Você está na página 1de 20

PUB

Quinta-feira • 21 de março de 2019 • 1002 •1


21 março 2019
Ano 19
quinta-feira
 0.75 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

Antiga fábrica de «Não serei tutor,


lanifícios é ninho nem sombra de
ninguém»
de criatividade e Acabaram as especulações. Álvaro Amaro é candidato ao Par-
lamento Europeu e vai em quinto, um lugar elegível, na lista do

inovação na Covilhã
PSD liderada por Paulo Rangel, mas ainda não deixa a presidên-
cia da Câmara da Guarda. O autarca vai suspender o mandato
em meados de abril até tomar posse como eurodeputado, altura
em que renunciará ao cargo. Conheça as reações Págs. 4 e 5

A crise dos lanifícios ditou o encerramento da Fábrica António


Estrela/Júlio Afonso, junto à ribeira da Carpinteira, na Covilhã,
em 2002, mas a sua história não ficou por aqui. Património da
família Afonso e também da cidade, entre aquelas paredes há
hoje uma nova vida com o New Hand Lab Pág.6

Entrevista Celorico da Beira


«A conclusão Comerciantes
da linha entre a continuam à
Covilhã e a Guarda espera dos apoios
é o meu melhor do “Comércio
cartão de visita» Investe”
O INTERIOR inicia nesta edição Empresários que aderiram ao
um ciclo de entrevistas com programa continuam sem rece-
os principais candidatos às ber qualquer explicação sobre
europeias de 26 de maio. Pedro o pagamento das comparticipa-
Marques, cabeça de lista do PS, ções, mas já foram informados
é o primeiro _______________ 2 que «a situação não parece ser
fácil de resolver» ___________ 10

Vila Nova de Foz Côa Covilhã Desporto


2,5 milhões Data Center vai Figueirense a um
de euros para tratar dados de ponto do título
investigar no Vale radiotelescópio distrital
do Côa gigante A equipa de Figueira de Castelo
Prémio de investigação foi anun- Complexo vai armazenar os Rodrigo somou no domingo
ciado pelo ministro da Ciência, dados do mais poderoso radio- a 19ª vitória e chegou aos 58
Tecnologia e Ensino Superior na telescópio de sempre, no âmbito pontos, mais 15 que o Mantei-
sexta-feira durante a cerimónia d projeto do observatório astro- gas a cinco jornadas do fim do
que assinalou a inclusão do Mu- nómico internacional SKA____ 7 campeonato da Iª Divisão___ 17
seu do Côa na Rede de Centros
Ciência Viva ______________ 11

PUB
2• • Quinta-feira • 21 de março de 2019

Cara
a
cara Entrevista P

Pedro Marques
e r f i l

«A União Europeia deve Cabeça de lista do PS às eleições europeias


Idade: 42 anos,
Naturalidade: Montijo

alavancar mais fundos Profissão: Economista


Currículo: Foi membro da Junta de Freguesia
de Afonsoeiro (Montijo), vereador da Câmara
Municipal do Montijo, secretário de Estado da

comunitários para estes


Segurança Social, deputado na Assembleia da
República pelos distritos de Setúbal e depois
por Portalegre, ministro do Planeamento e
das Infraestruturas no atual Governo e agora

territórios»
candidato ao Parlamento Europeu. Além da
política, trabalhou no setor privado.
Livro preferido: “Cem Anos de Solidão”, de
Gabriel García Márquez
P - Quais são as suas propostas para aprovados de investimento empresarial ciação – temporária, certamente – que per- Hobbies: Leitura e ténis.
o interior quando assumir funções no nestas regiões. mita cativar apoios aos investimentos. Mas,
Parlamento Europeu? para o empresário que decide a localização prometido e a obra está agora a acontecer
R – A nossa ideia para a Europa é um P – Defende medidas de exceção para do seu investimento, ser um incentivo fiscal para reabrir a linha durante este ano ou no
novo contrato social que corresponde, em boa os territórios de baixa densidade? ou financeiro do fundo comunitário pode início de 2020.
medida, à forma como procurámos governar R – Defendo um processo de desen- contribuir do mesmo modo para a decisão.
em Portugal nestes três anos com políticas volvimento planeado pela região tendo em P – O que diz às pessoas que têm que
para criar emprego, repor rendimentos, re- conta a natureza do território. É possível e P – Mas vai defender que haja uma viajar na Linha da Beira Alta com atrasos
duzir as desigualdades sociais ou territoriais, desejável que os fundos comunitários estejam majoração fiscal para estes territórios? por causa das obras, comboios que ava-
e ter contas certas. Achamos que isto é preciso ao serviço da tal estratégia para criar mais R – Essa majoração já foi praticada por riam e transbordo para autocarros?
porque a Europa, desde o euro e da desregula- emprego e reduzir as desigualdades sociais este Governo que integrei até agora. Do lado R – Digo-lhes que estamos numa fase de
ção laboral, afastou-se dos cidadãos, provocou e territoriais. Com a reprogramação do Por- da União Europeia devemos sobretudo ala- obras, que há um horizonte de esperança para
desigualdades. Antes da crise financeira a Eu- tugal 2020 decidimos que dos 5.000 milhões vancar mais fundos comunitários para estes a melhoria da situação e para termos a linha
ropa crescia, mas as desigualdades também de euros de investimento que aprovámos para territórios e é esse o caminho que apontamos a funcionar em condições no futuro.
cresciam. Achamos que é preciso regressar as empresas portuguesas 1.700 milhões são no nosso programa.
ao tempo do modelo social europeu, que para o interior. P – Assume o compromisso de, inde-
se deve traduzir neste novo contrato social. P – Não receia que os atrasos do Plano pendentemente do que for dito na Europa,
As políticas da governação europeia devem P – É um pacote tipo “Plano Marshall” Ferrovia 2020 e a não inclusão dos IC’s defender a coesão social e territorial de
estar orientadas para melhorar a vida das para o interior? da Serra da Estrela no Plano Nacional de um país a várias velocidades?
pessoas em coisas concretas. Por exemplo, R – No nosso programa temos um grande Investimentos 2030 lhe seja prejudicial R – O melhor compromisso que posso
destinámos cerca de 100 milhões de euros de plano de investimento para a Europa cuja nesta campanha? apresentar é o trabalho que fiz na ferrovia
fundos comunitários do Portugal 2020, que matriz é a criação de emprego. Esse plano R – Tenho muito orgulho no investimento e na reprogramação do Portugal 2020, que
tutelei até há pouco tempo, ao investimento tem que ser promotor da convergência entre ferroviário que fizemos na região. Pusemos beneficia os territórios do interior.
empresarial aqui no distrito, grande parte países da União Europeia, não pode ser só em obra concreta uma linha que estava
do qual atribuído no concelho da Guarda. Se para aprovar investimentos muito competi- fechada há uma década, mas não só, está P – Em 2009 o PS perdeu nas europe-
olharmos para esses 100 milhões de euros e tivos no centro da Europa. Os recursos que também para ser lançada a ligação entre a ias. Quais são as suas expetativas para as
para o investimento na ferrovia com fundos possam ser alocados a Portugal desses fundos Linha do Norte e a Linha da Beira Alta. Tudo eleições deste ano?
comunitários, podemos demonstrar como a comunitários têm que ter essa capacidade isto é competitividade para esta região e há R – O nosso objetivo é ganhar de forma
Europa pode estar ao serviço da coesão ter- de disseminar a criação de emprego e de também a perspetiva de se tentar captar um clara. Se a minha proposta política é fazer na
ritorial e da criação de emprego. Há três anos oportunidades em todo o território nacional, grande polo logístico para a Guarda por causa Europa aquilo que fizemos bem em Portugal,
a Europa dizia não ao aumento do salário e isso pode-se fazer com a ajuda da Europa. da concordância entre a Linha da Beira Alta e confio que os portugueses, reconhecendo
mínimo porque ia agravar o desemprego e a Linha da Beira Baixa. esse trabalho do Governo do PS, nos darão
que as nossas contas não iam continuar em P – Além dos planos de investimento também uma boa vitória nas europeias.
ordem se repuséssemos rendimentos. Este que possam ser financiados pela Europa, P – Já desistiu do projeto Aveiro-
modelo era posto em causa e, em particular, também se fala muitas vezes da questão Mangualde? P – A abstenção é um problema que se
pelos nossos adversários da direita nestas da discriminação positiva dos territórios R – Não. O Plano Nacional de Investimen- sente com mais acuidade nestas eleições.
eleições, que defendiam a continuação da de baixa densidade em termos fiscais, uma tos tem prevista a possibilidade da ligação Também o preocupa?
política de cortes. Ainda agora Passos Coelho opção que a OCDE já contestou. Qual é a entre Cacia e Mangualde, que é a primeira R – Preocupa-nos muito. Já tivemos
voltou a dizer que Portugal precisava de mais sua posição? fase dessa nova linha. É verdade que a Europa exemplos muito recentes em questões euro-
cortes porque isto é tudo enganador. O PS tem R – Nós defendemos a reprovou esse projeto, por isso avançamos peias importantes, como o “Brexit”, em que o
um modelo diferente, que implementámos de aproximação das bases com a modernização da Linha da Beira facto dos jovens que defendiam a permanên-
forma diferente, com resultados concretos e fiscais dos Estados- Alta e com as concordâncias com a Linha cia na União Europeia não terem votado, no
políticas concretas também para o interior. O membros e o com- do Norte e a Beira Baixa. São investi- dia a seguir acordaram nesta desgraça da
melhor exemplo é o da Linha da Beira Baixa, bate à fraude e mentos muito importantes para a saída. Portanto, tudo o que puder ser feito
entre a Covilhã e a Guarda, troço que estava evasão fiscal, mas é criação e fixação de emprego nesta – e o trabalho da comunicação social ajuda-
fechado há uma década e está agora em obra. perfeitamente pos- região. Este investimento entre a nos – para ter cidadãos informados para que
Aqui não me podem acusar de só lançar obras sível em territórios Covilhã e a Guarda é o meu melhor percebam que se escolherem não escolher,
porque esta empreitada é uma das maiores muito deprimidos cartão de visita neste território não votar, podem acontecer coisas que no dia
em execução na ferrovia. do ponto de vista porque andou muitos anos a ser seguinte nos surpreendam.
económico e social
P – É com fundos estruturais, com me- que haja uma diferen- P – Falou do “Brexit”, não o preocupa
didas fiscais ou outras, que se conseguirá este desmantelamento da União Europeia,
desenvolver esta região? com a Itália a querer sair também?
R – Precisamos – e admito que é R – Naturalmente que nos preocupa,
polémico – de ter cidades médias fortes mas acreditamos que o projeto europeu
no interior, como é o caso da Guarda, deve ser defendido e até aprofundado.
para conseguir polarizar o processo de E só o conseguiremos entregando
desenvolvimento ao resto do território. Os resultados às pessoas. Aquela ideia do
fundos comunitários podem ter um papel contrato social para a Europa é regres-
muito importante, bem como programas de sar à governação para as pessoas. Durante
coesão social que são criadores de emprego, 20 anos as pessoas não viram as suas vidas
como o PARES, no âmbito do qual foram significativamente melhoradas pela ação das
aprovados muitos equipamentos sociais. políticas europeias porque erámos, se calhar,
O desenvolvimento da rede de cuidados demasiado tecnocráticos e seguimos determi-
continuados é outro bom exemplo, tal nados modelos económicos e técnicos que não
como a diferenciação de ter projetos resultavam. É preciso dar confiança às pessoas.
Quinta-feira • 21 de março de 2019 • •3
no  fio  da  navalha

Álvaro Amaro
O presidente da Câmara da
Guarda fou um dos escolhidos por
editorial Luís Baptista-Martins
baptista-martins@ointerior.pt
Rui Rio para ir em lugar elegível na
lista do PSD ao Parlamento euro-
peu. Esta escolha confirma o ainda
presidente da Câmara da Guarda
Seis anos depois…
como um dos protagonistas a
Sem surpresa, e confirmando o que tantas vezes ao
nível nacional do maior partido da
longo do último ano aqui se escreveu, o ainda presidente
oposição. Aos 65 anos, e depois
da Câmara da Guarda está a caminho de Bruxelas. Depois
de ter sido deputado à Assembleia
de ter assegurado um lugar entre os «elegíveis» - os estu-
da República, 10 anos secretário
dos de opinião apontam para a eleição dos primeiros seis
de Estado, 12 anos presidente da
da lista do PSD às europeias – Álvaro Amaro, que soube
Câmara de Gouveia e quase seis
manter o silêncio sobre o assunto e se foi esquivando
autarca na Guarda, Álvaro Amaro
às perguntas comprometedoras sobre o assunto, terá
deixará em abril a Câmara da
na sua eleição para o Parlamento europeu o corolário de
Guarda para rumar a Bruxelas onde
uma vida dedicada à política.
estará pelo menos nos próximos
Como comentei em novembro, «a Guarda foi o
cinco anos.
elevador que permitiu a Álvaro Amaro estar entre os
vencedores e lhe garantiu a ribalta que tão bem soube
aproveitar». E, sem dúvidas, há muito que o ainda presi-
dente da Câmara tem as malas feitas para seguir viagem.
New Hand Lab Como o próprio referiu em conferência de imprensa, pode
defender a Guarda ou a região onde quer que esteja. Para
A crise dos lanifícios levou ao ele, o lugar onde está vai muito para além da ideia de
desaparecimento de muitas fábri- sítio ou ponto físico onde se encontra, porque ele está e
cas , das quais, em muitos casos, estará sempre na defesa da comunidade, dos desafios
hoje restam apenas as ruinas. Na
Covilhã, onde a lã faz parte da his- Medalhas de para o futuro do todo e não apenas das partes. Álvaro
Amaro defende-se dos que o criticam por partir a meio
tória, há quem tenha evitado esse
destino e procurado um desfecho
opinião
Fidélia Pissarra
cortiça queimada do mandato da forma mais simples: a sua dedicação
e defesa da região, onde quer que esteja, será sempre
diferente. Desativada em 2002, na enorme, como o seu trajeto e presença em mais de
Fábrica António Estrela/Júlio Afon- Embora não saiba muito bem porquê, em prol dos outros. O certo é que nunca aqui lhe 30 anos de vida pública o podem confirmar – nenhum
so, nasceu o New Hand Lab, um tenho cá para mim que o “prémio” de empre- deram a oportunidade de ser a melhor nascida, político esteve tantos anos no ativo e com protagonismo
espaço de criatividade, que junta gado do mês, do ano, da década, do século é vivida, estudante do ano. Não premiamos, não regional como Álvaro Amaro.
artistas e preserva as memórias moda para ter começado lá para os Estados merecemos. Foi-se daqui e deram-lha, logo. A Enquanto outros asseveravam que Amaro não
de uma época em que os teares Unidos da América. Entre aspas, porque o oportunidade e o correspondente prémio. Se é deixaria de cumprir o mandato para que foi eleito na
ainda laboravam. A indústria dos nome do escolhido pregado no placard da para andarmos a pagar educação e formação e Guarda (e, maldosamente, alguns “alvaristas” ofendiam
lanifícios deu lugar à arte. sala de reuniões nem sequer chega a ser nada depois não darmos oportunidades a esta gente e atacavam todos os que faziam a leitura que agora se
que dê para levar para casa. Nunca louvores de ser o enfermeiro, o professor, o engenheiro confirma), o ainda autarca, legitimamente, segue o seu
e registos temporários de parede mataram do mês, ano, da década, do século também rumo deixando para trás uma cidade mais “arrumada”,
a fome a ninguém, frise-se. Daí nunca ter não vale a pena. Ou bem que lhe arranjamos uma Câmara saneada financeiramente, a capitalidade
conseguido entender a sua importância e logo um monte de velhinhos, alunos, obras, da CIM na cidade, a autoestima dos guardenses pelas
propagação ao resto do mundo. para mostrarem o que valem, ou bem que mais nuvens, um legado de afirmação da Guarda, a sede da
O certo é que ele há gente que se esfalfa vale exportá-los logo à nascença e os outros CVRBI, um par de eventos relevantes (Cidade Natal e
por tal reconhecimento, o que não pode que tratem deles. FIT), meia-dúzia de rotundas (a mais estranha ainda por
deixar de muito me admirar. O que levará De mal-agradecidos está o inferno inaugurar na Estação), a cultura vergada ao “popularu-
Mesquita Nunes alguém a trabalhar para além da hora, a ir cheio, é o que é. De mal-agradecidos e de cho” (inclusive ostracizando e excluindo o mais relevante
além das suas competências e funções, só patrões espertos, como os patrões franceses criador da cidade e agora diretor-geral das Artes, Américo
Foi candidato pelo CDS/ por um galhardete personalizado? Não enten- e alemães da década de sessenta do séc.
PP à Câmara da Covilhã, eleito Rodrigues) e projetos, da alameda da Ti Jaquina à varian-
do. Andaram uns a lutar por condições justas passado. Sempre que um português lhes ia te à Sequeira, dos Passadiços à candidatura a Capital
vereador, e era vice-presidente de trabalho para andarem outros a sabotar as pedir trabalho, começavam por o depreciar
de Assunção Cristas do partido Europeia da Cultura de 2027. Se Amaro diz que gostava
regras em nome do reconhecimento pessoal e achincalhar. Vai daí o português, ferido no de ter inaugurado a piscina fluvial no Caldeirão, que os
de que agora se demitiu ao por parte do patrão? É que se há alguém seu orgulho, oferecia-lhes uns tempos de
aceitar o convite para integrar a atrasos não permitiram, a verdade é que passados seis
que lucre e leve para casa algo com estes trabalho esforçado e gratuito para mostrar anos não conseguiu cumprir com a sua primeira e mais
administração da Galp. Continua, “prémios” são, precisamente, os patrões o que valia e, se o esforço fosse mesmo
no entanto, como coordenador do emblemática promessa: a reabertura do Hotel de Turismo
que beneficiaram das horas que o agraciado muito, talvez acabasse contratado. Hoje em da Guarda, aquela que deveria ter sido a marca da Guarda
programa eleitoral do CDS/PP, ou trabalhou a mais só para ser recompensado dia a esperteza mais evoluída parece ser a
seja, continua com um pé na po- como capital turística, que afinal não é…
com medalhas de cortiça queimada. São dos ingleses: “Vá, no fim talvez te dê um E deixará uma casa em guerra aberta, onde Carlos
lítica quando coloca o outro nos assim, estes empregados, uns seres etéreos prémio”. Finos, estes ingleses, ao contrário
negócios. Adolfo Mesquita Nunes Chaves Monteiro é o senhor que se segue, mas com vá-
que até de comer e dormir prescindem em dos clubes de futebol, têm profissionais a rias brechas que o cimento de Amaro deixará de tapar e a
chega à administração da Galp prol dos outros. Não em prol de todos, ob- custo zero e ainda se fazem de magnânimos.
pelo reconhecimento de méritos ascensão de Cecília Amaro não chegará para disfarçar ou
viamente. Isto, de trabalhar de graça e a seco, Se nos lembrarmos de que quem dá as esconder - Chaves Monteiro vai ter dois anos para mostrar
políticos e enorme sagacidade, só para quem mereça e premeie. oportunidades não são os patrões estran-
mas não lhe era conhecida qual- o que vale com a oposição e as farpas a virem sempre e
Por exemplo, a enfermeira portuguesa geiros, mas sim o que aqui se investe em só dos que o rodeiam. Enquanto o circo não pega fogo,
quer atividade anterior na área que aqui há dias foi premiada no Reino Unido, educação e qualificação, talvez concluamos
da energia ou dos combustíveis. o PS mudo e calado continua sem perceber que caminho
nasceu aqui, viveu aqui, estudou aqui e quê? que está na hora de os novos emigrados percorrer, longe dos problemas da cidade, ausente do
O mesmo é dizer, vai para a Galp Nada, nunca aqui lhe deram prémio nenhum. mudarem de postura em relação aos pa-
pela sua intervenção na política debate político e incapaz de apresentar alternativa.
Não sei se cá se esforçou, deu tempo e trabalho trões e ao nosso país.
onde é comentador e influencia-
dor de decisões. A “Nova Ener- PUB

