Você está na página 1de 5

TESTE DE REDAÇÃO DO 1º BIMESTRE

Aluno (a): Turma: 1º ano do Ensino Médio Valor: 10,0


Professora: Ane Masacarenhas Data: Nota:
Orientações: Conteúdos: Língua Falada e língua escrita; Aspectos dos
 Responder com caneta azul ou preta gêneros discursivos; Esferas de atividade e comunicação
 Questões rasuradas não serão aceitas
 Evite o uso do corretivo
humana; Suporte; Análise de uma entrevista com conteúdo
escrito e oral.
Questões 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
Peso 0,5 0,5 0,5 0,5 1,0 1,0 1,0 1,0 1,0 3,0
Valor
Obtido
PARTE I – QUESTÕES DE MÚLTIPLAS ESCOLHAS
QUESTÃO 1:
Textos e hipertextos: procurando o equilíbrio
Há um medo por parte dos pais e de alguns professores de as crianças desaprenderem quando navegam,
medo de elas viciarem, de obterem informação não confiável, de elas se isolarem do mundo real, como se o
computador fosse um agente do mal, um vilão. Esse medo é reforçado pela mídia, que costuma apresentar o
computador como um agente negativo na aprendizagem e na socialização dos usuários. Nós sabemos que
ninguém corre o risco de desaprender quando navega, seja em ambientes digitais ou em materiais impressos,
mas é preciso ver o que se está aprendendo e algumas vezes interferir nesse processo a fim de otimizar ou
orientar a aprendizagem, mostrando aos usuários outros temas, outros caminhos, outras possibilidades
diferentes daquelas que eles encontraram sozinhos ou daquelas que eles costumam usar. É preciso, algumas
vezes, negociar o uso para que ele não seja exclusivo, uma vez que há outros meios de comunicação, outros
meios de informação e outras alternativas de lazer. É uma questão de equilibrar e não de culpar.
(COSCARELLI, C. V. Linguagem em (Dis)curso, n. 3, set.-dez. 2009.)
A autora incentiva o uso da internet pelos estudantes, ponderando sobre a necessidade de orientação a esse
uso, pois essa tecnologia:
a) está repleta de informações confiáveis que constituem fonte única para a aprendizagem dos alunos.
b) exige dos pais e professores que proíbam seu uso abusivo para evitar que se torne um vício.
c) tende a se tomar um agente negativo na aprendizagem e na socialização de crianças e jovens.
d) possibilita maior ampliação do conhecimento de mundo quando a aprendizagem é direcionada.
e) leva ao isolamento do mundo real e ao uso exclusivo do computador se a navegação for desmedida.
QUESTÃO 2
A tirinha de Gabriel Bá e Fábio Moon narra fatos do cotidiano. Nessa há a repetição do advérbio “ainda”.
Qual efeito de linguagem essa repetição gera?
a) Expressa a ideia de continuidade do tempo e esperança no futuro.
b) Reforça o valor de estagnação da vida e finitude.
c) Ilustra o sentimento de melancolia e desejo pelo fim.
d) Concebe o conceito de transitoriedade e insignificância da vida.
e) Destaca o efeito introspectivo que a incerteza do futuro gera.
QUESTÃO 3:
A língua escrita, como a falada, compreende diferentes níveis, de acordo com o uso que dela se faça. Por
exemplo, em uma carta a um amigo, podemos nos valer de determinado padrão de linguagem que incorpore
expressões extremamente pessoais ou coloquiais; em um parecer jurídico, não se há de estranhar a presença
do vocabulário técnico correspondente. Nos dois casos, há um padrão de linguagem que atende ao uso que se
faz da língua e à finalidade com que a empregamos. O mesmo ocorre com os textos oficiais: por seu caráter
impessoal, por sua finalidade de informar com o máximo de clareza e concisão, eles requerem o uso do
padrão culto da língua. Há consenso de que o padrão culto é aquele em que:
a) não se observam as regras da gramática formal e não se emprega um vocabulário comum ao conjunto dos
usuários do idioma;
b) observam-se as regras da gramática informal e emprega-se um vocabulário incomum ao conjunto dos
usuários do idioma;
c) não se observam as regras da gramática informal e emprega-se um vocabulário incomum ao conjunto dos
usuários do idioma;
d) não se observam as regras da gramática informal e não se emprega um vocabulário incomum ao conjunto
dos usuários do idioma;
e) observam-se as regras da gramática formal e emprega-se um vocabulário comum ao conjunto dos usuários
do idioma.
QUESTÃO 4:
ENTREVISTA
O ensaísta canadense Alberto Manguei, autor de Uma História da Leitura, explica por que a palavra escrita é
a grande ferramenta para entender o mundo. [...]
Veja - Numa época em que predominam as imagens, por que a leitura ainda é importante?
Manguei - A atual cultura de imagens é superficialíssima, ao contrário do que acontecia na Idade Média e na
Renascença, épocas que também eram marcadas por uma forte imagética. Pense, por exemplo, nas imagens
veiculadas pela publicidade. Elas captam a nossa atenção por apenas poucos segundos, sem nos dar chance
para pensar. Essa é a tendência geral em todos os meios visivos. Assim, a palavra escrita é, mais do que
nunca, a nossa principal ferramenta para compreender o mundo. A grandeza do texto consiste em nos dar a
possibilidade de refletir e interpretar. Prova disso é que as pessoas estão lendo cada vez mais, assim como
mais livros estão sendo publicados a cada ano. Bill Gates, presidente da Microsoft, propõe uma sociedade
sem papel. Mas, para desenvolver essa ideia, ele publicou um livro. Isso diz alguma coisa.
MENAI, Tania. Entrevista.Veja, 7 de julho de 1999. Disponível em:
https://www.trabalhosgratuitos.com/Outras/Diversos/Linguagem-EArgumenta%C3%A7%C3%A3o-534269.html.Fragmento.
De acordo com a explicação do canadense, a grandeza do texto consiste na:
(A) probabilidade de refletir e interpretar.
(B) publicação de mais livros a cada ano.
(C) veiculação de informações publicitárias.
(D) insólita imagética que marcou a Renascença.
(E) cultura de imagens superficial da Idade Média.

