Você está na página 1de 1817

Literatura de Serviço

Caminhões

303-14 - ISB4 4,5l - ISB6 6,7l - ISL 8,9l - TESTE PONTO A PONTO
aplicação: 816 / 1319 / 1519 / 1719 / 1723 / 2423 / 2429 / 2623 / 2629 / 3133 / 1933 / 1933R

INSTRUÇÕES GERAIS................................................................................. 0006


INSTRUÇÕES GERAIS DE REPAROS.................................................................. 0008
DIAGNÓSTICO DE CÓDIGOS DE FALHA............................................................. 0009
CÓDIGO DE FALHA 111............................................................................... 0036
CÓDIGO DE FALHA 115............................................................................... 0041
CÓDIGO DE FALHA 122............................................................................... 0045
CÓDIGO DE FALHA 131............................................................................... 0059
CÓDIGO DE FALHA 132............................................................................... 0073
CÓDIGO DE FALHA 133............................................................................... 0090
CÓDIGO DE FALHA 134............................................................................... 0103
CÓDIGO DE FALHA 135............................................................................... 0119
CÓDIGO DE FALHA 141............................................................................... 0133
CÓDIGO DE FALHA 143............................................................................... 0149
CÓDIGO DE FALHA 144............................................................................... 0154
CÓDIGO DE FALHA 145............................................................................... 0168
CÓDIGO DE FALHA 146............................................................................... 0181
CÓDIGO DE FALHA 151............................................................................... 0186
CÓDIGO DE FALHA 153............................................................................... 0191
CÓDIGO DE FALHA 154............................................................................... 0205
CÓDIGO DE FALHA 155............................................................................... 0218
CÓDIGO DE FALHA 195 (SENSOR DE 2 FIOS)...................................................... 0223
CÓDIGO DE FALHA 195 (SENSOR DE 3 FIOS)...................................................... 0236
CÓDIGO DE FALHA 249............................................................................... 0248
CÓDIGO DE FALHA 256............................................................................... 0262
CÓDIGO DE FALHA 269............................................................................... 0274
CÓDIGO DE FALHA 271............................................................................... 0279
CÓDIGO DE FALHA 272............................................................................... 0292
CÓDIGO DE FALHA 281............................................................................... 0307
CÓDIGO DE FALHA 285............................................................................... 0314
CÓDIGO DE FALHA 286............................................................................... 0328
CÓDIGO DE FALHA 287............................................................................... 0341
CÓDIGO DE FALHA 288............................................................................... 0350
CÓDIGO DE FALHA 291............................................................................... 0359

1
Literatura de Serviço
Caminhões
CÓDIGO DE FALHA 295............................................................................... 0372
CÓDIGO DE FALHA 319............................................................................... 0384
CÓDIGO DE FALHA 322............................................................................... 0396
CÓDIGO DE FALHA 323............................................................................... 0411
CÓDIGO DE FALHA 324............................................................................... 0425
CÓDIGO DE FALHA 325............................................................................... 0439
CÓDIGO DE FALHA 331............................................................................... 0454
CÓDIGO DE FALHA 332............................................................................... 0469
CÓDIGO DE FALHA 334............................................................................... 0484
CÓDIGO DE FALHA 343............................................................................... 0494
CÓDIGO DE FALHA 351............................................................................... 0512
CÓDIGO DE FALHA 352............................................................................... 0522
CÓDIGO DE FALHA 386............................................................................... 0535
CÓDIGO DE FALHA 415............................................................................... 0542
CÓDIGO DE FALHA 418............................................................................... 0547
CÓDIGO DE FALHA 428............................................................................... 0552
CÓDIGO DE FALHA 429............................................................................... 0567
CÓDIGO DE FALHA 435 (SENSOR)................................................................... 0580
CÓDIGO DE FALHA 435 (INTERRUPTOR)........................................................... 0590
CÓDIGO DE FALHA 436............................................................................... 0600
CÓDIGO DE FALHA 441............................................................................... 0612
CÓDIGO DE FALHA 442............................................................................... 0627
CÓDIGO DE FALHA 449............................................................................... 0634
CÓDIGO DE FALHA 451............................................................................... 0642
CÓDIGO DE FALHA 452............................................................................... 0659
CÓDIGO DE FALHA 471............................................................................... 0675
CÓDIGO DE FALHA 498............................................................................... 0680
CÓDIGO DE FALHA 499............................................................................... 0688
CÓDIGO DE FALHA 545............................................................................... 0696
CÓDIGO DE FALHA 553............................................................................... 0703
CÓDIGO DE FALHA 554............................................................................... 0713
CÓDIGO DE FALHA 559 (ISB, ISD, ISF)............................................................. 0722
CÓDIGO DE FALHA 559 (ISC, ISL , ISX, ISZ)....................................................... 0745
CÓDIGO DE FALHA 584............................................................................... 0771
CÓDIGO DE FALHA 585 (NÃO APLICADO).......................................................... 0784
CÓDIGO DE FALHA 596............................................................................... 0798
2
Literatura de Serviço
Caminhões
CÓDIGO DE FALHA 597............................................................................... 0805
CÓDIGO DE FALHA 598............................................................................... 0817
CÓDIGO DE FALHA 649............................................................................... 0828
CÓDIGO DE FALHA 686 (NÃO APLICADO).......................................................... 0833
CÓDIGO DE FALHA 687 (NÃO APLICADO).......................................................... 0848
CÓDIGO DE FALHA 688 (NÃO APLICADO).......................................................... 0865
CÓDIGO DE FALHA 689............................................................................... 0870
CÓDIGO DE FALHA 691 (NÃO APLICADO).......................................................... 0888
CÓDIGO DE FALHA 692 (NÃO APLICADO).......................................................... 0900
CÓDIGO DE FALHA 693 (NÃO APLICADO).......................................................... 0911
CÓDIGO DE FALHA 697............................................................................... 0921
CÓDIGO DE FALHA 698............................................................................... 0926
CÓDIGO DE FALHA 699............................................................................... 0931
CÓDIGO DE FALHA 731............................................................................... 0936
CÓDIGO DE FALHA 778............................................................................... 0943
CÓDIGO DE FALHA 1117............................................................................. 0961
CÓDIGO DE FALHA 1239............................................................................. 0979
CÓDIGO DE FALHA 1241............................................................................. 0993
CÓDIGO DE FALHA 1242............................................................................. 1009
CÓDIGO DE FALHA 1668 (ASSISTIDO A AR) (NÃO APLICADO).................................... 1024
CÓDIGO DE FALHA 1669 (NÃO APLICADO)......................................................... 1041
CÓDIGO DE FALHA 1671............................................................................. 1057
CÓDIGO DE FALHA 1673............................................................................. 1062
CÓDIGO DE FALHA 1677 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1067
CÓDIGO DE FALHA 1678 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1080
CÓDIGO DE FALHA 1679 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1093
CÓDIGO DE FALHA 1681............................................................................. 1105
CÓDIGO DE FALHA 1682 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1110
CÓDIGO DE FALHA 1683 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1129
CÓDIGO DE FALHA 1684 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1143
CÓDIGO DE FALHA 1694............................................................................. 1155
CÓDIGO DE FALHA 1695............................................................................. 1161
CÓDIGO DE FALHA 1696............................................................................. 1169
CÓDIGO DE FALHA 1697............................................................................. 1179
CÓDIGO DE FALHA 1698............................................................................. 1188
CÓDIGO DE FALHA 1711............................................................................. 1203
3
Literatura de Serviço
Caminhões
CÓDIGO DE FALHA 1712............................................................................. 1216
CÓDIGO DE FALHA 1713............................................................................. 1224
CÓDIGO DE FALHA 1848............................................................................. 1233
CÓDIGO DE FALHA 1852............................................................................. 1245
CÓDIGO DE FALHA 1887............................................................................. 1250
CÓDIGO DE FALHA 1911 (ISB, ISD, ISF)............................................................ 1260
CÓDIGO DE FALHA 1911 (ISC, ISL)................................................................. 1275
CÓDIGO DE FALHA 2182............................................................................. 1291
CÓDIGO DE FALHA 2183............................................................................. 1305
CÓDIGO DE FALHA 2185............................................................................. 1317
CÓDIGO DE FALHA 2186............................................................................. 1323
CÓDIGO DE FALHA 2265............................................................................. 1334
CÓDIGO DE FALHA 2266............................................................................. 1347
CÓDIGO DE FALHA 2288 (NÃO APLICADO)......................................................... 1358
CÓDIGO DE FALHA 2311............................................................................. 1363
CÓDIGO DE FALHA 2321............................................................................. 1376
CÓDIGO DE FALHA 2322............................................................................. 1388
CÓDIGO DE FALHA 2345............................................................................. 1400
CÓDIGO DE FALHA 2346............................................................................. 1407
CÓDIGO DE FALHA 2347............................................................................. 1412
CÓDIGO DE FALHA 2363 (SERVIÇOS MÉDIOS)..................................................... 1418
CÓDIGO DE FALHA 2367 (SERVIÇOES MÉDIOS).................................................... 1432
CÓDIGO DE FALHA 2373............................................................................. 1445
CÓDIGO DE FALHA 2374............................................................................. 1459
CÓDIGO DE FALHA 2377............................................................................. 1475
CÓDIGO DE FALHA 2398............................................................................. 1489
CÓDIGO DE FALHA 2448............................................................................. 1498
CÓDIGO DE FALHA 2555............................................................................. 1503
CÓDIGO DE FALHA 2556............................................................................. 1517
CÓDIGO DE FALHA 2771............................................................................. 1529
CÓDIGO DE FALHA 2772 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1546
CÓDIGO DE FALHA 2773 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1560
CÓDIGO DE FALHA 2963............................................................................. 1574
CÓDIGO DE FALHA 2964............................................................................. 1579
CÓDIGO DE FALHA 2973............................................................................. 1584
CÓDIGO DE FALHA 2976............................................................................. 1601
4
Literatura de Serviço
Caminhões
CÓDIGO DE FALHA 3142............................................................................. 1606
CÓDIGO DE FALHA 3143............................................................................. 1621
CÓDIGO DE FALHA 3144............................................................................. 1633
CÓDIGO DE FALHA 3145............................................................................. 1644
CÓDIGO DE FALHA 3146............................................................................. 1655
CÓDIGO DE FALHA 3147............................................................................. 1670
CÓDIGO DE FALHA 3151............................................................................. 1679
CÓDIGO DE FALHA 3163............................................................................. 1692
CÓDIGO DE FALHA 3164............................................................................. 1698
CÓDIGO DE FALHA 3236............................................................................. 1705
CÓDIGO DE FALHA 3237 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1717
CÓDIGO DE FALHA 3238............................................................................. 1730
CÓDIGO DE FALHA 3242............................................................................. 1740
CÓDIGO DE FALHA 3326............................................................................. 1748
CÓDIGO DE FALHA 3492............................................................................. 1760
CÓDIGO DE FALHA 3548............................................................................. 1766
CÓDIGO DE FALHA 3569 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1779
CÓDIGO DE FALHA 3575 (ASSISTIDO A AR)........................................................ 1789
CÓDIGO DE FALHA 3697............................................................................. 1796
CÓDIGO DE FALHA 3735............................................................................. 1802
CÓDIGO DE FALHA 3738............................................................................. 1809

5
Literatura de Serviço
Caminhões

Instruções Gerais de Segurança


Informações Importantes sobre Segurança

! ADVERTÊNCIA
Práticas inadequadas, falta de cuidado ou negligência às advertências podem causar queimaduras,
cortes, mutilação, asfixia ou outros ferimentos, e até morte.

Leia e certifique-se de entender todas as precauções e advertências de segurança antes de


iniciar qualquer reparo. A lista a seguir contém as instruções gerais de segurança que devem
ser seguidas para se garantir a segurança pessoal. Os procedimentos contêm ainda precauções
especiais quando aplicáveis.
• Certifique-se de que as áreas vizinhas ao equipamento sob reparo estejam secas, bem
iluminadas, ventiladas, livres de obstruções, peças e ferramentas soltas, fontes de ignição
e substâncias perigosas. Esteja sempre alerta sobre as condições de perigo que possam
existir.
• Utilize sempre óculos protetores e botas de segurança ao realizar qualquer tipo de reparo.
• Peças giratórias podem causar cortes, mutilação ou estrangulamento.
• Não use roupas excessivamente largas ou rasgadas. Remova anéis, alianças, relógios e
outras joias antes de iniciar qualquer reparo.
• Desconecte os cabos da bateria (primeiro o cabo negativo [-]) e descarregue todos os
capacitores antes de iniciar qualquer trabalho de reparo. Desligue o motor de partida
pneumático (se equipado) para evitar uma partida acidental.
• Se o motor esteve em operação recentemente e o líquido de arrefecimento ainda estiver
quente, aguarde até o motor esfriar e então abra lentamente a tampa do radiador para
aliviar a pressão no sistema de arrefecimento.
• Utilize sempre blocos, suportes ou cavaletes apropriados para apoiar ou prender o
equipamento antes de iniciar qualquer trabalho de manutenção ou de reparo. Não faça
nenhum trabalho em um equipamento que esteja apoiado SOMENTE por um macaco ou
suspenso por uma talha.
• Alivie toda a pressão residual nos sistemas de ar, de óleo, de combustível e de arrefecimento
antes de remover ou desconectar quaisquer linhas, conexões ou demais itens relacionados
a esses sistemas. Sempre tenha cuidado ao desconectar qualquer dispositivo de um sistema
que opera sob pressão. Não use as mãos para verificar a existência de vazamentos de
fluidos sob pressão. Óleo ou combustível sob pressão alta podem causar ferimentos graves.
• Para evitar ferimentos, utilize uma talha ou um guincho, ou peça ajuda para levantar
componentes com peso acima de 23 kg [50 lb]. Certifique-se de que todos os dispositivos
de içamento, como correntes, ganchos, ou cintas estejam em boas condições e tenham a
capacidade adequada para erguer o componente. Certifique-se de que os ganchos estejam
posicionados corretamente. Sempre que necessário, utilize uma barra de separação. Os
ganchos de içamento não devem ser submetidos a cargas laterais.

6
Literatura de Serviço
Caminhões
• Inibidores de corrosão, um componente do SCA e de óleo lubrificante, contêm alcalinos.
Não permita que essas substâncias entrem em contato com os olhos. Evite o contato
prolongado ou constante com a pele. Nunca ingira essas substâncias. Em caso de contato,
lave imediatamente a pele com água e sabão. Em caso de contato com os olhos, lave-
os imediatamente com água abundante durante pelo menos 15 minutos. CONSULTE UM
MÉDICO IMEDIATAMENTE. MANTENHA FORA DO ALCANCE DE CRIANÇAS.
• Quando necessário, a remoção e substituição de quaisquer proteções cobrindo componentes
giratórios, acionamentos e/ou correias deve ser feita somente por técnicos treinados. Antes
de remover quaisquer proteções o motor deve ser desligado e quaisquer mecanismos de
partida devem ser isolados. Todos os fixadores devem ser substituídos quando as proteções
forem modificadas ou adaptadas.
• Alguns órgãos governamentais consideram o óleo usado de motor uma substância cancerígena
e capaz de causar problemas relacionados à reprodução. Evite a inalação de vapores, a
ingestão e o contato prolongado com o óleo usado de motor.
• Aperte sempre os parafusos e as conexões de combustível segundo as especificações
exigidas. O aperto excessivo ou insuficiente também poderá causar vazamentos. Essa é
uma exigência crítica para os sistemas de combustível de gás natural e de gás liquefeito de
petróleo e sistemas pneumáticos.
• Faça sempre o teste de vazamento de combustível conforme instruído, uma vez que o odor
pode se dissipar.
• O líquido de arrefecimento do motor é tóxico. Se não for reutilizado, descarte-o de acordo
com as normas locais de proteção do meio ambiente.
• O reagente do catalisador contém ureia. Não permita que essa substância entre em
contato com os olhos. Em caso de contato com os olhos, lave-os imediatamente com água
abundante durante pelo menos 15 minutos. Evite o contato prolongado com a pele. Em caso
de contato, lave imediatamente a pele com água e sabão. Nunca ingira essas substâncias.
No caso de ingestão do reagente do catalisador, consulte um médico imediatamente.
• O substrato do catalisador contém Pentóxido de Vanádio. O Pentóxido de Vanádio é
considerado uma substância cancerígena. Use sempre luvas de proteção e óculos de
segurança ao trabalhar com o conjunto do catalisador. Não permita que o material do
catalisador entre em contato com os olhos. Em caso de contato com os olhos, lave-os
imediatamente com água abundante durante pelo menos 15 minutos. Evite o contato
prolongado com a pele. Em caso de contato, lave imediatamente a pele com água e sabão.
• O substrato do catalisador contém Pentóxido de Vanádio. O Pentóxido de Vanádio é
considerado uma substância cancerígena. No caso de substituição do catalisador, descarte-o
de acordo com as normas locais de proteção ao meio ambiente.

7
Literatura de Serviço
Caminhões

Instruções Gerais de Reparos


Informações Gerais
Estes motores incorporam as mais recentes tecnologias disponíveis na época de sua fabricação;
contudo, o mesmo foi projetado para ser reparado utilizando-se práticas normais de reparos
realizadas de acordo com os padrões de qualidade.
• Siga todas as instruções de segurança contidas nos procedimentos.
- Siga as recomendações do fabricante sobre o uso de solventes de limpeza e outras
substâncias usadas durante o reparo do motor. Alguns solventes e óleo usado de motor são
considerados por órgãos governamentais como tóxicos ou cancerígenos. Evite a inalação,
a ingestão e o contato com tais substâncias. Utilize sempre boas práticas de segurança ao
trabalhar com ferramentas e equipamentos.
• Providencie um ambiente limpo e siga as instruções de limpeza especificadas nos
procedimentos.
- O motor e seus componentes devem ser mantidos limpos durante qualquer reparo. A
contaminação do motor ou de seus componentes causará desgaste prematuro dos mesmos.
• Faça as inspeções especificadas nos procedimentos.
• Substitua todos os componentes ou conjuntos danificados ou desgastados além das
especificações.
• Utilize peças e conjuntos genuínos Cummins novos ou ReCon®.
- As instruções de montagem foram elaboradas para a reutilização do maior número possível
de componentes e conjuntos. Quando for necessário substituir um componente ou conjunto,
o procedimento baseia-se na utilização de componentes Cummins novos ou Cummins
ReCon®. Todos os serviços de reparo descritos neste manual encontram-se disponíveis em
todos os Distribuidores Cummins e na maioria dos Dealers.
• Siga os procedimentos especificados de desmontagem e montagem para reduzir a
possibilidade de danos aos componentes

Solda em um Veículo com um Sistema de Combustível Controlado


Eletronicamente

CUIDADO
Desconecte os cabos positivo (+) e negativo (-) da bateria antes de realizar qualquer serviço de
solda no veículo. Conecte o cabo de terra do equipamento de solda a uma distância máxima
de 0,61 metros [2 pés] da parte sendo soldada. Não conecte o cabo de terra do equipamento
de solda na placa de arrefecimento do ECM ou no próprio ECM. Serviços de solda em um motor
ou em componentes montados em um motor não são recomendados e podem causar danos ao
motor ou aos componentes.

8
Literatura de Serviço
Caminhões

Diagnóstico de Códigos de Falha


Código de falha inativo ou intermitente
Falha de Comunicação entre o Insite e o ECM

Código de Falha 111.....................................................................................TF-1


Falha Interna Crítica do Módulo de Controle do Motor - Dispositivo ou Componente
Inteligente Inválido
Código de Falha..........................................................................................TF-4
Código de Falha 115....................................................................................TF-7
Perda dos Dois Sinais Magnéticos de Rotação/Posição do Motor - Dados Inválidos,
Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.........................................................................................TF-10
Código de Falha 122...................................................................................TF-13
Circuito No. 1 do Sensor da Pressão no Coletor de Admissão - Voltagem Acima da Normal
ou com Voltagem Alta
Código de Falha.........................................................................................TF-16
Código de Falha 123...................................................................................TF-28
Circuito do Sensor da Pressão 1 no Coletor de Admissão - Voltagem Abaixo da Normal
ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.........................................................................................TF-31
Código de Falha 131...................................................................................TF-42
Circuito do Sensor No. 1 da Posição do Pedal ou da Alavanca do Acelerador - Voltagem
Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.........................................................................................TF-45
Código de Falha 132...................................................................................TF-56
Circuito do Sensor da Posição 1 do Pedal ou da Alavanca do Acelerador - Voltagem
Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.........................................................................................TF-59
Código de Falha 133...................................................................................TF-72
Circuito 1 do Sensor da Posição do Pedal ou da Alavanca do Acelerador Remoto -
Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.........................................................................................TF-75
Código de Falha 134...................................................................................TF-86
Circuito 1 do Sensor de Posição do Pedal ou da Alavanca do Acelerador Remoto -
Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.........................................................................................TF-89
Código de Falha 135..................................................................................TF-102
Circuito 1 do Sensor da Pressão na Galeria de Óleo do Motor - Voltagem Acima da
Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-105

9
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 141..................................................................................TF-116
Circuito do Sensor da Pressão 1 na Galeria de Óleo do Motor - Voltagem Abaixo da
Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-119
Código de Falha 143..................................................................................TF-131
Pressão na Galeria de Óleo do Motor - Dados Válidos, mas Abaixo da Faixa Normal
de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-134
Código de Falha 144..................................................................................TF-137
Circuito do Sensor da Temperatura 1 do Líquido de Arrefecimento do Motor -
Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-140
Código de Falha 145..................................................................................TF-152
Circuito do Sensor da Temperatura 1 do Líquido de Arrefecimento do Motor -
Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-155
Código de Falha 146..................................................................................TF-165
Temperatura do Líquido de Arrefecimento do Motor - Dados Válidos, mas Acima
da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-167
Código de Falha 151..................................................................................TF-170
Temperatura do Líquido de Arrefecimento do Motor - Dados Válidos, mas Acima da
Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-173
Código de Falha 153..................................................................................TF-176
Circuito do Sensor da Temperatura no Coletor de Admissão No. 1 - Voltagem Acima
da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-179
Código de Falha 154..................................................................................TF-191
Circuito do Sensor de Temperatura no Coletor de Admissão No. 1 - Voltagem Abaixo
da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-194
Código de Falha 155..................................................................................TF-204
Temperatura 1 no Coletor de Admissão - Dados Válidos, mas Acima da Faixa Normal de
Operação - Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-207
Código de Falha 175..................................................................................TF-210
Circuito do Acionador do Atuador de Controle Eletrônico do Acelerador - Voltagem
Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-212
Código de Falha 195-2wire..........................................................................TF-240
Circuito do Sensor 1 de Nível do Líquido de Arrefecimento - Voltagem Acima da
Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-243
10
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 195-3wire..........................................................................TF-253
Circuito do Sensor 1 de Nível do Líquido de Arrefecimento - Voltagem Acima da
Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-256
Código de Falha 196-2wire..........................................................................TF-265
Circuito do Sensor 1 de Nível do Líquido de Arrefecimento - Voltagem Abaixo da
Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-268
Código de Falha 196-3wire..........................................................................TF-275
Circuito do Sensor 1 de Nível do Líquido de Arrefecimento - Voltagem Abaixo da
Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-278
Código de Falha 197..................................................................................TF-290
Nível do Líquido de Arrefecimento - Dados Válidos, mas Abaixo da Faixa Normal de
Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-293
Código de Falha 221..................................................................................TF-323
Circuito do Sensor da Pressão Barométrica - Voltagem Acima da Normal ou com
Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-326
Código de Falha 222..................................................................................TF-337
Circuito do Sensor da Pressão Barométrica - Voltagem Abaixo da Normal ou com
Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-340
Código de Falha 234.................................................................................TF-357
Rotação/Posição da Árvore de Manivelas do Motor - Dados Válidos, mas Acima da
Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-360
Código de Falha 238..................................................................................TF-366
Circuito de Alimentação No. 3 do Sensor - Voltagem Abaixo da Normal ou com
Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-369
Código de Falha 239..................................................................................TF-375
Circuito de Alimentação No. 3 dos Sensores - Voltagem Acima da Normal ou com
Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-378
Código de Falha 241..................................................................................TF-383
Velocidade do Veículo Baseada na Roda - Dados Inválidos, Intermitentes ou
Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-386
Código de Falha 242..................................................................................TF-394
Detectada Violação no Circuito do Sensor da Velocidade do Veículo Baseada na Roda -
Taxa Anormal de Alteração
Código de Falha.......................................................................................TF-396
11
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 245..................................................................................TF-405
Circuito de Controle do Ventilador - Voltagem Abaixo da Normal ou com
Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-409
Código de Falha 249..................................................................................TF-420
Circuito do Sensor de Temperatura do Ar Ambiente No. 1 - Voltagem Acima da
Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-422
Código de Falha 252..................................................................................TF-432
Nível do Óleo do Motor - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-434
Código de Falha 253..................................................................................TF-446
Nível do Óleo do Motor - Dados Válidos, mas Abaixo da Faixa Normal de Operação -
Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-448
Código de Falha 256..................................................................................TF-476
Circuito do Sensor de Temperatura do Ar Ambiente No. 1 - Voltagem Abaixo da
Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-478
Código de Falha 269..................................................................................TF-494
Indicador Válido de Senha Antifurto - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-497
Código de Falha 271.................................................................................TF-500
Circuito do Conjunto de Pressurização da Bomba de Combustível do Motor Nº1 -
Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-502
Código de Falha 272..................................................................................TF-512
Circuito do Conjunto de Pressurização da Bomba de Combustível do Motor Nº1 -
Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta.
Código de Falha.......................................................................................TF-514
Código de Falha 281.................................................................................TF-527
Conjunto de Pressurização da Bomba de Combustível do Motor No. 1 -
Sistema Mecânico Não Responde ou Fora de Ajuste
Código de Falha.......................................................................................TF-529
Código de Falha 285..................................................................................TF-534
Erro de Limite de Tempo do PGN de Multiplexação SAE J1939 - Taxa Anormal
de Atualização
Código de Falha.......................................................................................TF-538
Código de Falha 286..................................................................................TF-549
Erro de Configuração de Multiplexação SAE J1939 - Fora de Calibração
Código de Falha.......................................................................................TF-553

12
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 287..................................................................................TF-564
Sistema do Sensor do Pedal/Alavanca do Acelerador Multiplexado no SAE J1939 -
Dados da Rede Recebidos com Erro
Código de Falha.......................................................................................TF-569
Código de Falha 288..................................................................................TF-575
Multiplexação SAE J1939 do Sensor da Posição do Pedal/Alavanca do Acelerador
Remoto - Dados da Rede Recebidos com Erro
Código de Falha.......................................................................................TF-580
Código de Falha 291..................................................................................TF-586
Erro do Datalink Proprietário (Datalink do OEM/Veículo) - Taxa Anormal de
Atualização
Código de Falha.......................................................................................TF-590
Código de Falha 295..................................................................................TF-596
Pressão Barométrica - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-599
Código de Falha 322..................................................................................TF-698
Circuito do Acionador do Solenoide do Injetor do Cilindro No. 1 - Corrente Abaixo
da Normal ou Circuito Aberto
Código de Falha.......................................................................................TF-703
Código de Falha 323..................................................................................TF-713
Circuito do Acionador do Solenoide do Injetor do Cilindro No. 5 - Corrente Abaixo
da Normal ou Circuito Aberto
Código de Falha.......................................................................................TF-717
Código de Falha 324..................................................................................TF-726
Circuito do Acionador do Solenoide do Injetor do Cilindro No. 3 - Corrente Abaixo
da Normal ou Circuito Aberto
Código de Falha.......................................................................................TF-731
Código de Falha 325..................................................................................TF-741
Circuito do Acionador do Solenoide do Injetor do Cilindro No. 6 - Corrente Abaixo
da Normal ou Circuito Aberto
Código de Falha.......................................................................................TF-745
Código de Falha 331..................................................................................TF-755
Circuito do Acionador do Solenoide do Injetor do Cilindro No. 2 - Corrente Abaixo
da Normal ou Circuito Aberto
Código de Falha.......................................................................................TF-760
Código de Falha 332..................................................................................TF-770
Circuito do Acionador do Solenoide do Injetor do Cilindro No. 4 - Corrente Abaixo
da Normal ou Circuito Aberto
Código de Falha.......................................................................................TF-775
Código de Falha 334..................................................................................TF-785
Temperatura do Líquido de Arrefecimento do Motor - Dados Inválidos, Intermitentes
ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-788

13
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 343..................................................................................TF-817
Advertência de Falha de Hardware Interno do Módulo de Controle Eletrônico -
Dispositivo ou Componente Inteligente Inválido
Código de Falha.......................................................................................TF-820
Código de Falha 351..................................................................................TF-841
Fonte de Alimentação dos Injetores - Dispositivo ou Componente Inteligente Inválido
Código de Falha.......................................................................................TF-846
Código de Falha 352..................................................................................TF-852
Circuito de Alimentação No. 1 dos Sensores - Voltagem Abaixo da Normal ou com
Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-856
Código de Falha 386..................................................................................TF-893
Circuito de Alimentação No. 1 dos Sensores - Voltagem Acima da Normal ou com
Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-897
Código de Falha 415..................................................................................TF-901
Pressão na Galeria de Óleo do Motor - Dados Válidos, mas Abaixo da Faixa Normal de Operação
- Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-904
Código de Falha 418..................................................................................TF-907
Indicador de Água no Combustível - Dados Válidos, mas Acima da Faixa Normal
de Operação - Nível Menos Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-910
Código de Falha 428..................................................................................TF-919
Circuito do Sensor do Indicador de Água no Combustível - Voltagem Acima da
Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-922
Código de Falha 429..................................................................................TF-934
Circuito do Sensor do Indicador de Água no Combustível - Voltagem Abaixo da
Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-937
Código de Falha 435 sensor.........................................................................TF-947
Pressão na Galeria de Óleo do Motor - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-949
Código de Falha 435 switch.........................................................................TF-955
Pressão na Galeria de Óleo do Motor - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-957
Código de Falha 436....................................................................................TF-1
Temperatura no Coletor de Admissão No. 1 - Dados Inválidos, Intermitentes ou
Incorretos
Código de Falha..........................................................................................TF-4

14
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 441...................................................................................TF-12
Voltagem da Bateria 1 - Dados Válidos, mas Abaixo da Faixa Normal de
Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.........................................................................................TF-15
Código de Falha 442...................................................................................TF-26
Voltagem da Bateria 1 - Dados Válidos, mas Acima da Faixa Normal de
Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.........................................................................................TF-29
Código de Falha 449...................................................................................TF-34
Pressão 1 na Galeria de Medição de Débito do Injetor - Dados Válidos, mas
Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo
Código de Falha.........................................................................................TF-37
Código de Falha 451...................................................................................TF-43
Circuito do Sensor de Pressão 1 na Galeria de Medição de Débito dos Injetores -
Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.........................................................................................TF-46
Código de Falha 452...................................................................................TF-58
Circuito do Sensor da Pressão 1 na Galeria de Medição de Débito dos Injetores -
Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.........................................................................................TF-61
Código de Falha 471...................................................................................TF-88
Nível do Óleo do Motor - Dados Válidos, mas Abaixo da Faixa Normal de Operação -
Nível Menos Severo
Código de Falha.........................................................................................TF-90
Código de Falha 498..................................................................................TF-127
Circuito do Sensor do Nível de Óleo do Motor - Voltagem Acima da Normal ou com
Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-129
Código de Falha 499.................................................................................TF-134
Circuito do Sensor do Nível de Óleo do Motor - Voltagem Abaixo da Normal ou
com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-136
Código de Falha 545..................................................................................TF-141
Controle da Wastegate do Turbocompressor 1 - Sistema Mecânico Não Responde
ou Fora de Ajuste.
Código de Falha.......................................................................................TF-144
Código de Falha 553..................................................................................TF-149
Pressão 1 na Galeria de Medição de Débito dos Injetores - Dados Válidos mas Acima
da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-152
Código de Falha 554..................................................................................TF-160
Pressão 1 da Galeria de Medição de Débito do Injetor - Dados Inválidos,
Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-163

15
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 559bdf..............................................................................TF-170
Pressão 1 na Galeria de Medição de Débito dos Injetores - Dados Válidos, mas Abaixo
da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-173
Código de Falha 559clxz.............................................................................TF-190
Pressão 1 na Galeria de Medição de Débito dos Injetores - Dados Válidos, mas Abaixo
da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-193
Código de Falha 584..................................................................................TF-211
Circuito do Acionador do Relé do Motor de Partida - Voltagem Acima da Normal ou com
Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-214
Código de Falha 585..................................................................................TF-224
Circuito do Acionador do Relé do Motor de Partida - Voltagem Abaixo da Normal ou com
Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-227
Código de Falha 596..................................................................................TF-238
Voltagem do Sistema de Carga Elétrica - Dados Válidos, mas Acima da Faixa Normal
de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-241
Código de Falha 597..................................................................................TF-246
Voltagem do Sistema de Carga Elétrica - Dados Válidos, mas Abaixo da Faixa Normal
de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-249
Código de Falha 598..................................................................................TF-258
Voltagem do Sistema de Carga Elétrica - Dados Válidos, mas Abaixo da Faixa Normal
de Operação - Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-261
Código de Falha 649..................................................................................TF-270
Intervalo de Troca de Óleo do Motor - Condição Existente
Código de Falha.......................................................................................TF-273
Código de Falha 686..................................................................................TF-276
Rotação 1 do Turbocompressor - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-278
Código de Falha 687..................................................................................TF-289
Rotação do Turbocompressor 1 - Dados Válidos mas Abaixo da Faixa Normal de
Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-291
Código de Falha 688..................................................................................TF-304
Nível do Óleo do Motor - Dados Válidos, mas Acima da Faixa Normal de Operação -
Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-306

16
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 689..................................................................................TF-309
Rotação/Posição da Árvore de Manivelas - Dados Inválidos, Intermitentes ou
Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-312
Código de Falha 691..................................................................................TF-326
Circuito de Temperatura de Admissão do Compressor do Turbocompressor 1 -
Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-329
Código de Falha 692..................................................................................TF-338
Circuito 1 de Temperatura de Admissão do Compressor do Turbocompressor -
Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-341
Código de Falha 693..................................................................................TF-349
Temperatura de Admissão do Compressor do Turbocompressor Nº 1 - Dados Inválidos,
Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-352
Código de Falha 697..................................................................................TF-359
Circuito do Sensor da Temperatura Interna do ECM - Voltagem Acima da Normal ou com
Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-362
Código de Falha 698..................................................................................TF-365
Circuito do Sensor da Temperatura Interna do ECM - Voltagem Abaixo da Normal ou
com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-368
Código de Falha 699..................................................................................TF-371
Temperatura do ECM - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-374
Código de Falha 731..................................................................................TF-377
Desalinhamento Mecânico entre Sinais de Rotação/Posição da Árvore de Manivelas
e do Eixo Comando de Válvulas - Sistema Mecânico Não Responde ou Fora de Ajuste
Código de Falha.......................................................................................TF-380
Código de Falha 778..................................................................................TF-386
Sensor da Rotação/Posição do Eixo Comando de Válvulas - Dados Inválidos,
Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-389
Código de Falha 1117................................................................................TF-411
Perda da Fonte de Alimentação com Chave de Ignição Ligada (ON) - Dados Inválidos,
Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-414
Código de Falha 1239................................................................................TF-435
Circuito do Sensor No. 2 da Posição do Pedal ou da Alavanca do Acelerador -
Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-438

17
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 1241................................................................................TF-448
Circuito do Sensor da Posição 2 do Pedal ou da Alavanca do Acelerador -
Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-451
Código de Falha 1242................................................................................TF-463
Circuito dos Sensores 1 e 2 de Posição do Pedal ou Alavanca do Acelerador -
Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-466
Código de Falha 1668 air............................................................................TF-475
Circuito do Sensor de Nível do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de
Pós-tratamento - Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-478

Código de Falha 1669 airless........................................................................TF-513


Circuito do Sensor de Nível do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de
Pós-tratamento - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-515
Código de Falha 1671................................................................................TF-522
Nível do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento -
Dados Válidos mas Abaixo da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-525
Código de Falha 1673................................................................................TF-528
Nível do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento -
Dados Válidos, mas Abaixo da Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-531
Código de Falha 1677 air............................................................................TF-534
Sensor de Temperatura do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de
Pós-tratamento - Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-537
Código de Falha 1678 air............................................................................TF-555
Sensor de Temperatura do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de
Pós-tratamento - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-558
Código de Falha 1679 air............................................................................TF-579
Temperatura do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento
- Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-582
Código de Falha 1679 airless........................................................................TF-589
Temperatura do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento
- Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-591
Código de Falha 1681................................................................................TF-598
Unidade Dosadora de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento -
Dispositivo ou Componente Inteligente Inválido
Código de Falha.......................................................................................TF-601
18
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 1682 airless........................................................................TF-618
Linhas de Entrada da Unidade Dosadora de Fluido de Escape de Diesel do
Sistema de Pós-tratamento - Condição Existente
Código de Falha.......................................................................................TF-620
Código de Falha 1683 air............................................................................TF-630
Aquecedor do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento
- Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-632
Código de Falha 1684 air............................................................................TF-649
Aquecedor do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento
- Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-651
Código de Falha 1694................................................................................TF-682
Sensor de NOx na Saída do Sistema de Pós-tratamento - Dados Inválidos,
Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-685
Código de Falha 1695................................................................................TF-690
Alimentação 5 do Sensor - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-693
Código de Falha 1696................................................................................TF-698
Alimentação 5 dos Sensores - Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-701
Código de Falha 1697................................................................................TF-708
Atuador de Alimentação de Ar - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-710
Código de Falha 1711................................................................................TF-728
Unidade Dosadora de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento -
Taxa Anormal de Atualização
Código de Falha.......................................................................................TF-731
Código de Falha 1712................................................................................TF-742
Aquecedor do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento -
Dados Válidos mas Abaixo da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-745
Código de Falha 1713................................................................................TF-749
Aquecedor do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento -
Dados Válidos mas Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-752
Código de Falha 1848................................................................................TF-757
Temperatura no Coletor de Admissão No. 1 - Taxa Anormal de Alteração
Código de Falha.......................................................................................TF-759
Código de Falha 1852................................................................................TF-766
Indicador de Água no Combustível - Dados Válidos, mas Acima da Faixa Normal de
Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-769
19
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 1887................................................................................TF-772
Circuito do Sensor de NOx na Saída do Sistema de Pós-tratamento - Voltagem Abaixo
da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-775
Código de Falha 1898................................................................................TF-781
Controlador do Atuador do TGV - Fora de Calibração
Código de Falha.......................................................................................TF-783
Código de Falha 1911 bdf............................................................................TF-792
Pressão 1 na Galeria de Medição de Débito dos Injetores - Dados Válidos, mas
Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-795
Código de Falha 1911 clxz...........................................................................TF-807
Circuito de Pressão 1 na Galeria de Medição de Débito dos Injetores - Dados Válidos,
mas Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-810
Código de Falha 2182................................................................................TF-845
Circuito No. 1 do Acionador do Atuador do Freio-motor - Voltagem Acima da
Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-848
Código de Falha 2183................................................................................TF-858
Circuito do Acionador 1 do Atuador do Freio-motor - Voltagem Abaixo da Normal ou
com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-861
Código de Falha 2185................................................................................TF-870
Circuito de Alimentação No. 4 dos Sensores - Voltagem Acima da Normal ou com
Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-873
Código de Falha 2186................................................................................TF-877
Circuito de Alimentação No. 4 dos Sensores - Voltagem Abaixo da Normal ou com
Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-880
Código de Falha 2265................................................................................TF-895
Circuito de Alimentação da Bomba Elétrica de Transferência de Combustível -
Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-897
Código de Falha 2266................................................................................TF-905
Circuito de Alimentação da Bomba Elétrica de Transferência de Combustível -
Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-907
Código de Falha 2288................................................................................TF-934
Rotação do Turbocompressor 1 - Dados Válidos mas Acima da Faixa Normal de
Operação - Nível Menos Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-936

20
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 2311................................................................................TF-939
Circuito da Válvula de Controle de Injeção Eletrônica de Combustível -
Condição Existente
Código de Falha.......................................................................................TF-942
Código de Falha 2322..................................................................................TF-11
Sensor da Rotação/Posição do Eixo Comando de Válvulas - Dados Inválidos,
Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.........................................................................................TF-14
Código de Falha 2345.................................................................................TF-21
Rotação 1 do Turbocompressor - Taxa Anormal de Alteração
Código de Falha.........................................................................................TF-23
Código de Falha 2346.................................................................................TF-27
Temperatura na Admissão na Turbina do Turbocompressor - Dados Válidos, mas
Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Menos Severo
Código de Falha.........................................................................................TF-29
Código de Falha 2347.................................................................................TF-32
Temperatura (Calculada) na Saída do Compressor do Turbocompressor - Dados
Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Menos Severo
Código de Falha.........................................................................................TF-34
Código de Falha 2363 mr..............................................................................TF-72
Circuito 2 de Saída do Acionador do Atuador do Freio-motor - Voltagem Abaixo
da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.........................................................................................TF-74
Código de Falha 2367 mr..............................................................................TF-98
Circuito 2 de Saída do Acionador do Atuador do Freio-motor - Voltagem Acima da
Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-100
Código de Falha 2373................................................................................TF-127
Circuito do Sensor de Pressão dos Gases de Escape - Voltagem Acima da Normal ou com
Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-129
Código de Falha 2374................................................................................TF-140
Circuito do Sensor de Pressão dos Gases de Escape - Voltagem Abaixo da Normal ou
com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-142
Código de Falha 2377................................................................................TF-154
Circuito de Controle do Ventilador - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-158
Código de Falha 2398................................................................................TF-178
Temperatura do Ar Ambiente - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-180