gia” afinal não vai ser na Covilhã,


vai ser na Galp.
4• • Quinta-feira • 21 de março de 2019

Covilhã
Reações à saída de Álvaro A
GNR identifica
Álvaro Amaro «ab
suspeitos do “Gangue
a Guarda...» diz
do Alcatrão” DR PSD «sereno» beirã em prol de todos nós». A
distrital diz-se «orgulhosa» da
com sucessão na governação autárquica na sede
do distrito nos últimos anos.
Câmara
Álvaro Amaro vai chegar
Álvaro Amaro
a «um patamar onde nenhum
cidadão do distrito da Guarda
«usou a Guarda
alguma vez logrou chegar no
espectro político», considera
como um palco e
Tiago Gonçalves. um trampolim»,
Para o líder da concelhia da
Guarda do PSD, a inclusão do segundo o PS
presidente da Câmara em lugar
elegível na lista do partido às O PS diz que Álvaro Amaro
europeias é «a prova provada «abandona a Guarda, trocando o
de que Álvaro Amaro é hoje uma difícil trabalho da promoção da
personalidade política de relevo riqueza e do emprego pela am-
no panorama nacional assumin- bição política e vaidade pessoal
do-se como um verdadeiro “pri- que representa ser deputado
mus inter pares” dos autarcas europeu».
A GNR da Covilhã apreen- de diverso material utilizado na final exigem valores avultados portugueses». O dirigente, que A opinião é de Agostinho
deu diverso material e identi- colocação do alcatrão. De acordo e recorrem à ameaça e extorsão, foi diretor de campanha nas Gonçalves, presidente da con-
ficou seis suspeitos de perten- com o oficial, nos últimos dias caso as vítimas recusem pagar», autárquicas de 2017, acrescenta celhia socialista e deputado
cerem ao “Gangue do Alcatrão”, registaram-se situações nos exemplificou Luís Moreira. que o PSD encara, com normali- municipal, que recorda, em
grupo constituído por estran- concelhos de Castelo Branco, Os suspeitos identificados dade e serenidade», o processo comunicado, que o social-
geiros que alegadamente se Sertã, Fundão e Covilhã, todas são cinco homens de naciona- de sucessão que se segue. A co- democrata «deve á cidade
dedicam a realizar pequenos coincidentes com o modo de lidade romena e outro polaco, missão política guardense tem sobretudo, confiança. Uma
trabalhos de alcatroamento para operar deste grupo, que ale- sendo que a GNR elaborou o «total confiança» nos demais confiança que pediu reforçada
depois cobrarem mais do que o gadamente extorquia dinheiro respetivo auto de notícia por eleitos para a Câmara, pois vão neste segundo mandato e que
combinado. a cidadãos por trabalhos de um crime de burla. Lembrando «manter certamente o rumo e o lhe foi dada». Diz por isso que
Segundo o comandante do alcatroamento. «Normalmente, que a ação deste grupo tem sido ritmo de execução de obra e do Álvaro Amaro iniciou o novo
Destacamento da Covilhã, capi- este grupo aborda privados e detetada pelas autoridades em programa eleitoral apresentado mandato «com o pensamento
tão Luís Moreira, os suspeitos empresas para propor peque- diferentes zonas do país e que aos guardenses», refere Tiago noutros voos da política, que
foram identificados numa ação nos serviços de alcatroamento se mantém ao longo dos anos Gonçalves. agora se confirmam». O socia-
desenvolvida no passado dia a preços muito mais baixos do de forma intermitentemente, a lista conclui que o presidente
13 e culminou com a apreensão que os praticados no mercado. GNR também apela às pessoas «usou a Guarda como um palco
de um camião, de um veículo
ligeiro de mercadorias, de uma
Alegam que lhes sobrou alcatrão
de uma grande obra da região
para que se mantenham atentas
e para que não realizem contra-
Distrital e um trampolim, de que ele
próprio é o grande beneficia-
máquina industrial conhecida
por “bobcat”, de um cilindro e
e que por isso podem fazer o
trabalho mais barato, mas no
tos de aparente oportunidade,
sem verificar os documentos.
aprova voto de do», constatando que trouxe
«festa farta, tendas e obras de
congratulação cosmética urbana», um mo-
Justiça delo de governação que está

Homicida de ex-namorada
A distrital do PSD aprovou «esgotado» num concelho que
um voto de congratulação pela «tarda em descolar nas estatís-
integração de Álvaro Amaro ticas que contam: da riqueza,
na lista às europeias em lugar

no Fundão condenado a 19
do emprego, do turismo, dos
elegível. negócios e da inovação».
«Homem de causas e de
rasgos, este nosso companhei-

anos de prisão ro, que também já liderou o


PSD distrital por duas vezes,
é um pensador, um decisor e
PCP pede
O Tribunal de Castelo Bran- entanto não foi esse o enten- é excessiva. Deveria ser, mesmo um executor. Deixou sempre mudança de
co condenou, na quinta-feira, a dimento do coletivo de juízes, com esta qualificação jurídica uma profunda marca por onde
19 anos de prisão João Silva, que que considerou tratar-se de um que eu considero incorreta, mui- passou, a ponto de mesmo os políticas
estava acusado de assassinar homicídio qualificado, dando to próxima do mínimo», afirmou seus críticos nunca terem con-
à facada Vera Lopes, a sua ex- como provado que o homem o causídico. seguido ficar indiferentes ao A eventual da saída de Álva-
namorada, na aldeia de Aldeia agiu «com frieza de ânimo» O crime ocorreu em março seu estilo e à sua notável capa- ro Amaro da presidência da Câ-
Nova do Cabo, no Fundão. O devido às 85 facadas desferidas do ano passado. Vera Lopes cidade de intervenção», elogia mara da Guarda «não garante a
arguido ficou ainda obrigado ao na vítima e pelo facto de a seguir foi assassinada em casa, onde Carlos Peixoto, em comunica- necessária mudança» de opções
pagamento de uma indemniza- ter procurado esconder alguns estava um dos seus três filhos do. O líder da distrital garante políticas no município.
ção de 150 mil euros. vestígios do crime. Após a lei- menores, depois de ter pedido a que, «quem o conhece sabe Para a concelhia local do
A defesa do homicida con- tura do acórdão, o advogado de João Silva que ali se deslocasse que se recusará a ser apenas PCP, «mais do que mudança
fesso alegou que este agiu sob defesa disse estar a ponderar re- para discutirem o fim da relação mais um entre centenas. Fará de caras é necessária uma
um «surto psicótico» e pediu correr: «A pena, embora se situe entre ambos, que durou três a nível Europeu, o que sempre mudança de política», pois
que o crime fosse considerado na média entre o limite mínimo anos. A vítima foi atingida com fez em Portugal e no distrito a Guarda tem «sofrido com
homicídio privilegiado, punido e máximo da moldura penal do pelo menos 85 facadas em várias da Guarda. Atuará, intervirá e a política de direita ao nível
com uma pena não superior. No crime de homicídio qualificado, partes do corpo. elevará a sua voz e a sua força nacional e ao nível municipal,
Quinta-feira • 21 de março de 2019 • •5

Amaro
«Não serei tutor,
bandona
PS nem sombra de
que tem reflexos na progres-
siva desresponsabilização do
Estado Central, mas também
na progressiva privatização de
serviços municipais que afe-
ninguém» LM
Luis Martins centro estratégico de decisão
tam a qualidade de acesso aos sobre a vida de todos nós».
serviços e afetam a qualidade Aos jornalistas, o agora can-
do emprego e as condições de Acabaram as didato às europeias acrescen-
trabalho dos trabalhadores da especulações. Álvaro tou que parte de «consciência
autarquia». Os comunistas con- Amaro é candidato ao tranquila» porque confia na
sideram que Álvaro Amaro tem Parlamento Europeu equipa que o acompanha
«personificado estas opções do e vai em quinto, um desde 2013, «reforçada» em
PSD, quer enquanto governan- lugar elegível, na 2017 pela vereadora Lucília
te, quer enquanto autarca, bem lista do PSD liderada Monteiro e brevemente por
presentes na recusa de avançar por Paulo Rangel, Cecília Amaro, atual adjunta
no respeito pelos direitos dos mas ainda não deixa do presidente da Câmara.
trabalhadores da autarquia e a presidência da «Irei suspender o mandato
no recente acordo PS/PSD de Câmara da Guarda. O até à tomada de posse como
transferência de competên- autarca vai suspender eurodeputado após apresen-
cias para as autarquias, que o mandato em tar as contas de 2018» da
colocará em causa a coesão da meados de abril até autarquia na Assembleia Mu-
prestação de funções sociais tomar posse como nicipal de abril, que deverá
do Estado, agravará desigual- eurodeputado, altura ocorrer em meados desse
dades entre autarquias locais em que renunciará ao mês. «É ponto de honra», afir-
e intensificará processos de cargo. mou, reiterando que estará
privatização como já acontece «sempre presente» para «aju-
em algumas autarquias». As justificações para esta dar a defender os interesses
saída anunciada foram dadas da Guarda», mas sem consti-
Álvaro Amaro vai em conferência de imprensa
na passada quinta-feira. Na
tuir «alguma sombra» ao seu
sucessor, Carlos Chaves Mon-
«lapidar outro véspera, Rui Rio tinha colo-
cado um ponto final nas movi-
teiro. Também não será «tutor
de ninguém»: «A partir de
“diamante”, o de mentações ao revelar a lista aqui, a responsabilidade é de
social-democrata às europe- todos e de cada um», avisou.
Bruxelas», ironiza ias, que mereceu a aprovação «Saio com o conforto pes-
de 91 por cento dos consel- soal e político de deixar uma
BE heiros nacionais do partido. equipa coesa, forte e muito
«Orgulho-me do que fiz e do bem preparada, em termos de
O Bloco de Esquerda não que impulsionei na Guarda. E gestão e de relacionamento
ficou «surpreendido, nem admi- continuarei, sempre, a juntar com a sociedade da Guar-
rado», com a escolha de Álvaro o meu saber a este concelho, da. Dirigi uma equipa que «Pode-se, sem sombra de dúvida, servir a Guarda em Bruxelas»,
Amaro para a lista do PSD às afirmou Álvaro Amaro na quinta-feira
que, neste tempo de novos de- tem construído resultados
europeias. safios, levo no coração e onde e tenho a certeza que o que «O mais importante o atraso da requalificação do
«Desde a sua primeira conservarei para a vida», decidimos e projetámos será foi devolver a Largo da Misericórdia, mas
eleição, em 2013, para a pre- começou por dizer numa de- prosseguido», sublinhou o autoestima aos desconhecia que os trabalhos
sidência da Câmara que sem- claração escrita – coisa rara edil, não receando a implosão guardenses» na Torre dos Ferreiros ainda
pre afirmámos – e aqui fica em Álvaro Amaro. O presi- da maioria social-democrata não arrancaram quatro meses
provado – que a Guarda não dente prosseguiu afirmando após a sua saída. «Se não con- Outra «grande obra» foi depois de terem sido consigna-
estava no seu coração e que que vai embora, mas estará fiasse no cimento da equipa «equilibrar as contas» da Câ- dos. Sobre o que gostaria de ter
na primeira oportunidade a «sempre presente» porque ponderaria não ter dado este mara, «que não tinha dinheiro, feito e não conseguiu, Álvaro
abandonaria, enganando os a «definição estratégica e o passo. Mas todos têm que ser estava em pré-falência, quando Amaro elencou a piscina fluvial
guardenses que nele votaram, percurso a percorrer para o cimento, aglutinadores, não chegámos em 2013». A con- na barragem do Caldeirão, a
iludidos que era um presi- desenvolvimento da Guarda tenho a mais pequena dúvi- strução da sede da Comissão requalificação da antiga pi-
dente que não desistia nunca estão definidos, sufragados da», acrescentou Álvaro Am- Vitivinícola Regional da Beira scina municipal e a reabilitação
da Guarda», adianta Marco e em pleno cumprimento». aro. O também presidente dos Interior, o projeto dos Pas- do Bairro da Fraternidade. «Era
Loureiro. Para o deputado mu- Dos «novos protagonistas» Autarcas Sociais Democratas sadiços do Mondego, a insta- uma das prioridades, mas não
nicipal, «percebe-se agora que da maioria PSD na Câmara reconheceu que sempre levou lação de empresas na PLIE e consegui resolver esse problema
a vontade de Álvaro Amaro era espera que sejam «elementos os mandatos até ao fim, mas o lançamento da candidatura que envergonha a Guarda. Este
a de lapidar um outro “diaman- continuadores» dessa estra- que desta vez houve «uma a Capital Europeia da Cultura é um exemplo de lentidão da
te”, não na Guarda, mas lá para tégia, mas também «agentes circunstância nacional» a são outros destaques do seu administração pública», disse,
os lados de Bruxelas!» Perante de impulsos criadores de atravessar-se no caminho. mandato. «Tão ou mais im- considerando que, pelo menos,
as mudanças que se avizinham, dinâmicas que consolidem o «Somos o que somos e a nossa portante que tudo isso é ter lançou «as bases para resolver
o BE reitera que vai continuar que fomos fazendo» desde circunstância», filosofou, não contribuído para devolver a o caso». Para Álvaro Amaro, que
na Assembleia Municipal «a 2013. sem antes reconhecer que autoestima aos guardenses. em Estrasburgo irá trabalhar
bater-se por uma Guarda mais A concluir, Álvaro Amaro conseguir para a Guarda a Hoje, a Câmara da Guarda não na área das políticas agrícolas
competitiva, atrativa e transpa- considerou que a lição políti- capitalidade da Comunidade bloqueia, incentiva, não re- e do desenvolvimento regional,
rente, sempre numa perspetiva ca desta saída é que «se pode, Intermunicipal das Beiras age, age», sintetizou. Espera a Guarda é «um diamante que
de melhorar as condições dos sem sombra de dúvida, servir e Serra da Estrela é a sua por isso ser convidado para a nunca estará totalmente polido,
que cá vivem e dos que querem a Guarda em Bruxelas, cada «marca» nestes seis anos de reabertura do Hotel Turismo no mínimo está a brilhar muito
vir para cá viver». vez mais transformada num mandato. e disse-se «aborrecido» com mais».
6• • Quinta-feira • 21 de março de 2019

