Você está na página 1de 14

Norma SAE J1273 traduzida (set/2014)

Práticas recomendadas para conjuntos de mangueiras hidráulicas

 Escopo

SAE J1273 fornece diretrizes para seleção, roteamento, fabricação, instalação, substituição,
manutenção e armazenamento de mangueiras e conjuntos de mangueiras para sistemas de
fluidos hidráulicos. Muitas destas práticas recomendadas SAE também podem ser adequadas
para outras mangueiras e sistemas.

 Referências

SAE J343 - Procedimentos de teste para mangueiras hidráulicas e mangueiras da série SAE
100R

SAE J514 Acessórios para tubos hidráulicos

SAE J517 Mangueiras Hidráulicas

SAE J1754-1 Mangueiras hidráulicas de borracha com fios de aço reforçados. Parte 1:
Documento de Aquisição

SAE J 1754-2 Mangueiras hidráulicas de borracha com fios de aço reforçados. Parte 2:
Informações de Pedidos

SAE J 1754-3 Mangueiras hidráulicas de borracha com fios de aço reforçados. Parte 3:
Informações sobre compras e pedidos

ISO 3457 Máquinas para movimentação de terras - Proteções e escudos - Definições e


especificações

ISO 2230 Produtos de borracha-Diretrizes para armazenamento

ISO 8331 Mangueiras e conjuntos de mangueiras de borracha e plástico - Guia de seleção,


armazenamento, uso e manutenção

 Definições

Estas explicações servem apenas para esclarecer este documento. Eles são apresentados
sequencialmente, com o primeiro ajudando a explicar o último.

1 - Potência Líquida

Energia transmitida e controlada com fluidos hidráulicos pressurizados ou ar comprimido.

2 – Mangueira

Condutor flexível. Neste documento, o termo mangueira também pode se referir a um conjunto de
mangueiras com acessórios relacionados usados em aplicações de energia de fluidos.

3 - Acessórios das mangueiras


Conector que pode ser ligado à extremidade de uma mangueira.

4 - Conjunto de Mangueiras

Mangueira com conexões de mangueira anexadas.

3.5 Falha na Mangueira

Ocorrência em que uma mangueira para de atender aos requisitos do sistema.

3.6 Vida útil da mangueira

Tempo em que uma mangueira atende aos requisitos do sistema sem necessidade de substituição.

 Injeções de fluidos

Fluxos finos de fluido pressurizado escapando podem penetrar a pele e entrar em um corpo humano.
Essas injeções de fluido podem causar danos graves ao tecido e perda de membro.

Considere vários meios para reduzir o risco de injeções de fluidos, especialmente em áreas
normalmente ocupadas por operadores. Tais meios incluem: componentes adjacentes, avisos,
guardas, escudos e programas de treinamento.
Alivie a pressão antes de desconectar as linhas hidráulicas. Aperte todas as ligações antes de aplicar
pressão.

Evitar o contato com fluidos que escapam. Trate todos os vazamentos como estivessem pressurizados
e quente o suficiente para queimar a pele. Nunca use qualquer parte do seu corpo para verificar se há
vazamentos em uma mangueira.
Se ocorrer um acidente com injeção de fluido, consulte um médico imediatamente. NÃO ATRASAR OU
TRATAR COMO UM CORTE SIMPLES! Qualquer líquido injetado na pele deve ser removido
cirurgicamente em poucas horas ou pode resultar gangrena. Médicos desconhecidos com este tipo de
lesão devem consultar uma fonte médica conhecedora.

 Chicoteamento de Mangueira

Se um conjunto de mangueira pressurizada sopra, os acessórios podem ser jogados fora em alta
velocidade, e a mangueira solta pode chicotear com grande força. Isto é particularmente verdadeiro em
sistemas de fluido compressível.
Quando este risco existe, considere protetores e restrições contra ferimentos.

 Queimaduras de fluidos transportados

Os fluidos podem atingir temperaturas que podem queimar a pele humana. Se houver risco de
queimaduras devido a fugas de líquidos, considere protetores e escudos para evitar ferimentos,
especialmente em áreas normalmente ocupadas por operadores.