21
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 2448................................................................................TF-206
Nível do Líquido de Arrefecimento - Dados Válidos, mas Abaixo da Faixa Normal de
Operação - Nível Menos Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-209
Código de Falha 2555................................................................................TF-232
Circuito do Aquecedor 1 do Ar de Admissão do Motor - Voltagem Acima da
Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-234
Código de Falha 2556................................................................................TF-245
Circuito 1 do Aquecedor do Ar de Admissão do Motor - Voltagem Abaixo da
Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-247
Código de Falha 2771................................................................................TF-277
Sensor de NOx na Saída do Sistema de Pós-tratamento - Taxa Anormal de Atualização
Código de Falha.......................................................................................TF-280
Código de Falha 2772 air............................................................................TF-294
Emissão de NOx pelo Sistema de Pós-tratamento - Dados Válidos, mas Acima da
Faixa Normal de Operação - Nível Menos Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-297
Código de Falha 2773 air............................................................................TF-314
NOx na Saída do Sistema de Pós-tratamento - Dados Válidos, mas Acima da
Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-317
Código de Falha 2773 airless........................................................................TF-326
NOx na Saída do Sistema de Pós-tratamento - Dados Válidos, mas Acima da
Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-328
Código de Falha 2963................................................................................TF-334
Temperatura do Líquido de Arrefecimento do Motor - Dados Válidos, mas Acima da
Faixa Normal de Operação - Nível Menos Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-337
Código de Falha 2964................................................................................TF-340
Temperatura 1 no Coletor de Admissão - Dados Válidos, mas Acima da Faixa
Normal de Operação - Nível Menos Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-343
Código de Falha 2973................................................................................TF-346
Pressão 1 no Coletor de Admissão - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-349
Código de Falha 2976................................................................................TF-362
Temperatura da Unidade Dosadora de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de
Pós-tratamento - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-364

22
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 3142................................................................................TF-367
Circuito do Sensor de Temperatura na Entrada de SCR do Sistema de Pós-tratamento -
Voltagem Acima da Normal ou em Curto com Fonte de Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-370
Código de Falha 3143................................................................................TF-381
Circuito do Sensor de Temperatura na Entrada de SCR do Sistema de Pós-tratamento -
Voltagem Abaixo da Normal ou em Curto com Fonte de Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-384
Código de Falha 3144................................................................................TF-393
Temperatura na Entrada de SCR do Sistema de Pós-tratamento - Dados Inválidos,
Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-396
Código de Falha 3145................................................................................TF-402
Sensor da Temperatura na Entrada de SCR do Sistema de Pós-tratamento -
Taxa Anormal de Alteração
Código de Falha.......................................................................................TF-404
Código de Falha 3146................................................................................TF-410
Circuito do Sensor de Temperatura na Saída de SCR do Sistema de Pós-tratamento -
Voltagem Acima da Normal ou em Curto com Fonte de Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-413
Código de Falha 3147................................................................................TF-424
Circuito do Sensor de Temperatura na Saída de SCR do Sistema de Pós-tratamento -
Voltagem Abaixo da Normal ou em Curto com Fonte de Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-427
Código de Falha 3151................................................................................TF-444
Sistema do Catalisador de SCR do Sistema de Pós-tratamento Faltando -
Condição Existente
Código de Falha.......................................................................................TF-446
Código de Falha 3163................................................................................TF-457
Sensor da Temperatura na Entrada da SCR do Sistema de Pós-tratamento Trocado -
Fora de Calibração
Código de Falha.......................................................................................TF-460
Código de Falha 3164................................................................................TF-464
Temperatura na Entrada do SCR do Sistema de Pós-tratamento - Dados Válidos mas
Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Menos Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-467
Código de Falha 3236................................................................................TF-472
Temperatura na Saída de SCR do Sistema de Pós-tratamento - Dados Válidos mas Acima
da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-475
Código de Falha 3237 air............................................................................TF-484
Circuito do Aquecedor 1 da Linha de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de
Pós-tratamento - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-486

23
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 3238................................................................................TF-501
Circuito do Aquecedor 1 da Linha de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de
Pós-tratamento - Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa
Código de Falha.......................................................................................TF-503
Código de Falha 3242................................................................................TF-515
Aquecedor do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento -
Sistema Mecânico Não Responde ou Fora de Ajuste
Código de Falha.......................................................................................TF-518
Código de Falha 3326................................................................................TF-543
Sistema do Sensor do Pedal ou Alavanca do Acelerador Multiplexado do SAE J1939 -
Taxa Anormal de Atualização
Código de Falha.......................................................................................TF-545
Código de Falha 3492................................................................................TF-605
Relógio de Tempo Real - Taxa Anormal de Alteração
Código de Falha.......................................................................................TF-607
Código de Falha 3539................................................................................TF-611
Circuito do Sensor de Posição do Atuador da Válvula Reguladora de Admissão do Motor -
Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta
Código de Falha.......................................................................................TF-613
Código de Falha 3548................................................................................TF-638
Perda de Escorva da Unidade Dosadora de Fluido de Escape de Diesel do
Sistema de Pós-tratamento - Condição Existente
Código de Falha.......................................................................................TF-641
Código de Falha 3569 air............................................................................TF-744
Linhas de Entrada da Unidade Dosadora do Fluido de Escape de Diesel do
Sistema de Pós-tratamento - Sistema Mecânico Não Responde ou Fora de Ajuste
Código de Falha.......................................................................................TF-747
Código de Falha 3575 air............................................................................TF-794
Sensor de Pressão do Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento -
Dados Válidos, mas Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-797
Código de Falha 3576................................................................................TF-810
Aquecedor do Tanque de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento -
Corrente Abaixo da Normal ou Circuito Aberto
Código de Falha.......................................................................................TF-812
Código de Falha 3679................................................................................TF-899
Unidade Dosadora de Fluido de Escape de Diesel do Sistema de Pós-tratamento -
Causa Desconhecida
Código de Falha.......................................................................................TF-901
Código de Falha 3681................................................................................TF-905
Alimentação do Sensor de NOx na Saída do Sistema de Pós-tratamento -
Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
Código de Falha.......................................................................................TF-907

24
Literatura de Serviço
Caminhões
Código de Falha 3697................................................................................TF-914
Memória de Calibração do Módulo de Controle do Motor - Dispositivo ou Componente
Inteligente Inválido
Código de Falha.......................................................................................TF-916
Código de Falha 3726................................................................................TF-925
NOx na Entrada do Sistema de Pós-tratamento - Dados Válidos mas Acima da Faixa
Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-928
Código de Falha 3735................................................................................TF-931
Interruptor do Governador Auxiliar do Motor - Taxa Anormal de Atualização
Código de Falha.......................................................................................TF-933
Código de Falha 3738................................................................................TF-945
CÓDIGO DE FALHA 3738 - Atuador de Suprimento de Ar - Dados Válidos, mas
Abaixo da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo
Código de Falha.......................................................................................TF-947

25
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA INATIVO E INTERMITENTE


Se existirem as condições para ativar um código de falha e posteriormente tais condições
deixarem de existir, será registrado um código de falha inativo. Para uma falha ser considerada
intermitente, deve haver várias contagens inativas de um mesmo código de falha. Se houver
mais de 10 contagens inativas, o código de falha deve ser diagnosticado como um código de
falha ativo. Deve ser dada prioridade de diagnóstico para códigos de falha associados aos
componentes de desempenho do motor como turbocompressor, pressão de combustível ou
qualquer código de falha associado aos sistemas do motor.

ENTREVISTA COM O MOTORISTA


Fale com o operador e determine as condições de operação do motor quando a falha ocorre e
quais os sintomas quando a falha está ativa. Determine se foram feitos recentemente reparos
ou serviços de manutenção que possam estar relacionados à condição intermitente.
Certifique-se de que a calibração do módulo eletrônico de controle (ECM) esteja correta.
Verifique o histórico de revisões de calibrações armazenada no ECM.

NOTA Se necessário, calibre o ECM novamente.

26
Literatura de Serviço
Caminhões

ANÁLISE DOS CONECTORES DOS SENSORES E ATUADORES


Desconecte o sensor ou o atuador relacionado à condição intermitente.
Inspecione o chicote e os conectores quanto a:
• Conexões soltas (puxe levemente os fios na parte traseira dos conectores)
• Pinos corroídos
• Pinos tortos ou quebrados
• Pinos torcidos para trás ou expandidos
• Umidade dentro ou sobre os conectores
• Sujeira ou resíduos dentro ou sobre os pinos dos conectores
• Vedações do conector danificadas ou faltando
• Danos na blindagem dos fios
• Capa do conector quebrada
• Dano na guia de trava do conector
• Desgaste nos pinos (inspeção visual cuidadosa)
• Conectores da união de cabos massas enferrujados, pintados, corroídos ou soltos.
Inspecione cuidadosamente o chicote entre o componente suspeito e a conexão do ECM.
Verifique se há folga adequada na guia de alívio do chicote.
A presença de pó preto no interior do conector pode ser um sinal de atrito nos pinos. Limpe os
contatos dos pinos e instale o conector.

27
Literatura de Serviço
Caminhões

ANÁLISE DOS CONECTORES DO ECM


Desconecte do ECM o conector do chicote elétrico.
Inspecione o conector do ECM quanto a:
• Mal contato dos conectores (puxe levemente os fios na parte traseira dos conectores)
• Pinos corroídos
• Pinos tortos ou quebrados
• Pinos torcidos para trás ou expandidos
• Umidade dentro ou sobre os conectores
• Sujeira ou resíduos dentro ou sobre os pinos dos conectores
• Vedações do conector danificadas ou faltando
• Danos na blindagem dos fios
• Capa do conector quebrada
• Dano na guia de trava do conector
• Desgaste nos pinos (inspeção visual cuidadosa)
• Massas enferrujados, pintados, corroídos ou soltos.

28
Literatura de Serviço
Caminhões

Após a limpeza dos conectores de componentes


suspeitos e do ECM, instale todos os conectores
e apague o código de falha da memória do
ECM.

ANÁLISE DE MAU CONTATO DO CHICOTE


COM O MOTOR FUNCIONANDO
Conecte o INSITE™ e abra o recurso Monitor/
Registrador de Dados. Monitore a voltagem
de sinal do sensor para o sensor apropriado.
Monitore também o valor real do sensor ou do
componente.
Começando com o componente em questão
e inspecionando o chicote até o ECM, torça,
entorte e puxe levemente cada conexão e a
área entre as conexões do chicote.
Durante o Teste de Flexibilidade do Chicote, a
voltagem de sinal do sensor exibida no INSITE™
deve permanecer constante. Uma leitura
típica deve variar entre 0,5 e 5,12 volts.

NOTA Este procedimento também pode ser usado para verificar se há fios soltos ou
danificados nos interruptores. A condição dos interruptores pode ser monitorada
com o INSITE™. Procure por alterações nos interruptores quando realizar o Teste de
Flexibilidade do Chicote.

Se o código de falha tornar-se ativo, se a contagem de códigos inativos aumentar, se houver


variação na voltagem de sinal do sensor, ou se o estado do interruptor for alterado, existe uma
conexão solta ou um fio danificado nesse local específico.

29
Literatura de Serviço
Caminhões

NOTA O ECM não muda a condição dos interruptores e das falhas instantaneamente.
Cerca de 10 a 15 segundos devem ser utilizados para torcer levemente o chicote
e verificar se há uma alteração na leitura do ECM. A tentativa de monitorar um
grande número de parâmetros ao mesmo tempo com o INSITE™ retardará a taxa de
atualização da tela. Mantenha o número de parâmetros monitorados com o INSITE™
a um mínimo para aumentar a taxa de atualização.

Dê partida no motor.
Com o motor funcionando, conecte o INSITE™ e
abra o recurso Monitor/Registrador de Dados.
Monitore a voltagem de sinal do sensor para o
sensor apropriado. Monitore também o valor
real do sensor ou do componente. Durante o
Teste de Flexibilidade do Chicote, a voltagem
de sinal do sensor exibida no INSITE™ deve
permanecer constante. Uma leitura típica
deve variar entre 0,5 e 5,12 volts.
Levemente entorte, torça e puxe as conexões e
a área entre as conexões do chicote enquanto
monitora a voltagem de sinal do sensor. Se a
voltagem de sinal do sensor oscilar durante
o teste existe uma conexão solta ou um fio
danificado nesse local específico. Inspecione
os pinos dos conectores em questão.

Verifique se há massas com mau contato na


bateria e no chassi. Puxe firmemente os fios ou
cabos de massa para verificar se há conexões
soltas. Verifique os seguintes fios de massa,
certificando-se de que estejam firmes, limpos
e afastados de superfícies pintadas:
• Massas do bloco do motor
• Massas do chassi
• Massas do ECM
• Terminais negativos do alternador e do
motor de partida
Enquanto realizar este passo, verifique se
o código de falha torna-se ativo, ou se as
contagens de códigos inativos aumentam. Se
isto acontecer, existe uma conexão solta ou
um fio danificado nesse local.
Desconecte e limpe os cabos e as superfícies
de aterramento e então reconecte-os. Repare
ou substitua os cabos ou fios de aterramento,
se necessário.

30
Literatura de Serviço
Caminhões

Meça a resistência entre o terminal negativo


(-) da bateria e:
• A carcaça do ECM (superfície limpa, não
pintada)
• O bloco do motor (superfície limpa, não
pintada)
• O terminal (-) do motor de partida
• O terminal (-) do alternador
• O terminal de aterramento do firewall
• O massa da cabine (interruptores do
painel, massa comum)
• Chassi do veículo.

NOTA Todos os valores de resistência


devem indicar menos de 1 ohm.
Se os valores de resistência
excederem 1 ohm, limpe os cabos
e as superfícies de aterramento
e então reconecte-os. Repare
ou substitua os cabos ou fios de
aterramento, se necessário.

Verificação da Queda de tensão


Este teste deve ser feito com o atuador
conectado no chicote. Com o sensor ou atuador
desconectado do chicote, meça a voltagem no
conector do chicote do motor do componente.
Conecte o sensor ou o atuador no chicote e
meça a voltagem com todos os componentes
conectados. Use um cabo de corte ou instale
as pontas de prova do multímetro na parte
traseira do conector quando realizar esta
verificação. A voltagem fornecida para o
componente deve estar na faixa de 0,5 volt
em relação à voltagem original medida. Se
a queda de voltagem for maior que 0,5 volt,
verifique se há conexões intermitentes, fios
cortados ou conexões corroídas de relés entre
o atuador e o ECM.

31
Literatura de Serviço
Caminhões

Valores Padrão do Sensor


Quando um circuito do sensor está em curto
com uma fonte de voltagem alta ou baixa,
o valor do sensor será mantido em um valor
padrão quando o código de falha for ativado. O
valor padrão será, em geral, definido como um
valor dentro da faixa padrão de operação do
sensor. Durante o monitoramento dos valores
do sensor com uma ferramenta de serviço,
parecerá que o sensor está lendo um valor
correto mesmo quando o código de falha está
ativo. Alguns típicos valores padrão globais de
sensores são:
• Temperatura do líquido de arrefecimento
do motor = 104,4°C (219,9°F)
• Temperatura no coletor de admissão =
21,3°C (70,3°F)
• Pressão no coletor de admissão = 2,4 kPa
(0,7 pol-Hg)
• Temperatura da EGR = 37,8°C (100°F)
• Pressão do óleo do motor = 73,1 kPa (10,6
psi)

Quando fizer o diagnóstico de códigos de falha de circuito intermitente, observe que o valor
mostrado no monitor da ferramenta de serviço pode ser uma leitura padrão do sensor. Use
sempre a medição da voltagem de sinal do sensor quando fizer o diagnóstico de códigos de falha
de circuitos intermitentes.

Se for necessária uma investigação mais


detalhada, utilize o recurso Monitor/
Registrador de Dados do INSITE™ para monitorar
as entradas e as saídas de um motor em
funcionamento e para incluir esses dados em
um arquivo de registro. O recurso Registrador
do INSITE™ permite coletar as informações
durante o evento intermitente e as mesmas
podem ser visualizadas posteriormente.

NOTA Persistindo ativa a falha, siga os


passos de análise do teste ponto a
ponto. Consulte a Seção 303-14 –
Teste Ponto a Ponto.

32
Literatura de Serviço
Caminhões

FALHA DE COMUNICAÇÃO ENTRE INSITE E ECM

Verifique o fusível de alimentação do conector


de diagnóstico.

NOTA Substitua o fusível se necessário.

Verifique com um multímetro a tensão de


alimentação entre os pinos A e B do conector
de diagnóstico.

NOTA Se necessário teste a


continuidade do chicote do
conector de diagnóstico.

Verifique a resistência entre os pinos C e D do conector de diagnóstico.


Resistência entre os pinos C e D - 50 e 65 Ohm.

NOTA Se a resistência estiver fora do especificado, verificar as resistências de 120 Ohm


e a continuidade do chicote do conector de diagnóstico.

33
Literatura de Serviço
Caminhões

Verifique a continuidade dos fios do conector


de diagnóstico.

NOTA Substituir o chicote que estiver


danificado.

Verifique a continuidade entre os pinos dos


conectores do cabo de comunicação entre a
ECM e o in-line.

NOTA Flexione o cabo durante o teste


de continuidade.

Examine visualmente os pinos e contatos dos conectores.

NOTA Substitua o cabo de comunicação se estiver danificado.

34
Literatura de Serviço
Caminhões

Examine o cabo de comunicação entre o in-


line e o notebook. Flexione manualmente o
cabo USB e observe a comunicação do ECM
com o notebook.

NOTA Substitua o cabo se a comunicação


voltar momentaneamente.

Verifique se o In-line está queimado ou


desatualizado.

Verifique se o Insite está desatualizado ou com


a licença vencida.

35
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 111


Falha Interna Crítica do Módulo de Controle do Motor - Dispositivo
ou Componente Inteligente Inválido

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 111 Falha Interna Crítica do A partida do motor poderá não
PID(P), SID(S): S254 Módulo de Controle do Motor ocorrer.
SPN: 629 - Dispositivo ou Componente
FMI: 12/12 Inteligente Inválido. Erro
Lâmpada: Vermelha interno do módulo de
SRT: controle do motor (ECM)
relacionado a falhas de
hardware de memória ou a
circuitos de alimentação de
voltagem internos do ECM.

Descrições do Circuito:
O ECM tem uma rotina de diagnóstico interno que é executada continuamente para verificar a
memória interna.
Localização do Componente:
O local de montagem do ECM varia de acordo com o modelo do motor e pode ser montado sobre
ou fora do motor.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
Este código de falha é acionado quando o diagnóstico interno do ECM detecta um erro interno
de leitura ou de gravação do módulo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) e/ou a
luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• O motor poderá não dar partida.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) quando
o diagnóstico for executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de 3 ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.

36
Literatura de Serviço
Caminhões
Dicas para a Oficina:
Este código de falha pode ser causado somente por um problema interno do ECM. Reparos não
são possíveis para o ECM.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Módulo de Controle do Motor

37
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 111 - Falha Interna Crítica do Módulo de Controle do


Motor - Dispositivo ou Componente Inteligente Inválido
RESUMO DOS DIAGNÓSTICOS DE FALHAS

CUIDADO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique o ECM.
PASSO 1A: Verifique o ECM. Código de Falha 111 inativo?
PASSO 1B: Verifique as contagens
inativas do Código de Menos de 3 contagens?
Falha 111.

PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.

PASSO 2A: Verifique se existe Se houver uma atualização de


disponível uma calibração disponível para este
atualização de código de falha, o ECM contém essa
calibração para o ECM. revisão ou uma posterior?

PASSO 2B: Desative o código de


Código de falha inativo?
falha.

38
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA


PASSO 1: Verifique o ECM.
PASSO 1A: Verifique o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.

Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique o ECM. Código de Falha 111 inativo?
1B
• Desligue a chave de ignição e SIM
aguarde 5 segundos. Código de Falha 111 inativo?
• Dê partida no motor e deixe-o NÃO
funcionar em marcha lenta Reparo:
durante 1 minuto. 2A
Substitua o ECM.
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

PASSO 1B: Verifique as contagens inativas do Código de Falha 111.

Condições:
• Ligue a chave de ignição.

Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique as contagens inativas do Menos de 3 contagens?
Código de Falha 111. SIM 2A
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler as Menos de 3 contagens?
contagens inativas do Código de NÃO
Falha 111. Reparo:
Reparo
Substitua o ECM. Completo
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

39
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 2A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.

Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Código de falha inativo?
de revisão no ECM em relação às SIM 2B
revisões de calibração relacionadas no
Histórico de Revisões de Calibração do Código de falha inativo?
ECM para verificar se houve mudanças NÃO
associadas a este código de falha.
Reparo:
• Use a ferramenta eletrônica de
Se necessário, calibre o ECM.
serviço INSITE™ para localizar o
código do ECM e o número de re-
2B
visão existente no ECM. O código
do ECM e o número de revisão en-
contram-se na seção Informações
de Calibração, sob ID do Sistema
e Plaqueta de Dados, na tela Re-
cursos e Parâmetros.

PASSO 2B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo com SIM Completo
as “Condições para Apagar o Có- Código de falha inativo?
digo de Falha” na seção de resu- NÃO
mo deste procedimento de diag-
Reparo: 1A
nóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

40
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 115


Perda dos Dois Sinais Magnéticos de Rotação/Posição do Motor - Dados
Inválidos, Intermitentes ou Incorretos

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 115 Perda dos Dois Sinais É possível que o motor não dê
PID(P), SID(S): P190 Magnéticos de Rotação/ partida.
SPN: 612 Posição do Motor - Dados
FMI: 2/2 Inválidos, Intermitentes ou
Lâmpada: Vermelha Incorretos. O ECM detectou
SRT: que os sinais do sensor
de rotação primário e de
reserva estão conectados
inversamente.

Descrições do Circuito:
Os sensores de posição da árvore de manivelas e do eixo comando de válvulas são sensores do
tipo Efeito Hall. O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece uma alimentação de 5 volts para
o sensor de posição e para um circuito de retorno. À medida que os dentes no anel indicador
de rotação da árvore de manivelas ou os ressaltos na parte traseira da engrenagem do eixo
comando de válvulas passam pelo sensor de posição, é gerado um sinal no circuito de sinal do
sensor de posição. O ECM interpreta esse sinal e o converte em um valor da rotação do motor.
A falta de dente na engrenagem da árvore de manivelas é usada pelo ECM para determinar a
posição do motor.
Localização do Componente:
Não se aplica.
Condições para Execução do Diagnóstico:
O diagnóstico é executado continuamente enquanto o motor funciona.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que as entradas dos sinais de posição da árvore de manivelas e do eixo comando
de válvulas para o ECM estão invertidas.
Ação tomada quando o código de falha estiver ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) e/ou a
luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• O ECM detecta os sensores invertidos e continua a operar.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) quando
o diagnóstico for executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.

41
Literatura de Serviço
Caminhões
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• Este código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Este código de falha indica que os conectores dos sensores de posição da árvore de manivelas e
do eixo comando de válvulas estão conectados de maneira invertida no chicote.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor dos Sinais Magnéticos de Rotação/Posição do Motor

42
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 115 - Perda dos Dois Sinais Magnéticos de Rotação/


Posição do Motor - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos
RESUMO DOS DIAGNÓSTICOS DE FALHAS

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se o Código
Contagens ativas ou inativas do
de Falha 115 está
Código de Falha 115?
registrado.

PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 2A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 2B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

43
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se o Código de Falha 115 está registrado.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha. Contagens ativas ou inativas do Código
• Utilize a ferramenta eletrônica de Falha 115?
de serviço INSITE™ para ler os Reparo:
códigos de falha. 2A
Troque os conectores do sensor de
posição do motor.
SIM
Contagens ativas ou inativas do Código
de Falha 115? Reparo
Completo
NÃO

PASSO 2B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo com SIM Completo
as “Condições para Apagar o Có- Código de falha inativo?
digo de Falha” na seção de resu- NÃO
mo deste procedimento de diag-
Reparo: 1A
nóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

44
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 122


Circuito Nº1 do Sensor da Pressão no Coletor de Admissão - Voltagem
Acima da Normal ou com Voltagem Alta

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 122 Circuito do Sensor da Pressão Despotenciamento do motor.
PID(P), SID(S): P102 1 no Coletor de Admissão -
SPN: 102 Voltagem Acima da Normal
FMI: 3/3 ou com Voltagem Alta.
Lâmpada: Âmbar Detectada voltagem alta de
SRT: sinal no circuito da pressão
no coletor de admissão.

Descrições do Circuito:
O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece uma alimentação de 5 volts para o sensor de
pressão no coletor de admissão no circuito de alimentação do sensor. O ECM fornece também
uma massa no circuito de retorno do sensor. O sensor de pressão no coletor de admissão envia
um sinal ao ECM pelo circuito de sinal do sensor. A voltagem do sinal do sensor varia de acordo
com a pressão atmosférica. O ECM detecta uma voltagem baixa de sinal nas condições de
operação como durante o funcionamento em marcha lenta ou em uma desaceleração. O ECM
detecta uma voltagem alta de sinal em condições de operação sob altas cargas do motor.
Localização do Componente:
O sensor de pressão no coletor de admissão está localizado na entrada de admissão de ar.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal de pressão no coletor de admissão é maior que um valor
calibrável durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• É assumido um valor padrão para a leitura da pressão no coletor de admissão.
• A saída de torque do motor será reduzida.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto. Para motores equipados com sistema de pós-tratamento de SCR:
• Este código de falha não pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é aprovado no teste.
• Utilizando a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, certifique-se de que o código de
falha esteja inativo.

45
Literatura de Serviço
Caminhões
• O código de falha inativo será apagado da memória após 9600 horas de funcionamento do
motor sem nova ocorrência da mesma falha.
Para todos os outros motores:
• O ECM apagará a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois que o diagnóstico
for executado com êxito.
• Para motores com diagnóstico a bordo (OBD), o ECM apagará a luz indicadora de falha de
funcionamento (MIL) após 3 ciclos consecutivos depois que o diagnóstico for executado
com êxito.
• O comando ”Reinicializar Todas as Falhas” da ferramenta eletrônica de serviço INSITE™
pode ser usado para apagar falhas ativas e inativas, e também apagar a luz MIL para
aplicações com OBD.
Dicas para a Oficina:
O sensor da pressão no coletor de admissão compartilha com outros sensores os fios de
alimentação e de retorno no chicote do motor. Circuitos abertos e curtos no chicote do motor
podem fazer com que vários códigos de falha sejam ativados. Antes de fazer o diagnóstico de
falha do Código de Falha 122, verifique se há outras falhas. Possíveis causas deste código de
falha:
• Circuito de retorno aberto no chicote, nos conectores ou no sensor.
• Fio de sinal em curto com a alimentação do sensor ou com a alimentação da bateria.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito Nº1 do Sensor da Pressão no Coletor de Admissão.

46
Literatura de Serviço
Caminhões

RESUMO DOS DIAGNÓSTICOS DE FALHAS

CUIDADO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos
Existem códigos de falha de
de falha de alimentação
alimentação do sensor ativos?
do sensor.
PASSO 1B: Verifique se há um
Código de Falha 122 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da pressão no coletor de admissão.


PASSO 2A: Inspecione o sensor da
pressão no coletor de
Pinos sujos ou danificados?
admissão e os pinos do
conector.
PASSO 2B: Verifique a resposta do Código de Falha 123 ativo e Código
circuito. de Falha 122 inativo?
PASSO 2C: Verifique a voltagem de
alimentação e o circui-
4,75 a 5,25 VCC?
to de retorno do sen-
sor.
PASSO 2D: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 122 ativo?
sensor.

47
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3A-1: Verifique a resposta do Código de Falha 123 ativo e Código
ECM. de Falha 122 inativo?
PASSO 3A-2: Verifique se há um có- Verifique se há um código de falha
digo de falha ativo. ativo.
PASSO 3B: Inspecione os pinos dos
Inspecione os pinos dos conectores
conectores do chicote
do chicote do motor e do ECM.
do motor e do ECM.
PASSO 3B-1: Verifique a voltagem de
alimentação e o circui-
4,75 VCC a 5,25 VCC?
to de retorno do sen-
sor.
PASSO 3B-2: Verifique se há um có-
Código de Falha 122 inativo?
digo de falha ativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

48
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos de falha de alimentação do sensor.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha de Existem códigos de falha de Consulte o
alimentação do sensor. alimentação do sensor ativos? diagrama de
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM diagnóstico
de serviço INSITE™ para ler os do código
códigos de falha. de falha
apropriado.
Existem códigos de falha de
alimentação do sensor ativos? 1B
NÃO

PASSO 1B: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 122 inativo? Consulte a
inativo. SIM seção 303
• Utilize a ferramenta eletrônica -14 - Código
de serviço INSITE™ para ler os de falha
códigos de falha. inativo ou
intermitente
Código de Falha 122 inativo?
2A
NÃO

49
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da pressão no coletor de admissão.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da pressão no coletor de admissão e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão no coletor de admissão.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores Pinos sujos ou danificados?
do sensor da pressão no coletor de SIM
admissão e do chicote do motor quanto Reparo:
a:
Foi detectada uma conexão defeituosa
• Conector solto no sensor ou no conector do chicote. 4A
• Pinos corroídos Limpe o conector e os pinos.
• Pinos tortos ou quebrados Se danificado, substitua o chicote do
• Pinos torcidos para trás ou motor.
expandidos
• Umidade dentro ou sobre o
Pinos sujos ou danificados?
conector
NÃO
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do 2B
conector
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

PASSO 2B: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão no coletor de admissão.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 123 ativo e Código de
circuito após 30 segundos. Falha 122 inativo? 2C
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 123 ativo e Código de
códigos de falha. Falha 122 inativo? 3A
NÃO

50
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique a voltagem de alimentação e o circuito de retorno do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão no coletor de admissão.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 a 5,25 VCC?
o circuito de retorno. SIM
• Meça a voltagem entre o pino
de ALIMENTAÇÃO de +5 volts de 2D
pressão no coletor de admissão e
o pino de RETORNO de pressão no
coletor de admissão, no conector
do sensor no chicote do motor. 4,75 a 5,25 VCC?
Use um diagrama elétrico para NÃO
identificação dos pinos e o seguinte 3B
procedimento para obter técnicas
gerais de uso do multímetro.

51
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2D: Verifique os códigos de falha e a condição do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão no coletor de admissão.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 122 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Foi detectado um sensor defeituoso.
códigos de falha.
Substitua o sensor da pressão no
coletor de admissão.
Código de Falha 122 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

52
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM apresentam: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão danificada 4A
• Pinos tortos ou quebrados no conector do ECM ou no conector do
• Pinos torcidos para trás ou chicote do motor.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector Pinos sujos ou danificados?
• Vedações do conector danificadas NÃO
ou faltando Reparo:
• Sujeira ou resíduos nos pinos do Nenhum. O procedimento de remoção 3A-1
conector e instalação do conector corrigiu a
• Capa do conector quebrada falha?
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

53
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3A-1: Verifique a resposta do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 123 ativo e Código de
circuito após 30 segundos. Falha 122 inativo? 3A-2
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 123 ativo e Código de
códigos de falha. Falha 122 inativo?
NÃO
Reparo:
4A
Substitua o ECM.
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

PASSO 3A-2: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 122 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 122 inativo?
NÃO
Reparo: 4A
Foi detectado um curto-circuito entre
pinos no fio de SINAL do chicote do
motor ou substitua o chicote do motor.

54
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM apresentam: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão danificada
• Pinos tortos ou quebrados no conector do ECM ou no conector do
4A
• Pinos torcidos para trás ou chicote do motor.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando Pinos sujos ou danificados?
• Sujeira ou resíduos nos pinos do NÃO
conector
• Capa do conector quebrada 3B-1
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

55
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B-1: Verifique a voltagem de alimentação e o circuito de retorno do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 VCC a 5,25 VCC?
o circuito de retorno. 3B-2
SIM
• Meça a voltagem entre os pinos 4,75 VCC a 5,25 VCC?
de ALIMENTAÇÃO de +5 volts e de
NÃO
RETORNO do sensor de pressão no
coletor de admissão, no conector Reparo:
do ECM do motor. Ligue para obter autorização para 4A
Use um diagrama elétrico para substituir o ECM. Depois de receber a
identificação dos pinos e o seguinte autorização, substitua o ECM.
procedimento para obter técnicas
gerais de uso do multímetro.

56
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B-2: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 122 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 122 inativo?
NÃO
Reparo: 4A
Foi detectado um circuito de
RETORNO aberto no chicote do motor
ou substitua o chicote do motor.

57
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este código
calibração relacionadas no Histórico de falha, o ECM contém essa revisão 4B
de Revisões de Calibração do ECM para ou uma posterior?
verificar se houve mudanças associadas SIM
a este código de falha.
Se houver uma atualização de
• Use a ferramenta eletrônica de calibração disponível para este código
serviço INSITE™ para localizar de falha, o ECM contém essa revisão
o código do ECM e o número ou uma posterior?
de revisão existente no ECM. O
código do ECM e o número de NÃO 4B
revisão encontram-se na seção Reparo:
Informações de Calibração, sob ID Se necessário, calibre o ECM.
do Sistema e Plaqueta de Dados,
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM Completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas

58
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 131


Circuito do Sensor Nº1 da Posição do Pedal ou da Alavanca do
Acelerador - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 131 Circuito do Sensor N° 1 Severa redução da potência
PID(P), SID(S): P091 da Posição do Pedal ou da de saída do motor. Potência
SPN: 91 Alavanca do Acelerador - em modo de emergência
FMI: 3/3 Voltagem Acima da Normal somente.
Lâmpada: Vermelha ou com Voltagem Alta.
SRT: Detectada voltagem alta no
circuito número 1 de posição
do pedal do acelerador.

Descrições do Circuito:
O sensor da posição do acelerador é um sensor de efeito Hall acoplado ao pedal do acelerador. O
sensor da posição do acelerador varia a voltagem do sinal para o módulo eletrônico de controle
(ECM) quando o pedal do acelerador é pressionado e liberado. O ECM recebe uma voltagem
baixa do sinal quando a leitura da posição do pedal do acelerador é 0%. O ECM recebe uma
voltagem alta do sinal quando a leitura da posição do pedal do acelerador é 100%. O circuito da
posição do pedal do acelerador contém uma fonte de alimentação de 5 volts, um retorno e um
sinal da posição do pedal do acelerador.
O pedal do acelerador contém dois sensores de posição. Esses sensores de posição são usados
para medir a posição do acelerador. Os dois sensores de posição recebem uma alimentação
de 5 volts do ECM. Uma voltagem do sinal correspondente baseada na posição do pedal do
acelerador é então enviada pelo ECM. A voltagem do sinal para a posição 1 do acelerador é o
dobro da voltagem do sinal para a posição 2 do acelerador.
Quando o ECM detecta uma voltagem do sinal maior que a faixa de operação normal do sensor,
este código de falha é acionado.
Localização do Componente:
O sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador está localizado no pedal ou alavanca
do acelerador. Consulte o manual de diagnóstico de falhas e reparos apropriado do OEM.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal do pedal do acelerador é maior que um valor calibrável
durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) e/ou a
luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.

59
Literatura de Serviço
Caminhões
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) quando
o diagnóstico for executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Motores mais novos usam dois sensores de posição do acelerador para determinar a posição
do acelerador. Os pedais em motores mais antigos utilizam um único sensor de posição do
acelerador e um interruptor de validação da marcha lenta. Se os Códigos de Falha 132 e 1241
forem ativados quando o pedal do acelerador estiver na posição de marcha lenta, e o Código
de Falha 132 for desativado e o Código de Falha 1239 for ativado quando o acelerador for
pressionado, isso será uma indicação de que o pedal incorreto foi instalado no veículo. Um
pedal de acelerador com dois sensores de posição deve ser instalado.
Se estiver fazendo o diagnóstico de um problema intermitente do acelerador:
A voltagem do sinal do sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador pode ser
monitorada com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, durante a flexão do chicote para
localizar a conexão intermitente. As conexões intermitentes aparecem como mudanças abruptas
na voltagem do sinal mostradas pela ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
As possíveis causas desta falha são:
• O circuito do sinal de posição do pedal ou da alavanca do acelerador em curto com a
bateria ou com a alimentação de (+) 5 volts
• Circuito aberto de retorno do sensor da posição do pedal do acelerador no chicote ou nas
conexões
• Alimentação do acelerador em curto com a bateria
• Falha no sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador.
Os três fios do circuito do sensor da posição do acelerador devem ser trançados juntos.

60
Literatura de Serviço
Caminhões

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor de Posição do Pedal ou da Alavanca do Acelerador

61
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos
de falha de alimentação Código de Falha 2.185 ativo?
do sensor.
PASSO 1B: Verifique se há um có-
Código de Falha 131 ativo?
digo de falha ativo.

PASSO 2: Verifique o circuito do sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador.


PASSO 2A: Inspecione o sensor da Se houver uma atualização de
posição do pedal do ace- calibração disponível para este
lerador e os pinos do co- código de falha, o ECM contém essa
nector. revisão ou uma posterior?
PASSO 2B: Verifique a voltagem de
alimentação do sensor
da posição do pedal do Código de falha inativo?
acelerador e o circuito
de retorno.
PASSO 2C: Verifique a resposta do Código de Falha 132 ativo e Código
circuito. de Falha 131 inativo?
PASSO 2D: Verifique os códigos de
falha e verifique a con-
Código de Falha 132 ativo?
dição do pedal ou da
alavanca do acelerador.

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote do Pinos sujos ou danificados?
OEM e do ECM.
PASSO 3B: Verifique se há um cir-
cuito aberto no chicote Menos de 10 ohms?
do OEM.
PASSO 3C: Verifique se há um curto-
-circuito entre pinos no Mais de 100k ohms?
chicote do OEM.
PASSO 3D: Verifique se há um códi-
Código de Falha 131 inativo?
go de falha inativo.

62
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


Se houver uma atualização de
PASSO 4A: Verifique se existe dispo-
calibração disponível para este
nível uma atualização de
código de falha, o ECM contém essa
calibração para o ECM.
revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

63
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos de falha de alimentação do sensor.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha de Código de Falha 2185 ativo? Código de
alimentação do sensor. SIM Falha 2185
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 2185 ativo?
1B
códigos de falha. NÃO

PASSO 1B: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Código de Falha 131 ativo?
2A
Verifique se há um código de falha SIM
ativo. Consulte a
• Utilize a ferramenta eletrônica seção 303
Código de Falha 131 ativo? -14 - Código
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha. NÃO de falha
inativo ou
intermitente

64
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador e os
pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do sensor quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados defeituosa no sensor ou no conector 4A
• Pinos torcidos para trás ou do chicote.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
Pinos sujos ou danificados?
conector 2B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

65
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a voltagem de alimentação do sensor da posição do pedal do acelerador
e o circuito de retorno.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 VCC a 5,25 VCC?
o circuito de retorno. 2C
SIM
• Meça a voltagem entre os pinos
de ALIMENTAÇÃO de +5 volts e de
RETORNO do sensor da posição do
pedal do acelerador no conector
do sensor no chicote do OEM. 4,75 VCC a 5,25 VCC?
3A
Use um diagrama elétrico para NÃO
identificação dos pinos e o seguinte
procedimento para obter técnicas
gerais de uso do multímetro.

66
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Código de Falha 132 ativo e Código
Verifique se há resposta apropriada do de Falha 131 inativo? 2D
ECM após 30 segundos.
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica
Código de Falha 132 ativo e Código
de serviço INSITE™ para ler os
de Falha 131 inativo? 3A
códigos de falha.
NÃO

PASSO 2D: Verifique os códigos de falha e verifique a condição do pedal do acelerador.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o pedal ou alavanca do acelerador no chicote do OEM.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 132 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os Foi detectado um pedal ou alavanca
códigos de falha. defeituosa do acelerador. Consulte
um Posto Autorizado de Serviços 4A
Cummins® para obter instruções de
reparo.
Substitua o pedal ou alavanca do
acelerador.
Consulte o manual de serviços do
OEM.
Código de Falha 132 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

67
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do OEM e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão 4A
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do chicote.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do Pinos sujos ou danificados?
conector 3B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

68
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
• Meça a resistência entre o pino de 3C
SIM
RETORNO do pedal do acelerador,
no conector ECM do chicote do Menos de 10 ohms?
OEM, e o pino de RETORNO do
NÃO
pedal do acelerador no chicote
do OEM. Reparo:
4A
Use um diagrama elétrico para Foi detectado um circuito aberto de
identificação dos pinos e o seguinte RETORNO no chicote do OEM.
procedimento para obter técnicas
gerais de medição da resistência.

69
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre pinos. 3D
SIM
• Meça a resistência entre o
pino de SINAL do pedal do
acelerador, no conector ECM Mais de 100k ohms?
do chicote do OEM, e todos os NÃO
outros pinos do conector do Reparo: 4A
OEM. Substitua o chicote do OEM.
Consulte o diagrama de circuitos
ou o diagrama elétrico para a
identificação dos pinos do conector.

70
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 131 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 131 inativo?
NÃO
Reparo:
Substitua o ECM. 4A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

71
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de calibração
de revisão no ECM em relação às disponível para este código de falha, o
revisões de calibração relacionadas no ECM contém essa revisão ou uma posterior? 4B
Histórico de Revisões de Calibração do SIM
ECM para verificar se houve mudanças Se houver uma atualização de calibração
associadas a este código de falha. disponível para este código de falha, o
• Use a ferramenta eletrônica de ECM contém essa revisão ou uma posterior?
serviço INSITE™ para localizar NÃO
o código do ECM e o número
Reparo:
de revisão existente no ECM. O 4B
código do ECM e o número de Se necessário, calibre o ECM.
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID
do Sistema e Plaqueta de Dados,
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo?
4B
• Funcione o motor de acordo SIM
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 4B
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos de diagnóstico de
falhas.

