Você está na página 1de 28

Cimentação

Adesiva
O passo-a-passo para você fazer SEMPRE certo

a o
e t o
EDIÇÃO Di r !
n t o
po

guia clínico definitivo | 5W’s


Prof. Dr. Rodrigo Borges Fonseca
Segunda Edição
Prefácio

Esta é uma
Este e-book foi elaborado de acordo com os
mais atuais conceitos para a Cimentação
• Quais são os materiais usados (What)?

• Em quais situações clínicas posso realizar


Adesiva de Restaurações Indiretas, sendo

edição
(Where, Who)?
literalmente um guia clínico que irá embasar
sua técnica em todos os casos onde você • Como fazer (How)?
precise usar técnicas e materiais resinosos para
fixar os elementos protéticos realizados. • Quanto custa este procedimento (How

resumida do
Portanto, é uma abordagem prática, que lhe much)?
trará compreensão do que precisa ser feito, S e m a c o l a b o r a ç ã o i m p re s c i n d í v e l d e
com vídeos e sugestões de tomadas de atitude, verdadeiros amigos, nada aqui seria possível.
realizados com embasamento científico e Com minhas ex-doutorandas Isabella Favarão e

ebook
clínico de inúmeros artigos e casos clínicos Amanda Kasuya, meus doutorandos Letícia
realizados. Nunes e Gustavo Mendes, meus mestrandos
Talvez a primeira pergunta do leitor seja: o que Wanessa Franco, Lívia Castro e Carolina
significa 5W’s? Há um método de pesquisa e Gusmão, e minha esposa Carolina Assaf
criação de controle de qualidade, denominado Branco, construímos reabilitações que vão
5W&2H’s, o qual refere-se a uma expressão na muito além dos materiais e técnicas, mas
expressam uma parceria com intuito único de

o
língua inglesa que representa as iniciais das

a
palavras: What, Who, When, Why, Where, How promover sorrisos que traduzam a beleza da
e How Much. Estas palavras não podem ser

e t o
vida. Que este trabalho possa contribuir com

r
sua vida profissional e pessoal. E, caso

EDIÇÃO Di
respondidas unicamente com um sim ou não e,

!
portanto, são usadas para saber os reais e necessário, conte conosco no que precisar, em
profundos fundamentos de um assunto. Este é o
t o
termos de solução de dúvidas, exemplos,

n
po
princípio da 5W Courses e deste e-book, que opiniões e esclarecimentos. Nossa plataforma
lhes mostrará conteúdo suficiente para tomada digital de Webinários e alguns cursos
de decisão clínica sobre: presenciais estão abertos regularmente e nos
sentiremos honrados com sua presença.
• Por que usar a Cimentação Adesiva e
quando usá-la (Why, When)?

i
Esta obra traduz unicamente meu enorme Página no Facebook: www.facebook.com/
prazer em ser professor e tornar possível que o rodrigobfonseca
conhecimento chegue ao máximo de pessoas, Site cursos 5W Courses: www.5wcourses.com
de maneira acessível e com rico conteúdo. Nos
Site pessoal: www.rodrigobfonseca.com
esmeramos ao máximo para produzir algo que
você sinta fazer diferença no seu aprendizado.

“Feliz aquele que aprende o que ensina”


disse Cora Coralina, conterrânea da minha terra
natal. Mais feliz ainda eu ficarei se este trabalho
lhe for útil.

Você pode ter acesso também a informações,


dicas, palestras, casos clínicos e muito mais
nos contatos abaixo, nas mídias sociais
Facebook e Instagram, além de email e contato
presencial. Tenha uma boa leitura!

Dados para contato: “Qualquer caminho é apenas um caminho e não


Faculdade de Odontologia – Universidade constitui insulto algum, para si mesmo ou para
Federal de Goiás os outros, abandoná-lo quando assim ordena o
seu coração...(...) Olhe cada caminho com
Praça Universitária esquina com 1ª. Avenida, s/ cuidado e atenção. Tente-o quantas vezes julgar
n, Setor Universitário
necessárias. Então, faça a si mesmo, e apenas
Goiânia - GO – Brasil. CEP: 74605-220. a si mesmo, uma pergunta: possui este caminho
um coração? Em caso afirmativo, o caminho é
E-mail pessoal: rbfonseca.ufg@gmail.com
bom. Caso contrário, este caminho não possui
E-mail cursos: 5w2hcourses@gmail.com importância alguma.”