 Incêndio e Explosões de Fluidos Transportados

A maior parte dos fluidos hidráulicos, incluindo fluidos hidráulicos resistentes ao fogo, queimar-se-ão
sob certas condições. Os fluidos que escapam de sistemas pressurizados podem formar uma névoa ou
pulverização fina que pode piscar ou explodir em contato com uma fonte de ignição.

Considere a possibilidade de selecionar, proteger e encaminhar a mangueira para minimizar o risco de


combustão (ver Seção 5 e ISO 3457).

 Incêndio e Explosões da Descarga Estático-Elétrica


Fluido que passa através da mangueira pode gerar eletricidade estática, resultando em descarga
elétrica estática. Isso pode criar faíscas que podem inflamar fluidos do sistema ou gases na atmosfera
circundante. Quando este potencial existir, selecione a mangueira projetada especificamente para
carregar a carga estático-elétrica à terra.

 Choque Elétrico

A eletrocussão pode ocorrer se a mangueira conduzir a eletricidade através de uma pessoa. A maioria
das mangueiras são condutoras. Muitos contêm metal ou têm conexões de mangueira de metal
anexado. Mesmo as mangueiras não condutoras podem se tornar condutoras para a eletricidade, se
transportarem fluidos condutores. Esteja ciente de roteamento ou usando mangueira perto de fontes
elétricas. Quando isso não puder ser evitado, selecione a mangueira apropriada. As mangueiras não-
condutoras devem ser consideradas. As mangueiras SAE J517-100R7 e 100R8, com tampas laranja
marcadas como "Não-condutoras" estão disponíveis para aplicações que requerem mangueira não-
condutora.

 Mecanismos controlados por fluidos

Mecanismos controlados por fluidos em mangueiras podem tornar-se perigosos quando uma
mangueira falhar. Por exemplo, quando uma mangueira explode, os objetos suportados pela pressão
do fluido podem cair. Veículos ou máquinas podem perder seus freios ou direção.

Se os mecanismos são controlados pela potência do fluido, considere modos seguros de falha que
minimizem os riscos de ferimentos ou danos.

 Seleção e Roteamento de Mangueiras

Uma grande variedade de fatores que interagem influenciam a vida útil das mangueiras e a capacidade
de cada sistema hidráulico de fluido em operar satisfatoriamente, e os efeitos combinados desses
fatores na vida útil são muitas vezes imprevisíveis. Portanto, os documentos de especificação da
mangueira hidráulica não devem ser interpretados como padrões de projeto. Para aplicações fora das
especificações em SAE J517, SAE J514, ou outros padrões de projeto relevantes, o desempenho de
conjuntos de mangueiras deve ser determinado por testes apropriados.

Analise cuidadosamente cada sistema. Em seguida, crie roteamentos e selecione a mangueira e os


componentes relacionados para atender aos requisitos de desempenho do sistema e de vida útil da
mangueira. Para minimizar os riscos de danos pessoais e / ou danos à propriedade, considere os
seguintes fatores:

 Pressões do Sistema

A pressão excessiva pode acelerar a falha da montagem da mangueira. Analise as pressões de estado
estacionário e a freqüência e amplitude de surtos de pressão, como pulsos e picos. Estes são
aumentos rápidos e transitórios da pressão que podem não ser indicados em muitos medidores de
pressão comuns e podem ser identificados melhor em instrumentos de medição eletrônicos de
resposta de alta frequência.

Para uma máxima vida útil da montagem da mangueira, a seleção da mangueira deve basear-se numa
pressão do sistema, incluindo sobretensões, que é inferior à pressão máxima de trabalho da
montagem da mangueira.
A pressão de trabalho máxima de um conjunto de mangueira composto de mangueiras e acessórios
não deve exceder a pressão de trabalho máxima especificada para a mangueira respectiva e a
extremidade de conexão dos encaixes de mangueira.

 Sucção

Para aplicações de sucção, como fluxo de entrada para bombas, selecione a mangueira para resistir
às pressões negativas e positivas que o sistema impõe à mangueira.

 Pressão Externa

Em certas aplicações, tais como em autoclaves ou sob água, as pressões ambientais externas podem
exceder a pressão do fluido dentro da mangueira. Nestas aplicações, considere as pressões externas
e, se necessário, consulte os fabricantes de mangueiras.