72
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 132


Circuito do Sensor da Posição 1 do Pedal ou da Alavanca do Acelerador
- Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 132 Circuito do Sensor da Posição Severa redução da potência
PID(P), SID(S): P091 1 do Pedal ou Alavanca do de saída do motor. Potência
SPN: 91 Acelerador - Voltagem Abaixo em modo de emergência
FMI: 4/4 da Normal ou com Voltagem somente.
Lâmpada: Vermelha Baixa. Detectada voltagem
SRT: baixa no circuito de sinal
número 1 de posição do pedal
do acelerador.

Descrições do Circuito:
O sensor da posição do acelerador é um sensor de efeito Hall acoplado ao pedal do acelerador. O
sensor da posição do acelerador varia a voltagem do sinal para o módulo eletrônico de controle
(ECM) quando o pedal do acelerador é pressionado e liberado. O ECM recebe uma voltagem
baixa do sinal quando a leitura da posição do pedal do acelerador é 0%. O ECM recebe uma
voltagem alta do sinal quando a leitura da posição do pedal do acelerador é 100%. O circuito da
posição do pedal do acelerador contém uma fonte de alimentação de 5 volts, um retorno e um
sinal da posição do pedal do acelerador.
O pedal do acelerador contém dois sensores de posição. Esses sensores de posição são usados
para medir a posição do acelerador. Os dois sensores de posição recebem uma alimentação
de 5 volts do ECM. Uma voltagem do sinal correspondente baseada na posição do pedal do
acelerador é então enviada pelo ECM. A voltagem do sinal para a posição 1 do acelerador é o
dobro da voltagem do sinal para a posição 2 do acelerador.
Quando o ECM detecta uma voltagem do sinal menor que a faixa de operação normal do sensor,
este código de falha é acionado.
Localização do Componente:
O sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador é montado no conjunto do pedal do
acelerador. Consulte o manual de serviços do fabricante do equipamento original (OEM).
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal do pedal do acelerador é menor que um valor calibrável
durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) e/ou a
luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.

73
Literatura de Serviço
Caminhões
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) quando
o diagnóstico for executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Motores mais novos usam dois sensores de posição do acelerador para determinar a posição
do acelerador. Os pedais em motores mais antigos utilizam um único sensor de posição do
acelerador e um interruptor de validação da marcha lenta. Se os Códigos de Falha 132 e 1241
forem ativados quando o pedal do acelerador estiver na posição de marcha lenta, e o Código
de Falha 132 for desativado e o Código de Falha 1239 for ativado quando o acelerador for
pressionado, isso será uma indicação de que o pedal incorreto foi instalado no veículo. Um
pedal de acelerador com dois sensores de posição deve ser instalado. Se estiver fazendo o
diagnóstico de um problema intermitente do acelerador:
A voltagem do sinal do sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador pode ser
monitorada com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, durante a flexão do chicote para
localizar a conexão intermitente. As conexões intermitentes aparecem como mudanças abruptas
na voltagem do sinal mostradas pela ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
As possíveis causas desta falha são:
• Sinal de posição do pedal ou da alavanca do acelerador em curto com o massa do motor ou
com os fios de retorno do chicote do OEM ou do sensor
• Falha no sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador
• Circuito aberto no fio de sinal, de alimentação ou de retorno do chicote ou nos conectores.
Os três fios do circuito do sensor da posição do acelerador devem ser trançados juntos.

74
Literatura de Serviço
Caminhões

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor de Posição do Pedal do Acelerador

75
Literatura de Serviço
Caminhões

RESUMO DOS DIAGNÓSTICOS DE FALHAS

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de
teste ao efetuar uma medição: Nº 3823995, ponta de teste macho Weather Pack™; Nº 3823996,
ponta de teste fêmea Weather Pack™; Nº 3822758, ponta de teste macho Deutsch™/AMP™/
Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos
de falha de alimentação Código de Falha 2185 ou 2186 ativos?
do sensor.
PASSO 1B: Verifique se há um có-
Código de Falha 132 ativo?
digo de falha ativo.

PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador.


PASSO 2A: Inspecione o sensor da
posição do pedal do
Pinos sujos ou danificados?
acelerador e os pinos
do conector.
PASSO 2B: Verifique a voltagem de
alimentação do sensor
da posição do pedal do 4,75 VCC a 5,25 VCC?
acelerador e o circuito
de retorno.
PASSO 2C: Verifique a resposta do Código de Falha 131 ativo e Código
circuito. de Falha 132 inativo?
PASSO 2D: Verifique os códigos de
falha e verifique a con-
Código de Falha 132 ativo?
dição do pedal ou da
alavanca do acelerador.

76
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do OEM e do ECM.
PASSO 3B: Verifique se há um cir-
cuito aberto no chicote Menos de 10 ohms?
do OEM.
PASSO 3C: Verifique se há um cir-
cuito aberto no chicote Menos de 10 ohms?
do OEM.
PASSO 3D: Verifique se há um cur-
to-circuito entre pinos Mais de 100k ohms?
no chicote do OEM.
PASSO 3E: Verifique se há um cur-
to-circuito entre os pi-
Mais de 100k ohms?
nos e o massa no chico-
te do OEM.
PASSO 3F: Verifique se há um có-
Código de Falha 132 inativo?
digo de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


Se houver
uma
atualização
de calibração
PASSO 4A: Verifique se existe disponível
disponível uma para este
Pinos sujos ou danificados?
atualização de código de
calibração para o ECM. falha, o
ECM contém
essa revisão
ou uma
posterior?
PASSO 4B: Desative o código de fa- Código de
Menos de 10 ohms?
lha. falha inativo?

77
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há códigos de falha de alimentação do sensor.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha de Diagrama
alimentação do sensor. Código de Falha 2185 ou 2186 ativos? apropriado de
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM diagnóstico
de serviço INSITE™ para ler os do código de
códigos de falha. falha.
Código de Falha 2185 ou 2186 ativos?
1B
NÃO

PASSO 1B: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 132 ativo?
ativo. 2A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 132 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

78
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da posição do pedal do acelerador.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da posição do pedal do acelerador e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do sensor quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão 4A
• Pinos tortos ou quebrados defeituosa no sensor ou no conector
• Pinos torcidos para trás ou do chicote.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
Pinos sujos ou danificados?
• Sujeira ou resíduos nos pinos do 2B
conector NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

79
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a voltagem de alimentação do sensor da posição do pedal do
acelerador e o circuito de retorno.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 VCC a 5,25 VCC?
o circuito de retorno do sensor. 2C
SIM
• Meça a voltagem entre os pinos
de ALIMENTAÇÃO de +5 volts e de
RETORNO do sensor de posição do 4,75 VCC a 5,25 VCC?
3A
pedal do acelerador, no conector NÃO
do sensor no chicote do OEM.

80
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a resposta do circuito. Código de Falha 131 ativo e Código
• Instale um fio de ponte entre o de Falha 132 inativo? 2D
pino de ALIMENTAÇÃO de +5 volts SIM
de posição do pedal do acelerador
e o pino de SINAL de posição do
pedal do acelerador no conector
sensor do chicote do OEM.
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação Código de Falha 131 ativo e Código
dos pinos do conector. de Falha 132 inativo? 3A
Verifique se há resposta apropriada do NÃO
ECM após 30 segundos.
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha.

81
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2D: Verifique os códigos de falha e verifique a condição do pedal do acelerador.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o pedal do acelerador no chicote do OEM.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 132 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os Foi detectado um pedal defeituoso
códigos de falha. do acelerador. Entre em contato com 2D
o OEM ou o distribuidor apropriado
para obter instruções de reparo.
Substitua o pedal do acelerador.
Consulte o manual de serviços do
OEM.
Código de Falha 132 ativo?
NÃO
Reparo: 3A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

82
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do OEM e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão 4A
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do chicote.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do Pinos sujos ou danificados?
conector 3B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

83
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
3C
• Meça a resistência entre o pino SIM
de ALIMENTAÇÃO do pedal ou
da alavanca do acelerador no Menos de 10 ohms?
conector do ECM, no chicote do NÃO
motor, e o pino de ALIMENTAÇÃO Reparo: 4A
no conector do pedal ou da Foi detectado um circuito aberto de
alavanca do acelerador do ALIMENTAÇÃO no chicote do OEM.
chicote do OEM.

84
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o pedal do acelerador.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
3D
• Meça a resistência entre o pino SIM
de SINAL do sensor de posição
pedal ou alavanca do acelerador,
no conector do ECM no chicote do
OEM, e o pino de SINAL do sensor Menos de 10 ohms?
de posição pedal ou alavanca do NÃO
acelerador, no conector do pedal 4A
Reparo:
do acelerador no chicote do OEM.
Foi detectado um circuito aberto de
Use um diagrama elétrico para
SINAL no chicote do OEM.
identificação dos pinos e o seguinte
procedimento para obter técnicas
gerais de medição da resistência.

85
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre pinos. 3E
SIM
• Meça a resistência entre o pino
de SINAL do pedal do acelerador,
no conector ECM do chicote do
OEM, e todos os outros pinos do Mais de 100k ohms?
conector do OEM. NÃO
4A
Use um diagrama elétrico para Reparo:
identificação dos pinos e o seguinte substitua o chicote do OEM.
procedimento para obter técnicas
gerais de medição da resistência.

86
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3E: Verifique se há um curto-circuito entre os pinos e o massa no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto entre os pinos Mais de 100k ohms?
e o massa. 3E
SIM
• Meça a resistência entre o pino
de SINAL do pedal do acelerador, Mais de 100k ohms?
no conector do ECM do chicote do NÃO
OEM, e o massa.
Reparo: 4A
Use um diagrama elétrico para
Foi detectado um curto-circuito entre
identificação dos pinos e o seguinte
os pinos e o massa na linha de SINAL
procedimento para obter técnicas
no chicote do OEM.
gerais de medição da resistência.

87
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3F: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 132 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
O procedimento de remoção e
códigos de falha. instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 132 inativo?
NÃO
Reparo:
Substitua o ECM. 4A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

88
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 4B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

89
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 133


Circuito 1 do Sensor da Posição do Pedal ou da Alavanca do Acelerador
Remoto - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 133 Circuito 1 do Sensor da O acelerador remoto não
PID(P), SID(S): P372 Posição do Pedal ou da irá funcionar. A posição do
SPN: 974 Alavanca do Acelerador acelerador remoto será
FMI: 3/3 Remoto - Voltagem Acima ajustada para 0 por cento.
Lâmpada: Vermelha da Normal ou com Voltagem
SRT: Alta. Detectada voltagem
alta no circuito de sinal
de posição do pedal do
acelerador remoto.

Descrições do Circuito:
O sensor de posição do acelerador remoto é um potenciômetro conectado na alavanca do
acelerador remoto. O sensor de posição do acelerador remoto varia a voltagem do sinal para o
módulo eletrônico de controle (ECM) quando a alavanca do acelerador remoto é pressionada e
liberada. O ECM recebe uma voltagem baixa de sinal quando a leitura da posição da alavanca do
acelerador remoto é 0%. O ECM recebe uma voltagem alta do sinal quando a leitura da posição
da alavanca do acelerador remoto é 100%. O circuito de posição do pedal do acelerador remoto
contém uma fonte de alimentação de 5 volts, um retorno e um sinal da posição do pedal do
acelerador remoto.
Localização do Componente:
A localização do pedal ou da alavanca do acelerador remoto varia de acordo com o OEM.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal do pedal do acelerador remoto é maior que um valor
calibrável durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) imediatamente quando o
diagnóstico é executado e falha.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) e o código de falha é
imediatamente desativado quando o diagnóstico é executado com êxito.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.

90
Literatura de Serviço
Caminhões
Dicas para a Oficina:
Se estiver fazendo o diagnóstico de um problema intermitente do acelerador:
A voltagem do sinal do sensor de posição do pedal ou da alavanca do acelerador remoto pode
ser monitorada com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, durante a flexão do chicote
para localizar a conexão intermitente. As conexões intermitentes aparecem como mudanças
abruptas na voltagem do sinal mostradas pela ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
As possíveis causas desta falha são:
• Circuito do sinal de posição do pedal ou da alavanca do acelerador remoto em curto com
a bateria ou com a alimentação de (+) 5 volts
• Circuito aberto de retorno do sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador
remoto no chicote ou nas conexões
• Alimentação do acelerador remoto em curto com a bateria
• Falha no sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador remoto.
Os três fios do circuito do sensor da posição do acelerador remoto devem ser trançados juntos.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor de Posição do Pedal do Acelerador Remoto

91
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 133 - Circuito do Sensor Nº 1 da Posição do Pedal ou


da Alavanca do Acelerador Remoto - Voltagem Acima da Normal ou
com Voltagem Alta

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de prova
ao efetuar uma medição: Nº 3823996 - ponta de prova fêmea Weather Pack™, e Nº 3822758 -
ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos
de falha de alimentação Código de Falha 1695 ou 1696 ativos?
do sensor.
PASSO 1B: Verifique se há um có-
Código de Falha 133 ativo?
digo de falha ativo.

PASSO 2: Verifique a voltagem de alimentação do sensor da posição do pedal ou da


alavanca do acelerador remoto e o circuito de retorno.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da
posição do pedal ou da
alavanca do acelerador Pinos sujos ou danificados?
remoto e os pinos do
conector.
PASSO 2B: Verifique a voltagem de
alimentação do sensor
da posição do pedal ou
4,75 VCC a 5,25 VCC?
da alavanca do acelera-
dor remoto e o circuito
de retorno.
PASSO 2C: Verifique a resposta do Código de Falha 134 ativo e Código
circuito. de Falha 133 inativo?
PASSO 2D: Verifique os códigos de
falha e verifique a con-
dição do pedal ou da Código de Falha 134 ativo?
alavanca do acelerador
remoto.

92
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do OEM e do ECM.
PASSO 3B: Verifique se há um cir-
cuito aberto no chicote Menos de 10 ohms?
do OEM.
PASSO 3C: Verifique se há um cur-
to-circuito entre pinos Mais de 100k ohms?
no chicote do OEM.
PASSO 3D: Verifique se há um có-
Código de Falha 133 inativo?
digo de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

93
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há códigos de falha de alimentação do sensor.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha de Código de Falha 1695 ou 1696 ativos? Código de
alimentação do sensor. Falha 1695 ou
SIM 1696
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 1695 ou 1696 ativos?
1B
códigos de falha. NÃO

PASSO 1B: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 133 ativo?
ativo. 2A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 133 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

94
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador remoto,
a voltagem de alimentação do circuito e o circuito de retorno.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador remoto
e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador
remoto.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do sensor quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados defeituosa no sensor ou no conector 4A
• Pinos torcidos para trás ou do chicote.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
Pinos sujos ou danificados?
conector 2B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

95
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a voltagem de alimentação do sensor da posição do pedal ou da
alavanca do acelerador remoto e o circuito de retorno.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 VCC a 5,25 VCC?
o circuito de retorno do sensor. 2C
SIM
• Meça a voltagem entre os pinos
de ALIMENTAÇÃO de +5 volts e de
RETORNO do sensor da posição do
pedal do acelerador remoto no
conector do sensor no chicote do
4,75 VCC a 5,25 VCC?
OEM. 3A
NÃO
Use um diagrama elétrico para
identificação dos pinos e o seguinte
procedimento para obter técnicas
gerais de uso do multímetro.

96
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador
remoto.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 134 ativo e Código
ECM após 30 segundos. de Falha 133 inativo? 2D
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 134 ativo e Código
códigos de falha. de Falha 133 inativo? 3A
NÃO

PASSO 2D: Verifique os códigos de falha e verifique a condição do pedal ou da alavanca do


acelerador remoto.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o pedal ou alavanca do acelerador remoto no chicote do OEM.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 134 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os Foi detectado um pedal ou alavanca
códigos de falha. defeituosa do acelerador remoto.
Entre em contato com o distribuidor 4A
do OEM para obter instruções de
reparo.
Substitua o pedal ou alavanca do
acelerador remoto.
Consulte o manual de serviços do
OEM.
Código de Falha 134 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?
97
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do OEM e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão 4A
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do chicote.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do Pinos sujos ou danificados?
conector 3B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

98
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador
remoto.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
• Meça a resistência entre o pino SIM 3C
de RETORNO do pedal ou da
alavanca do acelerador remoto
no conector do ECM, no chicote
do OEM, e o pino de RETORNO Menos de 10 ohms?
do pedal ou da alavanca do NÃO
acelerador remoto no chicote do Reparo:
4A
OEM. Foi detectado um circuito aberto de
Use um diagrama elétrico para RETORNO no chicote do OEM.
identificação dos pinos e o seguinte Substitua o chicote do OEM.
procedimento para obter técnicas
gerais de medição da resistência.

99
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre pinos. 3D
SIM
• Meça a resistência entre o pino de
SINAL do pedal ou da alavanca do
acelerador remoto no conector
do ECM, no chicote do OEM, e Mais de 100k ohms?
todos os outros pinos do conector NÃO
4A
do OEM. Reparo:
Use um diagrama elétrico e o seguinte Substitua o chicote do OEM.
procedimento de técnicas gerais de
medição da resistência.

100
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 133 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 133 inativo?
NÃO
Reparo:
Substitua o ECM. 4A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM.
Depois de receber a autorização,
substitua o ECM.

101
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM em relação às calibração disponível para este
revisões de calibração relacionadas no código de falha, o ECM contém essa 4B
Histórico de Revisões de Calibração do revisão ou uma posterior?
ECM para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais de
diagnóstico de falhas.

102
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 134


Circuito 1 do Sensor de Posição do Pedal ou da Alavanca do Acelerador
Remoto - Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 134 Circuito 1 do Sensor de O acelerador remoto não
PID(P), SID(S): P372 Posição do Pedal ou Alavanca irá funcionar. A posição do
SPN: 974 do Acelerador Remoto - acelerador remoto será
FMI: 4/4 Voltagem Abaixo da Normal ajustada para 0 por cento.
Lâmpada: Vermelha ou com Voltagem Baixa.
SRT: Detectada voltagem baixa no
circuito do sinal de posição
do pedal do acelerador
remoto.

Descrições do Circuito:
O sensor de posição do acelerador remoto é um potenciômetro conectado na alavanca do
acelerador remoto. O sensor de posição do acelerador remoto varia a voltagem do sinal para o
módulo eletrônico de controle (ECM) quando a alavanca do acelerador remoto é pressionada e
liberada. O ECM recebe uma voltagem baixa de sinal quando a leitura da posição da alavanca do
acelerador remoto é 0%. O ECM recebe uma voltagem alta do sinal quando a leitura da posição
da alavanca do acelerador remoto é 100%. O circuito de posição do pedal do acelerador remoto
contém uma fonte de alimentação de 5 volts, um retorno e um sinal da posição do pedal do
acelerador remoto.
Localização do Componente:
A localização do pedal ou da alavanca do acelerador remoto varia de acordo com o OEM.
Consulte o manual de serviços do OEM.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal do pedal do acelerador remoto é menor que um valor
calibrável durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) imediatamente quando o
diagnóstico é executado e falha.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Valide o reparo. Dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) e o código de falha é
imediatamente desativado quando o diagnóstico é executado com êxito.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.

103
Literatura de Serviço
Caminhões
Dicas para a Oficina:
Se estiver fazendo o diagnóstico de um problema intermitente do acelerador:
A voltagem do sinal do sensor de posição do pedal ou da alavanca do acelerador remoto pode
ser monitorada com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, durante a flexão do chicote
para localizar a conexão intermitente. As conexões intermitentes aparecem como mudanças
abruptas na voltagem do sinal mostradas pela ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
As possíveis causas desta falha são:
• Sinal de posição do pedal ou da alavanca do acelerador remoto em curto com o massa do
motor ou com os fios de retorno do chicote do OEM ou do sensor
• Falha no sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador remoto
• Circuito aberto no fio de sinal, de alimentação ou de retorno do acelerador remoto no
chicote ou nos conectores.
Os três fios do circuito do sensor da posição do acelerador remoto devem ser trançados juntos.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor de Posição do Pedal ou da Alavanca do Acelerador Remoto

104
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 134 - Circuito do Sensor Nº 1 da Posição do Pedal ou


da Alavanca do Acelerador Remoto - Voltagem Abaixo da Normal ou
com Voltagem Baixa

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de
teste ao efetuar uma medição: Nº 3823995, ponta de teste macho Weather Pack™; Nº 3823996,
ponta de teste fêmea Weather Pack™; Nº 3822758, ponta de teste macho Deutsch™/AMP™/
Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos
Contagens ativas ou inativas do
de falha de alimentação
Código de Falha 115?
do sensor.
PASSO 1B: Verifique se há um
Código de Falha 134 ativo?
código de falha ativo.

PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da posição do pedal ou da alavanca do acelerador


remoto.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da
posição do pedal/ala-
vanca do acelerador re- Pinos sujos ou danificados?
moto e os pinos do co-
nector.
PASSO 2B: Verifique a voltagem de
alimentação do sensor
da posição do pedal ou
4,75 VCC a 5,25 VCC?
da alavanca do acelera-
dor remoto e o circuito
de retorno.
PASSO 2C: Verifique a resposta do Código de Falha 133 ativo e Código
circuito. de Falha 134 inativo?
PASSO 2D: Verifique os códigos
de falha e verifique a
condição do pedal ou da Código de Falha 134 ativo?
alavanca do acelerador
remoto.

105
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do OEM e do ECM.
PASSO 3B: Verifique se há um cir-
cuito aberto no chicote Menos de 10 ohms?
do OEM.
PASSO 3C: Verifique se há um
circuito aberto no Menos de 10 ohms?
chicote do OEM.
PASSO 3D: Verifique se há um
curto-circuito entre
Mais de 100k ohms?
pinos no chicote do
OEM.
PASSO 3E: Verifique se há um
curto-circuito entre
Mais de 100k ohms?
os pinos e o massa no
chicote do OEM.
PASSO 3F: Verifique se há um
Código de Falha 134 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

106
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há códigos de falha de alimentação do sensor.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha de Diagrama
alimentação do sensor. Existem códigos de falha de apropriado de
• Utilize a ferramenta eletrônica alimentação do sensor ativos? diagnóstico
de serviço INSITE™ para ler os SIM do código de
códigos de falha. falha.
Existem códigos de falha de
alimentação do sensor ativos? 1B
NÃO

PASSO 1B: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 134 ativo?
ativo. 2A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 134 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

107
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da posição do pedal do acelerador remoto e os pinos do
conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do sensor quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão 4A
• Pinos tortos ou quebrados defeituosa no sensor ou no conector
• Pinos torcidos para trás ou do chicote.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
Pinos sujos ou danificados?
• Sujeira ou resíduos nos pinos do 2B
conector NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

108
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a voltagem de alimentação do sensor da posição do pedal do acelerador
remoto e o circuito de retorno.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 VCC a 5,25 VCC?
o circuito de retorno do sensor. 2C
SIM
• Meça a voltagem entre os pinos
de ALIMENTAÇÃO de +5 volts e de
RETORNO do sensor da posição do
pedal do acelerador remoto, no
conector do sensor no chicote do
4,75 VCC a 5,25 VCC?
OEM. 3A
NÃO
Use um diagrama elétrico para
identificação dos pinos e o seguinte
procedimento para obter técnicas
gerais de uso do multímetro.

109
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a resposta do circuito. Código de Falha 133 ativo e Código
• Instale um fio de ponte entre os de Falha 134 inativo? 2D
pino de ALIMENTAÇÃO de +5 volts SIM
e de SINAL do sensor de posição
do pedal do acelerador remoto,
no conector do sensor no chicote
do OEM.
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação Código de Falha 133 ativo e Código
dos pinos do conector. de Falha 134 inativo? 3A
Verifique se há resposta apropriada do NÃO
ECM após 30 segundos.
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha.

110
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2D: Verifique os códigos de falha e verifique a condição do pedal do acelerador
remoto.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 134 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os Foi detectado um pedal defeituoso
códigos de falha. do acelerador remoto. 4A
Substitua o pedal do acelerador
remoto.
Consulte o manual de serviços do
OEM.
Código de Falha 134 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

111
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do OEM e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão 4A
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do chicote.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do Pinos sujos ou danificados?
conector 3B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

112
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
• Meça a resistência entre o pino SIM 3C
de ALIMENTAÇÃO do pedal ou da
alavanca do acelerador remoto no
conector do ECM, no chicote do
motor, e o pino de ALIMENTAÇÃO Menos de 10 ohms?
no conector do pedal ou da NÃO
alavanca do acelerador remoto Reparo:
4A
do chicote do OEM. Foi detectado um circuito aberto de
Use um diagrama elétrico para ALIMENTAÇÃO no chicote do OEM.
identificação dos pinos e o seguinte Substitua o chicote do OEM.
procedimento para obter técnicas
gerais de medição da resistência.

113
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o pedal do acelerador remoto.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
• Meça a resistência entre o pino de 3D
SIM
SINAL do pedal ou da alavanca do
acelerador remoto no conector
ECM do chicote do OEM, e o pino Menos de 10 ohms?
de SINAL no conector do pedal NÃO
ou da alavanca do acelerador
Reparo:
remoto do chicote do OEM. 4A
Foi detectado um circuito aberto de
Use um diagrama elétrico para
SINAL no chicote do OEM.
identificação dos pinos e o seguinte
procedimento para obter técnicas Substitua o chicote do OEM.
gerais de medição da resistência.

114
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre pinos. 3E
SIM
• Meça a resistência entre o pino
de SINAL do pedal do acelerador
remoto, no conector ECM do
chicote do OEM, e todos os outros Mais de 100k ohms?
pinos do conector do OEM. NÃO
4A
Use um diagrama elétrico para Reparo:
identificação dos pinos e o seguinte Substitua o chicote do OEM.
procedimento para obter técnicas
gerais de medição da resistência.

115
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3E: Verifique se há um curto-circuito entre os pinos e o massa no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da posição do pedal do acelerador remoto.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto entre os pinos Mais de 100k ohms?
e o massa. 3F
SIM
• Meça a resistência entre o pino Mais de 100k ohms?
de SINAL do pedal do acelerador
remoto, no conector do ECM do NÃO
chicote do OEM, e o massa. Reparo:
Use um diagrama elétrico para Foi detectado um curto-circuito entre 4A
identificação dos pinos e o seguinte os pinos e o massa na linha de SINAL
procedimento para obter técnicas no chicote do OEM.
gerais de medição da resistência. Substitua o chicote do OEM.

116
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3F: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 134 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
O procedimento de remoção e
códigos de falha. instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 134 inativo?
NÃO
Reparo:
Substitua o ECM. 4A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

117
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM em relação às calibração disponível para este
revisões de calibração relacionadas no código de falha, o ECM contém essa 4B
Histórico de Revisões de Calibração do revisão ou uma posterior?
ECM para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

118
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 135


Circuito 1 do Sensor da Pressão na Galeria de Óleo do Motor - Voltagem
Acima da Normal ou com Voltagem Alta

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 135 Circuito 1 do Sensor da Nenhum quanto ao
PID(P), SID(S): P100 Pressão na Galeria de Óleo desempenho. Nenhuma
SPN: 100 do Motor - Voltagem Acima proteção do motor para a
FMI: 3/3 da Normal ou com Voltagem pressão do óleo.
Lâmpada: Âmbar Alta. Detectada voltagem
SRT: alta de sinal no circuito de
pressão do óleo do motor.

Descrições do Circuito:
O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece uma alimentação de 5 volts para o sensor de
pressão do óleo do motor no circuito de alimentação do sensor. O ECM fornece também um
massa no circuito de retorno do sensor. O sensor de pressão do óleo do motor envia um sinal
ao ECM pelo circuito de sinal do sensor. A voltagem do sinal do sensor varia de acordo com
a pressão na galeria de óleo. O ECM detecta uma voltagem baixa de sinal nas condições de
operação quando a pressão do óleo for ligeiramente menor. O ECM detecta uma voltagem alta
de sinal durante altas rotações do motor ou nas condições de operação quando a temperatura
do óleo está baixa.
Localização do Componente:
O sensor da pressão do óleo do motor está localizado no lado esquerdo do bloco do motor.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal de pressão do óleo é maior que 4,75 VCC durante mais
de 16 segundos.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) imediatamente quando
o diagnóstico é executado e falha.
• É assumido um valor padrão para a leitura da pressão do óleo do motor.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e o código de falha é
imediatamente desativado quando o diagnóstico é executado com êxito.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.

119
Literatura de Serviço
Caminhões
Dicas para a Oficina:
Se o sensor de pressão do óleo compartilhar fios de alimentação e de retorno no chicote do
motor com outros sensores, circuitos abertos e curtos-circuitos no chicote do motor poderão
causar a ativação de vários códigos de falha. Antes de fazer o diagnóstico de falha do Código de
Falha 135, verifique se há outras falhas.
Possíveis causas deste código de falha:
• Circuito de retorno aberto no chicote, nos conectores ou no sensor
• Um circuito de sinal em curto com a alimentação do sensor ou com a voltagem da bateria.

ISL8.9 CM2150 SN - Circuito 1 da Pressão na Galeria de Óleo do Motor

120
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 135 - Circuito do Sensor 1 de Pressão na Galeria de


Óleo do Motor - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para evitar danos aos pinos e ao chicote, utilize os seguintes cabos de teste ao efetuar uma
medição: Nº 3164596, ponta de prova macho Framatome™, e Nº 3822917, ponta de prova fêmea
Deutsch™/AMP™/Metri- Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos
Existem códigos de falha de
de falha de alimentação
alimentação do sensor ativos?
do sensor.
PASSO 1B: Verifique se há um
Código de Falha 135 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 2: Verifique o sensor da pressão do óleo e o circuito do sensor


PASSO 2A: Inspecione o sensor da
pressão do óleo e os Pinos sujos ou danificados?
pinos do conector.
PASSO 2B: Verifique a resposta do Código de Falha 141 ativo e Código
circuito. de Falha 135 inativo?
PASSO 2C: Verifique a voltagem de
alimentação e o circuito 4,75 VCC a 5,25 VCC?
de retorno do sensor.
PASSO 2D: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 135 ativo?
sensor.

121
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3A-1: Verifique a resposta do Código de Falha 141 ativo e Código
ECM. de Falha 135 inativo?
PASSO 3A-2: Verifique se há um
Código de Falha 135 inativo?
código de falha ativo.
PASSO 3B: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B-1: Verifique a voltagem de
alimentação e o circuito 4,75 VCC a 5,25 VCC?
de retorno do sensor.
PASSO 3B-2: Verifique se há um
Código de Falha 135 inativo?
código de falha ativo.

PASSO 4: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

122
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há códigos de falha de alimentação do sensor.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha de Diagrama de
alimentação do sensor. Existem códigos de falha de diagnóstico
• Utilize a ferramenta eletrônica alimentação do sensor ativos? do código
de serviço INSITE™ para ler os SIM de falha
códigos de falha. apropriado
Existem códigos de falha de
alimentação do sensor ativos? 1B
NÃO

PASSO 1B: Verifique os códigos de falha.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Consulte a
inativo. seção 303
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 135 inativo? -14 - Código
de serviço INSITE™ para ler os SIM de falha
códigos de falha. inativo ou
intermitente
Código de Falha 135 inativo?
2A
NÃO

123
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o sensor da pressão do óleo e o circuito do sensor
PASSO 2A: Inspecione o sensor da pressão do óleo e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão do óleo.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores Pinos sujos ou danificados? Foi
do chicote do motor e do sensor da detectada uma conexão defeituosa
pressão do óleo quanto a: no sensor ou no conector do chicote.
• Conector solto SIM
4A
• Pinos corroídos Reparo:
• Pinos tortos ou quebrados Limpe o conector e os pinos.
• Pinos torcidos para trás ou Se danificado substitua o chicote do
expandidos motor.
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Vedações do conector danificadas 2B
ou faltando NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

PASSO 2B: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão do óleo.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 141 ativo e Código
circuito após 30 segundos. de Falha 135 inativo? 2C
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 141 ativo e Código
códigos de falha. de Falha 135 inativo? 3A
NÃO

124
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique a voltagem de alimentação e o circuito de retorno do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão do óleo.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 VCC a 5,25 VCC?
o circuito de retorno. 2D
SIM
• Meça a voltagem entre o pino
de ALIMENTAÇÃO de +5 volts
de pressão do óleo e o pino de
RETORNO de pressão do óleo no
conector do sensor no chicote do
4,75 VCC a 5,25 VCC?
motor. 3B
NÃO
Use um diagrama elétrico para
identificação dos pinos e o seguinte
procedimento para obter técnicas
gerais de uso do multímetro.

125
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2D: Verifique os códigos de falha e a condição do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o sensor da pressão do óleo no chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 135 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Foi detectado um sensor defeituoso.
códigos de falha.
Substitua o sensor da pressão do
óleo.
Código de Falha 135 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

126
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se os pinos dos conectores Pinos sujos ou danificados?
do chicote do motor e do ECM SIM
apresentam: Reparo:
• Conector solto Foi detectada uma conexão
• Pinos corroídos danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos tortos ou quebrados conector do chicote do motor.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
• Vedações do conector danificadas Pinos sujos ou danificados?
ou faltando 3A-1
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

127
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3A-1: Verifique a resposta do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 141 ativo e Código
circuito após 30 segundos. de Falha 135 inativo? 3A-2
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 141 ativo e Código
códigos de falha. de Falha 135 inativo?
NÃO
Reparo: 4A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

PASSO 3A-2: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 135 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 135 inativo?
NÃO
Reparo:
Foi detectado um curto-circuito entre 4A
pinosno fio de SINAL do chicote do
motor.
Substitua o chicote do motor.

128
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se os pinos dos conectores Pinos sujos ou danificados?
do chicote do motor e do ECM SIM
apresentam: Reparo:
• Conector solto Foi detectada uma conexão
• Pinos corroídos danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos tortos ou quebrados conector do chicote do motor.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando Pinos sujos ou danificados?
3B-1
• Capa do conector quebrada NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

129
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B-1: Verifique a voltagem de alimentação e o circuito de retorno do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o conector do ECM.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 VCC a 5,25 VCC?
o circuito de retorno. 3B-2
SIM
• Meça a voltagem entre os pinos
de ALIMENTAÇÃO de +5 volts e de 4,75 VCC a 5,25 VCC?
RETORNO do sensor da pressão
NÃO
do óleo, no conector do ECM do
motor. Reparo: 4A
Consulte o diagrama de circuitos ou o Ligue para obter autorização para
diagrama elétrico para a identificação substituir o ECM. Depois de receber a
dos pinos do conector. autorização, substitua o ECM.

130
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B-2: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 135 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?

Código de Falha 135 inativo?


NÃO
Reparo:
4A
Foi detectado um circuito de
RETORNO aberto no chicote do motor.
Substitua o chicote do motor.

131
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 4B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 1A
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos do diagnóstico de
falhas.

132
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 141


Circuito do Sensor da Pressão 1 na Galeria de Óleo do Motor - Voltagem
Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 141 Circuito do Sensor da Pressão Nenhum quanto ao desempe-
PID(P), SID(S): P0522 1 na Galeria de Óleo do Motor nho. Nenhuma proteção do
SPN: 100 - Voltagem Abaixo da Normal motor para a pressão do óleo.
FMI: 4/4 ou com Voltagem Baixa.
Lâmpada: Âmbar Detectada voltagem baixa de
SRT: sinal ou um circuito aberto no
circuito de pressão do óleo
do motor.

Descrições do Circuito:
O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece uma alimentação de 5 volts para o sensor de
pressão do óleo do motor no circuito de alimentação do sensor. O ECM fornece também um
massa no circuito de retorno do sensor. O sensor de pressão do óleo do motor envia um sinal
ao ECM pelo circuito de sinal do sensor. A voltagem do sinal do sensor varia de acordo com
a pressão na galeria de óleo. O ECM detecta uma voltagem baixa de sinal nas condições de
operação quando a pressão do óleo for ligeiramente menor. O ECM detecta uma voltagem alta
de sinal durante altas rotações do motor ou nas condições de operação quando a temperatura
do óleo está baixa.
Localização do Componente:
O sensor da pressão do óleo do motor está localizado no lado esquerdo do bloco do motor.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal de pressão do óleo é menor que 0,25 VCC durante mais
de 16 segundos.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) imediatamente quando
o diagnóstico é executado e falha.
• É assumido um valor padrão para a leitura da pressão do óleo do motor.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e o código de falha é
imediatamente desativado quando o diagnóstico é executado com êxito.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.

133
Literatura de Serviço
Caminhões
Dicas para a Oficina:
Se o sensor de pressão do óleo compartilhar fios de alimentação e de retorno no chicote do
motor com outros sensores, circuitos abertos e curtos-circuitos no chicote do motor poderão
causar a ativação de vários códigos de falha. Antes de fazer o diagnóstico de falha do Código de
Falha 141, verifique se há outras falhas.
Possíveis causas deste código de falha:
• Circuito do sinal aberto ou em curto com o massa no chicote do motor ou do sensor.
• Linha de alimentação aberta ou em curto com o massa.

ISL8.9 CM2150 SN - Circuito do Sensor 1 da Pressão na Galeria de Óleo do Motor

134
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 141 - Circuito do Sensor 1 de Pressão na Galeria de


Óleo do Motor - Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de
prova ao efetuar uma medição: Nº 3164596, ponta de prova macho Framatome™, e Nº 3822917,
ponta de prova fêmea Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos
Existem códigos de falha de
de falha de alimentação
alimentação do sensor ativos?
do sensor.
PASSO 1B: Verifique se há um
Código de Falha 141 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 2: Verifique o sensor da pressão do óleo e o circuito do sensor


PASSO 2A: Inspecione o sensor da
pressão do óleo e os Pinos sujos ou danificados?
pinos do conector.
PASSO 2B: Verifique a voltagem de
alimentação e o circuito 4,75 a 5,25 VCC?
de retorno do sensor.
PASSO 2C: Verifique a resposta do Código de Falha 135 ativo e Código
circuito. de Falha 141 inativo?
PASSO 2D: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 141 ativo?
sensor.

135
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3A-1: Verifique a voltagem de
alimentação e o circuito 4,75 a 5,25 VCC?
de retorno do sensor.
PASSO 3A-2: Verifique se há um
Código de Falha 141 inativo?
código de falha ativo.
PASSO 3B: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B-1: Verifique a resposta do Código de Falha 135 ativo e Código
ECM. de Falha 141 inativo?
PASSO 3B-2: Verifique se há um
Código de Falha 141 inativo?
código de falha ativo.

PASSO 4: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

136
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há códigos de falha de alimentação do sensor.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha de Consulte o
alimentação do sensor. Existem códigos de falha de diagrama de
• Utilize a ferramenta eletrônica alimentação do sensor ativos? diagnóstico
de serviço INSITE™ para ler os SIM do código
códigos de falha. de falha
apropriado.
Existem códigos de falha de
alimentação do sensor ativos? 1B
NÃO

PASSO 1B: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Consulte a
inativo. seção 303
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 141 inativo? -14 - Código
de serviço INSITE™ para ler os SIM de falhas
códigos de falha. inativo ou
intermitente
Código de Falha 141 inativo?
2A
NÃO

137
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o sensor da pressão do óleo e o circuito do sensor
PASSO 2A: Inspecione o sensor da pressão do óleo e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão do óleo.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores Pinos sujos ou danificados?
do chicote do motor e do sensor da SIM
pressão do óleo quanto a: Reparo:
• Conector solto Foi detectada uma conexão
• Pinos corroídos defeituosa no sensor ou no conector 4A
• Pinos tortos ou quebrados do chicote.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector Pinos sujos ou danificados?
2B
• Capa do conector quebrada NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

138
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a voltagem de alimentação e o circuito de retorno do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão do óleo.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 a 5,25 VCC?
o circuito de retorno. 2C
SIM
• Meça a voltagem entre o pino
de ALIMENTAÇÃO de +5 volts
de pressão do óleo e o pino de
RETORNO de pressão do óleo no
conector do sensor no chicote do 4,75 a 5,25 VCC?
3A
motor. NÃO
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

139
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão do óleo.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a resposta do circuito. Código de Falha 135 ativo e Código
• Instale um fio de ponte entre o de Falha 141 inativo? 2D
pino de ALIMENTAÇÃO de +5 volts SIM
de pressão do óleo e o pino de
SINAL de pressão do óleo, no
conector do sensor no chicote do
motor.
Código de Falha 135 ativo e Código
• Dê partida no motor e deixe-o
de Falha 141 inativo? 3B
funcionar com uma rotação maior
que 600 rpm durante 5 minutos. NÃO
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha.

140
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2D: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o sensor da pressão do óleo no chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 141 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Foi detectado um sensor defeituoso.
códigos de falha.
Substitua o sensor da pressão do
óleo.
Código de Falha 141 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

141
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se os pinos dos conectores Pinos sujos ou danificados?
do chicote do motor e do ECM SIM
apresentam: Reparo:
• Conector solto Foi detectada uma conexão
• Pinos corroídos danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos tortos ou quebrados conector do chicote do motor.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector Pinos sujos ou danificados?
3A-1
• Capa do conector quebrada NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

142
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3A-1: Verifique a voltagem de alimentação e o circuito de retorno do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 a 5,25 VCC?
o circuito de retorno. 3A-2
SIM
• Meça a voltagem entre os pinos
de ALIMENTAÇÃO de +5 volts e de 4,75 a 5,25 VCC?
RETORNO do sensor da pressão NÃO
do óleo, no conector do ECM do Reparo:
motor. 4A
Ligue para obter autorização para
Consulte o diagrama de circuitos ou o substituir o ECM. Depois de receber a
diagrama elétrico para a identificação autorização, substitua o ECM.
dos pinos do conector.