Celular e Whatsapp: +55-62-99127-7891 Carlos Catanëda

Instagram: @rodrigofonsecaufg e @5wcourses

Hashtags: #dicasproffonseca, #5wteam,


#5wphilosophy, #cursosprofrodrigo #5w
#reabilitadorphd

Facebook: rodrigo.fonseca.RBF

ii
Sobre o autor

Natural de Goiânia-GO, o Professor obteve o título de especialista em Prótese


Rodrigo Borges Fonseca graduou-se em Dentária pela UFU. Em 2005, iniciou o
Odontologia pela Faculdade de doutorado em Materiais Dentários pela
Odontologia de Piracicaba - Universidade FOP - UNICAMP, sob orientação do
Estadual de Campinas (FOP-UNICAMP) Professor Lourenço Correr Sobrinho,
(2001), e no ano seguinte ingressou no concluindo em 2007. Todos estes cursos
mestrado em Reabilitação Oral pela de pós-graduação foram cursados com
Universidade Federal de Uberlândia (UFU) bolsa CAPES, referente a premiação pelo
sob orientação dos Professores Alfredo Primeiro Lugar do Brasil no Exame
Júlio Fernandes Neto e Carlos José Nacional de Cursos de 2001 (Provão) entre
Soares, obtendo seu diploma de Mestre mais de 9000 candidatos. Foi Professor
no ano de 2004, ao mesmo tempo em que Substituto da UFU, por 2 anos

3
(2006-2007) e Prof. Adjunto da UEL por
1,5 ano (2008-2009). Em 2009, foi
aprovado em concurso na Universidade
Federal de Goiás, onde atualmente é
Professor Adjunto 4, na Área de Dentística
e Materiais Dentários. Junto com sua
equipe, coordena os Cursos Intensivos, de
Extensão e Aperfeiçoamento em
Dentística Estética para dentes anteriores
e posteriores da UFG, com os temas:
planejamento estético e digital, resinas em
anteriores, resinas em posteriores,
laminados cerâmicos, pinos de fibra,
clareamento dental, restaurações indiretas
parciais e totais, e fotografia. Ministra
cursos em todo Brasil, tendo trabalhado
também no desenvolvimento de materiais
dentários, como consultor e/ou
palestrante para empresas como
3M-ESPE, SDI, Nova DFL,
Dentsply-Sirona, FGM, Kerr, Heraeus
Kulzer, Voco, Angelus e Oral-B. Atua como
r e v i s o r c i e n t í fic o d e p e r i ó d i c o s
internacionais e nacionais tendo publicado
mais de 60 trabalhos científicos. Na UFG,
coordena o Laboratório de pesquisas em
Biomecânica e o projeto REAP
(Reabilitação Estética Anterior e Posterior),
orientando alunos em Iniciação Científica,
Mestrado e Doutorado.

Quero saber mais

4
Apoio

v
Conheça
www.reabilitadorphd.com.br
Quais materiais são
Materiais usados?

What?

1
1 Que material restaurador irei
cimentar?

Cerâmicas
★As Cerâmicas Odontológicas são uma das categorias de
materiais restauradores indiretos que você poderia
selecionar para o seu caso clínico

CAPACIDADE
TIPO EXEMPLO COMERCIAL
ADESIVA
Noritake (Kota), Vitablocks e VITA VMK
Feldspática SIM 9 (VITA), Inline (Vita), IPS D-Sign
(Ivoclar), CreationCC
Reforçada com Finesse (Dentsply), Cergogold
SIM
Leucita (Degussa), Empress Esthetic (Ivoclar)
Reforçada com E-Max (Ivoclar), Rosetta SP
SIM
Dissilicato de Lítio (Odontomega)
Reforçada com
Celtra Press e Celtra Duo (Dentsply),
Dissilicato de Lítio e SIM
Vita Suprinity (Vita)
Zircônia
Reforçada com
NÃO Procera (BISCO), In Ceram AL (Vita)
Alumina
Reforçada com Cercon (Dentsply), In Ceram IZ (Vita),
NÃO
Zircônia Lava (3M), E-Max ZirCAD 8
Resinas Compostas
★As Resinas Compostas também são uma das categorias
de materiais restauradores indiretos que você poderia
selecionar para o seu caso clínico

Todas as Resinas Compostas tem


capacidade adesiva, não sendo este o
motivo da escolha entre as diferentes
marcas. Além disto, resinas de uso direto e
de uso indireto são muito parecidas
quimicamente, sendo consideradas por
vários estudos como o mesmo material.
Assim, caso vá usar alguma resina direta,
indiretamente, atente-se para o quadro da
próxima página.

9
O quadro abaixo pode lhe ajudar na escolha de uma resina
para fazer seus trabalhos restauradores indiretos, com uso
de um material originalmente para uso direto.

Indicadas para
TIPO EXEMPLO COMERCIAL
INDIRETAS

Cores de Esmalte da Aura (SDI);


Microparticuladas NÃO
Durafill VS (Heraeus Kulzer)

Z250XT (3M); Vit-l-essence


(Ultradent); Estelite Palfique
Microhíbridas SIM
(Tokuyama); Amaris (Voco),
Luna (SDI).

