Você está na página 1de 4

Sávio Nascimento

LISTA SOBRE RECEITA PÚBLICA fontes de recursos identifica se o


- Cespe recurso é ou não originário do Tesouro
Nacional e se pertence ao exercício
1- (ANEEL- Administrativo -2010) A corrente ou a exercícios anteriores.
respeito das disposições da Lei n.º
4.320/1964 com relação à execução do 5- Aluguéis, arrendamentos, foros e
orçamento, julgue os itens que se laudêmios, taxas de ocupação de
seguem. imóveis, juros de títulos de renda,
São objeto de lançamento os impostos dividendos, participações, remuneração
diretos e quaisquer outras rendas com de depósitos bancários, remuneração de
vencimento determinado em lei, depósitos especiais e remuneração de
regulamento ou contrato. saldos de recursos não desembolsados
são classificados como receita
(DPU- Administrativo -2010) patrimonial, pois resultam da fruição de
Considerando que o estabelecimento de elementos patrimoniais.
classificações orçamentárias adequadas
é medida importante na administração (DPU- Administrativo -2010) São
pública, pois sua estrutura constitui receitas orçamentárias da União os
marco para adoção de decisões em todo impostos sobre
o processo orçamentário, julgue os itens
subsequentes, acerca das diversas 6- a propriedade predial e territorial
classificações das receitas públicas urbana.
utilizadas no Brasil.
7- transmissão causa mortis e doação,
2- A classificação por categorias de quaisquer bens ou direitos.
econômicas, válida para a União, os
estados, o Distrito Federal e os 8- operações relativas à circulação de
municípios, tem como base as fontes mercadorias e sobre prestações de
econômicas geradoras da receita e serviços de transporte interestadual e
permite a adoção de políticas de apoio e intermunicipal e de comunicações,
incentivos setoriais, assim como a ainda que as operações e as prestações
redistribuição de poupanças ociosas, se iniciem no exterior.
buscando-se um equilíbrio mais estável
na circulação da renda interna como 9- operações de crédito, câmbio e
suporte efetivo à política monetária, no seguro, ou sobre operações com títulos
que concerne aos financiamentos da ou valores mobiliários.
atividade econômica.
10- a propriedade de veículos
3- A integralização de capital social, o automotores.
resultado do Banco Central do Brasil e a
remuneração das disponibilidades do
Tesouro Nacional são classificados
como operações de crédito.
(Certificação-BB-2009) A figura
4- O código de classificação de fontes abaixo, extraída do Manual Técnico do
de recursos é composto por três dígitos, Orçamento 2010, apresenta, de forma
sendo que o primeiro indica o grupo de esquemática, os seis níveis que formam
fontes de recursos, e o segundo e o código identificador da natureza da
terceiro, a especificação das fontes de receita pública.
recursos. O indicador de grupo de

“Não há sucesso sem sacrifício”


Sávio Nascimento

X Y Z W T K
T K 17- (FUB – AUDITOR - 2009) É no
Categoria estágio da receita denominado
econômica recolhimento que os contribuintes
Origem comparecem perante os agentes
Espécie arrecadadores e liquidam seus
Rúbrica compromissos.
Alínea
Subalínea 18- (AGU – ADMINISTRADOR -
2010) Receitas intraorçamentárias são
A partir da figura acima, julgue os itens diferentes de receitas correntes e de
acerca da classificação da receita por capital.
natureza
11- rubrica é o nível que apresenta o A tabela a seguir apresenta algumas
nome da receita propriamente dita e que informações relativas à arrecadação
recebe o registro pela entrada de estadual do Espírito Santo, em janeiro
recursos financeiros. de 2010.
receitas R$ (em mil)
12- A subalínea constitui o nível mais imposto sobre renda e proventos de
analítico da receita, o qual recebe o qualquer natureza 40.109
registro de valor, pela entrada do IPVA 6.286
recurso financeiro, quando houver imposto sobre transmissão causa mortis
necessidade de maior detalhamento da e doação bens/direitos 1.862
alínea. ICMS 510.159
taxas 25.118
13- O dígito referente à origem permite receita de contribuições 16.691
identificar com maior detalhe o fato receitas imobiliárias 39
gerador da receita pública, tais como aluguéis 23
impostos, taxas e contribuições de receita agropecuária 10
melhoria. receita industrial 2.799
receita de serviços 274
14- A alínea é o nível que detalha a transferências correntes 193.984
espécie com maior precisão, outras receitas correntes 119.236
especificando a origem dos recursos operações de crédito internas 35.953
financeiros. Agrega determinadas operações de crédito externas 25.407
receitas com características próprias e alienação de bens 8
semelhantes entre si. amortização de empréstimos 4
transferências de capital 135
15- A receita é classificada em duas outras receitas de capital 8.742
categorias econômicas: correntes e de
capital. As receitas correntes são Com base nas informações da tabela
provenientes da realização de recursos acima, julgue os itens seguintes, acerca
financeiros oriundos de constituição de das receitas públicas.
dívidas; as receitas de capital decorrem 19- A receita agropecuária, a industrial
do poder impositivo do Estado. e a de serviços contribuíram com R$
3.083 mil para o montante arrecadado
16- (FUB – AUDITOR - 2009) Segundo com as receitas correntes.
a categoria econômica, a receita obtida
com a amortização de empréstimos é 20- O montante da receita tributária
classificada como receita de capital. arrecadada pelo governo do Espírito