 Temperatura

A ultrapassagem dos valores de temperatura da mangueira pode reduzir significativamente sua vida
útil. Selecione a mangueira de modo que as temperaturas do fluido e do ambiente, tanto estáticas
quanto transitórias, caibam dentro das classificações da mangueira. Os efeitos das fontes de calor
externas não devem elevar a temperatura da mangueira acima da sua temperatura máxima de
funcionamento. Selecione mangueiras, protetores de calor, mangas e outros métodos para esses
requisitos, e encaminhe ou proteja a mangueira para evitar danos na mangueira por fontes de calor
externas.

 Permeabilidade

Permeabilidade, ou efusão, é infiltração de fluido através da mangueira. Certos materiais na


construção da mangueira são mais permeáveis do que outros. Considere os efeitos da permeação ao
selecionar a mangueira, especialmente com fluidos gasosos. Consulte os fabricantes de mangueiras e
fluidos para obter informações sobre a permeabilidade.

 Compatibilidade entre materiais de mangueira e fluidos hidráulicos

As variáveis que podem afetar a compatibilidade de fluidos do sistema com materiais de mangueira
incluem, mas não estão limitadas a:

a. Propriedades quimicas
b. Pressão do fluido
c. Temperatura
d. Nível de concentração
e. Duração da exposição

Devido à permeabilidade, considere a compatibilidade dos fluidos do sistema com a mangueira, o tubo,
a tampa, o reforço e os acessórios. Consulte os fabricantes de fluidos e mangueiras para obter
informações sobre compatibilidade.
As mangueiras de borracha não devem ser pintadas sem consultar o fabricante da mangueira.
NOTA: Muitas tabelas de compatibilidade fluido/elastômero nos catálogos dos fabricantes apresentam
classificações baseadas em fluidos a 21 ° C, temperatura ambiente. Essas classificações podem
mudar em outras temperaturas. Leia atentamente as notas sobre as tabelas de compatibilidade e, em
caso de dúvida, consulte o fabricante.

 Meio Ambiente

As condições ambientais podem causar degradação da mangueira e dos acessórios. As condições a


avaliar incluem, mas não estão limitadas a:
a. Luz ultravioleta
b. Água salgada
c. Poluentes do ar
d. Temperatura
e. Ozônio
f. Produtos químicos
g. Eletricidade
h. Abrasão
i. Pintura

Se necessário, consulte os fabricantes para obter mais informações sobre o efeito destas e outras
condições ambientais.

 Descarga estático-elétrica

O fluido que passa através da mangueira pode gerar eletricidade estática resultando em descarga
elétrica estática. Isso pode criar faíscas que podem perfurar mangueira. Se esse potencial existir,
selecione mangueira com condutividade suficiente para transportar a carga elétrica estática para terra.

 Dimensionamento

A potência transmitida pelo fluido pressurizado varia com a pressão e a taxa de fluxo. Selecione a
mangueira com tamanho adequado para minimizar a perda de pressão e para evitar danos na
mangueira devido à geração de calor ou velocidade excessiva. Faça cálculos, ou consulte os
fabricantes para dimensionamento em velocidades de fluxo.

 Usos indesejados

Os conjuntos de mangueiras são projetados para as forças internas dos fluidos conduzidos. Não puxe
a mangueira nem use-a para fins que possam aplicar forças externas para as quais a mangueira ou os
acessórios não foram projetados.

 Especificações e Padrões

Ao selecionar mangueiras e conexões para aplicações específicas, consulte as especificações e


padrões aplicáveis do governo, da indústria e do fabricante.

 Aplicações incomuns

As aplicações não endereçadas pelo fabricante ou pelas normas da indústria podem exigir testes
especiais antes de selecionar a mangueira.

 Limpeza da Mangueira

Os requisitos de limpeza dos componentes do sistema, que não sejam conjuntos de mangueiras,
determinarão os requisitos de limpeza da aplicação. Consulte a informação de limpeza do fabricante
para todos os componentes do sistema. Os conjuntos de mangueiras variam em níveis de limpeza.
Portanto, especifique conjuntos de mangueiras com limpeza adequada para o sistema.