New Hand Lab


S
Sociedade
dá vida a fábrica
Arte
histórica da Covilhã
Ana Eugénia Inácio
AEI

Manuel Cargaleiro
no Industrial - A crise dos lanifícios
ditou o encerramento
Covilhã Art Fest da Fábrica António
O Industrial – Covilhã Estrela/Júlio Afonso,
Art Fest já começou e conta, junto à ribeira da
a partir deste sábado, com Carpinteira, na
mais uma atividade. Trata-se Covilhã, em 2002,
de uma exposição do pintor mas a sua história
e ceramista Manuel Carga- não ficou por aqui.
leiro na galeria Tinturaria. Património da família
Este festival de artes é pro- Afonso e também da
movido pelo projeto online cidade, entre aquelas
Sound&Vision, dos covilha- paredes há hoje uma
nenses Gonçalo Galvão e João nova vida com o New
Rocha, e tem calendarizado Hand Lab.
para dia 30 mais uma mos-
tra de pintura de Helénio Foi em 2013 que o projeto
Mendes, um espetáculo do surgiu. Francisco Afonso, filho
Kaizer Ballet e um concerto de Júlio Afonso e o último res-
de Surma. ponsável daquela unidade fabril,
brincou, cresceu e sempre traba-
lhou naquelas paredes. Com a
Europeias
desativação da fábrica, a família
José Pedro recusou-se a «deixá-la cair, como
Branquinho na aconteceu a tantas outras pela
cidade», adianta Francisco Afon-
Francisco Afonso, à esquerda, e Miguel Gigante, à direita, reinventam antiga fábrica de lanifícios com uma visão de futuro
lista da CDU so. E foi com este pensamento e do New Hand Lab. Dedicado à tigo refeitório foi transformado diferente, com uma visão de
O dirigente sindical José no seguimento da loja “Casa da arte da fotografia, encontrou ali «num pequeno bar», que serve futuro».
Pedro Branquinho integra, Lagariça” que o responsável já «uma oportunidade fantástica de apoio aos artistas e também Uma aposta que tem vindo
em lugar não elegível, a lista tinha em Castelo Novo que nas- para fazer algo que também fal- a quem por ali passa em dias de a conquistar curiosos, tornando-
da CDU às eleições para o Par- ceu o New Hand Lab. Um espaço tava à cidade, ao mesmo tempo eventos. se num ponto de paragem de
lamento Europeu, que terão onde se promove a criatividade, que dava continuidade aquilo Com mais de cem anos de turistas, que não só promove
lugar a 26 de maio. a inovação e o empreendedo- que era a minha atividade». história, hoje a fábrica tem e divulga recursos endógenos,
Com 54 anos, o candi- rismo, entre os novelos, tecidos Embora esteja instalado numa duas vertentes, «a de edifício/ como também mostra a histó-
dato é natural de Vila Nova e máquinas da própria fábrica, pequena sala, «todo o edifício é património, ligada à parte de ria da cidade. Um espaço que
de Foz Côa, onde é guia no que estão presentes ao longo também um estúdio», considera, turismo e temos a outra parte até aqui não existia. Passado
Parque Arqueológico do Vale dos 10 mil metros quadrados garantindo que o edifício é «uma de criatividade». Numa visita 17 anos do encerramento da
do Côa. José Pedro Branqui- de área do edifício e que não forte inspiração». pelo espaço é fácil perceber que antiga têxtil, as máquinas con-
nho é coordenador da União só servem de inspiração, como Qualquer pessoa pode criar uma está diretamente associada tinuam a ser ligadas durante as
dos Sindicatos da Guarda, preservam a memória de uma um espaço no New Hand Lab à outra, pois não há sala que não vistas e mantêm-se «todas em
membro da direção do Sin- fábrica edificada em 1853. na condição de «se enquadrar tenha um detalhe que remeta perfeitas condições e fazemos
dicato dos Trabalhadores da No New Hand Lab há lugar dentro do espírito do projeto», diretamente para os lanifícios, a sua manutenção». Francisco
Função Pública do Centro e para as mais variadas artes, que nunca põe de parte os lanifí- e esse é mesmo o mote de ins- Afonso desvenda até uma par-
da direção da Organização como design, cinema, pintura, cios. Quem ali está instalado não piração para os artistas criarem. ticularidade: «80 por cento das
Regional da Guarda (DORG) fotografia e brevemente ali vai paga renda, sendo a maioria das E se a história da fábrica não máquinas que aqui temos hoje
do PCP e do seu executivo. Foi passar também a existir um despesas assumidas pela família fosse suficiente, recentemen- foram fabricadas na Covilhã»,
o candidato da CDU em Vila espaço de arquitetura. Miguel Afonso, que encontrou neste te, «por mero acaso», foram revela. Nestas paredes cheias
Nova de Foz Côa nas últimas Gigante, ligado ao projeto desde projeto «a melhor forma de também descobertas as ruínas de história guardam-se também
eleições autárquicas e cabeça o início, tem ali o seu Atelier conservar o edifício» dando-lhe de uma manufatura do século milhares de desenhos e respetiva
de lista da CDU na Guarda nas do Burel, mas o seu trabalho vida, pois para Francisco Afon- XVII, que, segundo Francisco ficha técnica que serviram de base
legislativas de 2011. vai para além do burel. «A mi- so «este movimento constante Afonso, é «uma fornalha ligada para o fabrico de tecidos que em
nha influência é a lã», afirma o ajuda a manter vivo o espaço». ao tingimento e lavagem de lãs». tempos Júlio Afonso ali produziu.
designer. Uma inspiração que Um dos objetivos dos herdeiros O projeto tem sido desde início Além da criatividade, a anti-
cria «uma fácil conexão» ao passa por classificar o edifício acompanhado pelo Turismo do ga fábrica Júlio Afonso é também
New Hand Lab, mas também «a como monumento de interesse Centro, que através da agên- um espaço de eventos. Por lá já
vontade de querer estar num público, «pelo seu historial e cia de promoção externa têm passaram concertos, passagens
coletivo». O designer sempre por  toda a atividade que hoje atravessado fronteiras e sido de modelos, conferências, espe-
acreditou que este era um pro- se desenvolve cá dentro, que é notícia em vários jornais inter- táculos de teatro e dança. Esta
jeto possível, que lhe permite uma atividade criativa». É uma nacionais. Com visitas guiadas sexta-feira e sábado (21h30) será
«absorver outras experiências» antiga fábrica, que sem perder todos os dias, no New Hand palco de mais um espetáculo e vai
e confia que «é só ainda um co- a ligação às origens, «tem vida», Lab, «pegámos na essência da receber a companhia Kaizer Bal-
meço». Também João Pedro Sil- conservando o seu espólio e as Covilhã e nos seus primórdios let, que apresenta a mais recente
va é um dos artistas residentes suas memórias e onde até o an- e damos-lhe hoje uma essência criação “Ashes and Dust”.
Quinta-feira • 21 de março de 2019 • •7

Covilhã Figueira de Castelo Rodrigo

Dados de radiotelescópio gigante Agrupamento premiado no


concurso “Todos Contam”
armazenados no Data Center DR
O projeto “Bons Cofres, Gran-
des Poupanças” garantiu ao 2º
contexto escolar é promovido anu-
almente pelo Conselho Nacional de
ciclo do Agrupamento de Escolas Supervisores Financeiros (Banco
de Figueira de Castelo Rodrigo de Portugal, Comissão do Mercado
um prémio no concurso “Todos de Valores Mobiliários e Autoridade
Contam”. de Supervisão de Seguros e Fundos
A iniciativa consistiu em de- de Pensões) e pelo Ministério da
safiar a comunidade escolar a Educação, através da Direção-Geral
criar um cofre original, criativo e da Educação e da Agência Nacional
reciclado, apelando aos alunos e para a Qualificação e o Ensino
respetivas famílias que abordassem Profissional. São distinguidos os
«a importância de gerir o dinheiro melhores projetos de educação fi-
e de realizar poupança». Este con- nanceira a implementar nas escolas
curso de formação financeira em em cada ciclo de ensino.

Saúde
Saúde mental nos idosos
debatida no Soito
A Misericórdia do Soito pendência, de pessoas próximas,
(Sabugal) organiza esta sexta- de saúde, de “insight”... Como se
feira as suas Iªs Jornadas de Saúde o ser humano tivesse um prazo
Mental nos Idosos que contam de validade mesmo enquanto
com a participação de vários es- vivo». Rosa Afonso (docente
pecialistas e profissionais da área. da UBI), Ermelinda Marques
Já é oficial. O Data Center Tecnologia e Ensino Superior, O SKA está a ser construído A iniciativa decorre durante (docente da Escola Superior de
da Altice na Covilhã vai ser o Manuel Heitor. O SKA foi apre- na África do Sul e na Austrália, todo o dia no auditório da Santa Saúde da Guarda), Amélia Martins
centro que, em Portugal, vai sentado em fevereiro de 2018 na sendo que em Portugal o consór- Casa e tem como objetivo divulgar, (coordenadora na Via Hominis),
armazenar e tratar os dados do Covilhã e resulta de um esforço cio é liderado pelo Instituto de partilhar e transmitir experiên- Maria Barbosa (psicóloga) e
mais poderoso radiotelescópio internacional para a criação de Telecomunicações (IT) e junta as cias. «Esperamos promover no- Diana Sousa (médica interna de
de sempre, no âmbito do projeto uma infraestrutura composta universidades de Aveiro, Porto e vas aprendizagens para melhor Psiquiatria na ULS Guarda) são
do observatório astronómico por 2.500 antenas que formam Évora, o Politécnico de Beja, o Polo intervir com as pessoas e o seu alguns dos oradores convidados.
“Square Kilometre Array” (SKA). um radiotelescópio gigante. O de Tecnologias de Informação, Co- contexto, aprofundar competên- Também vão intervir o major
Portugal é membro funda- objetivo é escutar os confins municação e Eletrónica (TICE) e cias e conhecimentos assim como Cláudio Saraiva (GNR Guarda),
dor do SKA, juntamente com a do universo e “fotografar” em empresas. O seu coordenador é cativar a refletir mais além esta Pedro Machado dos Santos (co-
África do Sul, Austrália, China, ondas rádio mil milhões de ga- Domingos Barbosa, investigador realidade», adianta a organiza- ordenador do Projecto MentHA),
Itália, Holanda, Nova Zelândia, láxias, sinalizar buracos negros do IT na Universidade de Aveiro. ção. Segundo as promotoras, as Ana Morgado (socióloga Câmara
Reino Unido e Suécia, um projeto e procurar civilizações fora do Estima-se que o SKA vai gerar e psicólogas Ana Marques e San- do Sabugal), Ana Paula Almeida
que envolve mil investigadores e Sistema Solar. Para o público tratar o equivalente aos dados drine da Silva, o envelhecimento (enfermeira), António Batista
engenheiros, 270 empresas e 20 em geral, a procura de vida ex- gerados pelos aceleradores de é um período que se caracteriza (docente do IPG), Ana Paula Ama-
países. A respetiva convenção foi traterrestre, em especial vida partículas do CERN (Organização pelas «mais diversas perdas – de ral (investigadora na UBI), Filipa
assinada na semana passada em inteligente, será a mais interes- Europeia de Pesquisa Nuclear) memória, de capacidade e mo- Sardinha (psicóloga) e Ignacio
Roma pelo ministro da Ciência, sante das missões deste projeto. em Genebra (Suíça). bilidade, de autonomia e inde- Verde (docente UBI).

Ambiente

Estudantes saíram à rua em defesa do planeta DR DR

Ação do MAPA na Covilhã Alunos de Figueira de Castelo Rodrigo manifestaram-se pelo clima em Foz Côa
Mais de meia centena de ção passa por responsabilizar o mento Académico de Proteção com frases como “Não há planeta greve estudantil mundial teve
estudantes da Universidade da Governo para arranjar soluções Ambiental da UBI (MAPA). A man- B”, “os Jovens acordaram! Contem como lema “Fazer greve por um
Beira Interior (UBI), na Covilhã, para as questões climáticas. Que- ifestação, que contou com a par- connosco!” ou “O tempo de agir é clima seguro” e culmina uma série
vestiram-se de negro, na pas- remos também sensibilizar a ticipação de alguns agricultores agora”. Em Vila Nova de Foz Côa, de manifestações semanais ini-
sada sexta-feira, em sinal de luto população para estas questões da região, partiu da porta princi- os alunos do Agrupamento de ciadas no ano passado pela sueca
pelo planeta e exigiram do Gov- porque ela também é responsável pal da universidade e terminou fr- Escolas de Figueira de Castelo Ro- Greta Thunberg, 16 anos, nomeada
erno soluções para as questões por mudar o curso do planeta», ente à Câmara da Covilhã, onde os drigo aproveitaram a realização para o prémio Nobel da paz. Em
climáticas. declarou Daniel Pais, estudante participantes permaneceram em do Festival Ciência Viva para se Portugal realizaram-se protestos
«O objetivo desta manifesta- da UBI e responsável pelo Movi- silêncio, exibindo alguns cartazes manifestarem pelo planeta. Esta em pelo menos 26 cidades.
8• • Quinta-feira • 21 de março de 2019

IPG Covilhã

Semana dedicada a línguas Livro sobre


têxteis de mesa
apresentado no
e culturas
A IVª edição do evento
DR
Museu de Lanifícios
“Vestir a mesa: têxteis
de mesa do séc. XV ao XX” é o
título do livro de Ana Marques
“Março das Línguas e Culturas”
Pereira que será apresentado
começou ontem e prolonga-se
no Museu de Lanifícios da UBI
até dia 27 nas várias escolas su-
esta sexta-feira (16 horas).
periores do Instituto Politécnico
Nesta obra, a médica e
da Guarda (IPG).
investigadora da história da
O programa inclui palestras,
alimentação e práticas ali-
workshops, apresentações de
mentares debruça-se sobre
livros e a exibição de um filme
os tecidos, os corantes, as des-
selecionado para os Prémios So-
ignadas “artes femininas” dos
fia, da Academia Portuguesa de
bordados e rendas, os enxovais
Cinema. As atividades planeadas
e a valorização do branco e
mostram diferentes vertentes da
nas formas de o preservar.
língua e cultura a ela associada
Traça igualmente a evolução
através de sessões multidisci-
histórica e o papel social dos
plinares em diferentes idiomas.
têxteis de mesa, incluindo, no
Na quarta-feira, o auditório da
final, uma extensa bibliografia
Escola Superior de Educação
e um glossário para melhor
Comunicação e Desporto (ES-
compreensão do tema. O livro
ECD) recebeu a palestra “A nova da apresentação do livro “Sobre Camilo Castelo Branco” (10 feira com a palestra “Descobrir
será apresentado por Isabel
agenda cultural portuguesa outra coisa aina – short-stories”, horas) e “Semelhanças e diferen- os sons/desenhar a arte: per-
Maria Fernandes, autora do
no contexto europeu”, por José de Fernando Carmino Marques. ças: where is le problème?” (11 cursos linguísticos no dizer da
prefácio, numa sessão das
Amaral Lopes, coordenador À tarde, no mesmo local, horas) no auditório da ESECD. arte”, na ESECD, e na terça-feira
“Tardes no Museu” que con-
da candidatura da Guarda a terá lugar a palestra “El mundo À tarde destaque para o con- o tema será “A língua portuguesa
tará com a participação da
Capital Europeia da Cultura em árabe em el mundo hispano”, curso “Línguas, arte e Cultura” é traiçoeira. Se é!” e “Afrofutur-
diretora do Museu de Alberto
2027. Para esta quinta-feira, Dia enquanto na Escola Superior de e a mesa redonda “Working and ismo”. No último dia da atividade
Sampaio, em Guimarães, e do
Mundial da Poesia, está prevista Turismo e Hotelaria (14 horas) living in another country part organizada pela Unidade Técnico
escritor covilhanense Manuel
uma declamação de poemas em se iniciará um ciclo de cinema. 2 (new incoming Erasmus stu- Científica de Línguas e Culturas
da Silva Ramos. A entrada é
várias línguas (pelas 10h30, no Esta sexta-feira estão programa- dents). O “Março das Línguas e haverá uma sessão de karaoke
livre.
auditório da ESECD), seguida das as palestras “Viagens de Culturas” prossegue na segunda- (10h30, auditório da ESECD).