PARTE II – QUESTÕES SUBJETIVAS


TEXTO PARA AS QUESTÕES 5 E 6

QUESTÃO 5:
Por que as chuvas continuam matando tantas pessoas no Brasil?
Bombeiros contabilizam 12 pessoas mortas na região metropolitana de São Paulo desde domingo;
ocupação de áreas indevidas e impermeabilização do solo estão na raiz do problema, diz especialista.
Por BBC
11/03/2019 19h45 Atualizado há 2 horas
Ao menos 12 pessoas morreram na região metropolitana de São Paulo com os desdobramentos das chuvas
que caíram desde a noite deste domingo (11). Segundo especialista ouvido pela BBC News Brasil, a forma
de ocupação da cidade e a ausência de obras de drenagem contribuem para que tragédias como esta sejam
frequentes nos inícios de ano.
O urbanista Gilson Lameira é professor da cadeira de infraestrutura urbana da Universidade Federal do ABC
(UFABC) - o campus da instituição em Santo André ficou ilhado.
Segundo ele, não é possível afirmar que catástrofes como esta estejam relacionadas com as mudanças
climáticas: historicamente, a região metropolitana de São Paulo é um local com grande nível de chuvas.
"Estatisticamente, estas taxas de chuvas não são novidades. As chuvas nessa região já foram até maiores.
Diminuíram nos últimos 15 anos, e agora parecem estar voltando ao patamar anterior", diz ele.
[...]
Os danos não se resumem às vidas perdidas.
No pior momento das enchentes, a cidade registrou 52 pontos de alagamento - muitos deles com interrupção
do trânsito, o que provocou a maior lentidão do tráfego do ano na cidade até agora.
https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2019/03/11

Associe a que gênero do discurso o texto pertence explicando sua classificação e a esfera de circulação
social.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