 Acessórios para Mangueiras

A seleção dos encaixes de mangueira adequados para a mangueira e a aplicação é essencial para o
bom funcionamento e uso seguro da mangueira e equipamentos de montagem relacionados. Os
acessórios de mangueira são qualificados com a mangueira. Portanto, selecione somente os
acessórios de mangueira compatíveis com a mangueira para as aplicações.
A seleção inadequada de conexões de mangueira ou equipamentos de montagem relacionados para a
aplicação pode resultar em ferimentos ou danos devido a vazamentos, ou de conjuntos de mangueira
que sopram separados.

 Vibração

A vibração pode reduzir a vida útil da mangueira. Se necessário, realizar testes para avaliar os efeitos
da freqüência e amplitude da vibração do sistema em uma montagem de mangueira. Grampos ou
outros meios podem ser usados para reduzir os efeitos da vibração. Considere os requisitos de
vibração ao selecionar a mangueira e prever a vida útil.

 Proteção da tampa da mangueira

Proteja a cobertura da mangueira de abrasão, erosão, snagging e corte. Mangueiras especiais


resistentes à abrasão e protetores de mangueira estão disponíveis para proteção adicional. Encaminhe
a mangueira para reduzir a abrasão da mangueira, esfregando outras mangueiras ou objetos que
possam abrasá-lo (vide figura 1)

 Abuso físico externo

Mangueira rota para evitar:

a. Cargas de tração
b. Cargas laterais
c. Achatamento
d. Dano na linha
e. Torcendo
f. Danos nas superfícies de vedação
g. Abrasão
h. Torção

 Adaptadores de tipo giratório

Os adaptadores ou adaptadores giratórios não transferem o torque para a mangueira enquanto são
apertados. Utilize-as conforme necessário para evitar torções durante a instalação.

 Giros vivos

Se dois componentes do sistema estiverem girando em relação um ao outro, podem ser necessários
giros vivos. Esses conectores reduzem o torque transmitido à mangueira.

 Eslingas e grampos

Use eslingas e braçadeiras para suportar mangueiras pesadas ou longas e mantê-lo afastado de peças
móveis. Use braçadeiras que evitem o movimento da mangueira que cause abrasão. Deve-se tomar
cuidado para evitar que a braçadeira abrace a mangueira. Evite o aperto excessivo de eslingas ou
grampos.

 Raio mínimo de curvatura

O raio mínimo de curvatura (R) de uma mangueira é definido nos padrões de mangueira relevantes e
na literatura do produto do fabricante da mangueira. O encaminhamento durante a montagem e a
utilização a menos do que o raio de curvatura mínimo pode reduzir a vida útil da mangueira. Uma
flexão acentuada na junção da mangueira / montagem pode resultar em fugas, ruptura da mangueira
ou o conjunto da mangueira se soltar (ver Figuras 2A e 2B). Deve ser permitido um comprimento reto
mínimo (L) de 1,5 vezes o diâmetro exterior da mangueira entre o encaixe da mangueira e o ponto em
que a curva começa.

 Cotovelos e adaptadores

Em casos especiais, use cotovelos ou adaptadores para aliviar a tensão da mangueira. Deve ser
permitido um comprimento reto mínimo (L) de 1,5 vezes o diâmetro exterior da mangueira entre o
encaixe da mangueira e o ponto em que a curva começa (vide figura).

 Comprimentos

Mangueira desnecessariamente longa pode aumentar a queda de pressão e afetar o desempenho do


sistema. Quando pressurizado, a mangueira que é muito curta pode soltar de suas conexões, ou
tensionar as conexões da mangueira, causando falhas prematuras de vedação. Ao estabelecer o
comprimento da mangueira, use as seguintes práticas:

1. Absorção de movimento

Forneça o comprimento adequado da mangueira para distribuir o movimento e evitar curvas menores
que o raio de curvatura mínimo (vide figura).

2. Tolerâncias da mangueira e da máquina

Design de mangueira para permitir alterações no comprimento devido ao movimento da máquina e


tolerâncias (vide figura).

3. Mudança de comprimento da mangueira devido à pressão

Estime a mangueira para acomodar mudanças de comprimento a partir de pressões variáveis. Não
cruze nem prenda as conexões das mangueiras de alta e baixa pressão. (vide figura).

