Você está na página 1de 50

Aula 1- Introdução à

Toxicologia
- Toxicologia: ciência que estuda os efeitos
nocivos decorrentes das interações de
substâncias químicas com o organismo, sob
condições específicos de exposição.

- Efeitos tóxicos: desde uma


simples irritação nos olhos até dano hepático ou
renal.
- Agente tóxico ou toxicante: entidade química
capaz de causar dano a um sistema biológico,
alterando sua função ou levando-o à morte,
sob certas condições de exposição.

- Veneno: substância química, ou mistura de


substâncias químicas , que provoca a
intoxicação ou a morte com baixas doses.
- Veneno: substâncias provenientes de
animais, nos quais teriam importante
funções de autodefesa ou de predação.

- Caráter quantitativo do toxicante


Cloreto de vinila: potente
hepatotóxico em doses elevadas,
carcinógeno em baixas doses e
desprovido de efeito nocivo em doses
muito baixas.
- Caráter qualitativo do toxicante

- Uma substância que seja nociva


para uma ou mais espécies, é desprovida de
efeitos nocivos para outra.

- Por exemplo, tetracloreto de


carbono, hepatotóxico para várias espécies,
inclusive o homem, para frangos não produz
grandes complicações.
- Droga: toda substância capaz de modificar ou
explorar o sistema fisiológico ou estado
patológico, utilizada com ou sem a intenção de
benefício do organismo receptor.

- Fármaco: toda substância de estrutura


química definida, capaz de modificar ou
explorar o sistema fisiológico ou estado
patológico, em benefício do organismo
receptor.
- Antídoto: agente capaz de antagonizar
os efeitos tóxicos de substâncias.

- Toxicidade: capacidade de um agente


tóxico produzir injúrias ao sistema
biológico, por meio de interações físico-
químicas.
- Dizer que uma substância possui
toxicidade elevada é relativo, pois
depende da exposição do agente tóxico,
idade, gênero, carga genética do
indivíduo, dieta e do estado de saúde do
indivíduo.
- Risco e toxicidade:

- Risco: é a probabilidade
estatística de uma substância química
provocar efeitos nocivos.

- Sendo assim, uma substância


pode apresentar alta toxicidade e baixo
risco de causar intoxicação, nas condições
que é utilizada.
- Intoxicação: é a manifestação dos efeitos tóxicos.
Esta manifestação pode ser evidenciada através de
sinais ou sintomas ou mediante exames
laboratoriais.

- Xenobiótico: são substâncias químicas estranhas


ao organismo. Por exemplo, chumbo, mercúrio,
poluentes da atmosfera, desde que não possuam
papel fisiológico conhecido.
- DL50: é definida como a dose de uma
substância química que provoca a morte de 50%
de indivíduos de um grupo de animais da
mesma espécie, quando administrada pela
mesma via.
ABSORÇÃO

DISTRIBUIÇÃO

METABOLIZAÇÃO

EXCREÇÃO
Por Favor, fala
que
acabou,fala!!!

Você também pode gostar