Guarda
Exercício
Santinho Pacheco quer saber como está Tropas de operações especiais treinam
instalação de órgão de tubos na Sé AR
na serra da Estrela
As forças do Centro de Tropas de taro Magro, Piornos e Torre e conta
Operações Especiais, da Brigada de com o apoio do Subagrupamento de
Reação Rápida do Exército Portu- Montanha GIPS/GNR. Consta de des-
guês, estão na Serra da Estrela até locamentos apeados e em viaturas,
sábado para realizar operações em sendo seguidas em todas as ações
montanha. «rigorosas medidas de segurança para
O exercício terrestre decorre nas salvaguardar pessoas e bens», adianta
áreas do Covão da Ametade, Cân- o município de Manteigas.

Sabugal
Filmes do CineEco para ver no auditório
municipal
Entre hoje e sábado, o auditório sábado tem em cartaz a curta-metragem
municipal do Sabugal acolhe uma exten- “A Plasticaria”, seguida do documentário
são do CineEco – Festival Internacional “Utopia Revisitada”, do austríaco Kurt
de Cinema Ambiental da Serra da Estrela, Langbein, que venceu a Competição
que acontece anualmente em outubro, Longas Metragens da edição 2018 do
Santinho Pacheco questionou o Gov- não tem órgão de tubos, considerando Seia. festival.
erno sobre a instalação de um órgão de «natural» que a Diocese, a população e A proposta destina-se a assinalar o As sessões têm entrada livre. Esta
tubos na Sé Catedral da Guarda, a única as autoridades locais «nunca tenham Dia Mundial da Árvore, que se comem- extensão é promovida pela autarquia
no país que não tem esse instrumento de desistido da ideia de devolver à Catedral ora esta quinta-feira, e o Dia Mundial do Sabugal e pelo Centro Local de Apre-
música sacra. o sumptuoso órgão do século XVIII». da Água (amanhã). Durante três dias ndizagem da Universidade Aberta, em
Numa pergunta dirigida à ministra O deputado lembra que, em julho de serão exibidos filmes, curtas-metragens parceria com o município de Seia. No
da Cultura, o deputado do PS questiona 2015, foi assinado um protocolo entre a e documentários que estiveram a âmbito desta atividade estará patente,
a quem compete a condução do projeto e Câmara e a Direção Regional de Cultura concurso na 24ª edição do festival em até ao final do mês, no Museu do Sabu-
que envolvimento têm a Direção Regional do Centro para esse fim. Na altura, «o sessões para o público escolar (tardes gal, uma exposição de fotografias da
de Cultura do Centro, a Diocese e a Câ- presidente do município anunciou que do primeiro e segundo dia) e para natureza, intitulada “Retrospetiva dos
mara da Guarda. O eleito quer também no plano de Investimentos da Comuni- o público em geral. Amanhã à noite Concursos de Fotografia de Ambiente
saber se «existe já algum protocolo de dade Intermunicipal das Beiras e Serra será apresentado o documentário “As do CISE”, cedida pelo CineEco, assim
entendimento entre essas entidades» e da Estrela estava prevista a verba de pequenas galochas amarelas”, de John como uma mostra de trabalhos sobre o
«quais os prazos previstos para a sua con- 400 mil euros para comprar um órgão Webster, que venceu o Prémio Melhor meio ambiente realizados pelos alunos
cretização». Santinho Pacheco recorda de tubos para a Sé da Guarda, o que ainda Longa da Juventude e o Prémio Valor da das várias escolas do concelho, intitu-
que «há mais de dois séculos» que a Sé não aconteceu». Água do CineEco. A sessão noturna de lada “Ambiente Suspenso”.
Quinta-feira • 21 de março de 2019 • •9

Estado apoia Vila Nova de Foz Côa


Prospeção mineira pode avançar
requalificação de no Alto de Santo Amaro
A Minaport - Minas de Portu-
gal, Lda., requereu a atribuição de
ploração em causa, poderá trazer
postos de trabalho, à semelhança

equipamentos direitos de prospeção e pesquisa


de depósitos minerais no lugar
denominado de Alto de Santo
do que acontece numa outra
exploração mineira, no Lugar de
Murça, na freguesia de Freixo de

municipais em Pinhel,
Amaro, no concelho de Vila Nova Numão», recorda Gustavo Duarte.
de Foz Côa. Tendo em conta o procedimento,
De acordo com o despacho os interessados têm a partir de
publicado em “Diário da Repúbli- agora 30 dias para apresentar,

Belmonte e Sabugal
ca” na terça-feira, a empresa está por escrito, «reclamações funda-
interessada na prospeção de mentadas em relação ao projeto
depósitos minerais de ouro, prata, e propostas contratuais». O pe-
cobre, chumbo, zinco, arsénio, dido de atribuição de direitos de
Segunda fase do programa de Beneficiação de Equipamentos antimónio, estanho e tungsténio prospeção e pesquisa de depósitos
numa área de 43,186 quilómetros minerais pode ser consultado, em
Municipais (BEM) tem 4,7 milhões de euros para 38 projetos quadrados. «Este projeto poderá horário de expediente, na Direção
AR trazer mais-valias económicas e de Serviços de Minas e Pedreiras da
postos de trabalho para o con- Direção-GeraldeEnergiaeGeologia
celho», assume o presidente do (DGEG), entidade para quem de-
município. «A consumar-se a ex- vem ser remetidas as reclamações.

Sabugal
Câmara atribui 379 mil euros
às associações
O município do Sabugal vai de Compartes da Freguesia de
atribuir 379 mil euros a várias Aldeia Velha (13.500 euros),
associações para atividades a Conselho Diretivo do Baldio dos
realizar até ao final do ano. Fóios (13.500 euros) e Assem-
Os respetivos protocolos de bleia de Compartes da Freguesia
colaboração foram assinados na de Malcata (13.500 euros).
sexta-feira, no âmbito do Regu- Outras coletividades apoia-
lamento de Apoio ao Associativ- das são a Sociedade Filarmónica
ismo Concelhio. «Estes subsídios Bendadense (12 mil euros), a
são um estímulo à concretização Associação Hípica Amigos do
e realização dos objetivos prop- Cavalo (15 mil euros), o Centro
ostos pelas associações, que têm de Cultura Pedro Álvares Cabral
Ampliação dos Paços do Concelho do Sabugal garantiu apoio de 149.940 euros desenvolvido um trabalho impor- (5.500 euros) e o Clube de Futsal
Luis Martins No Sabugal, a edilidade vai re- adiantamento». Se o valor final tante», declarou o vice-presidente do Sabugal, que tem direito a um
ceber 149.940 euros para um do investimento vier a ser infe- do município, Vítor Proença. Os reforço de 6 mil euros por se ter
investimento elegível de cerca rior ao contratualizado, haverá bombeiros do Sabugal e Soito vão sagrado campeão distrital de
A construção de um auditó- de 299.880 euros. «lugar à restituição de verbas, receber a maior fatia, com 123 juniores e juvenis, pelo o clube vai
rio na zona exterior do castelo «Mantém-se como obje- por parte das entidades bene- mil euros cada, sendo também disputar as Taças Nacionais nos
de Pinhel, a requalificação e tivo prioritário do Governo a ficiárias, na proporção recebida comparticipadas as entidades respetivos escalões. A autarquia
valorização do edifício sede do afirmação do “interior” como em excesso a título de adianta- com equipas de sapadores flo- raiana também vai comparticipar
município de Belmonte e a pri- fundamental para o desenvol- mento», acrescenta o documento. restais, caso da Acrisabugal (27 atividades da Federação de Triatlo
meira fase da ampliação dos Pa- vimento económico e da coesão O programa BEM foi criado pelo mil euros), Coopcôa – Cooperativa de Portugal (10 mil euros) e do
ços do Concelho do Sabugal são territorial», explica o despacho Governo em 2018 para beneficia- Agrícola do Concelho do Sabu- Guarda Unida Desportiva (3.500
os projetos da região incluídos dos secretários de Estado do ção de equipamentos municipais, gal (13.500 euros), Comissão euros).
na segunda fase do programa de Orçamento, João Leão, das Au- em territórios de baixa densidade.
Beneficiação de Equipamentos tarquias Locais, Carlos Miguel, Na primeira fase tinham sido Fotolegenda
Municipais (BEM). e da Valorização do Interior, contempladas intervenções em
A lista dos 38 municípios João Paulo Catarino. O progra- Gouveia, Manteigas, Seia e Tran- Nabo de 7,2 quilos é atração em café
apoiados com 4,7 milhões de ma BEM, numa primeira fase, coso. Em Gouveia, a cobertura e de Foz Côa
euros foi divulgada na terça- comparticipou 31 projetos de iluminação do polidesportivo de LM

feira num despacho publicado municípios do interior com 3,7 Paços da Serra obteve uma com-
em “Diário da República”. Des- milhões de euros, «tendo ficado participação de 155.423 euros,
ses projetos, 20 destinam-se à por financiar 111 candidatu- num investimento elegível de
requalificação de imóveis e ins- ras elegíveis», lê-se no mesmo 259.038 euros.
talações municipais, incluindo despacho governamental. As Em Manteigas foi financiada
espaços desportivos, enquanto candidaturas ao BEM foram a requalificação do pavilhão do
18 visam a reabilitação e re- analisadas pelas Comissões de Centro Cívico com 71.359 euros
modelação de edifícios sede de Coordenação e Desenvolvimen- de um investimento elegível
municípios, num investimento to Regional (CCDR), cabendo à de 118.932 e em Seia o Estado
total de 9,4 milhões de euros, Direção-Geral das Autarquias apoio com 113.594 euros a re-
comparticipados em 50 por cen- Locais (DGAL) a elaboração da cuperação da pista de atletismo A natureza e os cuidados quilos em casa», revela, orgulhoso,
to pela administração central. lista ordenada dos projetos, que do estádio municipal, uma obra de José Constâncio, de Vila Nova José Constâncio, cujo segredo para
No caso de Pinhel, a autarquia levou em conta as pronúncias com um investimento elegível de Foz Côa, fizeram das suas e o esta façanha e colheita tão profícua
tem aprovados 68.442 mil euros apresentadas em sede de audi- de 189.324 euros. Finalmente, resultado não deixa ninguém in- está na água e no adubo. «Semeei
para um investimento elegível ência dos interessados. a Câmara de Trancoso obteve diferente no Café Havaneza, bem os nabos ao mesmo tempo, mas a
de cerca de 136.883 euros. Já o Mediante dotação prevista um financiamento de 179.962 no centro da cidade. estes dois tratei-os especialmente,
município de Belmonte garantiu no Orçamento do Estado para euros para requalificar o estádio Emcimadobalcãoháumnabo deitando mais adubo e reguei-os
149.937 euros para uma obra 2019, o despacho autoriza desde municipal Dr. Fernando Lopes, de 7,2 quilos que chama a atenção mais que aos outros para dar nisto.
com investimento elegível de já «o pagamento de 90 por cento cujo investimento elegível é de de todos e deixa muitos clientes de O resultado valeu a pena», explica
pouco mais de 299.873 euros. da comparticipação a título de 299.937. boca aberta. «Tenho outro com 8,7 o fozcoense.
10 • • Quinta-feira • 21 de março de 2019

Celorico da Beira
Vale do Côa e Siega
Empresários que aderiam Verde lançam projeto
ao “Comércio Investe” Paleoarte
A Fundação Côa Parque e da museologia e a conceção de

continuam sem respostas


a Junta de Castela de Leão lan- uma grande exposição, desti-
çaram o projeto Paleoarte, do- nada a circular pelos museus
tado de 1,4 milhões de euros, nacionais de arqueologia em
DR para promover a investigação Lisboa e Madrid.
Passado mais de um mês de e divulgação da arte rupestre «Trata-se de um projeto
O INTERIOR ter noticiado a falta do Vale do Côa e Siega Verde. muito importante para afir-
de cumprimento do Programa Outras das pretensões marmos a missão interna-
“Comércio Investe”, em Celorico dos promotores é partilhar cional do projeto cultural do
da Beira, ainda nada foi feito e os conhecimentos e experiências, Côa, que é, por natureza um
empresários locais continuam sistematizar toda a informação exemplo paradigmático de
a aguardar pelos apoios pro- recolhida ao longo das últimas cooperação transfronteiriça»,
metidos. décadas para permitir que «o disse o presidente da Funda-
Recorde-se que este pro- Vale do Côa - Siega Verde (Es- ção Côa Parque, Bruno Navar-
grama foi lançado em 2016 e panha) sejam mais conhecidos ro. A iniciativa é financiada
tinha como objetivo a modern- e mais estudados». O projeto pelo POCTEP - Programa de
ização do comércio local, numa prevê investimento na área da Cooperação Transfronteiriça
parceria entre a Associação Co- investigação científica, com Espanha - Portugal, e envolve a
mercial da Guarda, o IAPMEI, e prospeções arqueológicas nos Côa Parque, a Direção Geral do
a Câmara Municipal de Celorico dois países, publicações e a Património Cultural da Junta
da Beira. À autarquia cabia a realização de congressos inter- de Castela e Leão e o Centro
participação de cerca 40 mil eu- nacionais. E também a melho- Nacional de Investigação sobre a
ros no projeto, sendo que destes ria dos recursos tecnológicos Evolução Humana, de Espanha.
já terão sido transferidos para a
ACG 20 mil euros. Confrontado
por O INTERIOR, IAPMEI e ACG
descartam culpas nos atrasos e os “Passaporte Rupestre”
comerciantes que aderiram pro-
grama continuam «sem receber
qualquer explicação», afirmou
liga Vale do Côa, Siega
Jonatas Rodrigues, um dos co-
merciantes lesados. No entanto, scrita por todos os comerciantes vestimento total de 278 mil
Verde, Altamira e
«através de um contacto informal
com um funcionário da ACG»
que aderiram ao programa, bem
como uma cópia do contrato de
euros, dos quais 128 mil cor-
respondiam a ações a realizar Lascaux DR
Jónatas Rodrigues sabe que «as todos eles, uma cópia do con- pela ACG, sendo o restante da
coisas não estão fáceis e situação trato em que foi decidido o apoio responsabilidade das empresas
não parece ser fácil de resolver». e a forma como tudo seria feito». aderentes ao projeto. Como
Entretanto o empresário já O comerciante espera agora contrapartida foi atribuído pelo
reuniu «uma série de documen- o apoio da autarquia para dar Fundo de Modernização do Co-
tos», que tenciona enviar à ACG, seguimento à missiva. mércio um cofinanciamento no
onde consta «uma carta sub- O programa previa um in- valor de 157 mil euros.