 Movimento e Dobra das Mangueiras

A mangueira permite o movimento relativo entre os componentes do sistema. Analise esse movimento
ao projetar sistemas de mangueiras. O número de ciclos por dia pode afetar significativamente a vida
da mangueira. Evite também vários planos de movimento de torção. Considere o movimento da
mangueira ao selecionar a mangueira e prever a vida útil. Para aplicações que requerem que a
mangueira se mova ou dobre, use as seguintes práticas:

1. Dobre em apenas um plano para evitar torção (vide figura).


2. Prevenção da dobra de mangueira em mais de um plano.

Se a mangueira segue uma curva composta, junte-a em segmentos separados ou prenda-a em


segmentos que cada flexão fique em apenas um plano. (vide figura)

 FABRICAÇÃO DE MANGUEIRA

As pessoas que fabricam conjuntos de mangueiras devem ser treinadas no uso adequado de
equipamentos e materiais. As instruções dos fabricantes e as práticas listadas a seguir devem ser
seguidas. Os acessórios adequadamente montados são vitais para a integridade de um conjunto de
mangueiras. Os encaixes mal montados podem se separar da mangueira e podem causar ferimentos
graves ou danos à propriedade da mangueira de chicote, ou de incêndio ou explosão de vapor
expelido da mangueira.

 Inspeção de Componentes

Antes da montagem, examine os componentes para:


a. Estilo ou tipo
b. Limpeza
c. Capas soltas
d. Tamanho
e. Obstruções interiores
f. Defeitos visíveis
g. Danos
h. Comprimento
i. Bolhas
j. Bordas afiadas
k. Corrosão
l. Conexões de mangueira

Os componentes de montagem de mangueira de um fabricante não são geralmente compatíveis com


componentes de montagem fornecidos por outro fabricante. Por exemplo, não use um bocal de
mangueira de um fabricante com uma tomada de mangueira de outro fabricante.

É da responsabilidade do fabricante da montagem de mangueira consultar as instruções escritas do


fabricante ou o fabricante diretamente para obter informações sobre componentes de montagem
adequados.

 Compatibilidade da mangueira e do encaixe

Deve-se tomar cuidado para determinar a compatibilidade adequada entre a mangueira eo encaixe.
Seleção de base nas recomendações dos fabricantes comprovada por testes a normas relevantes para
mangueira e mangueira acessórios, tais como SAE J517 etc. Mangueira de um fabricante não é
geralmente compatível com acessórios de outro. Não misturar mangueiras e acessórios de dois
fabricantes sem a aprovação de ambos os fabricantes.

 Equipamento de montagem da mangueira

O equipamento de montagem de um fabricante normalmente não é permutável com o de outro


fabricante. Mangueiras e acessórios de um fabricante geralmente não devem ser montados com o
equipamento de outro fabricante.

 Equipamento de segurança

Durante a fabricação, use equipamentos de segurança adequados, incluindo proteção ocular, proteção
respiratória e ventilação adequada.

 Reutilização de mangueiras e acessórios

Terminais ou mangueiras danificadas não devem ser usados. Ao fabricar conjuntos de mangueiras,
não reutilize:

a. Ligações acopláveis ao campo com mangueira fundida ou retirada


b. Qualquer peça de acessórios de mangueira que foram permanentemente frisados
c. Mangueira que está em serviço após a conclusão do sistema
d. Limpeza dos conjuntos de mangueiras

Os conjuntos de mangueiras podem estar contaminados durante a fabricação.. Limpe as mangueiras


de acordo com os níveis de limpeza especificados

 Temperatura

A fabricação de conjuntos de mangueiras deve ser realizada a uma temperatura ambiente acima de 0 °
C, a menos que recomendado pelo fabricante.
 Inspeção da montagem

Após a montagem, os conjuntos de mangueiras devem ser inspecionados quanto a defeitos visíveis e
obstruções internas, como protuberâncias de tubos, etc.

 Marcação

As mangueiras devem ser marcadas de acordo com as normas pertinentes.