“Não há sucesso sem sacrifício”


Sávio Nascimento

Santo, em janeiro de 2010, totalizou R$ 27- (ANAC – Adm.- 2009) Em


583.534 mil, enquanto as receitas de algumas transações realizadas no
capital alcançaram R$ 70.249 mil. âmbito da União, dada a necessidade de
autorização legislativa para sua
21- O governo estadual deve repassar efetivação, há o registro da receita
para a União R$ 56.800 mil decorrentes orçamentária mesmo não havendo
da arrecadação de imposto sobre renda e ingressos efetivos. Transações como
proventos de qualquer natureza e da aquisições financiadas de bens e
arrecadação das contribuições, pois são arrendamento mercantil-financeiro, por
tributos de competência exclusiva do serem consideradas operação de crédito,
governo federal. são registradas como receita
orçamentária e despesa orçamentária.
22- (DPF – Agente- 2009) O recurso
financeiro proveniente de outra pessoa 28- (ANAC – Adm.- 2009) A receita
de direito público pode ser classificado orçamentária privada, executada por
como receita de capital. entidades privadas, deve estar prevista
no orçamento anual, prescindindo, no
23- (DPF – Agente- 2009) O estágio de entanto, de aprovação por ato de
execução da receita classificado como conselho superior ou outros
arrecadação ocorre com a transferência procedimentos internos para sua
dos valores devidos pelos contribuintes consecução.
ou devedores à conta específica do
Tesouro. 29- (ANAC – Adm.- 2009) Na
execução orçamentária, a codificação da
24- (DPF – Agente- 2009) Ao elaborar destinação da receita indica a
o planejamento orçamentário do seu vinculação, evidenciando-se, a partir do
órgão, o agente público deve considerar ingresso, as destinações dos valores. Ao
que as obrigações de seu ente público se realizar despesa, deve-se demonstrar
com terceiros compõem a dívida ativa a sua fonte de financiamento (fonte de
da União. recursos), estabelecendo-se, desse
modo, a interligação entre receita e
25- (ANAC – Adm.- 2009) A receita despesa.
orçamentária não efetiva, que constitui
fato contábil permutativo, altera a 30- (ANAC – Adm.- 2009) O controle
situação líquida patrimonial no das disponibilidades financeiras por
momento do seu reconhecimento. Nesse destinação/fonte de recursos deve ser
caso, além da receita orçamentária, feito apenas durante a execução
registra-se, concomitantemente, conta orçamentária.
de variação passiva para reforçar o
efeito dessa receita sobre o patrimônio (ANAC – Adm.- 2009) Com relação ao
líquido da entidade. poder de tributar, arrecadar e distribuir,
bem como à aplicação dos recursos
26- (ANAC – Adm.- 2009) A receita correspondentes, julgue os itens a
orçamentária efetiva, no momento do seguir.
seu reconhecimento, constitui fato
contábil modificativo aumentativo, 31- No que se refere ao ente tributante,
aumentando a situação líquida a transferência de recursos arrecadados
patrimonial da entidade. deve ser registrada como dedução de
receita ou como despesa orçamentária.

“Não há sucesso sem sacrifício”


Sávio Nascimento

32- Tratando-se de ente aplicador, o outra, do imposto sobre a renda das


recebimento dos recursos deve ser pessoas jurídicas, precisam ser
registrado como receita tributária ou de registradas na contabilidade da União, a
transferência. diferença entre os ingressos é
estabelecida por meio da classificação
33- Caso haja recursos compartilhados por natureza da receita denominada
entre entes da Federação e um seja rubrica.
beneficiado pelo tributo de outro, é
desnecessária a compatibilidade entre os 40- (TCU – AGO- 2008) A Lei n.º
registros dos respectivos entes. Assim, o 4.320/1964 representa o marco
ente que inicia o processo deve efetuar fundamental da classificação da receita
o registro em sua contabilidade, tendo, orçamentária. Nessa lei, é explicitada a
automaticamente, o outro ente discriminação das fontes de receitas
envolvido sua contabilidade atualizada. pelas duas categorias econômicas
básicas, com destaque, entre as receitas
34- (ANAC – Adm.- 2009) As receitas correntes, para as receitas tributárias
provenientes de rendimentos sobre compostas por impostos, taxas e
investimentos do ativo permanente, de contribuições sociais.
aplicações de disponibilidades em
operações de mercado e de outros GABARITO
rendimentos oriundos de renda de ativos
permanentes devem ser classificadas
como receitas correntes. 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
C C E C C E E E C E
35- (ANAC – Adm.- 2009) O 1.º nível 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
da codificação da natureza da receita é E C E E E C E E C C
utilizado para mensurar o impacto das 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
decisões do governo na economia E C E E E C C E C E
nacional. 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
C C E C C C E C C E
36- (ANAC – Adm.- 2009) No que
concerne a estágios da receita, o
lançamento de ofício é efetuado pela
administração sem a participação do
contribuinte.

37- (IPEA – ORÇAMENTO - 2008)


Uma receita de contribuições sociais é
prevista na lei orçamentária e
contabilizada como integrante das
receitas tributárias.

38- (IPEA – ORÇAMENTO - 2008) A


classificação por fonte de recursos é, a
um só tempo, uma classificação da
receita e da despesa.

39- (IPEA – ORÇAMENTO - 2008) Se


duas receitas, uma oriunda da
arrecadação do imposto de importação e

“Não há sucesso sem sacrifício”