalo, e com uma grande armada, e entrará nas suas terras,
assolá-las-á e passará.‖ 423

Evidente, nas TERRAS do PAPADO, do VATICANO, ou seja, no CONTINENTE EUROPEU,


como é assentado e aceito, em consulta à História e à Profecia de Apocalipse 13.

O fato de a Babilônia ‗TIPO‟ ter sido o REI DO NORTE, geograficamente, em relação a


ISRAEL, no passado, não é fator determinante para que a Babilônia Moderna, Ocidental,
o seja também; salvo se a Bíblia assim o indicasse. Mas as circunstâncias atuais são
totalmente outras.

419 I Tessalonicenses 5:3


420 Daniel 11:40-45
421 Daniel 11:41
422 Daniel 11:41 – Bíblia de Jerusalém
423 Daniel 11:41 – Tradução Figueiredo
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

162
Constitui insustentável exercício de interpretação apontar o REI DO NORTE como sendo
os Estados Unidos da América do Norte. Tal proposição atropela todo o CONTEXTO
DISTANTE, todo o quadro Profético-Escatológico. Dessa forma, as pedras do quebra-
cabeça não se ajustam não se encaixam harmoniosamente. Ressaltamos: EUA,
atualmente é a nação líder da Babilônia Apocalíptica, de parceria com o Vaticano, e
NUNCA oponente dessa Confederação Ocidental das nações ricas, opressoras. O Rei do
Norte é constituído por outro Bloco de Nações inimigo dessa parceria dominadora.

Se observarmos bem veremos claramente quem são OS ALIADOS do REI DO NORTE e


quais são as Nações dele INIMIGAS ali relacionadas. Por aí, pois, se pode também
esclarecer, elucidar facilmente esta questão. Tentar estabelecer identidade dos EUA
como REI DO NORTE não subsiste à exegese. Nem o Papado, nem os EUA, invadirão
Jerusalém, aliados que dela são. Mas a campanha ali mencionada, derribando países e
conquistando Israel é feita pelo Rei do Norte - URSS.

Quanto à extensa CAMPANHA MILITAR ali empreendida pelo REI DO NORTE, não é difícil
ser acompanhada. Dispensa, pois, maiores comentários. Apenas um adendo julgamos
oportuno, com relação à entrada do rei do Norte na Palestina:

Na hipótese de que a Nação Americana seja o Rei do Norte, a predição não se ajustaria
ao cumprimento, visto que EUA e Israel são aliados incondicionais. Mais que isto, Israel é
sua ‗cabeça de ponte‘ no Oriente Médio, é sua menina dos olhos. Na predição profética
o Rei do Norte, entre outras conquistas militares, realiza essa campanha contra Israel;
donde se conclui que, Rei do Norte e Israel são política e militarmente inimigos e, na sua
conquista, arma ali sua tenda, isto é, ali se fixa, entra com o propósito de permanecer.

A menos que haja maior luz, esta é a visão correta da escatologia de Daniel 11, visto que
Daniel 11:40-45 - Joel 2, 3 - Ezequiel 38, 39 - Apocalipse 16, 17, 18, etc., constituem uma
unidade escatológica, e estão, desta forma coesas em seus significados, com o amplo e
harmonioso respaldo do Testemunho de Jesus.

Por outro lado, relembrando, na segunda guerra mundial, EUA e Vaticano eram rivais,
inimigos. O Vaticano se aliou à Alemanha, Itália e Japão para enfraquecer ou destruir a
maior nação não católica do globo, para tentar outra vez, o Vaticano, reinar soberano,
como na Idade Média. Se não, leia a carta, documento histórico, público, de Truman a
Pio XII (Cardeal Pacelli). Reproduzimos a seguir:
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

163

Washington, D. C.
Estimado Sr. Pacelli:

Como batista e como chefe do


Executivo da maior e mais
poderosa nação do mundo, na
qual todos me chamam simplesmente SR. TRUMAN, não posso dirigir-me ao
senhor como SUA SANTIDADE, título pertencente a Deus.

Nós nos Estados Unidos consideramos todos os homens iguais perante Deus e
nos dirigimos a eles por seus verdadeiros nomes. Por isso mesmo é que me dirijo
ao senhor simplesmente SR. PACELLI.424

O Povo que me elegeu seu chefe executivo, é uma nação democrática


amiga da paz. Portanto, meu dever é procurar a cooperação daqueles que
realmente tenham dado provas de desejar a paz e trabalhar para consegui-
la; não dos que gritam paz e fomentam a guerra. Não acredito que o senhor,
nem a sua Igreja, se encontrem, estejam entre os que verdadeiramente
procuram a paz e trabalhem para ela. Em primeiro lugar: nossos antepassados,
fundadores desta grande nação, conhecendo, pela história passada a
natureza da vossa igreja, amante da política e da guerra, assentaram como
princípio de nosso governo, não permitir vossa intromissão em nossos assuntos
de governo. Aprenderam bem esta lição com a história européia; e, por isso,
estamos convencidos que nossa democracia durará enquanto não
aceitarmos vossa intromissão, como fizeram os governos da Europa, que
enredastes com vossas doutrinas e intrigas políticas. Tomás Jefferson, um dos
mais sábios deste país, disse isto mesmo quando declarou: «A história não nos
demonstra nenhum exemplo de algum povo manejado pelo clero que tenha
um governo civil e livre». Por isso, é o senhor a última pessoa do mundo que
pode ensinar-me a forma de dirigir meu povo pelo caminho da paz. Para
refrescar sua memória, vou lembrar-lhe alguns fatos: foi vosso predecessor no

424Papa Pio XII - Eugenio Maria Giuseppe Giovanni Pacelli; (Roma, 2 de Março de 1876 — 9 de
Outubro de 1958) foi eleito Papa no dia 2 de março de 1939 até a data da sua morte. Foi o
primeiro Papa Romano desde 1724. Foi o único Papa do século XX a exercer o Magistério
Extraordinário da Infalibilidade papal – invocado por Pio IX – quando definiu o dogma da
Assunção de Maria em 1950 na sua encíclica Munificentissimus Deus. A sua ação durante a
Segunda Guerra Mundial tem sido alvo de debate e polêmica.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

164
Vaticano, Papa Pio XI, o iniciador de toda a agressão fascista, com os tratados
luteranos, realizados com Mussolini em 1929. Este foi o princípio da traição à
civilização cristã.

Foi, aí, o começo dos horrores caídos sobre a Europa e o mundo, de cujas
conseqüências estamos sofrendo agora. Um notável escritor e historiador do
meu país, Lewis Munford (que não é comunista, nem odeia os católicos),
escreveu o seguinte em seu livro: FAITH FOR LIVING, livro que se publicou em
1940: "A traição ao mundo cristão, se efetuou claramente em 1929, com a
concordata que se realizou entre Mussolini e o Papa."

Diz mais: "Desafortunadamente, os propósitos do fascismo, estão em profundo


conflito com os de uma República Livre, como é a dos Estados Unidos. Neste
trabalho a Igreja Católica... foi uma aliada uma potente aliada, das forças da
destruição.

Nessa época, poucos dos que vivemos nos Estados Unidos conhecíamos a
verdadeira natureza do fascismo, como o senhor e o Papa Pio XI conheciam,
pois foram os senhores que o fomentaram e aliaram sua igreja a ele (fascismo).

O senhor mesmo foi especialmente preparado, como jovem sacerdote,


diplomata da igreja, para o propósito específico de ajudar a Alemanha a
preparar-se para a guerra Mundial.

O senhor e o Kaiser, na Suíça, urdiram intrigas contra os aliados durante a


primeira Guerra Mundial. O senhor esteve 12 anos na Alemanha, onde tomou
parte na subida de Hitler ao poder, tendo feito acordos com ele e com o
execrado Von Papen, um segundo papa que ajudou Hitler a tomar o poder,
cuja firma, como de Eugenio Cardeal Pacelli, juntamente com a de Hitler,
constam da Concordata com o Vaticano assinada em 1933. Ninguém jamais
acreditará que o senhor ignorasse o complô que Hitler e seus nazes estavam
preparando contra nós. O próprio biógrafo católico, disse que o senhor,
durante esses anos era "O homem mais bem informado do Reich".

Depois da assinatura da Concordata, pelo senhor e Von Papen e de salpicar


água benta a Hitler, dando-lhe a "impressão" que ressuscitava, Von Papen,
que conseguiu escapar à força de Nuremberg, se jactava da seguinte forma:
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

165

"O terceiro Reich é o primeiro poder que não somente reconhece, como põe
em prática os altos princípios do papado".

Vossos cardeais e bispos benziam, em Roma, as armas de guerra dos soldados


enviados contra os indefesos etíopes. Vosso cardeal Schuster, de Milão,
proclamou o roubo da Etiópia, como uma cruzada santa, "para levar em
triunfo à Etiópia a cruz de Cristo". E, no entanto chama o senhor a sua Igreja "A
Igreja de Deus", e pretende que eu, como chefe de um Estado Civil, admita o
senhor como superior a mim e ao povo dos Estados Unidos. O senhor fala com
palavras melosas sobre justiça. Ao mesmo tempo faz soar os tambores para
outra guerra, talvez mais terrível que as duas últimas, contra a Rússia que nos
ajudou a derrotar Hitler e Mussolini.

O senhor está incitando os Estados Unidos para que, o quanto antes, declare
guerra à Rússia, usando os mesmo métodos usados por Hitler e Mussolini para
solidificar seus detestáveis e diabólicos regimens. O senhor quer ver
desperdiçados nosso dinheiro e enviar nossos jovens a uma morte horrível,
sobre os cadáveres de Hitler e Mussolini para terminar a luta que eles
começaram com ajuda do senhor e a quem nós derrotamos.

Sim, Estados Unidos desejam a paz; porque, de todas as nações só nós ficamos
com alguma prosperidade e decência.

Somos o baluarte das liberdades democráticas protestantes. Se nós, ou a


Inglaterra protestante, nos debilitássemos, a vossa "CULTURA CATÓLICA" teria
uma oportunidade de governar outra vez o mundo, fazendo-o retroceder à
Idade Média. Se perdêssemos, ou nos enfraquecêssemos com a guerra que
provoca contra a Rússia, o senhor facilmente procuraria uma aliança com ela.
Seu predecessor, o Papa Pio XI, declarou publicamente que ele faria pacto
"COM O DIABO MESMO", se conviesse aos interesses de sua igreja. Portanto,
senhor Pacelli, é meu dever, como chefe deste país predominantemente
protestante, rechaçar suas aventuras à guisa de aliança de pacto para a paz.
"Aqueles que comem no prato em que o diabo está comendo, devem usar
uma colher muito larga".
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

166

Continuarei a procurar a paz como bom batista, conservando os honrados


princípios protestantes que fizeram poderosa nossa nação e trabalhando por
eles. Vosso sinceramente - Harry S. Truman 425

Todo o quadro escatológico, como belo quebra-cabeça fica harmoniosamente assim


montado, formando um CONJUNTO COESO, COERENTE, ACEITÁVEL. E muito bem casado
com a história.

425 Tradução livre do The Convérted Catolic


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

167

Identificação e Atualidade dos Reis do Norte

Algumas observações persistem sobre as incertezas que subsistem a respeito dos ―Reis do
Norte‖: Gogue, Magogue, Meseque, Tubal, etc.

1. Os mais conceituados intérpretes são unânimes em afirmar o


cunho ESCATOLÓGICO de Ezequiel 38 e 39. Um conjunto de
profecias não cumpridas em qualquer tempo do passado.

2. São divergentes quanto à época do futuro cumprimento, em


três posições:

Ocorrerão exclusivamente antes da Volta de Jesus.

Ocorrerão exclusivamente após o Milênio.

Algumas predições ANTES, outras APÓS.

3. Uma EXEGESE CRITERIOSA, que não violente frases, palavras,


texto e contexto... próximo e distante, será altamente valiosa.

4. Buscar no Espírito de Profecia qualquer citação ou referência


é indispensável, a fim de poupar-nos de qualquer desvio de
interpretação.

5. O mesmo método usado no estudo da mística Babilônia


deverá, obviamente, ser adotado no estudo de Gogue:

Identificação HISTÓRICA-GEOGRÁFICA

Identificação PROFÉTICA-ESCATOLÓGICA
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

168

6. Na interpretação, na identificação desses ‗Reis do Norte‘,


não deverão ser olvidados os livros de Joel e Daniel 11:40-45,
onde são também citados. São textos igualmente
escatológicos.

7. A ‗UNIVERSALIZAÇÃO‘ de acontecimentos escatológicos pré-


milênio deverá ser estudada. Equivale dizer, se deveremos ou
não abandonar o princípio da análise PROFÉTICO-HISTÓRICO-
GEOGRÁFICO, quando no estudo da escatologia apocalíptica
pré-milênio, e POR QUE.

Em outras palavras, devemos localizar geograficamente Babilônia? Os Povos do Norte?


Os Reis do Oriente? A resposta é simples: se a Bíblia o faz, necessariamente devemos
aceitá-la, da maneira como o faz, irrestritamente.

O estudante atento há de perceber que algumas vezes, para se enfatizar a importância


de determinadas colocações, conscientemente as temos repetido duas ou três vezes.
Mas com enfoques diferentes para melhor conscientização.

A Inspiração nos recomenda, insistentemente, buscar nos acontecimentos atuais


respostas, dados para bem nos situarmos, a fim de entendermos como será o desfecho
de todas as coisas:

―os JORNAIS DIÁRIOS estão repletos de INDÍCIOS‖...426

―A HISTÓRIA DAS NAÇÕES... FALA A NÓS HOJE... Diz-nos onde nos achamos hoje, e o que
se pode esperar no tempo vindouro‖...427

―Os que se colocam sob a direção de Deus, para por Ele ser guiados, COMPREENDERÃO
A CONSTANTE CORRENTE DE ACONTECIMENTOS que Ele ordenou.‖428

426 Testemunhos Seletos, vol. 3, 280


427 Educação, 178
428 Testemunhos para a Igreja, vol. 7, 14
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

169

Cabe muito bem, então, uma pequena análise de POLÍTICA INTERNACIONAL, com curta
consideração sobre a ECONOMIA MUNDIAL, ou, sintetizando, um breve estudo da GEO-
POLÍTICA DA FOME.

Quanto aos ―Povos do Norte‖, permita-nos repetir a questão. Quem são afinal? Quem
nos pode dar resposta segura? Vamos buscá-la na Geo-Política? Na Lógica? O certo é
que ambas nos darão respostas totalmente equivocadas.

A Geo-Política classifica as Nações segundo seu assentamento geográfico. As Nações


do hemisfério norte, são chamadas ‗do Norte‘. São as Nações Ricas, o ‗Grupo dos Dez‘.
As do hemisfério sul são por ela consideradas ‗do Sul‘. São os países Pobres, dezenas
deles. Esta classificação tem bastante lógica. Todavia não se usa a lógica para a
interpretação da Bíblia, da Verdade, principalmente de Profecias.

Quanta coisa nela é totalmente destituída de lógica, razão porque é tão ridicularizada e
rejeitada pela maioria dos intelectuais. É por aí que muitas vezes ela ‗confunde os
sábios‘. Não tem lógica, mas tem coerência, tem Princípios de Interpretação que ela
mesma estabeleceu.

A resposta deve ser sempre de caráter exclusivamente TEOLÓGICO. Pergunta-se pois à


Bíblia, e à ―BÍBLIA SÓ‖. Ela é sua única intérprete. Apenas ela. A pergunta pois, a ela
dirigida, deve ser da seguinte forma:

―Bíblia, por estranha e surpreendente que possa ser sua resposta,


diga-nos que Povos ou Nações você classifica, no quadro
escatológico, como REIS DO NORTE?
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

170

Assim está bem formulada a pergunta. Totalmente isenta de preconceitos, não


tendenciosa. Assim, com espírito de criança, devemos estar preparados para receber a
resposta, por mais desagradável que nos seja. Ainda que desmoronem nossos castelos e
expectativas.

Como vimos, Daniel 11:40 apenas descreve em poucas palavras as suas conquistas. Já o
profeta Joel detalha mais amplamente sua campanha militar próxima à Volta de Jesus,
‗cobrindo a terra toda‘, e não a Palestina tão somente. Não uma guerra espiritual contra
o Povo de Deus. Joel acrescenta dados desta campanha militar do ‗Rei do Norte‘,429 mas
não o identifica.

Reiteramos: Ezequiel, o profeta e atalaia das nações, apenas ele tem a resposta. Ali, nos
primeiros versos do capítulo 38. E é indiscutível o caráter escatológico do mesmo. Sua
natureza intrínseca assim o determina. Descreve ali uma campanha militar de larga
envergadura ‗no fim dos anos‘430. É agora, justamente agora, diante da relação de
povos ali registrada, que entra a HISTÓRIA, companheira inseparável da Escatologia.

É aqui que se consulta historiadores confiáveis, os estudiosos da história antiga. Eles hão
de nos dar inestimável contribuição na identificação dos mesmos, onde se
estabeleceram como foi sua formação, etc.

Podem esses mesmos países (antiga URSS) ser assim chamados ‗do Norte‘, por terem se
situado ao NORTE DA BABILÔNIA ANTIGA, o que tem um pouco de lógica, visto que
Ezequiel profetizou quando estava em Babilônia. Mas este não é um fator decisivo
também (embora haja lógica), na composição da cadeia profética.

Você deve ter já assimilado que a iniciativa deste conflito mundial pertence aos
oprimidos, dando vazão ao seu ódio contido, às paixões reprimidas contra a arrogante,
rica e opressora Babilônia de Apocalipse 18. Só a Rússia de Marx (ainda não livre e isenta
de sua influência) se considera líder e defensora das Nações terceiromundistas. Apenas
ela é militarmente forte para ousar, na consumação final, uma investida militar de tal
porte contra o Ocidente embriagado com o ‗Milênio de Paz‘.

429 Joel 2:20


430 Ezequiel 38:8
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

171

Identificação dos Povos do Norte

A seguir iremos reproduzir alguns dados históricos a nós legados por Flávio Josefo,
Heródoto, H.G.Wells 431, e outros, a respeito da formação dos povos arrolados no capítulo
38 do profeta Ezequiel. Faremos, também, algumas considerações com o objetivo de
clarear, de proporcionar maior segurança nesta linha de estudos.

Antes de tudo, porém, é interessante registrar a lista destes povos mencionados no


capítulo já citado:

verso 2-3 GOGUE


verso 2 MAGOGUE
verso 2-3 MESEQUE
verso 2-3 TUBAL
verso 5 PERSAS
verso 5 ETÍOPES
verso 5 PUTE
verso 6 GOMER
verso 6 TOGARMA

Herbert George Wells – também conhecido como H. G. Wells, escritor inglês (21 de setembro de
431

1866 - 13 de agosto de 1946). Escreveu "A Máquina do Tempo" e criou do termo "Bomba Atômica"
antes mesmo de esta existir, além de escrever que o tempo era uma quarta dimensão - o que foi
confirmado mais tarde com a Teoria da Relatividade de Einstein.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

172

A identificação de cada um destes povos é bem segura e confiável, por uma


comprovação muito simples:

HÁ PERFEITA CONCORDÂNCIA NAS INFORMAÇÕES


DE TODOS OS HISTORIADORES ANTIGOS

Antes de mais nada, duas questões devem ser agora tratadas:

1. Houve algum cumprimento desse avanço militar de


tamanha envergadura contra a Babilônia TIPO no passado?
Em realidade o profeta Jeremias disse:

―Porque eis que eu suscitarei e farei subir contra Babilônia uma congregação de grandes
nações da terra do norte‖...432

Babilônia foi conquistada pelo consórcio MEDO-PERSA, ao norte, situadas ao sul do mar
Cáspio. Já predizia Jeremias:

―Alimpai as flechas, preparai perfeitamente os escudos; o Senhor despertou o espírito dos


reis da Média‖...433

Jeremias capítulos 50 e 51 têm DUPLA aplicação, perceptível pelo seu próprio conteúdo
e por citações do Espírito de Profecia. Entretanto, Ezequiel 38 não tem nenhum
cumprimento na história antiga. Tampouco existe qualquer indicação da Pena Inspirada
a respeito. Tais nações ali mencionadas jamais realizaram tal empreendimento militar
contra ‗SEBÁ, DEDÃ, TARSIS‘434 em qualquer época posterior a Jeremias.

432 Jeremias 50:9


433 Jeremias 51:11
434 Ezequiel 38:13
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

173

2. A terminologia do capítulo 38 de Ezequiel igualmente não


permite aplicação para o cerco à Nova Jerusalém, após o
milênio, pelas seguintes razões:

a.) A campanha militar de Gogue, Meseque, Tubal, etc., será contra


‗A TERRA DAS ALDEIAS NÃO MURADAS‘435 não aplicável pois, à NOVA
CAPITAL MUNDIAL, que é totalmente murada. Ademais, o alvo de Gogue
em Ezequiel 38 está no plural: ―ALDEIAS‖. A campanha de Gogue em
Apocalipse 20:8 corresponde à segunda fase do Armagedom.

b.) A expressão ‗NO FIM DOS ANOS‘ 436 não se ajusta ao período pós-
milênio. Reassumiremos este assunto no estudo da Primeira Praga.

c.) Também a investida de Gogue contra ISRAEL 437 não sugere Israel -
Povo de Deus, nem Israel - Nova Jerusalém. Note bem esta outra
expressão: ‗VIRÁS À TERRA QUE SE RETIROU DA ESPADA‘438 A Nova
Jerusalém NÃO SE RETIROU DA ESPADA - ELA VEIO DO CÉU.

Por estas razões é comumente aceito que seu cumprimento ocorra no fim da História.
São descritos ali, em Ezequiel 38, deste modo, acontecimentos essencialmente
escatológicos.

Feitas estas observações, podemos considerar a origem, formação, estabelecimento e


índole desses povos ‗do norte‘, ‗congregação grande‘ 439, ‗exército numeroso‘ 440 etc.

435 Ezequiel 38:11


436 Ezequiel 38:8
437 Ezequiel 38:8
438 Ezequiel 38:8
439 Ezequiel 38:4
440 Ezequiel 38:15
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

174

Gogue

Há poucas referências históricas a Gogue. John Davis, em seu


dicionário da Bíblia, diz tratar-se de ‗GIGES‘, chefe de povos da
Lídia. Não há mais informações valiosas. O interessante, porém
são as seguintes afirmações Bíblicas:

―GOGUE...DA TERRA DE MAGOGUE‖...441

―Príncipe e chefe de MESEQUE e TUBAL‖...442

Desta feita, para se identificar Gogue, basta que identifiquemos


MAGOGUE, MESEQUE e TUBAL. E é o que vamos fazer:

Magogue

Povo descendente de Jafé, filho de Noé:

―Os filhos de Jafé são: Gomer, e Magogue e Madai, e Javan, e Tubal, e Meseque, e
Tiras.‖443

Os Jafetitas se estabeleceram de fato, ao norte, nas proximidades do monte Ararat, sítio


da Arca. Flávio Josefo identifica MAGOGUE com os CITAS. Plínio, escritor romano do
primeiro século A.D. também. Idem, Cantú, John Cumming. Mas merece menção o
registro de H.G.Wells, em História Universal, do capítulo ―Dario Invade a Rússia‖:

―Dario ... desejava atacar o SUL DA RÚSSIA, que acreditava ser a região central dos
nômades CITAS‖...444

―Exposição de um mapa localizando os CITAS ao norte do Mar Negro e Mar


Cáspio.‖445

441 Ezequiel 38:2


442 Ezequiel 38:2
443 Gênesis 10:2
444 H.G.Wells – História Universal, vol. 3, 481-482
445 H.G.Wells – História Universal, vol. 3, 484
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

175

―Heródoto andou ao longo da costa do Mar Negro e acumulou considerável


quantidade de conhecimentos a respeito dos CITAS, povo ariano que então, se
distribuíam pelo SUL DA RÚSSIA.‖446

Essa era a região, a ―Terra de MAGOGUE‖ onde GOGUE se fixou.

Meseque e Tubal

Como se viu em Gênesis447 ―GOGUE, príncipe e chefe de MESEQUE‖, também descende


de Jafé. Aliás, quase todos os povos confederados de Ezequiel 38. Nas inscrições Assírias,
MESEQUE e TUBAL estão sempre juntos. Muito interessante este dado histórico, pois assim o
fazem também Gênesis 10:2 e Ezequiel 38:2 e 3.

―Nos dias de Tiglat, Pileser, (1120 a.C.) e de Salmanazar (859-825 a.C.) a terra de MOSCU,
que é MESEQUE, estava situada nas montanhas ao norte da Assíria e nos limites de TABAL,
que é TUBAL, a oeste. Encaminhavam-se para o mar Negro‖...448

Heródoto denomina as duas raças ―Moscói e Tiberanói, a sudeste do Mar Negro.‖449

Flávio Josefo afirma que os povos de seu tempo, MOSCHEVOS e TOBELITAS, foram
fundados respectivamente por MESEQUE e TUBAL.

Wilhelm Gesênius judeu, exegeta bíblico alemão, em Hebrew and English Lexicon
acrescenta: ―MESEQUE foi fundador dos MOSQUÍS, POVO BÁRBARO, que habitava nas
montanhas MOSQUIANAS...

―MOSQUÍS é um nome grego derivado da palavra hebraica MESEQUE.‖

―TUBAL é filho de Rafete (Jafé), fundador dos TIBERENOS, povo que habitava no Mar
Negro, a Oeste dos MOSQUÍS.‖

Todas as conclusões a respeito dos descendentes de MESEQUE e TUBAL ficam, assim,


bem evidentes.

446 H.G.Wells – História Universal, vol. 2, 362-363


447 Gênesis 10:2
448 John Davis
449 Heródoto 3.94; 7.78
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

176

Togarma

―São uma nação e raiz DO NORTE, originária de GOMER, com abundância de cavalos e
mulos‖... ―Alguns filhos de TOGARMA fundaram a ARMÊNIA, segundo afirmam hoje os
deste país.‖450

―Alguns filhos de TOGARMA se relacionam com as tribos TURCOMANAS da Ásia central.


Parecem ser os COSSACOS e outras tribos vizinhas.‖451

É interessante notarmos o assentamento feito no livro de Ezequiel, bem coincidente:

‖das casas de TOGARMA traziam às tuas feiras cavalos e cavaleiros e mulos;‖ 452

Gomer

―Povo ... veio das regiões além do CÁUCASO, para a Ásia. Era, talvez, o POVO
CIMERIANO, que venceu GIGES.‖453

―Estabeleceram-se no norte do Mar Negro, e daí se espalharam para o Sul e para o


Oeste até às EXTREMIDADES DA EUROPA.‖ (Analytical Concordance).454

Flavio Josefo chamou os filhos de Asquenáz, entre eles GOMER, de ‗REGINIANOS‘. Um


mapa do antigo Império Romano coloca-os na área da atual POLÔNIA,
TCHECOSLOVÁQUIA e ALEMANHA ORIENTAL.

O moderno Talmud judaico nos fornece o mesmo quadro geográfico.

Mais uma contribuição da distribuição geográfica desses povos que deram origem à
Rússia e países satélites, pode ser encontrado no mapa da página seguinte.

450 Dr. Gesênius


451 Dr. Bauman
452 Ezequiel 27:14
453 John Davis
454 Dr. Young
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

177

A HISTÓRIA, pois, companheira inseparável da PROFECIA ―fala a nós hoje‖. Ela, também,
é sempre apontada como ―mãe e mestra‖.

A este capítulo acrescentamos mais o seguinte: É tão grande a CONJUGAÇÃO DESTES


DADOS HISTÓRICOS COM AS PROFECIAS BÍBLICAS LIGADAS AO FIM DO TEMPO DO FIM,
como exposto nestas páginas até aqui, que merecem ser analisados com a devida
seriedade, imparcialidade, equilíbrio e bom senso, com o mesmo espírito, enfim, com
que se expõe tão interessante e significativa matéria para ser estudada.

Mapa dos assentamentos dos descendentes dos filhos de Noé, que acompanha as
Notas Auxiliares ao Estudo da Bíblia, da REVISED STANDARD VERSION, de 1895.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

178

Sobre a presença e ATUALIDADE destes ‗Povos do Norte‘ na Escatologia Bíblica, além das
duas passagens já citadas de Ezequiel 38:16-17, há notável referência a tais povos, que
deverão ser evangelizados no tempo do fim:

O Espírito de Profecia é bem explícito, quando comenta o trabalho das Sociedades


Missionárias e das Missões Adventistas naqueles países ‗pagãos‘. Há de fato uma profecia
bíblica a tal respeito:

―E porei entre eles um sinal, e os que deles escaparem enviarei às nações, a TARSIS, PUL,
e LUDE, flecheiros, a TUBAL e JAVÃ, até às ilhas de mais longe, que não ouviram a Minha
fama, nem viram a Minha glória; e anunciarão a Minha glória entre as nações.‖455

Aí está, bem clara, a descrição da disseminação da verdade do Sábado, ‗um sinal‘


entre ‗eles‘, naquelas nações que também carecem do Evangelho no TEMPO DO FIM.
São pois NAÇÕES NÃO CRISTÃS, o BLOCO DO NORTE.

Em palavras oportunas, assim ilumina o assunto a Pena Inspirada, o Testemunho de Jesus,


comentando tal profecia:

―Olhando ainda para mais longe através dos séculos, o profeta contemplou o
cumprimento literal dessas gloriosas promessas... Jeová declarou ao profeta que Ele
enviaria as Suas testemunhas ‗às nações, a TÁRSIS, PUL, e LUDE ... a TUBAL e JAVÃ, até as
ilhas de mais longe‘. ... Essas profecias de grande despertamento espiritual em tempos de
espessas trevas, estão sendo cumpridas HOJE no progresso dos postos missionários que
estão alcançando as regiões entenebrecidas da Terra. Os grupos missionários em terras
pagãs‖...456

Está, pois, vista e assentada a sua ATUALIDADE, na Profecia e na História contemporânea.


Somos tão gratos a Deus por esta segurança que nos oferece. Fica bem claro assim,
quem são os três poderes em luta, em Daniel 11:40-45.

455 Isaías 66:19


456 Profetas e Reis, 374
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

179

Todos os dados alinhavados até aqui contribuem para melhor análise e compreensão de
Apocalipse 16, ou seja, da ampla possibilidade de serem as seis primeiras pragas uma
descrição simbólica das finais CENAS DE GUERRA. O REI DO NORTE se lançando, em
algumas frentes de batalha, contra a GRANDE BABILÔNIA de Apocalipse 18, estendendo-
se a ‗muitos países‘ gradativamente, como adverte Daniel 11:40-41.

Temos, assim, suficiente material introdutório ao estudo das Sete Pragas.

Este trabalho não constitui apenas outra escola de interpretação, permitida e


franqueada pela própria natureza da Bíblia, e amplamente recomendada pelo Espírito
de Profecia, mas tão somente uma tentativa de contribuição ao estudo de escatologia,
ao ajustamento de suas peças. Sempre tendo em vista os DOIS GRUPOS de passagens,
comparando-os, medindo-os, harmonizando-os em sua aparente contradição. Tal
estudo poderia, assim, ser chamado, com propriedade, Estudos de Escatologia
Comparados.

Haveremos de notar com o acréscimo do capítulo seguinte, a sincronia, o ajustamento


significativo de todas as peças desta complexa engrenagem escatológica, desde
Ezequiel, Daniel, Jeremias, Joel, Mateus 24 até Apocalipse etc., sem a necessidade de
comentários ou conclusões forçadas, insustentáveis, descabidas.

É claro que, para o estudante da profecia visualizar e bem se situar nesta gama de
colocações aqui contida, despenderá tempo. Deverá ler e reler. Mas será compensador.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

180

A POLÍTICA EXTERNA E INTERNA DA RÚSSIA

O estudo de Escatologia, que está sempre atado à História, é muito adverso. Traz em si a
possibilidade ou necessidade de eventuais mudanças de conceitos, em parte ou no
todo. E isto, se entende, não faz o gênero do teólogo. É muito indigesto. Mas é necessária
esta adaptabilidade, a não ser que não se importe em perder o sentido da realidade,
para se fixar no culto à tradição.

Considere bem o seguinte: o diálogo entre duas ou mais pessoas desarmadas é muito
menos tenso e com melhores perspectivas de bons resultados do que entre homens
precavidamente armados. Isto mesmo ocorre com o relacionamento entre as Nações.

Ainda que bem rotulado como ―Conferência de Cooperação Econômica‖, entre Países
Industrializados, Ricos, e Nações em Desenvolvimento e Pobres, tais encontros muitas
vezes quase resultaram em confrontação militar.

De um lado: Estados Unidos da América do Norte, Inglaterra, França, Alemanha, Itália,


Japão, Canadá, e do outro: Argélia, Nigéria, África do Sul, Argentina, México, Brasil,
Espanha, Portugal, Índia, Venezuela, Chile, Arábia Saudita, Turquia, Coréia do Sul, etc.

Já que a pretendida GLOBALIZAÇÃO, ou NOVA ORDEM MUNDIAL, ou NOVA ERA, ou


MILÊNIO DE PAZ, não vai mudar esse triste desenho mundial, (Ricos versus Pobres) é certo
que o castelo da utopia ruirá.

São dezenas de países desesperadamente endividados, sistematicamente pilhados em


seus minguados recursos financeiros. Agrava o quadro ainda, o esvaziamento desses
recursos públicos pela corrupção interna nessas infelizes Nações Pobres.

A Globalização, aos olhos de todos, está encaminhando EUA e Europa para se tornarem
os ‗donos da terra‘, o que será absolutamente intolerável para tais Nações Oprimidas. A
Rússia que o diga.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

181

As duas Rússias – Civil e Militar

Exercício difícil de ser realizado é tentar calcular o percentual


do PIB (Produto Interno Bruto) para a manutenção da Rússia
Militar457 algo em torno de 15% ou mais. Com que
conseqüência? A Rússia Civil tornou-se incapaz de sustentar a
Rússia Militar. Empobreceu demais.

É esta a única razão pela qual adotasse a Política de


Distensão: conseguir recursos no Ocidente para injetá-lo na
Rússia Civil, a fim de voltar, quando possível, a beneficiar a
Rússia Militar. Ambas esperam ou esperavam maciços
investimentos ocidentais em seu país.

457 Chefe militar afirma que Rússia terá o arsenal mais poderoso do mundo. Moscou, 04-09-2007
(EFE). - O chefe do Estado-Maior do Exército russo, general Yuri Baluyevski, disse hoje que a Rússia
terá "o arsenal mais confiável e poderoso do mundo", mas que esse armamento não representa
uma ameaça a ninguém. "A Rússia tem e terá o armamento mais confiável e poderoso do mundo
(...), essas armas garantirão a vida em paz de nosso povo, nossos filhos e netos", afirmou Baluyevski,
citado pela agência "Interfax".
O general russo fez as declarações por ocasião do 60º aniversário do Departamento de
Segurança Nuclear (DSN) do Ministério da Defesa, e afirmou que o arsenal "não ameaça
ninguém". Os especialistas do DSN "mantêm esse armamento em condições de máxima
segurança e pronto para uso", acrescentou. Baluyevski disse que a maioria da população mundial
compreende que "essas armas ainda são necessárias para garantir a paz no planeta, como
ocorreu quando a maior potência do mundo fabricou essas armas e ameaçou outros países com
elas", em uma clara referência aos Estados Unidos. "Nosso país e nosso povo fabricou armas que
garantirão a paz durante décadas e por mais de um século", afirmou.
A Rússia aumentou este ano em um terço as despesas em defesa e iniciou um processo de
modernização das Forças Armadas, cuja maioria dos armamentos e equipamentos é obsoleta. O
presidente russo, Vladimir Putin, anunciou que o país contará nos próximos anos com a "tríade
nuclear: aviões estratégicos, submarinos e plataformas de lançamento", o que permitirá manter o
"equilíbrio estratégico". Em maio, a Rússia testou com sucesso um novo foguete intercontinental
balístico, o RS-24, capaz de transportar várias cargas nucleares guiadas individualmente e superar,
segundo os militares russos, o escudo antimísseis dos Estados Unidos.
Além disso, a Aviação Estratégica contará em breve com o primeiro avião Tu-160 supersônico na
versão renovada (Black Jack, segundo a OTAN), capaz de transportar 12 foguetes cruzeiro com
ogivas nucleares ou convencionais, e 40 toneladas de bombas. O Tu-160, maior bombardeiro
quadrimotor do mundo, é tripulado por quatro pessoas e pode voar sem reabastecer distâncias
de até 14.600 quilômetros a 18 mil metros de altura e uma velocidade de 2.230 km/h. Putin
advertiu o Ocidente que adotaria medidas de resposta, como apontar seus mísseis para a Europa,
se os Estados Unidos seguirem adiante com os planos de instalar elementos de seu escudo
antimísseis no Leste Europeu. O presidente russo suspendeu em julho o Tratado de Armas e Forças
Convencionais na Europa (Face), e a Aviação Estratégica retomou em agosto os vôos de
patrulhamento no espaço aéreo internacional, suspensos desde 1992. Apesar das novas medidas,
o Kremlin sustenta que o orçamento militar dos Estados Unidos é, em números absolutos, quase 25
vezes superior ao da Rússia.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

182

Trata-se de uma mudança tática, política e não ideológica. Mudança apenas aparente
e temporária. É bom lembrar que tanto o Congresso como a Cúpula Militar dessa Nação
permanecem ideologicamente os mesmos. Nunca deixarão de ser profundamente
imperialistas, de certa coloração marxista.

Não há necessidade de trazer aqui a dimensão do arsenal russo458, nem quantitativa nem
qualitativamente. Vai além de nossa imaginação o que está estocado em terra e mar.

A meta russa de ―alcançar e ultrapassar‖ a América do Norte (EUA) está mais que
atingida. A superioridade russa inclusive no campo da Guerra Convencional é
esmagadora, segundo alguns ‗experts‘, embora aparente a figura de um ‗leão velho‘. E
esta superioridade é a mesma no campo de armas químicas e bacteriológicas, cuja
produção tem custos mais baixos que armamentos altamente sofisticados.

A fome, a ambição e o ódio sempre são péssimos conselheiros, não nos esqueçamos. É o
tamanho deles e não da Máquina de Guerra que deve nos impressionar. Assim, não é
apenas a pobreza de tantos países tão esbulhados que haverá de detonar o levante dos
Povos do Norte contra a escatológica Babilônia, mas sua sufocada ambição e ódios
contidos. Relembrando: Geograficamente do Leste, mas na Escatologia Bíblica, do
Norte.

458 www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u76817.shtm ...O jornal americano "The New York


Times" destacou declaração de um deputado russo tido como independente, Mikhail Zadornov,
afirmando que "todas essas medidas [as anunciadas por Putin] significam retorno à União
Soviética". Entre os americanos esse tipo de observação não escapa de efeitos emocionais
incômodos. União Soviética lembra Guerra Fria, dois superpoderes com capacidade de
destruição mútua etc. Nos gabinetes em Washington a idéia de uma Rússia inconformada com o
que é hoje, outra vez em busca de "glórias", sob regência de um grupo de mentalidade policial
com raízes no stalinismo, tem a ver com foguetes e também com petróleo. O arsenal russo ronda
as 18 mil ogivas. São operacionais pelo menos 8.000. Não significa que as demais estejam
incapacitadas de uso. Os "Starts", tratados de redução e limitação de foguetes estratégicos, de
alcance intercontinental, são ignorados.
...Esses engenhos totalizam mais de 2.000 e podem carregar ogivas múltiplas. Em junho o ministro
do Interior russo declarou que seu pais se sente autorizado a desenvolver novos tipos de armas
nucleares para suas forças estratégicas. Putin, em seu "Estado da Nação", divulgado em maio,
falou da criação de armas que "garantam a capacidade de defesa da Rússia e seus aliados". São
14 os submarinos atômicos operacionais. Os bombardeiros estratégicos somam 79 de três tipos. O
PIB (Produto Interno Bruto) russo é inferior ao do Brasil, mas o superpoder militar permanece, apesar
das dificuldades econômicas.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

183

É muito proveitoso transcrever abaixo algumas colocações


de Gilles Lapouge, comentarista de Política Internacional
no jornal Le Monde, França, em junho de 1977 e publicado
no jornal o Estado de São Paulo em 12-06-1977:

Gilles Lapouge – ―...Na realidade é ridícula (as ajudas públicas aos países em
desenvolvimento), se pensarmos que o endividamento dos países pobres a
respeito dos ricos é atualmente de 180 bilhões de dólares (em 1977) -
endividamento monstruoso que constitui a prova clamorosa da injustiça da
ordem atual, da degradação, apesar das aparências, das ‗relações de troca‘,
do recuo, enfim, dos países pobres em relação aos ricos, que a crise não
impede de aumentar, dramática e continuamente.

...Resta saber por quanto tempo a confusa debandada do presente e a Lei da


selva capitalista poderão persistir sem provocar uma explosão. Parece que o
fracasso da Conferência de Paris deveria soar como alarma.

...É de recear que a luta de classes descubra uma nova motivação numa
escala planetária e que um amplo ―SINDICATO‖ DAS NAÇÕES POBRES se junte
para por a navalha na garganta das NAÇÕES RICAS.‖ ...

A este respeito, é oportuno trazer à lembrança a condição do devedor em relação ao


credor, no intercâmbio comercial:

―O rico domina sobre os pobres; e o que toma emprestado é servo do que empresta.‖459

Em razão do desfecho indicado pelos já citados dados Profético-Escatológicos, tudo nos


leva a crer que este será o comportamento russo na sua derradeira oportunidade: ―ou
Nós ou Ninguém‖.

As alianças atuais, entre a Rússia e os países Ocidentais ricos, claro que são um engodo.
A esta conclusão chegaríamos mesmo que as predições bíblicas não nos revelassem
assim (―quando disserem paz e segurança, haverá repentina destruição‖).

459 Provérbios 22:7


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

184

A História, se a aceitamos como mestra nos indica exatamente isto. O Império Russo e
Europa Ocidental, etc., nunca se consorciaram, nunca formaram parcerias. Afinal,
lembre-se, não são irmãos de sangue. Sempre foram Impérios distintos sem qualquer
coligação na História.

A ausência moderadora do Espírito Santo dará ensejo a decisões surpreendentes no


termo da história, no relacionamento entre Nações e Nações.

Vale que seja acrescentado mais um dado importante: o bloco da antiga U.R.S.S.
continua internamente bem amarrado por acordos, tratados, etc. A ‗U.R.S.S.‘ realmente
nunca deixou de existir, antes, tem apenas sua nomenclatura alterada para
―Comunidade dos Estados Independentes‖ (?). Trinta milhões de soldados russos
permanecem nos vários países dessa comunidade. Outros documentos conjuntos visam
preservar a unidade destes países:

 ―Tratado de Segurança Coletiva‖


 ―Tratado de União Econômica‖
 ―Declaração sobre a Observância da Soberania, Integridade Territorial e
Inviolabilidade das Fronteiras dos Estados Membros da C.E.I.‖.

Em circunstâncias determinadas, não nos iludamos, o estremecido Império ressuscitará,


com funestos resultados para toda a humanidade.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

185

AS 7 PRAGAS
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

186

Profecias - Futuro
Introdução ao Estudo de Apocalipse 16

Diz o Espírito de Profecia no livro Educação, capítulo História e Profecia, com relação ao
último conflito mundial, aos acontecimentos finais da história:

"Os profetas a quem foram reveladas estas grandes


cenas, anelavam compreender sua significação. Eles
"inquiriram e trataram diligentemente, ...indagando que
tempo ou ocasião de tempo o Espírito de Cristo, que
estava neles, indicava. ...Aos quais foi revelado que,
não para si mesmos, mas para nós, eles ministravam
estas coisas que agora vos foram anunciadas; ...para as
quais coisas os anjos desejam bem atentar".460 A nós
que nos achamos nas vésperas do seu cumprimento, de
quão profunda importância, de quão vívido interesse,
são estes delineamentos de coisas vindouras - fatos
pelos quais, desde que nossos primeiros pais se retiraram
do Éden, têm os filhos de Deus vigiado e esperado,
ansiado e orado!‖461

Percebemos pelos escritos do Espírito de Profecia, que não há para nós como povo de
Deus outra matéria a qual devamos nos dedicar com atenção e oração, não há
nenhum outro assunto mais relevante diretamente ligado ao nosso destino como o
estudo das PROFECIAS RELACIONADAS COM O FUTURO.