Fundão

Quadragésima aposta no turismo


religioso
Está a decorrer, até 21 de O evento promove a redesc- mas litúrgicos, sermões me-
Os museus e sítios arque- Ao mesmo tempo, pretendemos
abril, a 17ª edição da Quadra- oberta das tradições pascais dievais, antigas orações). Em
ológicos do Vale do Côa (Por- que os técnicos que trabalham
gésima – Tradições da Quaresma do território, tanto nas formas destaque estão em quase todas
tugal), Siega Verde (Espanha), na arte rupestre de Portugal,
do Fundão, um ciclo de turismo populares (festas, procissões e as aldeias do concelho as Enco-
Altamira (Espanha) e Lascaux Espanha e França possam parti-
religioso dedicado às artes, à representações sacras), como mendações das Almas, as La-
(França) anunciaram a criação lhar conhecimentos e experiên-
música e às tradições do sagrado. nas formas mais eruditas (dra- dainhas, os percursos de Regrar
de um “Passaporte Rupestre” cias para se ganhar escala a nível
dos Passos, a singular Procissão
para potenciar a circulação de europeu, no sentido de criar um
PUB dos Penitentes, em Lavacolhos,
visitantes entre espaços com verdadeiro itinerário cultural
e a Procissão das Pinhas, na
chancela UNESCO para Patri- europeu robusto», justificou o
Barroca. Já na cidade do Fundão
mónio Mundial. presidente da Fundação Côa
são motivo de interesse as pr-
A medida foi anunciada na Parque, Bruno Navarro.
ocissões dos Passos, do Senhor
quinta-feira, no Museu do Côa, A parceria implica tam-
da Cana Verde, a passagem pelas
em Vila Nova de Foz Côa, onde os bém a realização, em 2019,
Ermidas, a encenação litúrgica
responsáveis da Fundação Côa de campos de trabalho para
de quadros vivos teatrais da Via
Parque, Direção Geral do Patri- intercâmbio de jovens dos três
Sacra e a procissão do Enterro do
mónio de Castilha e Leão, Con- países, o estabelecimento de
Senhor. Este ano a Serra da Gar-
selheria de Educação, Cultura e um programa de geminações
dunha vai ser o cenário noturno
Desporto do Governo da Can- entre municípios das respe-
de uma Via Sacra, durante a qual
tábria e do Governo da Região tivas regiões, participação
as pessoas poderão percorrer e
Departamental da Dordonha conjunta nas atividades das
parar, para contemplar, dentro
assinaram um acordo de coo- Jornadas Europeias do Patri-
da floresta as diversas estações
peração. «Este protocolo serve mónio e na Bienal Ibérica do
de quadros vivos da Paixão de
para abrir o diálogo sobre arte Património Cultura, que este
Av. São Miguel, nº 132 965 403 988 Cristo, encenadas pelo Corpo
rupestre entre os poderes polí- ano decorrerá em Loulé, entre
Nacional de Escutas - Agrupa-
Guarda - Portugal mento 120 Fundão.
ticos dos três países envolvidos. 11 e 13 de outubro.
Quinta-feira • 21 de março de 2019 • • 11

2,5 milhões de euros para


investigar no Vale do Côa
Manuel Heitor, ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, anunciou criação do prémio de investigação
Vale do Côa International Research Award na sexta-feira
SC
O Festival de Ciência Viva certeza valorizar esta zona a nível
do Vale Côa, que decorreu em académico e atrair importantes
Vila Nova de Foz Côa na sexta e investigadores». Gustavo Duarte
sábado, assinalou a integração do disse acreditar que estas medidas
Museu do Côa na Rede de Centros irão contribuir para o crescimen-
de Ciência Viva. to do turismo na região. «O nosso
Durante a cerimónia reali- posto de turismo tem transmitido
zada no museu foi anunciada a um “feedback” bastante positivo
criação do prémio Vale do Côa quanto ao aumento de visitantes
International Research Award. no último ano e acredito que, a
Trata-se de um prémio científico curto prazo e com todos os novos
criado para «atrair investigado- projetos que estão em marcha,
res de todo o mundo de forma poderemos duplicar o número
a trabalharem com equipas de de visitas a Foz Côa», sublinhou
instituições portuguesas sobre o edil fozcoense.
o Vale do Côa», adiantou Manuel Para marcar o momento
Heitor. O prémio será disponibi- decorreu na Praça do Município
lizado a partir de abril e terá um o Festival Ciência Viva do Vale
valor de 2,5 milhões de euros, do Côa, uma iniciativa conjunta
que serão utilizados em projectos da Rede de Centros Ciência Viva,
científicos a desenvolver no Vale Fundação Côa Parque e Câmara
do Côa durante os próximos três de Vila Nova de Foz Côa. A ati-
Festival de Ciência Viva assinalou em Foz Côa a inclusão do Museu do Côa na Rede de Centros Ciência Viva
anos. «Vamos abrir o primeiro vidade teve como público-alvo
concurso e depois, consoante o Neste âmbito, Rosalia Var- novidade para o Vale do Côa», azeite e de amêndoa. os alunos das escolas da região,
número e qualidade de candi- gas, presidente da Ciência Viva, pois permitirá «combater a sa- Por sua vez, o presidente da tendo contado com a presença de
daturas, poderá passar a ser um sublinhou o facto da Rede de zonalidade dos fluxos turísticos, Câmara de Foz Côa, Gustavo Du- mais de 400 estudantes na sexta-
prémio bianual», acrescentou o Centros Ciência Viva, que conta com a visitação da comunidade arte, revelou que a instalação de feira. O festival incluía bancas com
ministro da Ciência, Tecnologia e atualmente 20 espaços em todo escolar, assumindo-se o museu um Centro Ciência Viva no Museu experiências científicas, oficinas
Ensino Superior. O objetivo deste o país, «possibilitar fazer turismo como local de passagem de co- do Côa «é a concretização de um e a possibilidade de conversar
galardão é não só atrair inves- científico e de conhecimento em nhecimento científico». Bruno sonho que tenho desde a minha com investigadores de várias
tigadores de outros países para todo o país de forma ativa e in- Navarro revelou que também vai primeira candidatura à autarquia, instituições da região, nomeada-
o estudo no contexto do Vale do clusiva», valorizando os espaços ser criada uma “Quinta de Ciência mas que não tinha ainda sido pos- mente da Universidade da Beira
Côa, mas ser também uma forma culturais onde estas unidades Viva” para promover junto da co- sível concretizar por diversas ra- Interior e do Instituto Politécnico
de valorizar o património deste se incluem. Para o presidente da munidade escolar de Figueira de zões». O autarca também elogiou da Guarda. Entre os participantes
local através do conhecimento e Fundação Côa Parque, a abertu- Castelo Rodrigo,
14375_anuncio_168x119.pdf 1 Vila Nova de
14/03/19 Foz
17:44 a criação do prémio científico ao houve também expositores com
atividade científica. ra deste centro é «uma grande Côa, Meda e Pinhel a produção de considerar que «também vai com produtos locais.

Côa Parque com


PUB

orçamento de 1,7
milhões de euros
O presidente da Fundação Côa Parque
revelou que a comparticiparão do Estado
à instituição é idêntica à do ano passado,
garantindo a tutela da Cultura cerca de 55
por cento das necessidades.
Este ano, aquele ministério atribuiu
595 mil euros provenientes do Fundo de
Fomento Cultural e da Direção-Geral do
Património Cultural (DGPC), o que corres-
ponde a um aumento de 95 mil euros, em
relação ao valor de 2018 (500 mil euros). Se-
gundo Bruno Navarro, as previsões orçamen-
tais da Côa Parque para 2019 podem chegar a
1,7 milhões de euros. «Estamos conformados
com esta atribuição de verbas. Contudo, que-
remos sobretudo trabalhar mais e estamos
muito comprometidos em arranjar recursos
pelos nossos próprios meios, seja pela venda
de bilhetes para visitas ou pela venda de
“merchandising”», adiantou o responsável,
revelando que as empresas vitivinícolas do
Douro Superior vão «dar os seus nomes» às
salas de exposição do Museu do Côa. A Fun-
dação Côa Parque é também financiada pelo
Turismo de Portugal, a Agência Portuguesa
do Ambiente, a Associação Municípios do Vale
do Côa e o Município de Foz Côa.
12 • • Quinta-feira • 21 de março de 2019

Vila Nova de Foz Côa Gastronomia

Parque Arqueológico e Museu do Côa


com certificação de qualidade
Guarda e Castelo Branco
O Parque Arqueológico e
Museu do Côa receberam na
quinta-feira o selo de qualida-
atestando a integração da
Fundação nesta organização
«que agrupa dezenas de sítios
com 80 doces candidatos às
de como destino turístico de
arte rupestre dos Caminhos
de Arte Rupestre Pré-histórica.
de arte rupestre pré-histórica
europeus», refere a Fundação
Côa Parque, que gere aque-
“7 Maravilhas de Portugal” DR
O “European Rock Art les dois espaços. Segundo os
Trails” é um Itinerário Cultural responsáveis pelo ‘European
do Conselho da Europa. Na Rock Art Trails’, o galardão foi
entrada do Museu passaram atribuído ao Museu e Parque
a figurar placas indicando Arqueológico «após um rigo-
quer esta certificação, quer roso processo de certificação».

Fundão
Câmara apoia recuperação de casas
na zona antiga do Fundão e Alpedrinha
O município anuncia que de reabilitação serão as de con-
estão a decorrer até 15 de abril servação/reparação/alteração
as candidaturas para o apoio às das caixilharias, coberturas e
obras de reabilitação de edifí- alvenarias de prédios urbanos
cios na zona antiga do Fundão localizados dentro da zona
e na vila de Alpedrinha. antiga que integra as Áreas de
Nos dois casos, a autarquia Reabilitação Urbana (ARU) do
disponibilizará 50 mil euros no Fundão e Alpedrinha. Os pro-
âmbito da operação de reabili- prietários interessados devem
tação urbana, bem como incen- apresentar candidaturas através
tivos fiscais, nomeadamente do formulário online, disponível As Cavacas de Pinhel são uma das candidaturas já conhecidas e concorrem na categoria de doce regional
redução de IRS e IRC, isenção em http://www.servicosonline.
parcial (25 a 50 por cento) do cm-fundao.pt, que terá que ser O prazo de candidaturas candidatos. Dessa lista um painel candidatos, em linha com a filo-
IMI e IVA à taxa reduzida de 6 entregue diretamente no Balcão à oitava edição do concurso “7 de especialistas irá escolher, por sofia do concurso, que pretende
por cento. Segundo a Câmara, as Único Municipal nos Paços do Maravilhas Doces de Portugal” votação, 21 doces de cada distrito por um lado valorizar a doçaria
obras admitidas para a operação Concelho. terminou no domingo e registou ou região autónoma, distribuídos tradicional e por outro lado
números sem precendentes. Os pelas sete categorias, sendo três apostar na inovação, incentivan-
distritos da Guarda e Castelo por categoria. O total nacional do o empreendedorismo local».
Segurança Branco concorreram com 40 pode assim ascender a 240 doces, A categoria de “Doce de Co-
GNR tem posto móvel para chegar doces tradicionais cada, sendo
já conhecida a candidatura das
que serão depois reduzidos a
14 finalistas. Destes, sete serão
lher e Doce de Fatia” contou com
126 inscrições, seguindo-se os
a mais pessoas DR
Cavacas de Pinhel, apresentada eleitos como “7 Maravilhas “Doces de Pastelaria” com 107
pelo município na categoria de de Portugal”, por votação do candidaturas. Os “Doces Festi-
doce regional. público, durante a “Gala Finalís- vos” têm 101 candidatos e os
No total, o concurso validou sima”, a transmitir pela RTP a 7 “Biscoitos e Bolos Secos” contam
907 inscrições submetidas numa setembro de 2019. Segundo os com 91 propostas. O concurso “7
plataforma online por entidades promotores, «das 907 candida- Maravilhas” já distinguiu diversos
públicas, privadas e por pessoas turas apresentadas, a categoria valores da identidade nacional,
singulares, que vão ser agora de “Doces de Território” é a como o património histórico»,
validadas pelo Conselho Cientí- que conta com mais inscrições, património natural, “aldeias”,
fico das “7 Maravilhas Doces de num total de 246 candidaturas, entre outras. O concurso de 2019
Portugal”. Posteriormente será seguida pela categoria de “Doces conta com o apoio institucional do
divulgada a lista completa de de Inovação”, com 175 doces Ministério da Agricultura.

Gouveia
Município apoia ovinos da raça Serra da Estrela
O Comando Territorial da que as pessoas possam realizar A Câmara de Gouveia vai técnica municipal às explorações 2019). Há ainda um incentivo para
Guarda da GNR apresentou as suas denúncias ou obter in- atribuir incentivos financeiros aos no processo de licenciamento de o aumento do efetivo pecuário re-
nos Fóios (Sabugal) um novo formações e esclarecimentos. agricultores do concelho, que vão queijarias. Está ainda prevista produtor de cinco euros por animal
veículo de policiamento de Segundo o major Cláudio Sa- desde o apoio ao efetivo ovino da a atribuição de um incentivo até 30 animais e de três euros/ani-
proximidade. raiva, relações públicas do Co- raça Serra da Estrela e caprinos, financeiro de 5.000 euros para mal para mais de 30 animais para
Este “Posto Móvel” tem mando Territorial da Guarda, até à produção de leite. jovens agricultores que se insta- ovinos de outras raças e caprinos
como principal função potenciar o “Posto Móvel” irá percorrer O denominado Regulamento lem no setor da ovinicultura da (também não aplicável em 2019).
o patrulhamento e policiamento os 14 concelhos do distrito da Municipal de Incentivo à Produ- raça autóctone ou na caprinicul- O mesmo regulamento prevê
junto da população mais isolada Guarda e será «sobretudo útil ção de Ovinos Serra da Estrela e tura e apoios à manutenção do apoios para a produção de leite
do distrito da Guarda, nomea- para a população mais idosa de Caprinos do Concelho de Gou- efetivo pecuário reprodutor das de ovelha Serra da Estrela (para
damente dos militares afetos às que, muitas das vezes, tem veia destina-se aos agricultores, explorações existentes (no valor o leite laborado/transformado
secções de Prevenção Criminal algumas dificuldades em se pessoas singulares ou coletivas de cinco euros por animal para em queijarias do concelho será
e Policiamento Comunitário, deslocar às localidades onde com domicílio fiscal e com as- ovinos Serra da Estrela e de um atribuído o apoio de 0,02 euros
responsáveis pelo programa existem postos da GNR». O sento de lavoura no município. euro por animal para ovinos de por litro e para o leite laborado/
“Idosos em Segurança”. «É um veículo terá, no mínimo, dois Contempla a atribuição de incen- outras raças e caprinos). transformado fora do âmbito das
recurso fundamental para o militares e vai servir os 25 tivos à instalação de explorações Para os ovinos Serra da Es- queijarias do concelho o apoio
desenvolvimento da atividade e postos territoriais da GNR no pecuárias de gado ovino e caprino trela são também anunciados in- será de 0,005 euros/litro) e um
cumprimento das missões atri- distrito da Guarda e também e aos criadores já existentes. Tam- centivos para o aumento do efetivo incentivo anual de 250 euros para
buídas à Guarda», refere a GNR poderá participar em eventos bém vai apoiar os produtores de pecuário reprodutor de 10 euros as queijarias legalizadas. As can-
em comunicado. O veículo está (feiras, mercados, etc.) e apoiar leite de ovelha da raça Serra da por animal, até ao máximo de 30 didaturas devem ser apresenta-
dotado de meios informáticos e aquela força de segurança em Estrela, para as queijarias com animais, e de seis euros por animal, das no Gabinete de Saúde Pública
de comunicações, o que permite operações de fiscalização. sede no concelho, e prestar ajuda para mais de 30 (não aplicável em e Veterinária até 31 de maio.
Quinta-feira • 21 de março de 2019 • • 13