QUESTÃO 6:
A construção do discurso influencia diretamente o público alvo contribuindo para uma repercussão relevante
do texto. Análise o contexto de produção do texto em questão e disserte a cerca das “MÁXIMAS
CONVERSACIONAIS”, propostas pelo filósofo e linguista Paul Greice.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
QUESTÃO 7:
Redes sociais se tornaram 'o quinto poder no Brasil', diz especialista
Luis Barrucho - @luisbarruchoDa BBC News Brasil em Londres/4 março 2019
A decisão de o ministro da Justiça, Sérgio Moro, de revogar a nomeação de Ilona Szabó para o Conselho Nacional de
Política Criminal e Penitenciária é mais uma indicação de que "as redes sociais se tornaram o quinto poder da política no
Brasil".
[...]
BBC News Brasil - A decisão de o ministro da Justiça, Sergio Moro, de revogar a nomeação de Ilona Szabó como suplente
do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária se deu após repercussão negativa nas redes sociais e gerou
críticas de opositores. Não é a primeira vez que o governo cede a esse tipo de pressão. Como o Sr. vê isso?
Marco Aurélio Ruediger - Esse era um fenômeno esperado. O impacto das redes sociais no cotidiano político do país vem
crescendo e atingiu um pico nas eleições passadas. É absolutamente natural que pessoas que se mobilizaram e fizeram uma eleição
que se deu desde o princípio no meio digital partissem para uma militância virtual em cima de sua representação política. É o novo
normal e não temos como escapar disso. Não é à toa que muitos parlamentares ficam de olho nas redes sociais e baseiam suas
decisões no que está sendo dito ali. Precisamos entender melhor esse fenômeno.
BBC News Brasil - Mas essa pressão é benéfica para a democracia? Ou pode trazer riscos?
Ruediger - Pode ser benéfica e prejudicial ao mesmo tempo. Essa pressão vem da base que elegeu o governo. Essa base busca
pressionar sua representação. O governo foi eleito dentro de uma agenda e precisa atender aos interesses do grupo que o elegeu. A
despeito das qualidades intrínsecas da cientista política em questão (Ilona Szabó), fato é que ela tem uma postura divergente à
pauta que orienta esses grupos.
Então, é natural que haja uma pressão em cima do governo, cobrando coerência dele. O processo é democrático. Na época em que
a esquerda estava no poder, esses conselhos eram ocupados basicamente por pessoas afins à ideologia do governo. Mas também
vejo esse episódio como uma oportunidade para a oposição. Seria, portanto, muito ingênuo pensar em vencedores ou perdedores.
A novidade é que essa disputa não se dá no âmbito da pressão dos partidos políticos ou das estruturas de poder mais formais.
Trata-se de um quinto elemento, que exerce uma pressão constante, para além das três esferas de poder e da imprensa. [...]
https://www.bbc.com/portuguese/geral-47423365
Explique a modalidade linguística utilizada no gênero textual em análise explicitando as regularidades que
precisam estar presentes no texto específico.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
QUESTÃO 8:

Todo texto tem uma intenção a qual pode ser identificada a partir do conteúdo e da estrutura textual.
Identifique a intencionalidade discursiva do texto em análise, explicitando em qual suporte serve de base
para materializá-lo.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

QUESTÃO 9: INTERDISCIPLINAR

Considerando a linguagem verbal e não verbal, analise a charge expondo a crítica feita por Latuff e os
efeitos socioambientais gerados pelo rompimento da barragem em Brumadinho..
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
QUESTÃO 10:
O acesso à internet no Brasil “O papel das redes sociais na eleição se mostra ainda mais relevante quando
observadas as taxas de acesso à internet no Brasil e o crescimento do número de usuários de Facebook,
Whatsapp e Twitter nos últimos anos. Uma pesquisa realizada pela Ipsos e Fecomércio-RJ (Federação do
Comércio do Estado do Rio de Janeiro) em 2016 estimou que 70% dos brasileiros tinham acesso à internet.
Desse total, 69% afirmou que usava o celular como principal forma de navegar. Além disso, mais de 90%
dos entrevistados declarou, na pesquisa, que acessar as redes sociais é seu principal intuito quando entram na
internet. O número absoluto de pessoas que utilizam as redes sociais também aumentou muito da eleição de
2014 para cá. De acordo com informações publicadas pelo colunista Nilson Teixeira, do jornal Valor
Econômico, o número de contas de Whatsapp e Facebook mais que dobrou desde 2013, chegando a 120
milhões em 2018 – lembrando que cada pessoa pode ter mais de uma conta em cada rede social.”
Disponível em: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2018/03/18/Redes-sociais-e-TV-qual-o-peso-de-cada-meio-nas-
elei%C3%A7%C3%B5esde-2018 (Acesso em: 27 set. 2018) Adaptado

A partir da leitura do texto motivador e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação,
redija um texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema
“Eleições 2018: o papel das redes sociais nas discussões políticas”, apresentando proposta de intervenção
que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e
fatos para defesa de seu ponto de vista.
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________