Eis o conselho: "O Senhor abençoa a todo aquele que com humildade e mansidão,
procura compreender o que está revelado no Apocalipse. Este livro possui um conteúdo
tão amplo daquilo que é bem imortal e cheio de glória que faz com que todo aquele
que o examina fervorosamente receba as bênçãos daquele "que lê, e os que ouvem as
palavras desta profecia e guardam as coisas que nela estão escritas".462

Portanto é um livro que nós como povo de Deus deveremos ter sempre a nossa
cabeceira, estudá-lo diariamente e sem dúvida especialmente estas profecias que se
relacionam com o fim dos acontecimentos. Sobre estas profecias que ainda não estão
bem estabelecidas pela igreja que se relacionam com o futuro, assim se expressa ainda
a pena inspirada:

460 I São Pedro 1:10-12


461 Educação, 182
462 Testemunhos para Ministros, 114
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

187

"Alguns têm receado que, se estiverem que se reconhecer em erro, ainda que seja num
só ponto, outras mentes poderão ser levadas a duvidar de toda a teoria da verdade. Por
isto têm achado que não se deve permitir a investigação pois poderia levar a dissensão
e a desunião. Mas se este for o resultado da investigação, o quanto antes vier melhor. Se
existem aqueles cuja fé na Palavra de Deus não suportam a prova de uma investigação
das Escrituras, o quanto antes eles forem revelados, melhor; pois, então, o caminho se
abrirá para mostrar-lhes seus erros. Não podemos manter a idéia de que a posição uma
vez tomada, uma idéia já advogada, não deve, sob quaisquer circunstâncias, ser
renunciada. Somente há Um que é infalível - Aquele que é o Caminho, a Verdade, e a
Vida".463

Ao darmos seqüência a esta série de estudos sobre Profecias que ainda estão no futuro,
especialmente relacionadas com as 7 pragas, estamos certos de que esses estudos estão
sujeitos a revisões em parte ou no todo, porque realmente só há Um que é infalível. Deus.
Mas apesar desta possibilidade nós somos animados pelo ESPÍRITO DE PROFECIA a
investigação e a exposição do resultado da investigação. Portanto a reação de todos
nós a alguns aspectos novos que surjam deve ser aquela estabelecida no livro
Mensagens Escolhidas:

―Coisa alguma me assusta mais do que ver o espírito de divergência manifestado por
nossos irmãos. Estamos em terreno perigoso se não nos podemos reunir como cristãos e
examinar cortesmente os pontos controvertidos. Tenho a impressão de dever fugir do
lugar para não receber o molde daqueles que não podem investigar candidamente as
doutrinas da Bíblia".464

De modo que este é o princípio estabelecido e neste mesmo capítulo a


recomendação...

―Se há um ponto de verdade que não compreendeis, sobre o qual não concordais,
investigai, comparai passagem com passagem, aprofundai o poço da verdade até ao
fundo da mina da Palavra de Deus. Tendes de colocar-vos e as vossas opiniões sobre o
altar de Deus, abandonar vossas idéias pré concebidas, e deixar que o Espírito do Céu
vos guie em toda a verdade... Há entre nós muitos que têm preconceito contra doutrinas
que estão sendo estudadas agora. Não vêm para ouvir, não investigam calmamente,
mas apresentam suas objeções no escuro".465

463 Testemunhos para Ministros, 105


464 Mensagens Escolhidas, vol. 1, 411
465 Mensagens Escolhidas, vol. 1, 413
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

188

Com relação a estes estudos, a nossa reação normal e cristã deve ser a de não aceitar
nem rejeitar cega e precipitadamente a exposição do assunto pelo menos até
terminarmos todos os textos. Depois analisar a sós junto a Escritura e o Espírito de Profecia
e acima de tudo juntar a esse estudo posterior, um pouco de oração.

Com estes pensamentos em vista e animados pela pena inspirada em darmos a


conhecer aquilo que com o correr do tempo temos estudado, vamos apresentar alguns
pontos relacionados diretamente com as 7 pragas.

Talvez a pergunta que possa surgir seja: Quais os benefícios espirituais que poderemos
obter com este estudo?

A resposta é pronta: Nós somos a igreja da Profecia; surgimos, sobrevivemos e somente


lograremos vitória final, graças a nossa ligação a ela. A Escritura mesmo diz não havendo
profecia o povo se corrompe.

A esse respeito à irmã White apresenta um quadro muito significativo de nossa igreja em
nossos dias; ela disse:

"Quem sabe se os pregadores que são fiéis, firmes e verdadeiros, serão os últimos a dar o
evangelho da paz às nossas ingratas igrejas. Pode ser que os destruidores já se estejam
preparando sob a mão de Satanás e apenas esperando a morte de mais uns poucos
porta-bandeiras para lhes tomar o lugar e com voz de falsos profetas clamarem paz, paz,
quando o Senhor não falou paz. Raras vezes choro, mas agora sinto os olhos inundados
de lágrimas, elas estão caindo sobre o papel enquanto escrevo. Pode ser que dentro em
pouco, estejam terminando entre nós todo profetizar, e a voz que tem estimulado o povo
não mais possa perturbar sua sonolência carnal".466

O grande benefício do estudo das profecias como povo e como indivíduos é de nos
tornarmos mais vigilantes e nos ajuda a nos situarmos melhor com relação ao tempo do
fim. Sobre o estudo das 7 pragas, dos Acontecimentos Futuros, perguntamos o seguinte:

466 Testemunhos para a Igreja, vol. 5, 77


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

189

P. Qual seria mais vantajoso para nós: - estudar profecias cumpridas (que estão no nosso
passado) ou profecias por cumprir (que estão mesmo a nossa frente, através das quais
deveremos passar?)

Parece-nos que embora nós devamos ser bem cautelosos no estudo de profecias por
cumprir, na apresentação do resultado destes estudos, havendo aliás uma declaração
de TIAGO WHITE no sentido de que nós não sejamos muito radicais na exposição de
profecias por cumprir todavia nós sabemos que elas nos interessam muito mais de perto
do que as profecias que já estão no passado.

"Deveremos esperar até que se cumpram as profecias do fim, antes de dizermos alguma
coisa a seu respeito? Que valor terão nossas palavras então? Deveremos esperar até que
os juízos de Deus caiam sobre o transgressor, antes que lhe digamos como evitá-los? Que
é de nossa fé na Palavra de Deus? Teremos que ver as coisas preditas se realizarem,
antes que acreditemos o que Ele diz? Em raios claros e distintos tem-nos vindo
iluminação, mostrando-nos que o grande dia do Senhor está bem perto, "próximo, às
portas". Leiamos e compreendamos antes de ser tarde demais".467

Aí está a recomendação do Espírito de Profecia no sentido de que nos dediquemos ao


estudo e a compreensão e também a exposição de profecias futuras, embora haja
possibilidade de incorrermos em alguns erros, em alguns detalhes ou em pontos maiores.
Mas nós deveremos estudar, compreender e pregar acima de tudo na época que
estamos as PROFECIAS relacionadas com o FUTURO.

A nossa mensagem para o mundo é: TEMEI A DEUS E DAI-LHE GLÓRIA, PORQUE VINDA É A
HORA DO SEU JUÍZO. A mensagem presente são mensagens relacionadas com vinda e
juízo. Mas o fato é que há possibilidade de nós como povo de Deus entendermos estas
profecias considerando a declaração de Deus ―Certamente o Senhor Jeová não fará
coisa alguma, sem ter revelado o seu segredo aos seus servos os profetas.‖468

Se pontos, dificuldades e lutas pelas quais o povo de Deus no passado teria que passar
foram revelados por Deus, quanto mais Ele não deveria deixar claro estes
acontecimentos tão grandiosos e transcendentais para nós como os relacionamentos
com o fim.

467 Testemunhos Seletos, vol.3, 289


468 Amós 3:7
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

190

A seguinte declaração nos fala especificamente das 7 pragas: ―Logo serão


pronunciadas as palavras: ‗Ide, derramai sobre a Terra as sete salvas da ira de Deus‘. Um
dos ministros de vingança declara: ‗E ouvi o anjo das águas que dizia: Justo és Tu, ó
Senhor que és, e que eras, e santo és, porque julgaste estas coisas‘. Esses seres celestiais
ao executarem o mandado de Deus, não fazem perguntas, mas fazem o que lhes é
ordenado. Jeová dos Exércitos, o Senhor Deus Todo-Poderoso, o Justo, o Verdadeiro, e o
Santo, dá-lhes uma obra a fazer.‖469

O que estamos lendo são acontecimentos relacionados com as 7 pragas. No parágrafo


da mesma página nós lemos:

―Devemos conservar-nos bem perto de nosso grande Líder, ou ficaremos confundidos, e


perderemos de vista a Providência que governa sobre a igreja e o mundo e sobre todo o
indivíduo. Haverá profundos mistérios nos tratos divinos. Podemos perder as pegadas de
Deus, e seguir a nossa própria confusão, dizendo: Teus juízos não são conhecidos; mas se
o coração for fiel a Deus, tudo se tornará claro.‖470

O livro do Apocalipse é ímpar por sua constituição. É bem compreensível que Cristo
tenha preferido nos trazer importantíssimas verdades ligadas à história de Sua Igreja e à
história das Nações ao longo dos séculos, especialmente os acontecimentos
escatológicos, através de ―Figuras e Símbolos‖. Nenhum outro livro da Bíblia lança mão
de tantos símbolos, de tantos enigmas. Teria que ser assim, numa linguagem codificada,
para ocultar dos inimigos da verdade e dos alheios a ela, os lances do Grande Conflito
ao longo da história, especialmente os Acontecimentos Finais.

Note bem as disposições destes símbolos ao longo do Apocalipse:


- Cristo e a espada de Sua boca
- O Cordeiro e os Seus remidos no Monte Sião
- Os Sete Selos
- As Bestas do Mar e da Terra
- Os Quatro Cavaleiros
- As 3 Mensagens pregadas ...―Por Anjos‖

469 Testemunhos para Ministros, 432


470 Testemunhos para Ministros, 432
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

191

- As Sete Igrejas
- A Ceifa e a Vindima
- João e o Livrinho
- A Grande Prostituta
- As Duas Testemunhas
- A Queda de Babilônia
- A Mulher e o Dragão
- Satanás Amarrado, etc.
- As Sete Trombetas

Estranho que apenas as 7 Pragas sejam tidas como literais.

Observe atentamente as colocações destacadas pela Inspiração no capítulo referente


ao livro de Apocalipse, a respeito da maneira como deveremos considerar a linguagem
usada no referido livro profético, como regra básica:

―Na revelação a ele dada foram desdobradas cena após cena de empolgante interesse
na experiência do povo de Deus, e a história da igreja foi desvelada até o fim dos
séculos. Em figuras e símbolos, assuntos de vasta importância foram apresentados a João
para que os relatasse, a fim de que o povo de Deus do seu século e dos séculos futuros
tivesse inteligente compreensão dos perigos e conflitos diante deles. ...No Apocalipse são
pintadas as coisas profundas de Deus. O próprio nome dado a suas inspiradas páginas,
‗revelação‘, contradiz a afirmação de que é um livro selado. Uma revelação é alguma
coisa que foi revelada. O próprio Senhor revelou a Seu servo os mistérios contidos neste
livro, e propõe que seja aberto ao estudo de todos. Suas verdades são dirigidas aos que
vivem nos últimos dias da história da Terra, como o foram aos que viviam nos dias de
João. Algumas cenas descritas nesta profecia estão no passado e algumas estão agora
tendo lugar; algumas apresentam-nos O FIM DO GRANDE CONFLITO entre os poderes das
trevas e o Príncipe do Céu e algumas revelam os triunfos e o regozijo dos remidos na Terra
renovada. Que ninguém pense que por não poder explicar o significado de cada
símbolo do Apocalipse, é-lhe inútil investigar este livro numa tentativa de conhecer o
significado da verdade que ele contém.‖471

471 Atos dos Apóstolos, 583-584


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

192

No caso de Apocalipse 16, vamos considerar, por exemplo, a questão dos anjos
encarregados daquelas destruições. São esses ―ANJOS‖ SIMBÓLICOS ou LITERAIS? Se
literais, são ANJOS BONS os encarregados daquelas destruições.

E os ―ANJOS‖ das Trombetas, que liquidaram o Império Romano Ocidental e Oriental, são
literais ou simbólicos? Não cabe literalidade. Foram os Bárbaros e Maometanos que o
fizeram. Assim, em respeito aos princípios de Interpretação Profética, também os de
Apocalipse 16 hão de ser simbólicos. Analise quatro comparações básicas:

 ―Anjos‖ das 7 Igrejas: Simbólicos


 ―Anjos‖ das 3 Mensagens Angélicas: Simbólicos
 ―Anjos‖ das 7 Trombetas: Simbólicos
 ―Anjos‖ das 7 Pragas: Literais (?)

A introdução às 7 Pragas (Apocalipse 15:6-8) ainda merece um pouco mais de atenção,


consideração e análise. A similaridade com Jeremias 25 é tanta, que nos deteremos
debruçados sobre o diálogo de Deus com Jeremias, sobre as figuras usadas e sua
aplicação.

PARALELISMO
Jeremias 25 Apocalipse 15
a) Contra Babilônia Antiga e demais nações a) Contra Babilônia Moderna e demais...
b) Deus passa as Taças às mãos do Profeta b) Um dos Seres Viventes dá as Taças aos Anjos
c) Taça cheia do vinho da Ira de Deus c) Taças cheias da Ira de Deus
d) Destinado às Nações d) Vinho derramado sobre a Terra (16:1)
e) Ira de Deus = Guerras (vs. 16) e) Literais??? Simbólicas???

Em primeiro plano, fica destacado, pelo diálogo divino com Jeremias, que não ocorreu
literalmente o ritual ali descrito, mas apenas uma CENA PINTADA em visão, para ilustrar
um acontecimento futuro. A justiça divina seria executada através de GUERRAS. Mais
que um paralelismo, quem sabe uma diretriz, uma sugestão. Ou uma proposição de que
as Taças e o Vinho nelas contido, em Apocalipse 15:6-7, sejam tão simbólicos como os de
Jeremias 25:
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

193

Há aí, no mínimo, um importante PRECEDENTE

Nada estranho, pois, que também a Introdução às Pragas seja uma ―CENA PINTADA‖,
desenhada na mente de João, para ilustrar o mesmo fato: fim do tratamento com
misericórdia e graça, e início do tratamento com justiça perante as nações. Claro que a
CENA é SIMBÓLICA! Idem, as Taças, o Vinho e, portanto os Anjos. É bom lembrar que
anjos em profecias nem sempre são anjos, mas instrumentos que Deus usa para realizar
seus desígnios.

Temos, pois, em Jeremias, excelente precedente para encararmos seriamente a


possibilidade de serem as Pragas de Apocalipse 16 simbólicas. Sim, Pragas simbolizando
Guerra. A dos Oprimidos contra a Opressora Babilônia.472

Interessante acrescentar ainda outro dado do livro de Jeremias.

―Porque dissiparei o conselho de Judá e de Jerusalém neste lugar, e os farei cair à


espada diante de seus inimigos, e pela mão dos que buscam a vida deles; e darei os seus
cadáveres por pasto às aves dos céus e aos animais da terra. E porei esta cidade em
espanto e por assobio; todo aquele que passar por ela se espantará, e assobiará, por
causa de todas as suas pragas‖. 473

O final do verso 8 usa o mesmo termo ―PRAGAS‖ simbolicamente, significando a sua


queda, como nação, ―à ESPADA diante de seus inimigos‖.

Portanto, biblicamente, nem sempre PRAGAS são acontecimentos SOBRENATURAIS.


Podem ser, podem não ser. As de Apocalipse 16 aparentam ser. Mas podem apenas
aparentar. Num livro que é TODO SIMBÓLICO, repetimos, é ESTRANHA A ALTERNATIVA DA
LITERALIDADE. É melhor sempre, como Deus recomenda, NÃO JULGAR PELA APARÊNCIA.
A verdade pode não estar na SUPERFÍCIE, já que, apenas Seus servos hão de entender.474

472 Apocalipse 18:6


473 Jeremias 19:7-8
474 Apocalipse 1:1
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

194

Sendo assim, propomos uma abordagem alternativa no estudo de Apocalipse 16 – um


exame considerando cada ―TAÇA‖ como sendo de natureza SIMBÓLICA. Muito sugestiva
a passagem abaixo, com uma segunda aplicação escatológica:

―Ainda veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Filho do homem, fala aos filhos do teu
povo, e dize-lhes: Quando eu fizer vir a espada sobre a terra, e o povo da terra tomar um
dos seus, e o constituir por seu atalaia; se, quando ele vir que a espada vem sobre a
terra, tocar a trombeta e avisar o povo; então todo aquele que ouvir o som da trombeta,
e não se der por avisado, e vier a espada, e o levar, o seu sangue será sobre a sua
cabeça. Ele ouviu o som da trombeta, e não se deu por avisado; o seu sangue será
sobre ele. Se, porém, se desse por avisado, salvaria a sua vida. Mas se, quando o atalaia
vir que vem a espada, não tocar a trombeta, e não for avisado o povo, e vier a espada
e levar alguma pessoa dentre eles, este tal foi levado na sua iniqüidade, mas o seu
sangue eu o requererei da mão do atalaia. Quanto a ti, pois, ó filho do homem, eu te
constituí por atalaia sobre a casa de Israel; portanto ouve da minha boca a palavra, e
da minha parte dá-lhes aviso.‖475

Torna-se imperioso cavar fundo. O que realmente nos depara o futuro? As


possibilidades devem ser abordadas de todos os pontos de vista possíveis, para que
o que possa ser clareado o seja, para que o que quer que possa ser vislumbrado se
incorpore como uma ferramenta – digamos uma lente – aos nossos olhos, quer
permitindo maior acuidade, quer estendendo nossa capacidade compreensiva.
Precisamos melhorar o foco e analisar minuciosamente tudo o que já conhecemos
ou julgamos conhecer; e carecemos também, aumentar sensivelmente nossa visão
de conjunto do ‗quebra-cabeças‘. Isto permite selecionar o que é pertinente e o
que não é.

A nação judaica perdeu a visão de conjunto ao não se permitir o foco adequado sobre
a pessoa de Jesus e rejeitar, por fim, Aquele que era a ‗Pedra de Esquina‘, isto é, a peça
central, fundamental, do ‗quebra-cabeças‘ proposto pela revelação profética.

475 Ezequiel 33:1-7


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

195

Talvez haja alguém que diga que não devemos centrar nossa atenção nestas catástrofes
precedentes ao também fulgurante acontecimento do retorno de Jesus, mas, antes,
destacar apenas esta redenção final, quando o que é corruptível receber o toque final,
o toque transformador. É verdade. Ocorre que há centenas de livros e vozes destacando
este fim glorioso para os justos. E nem um sequer advertindo das calamidades que o
precedem. Se estão registradas em tantos lugares e de tantas maneiras, na Revelação,
é-nos imperioso que as analisemos, para melhor nos situarmos. Afinal, a desorientação é
altamente desfavorável ao exercício da fé.

Um detalhe interessante sobre outra diferença entre os dois adventos de Jesus.

1º ADVENTO 2º ADVENTO
No primeiro, a alegria veio antes, com a No segundo advento, a catástrofe vem
presença consoladora de Jesus, e a tristeza antes, e todos devem ser também
e catástrofe depois, com os horrores do alertados, como Jesus o fez. Assim também
ano 70, com Jerusalém. devemos fazer.

Acrescentam-nos benefícios conhecer melhor os espasmódicos lances finais do Império


do Mal. Desta forma é altamente relevante o presente ESTUDO; traz-nos preciosos
dividendos, e é repetidamente recomendado por Deus:

―Não deixeis que as cenas solenes que a profecia tem revelado sejam deixadas por
tocar... Promovei NOVOS PRINCÍPIOS e ENTREMEAI a evidente verdade. Será como uma
espada de dois gumes. Mas não sejais prontos demais em assumir uma atitude de
controvérsia‖... 476

Um dos principais objetivos destes escritos não é outro senão despertar, os de mente
inquiridora, para o estudo cuidadoso, meticuloso, desta outra possibilidade: AS PRAGAS
COMO FIGURAS. Isto porque, como é do feitio da Bíblia, relembramos, toda verdade e
doutrina têm sempre DOIS GRUPOS DE PASSAGENS aparentemente antagônicos, como
alternativas ao exercício do livre arbítrio humano. Cumpre-nos avaliar qual é mais
consistente. No caso das Pragas, se figuradas ou se literais, a fim de constatarmos qual
alternativa subsistirá a um foco maior de luz, para que se constate a verdade a respeito.

476 Testemunhos para Ministros, 118-119


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

196

Ambos os grupos devem ser estudados. Temos reunido e ainda estamos reunindo
(sempre fielmente dentro de seu contexto) passagens bíblicas e do Espírito de Profecia,
as quais pertencem ao segundo dos 2 GRUPOS mencionados. Perceba como ambos se
conjugam, ou se entrechocam.

A atitude cristã mais nobre, diante deste material, é ‗IR À BÍBLIA‘ para uma avaliação
pessoal ou em grupo, afim de que se perceba ‗se as coisas são de fato assim‘. Atitude
menos nobre seria uma reação descabida e alvoroçadora. Que Deus nos guarde
sempre de atitudes menos racionais, sentimentalistas e preconceituosas. Tudo o que foi
exposto até aqui tem como objetivo a preparação para a exegese de Apocalipse 16,
VERSO POR VERSO, FRASE POR FRASE, PALAVRA POR PALAVRA.

Reportarmo-nos à época do êxodo, sobre um pormenor no procedimento de Moisés, por


divina recomendação:

―Antes de ser infligida cada uma das Pragas, Moisés devia descrever sua natureza e
efeitos, para que o rei pudesse salvar-se da mesma se o quisesse.‖477

Isto é muito significativo para nós hoje. Cumpre-nos fazer o mesmo em favor de toda a
humanidade: publicar, avisar, advertir a todos quanto à verdadeira natureza das pragas
(ver Ezequiel 33:1-7), e seus correspondentes efeitos:

―Está próximo o tempo em que grandes cidades serão destruídas, e todos devem ser
advertidos destes juízos vindouros. Quem, porém, está dando à realização desta obra o
dedicado serviço que Deus requer?‖478

O tema relacionado com as 7 pragas, segundo o Espírito de Profecia, é um assunto que


deveremos afinal de contas chegar a uma conclusão final, é um assunto para ser
compreendido por antecipação e o que ocorre é que muitos ainda estão inseguros e
quem sabe flutuando a respeito de uma questão tão importante como esta.

477 Patriarcas e Profetas, 266


478 Evangelismo, 29
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

197

Quando nós tomamos a Escritura em mãos e começamos a ler, apenas ler as 7 pragas,
alguns pensamentos surgem logo a nossa mente:

São esses acontecimentos descritos em Apocalipse 16 simplesmente SOBRENATURAIS ou


são acontecimentos NATURAIS?

 Se forem acontecimentos SOBRENATURAIS - como a primeira vista dá a


impressão – (Deus é diretamente o Autor)

 Se forem acontecimentos NATURAIS (significa que Deus NÃO é


diretamente o seu Autor)

Outra coisa que nós podemos ainda pensar se estes acontecimentos são NATURAIS a
descrição de Apocalipse 16 é simplesmente SIMBÓLICA.

Acontecimentos Acontecimentos
Deus NÃO é o autor
NATURAIS SIMBÓLICOS
Acontecimentos Acontecimentos
Deus É o autor
SOBRENATURAIS LITERAIS

Alguém a esta altura poderia dizer, mas que diferença faz se esses acontecimentos são
NATURAIS ou SOBRENATURAIS? Se Deus é diretamente o autor ou não? Há muita
diferença como haveremos de perceber no decurso destes estudos.

Se nós começarmos a comparar estas pragas umas com as outras, do ponto de vista
LITERAL - SOBRENATURAL, nós vamos encontrar algumas dificuldades [que nos devem
fazer pensar]. Nós podemos dizer algumas INCOERÊNCIAS (aquelas mesmas incoerências
que nós encontramos na Parábola do Rico e Lázaro se tomarmos literalmente alguns
detalhes.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

198

Por exemplo:

A 1ª Praga cai sobre a Terra (esta palavra está no singular) se esta praga é LITERAL,
porventura não deveria esta palavra estar no plural? Sobre as Terras? Parece-nos que é a
mesma palavra grega de Apocalipse 13:11, 8:5, 8:7, assim por diante.

Perguntamos ainda se esta palavra não deveria estar no plural [considerando não ser
esta praga também universal]. No singular dá a impressão de que esta praga cai em
todo o globo terrestre [SOBRE A TERRA – PLANETA].

Ao passo que se fosse no plural daria a impressão de uma praga caindo em vários países,
vários continentes, cidades e assim por diante.

COMO NÃO EXISTE O FATOR CASUALIDADE NA BÍBLIA, NÓS DEVEREMOS PENSAR BASTANTE
PORQUE RAZÃO ESTA PALAVRA ESTÁ NO SINGULAR.

Tomando LITERALMENTE também a 2ª Praga que cai no Mar, nós enfrentamos o mesmo
problema se ela é LITERAL, não deveria estar no plural esta palavra? Considerando as
dezenas de mares que existem? Ou no caso esta praga vai cair sobre um mar só?

Neste caso a pergunta seria: Qual Mar vai ser o Alvo desta Praga?

Nós percebemos que não podemos generalizar essa palavra que está no singular como
se referindo a toda massa de água salgada, porque se não, vai dar a idéia de
UNIVERSALIDADE (toda a água salgada do globo terrestre vai se transformar em sangue),
e como nós não podemos aceitar que esta praga seja Universal, sem dúvida, se esta
praga é LITERAL também, a expressão Mar deveria estar no plural, tudo indica que assim
é.

Ainda mais quando nós comparamos esta 2ª Praga com a 3ª, e esta 3ª está no plural
RIOS E FONTES se referindo à água doce. A pergunta de imediato seria a seguinte:

P. Por que Mar está no singular e Rios e Fontes (que também existem as dezenas e
centenas) está no Plural?

ESTE É UM ASSUNTO QUE DEVE NOS PREOCUPAR BASTANTE SE TOMARMOS ESTAS PRAGAS
LITERALMENTE. Uma explicação razoável, clara, aceitável deveria existir aqui para esta
divergência.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

199

Terra e Mar - no singular


Rios e Fontes - no plural

E repetimos: NÃO EXISTE CASUALIDADE OU ALGUMA COISA PARECIDA NAS ESCRITURAS.


DEUS SEM DÚVIDA TINHA EM VISTA ALGUMA COISA QUANDO FEZ CONSTAR ESTAS COISAS
ASSIM RELACIONADAS COM A 1ª, A 2ª E A 3ª PRAGA.

Agora outro detalhe: Se há transformação LITERAL de água em sangue, nós teríamos


dificuldade em explicar Apocalipse 16:12 (quando diz que o sexto anjo derramou a sua
taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua ÁGUA secou-se, para que se preparasse o
caminho dos reis do oriente).

Perguntamos: Por que a 3ª Praga estando no plural (dando a idéia então de que todos
os rios foram alvo desta praga) o rio Eufrates justamente ali alguns versículos depois
apresenta segundo tudo indica ÁGUA sem nenhuma indicação de que ela esteja
misturada ou transformada em sangue?

Além da dificuldade desta 6ª praga, nós temos também dificuldades em aceitar a


transformação LITERAL de água em sangue (da 2ª e 3ª praga) quando nós lemos
algumas declarações do Espírito de Profecia relacionadas com a 7ª praga. Quando
a irmã White descreve os acontecimentos relacionados diretamente com a 7ª praga
ela assim se exprime: ―As correntes de água deixam de fluir‖479; e na página seguinte
―Os portos marítimos que, pela iniqüidade, se tornaram como Sodoma, são tragados
pelas águas enfurecidas‖480;

Outro texto ao descrever as cenas relacionadas com a 7ª praga, diz: ―Massas fervilhantes
derretidas, ao serem arremessadas nos rios, farão com que as águas entrem em
ebulição, ...‖481

Temos estas dificuldades a enfrentar se tomamos LITERALMENTE a transformação de água


em sangue. Também o Espírito de Profecia diz que os rios tornar-se-ão secos:

479 O Grande Conflito, 642


480 O Grande Conflito, 643
481 Patriarcas e Profetas, 108
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

200

―No dia do Senhor, pouco antes da vinda de Cristo,


Deus, em Sua ira, enviará raios do céu, que se unirão
com o fogo na Terra. As montanhas arderão como
uma fornalha, e derramarão terríveis correntes de
lava, destruindo jardins e campos, vilas e cidades; e,
ao arremessarem nos rios seus minérios derretidos,
pedras e lodo aquecido, fá-los-ão ferver como uma
panela, arremetendo também rochas maciças e
espalhando seus fragmentos sobre a terra com
indescritível violência. Rios inteiros tornar-se-ão secos.
A Terra se convulsionará, e por toda parte haverá pavorosas erupções e terremotos. Deus
afligirá os perversos habitantes da Terra até serem destruídos.‖482

Sobre o texto acima (deveria haver uma declaração mais ou menos insinuando que os
rios não poderiam ser aproveitados pelos ímpios porque se tornaram em sangue, mas ali
diz que tornar-se-ão secos) e os demais que continuaram são mencionados na 7ª praga,
mas a irmã White faz referência simplesmente a água. Nunca ela menciona água
misturada com sangue ou pelo menos água transformada em sangue.

Com relação à 5ª Praga nós temos também outra


dificuldade. A DESTRUIÇÃO DA GRANDE CIDADE – ―E todo
o piloto, e todo o que navega em naus e todo o
marinheiro, e todos os que negociam no mar se puseram
de longe; E, vendo o fumo do seu incêndio,‖483 (dá aqui a
impressão que eles continuam até a 5ª Praga navegando
normalmente como se a água estivesse em sua condição
normal, o que não seria possível se ela já estivesse
misturada com sangue, em decomposição, a esta altura
os peixes em decomposição e tudo o mais.

482 Maranata, 281


483 Apocalipse 18:17
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

201

Também temos o seguinte texto bíblico


citado em O Grande Conflito, no capítulo
[Aproxima-se o Tempo de Angústia] ... ―E irão
vagabundos de um mar até outro mar, e do
norte até o oriente: correrão por toda a
parte, buscando a Palavra do Senhor, e não
a acharão.‖484 Quando isto? Após o Fim da
Graça. NAVEGANDO APÓS O TÉRMINO DA
GRAÇA, EM TEMPO DE PRAGAS.

Outro texto também nos sugere o


pensamento anterior: ―Aproxima-se a
tempestade, e precisamos aprontar-nos para
a sua fúria mediante arrependimento para
com Deus e fé em nosso Senhor Jesus Cristo.
O Senhor Se levantará para sacudir
terrivelmente a Terra. Veremos aflições por
todos os lados. MILHARES DE NAVIOS SERÃO
ARREMESSADOS PARA AS PROFUNDEZAS DO
MAR.‖ 485

Vamos fazer uma exegese desta última


citação do Espírito de Profecia. Vamos
analisar inicialmente os MILHARES DE NAVIOS
QUE SERÃO ARREMESSADOS PARA AS
PROFUNDEZAS DO MAR... Sabemos que em
nenhum período da história humana, tal fato
aconteceu. Portanto estão relacionados com
os acontecimentos finais, acontecimentos
Pós-Graça.

484 Amós 8:11-12


485 Mensagens aos Jovens, 89
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

202

Navios de Carga Geral


São os navios que transportam vários tipos de
cargas - sacarias, caixas, veículos encaixotados ou
sobre rodas, bobinas de papel de imprensa,
vergalhões, barris, barricas etc. Tem aberturas
retangulares no convés principal e aberturas
chamadas escotilhas, por onde a carga é
embarcada para ser arrumada as cobertas e porões. A carga é içada ou arriada pelo
equipamento do navio (chamados paus de carga) ou pelos guindastes do porto.

Navios Contêiners
São os navios semelhantes aos de carga geral mas
normalmente não possuem além de um ou dois
mastros simples sem paus de carga. As escotilhas de
carga abrangem praticamente toda a área do
convés e são providas de guias para encaixar os
contêiners nos porões. Alguns desses navios têm
guindastes especiais.

Navios Roll-on Roll-off


São os navios em que a carga entra e sai dos
porões e cobertas sobre rodas (automóveis, ônibus,
caminhões) ou sobre veículos (geralmente carretas,
trailers, estrados volantes etc.). Existem vários tipos
de RoRos, como os porta- carros, porta-carretas
etc., todos se caracterizando pela grande altura da lateral (costado) e pela rampa na
parte de ré ou no costado.

Navios Graneleiros
São os grandes navios destinados ao transporte de
grandes quantidades de carga solta, ou seja, a
granel: milho, trigo, soja, minério de ferro, etc. Se
caracterizam por um longo convés principal onde o
único destaque são os porões. Eles não têm
guindastes. A carga é embarcada pelas esteiras
rolantes do porto.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

203

Navios Tanque
São grandes navios para transporte de petróleo
bruto e produtos refinados (álcool, gasolina, diesel,
querosene, etc.). As cabines ficam na parte de trás
(popa) e quase sempre têm uma ponte no meio do
navio, que vai até a frente (proa). É uma
precaução de segurança do pessoal, pois os navios
tanques carregados ficam com uma pequena borda fora da água, fazendo com que o
convés seja "lavado" com freqüência pelas ondas.

Navios de Passageiros
São os navios que têm a finalidade única de
transportar pessoas e suas bagagens. Em geral para
viagens de cruzeiros turísticos. Possuem uma
estrutura voltada ao lazer, como restaurantes de
luxo, cassinos, bares, cinema, áreas para festas,
lojas, piscina, salão de jogos e ginástica, etc.

OBSERVE AGORA O SEGUINTE DETALHE DO TEXTO JÁ MENCIONADO: ―...O Senhor Se


levantará para sacudir terrivelmente a Terra. Veremos aflições por todos os lados.
MILHARES DE NAVIOS SERÃO ARREMESSADOS PARA AS PROFUNDEZAS DO MAR.
ESQUADRAS SE SUBMERGIRÃO, SENDO SACRIFICADAS MILHÕES DE VIDAS HUMANAS.‖486

486 Mensagens aos Jovens, 89 – Maranata, 35


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

204

ESQUADRAS SE SUBMERGIRÃO, SENDO SACRIFICADAS MILHÕES DE VIDAS HUMANAS.‖487

Na marinha da maioria dos países dá-se o


nome de Esquadra ao conjunto de todos os
seus navios de guerra. Em algumas marinhas
de maior dimensão, a Esquadra é uma das
divisões da frota, sob o comando de um
oficial general.

TAL DESCRIÇÃO DO TESTEMUNHO DE JESUS também não encontra nenhum paralelo


na história humana. Este acontecimento está relacionado com a palavra ―TEMPESTADE‖
referindo-se aos acontecimentos finais, acontecimentos pós-graça. Ao conflito geral.
A 3ª guerra mundial.

MILHÕES DE VIDAS HUMANAS... É UM ASSUNTO PARA PENSARMOS TAMBÉM.

Nós temos procurado durante anos nos escritos do Espírito de Profecia algum texto em
que a irmã White declare explicitamente que a Água se transformará em Sangue, ou
pelo menos uma referência a Água misturada com Sangue, já que não pode ser toda
massa de água transformada em sangue, pois então seria UNIVERSAL. Mas até hoje não
encontramos nenhuma referência.

Através do CD-ROM, idêntico ao equipamento utilizado no SALT-IAE com um total de


239.673 documentos, podemos afirmar com toda segurança que: Nos escritos do Espírito
de Profecia não há nenhum texto da pena inspirada que deixe claro este
acontecimento.

Sem dúvida quando nós dizemos isto, devemos acrescentar que uma simples citação da
irmã White dos versos 3 e 4 de Apocalipse 16 não são suficientes para esclarecer o
assunto, como não bastaria citar uma parábola, para entendermos a parábola.

487 Mensagens aos Jovens, 89 – Maranata, 35


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

205

Por exemplo: No livro O Grande Conflito, há uma citação da 2ª e 3ª praga entre aspas,
mas sem dúvida como a irmã White mesmo ali acrescenta e ela esclarece DIZ O AUTOR
DE APOCALIPSE - (abre aspas, cita as pragas e fecha aspas). De modo que uma citação
apenas não é interpretação ou confirmação de que estas águas vão realmente ou
literalmente se transformar em sangue. Seria necessário algum texto que comentasse o
fenômeno, mas não há.

Ainda se considerarmos literalmente estas 7 Pragas, por que nós não consideramos a 6ª
praga literal também? BASEADO EM QUE PRINCÍPIO DE INTERPRETAÇÃO PROFÉTICA ELA É
CONSTITUÍDA EXCEÇÃO?

Considerando - como a irmã White diz - outro ponto agora... ―QUE JOÃO VIA FIGURAS E
SÍMBOLOS E NÃO REALIDADE‖488 novamente perguntamos: Por que todos os demais
capítulos de Apocalipse são tomados como figuras e símbolos e apenas o 16° não é?

7 igrejas
7 selos
4 cavaleiros
João e o livrinho
As 2 testemunhas
A mulher e o dragão
3 mensagens angélicas
A ceifa e a vindima
A grande prostituta
Satanás amarrado

Tudo isto nós tomamos como figuras, mas gostaríamos de saber por que razão lógica o
16° capítulo de Apocalipse, nós (igreja) tomamos literalmente, com exceção da 6ª
praga, e por que esta exceção ?

488 Atos dos Apóstolos, 583 e 584


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

206

Outro ponto: Quando pensamos nas Pragas de maneira LITERAL...

Por que Terra, Mar, Rios, Fontes e Sol no capítulo 8 de Apocalipse (a respeito das 7
Trombetas) nós (igreja) tomamos figuradamente estas palavras... ao passo que nas
Pragas – capítulo 16 – nós (igreja) não tomamos figuradamente Terra, Mar, Rios, Fontes,
Sol ... POR QUE RAZÃO?

A pergunta que fazemos a essa altura é a seguinte: Há algum princípio justificável para
tomarmos figuradamente estes alvos das trombetas de Apocalipse 8 e não tomarmos
figuradamente os alvos destas 4 pragas?

Ainda outro ponto: Há algum texto do Espírito de Profecia que indique a literalidade das
pragas como sendo IGUAIS as do Egito? O mesmo livro O Grande Conflito, menciona que
estas pragas futuras serão em caráter semelhante489, mas não encontramos no Espírito de
Profecia alguma declaração que nos dê a impressão que elas sejam IGUAIS ou
SOBRENATURAIS ou o resultado da interferência direta de Deus.

Ainda considerando a literalidade das pragas, há outra


dificuldade: Cada anjo tem uma taça LITERAL sem dúvida –
ANJO LITERAL – TAÇA LITERAL – LÍQUIDO LITERAL, QUE SERÁ
DERRAMADO SOBRE REGIÕES DA TERRA... Nessa ocasião a
pergunta é a seguinte: Haveremos de ver este líquido caindo
do Céu? E caso positivo seria interessante que tivéssemos estes
textos do Espírito de Profecia em mãos... e se nós não vamos ver
esse líquido literal sendo derramado Por que não vamos ver?

Outro ponto: Como cada praga provocará efeitos diferentes,


então cada líquido de cada praga, podemos deduzir, terá
uma composição diferente... COMO É QUE NÓS PODEREMOS
ENTÃO SOLUCIONAR ESTE PROBLEMA?

489 O Grande Conflito, 632


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

207

Ainda mais com relação à 5ª Praga ―O anjo derramou a sua taça‖490... Se o anjo
derramou, dá a impressão do ponto de vista literal que havia líquido dentro desta taça.

Como conciliar este líquido com as declarações de Apocalipse 18:8, 9 e 18 onde


percebemos que Roma desaparecerá por conseqüência de um incêndio?

final do verso 8 será queimada no fogo

final do verso 9 quando virem o fumo do seu incêndio

verso 18 E, vendo o fumo do seu incêndio

O verso 21 do mesmo capítulo 18, ainda esclarece que esta destruição por incêndio é
ultra rápida, fazendo-a desaparecer totalmente. Dificilmente um líquido derramado do
Céu (considerando como estamos a LITERALIDADE) haveria de provocar tal efeito.

―Um forte anjo levantou uma pedra, qual uma


grande mó, e lançou-a no mar, dizendo: Com igual
ímpeto será lançada Babilônia, a grande cidade, e
nunca mais será achada.‖491

Mas se o líquido não é literal, por conseqüência a


taça também não é..., e se ambos não são literais, também o anjo não é, mas
simplesmente usado como símbolo do instrumento que Deus utilizará para realizar tal
destruição a respeito do qual faremos menção na 5ª Praga.

490 Apocalipse 16:10


491 Apocalipse 18:21
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

208

Mais uma pergunta sobre Apocalipse 16:10 – E o quinto anjo derramou a sua taça sobre
o trono da besta. Literalmente é um anjo que vai fazer esta destruição de Roma? Ou de
acordo com Apocalipse 17:16, serão os dez chifres que incendiarão Roma?

―E os dez chifres que viste na besta são os que aborrecerão


a prostituta, e a porão desolada e nua, e comerão a sua
carne, e a queimarão no fogo.‖492

De modo que aí existe também uma dificuldade para solucionarmos se tomamos


literalmente essas pragas. Neste ponto queremos mencionar uma declaração falando
sobre o encerramento da graça:

―Deixando Ele (Cristo) o santuário, as trevas cobrem os habitantes da Terra. Naquele


tempo terrível os justos devem viver à vista de um Deus santo sem intercessor. Removeu-
se a restrição que estivera sobre os ímpios, e Satanás tem domínio completo sobre os que
finalmente se encontram impenitentes. Terminou a longanimidade de Deus: O mundo
rejeitou a Sua misericórdia, desprezou-lhe o amor, pisando Sua lei. Os ímpios passaram os
limites de seu tempo de graça; o Espírito de Deus, persistentemente resistido, foi por fim,
retirado. Desabrigados da graça divina, não têm proteção contra o maligno. Satanás
mergulhará então os habitantes da Terra em uma grande angústia final. Ao cessarem os
anjos de Deus de conter os ventos impetuosos das paixões humanas, ficarão às soltas
todos os elementos de contenda. O mundo inteiro se envolverá em ruína mais terrível do
que a que sobreveio a Jerusalém na antiguidade.‖493.

O que nós percebemos nesta interpretação da irmã White, - dos anjos soltando os 4
ventos - é o seguinte: QUE DEUS SE RETIRA, A HUMANIDADE NÃO QUER MAIS, ELE SE RETIRA,
E... PELA SUA AUSÊNCIA - em razão da sua retirada - SATANÁS OCUPA O LUGAR VAZIO. E
Satanás mesmo mergulhará então (como diz a frase) todos os habitantes da terra em
uma grande angústia final - em uma grande contenda final - dando a impressão de que

492 Apocalipse 17:16


493 O Grande Conflito, 620
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

209

este conflito, estas calamidades também relacionadas com o período das pragas serão
diretamente resultantes desta operação de Satanás, nos seres humanos, agora
inteiramente submissos a ele, (controlados por ele).

O parágrafo seguinte ainda acrescenta uma informação preciosa. Diz:

―Um único anjo destruiu todos os primogênitos dos


egípcios, enchendo a Terra de pranto. Quando Davi
ofendeu a Deus, por contar o povo, um anjo fez aquela
terrível destruição pela qual seu pecado foi punido. O
mesmo poder destruidor exercido pelos santos anjos
quando Deus ordena, será exercido pelos maus quando
Ele o permitir. Há agora forças preparadas e que
aguardam apenas o consentimento divino para
espalharem a desolação por toda parte.‖494

Este parágrafo diz muito. Diz que na época do Êxodo, foi um anjo só que destruiu todos
os primogênitos dos egípcios, e diz também que no tempo de Davi foi um anjo que fez
aquela terrível destruição. Mas com relação às pragas o texto diz ―O mesmo poder
destruidor exercido pelos santos anjos quando Deus ordena, será exercido pelos maus
quando Ele permitir.‖

Deus se retira e a sua retirada é uma permissão para que Satanás pegue todos os
homens agora vítimas dos ventos impetuosos das paixões (como menciona o Espírito de
Profecia) Satanás mergulha estes seres neste grande conflito - nesta grande angústia
final.

―As pragas que sobrevieram ao Egito quando Deus estava prestes a libertar Israel, eram
de caráter semelhante aos juízos mais terríveis e extensos que devem cair sobre o mundo
precisamente antes do libertamento final do povo de Deus.‖495

494 O Grande Conflito, 620


495 O Grande Conflito, 632
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

210

Este texto nos diz que as pragas serão de caráter semelhante (NÃO DIZ IGUAL) se é
semelhante, não é totalmente igual nem totalmente diferente.

Em que sentido as Pragas serão iguais as do Egito? Diz o texto que elas terão efeito igual
à DESTRUIÇÃO feita pelos anjos ―O mesmo poder destruidor exercido pelos santos anjos
quando Deus ordena, será exercido pelos maus;‖496

No efeito das pragas, o efeito é igual ao efeito da destruição feita no Egito. ISSO É IGUAL.
Mas é diferente no ponto de que naquele tempo foi realizado esta obra por um único
anjo, e agora será realizada pelos maus, totalmente dominados por Satanás que os
mergulhará em uma grande angústia final.

MAS ISTO É APENAS UM TEXTO. E o Espírito de Profecia nos recomenda que quando nós
estudamos assuntos assim relacionados com profecias, NÃO PODEREMOS NOS ISOLAR EM
POUCOS TEXTOS.

Se nós dermos uma passada de olhos com lápis ou caneta na mão e estudarmos o 1°
capítulo do Grande Conflito ―Predito o Destino do Mundo‖ nós vamos descobrir algumas
coisas que Deus deseja que entendamos.

Vamos descobrir que Jerusalém foi destruída pelo exército Romano, mas no velho
testamento Deus disse que Ele mesmo faria ascender
nas portas de Jerusalém um fogo que não se consumiria,
se o povo continuasse trazendo cargas para a cidade
no sábado. DEUS MESMO DISSE QUE ELE FARIA ISSO.
Todavia sabemos que não foi Ele que fez diretamente.
Foi o exército Romano - por permissão de Deus - sem
dúvida; o povo rejeitou a Deus, então pela retirada da
presença de Deus, SATANÁS REALIZOU AQUELA OBRA.