Opinião Dança

Olga Roriz regressa ao TMG


Ovo de Colombo

Elina Garanča
com homenagem a Bergman
DR

DR

Joana C. Pereira interpretação da Carmen, de Bizet,


por exemplo, é inesquecível, tendo-
Elina é uma mezzosoprano de se tornado, e com toda a justiça, a
timbre suave, quente e encorpado, maior referência atual deste papel.
com características e atributos O ouvinte (ou o espectador)
perfeitos para os grandes papéis sente nela uma tal serenidade, per-
operáticos deste tipo de voz. cecionando o seu corpo relaxado
Ela tem uma técnica tão se- e a sua voz aberta e livre, que é
gura e perfeita que se permite a levado numa experiência reparado-
si mesma todo o espaço para que ra, acabando o seu próprio corpo
a expressividade se solte, livre e e a sua própria mente por serenar
genuína, e que esta, ao mesmo também. É um efeito poderoso
tempo, se transmita ao público de cura emocional este que Elina
controlada e delicadamente. A sua Garanča nos oferece.
A dança contemporânea coreógrafa encontrou paralel- desta produção interpretada
está de regresso ao TMG este ismo com o seu trabalho. Por por André de Campos, Beatriz
Trancoso sábado (21h30) com “A meio da isso, é também uma peça sobre Dias, Bruno Alexandre, Bruno
noite”, uma criação de Olga Roriz. o processo de criação numa Alves, Catarina Câmara, Fran-
Saramago em destaque na Semana Em palco, sete intérpretes procura incessante de si próprio cisco Rolo e Rita Calçada Bastos.
encontram-se para partilhar as e dos outros. Para esta criação A banda sonora reúne músi-
da Leitura suas pesquisas sobre a obra do Olga Roriz leu a biografia do cas de J.S. Bach, Erik Satie, Primal
A Semana da Leitura decorre Bibliotecas das Beiras e Serra da realizador e criarem, coletiva cineasta, reviu vários dos seus Scream, Michelle Gurevich, Franz
até domingo em Trancoso com Estrela e no primeiro ciclo serão ou individualmente, cenas que filmes, sozinha e com os baila- Schubert, Frédéric Chopin, Pi-
várias atividades para as escolas apresentados livros de Filipe L. possam integrar um futuro rinos, num trabalho de pesquisa otr Ilitch Tchaikovsky, Richard
e o público em geral. S. Monteiro e Eduardo Marques, espetáculo. O espetáculo de que durou mais de um ano. A Wagner e dos Jefferson Airplane,
Além da habitual feira do que estarão presentes. O primeiro dança, teatro e cinema aborda coreografia «é uma profunda entre outros, bem como excertos
livro, o destaque desta edição irá ainda contactar com turmas a temática existencialista do en- homenagem a Ingmar Bergman, sonoros do filme “Metropolis”
que começou na segunda feira do 2º e 3º ciclos de ensino, que cenador e cineasta Ingmar Berg- aos atores dos seus filmes e aos (1927), de Fritz Lang, “Persona”
é a exposição “José Saramago: também vão ao teatro. Já algumas man, sendo uma homenagem ao intérpretes da Companhia», (1966), de Ingmar Bergman, e
20 anos Prémio Nobel”, que está turmas do ensino secundário e do realizador sueco em cuja obra a disse Olga Roriz a propósito uma entrevista ao realizador.
patente no Centro Cultural até profissional vão assistir à projeção
dia 29. A mostra é promovida do filme “Ensaio sobre a cegueira”
pela Fundação José Saramago e do realizador Fernando Meirelles Oficinas

Fotografia e desenho no Feital


é composta por 22 painéis com baseado na obra homónima de
fotografias de Estelle Valente, José Saramago.
textos de Ricardo Viel e ilustrações No domingo, a Semana
de Gonçalo Viana que, em da Leitura terminará com um A associação Luzlinar orga- Ana Rodrigues vai coor- das Naves a Carnicães, para co-
conjunto, traçam um panorama espetáculo infantil, para bebés e niza duas oficinas de fotografia denar a oficina de fotografia nhecer alguns dos 200 abrigos
da atribuição do máximo galardão crianças até aos 4 anos, no Centro e desenho no sábado e uma documental, enquanto Pedro de pastores existentes na Serra
das Letras ao autor do “Memorial Cultural de Trancoso (16h30). Os caminhada pela Serra do Feital Januário e Flávio Delgado serão do Feital. O percurso é de 6,6 qui-
do Convento”. Durante a semana pais interessados em participar no domingo. Estas atividades os coordenadores da oficina de lómetros, de grau de dificuldade
os alunos do pré-escolar serão devem inscrever-se previamente destinam-se a angariar verbas desenho de observação. As duas moderado, e terá a duração de
visitados pelas mediadoras de através do email biblioteca@ para o Projeto Bosques e para iniciativas decorrem no Feital. 3h30. As inscrições terminam na
leitura de algumas bibliotecas cm-trancoso.pt ou pelo telefone a preservação dos Abrigos de No domingo a Luzlinar preparou sexta-feira e custam 3 euros ou
da Rede Intermunicipal de 271813143. Pastor e das Rotas, respetiva- mais uma caminhada pela Rota 13 euros para quem pretender
mente. dos Abrigos, ligando Vila Franca almoçar.

Pintura
Graciana Cruz expõe no Centro Cultural Música
e Social de S. Miguel
A Associação Desenvolver com a pintora no domingo e no
Divulgado cartaz do Gouveia Art Rock
o Talento (ADoT) promove uma dia 30, a partir das 16 horas. O Gouveia Art Rock (GAR), Unidos da América), Wobbler os lançamentos dos novos ál-
exposição de pintura em tela e Graciana Cruz é natural de Sor- o único festival português de- (Noruega), Karin Nakagawa buns dos Loomings, intitulado
porcelana de Graciana Cruz cuja val (Pinhel) e reside na Guarda. dicado ao rock progressivo, vai (Japão), Filipe Quaresma (Por- “Weirdo”, e de Isildurs Bane &
inauguração está marcada para É professora aposentada de decorrer de 4 a 5 de maio no tugal) e Salut Salon (Alemanha). Peter Hammill, “In Amazonia”.
sábado (15h30). Educação Visual e Tecnológica, Teatro Cine da “cidade-jardim”. A organização, a cargo da autar- A autarquia refere, em comuni-
A abertura contará com um autora de inúmeras obras e Do cartaz da 16ª edição quia, destaca que o GAR, iniciado cado, que este último trabalho
momento musical proporcio- tem exposto individual e cole- constam os músicos Luca Stri- em 2013, é um «dos melhores foi «comissionado pelo municí-
nado por Ana Beatriz e Miguel tivamente em diversos locais, cagnoli (Itália) e Meg Pfeiffer festivais do panorama mundial pio de Gouveia e pelo próprio
Oliveira, dois jovens da ADoT. tendo participado na exposição (Alemanha), The Loomings de música progressiva». Além festival propositadamente
A mostra está patente até 7 de “À Descoberta de Talentos 2” (França), The Advent of March dos concertos, de um colóquio para ter a sua estreia mundial
abril no salão do Centro Cultural promovida pela ADoT. Esta ativi- (Bélgica), Isildurs Bane (Sué- e da habitual feira dedicada a nesta edição do GAR, algo será
e Social de S. Miguel, na Guarda- dade conta com o apoio da Junta cia), Peter Hammill (Inglater- este género musical, o Gouveia inédito ao nível da música pro-
Gare, onde haverá encontros de Freguesia da Guarda. ra), Courtney Swaine (Estados Art Rock conta este ano com gressiva».
14 • • Quinta-feira • 21 de março de 2019 Publicidade

Prof. Doutor
PUB
Médico
Diogo Cabrita
Cirurgião geral L. Taborda Barata
tratamento de varizes
e suas complicações, Imunoalergologista
pequenas cirurgias,
hérnias, hidrocelos,
vesícula Litiásica.
Asma e Doenças Alérgicas
Marcações : (Clínica
Cembi) Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
Tel: 275334876
Telef.: 271213445
Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
Protocolo com a Médis Tel: 271211905

UNIDADE DE OTORRINOLARINGOLOGIA
DA BEIRA INTERIOR
Alameda Pêro da Covilhã,
29, r/c Esq – COVILHÃ
Contacte-nos! Telf: 275 324 236 www.uobi.pt
Tel: 271212153 2ª a 6ª feira 10-13h e 14-19h
Tlm: 964246413 Consultas de Otorrinolaringologia
(Ouvidos, Nariz e Garganta)
- Dra. Rafaela Teles Consultas todos os dias

Dr. José João


Atendimento URGENTE
Dra Assunção Vaz Patto
- Prof. Dr. Rui Cerejeira
Consultas de Pneumologia/Doenças Alérgicas
- Dr. Nuno Sousa

Garcia Pires
Terapia da Fala/Voz

Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra


Neurologista - Terap. Ana Rita Fonseca
Fisioterapia Respiratória / Reabilitação Vestibular
- Terap. Tânia Churro
EXAMES: Audiograma; Timpanograma; Reflexos
Consultas de Neurologia

ORTOPEDIA
Estapédicos; Estudo do Sono; Provas funcionais
Exames: Electromiografia respiratórias; Testes Cutâneos de Alergia
e Potenciais Evocados
Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral -
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian
Edifício Gulbenkian, s/n
Telef.: 271 231 397 6300-745 Guarda

Prof. Celso Pereira ADVOGADOS


Imuno-Alergologia António Ferreira, Paula Camilo
(Doenças Alérgicas) & Associados
Sociedade de Advogados, RL
Ass Graduado HU Coimbra /
Fac Medicina UC Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765
e_mails:
Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com

ADVOGADOS
Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda
Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2
(ao lado da loja MANGO)
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560 6300-663 Guarda Vitor Nascimento
Bárbara Brigas
António Gil Advogado
Empresa de transportes admite:
COMERCIAL
Tel. / Fax 271 238 344 Procuramos profissional com o seguinte perfil:
Telefone: 271 086 518
R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda • Fluente na língua francesa (imprescindível); e_mails:
• Conhecimentos de língua inglesa;
antonio.gil-5388C@adv.oa.pt • Informática na ótica do utilizador; vitor.nascimento-5874c@adv.oa.pt
• Valorizam-se conhecimentos e relações comerciais barbarabrigas-4041c@adv.oa.pt
Vende-se no setor de transportes;
Oferecemos:
Rua do Encontro, nº 9 - 3º • 6300-704 Guarda
Quinta com Casa, cerca de 12 ha • Formação;
à beira do rio Mondego, perto das rotundas • Disponibilização de computador portátil;
da A25 e IP2 • Lageosa do Mondego • Trabalho a partir de casa;
Contactos: 966473371 • 271926638 Enviar Curriculum Vitae para Apartado 196, 6300-909 GUARDA

Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins • Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda •
Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Ana Eugénia Inácio. • Conselho Editorial: António Ferreira, Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João Canavilhas, José Carlos Alexandre, Diogo Cabrita e Maurício Vieira.
Colunistas e Colaboradores: Acácio Pereira, Albino Bárbara, Ângela Guerra, António Costa, António Ferreira, António Godinho, Cláudia Quelhas, David Santiago, Diogo Cabrita, Eduardo Lourenço, Fernando Pereira, Fidélia Pissarra, Frederico Lucas, Hélder Sequeira, Honorato Robalo, João Canavilhas, Joana C. Pereira,
Joana Dente, João Mendes Rosa, João Morgado, João Santiago Correia, Joaquim Igreja, Jorge Noutel, José Carlos Alexandre, José Carlos Breia Lopes, José Pires Manso, Júlio Sarmento, Melanie Alves, Miguel Castelo Branco, Miguel Moreira, Miguel Sousa Tavares, Norberto Gonçalves, Nuno Jerónimo, Telma Madaleno e
Víctor Afonso. Desporto: António Silva, Arlindo Marques, Cristina Sofia, Daniel Soares, José Luís Costa, Miguel Machado e Rui Geraldes. • Cartoon: Maurício Vieira. • Paginação: Jorge Coragem • Projeto Gráfico: Maurício Vieira. • Departamento Comercial: Natalina Martins • Impressão:
FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-265 Coimbra • Telefone 239 499 922 • Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt • Sede, Redação e Publicidade: Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda N.I.P.C. – P-504847422. • Nº de registo na ERC: 123436 • Depósito
Legal:146398/00 • Tiragem desta edição: 7.200 exemplares • Periodicidade: Semanário • Edição Internet: O Interior • Propriedade: JORINTERIOR - Jornal • O Interior, Ldª. Detentores de mais de 10% do capital da empresa: José Luís Carrilho Agostinho de Almeida e Luís Baptista-Martins.
Estatuto Editorial: https://www.ointerior.pt/ficha-tecnica/ • Guarda - Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt

Classificados
Imobiliário Vende-se/Arrenda-se/Diversos Emprego Diversos
Férias. Praia da Oura - Albu- Sta Cruz, Guarda: 5,69 ha - Cul- Procuro trabalho como Explicações Bio/Geo, ensino Banda Mega Star - Grandes Se tem problemas com o divórcio,
feira. T2. A 200 metros da praia. tura - Água - Lameiro - Pastagem. limpezas, passar a ferro, con- personalizado - 1 ou 2 alunos (max). Músicas - João Marques Almeida. nós apoiamos-te. Acolher. Con-
Telef.289367024 Vendo. Tlm. 964278087 domínios, umas horas na res- Prof. com 20 anos de experiência. Tlm. 914889442/919546447 (24h) tacto: 919568551
tauração, cuidar de idosos ou Guarda-Gare. T. 914617113
Vende-se Casa c/ terreno, água Arrendamento parcial, crianças, etc. Contacto móvel: Executam-se trabalhos de con- Cavalheiro reformado com
e árvores de fruto. Mizarela. Bons Apartamento Mobilado na Guar- 969497622 Oferece-se Senhora desem- strução civil, pinturas, aplicação boa situação e casa própria,
acessos. Tlm. 965199646 da-Gare. Tlm.: 968362728 pregada cuida de senhora idosa de pladur, azulejos/mosaicos, en- assunto muito sério, procura
Senhora precisa urgente de tra- e trabalhos domésticos. Zona da tre outros. Contacto: 960136446 senhora ate aos 70 anos. Informa
Vende-se Apart. Duplex c/ cobe- balho na Guarda. Tlm. 912216331 Guarda ou Covilhã. Tlm. 911996779 telemóvel 911017067
rtura, 4 quartos, 3 WC, terraço, Senhora procura cavalheiro,
garagem, 230m2, acab. de luxo. Precisa-se Funcionário(a) para Cavalheiro solteiro, reformado, dos 50 aos 50 anos. Assunto Cavalheiro viúvo, com boa
Centro de Viseu. Telm. 910491439 Atendimento e Distribuição. sem filhos, deseja encontrar compa- sério. Tlm.: 965210062 situação, procura senhora até aos
Tel. 934272248 nheira dos 50 aos 55 anos. Escrever 65 anos. Assunto sério e respeito.
para Luís Duarte Rato, Travessa das Informa tlm: 916497810
Moitinhas nº8, 6200-684 Teixoso
Quinta-feira • 21 de março de 2019 • • 15