143
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3A-2: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 141 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?

Código de Falha 141 inativo?


NÃO
Reparo:
Foi detectado um circuito de 4A
ALIMENTAÇÃO aberto ou em curto no
chicote do motor.
Substitua o chicote do motor.

144
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se os pinos dos conectores Pinos sujos ou danificados?
do chicote do motor e do ECM SIM
apresentam: Reparo:
• Conector solto Foi detectada uma conexão
• Pinos corroídos danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos tortos ou quebrados conector do chicote do motor.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector Pinos sujos ou danificados?
3B-1
• Capa do conector quebrada NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

145
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B-1: Verifique a resposta do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a resposta do ECM. Código de Falha 135 ativo e Código
• Instale um fio de ponte entre os de Falha 141 inativo? 3B-2
pinos de ALIMENTAÇÃO de +5 volts SIM
e de SINAL do sensor da pressão
do óleo, no conector do ECM do
motor.
Código de Falha 135 ativo e Código
• Dê partida no motor e deixe-o de Falha 141 inativo?
funcionar com uma rotação maior
que 600 rpm durante 5 minutos. NÃO
Reparo: 4A
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os Ligue para obter autorização para
códigos de falha. substituir o ECM. Depois de receber a
Consulte o diagrama de circuitos ou o autorização, substitua o ECM.
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

146
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B-2: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 141 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 141 inativo?
NÃO
Reparo:
Foi detectado um RETORNO aberto ou 4A
um curto-circuito entre pinos na linha
de sinal do chicote do motor.
Substitua o chicote do motor.

147
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM em relação às calibração disponível para este
revisões de calibração relacionadas no código de falha, o ECM contém essa 4B
Histórico de Revisões de Calibração do revisão ou uma posterior?
ECM para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais de
diagnóstico de falhas.

148
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 143


Pressão na Galeria de Óleo do Motor - Dados Válidos, mas Abaixo da
Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 143 Pressão na Galeria de Óleo Despotenciamento do motor.
PID(P), SID(S): P0524 do Motor - Dados Válidos,
SPN: 100 mas Abaixo da Faixa
FMI: 18 Normal de Operação - Nível
Lâmpada: Âmbar Moderadamente Severo. O
SRT: sinal de pressão do óleo do
motor indica que a pressão
do óleo do motor está abaixo
do limite de advertência de
proteção do motor.

Descrições do Circuito:
O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece uma alimentação de 5 volts para o sensor de
pressão do óleo do motor no circuito 1 de alimentação do sensor. O ECM fornece também um
massa no circuito de retorno do sensor. O sensor de pressão do óleo do motor envia um sinal
ao ECM pelo circuito de sinal do sensor. A voltagem do sinal do sensor varia de acordo com
a pressão na galeria de óleo. O ECM detecta uma voltagem baixa de sinal nas condições de
operação quando a pressão do óleo for ligeiramente menor. O ECM detecta uma voltagem alta
de sinal durante altas rotações do motor ou nas condições de operação quando a temperatura
do óleo está baixa. Se o ECM detectar uma voltagem baixa de sinal indicando uma pressão baixa
do óleo do motor, este código de falha será ativado.
Localização do Componente:
O sensor da pressão do óleo do motor está localizado no lado esquerdo do bloco do motor.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a pressão do óleo do motor é menor que os limites de proteção do motor.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz amarela de verificação do motor (CHECK ENGINE) imediatamente
quando o diagnóstico é executado e falha.
• Um despotenciamento de torque comandado pelo ECM limita a potência de saída do motor.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois de o
diagnóstico ser executado com êxito.

149
Literatura de Serviço
Caminhões
• O ECM apagará a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e anulará o
despotenciamento de torque quando detectar que a pressão do óleo está dentro da faixa
normal de operação.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Este código de falha será ativado quando a pressão do óleo do motor cair para um valor abaixo
do limite de proteção do motor. Faça o diagnóstico da baixa pressão do óleo do motor.

ISL8.9 CM2150 SN - Pressão na Galeria de Óleo do Motor

150
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 143 - Pressão na Galeria de Óleo do Motor - Dados Válidos


mas Abaixo da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se o Código
Contagens ativas ou inativas do
de Falha 143 está
Código de Falha 143?
registrado.

PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 2A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 2B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

151
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se o Código de Falha 143 está registrado.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os códigos de falha. Contagens ativas ou inativas do
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 143?
de serviço INSITE™ para ler os SIM
códigos de falha. Reparo:
Consulte os diagramas de sintomas 2A
de falha ‘Pressão Baixa do Óleo
Lubrificante’ ou ‘Pressão Alta do Óleo
Lubrificante’ no manual de serviços
apropriado.
Contagens ativas ou inativas do
Código de Falha 143? 2A
NÃO

152
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 2A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 2B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 2B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 2B: Desative o código de falha.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos de diagnóstico de
falhas

153
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 144


Circuito do Sensor da Temperatura 1 do Líquido de Arrefecimento do
Motor - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 144 Circuito do Sensor da Possível emissão de fumaça
PID(P), SID(S): P110 Temperatura 1 do Líquido branca. O ventilador perma-
SPN: 110 de Arrefecimento do Motor necerá ligado se controlado
FMI: 3 - Voltagem Acima da Normal pelo módulo eletrônico de
Lâmpada: Âmbar ou com Voltagem Alta. controle (ECM). Nenhuma pro-
SRT: Detectada voltagem alta teção do motor para falhas do
de sinal ou circuito aberto circuito de temperatura do lí-
no circuito do sensor da quido de arrefecimento.
temperatura do líquido de
arrefecimento do motor.

Descrições do Circuito:
O sensor de temperatura do líquido de arrefecimento é um sensor de resistência variável,
usado para medir a temperatura do líquido de arrefecimento do motor. O módulo eletrônico
de controle (ECM) fornece 5 volts para o circuito de sinal do sensor de temperatura do líquido
de arrefecimento. O ECM monitora a variação da voltagem causada pela alteração no valor
da resistência do sensor para determinar a temperatura do líquido de arrefecimento. O valor
da temperatura do líquido de arrefecimento do motor é usado pelo ECM para o sistema de
proteção e controle das emissões do motor.
Localização do Componente:
O sensor da temperatura do líquido de arrefecimento está localizado próximo da carcaça do
termostato.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal de temperatura do líquido de arrefecimento é maior que
5,13 VCC durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• O torque do motor poderá ser reduzido.
• É usado um valor padrão para a leitura da temperatura do líquido de arrefecimento.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.

154
Literatura de Serviço
Caminhões
Para motores equipados com sistema de pós-tratamento de SCR:
• Este código de falha não pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é aprovado no teste.
• Utilizando a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, certifique-se de que o código de
falha esteja inativo.
• O código de falha inativo será apagado da memória após 9600 horas de funcionamento do
motor sem nova ocorrência da mesma falha.
Para todos os outros motores:
• O ECM apagará a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois que o diagnóstico
for executado com êxito.
• Para motores com diagnóstico a bordo (OBD), o ECM apagará a luz indicadora de falha de
funcionamento (MIL) após 3 ciclos consecutivos depois que o diagnóstico for executado
com êxito.
• O comando “Reiniciar Todas as Falhas” da ferramenta eletrônica de serviço INSITE™ pode
ser usado para apagar falhas ativas e inativas, e também apagar a luz MIL para aplicações
com OBD.
Dicas para a Oficina:
O sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do motor compartilha com outros sensores
os fios de retorno no chicote do motor. Um retorno aberto pode causar a ativação de vários
códigos de falha. Antes de fazer o diagnóstico do Código de Falha 144, verifique se há vários
códigos de falha.
Possíveis causas deste código de falha:
• Circuito de retorno aberto no chicote, nos conectores ou no sensor
• Circuito de sinal aberto ou em curto-circuito com uma fonte de tensão.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor da Temperatura 1 do Líquido de Arrefecimento do Motor

155
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 144 - Circuito do Sensor da Temperatura do Líquido


de Arrefecimento do Motor Nº 1 - Voltagem Acima da Normal ou com
Voltagem Alta

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de
prova ao efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™; e Nº
3822917, ponta de prova Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 144 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do


motor.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da
temperatura do líquido
de arrefecimento do Pinos sujos ou danificados?
motor e os pinos do
conector.
PASSO 2B: Verifique a resistência
180 ohms a 160k ohms?
do sensor.
PASSO 2C: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 144 ativo?
sensor.

156
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B: Verifique a resposta do Código de Falha 145 ativo e Código
ECM. de Falha 144 inativo?
PASSO 3C: Verifique se há um
circuito aberto no Menos de 10 ohms?
chicote do motor.
PASSO 3C-1: Verifique se há um
circuito aberto no Menos de 10 ohms?
chicote do motor.
PASSO 3D: Verifique se há um
curto-circuito entre
Mais de 100k ohms?
pinos no chicote do
motor.
PASSO 3E: Verifique se há um
Código de Falha 144 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

157
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Consulte a
inativo. seção 303
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 144 inativo? -14 - Código
de serviço INSITE™ para ler os SIM de falha
códigos de falha. inativo ou
intermitente
Código de Falha 144 inativo?
2A
NÃO

158
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do motor e os
pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do
chicote do motor e do sensor quanto a: Pinos sujos ou danificados?
• Conector solto SIM
• Pinos corroídos Reparo:
• Pinos tortos ou quebrados Foi detectada uma conexão
• Pinos torcidos para trás ou defeituosa no sensor ou no conector 4A
expandidos do chicote.
• Umidade dentro ou sobre o Limpe o conector e os pinos.
conector Se danificado substitua o chicote do
• Vedações do conector danificadas motor.
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Capa do conector quebrada 2B
NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

159
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a resistência do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a resistência do sensor.
180 ohms a 160k ohms?
• Meça a resistência entre os 4A
pinos de SINAL e de RETORNO SIM
de temperatura do líquido de
arrefecimento do motor no 180 ohms a 160k ohms?
sensor da temperatura do líquido NÃO
de arrefecimento do motor. 2B
Reparo:
Consulte o diagrama de circuitos ou o
Substitua o sensor da temperatura do
diagrama elétrico para a identificação
líquido de arrefecimento do motor.
dos pinos do conector.

160
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique os códigos de falha e a condição do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento no chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 144 ativo?
circuito após 30 segundos. 3A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 144 ativo?
de serviço INSITE™ para ler os NÃO
códigos de falha.
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do
chicote do motor e do ECM quanto a:
Pinos sujos ou danificados?
• Conector solto
SIM
• Pinos corroídos
Reparo:
• Pinos tortos ou quebrados
Foi detectada uma conexão
• Pinos torcidos para trás ou 4A
danificada no conector do ECM ou no
expandidos
conector do chicote do motor.
• Umidade dentro ou sobre o
Limpe o conector e os pinos.
conector
Se danificado substitua o chicote do
• Vedações do conector danificadas
motor.
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
• Capa do conector quebrada Pinos sujos ou danificados?
3B
• Dano na blindagem do fio NÃO
• Dano na guia de trava do conector.

161
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique a resposta do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a resposta do ECM. Código de Falha 145 ativo e Código
• Instale um fio de ponte entre os de Falha 144 inativo? 3C
pinos de SINAL e de RETORNO do SIM
sensor da temperatura do líquido Código de Falha 145 ativo e Código
de arrefecimento, no conector de Falha 144 inativo?
do ECM. NÃO
Consulte o diagrama de circuitos ou o Reparo:
diagrama elétrico para a identificação 4A
Substitua o ECM.
dos pinos do conector.
Ligue para obter autorização para
Verifique se há resposta apropriada do substituir o ECM. Depois de receber a
circuito após 30 segundos. autorização, substitua o ECM.

162
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um circuito aberto no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto.
• Meça a resistência entre o Menos de 10 ohms? 3C-1
pino de RETORNO do sensor SIM
da temperatura do líquido de
arrefecimento do motor, no
conector do ECM no chicote do Menos de 10 ohms?
motor, e o pino de RETORNO no
NÃO
conector do sensor da temperatura
do líquido de arrefecimento do Reparo: 4A
motor no chicote do motor. Foi detectado um circuito de
Consulte o diagrama de circuitos ou o RETORNO aberto no chicote do motor.
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do motor.
dos pinos do conector.

163
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C-1: Verifique se há um circuito aberto no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto.
• Meça a resistência entre o pino de Menos de 10 ohms? 3D
SINAL do sensor da temperatura SIM
do líquido de arrefecimento do
motor, no conector do ECM no
chicote do motor, e o pino de Menos de 10 ohms?
SINAL no conector do sensor
NÃO
da temperatura do líquido de
arrefecimento do motor no Reparo: 4A
chicote do motor. Foi detectado um circuito aberto de
Consulte o diagrama de circuitos ou o SINAL no chicote do motor.
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do motor.
dos pinos do conector.

164
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito entre
Mais de 100k ohms?
pinos. 3E
SIM
• Meça a resistência entre o pino de
SINAL do sensor da temperatura
do líquido de arrefecimento do Mais de 100k ohms?
motor, no conector do ECM no NÃO
chicote do motor, e todos os Reparo:
outros pinos do conector do ECM, Foi detectado um curto circuito entre 4A
no chicote do motor. pinos no fio de SINAL do chicote do
Consulte o diagrama de circuitos ou o motor.
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do motor.
dos pinos do conector.

165
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3E: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 144 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 144 inativo?
NÃO
Reparo:
Os procedimentos de diagnóstico de 1A
falhas devem ser repetidos desde o
início. Um código de falha deve ter
sido detectado.

166
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM em relação às calibração disponível para este
revisões de calibração relacionadas no código de falha, o ECM contém essa 4B
Histórico de Revisões de Calibração do revisão ou uma posterior?
ECM para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

167
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 145


Circuito do Sensor da Temperatura 1 do Líquido de Arrefecimento do
Motor - Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 145 Circuito do Sensor da Possível emissão de fumaça
PID(P), SID(S): P110 Temperatura 1 do Líquido branca. O ventilador perma-
SPN: 110 de Arrefecimento do Motor - necerá ligado se controlado
FMI: 4/4 Voltagem Abaixo da Normal pelo módulo eletrônico de
Lâmpada: Âmbar ou com Voltagem Baixa. controle (ECM). Nenhuma pro-
SRT: Detectada voltagem baixa de teção do motor para falhas do
sinal no circuito do sensor da circuito de temperatura do lí-
temperatura do líquido de quido de arrefecimento.
arrefecimento do motor.

Descrições do Circuito:
O sensor de temperatura do líquido de arrefecimento é um sensor de resistência variável,
usado para medir a temperatura do líquido de arrefecimento do motor. O módulo eletrônico
de controle (ECM) fornece 5 volts para o circuito de sinal do sensor de temperatura do líquido
de arrefecimento. O ECM monitora a variação da voltagem causada pela alteração no valor
da resistência do sensor para determinar a temperatura do líquido de arrefecimento. O valor
da temperatura do líquido de arrefecimento do motor é usado pelo ECM para o sistema de
proteção e controle das emissões do motor.
Localização do Componente:
O sensor da temperatura do líquido de arrefecimento está localizado próximo da carcaça do
termostato.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal de temperatura do líquido de arrefecimento é menor
que 0,12 VCC durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• O torque do motor poderá ser reduzido.
• É usado um valor padrão para a leitura da temperatura do líquido de arrefecimento.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.

168
Literatura de Serviço
Caminhões
Para motores equipados com sistema de pós-tratamento de SCR:
• Este código de falha não pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é aprovado no teste.
• Utilizando a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, certifique-se de que o código de
falha esteja inativo.
• O código de falha inativo será apagado da memória após 9600 horas de funcionamento do
motor sem nova ocorrência da mesma falha.
Para todos os outros motores:
• O ECM apagará a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois que o diagnóstico
for executado com êxito.
• Para motores com diagnóstico a bordo (OBD), o ECM apagará a luz indicadora de falha de
funcionamento (MIL) após 3 ciclos consecutivos depois que o diagnóstico for executado
com êxito.
• O comando “Reiniciar Todas as Falhas” da ferramenta eletrônica de serviço INSITE™ pode
ser usado para apagar falhas ativas e inativas, e também apagar a luz MIL para aplicações
com OBD.
Dicas para a Oficina:
Em alguns motores, o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento compartilha com
outros sensores os fios de retorno do chicote do motor. Um retorno em curto pode causar a
ativação de vários códigos de falha. Antes de fazer o diagnóstico do Código de Falha 145,
verifique se há vários códigos de falha.
Possíveis causas deste código de falha:
• Sinal em curto com o massa no chicote
• Sinal em curto com o retorno ou com o massa no sensor.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor da Temperatura do Líquido de Arrefecimento do Motor

169
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHAS 145

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de prova
ao efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™; e Nº
3822917, ponta de prova fêmea Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 145 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento


do motor.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da
temperatura do líquido
de arrefecimento do Pinos sujos ou danificados?
motor e os pinos do
conector.
PASSO 2B: Verifique a resposta do Código de Falha 144 ativo e Código
circuito. de Falha 145 inativo?
PASSO 2C: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 145 ativo?
sensor.

170
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B: Verifique a resposta do Código de Falha 144 ativo e Código
ECM. de Falha 145 inativo?
PASSO 3C: Verifique se há um
curto-circuito entre
Mais de 100k ohms?
pinos no chicote do
motor.
PASSO 3D: Verifique se existe um
curto-circuito entre os Mais de 100k ohms?
pinos e o massa.
PASSO 3E: Verifique se há um
Código de Falha 145 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

171
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Consulte a
inativo. seção 303
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 145 inativo? -14 - Código
de serviço INSITE™ para ler os SIM de falhas
códigos de falha. inativo ou
intermitente
Código de Falha 145 inativo?
2A
NÃO

172
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do motor e os
pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do
chicote do motor e do sensor quanto a: Pinos sujos ou danificados?
• Conector solto SIM
• Pinos corroídos Reparo:
• Pinos tortos ou quebrados Foi detectada uma conexão
• Pinos torcidos para trás ou defeituosa no sensor ou no conector 4A
expandidos do chicote.
• Umidade dentro ou sobre o Limpe o conector e os pinos.
conector Se danificado substitua o chicote do
• Vedações do conector danificadas motor.
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Capa do conector quebrada 2B
NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

PASSO 2B: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 144 ativo e Código
ECM após 30 segundos. de Falha 145 inativo? 2C
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 144 ativo e Código
códigos de falha. de Falha 145 inativo? 3A
NÃO

173
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique os códigos de falha e a condição do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 145 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os Foi detectado um sensor defeituoso. 4A
códigos de falha.
Substitua o sensor da temperatura do
líquido de arrefecimento do motor.
Código de Falha 145 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

174
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão 4A
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do chicote.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do Pinos sujos ou danificados?
conector 3B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

175
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique a resposta do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 144 ativo e Código
ECM após 30 segundos. de Falha 145 inativo? 3C
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 144 ativo e Código
códigos de falha. de Falha 145 inativo?
NÃO
Reparo:
4A
Substitua o ECM.
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

176
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito entre
pinos. Mais de 100k ohms?
3D
• Meça a resistência entre o pino de SIM
SINAL do sensor da temperatura
do líquido de arrefecimento do Mais de 100k ohms?
motor, no conector do ECM no
NÃO
chicote do motor, e todos os
outros pinos do conector do ECM, Reparo:
no chicote do motor. Foi detectado um curto-circuito entre 4A
Consulte o diagrama de circuitos ou o pinos no fio de SINAL do chicote do
diagrama elétrico para a identificação motor.
dos pinos do conector. Substitua o chicote do motor.

177
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se existe um curto-circuito entre os pinos e o massa.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do líquido de arrefecimento do
motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto entre os pinos Mais de 100k ohms?
e o massa. 3E
SIM
• Meça a resistência entre o pino de Mais de 100k ohms?
SINAL do sensor da temperatura
do líquido de arrefecimento do NÃO
motor, no conector do ECM no Reparo:
chicote do motor, e o massa. Foi detectado um curto-circuito entre 4A
Consulte o diagrama de circuitos ou o os pinos e o massa no fio de SINAL no
diagrama elétrico para a identificação chicote do motor.
dos pinos do conector. Substitua o chicote do motor.

178
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3E: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 145 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 145 inativo?
NÃO
Reparo:
Os procedimentos de diagnóstico de 1A
falhas devem ser repetidos desde o
início. Um código de falha deve ter
sido detectado.

179
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM em relação às calibração disponível para este
revisões de calibração relacionadas no código de falha, o ECM contém essa 4B
Histórico de Revisões de Calibração do revisão ou uma posterior?
ECM para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

180
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 146


Temperatura do Líquido de Arrefecimento do Motor - Dados Válidos,
mas Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Moderadamente Severo

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 146 Temperatura do Líquido de Redução da potência e possível
PID(P), SID(S): P110 Arrefecimento do Motor - parada do motor se o recurso
SPN: 110 Dados Válidos, mas Acima da Parada de Proteção do Motor
FMI: 0/16 Faixa Normal de Operação - estiver habilitado.
Lâmpada: Âmbar Nível Moderadamente Severo.
SRT: A temperatura do líquido
de arrefecimento do motor
está acima do limite de
advertência de proteção do
motor.

Descrições do Circuito:
O sensor de temperatura do líquido de arrefecimento é um sensor de resistência variável,
usado para medir a temperatura do líquido de arrefecimento do motor. O módulo eletrônico
de controle (ECM) fornece 5 volts para o circuito de sinal do sensor de temperatura do líquido
de arrefecimento. O ECM monitora a variação da voltagem causada pela alteração no valor
da resistência do sensor para determinar a temperatura do líquido de arrefecimento. O valor
da temperatura do líquido de arrefecimento do motor é usado pelo ECM para o sistema de
proteção e controle das emissões do motor. Esse código de falha indica que a temperatura do
líquido de arrefecimento do motor excedeu o limite de proteção do motor.
Localização do Componente:
Não se aplica.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição está na posição ON ou
quando o motor está funcionando.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a temperatura do líquido de arrefecimento é maior que um limite calibrável
ajustado no ECM.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM registra o código de falha imediatamente quando o diagnóstico é executado e falha.
• A saída de torque do motor será reduzida.
• O funcionamento da válvula de recirculação dos gases de escape (EGR) será desabilitado.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.

181
Literatura de Serviço
Caminhões
• O ECM apagará a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e o código de falha
será desativado imediatamente depois que a temperatura do líquido de arrefecimento cair
abaixo do limite de proteção do motor.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Este código de falha indica que a temperatura do líquido de arrefecimento excedeu o limite de
proteção do motor por temperatura alta do líquido de arrefecimento.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor de Temperatura do Líquido de Arrefecimento do Motor

182
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 146 - Temperatura do Líquido de Arrefecimento do


Motor - Dados Válidos, mas Acima da Faixa Normal de Operação - Nível
Moderadamente Severo

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Monitore a leitura da temperatura do líquido de arrefecimento.
A leitura do sensor de temperatura
PASSO 1A: Monitore a leitura da do líquido de arrefecimento da
temperatura do líquido ferramenta eletrônica de serviço
de arrefecimento. INSITE™ corresponde a um valor
conhecido ou um medidor mecânico?

PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 2A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 2B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

183
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Monitore a leitura da temperatura do líquido de arrefecimento.


PASSO 1A: Monitore a leitura da temperatura do líquido de arrefecimento.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Monitore a leitura da temperatura do A leitura do sensor de temperatura
líquido de arrefecimento. do líquido de arrefecimento da
• Utilize a ferramenta eletrônica ferramenta eletrônica de serviço
de serviço INSITE™ para monitorar INSITE™ corresponde a um valor Consulte o
o valor da temperatura do líquido conhecido ou um medidor mecânico? diagrama
de arrefecimento. SIM apropriado de
• Compare a leitura da temperatura Reparo: diagnóstico
do líquido de arrefecimento feita Consulte o diagrama de diagnóstico de falha.
com a ferramenta eletrônica de ‘Temperatura do Líquido de
serviço INSITE™ com a de um Arrefecimento do Motor Acima da
medidor mecânico. Normal’.
A leitura do sensor de temperatura
do líquido de arrefecimento da
ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™ corresponde a um valor
conhecido ou um medidor mecânico? 2A
NÃO
Reparo:
Substitua o sensor da temperatura do
líquido de arrefecimento.

184
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 2A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 2B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 2B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 2B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos de diagnóstico de
falhas.

185
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 151


Temperatura do Líquido de Arrefecimento do Motor - Dados Válidos,
mas Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 151 Temperatura do Líquido de Despotenciamento progressivo
PID(P), SID(S): P110 Arrefecimento do Motor - do motor aumentando
SPN: 110 Dados Válidos, mas Acima da em gravidade em função
FMI: 0/0 Faixa Normal de Operação do aumento do tempo de
Lâmpada: Vermelha - Nível Mais Severo. O sinal alerta. Se o recurso Parada
SRT: de temperatura do líquido de Proteção do Motor estiver
de arrefecimento do motor habilitado, o motor será
indica que a temperatura do desligado 30 segundos depois
líquido de arrefecimento está que a lâmpada vermelha de
acima do limite crítico de parada (STOP) começar a
proteção do motor. piscar.

Descrições do Circuito:
O sensor de temperatura do líquido de arrefecimento é um sensor de resistência variável,
usado para medir a temperatura do líquido de arrefecimento do motor. O módulo eletrônico
de controle (ECM) fornece 5 volts para o circuito de sinal do sensor de temperatura do líquido
de arrefecimento. O ECM monitora a variação da voltagem causada pela alteração no valor
da resistência do sensor para determinar a temperatura do líquido de arrefecimento. O valor
da temperatura do líquido de arrefecimento do motor é usado pelo ECM para o sistema de
proteção e controle das emissões do motor. Esse código de falha indica que a temperatura do
líquido de arrefecimento do motor excedeu o limite de proteção do motor.
Localização do Componente:
O sensor da temperatura do líquido de arrefecimento está localizado sobre a carcaça do
termostato.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a temperatura do líquido de arrefecimento é maior que os limites máximos
de operação definidos na calibração do ECM.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) imediatamente quando o
diagnóstico é executado e falha.
• A saída de torque do motor será reduzida.
• A rotação máxima de operação do motor será diminuída.
• O motor será desligado se o recurso Parada de Proteção do Motor estiver habilitado.

186
Literatura de Serviço
Caminhões
Condições para Apagar o Código de Falha:
• O ECM apagará a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) e o código de falha será
desativado imediatamente depois que a temperatura do líquido de arrefecimento cair
abaixo do limite de proteção do motor.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Este código de falha indica que a temperatura do líquido de arrefecimento excedeu os limites
de proteção do motor por temperatura alta do líquido de arrefecimento.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor de Temperatura do Líquido de Arrefecimento

187
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 151 - Temperatura do Líquido de Arrefecimento do


Motor - Dados Válidos, mas Acima da Faixa Normal de Operação - Nível
Mais Severo

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Monitore a leitura da temperatura do líquido de arrefecimento.
A leitura do sensor de temperatura
PASSO 1A: Monitore a leitura da do líquido de arrefecimento da ferra-
temperatura do líquido menta eletrônica de serviço INSITE™
de arrefecimento. corresponde a um valor conhecido ou
um medidor mecânico?

PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 2A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de cali-
ponível uma atualiza- bração disponível para este código de
ção de calibração para falha, o ECM contém essa revisão ou
o ECM. uma posterior?
PASSO 2B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

188
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Monitore a leitura da temperatura do líquido de arrefecimento.


PASSO 1A: Monitore a leitura da temperatura do líquido de arrefecimento.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Monitore a leitura da temperatura do A leitura do sensor de temperatura
líquido de arrefecimento. do líquido de arrefecimento da
• Utilize a ferramenta eletrônica ferramenta eletrônica de serviço
de serviço INSITE™ para monitorar INSITE™ corresponde a um valor Consulte o
o valor da temperatura do líquido conhecido ou um medidor mecânico? diagrama
de arrefecimento. SIM apropriado de
• Compare a leitura da temperatura Reparo: diagnóstico
do líquido de arrefecimento feita Consulte o diagrama de diagnóstico de falha.
com a ferramenta eletrônica de ‘Temperatura do Líquido de
serviço INSITE™ com a de um Arrefecimento do Motor Acima da
medidor mecânico. Normal’.
A leitura do sensor de temperatura
do líquido de arrefecimento da
ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™ corresponde a um valor
conhecido ou um medidor mecânico? 2A
NÃO
Reparo:
Substitua o sensor da temperatura do
líquido de arrefecimento.

189
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 2A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM em relação às calibração disponível para este
revisões de calibração relacionadas no código de falha, o ECM contém essa 2B
Histórico de Revisões de Calibração do revisão ou uma posterior?
ECM para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 2B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 2B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Condições para Apagar o Código de SIM completo
Falha” na seção de resumo deste Código de falha inativo?
procedimento de diagnóstico de NÃO
falha.
Reparo: 1A
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

190
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 153


Circuito do Sensor da Temperatura no Coletor de Admissão Nº 1 -
Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 153 Circuito do Sensor da Possível emissão de fumaça
PID(P), SID(S): P105 Temperatura no Coletor de branca. O ventilador perma-
SPN: 105 Admissão Nº 1 - Voltagem necerá ligado se controlado
FMI: 3/3 Acima da Normal ou com pelo módulo eletrônico de
Lâmpada: Âmbar Voltagem Alta. Detectada controle (ECM). Nenhuma pro-
SRT: voltagem alta de sinal no teção do motor para a tempe-
circuito de temperatura do ar ratura do ar no coletor de ad-
no coletor de admissão. missão.

Descrições do Circuito:
O sensor de temperatura no coletor de admissão é um sensor de resistência variável, usado para
medir a temperatura do ar que entra no coletor de admissão do motor. O módulo eletrônico de
controle (ECM) fornece 5 volts para o circuito de sinal de temperatura no coletor de admissão.
O ECM monitora a variação da voltagem causada pela alteração no valor da resistência do
sensor para determinar a temperatura no coletor de admissão.
Localização do Componente:
O sensor da temperatura do ar no coletor de admissão está localizado no coletor de admissão
de ar.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal de temperatura no coletor de admissão é maior que um
valor calibrável durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• O torque do motor poderá ser reduzido.
• É usado um valor padrão para a leitura da temperatura no coletor de admissão.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
Para motores equipados com sistema de pós-tratamento de SCR:
• Este código de falha não pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é aprovado no teste.

191
Literatura de Serviço
Caminhões
• Utilizando a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, certifique-se de que o código de
falha esteja inativo.
• O código de falha inativo será apagado da memória após 9600 horas de funcionamento do
motor sem nova ocorrência da mesma falha.
Para todos os outros motores:
• O ECM apagará a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois que o diagnóstico
for executado com êxito.
• Para motores com diagnóstico a bordo (OBD), o ECM apagará a luz indicadora de falha de
funcionamento (MIL) após 3 ciclos consecutivos depois que o diagnóstico for executado
com êxito.
• O comando ”Reinicializar Todas as Falhas” da ferramenta eletrônica de serviço INSITE™
pode ser usado para apagar falhas ativas e inativas, e também apagar a luz MIL para
aplicações com OBD.
Dicas para a Oficina:
O sensor da temperatura do ar no coletor de admissão compartilha com outros sensores os fios
de retorno do chicote do motor. Circuitos abertos e curtos no chicote do motor podem fazer
com que vários códigos de falha sejam ativados. Verifique primeiro os códigos de falha ativos
com várias contagens.
Possíveis causas deste código de falha:
• Circuito de retorno aberto no chicote, nos conectores ou no sensor
• Circuito de sinal aberto ou em curto com uma fonte de voltagem.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor de Temperatura/Pressão no Coletor de Admissão

192
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 153 - Circuito do Sensor da Temperatura 1 no Coletor


de Admissão - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de
prova ao efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™; e Nº
3822917, ponta de prova Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 153 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão.


PASSO 2A: Inspecione o sensor da
temperatura do ar no
Pinos sujos ou danificados?
coletor de admissão e
os pinos do conector.
PASSO 2B: Verifique a resistência
1,6k ohms a 3,1k ohms?
do sensor.
PASSO 2C: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 153 ativo?
sensor.

193
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B: Verifique a resposta do Código de Falha 154 ativo e Código de
ECM. Falha 153 inativo?
PASSO 3C: Verifique se há um
circuito aberto no Menos de 10 ohms?
chicote do motor.
PASSO 3C-1: Verifique se há um
circuito aberto no Menos de 10 ohms?
chicote do motor.
PASSO 3D: Verifique se há um
curto-circuito entre
Mais de 100k ohms?
pinos no chicote do
motor.
PASSO 3E: Verifique se há um
Código de Falha 153 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de calibra-
ponível uma atualiza- ção disponível para este código de fa-
ção de calibração para lha, o ECM contém essa revisão ou uma
o ECM. posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

194
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Consulte a
inativo. seção 303
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 153 inativo? -14 - Código
de serviço INSITE™ para ler os SIM de falha
códigos de falha. inativo ou
intermitente
Código de Falha 153 inativo?
2A
NÃO

195
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão e os pinos do
conector.
Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do sensor quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados defeituosa no sensor ou no conector 4A
• Pinos torcidos para trás ou do chicote.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
Pinos sujos ou danificados?
conector 2B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

196
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a resistência do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a resistência do sensor. 1,6k ohms a 3,1k ohms?
• Meça a resistência entre os pinos SIM 2C
de SINAL e de RETORNO do sensor
da temperatura do ar no coletor
de admissão.
Quando medir a resistência do sensor,
use as seguintes especificações de
temperatura e resistência. 1,6k ohms a 3,1k ohms?
NÃO
• 15°C [59°F] = 3,10k ohms
Reparo: 4A
• 20°C [68°F] = 2,45k ohms
Substitua o sensor da temperatura do
• 25°C [77°F] = 2,01k ohms ar no coletor de admissão.
• 30°C [86°F] = 1,67k ohms
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

197
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique os códigos de falha e a condição do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão no chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 153 ativo?
circuito após 30 segundos. 3A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 153 ativo?
de serviço INSITE™ para ler os NÃO
códigos de falha.
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do
chicote do motor e do ECM quanto a:
Pinos sujos ou danificados?
• Conector solto
SIM
• Pinos corroídos
Reparo:
• Pinos tortos ou quebrados
Foi detectada uma conexão
• Pinos torcidos para trás ou danificada no conector do ECM ou no 4A
expandidos conector do chicote do motor.
• Umidade dentro ou sobre o Limpe o conector e os pinos.
conector
Se danificado substitua o chicote do
• Vedações do conector danificadas motor.
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
• Capa do conector quebrada Pinos sujos ou danificados?
3B
• Dano na blindagem do fio NÃO
• Dano na guia de trava do conector

198
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique a resposta do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a resposta do ECM.
Código de Falha 154 ativo e Código
• Instale um fio de ponte entre os de Falha 153 inativo? 3C
pinos de SINAL e de RETORNO do
SIM
sensor da temperatura do ar no
coletor de admissão, no conector
do ECM. Código de Falha 154 ativo e Código
Consulte o diagrama de circuitos ou o de Falha 153 inativo?
diagrama elétrico para a identificação NÃO
dos pinos do conector.
Reparo:
4A
Verifique se há resposta apropriada do Substitua o ECM.
circuito após 30 segundos. Ligue para obter autorização para
• Utilize a ferramenta eletrônica substituir o ECM. Depois de receber a
de serviço INSITE™ para ler os autorização, substitua o ECM.
códigos de falha.

199
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um circuito aberto no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto.
Menos de 10 ohms?
• Meça a resistência entre o 3C-1
pino de RETORNO do sensor da SIM
temperatura do ar no coletor de
admissão, no conector do ECM Menos de 10 ohms?
do chicote do motor, e o pino de
RETORNO no conector do sensor NÃO
da temperatura do ar no coletor Reparo: 4A
de admissão do chicote do motor. Foi detectado um circuito de
Consulte o diagrama de circuitos ou o RETORNO aberto no chicote do motor.
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do motor.
dos pinos do conector.

200
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C-1: Verifique se há um circuito aberto no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto.
Menos de 10 ohms?
• Meça a resistência entre o 3D
pino de SINAL do sensor da SIM
temperatura do ar no coletor de
admissão, no conector do ECM Menos de 10 ohms?
no chicote do motor, e o pino de
SINAL no conector do sensor da NÃO
temperatura do ar no coletor de Reparo: 4A
admissão do chicote do motor. Foi detectado um circuito aberto de
Consulte o diagrama de circuitos ou o SINAL no chicote do motor.
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do motor.
dos pinos do conector.

201
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito entre
pinos. Mais de 100k ohms?
3E
• Meça a resistência entre o pino de SIM
SINAL do sensor da temperatura
no coletor de admissão, no Mais de 100k ohms?
conector do ECM no chicote do NÃO
motor, e todos os outros pinos do Reparo:
conector do ECM no chicote do 4A
Foi detectado um curto-circuito entre
motor.
pinos no fio de SINAL do chicote do
Consulte o diagrama de circuitos ou o motor.
diagrama elétrico para a identificação
Substitua o chicote do motor.
dos pinos do conector.

202
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3E: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 153 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
Consulte o diagrama de circuitos ou o falha?
diagrama elétrico para a identificação Código de Falha 153 inativo?
dos pinos do conector.
NÃO
Reparo:
Os procedimentos de diagnóstico de 1A
falhas devem ser repetidos desde o
início. Um código de falha pode ser
detectado.

203
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM em relação às calibração disponível para este
revisões de calibração relacionadas no código de falha, o ECM contém essa 4B
Histórico de Revisões de Calibração do revisão ou uma posterior?
ECM para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

204
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 154


Circuito do Sensor de Temperatura no Coletor de Admissão Nº1 -
Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 154 Circuito do Sensor de Possível emissão de fumaça
PID(P), SID(S): P105 Temperatura no Coletor de branca. O ventilador perma-
SPN: 105 Admissão No. 1 - Voltagem necerá ligado se controlado
FMI: 4/4 Abaixo da Normal ou com pelo módulo eletrônico de
Lâmpada: Âmbar Voltagem Baixa. Detectada controle (ECM). Nenhuma pro-
SRT: voltagem baixa de sinal no teção do motor para a tempe-
circuito de temperatura do ar ratura do ar no coletor de ad-
no coletor de admissão. missão.

Descrições do Circuito:
O sensor de temperatura no coletor de admissão Nº1 é um sensor de resistência variável e é
usado para medir a temperatura do ar que entra no coletor de admissão do motor. O valor da
temperatura no coletor de admissão é usado pelo ECM para o sistema de proteção do motor e
o controle de emissões do motor. O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece 5 volts para
o circuito de sinal de temperatura no coletor de admissão e monitora a variação da voltagem
causada por alterações na resistência do sensor para determinar a temperatura no coletor de
admissão. Quando o ar de admissão está frio, a resistência do sensor (ou termistor) é alta.
Apenas uma pequena quantidade da voltagem de sinal do ECM passa através do sensor para um
massa. Dessa forma, o ECM detecta uma voltagem alta de sinal, ou baixa temperatura. Quando
o ar de admissão está quente, a resistência do sensor é baixa. Uma grande quantidade da
voltagem de sinal passa pelo sensor. Dessa forma, o ECM detecta uma voltagem baixa de sinal,
ou alta temperatura.
Localização do Componente:
O sensor da temperatura no coletor de admissão do motor está localizado no coletor de admissão
de ar.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que o sinal de voltagem da temperatura no coletor de admissão é menor que
0,41 VCC durante mais de 10 segundos.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• O torque do motor poderá ser reduzido.
• É usado um valor padrão para a leitura da temperatura no coletor de admissão.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
205
Literatura de Serviço
Caminhões
Para motores equipados com sistema de pós-tratamento de SCR:
• Este código de falha não pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é aprovado no teste.
• Utilizando a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, certifique-se de que o código de
falha esteja inativo.
• O código de falha inativo será apagado da memória após 9600 horas de funcionamento do
motor sem nova ocorrência da mesma falha.
Para todos os outros motores:
• O ECM apagará a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois que o diagnóstico
for executado com êxito.
• Para motores com diagnóstico a bordo (OBD), o ECM apagará a luz indicadora de falha de
funcionamento (MIL) após 3 ciclos consecutivos depois que o diagnóstico for executado
com êxito.
• O comando ”Reinicializar Todas as Falhas” da ferramenta eletrônica de serviço INSITE™
pode ser usado para apagar falhas ativas e inativas, e também apagar a luz MIL para
aplicações com OBD.
Dicas para a Oficina:
O sensor da temperatura do ar no coletor de admissão compartilha com outros sensores os fios
de retorno no chicote do motor. Circuitos abertos e curtos no chicote do motor podem fazer
com que vários códigos de falha sejam ativados. Verifique primeiro os códigos de falha com
várias contagens.
Possíveis causas deste código de falha:
• Circuito de sinal em curto com o massa no chicote
• Circuito de sinal em curto com o retorno ou o massa no sensor.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito de Temperatura/Pressão no Coletor de Admissão Nº1

206
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 154 - Circuito do Sensor da Temperatura 1 no Coletor


de Admissão - Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de prova
ao efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™; e Nº
3822917, ponta de prova fêmea Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 154 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão.


PASSO 2A: Inspecione o sensor da
temperatura do ar no
Pinos sujos ou danificados?
coletor de admissão e
os pinos do conector.
PASSO 2B: Verifique a resposta do Código de Falha 153 ativo e Código
circuito. de Falha 154 inativo?
PASSO 2C: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 154 ativo?
sensor.