É ISTO O QUE NÓS DESCOBRIMOS AO LER O PRIMEIRO CAPÍTULO DO GRANDE CONFLITO.


Algumas frases precisam ser lidas com atenção para entendermos a questão:

496 O Grande Conflito, 632


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

211

―Cristo viu em Jerusalém um símbolo do mundo


endurecido na incredulidade e rebelião, e apressando-se
ao encontro dos juízos retribuidores de Deus.‖497

Jesus viu além, viu Jerusalém como símbolo da destruição final, do fim do mundo.

―Os judeus haviam forjado seus próprios grilhões; eles mesmos encheram a taça da
vingança. Na destruição completa que lhes sobreveio como nação, e em todas as
desgraças que os acompanharam depois de dispersos, não estavam senão recolhendo
a messe que suas próprias mãos semearam. Diz o profeta: Para tua perda, ó Israel, te
rebelaste contra Mim, pelos teus pecados tens caído (Oséias 13:9; 14:1). Seus sofrimentos
são muitas vezes representados como sendo castigo a eles infligido por decreto direto da
parte de Deus. É assim que o grande enganador procura esconder sua própria obra.
Pela obstinada rejeição do amor e misericórdia divina, os judeus fizeram com que a
proteção de Deus fosse deles retirada, e permitiu-se a Satanás dirigi-los segundo a sua
vontade.‖498

Foi o que lemos anteriormente com relação às 7 Pragas. Deus se retira e a humanidade
fica sem proteção de Deus. Satanás então dirige a humanidade segundo a sua vontade.
Mas continua o parágrafo...

―As horríveis crueldades executadas na destruição de Jerusalém são uma demonstração


do poder vingador de Satanás sobre os que se rendem ao seu controle. Não podemos
saber quanto devemos a Cristo pela paz e proteção de que gozamos. É o poder de Deus
que impede que a humanidade passe completamente para o domínio de Satanás. Os
desobedientes e ingratos têm grande motivo de gratidão pela misericórdia e
longanimidade de Deus, que contém o cruel e pernicioso poder do maligno.499

497 O Grande Conflito, 20


498 O Grande Conflito, 32-33
499 O Grande Conflito, 33-34
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

212

Deus nos dá paz, a proteção que gozamos. Mas continua o mesmo parágrafo...
―Quando, porém, os homens passam os limites da clemência divina, a restrição é
removida.‖500 em outras palavras - DEUS VAI EMBORA - frase seguinte, ―Deus não fica em
relação ao pecador como executor da sentença contra a transgressão; mas deixa
entregues a si mesmos os que rejeitam Sua misericórdia, para colherem aquilo que
semearam.‖501

―A profecia do Salvador relativa aos juízos que deveriam cair sobre Jerusalém há
de ter outro cumprimento, do qual aquela terrível desolação não foi senão tênue sombra.
Na sorte da cidade escolhida podemos contemplar a condenação de um mundo que
rejeitou a misericórdia de Deus e calcou a pés a Sua lei. ...Os registros do passado - o
longo cortejo de tumultos, conflitos e revoluções, a ‖armadura daqueles que pelejavam
com ruído, e os vestidos que rolavam no sangue― (Isaías 9:5) - que são, em contraste com
os terrores daquele dia em que o Espírito de Deus será totalmente retirado dos ímpios,
não mais contendo a explosão das paixões humanas e ira satânica! O mundo
contemplará então, como nunca dantes, os resultados do governo de Satanás.‖502

A partir destes versos percebemos o seguinte: O 1° capítulo do livro ‗O Grande Conflito‘ é


um esforço de Deus para que compreendamos que Jerusalém foi destruída não
diretamente por decreto dEle, atuação direta dEle. Ele simplesmente se retirou e Satanás
realizou a destruição por obra e graça do exército Romano; o mesmo esforço Deus está
tendo aqui neste capítulo para nos orientar que isto mesmo vai acontecer no futuro por
ocasião das 7 Pragas.

Deus vai simplesmente se retirar, não mais vai segurar os ventos das paixões humanas e o
mundo vai se envolver neste conflito OBRA EXCLUSIVA DE SATANÁS. ―O mundo
contemplará então, como nunca dantes, os resultados do governo de Satanás.‖503 da ira
de Satanás, indicando que Deus não atua diretamente nas 6 primeiras Pragas. Assim
percebemos a descrição SIMBÓLICA deste conflito geral no qual Satanás mergulhará

500 O Grande Conflito, 33-34


501 O Grande Conflito, 33-34
502 O Grande Conflito, 33-34
503 O Grande Conflito, 33-34
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

213

toda a humanidade. Deus está segurando os ventos. Deus está impedindo que isto
aconteça, mas quando acontecer, então nós vamos conhecer diretamente a IRA DE
SATANÁS, a sua operação sem a restrição divina.

Segurar os 4 ventos não é outra coisa senão Deus


impedindo que as pragas comecem. Soltar os ventos
é simplesmente a permissão de Deus para que estes
acontecimentos se iniciem.

Concluindo esta introdução ao assunto das 7 Pragas, fazemos referência a 2 visões que a
irmã White teve. Uma em 1906 - ela diz: ―Das janelas eu podia avistar uma terrível
conflagração. Grandes bolas de fogo caiam sobre as casas e destas bolas voavam
flechas incandescentes em todas as direções. Era impossível apagar os fogos que se
acendiam, e muitos lugares estavam sendo destruídos. O terror do povo era
indescritível.‖504 Carta 278, 1906.

Bolas de fogo que voavam e caiam sobre muitos lugares, e ao cair destas bolas de fogo
voavam flechas incandescentes em todas as direções. Quase que nós vemos nesta
descrição a explosão de BOMBAS. Flechas incandescentes em todas as direções. 3 anos
depois a irmã White teve uma outra visão relacionada também com bolas de fogo.

―Vi uma imensa bola de fogo cair no meio de algumas lindas habitações, destruindo-as
imediatamente. Ouvi alguns dizerem: ‗Sabíamos que os juízos de Deus sobreviriam à
Terra, mas não sabíamos que viriam tão cedo‘. Outros com acento de voz agoniante
diziam: ‗Os senhores sabiam! Por que, então, não nos disseram? Nós não sabíamos.‘‖ 505

A partir destas 2 visões nós podemos analisar 3 coisas:

504 Evangelismo, 29
505 Evangelismo, 43
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

214

1°) ‗Bolas de Fogo‘ caindo sobre casas, sítios de recreios, cidades e assim por diante e ao
caírem lançando flechas incandescentes em todas as direções - não há dúvida alguma
que seja a descrição de BOMBAS EXPLODINDO NESTES LUGARES.

2°) Um grupo dizendo que sabiam que os juízos de Deus sobreviriam a terra, mas não
sabiam que viriam tão cedo - tudo indica que este grupo pode ser unicamente de
Adventistas - que sabiam que os juízos de Deus viriam, mas não sabiam que viriam tão
cedo. FORAM PEGOS DE SURPRESA, NA PRÓPRIA DESTRUIÇÃO DAS CIDADES aonde
estavam. E um outro grupo dizendo: - nós não sabíamos, os senhores sabiam, por que
não nos disseram? - esses não conheciam o assunto.

3°) Mas o que nós queremos destacar nesta visão é o seguinte: ‖Que estas ‗Bolas de
Fogo‘ nesta visão são chamadas JUÍZOS DE DEUS―. Sabíamos que os juízos de Deus viriam,
mas não sabíamos que viriam tão cedo.

Esta declaração também nos faz pensar quando relacionamos com o que foi dito
anteriormente: que Deus no passado determinou que um anjo fizesse a destruição, mas
que agora simplesmente Ele vai permitir que os maus façam a destruição sob a IRA DE
SATANÁS. E há uma agonia muito grande, ao ligarmos estas Bolas de Fogo com esta
grande destruição realizada pelos maus, e estas Bolas de Fogo repetimos são chamadas
na visão de JUÍZOS DE DEUS.

A conclusão é a seguinte: Se eu estou tapando uma represa, um buraquinho pequeno


de + ou - 3 cm de diâmetro que está dando vazão a uma pequena quantidade de
água, eu ponho a mão naquele buraco, naquela represa, porque sei que lá embaixo há
uma cidade que pode sofrer os efeitos de uma destruição daquela barragem. Enquanto
eu estou segurando ou tapando aquela brecha, aquele pequeno buraco, a cidade não
é destruída, mas se eu saio, aquela cidade será destruída. A água irá aumentando a
brecha até romper a barreira e a cidade será destruída. Se eu saio, a pergunta é a
seguinte: Sou eu o autor da destruição da cidade, ou não sou?

INDIRETAMENTE eu sou o autor

mas DIRETAMENTE eu não sou o autor


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

215

Se Deus ordena aos 4 anjos que soltem os ventos, é Ele o autor da destruição ou não?

Advertimos o seguinte: ALTERA PARA NÓS SERMOS PEGOS NUMA ESMAGADORA


SURPRESA COM ESTES JUÍZOS, BOLAS DE FOGO, OU NÃO ALTERA?

A seguir analisaremos melhor este assunto.

Sem dúvida alguma estes que sabiam que os juízos de Deus viriam, mas não sabiam que
viriam tão cedo, não se dedicaram ao estudo mais detido a esse respeito, esperando
sem dúvida acontecimentos SOBRENATURAIS - foram pegos numa esmagadora surpresa -
com as BOLAS DE FOGO - CHAMADAS JUÍZOS DE DEUS - PORQUE OS ACONTECIMENTOS
SOBRENATURAIS NÃO APARECERAM.

“QUANDO É RETIRADA A MÃO DE DEUS QUE


RESTRINGE, O DESTRUIDOR COMEÇA SUA OBRA.
ENTÃO OCORRERÃO AS MAIORES CALAMIDADES
EM NOSSAS CIDADES.” 506

Não é estranho haver estudiosos que adotem, que tenham uma concepção literal de
Apocalipse 16. Chega a ser até razoável. É a conclusão imediata. Com a mente
centrada apenas nesse capítulo, aparentemente não há como ser diferente: anjos
saindo do Santuário no Céu, realizando toda aquela obra destruidora deixam, a priori,
essa impressão.

506 Manuscript Release, vol. 3, 314 (1897)


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

216

Por outro lado, é necessário que nos lembremos do seguinte: na grande maioria das
declarações bíblicas, por ser tal Livro de natureza espiritual, suas verdades quase nunca
estão na superfície, mormente no Apocalipse. Por isso mesmo, há que se buscar, -
principalmente quando houver indícios no texto – outra alternativa à visão literalista das
Pragas. Esses textos – conquanto altamente simbólicos – permitem mesmo uma primeira
leitura literal.

Talvez seja esta passagem, - a dos anjos saindo do Santuário - a mais destacada. A
grande questão, porém, é: Não se pode construir uma doutrina tomando como base
apenas uma declaração, uma passagem. O inquiridor das Profecias sempre há de
buscar TUDO, ABSOLUTAMENTE TUDO que é dito a respeito de qualquer verdade; de
todas as passagens da Bíblia e do Espírito de Profecia. Do contexto PRÓXIMO e também
do DISTANTE. Sem antolhos, para não perder a visão de conjunto, mais abrangente.

Não podemos também nos esquecer dos dois grupos de declarações que a Bíblia, livro
de fé, oferece para análise ao leitor imparcial e equilibrado; e são aparentemente
contrários, oferecendo sempre duas ou mais opções. E isso acontece justamente para
que haja campo ao exercício da fé, da escolha, da livre vontade, como tem sido
mencionado.

Sobre a possível literalidade da introdução às Pragas, há muitas dificuldades a serem


consideradas. Segue-se uma exposição GRADATIVA, de várias dessas dificuldades para
nossa análise.

É oportuno lembrar que o discípulo João, na visão de


Patmos, não via realidades, mas, ―figuras‖, ―símbolos‖,
―cenas pintadas‖, expressões essas várias vezes
repetidas no penúltimo capítulo do livro ―Atos dos
Apóstolos‖, da pena inspirada:
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

217

―Na revelação a ele dada [a João] foram desdobradas cena após cena de empolgante
interesse na experiência do povo de Deus, e a história da igreja foi desvelada até o
fim dos séculos. Em figuras e símbolos, assuntos de vasta importância foram apresentados
a João para que os relatasse, a fim de que o povo de Deus do seu século e dos séculos
futuros tivesse inteligente compreensão dos perigos e conflitos diante deles... Que
ninguém pense que por não poder explicar o significado de cada símbolo do
Apocalipse, é-lhe inútil investigar este livro numa tentativa de conhecer o significado da
verdade que ele contém.‖507

Por outro lado, o processo dos ―sonhos e visões‖ a que eram levados os profetas, é bem
exposto na Introdução do livro O Grande Conflito:

―O Ser infinito, por meio de Seu Santo Espírito, derramou LUZ NO ENTENDIMENTO e
coração de Seus servos. Deu sonhos e visões, símbolos e figuras; e aqueles a quem a
verdade foi assim revelada, concretizaram os pensamentos em linguagem humana.‖508

É assim. O Espírito Santo projeta a IDÉIA ou DESENHO no CÉREBRO. É ali que tudo
acontece. Melhor: roda o ―filme‖ na mente do profeta. Ele, o profeta, assiste o filme como
ESPECTADOR e às vezes, também, figura como PARTICIPANTE das cenas ali desenroladas.

O Apocalipse é todo ele, pois, um filme de ―desenho animado‖. Note o seguinte, como
confirmação:

 JOÃO VIU A NOVA TERRA?

 NÃO. JOÃO NÃO VIU A NOVA TERRA,

mas um desenho animado da Nova Terra. Não viu realidade, mas uma
cena pintada, pois A NOVA TERRA NÃO EXISTE AINDA.

507 Atos dos Apóstolos, 583-584


508 O Grande Conflito, 8
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

218

João viu a pessoa de Jesus no primeiro capítulo de Apocalipse? Não. João não viu
realmente Jesus. Viu uma figura, um desenho de Jesus no filme rodado em sua mente
pelo Espírito Santo. Perdoe-nos se isto lhe choca. Mas é assim. João descreve Jesus, e
acrescenta: ―...da Sua boca saía uma AGUDA ESPADA DE DOIS FIOS...‖ Claro que não é
isto uma REALIDADE, mas uma FIGURA. Para transmitir um ensino, uma lição. Jesus não é
assim, de fato. Ele não tem na boca uma ―espada‖, ou uma língua nesta forma. Cremos
que já é suficiente que você agora já percebeu.

Todavia, mais uma confirmação. João viu em Apocalipse


12 um dragão vermelho no céu. Realidade? Existe de
fato um dragão vermelho no céu? Evidente que não.

Não é, pois necessário que se tome LITERALMENTE a INTRODUÇÃO DAS PRAGAS em


Apocalipse 15:5-6, etc. É razoável que Jesus queira nos transmitir apenas a informação
seguinte, pelas figuras de anjos saindo do Seu Santuário: embora não seja o ATOR DO
FILME que será rodado, é o DIRETOR do mesmo. Está dentro do Seu propósito a
destruição Pós-Graça. Tudo está sob Sua direção e controle. Como ocorreu com a
destruição do ‗TIPO‘: JERUSALÉM.

Situação semelhante encontramos numa passagem de Jeremias:

―Mas, se não me ouvirdes, para santificardes o dia de sábado, e para não trazerdes
carga alguma, quando entrardes pelas portas de Jerusalém no dia de sábado, então
acenderei fogo nas suas portas, o qual consumirá os palácios de Jerusalém, e não se
apagará.‖509

À primeira vista, para um leitor iniciante, fica a impressão de uma destruição direta, mas
de acordo com o cumprimento histórico, a destruição foi indireta. Embora a afirmação
divina esteja na primeira pessoa do singular, em realidade não foi Deus o destruidor. Ele
usou agentes humanos, muitas vezes representados por ―anjos‖ na linguagem bíblica.
Assim, não é absolutamente necessária uma conclusão literalista à introdução das
Pragas, em Apocalipse 15.

509 Jeremias 17:27


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

219

Se são realmente anjos literais, também devem ser taças literais, com líquidos literais
literalmente derramados. Se são literais tais produtos, serão literalmente visíveis. Existem
sérias dificuldades, outras mais, para a teoria da literalidade na própria seqüência das
pragas, como veremos adiante.

Se são ANJOS LITERAIS, isto é, ANJOS BONS os


devastadores da Terra, também são LITERAIS os
ANJOS DAS TROMBETAS. São? Foram ANJOS QUE
DERRUBARAM ROMA OCIDENTAL e ORIENTAL ou
foram as hordas Bárbaras e Maometanas?
Assim...

Os anjos das Pragas são tão literais ou


tão simbólicos quanto os das Trombetas

Esta cena de anjos saindo do santuário com taças da ira de Deus nos leva a outra similar,
em Jeremias 25:15-17.

―Pois assim me disse o Senhor, o Deus de Israel: Toma da Minha mão este cálice do vinho
do furor, e faze que dele bebam todas as nações, às quais Eu te enviar. Beberão,
cambalearão, e enlouquecerão, por causa da espada, que Eu enviarei entre eles. Então
tomei o cálice da mão do Senhor, e fiz que bebessem todas as nações, às quais o Senhor
me enviou...‖510

Cenas absolutamente idênticas. Jeremias toma as taças das próprias mãos de Deus, que
seriam pelo profeta levadas às nações, para que bebessem delas. Claro que são
FIGURADAS simbolizando a ira de Deus, manifestada de que maneira?: ―Por causa DA
ESPADA que Eu enviarei entre elas.‖ Aí, pois, um caminho, uma abertura, um precedente.
Note ainda o verso 27:

―Pois lhes dirás: Assim diz o Senhor dos exércitos, o Deus de Israel: Bebei, e embebedai-
vos, e vomitai, e caí, e não torneis a levantar, por causa da espada que Eu vos
enviarei.‖511

510 Jeremias 25:15-17


511 Jeremias 25:27
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

220

Voltaremos a Jeremias 25 quando tratarmos do simbolismo de cada Praga.

Algumas questões ainda podem ser mencionadas, com muito bom senso:

1. Apocalipse 16 deve ser estudado à luz de todo o contexto oferecido pela Bíblia e
Espírito de Profecia, uma parte do qual foi trazida nos capítulos precedentes desta
publicação.

2. Estranho é tomar, à vista de um livro todo simbólico, apenas o capítulo 16 como literal.

3. O primeiro verso do livro adverte que a ―Revelação‖ é de molde, é de tal maneira


engendrada, para que apenas ―seus servos‖ entendam. Ora, na eventualidade de
pragas literais, qualquer um entende. Uma literalidade, pois, de Apocalipse 16 deve,
nestas condições, ficar sob suspeita.

4. O capítulo 39 do livro ‗O Grande Conflito‘, que trata dos eventos a partir do Fim da
Graça, menciona:

―Assim, quando a decisão irrevogável do santuário houver sido pronunciada, e para


sempre tiver sido fixado o destino do mundo, os habitantes da Terra não o saberão.‖...512

Todos saberiam, perceberiam, se as águas de fato experimentassem, em seguida, o


processo de transformação, literalmente, em sangue, etc. A propósito, não há uma única
declaração no acervo do Espírito de Profecia, que mencione água se transformando em
sangue.

Observe o leitor que a admissão de LITERALIDADE DE CADA PRAGA pode trazer


dificuldades insuperáveis. Geralmente tais dificuldades não têm sido percebidas e/ou
discutidas nos tratados existentes sobre o assunto.

Trazemo-las à luz na esperança de que contribuam para a discussão e compreensão,


dando, assim, maior consistência a eventuais novas conclusões. A respeito de nossa

512 O Grande Conflito, 621


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

221

carência de conhecimento e de acalentarmos, às vezes por longos anos, muitas


convicções que não passariam nunca pelo crivo dos ―bereanos‖ 513, temos agora
chegado a um tempo tão próximo do cumprimento da Escatologia Bíblica, que não
podemos abrir mão do espírito de inquirição atenta, aberta, isenta de conveniências e
preconceitos. É tempo, também, de fixarmos a distinção entre ―escatologia‖ e
―doutrinas‖.

As doutrinas têm que ver, sempre, com os grandes pilares da fé, estabelecidos
firmemente nas escrituras, tais como a salvação pela Graça, a Redenção de Cristo, a
necessidade do novo nascimento, a Bíblia como a vontade revelada de Deus, etc.

Já a Escatologia é o produto de estudos, ou ―escolas de interpretação‖. Naturalmente,


apresentam variantes e discrepâncias entre si.

Pois bem, do estudo escatológico decorrem conclusões, as quais serão tão mais bem
fundamentadas quanto mais – no nosso caso – recorrermos ao texto bíblico e às
revelações dadas pelo Espírito de Profecia.

Ao que tudo indica, pois, as pragas são de natureza Simbólicas, figurando este Conflito
Mundial, sem precedentes na história. O TRABALHO contra o CAPITAL. Os miseráveis
contra os insaciáveis. Uma revanche e vingança. Ação e reação causa e efeito. Todas
as Nações Oprimidas têm agora o CONSENTIMENTO divino para espalharem a desolação
por toda parte em decorrência da ausência do moderador Espírito Santo.

Um conflito formidável: ‗Ata-os em FEIXES‘


para a sega final.514 Esta predição se
cumpre à risca, como todas: centenas de
Sindicatos das classes trabalhadoras e das
Nações Oprimidas contra as dezenas de
Sindicatos dos Poderosos. Tanto de Grupos
como de Nações.

513 Atos 17:11


514 São Mateus 13:30
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

222

É muito evidente o quadro profético-escatológico. A iniciativa desta conflagração


pertence aos esbulhados. Isto é importante lembrar. Na mira, para ser justiçada, está a
GRANDE BABILÔNIA de Apocalipse 18. Não mais constituída apenas pelas Grandes
Igrejas confederadas, mas junto a elas Governos, Autoridades Civis e Militares, Poderio
Econômico, Mídia, etc.

Mas, à frente de todo este grupamento opressor estão A BESTA QUE EMERGE DA TERRA e
A BESTA QUE EMERGE DO MAR. 515 Contra o povo de Deus e contra a pobre
humanidade, espoliada, marcada, subjugada ao fantástico e utópico e pretendido
Governo Mundial.

Esta revanche dos oprimidos há de derrubar a tão famosa Torre da moderna Babel. A
linguagem dos oprimidos é hoje, como no passado, bem diferente da linguagem dos
construtores; não falam a mesma língua.

Então, como aponta a profecia, na alça da mira estão A BESTA e SUA IMAGEM, EUROPA
e EUA, coligados e enredados pelo espiritualismo ascendente e dominante:

―Seguiu-os ainda um terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e
a sua imagem, e receber o sinal na fronte, ou na mão, também o tal beberá do vinho da
ira de Deus, que se acha preparado sem mistura, no cálice da sua ira‖...516

Mais um dado a respeito da Geo-Política


Mundial. É muito evidente, para qualquer
observador da história contemporânea, que
algumas nações tenham idêntica aspiração e
aguardem a oportunidade, fabricada ou não,
para efetivá-la: o COMANDO DO MUNDO
GLOBALIZADO:

515 Apocalipse 13
516 Apocalipse 14:9-10
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

223

EUA Domínio Econômico


VATICANO (Igreja e Estado) Domínio Político-Religioso
RÚSSIA Domínio Político-Militar
CHINA Domínio Político-Militar

A TRILATERAL,517 tão pouco conhecida, de cunho


eminentemente espiritualista, constitui o mais
fantástico poder Político-Econômico-Religioso-Civil
e Militar, capaz de levar a efeito a sonhada
Globalização, por ela mesma idealizada. O seu
organograma é assaz impressionante. Maiores
considerações sobre tão famosa Pirâmide não
constitui objetivo desta publicação. Animamos,
todavia o estudante, a uma investigação a respeito deste ―Carro-Chefe‖ e
―Locomotiva‖, começando pela análise do que está
impresso nas cédulas de um dólar. Vale também uma
referência à secretíssima Illuminati, ativamente engajada no
estabelecimento da Nova Ordem Mundial. De tonalidade
igualmente espiritualista, é quase tão poderosa como a
Trilateral, embora seus componentes insistam em afirmar sua
dissolução.

517
www.fpglobal.pt/pt/tril.html A Comissão Trilateral é uma organização internacional privada que
congrega cerca de 325 personalidades líderes em diversas áreas de atividade - empresarial,
política (excepto quando em funções governamentais), acadêmica e imprensa - provenientes
das três maiores regiões industrializadas e democráticas do mundo: América do Norte, Japão e
Europa. Fundada em 1973 por David Rockefeller, a organização visa promover a
internacionalização dos negócios e aumentar a competitividade global das economias.
Reconhece-se que, através nomeadamente de Zbigniew Brzezinski, as reuniões regulares da
Comissão ajudaram a promover o hábito dos líderes dos principais países industrializados (o
chamado G-7 que incluí agora os Presidentes da Comissão Européia e da Federação Russa) se
reunirem regularmente também. A Comissão Trilateral tem 3 presidentes regionais que se apóiam
em 3 diretores regionais e no Comitê Executivo, composto por 36 indivíduos. Tem escritórios em
Nova Iorque, Paris e Tóquio e divide-se em 17 núcleos nacionais: 14 países europeus formam um
lado, os Estados Unidos da América e o Canadá formam outro e o Japão o terceiro.
O lado europeu é composto por 150 membros: 20 representantes para Alemanha, França, Itália,
Reino-Unido, 14 para Espanha, 9 para Holanda, 7 para Bélgica e Luxemburgo, 5 para Áustria,
Dinamarca, Irlanda, Noruega, Portugal e Suécia, 4 para Finlândia. O Comitê Executivo europeu é
composto por 22 indivíduos, entre os quais os presidentes dos grupos nacionais, e delibera por
ocasião das reuniões européia e mundial. É o Comitê Executivo europeu que aprova a entrada
de novos membros, aprova o orçamento e o plano de atividades.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

224

É um jogo muito complexo, bem ilustrado pelo complicado de rodas de Ezequiel 1. O


jogo de interesses entre as Nações se traduzem em pactos, alianças, tréguas e conflitos.
Solenemente efetivados e facilmente rompidos.

Mais duas questões, à vista de todos. A ONU está


interessada e comprometida com a Globalização.
Desempenha, pois, papel ativo, cada vez mais atuante.
A Liga das Nações pulverizou-se, mas este Órgão está
cada vez mais destacado no pacto das nações.
Entretanto, sua Sede, lembremo-nos, não está localizada
num território neutro, mas numa nação forte, dominante,
servindo, portanto aos seus interesses nacionais e mundiais, em grande medida. Através,
inclusive, do seu avantajado poder de veto e de voto.

Uma segunda questão também notável: como temos


dito a Rússia, ao reverso do que muitos imaginam,
politicamente não morreu. O seu Legislativo é ainda
predominantemente comunista. Da mesma forma, a
maioria de seus Generais. Seu temporário pacto com o
Ocidente é apenas estratégico. Amealhar algumas
divisas e desguarnecer o Ocidente de seu estado de vigilância. Ao serem frustrados seus
sonhos de ser guindada, econômica e socialmente a um melhor status, tudo pode
mudar. Ainda mais quando perceber a efetivação de um regime e governo global, sob
a égide da Nação Americana e da Europa. O armistício político e militar tenderá a ruir.
Vale notar ainda que seu arsenal está intacto, é colossal. Não está sucateado tanto
quanto se supõe. Há de ser usado, como o indicam Ezequiel 38 e 39. Dois capítulos
puramente escatológicos. Uma campanha militar para o ―fim dos anos‖ 518, para o ―fim
dos dias‖. 519

É aqui que se encaixa conhecida predição: ―Quando disserem: Há paz e segurança;


então lhes sobrevirá repentina destruição‖...520

518 Ezequiel 38:8


519 Ezequiel 38:16
520 I Timóteo 5:6
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

225

É muito oportuno inserir aqui um esclarecedor texto da Inspiração, afirmando-nos se este


colossal arsenal mundial será ou não usado no período repetidamente referido:

―Os agentes humanos estão-se


preparando e usando sua faculdade
inventiva para fazer funcionar o mais
poderoso aparelhamento para ferir e
matar.‖521

Será de fato surpreendente. Esmagadora


surpresa. Ocorrerá justo no Fim da Graça,
após o Selamento, quando os anjos
soltarem os ―Ventos‖, como foi
anteriormente considerado.

É, principalmente por esta razão, que devemos sair das Grandes Cidades, primeiros alvos
da estratégia militar. Tudo nos leva a crer que dispomos de apenas quinze dias, desde o
Decreto Dominical até a eclosão deste conflito, no fim da graça, quando esta unidade
mundial será fragmentada, segundo profecia bem específica:

―E os dez chifres que viste são dez reis, que ainda não
receberam o reino, mas receberão poder como reis por
uma hora, juntamente com a besta.‖522

―E os dez chifres que viste, e a besta, estes odiarão a


prostituta e a tornarão desolada e nua, e comerão as
suas carnes, e a queimarão no fogo.‖523

521 Testemunhos Seletos, vol. 3, 286


522 Apocalipse 17:12
523 Apocalipse 17:16
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

226

A recomendação divina é para, promulgado o Decreto


Dominical, sairmos ‗imediatamente‘ das Grandes Cidades,
pois serão destruídas, como foi a cidade de Jerusalém.
Começando pelos EUA (Terra), a crise se estenderá por todos
os países. Entraremos em um tempo de angústia e aflição.
Simultaneamente os demais países seguem a imposição dos
EUA e a Lei Dominical se torna internacional.524

Este detalhe e advertência significam, praticamente, uma


confirmação do curto período de tempo, como foi
mencionado, de que dispomos para escaparmos de tão furiosa TEMPESTADE.

Mais um importante detalhe: a CAUSA apontada pelo livro O Grande Conflito, como
fator de destruição, no Fim da Graça, são ―Fogos―, ―Fogos da Destruição‖, ―Bolas de
Fogo‖ etc. É o que no-lo indica, também, cada Trombeta. Se são ―fogos‖ a causa, a
literalidade das Pragas fica efetivamente comprometida, pois ―fogos‖ não transformam
água em sangue, por exemplo. Algumas citações:

―O trigo será colhido e atado em molhos para o celeiro de Deus; o joio será atado em
feixes para os fogos da destruição.‖525

Vale observar que este texto está registrado no capítulo que trata dos acontecimentos
que se desenrolam imediatamente após a Graça.

―...para fazer com que os homens se liguem às confederações e uniões - atando-se a si


mesmos em molhos para a queima dos grandes fogos dos últimos dias - tudo isso é
operação de instrumentos satânicos. A este círculo de crime e de loucura o homem
chama ‗vida‘.‖526

524 O Tempo do Fim, 58


525 O Grande Conflito, 636
526 Evangelismo, 26
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

227

Ademais, chamamos de novo sua atenção para Vida e Ensinos pág. 110. A eclosão de
um CONFLITO MILITAR no Fim da Graça, que significa ―O Abalo das Nações Iradas‖,
descarta a possibilidade de, simultaneamente, caírem Pragas Sobrenaturais pela
atuação divina, visto que:

Ira das Nações e Ira de Deus, não são acontecimentos


SIMULTÂNEOS, mas SUCESSIVOS.

Um acréscimo mais sobre a causa da destruição, por ―fogos‖, muito esclarecedor:

―As Grandes Conflagrações, desastres em terra e mar, que têm visitado nosso país, eram
uma evidência do que está prestes a sobrevir ao mundo. Deus quer mostrar ao homem
que Ele pode acender sobre seus ídolos um Fogo que a água não pode extinguir.
A GRANDE CONFLAGRAÇÃO GERAL está justamente à frente quando todo este trabalho
perdido da vida, será varrido, numa noite, num dia.‖527

A exegese do texto acima nos mostra o seguinte:

Deus pode ACENDER FOGOS de destruição ... (no futuro)


COMO o FARÁ? É-nos logo a seguir indicado:
Pela GRANDE CONFLAGRAÇÃO GERAL.
Portanto, ATUAÇÃO INDIRETA.

O essencial aí está. Apenas como ponto de partida. Um breve roteiro. O interessante é


que todos os ramais proféticos a ele se ajustam, numa sincronia impressionante, como
veremos.

O passo seguinte é proceder à exegese, verso por verso, frase por frase, palavra por
palavra, de Apocalipse 16. Cada texto, da Bíblia e do Espírito de Profecia, ajudar-nos-á a
nos desvestirmos de eventuais preconceitos.

527527 Testemunhos para a Igreja, vol. 4, 49


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

228

Devemos nos perguntar: o que de fato há de acontecer no término do grande conflito


entre o bem e o mal, entre Cristo e o Arqui-enganador-destruidor? É oportuno
novamente lembrarmo-nos da declaração inspirada:

―...sua (do inimigo) obra de engano e destruição atingirá o auge no tempo de


angústia.‖528

Vamos então, agora, às reais dificuldades encontradas na visão literal de cada praga.

528 O Grande Conflito, 629


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

229

1ª PRAGA
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

230

Sobre a Terra
Se Alguém Adorar... A Besta da Terra

É oportuno relembrar o que já foi considerado, quanto à natureza peculiar da Bíblia.


Livro de fé, suas verdades não poderiam estar descritas de maneira tão cristalina e
evidente, sem alternativas e opções. Seríamos então coagidos a crer, não teríamos
como exercitar nossa livre escolha.

Mas não, a Bíblia não cometeria tamanho desrespeito ao uso do livre arbítrio humano.
Relembramos, toda doutrina e verdade são-nos apresentadas através de 2 Grupos de
passagens em aparente contradição.

Até hoje, por razões desconhecidas, no caso do capítulo 16 de Apocalipse, foi apenas
considerado o grupo de passagens mais à tona, mais à vista, mais perceptível. Não há
nenhum desdouro em destacar e, como temos feito, o outro grupo. Por isto, seja
considerado em todo o seu significado, o texto abaixo, do capítulo ‗O Apocalipse‘:

―Em figuras e símbolos, assuntos de vasta importância foram apresentados a João para
que os relatasse, a fim de que o povo de Deus do seu século e dos séculos futuros tivesse
inteligente compreensão dos perigos e conflitos diante deles.‖529

Ora, o conteúdo de Apocalipse 16 é ―de vasta importância‖. Portanto, o mais coerente


é que seja tratado da forma acima recomendada pela Inspiração, com inteligente
compreensão das suas ―FIGURAS E SÍMBOLOS‖

O que estamos apresentando é o resultado de anos estudos, e não devemos nos


esquecer da grande vantagem em estudarmos esses assuntos relacionados com os
últimos acontecimentos.

Lembramos da obra que Jonas realizou em Nínive. Lá, Jonas não convidou ninguém para
orar, ou estudar a Bíblia, ele simplesmente se limitou a dizer a Nínive o que iria acontecer
dentro de 40 dias. Abordou diretamente a ‗Crise Final da Cidade‘. E o resultado em
benefícios espirituais, nós sabemos o que aquele povo experimentou.

529 Atos dos Apóstolos, 583


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

231

O estudo das 7 pragas do ponto de vista espiritual, trás um benefício muito grande para
a nossa experiência espiritual como um povo. Se chegarmos à conclusão, como tudo
indica através da pena inspirada de que Deus não é o autor direto das 6 primeiras
pragas, (sem dúvida a 7ª praga é a interferência direta de Deus neste conflito geral),
então vamos mudar nossa concepção de um Deus vingador.

Ao analisarmos a questão com relação a este período, através do qual teremos de


passar, quando seremos perseguidos pela humanidade totalmente dominada por
Satanás, não teremos um intercessor, e se Deus ainda como autor direto destas pragas ali
nos atemorizando, nos apavorando com esses juízos e tudo o mais, como é que
poderemos nessas condições nos arrimar, ter confiança diante de um Deus que está nos
assustando?

De modo que isto nos ajuda a chegarmos a uma conclusão, pois o Espírito de Profecia
nos dá indicações de que Deus não é o autor direto das pragas.

A nossa concepção a respeito da pessoa de Deus muda para melhor e naquela ocasião
teremos mais confiança e condições para buscarmos a Ele em oração. Somente a
percepção desta crise iminente, nos proporciona instintivamente um preparo melhor
para ela.

Deus nos fala... ―Está próximo o tempo em que GRANDES CIDADES SERÃO DESTRUÍDAS, e
todos devem ser advertidos destes juízos vindouros. Quem, porém, está dando à
realização desta obra o dedicado serviço que Deus requer?...‖530

A Destruição de Milhares de Cidades ―Quem dera que o povo de Deus tivesse uma idéia
da impendente (iminente) destruição de milhares de cidades, agora quase dominadas
pela idolatria!‖531

Em nossos dias Deus está à espera que surjam assuntos e pregações relacionadas com os
juízos vindouros em advertência a todos os que nos cercam. A isso chamamos
Mensagem Presente.

530 Evangelismo, 29
531 Review and Herald, 10/Set/1903
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

232

Sabemos que as pragas terão uma duração aproximada de um ano. ―Portanto num dia
virão as suas pragas...‖532 ―Porque será um dia de vingança, um ano de retribuições pela
causa de Sião...‖533

Sabemos também pelo Espírito de Profecia que o período anterior as pragas, quando
começa a agitação dominical, é um breve período em relação ao período das pragas.
Deduzimos que esse período breve em relação às pragas seja de 2, 3 ou 4 meses, quem
sabe. Neste curto período, teremos o decreto dominical, depois do qual deveremos sair
imediatamente das cidades grandes para as cidades menores. Agora a pergunta que
surge é a seguinte: POR QUE TEREMOS QUE SAIR ANTES DO INÍCIO DAS PRAGAS, DAS
CIDADES GRANDES PARA AS MENORES? Parece que nas cidades menores também
haverá perseguições.

Se considerarmos esses juízos como representados pelas bolas de fogo, como simbólicos,
descrição simbólica deste conflito geral, que atingirá toda a humanidade, então há
razões para nós sairmos das grandes cidades, porque elas serão os primeiros alvos dessas
bolas de fogo.534

O próprio Espírito de Profecia diz que MILHARES DE CIDADES SERÃO DESTRUÍDAS, sem
dúvida alguma pelas bolas de fogo.

532 Apocalipse 18:8


533 Isaías 34:8
534 Evangelismo, 28-29
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

233
Por isso teremos que sair por antecipação antes do início desse conflito geral, quando
os quatro anjos soltarem os ventos (guerras e contendas). Teremos que sair rapidamente
das grandes cidades. É bom lembrar que a literalidade ou
não das pragas, como são descritas em Apocalipse 16,
depende de ser Deus ou não o autor direto delas. Se Deus
não é o autor direto como o Espírito de Profecia nos
sugere, então as pragas também não são sobrenaturais,
literais, mas apenas uma descrição simbólica desta
calamidade, deste conflito provocado por Satanás
envolvendo toda a humanidade.

Já temos lido no 1 capítulo do livro O Grande Conflito que Deus não é o executor da
sentença. Temos lido também no mesmo livro, capítulo 39, a declaração de que Deus
simplesmente Se retira e permite que Satanás envolva a humanidade nestas cenas de
destruição. Estudamos no livro Evangelismo a referência feita às bolas de fogo, como
juízos de Deus.535 Tudo indica que Deus apenas atuará de maneira indireta, os Seus
desígnios serão realizados, mas de maneira indireta.

Esses anjos então simbolizam os instrumentos que Deus vai utilizar para destruição da
humanidade e ele irá operar diretamente apenas na 7ª praga como veremos. Alguns
textos acrescentam luz a essas declarações:

"A atualidade é uma época de absorvente interesse


para todos os que vivem. Governadores e estadistas,
homens que ocupam posições de confiança e
autoridade, homens e mulheres pensantes de todas as
classes, têm fixa a sua atenção nos fatos que se
desenrolam em redor de nós. Acham-se a observar
as relações tensas e inquietas que existem entre as
nações. Observam a intensidade que está
tomando posse de todo o elemento terrestre, e
reconhecem que algo de grande e decisivo está
para ocorrer, ou seja, que o mundo se encontra à
beira de uma crise estupenda."536

535 Evangelismo, 29
536 Educação, 179
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

234

Parágrafo seguinte: ―Anjos acham-se hoje a refrear os


ventos das contendas, para que não soprem antes que o
mundo haja sido avisado de sua condenação vindoura;
mas está-se formando uma TEMPESTADE, prestes a irromper
sobre a Terra; e quando Deus
ordenar a Seus anjos que
soltem os ventos, haverá uma
CENA DE LUTAS QUE NENHUMA
PENA PODERÁ ESCREVER".537

Isto nos indica que justamente após o encerramento da porta da graça, essas cenas de
lutas ocorrerão por conseqüência da saída do Espírito Santo da Terra. A respeito deste
último conflito final lemos:

―O Espírito de Deus está sendo agravado a ponto de


estar-se retirando da Terra. As nações estão iradas
umas contra as outras. Vastos preparativos de guerra
estão sendo feitos. A noite está às portas". Na página
seguinte, há novamente a descrição deste mesmo
capítulo, das bolas de fogo caindo em várias cidades.
De modo que esta Guerra Mundial, este conflito
mundial, ocorrerá após imediatamente o
encerramento da porta da graça. Sem dúvida
alguma.538

―Às condições do mundo mostram que estão iminentes


tempos angustiosos. Os jornais diários estão repletos de
indícios de um terrível conflito em futuro próximo".539
Aqui está à indicação do Espírito de Profecia de que
haverá realmente na última crise, este conflito mundial
e os jornais diários indicam a qualidade deste conflito,
os participantes deste conflito.

537 Educação, 179


538 Testemunhos Seletos, vol. 3, 295-296
539 Testemunhos Seletos, vol. 3, 280
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

235

―As grandes conflagrações, desastres em terra e mar, que tem visitado nosso país, são
uma evidencia do que está prestes a sobrevir ao mundo. Deus quer mostrar ao homem
que ele pode acender sobre seus ídolos, um fogo que a água não pode extinguir.
A grande conflagração geral está justamente à frente, quando todo este trabalho
perdido da vida será varrido, numa noite, num dia.‖ 540

―Apenas um momento de tempo por assim dizer, ainda resta. Mas embora já nação
esteja levantando contra nação e reino contra reino, não há agora um conflito geral,
ainda os 4 ventos estão sendo retidos até que os servos de Deus estejam selados em suas
testas, então os poderes da Terra, ordenarão suas forças para o último grande conflito
QUANDO TODOS TOMARÃO PARTE.‖541

Esta descrição do Espírito de Profecia é muito clara, muito cristalina, mencionando um


conflito geral logo após o encerramento da porta da graça. Fazendo referência aos
poderes da Terra, lembramos de um capítulo do livro Vida e Ensinos542, onde a irmã White
esclarece que potestades da Terra, são os que governam sobre a Terra, potestades do
céu são: sol, lua e estrelas; que as potestades da Terra serão abaladas, e que as
potestades do céu serão abaladas pela voz de Deus. Percebemos que o abalo das
potestades da Terra não é outra coisa senão este conflito geral, e Deus não atua
diretamente nele, e sim, indiretamente.

540 Testemunhos para a Igreja, vol. 4, 49


541 Testemunhos para a Igreja, vol. 6, 14
542 Vida e Ensinos, 110
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

236

Deus atuará diretamente nas potestades do céu: Sol, Lua e Estrelas, e também sobre o
globo terrestre, mas isto exclusivamente quando a Sua voz for ouvida e as correntes
d'água deixarem de correr e as montanhas forem lançadas de um lugar para outro, e as
ilhas desaparecerão. Tudo isso exclusivamente na 7ª praga. Podemos perceber isto
quando lemos o capítulo "O Livramento dos Justos" no livro O Grande Conflito. De modo
que Deus não atua diretamente. Tudo indica, que estas 6 pragas serão a destruição
provocada pelo conflito geral, deste abalo dos poderes da Terra, e que Ele apenas
intervirá na 7ª praga. Com relação aos abalos dos poderes da Terra, nós temos a
seguinte informação:

―Então Jesus sairá de entre o Pai e os homens, e Deus não mais silenciará, mas derramará
Sua ira sobre aqueles que rejeitaram Sua verdade. Vi que a ira das nações, a ira de Deus,
e o tempo de julgar os mortos eram ACONTECIMENTOS SEPARADOS E DISTINTOS,
seguindo-se um ao outro.".543

Se a ira das nações ou o abalo das potestades da Terra, e a ira de Deus ou abalo das
potestades do céu, são acontecimentos sucessivos, então não pode ocorrer este conflito
geral que é o abalo das potestades da Terra, ao mesmo tempo em que uma
intervenção direta de Deus esteja abalando as potestades do céu. Então esses
acontecimentos descritos em Apocalipse 16 que nos dão a impressão de que são
atuação direta de Deus, não podem ocorrer simultaneamente ao abalo das
potestades da Terra, pelo menos durante essas 6 pragas. Deus só atuará após o abalo
das potestades da Terra. Ele interromperá este conflito com a 7ª praga porque Deus, Ele
mesmo operará, porque a ira de Deus será posterior a ira das nações.

Portanto, esta impressão de que enquanto ocorre este conflito geral, pragas
sobrenaturais estão caindo, ou seja, dois acontecimentos ao mesmo tempo, não é
possível em relação a este texto do Espírito de Profecia que nos menciona que são
acontecimentos sucessivos. Abalo das potestades da Terra em primeiro lugar e em
seguida o abalo das potestades dos céus.

