Você está na página 1de 4

1º DOMINGO DO ADVENTO (ANO C)

ADMONIÇÃO INICIAL:

Ressoa hoje na nossa assembleia um anúncio cheio de esperança: o Senhor vem!


Vem para renovar as nossas vidas, vem para renovar o caminho da humanidade e
conduzi-la para o Seu Reino. Hoje, ao iniciar o tempo do Advento, vivamos com alegria
este anúncio de esperança e respondamos a ele para receber o Senhor hoje e todos os
dias e para, depois, viver para sempre nos novos céus e na nova terra que Ele nos
oferece.
Iniciemos, agora, a nossa celebração, acendendo a primeira vela da Coroa do Advento
que nos aponta o caminho para o Natal.

Acende-se a primeira vela

2º DOMINGO DO ADVENTO (ANO C)

ADMONIÇÃO INICIAL:

Há muitos séculos atrás, há mais de dois mil anos, apareceu nas terras da
Palestina uma personagem que remexia as consciências e pregava a mudança de coração
e o modo de viver. Esta personagem chamava-se João e baptizava no Rio Jordão: João
Baptista. Depois de tantos séculos, recordamos esta personagem e escutamos a sua
mensagem neste tempo de Advento. No evangelho, ele convidar-nos-á a preparar o
caminho do Senhor e nós responderemos ao seu convite.
Agora, vamos acender a segunda vela da Coroa do Advento, simbolizando as duas
semanas de caminhada para o Natal. Jesus, com a sua luz, ilumina-nos.

Acende-se a segunda vela

3º DOMINGO DO ADVENTO (ANO C)

ADMONIÇÃO INICIAL:

Falta muito pouco para o Natal. É tempo propício para a alegria, porque as
leituras deste domingo falam-nos da alegria. É possível que tenhamos motivos para
andar tristes, abatidos, cansados, incomodados com o rebuliço das ruas e das compras.
Mas, Deus concede-nos a verdadeira felicidade. Procuremos celebrar a sua vinda a nós
com muita alegria. Para anunciar esta alegria, acendemos a terceira vela da Coroa do
Advento. Jesus ilumina-nos com a sua luz.

Acende-se a terceira vela

4º DOMINGO DO ADVENTO (ANO C)

ADMONIÇÃO INICIAL:

Neste último domingo de Advento, unimo-nos de coração a Maria que espera o


nascimento do seu filho. Através do anúncio do Anjo, sabemos que Deus veio até nós.
Vamos recebê-lo para que possa transformar as nossas vidas. Queremos segui-Lo,
queremos caminhar pelo Seu caminho para chegar, pela sua paixão e pela sua cruz, à
vida nova da sua ressurreição. Unamo-nos à fé e à alegria de Maria, unamo-nos à
esperança dos profetas, unamo-nos ao caminho de conversão de João Batista e
preparemos o nosso íntimo para celebrar a vinda do Filho de Deus. A quarta vela da
Coroa do Advento que agora acendemos, recordam-nos que o Natal está a chegar.

Acende-se a quarta vela


IMACULADA CONCEIÇÃO

ADMONIÇÃO INICIAL:

Celebramos, hoje, a Solenidade da Imaculada Conceição, Aquela que desde o


primeiro momento da sua vida nunca pecou. No evangelho, Maria fala muito pouco.
Cala muito. Segue o seu caminho, dependendo somente de Deus. Mas concentra no seu
seio a vitalidade do amor e da esperança dos crentes de todos os tempos. Maria será a
nossa Mãe, ajudar-nos-á a entender melhor a maternidade da Igreja, da nossa própria
comunidade, chamada a gerar novos filhos de Deus à medida que se entrega cada vez
mais ao Senhor. Exultemos de alegria com o nosso Deus, porque, por Maria, fez
maravilhas em nós.
Maria entregou-se completamente à acção do Espírito Santo e diz-nos que
devemos cumprir a vontade do Seu Filho. Maria não é apenas Aquela que gerou Deus: é
a bem-aventurada que escuta a palavra de Deus e a guarda. Hoje, somos convidados a
deixarmo-nos penetrar pela palavra que dá vida.

Você também pode gostar