207
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B: Verifique a resposta do Código de Falha 153 ativo e Código
ECM. de Falha 154 inativo?
PASSO 3C: Verifique se há um cur-
to-circuito entre pinos Mais de 100k ohms?
no chicote do motor.
PASSO 3D: Verifique se existe um
curto-circuito entre os Mais de 100k ohms?
pinos e o massa.
PASSO 3E: Verifique se há um
Código de Falha 154 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

208
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Consulte a
inativo. seção 303
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 154 inativo? -14 - Código
de serviço INSITE™ para ler os SIM de falha
códigos de falha. inativo ou
intermitente
Código de Falha 154 inativo?
2A
NÃO

209
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão e os pinos do
conector.
Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão
do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do
chicote do motor e do sensor quanto a: Pinos sujos ou danificados?
• Conector solto SIM
• Pinos corroídos Reparo:
• Pinos tortos ou quebrados Foi detectada uma conexão
• Pinos torcidos para trás ou defeituosa no sensor ou no conector 4A
expandidos do chicote.
• Umidade dentro ou sobre o Limpe o conector e os pinos.
conector Se danificado substitua o chicote do
• Vedações do conector danificadas motor.
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Capa do conector quebrada 2B
NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

PASSO 2B: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura no coletor de admissão.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 153 ativo e Código
ECM após 30 segundos. de Falha 154 inativo? 2C
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 153 ativo e Código
códigos de falha. de Falha 154 inativo? 3A
NÃO

210
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique os códigos de falha e a condição do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o sensor de temperatura no coletor de admissão no chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 154 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Foi detectado um sensor defeituoso.
códigos de falha.
Substitua o sensor da temperatura do ar
no coletor de admissão.
Código de Falha 154 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção e
instalação do conector corrigiu a falha?

211
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão danificada no 4A
• Pinos tortos ou quebrados conector do chicote.
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos.
expandidos Se danificado substitua o chicote do motor.
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
Pinos sujos ou danificados?
• Sujeira ou resíduos nos pinos do 3B
conector NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

212
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique a resposta do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 153 ativo e Código
ECM após 30 segundos. de Falha 154 inativo? 3C
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 153 ativo e Código
códigos de falha. de Falha 154 inativo?
NÃO
Reparo:
4A
Substitua o ECM.
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

213
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura no coletor de admissão.
Ação Especificações/Reparo Próximo Passo
Verifique se há um curto-circuito entre
pinos. Mais de 100k ohms?
3D
• Meça a resistência entre o pino de SIM
SINAL do sensor da temperatura
no coletor de admissão, no Mais de 100k ohms?
conector do ECM no chicote do NÃO
motor, e todos os outros pinos do
Reparo:
conector do ECM no chicote do
motor. Foi detectado um curto-
circuito entre pinos no fio 4A
Consulte o diagrama de circuitos ou o
de SINAL do chicote do
diagrama elétrico para a identificação
motor.
dos pinos do conector.
Substitua o chicote do
motor.

214
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o sensor da temperatura do ar no coletor de admissão
do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto entre os pinos Mais de 100k ohms?
e o massa. 3E
SIM
• Meça a resistência entre o pino de Mais de 100k ohms?
SINAL do sensor da temperatura
NÃO
do ar no coletor de admissão, no
conector do ECM no chicote do Reparo:
motor, e o massa. Foi detectado um curto-circuito entre 4A
Consulte o diagrama de circuitos ou o os pinos e o massa no fio de SINAL no
diagrama elétrico para a identificação chicote do motor.
dos pinos do conector. Substitua o chicote do motor.

215
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3E: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 154 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 154 inativo?
NÃO
Reparo:
Os procedimentos de diagnóstico de 1A
falhas devem ser repetidos desde o
início. Um código de falha deve ter
sido detectado.

216
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM em relação às calibração disponível para este
revisões de calibração relacionadas no código de falha, o ECM contém essa 4B
Histórico de Revisões de Calibração do revisão ou uma posterior?
ECM para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha. Se houver uma atualização de
• Use a ferramenta eletrônica de calibração disponível para este
serviço INSITE™ para localizar código de falha, o ECM contém essa
o código do ECM e o número revisão ou uma posterior?
de revisão existente no ECM. O NÃO
código do ECM e o número de 4B
Reparo:
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Se houver uma atualização de
do Sistema e Plaqueta de Dados, calibração disponível para este
na tela Recursos e Parâmetros. código de falha, o ECM contém essa
revisão ou uma posterior?

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

217
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 155


Temperatura 1 no Coletor de Admissão - Dados Válidos, mas Acima da
Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 155 Temperatura 1 no Coletor Despotenciamento progressi-
PID(P), SID(S): P105 de Admissão - Dados vo do motor aumentando em
SPN: 105 Válidos, mas Acima da Faixa gravidade em função do au-
FMI: 0/0 Normal de Operação - Nível mento do tempo de alerta. Se
Lâmpada: Vermelha Mais Severo. O sinal da o recurso Parada de Proteção
SRT: temperatura do ar no coletor do Motor estiver habilitado,
de admissão indica que a o motor será desligado 30 se-
temperatura do ar no coletor gundos depois que a lâmpada
de admissão está acima do vermelha de Parada começar
limite crítico de proteção do a piscar.
motor.

Descrições do Circuito:
O sensor de temperatura no coletor de admissão Nº1 é um sensor de resistência variável e é
usado para medir a temperatura do ar que entra no coletor de admissão do motor. O valor da
temperatura no coletor de admissão é usado pelo ECM para o sistema de proteção do motor e
o controle de emissões do motor. O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece 5 volts para
o circuito de sinal de temperatura no coletor de admissão e monitora a variação da voltagem
causada por alterações na resistência do sensor para determinar a temperatura no coletor de
admissão. Quando o ar de admissão está frio, a resistência do sensor (ou termistor) é alta.
Apenas uma pequena quantidade da voltagem de sinal do ECM passa através do sensor para um
massa. Dessa forma, o ECM detecta uma voltagem alta de sinal, ou baixa temperatura. Quando
o ar de admissão está quente, a resistência do sensor é baixa. Uma grande quantidade da
voltagem de sinal passa pelo sensor. Dessa forma, o ECM detecta uma voltagem baixa de sinal,
ou alta temperatura.
Localização do Componente:
O sensor da temperatura no coletor de admissão do motor está localizado no coletor de admissão
de ar.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a temperatura do ar no coletor de admissão é maior que 132°C [270°F]
durante 5 segundos.

218
Literatura de Serviço
Caminhões
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) imediatamente quando o
diagnóstico é executado e falha.
• A saída de torque do motor será reduzida.
• A rotação máxima de operação do motor será diminuída.
• O motor será desligado se o recurso Parada de Proteção do Motor estiver habilitado.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O status do código de falha mostrado na ferramenta eletrônica de serviço INSITE™ mudará
para INATIVO imediatamente depois que o diagnóstico for executado com êxito.
• O ECM apagará a luz de parada do motor (STOP ENGINE) depois que o diagnóstico for
executado com êxito.
• O comando ”Reinicializar Todas as Falhas” da ferramenta eletrônica de serviço INSITE™
pode ser usado para apagar códigos de falha ativos e inativos.
Dicas para a Oficina:
O sensor da temperatura do ar no coletor de admissão mede a temperatura do ar do arrefecedor
à medida que o mesmo passa pelo coletor.
Possíveis causas deste código de falha:
• Restrição do fluxo de ar através do arrefecedor ar-ar
• Arrefecedor ar-ar subdimensionado
• Temperatura alta de saída do compressor do turbocompressor.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito Nº1 do Sensor da Pressão no Coletor de Admissão

219
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 155 - Temperatura 1 no Coletor de Admissão - Dados


Válidos, mas Acima da Faixa Normal de Operação - Nível Mais Severo

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Monitore a leitura da temperatura do ar no coletor de admissão.
A leitura do sensor de temperatura
PASSO 1A: Monitore a leitura da do líquido de arrefecimento da
temperatura do ar no ferramenta eletrônica de serviço
coletor de admissão. INSITE™ corresponde a um valor
conhecido ou um medidor mecânico?

PASSO 2: Monitore a leitura da temperatura do ar no coletor de admissão.


PASSO 2A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 2B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

220
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Monitore a leitura da temperatura do ar no coletor de admissão.


PASSO 1A: Monitore a leitura da temperatura do ar no coletor de admissão.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Monitore a leitura da temperatura no A leitura do sensor de temperatura
coletor de admissão. do líquido de arrefecimento da
• Utilize a ferramenta eletrônica ferramenta eletrônica de serviço
de serviço INSITE™ para monitorar INSITE™ corresponde a um valor Consulte a
o valor da temperatura do líquido conhecido ou um medidor mecânico? seção 303
de arrefecimento. SIM -14 - Código
de falha
• Compare a leitura da temperatura Reparo: inativo ou
do líquido de arrefecimento feita Consulte o diagrama do sintoma de intermitente
com a ferramenta eletrônica de falha ‘Temperatura do Ar no Coletor
serviço INSITE™ com a de um de Admissão Acima da Especificação’
medidor mecânico. no manual de serviços apropriado.
A leitura do sensor de temperatura
do líquido de arrefecimento da
ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™ corresponde a um valor
conhecido ou um medidor mecânico? 2A
NÃO
Reparo:
Substitua o sensor da temperatura do
ar no coletor de admissão.

221
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 2A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 2B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 2B
revisão encontram-se na seção NÃO
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 2B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

222
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 195 (Sensor de 2 Fios)


Circuito do Sensor 1 de Nível do Líquido de Arrefecimento - Voltagem
Acima da Normal ou com Voltagem Alta

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 195 Circuito do Sensor 1 de Nível Nenhum quanto ao desem-
PID(P), SID(S): P2559 do Líquido de Arrefecimento penho.
SPN: 111 - Voltagem Acima da
FMI: 3 Normal ou com Voltagem
Lâmpada: Âmbar Alta. Detectada voltagem
SRT: alta de sinal no circuito do
sensor do nível do líquido de
arrefecimento do motor.

Descrições do Circuito:
O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece uma alimentação de 5 volts para o sensor de
nível do líquido de arrefecimento, usando um circuito de alimentação comum dos sensores. O
ECM fornece também um massa no circuito de retorno do sensor. O sensor de nível do líquido
de arrefecimento envia um sinal ao ECM pelo circuito de sinal do sensor. A voltagem de sinal do
sensor varia de acordo com o nível do líquido de arrefecimento no reservatório de expansão.
Localização do Componente:
Normalmente, o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor está localizado no tanque
superior do radiador ou tanque de desaeração. Consulte o manual de diagnóstico de falhas e
reparos do OEM para obter a localização do sensor.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição está na posição ON ou
quando o motor está funcionando.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal de nível do líquido de arrefecimento é maior que um
valor calibrável durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) imediatamente quando
o diagnóstico é executado e falha.
• Nenhuma proteção do motor estará disponível para a condição de nível baixo do líquido de
arrefecimento.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e o código de falha é
imediatamente desativado quando o diagnóstico é executado com êxito.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.

223
Literatura de Serviço
Caminhões
Dicas para a Oficina:
Possíveis causas deste código de falha:
• Circuito de retorno aberto no chicote do motor, conectores ou sensor.
• Circuito de sinal em curto com a alimentação do sensor ou com a voltagem da bateria.
• Circuito de alimentação do sensor em curto com a voltagem da bateria.

224
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 195 (Sensor de 2 Fios) - Circuito do Sensor 1 de Nível


do Líquido de Arrefecimento do Motor - Voltagem Acima da Normal ou
com Voltagem Alta

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de prova
ao efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™, e Nº
3164133, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 195 ativo?
código de falha ativo.

PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.


PASSO 2A: Inspecione o sensor
do nível do líquido de
Pinos sujos ou danificados?
arrefecimento do motor
e os pinos do conector.
PASSO 2B: Verifique a resistência
Mais de 800k ohms?
do sensor.

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do OEM e do ECM.
PASSO 3B: Verifique se há um
circuito aberto no Menos de 10 ohms?
chicote do OEM.
PASSO 3B-1: Verifique se há um
circuito aberto no Menos de 10 ohms?
chicote do OEM.
PASSO 3C: Verifique se há um
curto-circuito entre
Mais de 100k ohms?
pinos no chicote do
OEM.
PASSO 3D: Verifique se há um
Código de Falha 195 inativo?
código de falha inativo.

225
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 4: Verifique o ECM e o chicote do OEM.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

226
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 195 ativo?
ativo. 2A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 195 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

227
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
PASSO 2A: Inspecione o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor e os pinos
do conector.
Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do sensor do nível SIM
do líquido de arrefecimento do motor Reparo:
quanto a:
Foi detectada uma conexão
• Conector solto danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos corroídos conector do chicote do OEM.
• Pinos tortos ou quebrados Limpe o conector e os pinos.
• Pinos torcidos para trás ou Se danificado substitua o chicote do
expandidos motor.
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do Pinos sujos ou danificados?
2B
conector NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

228
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a resistência do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a resistência do sensor. Mais de 800k ohms?
• Meça a resistência entre o pino SIM
de SINAL de nível do líquido de Reparo: 4A
arrefecimento do motor e o pino Substitua o sensor do nível do líquido
de RETORNO de nível do líquido de arrefecimento do motor.
de arrefecimento do motor no
conector do sensor do nível do
líquido de arrefecimento do
motor.
Consulte o diagrama de circuitos ou o Mais de 800k ohms?
diagrama elétrico para a identificação 3A
NÃO
dos pinos do conector.
Use um diagrama elétrico e o seguinte
procedimento de técnicas gerais de
medição da resistência.

229
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do OEM e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos torcidos para trás ou conector do chicote do OEM.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
Pinos sujos ou danificados?
conector 3B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

230
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
• Meça a resistência entre o pino SIM 3B-1
de RETORNO do sensor do nível
do líquido de arrefecimento
do motor, no conector do ECM
do chicote do OEM, e o pino de Menos de 10 ohms?
RETORNO do sensor do nível NÃO
do líquido de arrefecimento do Reparo:
4A
motor, no conector do chicote do Foi detectado um circuito aberto de
OEM. RETORNO no chicote do OEM.
Consulte o diagrama de circuitos ou o Substitua o chicote do OEM.
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

231
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B-1: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
• Meça a resistência entre o pino SIM 3C
de SINAL do sensor do nível do
líquido de arrefecimento do
motor, no conector do ECM do Menos de 10 ohms?
chicote do OEM, e o pino de SINAL NÃO
do sensor do nível do líquido
Reparo:
de arrefecimento do motor, no 4A
conector do chicote do OEM. Foi detectado um circuito aberto de
SINAL no chicote do OEM.
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do OEM.
dos pinos do conector.

232
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre pinos. 3D
SIM
• Meça a resistência entre o pino
de SINAL do sensor do nível do
líquido de arrefecimento do Mais de 100k ohms?
motor, no conector do ECM do NÃO
chicote do OEM, e todos os outros Reparo:
pinos do conector do chicote do Foi detectado um curto-circuito entre 4A
OEM. pinos na linha de SINAL no chicote do
Consulte o diagrama de circuitos ou o OEM.
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do OEM.
dos pinos do conector.

233
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 195 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 195 inativo?
NÃO
Reparo: 4A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

234
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 4B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha. Se houver uma atualização de
Use a ferramenta eletrônica de serviço calibração disponível para este
INSITE™ para localizar o código do código de falha, o ECM contém essa
ECM e o número de revisão na seção revisão ou uma posterior? 4B
Informações de Calibração, sob ID do NÃO
Sistema e Plaqueta de Dados, na tela Reparo:
Recursos e Parâmetros. Se necessário, calibre o ECM.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
completo
Funcione o motor de acordo com as SIM
“Condições para Apagar o Código de Código de falha inativo?
Falha” na seção de resumo deste NÃO
procedimento de diagnóstico de falha. Reparo: 1A
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

235
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 195 (Sensor de 3 Fios)


Circuito do Sensor 1 de Nível do Líquido de Arrefecimento - Voltagem
Acima da Normal ou com Voltagem Alta

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 195 Circuito do Sensor 1 de Nível Nenhum quanto ao desem-
PID(P), SID(S): P111 do Líquido de Arrefecimento penho.
SPN: 111 - Voltagem Acima da
FMI: 3/3 Normal ou com Voltagem
Lâmpada: Âmbar Alta. Detectada voltagem
SRT: alta de sinal no circuito do
sensor do nível do líquido de
arrefecimento do motor.

Descrições do Circuito:
O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece uma alimentação de 5 volts para o sensor de
nível do líquido de arrefecimento, usando um circuito de alimentação comum dos sensores. O
ECM fornece também um massa no circuito de retorno do sensor. O sensor de nível do líquido
de arrefecimento envia um sinal ao ECM pelo circuito de sinal do sensor. A voltagem de sinal do
sensor varia de acordo com o nível do líquido de arrefecimento no reservatório de expansão.
Localização do Componente:
Normalmente, o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor está localizado no tanque
superior do radiador ou tanque de desaeração. Consulte o manual de serviços do OEM para
obter a localização.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição está na posição ON ou
quando o motor está funcionando.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal de nível do líquido de arrefecimento é maior que um
valor calibrável durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) imediatamente quando
o diagnóstico é executado e falha.
• Nenhuma proteção do motor estará disponível para a condição de nível baixo do líquido de
arrefecimento.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e o código de falha é
imediatamente desativado quando o diagnóstico é executado com êxito.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.

236
Literatura de Serviço
Caminhões
Dicas para a Oficina:
Possíveis causas deste código de falha:
• Circuito de retorno aberto no chicote, nos conectores ou no sensor.
• Circuito de sinal em curto com a alimentação do sensor ou voltagem da bateria.
• Circuito de alimentação do sensor em curto com a voltagem da bateria.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Sensor 1 de Nível do Líquido de Arrefecimento - Circuito de 3 Fios

237
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 195 (Sensor de 3 Fios) - Circuito 1 do Sensor de Nível


do Líquido de Arrefecimento do Motor - Voltagem Acima da Normal ou
com Voltagem Alta

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de prova
ao efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™, e Nº
3164133, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 1695 ativo?
código de falha ativo.
PASSO 1B: Verifique se há um
Código de Falha 195 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.


PASSO 2A: Inspecione o sensor
do nível do líquido de
Pinos sujos ou danificados?
arrefecimento do motor
e os pinos do conector.
PASSO 2B: Verifique a resposta do Código de Falha 196 ativo e Código
circuito de Falha 195 inativo?
PASSO 2C: Verifique a voltagem de
alimentação e o circuito 4,75 VCC a 5,25 VCC?
de retorno do sensor.
PASSO 2D: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 195 ativo?
sensor.

238
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do OEM e do ECM.
PASSO 3B: Verifique se há um cir-
cuito aberto no chicote Menos de 10 ohms?
do OEM.
PASSO 3C: Verifique se há um cur-
to-circuito entre pinos Mais de 100k ohms?
no chicote do OEM.
PASSO 3D: Verifique se há um
Código de Falha 195 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

239
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 1695 ativo? Consulte o
ativo. Código de
SIM Falha 1695.
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 1695 ativo?
1B
códigos de falha. NÃO

PASSO 1B: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Consulte a
inativo. seção 303
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 195 inativo? -14 - Código
de serviço INSITE™ para ler os SIM de falha
códigos de falha. inativo ou
intermitente
Código de Falha 195 inativo?
2A
NÃO

240
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
PASSO 2A: Inspecione o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor e os pinos
do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do sensor do nível SIM
do líquido de arrefecimento do motor Reparo:
quanto a:
Foi detectada uma conexão
• Conector solto defeituosa no sensor ou no conector 4A
• Pinos corroídos do chicote.
• Pinos tortos ou quebrados Limpe o conector e os pinos.
• Pinos torcidos para trás ou Se danificado substitua o chicote do
expandidos motor.
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector Pinos sujos ou danificados?
2B
• Capa do conector quebrada NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

241
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 196 ativo e Código
circuito após 30 segundos. de Falha 195 inativo? 2C
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha. Código de Falha 196 ativo e Código
de Falha 195 inativo? 3A
Procedimento de técnicas gerais de
inspeção. NÃO

242
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique a voltagem de alimentação e o circuito de retorno do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem de alimentação e 4,75 VCC a 5,25 VCC?
o circuito de retorno. 2D
SIM
• Meça a voltagem entre os pinos
de ALIMENTAÇÃO e de RETORNO
do sensor de nível do líquido de
arrefecimento, no conector do
4,75 VCC a 5,25 VCC?
sensor do chicote do OEM. 3A
NÃO
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

243
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2D: Verifique os códigos de falha e a condição do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o sensor de nível do líquido de arrefecimento do motor no chicote do OEM.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 195 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os Foi detectado um sensor defeituoso. 4A
códigos de falha.
Substitua o sensor do nível do líquido
de arrefecimento do motor.
Código de Falha 195 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

244
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do OEM e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos torcidos para trás ou conector do chicote do OEM.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Capa do conector quebrada 3B
NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

245
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
• Meça a resistência entre o pino SIM 3C
de RETORNO do sensor do nível
do líquido de arrefecimento
do motor, no conector do ECM Menos de 10 ohms?
do chicote do OEM, e o pino de
NÃO
RETORNO do sensor do nível
do líquido de arrefecimento do Reparo:
motor, no conector do chicote do Foi detectado um circuito aberto de
OEM. RETORNO no chicote do OEM. 4A
Consulte o diagrama de circuitos ou o Faça o diagnóstico de falhas de todos
diagrama elétrico para a identificação os chicotes conectados em série
dos pinos do conector. para determinar qual deles contém o
circuito aberto de retorno.
Use um diagrama elétrico e o seguinte
Substitua o chicote do OEM.
procedimento de técnicas gerais de
medição da resistência.

246
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor do nível do líquido de arrefecimento do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre pinos. 3D
SIM
• Meça a resistência entre o pino
de SINAL do sensor de nível
do líquido de arrefecimento
do motor, no conector ECM do
Mais de 100k ohms?
chicote do OEM, e todos os outros
pinos do conector ECM do chicote NÃO
do OEM. Reparo:
Consulte o diagrama de circuitos ou o Foi detectado um curto-circuito entre 4A
diagrama elétrico para a identificação pinos na linha de SINAL no chicote do
dos pinos do conector. OEM.
Substitua o chicote do OEM.
Use um diagrama elétrico e o seguinte
procedimento de técnicas gerais de
medição da resistência.

247
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 249


Circuito do Sensor de Temperatura do Ar Ambiente Nº1 - Voltagem Acima
da Normal ou com Voltagem Alta

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 249 Circuito do Sensor de Nenhum quanto ao desem-
PID(P), SID(S): P171 Temperatura do Ar Ambiente penho.
SPN: 171 No. 1 - Voltagem Acima da
FMI: 3/3 Normal ou com Voltagem Alta
Lâmpada: Âmbar Detectada voltagem baixa no
SRT: sinal de temperatura do ar
ambiente.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor de Temperatura do Ar Ambiente Nº1

Descrições do Circuito:
O sensor da temperatura do ar ambiente é utilizado pelo módulo eletrônico de controle (ECM)
para monitorar a temperatura do ar ambiente. Este sensor pode ser utilizado para detectar a
temperatura no interior da cabine de um veículo ou a temperatura do ar fora do veículo. O
sinal de temperatura do ar ambiente é utilizado pelo ECM para o recurso Anulação de Parada do
Motor por Temperatura do Ar Ambiente. O sensor da temperatura do ar ambiente é usado pelo
ECM para monitorar a temperatura do ar ambiente. O sensor da temperatura do ar ambiente é
um termistor que muda a resistência com base na temperatura sendo medida. O ECM fornece
uma voltagem de referência de 5 volts ao sensor. O ECM monitora a mudança na voltagem do
sinal e a converte em um valor de temperatura.

248
Literatura de Serviço
Caminhões
Localização do Componente:
O local de montagem do sensor da temperatura do ar ambiente varia dependendo do OEM.
Consulte o manual de serviços apropriado do OEM.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal de temperatura do ar ambiente é maior que 4,8 VCC durante
mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é reprovado no teste.
• É assumido um valor padrão para a leitura da temperatura do ar ambiente.
• O torque do motor é reduzido.
• O recurso de anulação de parada por marcha lenta devido à temperatura do ar ambiente
usará o valor do sensor da temperatura do ar no coletor de admissão para determinar a
parada por marcha lenta e a disponibilidade da anulação.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Este código de falha não pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é aprovado no teste.
• Utilizando a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, certifique-se de que o código de
falha esteja inativo.
• O código de falha inativo será apagado da memória após 9600 horas de funcionamento do
motor sem nova ocorrência da mesma falha.
Dicas para a Oficina:
Certifique-se de que a calibração do ECM esteja correta. Verifique o histórico de revisões
de calibrações localizado no QuickServe™ Online para as correções aplicáveis à calibração
armazenada no ECM. Se necessário, calibre o ECM.
Possíveis causas deste código de falha:
• Circuito de retorno aberto no chicote, nos conectores ou no sensor.
• Circuito de sinal aberto ou em curto-circuito com uma fonte de tensão.

249
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 249 - Circuito do Sensor da Temperatura do Ar Ambiente


Nº1 - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para evitar danos aos pinos e ao chicote, utilize os seguintes cabos de teste ao efetuar uma
medição: Nº 3164596, ponta de prova macho Framatome™, e Nº 3822917, ponta de prova fêmea
Deutsch™/AMP™/Metri- Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos
Código de Falha 249 inativo?
de falha inativos.

PASSO 2: Verifique o sensor da temperatura do ar ambiente e o circuito do sensor.


PASSO 2A: Inspecione o sensor
da temperatura do ar
Pinos sujos ou danificados?
ambiente e os pinos do
conector.
PASSO 2B: Verifique a resposta do Código de Falha 256 ativo e Código
circuito. de Falha 249 inativo?
PASSO 2C: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 249 ativo?
sensor.

250
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do OEM e do ECM.
PASSO 3B: Verifique se há um cir-
cuito aberto no chicote Menos de 10 ohms?
do OEM.
PASSO 3B-1: Verifique se há um cir-
cuito aberto no chicote Menos de 10 ohms?
do OEM.
PASSO 3C: Verifique se há um cur-
to-circuito entre pinos Mais de 100k ohms?
no chicote do OEM.
PASSO 3D: Verifique se há um
Código de Falha 249 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis-
alibração disponível para este código
ponível uma atualiza-
de falha, o ECM contém essa revisão
ção de calibração para
ou uma posterior?
o ECM.
PASSO 4B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

251
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há códigos de falha inativos.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha ativos. Consulte a
• Utilize a ferramenta eletrônica seção 303
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 249 inativo? -14 - Código
códigos de falha. SIM de falha
inativo ou
intermitente
Código de Falha 249 inativo?
2A
NÃO

252
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o sensor da temperatura do ar ambiente e o circuito do sensor.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da temperatura do ar ambiente e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da temperatura do ar ambiente.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores
do chicote do OEM e do sensor da Pinos sujos ou danificados?
temperatura do ar ambiente quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados defeituosa no sensor ou no conector 4A
• Pinos torcidos para trás ou do chicote.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
• Capa do conector quebrada Pinos sujos ou danificados?
2B
• Dano na blindagem do fio NÃO
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

253
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF)
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da temperatura do ar ambiente.
• Ligue a chave de ignição (ON)
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a resposta do circuito.
• Instale um fio de ponte entre os Consulte a
pinos de SINAL e de RETORNO seção 303
Código de Falha 256 ativo e Código
do sensor de temperatura do ar -14 - Código
de Falha 249 inativo?
ambiente, no conector do sensor de falha
no chicote do OEM. SIM inativo ou
Consulte o diagrama de circuitos ou o intermitente
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.
Código de Falha 256 ativo e Código
• Utilize a ferramenta eletrônica de Falha 249 inativo? 2A
de serviço INSITE™ para ler os
NÃO
códigos de falha.

254
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique os códigos de falha e a condição do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o sensor da temperatura do ar ambiente no chicote do OEM.
• Ligue a chave de ignição (ON)
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 249 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os Foi detectado um sensor defeituoso
códigos de falha. da temperatura do ar ambiente. 4A
Substitua o sensor da temperatura do
ar ambiente.
Consulte o manual de serviços do
OEM.
Código de Falha 249 ativo?
NÃO
Reparo: 2A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

255
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do OEM e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos tortos ou quebrados
conector do chicote do OEM.
• Pinos torcidos para trás ou
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Capa do conector quebrada 3B
NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

256
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da temperatura do ar ambiente.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto.
• Meça a resistência entre o Menos de 10 ohms?
3B-1
pino de RETORNO do sensor da SIM
temperatura do ar ambiente,
no conector do ECM no chicote
do motor, e o pino de RETORNO Menos de 10 ohms?
do sensor da temperatura do ar
ambiente, no conector do sensor NÃO
no chicote do OEM. Reparo:
4A
Use um diagrama elétrico para Foi detectado um circuito aberto de
identificação dos pinos e o seguinte RETORNO no chicote do OEM.
procedimento para obter técnicas Substitua o chicote do OEM.
gerais de medição da resistência.

257
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B-1: Verifique se há um circuito aberto no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da temperatura do ar ambiente.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto.
• Meça a resistência entre o pino de Menos de 10 ohms?
3C
SINAL do sensor da temperatura SIM
do ar ambiente, no conector
do ECM no chicote do motor,
e o pino de SINAL do sensor da Menos de 10 ohms?
temperatura do ar ambiente, no
conector do sensor no chicote do NÃO
OEM. Reparo:
4A
Use um diagrama elétrico para Foi detectado um circuito aberto de
identificação dos pinos e o seguinte SINAL no chicote do OEM.
procedimento para obter técnicas Substitua o chicote do OEM.
gerais de medição da resistência.

258
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da temperatura do ar ambiente.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito
entre pinos. Mais de 100k ohms?
3D
• Meça a resistência entre o pino de SIM
SINAL do sensor da temperatura
do ar ambiente, no conector do Mais de 100k ohms?
ECM no chicote do OEM, e todos
os outros pinos do conector do NÃO
ECM no chicote do OEM. Reparo:
Use um diagrama elétrico para Foi detectado um curto circuito entre 4A
identificação dos pinos e o seguinte pinos na linha de SINAL no chicote do
procedimento para obter técnicas OEM.
gerais de medição da resistência. Substitua o chicote do OEM.

259
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 249 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo: 4A
de serviço INSITE™ para ler os Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 249 inativo?
NÃO
Reparo: 1A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

260
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 4B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior? 4B
código do ECM e o número de NÃO
revisão encontram-se na seção
Reparo:
Informações de Calibração, sob ID
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
completo
• Funcione o motor de acordo SIM
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de Reparo: 1A
diagnóstico de falha. Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

261
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 256


Circuito do Sensor de Temperatura do Ar Ambiente Nº1 - Voltagem
Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 256 Circuito do Sensor de Nenhum quanto ao desem-
PID(P), SID(S): P171 Temperatura do Ar Ambiente penho.
SPN: 171 Nº1 - Voltagem Abaixo da
FMI: 4/4 Normal ou com Voltagem
Lâmpada: Âmbar Baixa. Detectada voltagem
SRT: baixa no circuito de
temperatura do ar ambiente.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Sensor de Temperatura do Ar Ambiente Nº1

Descrições do Circuito:
O sensor de temperatura do ar ambiente é um sensor de resistência variável, usado para medir
a temperatura do ar ambiente para determinar se é necessário o aquecimento do sistema de
redução catalítica seletiva (SCR). O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece 5 volts para
o circuito de sinal do sensor de temperatura do ar ambiente. O ECM monitora a variação da
voltagem causada pela alteração no valor da resistência do sensor para determinar a temperatura
do ar ambiente.
Localização do Componente:
A localização do sensor de temperatura do ar ambiente pode variar de acordo com o OEM.

262
Literatura de Serviço
Caminhões
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem do sinal de temperatura do ar ambiente é menor que 0,12 VCC
durante mais de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é reprovado no teste.
• É assumido um valor padrão para a leitura da temperatura do ar ambiente.
• O torque do motor é reduzido.
• O recurso de anulação de parada por marcha lenta devido à temperatura do ar ambiente
usará o valor do sensor da temperatura do ar no coletor de admissão para determinar a
parada por marcha lenta e a disponibilidade da anulação.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Este código de falha não pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é aprovado no teste.
• Utilizando a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, certifique-se de que o código de
falha esteja inativo.
• O código de falha inativo será apagado da memória após 9600 horas de funcionamento do
motor sem nova ocorrência da mesma falha.
Dicas para a Oficina:
O sensor de temperatura do ar ambiente compartilha com outros sensores os fios de retorno do
chicote do motor. Circuitos abertos e curtos no chicote do motor podem fazer com que vários
códigos de falha sejam ativados. Verifique primeiro os códigos de falha com várias contagens.
Possíveis causas deste código de falha:
• Sinal em curto com o massa no chicote.
• Sinal em curto com o retorno ou com o massa no sensor.

263
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 256 - Circuito do Sensor da Temperatura do Ar Ambiente


Nº1 - Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para evitar danos aos pinos e ao chicote, utilize os seguintes cabos de teste ao efetuar uma
medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™, e Nº 3822917, ponta
de prova fêmea Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos
Código de Falha 256 inativo?
de falha inativos.

PASSO 2: Verifique o sensor da temperatura do ar ambiente e o circuito do sensor.


PASSO 2A: Inspecione o sensor
da temperatura do ar
Pinos sujos ou danificados?
ambiente e os pinos do
conector.
PASSO 2B: Verifique a resposta do Código de Falha 249 ativo e Código
circuito. de Falha 256 inativo?
PASSO 2C: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 256 ativo?
sensor.

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do OEM e do ECM.
PASSO 3B: Verifique se há um cur-
to-circuito entre pinos Mais de 100k ohms?
no chicote do OEM.
PASSO 3C: Verifique se existe um
curto-circuito entre os Mais de 100k ohms?
pinos e o massa.
PASSO 3D: Verifique se há um
Código de Falha 256 inativo?
código de falha inativo.

264
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

265
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há códigos de falha inativos.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha ativos. Consulte a
• Utilize a ferramenta eletrônica seção 303
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 256 inativo? -14 - Código
códigos de falha. SIM de falha
inativo ou
intermitente
Código de Falha 256 inativo?
2A
NÃO

266
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o sensor da temperatura do ar ambiente e o circuito do sensor.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da temperatura do ar ambiente e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da temperatura do ar ambiente.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores Pinos sujos ou danificados?
do chicote do OEM e do sensor da SIM
temperatura do ar ambiente quanto a: Reparo: Consulte a
• Conector solto seção 303
Foi detectada uma conexão -14 - Código
• Pinos corroídos defeituosa no sensor ou no conector de falha
• Pinos tortos ou quebrados do chicote. inativo ou
• Pinos torcidos para trás ou Limpe o conector e os pinos. intermitente
expandidos Se danificado substitua o chicote do
• Umidade dentro ou sobre o motor.
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector Pinos sujos ou danificados?
2A
• Capa do conector quebrada NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

PASSO 2B: Verifique a resposta do circuito

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da temperatura do ar ambiente.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 249 ativo e Código
circuito após 30 segundos. de Falha 256 inativo? 2C
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 249 ativo e Código
códigos de falha. de Falha 256 inativo? 3A
NÃO

267
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique os códigos de falha e a condição do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o sensor da temperatura do ar ambiente no chicote do OEM.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 256 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os Substitua o sensor da temperatura do 4A
códigos de falha. ar ambiente.
Consulte o manual de serviços do
OEM.
Código de Falha 256 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

268
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do OEM.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do OEM e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos torcidos para trás ou conector do chicote do OEM.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Capa do conector quebrada 3B
NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

269
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da temperatura do ar ambiente.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito entre Mais de 100k ohms?
pinos. 3C
SIM
• Meça a resistência entre o pino de
SINAL do sensor da temperatura Mais de 100k ohms?
do ar ambiente, no conector do
ECM no chicote do OEM, e todos NÃO
os outros pinos do conector do Reparo:
ECM no chicote do OEM. Foi detectado um curto-circuito entre 4A
Use um diagrama elétrico para pinos no fio de SINAL no chicote do
identificação dos pinos e o seguinte OEM.
procedimento para obter técnicas Substitua o chicote do OEM.
gerais de medição da resistência.

270
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se existe um curto-circuito entre os pinos e o massa.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte do chicote do OEM o sensor da temperatura do ar ambiente.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se existe um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre os pinos e o massa. 3D
SIM
• Meça a resistência entre o pino de
SINAL do sensor da temperatura Mais de 100k ohms?
do ar ambiente, no conector NÃO
do ECM no chicote do OEM, e o Reparo:
massa. 4A
Foi detectado um curto-circuito entre
Use um diagrama elétrico para os pinos e o massa no fio de SINAL no
identificação dos pinos e o seguinte chicote do OEM.
procedimento para obter técnicas
Substitua o chicote do OEM.
gerais de medição da resistência.

271
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 256 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 256 inativo?
NÃO
Reparo: 1A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

272
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 4B
de Revisões de Calibração do ECM para revisão ou uma posterior?
verificar se houve mudanças associadas SIM
a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

273
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 269


Indicador Válido de Senha Antifurto - Dados Inválidos, Intermitentes
ou Incorretos

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 269 Indicador Válido de Senha O motor não dará partida.
PID(P), SID(S): Antifurto - Dados Inválidos,
SPN: 1195 Intermitentes ou Incorretos.
FMI: 2 Tentativa de ignição do
Lâmpada: Âmbar motor sem autorização do
SRT: dispositivo de antifurto do
Imobilizador.

Descrições do Circuito:
O dispositivo de antifurto do Imobilizador é conectado no módulo eletrônico de controle (ECM)
do motor primário através de uma rede do datalink J1939. As mensagens enviadas por tal
dispositivo antifurto são recebidas pelo ECM e usadas para controlar os recursos de antifurto.
O ECM e o dispositivo de antifurto do Imobilizador devem ser configurados corretamente para o
funcionamento correto dos componentes multiplexados.
Localização do Componente:
A fiação do datalink J1939 e a localização dos dispositivos do J1939 instalados pelo OEM variam
de acordo com o OEM. O dispositivo de antifurto do Imobilizador é instalado pelo OEM.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
Este código de falha torna-se ativo quando o dispositivo de antifurto do Imobilizador não foi
desativado.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
O ECM acende a lâmpada de falha âmbar ou vermelha apropriada quando o diagnóstico é
executado e falha.
Condições para Apagar o Código de Falha:
O ECM desliga a lâmpada de falha apropriada quando o diagnóstico é executado com sucesso.
Dicas para a Oficina:
Este código de falha torna-se ativo quando o dispositivo de antifurto do Imobilizador não foi
desativado. O motor não dará a partida até que a autorização adequada seja ativada.

274
Literatura de Serviço
Caminhões

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Indicador Válido de Senha Antifurto

275
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 269 - Indicador Válido de Senha Antifurto - Dados


Inválidos, Intermitentes ou Incorretos

! ADVERTÊNCIA
Baterias podem emitir gases explosivos. Para reduzir a possibilidade de ferimentos e danos
materiais, providencie sempre ventilação adequada ao ambiente antes de trabalhar com
baterias. Para reduzir a possibilidade de formação de faíscas, o cabo negativo (-) da bateria
deve ser sempre o primeiro a ser desconectado e o último a ser conectado.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize o seguinte cabo de teste ao
efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há códigos
Código de Falha 269 ativo?
de falha ativos.

PASSO 2: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 2A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 2B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

276
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há códigos de falha ativos.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha Código de Falha 269 ativo?
relacionados com o dispositivo de SIM
antifurto do Imobilizador. Reparo:
• Utilize a ferramenta eletrônica O dispositivo de antifurto do
de serviço INSITE™ para ler os Imobilizador não foi desativado. O
códigos de falha. motor não dará a partida até que a 2A
autorização adequada seja ativada.
Consulte o manual de diagnóstico
de falhas do OEM para informações
sobre o funcionamento do dispositivo
de antifurto do Imobilizador.
Código de Falha 256 inativo?
2A
NÃO

277
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2 : Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 2A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número
Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de
calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico
código de falha, o ECM contém essa 2B
de Revisões de Calibração do ECM
revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças
associadas a este código de falha. SIM
• Use a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™ para localizar Se houver uma atualização de
o código do ECM e o número calibração disponível para este
de revisão existente no ECM. O código de falha, o ECM contém essa
código do ECM e o número de revisão ou uma posterior? 2B
revisão encontram-se na seção NÃO
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 2B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

278
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 271


Circuito do Conjunto de Pressurização da Bomba de Combustível do
Motor Nº1 - Voltagem Abaixo da Normal ou com Voltagem Baixa

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 271 Circuito do Conjunto de O motor irá funcionar irre-
PID(P), SID(S): Pressurização da Bomba de gularmente em marcha len-
SPN: 1347 Combustível do Motor Nº1 - ta. Haverá perda de potên-
FMI: 4 Voltagem Abaixo da Normal cia do motor. A pressão do
Lâmpada: Âmbar ou com Voltagem Baixa. combustível será maior que
SRT: Detectada voltagem baixa de a comandada.
sinal no circuito do atuador
da bomba de combustível.