543 Vida e Ensinos, 99


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

237

―Vi na Terra maior aflição do que nunca testemunhamos. Ouvi gemidos e gritos de
aflição, e vi grandes grupos em diligente batalha. Ouvi o troar do canhão, o
retinido das armas, a luta corpo a corpo, e os gemidos e orações dos moribundos. O
campo estava coberto de feridos e cadáveres. Vi famílias desoladas, em desespero, e
opressiva necessidade em muitas habitações.‖544 Esta é mais uma descrição deste
grande conflito mundial por vir, apresentado pelo Espírito de Profecia.

―A concupiscência da carne, a soberba dos olhos,


a ostentação do egoísmo, o abuso do poder, a
crueldade e a força empregados para fazer com
que os homens se liguem às confederações e
uniões - atando-se a si mesmos em molhos para a
queima dos fogos dos últimos dias - tudo isso é
operação de instrumentos satânicos. A este círculo
de crime e de loucura o homem chama ‗vida‘.‖...545

Aqui o Espírito de Profecia indica que esses ímpios atados em molhos serão vítimas da
queima dos grandes fogos dos últimos dias dando a impressão de que eles serão
destruídos por aquelas bolas de fogo, e não por atuação direta de Deus, mas sim por
atuação indireta.

Partindo do princípio, de que as 6 primeiras pragas não são atuação direta de Deus, mas
indireta, e a partir do princípio de que elas são simbólicas, sendo a descrição desta
última guerra mundial, vamos prosseguir apresentando algumas perguntas diretamente
relacionadas com este conflito.

544 Testemunhos Seletos, vol. 1, 87


545 Evangelismo, 26
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

238

 Temos nós condições de saber os detalhes desta guerra, deste último conflito?
 Qual ou quais nações atacarão?
 Qual ou quais nações serão invadidas?
 Está o Estado de Israel relacionado com este conflito geral?
 Quem logrará vantagens até a 7ª praga?
 Que armas serão usadas?

Lembramos que: ―Certamente o Senhor Jeová não fará coisa alguma, sem ter revelado
o seu segredo aos seus servos, os profetas.‖546

Para tomarmos um rumo certo na tentativa de descobrir alguma relação com este
conflito geral, deveremos atentar para outra indicação dada pelo Espírito de Profecia.
A indicação é a seguinte: ―Vivemos no tempo do fim. Os sinais dos tempos, a cumprirem-
se rapidamente, declaram que a vinda de Cristo está próxima, às portas. Os dias em que
vivemos são solenes e importantes. O Espírito de Deus está, gradual mas seguramente,
sendo retirado da Terra. Pragas e juízos estão já caindo sobre os desprezadores da graça
de Deus. As calamidades em terra e mar, as condições sociais agitadas, os rumores de
guerra, são portentosos. Prenunciam a proximidade de acontecimentos da maior
importância. As forças do mal estão-se arregimentando e consolidando-se. Elas se estão
robustecendo para a última grande crise. Grandes mudanças estão prestes a operar-se
no mundo, e os acontecimentos finais serão rápidos.547

Aqui está a indicação: "As condições do mundo mostram que estão iminentes tempos
angustiosos. Os jornais diários estão repletos de indícios de um terrível conflito em futuro
próximo".548

Se nós queremos ter uma noção deste conflito, que nações tomarão parte, atuarão,
tomarão a iniciativa da guerra, ao olharmos os jornais diários, vamos descobrir algumas
coisas:

546 Amós 3:7


547 Testemunhos Seletos, vol. 3, 280
548 Testemunhos Seletos, vol. 3, 280
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

239

Exemplos:

a) Os jornais diários nos indicam que o mundo está dividido em 3 esferas de poder, em 3
fatias, em 3 impérios:

1. A Rússia e seus aliados de um lado


2. A China e os seus satélites
3. A outra fatia, o ocidente tendo como nação
mais forte os EUA

b) Os jornais diários indicam também que os Estados Unidos em certa decadência,


mantêm atualmente, uma política de isolacionismo.

Os jornais diários nos indicam também que a Rússia está extremamente bem equipada
militarmente, e que a China está num estado de observação das coisas.

Podemos buscar informações valiosas para analisarmos este conflito geral na própria
Escritura Sagrada, porque nós temos muitas profecias relacionadas com este conflito
mundial. Nós podemos recorrer a um profeta que qualificamos de especialista em
política internacional, o profeta Ezequiel, "o esquecido profeta Ezequiel".

Quando analisamos a descrição das rodas,549 aquele complicado mecanismo daquelas


rodas, encontramos no Espírito de Profecia no livro Educação a explicação para a figura
das rodas como sendo intrincado enredo de política internacional.

As palavras textuais são estas: ―Assim como aquela complicação de semelhanças de


rodas se achava sob a direção da mão que havia sob as asas dos querubins, o
complicado jogo dos sucessos humanos acha-se sob a direção divina. Por entre as
contendas e tumultos das nações, Aquele que Se assenta acima dos querubins ainda
dirige os negócios da Terra.‖550

549 Ezequiel 1:15-18


550 Educação, 178
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

240

O profeta Ezequiel no 1 capítulo apresenta esta ilustração e nos capítulos posteriores


como: 7, 9, 14, 27, 28, 29, 30, 31, 32, 37, 38 e 39, capítulos relacionados com política
internacional, guerras com implicações e aplicações também para os nossos dias. Vários
capítulos estão relacionados sem dúvida alguma com esse conflito final, como os
capítulos 29-32, 38 e 39. Por isso é que chamamos o profeta Ezequiel especialista em
política internacional. A propósito ao lermos alguns versículos do cap. 38 e 39 de Ezequiel,
vamos descobrir algumas coisas relacionadas diretamente com o último conflito mundial.

―Veio a mim a palavra do Senhor, dizendo: Filho do homem dirige o teu rosto contra
Gogue, terra de Magogue, príncipe e chefe de Meseque e de Tubal, e profetiza contra
ele. E dize: Assim diz o Senhor Jeová: Eis que eu sou contra ti, ó Gogue, príncipe e chefe
de Meseque e de Tubal: E te farei voltar, e porei anzóis nos teus queixos, e te levarei a ti,
com todo o teu exército, cavalos e cavaleiros todos vestidos bizarramente, congregação
grande, com escudo e rodela, manejando todos a espada; Persas, etíopes, e os de Pute
com eles, todos com escudo e capacete; Gomer e todas as suas tropas; a casa de
Togarma, da banda do norte, e todas as suas tropas, muitos povos contigo. Prepara-te,
sim, dispõe-te, tu e todas as tuas congregações que se reuniram a ti, e serve-lhes tu de
guarda. Depois de muitos dias serás visitado. No fim dos anos virás à terra que se retirou
da espada, e que veio dentre muitos povos aos montes de Israel, que sempre serviram
de assolação; mas aquela terra foi tirada dentre os povos, e todos eles habitarão
seguramente.‖551

De modo que Gogue com todo este povo, Meseque, Tubal, da casa de Togarma, Gomer
e assim por diante, está estritamente relacionado com este conflito final. ―No fim dos
anos virás à terra que se retirou da espada.‖ 552

―E subirás contra o meu povo Israel, como uma nuvem, para cobrir a terra. No fim dos
dias sucederá que hei de trazer-te contra a minha terra, para que as nações me
conheçam a mim, quando eu me houver santificado em ti aos seus olhos, ó Gogue.‖ 553

551 Ezequiel 38:1-8


552 Ezequiel 38:8
553 Ezequiel 38:16
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

241

Há mais alguns versículos acrescentando a este mesmo assunto, no qual este povo está
ligado, a este último grande conflito, a informação de que no fim dos anos, no fim dos
dias é que eles atuarão. ―Não és tu aquele de quem eu disse nos dias antigos, pelo
ministério de meus servos os profetas de Israel, os quais naqueles dias profetizaram largos
anos , que te traria contra eles? 554

Percebemos que esta turma toda vem do norte, verso 6, da banda do norte, verso 15,
virá pois do lugar das bandas do norte. Nós temos que admitir que eles realmente
participarão deste conflito geral, e outra coisa mais, a localização geográfica dele está
indicando aqui como sendo da banda do norte. Se considerarmos a Palestina, ou
Babilônia onde estava Ezequiel, povos da banda do norte, só poderá ser esta nação
materialista, aqui indicada como Gogue, da casa de Togarma, Meseque e Tubal, e assim
por diante.

A verdade é que há muitos anos temos interpretado como sendo a Turquia, mas se nós
analisarmos a condição militar da Turquia percebemos que ela não tem recurso
absolutamente algum para empreender uma campanha de envergadura tão
impressionante como será empreendido por esses que vem do norte contra o ocidente.
Mas uma coisa nós podemos descobrir, que a iniciativa deste conflito geral, como é
indicado no cap. 38 de Ezequiel, será da parte destes reis do norte.

A indicação dos seguintes versos nos sugere alguma coisa: ―Assim diz o Senhor Jeová:
E acontecerá naquele dia que terás imaginações no teu coração, e conceberás um
mau desígnio. E dirás: Subirei contra a terra das aldeias não muradas; virei contra os que
estão em repouso, que habitam seguros; todos eles habitam sem muro, e não têm
ferrolho nem portas; Afim de tomar o despojo, e de arrebatar a presa, e tornar a tua mão
contra as terras desertas que agora se habitam, e contra o povo que se ajuntou dentre
as nações, o qual tem gado e possessões, e habita no meio da terra.‖ 555

554 Ezequiel 38:17


555 Ezequiel 38:10-12
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

242

Aqui indica que o propósito primário destas nações do norte é liquidar ou pelo menos
tentar liquidar esta nação que habita segura, aldeias não muradas, tem possessões e
gado, dando-nos a idéia de capitalismo; terras desertas que agora se habitam. Tudo
sugerindo que estes versículos fazem referência a mais poderosa nação do ocidente
USA.

Agora entramos diretamente no assunto relacionado com a 1ª praga.

―E foi o primeiro anjo e derramou a sua salva sobre a Terra,


e fez-se uma chaga má e maligna nos homens que tinham
o sinal da besta e que adoravam a sua imagem."556

Registramos a real dificuldade na visão literal. O lugar onde


acontece é: ―sobre a Terra‖. Substantivo no singular.
Significaria o GLOBO todo ou a ―PORÇÃO SECA‖, os
continentes? Em ambos os casos, não é, então, REGIONAL,
mas UNIVERSAL. Todavia, apenas a SÉTIMA é MUNDIAL. No
singular a dificuldade é mesmo muito grande. É isto que se chama EXEGESE. É a análise
meticulosa do significado de palavras, frases, parágrafos, etc.

Se analisarmos os textos já mencionados do ponto de vista puramente militar,


considerando a Rússia como a nação que avança contra o ocidente, nós vamos do
ponto de vista estratégico, chegar à conclusão de que enquanto ela tem intacto todo o
poderio de fogo, sem dúvida vai lançar-se contra o inimigo mais forte, e depois contra os
demais. Isto imaginando no aspecto puramente militar.

Nos desígnios de Deus, consta que a ira de Deus também se dirige principalmente contra
os adoradores da besta e da sua imagem. ―Se alguém adorar a besta, e a sua imagem,
e receber o sinal na fronte, ou na mão, também o tal beberá do vinho da ira de Deus,
que se acha preparado, no cálice da sua ira...‖ 557

556 Apocalipse 16:2


557 Apocalipse 14:9-10
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

243

Sobre a nação Americana diz O Grande Conflito: ―A nação


que por tanto tempo Ele suporta, e que não ferirá antes de
haver ela enchido a medida de sua iniqüidade, segundo os
cálculos divinos, beberá por fim, a taça da ira sem mistura de
misericórdia. Quando Cristo cessar de interceder no santuário,
será derramada a ira que, sem mistura, se ameaçara fazer cair
sobre os que adoram a besta e sua imagem, e recebem o seu
sinal." 558

Em seguida vem a citação dos versículos relacionados com as 4 primeiras pragas. Tudo
indica que a palavra terra em Apocalipse 16:2 tem a conotação com a mesma palavra
terra de Apocalipse 13:11: ―E vi subir da terra outra besta, e
tinha dois chifres semelhantes aos de um cordeiro, e falava
como dragão‖... Não foi esta nação que tomou a iniciativa
da perseguição ao povo de Deus, emitindo o decreto
dominical? Jesus bem havia dito no passado, quando
fizerdes a um desses meus pequeninos, a mim o fizeste.

Não é muito supor que a 1ª nação que vai sofrer este revés inicial seja os EUA, e o efeito
desta praga, uma chaga má e maligna nos homens que tinham o sinal da besta e
adoram a sua imagem.

Se analisarmos também do ponto de vista militar, vamos perceber que dentro daquilo
que foi lido em Ezequiel 38, esta nação do norte, imaginaria em sua mente, em seu
coração, atacar esta nação sem muro, com gado, sem dúvida ela não vai invadir a
nação. Ela lançará projéteis, bombas de efeito, e o resultado será chagas malignas.
Como é um alvo muito distante e com excelente meio de defesa, parece-nos que a
figura indica que não haverá mortandade tão grande, como na 2ª e 3ª praga, como nos
demais países, porque os EUA está mais bem guarnecido para enfrentar este ataque.
Parece-nos, pois que naquela nação, o flagelo pior serão os efeitos da radioatividade.

558 O Grande Conflito, 632


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

244

É bom trazermos o texto completo da primeira Taça para uma cuidadosa, sensata e
equilibrada exegese:

―E ouvi, vinda do templo, uma grande voz, que dizia aos sete anjos: Ide, e derramai sobre
a terra as sete salvas da ira de Deus. E foi o primeiro, e derramou a sua salva sobre a
terra, e fez-se uma chaga má e maligna nos homens que tinham o sinal da besta e que
adoravam a sua imagem.‖559

Antes de qualquer análise do texto da Primeira Taça, sugerimos-lhe ler novamente o


Capítulo 8, ―Pequeno Estudo do Literalismo das Pragas‖, visto que agora trataremos
apenas da perspectiva simbólica das mesmas.

Sempre tenha em mente a soma de informações providas pelo texto bíblico na


descrição das Pragas em conjunção com as Trombetas:

1ª Praga: 1ª Trombeta:

 Sobre a Terra  Na Terra


 ―Fogos da Destruição‖  Fogo com Sangue
 Início da Grande Conflagração  Trombeta = Guerra

Um exercício de exegese inicialmente nos mostra:

Sobre a TERRA:

Terra, na Bíblia, tem 3 significados bem distintos:

1. Terra = Globo Terrestre 560


2. Terra = Porção Seca 561
3. Terra = Nação Americana, EUA 562

559 Apocalipse 16:1-2


560 Gênesis 1:1
561 Gênesis 1:10
562 Apocalipse 13:11
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

245

A grande possibilidade de estarem os EUA sendo aqui simbolicamente apontados, como


PRIMEIRO ALVO dentro do amplo contexto de Guerra neste período, é assaz
considerável. Afinal é aquele país que está liderando a Grande Federação de Nações
chamada Babilônia. É a nação líder também na perseguição ao povo de Deus. A
advertência divina quanto a ela é, pois, procedente:

...―se alguém adorar Besta e a sua Imagem... também o tal beberá do vinho da ira de
Deus‖...563

O comentário inspirado desta passagem nos é também esclarecedor, referindo-se a


Nação Americana:

―A NAÇÃO que por tanto tempo Ele suporta, e que não ferirá antes de haver ela enchido
a medida de sua iniqüidade, segundo os cálculos divinos, beberá, por fim, a taça da ira
sem mistura de misericórdia. Quando Cristo cessar de interceder no santuário, será
derramada a ira que, sem mistura, se ameaçara fazer cair sobre os que adoram a besta
e sua imagem, e recebem o seu sinal.‖564

No texto e contexto, o país aí referido é bem definido. Trata-se incontestavelmente da


Nação agora em foco, ainda que não explicitada. Apenas este texto seria suficiente
para se perceber que aquele país precipuamente está no alvo dos ―Juízos divinos‖.
Nenhuma outra nação é colocada com tamanho destaque, pelo Espírito de Profecia,
como objeto inicial desses Juízos retribuitivos.

Por outro lado, não poderiam tantas verdades do capítulo 16 estar registradas em
linguagem normal. Jamais Cristo em Sua sabedoria iria, clara e diretamente, anunciar
que a Primeira Taça seria contra EUA, pelas razões já mencionadas. Tampouco diria, da
mesma forma, que a Europa, sítio do Vaticano, co-perseguidora, seria a vítima número
dois dos Reis do Norte, dos trabalhadores despojados, de todos os quadrantes.

563 Apocalipse 14:9-10


564 O Grande Conflito, 632 – Apocalipse 14:9-10
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

246

Como vimos, será a Nação Líder atingida pelos ―Fogos da Destruição‖, por Guerra. Já
vimos também quem o fará: os ―Povos do Norte‖, liderando as nações pobres, os
trabalhadores atados em feixes pelos Sindicatos, vítimas do apetite desmesurado de
Babilônia.

Sobre esta arremetida e ofensiva contra os EUA, trazemos novamente a tão minuciosa
predição:

―Assim diz o Senhor Jeová: E acontecerá naquele dia que terás imaginações no teu
coração, e conceberás um mau desígnio. E dirás: Subirei contra a terra das aldeias não
muradas; virei contra os que estão em repouso, que habitam seguros; todos eles habitam
sem muro, e não têm ferrolho nem portas; A fim de tomar o
despojo, e de arrebatar a presa, e tornar a tua mão contra as
terras desertas que agora se habitam, e contra o povo que se
ajuntou dentre as nações, o qual tem gado e possessões, e
habita no meio da terra. Sebá e Dedã, e os mercadores de
Tarsis, e todos os seus leõezinhos te dirão: Vens tu para tomar o despojo? Ajuntaste o teu
bando para arrebatar a presa? Para levar a prata e o ouro, para tomar o gado e as
possessões, para saquear grande despojo?‖565

Nenhuma outra nação preenche tão admiravelmente cada item desta série de
identificações nos quatro versículos acima, algumas das quais reproduzimos e
consideramos a seguir:

―E dirás: Subirei contra a terra das aldeias não muradas;‖...566

O ―mau desígnio‖ (verso 10) projetado pelos povos anteriormente citados não se refere
ao cerco à Nova Jerusalém, após o milênio, pelas seguintes razões:

1. Todos os povos arrolados em Ezequiel 38:1-6 são unicamente Povos


do Leste, ao passo que a investida contra a capital da Nova Terra
será feita por nações e povos de todas as épocas.

565 Ezequiel 38:10-13


566 Ezequiel 38:11
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

247

2. Não pode se referir à campanha contra a Nova Jerusalém, também,


porque ela é uma Cidade murada, ao contrário do que diz o verso
11.

...―contra as terras desertas que agora se habitam.‖567

Que estes povos, no fim dos anos se lancem contra a nação líder da Babilônia (EUA) é
política, militar, econômica e espiritualmente aceitável. Conjuga com todo o conjunto
escatológico. E é a nação americana o único país que preenche tranqüilamente estes
dois itens seguintes:

 É a nação símbolo da Liberdade 568


 Eram terras desabitadas até 1.492 569

...―um povo que ajuntou dentre as nações‖...570

Mais um item que descreve perfeitamente a formação da raça e população norte-


americana, tão cosmopolita que é.

...―tem gado e possessões‖... ―para levar a prata e o ouro.‖ 571

Tal expressão jamais seria usada para os remidos na Nova Terra. Infalivelmente aponta
para a maior nação capitalista do globo.

A alternativa é sensata. A Taça Número Um, pertence, por justiça, àquele país, por ter, no
fim dos tempos, privado da liberdade os seres humanos; por ter sacudido de si os
princípios cristãos; por ter comandado a tenaz perseguição aos fiéis em todos os
quadrantes, e por ter arrastado tantas autoridades civis e religiosas de outros países a tão
cruel e injusta opressão final. Será, pois, a nação campeã do império do mal - merece a
1ª Taça. Faz jus a esta recompensa.

567 Ezequiel 38:12


568 Ezequiel 38:11
569 Ezequiel 38:12
570 Ezequiel 38:12
571 Ezequiel 38:12
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

248

Portanto, entendido está:

―TERRA‖ = EUA

Apenas como lembrete, damos abaixo mais duas


passagens bíblicas que usam a mesma figura ―Terra‖,
referindo-se à Nação Americana:

―E a terra ajudou a mulher‖... 572


(Descobrimento da América)

―E farei com elas um concerto de paz, e acabarei com a besta ruim da terra, e habitarão
no deserto seguramente, e dormirão nos bosques... E não servirão mais de rapina aos
gentios, e a besta fera da terra nunca mais comerá;‖...573

Esta promessa aponta para as condições de segurança e tranqüilidade que haverá na


Nova Terra, e indica uma razão: a ausência da ―Besta da Terra‖. Apenas destacamos
que sendo simbólicas as ―ovelhas‖574, a ―besta fera da TERRA‖575 (NO SINGULAR!) também
o há de ser, necessariamente.

Ainda um fato importante!: Não há nos escritos do Espírito de Profecia nenhum registro
de ACONTECIMENTOS SOBRENATURAIS no período das seis primeiras pragas.
Absolutamente nada! Tão somente calamidades como Inundações, Terremotos e a
Guerra de Auto Extermínio. Tudo fruto da promoção final do Arqui-destruidor. Não há um
assentamento sequer indicando Deus como o agente da destruição, nesse período, mas
apenas concedendo que o Inimigo o faça.

Convém ainda trazer aqui uma curta exegese do texto abaixo:

572 Apocalipse 12:16 p.p.


573 Ezequiel 34:25, 28
574 Ezequiel 34:31
575 Ezequiel 34:28
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

249

―E te farei voltear, e te porei seis anzóis, e te farei subir das bandas do norte, e te trarei aos
montes de Israel.(*) ...Tu, pois, ó filho do homem, assim diz o Senhor Jeová: dize às aves
de toda a espécie, e a todos os animais do campo: Ajuntai-vos e vinde, vinde de toda a
parte para o meu sacrifício, que Eu sacrifiquei por vós, sacrifício grande nos montes de
Israel, e comei carne e bebei sangue. Comereis a carne dos poderosos e bebereis o
sangue dos príncipes da terra, dos carneiros, dos cordeiros, e dos bodes, e dos bezerros,
todos engordados em Basã. E comereis a gordura até vos fartardes, e bebereis o sangue
até vos embebedardes, a gordura e o sangue do meu sacrifício, que sacrifiquei por vós. E
vos fartareis à Minha mesa, de cavalos, e de carros, de valentes, e de todos os Homens
de Guerra, diz o Senhor Jeová. E Eu porei a minha gloria entre as nações, e todas as
nações verão o Meu juízo, que eu tiver executado, e a Minha mão, que sobre elas tiver
descarregado.‖576 (*) conferir, comparar com Daniel 11:41.

Ezequiel 39 apresenta-nos uma série de predições aplicáveis, algumas


delas para o período que precede a Vinda de Jesus, e outras para o
período após o milênio. O conteúdo, o sentido de cada declaração
determinará quando se cumprirá.

Mas neste texto acima queremos destacar a participação incrível de


tantos animais neste conflito, um verdadeiro e amplo arsenal
zoológico. Literal? Vejamos:

O verso 18 destaca os ―príncipes e poderosos‖, usando as figuras de carneiros, cordeiros,


bodes e bezerros. Que acha, são literais ou simbólicos estes animais? Está muito evidente
sua simbologia. E se o são, igualmente simbólicos são os animais referidos em Ezequiel
39:4, 17 e 38:20, os quais estão apontados ali como os grandes destruidores:

576 Ezequiel 39:2, 17-21


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

250

* Aves de toda a Espécie (?)


* Répteis que Se Arrastam (?)
* Peixes do Mar (?)

Donde procede a incrível participação literal de tais animais numa guerra com
armamentos tão sofisticados e com um potencial de destruição jamais visto? É difícil
tomá-los como literais. Se bezerros, bodes, carneiros e cordeiros são simbólicos, e são,
necessariamente estes outros também. Que simbolizariam tão ferozes e destruidores
animais no contexto em que estão? Está muito evidente:

 Aves do Céu = Aviões, Helicópteros, Foguetes, etc.


 Répteis que Se Arrastam = Tanques, Carros Blindados, etc.
 Peixes do Mar = Navios, Porta-Aviões, Submarinos,
Barcos de Guerra, etc.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

251

Claro que você terá uma reação inicial: arrepios e calafrios. Mas, honestamente, oferece
a Bíblia, neste texto, alternativa ou outra possibilidade? Muitos textos proféticos fazem
declarações implícitas, mas ficam salientadas, pelo óbvio, qual o significado das
mesmas, do símbolo, sem que seja necessário ir em outra parte à busca de
interpretação. Este é o caso presente. Não há a menor chance, neste contexto de
guerra, que tais símbolos tenham outro sentido. É quase certo que não será possível
encontrar alternativa mais coerente. Esta surpreendente realidade pode ser notada em
mais um texto confirmatório:

―Nos últimos dias da história da Terra, o concerto de Deus com Seu povo que guarda os
Seus mandamentos deve ser renovado. E naquele dia farei por eles aliança com as
bestas-feras do campo, e com as aves do céu, e com os répteis da terra; e da terra tirarei
o arco, e a espada, e a guerra, e os farei deitar em segurança. E desposar-te-ei comigo
para sempre; desposar-te-ei comigo em justiça, e em juízo, e em benignidade, e em
misericórdias. E desposar-te-ei comigo em fidelidade, e conhecerás ao Senhor.‖577

Nos últimos dias o povo de Deus não seria perturbado absolutamente por tantos animais
literais, de sorte que merecesse tamanha promessa divina. Inseridos num contexto de
Guerra, como estão só poderiam ser simbólicos. Temíveis e destruidores são os
armamentos lançados de aviões, de barcos de guerra, de tanques, etc. Estes sim, na
Nova Terra estarão proscritos.

Em verdade. Que tais animais literais ―comam carne‖, ―bebam sangue‖, é razoável.
Mas que se fartem de ―carros‖578 é altamente improvável, tão indigesto que é. Aliás, este
verso faz referência a ―Valentes e Homens de Guerra‖.

Aí está claramente destacado o contexto histórico de uma grande guerra auto-


destruidora. Estão aí, pois, algumas predições escatológicas que se ajustam às Pragas
(Predição-Cumprimento), inclusive à primeira delas.

A situação mundial geral será a seguinte:

577 Profetas e Reis, 299


578 Ezequiel 39:20
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

252
 Os seres humanos pecaram contra o Espírito Santo.
 Estão consolidados no mal, robotizados.
 Ódios e Paixões subiram ao extremo.
 Satanás, (que se deleita na guerra), os domina amplamente.
 Deus o permite, como Juízo retribuitivo.
 Anjos Bons protegem os selados (Salmo 91), e apenas isto.
Não participam desta destruição generalizada.

Tão somente, ainda, uma pequena lembrança a respeito deste clima espiritual-político-
econômico-militar de todos os povos. A Rússia, com seu potencial bélico formidável, se
lança de início contra a nação rival belicamente mais forte, enquanto está com seu
poder de fogo, com seu arsenal ainda intacto. A estratégia militar assim o recomenda.

Por outro lado, entretanto, a Nação Americana está situada muito distante. Além disto,
detém um arsenal de defesa, de resposta, e também de ataque, respeitável. Portanto, é
muito improvável que haja uma INVASÃO das nações agressoras aos EUA.

De fato, a profecia da Primeira Taça destaca apenas os EFEITOS deste ataque à


distância, com aviões, mísseis, submarinos etc., com armas químicas e bacteriológicas
inclusive. Os resultados estão claramente descritos na seguinte expressão:

―ÚLCERAS MÁS e MALIGNAS‖

Todavia, haverá devastação com grande mortandade ―na Terra‖ = EUA. É a informação
que nos é passada pela Primeira Trombeta, em seu segundo cumprimento nessa ocasião:

―E o primeiro anjo tocou a sua trombeta, e houve saraiva, e fogo misturado com sangue,
e foram lançados na Terra;‖...579

Assim, ulcerações e grande mortandade provenientes do ―fogo‖ profusamente lançado


por Gogue e seus exércitos. Notável harmonia com os efeitos da Primeira Taça.

Com tudo o que já foi dito nos capítulos anteriores, é o bastante sobre a Primeira Taça,
como ponto de partida para posteriores investigações.

579 Apocalipse 8:7


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

253

2ª PRAGA
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

254

Sobre o Mar
Se Alguém Adorar... A Besta do Mar

Consideramos interessante repetir algo do que já mencionamos na introdução destes


assuntos, que há de definir este estudo das pragas. Para chegarmos a uma conclusão se
deveremos tomar as declarações de Apocalipse 16 de maneira Literal ou Simbólica, nós
temos que entender se é Deus o autor direto dessas pragas ou não. Se Ele é o autor
direto, essas pragas serão acontecimentos sobrenaturais e literais, mas se Ele não é o
autor direto, elas serão simbólicas e os acontecimentos naturais.

LITERAIS SOBRENATURAIS Deus É o autor


SIMBÓLICOS NATURAIS Deus NÃO é o autor

Conforme estudo introdutório, chegamos à conclusão de que Deus NÃO é o autor direto
dessas pragas. Sendo assim então não há razão para pegarmos essas pragas ao pé da
letra. Essa é a maneira de definirmos este assunto.

Antes de falarmos da 2ª praga, queremos repetir alguns textos que temos lido onde há
um esclarecimento sobre a participação de Deus nestas pragas. ―Deixando Ele o
santuário, as trevas cobrem os habitantes da Terra. Naquele tempo terrível os justos
devem viver à vista de um Deus santo, sem intercessor. Removeu-se a restrição que
estivera sobre os ímpios, (quem é o autor da restrição? Deus?) e Satanás tem domínio
completo sobre os que finalmente se encontram impenitentes. Terminou a
longanimidade de Deus: O mundo rejeitou a Sua misericórdia, desprezou-Lhe o amor,
pisando Sua lei. Os ímpios passaram os limites de seu tempo de graça; o Espírito de Deus,
persistentemente resistido, foi, por fim, retirado. Desabrigados da graça divina, não têm
proteção contra o maligno. Satanás mergulhará então os habitantes da Terra em uma
grande angústia final. Ao cessarem os anjos de Deus de conter os ventos impetuosos das
paixões humanas, ficarão às soltas todos os elementos de contenda. O mundo inteiro se
envolverá em ruína mais terrível do que a que sobreveio a Jerusalém na antiguidade".580

Quem é que vai provocar isto, Deus ou Satanás? Parágrafo seguinte:

―Um único anjo destruiu todos os primogênitos dos egípcios, enchendo a Terra de pranto.
Quando Davi ofendeu a Deus, por contar o povo, um anjo fez aquela terrível destruição
pela qual seu pecado foi punido. O mesmo poder destruidor exercido pelos santos anjos
quando Deus ordena, será exercido pelos maus quando Ele o permitir. Há agora FORÇAS
PREPARADAS, e que aguardam apenas o CONSENTIMENTO DIVINO para espalharem a
DESOLAÇÃO POR TODA PARTE.‖ 581

580 O Grande Conflito, 620


581 O Grande Conflito, 620
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

255

Anjos no passado atuaram sob as ordens de Deus, mas agora serão os maus (com a
permissão de Deus) e não tem mais nenhuma restrição. Deus deixou os ímpios à mercê
de Satanás. É Deus o autor direto das pragas? Tudo indica que não.

Tempos atrás nos fizeram a seguinte pergunta após a leitura destes 2 textos: ‗Como é que
o Prof°. interpreta isto?‘ Tanto quanto temos aprendido não se interpreta interpretação.
Parábolas, figuras, símbolos e visões, isto sim, mas interpretar interpretação, não. Não se
interpreta interpretação. À pergunta feita, nós respondemos, Está Escrito!

No livro O Grande Conflito, há uma descrição completa sobre a


destruição de Jerusalém, como símbolo de que? – Símbolo da
futura destruição do mundo.582

―Cristo viu em Jerusalém um símbolo do mundo endurecido na


incredulidade e rebelião, e apressando-se ao encontro dos
juízos retribuidores de Deus.‖ 583

Todos sabem a maneira como Jerusalém foi destruída. O que dizia Deus aos profetas do
Velho Testamento se o povo continuasse carregando cargas, entrando pelas portas de
Jerusalém no sábado? Deus mesmo diz, - ―Eu farei ascender fogo às suas portas...‖ - e nós
sabemos que isso aconteceu no ano 70. Foi Deus que fez diretamente aquele trabalho da
destruição de Jerusalém? Ele usou instrumentos para isso. Realizou o Seu plano, a Sua
vontade, mas Ele não fez diretamente.

―Os judeus haviam forjado seus próprios grilhões; eles mesmos encheram a taça da
vingança. Na destruição completa que lhes sobreveio como nação, e em todas as
desgraças que os acompanharam depois de dispersos, não estavam senão recolhendo
a messe que suas próprias mãos semearam. Diz o profeta: ‗Para tua perda, ó Israel, te
rebelaste contra Mim, pelos teus pecados tens caído‘584. Seus sofrimentos são muitas
vezes representados como sendo castigo a eles infligido por decreto da parte de Deus. É
assim que o grande enganador procura esconder sua própria obra". 585

A destruição de Jerusalém na realidade foi obra de quem?

582 O Grande Conflito, 15-35


583 O Grande Conflito, 20
584 Oséias 13:9 e 14:1
585 O Grande Conflito, 32-33
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

256

―Pela obstinada rejeição do amor e misericórdia divina, os judeus fizeram com que
a proteção de Deus fosse deles retirada, e permitiu-se a Satanás dirigi-los segundo
a sua vontade. As horríveis crueldades executadas na destruição de Jerusalém são
uma demonstração do poder vingador de Satanás sobre os que se rendem ao seu
controle.‖ 586 Deus simplesmente se retirou e os deixou abandonados a si mesmos e a
vingança de Satanás.

Parágrafo seguinte

―Não podemos saber quanto devemos a Cristo pela paz e proteção de que gozamos.
É o poder de Deus que impede que a humanidade passe completamente para o
domínio de Satanás. Os desobedientes e ingratos têm grande motivo de gratidão pela
misericórdia e longanimidade de Deus, que contém o cruel e pernicioso poder do
maligno. Quando, porém, os homens passam os limites da clemência divina, a restrição
é removida. Deus não fica em relação ao pecador como executor da sentença contra a
transgressão; mas deixa entregues a si mesmos os que rejeitam Sua misericórdia, para
colherem aquilo que semearam.‖ 587

Deus está lavando as Suas mãos, a humanidade colhendo aquilo que eles próprios
semearam. Não Me querem Eu saio, vou embora, e deixo vocês entregues a si mesmos e
a ira de Satanás, porque aquilo que foi feito em Jerusalém será feito no fim do mundo.
Mas como se ainda não fosse suficiente lemos:

―O apóstolo S. João ouviu em visão uma grande voz no Céu, exclamando: 'Ai dos que
habitam na Terra e no mar; porque o diabo desceu a vós, e tem grande ira, sabendo
que já tem pouco tempo'.588 Terríveis são as cenas que provocam esta exclamação da
voz celestial. A ira de Satanás aumenta à medida em que o tempo se abrevia, e sua
obra de engano e destruição atingirá o auge no tempo de angústia." 589

Quem vai provocar a destruição?

586 O Grande Conflito, 33


587 O Grande Conflito, 33
588 Apocalipse 12:12
589 O Grande Conflito, 629
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

257

Sem dúvida fazemos exceção a 7ª praga, que é à hora de Deus destruir os que destroem
a Terra. Mas como se ainda não bastasse, temos outro texto:

―Durante mil anos Satanás vagueará de um lugar para outro na Terra desolada, para
contemplar os resultados de sua rebelião contra a lei de Deus. Durante este tempo os
seus sofrimentos serão intensos. Desde a sua queda, a sua vida de incessante atividade
baniu a reflexão; agora, porém, está ele despojado de seu poder e entregue a si mesmo
para contemplar a parte que desempenhou desde que a princípio se rebelou contra o
governo do Céu, e para aguardar, com temor e tremor, o futuro terrível em que deverá
sofrer por todo o mal que praticou, e ser punido pelos pecados que fez com que fossem
cometidos. Ao povo de Deus o cativeiro de Satanás trará alegria e júbilo. Diz o profeta
(agora a irmã White cita Isaías 14:3-6, isto é a representação dos remidos, a expressão
deles durante o milênio) Acontecerá que no dia em que Deus vier a dar-te descanso do
teu trabalho, e do teu tremor, e da dura servidão com que te fizeram servir, então
proferirás este dito contra o rei de Babilônia (representando aqui Satanás), e dirás: Como
cessou o opressor! Já quebrantou o Senhor o bastão dos ímpios e o cetro dos
dominadores. Aquele que feria os povos com furor, com praga incessante, o que com ira
dominava as nações, agora é perseguido, sem que alguém o possa impedir." 590

Referindo-se a quem? A Satanás que feria os povos com furor e com praga incessante, e
que com ira dominava as nações. Dominou as nações quando o Espírito de Deus se
retirou. Por isso nós vamos ter que chegar a uma conclusão para medirmos,
compararmos textos para sabermos qual a participação de Deus. Ele apenas vai permitir,
Ele vai Se retirar e Satanás vai realizar a obra de destruição. Se chegarmos à conclusão
de que Deus não é o autor direto, então não há alternativa. Só serão literais os
acontecimentos de Apocalipse 16 se chegarmos a conclusão de que Ele é o autor direto
que vai realizar aqueles fenômenos sobrenaturais.

Uma observação: O livro do Apocalipse foi uma revelação dada para quem? De acordo
com o 1 verso, para os servos de Deus. Foi um livro escrito de tal maneira, com tal
linguagem que só, exclusivamente os servos de Deus possam entender o significado das
pragas que por dedução deve ser muito mais profundo do que estamos imaginando até
aqui. Do jeito que pegamos as pragas (entendemos), o povo aí fora entende também.

590 O Grande Conflito, 665


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

258

Se eles lerem o capítulo 16, vão entender exatamente como nós. Referindo-se ao livro de
Apocalipse, a irmã White declara: ―em figuras e símbolos, assuntos de vasta importância
foram apresentados a João para que os relatasse, a fim de que o Povo de Deus do seu
século e dos séculos futuros tivessem INTELIGENTE COMPREENSÃO.‖ 591

Para entendermos as pragas ao pé da letra, como está escrito, precisamos de


inteligência e compreensão?

Se pegarmos o Apocalipse desde o 1 capítulo: começando com as 7 cartas às igrejas, o


povo lá fora não vai entender como nós. Sobre o livro selado com 7 selos, idem. Sobre as
7 trombetas, João come o livrinho cap. 10, as duas testemunhas cap. 11, a mulher e o
dragão cap. 12, a besta que emerge do mar e da terra cap. 13, as 3 mensagens
angélicas cap. 14, não vão entender como nós entendemos porque ali são
apresentadas como anunciadas por 3 anjos. Se eles pegarem como está escrito, não
irão entender que as 3 mensagens angélicas é Deus dando as últimas advertências ao
mundo. A ceifa e a vindima, eles também não vão entender como nós.

Pulemos as pragas e vamos para os capítulos 17 e 18, a descrição da grande Babilônia,


também não vão entender; tanto assim que alguns evangélicos e católicos também não
entendem, aquela organização religiosa, eles vão pegar tudo ao pé da letra e ficarão
na maior confusão. Talvez a única coisa que eles entendem é a descrição do novo céu
e da nova terra e nem as Testemunhas de Jeová entendem direito.

Assim o capítulo 16 de Apocalipse, descrição das 7 pragas, eles vão entender como nós
entendemos, ao pé da letra. Por que só este capítulo trás o problema? Parece-nos que
temos até aqui adotado um MÉTODO SIMPLISTA E MUITO SUPERFICIAL ao estudarmos as 7
pragas.

591 Atos dos Apóstolos, 583


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

259

―O segundo anjo derramou a sua taça no Mar, que se


tornou em sangue como de um morto, e morreu todo ser
vivente que estava no mar.‖ 592

Outra dificuldade na visão literal. ―No Mar.‖ Também substantivo singular. ―Por que no
singular?‖ - pergunta o bom exegeta. ―Devia estar no plural, pois são tantos os mares!‖

APENAS UM mar sofrerá este dano? QUAL MAR se tornaria em sangue? Por que os outros
não? Por acaso houve falha na transmissão ou na recepção da visão? Na eventualidade
de ser literal, o correto deveria ser mesmo SOBRE OS MARES. NO PLURAL. Qualquer bom
redator assim o faria.

Por outro lado, ―NO MAR‖ poderia significar NA ÁGUA SALGADA. Mesmo que Deus
quisesse significar isto, o que é improvável haveria outra dificuldade: O CARÁTER
MUNDIAL, total, permaneceria.

Alguns, na tentativa da superação desta real dificuldade, afirmam o seguinte: Ele se


torna em SANGUE, e depois RETORNA AO ESTADO ORIGINAL, volta a ser H2O. Bem, isto é
um exercício de imaginação. Tal intérprete não está agindo seriamente. Carece de
fundamento, em qualquer CONTEXTO PRÓXIMO ou DISTANTE, seja na Bíblia, seja no
Espírito de Profecia. Enfim, carece de respaldo bíblico. Não podemos olvidar nunca: a
Bíblia é sua própria intérprete. E esta interpretação acima é bem ―particular‖. Outro
detalhe, é que não há substância de mais rápida decomposição que o sangue,
tornando-se logo altamente infecto-contagioso. Em uma semana dizimaria quase a
totalidade dos seres humanos.

592 Apocalipse 16:3


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

260

Mas alguns asseveram: ―Não é propriamente sangue, mas uma substância que se
parece com sangue.‖ A exegese do texto não aceita tal afirmação. E mais, não é
―A BÍBLIA SUA PRÓPRIA INTÉRPRETE‖? Onde se encontra, pois, o texto para confirmar essa
teoria?

É bom repetir: nunca devemos criar uma Teoria, e depois tentar achar passagens para
apoiá-la. Mas, antes, permitir que a própria Bíblia - que se interpreta, seja a autora da
Teoria.

Ainda sobre a Segunda Taça. É bom lembrar que a Inspiração nos informa o seguinte,
referindo-se às ocorrências durante a 7ª Praga:

―...Desaparecem ilhas habitadas. Os portos marítimos que, pela iniqüidade, se tornaram


como Sodoma, são tragados pelas águas enfurecidas.‖593

Veja: “ÁGUAS” e não “Sangue”.

Mesmo à altura da 5ª Praga, segundo Apocalipse 18, há navegantes observando o


incêndio da GRANDE CIDADE. É isto o que lhes chama a atenção, é isto o que
comentam. Não a improvável transformação de água em sangue. Aliás, estão eles
navegando sobre o quê? E quanto à sua coagulação? Quanta dificuldade mais se
poderia considerar.

―Apenas um momento de tempo por assim dizer ainda nos resta. Mas embora já nação
esteja levantando contra nação e reino contra reino, não há agora um conflito geral.
Ainda os 4 ventos estão sendo retidos até que os servos de Deus sejam selados em suas
testas. ... (até quando os ventos serão retidos? - até terminar a obra do selamento. Quer
dizer, acabou a graça, os ventos serão soltos, e ventos representam guerras. Quando é
que começa este conflito geral? Imediatamente após o encerramento da porta da
graça). Termina o texto ... ENTÃO OS PODERES DA TERRA ORDENARÃO AS SUAS FORÇAS
PARA O ÚLTIMO GRANDE CONFLITO, QUANDO TODOS TOMARÃO PARTE." 594

593 O Grande Conflito, 643


594 Testemunhos para a Igreja, vol. 6, 14
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

261

Para diminuir qualquer dúvida, voltamos ao livro Evangelismo sobre as visões das bolas de
fogo que quando caíam soltavam flechas incandescentes em todas as direções. Que
são estas bolas de fogo? Não há dúvidas. Caíam nas cidades, principalmente nas
grandes cidades. ―Quem dera que o povo de Deus tivesse uma idéia da impendente
destruição de milhares de cidades, agora quase dominadas pela idolatria!‖ 595 (alguém
poderia dizer: Bom, vão destruir as cidades porque as nações vão ser arrasadas).

―O Senhor não rejeitará repentinamente todos os transgressores, nem destruirá nações


inteiras; mas Ele castigará cidades e lugares onde os homens se houverem entregado
inteiramente aos instrumentos satânicos.‖ 596 Então as bolas de fogo caiam aonde? Só
nas cidades! Numa guerra são alvos principais grandes cidades, por isso deveremos sair
imediatamente após o decreto dominical das grandes cidades se não quisermos
receber essas bolas que destruíam imediatamente essas cidades.

Cena Impressionante (citado no estudo de introdução às Pragas).

―Vi uma imensa bola de fogo cair no meio de algumas lindas habitações, destruindo-as
imediatamente. Ouvi alguns dizerem: ‗Sabíamos que os juízos de Deus sobreviriam à
Terra, mas não sabíamos que viriam tão cedo‘. Outros com acento de voz agoniante
diziam: ‗Os senhores sabiam! Por que, então, não nos disseram? Nós não sabíamos.‘‖ 597

O que é impressionante nesta declaração é que não só estes adventistas sabiam que os
juízos de Deus viriam, mas não escaparam imediatamente após o decreto dominical e as
bolas de fogo os pegaram nas cidades. Os que não saíram. De modo que sobre a
oportunidade de estudarmos estes assuntos, alguns acham que isto não tem tanto
importância, porque alegam já estarem selados nesse período. Lemos a seguir:

―Está próximo o tempo em que grandes cidades serão destruídas, e todos devem ser
advertidos destes juízos vindouros. QUEM, porém, está dando à realização desta obra o
dedicado SERVIÇO QUE DEUS REQUER? 598

595 Evangelismo, 29
596 Evangelismo, 27
597 Eventos Finais, 23
598 Evangelismo, 29
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

262

A nossa mensagem qual é? Temei a Deus e dai-lhe glória porque vinda é à hora do seu
juízo. O que devemos pregar? Não há dúvida que a 3ª mensagem angélica inclui
justificação pela fé, mas não nos esqueçamos que a mensagem presente, a mensagem
da época é pregar o fim. Fomos chamados a esta igreja para isto. Ou vamos pregar
apenas o escurecimento do sol, a queda das estrelas etc. Vamos sempre ficar só nisso?
Não vamos fazer progresso nenhum?

