Você está na página 1de 2

Página |1

FICHA DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM

CLASSIFICAÇÃO:

______________________________
UFCD: 7225- Estado de saúde- abordagem geral
FORMADOR(A): Silvana Carvalho
em contexto domiciliário

FORMANDO(A):

1. Leia com atenção as afirmações e responda com um “V” se considerar afirmação


verdadeira ou um “F” se considerar afirmação falsa. (20 valores)
1 O Técnico/a de Apoio Familiar e à comunidade tem como funções principais prestar
cuidados de apoio direto a indivíduos no domicílio ou em contexto institucional,
nomeadamente idosos, pessoas com deficiência e pessoas com outro tipo de
dependência funcional temporária ou permanente.
2 O Socorrista é toda e qualquer pessoa com habilitação para prestar socorro quando
exerce este ato.
3 É necessário saber atuar com eficácia e prontidão, tendo sempre em mente a idade
da vítima, pois o socorro em algumas situações é diferente.
4 Basicamente devem existir dois tipos de procedimento/atitude:
• O que se sabe, se pode e se deve fazer.
• O que não se sabe, não pode e não deve fazer.
5 O SAD é a resposta social que consiste na prestação de cuidados e serviços a
famílias e ou pessoas que se encontrem em meio institucional.
6 Os colaboradores do SAD devem planificar o apoio na assistência medicamentosa
em função da maior ou menor autonomia do cliente.
7 Os colaboradores do SAD podem administrar medicamentos (via oral e tópica) sem
a apresentação de prescrição médica ou declaração de responsabilidade do cliente
e/ou pessoa significativa.
8 Através da via oral-sublingual, a absorção torna-se muito mais rápida, passando
diretamente para a circulação geral.
9 A via oral está contra-indicada em doentes com vómitos, diarreia e inconscientes.
10 Qualquer medicamento oftálmico deve ser colocado diretamente na córnea, pois,
evita desconforto.
Página |2

11 A via nasal é usada para tratar infeções, alívio congestão nasal ou como
anestésicos e antissépticos.
12 A via retal tem função na ação local e na ação sistémica.
13 A via intramuscular é é usada em reações de hipersensibilidade.
14 No caso de o cliente ser diabético, os registos de controlo da glicémia são
registados, datados e assinados no livro do diabético.
15 Todos os medicamentos devem ter a informação do prazo de validade e serem alvo
de controlo.
16 Na ventilação ocorre a entrada de ar rico em oxigénio para os pulmões (expiração)
e a eliminação de ar rico em dióxido de carbono para o meio ambiente (inspiração).
17 As intoxicações acidentais são a terceira causa de lesão não intencional nas
pessoas com mais de 65 anos.
18 Em caso de intoxicação por via digestiva, deve-se provocar o vómito da vítima, por
exemplo, desencadeando o seu estímulo através da introdução de um par de dedos
na garganta.
19 Se por acaso houver um engasgo é importante não estimular a pessoa engasgada
a empurrar o objeto, é necessário tossir e induzir o vómito.
20 O envenenamento pode advir de várias causas, como picadas de insetos,
mordeduras de répteis, asfixia por inalação de gases e alimentos estragados.
21 O sistema integrado de emergência médica (SIEM) é um conjunto de meios e ações
que visa uma resposta atempada a qualquer ocorrência em que exista risco de vida.
22 Fazem parte do SIEM as fases de deteção, alerta, pré-socorro, socorro, transporte e
tratamento/ hospital.
23 A sigla INEM significa Instituto Nacional de Emergência Médica.
24 O 112 é o Número Europeu de Emergência, sendo comum, para além da saúde, a
outras situações, tais como incêndios, assaltos, etc.
25 O número 112 DEVE ser SÓ utilizado em situações de Emergência.

Boa Sorte!!!