Descrições do Circuito:
O circuito é um acionador de modulação por largura de pulso (PWM) no módulo eletrônico de
controle (ECM) que controla o atuador eletrônico de controle de combustível. O atuador é
aterrado no ECM. O atuador é normalmente aberto. O ciclo de serviço do PWM para o atuador
eletrônico de controle de combustível depende da diferença entre a pressão desejada e a
pressão detectada na galeria.
Localização do Componente:
O atuador da bomba de combustível está localizado na bomba de combustível montada no
motor. O chicote elétrico do motor e o ECM são outros componentes do circuito que podem
causar este código de falha.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O sinal de PWM do circuito do atuador da bomba de combustível não é detectado com um valor
igual ao da voltagem do sistema quando o sinal de PWM é ligado.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• A pressão na common rail será maior que a pressão comandada.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.
279
Literatura de Serviço
Caminhões
Dicas para a Oficina:
Este código de falha torna-se ativo quando o ECM detecta um curto-circuito no circuito do
atuador eletrônico de controle do combustível. As causas para este código de falha são um
curto-circuito com o massa ou resistência baixa (curto interno na bobina do atuador de controle
do combustível) no circuito do atuador da bomba de combustível. Quando é detectada corrente
excessiva ou um curto-circuito, o driver do ECM para o atuador de controle do combustível
é desligado para proteger o circuito. É necessário desligar a chave de ignição e então ligá-la
novamente antes do novo teste do ECM para detectar a causa do código de falha. O acionador
do ECM é habilitado quando a chave de ignição é ligada (ON); se a causa não estiver mais
presente, o código de falha se tornará inativo e poderá ser apagado. Se o código de falha for
intermitente, procure por causas de um curto-circuito intermitente com o massa no chicote
elétrico ou nos conectores. O Código de Falha 2311 poderá ter altas contagens se a condição de
falha for, ou tiver sido, intermitente.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Atuador da Bomba de Combustível

280
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 271 - Circuito do Conjunto de Pressurização da Bomba


de Combustível do Motor Nº1 - Voltagem Abaixo da Normal ou com
Voltagem Baixa

! ADVERTÊNCIA
Baterias podem emitir gases explosivos. Para reduzir a possibilidade de ferimentos e danos
materiais, providencie sempre ventilação adequada ao ambiente antes de trabalhar com
baterias. Para reduzir a possibilidade de formação de faíscas, o cabo negativo (-) da bateria
deve ser sempre o primeiro a ser desconectado e o último a ser conectado.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize o seguinte cabo de teste ao
efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 271 ativo?
código de falha ativo.

PASSO 2: Verifique o atuador da bomba de combustível e o circuito do atuador.


PASSO 2A: Inspecione o atuador da
bomba de combustível Pinos sujos ou danificados?
e os pinos do conector.
PASSO 2B: Verifique a resposta do Código de Falha 272 ativo e Código
circuito. de Falha 271 inativo?
PASSO 2C: Verifique os códigos de
falha e a condição do Código de Falha 271 ativo?
sensor.

281
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B: Verifique a resposta do Código de Falha 272 ativo e Código
ECM. de Falha 271 inativo?
PASSO 3C: Verifique se há um
curto-circuito entre
Mais de 100k ohms?
pinos no chicote do
motor.
PASSO 3D: Verifique se existe um
curto-circuito entre os Mais de 100k ohms?
pinos e o massa.
PASSO 3E: Verifique se há um
Código de Falha 271 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

282
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 271 ativo?
ativo. 2A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 271 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

283
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o atuador da bomba de combustível e o circuito do atuador.
PASSO 2A: Inspecione o atuador da bomba de combustível e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o atuador da bomba de combustível.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do atuador quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
4A
• Pinos corroídos Limpe o conector e os pinos.
• Pinos tortos ou quebrados Se danificado substitua o chicote do
• Pinos torcidos para trás ou motor.
expandidos
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio Pinos sujos ou danificados?
• Dano na guia de trava do conector. 2B
NÃO

NOTA Inspecione o chicote


‘rabo-de-porco’ e o
chicote do motor quanto
a danos no isolamento dos
fios que possam causar
um curto-circuito.

Use o seguinte procedimento de


técnicas gerais de inspeção.

284
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o atuador da bomba de combustível.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 272 ativo e Código
circuito após 30 segundos. de Falha 271 inativo? 2C
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 272 ativo e Código
códigos de falha. de Falha 271 inativo? 3A
NÃO

PASSO 2C: Verifique os códigos de falha e a condição do sensor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Conecte o atuador da bomba de combustível no chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 271 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os Foi detectado que o atuador
códigos de falha. 4A
da bomba de combustível está
defeituoso.
Substitua o atuador da bomba de
combustível.
Código de Falha 271 ativo?
NÃO
Reparo: 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
e instalação do conector corrigiu a
falha?

285
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se o chicote do motor e os Pinos sujos ou danificados?
pinos do ECM apresentam: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos torcidos para trás ou conector do chicote do motor.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Capa do conector quebrada 3B
NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

286
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 272 ativo e Código
circuito após 30 segundos. de Falha 271 inativo? 3C
• Utilize a ferramenta eletrônica SIM
de serviço INSITE™ para ler os Código de Falha 272 ativo e Código
códigos de falha. de Falha 271 inativo?
NÃO
4A
Reparo:
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM.

287
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um curto-circuito entre pinos no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o atuador da bomba de combustível.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito entre Mais de 100k ohms?
pinos. 3D
SIM
• Meça a resistência entre o pino
de SINAL do atuador da bomba de
combustível, no conector do ECM
Mais de 100k ohms?
do chicote do motor, e todos os
NÃO
outros pinos do conector do ECM
no chicote do motor. Reparo:
Foi detectado um curto-circuito entre
Consulte o diagrama de circuitos ou o 4A
pinos no fio de SINAL do chicote do
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector. motor.
Use o seguinte procedimento de Substitua o chicote do motor.
técnicas gerais de medição da
resistência.

288
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se existe um curto-circuito entre os pinos e o massa.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o atuador da bomba de combustível.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto entre os pinos Mais de 100k ohms?
e o massa. 3E
SIM
• Meça a resistência entre o pino Mais de 100k ohms?
de SINAL do atuador da bomba de NÃO
combustível no conector do ECM
Reparo:
no chicote do motor e o massa.
Foi detectado um curto-circuito entre 4A
Use o seguinte procedimento de
os pinos e o massa no fio de SINAL no
técnicas gerais de medição da
chicote do motor.
resistência.
Substitua o chicote do motor.

289
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3E: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 271 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler o 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
código de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 271 inativo?
NÃO
Reparo:
Os procedimentos de diagnóstico de 1A
falhas devem ser repetidos desde o
início. Um código de falha deveria ter
sido detectado.

290
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 4B
de Revisões de Calibração do ECM para revisão ou uma posterior?
verificar se houve mudanças associadas SIM
a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do diagnós-
tico de falhas.

291
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 272


Circuito do Conjunto de Pressurização da Bomba de Combustível do
Motor Nº1 - Voltagem Acima da Normal ou com Voltagem Alta.

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 272 Circuito do Conjunto de O motor não funcionará ou
PID(P), SID(S): Pressurização da Bomba de funcionará irregularmente.
SPN: 1347 Combustível do Motor Nº1 -
FMI: 3 Voltagem Acima da Normal
Lâmpada: Âmbar ou com Voltagem Alta.
SRT: Detectada voltagem alta do
sinal ou um circuito aberto no
circuito do atuador da bomba
de combustível.

Descrições do Circuito:
O circuito é um acionador de modulação por largura de pulso (PWM) no módulo eletrônico de
controle (ECM) que controla o atuador da bomba de combustível. O atuador é aterrado no
ECM. O atuador é normalmente aberto. O ciclo de serviço da PWM para o atuador da bomba de
combustível depende da diferença entre a pressão desejada e a pressão detectada na common
rail.
Localização do Componente:
O atuador da bomba de combustível está localizado na carcaça da bomba de combustível
montada no motor. O chicote elétrico do motor e o ECM são outros componentes do circuito
que podem causar este código de falha.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O sinal de modulação por largura de pulso (PWM) do atuador da bomba de combustível é
detectado com um valor maior que 0 VCC quando o sinal de PWM é desligado pelo ECM.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• A pressão na common rail será maior que a pressão comandada.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois
que o diagnóstico for executado com êxito. Para validar o reparo, dê partida no motor e
deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1 minuto.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.

292
Literatura de Serviço
Caminhões
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.
Dicas para a Oficina:
• Este código de falha torna-se ativo quando o ECM detecta um circuito aberto no circuito do
atuador da bomba de combustível. As causas deste código de falha são um curto-circuito
com uma voltagem positiva ou um circuito aberto no circuito do atuador da bomba de
combustível. Se houver uma resistência alta no chicote ou um circuito aberto intermitente,
o Código de Falha 2311 poderá ter altas contagens inativas. Se o código de falha for
intermitente, procure por causas de um circuito aberto intermitente, como pinos soltos
e conexões incorretas ou conexões soltas defeituosas no ECM. Além disso, se o código de
falha for intermitente, flexione o chicote enquanto monitora o status do código de falha
para verificar se há um problema com os fios internos do chicote.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito do Conjunto de Pressurização da Bomba de Combustível Nº1

293
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 272 - Circuito do Conjunto de Pressurização da


Bomba de Combustível do Motor Nº1 - Voltagem Acima da Normal ou
com Voltagem Alta

! ADVERTÊNCIA
Baterias podem emitir gases explosivos. Para reduzir a possibilidade de ferimentos e danos
materiais, providencie sempre ventilação adequada ao ambiente antes de trabalhar com
baterias. Para reduzir a possibilidade de formação de faíscas, o cabo negativo (-) da bateria
deve ser sempre o primeiro a ser desconectado e o último a ser conectado.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize o seguinte cabo de teste ao
efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 272 ativo?
código de falha ativo.

PASSO 2: Verifique o atuador da bomba de combustível e o circuito do atuador.


PASSO 2A: Inspecione o atuador da
bomba de combustível Pinos sujos ou danificados?
e os pinos do conector.
PASSO 2B: Verifique se há um
circuito aberto no
Menos de 5 ohms?
atuador da bomba de
combustível.
PASSO 2C: Verifique a voltagem do
sinal de diagnóstico e o
circuito de retorno do Mais de 3,0 VCC?
atuador da bomba de
combustível.
PASSO 2D: Verifique se há um
circuito aberto no
circuito de retorno do Menos de 10 ohms?
atuador da bomba de
combustível.

294
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B: Verifique a voltagem do
sinal de diagnóstico do
Mais de 3,0 VCC?
ECM para o atuador da
bomba de combustível.
PASSO 3C: Verifique se há um
circuito aberto no Menos de 10 ohms?
chicote do motor.
PASSO 3D: Verifique se há um
curto-circuito entre
Mais de 100k ohms?
pinos no chicote do
motor.
PASSO 3E: Verifique se há um
Código de Falha 272 inativo?
código de falha inativo.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

295
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 272 ativo?
ativo. 2A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 272 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

296
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o atuador da bomba de combustível e o circuito do atuador.
PASSO 2A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do atuador quanto a:

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o atuador da bomba de combustível.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do atuador quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do atuador ou 4A
• Pinos torcidos para trás ou no conector do chicote do motor.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Capa do conector quebrada 2B
NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

297
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique se há um circuito aberto no atuador da bomba de combustível.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o atuador da bomba de combustível.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Continuidade do atuador - verificação Menos de 5 ohms?
entre pinos: 2C
SIM
• Meça a resistência e verifique
se há um circuito aberto entre
o pino de SINAL do atuador da
bomba de combustível e o pino de
RETORNO do atuador da bomba Menos de 5 ohms?
de combustível. NÃO
Consulte o diagrama de circuitos ou o Reparo: 4A
diagrama elétrico para a identificação Substitua o atuador da bomba de
dos pinos do conector. combustível.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de medição da
resistência.

298
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique a voltagem do sinal de diagnóstico e o circuito de retorno do atuador
da bomba de combustível.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o atuador da bomba de combustível.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem do sinal e o circuito Mais de 3,0 VCC?
deretorno. 3D
SIM
• Meça a voltagem entre os pinos de
SINAL e de RETORNO do atuador
da bomba de combustível no
conector do atuador do chicote Mais de 3,0 VCC?
do motor. 2D
NÃO
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de medição da
resistência.

299
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2D: Verifique se há um circuito aberto no circuito de retorno do atuador da bomba
de combustível.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o atuador da bomba de combustível.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
3A
• Meça a resistência entre o pino SIM
de RETORNO do atuador da
bomba de combustível no chicote
Menos de 10 ohms?
do motor e o massa. NÃO
Consulte o diagrama de circuitos ou o
Reparo:
diagrama elétrico para a identificação 4A
Foi detectado um circuito aberto
dos pinos do conector.
entre os pinos e o massa no chicote
Use o seguinte procedimento de do motor.
técnicas gerais de medição da Substitua o chicote do motor.
resistência.

300
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos torcidos para trás ou conector do chicote do OEM.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Capa do conector quebrada 3B
NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de inspeção.

301
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique a voltagem do sinal de diagnóstico do ECM para o atuador da bomba de
combustível.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem do sinal. Mais de 3,0 VCC?
3C
• Meça a voltagem entre o pino SIM
de SINAL do atuador da bomba
de combustível e o pino de Mais de 3,0 VCC?
RETORNO do atuador da bomba NÃO
de combustível no conector do Reparo:
ECM. 4A
Ligue para obter autorização para
Consulte o diagrama de circuitos ou o substituir o ECM. Depois de receber a
diagrama elétrico para a identificação autorização, substitua o ECM.
dos pinos do conector.

302
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um circuito aberto no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o atuador da bomba de combustível.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 10 ohms?
3D
• Meça a resistência entre o pino SIM
de SINAL do atuador da bomba de
combustível, no conector do ECM
no chicote do motor, e o pino
de SINAL do atuador da bomba Menos de 10 ohms?
de combustível no conector do NÃO
atuador da bomba de combustível 4A
Reparo:
do chicote do motor.
Substitua o chicote do motor.
Use o seguinte procedimento de
técnicas gerais de medição da
resistência.

303
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há um circuito aberto no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor o atuador da bomba de combustível.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Curto-circuito em um conector - Mais de 100k ohms?
verificação entre pinos: 3E
SIM
• Meça a resistência entre o pino
de SINAL do atuador da bomba de
combustível no conector do ECM Mais de 100k ohms?
no chicote do motor e todos os NÃO
outros pinos do conector. 4A
Reparo:
Use o seguinte procedimento de Substitua o chicote do motor.
técnicas gerais de medição da
resistência.

304
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3E: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 272 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para ler os 4A
Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha.
Código de Falha 272 inativo?
NÃO
Reparo: 4A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

305
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 4B
de Revisões de Calibração do ECM para revisão ou uma posterior?
verificar se houve mudanças associadas SIM
a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
revisão encontram-se na seção NÃO
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

306
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 281


Conjunto de Pressurização da Bomba de Combustível do Motor Nº1 -
Sistema Mecânico Não Responde ou Fora de Ajuste

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 281 Conjunto de Pressurização O motor não funcionará ou
PID(P), SID(S): S126 da Bomba de Combustível funcionará com baixa potên-
SPN: 1347 do Motor Nº1 - Sistema cia.
FMI: 7 Mecânico Não Responde ou
Lâmpada: Amarelo Fora de Ajuste. Desequilíbrio
SRT: de bombeamento entre os
êmbolos de bombeamento.

ISL8.9 CM2150 SN/ISZ13 CM2150 - Bomba de Alta Pressão

Descrições do Circuito:
A bomba de combustível contém dois conjuntos de barril e êmbolo; cada conjunto de barril e
êmbolo utiliza uma válvula de retenção na entrada e na saída. O combustível na pressão da
bomba de engrenagens é medido através do atuador da bomba de combustível e aciona uma
das duas válvulas de retenção de admissão à medida que o combustível na pressão da bomba
de engrenagens entra na câmara de bombeamento. À medida que o êmbolo de bombeamento
começa seu movimento para cima, a pressão na câmara de bombeamento aumenta rapidamente
e a válvula de retenção na admissão é fechada. Quando a pressão se iguala à pressão do
acumulador, a válvula de retenção na saída se abre. À medida que o êmbolo move-se para cima,
o combustível deixa a válvula de retenção na saída e pressuriza a common rail.

307
Literatura de Serviço
Caminhões
Localização do Componente:
A bomba de combustível está localizada no lado traseiro da carcaça das engrenagens. Os
conjuntos de barril e êmbolo e válvulas de retenção são parte do subconjunto do cabeçote da
bomba.
Condições para Execução do Diagnóstico:
O diagnóstico é executado continuamente enquanto o motor funciona.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
Este código de falha é ativado quando é detectado um desequilíbrio de bombeamento entre os
êmbolos de alta pressão no interior da bomba de combustível.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM desliga a luz de verificação do motor (CHECK ENGINE) quando detectar que o
desequilíbrio de bombeamento foi corrigido e o código de falha for desativado.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Muito provavelmente, o Código de Falha 281 se tornará ativo durante a operação em uma
condição contínua sob carga. Nessa condição, as pressões comandadas do combustível são
as mais altas e o equilíbrio de pressão na bomba é mais afetado. Se houver falha de uma
vedação de alta pressão, haverá excesso de fluxo de dreno pelo cabeçote da bomba. Se a falha
da vedação estender-se até um determinado ponto, o motor poderá não funcionar devido à
incapacidade de geração de pressão na common rail. Se o motor não der a partida, existem duas
indicações de que houve falha no cabeçote da bomba (use o seguinte manual para diagnosticar
as informações: Manual de Serviços dos Motores ISL8.9 CM2150 SN, Boletim 4022196):
• O fluxo de dreno será excessivo. Isso pode ser medido durante o giro do motor.
• Os êmbolos de bombeamento estão quebrados ou “presos”. Isso pode ser verificado por
meio de inspeção visual.
Se o nível de óleo do motor estiver aumentando como consequência e o Código de Falha 281 se
tornar ativo, o cabeçote da bomba está defeituoso e deve ser substituído.

308
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 281 - Conjunto 1 de Pressurização da Bomba de


Combustível - Sistema Mecânico NÃO Responde Corretamente ou Fora
de Ajuste

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
Código de Falha 281 ativo ou com
PASSO 1A: Verifique se há um
mais de 1 contagem de código
código de falha ativo.
inativo?

PASSO 2: Verifique os códigos de falha.


A pressão da bomba de engrenagens
PASSO 2A: Meça a pressão da bom-
é maior que as especificações
ba de engrenagens da
descritas no Procedimento 005-025,
bomba de combustível.
na Seção 5?
PASSO 2B: Verifique se há ar no
Há presença de ar no combustível?
combustível.

PASSO 3: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 3A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 3B: Verifique se há ar no
Código de falha inativo?
combustível.

309
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• Apague todos os códigos de falha inativos.
• Opere o motor em condição de carga contínua.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha. Código de Falha 281 ativo ou com
• Utilize a ferramenta eletrônica mais de 1 contagem de código
inativo? 2A
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha. SIM
Código de Falha 281 ativo ou com Consulte o
mais de 1 contagem de código diagrama
inativo? apropriado de
diagnóstico
NÃO de falhas.

310
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Faça as verificações preliminares do sistema de combustível.
PASSO 2A: Meça a pressão da bomba de engrenagens da bomba de combustível.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Motor funcionando.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Meça a pressão da bomba de A pressão da bomba de engrenagens é
engrenagens. maior que as especificações? 2B
Se o motor não der partida, faça esse SIM
teste durante o giro de partida do A pressão da bomba de engrenagens é
motor. maior que as especificações?
NÃO
4A
Reparo:
Substitua o módulo da bomba de
engrenagens de combustível.

311
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique se há ar no combustível.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Motor funcionando.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há ar no combustível. Há presença de ar no combustível?
SIM
Reparo:
A presença de bolhas é uma indicação
de um vazamento que permite a
entrada de ar, uma restrição severa
na entrada causando cavitação,
ou um sistema que ainda não foi
escorvado.
Se a restrição na entrada de
3A
combustível não for excessiva, a
fonte da entrada de ar deve ser
isolada para um dos seguintes
componentes:
• Linhas de sucção de combustível
• Linhas de combustível do OEM
• Conjuntos dos filtros de
combustível no lado de sucção
• Tubo(s) de combustível no(s)
tanque(s) de combustível.
Há presença de ar no combustível?
NÃO
Reparo: 3A
Substitua o cabeçote da bomba de
combustível de alta pressão.

312
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 3A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código e número de revisão Se houver uma atualização de
do ECM com as revisões de calibração calibração disponível para este
relacionadas no ECM. Consulte o código de falha, o ECM contém essa 3B
Histórico de Revisões de Calibração revisão ou uma posterior?
para verificar se há mudanças SIM
aplicáveis relacionadas a este código
de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior? 3B
código do ECM e o número de NÃO
revisão encontram-se na seção Reparo:
Informações de Calibração, sob ID Se necessário, calibre o ECM.
do Sistema e Plaqueta de Dados,
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 3B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

313
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 285


Erro de Limite de Tempo do PGN de Multiplexação SAE J1939 - Taxa
Anormal de Atualização

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 285 Erro de Limite de Tempo Um ou mais dispositivos multi-
PID(P), SID(S): S231 do PGN de Multiplexação plexados não funcionarão cor-
SPN: 639 SAE J1939 - Taxa Anormal retamente.
FMI: 9/9 de Atualização. O ECM
Lâmpada: Âmbar esperava informações de um
SRT: dispositivo multiplexado mas
não as recebeu em tempo
suficiente, ou simplesmente
não as recebeu.

Descrições do Circuito:
Normalmente, interruptores, aceleradores e outros componentes são conectados no módulo
eletrônico de controle (ECM) diretamente através de fios individuais. A multiplexação permite
que esses mesmos componentes sejam conectados em uma unidade eletrônica de controle do
veículo (VECU) do OEM, ou em uma unidade eletrônica de controle da transmissão (ECU) na
cabina. Dessa maneira, os valores e as condições dos componentes, como sensores, aceleradores
e interruptores, podem ser transmitidos da VECU do OEM para o ECM da Cummins® pelo datalink
SAE J1939. As mensagens enviadas das VECU’s ou ECU’s de transmissão do OEM são recebidas
pelo ECM da Cummins® e utilizadas para controlar o motor. O ECM da Cummins® e as VECU’s
do OEM devem ser configurados corretamente para o funcionamento correto dos componentes
multiplexados.
Localização do Componente:
Não se aplica.
A fiação do datalink J1939 e a localização da VECU variam de acordo com o OEM. Consulte o
manual de serviços do OEM para obter a localização.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM não recebe uma mensagem válida via J1939 de um dispositivo multiplexado por mais de
1 segundo. O ECM verifica uma condição de circuito aberto ou de curto-circuito no chicote do
datalink J1939.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• O ECM usará um estado padrão como entrada para o dispositivo multiplexado.

314
Literatura de Serviço
Caminhões
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois de o
diagnóstico ser executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Quando este código de falha é ativado, alguns dispositivos multiplexados poderão não funcionar
conforme desejado.
Esta falha pode ocorrer pelas seguintes razões:
• O ECM é configurado corretamente (componentes habilitados e endereço de origem da VECU
do OEM correto) para receber informações de uma VECU do OEM, mas a VECU transmite
uma mensagem informando que o componente não está disponível para multiplexação. Este
problema pode ser causado quando um componente multiplexado está habilitado no ECM,
mas o endereço de origem da VECU do OEM que transmite a mensagem do componente está
incorreto no ECM da Cummins®, ou a VECU do OEM não está configurada para transmitir a
mensagem do componente multiplexado.
• Esta falha também pode ser causada por uma conexão danificada do datalink J1939 entre
a VECU do OEM e o ECM da Cummins®, uma conexão danificada entre o componente
e a VECU do OEM, uma VECU do OEM danificada ou um ECM da Cummins® danificado.
Talvez seja necessário entrar em contato com o OEM para obter a configuração correta de
multiplexação.
É possível utilizar a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™ para monitorar componentes
multiplexados.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Circuito de Multiplexação

315
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 285 - Erro de Limite de Tempo do PGN de Multiplexação


SAE J1939 - Taxa Anormal de Atualização

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique se o ECM comunica-se com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.
PASSO 1A: Verifique se o ECM
A comunicação entre a ferramenta
comunica-se com a
eletrônica de serviço INSITE™ e o
ferramenta eletrônica
ECM é possível?
de serviço INSITE™.

PASSO 2: Verifique os códigos de falha.


PASSO 2A: Verifique se há um
Código de Falha 285 ativo?
código de falha ativo.

PASSO 3: Verifique a VECU do OEM e o ECM do motor quanto à configuração correta de


multiplexação.
PASSO 3A: Determine quais com-
ponentes multiplexa-
dos da VECU (inter-
ruptores, aceleradores
ou sensores) estão A configuração de multiplexação do
habilitados para multi- ECM corresponde à configuração de
plexação pelo datalink multiplexação da VECU do OEM?
J1939 para o ECM do
motor e compare com
a configuração do ECM
do motor.

PASSO 4: Verifique o chicote do datalink de serviço.


PASSO 4A: Inspecione o chicote do
datalink de serviço e os Pinos sujos ou danificados?
pinos do conector.
PASSO 4B: Verifique se há um cir-
cuito aberto ou um cur-
50 ohms a 70 ohms?
to-circuito no chicote
do datalink J1939.

316
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 5: Verifique o chicote do OEM.


PASSO 5A: Verifique os pinos dos
conectores do ECM e do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM.
PASSO 5B: Verifique se há um cir-
cuito aberto ou um cur-
to-circuito no chicote 50 ohms a 70 ohms?
do datalink J1939 do
ECM.
PASSO 5C: Verifique se há um cur-
to-circuito no chicote
Mais de 100k ohms?
do datalink J1939 do
ECM.
PASSO 5D: Verifique se há um có-
Código de Falha 285 inativo?
digo de falha inativo.

PASSO 6: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 6A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 6B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

317
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique se o ECM comunica-se com a ferramenta eletrônica de serviço


INSITE™.
PASSO 1A: Verifique se o ECM comunica-se com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a comunicação da ferramenta A comunicação entre a ferramenta
eletrônica de serviço INSITE™ com o eletrônica de serviço INSITE™ e o ECM
ECM. é possível? 2A
SIM
A comunicação entre a ferramenta
eletrônica de serviço INSITE™ e o ECM
é possível? 4A
NÃO

318
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique os códigos de falha.
PASSO 2A: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 285 ativo?
ativo. 3A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 285 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

319
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique os códigos de falha.
PASSO 3A: Determine quais componentes multiplexados da VECU (interruptores,
aceleradores ou sensores) estão habilitados para multiplexação pelo datalink
J1939 para o ECM do motor e compare com a configuração do ECM do motor.

Condições:
• Determine a configuração correta de habilitação de multiplexação dos componentes e os
endereços de origem da VECU do OEM utilizando as informações apropriadas do OEM, ou
uma imagem de trabalho salva anteriormente.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Use o recurso Dados de Falha A configuração de multiplexação do
Multiplexados do SAE J1939 da ECM corresponde à configuração de
ferramenta eletrônica de serviço multiplexação da VECU do OEM?
INSITE™, localizado no menu Dados SIM
Avançados de ECM, para determinar Reparo:
qual componente multiplexado está Foi detectado um problema do OEM. 6A
causando a falha. Se a coluna de status
indicar “Ativo” para um componente Consulte o OEM para obter instruções
multiplexado, certifique-se de que as adicionais de reparo. É possível que
haja ainda um problema com a VECU,
habilitações e os endereços de a configuração da VECU ou com a
origem do componente multiplexado conexão do datalink com a VECU.
do ECM do motor correspondam às
habilitações e os endereços de origem
do componente multiplexado da VECU A configuração de multiplexação do
do OEM. Esses componentes podem ECM corresponde à configuração de
ser encontrados em Multiplexação multiplexação da VECU do OEM?
do SAE J1939 no menu Recursos e NÃO
Parâmetros. Reparo:
Foi detectada uma configuração
Consulte a publicação 6A
NOTA incorreta no ECM.
Diagnóstico de Falhas de
Multiplexação, Boletim Habilite os componentes corretos
4021378, para obter para multiplexação na aplicação
informações específicas correta do OEM e certifique-se de que
sobre a configuração de os endereços de origem da VECU do
multiplexação do OEM. OEM para cada componente estejam
corretos.

320
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique o chicote do datalink de serviço.
PASSO 4A: Inspecione o chicote do datalink de serviço e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte o adaptador do datalink do conector do datalink de serviço.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos do conector do Pinos sujos ou danificados?
datalink de serviço quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada no cabo do datalink de 6A
• Pinos torcidos para trás ou serviço.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
Pinos sujos ou danificados?
conector 4B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

321
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4B: Verifique se há um circuito aberto ou um curto-circuito no chicote do datalink
J1939.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte o adaptador do datalink do conector do datalink de serviço.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto ou 50 ohms a 70 ohms?
um curto-circuito. 5A
SIM
• Meça a resistência entre o fio (+) 50 ohms a 70 ohms?
do datalink SAE J1939 e o pino (-) NÃO
do datalink SAE J1939 no conector
Reparo:
do datalink de serviço.
Foi detectado um circuito aberto
Consulte o diagrama de circuitos ou o 6A
ou um curto-circuito no conector do
diagrama elétrico para a identificação
datalink de serviço ou na conexão do
dos pinos do conector.
chicote com o terminal resistivo do
datalink J1939.
Substitua o chicote do OEM.

322
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 5: Verifique o chicote do OEM
PASSO 5A: Verifique os pinos dos conectores do ECM e do chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos do conector do Pinos sujos ou danificados?
datalink do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Foi detectada uma conexão
• Pinos corroídos danificada com o ECM da Cummins®
• Pinos tortos ou quebrados no conector ou no chicote do datalink 6A
• Pinos torcidos para trás ou J1939.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
Pinos sujos ou danificados?
conector 5B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

323
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 5B: Verifique se há um circuito aberto ou um curto-circuito no chicote do datalink
J1939 do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto ou 50 ohms a 70 ohms?
um curto-circuito. 5C
SIM
• Meça a resistência entre o fio (+)
do datalink SAE J1939 e o pino (-)
do datalink SAE J1939 na conexão 50 ohms a 70 ohms?
apropriada do ECM da Cummins®
NÃO
e do OEM com o conector do
Foi detectado um circuito aberto ou 6A
chicote do datalink J1939.
um curto-circuito no chicote do OEM.
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do OEM.
dos pinos do conector.

324
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 5C: Verifique se há um curto-circuito no chicote do datalink J1939 do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre pinos. 5D
SIM
• Meça a resistência e verifique se
há um curto-circuito entre os fios
(+) e (-) do datalink SAE J1939,
na conexão do ECM Cummins® do
OEM e todos os outros pinos do
conector do OEM.
Mais de 100k ohms?
Desconsidere qualquer
NOTA NÃO
resistência entre 50 e
70 ohms entre os pinos Foi detectado um curto-circuito no
6A
(+) e (-) do conector do chicote do OEM.
datalink SAE J1939. Substitua o chicote do OEM.
019-071 na Seção 19.

Consulte o diagrama de circuitos ou o


diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

325
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 5D: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 285 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo: 6A
de serviço INSITE™ para ler os Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?

Código de Falha 285 inativo?


NÃO Consulte o
Reparo: diagrama do
Um problema de comunicação entre sintoma ‘Sem
o ECM e o datalink, ou um ECM Comunicação
ou calibração defeituosos estão com o ECM’
causando o código defalha.

326
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 6: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 6A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM em relação às calibração disponível para este
revisões de calibração relacionadas no código de falha, o ECM contém essa 6B
Histórico de Revisões de Calibração do revisão ou uma posterior?
ECM para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior? 6B
código do ECM e o número de NÃO
revisão encontram-se na seção
Reparo:
Informações de Calibração, sob ID
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 6B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
completo
• Funcione o motor de acordo SIM
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de Reparo: 1A
diagnóstico de falha. Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

327
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 286


Erro de Configuração de Multiplexação SAE J1939 - Fora de Calibração

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 286 Erro de Configuração de Pelo menos um dispositivo
PID(P), SID(S): S231 Multiplexação SAE J1939 - multiplexado não irá funcio-
SPN: 639 Fora de Calibração. O ECM nar corretamente.
FMI: 13/13 esperava informações de um
Lâmpada: Âmbar dispositivo multiplexado mas
SRT: recebeu somente uma parte
das informações necessárias.

Descrições do Circuito:
Normalmente, interruptores, aceleradores e outros componentes são conectados no módulo
eletrônico de controle (ECM) do motor diretamente através de fios individuais. A multiplexação
permite que esses mesmos componentes sejam conectados em uma unidade eletrônica de
controle do veículo (VECU) do OEM, ou em uma unidade eletrônica de controle da transmissão
(ECU) na cabina. Dessa maneira, os valores e as condições dos componentes, como sensores,
aceleradores e interruptores, podem ser transmitidos da VECU do OEM para o ECM da Cummins®
pelo datalink SAE J1939.
As mensagens enviadas das VECU’s ou ECU’s de transmissão do OEM são recebidas pelo ECM da
Cummins® e utilizadas para controlar o motor. O ECM da Cummins® e as VECU’s do OEM devem
ser configurados corretamente para o funcionamento correto dos componentes multiplexados.
Localização do Componente:
Não se aplica.
A fiação do datalink J1939 e a localização da VECU variam de acordo com o OEM. Consulte o
manual de serviços do OEM para obter a localização.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM espera receber uma mensagem válida via J1939 de um dispositivo multiplexado por mais
de 1 segundo.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz amarela de verificação do motor (CHECK ENGINE) imediatamente
quando o diagnóstico é executado e falha.
• O dispositivo multiplexado não funcionará.

328
Literatura de Serviço
Caminhões
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois de o
diagnóstico ser executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Esta falha pode ocorrer quando o ECM é configurado corretamente (componentes habilitados e
a origem da VECU do OEM endereçada corretamente) para receber informações de uma VECU
do OEM, mas na verdade a VECU está transmitindo uma mensagem dizendo que o componente
não está disponível para multiplexação. É possível utilizar a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™ para monitorar componentes multiplexados.

ISB 4.5, ISB 6.7 e ISL 8.9 CM2150 - Configuração de Multiplexação do SAE J1939

329
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 286 - Erro de Configuração de Multiplexação do SAE


J1939 - Fora de Calibração

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique se o ECM comunica-se com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.
PASSO 1A: Verifique se o ECM co-
A comunicação entre a ferramenta
munica-se com a fer-
eletrônica de serviço INSITE™ e o
ramenta eletrônica de
ECM é possível?
serviço INSITE™.

PASSO 2: Verifique os códigos de falha.


PASSO 2A: Verifique se há um có-
Código de Falha 286 ativo?
digo de falha ativo.

PASSO 3: Verifique a VECU do OEM e o ECM do motor quanto à configuração correta de


multiplexação.
PASSO 3A: Determine quais com-
ponentes multiplexa-
dos da VECU (interrup-
tores, aceleradores ou
A configuração de multiplexação do
sensores) estão habili-
ECM corresponde à configuração de
tados para multiplexa-
multiplexação da VECU do OEM?
ção pelo datalink J1939
para o ECM do motor e
compare com a configu-
ração do ECM do motor.

PASSO 4: Verifique o chicote do datalink de serviço.


PASSO 4A: Inspecione o chicote do
datalink de serviço e os Pinos sujos ou danificados?
pinos do conector.
PASSO 4B: Verifique se há um cir-
cuito aberto ou um cur-
50 ohms a 70 ohms?
to-circuito no chicote
do datalink J1939.

330
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 5: Verifique o chicote do OEM.


PASSO 5A: Verifique os pinos dos
conectores do ECM e do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM.
PASSO 5B: Verifique se há um cir-
cuito aberto ou um cur-
to-circuito no chicote 50 ohms a 70 ohms?
do datalink J1939 do
ECM.
PASSO 5C: Verifique se há um cur-
to-circuito no chicote
Mais de 100k ohms?
do datalink J1939 do
ECM.
PASSO 5D: Verifique se há um có-
Código de Falha 286 inativo?
digo de falha inativo.

PASSO 6: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 6A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de cali-
ponível uma atualiza- bração disponível para este código
ção de calibração para de falha, o ECM contém essa revisão
o ECM. ou uma posterior?
PASSO 6B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

331
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique se o ECM comunica-se com a ferramenta eletrônica de serviço


INSITE™.
PASSO 1A: Verifique se o ECM comunica-se com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há comunicação. A comunicação entre a ferramenta
Verifique a comunicação da ferramenta eletrônica de serviço INSITE™ e o ECM
é possível? 2A
eletrônica de serviço INSITE™ com o
ECM. SIM
A comunicação entre a ferramenta
eletrônica de serviço INSITE™ e o ECM
é possível? 4A
NÃO

PASSO 2: Verifique os códigos de falha.


PASSO 2A: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 286 ativo?
ativo. 3A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 286 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

332
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique a VECU do OEM e o ECM do motor quanto à configuração correta de
multiplexação.
PASSO 3A: Determine quais componentes multiplexados da VECU (interruptores,
aceleradores ou sensores) estão habilitados para multiplexação pelo datalink
J1939 para o ECM do motor e compare com a configuração do ECM do motor.

Condições:
• Determine a configuração correta de habilitação de multiplexação dos componentes e os
endereços de origem da VECU do OEM utilizando as informações apropriadas do OEM, ou
uma imagem de trabalho salva anteriormente.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a configuração de A configuração de multiplexação do
multiplexação. ECM corresponde à configuração de
multiplexação da VECU do OEM?
Certifique-se de que as habilitações
dos componentes multiplexados e SIM
os endereços de origem do ECM do Reparo:
motor correspondam às habilitações Foi detectado um problema do OEM. 6A
dos componentes multiplexados e aos Consulte o OEM para obter instruções
endereços de origem da VECU do OEM. adicionais de reparo. É possível que
haja ainda um problema com a VECU,
a configuração da VECU ou com a co-
nexão do datalink com a VECU.
A configuração de multiplexação do
ECM corresponde à configuração de
multiplexação da VECU do OEM?
NÃO
Reparo:
Foi detectada uma configuração incor- 6A
reta no ECM da Cummins®. Habilite os
componentes corretos para multiple-
xação na aplicação correta do OEM e
certifique-se de que os endereços de
origem da VECU do OEM para cada
componente estejam corretos.

333
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique o chicote do datalink de serviço.
PASSO 4A: Inspecione o chicote do datalink de serviço e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte o adaptador do datalink do conector do datalink de serviço.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos do conector do Pinos sujos ou danificados?
datalink de serviço quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão danificada
no cabo ou no conector do datalink de 6A
• Pinos tortos ou quebrados
serviço.
• Pinos torcidos para trás ou
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do Pinos sujos ou danificados?
conector 4B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

334
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4B: Verifique se há um circuito aberto ou um curto-circuito no chicote do datalink
J1939.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte o adaptador do datalink do conector do datalink de serviço.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto ou 50 ohms a 70 ohms?
um curto-circuito. 5A
SIM
• Meça a resistência entre o fio (+) 50 ohms a 70 ohms?
do datalink SAE J1939 e o pino (-) NÃO
do datalink SAE J1939 no conector Reparo:
do datalink de serviço. Foi detectado um circuito aberto
Consulte o diagrama de circuitos ou o ou um curto-circuito no conector do 6A
diagrama elétrico para a identificação datalink de serviço ou na conexão do
dos pinos do conector. chicote com o terminal resistivo do
datalink J1939.
Substitua o chicote do datalink.

335
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 5: Verifique o chicote do OEM.
PASSO 5A: Verifique os pinos dos conectores do ECM e do chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte o adaptador do datalink do conector do datalink de serviço.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos do conector do Pinos sujos ou danificados?
datalink do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada com o ECM da Cummins® 6A
no conector ou no chicote do datalink
• Pinos torcidos para trás ou J1939.
expandidos
Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o
conector Se danificado substitua o chicote do
motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector Pinos sujos ou danificados?
5B
• Capa do conector quebrada NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

336
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 5B: Verifique se há um circuito aberto ou um curto-circuito no chicote do datalink
J1939 do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte o adaptador do datalink do conector do datalink de serviço.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto ou 50 ohms a 70 ohms?
um curto-circuito. 5C
SIM
• Meça a resistência entre o fio (+)
do datalink SAE J1939 e o pino (-)
50 ohms a 70 ohms?
do datalink SAE J1939 na conexão
apropriada do ECM da Cummins® NÃO
e do OEM com o conector do Reparo: 6A
chicote do datalink J1939. Foi detectado um circuito aberto ou
Consulte o diagrama de circuitos ou o um curto-circuito no chicote do OEM.
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do OEM.
dos pinos do conector.

337
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 5C: Verifique se há um curto-circuito no chicote do datalink J1939 do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do OEM o conector do ECM.
• Desconecte o adaptador do datalink do conector do datalink de serviço.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre pinos. 5D
SIM
• Meça a resistência e verifique se
há um curto-circuito entre os fios
(+) e (-) do datalink SAE J1939,
na conexão do ECM Cummins® do
OEM e todos os outros pinos do
conector do OEM. Mais de 100k ohms?

NOTA Desconsidere qualquer NÃO


resistência entre 50 e Reparo: 6A
70 ohms entre os pinos Foi detectado um curto-circuito no
(+) e (-) do conector do chicote do OEM.
datalink SAE J1939. Substitua o chicote do OEM.

Consulte o diagrama de circuitos ou o


diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

338
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 5D: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 286 inativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo: 6A
de serviço INSITE™ para ler os Nenhum. O procedimento de remoção
códigos de falha. e instalação do conector corrigiu a
falha?
Código de Falha 286 inativo?
NÃO Consulte na
seção 303-
Reparo: 14 “falha de
Um problema de comunicação entre comunicação
o ECM e o datalink, ou um ECM entre o insite
ou calibração defeituosos estão e a ECM”
causando o código de falha.

339
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 6: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 6A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número
Se houver uma atualização de cali-
de revisão no ECM com as revisões de
bração disponível para este código de
calibração relacionadas no Histórico
falha, o ECM contém essa revisão ou 6B
de Revisões de Calibração do ECM
uma posterior?
para verificar se houve mudanças
associadas a este código de falha. SIM

• Use a ferramenta eletrônica de


serviço INSITE™ para localizar Se houver uma atualização de calibra-
o código do ECM e o número ção disponível para este código de fa-
de revisão existente no ECM. O lha, o ECM contém essa revisão ou uma
código do ECM e o número de posterior? 6B
revisão encontram-se na seção NÃO
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 6B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
completo
• Funcione o motor de acordo SIM
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de Reparo: 1A
diagnóstico de falha. Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas

340
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 287


Sistema do Sensor do Pedal/Alavanca do Acelerador Multiplexado no
SAE J1939 - Dados da Rede Recebidos com Erro

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 287 Sistema de Multiplexação do O motor poderá operar so-
PID(P), SID(S): P91 Sensor do Pedal/Alavanca do mente em marcha lenta ou
SPN: 91 Acelerador do SAE J1939 - não alcançar a rotação plena.
FMI: 2/19 Dados da Rede Recebidos com
Lâmpada: Vermelha Erro. A unidade eletrônica de
SRT: controle do veículo do OEM
(VECU) detectou uma falha
no pedal do acelerador.