 INSTALAÇÃO E SUBSTITUIÇÃO DAS MANGUEIRAS

Utilize as seguintes práticas quando instalar conjuntos de mangueiras em sistemas novos ou substituir
conjuntos de mangueiras em sistemas existentes: O fabricante deve disponibilizar instruções adicionais
sobre condições de montagem, armazenamento e operação.

Inspeção pré-instalação

Antes de instalar os conjuntos de mangueiras, examine:

a. Comprimento e roteamento da mangueira para conformidade com o design original


b. Montagens para o estilo correto, tamanho, comprimento e não-conformidades visíveis
c. Montagem de superfícies de vedação para rebarbas, entalhes ou outros danos

NOTA: Ao substituir conjuntos de mangueiras em sistemas existentes, verifique se a substituição é de


qualidade igual à montagem original.

Manuseio durante a instalação

Manuseie a mangueira com cuidado durante a instalação. Mangueira de dobra, ou dobra em menos de
raio de curvatura mínimo pode reduzir a vida da mangueira. Evite dobras bruscas na junção da
mangueira /montagem. Antes e durante a instalação, as mangueiras devem estar a uma temperatura
superior a 0 ° C.

Ângulo de torção e orientação

A pressão aplicada a uma mangueira retorcida pode encurtar a vida útil da mangueira ou afrouxar as
conexões. Para evitar a torção, a layline ou a marcação da mangueira podem ser usadas como
referência se a layline ou marcação for paralela ao eixo da mangueira. A torção também pode ser
evitada através da utilização de duas chaves durante a instalação dos conectores giratórios (vide
figura).

 Fixação e Proteção

Instale as restrições e dispositivos de proteção necessários. Determine que tais dispositivos não criam
estresse ou pontos de desgaste adicionais.

 Encaminhamento

Reveja as práticas de roteamento apropriadas e faça as correções apropriadas para obter o melhor
desempenho.

 Torque de Montagem

A extremidade de ligação de um encaixe de mangueira é normalmente roscada para obter uma


vedação de pressão apertada quando ligada a uma porta, um adaptador ou outro acessório. Às vezes,
os parafusos ou parafusos fornecem a conexão roscada. Cada tamanho e tipo de conexão requer
diferentes valores de torque, e estes podem variar devido ao tipo de material, revestimento exterior e /
ou lubrificação.
ITENS RELACIONADOS COM INSPEÇÃO VISUAL DE MANGUEIRAS E ACESSÓRIOS

Siga as instruções de torque apropriadas para obter uma vedação de pressão adequada sem excesso
de torque. Uma chave de torque devidamente calibrada deve ser usada para apertar cada conexão,
exceto quando o fabricante do encaixe de mangueira especifica o aperto de um número especificado
de rotações planas hex acima do dedo para obter uma vedação.

Verificações do sistema

Em sistemas hidráulicos ou outros sistemas líquidos, elimine todo ar aprisionado após a conclusão da
instalação. Siga as instruções do fabricante para testar o sistema para possíveis avarias e vazamentos.

Para evitar ferimentos durante a verificação do sistema:


uma. Não toque em nenhuma parte do sistema ao verificar se há vazamentos

Mantenha-se afastado de áreas potencialmente perigosas ao testar os sistemas de mangueiras

Alivie a pressão do sistema antes de apertar as conexões.

INSPECÇÃO DE MANUTENÇÃO

Um programa de manutenção de mangueiras e acessórios pode reduzir o tempo de inatividade do


equipamento, manter o desempenho operacional máximo e reduzir o risco de ferimentos pessoais e /
ou danos à propriedade. O usuário deve projetar e implementar um programa de manutenção que se
adapte à aplicação específica e a cada mangueira específica nesse aplicativo.

Freqüência de Inspeção

Avaliar fatores como a natureza e a gravidade da aplicação, história passada e informações dos
fabricantes para estabelecer a freqüência de inspeções visuais e testes funcionais.