Vamos então mais especificamente à 2ª Praga.

―Vivemos no tempo do fim. Os sinais dos tempos, a cumprirem-se rapidamente, declaram


que a vinda de Cristo está próxima, às portas. Os dias em que vivemos são
solenes e importantes. O Espírito de Deus está, gradual mas seguramente, sendo retirado
da Terra. Pragas e juízos estão já caindo sobre os desprezadores da graça de Deus.
As calamidades em terra e mar, as condições sociais agitadas, os rumores de
guerra, são portentosos. Prenunciam a proximidade de acontecimentos da maior
importância.

―As forças do mal estão-se arregimentando e consolidando-se. Elas se estão


robustecendo para a última grande crise. Grandes mudanças estão prestes a operar-se
no mundo, e os acontecimentos finais serão rápidos. As condições do mundo mostram
que estão iminentes tempos angustiosos. Os jornais diários estão repletos de indícios de
UM TERRÍVEL CONFLITO EM FUTURO PRÓXIMO".599 (o que os jornais diários estão
indicando? De acordo com a recomendação do Espírito de Profecia, o que lemos
através dos jornais diários? Indicam o quê? UMA GUERRA TREMENDA PARA BREVE.

Algum estudante da profecia poderia questionar, - Ah! mas a irmã White aqui não se
refere a 1ª guerra mundial, ou a 2ª uma vez que ela escreveu em 1909? Não. Porque o
capítulo está se referindo ―A Última Crise‖. Terrível conflito em futuro próximo.

No estudo da 1ª praga os 3 poderes mencionados (países) estão se preparando para


forças de paz?

599 Testemunhos Seletos, vol. 3, 280


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

263

Há alguns anos o jornal o Estado de São Paulo publicou uma charge muito interessante
sobre aquela turma da zona norte. Se referindo a quem? A Rússia. Eles lá fora já sabem
que os reis do norte são a Rússia, mas nós não queremos enxergar isso, embora haja
tantas declarações em Ezequiel cap. 38 e 39.

Estudamos na 1ª praga, que de acordo com Ezequiel cap. 38 a Rússia joga os projéteis,
os teleguiados naquela nação que não tem aldeias muradas, que tem possessões e tem
gado e tudo o mais. Por que? Se a Rússia quer pegar a Europa ela tem que pelo menos
enfraquecer o poderio dos Estados Unidos, senão ela não consegue. Por isso que na 1ª
praga as primeiras flechas são em direção aos Estados Unidos, para que ela possa pegar
o que ela deseja que é a Europa também.

―O mundo está excitado pelo espírito de guerra. A profecia do capítulo onze de Daniel
atingiu quase o seu cumprimento completo. Logo se darão as cenas de perturbação das
quais falam as profecias.‖ 600 (qual profecia? - Daniel capítulo 11) Aquelas cenas finais,
sobre esses indícios dos jornais, sem dúvida se referindo aos versos 40-45, porque é aqui a
partir do verso 40 que se usa a linguagem "e no fim do tempo".

Os versos anteriores de todo capítulo 11 são uma descrição histórica das guerras das
quais participaram Assuero, Alexandre, também a Síria, Roma e assim por diante.
Constantino correndo no tempo, e nos versos anteriores ao verso 40 descrevem o poderio
de um rei estranho.

―E o rei fará conforme lhe aprouver: exaltar-se-á, e se engrandecerá sobre todo deus,‖
(quem é que quer ser Deus? e se engrandecer contra todo o deus? - a igreja católica, o
papa) ―e contra o Deus dos deuses falará coisas espantosas; e será próspero, até que se
cumpra a indignação‖601 - algumas traduções dizem até que a ira se complete (esse
poderio iria até o tempo das pragas. E os versos anteriores ao 40 vemos a descrição do
catolicismo, do papado).

600 Testemunhos Seletos, vol. 3, 283


601 Daniel 11:36
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

264
―Ora, no fim do tempo, o rei do sul lutará com ele‖ (o papa) 602. Lutará aliado com o
papa. Se o rei do norte é a Rússia, por dedução rei do sul é o oponente, são os EUA. Por
dedução serve? Bem, o capítulo 13 de Apocalipse, a besta que emerge do mar
sabemos quem é. Por dedução, a besta que emerge da terra quem é? - O rei do sul, na
2ª guerra mundial terminada em 1945 estava aliado com Roma? - Não.

Anteriormente citada à carta escrita pelo então presidente dos Estados Unidos (Trumann)
dirigida ao papa (Pio XII), colocando-o bem lá em baixo, por causa da aliança que ele
tinha feito com a Alemanha, com Hitler e com Mussolini, para a destruição. Os EUA não
eram aliados, mas no tempo do fim eles estariam como? ... Aliados.

Lutará com ele, ao lado dele. ―E o rei do norte


o acometerá (outra tradução diz, virá como
turbilhão contra ele) - (acometerá quem? ele,
suas terras) segue o verso 40: ―e o rei do norte o
acometerá com carros e cavaleiros, e com
muitos navios‖ (é impressionante que em 1962
quando houve a crise de Cuba, dos foguetes; a
Rússia não enfrentou o desfio americano por falta de
quê? Força Naval, e daquela ocasião para cá, o
empenho Russo tem sido fazer navios e mais navios,
de tal sorte que hoje é a maior frota que existe no
mundo. Frota mercante? Não. Bélica mesmo. O
último exercício que fizeram de simples treinamento,
treinamento defensivo, participaram "apenas" 220
navios, uma insignificância não?)

Este rei do norte acometeria a ele, ali na sua região, com cavaleiros, com muitos navios,
e entrará nas terras, (a tradução Almeida Antiga vinha exatamente nesta forma - entrará nas suas
terras). O rei do norte entrando nas terras dele. Dele quem? Da Europa, sem dúvida
alguma. Tanto que não é diretamente no vaticano. O vaticano será destruído na 5ª
praga. É a região onde ele domina conforme o seguinte texto ―Os dez chifres que vistes
são dez reis que ainda não receberam o reino, mas receberão o poder como reis por
uma hora, juntamente com a besta‖.603

602 Daniel 11:40


603 Apocalipse 17:12
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

265

A propósito – O quinto anjo que derramou a sua taça sobre o trono da besta, onde ele
estava? Porque Apocalipse 17 diz que ―Os 10 chifres é que liquidaram com Roma e não
o anjo.‖ 604

Entrará nas suas terras, invasão da Europa, e a 2ª praga cai sobre onde? Pela descrição
do capítulo 17, sobre o mar. A ira de Deus de acordo com as 3 mensagens angélicas
está voltada principalmente contra os adoradores da besta e da sua imagem, e o grosso
deles está justamente aonde? Justamente naquela 1ª nação mencionada [EUA] e agora
na 2ª, Europa.

Mas por que as águas se transformam em sangue? Vamos mencionar agora mesmo.
É de se observar que a Europa está bem ali na mira desses foguetes teleguiados. É muito
fácil acertar nas cidades da Europa. Se milhares de cidades cairão no mundo605 não é
demais imaginar algumas centenas delas só na Europa. Grande mortandade: é sangue
que vai ser derramado que não é brincadeira.

Terminando de ler este verso encontraremos alguma coisa interessante: ―entrará nas suas
terras e as inundará e passará..."606 (e continua a conquista, passará). Vai para onde?
Toma a direção de onde?)

604 Apocalipse 17:16


605 Evangelismo, 29
606 Daniel 11:40
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

266

"e entrará também na terra gloriosa..."607 (Ah! terra


gloriosa, onde é a terra gloriosa? Mofa diz em sua
tradução: ―ele também invadirá aquela terra da
palestina..." Olha a direção que ele está tomando,
justamente aquele lugar onde vai descer a nova
Jerusalém, onde Deus vai chamar o pessoal todo para
ser julgado).

―Entrará na terra gloriosa e muitos países serão


derribados.‖ (não é verdade que o mundo inteiro vai
entrar no grande conflito geral?)608 Muitos serão
derribados pela turma da zona norte, sem dúvida depois
os Estados Unidos reabilitados de um ataque surpresa
irão derribar outros também. Todos se envolverão neste
conflito geral, mas escaparão das mãos esses: Edom,
Moabe e as primícias dos filhos de Amom.

―E o rei do norte estenderá a sua mão às terras..." (ah!


dominar as terras) "e a terra do Egito não escapará."609
Interessante que algum tempo atrás o Egito estava
parecendo que se inclinaria para o domínio Russo.
Escapou. Agora novamente voltando-se para o Ocidente.

―E apoderar-se-á dos tesouros de ouro e prata, e de todas


as cousas desejáveis do Egito...‖610 (petróleo talvez) ―e os
líbios e os etíopes os seguirão‖ (nesta campanha militar
dos reis do norte).

607 Daniel 11:41


608 O Grande Conflito, 620
609 Daniel 11:42
610 Daniel 11:43
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

267

―Mas os rumores do oriente e do norte o


espantarão...‖611 (em plena campanha militar e de
conquista, o exército Russo, começa a ficar
perturbados com o que? Com movimentações no
oriente, reis do oriente, quer seja a Palestina, quer
seja em Babilônia, onde estava Daniel e Ezequiel.
China, raça amarela, rumores de lá, a esta altura,
essas campanhas da 2ª praga, a China começa a
se arregimentar (ali existe quantos mil km de
fronteiras com o território soviético) quem sabe não
só a China, os rumores do norte, mas os Estados
Unidos também contra atacando pela retaguarda.

Observando através do mapa, vemos os Estados Unidos; em cima do Canadá está o


Alaska, território americano ligado diretamente com quem? Território Russo. Rumores do
norte.

―e ele sairá com grande furor para destruir e extirpar a muitos.‖612 ―e armará as tendas...‖
(rei do norte) ―...do seu palácio entre o mar grande...‖ (o mar Mediterrâneo) ―...e o monte
santo e glorioso, mas virá o seu fim e não haverá quem o socorra.‖.613 Então dá-nos a
idéia de que penetra na Palestina com o desejo de que? De conquistar e sair? Não. De
armar a sua tenda e dominar, domínio definitivo. Este é o plano. Mas virá o seu fim e não
haverá quem o socorra.

611 Daniel 11:44


612 Daniel 11:44 - agora chegou à vez de atacar pela retaguarda
613 Daniel 11:45
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

268
Muito bem. Invasão da Europa, aí está. Quando seria esta invasão? De acordo com o
Espírito de Profecia esta invasão será na última crise mundial, último conflito mundial,
―assim que os anjos soltarem os ventos.‖614

Esta invasão da Europa, a conquista militar, só pode ocorrer depois que os 4 anjos
soltarem os ventos e tem que ser depois, porque é ali que se inicia o conflito, e deve ser
depois, porque durante o decreto dominical, um tempinho antes do fim do tempo de
graça, a Europa estará aliada a Roma recebendo em pleno exercício a autoridade e o
poder.615 Então só pode ser após o início do conflito geral. Irá ocorrer após a 1ª praga e
antes da 5ª praga, porque na 5ª praga a Europa já passou para o outro lado, tanto assim
que ela está odiando quem? Roma. ―E os 10 chifres que viste, e a besta, estes odiarão a
prostituta e a tornarão desolada e nua, e comerão as suas carnes, e a queimarão no
fogo.‖616 (por que eles vão aborrecer Roma? Se eles passam para o domínio comunista,
qual é o estado de espírito comunista com relação a Roma?)

Eles sabem que a Rússia quer o domínio mundial, eles têm um grande oponente ali em
Roma que também deseja o domínio mundial. ―odiarão Roma e aborrecerão a prostituta
e a queimarão no fogo.‖ Então a Europa já está do lado de lá, contra Roma, (alguma
coisa houve neste período entre a 1ª e a 5ª praga). Ela mudou, a Europa não é mais a
mesma. Já não é mais aliada de Roma, por que? Só pode ser por força da conquista
como está mencionada em Daniel 11. A Europa vai cair entre a 1ª e a 5ª praga.
Coincidência muito grande que a 2ª praga seja sobre o mar? Parece que não é simples
coincidência não.

―E disse-me: as águas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos, e multidões, e
nações e línguas.‖617 O anjo não disse aqui a João [olha João, mas essas águas não se
referem ao cap. 16, é só ao cap. 13, não diz assim]. E por falar em água como símbolos
de povos, será que estas águas só representam a Europa?

Rios e Fontes, como nações menores, menos povoadas, não tão densamente povoadas.
Mar = Continentes = Nações povoadas.
Rios e Fontes = países menores.

614 Testemunhos Seletos, vol. 3, 283


615 Apocalipse 17:12
616 Apocalipse 17:16
617 Apocalipse 17:15
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

269

Se não existisse a 3ª praga, nós poderíamos dizer: ―Mas isto não cabe porque só os
Estados Unidos e a Europa que estão se envolvendo no conflito, e onde estão os outros
países, visto que será um CONFLITO GERAL? 618 Estão aqui, rios e fontes = países menores.
Muitos países serão derribados, ...rios e fontes.

Outro texto nos fala de água. "E a serpente lançou da sua boca, atrás da mulher, água
como um rio."619 referindo-se as cruzadas empreendidas contra os seguidores da reforma.

E sobre o sangue? A origem do sangue? Em Ezequiel


cap. 38 e 39 falando sobre as obras de Gogue,
Magogue, Togarma, Meseque e Tubal ―Depois de muitos
dias serás visitado. No fim dos anos virás à terra que se
retirou da espada..." (quem? Israel) "e que veio dentre
muitos povos aos montes de Israel..."620 (uma grande
batalha aonde? - nos montes de Israel). ...‖Virás, pois, do
teu lugar, das bandas do norte, ...exército numeroso
...contra o meu povo Israel ...peixes do mar, aves do céu
e répteis da terra..." Literalmente tem cabimento os
animais participarem da guerra? Aves, tudo indica
serem aviões, Répteis da terra, tudo indica serem
tanques e outros veículos de guerra, e Peixes,
...submarinos e muitos navios.

―Comei carne e bebei sangue.‖621


Está aqui (sangue =mortandade).

―Comereis a carne dos poderosos e bebereis o sangue dos príncipes da terra, dos
carneiros, dos cordeiros, e dos bodes, e dos bezerros, todos engordados em Basã.‖622

618 Testemunhos Seletos, vol. 2, 369


619 Apocalipse 12:15
620 Ezequiel 38:8
621 Ezequiel 38:17
622 Ezequiel 38:18
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

270

―E comereis a gordura até vos fartardes, e bebereis o sangue até vos embebedardes,..."
(é muito sangue) "a gordura e o sangue do meu sacrifício, que sacrifiquei por vós.‖623

―E vos fartareis à minha mesa, de cavalos, e de carros, de valentes, e de todos os


homens de guerra, diz o Senhor Jeová.‖624 (todos os homens de guerra - sangue da
onde? Dos homens de guerra). Se fossem aves ao pé da letra, e cavalos ao pé da letra,
até que poderiam ser; mas de carros, não dá. Aí está a origem do sangue.

Temos ainda mais uma passagem, também usando esses mesmos versículos lidos em
Ezequiel, com relação às aves do céu. Está no livro de Apocalipse capítulo 19.

―Estava vestido de um manto salpicado de sangue; (referindo-se a Cristo, que se chama


Fiel e Verdadeiro; e que julga e peleja com justiça) ... ―e o nome pelo qual se chama é o
Verbo de Deus.‖625 Vamos ver se dá para pegar ao pé da letra, de maneira literal:

―Seguiam-no os exércitos que estão no céu, em cavalos brancos, e vestidos de linho fino,
branco e puro. Da sua boca saía uma espada afiada..." (dá para pegar ao pé da letra?
Não dá). ...―para com ela ferir as nações; ele as regerá com vara de ferro; ..." (não é ao
pé da letra, literal) ...―e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor da ira do Deus
Todo-Poderoso."626 (Ele não vem aqui pegar todo o exército e pisar com os pés,
literalmente).

"E vi um anjo em pé no sol; e clamou com grande voz, dizendo a todas as aves que
voavam pelo meio do céu: Vinde, ajuntai-vos para a grande ceia de Deus, para
comerdes carnes de reis, carnes de comandantes, carnes de poderosos, carnes de
cavalo e dos que neles montavam, sim carnes de todos os homens, livres e escravos,
pequenos e grandes."627 (É a mesma passagem de Ezequiel! De onde vem o sangue?)

―E vi a besta, e os reis da terra, e os seus exércitos reunidos para fazerem guerra àquele
que estava montado no cavalo, e ao seu exército.‖628 (a origem do sangue está aí)

623 Ezequiel 38:19


624 Ezequiel 38:20
625 Apocalipse 19:13
626 Apocalipse 19:14-15
627 Apocalipse 19:17-18
628 Apocalipse 19:19
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

271

Ainda outros dois versos como complemento:

―E o anjo meteu a sua foice à terra, e vindimou as uvas da vinha da terra, e lançou-as no
grande lagar da ira de Deus. E o lagar foi pisado fora da cidade, e saiu sangue do lagar
até os freios dos cavalos, pelo espaço de mil e seiscentos estádios."629 ( e saiu sangue do
lagar. De onde vem o sangue? Foi das águas do mar e dos rios? Não. Dos seres
humanos) ..."pelo espaço de mil e seiscentos estádios até os freios dos cavalos." Urias
Schmidt diz: olha vai haver uma grande mortandade antes do milênio, mas não sabemos
ainda o que é.

Visão de Ellen White sobre a destruição da Terra ―Minha atenção foi de novo dirigida
à Terra. Os ímpios tinham sido destruídos e seus corpos mortos jaziam em sua superfície.
A ira de Deus, nas sete últimas pragas, tinha sido derramada sobre os habitantes da Terra,
fazendo-os morder a língua de dor e amaldiçoar a Deus. Os falsos pastores tinham sido
objeto especial da ira de Jeová. Os olhos se lhes consumiram nas órbitas, e as línguas nas
suas bocas, enquanto estavam em pé. Depois que os santos tiveram livramento pela voz
de Deus, a multidão dos ímpios volveu sua ira, de uns contra os outros. A Terra parecia ser
inundada com sangue, e havia corpos mortos de uma extremidade dela a outra.‖630
(De onde vem o sangue?)

Mais uma declaração sobre o sangue, do livro O Grande Conflito, capítulo 40, sob o título
‗O Livramento dos Justos‘ (é quando vai terminar esta guerra, este conflito geral durante
as Pragas, no finalzinho da 7ª Praga, a superfície da Terra já começou a se quebrar e o
Sol parou e as águas dos rios pararam de correr, e todos aqueles acontecimentos
sobrenaturais próprios exclusivamente da 7ª Praga) "Cessaram os gracejos
escarnecedores. Cerraram-se os lábios mentirosos. O choque das armas, o tumulto da
batalha com ruído, e os vestidos que rolavam no sangue."631 (sangue de onde? da
batalha).

629 Apocalipse 14:19-20


630 Primeiros Escritos, 289
631 O Grande Conflito, 647
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

272

É verdade que no livro O Grande Conflito, capítulo Aproxima-se o Tempo de Angústia, há


uma suposta indicação da irmã White sobre as pragas, mas acontece que ali ela está
apenas citando entre aspas as 3 pragas, ela escreve: ―Diz o autor do Apocalipse‖ 632

abre aspas e cita as pragas. É como se a irmã White estivesse comentando uma
determinada parábola. Ela poderia dizer: Diz o evangelista São Mateus, e cita entre
aspas a parábola das 10 virgens. Não quer dizer que ela está interpretando a parábola,
está simplesmente citando. Como já dissemos no capítulo anterior não existe nenhum
texto que diga claramente que a água se transformará em sangue, ou águas misturadas
com sangue. Há apenas na Escritura e no Espírito de Profecia, algumas indicações de
―fogo misturado com sangue.‖

Sobre a terceira praga mais especificamente, mencionamos mais alguns textos da


Escritura com relação à interpretação de rios - com relação as nações materialistas Deus
diz: ... ―Eis-me contra ti, ó Faraó, rei do Egito, grande dragão, que pousas no meio dos
teus rios, e que dizes: O meu rio é meu, e eu o fiz para mim."633

―E a terra do Egito se tornará em desolação e deserto; e saberão que eu sou o Senhor.


Porquanto disseste: O rio é meu, e eu o fiz; por isso eis que eu estou contra ti e contra os
teus rios; e tornarei a terra do Egito em desertas e assoladas solidões, desde Migdol de
Sevené até os confins da Etiópia."634 (é inadmissível pensarmos que Deus está contra os
rios).

―Sucedeu que, no ano duodécimo, no mês duodécimo, ao primeiro do mês, veio a mim
a palavra do Senhor, dizendo: Filho do homem, faze uma lamentação sobre Faraó, rei do
Egito, e dize-lhe: Foste assemelhado a um leão novo entre as nações;... (então agora há
uma descrição do comportamento dessas nações materialistas perante as demais
nações vizinhas, ou do seu bloco) ...contudo tu és como um dragão nos mares; pulavas
nos teus rios e os sujavas, turvando com os pés as suas águas."635 Comportamento desta
nação materialista, da zona norte, no seu trato com as demais nações, sem dúvida aqui
deveremos incluir Hungria, Checoslováquia, Iuguslávia, Polônia etc., "pulavas nos teus rios
e os sujavas, turvando com os pés as suas águas". RIOS SIMBOLIZANDO O QUÊ? NAÇÕES!

632 O Grande Conflito, 633


633 Ezequiel 29:3
634 Ezequiel 29:9-10
635 Ezequiel 32:1-2
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

273

O caminho da literalidade da Praga ―NOS RIOS E NAS FONTES DE ÁGUAS‖ também traz
suas dificuldades.

1. Aqui, agora, substantivos no plural. Há milhares de rios e fontes. Tudo bem. Mas, como
explicar de modo aceitável a Segunda? Embora haja tantos mares, está curiosamente
no singular.

A pergunta lógica seria: Por que a Segunda Praga está no singular e a terceira no plural?
Descuido de João? Improvável. Da Inspiração? Muito menos. Há alguma razão oculta
nesta questão, que sugere não literalidade mas simbologia.

2. Outro problema da literalidade da Terceira Praga: existe igualmente a sugestão de


totalidade. No mundo todo, se literal. Mas nos lembra a Inspiração:

―Estas pragas NÃO SÃO UNIVERSAIS, ao contrário, os habitantes da Terra seriam


inteiramente exterminados.‖636

Claro, com exceção da 7ª Praga, que constitui a intervenção direta de Deus, de


alcance mundial e de efeito total, final. É assim que a Profecia a apresenta.

3. Se os rios literais se transformam em Sangue, da mesma forma, à exceção dos salvos,


TODOS PERECEM EM POUCOS DIAS. Em verdade, não há um só texto do Espírito de
Profecia que confirme transformação de água em sangue, tanto na segunda como na
terceira Praga.

4. E se assim fosse, observe conosco: o ―Rio Eufrates‖ constituiria estranha exceção. Suas
águas, na 6ª Praga, SECARAM-SE. Se você argumentar indicando-a a Sexta como
SIMBÓLICA, como de fato é, a dificuldade aumenta muito. Você teria que justificar,
dentro dos sólidos princípios e regras que regem a Interpretação Profética, POR QUE e
COMO ―Rio‖ da 3ª Praga é LITERAL e o da 6ª Praga é SIMBÓLICO. Não há regra de
interpretação que sustente este contra-senso. Tão difícil como afirmar que os insetos de
Joel 1, [LITERAIS, como é crido], estão devorando uma ―Vide‖ SIMBÓLICA.

636 O Grande Conflito, 633


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

274

5. Que as águas dos rios NÃO se transformarão em SANGUE, é fácil observar: À altura
também da 7ª Praga, o melhor Comentário Bíblico, porque inspirado, diz:

―Tudo na Natureza parece desviado de seu curso. AS CORRENTES DE ÁGUA DEIXAM DE


FLUIR.‖637 Aqui, duas informações: as ―ÁGUAS‖ dos Rios, na 7ª Praga, PARAM de correr.
ÁGUAS, não SANGUE. Simplesmente não houve aquela notável transformação.

A outra informação do texto acima nos adverte, de maneira EXPLÍCITA que, NA 7ª


PRAGA TUDO está FORA DO SEU CURSO NORMAL na NATUREZA. Esta afirmação é feita
apenas em cima da 7ª Praga. Isto equivale dizer que O ELEMENTO SOBRENATURAL só
ocorre na 7ª Praga. Não antes. Esta é a posição do Espírito de Profecia. Não há uma
declaração sequer da Pena Inspirada que introduza o sobrenatural nas primeiras pragas.
Isto é significativo. Nada desprezível. No mínimo, merece REESTUDO.

Mas o investigador sincero avança sempre na pesquisa, até apanhar o último feixe de
luz, a fim de constatar se aquilo que crê é, mediante a incidência de tanta luz, de fato,
verdade. Em outras palavras, prevalece o desejo de constatar se é consistente, se
suporta qualquer questionamento, aquilo que se crê como verdade.

Não há nova luz. É luz antiga. Apenas se traz a lume o que estava oculto. Apenas se
focalizam as passagens inspiradas pertencentes ao 2° Grupo de declarações
ALTERNATIVAS.

A respeito do verdadeiro idealizador e promotor das pragas finais, há um texto mais, da


Inspiração, que vale a pena transcrevê-lo:

―E acontecerá que no dia em que Deus vier a dar-te descanso do teu trabalho, e do teu
tremor, e da dura servidão com que te fizeram servir, então proferirás este dito contra o
rei de Babilônia, e dirás: Como cessou o opressor! a cidade dourada acabou! Já
quebrantou o Senhor o bastão dos ímpios e o cetro dos dominadores. Aquele que feria
os povos com furor, com Praga incessante, o que com ira dominava as nações, agora é
perseguido, sem que alguém o possa impedir.‖ 638

637 O Grande Conflito, 642


638 Isaías 14:3-6
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

275

O ―Rei de Babilônia‖, figurando aqui Satanás 639 é apontado como DOMINADOR DAS
NAÇÕES e AUTOR DAS PRAGAS, no período pós-Graça.

Mas a guerra nos quatro cantos da terra continua. Repetimos:

Não GUERRA ACRESCIDA DE PRAGAS, mas...GUERRA figurada pelas PRAGAS.

O Rei do Norte, enquanto ataca maciçamente os EUA, simultaneamente, avança sobre


a Europa pelas razões políticas já mencionadas: sua insurreição à dominação mundial
das nações ricas, ocidentais. Daí a descrição sutil da 2ª Taça, que descrevemos abaixo:

―E o segundo anjo derramou a sua salva no mar, que se tornou em sangue como de um
morto, e morreu no mar toda a alma vivente.‖640

Não cabe o literalismo pelas razões já apontadas. A alternativa simbólica ajusta-se muito
bem ao quadro profético, numa seqüência coerente e admirável. As razões políticas,
militares, econômicas e espirituais já foram mencionadas. A Europa é a segunda
potência do bloco ocidental denominado ―Babilônia‖, também totalmente
comprometida, envolvida na imposição da Nova Ordem Mundial. Não será, por isto,
poupada pelas nações do leste, apontadas na escatologia bíblica 641 como ―do norte‖:

―Entrará nas suas Terras, as INUNDARÁ e passará.‖642

Nesta descrição acima, dois dados importantes:

1. Ao contrário do que ocorrerá com a nação norte-americana, haverá


INVASÃO do Continente Europeu pelas tropas do ex-Pacto de Varsóvia,
porque estão ali encostadas, bem próximas.

2. ...―as INUNDARÁ... e passará‖ sugere ocupação total e avanço para


outros países, como Israel, citado no verso 41.

639 O Grande Conflito, 666


640 Apocalipse 16:3
641 Ezequiel 38:15
642 Daniel 11:40
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

276

A segunda Taça sobre o MAR é clara:

―E eu pus-me sobre a areia do mar, e vi subir do mar uma besta que tinha sete cabeças
e dez chifres, e sobre os seus chifres dez diademas, e sobre as suas cabeças um nome de
blasfêmia.‖643

―As águas que viste são povos, multidões, nações e línguas.‖644

―MAR‖ = EUROPA

Um avanço militar dos russos e povos confederados, de tal porte como descrito em
Daniel, não poderia ter outro resultado: mortandade sem precedentes na história. Daí a
expressão profética: MAR EM SANGUE.

Muito a propósito, é oportuno lembrar que os capítulos 26 a 34 de Ezequiel, contendo


profecias de cumprimentos em até três épocas diferentes, acrescentam dados
interessantes. Um deles, referindo-se à sorte escatológica dos povos ateus do leste
geográfico, enquanto empenhados nessa carnificina mundial contra Babilônia
Ocidental, sofrem também revezes militares, não apenas na frente de combate, como
também seus países são alvejados por destruição geral. A descrição é curta, mas lapidar:

―E a terra onde nadas regarei com o teu sangue até aos montes; e as correntes se
encherão de ti.‖645

Figura precisa de amplo significado, embora seja destacado aqui apenas o


derramamento de tanto sangue em todos os quadrantes. Sangue humano, e não um
milagre da química celestial, numa transformação sobrenatural da água em sangue.
Voltamos a afirmar: acontecimentos sobrenaturais na NATUREZA, por interferência direta
de Deus, estão adstritos exclusivamente à 7ª Praga. É assim que a Pena Inspirada expõe
como veremos na abordagem da 7ª Taça.

643 Apocalipse 13:1


644 Apocalipse 17:15
645 Ezequiel 32:6
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

277

Ainda convém considerar a curiosa descrição da 2ª Trombeta que, em sua 2ª aplicação,


refere-se ao mesmo acontecimento da 2ª Taça:

―foi lançada no MAR UMA COISA como um grande monte ARDENDO EM FOGO, e
TORNOU-SE EM SANGUE a terça parte do mar.‖646

A última expressão ―terça parte‖ é indiscutível. Refere-se à primeira aplicação da 2ª


Trombeta, a queda de Roma Ocidental entre 395 e 476 A.D. A segunda aplicação da
predição é muito mais significativa em seus detalhes. Veja que tanto na 2ª Trombeta
como na 2ª Taça não cabem o literalismo: que FOGO na ÁGUA produza SANGUE é
esperar demais das forças em luta nesta ocasião. As figuras se encaixam
harmoniosamente no quadro geral:

 UMA COISA ... EM FOGO = Bombas, Ogivas


 NO MAR = Europa
 EM SANGUE = Sangue Humano

Uma tal interpretação da escatologia não chega a ser surpreendente, pois há em toda a
Bíblia declarações apontando o conhecimento profético crescente, nas bordas do fim.
Que tal conhecimento se multiplicaria de modo progressivo, sempre segundo a
disposição divina.

Não se põe, todavia, ‗ponto final‘ em nada. Devemos permanecer ‗abertos‘.

Mas, como se vê, a Europa merece a retribuição acima mencionada, por razões
passadas e futuras.

646 Apocalipse 8:8


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

278

3ª PRAGA
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

279

Rios e Fontes
Muitos Países Serão Derribados

É imperioso que tais comentários e exegese sejam objetivos e sucintos, sem, todavia
subtrair, sem omitir textos de indiscutível importância. Transcrevemos agora a 3ª Taça e a
3ª Trombeta, juntas, porque se complementam como ocorre com as demais:

―E o terceiro anjo derramou a sua taça nos rios e nas fontes das águas, e se tornaram em
sangue‖.647

―E o terceiro anjo tocou a sua


trombeta, e caiu do céu uma
grande estrela, ardendo
como uma tocha, e caiu
sobre a terça parte dos rios, e
sobre as fontes das águas.‖648

Destacamos, primeiramente, a expressão profética...

1. ―RIOS e FONTES‖
Como dissemos nos restringiremos neste capítulo ao enfoque simbólico
de cada taça, visto que o literal já foi amplamente comentado.

A primeira pergunta que se faz ao texto há de ser: É possível que o termo ―Rios e Fontes‖
seja simbólico nas Pragas? Esta pergunta deve ser respondida com outra, dirigida a você
mesmo:

É POSSÍVEL QUE ―RIOS E FONTES‖ seja igualmente SIMBÓLICO nas TROMBETAS?

647 Apocalipse 16:4


648 Apocalipse 8:10-11
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

280

Não apenas é POSSIVEL em Apocalipse 8:10 como igualmente POSSÍVEL em Apocalipse


16:4. Seria sumamente razoável que, seguindo os Princípios Gerais de Interpretação
Bíblica, considerássemos as Pragas como Simbólicas, a exemplo do que fazemos com as
Trombetas. Reproduzimos a seguir, algumas passagens bíblicas onde ―RIOS‖ são usados
figuradamente, significando POVOS, NAÇÕES, PAÍSES não tão densamente povoados:

―E a terra ajudou a mulher; e a terra abriu a sua boca, e tragou o rio que o dragão
lançara de sua boca.‖ 649

Nesta passagem, uma referência às perseguições empreendidas pelas hordas dos


cruzados contra os cristãos refugiados nos Alpes e Pirineus, na Europa, na Idade Média.

―Eis que o Senhor fará vir sobre eles as águas do rio, fortes e impetuosas, isto é, o rei da
Assíria, com toda a sua glória; e subirá sobre todos os seus leitos, e trasbordará por todas
as suas ribanceiras.‖ 650

―Fala, e dize: Assim diz o Senhor Jeová: Eis-me contra ti, ó Faraó, rei do Egito, grande
dragão, que pousas no meio dos teus rios, e que dizes: O meu rio é meu, e eu o fiz para
mim.‖ 651

Aí está, acima, a descrição do comportamento de dois povos que não reconheciam o


Deus Criador;

PASSADO  EGITO (1ª aplicação)

PRESENTE  NAÇÕES DO LESTE (2ª aplicação)

RIOS = Sua população, povos e nações sob sua dominação.

―Os rios levantam, ó Deus, os rios levantam o seu ruído, os rios levantam as suas ondas.‖652

649 Apocalipse 12:16


650 Isaías 8:7
651 Ezequiel 29:3
652 Salmos 93:3
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

281

O sentido figurado desta passagem também é obvio.

―Quem é este que vem subindo como o Nilo e cujas águas se movem como os rios? O
Egito vem subindo como o Nilo, e as suas águas se movem como os rios; ele disse: Subirei,
cobrirei a terra, destruirei a cidade, e os que habitam nela.‖

A nação egípcia, aqui, está figurada pelo seu próprio rio, o Nilo.

Via de regra, sempre que “RIOS” são usados como figura


de povos, nações, há ali um contexto de guerra, observe
bem. E em Apocalipse 16:4 não há de ser diferente!

2. Que estes ―Rios e Fontes‖ se tornem em sangue, mas sangue humano, é


bem compreensível, já que Daniel 11 nos assegura que ―muitos países
serão derribados‖, isto é, invadidos, destruídos com grande
derramamento de sangue. A propósito, a descrição que a Pena
Inspirada faz da condição do mundo NESTE PERÍODO, referindo-se à
ORIGEM DO SANGUE inundando tudo, é esclarecedora:

―A Terra parecia ser INUNDADA com SANGUE, e havia corpos mortos de uma
extremidade dela a outra.‖653

Segue-se abaixo outra referência aos acontecimentos, não sobrenaturais, que deram
origem a tanto sangue. Esse quadro ocorre assim que Jesus Se torna visível no céu:

―Cessaram os gracejos escarnecedores. ...O choque das armas, o TUMULTO DA BATALHA


com ruído, e OS VESTIDOS QUE ROLAVAM NO SANGUE (Isaías 9:5), silenciaram.‖ 654

Muitos dariam melhor acolhimento à ordem divina de ―sair das cidades‖, primeiro passo
para o subseqüente abandono das cidades menores, tão enfatizada pela Inspiração
no livro ―Vida no Campo‖ beneficiando a si mesmos e suas famílias, se tão somente

653 Primeiros Escritos, 290


654 O Grande Conflito, 647
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

282

buscassem entender as razões subjacentes: as cidades, hoje, são um foco de destruição


espiritual e, amanhã, serão elas mesmas destruídas por uma grande conflagração, tão
logo Jesus encerre Seu trabalho de Intercessão e Misericórdia no Santuário Celestial.
Portanto, a alternativa de interpretação escatológica que entrevê nos textos Inspirados
os sinais de aproximação da eclosão de uma Terceira Guerra Mundial, longe de
representar uma posição alarmista, é um chamamento para que os fiéis atendam à
exortação divina e, o quanto antes, busquem “salvar-se desta geração perversa”.

3. Vale ainda considerar a figura usada na 3ª Trombeta como instrumento


de destruição:

Uma ―grande estrela ARDENDO COMO UMA TOCHA‖:

NÃO É LITERAL
VEM DO ESPAÇO ... muito significativo!
INCANDESCENTE ... outra figura muito bem
escolhida para ilustrar os fogos da destruição na
conflagração geral.

Agora, passemos da PREDIÇÃO ao CUMPRIMENTO, em relação aos eventos da 3ª Taça:

Os ―Rios e Fontes‖ são, no contexto, a representação


de países menores que estarão todos eles, também
envolvidos nessa cruenta batalha. As NAÇÕES DO
NORTE continuam sua campanha militar, junto com os
oprimidos de todos os países, liderados pelos seus
Sindicatos que, por sua vez, são comandados pela
―ressuscitada‖ U.R.S.S, agredindo e sendo agredidos.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

283

Muitos outros países menores do Bloco Ocidental defendendo-se e atacando também,


numa luta sem mais trégua, acordos, tratados de paz. Tal conflagração irá até as últimas
conseqüências, já que todos estão programados no mal, pela retirada do Espírito Santo.
Por isto a expressão ... ―E NÃO SE ARREPENDERAM‖ 655

Nem espiritualmente, nem militarmente tinham como ―voltar atrás‖. Satanás, seu
comandante supremo, ávido de destruição, domina de maneira completa a ―MENTE‖ de
todos, como o faz com a de seus anjos.

Assim é que...

―MUITOS PAÍSES SERÃO DERRIBADOS‖

Ao que tudo nos leva a crer, esta é a 3ª Taça: a


inevitável colheita de tantos países que se coligaram
contra Deus, contra Cristo, contra Seus Mandamentos,
contra Seu povo.

Apenas mais um detalhe: a 2ª Taça está


acertadamente no singular (MAR) porque,
simbolicamente, na escatologia, em todo o globo só
existe UM: A EUROPA. Caso houvesse de se tomar
literalmente, como substantivo, deveria estar no plural,
já que tantos mares existem. Mas a 3ª Taça está
corretamente no plural porque ...

MUITOS OUTROS PAÍSES serão envolvidos.

―QUEM DERA QUE O POVO DE DEUS TIVESSE UMA IDÉIA DA IMINENTE DESTRUIÇÃO DE
MILHARES DE CIDADES, AGORA QUASE DOMINADAS PELA IDOLATRIA!‖656

655 Apocalipse 16:9, 11


656 Evangelismo 29
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

284

4ª PRAGA
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

285

Sobre o Sol
A Terra Suspira e Geme

―E o quarto anjo derramou


a sua taça sobre o Sol,
e foi-lhe permitido que
abrasasse os homens com
fogo."657

―E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do Sol, e a terça parte
da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte deles se escurecesse, e a
terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite.‖658

Como já foi amplamente ventilado, o ‗Comentário Bíblico Inspirado‘ coloca as


Trombetas como acontecimentos PASSADOS e FUTUROS (*). Cumprem-se em duas
ocasiões da história. No FUTURO, em composição com as Pragas. Descrevem os mesmos
acontecimentos, dentro do ‗Princípio de Repetição Que Se Amplia‘.

(*) ―O poder do Espírito Santo deve estar sobre nós, e o Capitão do exército do Senhor
estará à frente dos anjos do Céu para dirigir a batalha. Solenes acontecimentos ainda
ocorrerão diante de nós. Soará uma trombeta após a outra; uma taça após a outra será
derramada sucessivamente sobre os habitantes da Terra. Cenas de estupendo interesse
se acham precisamente diante de nós.‖ 659

Assim sendo, novamente a pergunta:

Os ‗ANJOS‘ das TROMBETAS SÃO SIMBÓLICOS. E por que não os ‗ANJOS‘ das PRAGAS?
Necessariamente o são, tanto ELES, como também O QUE FAZEM. Estamos sendo assim
repetitivos para que as cortinas da nossa mente permaneçam abertas.

657 Apocalipse 16:8


658 Apocalipse 8:12
659 Carta 109, 1890 – Maranata, 255
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

286

1. A 1ª aplicação, no PASSADO, da 4ª Trombeta, aquela que FERE O SOL, é


usada simbolicamente. Mas note, NUM CONTEXTO DE GUERRA, a dos
Hérulos contra Roma em 476 AD. A sua 2ª aplicação, no FUTURO, que
corresponde à 4ª Taça, sobre o Sol, não poderia ser diferente:

Não se trata de alterações físico-químicas da estrutura solar, nem na atmosfera terrestre.


Claro que esta sofrerá conseqüências irreparáveis, mas resultantes de explosões sem
limites. Os eventos sobrenaturais estão, repetimos, adstritos à 7ª Taça, quando o céu há
de ―se enrolar como um pergaminho que se enrola‖.660

Muitos, com relação ao cumprimento da 4ª Taça, têm afirmado que, naquela ocasião,
―o Sol aquecerá sete vezes mais‖. Para fazer sucumbir todos os habitantes do globo,
bastaria, que o Sol aquecesse duas vezes mais.

A passagem que comenta literalmente sobre a LUZ DO SOL, BRILHANDO sete vezes mais,
está em Isaías, e se refere unicamente à condição dos dias e das noites na Nova Terra.
Dias sete vezes mais claros que os nossos, e noites também. Um brilho, porém, não
ofuscante, segundo o Espírito de Profecia. Eis a passagem:

―E será a luz da Lua como a luz do Sol, e a luz do Sol sete vezes maior, como a luz de sete
dias, no dia em que o Senhor ligar a quebradura do seu povo, e curar a chaga da sua
ferida.‖661

A ocasião em que isto se dará é aí indicada - ―QUANDO o Senhor ligar a quebradura do


Seu povo...‖.

2. O que então estaria Cristo desejando nos informar em linguagem


codificada, para apenas Seus servos entenderem? Que poderia
simbolizar o SOL, neste contexto?

660 Apocalipse 6:14


661 Isaías 30:26
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

287

―SOL‖ tem também outro significado no capítulo 16. E a diretriz quem dá é o próprio
‗Testemunho de Jesus‘. O astro rei, o Sol, não é outra coisa senão uma... BOLA DE FOGO
enorme, bem maior, é certo, que aquelas que serão diariamente despejadas sobre a
população mundial, especialmente as concentradas nas grandes, e posteriormente nas
pequenas cidades, nessa última formidável guerra, com tanta tecnologia.

E é justo, por esta razão, repetimos, que o povo de Deus seja recomendado a sair prévia
e apressadamente das grandes cidades e, depois, até das pequenas. A Inspiração
descreve, em figuras de linguagem diferentes, este mesmo motivo para a fuga:

* ―VASSOURA DA DESTRUIÇÃO‖
* ―DILÚVIO DO AÇOITE‖
* ―JUÍZOS DIVINOS‖

Quais ―Juízos Divinos‖? Exatamente aqueles apontados por pseudo cristãos que foram
vítimas deles, por não terem saído rapidamente das grandes cidades, assim que emitido
o Decreto Dominical. Tais ―Juízos Divinos‖ ali descritos no livro Evangelismo, são
justamente as ―BOLAS DE FOGO‖ que, numa grande conflagração pós-graça, eram
lançadas do espaço sobre as cidades e habitações. Assim que caiam, explodiam. Tais
explosões foram descritas pela Inspiração como ―flechas incandescentes‖ que voavam
em todas as direções. Apenas não diz se tais ―bolas de fogo‖ eram atiradas de aviões,
tanques ou foguetes. Mas eram bombas, muito claramente perceptível. São dois
parágrafos inspirados, frutos de duas visões em 1906 e outra complementar em 1909.
Estas BOLAS DE FOGO, observadas num contexto de GUERRA, foram ali chamadas
―Juízos de Deus‖. Abaixo, os dois textos:

―Das janelas eu podia avistar uma terrível conflagração. Grandes bolas de fogo caíam
sobre as casas e destas bolas voavam FLECHAS INCANDESCENTES em todas as direções.
Era impossível apagar os fogos que se acendiam, e muitos lugares estavam sendo
destruídos. O terror do povo era indescritível.‖662

662 Evangelismo, 29
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

288

―Nas visões da noite passou diante de mim uma cena muito impressiva. Vi uma imensa
BOLA DE FOGO cair no meio de lindas habitações, destruindo-as imediatamente. Ouvi
alguns dizerem: Sabíamos que os juízos de Deus sobreviriam à Terra, mas não sabíamos
que viriam tão cedo. Outros, com acento de voz agoniante, diziam: Os senhores sabiam!
Por que, então não nos disseram? Nós não sabíamos. Por toda parte ouvi pronunciarem-
se semelhantes palavras de exprobração.‖ 663

Estas bolas de fogo é que são muito bem ilustradas pelo Sol da 4ª Taça.

