Você está na página 1de 12

UNIDADE CENTRAL DE ENSINO FAEM FACULDADE

FACULDADE EMPRESARIAL DE CHAPECÓ


UCEFF FACULDADES
ENGENHARIA CIVIL

LLOYD'S BUILDING

ANDERSON MARTINS ANDRIONI


KELVI VELOSO
SABRINA GAZOLA
Introdução de Engenharia Civil

Chapecó, (SC), Maio 2012.


Unidade Central de Ensino Faem Faculdade
Faculdade Empresarial De Chapecó
UCEFF Faculdades
Curso: Engenharia Civil
Período: 1º
Disciplina: Engenharia Civil
Professor: Ailson Barbisan

LLOYD'S BUILDING

ANDERSON MARTINS ANDRIONI


KELVI VELOSO
SABRINA GAZOLA

Chapecó, (SC), Maio 2012.


SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO .................................................................................................................... 4
2 RESUMO DA OBRA........................................................................................................... 5
2.1 CARACTERISTICAS E LOCALIZAÇÃO ................................................................... 7
2.2 FINALIDADE DA OBRA E SUA IMPORTANCIA ................................................... 10
3 CONSIDERAÇÕES FINAIS ............................................................................................ 11
REFERÊNCIAS ..................................................................................................................... 11
INTRODUÇÃO

O trabalho a seguir tem como objetivo descrever uma das grandes obras da cidade de
Londres, mostrando suas principais características, de forma clara e objetiva, relatando sua
importância, seu uso, e seu engenhoso projeto, que alias chama muita atenção.
Projetado pelo arquiteto Richard Rogers, o projeto foi fortemente influenciado por
archigram, o edifício é sede de uma das maiores empresas de seguro do mundo e referencia
mundial para arquitetos e engenheiros.

Fonte: http://www.dailyicon.net
RESUMO DA OBRA

O edifico do Lloyd foi construído entre 1978 e 1986, projetado pelo arquiteto Richard
Rogers, um projeto ousado e inovador. O Edifício do Lloyd possui um visual “Hi-Tech”, seu
interior foi concebido como um grande espaço aberto, para acomodar o mercado de
consórcios. Cercado por seis de onde galerias, o átrio central eleva-se, mais de 200 pés (60
metros) para um telhado de vidro.
As seis galerias inferiores são concebidas para serem flexíveis, pois elas podem ser
usadas para as atividades de mercado, ou para escritórios, dependendo das necessidades
comerciais.
Todos os serviços, elevadores, banheiros e escadas são engenhosamente alojados em
três torres principais e três torres secundarias no exterior do edifício, Os doze elevadores de
vidro externos foram os primeiros de seu tipo no Reino Unido e oferecem uma vista fantástica
sobre a cidade.

Vista interna. Fonte: http://www.lloyds.com

O edifício fica localizado em Londres, um dos maiores centros econômicos do mundo, abriga
metade das 100 maiores companhias do reino unido, também possui forte influencia na
economia, politica, moda, mídia, cultura etc. Mais de 300 idiomas são falados em seu
território, e abriga aproximadamente 8.278.251 de habitantes. Em seu aspecto arquitetônico
Londres reúne obras de cunho histórico devido à seus dois mil anos de historia, onde
destacam-se obras como o Big Bem, Tower bridge, Igreja Abadia De Westminster etc. E
também é berço de obras extremamente modernas.
Fonte: http://www.lloyds.com

Design moderno, onde se destacam suas tubulações e seus elevadores na sua parte externa.
2.1 CARACTERISTICAS DA OBRA E LOCALIZAÇAO

Seu design foi fortemente influenciado pelo trabalho de Archigran nos anos de 1950 e
1960. Foi projetado pelo Arquiteto Richard Rogers e construído entre 1978 e 1986, o edifício
foi inovador em seus serviços, tais como escadas, elevadores, condutas de energia elétrica e
tubulações de água no lado externo do edifício, deixando um espaço interno organizado. Os
doze elevadores de vidro foram os primeiros de seu tipo no Reino Unido. O edifício é um
Prédio Comercial, que teve sua obra iniciada em 1978 e concluída em 1986, mais
precisamente, em 18 de novembro, custo aproximado de U$ 107.876.055,44.