Inspeção Visual (Mangueira e Conexões)

Os acessórios para mangueiras devem ser inspecionados para os itens listados no Quadro “ITENS
RELACIONADOS COM INSPEÇÃO VISUAL DE MANGUEIRAS E ACESSÓRIOS”, que também
fornece informações sobre as principais causas e ações corretivas a serem tomadas para cada item
Item Causa Principal Ações Corretivas a Serem Tomadas
Conector defeituoso devido à
presença de falhas, sujeira e outros Limpar a sede do terminal
objetos.
Vazamento pela rosca do terminal Conector frouxo/ solto ou O-ring Apertar o terminal ou substituir o O-
gasto ring gasto
Incompatibilidade da sede de Substituir o terminal, adequando à real
vedação necessidade
Parafuso de fixação frouxo ou
Apertar os parafusos ou trocar os O-
Vazamento pelo Flange deterioração dos O-rings ou
rings ou vedações
vedações
Deterioração da mangueira (devido
Vazamento na junção do terminal ao calor, óleo, longo tempo de uso Substituição da Mangueira
com a mangueira - Soltura da capa etc)
em relação à mangueira Rotação imprópria na instalação da Evitar dobraduras bruscas próximo à
mangueira. capa.

Deformação (Torção/Inchaço ou Impacto externo Prevenção de impacto (proteção).


Protuberância) Substituir a mangueira defeituosa.
Derramamento de óleo

Defeitos visuais (danos, cortes,


cobertura danificada, tramas
expostas, dobraduras, amassos, Interferência de componentes e Prevenção de impacto (proteção).
achatamento, retorcimento, trama choques externos. Substituir a mangueira defeituosa.
interna danificada, amolecimento,
capas frouxas, rachaduras, terminais
corroídos, má utilização)
Ozônio, radiação, tintas, outros
Rachaduras externas visíveis fluidos Proteção externa/ Substituição.
Comprimento inadequado da
Substituição da mangueira
Movimentação inadequada na mangueira
operação Consertar a rotação, caso a mangueira
Rotação imprópria
não tenha sido condenada
Endurecimento/ Amolecimento/ Deterioração devido à
Rachaduras por calor/ Mangueira incompatibilidade de fluido ou Substituição conforme à necessidade.
carbonizada temperatura.
Ruído incomum, odor ou calor
Circuito impróprio Checar o circuito
excessivo
Usar pintura protetiva (porém não
Oxidação das juntas Areia, água, salinidade do ar pode fazer na parte externa da
mangueira)
Substituição da mangueira e/ou
Vida útil do produto (tempo total da
Deterioração e Desgaste conjunto montado, conforme Plano de
vida útil atingida)
Inspeção.
Inspeção visual (todos os outros componentes)

Ao inspecionar visualmente a mangueira e os acessórios, inspecione os itens relacionados, incluindo:

a. Vazamento de portas
b. Grampos de mangueira danificados ou ausentes, protetores ou escudos
c. Sujeira e detritos excessivos em torno da mangueira
d. Sistema de fluido: nível, tipo, contaminação, condição e ar arrasto

Se algum destes for encontrado, endereçá-los apropriadamente.

Teste Funcional

Os testes funcionais determinam se os sistemas com conjuntos de mangueiras estão livres de fugas e
funcionam adequadamente. Realizar testes funcionais por informação dos fabricantes de
equipamentos.

 ARMAZENAMENTO DA MANGUEIRA

Controle de idade e o modo de armazenamento pode afetar a vida da mangueira. Use as seguintes
práticas ao armazenar a mangueira.

 Controle de idade

Manter um sistema de controle de idade para determinar que a mangueira é usada antes de sua vida
útil ter expirado. Prazo de validade é o período de tempo em que é razoável esperar que a mangueira
mantenha todas as capacidades para prestar o serviço pretendido.

Armazene a mangueira de forma a facilitar o controle da idade e o primeiro a entrar, primeiro a sair,
com base na data de fabricação da mangueira ou da montagem da mangueira.

a. A vida útil da mangueira de borracha a granel é de quarenta quartos (dez anos) a partir da data de
fabricação, se armazenado de acordo com a ISO 2230.
b. A vida útil da mangueira termoplástica e de politetrafluoroetileno é considerada ilimitada.
c. Os conjuntos de mangueiras que passem a inspeção visual e teste de prova não devem ser
armazenados por mais de 2 anos.
d. Armazenamento