Mas o atento estudante haverá de fazer uma pergunta mais objetiva, em relação à 4ª
Taça:

O Espírito de Profecia tece comentários à 4ª Taça?


Se o faz, coloca-a num contexto de GUERRA?

Para tão boa pergunta, a resposta deve estar à altura. Só que, em caso positivo, fica
mais uma vez evidenciado o caráter simbólico das pragas. Mais que isto, fica
sacramentado, definido.

Talvez seja esta praga a mais comentada pela Inspiração, tanto no livro Grande Conflito,
como em Testemunhos Seletos, Profetas e Reis e Educação. Absolutamente todas as suas
considerações estão num CONTEXTO DE GUERRA, tanto os parágrafos precedentes
como os posteriores. E os textos bíblicos ali mais usados são dos livros de Joel, todo
escatológico, e de Amós.

Os textos do livro Grande Conflito estão no capítulo ‗Aproxima-se o Tempo de Angústia‘,


que trata dos acontecimentos que se seguem ao Fim da Graça:

―Na praga que se segue, é dado poder ao Sol para que ‗abrasasse os homens com
fogo. E os homens foram abrasados com grandes calores.‘  citação 664

663 Evangelismo, 43
664 O Grande Conflito, 633 – Apocalipse 16:8-9
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

289

interpretação  ―Os profetas assim descrevem a condição da Terra naquele tempo


terrível: ―E a Terra [está] triste; ... porque a colheita do campo pereceu.‖ ―Todas as
árvores do campo se secaram, e a alegria se secou entre os filhos dos homens‖. ―A
semente apodreceu debaixo dos seus torrões, os celeiros foram assolados‖. ―Como
geme o gado! as manadas de vacas estão confusas, porque não têm pasto: ... os rios se
secaram, e o fogo consumiu os pastos do deserto‖. ―Os cânticos do templo serão gritos
de dor naquele dia, diz o Senhor Jeová: muitos serão os cadáveres; em todos os lugares
serão lançados fora em silêncio‖. Joel 1:10-12, 17-20; Amós 8:3.

Esteja o leitor bem atento. No parágrafo anterior, como neste, a Pena Inspirada
primeiramente CITA ALGUMAS PRAGAS DA MANEIRA COMO ESTÃO DESCRITAS NO
APOCALIPSE. CITA, isto é, TRANSCREVE. Mas note:

CITAÇÃO NÃO É INTERPRETAÇÃO

Depois de igualmente citar a 4ª Taça, os versos 8 e 9 de Apocalipse 16, é que dá início


aos COMENTÁRIOS, ÀS CONSIDERAÇÕES, ÀS ELUCIDAÇÕES, ou seja, à INTERPRETAÇÃO
DA MESMA, introduzindo descrições que os profetas Joel e Amós fizeram da ...

CONDIÇÃO DA SUPERFÍCIE DA TERRA

CONDIÇÃO da NATUREZA, da VEGETAÇÃO,


e dos ANIMAIS...

... em conseqüência desta CONFLAGRAÇÃO GERAL, dos ―FOGOS DA DESTRUIÇÃO‖, à


vista do tempo já decorrido desde o seu início, no Fim da Graça.

As forças do mal, não coesas, mas rivais e inimigas entre si, como não poderia deixar de
ser, transtornaram por renhidos e ininterruptos combates, a superfície da Terra, em
proporções nunca vistas, num cenário desolador.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

290

Não fomos nós que abrimos o precedente para interpretar terra, mar, rios e fontes de
águas e Sol como figuras. Estas mesmas expressões na mesma ordem do mesmo livro de
Apocalipse, são encontradas no capítulo 8 com relação as 7 trombetas:

TROMBETAS ALVOS VERSOS


1ª Terra 7
2ª Mar 8
3ª rios e fontes 10
4ª sol, lua, estrelas 12

Se os nossos intérpretes utilizam nesta mesma seqüência estes mesmos símbolos, estes
mesmos alvos, de maneira figurada, não somos nós que o estamos fazendo pela 1ª vez.

Estamos seguindo os rastros do passado. Agora achar que é mera coincidência...


O livro de Deus não permite coincidência.

TROMBETAS ALVOS PRAGAS ALVOS


1ª Terra 1ª Terra
2ª Mar 2ª Mar
3ª Rios e Fontes 3ª Rios e Fontes
4ª Sol 4ª Sol
Caindo sobre os
Não deveria adoradores da
5ª atingir aqueles 5ª besta, àqueles
que tiverem o que não têm o
sinal de Deus sinal de Deus
6ª Rio Eufrates 6ª Rio Eufrates
Saraiva,
Saraiva, terremotos,
7ª terremotos, 7ª (abalo das
tempo de destruir potestades do
os que destroem céu) tempo de
a terra destruir os que
destroem a terra
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

291

O Espírito de Profecia nos fala das trombetas numa segunda aplicação e correlação
com as pragas. Dizemos que as pragas são derramadas no período posterior à graça,
porque o capítulo 15 do Apocalipse que antecede as 7 pragas diz o seguinte:

―Um dos quatro seres viventes deu aos sete anjos sete taças de ouro, cheias da ira de
Deus que vive pelos séculos dos séculos. E o santuário se encheu de fumaça pela glória
de Deus e pelo Seu poder...‖665 (Glória dá impressão de que? Que terminou a intercessão
de Cristo).

No capítulo 8 antes de comentar a 1ª trombeta lemos: ―Veio outro anjo, e pôs-se junto ao
altar, tendo um incensário de ouro (período de intercessão) e foi-lhe dado muito incenso,
para que o oferecesse com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro que está
diante do trono.‖666

―E da mão do anjo subiu diante de Deus a fumaça do incenso com as orações dos
santos. Depois o anjo tomou o incensário, encheu-o do fogo do altar e o lançou sobre a
terra...‖667 (figura de que? de encerramento da graça, e depois vem o primeiro anjo e
toca a sua trombeta, e assim por diante).

Outro detalhe importante relacionado com a 5ª trombeta: ―Foi-lhes dito que não fizessem
dano à erva da terra; nem a verdura alguma, nem a árvore alguma, mas somente aos
homens que não têm na fronte o selo de Deus.‖668 (quando isto vai acontecer? -o selo de
Deus?- Quando iremos receber o selo de Deus? Com o decreto dominical. Na obra do
selamento). Pergunta-se: na 5ª trombeta já havia sinal de Deus? Selo de Deus?

6ª trombeta ―Por estas três pragas foi morta a terça parte dos homens, isto é, pelo fogo,
pela fumaça e pelo enxofre, que saíam das suas bocas.‖669 (a aplicação relacionada a 6ª
trombeta é que foi por ocasião da descoberta da pólvora, da arma de fogo. Admitir que naquele
tempo fogo fosse praga está certo, mas admitir que naquele tempo fumaça fosse praga é difícil.
Mas que fumaça radioativa em nossa época possa representar praga, fumaça destruindo em
nossos dias como uma grande guerra mundial é possível).

665 Apocalipse 15:7-8


666 Apocalipse 8:3
667 Apocalipse 8:4-5
668 Apocalipse 9:4
669 Apocalipse 9:18
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

292

―Os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das
obras das suas mãos...‖670 ―Também não se arrependeram dos seus homicídios...‖671
(Naquele tempo não havia época para arrependimento? Essa expressão -não se arrependeram-
é muito usada na 7ª praga por impossibilidade de arrependimento, pela ausência da presença
do Espírito Santo).

A coincidência dos alvos e desses pontos também sugerem a possibilidade de uma


segunda aplicação das 7 trombetas, já que coincidência na Bíblia não existe.

Com relação à 4ª praga, comentando a 4ª trombeta sobre o Sol, Lua e Estrelas, diz o livro
Estudos Bíblicos ―Esta trombeta nos apresenta a queda de Roma Ocidental...‖672

Notemos aí a interpretação de Sol, Lua e Estrelas, queda de Roma Ocidental pelos


hérulos. O grande império foi reduzido a um pobre ducado... seus luminares, ou
governadores civis, foram feridos em todas estas pragas (sol, mar, rios e fontes e terra)
aqui aplicadas como queda das nações. Do império Ocidental e depois se refere ao
Oriental. Não há nada de literal no capítulo 8 com relação a estas figuras.

Relembramos a pergunta com relação à 4ª praga: Quando é que o Sol vai se aquecer 7
vezes mais? Quando? Há uma declaração do Espírito de Profecia que o Sol vai se
aquecer 7 vezes mais? Existe algum comentário que este Sol que vai se aquecer 7 vezes
mais está relacionado com a 4ª praga?

No livro Vida e Ensinos falando sobre a Nova Terra Ellen White comenta: ―A Natureza
toda, em sua inexcedível beleza, oferecerá a Deus um constante tributo de louvor e
adoração. O mundo se inundará da luz do Céu. Os anos transcorrerão em alegria. A luz
da Lua será como a do Sol, e a deste será sete vezes mais brilhante do que hoje é.‖673
(Sete vezes mais brilhante na Nova Terra). Não há nenhuma aplicação com a 4ª praga.

670 Apocalipse 9:20


671 Apocalipse 9:21
672 Estudos Bíblicos, 264
673 Vida e Ensinos, 228
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

293

LEMBREMOS: OU DEUS É O AUTOR DIRETO DAS PRAGAS, OU NÃO É.

Acontecimentos
SIMBÓLICOS Deus NÃO é o autor
NATURAIS
Acontecimentos
LITERAIS Deus É o autor
SOBRENATURAIS

Se literal tal praga, seria tal alteração no ―Luminar Maior‖, no Sol, um acontecimento
sobrenatural. Mas lembre-se que, após o último acontecimento, ou seja o último sinal
sobrenatural do Tempo da Graça, a Queda das Estrelas, o seguinte acontecimento seria
―o céu se enrolando como pergaminho‖, exatamente na 7ª Taça, como constatamos
abaixo:

...―Depois destes sinais São João contemplou, como o grande acontecimento a seguir
imediatamente, o céu retirando-se como pergaminho que se enrola, enquanto a Terra
tremia, montanhas e ilhas se removiam dos lugares, e os ímpios procuravam,
aterrorizados, fugir da presença do Filho do homem.‖ 674

É conclusiva, final, a afirmação acima. Nada sobrenatural, por interferência divina,


ocorreria na Terra, desde a Queda das Estrelas até a 7ª Taça. Portanto, nada
sobrenatural com relação ao Sol.

Mas ainda assim, mesmo assim, acrescentamos mais um texto entre outros mais,
relacionando a 4ª Taça com GUERRA; do capítulo ‗História e Profecia‘:

―Anjos acham-se hoje a refrear os ventos das contendas, para que não soprem antes
que o mundo haja sido avisado de sua condenação vindoura; mas está-se formando
uma tempestade, prestes a irromper sobre a terra; e, quando Deus ordenar a Seus anjos
que soltem os ventos, haverá uma cena de lutas que nenhuma pena poderá descrever.
A Bíblia, e a Bíblia só, dá-nos uma perspectiva correta destas coisas. Ali estão reveladas
as grandes cenas finais da história de nosso mundo, acontecimentos que já estão
projetando suas sombras diante de si, fazendo o ruído de sua aproximação com que a

674 O Grande Conflito, 334 – Apocalipse 16:12-17


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

294

terra trema e o coração dos homens desmaie de temor. ...A semente apodreceu
debaixo dos seus torrões, os celeiros foram assolados, os armazéns derribados, ...Estou
ferido no meu coração! ...Não me posso calar, porque tu, ó minha alma, ouviste o som
da trombeta e o alarido da GUERRA. Quebranto sobre quebranto se apregoa: porque já
toda a terra está destruída.‖675 Observe que os mesmos versículos de Joel usados no livro
O Grande Conflito para comentar a 4ª Taça são aqui repetidos, significando que se trata
da mesma ocorrência.

O primeiro capítulo de O Grande Conflito – Predito


o Destino do Mundo, é um esforço constante de
Deus para esclarecer que Ele não atuou
diretamente na destruição de Jerusalém e como
também não atuará agora.

Se Deus não é o autor das pragas, como tomar


literalmente o Sol, e sendo afetado por quem? Quem é
que vai mexer com o Sol? Satanás? Muito difícil. As
potestades do céu serão abaladas exclusivamente na
7ª praga. Satanás interferir no Sol? Será que existe esta
possibilidade? Será que Satanás poderá mexer no Sol?

Bastante lógico, no entanto, é supor que em conseqüência desta guerra, deste conflito
geral, em conseqüência de tantas armas e bombas explodindo, a atmosfera também
será afetada. Há uma possibilidade real que a atmosfera sofra as conseqüências deste
conflito geral no mundo inteiro, com tantas explosões e ‗milhares de cidades sendo
destruídas.‘ 676

675 Educação, 178-179


676 Evangelismo, 29
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

295

Diz o Espírito de Profecia: ―As potestades do céu são o Sol, a Lua e as Estrelas. Seu
governo é no firmamento. As potestades da Terra são as que governam sobre a Terra. As
potestades do céu serão abaladas com a voz de Deus. (quando isto ocorrerá?) Então o
Sol, a Lua e as Estrelas se moverão em seus lugares. Não passarão, mas serão abalados
pela voz de Deus... (Deus vai mexer com o sol, Lua e Estrelas quando for ouvida a Sua
voz) ...Nuvens negras e densas subiam e chocavam-se entre si. A atmosfera abriu-se e
recuou; pudemos então olhar através do espaço aberto em Órion, donde vinha a voz de
Deus. (quando isto vai acontecer? na 7ª praga) A santa cidade descerá por aquele
espaço aberto. Vi que as potestades da Terra estão sendo abaladas agora, e os
acontecimentos ocorrem em ordem. Guerras, rumores de guerra, espada, fome e
pestilência devem primeiramente abalar as potestades da Terra, e então a voz de Deus
abalará o Sol, a Lua e as Estrelas, e também a Terra. (o globo terrestre, a superfície da
Terra será abalada na 7ª praga) Vi que a agitação das potências na Europa não é,
como alguns ensinam, o abalo das potestades do céu, mas sim o abalo das nações
iradas".677

Temos que observar 2 coisas: Não é Deus que vai abalar as potestades da Terra. Ele vai
abalar as potestades do céu. Quando isto?

No livro O Grande Conflito, capítulo 40, O Livramento dos Justos, diz: ―O povo de Deus -
alguns nas celas das prisões, outros escondidos nos retiros solitários das florestas e
montanhas - pleiteia ainda a proteção divina, enquanto por toda parte grupos de
homens armados, instigados pelas hostes de anjos maus, se estão preparando para a
obra de morte ... E o Senhor fará ouvir a glória da Sua voz, e fará ver o abaixamento do
Seu braço, com indignação de ira, e a labareda do Seu fogo consumidor, e raios e
dilúvio e pedras de saraiva. (quando isto? na 7ª praga) Com brados de triunfo, zombaria
e imprecação, multidões de homens maus estão prestes a cair sobre a presa, quando,
eis, um denso negror, mais intenso do que as trevas da noite, cai sobre a Terra. 678

―É ouvida pelo povo de Deus uma voz clara e melodiosa, dizendo: Olhai para cima...
olham fixamente e vêem a glória de Deus, e o Filho do homem sentado sobre o Seu
trono... É a meia-noite que Deus manifesta o Seu poder para o livramento de Seu povo.

677 Vida e Ensinos, 110


678 O Grande Conflito, 641
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

296
―O Sol aparece resplandecendo em sua força. Sinais e maravilhas se seguem em rápida
sucessão. (quando isto? tudo na 7ª praga) ...Tudo na natureza parece desviado de seu
curso. As correntes de água deixam de fluir. Nuvens negras e pesadas sobem e chocam-
se umas nas outras. Em meio dos céus agitados, acha-se um espaço claro de glória
indescritível, donde vem a voz de Deus como o som de muitas águas, dizendo: ―Está
feito.‖ Essa voz abala os céus e a Terra".679 (somente na 7ª praga). Então Deus só vai
mexer com o Sol, Lua, Estrelas e o globo terrestre na 7ª praga.

Com relação da impossibilidade de Deus na 4ª praga lidar diretamente com o Sol, nós
lemos isto em algumas páginas anteriores a este capítulo, -Aproxima-se o Tempo de
Angústia- menciona a irmã White exclusivamente as três pragas entre aspas sem no
entanto interpretá-las.

Com relação à 4ª praga ela faz a seguinte citação e diz assim: ―Na praga que se segue,
é dado poder ao Sol para que abrasasse os homens com fogo. E os homens foram
abrasados com grandes calores.680 (aqui ela cita).

Agora comentários: ―Os profetas assim descrevem a condição da Terra naquele tempo
terrível... (agora a irmã White vai descrever usando os versículos 20 de Joel cap. 1 e Amós
8:3, a condição da Terra, da superfície terrestre. Se isto é interpretação para nossa
compreensão, a irmã White se referindo diretamente ao Sol, ao astro rei, então ela iria
dizer, esta será a condição do Sol naqueles dias, mas ela está agora mostrando as
conseqüências do estado do globo terrestre devido às três pragas anteriores, devido ao
grande conflito geral, sem dúvida.

Assim ela descreve: ―E a Terra [está] triste... porque a colheita do campo pereceu. Todas
as árvores do campo se secaram, e a alegria se secou entre os filhos dos homens. A
semente apodreceu debaixo dos seus torrões, os celeiros foram assolados. Como geme
o gado! as manadas de vacas estão confusas, porque não têm pasto... os rios se
secaram, e o fogo consumiu os pastos do deserto."681 (o que a irmã White está
mencionando aqui? Que o reino vegetal e o animal estão sofrendo as conseqüências
das pragas anteriores).

679 O Grande Conflito, 642


680 Apocalipse 16:8-9
681 O Grande Conflito, 633; Joel 1:10-12, 17-20
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

297

É importante notarmos esta citação do


profeta Joel ―os celeiros foram assolados.‖
O Sol haverá de queimar a vegetação, mas
destruir celeiros é praticamente impossível,
a não ser que ele chegasse a uma
temperatura tal aqui na superfície terrestre
que derretesse os celeiros ou qualquer
outra coisa.

...Como geme o gado! as manadas de vacas estão confusas,


porque não têm pasto... os rios se secaram, e o fogo consumiu
os pastos do deserto...682

Fosse o calor do Sol a 280 graus, muitas coisas estariam


derretidas, o gado torrado e as árvores, todas elas, estariam
em cinzas. Os efeitos, como descritos em Joel, também
apontam, não para o Sol como causa, mas para destruições
pelos FOGOS provindos daquelas famosas BOLAS.

Devemos lembrar que o ser humano vai sobreviver a 4ª, 5ª, 6ª e 7ª pragas. Portanto não é
de se supor que o calor do Sol atinja uma temperatura que venha destruir e arrasar tudo.
Então por que razão interrompe a citação e deixa o verso pela metade? (sabemos que
este livro de Joel se refere ao Tempo do Fim) Notemos a seguinte frase: ―A semente
apodreceu debaixo de seus torrões, os celeiros foram assolados...‖683 (o mesmo verso
que a irmã White cita, e parou aqui, na metade. Porque sem dúvida Deus não quer
colocar tudo totalmente digerido em nossas mãos. Nós temos que estudar, analisar,
comparar e chegarmos a uma conclusão).

―As verdades bíblicas são como pérolas escondidas. Precisam ser procuradas, escavadas
por penosos esforços... mas é preciso paciência, reflexão e oração PARA DESCOBRIR O
PRECIOSO FIO DE OURO.‖684

682 O Grande Conflito, 633; Joel 1:17-20


683 Joel 1:17
684 Testemunho de Jesus, 19
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

298

Como termina o verso? ―...os celeiros foram assolados, os armazéns derribados"... (Sol
derriba armazéns?) ―...porque se secou o trigo.‖

Surge uma pergunta: - Quem derrubou os armazéns? Precisamos ler o contexto. Se lermos
o capítulo todo, vamos perceber: ―O que ficou da lagarta, o comeu o gafanhoto, e o
que ficou do gafanhoto o comeu a locusta, e o que ficou da locusta o comeu o
pulgão‖. 685 (dá-nos a impressão que são estes animais que vão liquidar os celeiros e os
armazéns. Mas são mesmo estes animais que irão causar esta destruição?

―Porque uma nação subiu sobre a minha terra, poderosa e sem número; os seus dentes
são dentes de leão, e têm queixadas de um leão velho".686 Esta nação, que subiu sobre a
minha terra (Daniel 11, Ezequiel 38 e 39) o que esta nação fez?

―Fez da minha vide uma assolação, e tirou a casca da minha figueira; despiu-a toda, e a
lançou por terra; os seus sarmentos se embranqueceram‖.687 (Portanto essa assolação foi
praticada por uma nação que veio de longe)

―O campo está assolado, e a terra triste; porque o trigo está destruído, o mosto se secou,
o óleo falta‖. (Quem é que fez isso? Quem derribou os armazéns? Sem dúvida este
conflito geral provocado por esta nação).

―...porque o dia do Senhor vem, ele está perto;‖688

―Dia de trevas e de tristeza; dia de nuvens e de trevas espessas, como a alva espalhada
pelos montes, povo grande e poderoso... (olha, repetindo de novo, vocês não devem
esquecer que há uma nação a relacionar com este dia do Senhor) ...povo grande e
poderoso, qual desde o tempo antigo nunca houve, nem depois dele haverá pelos anos
adiante, de geração em geração.‖689

685 Joel 1:4


686 Joel 1:6
687 Joel 1:7
688 Joel 2:1 up
689 Joel 2:2
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

299

―Diante dele um fogo consome, e atrás dele uma chama abrasa, a terra diante dele é
como o jardim do Éden, mas atrás dele um desolado deserto, sim nada lhe escapará‖.690
Temos assim a impressão de que neste verso ―Diante dele‖ se refere a este povo grande
e numeroso.

―O seu parecer é... (parecer de quem? O sujeito desses versos é o povo grande e
poderoso) ...O seu parecer é como o parecer de cavalos; e correrão como
cavaleiros.‖691

―Como o estrondo de carros sobre os cumes dos montes irão eles saltando, como o ruído
da chama de fogo que consome a pragana, como um povo poderoso, ordenado para
o combate.‖692

―Como valentes correrão, como homens de guerra subirão os muros...‖ (quem é este
povo?)

―E aquele que é do norte farei partir para longe de vós, e lançá-lo-ei em uma terra seca
e deserta: a sua frente para o mar oriental, e a sua retaguarda para o mar ocidental; e
subirá o seu mau cheiro, e subirá a sua podridão, porque fez grandes coisas‖.693 (Quem?
É o povo da zona norte aqui também).

No livro Estudos Bíblicos diz que o rei do norte é a Turquia. É a Turquia hoje uma potência
para aniquilar a Europa, para ir contra Israel, passar pelo Egito? Não. No entanto aquele
que é do norte é que vai fazer este serviço. Destruir o que?

―A atualidade é um época de absorvente interesse para todos os que vivem.


Governadores e estadistas, homens que ocupam posições de confiança e autoridade,
homens e mulheres pensantes de todas as classes, têm fixa a sua atenção nos fatos que
se desenrolam em redor de nós. Acham-se a observar as relações tensas e inquietas que
existem entre as nações. Observam a intensidade que está tomando posse de todo o

690 Joel 2:3


691 Joel 2:4
692 Joel 2:5
693 Joel 2:20
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

300

elemento terrestre, e reconhecem que algo de grande e decisivo está para ocorrer, ou
seja, que o mundo se encontra à beira de uma crise estupenda. Anjos acham-se hoje a
refrear os ventos das contendas, para que não soprem antes que o mundo haja sido
avisado de sua condenação vindoura; mas está-se formando uma tempestade, prestes a
irromper sobre a Terra; e, quando Deus ordenar a Seus anjos que soltem os ventos,
haverá uma cena de lutas que nenhuma pena poderá descrever. A Bíblia, e a Bíblia só,
dá-nos uma perspectiva correta destas coisas. (foi por causa desta declaração que nós
procuramos fazer este estudo com pouquíssimos comentários. Só com a Bíblia e Espírito
de Profecia). ...Ali estão reveladas as grandes cenas finais da história de nosso mundo,
acontecimentos que já estão projetando suas sombras diante de si, fazendo o ruído de
sua aproximação com que a Terra trema e o coração dos homens desmaie de temor.
―Eis que o Senhor esvazia a Terra, e a desola, e transtorna a sua superfície... 694 (No
parágrafo seguinte a irmã White cita Joel, 4ª praga) ...Ah! aquele dia! porque o dia do
Senhor está perto, e virá como assolação do Todo-poderoso. ... A semente apodreceu
debaixo dos seus torrões, os celeiros foram assolados, os armazéns derribados, porque se
secou o trigo. Como geme o gado! As manadas de vacas estão confusas, porque não
têm pasto; também os rebanhos de ovelhas são destruídos. A vide se secou, a figueira se
murchou; a romeira também, e a palmeira e a macieira; todas as árvores do campo se
secaram, e a alegria se secou entre os filhos dos homens.‖ 695

Parágrafo seguinte: ―Estou ferido no meu coração! ...Não me posso calar, porque tu, ó
minha alma, ouviste o som da trombeta e o alarido da guerra. Quebranto sobre
quebranto se apregoa: porque já toda a Terra está destruída." (então a irmã White
relaciona esta 4ª praga com o alarido da guerra, destruição da Terra em conseqüência
dessa mesma guerra).

Este texto joga razoável luz sobre a 4ª praga. Tudo indica que essas coisas são assim.
A guerra a altura da 4ª praga já se alastrou por todos os países, CONFLITO GERAL,696
então é de se esperar que a vegetação e os animais se ressintam com tantas bombas
detonadas a esta altura.

694 Evangelismo, 179-180


695 Joel 1:15-18 e 12
696 O Grande Conflito, 620; Eventos Finais 197; Testemunhos Seletos, vol. 2, 369; Serviço Cristão, 52
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

301

Parece que a interpretação fiel da 4ª praga, seja a descrição da superfície da Terra,


condição que o homem está levando a Terra, instigado por Satanás a uma destruição
total, em resultado do conflito geral.697

Depois que a irmã White no livro O Grande Conflito, capítulo Aproxima-se o Tempo de
Angústia, comenta a condição da terra ―...Todas as árvores do campo se secaram, a
semente apodreceu debaixo dos seus torrões, os celeiros foram assolados" no parágrafo
seguinte ela faz a seguinte observação: ―Estas pragas não são universais, ao contrário os
habitantes da Terra seriam inteiramente exterminados.‖ SERIA UNIVERSAL ESTA 4ª PRAGA
SE TOMARMOS O SOL LITERALMENTE.

Por que a irmã White coloca logo aqui esta observação? Para que entendamos que não
se trata diretamente do Sol, mas uma FIGURA para descrever a situação da superfície
terrestre.

O livro de Joel é interessante para melhor compreensão


dos eventos finais. Não tão destacados como Daniel e
Apocalipse, no entanto é um precioso complemento,
acrescentando-lhes muitos subsídios, em perfeita sincronia.

A mensagem central são os destacados acontecimentos


que precedem a volta de Jesus em 2 aspectos bem
distintos:

1. A grande movimentação de cunho espiritual entre o POVO DE DEUS. 698


a) A arregimentação e fortalecimento do remanescente fiel; os
exercícios espirituais nos dias finais da Graça. 699
b) O socorro divino ao Seu povo, à Causa do Bem. 700

697 Carta 79, 1900; Maranata, 255


698 Joel 2:13-32
699 Joel 2: 12-17
700 Joel 2: 18-32
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

302

Estas predições acima tiveram cumprimento PARCIAL, como é sabido, no período da


Igreja Cristã nascente, no Pentecostes, e terá um segundo cumprimento, MAIS PLENO, na
CHUVA SERÔDIA.

2. A GRANDE CAMPANHA, DE NATUREZA VISIVELMENTE MILITAR, de incomparável


envergadura, EM TODA A EXTENSÃO DA TERRA. 701

Portanto trata-se de duas campanhas mundiais bem distintas, embora


componentes dos lances finais do Grande Conflito entre Cristo e Satanás. Ora, se
são ambas aqui postas em destaque, são igualmente importantes. Merecem
nossa máxima atenção e estudo. Estão registradas para que sejam PREVIAMENTE
conhecidas.

De um lado, enfoca o Império do Mal em ação, conseqüência inevitável de seus


princípios auto-destruidores. De outro, a intensa convocação e ação do Espírito
Santo com vistas ao fortalecimento do Império do Bem, entre seus súditos, para a
sua retumbante vitória final.

Tocai a trombeta em Sião, e dai o alarma no meu santo


monte. Tremam todos os moradores da terra, porque
vem vindo o dia do Senhor...

Tocai a trombeta em Sião, santificai um jejum, convocai


uma assembléia solene, CONGREGAI o povo, santificai a
congregação, ajuntai os anciãos, os meninos e as
crianças de peito; saia o noivo da sua recamara e a
noiva do seu tálamo. ... 703

701 Joel 1:1-2; 2:11,20,30 e 3:13-16


702 Joel 2:1
703 Joel 2:15-16
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

303

―Chorem os sacerdotes, ministros do Senhor, entre o alpendre e o altar, e digam:


POUPA A TEU POVO, Ó SENHOR e não entregues a tua herança ao opróbrio, para
que as nações não façam escárnio dele; porque diriam entre os povos: Onde
está o seu Deus?‖ 704

Profeta Joel, o que você quer dizer? ―Ouvi isto, vós, anciãos, e ESCUTAI, TODOS OS
MORADORES DA TERRA: Aconteceu isto em vossos dias, ou nos dias dos vossos pais?‖705
(Esta expressão ‗Todos os moradores da Terra‘ nos dá a dimensão dos acontecimentos
que estão sendo focados: um aviso, uma mensagem, uma proclamação, de ocorrência,
de AMPLITUDE MUNDIAL)

―Fazei sobre isto uma narração a vossos filhos, e vossos filhos a transmitam a seus filhos, e
os filhos destes à geração seguinte.‖706

LAGARTA GAFANHOTO LOCUSTA PULGÃO

―O que ficou da LAGARTA, o comeu o GAFANHOTO, e o que ficou do gafanhoto o


comeu a LOCUSTA, e o que ficou da LOCUSTA o comeu o PULGÃO.‖ 707

―O que a locusta cortadora deixou, a voadora o comeu; e o que a voadora deixou, a


devoradora o comeu; e o que a devoradora deixou, a destruidora o comeu.‖

―O que o gafanhoto cortador deixou, o gafanhoto peregrino comeu; o que o gafanhoto


peregrino deixou, o gafanhoto devastador comeu; o que o gafanhoto devastador deixou, o
gafanhoto devorador comeu

704 Joel 2:17


705 Joel 1:2
706 Joel 1:3
707 Joel 1:4
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

304

SÍMBOLOS E FIGURAS

PERGUNTA: Como saber quando uma declaração deve ser tomada em seu sentido literal
ou simbólico?

RESPOSTA: ―A linguagem da Bíblia deve ser explicada de acordo com o seu óbvio
sentido, a menos que seja empregado um símbolo ou figura.‖

Nas Escrituras, a frase ―o dia do Senhor‖ tem


invariavelmente uma conotação negativa. Ele é
apresentado como um tempo caracterizado pela ira de
Deus e acompanhado de destruição e terror. …
Por que Joel descreveu uma praga de gafanhotos ao
procurar levar o povo escolhido de volta à correta relação
com Deus?
Seu objetivo é levar-nos a abandonar os nossos pecados e
aceitar Seu poder para viver de acordo com Sua
vontade…709

―A praga dos Gafanhotos representava os exércitos inimigos de Israel que se lançariam


em grande número contra o país destruindo seres humanos, animais e vegetação.‖710

708 O Grande Conflito, 604


709 Lição da Escola de Sabatina, Janeiro-Março de 1992, pág. 5
710 Lição da Escola de Sabatina, Janeiro-Março de 1992, pág. 6
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

305

―Porque sobre a minha terra é vinda UMA NAÇÃO


poderosa e inumerável...‖Este verso nos mostra muito
claramente que ESTA NUVEM DE INSETOS DESTRUIDORES
TEM SUA CORRESPONDÊNCIA NA CAMPANHA MILITAR,
QUE ABRANGE TODA A TERRA, descrita nos capítulos 1 e
2 de Joel, empreendida por esta NAÇÃO até então
não identificada. Não se trata de uma invasão
circunscrita à nação de Israel, como deixam
transparecer as expressões ‗Minha terra‘ e ‗Minha vide‘.
Veja atentamente estas declarações subsequentes:

―...Diante dele (um povo poderoso, ordenado para o


combate – verso 5 ú.p.) temerão os povos.‖ 712

―Diante dele (povo grande e poderoso qual desde o tempo antigo nunca houve – verso
2) um FOGO CONSOME, e atrás dele uma chama abrasa; A TERRA diante dele é como o
jardim do Éden, mas atrás dele um desolado deserto; sim, nada lhe escapará.‖ 713

―Na TERRA sangue e fogo...‖ 714

711 Joel 1:6


712 Joel 2:6
713 Joel 2:3
714 Joel 2:30
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

306

Joel descortina um extenso conflito armado, de proporções mundiais, no termo da


História. Isto pode lhe parecer uma indevida INTERPRETAÇÃO MILITARISTA da escatologia.
Todavia, não há como ser diferente, diante do vasto quadro profético apresentado na
Bíblia. É oportuno relembrar que, como exemplo, todo o capítulo 11 de Daniel tem
também este conteúdo militarista. Aliás, reconsidere todo o livro de Daniel, e de igual
modo constatará idêntico panorama. Assim, também, Ezequiel, o ―profeta das nações‖;
boa parte de Jeremias, etc.

VIDE ou VINHA
Não constituem nenhuma novidade dizer que a Bíblia faz TRÊS APLICAÇÕES para o
símbolo em destaque:
a) Israel Literal 715
b) Israel Espiritual 716
c) Toda a TERRA 717

―E saiu do altar outro anjo, que tinha poder sobre o fogo, e clamou com grande voz ao
que tinha a foice aguda dizendo: Lança a tua foice aguda, e vindima os cachos da
vinha da terra, porque já as suas uvas estão maduras. E o anjo meteu a sua foice à terra
e vindimou as uvas da vinha da terra, e lançou-as no grande lagar da ira de Deus.‖718

Fica, pois constatado pelo contexto do livro em estudo, que tal VIDE compreende TODA
A TERRA.
―Fez da Minha vide uma assolação‖...719

Observe bem que o verbo fazer está na


terceira pessoa. O que isto esclarece
insofismavelmente? Destaca que Deus
não será o Destruidor da Terra, mas os
próprios seres humanos: ―uma NAÇÃO‖...
―FEZ‖ ... Fosse Deus, o verbo estaria na
primeira pessoa do singular: ―FIZ‖

715 Jeremias 2:21, etc


716 Mateus 20:1-2, 4, 7-8, 21:28 etc
717 Apocalipse 14:18-19
718 Apocalipse 14:18-19
719 Joel 1:7
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

307

É uma destruição generalizada, como se vê nos versos seguintes. E mais: se ―VIDE‖ é


figurada, como é, necessariamente os INSETOS que a devoram igualmente o são.

―Diante dele tremerá a terra, abalar-se-ão os céus. O sol e a lua se enegrecerão, e as


estrelas retirarão o seu esplendor.‖ 720

É convencionalmente aceito que este verso aponta o Fim da Graça, o encerramento da


obra do Evangelho. A luz da verdade, da Bíblia, deixando de brilhar. 721.

―E o Senhor levanta a Sua Voz‖...722

O atento estudante do livro O Grande Conflito percebe que essa profecia se cumpre à
altura da 7ª Praga, dando início a acontecimentos sobrenaturais.723

―E AQUELE QUE É DO NORTE farei partir para longe de vós‖...724

Aqui é identificado o ―povo grande e poderoso‖ ...―ordenado para o combate‖:


―É DO NORTE‖. Exatamente como o indicam Daniel 11:40-45, Ezequiel capítulos 38 e 39.

Os encaixes de todas as pedras deste quebra-cabeça profético-escatológico são


perfeitos, porquanto idealizado por uma Mente Superior, infalível. E está admiravelmente
por Ele a nós revelado em Sua Palavra.

Devemos buscar e identificar tal NAÇÃO ou GRUPO DE NAÇÕES, não apenas


geograficamente, tomando a Palestina, Israel, como ponto de referência, mas
perguntarmos à própria Bíblia quem ela considera como OS POVOS DO NORTE. Ela é
quem deve dar a diretriz. Na história contemporânea é também possível serem
localizados, numa busca GEOPOLÍTICA. Mas é a própria Bíblia quem os há de identificar,
em alguma referência a eles. E, isto feito, tenhamos o máximo respeito e consideração
ao que ela mesma estabelecer.

720 Joel 2:10


721 Joel 3:15
722 Joel 2:11
723 O Grande Conflito, 642
724 Joel 2:20
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

308

―E mostrarei prodígios no céu, e na terra, SANGUE e FOGO, e COLUNAS DE FUMO‖...725

Mais uma referência aos eventos, ou antes, ao evento dos versos anteriores: A TRÁGICA
DESTRUIÇÃO DA TERRA nesse ―COMBATE FATAL‖ entre as NAÇÕES ―DO SUL‖, ―DO NORTE‖,
e ―DO ORIENTE‖. Sim, BLOCOS DE NAÇÕES com interesses afins, se unindo ―EM FEIXES‖,
―EM CACHOS‖, como o pinta a Inspiração.

―O olho profético de Joel esquadrinhou o futuro até que


viu o tempo do fim, o nosso tempo. Viu soldados de
verdade reunidos como uma nuvem de gafanhotos.
Também viu os guerreiros celestiais de Deus quando
chegavam ao campo de batalha. Viu o último encontro
militar da Terra e o juízo final, ocorrendo no vale de
Josafá, o nome que ele dá para o Armagedom. Sendo
um profeta divinamente inspirado, Joel percebeu o
enxame de gafanhotos de seus dias como uma
advertência enviada por Deus com o propósito de levar o
povo ao arrependimento e à mudança de vida.‖726

―O profeta Isaías, antevendo uma iminente invasão de inimigos no território da


impenitente nação de Judá, (por volta do
ano 700 a.C.) predisse que ‗naquele dia
assobiará o Senhor ao enxame de moscas
que há no extremo dos rios do Egito, e às
abelhas que andam na terra da Assíria; elas
virão, e pousarão todas nos vales desertos e
nas fendas das rochas, e sobre todos os
espinheiros e sobre todos os prados.‖727

Isaías não pensava em moscas e abelhas literais que algum dia pousariam nos
espinheiros e prados literais. Ele utilizou uma linguagem figurada ou simbólica para se
referir aos soldados invasores…

725 Joel 2:30-31


726 Apocalipsis: sus revelaciones, 234-235; Uma Nova Era Segundo as Profecias do Apocalipse, 235-237
727 Isaías 7:18-19
728 Apocalipsis: sus revelaciones, 234-235; Uma Nova Era Segundo as Profecias do Apocalipse, 235-237
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

309

―Certamente te encherei de homens, como de Pulgão;


e eles levantarão o grito de vitória sobre ti.‖

―No momento mesmo em que o rei e seus nobres estavam bebendo pelos vasos
sagrados de Jeová, e louvando a seis deuses de prata e ouro, os medos e persas,
havendo desviado do seu leito o Eufrates, estavam marchando para o coração da
cidade desguarnecida. O exército de Ciro estava agora sob os muros do palácio; a
cidade estava cheia de soldados inimigos „como de pulgão‟ e seus gritos triunfantes
podiam ser ouvidos sobre o desesperado clamor dos foliões atônitos.‖ 730

É, pois bem evidente que tais insetos são representativos, figurando SOLDADOS,
EXERCITOS EM CONFLITO.

―Os gafanhotos são chamados de nação (ou povo)


por causa de sua organização, o enxame é
poderoso devido ao grande número e capacidade
para destruir a vegetação...‖731

―Ai do dia! Pois o dia do Senhor está perto, e vem como assolação da parte do
Todo-Poderoso. ...dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de negrume! Como a
alva, está espalhado sobre os montes um povo grande e poderoso, qual nunca houve,
nem depois dele haverá...Diante dele um fogo consome, e atrás dele uma chama
abrasa; a terra diante dele é como o jardim do Éden, mas atrás dele um desolado
deserto; sim nada lhe escapa. A sua aparência é como a de cavalos;

729 Jeremias 51:14


730 Profetas e Reis, 531
731 The Interpreters Bible, vol. 6, 738; SDABDictionary, 678
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

310

e como cavaleiros, assim correm... Como o estrondo de carros sobre os cumes dos
montes vão eles saltando... um povo poderoso, posto em ordem de batalha. Diante dele
estão angustiados os povos; todos os semblantes empalidecem. Correm como valentes,
como homens de guerra, marcham cada um nos seus caminhos, e não se desviam da
sua fileira.‖732

―Perguntai, pois, e vede, se um homem pode dar à luz. Por que, pois, vejo a cada
homem com as mãos sobre os lombos como a quem está de parto? Por que
empalideceram todos os rostos? Ah! por que aquele dia é tão grande, que não houve
outro semelhante!

VER CAPÍTULO SOBRE


A SOLTURA DOS 4 VENTOS / TEMPESTADE

―E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço


como a fumaça de uma grande fornalha; e com a
fumaça do poço escureceram-se o sol e o ar. Da fumaça
saíram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder,
como o que têm os escorpiões da terra‖.

―A aparência dos gafanhotos era semelhante à de


cavalos aparelhados para a guerra... e sobre suas
cabeças haviam COURAÇAS DE FERRO tinham sobre si
COMO REI o anjo do abismo...‖735

732 Joel 1:15; 2:2-7


733 Jeremias 30:6-7
734 Apocalipse 9:2-3
735 Apocalipse 9:7-11
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

311

PERGUNTA: Como saber quando uma declaração deve ser tomada em seu sentido literal
ou simbólico?

RESPOSTA: ―A linguagem da Bíblia deve ser explicada de acordo com o seu óbvio
sentido, a menos que seja empregado um símbolo ou figura.‖736

Cremos que não haja dúvidas sobre o que Deus deseja nos ensinar.

Esta é, pois, a exegese correta, imparcial, coerente. Percebemos, assim, o perfeito


encaixe nas predições escatológicas dos vários livros bíblicos que tratam deste tema.

736 O Grande Conflito, 604


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

312

5ª PRAGA
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

313

Sobre o Trono da Grande Babilônia

"A transgressão atingiu quase o seu limite, confusão enche o mundo, e um grande terror
há de sobrevir em breve, sobre os seres humanos. O FIM ESTÁ PRÓXIMO. Nós que
conhecemos a verdade, devemos estar nos preparando para o que em breve há de
desencadear-se sobre o mundo como uma esmagadora surpresa.‖737

Este é um dos assuntos que o Espírito de Profecia nos apresenta, para que estejamos
atentos a estas movimentações finais da história do mundo. Alguns têm crido que
ocorrerá simultaneamente um conflito geral e mais 7 pragas sobrenaturais, literais, ao
mesmo tempo. Por isso queremos analisar esta 5ª praga, visto ser a mais clara e
amplamente interpretada pela própria Escritura.

A propósito lemos: ―Sabendo primeiramente isto, que nenhuma profecia da Escritura é


de particular interpretação.‖738 Tanto quanto nos está sendo possível, estamos deixando
que a própria Escritura Sagrada ao lado do Espírito de Profecia apresentem a
interpretação de todas estas pragas.