Sp. Covilhã soma e


Ficha de Jogo
Árbitro: Pedro Ramalho (AF Évora)
Árbitros assistentes: Pedro Sancho e
Luís Diogo

segue na IIª Liga


E. Santos Pinto,
Covilhã
Sp. Covilhã.................. 2
Vítor São Bento, Tiago Moreira, Jaime,
Rafael Vieira, Henrique Gomes,
Serranos derrotaram o Famalicão, segundo classificado, por 2-0 perante 1.227 Gilberto, Guilherme Rodrigues, Mica
(Leandro Pimenta, 87’), Adriano (Bo-
espetadores, uma das melhores assistências dos últimos anos nani, 77’), Diego Medeiros e Kukula
Filipe Pinto - Foto Académica
(Deivison, 65’)
O Famalicão, segundo clas- Gilberto, que, em zona frontal, Treinador: Filó
sificado da IIª Liga, foi a última rematou forte para defesa de
“vítima” do Sp. Covilhã ao sair Defendi após toque de calcanhar
Famalicão................... 0
Defendi, Joel, Ricardo, Rocha, Jorge
derrotado de um bem composto de Kukula.
Miguel, Pathé Ciss (Ashley-Seal, 65’),
Santos Pinto, no domingo, por No segundo tempo o Co- Capela, Hocko, Feliz (Fabinho, 81’),
2-0 na 26ª jornada do campe- vilhã surgiu mais assertivo e Walterson (Anderson, 56’) e Fabrício
onato. Os comandados de Filó inaugurou o marcador aos 53’ Treinador: Vítor Vieira
ascenderam ao sétimo lugar da numa jogada conduzida por Die-
Golos: Mica (53’) e Gilberto (80’)
geral, com 37 pontos, e somaram go Medeiros. O extremo serviu
o décimo jogo sem perder. Henrique Gomes e este cruzou Ação disciplinar: Cartão amarelo a
Obrigados a não perder para Mica, que, vindo de trás, São Bento (31’), Gilberto (41’), Ander-
pontos para garantir a subida, inaugurou o marcador com um son (78’) e Jaime Simões (78’).
os visitantes entraram fortes remate sem preparação. Em des-
e com o bloco alto para tentar vantagem, o Famalicão aumentou calão do futebol nacional – está
chegar cedo à vantagem e quase a pressão, mas foram os serranos agora a 11 pontos do líder Paços
o conseguiram aos 2’, não fosse que aumentaram a vantagem de Ferreira – e coloca em risco a
Mica a impedir Pathé de finali- num contra-ataque finalizado por subida à Iª Liga. Com 48 pontos,
zar. Mas esta foi a única ocasião Gilberto com um “tiro” à entrada a formação minhota, cujo treina-
digna de registo dos nortenhos da área adversária aos 80’. A par- dor passou entretanto a ser Carlos
no primeiro tempo, enquanto tida ficou sentenciada, já que os Pinto, já só tem dois de vantagem
os locais tudo fizeram para famalicenses não tiveram arte sobre a Académica e três sobre o
controlar o encontro, pelo que nem engenho para ultrapassar a Estoril Praia. Já o Sp. Covilhã subiu
as jogadas de interesse escas- defensiva covilhanense. para um tranquilo sétimo lugar
searam. A melhor oportunidade A derrota, a segunda con- e na próxima jornada, agendada
de golo dos covilhanenses neste Reforço de “Inverno” Kukula voltou a criar muitas dores de cabeça à defesa secutiva, atrasa o Famalicão na para 31 de março, joga em Faro
período pertenceu ao capitão contrária luta pelo título do segundo es- com o Farense, 14º classificado.
Publicidade
XCM PUB

BTT de Seia com bons resultados


em Melgaço DR

A equipa do BTT de Seia Ana Antunes (BTT Gardunha/


esteve em destaque na Maratona Fundão/Create) fechou o pó-
de Melgaço, a primeira prova da dio, a 2m08s da primeira clas-
Taça de Portugal de Maratona sificada. David Vaz e Flávia
BTT (XCM) corrida no domingo Lopes (ambos da Vasconha
na vila minhota. BTT Vouzela) são os primei-
Carlos Gomes venceu no ros comandantes da Taça de
escalão de master 35 e António Portugal XCM. Também o man-
Marques ganhou em masters teiguense Tiago Craveiro al-
45, enquanto Liliana Jesus foi inhou na prova, tendo o sido
segunda na corrida principal único paraciclista de classe D
feminina, com 62,5 quilómet- a competir em Melgaço. A seg-
ros. A senense cortou a meta unda etapa da Taça é a Maratona
42 segundos depois de Flávia de Mortágua, que terá lugar a 14
Lopes (Vasconha BTT Vouzela). de abril.
16 • • Quinta-feira • 21 de março de 2019 Publicidade

Patinagem artística
Torneio “Cidade Neve”
Rua do Campo, 5 – 1º Dto - 6300-672 Guarda
Rua do Campo,
Telefone: 5 – 1º Dto --6300-672
271211730 Guarda
967543140
Lic. Nº 2890 – AMI
Lic. Nº 2890 – AMI
www.predialdaguarda.pt
com 130 atletas DR

Telefone: 271211730 - 964126775 www.predialdaguarda.pt


VENDE
ID:1220 V3 Guarda Vivenda isolada, no centro de aldeia, arrumos….. ..27.000€
ID:0000 Casa Rústica Para remodelação no centro histórico…………. .34.000€
ID:1250 T3 Centro Cozinha c/ marquise,sala, quarto c/roupeiro,2wc´s.. 39.000€
ID:0999 Escritório Guarda Centro Com 34m² , 2 salas,1 wc……..… ...40.000€
D:1003 T2 Guarda Bem localizado,1 wc, sala e um grande terraço……45.000€
2
ID:0159 Quinta GuardaC/ 8500m ,bons acessos,c/electricidade, água. 45.000€
ID:1158BT4 Centro Bem localizado, necessitar obras de remodelação..52.000€
ID:1231 T3 Guarda Lareira e despensa na cozinha, 2 wc´s, sótão…….53.900€
ID:1235 V2 Centro Sala e coz. comum,2 quartos, anexos, logradouro. .55.000€
Cerca de 130 atletas participaram no Iº Torneio
ID:1158 T4 Centro Todo remodelado, 2 wc´s, lavandaria, 4quartos. …..80.000€
2
“Cidade Neve” de patinagem artística, que decorreu no
ID:1237 Lote Com 480 m ,p/ construção de uma moradia isolada ……..85.000€
ID:0971 T3 Centro Remodelado, roupeiros, sótão, lugar de garagem....95.000€
sábado no pavilhão do Clube Desportivo da Covilhã com
ID:0829 T3 Duplex Com lareira, 3quartos, 2wc´s, lugar de garagem… ..95.000€ NOTÁRIO organização do Académico dos Penedos Altos.
ID:1176B T3 Guarda Lareira na coz. janelas duplas, sótão, garagem....95.000€ José Carlos Travassos Relva
ID:1253 T3 Guarda Coz. mobilada, recuperador de calor, 2wc, sótão …95.000€
Prestaram provas de iniciação, pré-competição e com-
2
ID:1105 Casas Rústicas Em pedra c/ 710m de terreno envolvente….100.000€ CERTIFICO que, por escritura de 14 de Março de 2019, exarada a fls. 79 e seguintes do petição patinadoras de sete clubes filiados na Associação
ID:1246 T2 Centro Completamente mobilado e equipado, wc, sótão…110.000€ livro de notas para escrituras diversas numero 398 - P, do Notário José Carlos Travassos
ID:1000 V4 Isolada C/4 quartos, 2 wc´s, adega, garagem, quintal..….115.000€ Relva, com Cartório na cidade da Guarda, JOSÉ AGOSTINHO ESCADA CAIRRÃO de Patinagem de Coimbra (CCD Académico dos Penedos
ID:1239 T3 Guarda Aquec. central a lenha e a gás, sótão, garagem …125.000€ e mulher MARIA DE LURDES REDUTO RITA CAIRRÃO, casados sob o regime da Altos, Academia de Patinagem da Covilhã/ UBI, Unidos FC
ID:0956B V4 Guarda C/4 quartos, sótão habitável, garagem, quintal.. .150.000€ comunhão de adquiridos, naturais da freguesia do Marmeleiro, deste concelho, onde
ID:0000 V5 Guarda Coz. c/ lavandaria, garagem, sótão, logradouro....150.000€
Tortosendo, NDS, da Guarda, Seia FC, GR Vigor e Mocidade
residem no lugar do Penedo da Sé, com exclusão de outrem declararam-se donos e
ID:0220 Vivenda Isolada Dividida em três fracções T2, logradouro…. 160.000€
legítimos possuidores do scguinte Imóvel: e Académica de Coimbra). Em termos de resultados, o
ID:0837 V4 Guarda C/ 2 pisos para habitação independentes, sótão...165.000€
ID:1236 V5 Guarda Sala e coz. comum c/ lareira,garagem p/2 carros .185.000€
PRÉDIO RÚSTICO constituido por terreno de centeio e pastagem, com a área de nove Académico conquistou cinco medalhas nas três categorias,
ID:1233 V4 Guarda C/4 quartos, escritório, sótão, garagem, quintal… 200.000€ mil novecentos e cinquenta metros quadrados, sito em Lagem Branca, na freguesia do o Unidos obteve oito e a Academia de Patinagem da Covilhã
ID:1230 V4 Guarda Painéis solares,3wc´s, garagem,sótão,logradouro240.000€ Marmeleiro, deste concelho, a confrontar do norte com José João, do sul com Elisa
ID:0000 Prédio Com 10 fracções, apartamentos, lojas, garagens…….475.000€ Pereira, do nascente com caminho e do poente com Manuel Joaquim Ginete, inscrito onze. O NDS conseguiu seis medalhas, o Seia FC uma e o GR
na matriz respectiva em nome de Jaime Raimundo, sob o artigo 3827, rom o valor Vigor e Mocidade oito, enquanto a Académica arrecadou
ARRENDA patrimonial actual de 7,92 euros, o atribuído de centoe vinte e três euros e vinte e um
ID:0972C Escritório Guarda Centro Com 30m² e óptimas vistas………….150€ cêntimos e omisso na competente Conservatória do Registo Predial.
cinco. Por equipas, o NDS venceu na categoria de iniciação,
IID:1050 Loja Guarda Espaço amplo, 2 wc´s, e um armazém………… …...220€
Que possuem este bem em nome próprio, convictos de que Ihes pertence, há mais de a APC/ UBI ganhou em pré-competição e o Unidos do Tor-
IID:0972B Loja Guarda Com 2 salas, recepção,2 wc´s, bem localizada…...225€
ID:0653 Escritório Centro Todo remodelado, sala ampla c/varanda,1 wc. .275€
vinte anos, por o terem adquirido, pelo ano de mil novecentos e noventa, no estado tosendo foi a melhor em competição, categoria em que as
de casados, por compra verbal feita a José Branquinho Marques, viúvo, residente que
ID:1095 T3 Guarda Coz. c/ lareira, 3 quartos, 2wc´s, roupeiros embutidos .310€
foi naquela freguesia do Marmeleiro e desde então e ininterruptamente o cultivam ou
guardenses do NDS fecharam o pódio.
ID:1005B T3 Guarda Coz. c/marquise, 3 quartos,2 wc´s, sótão e garagem .330€
2
IID:1240C Loja Guarda Loja para comércio c/ 163 m , 2 wc´s, 2 salas ..….350€ mandam cultivar, colhendo os frutos e fazendo as obras de conservação necessárias,
IID:1069 Loja Guarda Licença p/ comércio, 2 pisos, escritório,4 wc´s…. ....400€ posse que sempre exerceram, com conhecimento e à vista de toda a gente, sem PUB
IID:0851B Loja Centro Com boa localização, cave para arrumos, 1 wc…....500€ oposição de quem quer que seja, sendo, por isso uma posse pacifica, contínua, pública
e de boa fé, pelo que o adquiriram por usucapião, não tendo todavia, dado o modo
PUB de aquisição, documentos que lhes permila fazer prova do seu direito de propriedade.
Guarda. 14 de Março de 2019 Conservatória do Registo Civil, Predial e Comercial de Fornos de Algodres
O Notário,
JUSTIFICAÇÃO
CERTIFICO, narrativamente para efeitos de publicação que, neste Cartório, de folhas
(José Carlos Travassos Relva) quatro do Livro de Escrituras Diversas Cinquenta e um - C, se encontra exarada uma
O Interior, nº 1002 de 21/03/2019 escritura de justificação, com data de catorze de março de dois mil e dezanove, na
qual ADELlNO DA SILVA PINHO DE CAMPOS, NIF 119 098 163, e mulher ISABEL
MARQUES DA FONTE PINHO DE CAMPOS, NIF 195 588 576, casados sob o regime
de comunhão de adquiridos, naturais, ele da freguesia de Vila Chã de Sá concelho de
Viseu e ela da freguesia de São João da Lourosa, concelho de Viseu, residentes no
Largo de São Pedro, nº 12/13, freguesia de São João de Lourosa, concelho de Viseu,
com exclusão de outrem, do seguinte imóvel, situado no território da freguesia de Casal
Vasco, concelho de Fornos de Algodres:
Disseram os primeiros outorgantes que são donos, com exclusão de outrem, de um
prédio rústico, situado á Camilinha, freguesia de Casal Vasco, concelho de Fornos de
Algodres, composto de terreno de cultura, árvores de fruto, pinhal e mato, com a área
ASSOCIAÇÃO HUMANITÁRIA DE BOMBEIROS de sete mil e oitocentos metros quadrados, a confrontar do norte com Angélica Furtado,
sul com Herdeiros de Albano do Carmo, nascente com José de Almeida e poente com
VOLUNTÁRIOS EGITANIENSES José Simão, inscrito na matriz predial rústica sob o artigo 112, da freguesia de Casal
Vasco, com o valor patrimonial tributário para efeitos de IMT/IS de 452,04 € e igual
ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA valor atribuído, omisso na Conservatória do Registo Predial de Fornos de Algodres.
Que os mesmos não dispõem de título formal de que resulte pertencer-lhe a propriedade
CONVOCATÓRIA plena do referido prédio, o qual foi por eles adquirido, já no estado de casados entre si,
por compra meramente verbal a João Domingues de Oliveira e mulher Maria José da
Filipe Pinto Ao abrigo do disposto nos Estatutos da Associação Humanitária de Bombeiros Costa Ventura Oliveira, residentes em Casal Vasco, em data que não podem precisar,
Fotojornalista Voluntários Egitanienses, convoco a Assembleia Geral Ordinária para a sede da mas por volta do ano de mil novecentos e noventa e sete, sendo certo é que sempre
Associação, pelas 20,30 horas do dia 25 de Março de 2019, com a seguinte ordem o fruíram como entenderam, à vista de toda a gente e sem a menor oposição, dele
de trabalhos: retirando todas as utilidades, demarcando-o, limpando o mato, colhendo as pastagens
e as castanhas, exercendo essa posse por mais de vinte anos, sem interrupção e com
Ponto único.
a consciência de estarem a agir como verdadeiros donos do mesmo, o que confere a
Apresentação do Relatório e Contas de Gerência do ano de 2018, sua apreciação,
Escadas do Quebra Costas, Nº 2 • 6200-170 COVILHÃ tal posse a natureza de pública, pacifica, de boa fé e também continua, o que conduziu
discussão e aprovação.
Telef. 275 336 805 • Telem. 919 487 978 • Telem. 964 196 950 à aquisição daquele prédio por usucapião, que expressamente invocam, justificando
E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • fotoacademica@hotmail.com NOTA: o seu direito de propriedade para efeito de registo, dado que esta forma de aquisição
Se à hora marcada não estiver presente o número legal de associados, a Assembleia não pode ser provada por qualquer outro titulo formal extrajudicial.
funcionará meia hora depois, com qualquer número de associados. Está conforme o original.
Para constar se elaborou a presente convocatória e outras de igual teor, que vão ser Cartório Notarial de Fornos de Algodres, em catorze de março dois mil e dezanove.
afixadas nos lugares do costume.
A Oficial,
Guarda, 13 de Março de 2019
O PRESIDENTE DA MESA DA ASSEMBLEIA GERAL
(Maria Manuela Rocha Nobre Pacheco)
Álvaro José da Trindade Pereira Guerreiro, Dr.
www.ointerior.pt O Interior, nº 1002 de 21/03/2019 O Interior, nº 1002 de 21/03/2019

Cupão de Anúncios Classificados


Envie o seu anúncio classificado para Jornal O Interior, Rua da Corredoura, 80 R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Condições gerais dos classificados
Localização Identificação
do anúncio
1. Preencha o cupão com texto em maiúsculas,
deixando um espaço entre cada palavra. Nome: __________________________________________________________________
Grátis

2. O preço é acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Imobiliário


*

3. É obrigatório o envio do número de contribuinte (NIF).


