Você está na página 1de 1

“A vida é uma constante alegria.

Ela é um constante
borbulhar de cânticos. O vento toca nas folhas das
árvores e canta uma melodia indescritível; as flores
desabrocham belas mostrando sua alegria; os pássaros
com seus cantos inimagináveis, felizes.
A vida constantemente está em festa... Somente o
homem vive amargurado e triste dentro de si mesmo.
Portanto, o sábio, quando atinge a sabedoria,
percebe que deve fazer como as flores e viver como os
pássaros. Todos os dias são como se fossem o
desabrochar e o cantar da alegria de viver, a expressão
alegre do sorriso que flui por todo seu corpo.
O sábio dança, o sábio canta, o sábio pula, o sábio
rola, o sábio é FELIZ.”

Mestre Tang Li