Os conjuntos de mangueiras devem ser armazenados de acordo com as condições de armazenamento


definidas na norma ISO 8331. Ao armazenar a mangueira, tome cuidado para evitar danos que
possam reduzir a vida útil da mangueira e siga as informações do fabricante para armazenamento e
prateleira. Exemplos de fatores que podem afetar negativamente os produtos de mangueira
armazenados são:

a. Temperatura
b. Ozônio
c. Óleos, gasolina, querosene ou seus vapores
d. Líquidos e vapores corrosivos
e. Roedores
f. Umidade
g. Luz ultravioleta
h. Solventes
i. Insetos
j. Materiais radioativos
k. Sol direto ou raios de calor
l. Ácidos, álcalis
m. Bordas afiadas e superfícies abrasivas
n. Campos magnéticos elétricos ou fortes
o. Moluscos e fungos

Se houver dúvidas quanto à qualidade ou usabilidade de mangueiras ou conjuntos de mangueiras,


avalie apropriadamente:
a. Flexione a mangueira até o raio de curvatura mínimo e compare-a com a nova mangueira. Depois
de flexionar, examine a tampa eo tubo quanto a rachaduras. Se algum aparecer, não importa quão
pequeno, rejeitar a mangueira.
b. Se a mangueira é o fio reforçado, ea mangueira é invulgarmente duro, ou um estalo é ouvido
durante a flexão, verifique se há corrosão com a retirada de uma secção da tampa de uma
amostra. Corrosão seria outra razão para a rejeição.
c. Se dúvida ainda persiste, entre em contato mangueira assembler para realizar testes de pressão
prova ou quaisquer outros testes necessários para verificar a qualidade da mangueira.

EXEMPLOS DE FALHA REAL RESULTANTE DE USO INADEQUADO

Classificação Sintomas Falha real Causas

Ruptura da camada
Ruptura
reforçada devido à Resistência à pressão
prematura
falta de resistência à insuficiente
pressão

Ruptura da Fadiga da
camada camada
Destruição da camada Proteção insuficiente
reforçada reforçada
reforçada contra a corrosão

Corrosão e Oxidação devido à


quebra da exposição à água do
camada mar e a outros
reforçada líquidos corrosivos

Classificação Sintomas Falha real Causas

Mangueira é esmagada
por tensão externa Negligência
Deformação levando à quebra de
devido à avarias camada reforçada
externas
Amasso
Mangueira é esmagada Rotação imprópria
Dobra
por flexão severa
causando quebra de
Classificação Sintomas Falha real Causas

Quebra de mangueira
retorcida devido a
choques de pressão
repetidos

O vapor descarregado do
fluido ou ar aprisionado no Incompatibilidade com
Descamação sistema penetra na mangueira o fluido
interna para provocar a descamação
da camada interna
Bolha Disposição de
Descamação A corrente de jato no circuito é
encaminhamento
da camada concentrada em um ponto
incorreta, tal como
interna particular para causar a válvula de
destruição da camada interna estrangulamento mal
da mangueira
colocada
Endurecimento A camada interna é
endurecida devido à extração
Incompatibilidade com
do seu ingrediente pelo fluido,
o fluido
causando fissuras na camada

O sobreaquecimento do fluido
Classificação Sintomas Falha real Resistência
Causas à
causando rachaduras na
temperatura
camada
insuficiente

Fissuras na camada interna


Endurecimento e e / ou externa devido à alta
fissuras naou
camada temperatura interna /
Curvatura queda do
Vazamento ou desconexão externa externa
encaixe do tubo flexível
na extremidade do encaixe Flexão severa na
da mangueira extremidade do encaixe da Resistência insuficiente
Negligência
Vazamentos grandes da Deformação devido a
mangueira resultante da à baixa temperatura
Ruptura da superfície
extremidade de de montagem torcida ou
deformação de conexões
borracha
montagem externa
da no tensão por tensão
adjacentes
final
mangueira Montagem imprópria

As camadas internas e
externas tornam-se frágeis
devido à baixa temperatura,
causando fissuras

Classificação Sintomas Falha real Causas

Correspondência Incompatibilidade do
Vazamento
inadequada da O-ring com o fluido ou
pelas roscas
superfície do assento temperatura
dos terminais e roscas danificadas
Vazamento da conexão da
mangueira Vazamento
Degradação ou
dos flanges Montagem imprópria
extrusão de O-rings