Novembro de 1981

Abril de 1983

Junho de 1986

A construção teve como Contratante Principal Bovis Lend Lease, Engenheiro Estrutural e
de Serviços a Empresa Ove Arup & Partners.
O edifício é constituído por 3 torres principais e 3 torres de serviço em torno de um
espaço central retangular, seu ponto focal é a sala Underwriting, também conhecida como
Quarto, localizada no térreo, onde abriga em seus 60 metros de átrio, iluminado naturalmente
por um abobadado telhado de vidro, o famoso Sino Lutine, além de galerias. As 4 primeira
galerias abrem-se para o átrio e estão ligadas por escadas rolantes através do meio da
estrutura, enquanto que os andares mais altos são em vidro e só podem ser alcançados através
dos elevadores externos.

Fonte: http://rjran.blogspot.com.br

O edifício tem 88 metros até o telhado, com 14 andares e 12 elevadores. No topo de


cada torre de serviço estão os guindastes de limpeza, o que empurra a altura da construção
para 95,1 metros. Modular em planta, cada andar pode ser alterado com a adição ou remoção
de divisórias e paredes.

Em 2008 a sociedade listou o edifício como Grade I, recebendo este título em 2011. O título
refere-se a um Edifício de Interesse Arquitetônico ou Histórico Especial.
O Edifício está localizado na Lime Street, 1 (51°30′47″N; 0°04′56.5″W / 51.51306°N;
0.082361°W), na Cidade de Londres, Inglaterra, Europa, desde sua conclusão em 1958. O
primeiro Edifício do Lloyd foi construído em 1928, mas devido a expansão, um novo prédio
foi construído do outro lado da rua, na Lime Street, 51, no entanto em 1978 novamente pela
superlotação um novo prédio é construído no local do prédio de 1928, que foi demolido e deu
lugar ao e deu lugar a presente construção.

Fonte: maps.google.com.br/
2.2 FINALIDADE DA OBRA E SUA IMPORTANCIA

Garantindo presença mundial, atualmente o Lloyd´s conta com 82 sindicatos, sendo


que 90% deles pertencem a empresas do mercado de seguros e resseguros, e 178 corretores
licenciados para atuação. É caracterizado pela aceitação de riscos complexos, e inclusive, é o
maior mercado especializado em riscos marítimos, aviação e energia. Outra característica, é a
aceitação a riscos incomuns, como proteção a língua de degustadores de café, pernas de
jogadores de futebol, entre outros.
Além da sede em Londres, o Lloyd’s possui escritórios em 35 países, sendo que sua
maior representatividade está na América do Norte, com 42% dos negócios nos Estados
Unidos e Canadá; seguidos de 20% no Reino Unido, 16% na Europa e 7% nas Américas
Central e do Sul. No Brasil, está presente desde 2009 como ressegurada admitida, com
escritório no Rio de Janeiro.

Fonte: http://www.flickr.com/photos/thefella/5695713978/
3 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Tendo como objetivo realizar um estudo simplificado sobre o edifício do Lloyd, o


trabalho faz uma abordagem geral sobre o projeto, levando em consideração seu design,
importância, localização, e sua estrutura.
Mostrando assim, as principais características de uma das obras mais importantes e
ousadas da Inglaterra.
REFERÊNCIAS

LLOYD’S BUILDNG 1987-86 LONDON/ arch 631. Disponível em:


http://faculty.arch.tamu.edu/anichols/index_files/courses/arch631/case/2009/LLOYDS.pdf.
Acesso em 30 abr. 2012

AD CLASSICS: LLOYD’S OF LONDON BUILDING / Richard Rogers. Disponível em:


http://www.archdaily.com/90668/ad-classics-lloyds-of-london-building-richard-rogers/.
Acesso em 30 abr. 2012

LLOYD’S BUILDING/ Disponível em: http://en.wikipedia.org/wiki/Lloyd's_building.


Acesso em 30 abr. 2012