Você está na página 1de 2

Considerando o Filme “O Sucesso a Qualquer Preço” faça uma Síntese Crítica com

foco na relação comercial e ética dos negócios.

Considerando o Filme “O Sucesso a Qualquer Preço” e fazendo uma análise constatei


que os vendedores achavam que tinham controle das suas obrigações, tinham autonomia
sobre seu próprio trabalho e as suas negociações, não tendo que seguir script ( é um conjunto
de instruções para uma determinada ação) para a venda por telefone, o que se torna numa
ferramenta de negociação mais interativa, e de certa forma, cria um relacionamento maior
com o cliente e facilita a venda, porem os vendedores contavam com mais uma
ferramenta para as suas atuações, “as dicas”, cadastros de clientes que tinham interesse
de compra em terrenos com pouca valorização, do qual era direcionado pelo seu gerente,
que tem como perfil de líder Autocrático, ineficaz, rude, arrogante, e que no meu ponto de
vista não entende do negócio, colocando a culpa da sua falta de cooperação com os seus
subordinados nas ordens superiores, porem as “dicas” era a principal ferramenta que os
vendedores tinham para atingirem as suas metas, o gerente agia com a política de só
passar as boas dicas para os vendedores que tivessem feito a maior venda, prejudicando
os outros vendedores com as dicas antigas e de pouco retorno. Infelizmente esta falta de
honestidade e de ética ainda acontece muito dentro das organizações, onde os gestores
fazem as suas lideranças com desonestidade, dando preferência aos subordinados que
tem mais afinidade ou o que esta em destaque, e não tendo visão no problema que estão
a cometer com a sua equipa, ainda mais quando se fala de uma equipa da área
comercial, onde deveria dar apoio a todos, e principalmente aquele que está com alguma
dificuldade.
O filme mostra claro também o trabalho sobre pressão, fazendo com que os vendedores
desestruturem, e se torne uma competição interna, do “salve-se quem puder”, colocando
os vendedores em evidência, como o número de visitas realizadas e a posição no ranking
resultando, também é exigido deles que mintam sobre os terrenos, do qual não tem
nenhum valor, ao tentar vendê-los como uma grande oportunidade de investimento para
os clientes, fazendo com que eles abandonem qualquer resquício de ética. É certo que o
gerentes tem a necessidade de fazer com que os vendedores se movimentem, para isso
é utilizado os planos de incentivo, como mostrou no filme, (1° lugar o veículo, 2° lugar o
faqueiro, e 3º lugar a demissão), mas na minha opinião fica evidente que o papel desse
gerente é provocar aos seus vendedores humilhação, agindo de uma forma agressiva e
sem escrupuloso.
Durante o filme, é possível ver também o grande nível de stresse com que os vendedores
ficam, afetando a saúde, e ai está a porta aberta para a queda dos lucros.
Por fim, não acredito que uma boa equipa de venda parta de um princípio de desespero,
não vejo como boa tática motivacional.