Você está na página 1de 4

2- Por que o fator intrínseco é essencial para a absorção da Vitamina B12?

r-

4- Para quais finalidades pode-se empregar a técnica da eletroforese?


r- Na clínica médica, a separação de proteínas plasmáticas por eletroforese levou a classificação
das proteínas com base em suas mobilidades eletroforéticas relativas. Sendo assim pose-se
empregar a técnica da eletroforese no diagnóstico de doenças (para proteínas plasmáticas);
quando se quer determinar as classes de lipoproteínas plasmáticas; na identificação de enzimas
(como no infarto do miocárdio).

5- Comente sobre os passos durante a absorção e transporte do ferro no organismo. Quais as


condições que podem ocasionar o aumento de ferro?
r- absorção na forma de gastroferrina; transportado ligado a trasferrina (Fe++) para os
eritroblástos basófilos; o Fe+++ é estocado na forma Fe++ para poder atravessar a membrana
plasmática, no sangue o Fe++ é reoxidado a Fe+++ através da ferroxidase II e finalmente é
estocado no fígado como ferritina ou hemossiderina. As condições que podem ocasionar o
aumento de ferro são: hemocromatose hereditária – excessiva absorção intestinal de fero;
múltiplas transfusões; -Talassemia.

1- Admita que a enzima da Via glicolítica, gliceraldeído-3-fosfato desidrogenase se encontre


desnaturada. Nessa situação, partindo-se de glicose, qual seria a seqüência de reações do processo ?
Quais os passos que não aconteceriam? E quais seriam os danos para a célula, diante da desnaturação
da referida enzima ? Explique detalhadamente.

2- A fosforilase do glicogênio sofre regulação hormonal no músculo e no fígado. Quais são os


hormônios envolvidos ? Como ocorre este controle hormonal?

1- O consumo de álcool, especialmente por uma pessoa subnutrida e após exercício extenuante, pode
causar hipoglicemia. Qual a base bioquímica para a afirmativa? Explique detalhadamente.

2) Quais os hormônios que estimulam a degradação do glicogênio no fígado e no músculo,


respectivamente, e qual o seu modo de ação?
a)insulina e glucagon, tais hormônios disparam uma cascata de ativações enzimáticas que leva à
ativação da fosforilase do glicogênio.
b)glucagon e prostaglandina, o glicogênio é convertido em ácido glicurônico e em seguida é
desidrogenado para produzir UDP-glicuronato.
c)glucagon e epinefrina, tais hormônios disparam uma cascata de ativações enzimáticas que
levam à ativação da fosforilase do glicogênio.
d)insulina e epinefrina, nesta via a glicose-1-fosfato é primeiro convertida em UDP-glicose em
seguida é produzido UDP-glicuronato.

2- A vitamina D, além de sua disponibilidade na alimentação, é produzida no organismo, em resposta


à ação da luz solar e realmente age como um hormônio. Diante dessa afirmativa comente sobre os
papeis dessa vitamina e o que acarreta a deficiência da mesma.
r- é também conhecida como vitamina anti-raquítica pois controla o aproveitamento do fósforo
e do cálcio; importante para o perfeito desenvolvimento dos ossos e dos dentes; promove o
crescimento e a mineralização dos ossos. A deficiência da Vitamina D acarreta o raquitismo e a
osteomalácia; a deficiência da mesma no homem, pode ser devido a uma ingestão inadequada
e/ou à falta de uma absorção adequada de luz solar que converte o 7-Diidrocolecolesterol em
Colecalciferol.

3- Um homem de 52 anos apresentou-se no setor de emergência e de acidentes com forte dor no


peito, que já estava presente há uma hora. Previamente ele já havia passado pela clínica
cardiovascular e também tinha uma história de 2 anos de angina durante o esforço. Que testes
específicos você solicitaria ao laboratório de bioquímica? Comente sobre tais testes.
r- Provavelmente esse homem sofreu um infarto do miocárdio. Poderia-se realizar uma
investigação bioquímica nesse homem com o pedido das dosagens de três enzimas: creatina
quinase (CK), aspartato aminotransferase (AST) e lactato desidrogenase.