Descrições do Circuito:
Normalmente, interruptores, aceleradores e outros componentes são conectados no módulo
eletrônico de controle (ECM) do motor diretamente através de fios individuais. A multiplexação
permite que esses mesmos componentes sejam conectados em uma unidade de controle
eletrônico do Veículo (VECU) ou da Transmissão (ECU) do OEM na cabina. Dessa maneira, os
valores e as condições dos componentes (como sensores, aceleradores e interruptores) podem
ser transmitidos da VECU do OEM para o ECM do motor Cummins® pelo datalink SAE J1939.
As mensagens enviadas das VECU’s ou ECU’s de transmissão do OEM são recebidas pelo ECM
do motor Cummins® e utilizadas para controlar o motor. O ECM da Cummins® e as VECU’s do
OEM devem ser configurados corretamente para o funcionamento correto dos componentes
multiplexados.
Localização do Componente:
A fiação do datalink J1939 e a localização da VECU variam de acordo com o OEM. Consulte o
manual de serviços do OEM para obter a localização.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O acelerador é pressionado e a leitura pela VECU do OEM da posição do acelerador é maior que 0 por
cento, mas o sensor de posição do acelerador secundário indica que o acelerador está na posição
de marcha lenta.
O acelerador é liberado e a leitura feita pela VECU do OEM da posição do acelerador é 0 por cento,
mas o sensor de posição do acelerador secundário indica que o acelerador não está na posição de
marcha lenta.
A VECU do OEM determina que o fio de sinal do acelerador está em curto com voltagem alta ou
baixa.

341
Literatura de Serviço
Caminhões
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) imediatamente quando
o diagnóstico é executado e falha.
• O dispositivo multiplexado não funcionará.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e o código de falha é
imediatamente desativado quando o diagnóstico é executado com êxito.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Este código de falha ocorre quando a VECU do OEM detecta um erro no acelerador. O ECM foi
configurado corretamente (componentes habilitados e a origem da VECU do OEM endereçada
corretamente) para receber da VECU do OEM informações multiplexadas para os estados do
interruptor de validação da marcha lenta e a posição do acelerador pelo datalink J1939, e a
VECU do OEM transmite a mensagem para tal componente.
Os três tipos de erros que podem ocorrer para esta falha são:
• Quando o acelerador é pressionado e a VECU do OEM “lê” a posição do acelerador como
maior que 0 por cento, mas o interruptor de validação da marcha lenta indica que o
acelerador está na posição de marcha lenta. Esse status de falha é transmitido para o ECM
da Cummins® pelo datalink J1939, que faz a falha ocorrer no ECM da Cummins®.
• Quando o acelerador é liberado e a VECU do OEM “lê” a posição do acelerador como 0 por
cento, mas o interruptor de validação da marcha lenta indica que o acelerador não está na
posição de marcha lenta. Esse status de falha é transmitido para o ECM da Cummins® pelo
datalink J1939, que faz a falha ocorrer no ECM da Cummins®.
• A VECU do OEM determina que a linha de sinal do acelerador está em curto com voltagem
alta ou baixa.
Ainda é possível que ocorra o Código de Falha 285 ou 286 se houver uma configuração incorreta
na VECU do OEM ou no ECM da Cummins® para outros componentes, ou se o acelerador e o
interruptor de validação da marcha lenta ou o datalink estiverem danificados. As configurações
do OEM devem multiplexar juntamente as entradas do acelerador e do interruptor de validação
da marcha lenta para que o recurso de multiplexação do J1939 e parada de emergência possa
ser utilizado para esses componentes. Utilize a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™ para
monitorar os componentes multiplexados.

342
Literatura de Serviço
Caminhões

ISB 4.5 e ISB 6.7 CM2150 - Circuito do Sistema do Sensor do Pedal/Alavanca do Acelerador Multiplexado no SAE J1939

ISL8.9 CM2150 SN - Circuito do Sistema do Sensor do Pedal/Alavanca do Acelerador Multiplexado no SAE J1939

343
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 287 - Sistema do Sensor do Pedal/Alavanca do Acelerador


Multiplexado do SAE J1939 - Dados da Rede Recebidos com Erro

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 287 ativo?
código de falha ativo.

PASSO 2: Verifique a VECU do OEM e o ECM do motor quanto à configuração correta de


multiplexação.
PASSO 1A: Determine quais com-
ponentes multiplexa-
dos da VECU (interrup-
tores, aceleradores ou A configuração de multiplexação do
sensores) estão habili- ECM do motor corresponde à confi-
tados para multiplexa- guração de multiplexação da VECU
ção pelo datalink J1939 do OEM?
para o ECM do motor e
compare com a configu-
ração do ECM do motor.

PASSO 3: Monitore os parâmetros do acelerador com a ferramenta eletrônica de serviço


INSITE™.
PASSO 3A: Determine se os parâ- O parâmetro Status do Acelerador/
metros do acelerador Validação da Marcha Lenta mostra
estão sendo recebi- o estado ‘liberado’ e o parâmetro
dos corretamente pelo Porcentagem do Acelerador mostra
ECM. um valor igual a 0?
PASSO 3B: Determine se os parâ- O parâmetro Status do Acelerador/
metros do acelerador Validação da Marcha Lenta mostra o
estão sendo recebi- estado ‘pressionado’ e o parâmetro
dos corretamente pelo Porcentagem do Acelerador mostra
ECM. um valor maior que 0?

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de cali-
ponível uma atualiza- bração disponível para este código
ção de calibração para de falha, o ECM contém essa revisão
o ECM. ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

344
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 287 ativo?
ativo. 2A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 287 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

345
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique a VECU do OEM e o ECM do motor quanto à configuração correta de
multiplexação.
PASSO 2A: Determine quais componentes multiplexados da VECU (interruptores,
aceleradores ou sensores) estão habilitados para multiplexação pelo datalink
J1939 para o ECM do motor e compare com a configuração do ECM do motor.

Condições:
• Determine a configuração correta de habilitação de multiplexação dos componentes e os
endereços de origem da VECU do OEM utilizando as informações apropriadas do OEM, ou
uma imagem de trabalho salva anteriormente.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se a configuração de A configuração de multiplexação
multiplexação está correta. do ECM do motor corresponde à
configuração de multiplexação da 3A
Certifique-se de que as habilitações VECU do OEM?
dos componentes multiplexados e
os endereços de origem do ECM do SIM
motor correspondam às habilitações A configuração de multiplexação
dos componentes multiplexados e aos do ECM do motor corresponde à
endereços de origem da VECU do OEM. configuração de multiplexação da
VECU do OEM?
NÃO
Reparo:
Foi detectada uma configuração 4A
incorreta no ECM da Cummins®.
Habilite os componentes corretos
para multiplexação na aplicação
correta do OEM e certifique-se de que
os endereços de origem da VECU do
OEM para cada componente estejam
corretos.

346
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Monitore os parâmetros do acelerador com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.
PASSO 3A: Determine se os parâmetros do acelerador estão sendo recebidos corretamente
pelo ECM.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• Certifique-se de que o acelerador esteja na posição liberada.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Monitore os seguintes parâmetros O parâmetro Status do Acelerador/
no Modo Monitor da ferramenta Validação da Marcha Lenta mostra
eletrônica de serviço INSITE™: o estado ‘liberado’ e o parâmetro
Porcentagem do Acelerador mostra 3B
• Porcentagem do Acelerador um valor igual a 0?
• Status do Acelerador/Validação SIM
da Marcha Lenta.
O parâmetro Status do Acelerador/
NOTA É possível que os parâme- Validação da Marcha Lenta mostra
tros de monitoramento o estado ‘liberado’ e o parâmetro
não apareçam na ferra- Porcentagem do Acelerador mostra
menta eletrônica de ser- um valor igual a 0?
viço exatamente confor- NÃO
me relacionado acima.
Reparo: 4A
Quando o acelerador é liberado, o Existe um problema do OEM com
parâmetro Status do Acelerador/ acelerador ou com o interruptor de
Validação da Marcha Lenta deve validação da marcha lenta ou a VECU
mostrar o estado ‘liberado’, e o do OEM.
parâmetro Porcentagem do Acelerador • Consulte o manual apropriado do
deve mostrar um valor igual a 0. OEM para mais instruções.

347
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Determine se os parâmetros do acelerador estão sendo recebidos corretamente
pelo ECM.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• Certifique-se de que o acelerador esteja na posição pressionada.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Monitore os seguintes parâmetros O parâmetro Status do Acelerador/
no Modo Monitor da ferramenta Validação da Marcha Lenta mostra o
eletrônica de serviço INSITE™: estado ‘pressionado’ e o parâmetro
Porcentagem do Acelerador mostra 3B
• Porcentagem do Acelerador um valor maior que 0?
• Status do Acelerador/Validação SIM
da Marcha Lenta.
O parâmetro Status do Acelerador/
Quando o acelerador é pressionado, Validação da Marcha Lenta mostra o
o parâmetro Status do Acelerador/ estado ‘pressionado’ e o parâmetro
Validação da Marcha Lenta deve Porcentagem do Acelerador mostra
mostrar o estado ‘pressionado’ e o um valor maior que 0?
parâmetro Porcentagem do Acelerador
NÃO
deve mostrar um valor maior que 0.
Reparo: 4A
Existe um problema do OEM com o
interruptor de validação da marcha
lenta ou o acelerador ou a VECU do
OEM.
• Consulte o manual apropriado do
OEM para mais instruções.

348
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 4B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
Se houver uma atualização de
• Use a ferramenta eletrônica de calibração disponível para este
serviço INSITE™ para localizar código de falha, o ECM contém essa
o código do ECM e o número revisão ou uma posterior?
de revisão existente no ECM. O NÃO 4B
código do ECM e o número de
Reparo:
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Se necessário, calibre o ECM. Consulte
do Sistema e Plaqueta de Dados, o Procedimento 019-032 na Tabela de
na tela Recursos e Parâmetros. Procedimentos Associados.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
completo
• Funcione o motor de acordo SIM
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de Reparo:
diagnóstico de falha. Retorne aos passos iniciais do diagnós-
tico de falhas.

349
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 288


Multiplexação SAE J1939 do Sensor da Posição do Pedal/Alavanca do
Acelerador Remoto - Dados da Rede Recebidos com Erro

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 288 Multiplexação SAE J1939 do O motor não responderá ao
PID(P), SID(S): P372 Sensor da Posição do Pedal/ acelerador remoto. Possivel-
SPN: 974 Alavanca do Acelerador mente, o motor funcionará
FMI: 2/19 Remoto - Dados da Rede somente em marcha lenta.
Lâmpada: Vermelha Recebidos com Erro. A O acelerador primário, ou da
SRT: unidade eletrônica de cabine, talvez possa ser utili-
controle do veículo do OEM zado.
(VECU) detectou uma falha
no pedal do acelerador
remoto.

Descrições do Circuito:
Normalmente, interruptores, aceleradores e outros componentes são conectados no módulo
eletrônico de controle (ECM) do motor diretamente através de fios individuais. A multiplexação
permite que esses mesmos componentes sejam conectados em uma unidade de controle
eletrônico do Veículo (VECU) ou da Transmissão (ECU) do OEM na cabina. Dessa maneira, os
valores e as condições dos componentes (como sensores, aceleradores e interruptores) podem
ser transmitidos da VECU do OEM para o ECM do motor Cummins® pelo datalink SAE J1939.
As mensagens enviadas das VECU’s ou ECU’s de transmissão do OEM são recebidas pelo ECM
do motor Cummins® e utilizadas para controlar o motor. O ECM da Cummins® e as VECU’s do
OEM devem ser configurados corretamente para o funcionamento correto dos componentes
multiplexados.
Localização do Componente:
Não se aplica.
A fiação do datalink J1939 e a localização da VECU variam de acordo com o OEM. Consulte o
manual de serviços do OEM para obter a localização.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
A VECU do OEM determina que o fio de sinal do acelerador remoto está em curto com uma fonte de
voltagem alta ou baixa. Esse status de falha é transmitido para o ECM da Cummins® pelo datalink
J1939, que faz a falha ocorrer no ECM da Cummins®.
Quando o interruptor de habilitação do acelerador remoto tem um curto com voltagem alta ou
baixa, o erro é detectado pela VECU do OEM. Esse status de falha é transmitido para o ECM pelo
datalink J1939, que faz a falha ocorrer no ECM.

350
Literatura de Serviço
Caminhões
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) imediatamente quando o
diagnóstico é executado e falha.
• O dispositivo multiplexado não funcionará.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz vermelha de parada do motor (STOP ENGINE) e o código de falha é
imediatamente desativado quando o diagnóstico é executado com êxito.
• Este código de falha também pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço
INSITE™.
Dicas para a Oficina:
Esta falha pode ocorrer quando a VECU do OEM detecta um erro no acelerador remoto e/
ou no interruptor de habilitação do acelerador remoto. O ECM foi configurado corretamente
(componentes habilitados e a fonte da VECU do OEM endereçada corretamente) para receber
da VECU do OEM informações multiplexadas para os estados do interruptor de habilitação do
acelerador remoto e a posição do acelerador remoto pelo datalink J1939, e a VECU do OEM
transmite a mensagem para tal componente. A maioria das VECU’s do OEM não possui o circuito
para detectar um erro do interruptor do acelerador remoto.
Os dois tipos de erros que podem ocorrer para esta falha são:
• A VECU do OEM determina que a linha de sinal do acelerador remoto está em curto com
voltagem alta ou baixa. Esse status de falha é transmitido para o ECM da Cummins® pelo
datalink J1939, que faz a falha ocorrer no ECM da Cummins®.
• Quando o interruptor de habilitação do acelerador remoto tem um curto com voltagem
alta ou baixa, o erro é detectado pela VECU do OEM. Esse status de falha é transmitido
para o ECM pelo datalink J1939, que faz a falha ocorrer no ECM. A maioria das VECU’s do
OEM não tem a detecção de falha incorporada em um interruptor.
Ainda é possível que ocorra o Código de Falha 285 ou 286 se houver uma configuração incorreta
na VECU do OEM ou no ECM da Cummins® para outros componentes, ou se o acelerador remoto
e o interruptor do acelerador remoto, ou o datalink, estiverem danificados. As configurações
do OEM devem multiplexar juntamente as entradas do acelerador remoto e do interruptor do
acelerador remoto para que o recurso de multiplexação J1939 possa ser utilizado para esses
componentes. A ferramenta eletrônica de serviço INSITE™ pode ser utilizada para monitorar os
componentes multiplexados.

351
Literatura de Serviço
Caminhões

ISB 4.5 e ISB 6.7 CM2150 - Multiplexação SAE J1939 do Pedal ou Alavanca do Acelerador Remoto

ISL8.9 CM2150 SN - Multiplexação SAE J1939 do Pedal ou Alavanca do Acelerador Remoto

352
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 288 - Multiplexação SAE J1939 do Sensor da Posição do


Pedal/Alavanca do Acelerador Remoto - Dados da Rede Recebidos com Erro

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 288 ativo?
código de falha ativo.

PASSO 2: Verifique a VECU do OEM e o ECM do motor quanto à configuração correta de


multiplexação.
PASSO 2A: Determine quais com-
ponentes multiplexa-
dos da VECU (interrup-
tores, aceleradores ou A configuração de multiplexação
sensores) estão habili- do ECM do motor corresponde à
tados para multiplexa- configuração de multiplexação da
ção pelo datalink J1939 VECU do OEM?
para o ECM do motor e
compare com a configu-
ração do ECM do motor.

PASSO 3: Monitore os parâmetros do acelerador remoto com a ferramenta eletrônica


de serviço INSITE™.
PASSO 3A: Determine se o inter-
ruptor do acelerador O parâmetro Interruptor do
remoto e/ou os parâ- Acelerador Remoto mostra o valor
metros do acelerador ON e o parâmetro Porcentagem do
remoto estão sendo re- Acelerador mostra um valor igual a
cebidos corretamente zero?
pelo ECM do motor.
PASSO 3B: Determine se o inter-
ruptor do acelerador O parâmetro Interruptor do
remoto e/ou os parâ- Acelerador Remoto mostra o valor
metros do acelerador ON e o parâmetro Porcentagem do
remoto estão sendo re- Acelerador mostra um valor maior
cebidos corretamente que zero?
pelo ECM do motor.

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

353
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha ativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 288 ativo?
ativo. 2A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 288 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

354
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique a VECU do OEM e o ECM do motor quanto à configuração correta de
multiplexação.
PASSO 2A: Determine quais componentes multiplexados da VECU (interruptores,
aceleradores ou sensores) estão habilitados para multiplexação pelo datalink
SAE J1939 para o ECM do motor e compare com a configuração do ECM do
motor.

Condições:
• Determine a configuração correta de habilitação de multiplexação dos componentes e os
endereços de origem da VECU do OEM utilizando as informações apropriadas do OEM, ou
uma imagem de trabalho salva anteriormente.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se a configuração de A configuração de multiplexação
multiplexação está correta. do ECM do motor corresponde à
Certifique-se de que as habilitações configuração de multiplexação da 3A
dos componentes multiplexados e VECU do OEM?
os endereços de origem do ECM do SIM
motor correspondam à habilitações A configuração de multiplexação
dos componentes multiplexados e os do ECM do motor corresponde à
endereços de origem da VECU do OEM. configuração de multiplexação da
VECU do OEM?
NÃO
Reparo:
Foi detectada uma configuração 4A
incorreta no ECM da Cummins®.
Habilite os componentes corretos
para multiplexação na aplicação
correta do OEM e certifique-se de que
os endereços de origem da VECU do
OEM para cada componente estejam
corretos.

355
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Monitore os parâmetros do acelerador remoto com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.
PASSO 3A: Determine se o interruptor do acelerador remoto e/ou os parâmetros do
acelerador remoto estão sendo recebidos corretamente pelo ECM do motor.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• Certifique-se de que o interruptor do acelerador remoto esteja ligado (ON) e que o
acelerador remoto esteja liberado.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Monitore os seguintes parâmetros O parâmetro Interruptor do
no Modo Monitor da ferramenta Acelerador Remoto mostra o valor
eletrônica de serviço INSITE™: ON e o parâmetro Porcentagem do
Acelerador mostra um valor igual a 3B
• Porcentagem do Acelerador
• Status do Acelerador Remoto/ zero?
Validação da Marcha Lenta. SIM
É possível que os parâmetros de O parâmetro Interruptor do
monitoramento não apareçam na Acelerador Remoto mostra o valor
ferramenta eletrônica de serviço ON e o parâmetro Porcentagem do
exatamente conforme relacionado Acelerador mostra um valor igual a
acima. zero?
NÃO
Quando o acelerador remoto é
Reparo: 4A
liberado, o parâmetro Interruptor do
Acelerador Remoto deve mostrar o Existe um problema do OEM com o
valor ON e o parâmetro Porcentagem interruptor do acelerador remoto,
do Acelerador deve mostrar um valor com o acelerador remoto ou com a
igual a zero. VECU do OEM.
Consulte o manual de serviços do
OEM para mais instruções.

356
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Determine se o interruptor do acelerador remoto e/ou os parâmetros do
acelerador remoto estão sendo recebidos corretamente pelo ECM do motor.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• Certifique-se de que o interruptor do acelerador remoto esteja ligado (ON) e que o
acelerador remoto esteja pressionado.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Monitore os seguintes parâmetros O parâmetro Interruptor do
no Modo Monitor da ferramenta Acelerador Remoto mostra o valor
eletrônica de serviço INSITE™: ON e o parâmetro Porcentagem do
Acelerador mostra um valor maior 4A
• Porcentagem do Acelerador
• Status do Interruptor do que zero?
Acelerador Remoto. SIM
É possível que os parâmetros de O parâmetro Interruptor do
monitoramento não apareçam na Acelerador Remoto mostra o valor
ferramenta eletrônica de serviço ON e o parâmetro Porcentagem do
exatamente conforme mostrados Acelerador mostra um valor maior
acima. que zero?
Quando o acelerador remoto é NÃO
pressionado, o parâmetro Interruptor Reparo: 4A
do Acelerador Remoto deve mostrar o Existe um problema do OEM com o
valor ON e o parâmetro Porcentagem interruptor do acelerador remoto,
do Acelerador deve mostrar um valor com o acelerador remoto ou com a
maior que zero. VECU do OEM.
Consulte o manual de serviços do
OEM para mais instruções.

357
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 4B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

358
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 291


Erro do Datalink Proprietário (Datalink do OEM/Veículo) - Taxa
Anormal de Atualização

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 291 Erro do Datalink Proprietário O sistema antifurto do Imobi-
PID(P), SID(S): (Datalink do OEM/Veículo) - lizador não funcionará corre-
SPN: 625 Taxa Anormal de Atualização tamente. É possível que o mo-
FMI: 9 O sistema antifurto do tor não dê partida.
Lâmpada: Vermelha Imobilizador não funcionará
SRT: corretamente. É possível que
o motor não dê partida.

Descrições do Circuito:
O dispositivo de antifurto do Imobilizador é conectado no módulo eletrônico de controle (ECM)
do motor primário através de uma rede do datalink J1939.
As mensagens enviadas pelo dispositivo de antifurto do Imobilizador são recebidas pelo ECM da
Cummins® e usadas para controlar os recursos de antifurto. O ECM da Cummins® e o dispositivo
de antifurto do Imobilizador devem ser configurados corretamente para o funcionamento
correto dos componentes multiplexados.
Localização do Componente:
A fiação do datalink J1939 e a localização dos dispositivos do J1939 instalados pelo OEM variam
de acordo com o OEM. O dispositivo de antifurto do Imobilizador é instalado pelo OEM. Consulte
o manual de serviços do OEM para obter a localização.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM não consegue se comunicar com o sistema de antifurto do Imobilizador via datalink J1939.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
O ECM acende a lâmpada de falha âmbar ou vermelha apropriada quando o diagnóstico é
executado e falha.
Condições para Apagar o Código de Falha:
O ECM desliga a lâmpada de falha apropriada quando o diagnóstico é executado com sucesso.

359
Literatura de Serviço
Caminhões
Dicas para a Oficina:
Esta falha pode ocorrer pelas seguintes razões:
• O ECM está configurado corretamente para receber informações de um dispositivo de
antifurto do Imobilizador, mas este pode não estar transmitindo a mensagem para o ECM.
Este problema pode ser causado quando um componente multiplexado está habilitado no
ECM da Cummins®, mas o endereço de origem do dispositivo de antifurto do Imobilizador da
VECU que transmite a mensagem está incorreto no ECM da Cummins®, ou o dispositivo de
antifurto do Imobilizador não está configurado para transmitir a mensagem do componente
multiplexado.
• Esta falha pode ser causada por uma conexão incorreta do datalink J1939 entre o dispositivo
de antifurto do Imobilizador e o ECM da Cummins®, uma conexão incorreta entre o
componente e o dispositivo de antifurto do Imobilizador, um dispositivo de antifurto do
Imobilizador defeituoso ou um ECM da Cummins® defeituoso. Talvez seja necessário entrar
em contato com o OEM para obter a configuração correta de multiplexação.

ISB 4.5 e ISB 6.7 CM2150 - Circuito do Datalink do OEM/Veículo

360
Literatura de Serviço
Caminhões

ISL8.9 CM2150 SN - Circuito do Datalink do OEM/Veículo

361
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 291 - Erro do Datalink Proprietário (Datalink do OEM/


Veículo) - Taxa Anormal de Atualização

! ADVERTÊNCIA
Baterias podem emitir gases explosivos. Para reduzir a possibilidade de ferimentos e danos
materiais, providencie sempre ventilação adequada ao ambiente antes de trabalhar com
baterias. Para reduzir a possibilidade de formação de faíscas, o cabo negativo (-) da bateria
deve ser sempre o primeiro a ser desconectado e o último a ser conectado.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize o seguinte cabo de teste ao
efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique os códigos de falha.
PASSO 1A: Verifique se há um
Código de Falha 291 ativo?
código de falha ativo.

PASSO 2: Verifique se a configuração do dispositivo de antifurto do Imobilizador está


correta.
PASSO 2A: Verifique se o dispositi-
O dispositivo de antifurto do
vo de antifurto do Imo-
Imobilizador está configurado
bilizador está configu-
corretamente?
rado corretamente.

PASSO 3: Verifique o chicote do datalink de serviço.


PASSO 3A: Inspecione o dispositivo
de antifurto do Imobili-
Pinos sujos ou danificados?
zador e os pinos do co-
nector.
PASSO 3B: Verifique se há um cir-
cuito aberto ou um cur- A resistência está entre 50 e 70
to-circuito no chicote ohms?
do datalink J1939.

362
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 4: Verifique o chicote do OEM


PASSO 4A: Verifique os pinos dos
conectores do ECM e do Pinos sujos ou danificados?
chicote do OEM.
PASSO 4B: Verifique se há um cir-
cuito aberto ou um cur-
A resistência está entre 50 e 70
to-circuito no chicote
ohms?
do datalink J1939 do
ECM.
PASSO 4C: Verifique se há um cur-
to-circuito no chicote
Mais de 100k ohms?
do datalink J1939 do
ECM.

PASSO 5: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 5A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 5B: Desative o código de fa-
Código de falha inativo?
lha.

363
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique os códigos de falha.


PASSO 1A: Verifique se há um código de falha inativo.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um código de falha Código de Falha 291 ativo?
ativo. 2A
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Consulte a
de serviço INSITE™ para ler os seção 303
códigos de falha. Código de Falha 291 ativo? -14 - Código
NÃO de falha
inativo ou
intermitente

364
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique se a configuração do dispositivo de antifurto do Imobilizador está
correta.
PASSO 2A: Verifique se o dispositivo de antifurto do Imobilizador está configurado
corretamente.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique o dispositivo de antifurto do O dispositivo de antifurto do
Imobilizador quanto a: Imobilizador está configurado
corretamente? 3A
• Conexões corretas de alimentação
e de massa SIM
• Conexões corretas para o datalink O dispositivo de antifurto do
J1939 Imobilizador está configurado
• Configuração eletrônica correta corretamente? Consulte as
do dispositivo de antifurto do NÃO instruções de
Imobilizador. Reparo: instalação do
Consulte as instruções de instalação OEM.
do dispositivo de antifurto do
Imobilizador fornecidas pelo OEM.

365
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o chicote do datalink de serviço.
PASSO 3A: Inspecione o dispositivo de antifurto do Imobilizador e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do datalink J1939 o dispositivo de antifurto do Imobilizador.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos do conector do
datalink de serviço quanto a: Pinos sujos ou danificados?
• Conector solto SIM
• Pinos corroídos Reparo:
• Pinos tortos ou quebrados Foi detectada uma conexão
• Pinos torcidos para trás ou danificada no cabo do datalink de 5A
expandidos serviço.
• Umidade dentro ou sobre o Limpe o conector e os pinos.
conector Se danificado substitua o chicote do
• Vedações do conector danificadas motor.
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector
Pinos sujos ou danificados?
• Capa do conector quebrada 3B
NÃO
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

366
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B: Verifique se há um circuito aberto ou um curto-circuito no chicote do datalink
J1939.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do datalink J1939 o dispositivo de antifurto do Imobilizador.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto ou A resistência está entre 50 e 70
um curto-circuito. ohms? 4A
• Meça a resistência entre o fio SIM
(+) do Datalink SAE J1939 e o A resistência está entre 50 e 70
fio (-) do Datalink SAE J1939 no ohms?
conector do datalink de serviço. NÃO
Consulte o diagrama elétrico para Reparo:
obter a identificação dos pinos do
Foi detectado um circuito aberto 5A
conector.
ou um curto-circuito no conector do
datalink de serviço ou na conexão do
chicote com o terminal resistivo do
datalink J1939.
Substitua o chicote do OEM.

367
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique o chicote do OEM
PASSO 4A: Verifique os pinos dos conectores do ECM e do chicote do OEM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos do conector do Pinos sujos ou danificados?
datalink do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada com o ECM da Cummins® 5A
• Pinos torcidos para trás ou no conector ou no chicote do datalink
expandidos J1939.
• Umidade dentro ou sobre o Limpe o conector e os pinos.
conector Se danificado substitua o chicote do
• Vedações do conector danificadas motor.
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
conector Pinos sujos ou danificados? NÃO
4B
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

368
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4B: Verifique se há um circuito aberto ou um curto-circuito no chicote do datalink
J1939 do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto ou A resistência está entre 50 e 70
um curto-circuito. ohms? 4C
• Meça a resistência entre os fios SIM
(+) e (-) do datalink SAE J1939, A resistência está entre 50 e 70 ohms?
no conector do ECM no chicote do
NÃO
OEM, e o conector no chicote do
datalink J1939. Reparo:
5A
Consulte o diagrama de circuitos ou o Foi detectado um circuito aberto ou
diagrama elétrico para a identificação um curto-circuito no chicote do OEM.
dos pinos do conector. Substitua o chicote do OEM.

369
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4C: Verifique se há um curto-circuito no chicote do datalink J1939 do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do OEM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto- Consulte o
circuito. diagrama de
• Meça a resistência e falha ‘Sem
verifique se há um curto- Mais de 100k ohms? Comunicação’
circuito entre os fios SIM no manual
(+) e (-) do datalink SAE de serviços
J1939, no conector do apropriado.
ECM no chicote do OEM, e
o conector do chicote do
datalink J1939.

NOTA Desconsidere
qualquer
resistência entre
50 e 70 ohms entre
os pinos (+) e (-) Mais de 100k ohms?
do conector do NÃO
Datalink SAE J1939. Reparo:
5A
Consulte o diagrama de Foi detectado um curto-circuito no chicote
circuitos ou o diagrama elétrico do OEM.
para a identificação dos pinos Substitua o chicote elétrico do OEM.
do conector.

370
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 5: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 5A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 5B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este código
o código do ECM e o número de falha, o ECM contém essa revisão
de revisão existente no ECM. O ou uma posterior?
código do ECM e o número de 5B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 5B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

371
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 295


Pressão Barométrica - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 295 Pressão Barométrica - Dados Despotenciamento do motor.
PID(P), SID(S): P108 Inválidos, Intermitentes ou
SPN: 108 Incorretos. O ECM detectou
FMI: 2/2 um erro no sinal do sensor da
Lâmpada: Âmbar pressão barométrica.
SRT:

Descrições do Circuito:
O sensor de pressão barométrica responde às variações da pressão atmosférica. As variações
de pressão ocorrem dependendo da altitude na qual o motor funciona. O sensor de pressão
barométrica tem um circuito de alimentação de 5 volts, uma voltagem de sinal do sensor e um
circuito de retorno.
O módulo eletrônico de controle (ECM) fornece uma alimentação de 5 volts para o sensor de
pressão barométrica no circuito 1 de alimentação do sensor. O ECM fornece também um massa
no circuito de retorno do sensor. O sensor de pressão barométrica envia um sinal ao ECM pelo
circuito de sinal do sensor. A voltagem desse sinal do sensor varia de acordo com a pressão
atmosférica. O ECM detecta uma voltagem baixa de sinal quando o veículo é operado em altas
altitudes. O ECM detecta uma voltagem alta de sinal quando o veículo é operado em altitudes
próximas do nível do mar.
Localização do Componente:
O sensor da pressão barométrica é montado no circuito principal do chicote do motor, próximo
ao ECM.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico consiste em duas partes. Uma parte é executada quando a chave de ignição
é ligada inicialmente antes da partida do motor. A outra parte é executada continuamente
enquanto o motor funciona.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a leitura da pressão barométrica é maior ou menor que as leituras de pressão
absoluta de outros sensores do motor, ou foi detectada uma falha dentro da faixa do sensor.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é reprovado no teste.
• O torque do motor é reduzido.
• É usado um valor padrão para a leitura da pressão barométrica.

372
Literatura de Serviço
Caminhões
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Este código de falha não pode ser apagado com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apaga a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e é aprovado no teste.
• Utilizando a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™, certifique-se de que o código de
falha esteja inativo.
• O código de falha inativo será apagado da memória após 9600 horas de funcionamento do
motor sem nova ocorrência da mesma falha.
Dicas para a Oficina:
Possíveis causas deste código de falha:
• Sensor da pressão barométrica “preso” na faixa de operação
• Resistência alta nas linhas de sinal e de retorno do sensor da pressão barométrica.

ISB 4.5 e ISB 6.7 CM2150 - Circuito de Pressão Barométrica

373
Literatura de Serviço
Caminhões

ISL8.9 CM2150 SN/ISM11 CM876 SN - Circuito de Pressão Barométrica

374
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 295 - Pressão Barométrica - Dados Inválidos,


Intermitentes ou Incorretos

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para evitar danos aos pinos e ao chicote, utilize os seguintes cabos de teste ao efetuar uma
medição: Nº 3164596, ponta de prova macho Framatome™, e Nº 3822917, ponta de prova fêmea
Deutsch™/AMP™/Metri- Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique se há códigos de falha do circuito do sensor.
PASSO 1A: Verifique se o Código de
Código de Falha 221 ou Código de
Falha 221 e o Código de
Falha 222 ativo?
Falha 222 estão ativos.

PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da pressão barométrica.


PASSO 2A: Inspecione o sensor da
pressão barométrica e Pinos sujos ou danificados?
os pinos do conector.
PASSO 2B: Verifique a resposta do
Código de Falha 222 ativo?
circuito.
PASSO 2C: Verifique a resposta do
Código de Falha 221 ativo?
circuito.

PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B: Verifique a resposta do
Código de Falha 222 ativo?
circuito.
PASSO 3C: Verifique a resposta do
Código de Falha 221 ativo?
circuito.

375
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe dis- Se houver uma atualização de
ponível uma atualiza- calibração disponível para este
ção de calibração para código de falha, o ECM contém essa
o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

376
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique se há códigos de falha do circuito do sensor.


PASSO 1A: Verifique se o Código de Falha 221 e o Código de Falha 222 estão ativos.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há códigos de falha ativos. Diagrama
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 221 ou Código de apropriado de
de serviço INSITE™ para ler os Falha 222 ativo? diagnóstico
códigos de falha. SIM do código de
falha.
Código de Falha 221 ou Código de
Falha 222 ativo? 2A
NÃO

377
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o circuito e o sensor da pressão barométrica.
PASSO 2A: Inspecione o sensor da pressão barométrica e os pinos do conector.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão barométrica.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
sensor da temperatura no coletor de SIM
admissão do motor e do chicote do Reparo:
motor quanto a:
Foi detectada uma conexão
• Conector solto defeituosa no sensor ou no conector 4A
• Pinos corroídos do chicote.
• Pinos tortos ou quebrados Limpe o conector e os pinos.
• Pinos torcidos para trás ou Se danificado substitua o chicote do
expandidos motor.
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do Pinos sujos ou danificados?
2B
conector NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

378
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão barométrica.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 222 ativo?
circuito após 30 segundos. 2C
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica
Código de Falha 222 ativo?
de serviço INSITE™ para ler os 3A
códigos de falha. NÃO

379
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor o sensor da pressão barométrica.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 221 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Instale um fio de ponte entre o Reparo:
pino de ALIMENTAÇÃO de +5 volts 4A
Foi detectada uma falha na faixa
da pressão barométrica e o pino de operação do sensor da pressão
de SINAL da pressão barométrica barométrica.
no conector do sensor da pressão
barométrica no chicote do motor.
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação Código de Falha 221 ativo?
dos pinos do conector. 3A
NÃO
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha.

380
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o ECM e o chicote do motor.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do ECM ou no 4A
• Pinos torcidos para trás ou conector do chicote do motor.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
Pinos sujos ou danificados?
conector 3B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

PASSO 3B: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 222 ativo?
circuito após 30 segundos. 3C
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Código de Falha 222 ativo?
de serviço INSITE™ para ler os NÃO
códigos de falha.
Reparo: 4A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

381
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique a resposta do circuito.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há resposta apropriada do Código de Falha 221 ativo?
circuito após 30 segundos. SIM
• Instale um fio de ponte entre os Reparo:
pinos de ALIMENTAÇÃO de +5 volts 4A
Foi detectada resistência alta ou um
e de SINAL do sensor da pressão curtocircuito no chicote do motor.
barométrica, no conector do ECM.
Substitua o chicote do motor.
• Utilize a ferramenta eletrônica
Código de Falha 221 ativo?
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha. NÃO
Reparo: 4A
Ligue para obter autorização para
substituir o ECM. Depois de receber a
autorização, substitua o ECM.

382
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 4B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número de código de falha, o ECM contém essa
revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 4B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

383
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 319


Interrupção da Alimentação do Relógio de Tempo Real - Dados
Inválidos, Intermitentes ou Incorretos

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 319 Interrupção da Alimentação Nenhum quanto ao desem-
PID(P), SID(S): P251 do Relógio de Tempo penho. Os dados no ECM não
SPN: 251 Real - Dados Inválidos, terão informações precisas de
FMI: 2/2 Intermitentes ou Incorretos. data e hora.
Lâmpada: Âmbar (Lampejo O relógio de tempo real
de Manutenção) perdeu alimentação.
SRT:

Descrições do Circuito:
Em condições normais de operação, o relógio de tempo real do módulo eletrônico de controle
(ECM) é alimentado pelas baterias do veículo. Se a alimentação das baterias para o ECM for
perdida, o relógio de tempo real será alimentado por uma bateria no chicote do motor (se
equipada).
Localização do Componente:
A bateria do relógio de tempo real é presa no chicote do motor próximo ao ECM.
Não se aplica.
Condições para Execução do Diagnóstico:
Este diagnóstico é executado continuamente quando a chave de ignição encontra-se na posição ON.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta que a voltagem da bateria do relógio de tempo real é 3,3 VCC.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM pisca a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou a luz indicadora
de falha (MIL) quando a chave de ignição é colocada na posição ON e o diagnóstico é
executado e falha.
• Os valores do relógio de tempo real nos dados do ECM serão incorretos.
Condições para Apagar o Código de Falha:
• Para validar o reparo, dê partida no motor e deixe-o funcionar em marcha lenta durante 1
minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.

384
Literatura de Serviço
Caminhões
Dicas para a Oficina:
Este código de falha indica que o relógio de tempo real do ECM perdeu a alimentação. As
possíveis causas para esta falha são uma bateria descarregada ou defeituosa, fiação ou conectores
defeituosos entre a bateria e o ECM, ou o motor não está equipado com uma bateria de relógio
de tempo real e a alimentação da bateria do veículo para o ECM foi perdida.

ISB 4.5 e ISB 6.7 CM2150 - Circuito de Alimentação do Relógio de Tempo Real

385
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 319 - Interrupção da Alimentação do Relógio de Tempo


Real - Dados Inválidos, Intermitentes ou Incorretos

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para evitar danos aos pinos e ao chicote, utilize os seguintes cabos de teste ao efetuar uma
medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™, e Nº 3822917, ponta
de prova fêmea Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique a bateria e as conexões do relógio de tempo real.
PASSO 1A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 1B: Verifique a voltagem da
bateria do relógio de
Entre 3,3 e 3,6 VCC?
tempo real no conector
do chicote do ECM.
PASSO 1B-1: Inspecione a bateria do
relógio de tempo real
e os pinos do conector Pinos sujos ou danificados?
do chicote elétrico do
motor.
PASSO 1B-2: Verifique a voltagem da
bateria do relógio de
Entre 3,3 e 3,6 VCC?
tempo real no conector
do módulo de baterias.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 2: Verifique o chicote do módulo de baterias.
PASSO 2A: Verifique se há um
circuito aberto no Menos de 10 ohms?
chicote do motor.
PASSO 2B: Verifique se há um
curto-circuito no chi- Mais de 100k ohms?
cote do motor.
PASSO 2C: Verifique se há um
curto-circuito com o Mais de 100k ohms?
massa.

386
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 3: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 3A: Verifique se existe Se houver uma atualização de
disponível uma calibração disponível para este
atualização de código de falha, o ECM contém essa
calibração para o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 3B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

387
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique a bateria e as conexões do relógio de tempo real.


PASSO 1A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados danificada no conector do chicote do 3A
• Pinos torcidos para trás ou sensor.
expandidos Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos do
Pinos sujos ou danificados?
conector 1B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

388
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 1B: Verifique a voltagem da bateria do relógio de tempo real no conector do chicote
do ECM.

Condições:
• Motor equipado com uma bateria opcional do relógio de tempo real.
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem da bateria do Entre 3,3 e 3,6 VCC?
relógio de tempo real. 3A
SIM
• Meça a voltagem entre o pino
de ALIMENTAÇÃO da bateria do
relógio de tempo real e pino
negativo (-) de RETORNO da
bateria do relógio de tempo real
Entre 3,3 e 3,6 VCC?
no conector do ECM no chicote do 1B-1
motor. NÃO
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

389
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 1B-1: Inspecione a bateria do relógio de tempo real e os pinos do conector do chicote
elétrico do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor a bateria do relógio de tempo real.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Inspecione a bateria do relógio de Pinos sujos ou danificados?
tempo real e os pinos do conector do SIM
chicote do motor quanto a: Reparo:
• Conector solto Foi detectada uma conexão 3A
• Pinos corroídos defeituosa no sensor ou no conector
• Pinos tortos ou quebrados do chicote.
• Pinos torcidos para trás ou Substitua a bateria do relógio de
expandidos tempo real ou o chicote do motor.
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
Pinos sujos ou danificados?
• Sujeira ou resíduos nos pinos do 1B-2
conector NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

390
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 1B-2: Verifique a voltagem da bateria do relógio de tempo real no conector do módulo
de baterias.

