Você está na página 1de 4

1) Um gerador CA síncrono de quatro polos com um entreferro liso tem um enrolamento

de rotor distribuído com 264 espiras em série, um fator de enrolamento de 0,935 e um


entreferro de comprimento 0,7 mm. Supondo que a queda de FMM no aço elétrico seja
desprezível, encontre a corrente de enrolamento de rotor necessária para produzir uma
densidade de fluxo magnético espacial fundamental de pico de 1,6 T no entreferro da
máquina.

Um gerador CA tem fator de enrolamento de 0,933 e 180 espiras por fase. Se o fluxo por polo
é de 0,04 Wb, qual o valor da tensão gerada (valor eficaz) nas frequências de 50Hz e 60Hz?

2) Um gerador CA síncrono de quatro polos com um entreferro liso tem um enrolamento de


rotor distribuído com 264 espiras em série, um fator de enrolamento de 0,935 e um entreferro
de comprimento 0,7 mm. Supondo que a queda de FMM no aço elétrico seja desprezível,
encontre a corrente de enrolamento de rotor necessária para produzir uma densidade de fluxo
magnético espacial fundamental de pico de 1,6 T no entreferro da máquina.

3) No funcionamento normal em regime permanente de máquinas rotativas, geralmente


estamos interessados nos valores eficazes de correntes e tensão no lugar de valores
instantâneos. Assim, considere uma máquina síncrona elementar de dois polos com uma
bobina do estator de 150 espiras em série e fator de enrolamento igual a 1. O valor da tensão
gerada nesta máquina é de 600 V em uma frequência de 60Hz.

Determine qual deve ser o valor do fluxo de entreferro desta máquina.

a) 0,015 Wb.

b) 0,025 Wb.

c) 0,250 Wb.

d) 0,067 Wb.

e) 0,028 Wb

1) Na máquina CC, a tensão gerada na armadura é diretamente proporcional ao fluxo


presente no interior da máquina e também à velocidade de rotação. Existe ainda uma
constante de proporcionalidade que representa os aspectos construtivos da máquina. Que
constante é essa? Qual é sua formula? O que representam cada um de seus termos?

2) Considere uma máquina de corrente contínua com constante geométrica igual à kf =


0,876 V/(A - rad/s) . Se essa máquina opera como gerador e tem uma resistência de campo de
110 Ohms e tem o enrolamento de campo alimentado em 440V, determine a tensão gerada na
aplicação como gerador quando o eixo é acionado à 190 rad/s.
3) Para um motor CC com resistência de armadura de 0,8 Ohoms, com uma tensão aplicada
a armadura de 220 V, sendo uma corrente drenada pela armadura de 15A, com dados de
placa: 240 V, 20 kW, 1800 rpm. De posse desses dados calcule:

a. Potencia entregue ao eixo;

b. Torque no eixo do motor.

1) Uma máquina elétrica CC é composta por uma única espira imersa em um campo
magnético formado por um imã permanente. A espira possui segmentos laterais de 1 m,
distância entre eixo e segmentos laterais de 0,5 m, além de estar imersa em um campo
magnético de 0,5 T e corrente elétrica circulante de 10 A. Nas condições descritas, o torque
máximo exercido sobre esta espira será de:

a) 1,0 Nm.

b) 2,5 Nm.

c) 5,0 Nm.

d) 6,5 Nm.

e) 10,0 Nm.

2) Uma máquina CC de excitação independente, 25 kW e 125 V opera com velocidade


constante de 3000 rpm e uma corrente de campo constante tal que a tensão de armadura em
circuito aberto seja de 125 V. A resistência de armadura é 0,02 ohm. Calcule a corrente de
armadura, a potência de terminal e a potência e o conjugado eletromagnéticos quando a
tensão de terminal é (a) 128 V e (b) 124 V.

1) Um gerador CA tem fator de enrolamento de 0,933 e 180 espiras por fase. Se o fluxo por
polo é de 0,04 Wb, qual o valor da tensão gerada (valor eficaz) nas frequências de 50Hz e
60Hz?

2) Um gerador CA síncrono de quatro polos com um entreferro liso tem um enrolamento de


rotor distribuído com 264 espiras em série, um fator de enrolamento de 0,935 e um entreferro
de comprimento 0,7 mm. Supondo que a queda de FMM no aço elétrico seja desprezível,
encontre a corrente de enrolamento de rotor necessária para produzir uma densidade de fluxo
magnético espacial fundamental de pico de 1,6 T no entreferro da máquina.

3) No funcionamento normal em regime permanente de máquinas rotativas, geralmente


estamos interessados nos valores eficazes de correntes e tensão no lugar de valores
instantâneos. Assim, considere uma máquina síncrona elementar de dois polos com uma
bobina do estator de 150 espiras em série e fator de enrolamento igual a 1. O valor da tensão
gerada nesta máquina é de 600 V em uma frequência de 60Hz.

Determine qual deve ser o valor do fluxo de entreferro desta máquina.

a) 0,015 Wb.

b) 0,025 Wb.
c) 0,250 Wb.

d) 0,067 Wb.

e) 0,028 Wb

4) Considere um motor de corrente alternada que possui um rotor com fator de


enrolamento de 0,968 com 600 espiras por fase. O comprimento axial do entreferro é de 0,2 m
e o diâmetro médio é de 0,3 m. Considere uma densidade de fluxo máxima de 1,5 T e que os
enrolamentos suportam uma corrente máxima de 18 A. Nestas condições, escolha a melhor
alternativa que apresente o torque máximo que este motor suporta:

a) 634 Nm.

b) 798 Nm.

c) 883 Nm.

d) 941 Nm.

e) 1124 Nm.

5) Na máquina CC, a tensão gerada na armadura é diretamente proporcional ao fluxo


presente no interior da máquina e também à velocidade de rotação. Existe ainda uma
constante de proporcionalidade que representa os aspectos construtivos da máquina. Que
constante é essa? Qual é sua formula? O que representam cada um de seus termos?

6) Considere uma máquina de corrente contínua com constante geométrica igual à kf =


0,876 V/(A - rad/s) . Se essa máquina opera como gerador e tem uma resistência de campo de
110 Ohms e tem o enrolamento de campo alimentado em 440V, determine a tensão gerada na
aplicação como gerador quando o eixo é acionado à 190 rad/s.

7) Para um motor CC com resistência de armadura de 0,8 Ohoms, com uma tensão aplicada
a armadura de 220 V, sendo uma corrente drenada pela armadura de 15A, com dados de
placa: 240 V, 20 kW, 1800 rpm. De posse desses dados calcule:

a. Potencia entregue ao eixo;

b. Torque no eixo do motor.

8) Uma máquina elétrica CC é composta por uma única espira imersa em um campo
magnético formado por um imã permanente. A espira possui segmentos laterais de 1 m,
distância entre eixo e segmentos laterais de 0,5 m, além de estar imersa em um campo
magnético de 0,5 T e corrente elétrica circulante de 10 A. Nas condições descritas, o torque
máximo exercido sobre esta espira será de:

a) 1,0 Nm.

b) 2,5 Nm.
c) 5,0 Nm.

d) 6,5 Nm.

e) 10,0 Nm.

9) Uma máquina CC de excitação independente, 25 kW e 125 V opera com velocidade


constante de 3000 rpm e uma corrente de campo constante tal que a tensão de armadura em
circuito aberto seja de 125 V. A resistência de armadura é 0,02 ohm. Calcule a corrente de
armadura, a potência de terminal e a potência e o conjugado eletromagnéticos quando a
tensão de terminal é (a) 128 V e (b) 124 V.