―Hoje, os sinais dos tempos declaram que nos achamos no limiar de grandes e solenes
acontecimentos. Tudo em nosso mundo está em agitação. Ante os nossos olhos cumpre-
se a profecia do Salvador relativa aos acontecimentos que precedem Sua vinda:
―Ouvireis de guerras e rumores de guerras. ... Porquanto se levantará nação contra
nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.‖ 739
A atualidade é um época de absorvente interesse para todos os que vivem.
Governadores e estadistas, homens que ocupam posições de confiança e autoridade,
homens e mulheres pensantes de todas as classes, têm fixa a sua atenção nos fatos que
se desenrolam em redor de nós. Acham-se a observar as relações tensas e inquietas que
existem entre as nações. Observam a intensidade que está tomando posse de todo o
elemento terrestre, e reconhecem que algo de grande e decisivo está para ocorrer, ou
seja, que o mundo se encontra à beira de uma crise estupenda.‖ 740

737 Testimonies, vol. 5, pág. 112


738 II Pedro, 1:20
739 São Mateus, 24:6-7
740 Educação, 179
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

314

―Anjos acham-se hoje a refrear os ventos das contendas, para que não soprem antes
que o mundo haja sido avisado de sua condenação vindoura; mas está-se formando
uma TEMPESTADE, prestes a irromper sobre a Terra; e, quando Deus ordenar a Seus anjos
que soltem os ventos, haverá uma cena de lutas que nenhuma pena poderá descrever.
A Bíblia, e a Bíblia só, dá-nos uma perspectiva
correta destas coisas. Ali estão reveladas as
grandes cenas finais da história de nosso mundo,
acontecimentos que já estão projetando suas
sombras diante de si, fazendo o ruído de sua
aproximação com que a Terra trema e o
coração dos homens desmaie de temor. ―Eis
que o Senhor esvazia a Terra, e a desola, e
transtorna a sua superfície, e dispersa os seus moradores,741 ... Ah! aquele dia! porque o
dia do Senhor está perto, e virá como assolação do Todo-poderoso. ... A semente
apodreceu debaixo dos seus torrões, os celeiros foram assolados, os armazéns
derribados... Como geme o gado! As manadas de vacas estão confusas...742

―Deve o vigia saber que horas são da noite. Tudo está agora revestido duma solenidade
tal que a devem reconhecer todos quantos crêem a verdade para este tempo... Os
juízos divinos estão para abater-se sobre o mundo, e precisamos estar-nos preparando
para esse grande dia. ...Não dispomos de tempo para desperdiçar com movimentos
negligentes. Devemos ter o temor de ser superficiais no tocante à Palavra de Deus.
...O conflito que está para acometer-nos será o mais terrível já testemunhado. Mas
conquanto Satanás seja representado como sendo tão forte quanto o mais forte homem
armado, sua derrota será completa, e cada pessoa que com ele se une na escolha da
apostasia, em vez da lealdade, com ele perecerá. ...O refreador Espírito de Deus está
mesmo agora sendo retirado do mundo. ...Os homens não discernem as sentinelas
angélicas que retêm os quatro ventos para que não soprem sem que os Filhos de Deus
estejam selados; mas quando Deus mandar que Seus anjos soltem os ventos, haverá uma
CENA TAL DE LUTA QUE PENA NENHUMA PODERÁ DESCREVER.‖ 743

741 Isaías 24:1-8


742 Educação, 179-180
743 Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 14-15
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

315

O estudante atento há de notar muita coerência no que o simbolismo das pragas


apresenta. Há coerência, há seqüência lógica, há uma estrutura harmônica. Mais que
isto, de CONJUNTO COMPLETO. Todas as NAÇÕES estão aí incluídas. Cada qual com sua
participação em maior ou menor escala, dependendo de seu poderio político,
econômico, militar, etc. No conjunto das 7 Taças, NENHUMA SOBRA e NENHUMA FALTA,
na sua apresentação simbólica. Não há nenhuma redundância. Isto é admirável. Tal
consistência é mais uma evidência de seu sentido figurado. Excetuando-se,
evidentemente, a 7ª Taça, literal, porque difere das demais em sua NATUREZA, como já
temos observado, e mais será dito na parte a ela referente.

É interessante que se note: enquanto a 2ª Taça faz referência à destruição da Europa,


dos seus países, a 5ª Taça aponta a inacreditável pulverização da SEDE DE UMA IGREJA,
a mais influente, a mais poderosa. Descreve o fim da pretendida Capital Espiritual do
Mundo, da ―Grande Cidade‖. Roma, que ao longo dos séculos sempre se opôs a Cristo e
Seu povo, desde que se tornou capital do Império Mundial de Ferro, em 168 A.C.

A Inspiração a identifica de muitas maneiras, usando uma interessantíssima variedade de


termos e expressões, cada qual destacando itens de seu caráter e identidade. Eis alguns:

1. ―Tiro‖ (2ª aplicação) Ezequiel 26, 27


2. ―Príncipe de Tiro‖ Ezequiel 28:1-10
3. ―Rei‖ Daniel 11:36
4. ―Ele‖ Daniel 11:40
5. ―O homem do pecado‖ II Tessalonicenses 2:3
6. ―Besta Fera do Mar‖ Apocalipse 13:1-10
7. ―A Grande Prostituta‖ Apocalipse 17:1
8. ―A Grande Cidade‖ Apocalipse 17:18
9. ―Rainha‖ Apocalipse 18:7

Mas é do Espírito de Profecia uma expressão também lapidar:

―Gigantesco Sistema de Engano‖...744

744 O Grande Conflito, 576


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

316

Tal qualificativo se ajusta bem ao seguinte texto:

...―TODAS AS NAÇÕES FORAM ENGANADAS COM AS TUAS FEITIÇARIAS.‖ 745

Mas jamais poderia crer o mundo ecumênico que seu desaparecimento pudesse
ocorrer. Devemos lembrar que a Igreja Católica constitue:
 A MAIS ANTIGA,
 A MAIS BEM ESTRUTURADA e
 A MAIS SÓLIDA INSTITUIÇÃO HUMANA DE TODA A HISTÓRIA.
Nações e governos têm vindo e ido. Organizações de todos os tipos emergem e
submergem num breve lapso de tempo; mas Roma, o Vaticano, é de fato uma ―obra-
prima‖ do gênio humano. Deve ter, para tanto, uma parceria muito estreita com forças
mais que humanas ardilosamente ocultas.

O Cardeal Gibbons descreve com muita propriedade, com muito bom destaque, esta
instituição sem paralelo:

―Perpetuidade, ou duração até o fim do tempo é um dos sinais mais distintos da


Igreja... A indestrutibilidade da Igreja Católica, é realmente maravilhosa, e bem
calculada para excitar a admiração de toda a mente que reflete. ... Filhos da Igreja,
nada temais aconteça o que acontecer. Cristo está com ela, e por isto ela não pode
soçobrar... Não manteve ela firmemente o seu curso através de tempestade e raios de
sol? O cumprimento do passado é a maior segurança para o futuro. Por entre as
contínuas mudanças nas instituições ela é a única instituição que nunca muda. Por
entre as ruínas universais dos monumentos da terra, ela é o único monumento de pé,
suntuoso e preeminente. ... Por entre a Destruição Geral dos Reinos seu reino jamais foi
destruído.‖ 746

A sua arrogância, vaidade e orgulho, provindos de suas características únicas, as quais


são objetos de tanta admiração e culto, são muito bem destacadas pela inspiração:

―Eu sou perfeita em formosura.‖747

745 Apocalipse 18:23


746 Cardeal Gibbons,Faith of Our Fathers, 72-73, 83-84
747 Ezequiel 27:3 up
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

317

...―Eu sou deus‖...748

―E este rei fará conforme a sua vontade; e se levantará, e se engrandecerá sobre todo
deus, e contra o Deus dos deuses falará coisas maravilhosas‖...749

...―E toda a terra se maravilhou‖...750

―A mulher estava vestida de púrpura e escarlata, e adornada de ouro, pedras preciosas


e pérolas;‖...751

...―ela se glorificou, ... em delícias esteve, ... Estou assentada como rainha,‖...752

A sua punição, posta em destaque numa das Taças, decorre justamente de sua
desmesurada ambição e orgulho e do tão bem e pacientemente urdido complô
mundial para que pudesse reinar sobranceira, de maneira dominadora, esmagando
impiedosamente os discordantes guardadores dos Mandamentos de Deus. E também
por participar da opressão econômica do mundo que ajudou a globalizar.

Um adendo a respeito de sua pretendida supremacia ecumênica mundial. Podemos ver


até onde ambiciona chegar com os ajustamentos doutrinários entre as várias Igrejas,
destacando-se como maior impulsora e beneficiária, na efetivação da união tríplice,
Protestantismo, Espiritualismo e Catolicismo:

1. UNIÃO ―EM UM SÓ CORPO‖753

2. UM SÓ ―CREDO UNIVERSAL‖754

748 Ezequiel 28:9


749 Daniel 11:36
750 Apocalipse 13:3
751 Apocalipse 17:4 up
752 Apocalipse 18:7
753 O Grande Conflito, 593
754 O Grande Conflito, 444
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

318

―Deixando Ele o santuário, as trevas cobrem os habitantes da Terra. Naquele tempo


terrível os justos devem viver à vista de um Deus santo, sem intercessor. Removeu-se a
restrição que estivera sobre os ímpios, e Satanás tem domínio completo sobre os que
finalmente se encontram impenitentes. ...SATANÁS MERGULHARÁ ENTÃO OS HABITANTES
DA TERRA EM UMA GRANDE ANGÚSTIA FINAL. Ao cessarem os anjos de Deus de conter os
ventos impetuosos das paixões humanas, ficarão às soltas todos os elementos de
contenda. O MUNDO INTEIRO SE ENVOLVERÁ EM RUÍNA MAIS TERRÍVEL DO QUE A QUE
SOBREVEIO A JERUSALÉM NA ANTIGUIDADE. ...Há agora forças preparadas e que
aguardam apenas o consentimento divino para espalharem a desolação por toda
parte.‖ 755 (lembrando que o início do conflito geral se dará imediatamente após o
encerramento da porta da graça).

―E o quinto anjo derramou sua taça sobre o trono da besta


e o seu reino se fez tenebroso, e eles mordiam as suas
línguas de dor.‖756

A interpretação desta praga é apresentada nos capítulos seguintes: 17 e 18. João


contempla em visão um anjo, um daqueles que contemplou a visão das 7 pragas. Este
anjo lhe chamou para ver por antecipação a condenação, o fim de Roma. É sobre isto
que lemos ―E veio um dos sete anjos que tinham as sete taças, e falou comigo, dizendo-
me: Vem, mostrar-te-ei a condenação da grande prostituta que está assentada sobre
muitas águas;"757 ..., e no decorrer deste capítulo o anjo mostra a João várias coisas
relacionadas com as atividades desta grande cidade e a respeito da sua condenação.

755 O Grande Conflito, 620


756 Apocalipse 16:10
757 Apocalipse 17:1
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

319

Vamos considerar seu merecido desaparecimento. Ao analisar todo o material profético


a respeito, fica a seguinte impressão: A Europa foi subjugada pelas forças do leste, que
agora ousa se voltar contra a Capital da Grande Babilônia, até então poupada numa
conflagração que se amplia irreversivelmente. Finalmente ―a grande cidade‖ é atingida.

Diferentemente de todas as outras organizações religiosas, sua sede física estava


militarmente bem ao alcance das nações ―do norte‖ bíblico, ou ―do leste‖ geográfico.

Numa expressão que só mesmo a inspiração conseguiria, são registradas as últimas


palavras do diálogo com seus inimigos do NORTE. Desaparece sem abrir mão de sua
pretensa infalibilidade e divindade, não reconhecida pelos seus algozes:

―Dirás ainda diante daquele que te matar: Eu sou um Deus? mas tu és um homem, e não
Deus, na mão do que te traspassa.‖758

Finalmente desaparece a Sede do pretendido Império Mundial. Pretendido inclusive pelo


arqui-enganador, que aspirava eternizar aqui seu Império do Mal, na sua longa disputa
com Cristo, pela ―POSSE DA TERRA‖.

O caráter rápido e total dessa punição pelos reis do norte é descrita numa significativa
e vívida ilustração 759. A Europa, agora sob novo comando, visto ter sido subjugada
na 2ª Taça, também participa de memorável evento. 760

Assim, não seria completa, não seriam lapidares as


descrições em Apocalipse 16, se não contivesse, numa
Taça específica, a final Ruína da Capital do pretendido
SACRO IMPÉRIO MUNDIAL. Este Secular Monumento do
Engano merecia de fato um destaque especial, uma ―Taça
Comemorativa‖ ao seu extermínio.

Destacamos apenas os seguintes detalhes dos capítulos 17 e 18:

758 Ezequiel 28:9


759 Apocalipse 18:21
760 Apocalipse 17:16
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

320

1) Capítulo 18 poderemos encontrar o tempo de duração da destruição


daquela cidade.
―...pois numa hora veio o seu juízo." 761

―...porque numa hora foram assoladas tantas riquezas." 762


―...porque numa hora foi assolada.‖763
Temos aqui a informação da duração deste flagelo, desta praga.

2) Com relação ao elemento de destruição da cidade, lemos no capítulo 18


que ela será queimada no fogo [ROMA]. Apocalipse 18:9 e 18 repetem a
mesma declaração. O elemento de destruição daquela cidade será fogo,
ou incêndio.

3) A espécie de fogo que será ateado na cidade,


Apocalipse 18 nos dá uma idéia, embora indireta:
―E um forte anjo levantou uma pedra como uma
grande mó e lançou-a no mar, dizendo: Com igual
ímpeto será lançada Babilônia, aquela grande
cidade, e não será jamais achada.‖764 Temos então a
idéia de um incêndio rápido, e de destruição total da
cidade.

É interessante quando percebemos a figura indicada pelo anjo a João levantando uma
grande mó, pedra, e lançando-a com ímpeto no mar. Se nós mentalmente
acompanharmos a figura que é formada, notaremos um grande movimento de águas
em direção oposta a queda da pedra, formando uma figura justamente descrita em Joel
(Deus disse em relação ao fim): ―E mostrarei prodígios no céu e na terra, sangue e fogo e
colunas de fumo.‖ 765

761 Apocalipse 18:10 up


762 Apocalipse 18:16 up
763 Apocalipse 18:19 up
764 Apocalipse 18:21
765 Joel 2:30
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

321

Sobre esta declaração ‗colunas de fumo‟


fazemos relação com aquela figura de
Apocalipse 18:21, colunas de fumo ou pilastras
de fumo. Geralmente as pilastras terminam
num capitel, como se a pilastra se abrisse na
sua parte superior.

Alguns comentaristas sugerem que a palavra


hebraica traduzidas por colunas, dê a indicação de palmeiras de fumo, formando
justamente aquela figura tão conhecida como cogumelo atômico. Talvez esta figura
também nos dê esta sugestão, afinal Roma será destruída por um incêndio rápido. Sem
dúvida será bombardeada.

4) Apocalipse 18 nos sugere que aquele incêndio é delimitado, pela seguinte
declaração: ―Estando de longe pelo temor do seu tormento...‖ 766

―E todo o piloto, e todo o que navega em naus, e todo o


marinheiro, e todos os que negociam no mar se puseram
de longe; E, vendo o fumo do seu incêndio, clamaram,
dizendo: Que cidade é semelhante a esta grande
cidade?‖ 767

De modo que ao redor daquela destruição delimitada,


muitos observadores contemplaram aquela terrível
destruição.

A propósito da destruição de ROMA, lembramos da destruição de milhares de cidades


por bolas de fogo chamadas de Juízos de Deus.768

766 Apocalipse 18:10


767 Apocalipse 18:17-18
768 Evangelismo, 29
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

322

Agora o que nos interessa no estudo da interpretação da 5ª praga é saber que


instrumentos Deus utilizará para destruir esta cidade. Apocalipse diz: ―Porque já os seus
pecados se acumularam até o céu, e Deus se lembrou das iniqüidades dela.‖769 Agora
há uma recomendação de Deus ao instrumento que Ele há de usar para cumprir o seu
desígnio: ―Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado, e retribuí-lhe em dobro conforme as
suas obras; no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ela em dobro.‖770 Até parece
que Deus está dizendo isto a alguém que tem sido ou que foi vítima direta das atividades
de Roma no passado.

Quando nós lemos Apocalipse 13 também encontramos a sugestão de que Roma será
destruída por uma guerra: ―Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém
matar à espada, necessário é que à espada seja morto.‖771. Por isso a declaração ―dai a
ela em dobro da maneira que ela deu a beber no passado.‖

No capítulo 17 temos a declaração clara e direta do instrumento que Deus utilizará para
incendiar Roma. ―E os dez chifres que viste na besta são os que aborrecerão a prostituta,
e a porão desolada e nua, e comerão a sua carne, e a queimarão no fogo.‖772 Os 10
chifres sabemos que representam a Europa, e que hão de realizar esta obra sinistra de
incendiar Roma. Convém observar a esta altura que Apocalipse 18:10 última parte,
identifica tal incêndio como sendo o seu juízo. Esta é a interpretação escriturística da 5ª
praga.

As perguntas então a esta altura são essas:

 É Deus diretamente o autor da destruição de Roma, ou seja, da 5ª praga?


Sem dúvida pelo que foi visto não é.

 Diante do que foi visto, como podemos tomar literalmente também a descrição da 5ª
praga?
Nestas condições, considerando que são os 10 chifres (Europa) que destruirá Roma a
pergunta seria também:

769 Apocalipse 18:5


770 Apocalipse 18:6
771 Apocalipse 13:10
772 Apocalipse 17:16
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

323

 Onde fica o anjo da 5ª praga, a taça e o líquido?


Tudo indica que este anjo visto por João poderia ser
tomado da mesma forma que tomamos os 3 anjos das
3 mensagens angélicas de Apocalipse 14, e também
daquele anjo de Apocalipse 18:1 que representa o
instrumento de Deus para terminar a obra de
pregação do evangelho nesta terra através de nossas
casas editoras.

Vale então lembrarmos o seguinte: De acordo com O Grande Conflito a frase que lemos
―O mesmo poder destruidor exercido pelos santos anjos quando Deus ordena, (referindo-
se as pragas do Egito) será exercido pelos maus quando Ele o permitir.‖ 773

Concluímos o seguinte: Se relermos Vida e Ensinos, pág. 110 e também a pág. 99


percebemos que ‗Ira das Nações‟ representa guerra, ou ‗Abalo das Potestades da Terra‟.
Esta ira das nações tem duas fases, uma
sob controle antes do término da Graça,
e a outra sem restrição do Espírito Santo,
após o encerramento da porta da Graça.

Também percebemos pela leitura destes 2 capítulos de Vida e Ensinos, que a ‗Ira de
Deus‟ tem duas fases; uma de operação indireta pela Sua permissão para que ventos
soprem ocasionando este conflito geral, uma guerra mundial representada pelas 6
pragas, e também a fase de operação direta de Deus na 7ª praga fazendo abalar Sol,
Lua, Estrelas e também o Globo terrestre pela Sua voz.

773 O Grande Conflito, 620


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

324

Portanto ‗Ira das Nações‘, ‗Ira de Deus‘, ‗Tempo de Julgar os Mortos‘, como nos indica o
livro Vida e Ensinos, são acontecimentos separados, distintos e sucessivos, e se quisermos
ser mais rigorosos na aplicação do termo sucessivos, então diríamos que realmente a ‗Ira
de Deus‘, será apenas na 7ª praga, quando Ele opera diretamente no Sol, Lua, Estrelas e
também no Globo terrestre, ou seja, após a ‗Ira das Nações‘ e antes do ‗Milênio‘, que é
tempo de julgar os mortos.

Portanto a 5ª praga não é senão o retrato do conflito geral que agora atingiu Roma,
atingiu o Vaticano. O incrível é que a própria Europa se transmudou em tão pouco
tempo de aliada em inimiga. A respeito disto nós tratamos na 2ª praga.

Percebemos, pois que a 5ª praga, não constitui uma intervenção direta de Deus e
portanto nada de sobrenatural.

Talvez seja interessante repetir algo que há


de definir este estudo das pragas. Para
chegarmos a uma conclusão se deveremos
tomar as declarações de Apocalipse 16 de
maneira literal ou simbólica, nós temos que
concluir se é Deus o autor direto das pragas
ou não é.

Se Deus é o autor direto, as pragas são realmente sobrenaturais e literais, mas se Ele não
é o autor direto, serão acontecimentos naturais. Se chegarmos à conclusão de que Deus
não é o autor direto das pragas, então não há razão para pegarmos essas pragas ao pé
da letra.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

325

Lembrarmos a frase já mencionada ―O mesmo poder destruidor exercido pelos santos


anjos quando Deus ordena, (referindo-se as pragas do Egito) será exercido pelos maus
quando Ele o permitir.‖774 O texto nos mostra a participação de Deus nas pragas. Anjos
atuaram no passado obedecendo a ordem de Deus, mas agora serão os anjos maus
que não têm mais restrição. Deus deixou-os agora à destruição. De acordo com esta
declaração é Deus o autor direto destas pragas? Tudo indica que não.

No primeiro capítulo de O Grande Conflito, "Predito o Destino do Mundo", há uma


descrição completa já mencionada neste estudo da Destruição de Jerusalém, como
símbolo da futura destruição do mundo. ―Cristo viu em Jerusalém um símbolo do mundo
endurecido na incredulidade e rebelião, e apressando-se ao encontro dos juízos
retribuidores de Deus.‖775 Todos sabem da maneira pela qual Jerusalém foi destruída.

Lembrando: O que é que Deus dizia pelos profetas do Velho Testamento se o povo
continuasse carregando cargas e entrando pelas portas de Jerusalém no dia de
sábado? Deus disse o que? Eu acenderei fogo nas portas. E nós sabemos que isto
aconteceu quando? No ano 70. Foi Deus que fez diretamente aquele trabalho de
destruição de Jerusalém? Não! Ele usou instrumentos para isso. Realizou o Seu plano e
Sua vontade, mas Ele não atuou diretamente.

―Os judeus haviam forjado seus próprios grilhões; eles mesmos encheram a taça da
vingança. Na destruição completa que lhes sobreveio como nação, e em todas as
desgraças que os acompanharam depois de dispersos, não estavam senão recolhendo
a messe que suas mãos semearam. Diz o profeta: ‗Para tua perda, ó Israel, te rebelaste
contra Mim,‘ ‗pelos teus pecados tens caído‘ (Oséias 13:9; 14:1). Seus sofrimentos são
muitas vezes representados como sendo castigo a eles infligido por decreto direto da
parte de Deus. É assim que o grande enganador procura esconder sua própria obra.‖776

A destruição de Jerusalém na realidade foi obra de quem? Como é que nós


interpretamos isso? Continuando no mesmo parágrafo:

774 O Grande Conflito, 620


775 O Grande Conflito, 20
776 O Grande Conflito, 32
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

326

―Pela obstinada rejeição do amor e misericórdia divina, os judeus fizeram com que a
proteção de Deus fosse deles retirada, e permitiu-se a Satanás dirigi-los segundo a sua
vontade. As horríveis crueldades executadas na destruição de Jerusalém são uma
demonstração do poder vingador de Satanás sobre os que se rendem ao seu controle‖.
(Deus simplesmente Se retirou e os deixou abandonados a si mesmos e a vingança de
Satanás).

Parágrafo seguinte: ―Não podemos saber quanto devemos a Cristo pela paz e proteção
de que gozamos. É o poder de Deus que impede que a humanidade passe
completamente para o domínio de Satanás. Os desobedientes e ingratos têm grande
motivo de gratidão pela misericórdia e longanimidade de Deus, que contém o cruel e
pernicioso poder do maligno. Quando, porém, os homens passam os limites da
clemência divina, a restrição é removida. Deus não fica em relação ao pecador como
executor da sentença contra a transgressão; mas deixa entregues a si mesmos os que
rejeitam Sua misericórdia, para colherem aquilo que semearam.‖ (Deus está lavando as
Suas mãos. A humanidade colhendo aquilo que eles próprios semearam. Não Me
querem? Eu saio, vou embora e deixo vocês entregues a si mesmos e a ira de Satanás
para realizar aquilo que foi feito em Jerusalém. De igual modo será feito no fim do
mundo. Está claro.

Mas como se ainda não fosse suficiente, lemos ainda ―O apóstolo São João ouviu em
visão uma grande voz no Céu, exclamando: ‗Ai dos que habitam na Terra e no mar;
porque o diabo desceu até vós, e tem grande ira, sabendo que já tem pouco tempo.‘ 777
Terríveis são as cenas que provocam esta exclamação da voz celestial. A ira de Satanás
aumenta à medida em que o tempo se abrevia, e sua obra de engano e destruição
atingirá o auge no tempo de angústia.‖778

(Quem é que vai provocar a destruição final? Sem dúvida fazemos exceção à 7ª praga
que é a hora de Deus destruir aqueles que estão destruindo a Terra).

Mas como se ainda não bastasse lemos:

777 Apocalipse 12:12


778 O Grande Conflito, 629
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

327

―Durante mil anos Satanás vagueará de um lugar


para outro na Terra desolada, para contemplar os
resultados de sua rebelião contra a lei de Deus.
Durante este tempo os seus sofrimentos serão
intensos. Desde a sua queda, a sua vida de
incessante atividade baniu a reflexão; agora, porém,
está ele despojado de seu poder e entregue a si
mesmo para contemplar a parte que desempenhou
desde que a princípio se rebelou contra o governo
do Céu, e para aguardar, com temor e tremor, o
futuro terrível em que deverá sofrer por todo o mal
que praticou, e ser punido pelos pecados que fez
com que fossem cometidos.‖779

Parágrafo seguinte: ―Ao povo de Deus o cativeiro de Satanás trará alegria e júbilo. Diz o
profeta: (para aqueles salvos que estarão lá no céu durante mil anos contemplando o
quê? O cativeiro de Satanás. Continuando o parágrafo a irmã White cita a expressão
dos remidos com relação a Satanás) ―Acontecerá que no dia em que Deus vier a dar-te
descanso do teu trabalho, e do teu tremor, e da dura servidão com que te fizeram servir,
então proferirás este dito contra o rei de Babilônia [representando aqui Satanás], e dirás:
―Como cessou o opressor! ... Já quebrantou o Senhor o bastão dos ímpios e o cetro dos
dominadores. Aquele que feria os povos com furor, com praga incessante, o que com ira
dominava as nações, agora é perseguido, sem que alguém o possa impedir.‖ 780

(Referindo a quem? A Satanás, que feria os povos com furor, e com praga incessante, e
que com ira dominava as nações).

Quando Satanás dominou as nações?


Quando o Espírito de Deus se retirou, quem é que feria as nações com praga?

Por isso é que temos que chegar a uma conclusão final, compararmos textos, dados,
para sabermos realmente a participação de Deus. Sem dúvida Ele apenas vai permitir,
vai Se retirar e Satanás irá realizar a obra de destruição.

779 O Grande Conflito, 665


780 Isaías 14:3-6
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

328

Chegando a conclusão de que realmente Deus não é o autor direto das pragas, então
não há outra alternativa, as pragas são simbólicas. Só seriam literais se a conclusão fosse
de que Ele é o autor direto.

Cabe ainda uma observação: O livro de Apocalipse foi uma revelação dada para quem
de acordo com o primeiro verso? Para os servos de Deus. Foi um livro escrito de tal
maneira que só os servos de Deus pudessem entender. Se o livro de Apocalipse foi escrito
de tal maneira e com tal linguagem que só –exclusivamente- os servos de Deus possam
entender, o significado das pragas por dedução deve ser muito mais profundo do que
estamos apresentando até aqui. Da maneira como pegamos as pragas (pensamento
tradicional) o povo aí fora também entende [outras igrejas]. Se eles lerem o capítulo 16
vão entender exatamente como a maioria da IASD entende. Mas afinal todos os
capítulos foram escritos de que maneira?

Referindo-se ao livro de Apocalipse diz a irmã White declara: ―Em figuras e símbolos,
assuntos de vasta importância foram apresentados a João para que os relatasse, a fim
de que o povo de Deus do seu século e dos séculos futuros tivesse inteligente
compreensão dos perigos e conflitos diante deles."781

―Que ninguém pense que por não poder explicar o significado de cada símbolo do
Apocalipse, é-lhe inútil investigar este livro numa tentativa de conhecer o significado da
verdade que ele contém."782

Para pegar as pragas ao pé da letra [de maneira literal] como está ali escrito, precisa de
inteligência e compreensão? "...inteligente compreensão dos perigos e conflitos diante
deles".

Se pegarem (o povo em geral e outros evangélicos) Apocalipse desde o 1 capítulo


começando com as 7 cartas às igrejas, o livro selado com 7 selos, as 7 trombetas, João
come o livrinho, as 2 testemunhas, a mulher e o dragão, a besta que emerge do mar e
da terra, as 3 mensagens angélicas a ceifa e a vindima, [pulamos as pragas] descrição
da grande Babilônia, Satanás amarrado por mil anos, não vão entender nada. Pegando
tudo ao pé da letra, vão ficar na maior confusão possível. Talvez a única coisa que vão
entender e muito mal é a descrição do novo céu e da nova terra.

781 Atos dos Apóstolos, 583


782 Atos dos Apóstolos, 584
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

329

De modo que o capítulo 16, a descrição das 7 pragas, eles vão entender como nós
(pensamento tradicional) estamos entendendo ao pé da letra. Por que só este capítulo
traz o problema?

Parece que temos até aqui adotado um método muito simplista e muito superficial para
o estudo das 7 pragas.

―Figuras e Símbolos...‖783 Não há em nenhum lugar do Espírito de Profecia (pesquisa CD-


EGW) uma citação em que ela diga que apenas o 16 capítulo de Apocalipse não é
apresentado em figuras. Assim concluímos este estudo da 5ª praga citando o seguinte:

―Nas Escrituras, milhares de gemas da verdade se encontram ocultas do pesquisador


superficial. Quanto mais investigardes, tanto maior será o vosso interesse.‖784

"As verdades bíblicas são como pérolas escondidas. Precisam ser procuradas, escavadas
por penosos esforços. ...Mas é preciso paciência, reflexão e oração para descobrir o
precioso fio de ouro.‖785 Quantas criaturas nestes tempos necessitam de que seu
entendimento se abra!

―Os oráculos de Deus, porém, têm sido tão manifestamente negligenciados, que poucos
há em nosso mundo, mesmo dos que professam explicá-la aos outros, que possuem o
divino conhecimento das Escrituras. Há homens instruídos, com diploma de colégio, mas
esses pastores não alimentam o rebanho de Deus. Não consideram que as excelências
das Escrituras estarão continuamente desdobrando seus ocultos tesouros como jóias
preciosas que se descobrem ao serem escavadas."786

―... desenrolando diante deles cenas de sensacional interesse, setas indicadoras sobre
setas indicadoras em símbolos e sinais e ilustrações."787

783 Atos dos Apóstolos, 583


784 Testemunhos Seletos, vol. 2, 96-99
785 O Testemunho de Jesus, 19
786 O Testemunho de Jesus, 14
787 O Testemunho de Jesus, 15
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

330

―Que relação, pois podemos concluir, tem a obra da Srª E.G.White para com a obra dos
profetas da antigüidade ? O Senhor não lhe deu longas séries de profecia simbólica,
como fez com Daniel e João, o revelador..."788

―Com freqüência, a mente do povo, e mesmo dos servos de Deus, se acha tão cegada
pelas opiniões humanas, as tradições e falsos ensinos, que apenas pode parcialmente
apreender as grandes coisas que Ele revelou em Sua Palavra. ...Do mesmo modo que os
primeiros discípulos, Guilherme Miller e seus companheiros não compreenderam
inteiramente o significado da mensagem que apresentavam. Erros, que havia muito se
achavam estabelecidos na igreja, impediam-nos de chegar a uma interpretação correta
de um ponto importante da profecia."789

―Ninguém deve desanimar no estudo do Apocalipse por causa de seus símbolos


aparentemente místicos e se algum de nós tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que
a todos dá liberalmente, e o não lança em rosto."790

―Não há desculpas para alguém tomar a posição de que não há mais verdades a serem
reveladas, seja ele quem for, nem a de que todas as nossas explicações da Escritura
estejam sem erro. O fato de terem sido certas doutrinas mantidas como verdades por
muitos anos pelo nosso povo, não é prova de que nossas idéias são infalíveis. Tempo não
pode tornar erro em verdade, e a verdade tem recursos para ser exata. Nenhuma
doutrina verdadeira perderá qualquer coisa ao ser submetida à investigação rigorosa.‖791

―As solenes mensagens que foram dadas, em sua ordem, no Apocalipse, devem ocupar
o primeiro lugar no espírito do povo de Deus. Não devemos deixar que qualquer outra
coisa nos domine a atenção.‖792

788 O Testemunho de Jesus, 57


789 Maranata, 14
790 Educação, 191
791 Review and Herald, 20-12-1892
792 Testemunhos Seletos, vol. 3, 279
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

331

―Temos muitas lições a aprender, e muitas, muitas a desaprender. Somente Deus e o Céu
são infalíveis. Aqueles que acham que não devem desistir de uma idéia acalentada, que
nunca tem ocasião para mudar uma opinião, serão desapontados."793

―Caso a cortina pudesse ser erguida, pudésseis vós discernir os propósitos de Deus e os
juízos que estão para abater-se sobre
um mundo condenado, caso pudésseis
ver a vossa própria atitude, temeríeis e
tremeríeis por vossa própria alma e pela
de vossos semelhantes. Fervorosas
orações e angústia de coração
quebrantado elevar-se-iam ao Céu.
Choraríeis entre o alpendre e o altar,
confessando a vossa cegueira e
rebeldia espirituais.‖ 794

RECAPTULANDO

5ª Praga “Sobre o trono da Besta”


6ª Praga “Sobre o Grande Rio Eufrates”

1. Felizmente o consenso geral é que ambas sejam


simbólicas. Finalmente! Pelo menos duas. Mas esta posição
também suscita outra dificuldade. Baseado em que
PRINCÍPIO DE INTERPRETAÇÃO se pode admitir:

Quatro primeiras: Literais

Duas seguintes: Simbólicas

Visto que todas são de uma mesma natureza? Conseqüências de uma mesma causa.
Estreita e profundamente inter-relacionadas. O mais elementar PRINCÍPIO DE
INTERPRETAÇÃO impõe: ou todas simbólicas ou todas literais.

2. E os anjos destas duas pragas simbólicas são também simbólicos? Necessariamente.


Mas quando saíram do Santuário eram ―literais‖!? Os acontecimentos da Quinta e da
Sexta Taças são realizados por estes anjos literais?

793 Review and Herald, 26-07-1892


794 Testemunhos Seletos, vol. 3, 15
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

332

Oportuno é reler todo o conteúdo de Jeremias capítulos 50 e 51, tão citados em


Apocalipse, e anotar uma série de informações a respeito de Babilônia Apocalíptica; ali
são registrados dados tanto sobre seu caráter como sobre seu fim. Claro que há uma 2ª
aplicação profética para o tempo do fim em muitos daqueles textos, ora se referindo à
Babilônia Mundial, ora àquela GRANDE CIDADE, sua verdadeira Sede. Leia também mais
dados sobre as ocorrências da 5ª Taça no capítulo que trata da 5ª Trombeta, visto que,
em muito, correspondem aos mesmos acontecimentos.

Finalmente uma análise final desta 5ª Taça:

QUEM DE FATO DESTRUIU A GRANDE CIDADE?

1. Os ―Reis do Norte‖, então já no comando dos Dez Chifres?


ou
2. O ―Anjo‖ de Apocalipse 16:10?
Está muito bem visto que a 1ª alternativa é segura e certa.
3. Esse anjo da 5ª Taça é Simbólico ou Literal? E o da 5ª Trombeta?
Como, por que?

Necessariamente terá que ser Simbólico, pois ―A GRANDE CIDADE QUE DOMINA SOBRE
OS REIS DA TERRA‖ foi queimada, efetivamente, por seus inimigos, os povos por ela
oprimidos. 795

Sendo um ANJO SIMBÓLICO, como em verdade é, assim como igualmente os dois


seguintes das 6ª e 7ª Taças, como ajustar a seguinte dificuldade:

 Foram 7 Anjos Literais que saíram do Santuário


ou
 4 Anjos Literais e 3 Anjos Simbólicos. Isto, se tratarmos as quatro
primeiras taças como literais e as duas seguintes como simbólicas.

795 Apocalipse 18:6


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

333

A propósito, cabe uma pergunta: O sétimo Anjo, que também sai do Santuário, da
presença de Deus, é simbólico ou literal? Se literal, é ele quem atuará na destruição final,
ou será, de fato, Cristo? Este ―Anjo‖ é pelo que se depreende, tão simbólico como seus
predecessores.

Assim, em consideração aos Princípios Básicos de Interpretação...

OU OS 7 ANJOS, TODOS ELES, SÃO LITERAIS


OU TODOS ELES SIMBÓLICOS.

Eis aí, pois, uma seríssima dificuldade a ser transposta para um honesto estabelecimento
final da pretendida LITERALIDADE, não só dos ANJOS, como também das TAÇAS que
levam, e inclusive das próprias PRAGAS.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

334

6ª PRAGA
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

335

Sobre o Rio Eufrates


A Entrada da China no Espólio

―Sempre que o povo de Deus estiver crescendo em graça, obterão constantemente


uma compreensão mais clara de Sua Palavra. Hão de distinguir mais luz e beleza em suas
sagradas verdades. Isto se tem verificado na história da igreja em todos os séculos, e
assim continuará até ao fim. Mas, à medida que a verdadeira vida espiritual declina tem
sido sempre a tendência cessar o crente de avançar no conhecimento da verdade. Os
homens ficam satisfeitos com a luz já recebida da Palavra de Deus e desanimam a
qualquer posterior investigação das Escrituras, tornam-se conservadores, e procuram
evitar novo exame... O fato de não haver controvérsias ou agitações entre o povo de
Deus não devia ser olhado como prova concludente de que eles estão mantendo com
firmeza a sã doutrina. Há razão para temer que não estejam discernindo claramente
entre a verdade e o erro. Quando não surgem novas questões em resultado de
investigação das Escrituras, quando não aparecem divergências de opinião que instigue
os homens a examinar a Bíblia por si mesmos, para se certificarem de que possuem a
verdade, haverá muitos agora, como antigamente, que se apegarão às tradições,
cultuando nem sabem o que."796

―Alguns têm receado que, se estiverem que se reconhecer em erro, ainda que seja num
só ponto, outras mentes poderão ser levadas a duvidar de toda a teoria da verdade. Por
isto têm achado que não se deve permitir à investigação, pois poderia levar à dissensão
e à desunião. Mas se este for o resultado da investigação, o quanto antes vier melhor. Se
existem aqueles cuja fé na Palavra de Deus não suportam a prova de uma investigação
das Escrituras, o quanto antes eles forem revelados, melhor; pois, então, o caminho se
abrirá para mostrar-lhes seus erros. Não podemos manter a idéia de que a posição uma
vez tomada, uma idéia já advogada, não deve, sob quaisquer circunstâncias, ser
renunciada. Somente há Um que é infalível - Aquele que é o caminho, a verdade, e a
vida.‖797

796 Testemunhos Seletos, vol. 2, 311-312


797 Testemunhos para Ministros, 105
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

336

―Não estamos seguros quando tomamos a posição de não querer aceitar qualquer coisa
além daquilo que fixamos como sendo verdade. DEVEMOS TOMAR A BÍBLIA, E INVESTIGÁ-
LA MINUCIOSAMENTE POR NÓS MESMOS. Devemos cavar fundo na mina da Palavra de
Deus à procura da verdade.‖798

Portanto, estes textos nos apresentam uma profunda reflexão quanto a nossa atitude
muitas vezes pré-concebida.

Lendo um texto do livro Educação sobre os últimos acontecimentos, depois que a irmã
White cita as cenas de lutas que ocorrerão após os 4 anjos soltarem os ventos, e que nós
deveremos ter uma perspectiva correta dessas coisas, os sinais relacionados com o fim
da história, e comentar e citar a 4ª praga, os versos de Joel na página 633 de O Grande
Conflito sobre o alarido de guerra, etc. lemos:

―A nós, que nos achamos nas vésperas do seu cumprimento, de quão profunda
importância, de quão vívido interesse, são estes delineamentos de coisas vindouras, fatos
pelos quais, desde que nossos primeiros pais se retiraram do Éden, têm os filhos de Deus
vigiado e esperado, ansiado e orado!‖799 O que a irmã White está dizendo? Que, se no
passado isto interessava aos filhos de Deus, muito mais a nós que agora estamos vivendo
nesta época.

Muitas pessoas (membros e até ministros) questionam que interesse temos em saber se as
pragas serão de um jeito ou de outro, isso não há importância, não vai alterar os fatos.
No entanto a irmã White diz "Se os outros no passado se dedicavam a estudar estes
delineamentos de coisas vindouras, muito mais nós deveremos fazê-lo, às vésperas do
seu cumprimento.‖

Quando Jesus veio pela primeira vez, no período precedente ao primeiro advento,
aconteceu o problema relacionado com interpretação de profecias que fez com que o
povo rejeitasse Jesus. Por que Jesus foi em parte rejeitado pelos sacerdotes e pelo povo?
Eles interpretavam as profecias de que maneira?

798 Review and Herald, 18-06-1889


799 Educação, 182
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

337

Existiam profecias relacionadas com o 1 advento que davam a impressão de que


Jesus viria em glória, eles pensavam que estavam relacionados com as profecias
do 1 advento, e misturavam as profecias umas com as outras, dando a impressão
de que Ele viria como simples ser humano, desprovido de glórias e outras coisas mais.
Houve uma mistura e eles preferiram pegar aquelas profecias relacionadas não com
o 1 advento mas com o 2. Cristo vindo em glória. A má interpretação de profecias
levou muitos deles ao reverso.

Dá impressão de que Satanás procura também criar uma má impressão com relação
aos últimos acontecimentos como um Deus sério, vingativo, martirizando a humanidade
e atormentando os Seus filhos fiéis, trazendo então quem sabe uma má compreensão e
concepção das profecias porque isto faz com que nos afastemos de Deus. Há um perigo
também ao interpretarmos esses assuntos finais, sermos assim envolvidos numa situação
que nos coloque cada vez com mais indisposição de estreitarmos nossa relação com
Deus.

Se Deus vai diretamente provocar essas pragas, a minha confiança nEle não será tão
sólida como se percebo que Ele simplesmente vai permitir que tudo isso aconteça. Aí
minha confiança, a minha admiração, o meu desejo de me aproximar dEle aumentará.
Parece que tudo isso não tem importância, mas tem.

Quem sabe se isto não está indiretamente relacionado com a nossa salvação?

―E o sexto anjo derramou a sua taça sobre o Grande Rio


Eufrates; e a sua água secou-se, para que se preparasse o
caminho dos reis do oriente.‖800

800 Apocalipse 16:12


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

338

―E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso profeta vi sair três


espíritos imundos, semelhantes a rãs. Porque são espíritos de demônios, que fazem
prodígios; os quais vão ao encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a
batalha, naquele grande dia do Deus Todo-poderoso."801

―E os congregaram no lugar que em


hebreu se chama Armagedom.‖802

Secamento do rio Eufrates. Ninguém felizmente em nossa igreja pega isso literalmente.
Tudo indica que o secamento do rio Eufrates tem que ver com um acontecimento
especial naquela região dos países árabes banhados pelo rio Eufrates, sendo este
acontecimento algo que permita os reis do oriente caminhar, avançar em direção a
Israel.

Deverá acontecer ali, naquela região, alguma coisa para permitir a passagem
deste exército numeroso que irá em direção a Israel. A esta altura já estarão se
digladiando. Quem... no território palestino? O rei do norte com a contra ofensiva
do rei do sul. As nações que ainda não caíram sobre o domínio do rei do norte,
sem dúvida dirigidas pelos Estados Unidos.

801 Apocalipse 16:13-14


802 Apocalipse 16:16
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

339

O conflito será ali no território de Israel, não há dúvida nenhuma.

Que acontecimento será este? Não podemos precisar talvez a guerra dos árabes, mas
será um acontecimento que dará possibilidades a este exército numeroso, que não serão
transportados via aérea, não há possibilidades. A China não tem este recurso.

Apocalipse 9 nos dá a idéia da envergadura deste exército.

―E tocou o sexto anjo a sua trombeta, e ouvi


uma voz que vinha das quatro pontas do altar
de ouro, que estava diante de Deus. A qual
dizia ao sexto anjo, que tinha a trombeta: Solta
os quatro anjos, que estão presos junto ao
grande rio Eufrates. E foram soltos os quatro
anjos, que estavam preparados para a hora, e
dia, e mês, e ano, afim de matarem a terça
parte dos homens.‖ 803

Este verso realmente dá a impressão daquela primeira aplicação com relação à queda
de Roma Ocidental, mas o verso seguinte diz: ―E o número dos exércitos dos cavaleiros
era de duzentos milhões; e ouvi o número deles.‖804 (algumas traduções dizem 20 mil
vezes 10 milhares). Qual nação ou qual grupo de nações tem condição de formar um
exército desta envergadura? A Rússia tem? Nenhuma nação nunca teve no passado.
Mas a China juntamente com seus aliados, a raça amarela, (se o Japão vai estar ou a
Índia, não sabemos), mas o fato é que a Bíblia diz que o exército será de 200 milhões.

Na aplicação tradicional do livro Estudos Bíblicos comentando este exército numeroso


diz: ―Em 1453 Maomé 2, o Grande, sultão dos Otomanos, sitiou a capital
[Constantinopla], com um exército que contava mais de 200.000 homens.‖805 Não dá
para satisfazer a interpretação, se a Bíblia diz um exército de 200 milhões.

803 Apocalipse 9:13-15


804 Apocalipse 9:16
805 Estudos Bíblicos, 267
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

340

Finalmente, o GIGANTE ASIÁTICO acordou. Não que estivesse em realidade dormindo,


mas, ao invés, bem atento aguardando sua hora estrategicamente certa de avançar
sobre as nações em luta, já a esta altura bem desgastadas e militarmente enfraquecidas.

Um exército estupendo, como já referido na 6ª Trombeta: ―E o número dos exércitos de


cavaleiros era de duzentos milhões‖...806

Embora tenha a China condições de organizar uma infantaria desse porte, vale lembrar
que, sem dúvida, outras nações próximas e dela aliadas, também avançam sobre o
despojo. Note, para tanto, que está no plural a referência às mesmas: ―O sexto anjo
derramou a sua taça sobre o grande rio Eufrates; e a sua água secou-se, para que se
preparasse o caminho dos reis que vêm do oriente.‖807

Alguns expositores têm proposto que tais ―Reis do Oriente‖ se referem à vinda de Cristo,
na glória de Seu Pai e com todos os santos anjos. Todavia, pondere nas questões abaixo:

1. Em lugar algum da Bíblia há qualquer referência a ANJOS sendo tratados


como ―Reis‖, abrindo assim um precedente importante para que se
admita ―Reis do Oriente‖ se referindo a ―Cristo e Seus Anjos‖. Além do mais,
Deus o Pai, também Rei, permanecerá no Céu. Deveria, pois, tal expressão
estar no singular, referindo-se ao único Rei que se aproxima: Jesus

2. Que ―Eufrates‖ seria esse que, caso não fosse secado, impediria o retorno
de Cristo? A queda dos países árabes, dos povos muçulmanos? De fato,
não há NADA, acontecimento algum na Terra, por grandioso que fosse
que pudesse constituir uma barreira à manifestação de Jesus e Seus Anjos
em glória e imedido poder.