Nanoparticuladas SIM Z350XT (3M)

Premisa (Kerr); Charisma


Diamond (Heraeus Kulzer);
Nanohibridas SIM Empress Direct (Ivoclar-
Vivadent);
GrandiOSO (VOCO)

10
2 Qual tipo de Material/Cimento
devo usar?

Usaremos SEMPRE materiais à base de resina,


em grande maioria dos casos, os Cimentos
Resinosos. Assim, garantimos que a cimentação
seja adesiva por natureza. Veja no quadro
abaixo quais os tipos de Cimentos Resinosos
disponíveis (comumente) no mercado.

TIPOS DE CIMENTO RESINOSO


MECANISMO DE
PROCESSO DE ADESÃO
FOTOPOLIMERIZAÇÃO

FOTOPOLIMERIZÁVEL

NECESSITA QUE ALGUM


PROCEDIMENTO ADESIVO SEJA QUIMICAMENTE POLIMERIZÁVEL
FEITO ANTES DE SUA APLICAÇÃO

DUAL (FOTO + QUÍMICO)

AUTOADESIVO DUAL (FOTO + QUÍMICO)

11
Para cimentação adesiva precisamos
usar cimentos resinosos, mas além
disto precisamos garantir que o
cimento se una ao material
restaurador. Isto será feito por meio
de:
1. Tratamentos superficiais nos
materiais restauradores (cap. 4)
2. Uso de um Silano

12
3
Qual Sistema Adesivo usarei?

Idealmente, usar sistemas


adesivos que tem o frasco do
adesivo (Bond) separado é
melhor, pois estes sistemas
são compatíveis com TODOS
os tipos de cimentos resinosos

13
Exemplos de sistemas
adesivos com Bond separado

14
Protocolos Como fazer?

How?

2
Quadro com a sugestão de
escolha de cimentos resinosos

16
O que fazer em cada
material restaurador

Independente do tipo de peça


protética, o tratamento
superficial na parte interna
da mesma, depende só da sua
composição, SEMPRE!
Veja nas próximas páginas como tratar a
superfície interna dos materiais restauradores
que possuem CAPACIDADE ADESIVA
17
Tratamento superficial
para Resina Composta
Obs: para facilitar o processo quando houver muitas
peças, capture-as com um silicone denso. Isto tornará

1
muito mais fácil fazer os passos a seguir.

2
1.Jateamento por 10s

2.Limpeza com ácido fosfórico


por 1min

3.Lavar ácido

3 4.Silanização 2 camadas

4 5.Ar quente 2min

5 6.Adesivo puro

*Em facetas use adesivo foto e não polimerize pois a restauração é fina o
suficiente para luz atravessar. Em coroas, inlays e onlays somente não
polimerize o adesivo se ele for dual 19
Tratamento superficial
para cerâmica feldspátiCa
1.Condicionamento com ácido
fluorídrico por 150s

1 2.Lavar ácido

3.Limpeza com ácido fosfórico

2
por 1min

4.Lavar ácido

3 5.Silanização 2 camadas

4 6.Ar quente 2min

5 7.Adesivo puro

*Em facetas use adesivo foto e não polimerize pois a restauração é fina o
suficiente para luz atravessar. Em coroas, inlays e onlays somente não
polimerize o adesivo se ele for dual
20
Tratamento superficial
para cerâmica com Leucita
1.Condicionamento com ácido
fluorídrico por 150s

1 2.Lavar ácido

2
3.Limpeza com ácido fosfórico
por 1min

4.Lavar ácido

3 5.Silanização 2 camadas

4 6.Ar quente 2min

5 7.Adesivo puro

*Em facetas use adesivo foto e não polimerize pois a restauração é fina o
suficiente para luz atravessar. Em coroas, inlays e onlays somente não
polimerize o adesivo se ele for dual 21
Tratamento superficial para
cerâmica com dissilicato de lítio
1.Condicionamento com ácido
fluorídrico por 20s

1 3.Limpeza com ácido fosfórico


4.Lavar ácido

2
3 5.Silanização 2 camadas

4 6.Ar quente 2min

5 7.Adesivo puro

*Em facetas use adesivo foto e não polimerize pois a restauração é fina o
suficiente para luz atravessar. Em coroas, inlays e onlays somente não
polimerize o adesivo se ele for dual
22
23
24
3
Agradecimento “A excelência não é um evento, é um
hábito.”
Aristóteles

Agradeço a cada um que obteve este livro sedimentar estes conhecimentos é


e torço muito que o conteúdo aqui necessário que você estude os conteúdos,
presente tenha feito a diferença em suas e nós podemos ajudá-lo nisto em nossa
atitudes clínicas, fomentando a realização plataforma online, a 5W Courses.
de técnicas corretas e seguras. Para

25
O que falam de nós:

26
27
Conheça
www.reabilitadorphd.com.br

28