Você está na página 1de 3

Estrututa de coberturas

As telhas que compõem o telhado necessitam de uma estrutura que as suportem, fornecendo as
condições de estabilidade à cobertura. A estrutura é composta por uma trama de elementos
estruturais, mais ou menos complexa, de acordo com o tipo de telha que tenha que suportar.
A estrutura de um telhado pode ser executada com diversos materiais, tais como:
• madeira;
• concreto (normalmente pré-moldado);
• metálica (aço, alumínio);
• sem estrutura (cobertura auto-portante).

A maioria das coberturas executada no Brasil é em estrutura de madeira, porém coberturas em


estrutura metálica ou pré-moldadada de concreto têm grande aplicação em obras de galpões
industriais. Cobertura com telhas autoportante são normalmente usadas em obras industriais que
requerem grandes vãos livres.

Estrutura de concreto pré-moldado:

As estruturas de concreto apresentam-se como alternativas às estruturas de


madeira, principalmente devido à escassez e conseqüente aumento do preço da madeira e pressões
da sociedade relativas à preservação do meio ambiente. Além disso, a utilização de peças pré-
fabricadas potencialmente aumenta o grau de industrialização, otimizando a produtividade e
qualidade na construção de telhados.
Estrutura de madeira

Os elementos das estruturas convencionais dos telhados, especialmente os telhados de habitações


residenciais, são construídos de madeira Todos os elementos utilizam geralmente a peroba como
madeira padrão, por ser mais resistente ao apodrecimento e também por não ser tão dura quanto o
ipê e a cabreúva, entre outras razões.

A ligação da estrutura do telhado ao edifício pode ser feita através de:


- amarração com aço de construção dobrado e torcido;
- amarração com aço de construção dobrado e pregado;
- amarração com chapa metálica com uma haste parafusada ou pregada

Estrutura metálica

O uso de estrutura metálica é bastante comum em edifícios industriais e em galpões, seja sob a
forma de treliças planas e vigas a elas perpendiculares (terças), usualmente feitas em aço, seja sob
a forma espacial, constituída por elementos tubulares, em aço ou alumínio.

O sistema construtivo multiviga está apto para utilizar qualquer tipo de telha,
principalmente as de cerâmica, e pode ser utilizado em coberturas com inclinações de até 40%. A
possibilidade de utilização de várias inclinações abre amplas opções arquitetônicas.

Estutura auto-portante

A Cobertura Autoportante tem se mostrado um dos sistemas de cobertura mais modernos e


eficientes encontrados no mercado. Tem aplicações diversas como pavilhões industriais e
comerciais, estádios, ginásios de esportes, postos de gasolina, estacionamentos, galpões rurais,
depósitos, terminais rodoviários e outros, propicia absoluta segurança, rapidez de montagem.
Adapta-se perfeitamente a qualquer tipo de construção em estrutura de concreto, metálica ou de
madeira, podendo ser plana, arqueada, em shed ou ainda ser utilizada em fechamentos laterais.
Podem ser fixados à cobertura, mediante consulta, forros, dutos de ar condicionado, eletrodutos e
luminárias, através de suportes fixos nos próprios parafusos componentes do telhado.

isulamentos das cobertura

O isolamento térmico de cobertura, consiste basicamente na aplicação de camadas de revestimento


reflexivo de base acrílica que são constituídas por elementos com a capacidade de refletir os raios
solares e isolar a temperatura nas coberturas, não permitindo que o calor atinja o telhado de
maneira direta.

Esse processo de isolamento térmico de cobertura é possível pois, o revestimento térmico utilizada
tem em sua composição química, elementos com uma enorme capacidade de refletância solar,
além de micro-esferas cerâmicas que devolvem a fonte geradora, o calor que seria transferido para
a cobertura.

A aplicação de revestimento térmico nas coberturas que são atingidas diretamente pelos raios
solares diminui entre 30% à 45% a temperatura nos ambientes abaixo, capacidade de acabar
praticamente por completo com os raios UV, refletir os raios solares e acabar proporcionando uma
economia de energia elétrica em ambientes que utilizam ar-condicionado ou câmaras frigoríficas.

Cuidados a ter sobre higiene saùde e seguraça no trabalho


a) Antes do início das atividades deve-se efetuar DDS ( Diálogo Diário de Segurança) com os
empregados, abordando os riscos envolvidos e as recomendações de segurança.
b) Sinalizar toda área de trabalho envolvendo a atividade inerente a execução dos serviços.
c) Os profissionais envolvidos em operação de máquinas e equipamentos de corte devem ser
qualificados e habilitados para desenvolverem as atividades, portando identificação visível, que o
qualifica.
d) Antes do início das atividades o setor de segurança do trabalho inspecionará as maquinas e
ferramentas,.
e) Para realização dos serviços, todos os colaboradores deverão utilizar os EPIs básicos e os
especiais, quando for necessário, em conformidade com as Análises de Riscos específicas,
elaboradas para a realização destas tarefas.
f) Durante a execução dos serviços, haverá o acompanhamento do técnico de segurança, que
colocará em pratica as