Você está na página 1de 2

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS - UEG - CÂMPUS QUIRINÓPOLIS

LICENCIATURA EM HISTÓRIA - III PERÍODO


DISCIPLINA: PAISAGEM, IMAGEM E MEMÓRIA
DOCENTE: PROFESSOR DOUTOR VICTOR PASSUELLO
DISCENTE: WESLEY GONÇALVES NEVES
________________________

RESENHA:
“OS RIOS E A VIDA: PERCEPÇÕES PARA UMA EDUCAÇÃO AMBIENTAL” DE
FONSECA E CAROLA.

Wagner Fonseca é graduado em História e Sociologia pela UNESC, mestre em Educação pela
mesma universidade, e membro do Grupo de Pesquisa em História Ambiental e Educação (GEPHAE).
1
Carlos Renato Carola é professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da UNESC, doutor
em História pela USP, pós-doutor pela ​Facultat de Magisteri de Universitat València (Espanha), e
membro fundador do Fórum Permanente de Restauração e Revitalização do Rio Mãe Luzia (Nova
Veneza, SC), fórum criado em novembro de 2014 a partir dos debates suscitados pelo livro "​Era uma
vez o Rio Mãe Luzia"​ , e líder do GEPHAE.2

Em 2017, Fonseca e Carola, escreveram juntos o artigo intitulado “​Os rios e a vida:
percepções para uma educação ambiental”​ , para a ​Revista Eletrônica do Mestrado em Educação
Ambiental da FURG, onde buscam demonstrar as diversas percepções construídas ao longo da história
dos rios. Assim, analisando perspectivas históricas e literárias que envolvem a existência dos rios,
estabelecendo possibilidades de entendê-los como sujeitos ativos no pensamento humano. Com
objetivo de causar agitação nas questões ambientais voltadas à educação, que, muitas vezes, segundo
os autores, tendem a ter uma visão naturalista dos rios.

Para Fonseca e Carola, os rios compõem histórias e trazem memórias, das quais a literatura
oferece grande campo de análise, pela simbologia e pela interpretação de fatos históricos. No texto, o
rio é exposto como ¨recurso literário, recurso natural, recurso econômico, mito, fonte de lembranças,
torrente de emoções e simbologia¨ (FONSECA, CAROLA. 2017. p. 139). Os autores afirmam que, os
rios, pluralmente, enaltecem inúmeras narrativas com toda sua simbologia e a carga de significados
que são atribuídos tanto aos rios quanto à água. Na história do Brasil, segundo o artigo, os rios
aparecem como decisórios na penetração do bandeirante no interior do continente, ligando-se,
inclusive, em alguns aspectos, à criação de elementos identitários de nosso povo.
Voltando-se para o ambiente educacional, os autores ressaltam, a visão científica do rio,

1
Informações disponiveis em https://www.escavador.com/sobre/6273076/wagner-fonseca .
2
Informações disponiveis em https://www.escavador.com/sobre/3814360/carlos-renato-carola .
relacionado a educação ambiental. Com as palavras ¨A educação, contudo, não é apenas ciência¨,
explicam que a educação é também a arte de ensinar a construir pensamentos, criticam o modelo
eurocêntrico de educação, adotado no Brasil, que segundo os autores, apenas formam os ¨corpos e
mentes das crianças e jovens para servidão do mercado do trabalho¨(Idem. p. 140). Ao falar sobre o
PCN (Parâmetros curriculares nacionais), em relação a educação ambiental no ensino básico, afirmam
que possui narrativa importante ao se pensar as questões ambientais a partir da vivência dos alunos,
contudo, o texto se volta a indústria, mostrando uma sensibilidade meramente utilitarista. Fonseca e
Carola enfatizam a importância da associação da educação ambiental e as ciências humanas para o
currículo escolar do ensino básico e finalizam o artigo, oferecendo uma proposta educativa que
vislumbre a presença dos rios em meio a humanidade e, enfaticamente, a presença humana entre os
rios.3

Ao se falar sobre um artigo que está inserido em uma revista universitária, como o texto de
Carola e Fonseca, fica difícil não levar em consideração seu público alvo, ou seja, universitários. O
texto não é difícil, é dotado de críticas e de avaliações típicas de textos do gênero. Recomenda-se a
universitários interessados em educação ambiental, e história natural, claro, que principalmente, a
graduandos em licenciatura, pois o texto é, quase que propositalmente, um guia para uma boa
educação ambiental interdisciplinar.

3
​CAROLA, Carlos Renato. FONSECA, Wagner. ​“Os Rios E A Vida: Percepções Para Uma Educação
Ambiental”​. in Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental. Rio Grande: Editora Universitária da
FURG, 2017. Disponível em https://periodicos.furg.br/remea/article/view/7009