Condições:
• Motor equipado com uma bateria opcional do relógio de tempo real.
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do chicote do motor a bateria do relógio de tempo real.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique a voltagem da bateria do Entre 3,3 e 3,6 VCC?
relógio de tempo real. 2A
SIM
• Meça a voltagem entre o pino
de ALIMENTAÇÃO da bateria do
relógio de tempo real e pino
negativo (-) de RETORNO da Entre 3,3 e 3,6 VCC?
bateria do relógio de tempo real NÃO
no conector da bateria do relógio Reparo: 3A
de tempo real. Substitua a bateria do relógio de
Consulte o diagrama de circuitos ou o tempo real.
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

391
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique o chicote do módulo de baterias.
PASSO 2A: Verifique se há um circuito aberto no chicote do motor

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Meça a seguinte resistência: Menos de 10 ohms?
• A resistência entre o pino de 2B
SIM
ALIMENTAÇÃO da bateria do
relógio de tempo real no conector
da bateria do chicote do motor
e o pino de ALIMENTAÇÃO da
bateria do relógio de tempo real
no conector do chicote do ECM.
Menos de 10 ohms?
• A resistência entre o pino negativo
(-) de RETORNO da bateria do NÃO
relógio de tempo real no conector Reparo:
3A
da bateria do chicote do motor e Foi detectado um circuito aberto no
o pino negativo (-) de RETORNO chicote do motor.
da bateria do relógio de tempo Substitua o chicote do motor.
real no conector do chicote do
ECM.
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

392
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique se há um curto-circuito no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor a bateria do relógio de tempo real.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito. Mais de 100k ohms?
2C
• Use um multímetro para medir SIM
a resistência entre o pino de
ALIMENTAÇÃO da bateria do Mais de 100k ohms?
relógio de tempo real, no
conector do ECM no chicote do NÃO
motor, e todos os outros pinos do Reparo:
3A
conector. Foi detectado um curto-circuito no
Consulte o diagrama de circuitos ou o chicote do motor.
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do motor.
dos pinos do conector.

393
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique se há um curto-circuito com o massa.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
• Desconecte do chicote do motor a bateria do relógio de tempo real.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito. Mais de 100k ohms?
3A
• Use um multímetro para medir SIM
a resistência entre o pino de
ALIMENTAÇÃO da bateria do Mais de 100k ohms?
relógio de tempo real, no conector NÃO
do ECM no chicote do motor, e o Reparo:
massa do bloco do motor. 3A
Foi detectado um curto-circuito no
Consulte o diagrama de circuitos ou o chicote do motor.
diagrama elétrico para a identificação Substitua o chicote do motor.
dos pinos do conector.

394
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 3A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código do ECM e o número Se houver uma atualização de
de revisão no ECM com as revisões de calibração disponível para este
calibração relacionadas no Histórico código de falha, o ECM contém essa 3B
de Revisões de Calibração do ECM revisão ou uma posterior?
para verificar se houve mudanças SIM
associadas a este código de falha.
• Use a ferramenta eletrônica de Se houver uma atualização de
serviço INSITE™ para localizar calibração disponível para este
o código do ECM e o número código de falha, o ECM contém essa
de revisão existente no ECM. O revisão ou uma posterior?
código do ECM e o número de 3B
NÃO
revisão encontram-se na seção
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 3B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

395
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 322


Circuito do Acionador do Solenoide do Injetor do Cilindro Nº1 -
Corrente Abaixo da Normal ou Circuito Aberto

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 322 Circuito do Acionador do A corrente para o injetor está
PID(P), SID(S): S006 Solenoide do Injetor do desligada. Dificuldade na par-
SPN: 651 Cilindro Nº1 - Corrente Abaixo tida ou funcionamento irregu-
FMI: 5/5 da Normal ou Circuito Aberto. lar do motor.
Lâmpada: Âmbar Detectada corrente no
SRT: circuito do injetor No. 1 com
a voltagem desligada.

Descrições do Circuito:
As válvulas solenoides dos injetores controlam a quantidade de combustível alimentado e a
sincronização de injeção. O módulo eletrônico de controle (ECM) energiza o solenoide fechando
um interruptor ‘lateral alta’ e um interruptor ‘lateral baixa’. Existem dois interruptores ‘lateral
alta’ e quatro interruptores ‘lateral baixa’ no interior do ECM. Os injetores para os cilindros
números 1 e 2 (banco dianteiro) compartilham um único interruptor ‘lateral alta’ que conecta
o circuito do injetor à fonte de voltagem alta no ECM. Da mesma forma, os injetores para os
cilindros números 3 e 4 (banco traseiro) também compartilham um único interruptor ‘lateral
alta’. Cada circuito de injetor tem um interruptor ‘lateral baixa’ dedicado que completa o
caminho do circuito com o massa no interior do ECM.
Localização do Componente:
O chicote do motor conecta o ECM a dois conectores de passagem do circuito do injetor
localizados na carcaça dos balanceiros. Chicotes internos dos injetores estão localizados sob a
tampa das válvulas e conectam os injetores ao chicote do motor nos conectores de passagem.
Cada conector de passagem fornece alimentação e retorno para dois injetores.
Condições para Execução do Diagnóstico:
O diagnóstico é executado continuamente enquanto o motor funciona.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta a corrente à medida que cada injetor é atuado. Se o ECM detectar um erro
persistente no circuito de um injetor, esta falha se tornará ativa. Se um erro de circuito for
identificado como a causa de corrente excessiva, o ECM desabilitará o evento de injeção para
o cilindro (ou cilindros) com falha.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• O injetor do cilindro com falha será desabilitado.

396
Literatura de Serviço
Caminhões
Condições para Apagar o Código de Falha:
• O ECM tentará habilitar o circuito do injetor desabilitado sempre que for dada a partida no
motor e aproximadamente uma vez por minuto enquanto o motor estiver funcionando. Se a
falha no circuito de um injetor estiver ativa e a condição de falha for reparada, a falha se
tornará inativa quando for dada a partida no motor ou se o motor for operado em marcha
lenta por mais de um minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois de o
diagnóstico ser executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.
Dicas para a Oficina:
A ocorrência de mais de um código de falha de injetor nos circuitos dos injetores no mesmo
banco é uma indicação de que existe um curto-circuito. Se a condição de falha for intermitente
e, principalmente, se mais de um código de falha de injetor estiver ocorrendo, procure por
um chicote elétrico que possa estar em curto com os componentes no interior da carcaça dos
balanceiros ou por um curto-circuito com o massa no solenóide do injetor. Quando procurar por
curtos-circuitos nos chicotes dos injetores, preste atenção ao isolamento dos fios. Certifique-
se de que não haja curtos com um balanceiro. Um curto intermitente poderá resultar se o
isolamento do chicote encostar em um balanceiro. Um curto intermitente pode registrar o
código de falha de um único injetor. Se a(s) falha(s) ocorrer(em) de modo intermite, o motor
poderá apresentar falha de ignição mesmo que o código de falha do circuito do injetor não
seja registrado. O INSITE™ pode ser utilizado para determinar se existe um problema elétrico
intermitente. Observe os seis parâmetros indicadores de falha de ignição enquanto o motor está
funcionando. Os parâmetros de monitoramento indicarão se o pulso do injetor de um cilindro
está desabilitado momentaneamente. O parâmetro de monitoramento exibirá a expressão
“MISFIRE” (Falha de Ignição) durante vários segundos depois que o ECM detectar um erro no
circuito. Se um único cilindro apresentar falha de ignição, verifique se há um problema de
circuito aberto. Se vários cilindros no mesmo banco apresentarem falhas de ignição, verifique
se há um curto-circuito em algum ponto do banco dos cilindros.
Causas de uma única falha de injetor são:
• Circuito aberto no chicote (ou chicotes) do motor ou solenoide do injetor
• Resistência alta em um único injetor ou solenoide do injetor
• Resistência extremamente baixa em um solenoide de injetor (injetor em curto interno mas
não com o massa)
• ECM defeituoso ou danificado.
Causas de vários códigos de falha nos injetores do mesmo banco:
• Curto-circuito no(s) chicote(s) do motor - curtos com o massa ou com outros fios do chicote
do motor
• Curto-circuito em qualquer um dos três injetores do banco - curtos com o massa
• ECM defeituoso ou danificado.

397
Literatura de Serviço
Caminhões

ISB4.5, ISB6.7, CM2150 SN - Circuito do Acionador do Solenoide do Injetor do Cilindro Nº1 (4 e 6 cilindros)

ISL8.9 CM 2150 SN - Circuito do Acionador do Solenoide do Injetor do Cilindro Nº1

398
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 322 - Circuito do Acionador do Solenoide do Injetor


do Cilindro 1 - Corrente Abaixo da Normal ou Circuito Aberto

! ADVERTÊNCIA
Os solenoides dos injetores recebem voltagem alta quando o motor está funcionando. Para
reduzir a possibilidade de ferimentos ou morte resultantes de choque elétrico, não use joias
ou roupas úmidas e nunca toque os solenóides dos injetores ou os fios dos solenoides quando o
motor estiver operando.

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de prova
ao efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™; e Nº
3822917, ponta de prova fêmea Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique a bateria e as conexões do relógio de tempo real.
PASSO 1A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 1B: Verifique a voltagem da
bateria do relógio de
Entre 3,3 e 3,6 VCC?
tempo real no conector
do chicote do ECM.
PASSO 1B-1: Inspecione a bateria do
relógio de tempo real
e os pinos do conector Pinos sujos ou danificados?
do chicote elétrico do
motor.
PASSO 1B-2: Verifique a voltagem da
bateria do relógio de
Entre 3,3 e 3,6 VCC?
tempo real no conector
do módulo de baterias.

399
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 2: Verifique se há curtos-circuitos no chicote do motor.


PASSO 2A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 2B: Verifique se há um
curto-circuito com o
Mais de 100k ohms?
massa no chicote do
motor.
PASSO 2B-1: Verifique o solenoide
do injetor quanto a um
Mais de 100k ohms?
curto-circuito com o
massa.
PASSO 2C: Verifique se existe um
curto-circuito entre
Mais de 100k ohms?
pinos no chicote do
motor.

PASSO 3: Verifique o injetor e se o circuito do injetor apresenta um circuito aberto.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B: Verifique se há um
circuito aberto no Menos de 2 ohms?
circuito do injetor.
PASSO 3B-1: Verifique o solenoide
do injetor quanto a um Menos de 2 ohms?
circuito aberto.
PASSO 3C: Verifique se há um
curto-circuito no O código de falha ‘seguiu’ o injetor?
solenoide do injetor.
PASSO 3D: Verifique se há códigos Ainda existem códigos de falha
de falha ativos. ativos?

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe Se houver uma atualização de
disponível uma calibração disponível para este
atualização de código de falha, o ECM contém essa
calibração para o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

400
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique se há códigos de falha ativos.


PASSO 1A: Leia os códigos de falha com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Ligue o motor e observe os códigos de Código de Falha 322 ativo?
falha. 1B
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para apagar os
códigos de falha. Consulte a
• Dê partida no motor e deixe-o seção 303
funcionar em marcha lenta Código de Falha 322 ativo? -14 - Código
durante 1 minuto. NÃO de falha
• Utilize a ferramenta eletrônica inativo ou
de serviço INSITE™ para ler os intermitente
códigos de falha.

PASSO 1B: Leia os códigos de falha com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Leia os códigos de falha com a Existem códigos de falha ativos para
ferramenta eletrônica de serviço outros injetores do mesmo banco? 2A
INSITE™. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha.
NOTA Os cilindros 1, 2 e 3
(cilindros 1 e 2 para
motores de 4 cilindros) Existem códigos de falha ativos para
estão no mesmo banco de outros injetores do mesmo banco? 3A
injetores. Os cilindros 4, NÃO
5 e 6 (cilindros 3 e 4 para
motores de 4 cilindros)
estão no mesmo banco de
injetores.

401
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique se há curtos-circuitos no chicote do motor.
PASSO 2A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM quanto a: 4A
SIM
• Conector solto
• Pinos corroídos
• Pinos tortos ou quebrados
• Pinos torcidos para trás ou
expandidos
• Umidade dentro ou sobre o
conector Pinos sujos ou danificados?
• Vedações do conector danificadas NÃO
ou faltando Reparo:
2A
• Sujeira ou resíduos nos pinos do Limpe o conector e os pinos.
conector Se danificado substitua o chicote do
• Capa do conector quebrada motor.
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do componente.

402
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B: Verifique se há um curto-circuito com o massa no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito com Mais de 100k ohms?
o massa. 2C
SIM
• Meça a resistência entre o pino do
ACIONADOR do cilindro número
1, no conector do ECM no chicote
do motor, e o massa do bloco.
• Meça a resistência entre o pino
de RETORNO do cilindro número
1, no conector do ECM no chicote Mais de 100k ohms?
do motor, e o massa do bloco. NÃO 2B-1
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.
NOTA Repita o procedimento
para todos os injetores do
mesmo banco.

403
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B-1: Verifique o solenoide do injetor quanto a um curto-circuito com o massa.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Remova a tampa dos balanceiros.
• Desconecte do solenoide do injetor o chicote do injetor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito com Mais de 100k ohms?
o massa. SIM
• Meça a resistência entre o pino do Reparo:
ACIONADOR do cilindro número Foi detectado um curto-circuito com
1, no solenoide do injetor, e o o massa no circuito do injetor.
massa do bloco. 4A
Faça o diagnóstico de falhas do
• Meça a resistência entre o pino chicote do motor, do chicote do
de RETORNO do cilindro número injetor e do conector de passagem
1, no solenoide do injetor, e o quanto a um curto-circuito com o
massa do bloco. massa.
Consulte o diagrama de circuitos ou o Substitua o componente danificado.
diagrama elétrico para a identificação
Mais de 100k ohms?
dos pinos do componente.
NÃO
4A
Reparo:
Substitua o injetor.

404
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique se existe um curto-circuito entre pinos no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
• Remova a tampa das válvulas.
• Desconecte do chicote de motor os injetores sendo testados.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se existe um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre pinos. 3A
SIM
• Meça a resistência entre o
pino do ACIONADOR do cilindro
número 1 e todos os outros pinos Mais de 100k ohms?
do conector.
NÃO
• Meça a resistência entre o pino
Reparo:
de RETORNO do cilindro número
1 e todos os outros pinos do Foi detectado um curto-circuito entre
conector. pinos no circuito do injetor. Faça o 4A
diagnóstico de falhas do chicote do
Consulte o diagrama de circuitos ou o
motor, do chicote do injetor e do
diagrama elétrico para a identificação
conector de passagem quanto a um
dos pinos do componente.
curto-circuito entre pinos.
NOTA Repita o procedimento
para todos os injetores do Substitua o componente danificado.
mesmo banco.

405
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o injetor e se o circuito do injetor apresenta um circuito aberto.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos Foi detectada uma conexão
• Pinos tortos ou quebrados defeituosa no chicote do motor ou no 4A
• Pinos torcidos para trás ou conector do injetor de combustível.
expandidos • Limpe o conector e os pinos.
• Umidade dentro ou sobre o Se danificado substitua o chicote do
conector motor.
• Vedações do conector danificadas
ou faltando
• Sujeira ou resíduos nos pinos dos
Pinos sujos ou danificados?
conectores 3B
NÃO
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

PASSO 3B: Verifique se há um circuito aberto no circuito do injetor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do conector do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 2 ohms?
• Meça a resistência entre o pino do 3C
SIM
ACIONADOR do cilindro número 1
e o pino de RETORNO do cilindro
número 1.
Menos de 2 ohms?
Consulte o diagrama de circuitos ou o 3B-1
NÃO
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

406
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B-1: Verifique o solenoide do injetor quanto a um circuito aberto.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Remova a tampa dos balanceiros.
• Desconecte do solenoide do injetor o chicote do injetor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 2 ohms?
• Meça a resistência entre o pino do SIM
ACIONADOR do cilindro número 1 Reparo:
e o pino de RETORNO do cilindro Foi detectado um circuito aberto no
número 1 no solenoide do injetor. circuito do injetor. Faça o diagnóstico 4A
Consulte o diagrama de circuitos ou o de falhas do chicote do motor, do
diagrama elétrico para a identificação chicote do injetor e do conector
dos pinos do componente. de passagem quanto a um circuito
aberto.
Substitua o componente danificado.
Menos de 2 ohms?
NÃO
4A
Reparo:
Substitua o injetor.

407
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um curto-circuito no solenoide do injetor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Remova a tampa dos balanceiros.
• Desconecte do solenoide do injetor o chicote do injetor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito. O código de falha ‘seguiu’ o injetor?
• Remova o injetor e troque-o por SIM
um injetor do outro banco. 4A
Reparo:
• Ligue a chave de ignição. Substitua o injetor.
• Dê partida no motor e deixe-o
funcionar em marcha lenta.
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha.
NOTA Os cilindros 1, 2 e 3
(cilindros 1 e 2 para O código de falha ‘seguiu’ o injetor?
motores de 4 cilindros) 3D
NÃO
estão no mesmo banco de
injetores. Os cilindros 4,
5 e 6 (cilindros 3 e 4 para
motores de 4 cilindros)
estão no mesmo banco de
injetores.

408
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3D: Verifique se há códigos de falha ativos.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito. Ainda existem códigos de falha
• Utilize a ferramenta eletrônica ativos?
de serviço INSITE™ para apagar os SIM
códigos de falha. Reparo: 4A
• Dê partida no motor e deixe-o Ligue para obter autorização para
funcionar em marcha lenta substituir o ECM. Depois de receber a
durante 1 minuto. autorização, substitua o ECM.
• Utilize a ferramenta eletrônica Ainda existem códigos de falha
de serviço INSITE™ para ler os ativos? 4A
códigos de falha. NÃO

409
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código e o número de Se houver uma atualização de
revisão do ECM no Histórico de Revisões calibração disponível para este
de Calibração do ECM para verificar código de falha, o ECM contém essa 4B
se houve mudanças associadas a este revisão ou uma posterior?
código de falha. SIM
• Use a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™ para localizar Se houver uma atualização de
o código do ECM e o número calibração disponível para este
de revisão existente no ECM. O código de falha, o ECM contém essa
código do ECM e o número de revisão ou uma posterior? 4B
revisão encontram-se na seção NÃO
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

410
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 323


Circuito do Acionador dA SolenOide do Injetor do Cilindro N°. 5 -
Corrente Abaixo da Normal ou Circuito Aberto

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 323 Circuito do Acionador da A corrente para o injetor está
PID(P), SID(S): S006 Solenoide do Injetor do desligada. Dificuldade na par-
SPN: 656 Cilindro 5 - Corrente Abaixo tida ou funcionamento irregu-
FMI: 5/5 da Normal ou Circuito Aberto. lar do motor.
Lâmpada: Âmbar Detectada corrente no
SRT: circuito do injetor N°. 5 com
a voltagem desligada.

Descrições do Circuito:
As válvulas solenoides dos injetores controlam a quantidade de combustível alimentado e a
sincronização de injeção.
O módulo eletrônico de controle (ECM) energiza a solenoide fechando um interruptor
‘lateral alta’ e um interruptor ‘lateral baixa’. Existem dois interruptores ‘lateral alta’ e seis
interruptores ‘lateral baixa’ no interior do ECM. Os injetores para os cilindros 1 e 2 (banco
dianteiro) compartilham um único interruptor ‘lateral alta’ que conecta o circuito do injetor
à fonte de voltagem alta no ECM. Analogamente, os injetores para os cilindros 3 e 4 (banco
traseiro) também compartilham um único interruptor ‘lateral alta’. Cada circuito de injetor
tem um interruptor ‘lateral baixa’ dedicado que completa o caminho do circuito com o massa
no interior do ECM.
Localização do Componente:
O chicote do motor conecta o ECM a três conectores de passagem do circuito do injetor
localizados na carcaça dos balanceiros. Chicotes internos dos injetores estão localizados sob a
tampa das válvulas e conectam os injetores ao chicote do motor nos conectores de passagem.
Cada conector de passagem fornece alimentação e retorno para dois injetores.
Condições para Execução do Diagnóstico:
O diagnóstico é executado continuamente enquanto o motor funciona.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta a corrente à medida que cada injetor é atuado. Se o ECM detectar um erro
persistente no circuito de um injetor, este código de falha se tornará ativo. Se o erro de um
circuito for identificado como a causa de corrente excessiva, o ECM desabilitará o evento de
injeção para o(s) cilindro(s) com falha.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende a luz amarela de verificação do motor (CHECK ENGINE) imediatamente
quando o diagnóstico é executado e falha.
• O injetor do cilindro com falha será desabilitado.

411
Literatura de Serviço
Caminhões
Condições para Apagar o Código de Falha:
• O ECM tentará habilitar o circuito do injetor desabilitado sempre que for dada a partida no
motor e aproximadamente uma vez por minuto enquanto o motor estiver funcionando. Se a
falha no circuito de um injetor estiver ativa e a condição de falha for reparada, a falha se
tornará inativa quando for dada a partida no motor ou se o motor for operado em marcha
lenta por mais de um minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois de o
diagnóstico ser executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de 3 ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz MIL também podem ser apagados com a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™.
Dicas para a Oficina:
A ocorrência de mais de um código de falha de injetor nos circuitos dos injetores no mesmo
banco é uma indicação de que existe um curto-circuito.
Se uma condição de falha for intermitente e especialmente se mais de um código de falha de
injetor estiver ocorrendo, procure por um chicote que possa estar em curto com componentes
no interior da carcaça dos balanceiros ou um curto-circuito com o massa na solenoide do injetor.
Quando procurar por um curto-circuito nos chicotes dos injetores, preste atenção no isolamento
dos fios, certificando-se de que não existam curtos com um balanceiro. Um curto intermitente
poderá resultar se o isolamento do chicote encostar em um balanceiro. Um curto intermitente
pode registrar o código de falha de um único injetor.
Se a(s) falha(s) ocorrer(em) de modo intermitente, o motor poderá apresentar falha de ignição
mesmo que o código de falha do circuito do injetor não seja registrado. O INSITE™ pode
ser utilizado para determinar se existe um problema elétrico intermitente. Observe os seis
parâmetros indicadores de falha de ignição enquanto o motor está funcionando.
Os parâmetros de monitoramento indicarão se o pulso do injetor de um cilindro está desabilitado
momentaneamente.
O parâmetro de monitoramento exibirá a expressão “MISFIRE” (Falha de Ignição) durante vários
segundos depois que o ECM detectar um erro no circuito. Se um único cilindro apresentar falha
de ignição, verifique se há um problema de circuito aberto. Se vários cilindros no mesmo banco
apresentarem falhas de ignição, verifique se há um curto-circuito em algum ponto do banco dos
cilindros.
Causas de uma única falha de injetor são:
• Circuito aberto no chicote (ou chicotes) do motor ou solenoide do injetor
• Resistência alta em um único injetor ou solenoide do injetor
• Resistência extremamente baixa em uma solenoide de injetor (injetor em curto interno,
mas não com o massa)
• ECM defeituoso ou danificado.
Causas de vários códigos de falha nos injetores do mesmo banco:
• Curto-circuito no(s) chicote(s) do motor - curtos com o massa ou com outros fios do chicote
do motor
• Curto-circuito em qualquer um dos três injetores do banco - curtos com o massa
• ECM defeituoso ou danificado.

412
Literatura de Serviço
Caminhões

ISL8.9 CM2150 SN - Circuito do Acionador da Solenoide do Injetor do Cilindro Nº 5

413
Literatura de Serviço
Caminhões

CÓDIGO DE FALHA 323 - Circuito do Acionador dA Solenoide do Injetor


do Cilindro 5 - Corrente Abaixo da Normal ou Circuito Aberto

! ADVERTÊNCIA
As solenoides dos injetores recebem voltagem alta quando o motor está funcionando. Para
reduzir a possibilidade de ferimentos ou morte resultantes de choque elétrico, não use joias
ou roupas úmidas e nunca toque as solenoides dos injetores ou os fios das solenoides quando o
motor estiver operando.

! ATENÇÃO
Para evitar danos a um novo ECM, investigue todos os outros códigos de falha ativos antes de
substituí-lo.

! ATENÇÃO
Para reduzir a possibilidade de danos aos pinos e ao chicote, utilize as seguintes pontas de prova
ao efetuar uma medição: Nº 3822758, ponta de prova macho Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™; e Nº
3822917, ponta de prova fêmea Deutsch™/AMP™/Metri-Pack™.

PASSOS ESPECIFICAÇÕES CÓDIGO SRT


PASSO 1: Verifique se há códigos de falha ativos.
PASSO 1A: Leia os códigos de
falha com a ferramenta
Código de Falha 323 ativo?
eletrônica de serviço
INSITE™.
PASSO 1B: Leia os códigos de
falha com a ferramenta Existem códigos de falha ativos para
eletrônica de serviço outros injetores do mesmo banco?
INSITE™.

414
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 2: Verifique o injetor e se o circuito do injetor apresenta um circuito aberto.


PASSO 2A: Inspecione as conexões Conectores conectados
do chicote do motor. corretamente?
PASSO 2B: Verifique se há um
curto-circuito com o
Mais de 100k ohms?
massa no chicote do
motor.
PASSO 2B-1: Verifique a solenoide
do injetor quanto a um
Menos de 2 ohms?
curto-circuito com o
massa.
PASSO 2C: Verifique se existe um
curto-circuito entre
Pinos sujos ou danificados?
pinos no chicote do
motor.

PASSO 3: Verifique o injetor e se o circuito do injetor apresenta um circuito aberto.


PASSO 3A: Inspecione os pinos dos
conectores do chicote Pinos sujos ou danificados?
do motor e do ECM.
PASSO 3B: Verifique se há um
circuito aberto no
Menos de 2 ohms?
circuito do chicote do
injetor.
PASSO 3B-1: Verifique a solenoide
do injetor quanto a um Menos de 2 ohms?
circuito aberto.
PASSO 3C: Verifique se há um
curto-circuito na O código de falha ‘seguiu’ o injetor?
solenoide do injetor.
PASSO 3D: Verifique se há códigos Os códigos de falha ainda estão
de falha ativos. ativos?

PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.


PASSO 4A: Verifique se existe Se houver uma atualização de
disponível uma calibração disponível para este
atualização de código de falha, o ECM contém essa
calibração para o ECM. revisão ou uma posterior?
PASSO 4B: Desative o código de
Código de falha inativo?
falha.

415
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO DE DIAGNÓSTICO DE FALHA

PASSO 1: Verifique se há códigos de falha ativos.


PASSO 1A: Leia os códigos de falha com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Ligue o motor e observe os códigos de Código de Falha 323 ativo?
falha. 1B
SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para apagar os
códigos de falha. Consulte a
• Dê partida no motor e deixe-o seção 303
funcionar em marcha lenta Código de Falha 323 ativo? -14 - Código
durante 1 minuto. NÃO de falha
• Utilize a ferramenta eletrônica inativo ou
de serviço INSITE™ para ler os intermitente
códigos de falha.

PASSO 1B: Leia os códigos de falha com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.

Condições:
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Leia os códigos de falha. Existem códigos de falha ativos para
• Utilize a ferramenta eletrônica outros injetores do mesmo banco? 2A
de serviço INSITE™ para ler os SIM
códigos de falha.
NOTA Os cilindros 1, 2 e 3
(cilindros 1 e 2 para
motores de 4 cilindros)
estão no mesmo banco de Existem códigos de falha ativos para
injetores. Os cilindros 4, outros injetores do mesmo banco? 3A
5 e 6 (cilindros 3 e 4 para NÃO
motores de 4 cilindros)
estão no mesmo banco de
injetores.

416
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2: Verifique se há curtos-circuitos no chicote do motor.
PASSO 2A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo:
• Pinos corroídos 4A
Limpe o conector e os pinos.
• Pinos tortos ou quebrados
Se danificado substitua o chicote do
• Pinos torcidos para trás ou motor.
expandidos
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando Pinos sujos ou danificados?
• Sujeira ou resíduos nos pinos do 2A
NÃO
conector
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

PASSO 2B: Verifique se há um curto-circuito com o massa no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito com Mais de 100k ohms?
o massa. 2C
SIM
• Meça a resistência entre o pino do
ACIONADOR do cilindro número
1, no conector do ECM no chicote
do motor, e o massa do bloco.
• Meça a resistência entre o pino
de RETORNO do cilindro número Mais de 100k ohms?
2B-1
1, no conector do ECM no chicote NÃO
do motor, e o massa do bloco.
Consulte o diagrama de circuitos ou o
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.
417
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2B-1: Verifique a solenoide do injetor quanto a um curto-circuito com o massa.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Remova a tampa dos balanceiros.
• Desconecte da solenoide do injetor o chicote do injetor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito com Mais de 100k ohms?
o massa. SIM
• Meça a resistência entre o pino do Reparo:
ACIONADOR do cilindro número Foi detectado um curto-circuito com
1, na solenoide do injetor, e o o massa no circuito do injetor. Faça
massa do bloco. 4A
o diagnóstico de falhas do chicote
• Meça a resistência entre o pino do motor, do chicote do injetor e do
de RETORNO do cilindro número conector de passagem quanto a um
1, na solenoide do injetor, e o curto-circuito com o massa.
massa do bloco. Substitua o componente danificado.
Consulte o diagrama elétrico para
obter a identificação dos pinos do
conector.
NOTA Os cilindros 1, 2 e 3
(cilindros 1 e 2 para Mais de 100k ohms?
motores de 4 cilindros) NÃO
estão no mesmo banco de 4A
Reparo:
injetores. Os cilindros 4,
5 e 6 (cilindros 3 e 4 para Substitua o injetor.
motores de 4 cilindros)
estão no mesmo banco de
injetores.

418
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 2C: Verifique se existe um curto-circuito entre pinos no chicote do motor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte do ECM o chicote do motor.
• Remova a tampa das válvulas.
• Desconecte o chicote de injetor dos injetores sendo testados.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se existe um curto-circuito Mais de 100k ohms?
entre pinos. 3A
SIM
• Meça a resistência entre o
pino do ACIONADOR do cilindro Mais de 100k ohms?
número 1 e todos os outros pinos
NÃO
do conector.
Reparo:
• Meça a resistência entre o pino
de RETORNO do cilindro número Foi detectado um curto circuito entre
1 e todos os outros pinos do pinos no circuito do injetor. Faça o
conector. diagnóstico de falhas do chicote do 4A
motor, do chicote do injetor e do
Consulte o diagrama de circuitos ou o
conector de passagem do injetor
diagrama elétrico para a identificação
quanto a um curto-circuito entre
dos pinos do conector.
pinos.
Repita o procedimento
NOTA Substitua o componente que
para todos os injetores do
apresentar falha.
mesmo banco.

419
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3: Verifique o injetor e se o circuito do injetor apresenta um circuito aberto.
PASSO 3A: Inspecione os pinos dos conectores do chicote do motor e do ECM.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte o chicote do motor do conector do ECM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique os pinos dos conectores do Pinos sujos ou danificados?
chicote do motor e do ECM quanto a: SIM
• Conector solto Reparo: 4A
• Pinos corroídos Se danificado substitua o chicote do
• Pinos tortos ou quebrados motor.
• Pinos torcidos para trás ou
expandidos
• Umidade dentro ou sobre o
conector
• Vedações do conector danificadas
ou faltando Pinos sujos ou danificados?
3B
• Sujeira ou resíduos nos pinos dos NÃO
conectores
• Capa do conector quebrada
• Dano na blindagem do fio
• Dano na guia de trava do conector.

PASSO 3B: Verifique os circuito do injetor quanto a um circuito aberto.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Desconecte o chicote do motor do conector do ECM.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 2 ohms?
• Meça a resistência entre o pino do 3C
SIM
ACIONADOR do cilindro número 1
e o pino de RETORNO do cilindro
número 1.
Menos de 2 ohms?
Consulte o diagrama de circuitos ou o 3B-1
NÃO
diagrama elétrico para a identificação
dos pinos do conector.

420
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3B-1: Verifique a solenoide do injetor quanto a um circuito aberto.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Remova a tampa dos balanceiros.
• Desconecte da solenoide do injetor o chicote do injetor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um circuito aberto. Menos de 2 ohms?
• Meça a resistência entre o pino do SIM
ACIONADOR do cilindro número 1 Reparo:
e o pino de RETORNO do cilindro Foi detectado um circuito aberto no
número 1 na solenoide do injetor. circuito do injetor. Faça o diagnóstico 4A
Consulte o diagrama de circuitos ou o de falhas do chicote do motor, do
diagrama elétrico para a identificação chicote do injetor e do conector
dos pinos do conector. de passagem quanto a um circuito
aberto.
Substitua o componente danificado.
Menos de 2 ohms?
NÃO
4A
Reparo:
Substitua o injetor.

421
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 3C: Verifique se há um curto-circuito na solenoide do injetor.

Condições:
• Desligue a chave de ignição (OFF).
• Remova a tampa dos balanceiros.
• Desconecte da solenoide do injetor o chicote do injetor.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Verifique se há um curto-circuito. O código de falha ‘seguiu’ o injetor?
• Remova o injetor e troque-o por SIM
um injetor do outro banco. 4A
Reparo:
• Ligue a chave de ignição. Substitua o injetor.
• Dê partida no motor e deixe-o
funcionar em marcha lenta.
• Utilize a ferramenta eletrônica
de serviço INSITE™ para ler os
códigos de falha.
NOTA Os cilindros 1, 2 e 3
(cilindros 1 e 2 para O código de falha ‘seguiu’ o injetor?
motores de 4 cilindros) 3D
NÃO
estão no mesmo banco de
injetores. Os cilindros 4,
5 e 6 (cilindros 3 e 4 para
motores de 4 cilindros)
estão no mesmo banco de
injetores.

422
Literatura de Serviço
Caminhões

PASSO 3D: Verifique se há códigos de falha ativos.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Ligue a chave de ignição (ON).
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Ligue o motor e observe os códigos de O código de falha ainda está ativo?
falha. SIM
• Utilize a ferramenta eletrônica Reparo:
de serviço INSITE™ para apagar os 4A
Ligue para obter autorização para
códigos de falha. substituir o ECM. Depois de receber a
• Dê partida no motor e deixe-o autorização, substitua o ECM.
funcionar em marcha lenta
durante 1 minuto.
O código de falha ainda está ativo?
• Utilize a ferramenta eletrônica 4A
de serviço INSITE™ para ler os NÃO
códigos de falha.

423
Literatura de Serviço
Caminhões
PASSO 4: Verifique a calibração do ECM e apague os códigos de falha.
PASSO 4A: Verifique se existe disponível uma atualização de calibração para o ECM.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Compare o código e o número de Se houver uma atualização de
revisão do ECM no Histórico de Revisões calibração disponível para este
de Calibração do ECM para verificar código de falha, o ECM contém essa 4B
se houve mudanças associadas a este revisão ou uma posterior?
código de falha. SIM
• Use a ferramenta eletrônica de
serviço INSITE™ para localizar Se houver uma atualização de
o código do ECM e o número calibração disponível para este
de revisão existente no ECM. O código de falha, o ECM contém essa
código do ECM e o número de revisão ou uma posterior? 4B
revisão encontram-se na seção NÃO
Informações de Calibração, sob ID Reparo:
do Sistema e Plaqueta de Dados, Se necessário, calibre o ECM.
na tela Recursos e Parâmetros.

PASSO 4B: Desative o código de falha.

Condições:
• Conecte todos os componentes.
• Conecte a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Próximo
Ação Especificações/Reparo
Passo
Desabilite e apague o código de falha. Código de falha inativo? Reparo
• Funcione o motor de acordo SIM completo
com as “Condições para Apagar Código de falha inativo?
o Código de Falha” na seção de NÃO
resumo deste procedimento de
Reparo: 1A
diagnóstico de falha.
Retorne aos passos iniciais do
diagnóstico de falhas.

424
Literatura de Serviço
Caminhões

Código de Falha 324


Circuito do Acionador da SolenOide do Injetor do Cilindro Nº. 3 -
Corrente Abaixo da Normal ou Circuito Aberto

CÓDIGOS RAZÃO EFEITO


Código de Falha: 324 Circuito do Acionador da A corrente para o injetor está
PID(P), SID(S): S006 Solenoide do Injetor do desligada. Dificuldade na par-
SPN: 653 Cilindro Nº 3 - Corrente tida ou funcionamento irregu-
FMI: 5/5 Abaixo da Normal ou Circuito lar do motor.
Lâmpada: Âmbar Aberto. Detectada corrente
SRT: no circuito do injetor No. 3
com a voltagem desligada.

Descrições do Circuito:
As válvulas solenoides dos injetores controlam a quantidade de combustível alimentado e a
sincronização de injeção.
O módulo eletrônico de controle (ECM) energiza a solenoide fechando um interruptor ‘lateral alta’
e um interruptor ‘lateral baixa’. Existem dois interruptores ‘lateral alta’ e quatro interruptores
‘lateral baixa’ no interior do ECM. Os injetores para os cilindros números 1 e 2 (banco dianteiro)
compartilham um único interruptor ‘lateral alta’ que conecta o circuito do injetor à fonte de
voltagem alta no ECM. Da mesma forma, os injetores para os cilindros números 3 e 4 (banco
traseiro) também compartilham um único interruptor ‘lateral alta’. Cada circuito de injetor
tem um interruptor ‘lateral baixa’ dedicado que completa o caminho do circuito com o massa
no interior do ECM.
Localização do Componente:
O chicote do motor conecta o ECM a dois conectores de passagem do circuito do injetor
localizados na carcaça dos balanceiros. Chicotes internos dos injetores estão localizados sob a
tampa das válvulas e conectam os injetores ao chicote do motor nos conectores de passagem.
Cada conector de passagem fornece alimentação e retorno para dois injetores.
Condições para Execução do Diagnóstico:
O diagnóstico é executado continuamente enquanto o motor funciona.
Condições para Configurar os Códigos de Falha:
O ECM detecta a corrente à medida que cada injetor é atuado. Se o ECM detectar um erro
persistente no circuito de um injetor, esta falha se tornará ativa. Se um erro de circuito for
identificado como a causa de corrente excessiva, o ECM desabilitará o evento de injeção para
o cilindro (ou cilindros) com falha.
Ação tomada quando o código de falha está ativo:
• O ECM acende imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) e/ou
a luz indicadora de falha (MIL) quando o diagnóstico é executado e falha.
• O injetor do cilindro com falha será desabilitado.

425
Literatura de Serviço
Caminhões
Condições para Apagar o Código de Falha:
• O ECM tentará habilitar o circuito do injetor desabilitado sempre que for dada a partida no
motor e aproximadamente uma vez por minuto enquanto o motor estiver funcionando. Se a
falha no circuito de um injetor estiver ativa e a condição de falha for reparada, a falha se
tornará inativa quando for dada a partida no motor ou se o motor for operado em marcha
lenta por mais de um minuto.
• O ECM apagará imediatamente a luz âmbar de verificação do motor (CHECK ENGINE) depois
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O ECM apagará a luz indicadora de falha (MIL) depois de três ciclos consecutivos de ignição
que o diagnóstico for executado com êxito.
• O código de falha e a luz indicadora de falha de funcionamento (MIL) também podem ser
apagados com a ferramenta eletrônica de serviço INSITE™.
Dicas para a Oficina:
A ocorrência de mais de um código de falha de injetor nos circuitos dos injetores no mesmo
banco é uma indicação de que existe um curto-circuito.
Se a condição de falha for intermitente e, principalmente, se mais de um código de falha de
injetor estiver ocorrendo, procure por um chicote elétrico que possa estar em curto com os
componentes no interior da carcaça dos balanceiros ou por um curto-circuito com o massa na
solenoide do injetor. Quando procurar por curtos-circuitos nos chicotes dos injetores, preste
atenção ao isolamento dos fios. Certifique-se de que não haja curtos com um balanceiro. Um
curto intermitente poderá resultar se o isolamento do chicote encostar em um balanceiro. Um
curto intermitente pode registrar o código de falha de um único injetor.
Se a(s) falha(s) ocorrer(em) de modo intermitente, o motor poderá apresentar falha de
ignição mesmo que o código de falha do circuito do injetor não seja registrado. O INSITE™
pode ser utilizado para determinar se existe um problema elétrico intermitente. Observe
os seis parâmetros indicadores de falha de ignição enquanto o motor está funcionando. Os
parâmetros de monitoramento indicarão se o pulso do injetor de um cilindro está desabilitado
momentaneamente. O parâmetro de monitoramento exibirá a expressão “MISFIRE” (Falha de
Ignição) durante vários segundos depois que o ECM detectar um erro no circuito. Se um único
cilindro apresentar falha de ignição, verifique se há um problema de circuito aberto. Se vários
cilindros no mesmo banco apresentarem falhas de ignição, verifique se há um curto-circuito em
algum ponto do banco dos cilindros.
Causas de uma única falha de injetor são:
• Circuito aberto no chicote (ou chicotes) do motor ou solenoide do injetor
• Resistência alta em um único injetor ou solenoide do injetor
• Resistência extremamente baixa em uma solenoide de injetor (injetor em curto interno
mas não com o massa)
• ECM defeituoso ou danificado.
Causas de vários códigos de falha nos injetores do mesmo banco:
• Curto-circuito no(s) chicote(s) do motor - curtos com o massa ou com outros fios do chicote
do motor
• Curto-circuito em qualquer um dos três injetores do banco - curtos com o massa
• ECM defeituoso ou danificado.