3. Na OPERAÇÃO TIPO, na antiga Babilônia, o secamento literal do Rio


Eufrates deu ensejo não a qualquer interferência dos exércitos celestiais,
mas ao assalto final das tropas inimigas de Babilônia, os Medo-Persas, para
estabelecerem eles o seu sonhado império mundial. Assim, foi com a
BABILÔNIA TIPO e, assim também, tudo nos leva a crer, será com o
ANTÍTIPO, a BABILÔNIA APOCALÍPTICA.

806 Apocalipse 9:16


807 Apocalipse 16:12
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

341

Com respeito ao ―Secamento do Eufrates‖, este acontecimento que dá condições ao


avanço das forças chinesas, uma constatação:

Muito se fala sobre o visível crescimento do ISLAMISMO no mundo, cujo trabalho


de evangelização é feito a ponta de espada, conforme recomenda o Alcorão.
Mas as nações árabes, islâmicas, nunca terão um exército à altura para esta ocasião.
Os povos árabes são pobres, semi-primitivos, embora seus governantes tenham
impressionante soma de dólares para tanto. Falta-lhes também tecnologia suficiente
para a fabricação de armamentos sofisticados, competitivos, em alta escala. Bem como
capacidade para manobrá-los.

De acordo com Apocalipse 16:12 o simbólico Rio Eufrates, significando os povos árabes
ali situados, num contexto de guerra ―SECOU-SE‖, foram anulados, dizimados,
desmantelados. Afinal, o domínio destas nações sem dúvida estava disputadíssimo, tanto
por Babilônia como pelas Nações do Norte, na seguinte conjuntura:

Ganha a Guerra, em grande medida, quem controlar,


quem dispuser de COMBUSTÍVEL para mantê-la.
A razão do “secamento do Eufrates” estaria aí.

Nem o Iraque, nem a Arábia Saudita, nem o Irã, nem a Síria, nem a Turquia têm, juntos,
qualquer força militar expressiva, significativa para serem considerados. Simplesmente
―secaram-se‖ a esta altura, dando agora, plenas condições à China para seu avanço,
não por via aérea ou marítima, já que não dispõe de Marinha ou Força Aérea que se
preze.

A China avança sobre o espólio das nações fustigadas, desgastadas pelo conflito que já
dura meses. Uma infantaria fantástica, com 200 milhões de soldados, enxameando, de
início, os territórios, as nações mais próximas.

Ao que parece, é em decorrência de seus movimentos militares agora iniciados, que a


Rússia se vê em pânico, visto que suas exauridas tropas estão espalhadas em várias
frentes: Na Europa, Oriente Médio, África quem sabe. Daí o registro escatológico:
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

342

―Mas os rumores DO ORIENTE e DO NORTE o espantarão‖...808

Milhões de soldados chineses cruzando as extensas fronteiras russas, num surpreendente


ataque, pela retaguarda.

Por outro lado, contra-ataques pelo flanco ―norte‖, também em sua retaguarda, a
assustam. Provavelmente pelo ―rei do sul‖, via Alasca.

Alguns expositores afirmam que o início do Armagedom ocorre na 6ª Taça apenas, com
o ―Secamento do Eufrates‖. Mas vale lembrar que o SECAMENTO DO EUFRATES DA
BABILÔNIA TIPO CONSTITUIU O ASSALTO FINAL à sua queda, e não o ASSALTO INICIAL.
A queda de sua capital, único e último reduto de resistência aos Medo-Persas,
ocorreu após 2 anos de cerco. Naquela ocasião, todo o território babilônico já havia
sido dominado.

Assim, a 6ª Taça constitui, ao que tudo indica, NÃO O ASSALTO INICIAL DO ARMAGEDOM,
mas o ASSALTO FINAL, em sua 1ª fase, interrompido pelos acontecimentos sobrenaturais
não esperados ou cridos da 7ª Taça. Como já foi bem comentado e respaldado com
textos da Inspiração, O ARMAGEDOM TEVE SEU INÍCIO COM A RETIRADA DO ESPÍRITO
SANTO NO FIM DA GRAÇA. Apenas Sua presença restringia os ―ventos contidos‖ das
―nações iradas‖.

Do Testemunho de Jesus tem-se a garantia complementar da participação da China


nesta última batalha sem vencedores:

...―Homens que pretendem ser cristãos podem defraudar e oprimir os pobres; podem
roubar aos órfãos e viúvas; condescender com seu ódio satânico por não poderem
dominar a consciência dos filhos de Deus; porém Deus trará tudo isto a juízo.
...Porque o juízo será sem misericórdia sobre aquele que não fez misericórdia.‖809
Brevemente estarão perante o Juiz de toda a Terra, para prestar contas pelos sofrimentos
físicos e morais infligidos à Sua herança. ...Deus lhes pagará dobradamente por seus
pecados. Referente a Babilônia, o símbolo da igreja apóstata, diz a Seus ministros de
juízo: ―Os seus pecados se acumularam até ao Céu, e Deus Se lembrou das iniqüidades

808 Daniel 11:44


809 São Tiago 2:13
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

343

dela. Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado, e retribuí-lhe em dobro conforme
as suas obras: no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ela em dobro.‖810

Da ÍNDIA, da ÁFRICA, da CHINA, das ilhas do mar, dos milhões de oprimidos dos países
chamados cristãos, sobe para Deus o clamor do tormento humano. Esse clamor não
permanecerá muito tempo sem ser atendido.‖811

Não olvidemos, pois, que algumas informações da 6ª Trombeta, em sua segunda


aplicação futura, se somam às da 6ª Taça. Transcrevemos, pois, o seu conteúdo:

―O sexto anjo tocou a sua trombeta; e ouvi uma voz que vinha das quatro pontas do
altar de ouro que estava diante de Deus, a qual dizia ao sexto anjo, que tinha a
trombeta: Solta os quatro anjos que se acham presos junto ao grande rio Eufrates.
E foram soltos os quatro anjos que haviam sido preparados para aquela hora e dia e mês
e ano, a fim de matarem a terça parte dos homens. O número dos exércitos dos
cavaleiros era de vinte mil, vezes dez mil; pois ouvi o número deles.‖812

De todas as informações do texto acima, quais dados cabem no futuro, respeitando


sempre os Princípios de Interpretação Profética? Consideremos alguns:

Tradução de Knox ―E o ajuntamento dos exércitos que os seguiam em cavalos


(pois ouvi chamar o seus ajuntamentos) era vinte mil exércitos de dez milhares.‖

Tradução Americana ―O número das hostes de cavaleiros era duas vezes 10.000 vezes
10.000.‖

Revised Standard Version ―O número das tropas de cavalaria era duas vezes dez mil
vezes dez mil.‖

810 Apocalipse 18:5-6


811 Parábolas de Jesus, 178-179
812 Apocalipse 9:13-21
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

344

Este imenso exército, numérico, matemático, de 20.000 vezes 10.000, igual a 200.000.000
de soldados, não está fora da realidade do potencial humano da China. Nenhuma outra
nação teria população suficiente para alistar tal número de soldados em sua infantaria.

Trata-se, ao que tudo indica, de um número bem definido, literal. Se simbólico, convém
lembrar que, quando profecias tratam com números, a realidade-cumprimento é
imensamente superior à predição, o que torna, neste caso específico, impossível um
exército de tal magnitude.

...―e as cabeças dos cavalos eram como cabeças de leões; e DE SUAS BOCAS SAÍA
FOGO, FUMO E ENXOFRE‖...813

Cabe, tal descrição, muito bem para o passado, como para o futuro. Os cavalos
eram os ―carros de guerra‖, os veículos usados pelos soldados na guerra que levou
a derrota à Turquia. No futuro próximo, na 6ª Taça, os veículos da infantaria chinesa
são melhores, e deles também cuspirá ―FOGO‖, ―FUMO‖ e ―ENXOFRE‖.

―Porque o poder dos cavalos está NA SUA BOCA E NAS SUAS CAUDAS.‖ 814

Não há como tomar literalmente estes cavalos destruidores. Não existiram similares em
toda a história. Estes instrumentos de guerra devem ser seriamente adaptados à
realidade. Ainda porque se acrescenta um dado a estes incomparáveis cavalos militares:

“As suas CAUDAS são semelhantes a


SERPENTES, ... e com elas danificam”...

CAUDAS INIGUALÁVEIS estas desses cavalos anômalos. Com elas danificam: Têm
que ser caudas de alta tecnologia...

813 Apocalipse 9:17


814 Apocalipse 9:19
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

345

...―Por estas PRAGAS‖...815

Este dado acima se ajusta melhor no futuro, na 6ª Taça, que no passado. Mas o
interessante é notar, reiteramos, que esta guerra descrita, estes ―FOGOS‖ destruidores,
são aqui nas Trombetas tratados como PRAGAS. É de se considerar atentamente.

...―e NÃO SE ARREPENDERAM‖...816

Situação apenas verificada no futuro, após a Graça, quando não mais haverá
conversões: ―Quem é injusto, continue injusto‖, etc. Tal condição humana é também
destacada em Apocalipse 16:9, 11, na descrição da 4ª e 5ª Taças.

Vale uma observação a esta altura, uma pergunta: Afinal, de que lado, no fim de tudo,
estará UM PAÍS RICO, MAS ORIENTAL, o JAPÃO? Isto mesmo, o Japão, atual aliado da
Babilônia Ocidental. Esta dúvida residual permanecerá até ao tempo em que ele se
posicione se defina. Não há qualquer alusão inspirada a respeito, nem mesmo de
natureza implícita.

Segundo todo o material inspirado de que dispomos, estas são as conclusões mais
razoáveis, mais próximas da realidade, até que outra explicação mais consistente
demonstre o equívoco das mesmas. Todavia, qualquer discordância, qualquer outra
escola de interpretação, deverá considerar absolutamente todos os dados fornecidos
pela Inspiração, de todo este vasto contexto escatológico.

Afinal, todo o diálogo nesta área, é assaz interessante, envolvente, renovador, salutar,
enriquecedor, mantendo-nos a todos sempre ATENTOS, DESPERTOS, RECICLADOS, visto
que... ―NÃO HAVENDO PROFECIAS, O POVO SE CORROMPE‖...817

Assim, no estudo sobre "A Atualidade das Trombetas" e conforme o Espírito de Profecia,
tudo indica uma 2ª aplicação para as Trombetas.

815 Apocalipse 9:18, 20


816 Apocalipse 9:20-21
817 Provérbios 29:18
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

346

TROMBETAS ALVOS PRAGAS ALVOS


1ª Terra 1ª Terra
2ª Mar 2ª Mar
3ª Rios e Fontes 3ª Rios e Fontes
4ª Sol 4ª Sol
Caindo sobre os
Não deveria atingir adoradores da
5ª aqueles que 5ª besta, àqueles que
tiverem o sinal de não têm o sinal de
Deus Deus
6ª Rio Eufrates 6ª Rio Eufrates
Saraiva, terremotos,
Saraiva, terremotos, (abalo das
7ª tempo de destruir 7ª potestades do céu)
os que destroem a tempo de destruir
terra os que destroem a
terra

Vale lembrar (recapitular) que este exército de 200.000.000, somente os reis do oriente
podem formar, ninguém mais.

Este caminho agora avança em direção a Israel. A situação daqueles países que
impediam o avanço chinês modificou-se e agora eles têm condições de passar. Não se
sabe o que vai acontecer em direção a Israel, aproveitar que a Rússia está
aniquilada e os Estados Unidos enfraquecidos é hora de por as mãos em cima.

Isto se pode ver em Ezequiel 39. Mas existe outro comentário nesta 6ª praga que convém
ser novamente mencionado:

―E da boca do dragão, e da boca da besta, e da boca do falso


profeta, vi sair 3 espíritos imundos, semelhantes a rãs. Porque são
espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao
encontro dos reis de todo o mundo, para os congregar para a
batalha, naquele grande dia do Deus Todo-Poderoso."‖818

818 Apocalipse 16:13


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

347

(Para fazer o que?) PARA CONGREGAR OS REIS DO MUNDO TODO. A China não tinha
entrado no conflito geral. Tem que entrar, porque os reis do mundo inteiro vão fazer
parte. Os 3 espíritos imundos fazem este trabalho.

Sobre estes 3 espíritos imundos, O Grande Conflito, diz o seguinte:

―Satanás tem há muito estado a preparar-se para um esforço final a fim de enganar o
mundo. O fundamento de sua obra foi posto na declaração feita a Eva no Éden:
Certamente não morrereis. No dia em que dele comerdes, se abrirão os vossos olhos, e
sereis como Deus, sabendo o bem e o mal. Pouco a pouco ele tem preparado o
caminho para a sua obra-mestra de engano: o desenvolvimento do espiritismo. Até
agora não logrou realizar completamente seus desígnios; mas estes serão atingidos no
fim dos último tempos. Diz o profeta: Vi ... três espíritos imundos semelhantes a rãs. ...São
espíritos de demônios, que fazem prodígios; os quais vão ao encontro dos reis de todo o
mundo, para os congregar para a batalha, naquele dia do Deus Todo-Poderoso.‖819
(Preparando então todas as nações para participarem do Armagedom).

Então a obra mestra de engano do espiritismo no fim dos últimos tempos vai ocorrer na 6ª
praga, porque aqui está citando a 6ª praga. Qual seria esta obra mestra de engano?

―A ira de Satanás aumenta à medida em que o tempo se abrevia, e sua obra de engano
e destruição atingirá o auge no tempo de angústia. Terríveis cenas de caráter
sobrenatural logo se manifestarão nos céus, como indício do poder de demônios,
operadores de prodígios‖... (Logo não será Deus que fará aparecer esses prodígios no
céu). ...―Os espíritos diabólicos sairão aos reis da Terra e ao mundo inteiro, para segurá-los
no engano, e forçá-los a se unirem a Satanás em sua última luta contra o governo do
Céu. Mediante estes agentes, serão enganados tanto governantes como súditos.‖ 820 (Os
espíritos diabólicos sairão de onde? Destas cenas). ―aos reis do mundo inteiro, para
segurá-los no engano, e forçá-los a se unirem a Satanás em sua última luta contra o
governo do Céu.‖

Satanás não quer perder a última batalha contra a Nova Jerusalém com um exército de
200 milhões. Então o que ele vai utilizar na 6ª praga como seu último esforço: PRODÍGIOS.

819 O Grande Conflito, 567


820 O Grande Conflito, 629
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

348

É mencionado que ele vai realizar seu intento na 6ª praga para enganar os reis do
mundo inteiro. De que maneira essas cenas aparecerão no céu? PRODÍGIOS. Quer dizer,
elas irão nos afetar diretamente. Vão ser vistas. Tudo indica que para uma época
científica, enganos científicos.

E depois de comentar essas cenas que ocorrerão no céu no parágrafo seguinte ela diz:
―Como ato culminante no grande drama do engano, o próprio Satanás personificará
Cristo.‖821 A personificação de Cristo não será no tempo de graça como muitos esperam.

PENÚLTIMO engano de Satanás: ―Cenas de caráter sobrenatural ... nos céus.‖822

ÚLTIMO engano de Satanás: Será a personificação de Cristo, não da maneira como ele
veio pela 1ª vez, mas como João viu Cristo em Apocalipse capítulo 1 resplandecendo.

―Como ato culminante no grande drama do engano, o próprio Satanás personificará


Cristo. A igreja tem há muito tempo professado considerar o advento do Salvador como
a realização de suas esperanças. Assim, o grande enganador fará parecer que Cristo
veio. Em várias partes da Terra, Satanás se manifestará entre os homens como um ser
majestoso, com brilho deslumbrante, assemelhando-se à descrição do Filho de Deus
dada por João no Apocalipse 823 A glória que o cerca não é excedida por coisa alguma
que os olhos mortais já tenham contemplado. Ressoa nos ares a aclamação de triunfo:
―Cristo veio! Cristo veio!‖ O povo se prostra em adoração diante dele, enquanto este
ergue as mãos e sobre eles pronuncia uma bênção, assim como Cristo abençoava Seus
discípulos quando aqui na Terra esteve. Sua voz é meiga e branda, cheia de melodia. Em
tom manso e compassivo apresenta algumas das mesmas verdades celestiais e cheias
de graça que o Salvador proferia; cura as doenças do povo, e então, em seu pretenso
caráter de Cristo, alega ter mudado o sábado para o domingo, ordenando a todos
que santifiquem o dia que ele abençoou. Declara que aqueles que persistem em
santificar o sétimo dia estão blasfemando de Seu nome, pela recusa de ouvirem Seus
anjos a eles enviados com a luz e a verdade. É este o poderoso engano, quase
invencível. Semelhantes aos samaritanos que foram enganados por Simão Mago, as
multidões, desde o menor até o maior, dão crédito a esses sortilégios, dizendo: Esta é a
grande virtude de Deus.‖‖824

821 O Grande Conflito, 629


822 O Grande Conflito, 629
823 Apocalipse 1:13-15
824 O Grande Conflito, 629-630; Atos 8:10
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

349

Através de uma leitura superficial, parece que está tudo certo, mas não. O livro
‗O Grande Conflito‘ contém muitíssimas PEDRAS PRECIOSAS OCULTAS daquele que lê
sem atenção. Assim também é com a Palavra de Deus.

Satanás irado pelo pouco que resta, traz para o conflito a China. Ele quer, mas não é ele
sozinho que está fazendo isso. Deus sem dúvida manipulando os acontecimentos e
permitindo também. Até aqui na 6ª praga com participação indireta como já estudamos
anteriormente.

Com essa ação de Satanás, trazendo a China para o território de Israel, ele está
satisfazendo o plano dele, mas involuntariamente está satisfazendo ao plano de Deus.
Qual é o plano de Deus? Joel capítulo 3.

Lembramos e repetimos abaixo o texto em que o Espírito de Profecia cita claramente


(falando deste tempo de angústia os países que participarão do conflito):

―Referente à Babilônia, o símbolo da igreja apóstata, diz a Seus ministros de juízo: ‗Os
seus pecados se acumularam até ao Céu, e Deus Se lembrou das iniqüidades dela.
Tornai-lhe a dar como ela vos tem dado, e retribuí-lhe em dobro conforme as suas obras:
no cálice em que vos deu de beber dai-lhe a ele em dobro‘. Da ÍNDIA, da ÁFRICA, da
CHINA, das ILHAS DO MAR, dos milhões de oprimidos dos países chamados cristãos, sobe
para Deus o clamor do tormento humano. Esse clamor não permanecerá muito tempo
sem ser atendido. Deus purificará a Terra da corrupção moral, porém não por um mar de
água como nos dias de Noé, mas com um mar de fogo, que não será apagado por
artifício humano algum. Haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que
houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o Teu povo, todo aquele
que se achar escrito no livro.‖825

―Congregarei todas as nações (quais as nações? todas as nações. A China que estava
longe, agora está perto) e as farei descer ao vale de Josafá; e ali com elas entrarei em
juízo..."826

825 Parábolas de Jesus, 179; Daniel 12:1


826 Joel 3:2
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

350

―Proclamai isto entre as nações; santificai uma guerra; suscitai os valentes;


cheguem-se, subam todos os homens de guerra.‖ 827 (não é toda a humanidade,
são homens de guerra)

―Forjai espadas das vossas enxadas, e lanças das vossas foices; diga o fraco: Eu sou forte.
Ajuntai-vos, e vinde, todos os povos em redor, e congregai-vos (ó Senhor, faze descer ali
os teus fortes!‖ 828

―Movam-se as nações, e subam ao vale de Josafá; porque ali me assentarei, para julgar
todas as nações em redor.‖ 829 (em redor da Nova Jerusalém)

Isto é a 6ª Praga, preparação para esta ocasião que se dará após o milênio.
Tudo indica que a China na 6ª praga caminha em direção à terra gloriosa,
porque ali Deus vai se assentar para julgar todas as nações em redor da Nova Jerusalém.
Ali mesmo nas planícies do Egito.

Então as seis primeiras pragas representam o abalo das nações iradas. A sétima praga
abalo das potestades do céu e também a terra. 830

No livro ‗Vida e Ensinos‘ diz que essas coisas ocorrem não simultaneamente mas
sucessivamente. Primeiro abalo das nações iradas e depois abalo do sol, lua, estrelas e
também o globo terrestre. ―Então Jesus sairá de entre o Pai e os homens, e Deus não
mais silenciará, mas derramará Sua ira sobre aqueles que rejeitaram Sua verdade. Vi que
a ira das nações, a ira de Deus, e o tempo de julgar os mortos eram acontecimentos
separados e distintos, seguindo-se um ao outro; outrossim, que Miguel não Se levantara e
que o tempo de angústia, tal como nunca houve, ainda não começara. As nações
estão-se irando agora, mas, quando nosso Sumo Sacerdote concluir Sua obra no
santuário, Ele Se levantará, envergará as veste de vingança, e então as sete pragas
serão derramadas.‖ 831

827 Joel 3:9


828 Joel 3:10-11
829 Joel 3:12
830 Vida e Ensinos, 100; O Grande Conflito, 642
831 Vida e Ensinos, 99
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

351

7ª PRAGA
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

352

Sobre o Ar
Hora de Destruir os que Destroem a Terra

―O sétimo anjo derramou a sua taça no AR; e saiu uma grande voz do santuário, da
parte do trono, dizendo: Está feito.‖832

Finalmente, Cristo Se apresenta para por fim a um triste período da história da terra.
Sem dúvida, o mais triste, o mais sofrido. E não poderia ser diferente o modo do
sucumbimento do Reino do Mal, porque fundado em enganosos conceitos. Satanás,
pretendido governante eterno do mundo, é enganado por suas falsas premissas. Por fim,
desmorona o ―gigante pigmeu‖.

Desde os primeiros capítulos temos destacado, como consta no Testemunho de Jesus, a


fundamental dessemelhança da 7ª Taça em relação às anteriores:

Desde a 1ª até a 6ª Taça = Juízos Divinos Indiretos, ou seja, por Permissão Divina.

A 7ª Taça = Juízos Divinos Diretos, ou seja, por Participação Divina.

Lembra-se do que aconteceu na queda da BABILÔNIA TIPO, assim como na de


JERUSALÉM? Seu FIM, a maneira como sucumbiu? Foi apontada por Jesus como TIPO DA
DESTRUIÇÃO DO MUNDO. Este último fato é amplamente confirmado pelo livro O Grande
Conflito, nos capítulos 1 e 39: Destruição Indireta, por PERMISSÃO DIVINA, através de
conflitos armados.

832 Apocalipse, 16:17


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

353

Deve ainda estar lembrado de tão significativa passagem bíblica, escatológica, a


respeito:

―Porque o Senhor Se levantará COMO no monte de PERAZIM, e Se irará, COMO no vale


de GIBEÃO, para fazer a Sua obra, a Sua estranha obra, e para executar o Seu ato, o Seu
estranho ato.‖833

O livro ‗O Grande Conflito’ faz referência a esta passagem no capítulo que trata dos
acontecimentos ligados ao Fim da Graça,834 Vamos à exegese da mesma:

―Porque o Senhor Se levantará‖...835


―Naquele tempo Se levantará Miguel‖...836
Trata-se do mesmíssimo acontecimento: Fim da Graça

―COMO‖: ―Do mesmo modo que‖ (Enciclopédia Mérito)

A. Em Perazim - Guerra entre Davi e os Filisteus, seguida de


INTERVENÇÃO DIRETA DE DEUS.
B. Em Gibeom - Guerra de Josué contra 5 reis cananeus, culminando
com INTERVENÇÃO DIRETA DE DEUS,
com fenômenos sobrenaturais:
Perazim - Sol e Lua se DETIVERAM...
Gibeom - GRANDE SARAIVADA sobre os exércitos inimigos.

Pois bem: Isaías 28:21 está justo afirmando que, no Fim, Deus Se Levantaria COMO em
Perazim e Gibeom. Tudo muito claro. É como se Ele quisesse nos dizer que as coisas, no
final, ocorreriam da mesma FORMA E ORDEM:
(1). Primeiramente uma GUERRA convocada e
permitida por Deus. 837
(2). Finalmente Deus atua diretamente, conforme os
acontecimentos da 7ª Trombeta e 7ª Taça.

833 Isaías 28:21


834 O Grande Conflito, 632
835 Isaías 28:21 pp
836 Daniel 12:1
837 Apocalipse 18:6
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

354

A Pena Inspirada após comentar o ocorrido em Gibeom, ressalta muito bem que assim
será também no fim:

(a) ―Estamos informados de uma MAIOR BATALHA a ter lugar nas cenas finais da
história da Terra quando o Senhor abriu o Seu tesouro, e tirou os instrumentos de
Sua indignação. Entraste tu, pergunta Ele, até aos tesouros da neve, e viste os
tesouros da saraiva, que Eu retenho até o tempo da angústia, até ao dia da peleja
e da guerra? 838
(b) ―O Revelador descreve a destruição que terá lugar quando a ―Grande Voz
do Templo do Céu‖ anunciar: ―Está Feito‖. Diz ele: ―Sobre os homens caiu do
céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento.‖ 839

Observe bem que a primeira parte do parágrafo (a) acima, constitui uma Predição,
enquanto que a segunda (b) corresponde ao Cumprimento. Observe mais que o
acontecimento inicialmente descrito é uma batalha, uma guerra, de maiores proporções
que aquela, seguida da entrada divina em cena na altura da 7ª Taça apenas, após o
anúncio do céu ―Está Feito‖.

Você já percebeu, então, que se a Bíblia e o Espírito de Profecia indicam estes dois
acontecimentos (Gibeom e Perazim) como exemplares, similares, em última análise eles
são TIPOS da forma e seqüência dos Acontecimentos Finais, exatamente assim:

Fim da Graça Volta de Jesus


Guerra Geral Intervenção
Divina

6 Taças 7ª Taça
O Senhor
Se levantará

... como em Perazim, como em Gibeom

Cabe, agora, um pequeno adendo:

Quanto à ocasião exata do cumprimento do acontecimento de ―Se levantará Miguel‖,


destacado em Daniel 12:1, cabe esclarecimentos:

838 Patriarcas e Profetas, 539 – Jeremias 50:25 – Jó 38:22-23


839 Apocalipse 16:17 e 21
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

355

―Naquele tempo Se levantará Miguel, o grande príncipe, que Se levanta pelos filhos do
teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve desde que houve nação
até aquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar
escrito no livro.‖ 840

O contexto subseqüente deixa a impressão que se trata do próprio retorno de Jesus em


glória. Todavia a ressurreição parcial ali citada ocorre APÓS, por conseqüência do Seu
―levantar‖. Também o ―tempo de angústia como nunca houve‖ está situado entre o Fim
da Graça e Sua volta. Portanto, o novo posicionamento de Jesus deve se situar ANTES
dessa ―angústia de Jacó‖ resultante.

Não seria tal erguimento de Miguel exatamente no Fim da Graça, quando deixa de ser
ADVOGADO e Se torna JUIZ do homem? O esclarecimento seguro provém do livro O
Grande Conflito, do capítulo 39, que trata exatamente do Fim da Graça:

...―Naquele tempo Se levantará Miguel, o grande príncipe, que Se levanta pelos filhos do
teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve desde que houve nação
até aquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar
escrito no livro. ... Quando se encerrar a mensagem do terceiro anjo, a misericórdia não
mais pleiteará em favor dos culpados habitantes da Terra. ...Cessa então Jesus de
interceder no santuário Celestial. Levanta as mãos, e com grande voz diz: ‗Está feito‘; e
toda a hoste angélica depõe suas coroas, ao fazer Ele o solene aviso: ‗Quem é injusto,
faça injustiça ainda; e quem é santo, seja santificado ainda.‘841 Todos os casos foram
decididos para vida ou para morte. ...O número de Seus súditos completou-se;‖...842

É evidente que apenas a 7ª Praga é resultante de uma AÇÃO DIRETA DE DEUS.


Observável pela evidência intrínseca. Portanto, esta INTERVENÇÃO DIVINA, apenas
na 7ª Taça, torna-a DIFERENTE em sua NATUREZA e CARÁTER:

840 Daniel 12:1


841 Apocalipse 22:11
842 O Grande Conflito, 619
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

356

As 6 anteriores acontecem, como foi já vastamente


observado, por PERMISSÃO DIVINA.
A 7ª e Final, por PARTICIPAÇÃO.

Veja o comentário do Espírito de Profecia quanto a este período:

―Precisamos estudar o derramamento da 7ª Taça. Os Poderes do Mal não darão por


encerrado o conflito SEM UMA PELEJA. Mas, a Providência Divina tem uma parte a
desempenhar na Batalha do Armagedom.‖ 843

A exegese deste texto nos diz que Deus tem uma participação nas Taças: na 7ª,
enquanto que os poderes do mal, nas anteriores, que correspondem a uma PELEJA, ou
GUERRA.

A declaração inspirada que confirma a ausência do elemento sobrenatural nas seis


primeiras pragas é bem explícita e, portanto, decisiva, conclusiva, final.

―Assim se mostrou o último dos sinais de Sua vinda,


relativamente aos quais Jesus declarou a Seus
discípulos: Quando virdes todas estas coisas, sabei
que está próximo, às portas.844 Depois destes sinais
João contemplou, como o grande acontecimento a
seguir imediatamente, o céu retirando-se como
pergaminho que se enrola, enquanto a Terra tremia,
montanhas e ilhas se moviam dos lugares, e os ímpios
procuravam, aterrorizados, fugir da presença do Filho do homem.‖ 845

O texto acima deixa claro, que após o último dos sinais, de natureza sobrenatural,
a Queda de Estrelas de 1833, os seguintes acontecimentos sobrenaturais seriam estes
mencionados no fim do texto, que correspondem a eventos específicos da 7ª Praga.

843 Manuscript 175, 1899


844 São Mateus, 24:33
845 O Grande Conflito, 334 – Apocalipse 6:12-17
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

357

Assim a Queda das Estrelas, de 1833, foi o último FENÔMENO SOBRENATURAL, sob a
INTERVENÇÃO DIRETA DE DEUS. Por ter sido no Tempo da Graça, como advertência, foi
chamado SINAL.

Então, o mesmo texto aponta ‗O CÉU RETIRANDO-SE COMO PERGAMINHO‘ como o


próximo e seguinte acontecimento, sob a atuação Divina, e de natureza também
SOBRENATURAL, evidente. Ou seja; A SEGUINTE INTERVENÇÃO DIRETA DE DEUS, e portanto
SOBRENATURAL, após 1833 seria O CÉU SE ENROLANDO. E tal ocorrência se dará pelo soar
da Voz de Deus, exatamente na 7ª Taça. Leia e releia o texto do Grande Conflito, e
perceba que este comentário, esta exegese é fidelíssima. Não há absolutamente outro
sentido.

O que fica evidente no citado texto? Fica claro, muito claro, que ...

OS ACONTECIMENTOS DA 1ª à 6ª TAÇAS FORAM, pelo mesmo texto,


PASSADOS POR CIMA, OMITIDOS COMO EVENTOS SOBRENATURAIS.

E se não foram considerados sobrenaturais, não podem absolutamente ser literais. Sobra
apenas, portanto, uma só alternativa:

1ª à 6ª
Taças SÃO SIMBÓLICAS POR INFERÊNCIA !

Não há nenhuma violência aos PRINCÍPIOS DE INTERPRETAÇÃO PROFÉTICA considerar as


Seis Primeiras Taças Figuradas e a 7ª Taça Literal, em razão de sua ORIGEM e NATUREZA
completamente diferentes:

1. AS SEIS TAÇAS DESCREVEM PARTES, ETAPAS DE UM MESMO


ACONTECIMENTO: - Os Fatos e os Efeitos de uma 3ª Guerra Mundial.

2. A 7ª TAÇA DESCREVE ÍTENS DE OUTRO ACONTECIMENTO: - Os Atos e os


Efeitos da final e conclusiva atuação Divina.
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

358

6 TAÇAS 7ª TAÇA

SARAIVADAS
GUERRA MUNDIAL TERREMOTOS
CÉU ENROLANDO

Destruição por meios Destruição Sobrenatural


NATURAIS pela AÇÃO DIVINA

As 6 Taças Formam um Conjunto Fechado


As 6 Taças Têm uma mesma Origem: Forças do Mal
As 6 Taças Resultam de Acontecimentos NATURAIS

A 7ª Taça Forma outro Conjunto Fechado


A 7ª Taça Tem outra Origem: Forças do Bem
A 7ª Taça Resulta de Acontecimentos SOBRENATURAIS

A ÚNICA CORRELAÇÃO consiste em estarem os


acontecimentos da 7ª Taça ENCOSTADOS, em seqüência
ao CONJUNTO UNITÁRIO das 6 TAÇAS.

AS 6 TAÇAS são 6 FLAGRANTES, 6 FOTOS de


UM SÓ CONJUNTO DE ACONTECIMENTOS,
em seis diferentes momentos.

A 7ª TAÇA é 1 FLAGRANTE, 1 FOTO de OUTRO


conjunto de acontecimentos, diferenciados pela sua origem e natureza.

Assim, o CONJUNTO DAS 6 TAÇAS e o CONJUNTO DA 7ª TAÇA são totalmente DISTINTOS e


INDEPENDENTES. ELES NÃO SÃO INTERDEPENDENTES. É isto.

Há ainda mais alguns esclarecimentos a respeito da 7ª Taça. Mais um pouco de LUZ nos é
trazida pela Inspiração:

―Precisamos estudar o derramamento da sétima taça. Os poderes do mal não darão por
encerrado o conflito sem uma peleja. Mas a Providência divina tem uma parte a
desempenhar na batalha do Armagedom‖...846

846 Manuscrito 175, 1899 - EGW


Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

359

Ora, o texto é elucidador. Se estamos sendo convidados a estudar a 7ª Taça


para que percebamos ter Deus também uma participação nos eventos finais, na
7ª TAÇA, está aí no texto implícito que Ele não participa diretamente dos acontecimentos
das SEIS TAÇAS ANTERIORES, provocados pelos poderes do mal. Também está implícito
que o Armagedom (1ª fase) culmina na 7ª Taça, tendo tido seu início desde a 1ª Taça.
Das 7 partes do Armagedom, Deus reservou a 7ª e última para Si.

Mais informações cristalinas que corroboram esta linha de esclarecimentos Inspirados,


transcrevemos abaixo, a respeito da participação direta de Deus apenas nos negócios
da 7ª Taça:

―As profundidades da terra são o arsenal do Senhor‖...847

―E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e um grande terremoto, como nunca tinha


havido, desde que há homens sobre a Terra; tal foi este tão grande terremoto.‖ 848

―Assim destruirá Deus os ímpios da Terra‖...849

Esta intervenção divina ocorre apenas na Sétima Taça, prestando-se como indicadora
deste fato a referência acima feita a Apocalipse 16:18, 20-21.

Como pois se observou, nos textos acima, apenas é indicada a PARTICIPAÇÃO DIVINA
na altura da 7ª Taça. Nenhuma informação existe no Espírito de Profecia apontando Deus
atuando diretamente nas Taças anteriores.

Vamos prosseguir nas considerações à 7ª Taça.

Transcrevemos juntos, os seguintes textos por se corresponderem, com informações que


se somam a 7ª Trombeta e a 7ª Taça:

847 Patriarcas e Profetas, 107


848 Patriarcas e Profetas, 108 – Apocalipse 16:18, 20-21
849 Patriarcas e Profetas, 109
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

360

7ª Trombeta ―E tocou o sétimo anjo a sua trombeta, e houve no céu grandes vozes ...E
iraram-se as nações, e veio a Tua ira, e o tempo dos mortos para que sejam julgados, e o
tempo de dares o galardão aos profetas, teus servos, e aos santos, e aos que temem o
teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra. E
abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca do seu concerto foi vista no seu templo; e
houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva.‖850

7ª Taça ―E o sétimo anjo derramou a sua taça no ar, e saiu grande voz do templo do céu,
do trono, dizendo: Está feito. E houve vozes, e trovões, e relâmpagos, e um grande
terremoto, como nunca tinha havido desde que há homens sobre a terra; tal foi este tão
grande terremoto. E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações
caíram; e da grande Babilônia se lembrou Deus, para lhe dar o cálice do vinho da
indignação da sua ira. E toda a ilha fugiu; e os montes não se acharam. E sobre os
homens caiu do céu uma grande saraiva, pedras do peso de um talento; e os homens
blasfemaram de Deus por causa da praga da saraiva: porque a sua praga era mui
grande.‖851

São vários ACONTECIMENTOS SOBRENATURAIS aí destacados, antes que se manifeste o


FULGOR DO APARECIMENTO DE JESUS NOS CÉUS:

7ª Trombeta 7ª Taça
1. Tua Ira 1. Cálice da Sua Ira
2. Tempo de destruíres... 2.
3. Houve vozes 3. Houve vozes
4. Relâmpagos, trovões 4. Trovões e relâmpagos
5. Terremotos 5. Grande terremoto
6. Grande saraiva 6. Grande saraivada
7. 7. A Grande cidade fendeu-se em 3
8. 8. As cidades das nações caíram

850 Apocalipse 11:15, 18-19


851 Apocalipse 16:17-21
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

361

Em perfeita harmonia com todas as demais declarações da Escritura e da Pena Inspirada


está o texto abaixo, extraído do capítulo ―O Livramento dos Justos‖, o qual trata, em sua
primeira parte, dos acontecimentos da 7ª Taça, precedendo o aparecimento de Jesus
nos céus:

―Tudo na Natureza parece desviado de seu curso. As correntes de água deixam de fluir.
Nuvens negras e pesadas sobem e chocam-se umas nas outras. Em meio dos céus
agitados, acha-se um espaço claro de glória indescritível, donde vem a voz de Deus
como o som de muitas águas, dizendo: ―Está feito‖. Essa voz abala os céus e a Terra. Há
um grande terremoto ‗como nunca tinha havido desde que há homens sobre a Terra: tal
foi este tão grande terremoto.‖ 852

Este texto destaca uma série de acontecimentos SOBRENATURAIS da 7ª Taça, apenas a


partir dela, quando A VOZ DE DEUS declara: ―Está Feito‖.

1. Correntes d‘água deixam de fluir


2. Céus e Terra abalados 853
3. A Terra inteira se agita:
a) Grande terremoto
b) Furacão
c) Maremotos
d) Cidades e portos marítimos são tragados
4. Grandes pedras de saraiva
5. ―Os céus se enrolam como pergaminho‖ 854

Interessante notar a expressão da 7ª Trombeta, enfatizada na 7ª Taça:

VEIO A TUA IRA - Este destaque é significativo, indicando, como se vê na relação de


acontecimentos, a ATUAÇÃO DIRETA DE DEUS, APENAS NESTA
OCASIÃO.

852 O Grande Conflito, 642 – Apocalipse 16:18


853 Vida e Ensinos, 110
854 O Grande Conflito, 647 – Apocalipse 6:14
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

362

HOUVE VOZES - Veja a razão porque o substantivo está no plural. O Testemunho de Jesus
a elas se refere:

(1ª voz) ―É ouvida pelo povo de Deus UMA VOZ clara e melodiosa, dizendo:
‗Olhai para cima‘‖...855

(2ª voz) ...―Novamente se ouve UMA VOZ, melodiosa e triunfante, dizendo:


Eles vêm! Eles vêm! Santos, inocentes e incontaminados‖...856

(3ª voz) ...―Em meio dos céus agitados, acha-se um espaço claro de glória
indescritível, donde vem a VOZ DE DEUS, ...dizendo ‗Está feito‘‖...857

(4ª voz) ―A VOZ DE DEUS é ouvida do céu, declarando o dia e a hora da vinda
de Jesus‖...858

(5ª voz) ...―Ouve-se, então, A VOZ DE DEUS dizendo: A minha Graça te basta‖...859

(6ª voz) ...―A VOZ DO FILHO DE DEUS chama os santos que dormem. Ele olha
para a sepultura dos justos e, levantando as mãos para o céu, brada:
Despertai, despertai, despertai, vós que dormis no pó, e surgi!‖...860

A GRANDE CIDADE FENDE-SE EM 3 PARTES - Não há dúvida, pelos acontecimentos da


5ª Taça, explicados em Apocalipse 18, que O TRONO DA BESTA, ROMA, ali foi, naquela
ocasião, exterminado, destruído.

Mas a 7ª Taça volta a falar da ‗Grande Cidade‘ agora fendida em 3 partes. Como
entender este aparente antagonismo?

855 O Grande Conflito, 642


856 O Grande Conflito, 642
857 O Grande Conflito, 642
858 O Grande Conflito, 646
859 O Grande Conflito, 647
860 O Grande Conflito, 649
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

363

* Uma divisão física em três partes não tem qualquer


possibilidade, sentido e objetivo. Além do mais, desde a
Quinta Taça, aquela cidade já não existe.

* Roma, o trono da besta, foi destruída no fogo, destruição


rápida ‗com ímpeto‘ e ‗NÃO FOI MAIS ACHADA‘.

* Mas esta ―outra‖ GRANDE CIDADE foi dividida, em 3


partes.

BABILÔNIA é um termo usado em Apocalipse para designar ora ―As Principais Igrejas dos
EUA‖861, ora a ―Igreja Católica Mundial‖862, ora ―As Várias Organizações que Constituem
Babilônia‖863, ora apenas ―SUA CAPITAL, ROMA‖864. Isto mesmo ocorre com a ―Esposa do
Cordeiro‖, ora se referindo à Nova Jerusalém, ora ao Reino de Cristo, a Nova Terra.

‗Ipso facto‘, se a Capital de Babilônia, Roma, foi destruída pelos oprimidos por ela, em
um Conflito Mundial, como já vimos então ―esta grande cidade‖ referida na 7ª Taça só
pode se aplicar ao IMPÉRIO BABILÔNICO MUNDIAL, ainda vivo. Semi-destruído mas
sobrevivendo. Aliás, o verso nos dá um complemento que merece nota:

―E a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram, e da


GRANDE BABILÔNIA Se lembrou Deus‖...865

Com a 7ª Taça todas as cidades serão fisicamente eliminadas. Tudo indica então que
tanto ―CIDADE‖ como as ―TRÊS PARTES‖ têm sentido figurado. (Permita-nos mais um
exercício de exegese, na tentativa de elucidação):

GRANDE CIDADE: IMPÉRIO BABILÔNICO MUNDIAL


3 PARTES: DISSOLUÇÃO DA ALIANÇA TRÍPLICE ENTRE
CATOLICISMO, PROTESTANTISMO e ESPIRITUALISMO

Não se trata da divisão física desse Sacro Império Apocalíptico entre os 3 reis que
disputavam a soberania: REI DO SUL, REI DO NORTE e DO ORIENTE. Ao aparecer Jesus no
Céu, nesta ocasião, assim destaca a Inspiração, a respeito do Conflito Mundial que até
então prosseguia:

861 Apocalipse 14
862 Apocalipse 17
863 Apocalipse 18 – O Grande Conflito, 609
864 Apocalipse 17:18
865 Apocalipse 16:19
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br

364

―Cessaram os gracejos escarnecedores. Cerraram-se os lábios mentirosos. O CHOQUE


DAS ARMAS, o TUMULTO DA BATALHA com ruído, e os vestidos que rolavam no sangue
silenciaram.‖866

Sim, a 3ª Guerra Mundial, que eclodiu com a retirada do Espírito Santo, só cessa e finaliza
ao contemplarem todos os sobreviventes a figura de Jesus nos céus.

Tudo nos leva a crer que a expressão ―e a grande cidade se dividiu em 3 partes‖
signifique a dissolução da tríplice aliança e a ruína do malfadado Império Babilônico
Mundial:

A CAPITAL: Destruída por seus inimigos, na 5ª Taça


O IMPÉRIO: Eliminado por Deus na 7ª Taça

Agora sim, ao ser ouvida pelo povo de Deus a voz de Jesus dizendo ―A Minha Graça te
Basta‖, cessam definitivamente nossas angústias, opressões, suspiros, ansiedades,
clamores, tristezas, lágrimas de toda sorte. É o fim do grande e prolongado pesadelo.

Esta voz, como num passe de mágica, num rápido ―click‖, realiza a tão sonhada
aspiração de todos os verdadeiros cristãos ainda vivos:

―Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade, e que isto que
é mortal se revista da imortalidade.‖867

Só então, e apenas então, poderemos com propriedade dizer: ESTOU REALIZADO! Não
mais atormentados também pela corrupção íntima. Chegou o tão sonhado estado de
perfeição interior.

Assim, como já foi dito, todas as Predições Escatológicas Apocalípticas formam um


CONJUNTO COESO, com plena e harmoniosa cobertura da Pena Inspirada. Isto tem um
grande significado, que os bons olhos não podem deixar de perceber.

866 O Grande Conflito, 647 – Isaías 9:5


867 I Coríntios 15:53
Material de Análise e Estudo sobre Excertos da Escatologia Bíblica
Centro de Estudos EGW de Curitiba – www.escatologia.com.br