Você está na página 1de 1

Sociedade Brasileira de Química (SBQ)

Extração e Estabilidade de Capsaicinóides de pimentas do gênero


Capsicum.
Patrícia Tonon de Souza (PG), Adriana Vitorino Rossi (PQ), Martha Maria Andreotti Favaro (PG)*
Instituto de Química – UNICAMP, CP 6154, CEP 13083-970, Campinas-SP, Brasil e-mail: *martha@iqm.unicamp.br
Palavras Chave: capsaicinóides, Capsicum, extração, estabilidade

Introdução
Capsaicinóides (CAPS) são alcalóides responsáveis As pimentas tiveram seu pedúnculo removido e
pela pungência ou picância das pimentas do gênero foram finamente cortadas com faca de aço, sem
1
Capsicum . Propostas de otimização da extração e remoção das sementes. Diferentes frações foram
estudos da estabilidade de extratos de CAPS são de mantidas em armário à temperatura ambiente e/ou
interesse devido ao uso da oleoresina Capsicum sob refrigeração (6 °C) para estudo da estabilidade
(extratos desolventizados dos frutos) em diversas do extrato, como descrito na Tabela 1.
aplicações industriais, incluindo sprays ou bombas A eficiência dos procedimentos de extração foi
2
de efeito moral . Resultados recentes apontam, avaliada pelo perfil espectral e a intensidade dos
dentre outros efeitos, a capsaicina como um dos máximos de absorção entre 200 e 330 nm para
alcalóides majoritários nessas pimentas, CAPS e 450 a 470 nm para CAR.
propriedades analgésicas em neuralgia pós-
terapêutica, neuropatia diabética dolorosa, Resultados e Discussão
osteoartrite, dor crônica pós-cirúrgica e síndrome Efeito da porcentagem etanólica para EA e EAD:
3, 4
Guillain-Barré . Neste trabalho, utilizaram-se  Quanto maior a porcentagem etanólica, maior a
quatro tipos de frutos da espécie Capsicum quantidade de CAR e menor a de CAPS extraídos;
chinense e um fruto Capsicum baccatum, como  Há alteração espectral em 420 nm, o que sugere
fonte de CAPS em testes propostos para minimizar a formação de produto de decomposição;
a extração dos carotenóides (CAR), pigmentos  Em 330 nm há hipercromismo até 16 dias à
naturais presentes nos frutos, e obter extratos com temperatura ambiente e atinge 4 meses em extratos
maior estabilidade. Foram variadas condições de refrigerados.
temperatura de armazenamento e solvente extrator Aguardente e álcool doméstico como extratores
para diferentes fontes de CAPS.  Redução da intensidade de absorção típica de
CAR e aumento na região de CAPS;
Procedimento Experimental  Hipercromismo e sugestão de produto de
O método para obtenção de extratos de CAPS foi decomposição não observáveis;
realizado pela técnica de agitação mecânica,  Extratos em AG com menor variação de
durante 20 min, de pimenta in natura em solvente na absorbâncias durante o monitoramento.
proporção 1:10 (m/V) massa de pimenta:volume de
solvente, testando-se diferentes fontes e Conclusões
concentrações de etanol, como: etanol absoluto  A menor variação de absorbância e a ausência
(EA), diluições do mesmo em água (EAD), etanol de hipercromismo e eventuais produtos de
46 ºINPM (uso doméstico-EUD) e aguardente (AG). decomposição sugerem maior estabilidade dos
extratos obtidos em aguardente mantidos
Tabela 1. Descrição dos extratos: fontes, solventes, diluição
e armazenamento.
refrigerados.
Armazenamento  A menor quantidade de carotenóides em extratos
Pimenta Solvente
(mês) obtidos em aguardente e/ou etanol de uso
Temp.
6 °C doméstico sugere relação destes pigmentos com a
ambiente
BD, BL e SC EA - 5
instabilidade dos extratos obtidos em etanol absoluto
BD, BL e SC EtOH:H2O (90:10 v/v) - 5 e/ou diluído, quando comparados.
BD, BL e SC EtOH:H2O (70:30 v/v) - 5
BD, CM e PG EtOH:H2O (90:10 v/v) 0,5 - Agradecimentos
BD, CM e PG EtOH:H2O (80:20 v/v) 0,5 - À CAPES pelo apoio financeiro.
BD, CM e PG EtOH:H2O (70:30 v/v) 0,5 - ________________________________________
BL AG - 4 1
Kulka, K., J. Agric. Food Chem. 1967, 15, 48.
BL EUD - 4 2
Vesaluoma, M.; Müller, L., Gallar, J.; Lamblase, A.; Moilanen, J.;
Onde: BD = pimenta bode, BL = pimenta balão, SC = pimenta Hack, T.; Belmonte, C. e Tervo, T., Journal of Investigative and Visual
saco, CM = pimenta cumari (Capsicum baccatum), PG = pimenta Science; 2000, 41; 2138.
pitanga e EtOH = álcool etílico. BD, BL, SC e PG são Capsicum 3
Markovits, E. e Gilhar, A., International Journal of Dermatology;
chinense. 1997, 36; 401.
4
Szallasi, A. e Blumberg, P. M., Pharmacological Reviews; 1999, 31;
139.
34a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química