Questão aberta
1- Um paciente desenvolve uma doença caracterizada por fraqueza muscular
progressiva e espasmos musculares dolorosos. Esses sintomas são agravados pelo
jejum, exercícios e uma dieta rica em gorduras. O homogeneizado (mistura) de uma
amostra de músculo do paciente, oxida o oleato adicionado mais lentamente do que
os homogeneizados de amostras de músculo obtidas de indivíduos saudáveis.
Muitos casos da moléstia são tratados com êxito pela administração de um
composto presente em mitocôndrias. Identifique este composto e qual a sua função?
Por que os sintomas são agravados pelo jejum, exercícios e dieta rica em gorduras?

Nas pessoas em período de jejum prolongado ocorre deslocamento de triglicerídeos


no sangue. Explique o por que de tal deslocamento.

2- Um amigo que está tentando perder peso, reclama de um gosto estranho na boca
acompanhado por halitose, principalmente pelas manhãs. Bioquimicamente,
explique o que está acontecendo.

3- Como a vitamina A é armazenada no fígado, deficiências dessa vitamina só se


desenvolvem após períodos prolongados de ingestão inadequada. Diante de tal
afirmativa é FALSO se dizer? Comente sua resposta.
a)deficiências de vitamina A caracterizam-se por hiperqueratinose folicular, anemia
e susceptibilidade aumentada a infecção e câncer.
b)cegueira noturna também é um sintoma precoce da deficiência de vitamina A.
c)a deficiência severa da vitamina A leva a uma queratinização progressiva da córnea do olho,
conhecida como xeroftalmia, nos estágios mais avançados.
d)deficiência de tal vitamina ocorre em pacientes sob terapia com antibióticos por
longo prazo, que pode destruir os organismos que sintetizam vitamina A no
intestino.

4- Como o AcetilCoA gerado dentro das mitocôndrias chega ao citoplasma para ser utilizado na via
de biossíntese de ácidos graxos ?

2- O consumo de álcool, especialmente por uma pessoa subnutrida e após exercício


extenuante, pode ocasionar hipoglicemia. Verdadeiro ou falso? Justifique sua
resposta.
A vitamina D, além de sua disponibilidade na alimentação, é produzida no organismo, em resposta à
ação da luz solar e realmente age como um hormônio. Diante dessa afirmativa analise os seguintes
itens:
Isto ajuda a aumentar os níveis de cálcio e fósforo no sangue de diversos modos;
Ela estimula a absorção de cálcio e fósforo no trato gastrintestinal;
Promove a transferência de cálcio e fósforo dos ossos para o sangue.
Qual das seguintes afirmações está correta?
item I
itens I e II
item III
todos os itens

A substância depositada na pele e na esclera na icterícia é:


tanto bilirrubina como bilirrubina
diglucuronídeo
só bilirrubina não conjugada
só bilirrubia direta
biliverdina

Qual a importância das hemoglobinas glicosiladas no acompanhamento dos


diabéticos?

3- Um homem de 52 anos apresentou-se no setor de emergência e de acidentes com forte dor no


peito, que já estava presente há uma hora. Previamente ele já havia passado pela clínica
cardiovascular e também tinha uma história de 2 anos de angina durante o esforço. Que testes
específicos você solicitaria ao laboratório de bioquímica? Comente sobre tais testes.
r- Provavelmente esse homem sofreu um infarto do miocárdio. Poderia-se
realizar uma investigação bioquímica nesse homem com o pedido das dosagens
de três enzimas: creatina quinase (CK), aspartato aminotransferase (AST) e
lactato desidrogenase. A pesquisa de CK é bastante utilizada quando há
suspeita de lesão do miocárdio como também, em lesões do fígado, quando
dosagens de ALT, AST e LDh são bastante conclusivas. No ser humano, três
diferentes tipos de creatina quinase (isoenzimas) são encontradas: a cerebral, a
dos músculos esqueléticos e a cardíaca e elas são denominadas: BB
(brain=cérebro), MM (muscular) e MB (do miocárdio, assim denominada por
apresentar migração eletroforética intermediária entre BB e MM).
Para diferenciá-las, isto é, para saber se o problema é ou não cardíaco, o Laboratório Clínico faz as
dosagens de CK e de CK-MB. A dosagem de CK-MB consiste em se realizar o teste utilizando um
tampão, diluente do soro, que contém anticorpos anti-CK-MM. Nessa reação, a atividade da CK, se
for de origem cardíaca, será observada, enquanto que a reação será “zero” (ou próximo disso) se a
CK for de origem esquelética pois os anticorpos reagindo com a enzima, a inativam. Eletroforese
também pode ser utilizada para essa diferenciação pois a MM não migra (pH 8,6) e a MB corre para
o catodo.