4. A identificação é um campo de preenchimento
Vende-se Aluga-se Morada: ________________________________________________________________
obrigatório. A falta de elementos pode implicar a não Trespassa-se Diversos
publicação do anúncio.
5. A “O Interior” reserva-se o direito de rejeitar a
Emprego Código Postal: ________ - _____ Localidade: ___________________________
Euros
2,50

publicidade que não esteja de acordo com a sua Oferece-se Precisa-se


orientação editorial.
6. A recepção de anúncios para cada edição Veículos Contribuinte nº: _________________ Contacto: ______________________
termina 72 horas antes da data da publicação. Vende-se Procura-se
7. Não se aceitam cópias, faxes ou emails deste cupão. Assinatura ________________________________ Data ___/___/______
Euros
4,00

Diversos
* Grátis até à 2ª publicação, a partir
da qual acresce um custo de 2 euros. Para esclarecimentos pode contactar-nos através do telefone 271212153 ou para ointerior@ointerior.pt

Modo de Pagamento: O recibo ser-lhe-á enviado posteriormente


Transferência Bancária (forma mais rápida e vantajosa) Transferência Avulsa Transfira o valor em questão para o NIB indicado e junte
Autorização de pagamento: Exmos Senhores, por crédito na conta abaixo indicada, queiram proceder,
até nova comunicação aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo Jornal O Interior. IBAN: PT50 001000002256785000177 a este cupão o talão comprovativo da transferência.

Banco _____________ Balcão _____________ NIB _________________________ Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________
Nome do Titular _______________________________________________________ Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Numerário
Quinta-feira • 21 de março de 2019 • • 17

Futebol distrital Karate

Figueirense a um ponto Gonçalo Guerra conquista quarto título


regional DR

do título DR

Gonçalo Guerra (Acade- seguiu lugares de pódio, com


mia Egitaniense de Karate destaque para os títulos regio-
Shotokan) sagrou-se no do- nais de José Barreiros (Centro
mingo tetracampeão regional Bushido da Guarda) em kata
de juvenis Centro Norte duran- infantil e de Alexandra Veloso
te o campeonato da Federação (Escola de Karate de Celorico
Nacional de Karate realizado da Beira) em kumite juvenil.
na Figueira da Foz. Já Rodrigo Rodrigues (Centro
A prova destinou-se a ka- Artes Marciais da Guarda), Íris
ratecas dos escalões de infan- Silva (Centro Bushido Guarda)
tis, iniciados e juvenis e reuniu e Alexandra Veloso e Érica
O Ginásio Figueirense (na foto) está a um Vilar Formoso (19). Este domingo há um duelo “de mais de 200 atletas da região, Marques (ambas do Escola
ponto do título distrital da AF Guarda após vencer, morte” entre o Sabugal e o Almeida, além dos jogos que também lutaram pelo de Karate Celorico da Beira)
no domingo, o Sp. Sabugal por 3-0. Trancoso-Figueirense, Manteigas-São Romão, For- apuramento para a fase final conseguiram o terceiro lugar
Na 21ª jornada do campeonato da Iª Divisão, nos-Aguiar da Beira, Vilar Formoso-Celoricense, do Nacional que terá lugar a 27 em kata e kumite.
a equipa de Figueira de Castelo Rodrigo somou Vila Cortês-Gouveia e Vilanovenses-Soito. de abril, na Mealhada. Treina- No sábado o Centro de
a 19ª vitória e chegou aos 58 pontos, contando do por Rui Jerónimo, o jovem Artes Marciais da Guarda orga-
agora 15 pontos de vantagem sobre o Manteigas. Vila Franca “cilindra” Guarda guardense venceu a sua prova nizou um estágio com o Shihan
O segundo classificado empatou 1-1 na visita ao Desportiva de kata e conquistou o título Kevin Funakoshi, 8º Dan, no
Sp. Celoricense (4º) e somou 43 pontos, pelo que regional pela quarta vez conse- pavilhão de São Miguel. Par-
está definitivamente fora da corrida pelo pri- O Vila Franca das Naves regressou as vitórias cutiva, ou seja, nos diferentes ticiparam uma centena de
meiro lugar. O Aguiar da Beira recebeu e venceu no domingo ao cilindrar, na sede do distrito, o escalões em que competiu. A karatecas dos dojos da UKSB
o Trancoso (7º) por 1-0 e permanece na terceira Guarda Desportiva (6º) por 6-0 e segurou a lider- União de Karate Shotokan das e instrutores responsáveis
posição, a um ponto do Manteigas. Nos restantes ança do Distrital da IIª Divisão. Beiras (UKSB) competiu com dos dojos da Guarda, AEKS e
jogos destaque para a derrota expressiva do Gou- Mas a equipa do concelho de Trancoso, que so- 14 karatecas e também con- KS Guarda.
veia (5º) por 3-0 no Soito (12º), enquanto o Vila mou 29 pontos, tem o Foz Côa no seu encalço a um
Cortês do Mondego (6º) foi empatar 1-1 ao terreno ponto de distância. Na 14ª jornada os fozcoenses
do “lanterna vermelha” Estrela de Almeida (14º). receberam e venceram o Pala (7º) por 1-0, o Paços Escalada
Já o Fornos de Algodres (8º) foi ganhar 1-0 da Serra (5º) derrotou em casa o Freixo de Numão Clube de Montanhismo consegue
a São Romão (10º), o mesmo resultado conseg- (3º) por 3-1, um resultado conseguido também pelo
uido pelo Sp. Vilar Formoso (11º) em Vila Nova Nespereira (4º) no campo da ADC Castelos (8º). O quinto lugar em Soure DR
de Tazem frente ao Vilanovenses (9º). Com o nono e último lugar é ocupado pelo Casal de Cinza, O Clube de Montanhismo
campeonato praticamente decidido, é agora a luta que folgou. Este domingo o Foz Côa pode aproveitar da Guarda (CMG) participou no
pela fuga à despromoção à IIª divisão que está ao para assumir a liderança, à condição, se vencer na sábado, em Soure, na primeira
rubro. A cinco jornadas do fim apenas cinco pontos deslocação ao terreno do Nespereira, isto porque o prova do circuito de bloco da
separam o último (Estrela de Almeida, com 14 Vila Franca vai folgar. Os outros jogos da 15ª jornada Federação Portuguesa de Mon-
pontos) do décimo classificado (São Romão, 19). são o Freixo Numão-Guarda Desportiva, Casal Cinza- tanhismo e Escalada.
Pelo meio estão Sp. Sabugal (15), Soito (18) e Sp. ADC Castelos e Pala-Paços da Serra. O melhor resultado foi obti-
do no escalão de juniores, onde
Micael terminou no quinto lugar.
Ciclismo O CMG conseguiu ainda um 11º
David Rodrigues modesto na Clássica da Arrábida lugar em juvenis, o sexto em ini-
ciados e um 6º e 14º em infantis
D av i d Ro d r i g u e s ( R P- 6m17 do vencedor. O corredor foi o segundo, a 10 segundos do
B. Ainda no fim de semana, o
Boavista) foi 66º na Clássica da da equipa continental profis- primeiro, e David de la Fuente
Clube guardense alinhou com
Arrábida, corrida no domingo e sional espanhola assumiu o (Aviludo-Louletano) foi o terceiro,
Manuel Pragana na primeira
ganha pelo espanhol Jonathan comando da Taça de Portugal, a 14 segundos. A Taça de Portugal
prova da Taça de Portugal de
Lastra (Caja Rural). um troféu conquistado no ano irá decidir-se no dia 1 de maio,
Ori-BTT da Federação Portugue-
O ciclista guardense ter- passado por David Rodrigues. com a realização da Clássica Al-
sa de Orientação, em Vila Nova
minou os 185 quilómetros que Num pódio totalmente espan- deias do Xisto, terceira e última
da Barquinha.
ligaram Palmela a Sesimbra a hol, Raúl Alarcón (W52-FC Porto) prova do troféu.

Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
18 • • Quinta-feira • 21 de março de 2019

crónicaPOLÍTICA
opinião
Pedro Narciso
Passadiços para Bruxelas
Honorato Robalo *
A CMTV não necessitou de lançar o inovador concurso os 40 euros máximos do passe nas áreas metropolitanas de

A falácia ambiental “Quem quer casar com um ordenado euromilionário”. Primeiro,


porque Marinho e Pinto venceria; e segundo, porque o tabu
foi finalmente quebrado. Num lugar de fazer roer de inveja
Lisboa e Porto, o governo combate finalmente as assimetrias,
compensando o litoral por não conseguir abastecer no barato
gasóleo espanhol.
para destruir a Mota Amaral e imune à coligação da ALIANÇA-CHEGA de
RIR, não carecerá de um rio de grande caudal para se eleger.
Rui Rio admitiu, entretanto, fazer queixa à CNE caso
o governo continue a fazer campanha pelo PS, com Álvaro

agricultura familiar
Recordei então uma frase mais batida e inconsequente do Amaro nas suas costas. Ainda julguei que o “Levanta-te e Ri”
que pensamentos de Pedro Chagas Freitas espalhados pelo tivesse uma emissão dedicada a políticos. É que depois das
Facebook: «A Política sem risco é uma chatice e sem ética muitas dezenas de cartazes “Guarda Renasce” da responsa-
Recordo a minha infância no mundo rural, onde abun- uma vergonha». Mas chatas e com risco são as viagens no bilidade da Câmara Municipal, para apresentar meia dúzia de
davam bovinos e caprinos e não necessitávamos de andar IP3. A ética não paga contas e como não se vive eternamente, metros quadrados de relva em rolo, ao lado de cartazes da
quilómetros para suprir as necessidades de leite. é melhor ir tratando da vidinha. “Guarda Confiante”, só conseguia imaginar Sonia Kel, ex-atriz
E deixo-vos uma pergunta nuclear: a carne ou o leite No lugar de cada um dos 14.476 eleitores que acreditaram pornográfica, e pretendente ao “Quem quer casar com o meu
que importaremos a mais, de países da EU ou fora dela, para numa “Guarda Confiante”, sentir-me-ia um adepto que vê o filho?”, queixar-se da imoralidade e exibicionismo das suas
colmatar o crescer do nosso défice decorrente da redução ídolo maior do seu clube beijar emocionadamente o emblema rivais. Começar do Zero em política também daria um belo
dos nossos efetivos de bovinos, é uma produção de vacas e da camisola para, em pouco tempo, estar a assinar pelo grande programa de domingo ao serão!
bois que não contribuem para os gases com efeito de estufa rival. Um jogador que prometeu vitórias, campeonatos e uma Com mais rotundas, menos árvores, mais mamarrachos,
(GEE)? Porque não importarmos e adotarmos essas vacas, cultura europeia, mas que não passou dos belos toques na bola menos pessoas, mais festas, menos emprego, mais IMI, menos
que não expelem metano, na nossa pecuária? Ou esses gases em apresentações apoteóticas, dribles, fintas e simulações. TIR’s nas ruas, mais ajustes… O diamante continua por lapidar.
(GEE) têm as cores das bandeiras nacionais e respeitam as Resultados? Bola… Porque o legado que fica, não é o de cortar giestas na PLIE, mas
fronteiras? Haja o sentido do ridículo ou do dislate de certas Começar a campanha sabendo que o distrito onde en- fazer a PLIE. Não é pintar o Centro Coordenador de Transportes,
afirmações! E o transporte da carne não produz CO2? Aliás, a cabeçou duas Câmaras Municipais por quase 20 anos perde é projetar outro. Porque se as contas estão agora equilibradas,
«maior liberalização do comércio no mundo», defendida pelo um deputado e apresentando-se como uma mais-valia para a assim esperam os guardenses, é também porque pouco foi feito
sr. ministro do Ambiente, vai, segundo parece, garantir-nos agricultura, onde ela é caquética e continua a definhar, deveria sem qualquer alívio de impostos.
carne mais barata, mas não levanta nenhum problema de um equivaler a dois autogolos em 5 minutos. Já para o “treinador” Desengane-se quem pensa ver um deputado europeu de
brutal consumo de combustíveis fósseis e produção de CO2? do PSD são sinónimos de experiência, saber e maturidade. cristal na lapela, comendo Dom Sanchos e embrulhado num
Andamos a lutar pela vaca jarmelista e o Governo propõe Não espantam, portanto, as odds do Placard para os próximos cobertor de papa de Maçainhas. O concelho que queimou há
que se «corte» nos efetivos de bovinos nacionais? embates da equipa. pouco o galo, e que poderá agora assistir a uma luta de galos,
Entram “na dança” os efetivos das raças autóctones que Na repartição correta, a funcionária da Segurança Social merece mais. Um verniz pronto a estalar não será com toda
tanto custaram a repor e salvar (e dificilmente serão susten- que forjou processos de natalidade para recebimento indevido a certeza a herança desejada. Mas já diziam os Xutos que De
táveis sem reforço dos seus apoios)? A biodiversidade não é de subsídios já teria feito mais pelo aumento da natalidade do Gouveia a Bruxelas, há uma Guarda de distância, hei de ter
um valor a salvaguardar? distrito do que o Movimento pelo Interior ou do que os deputa- um bom lugar, para lá ir com saúde, tenho toda a tolerância,
Como é isso compatível com a Secretaria de Estado da dos que muito gostam de votar pela manutenção das portagens coloquei-a nos radares… E saio Agora, E Vou Correndo, E
Valorização do Interior, ou não se sabe como operam as lógicas nas ex-SCUT, pois devem chamar-lhes ajudas de custo. Já com vou-me Embora, E vou correndo pra ti… Bruxelas!
da liberalização e do mercado? Ou será à grande exploração
de 15 mil bovinos no distrito de Portalegre de um conhecido
grupo da grande distribuição que aponta o Governo? Ou vai
distribuir o mal pelas aldeias? Mas isso é o estado de negação
absoluta para quem desenvolveu políticas de concentração anotações Um dia de alerta e de
memória…
e ampliação da dimensão das explorações e dos efetivos,
opinião
inclusive com incentivos financeiros/ fundos comunitários,
Hélder Sequeira
em nome da modernização, rentabilidade e competitividade
da nossa produção pecuária! O Dia Mundial da Tuberculose é assinalado a 24 de março, das principais unidades de saúde de Portugal no combate
A substituição de áreas agricultadas por áreas de silvas e comemorando a data em que Robert Koch, no ano de 1882, contra a tuberculose.
matos, criando novos espaços de continuidade entre zonas flo- anunciou a descoberta do Mycobacterium tuberculosis, o bacilo A Guarda, nessa época, foi uma das cidades mais procu-
restais, oferecendo mais pasto, não a animais, mas aos incêndios. que causa esta doença. radas de Portugal, afluência que deixou inúmeros reflexos na
O caminho para a agropecuária bovina ligada às explo- O objetivo deste dia mundial de combate à tuberculose sua vida económica, social e cultural. A apologia desta cidade
rações familiares, à conta da descarbonização e segundo o é alertar a população sobre a doença e contribuir para o seu como local «eficaz no tratamento da doença» foi feita por dis-
RNC2050, é a sua extinção, com o agravamento paulatino mas completo desaparecimento. tintas figuras da época; era “a montanha mágica” junto à Serra,
inexorável dos nossos défices em proteína animal. Que já hoje No passado ano a Organização Mundial da Saúde (OMS) envolta ainda na bruma da atração e do desconhecido, palco
custam anualmente cerca de 800 milhões de euros (20% do alertava que os países não estão fazendo o suficiente para frequente do magnífico cenário originado pela neve, que bem
défice da balança alimentar, que é de 4 mil milhões de euros), acabar com a tuberculose – a doença infeciosa mais letal do se podia transpor para o quadro descrito por Thomas Mann,
e em que a carne bovina representa perto de 400 milhões de mundo – até 2030. Uma chamada de atenção feita a propósito no seu conhecido romance.
euros (10% do défice da balança alimentar)! da apresentação de um relatório global sobre este tema; do- Muitas pessoas vinham para a Guarda com o objetivo de
A ignorância é tanta que se desconhece que há níveis críti- cumento em que era sublinhada a disparidade geográfica do usufruírem do clima de montanha, praticando, assim, uma cura
cos de produção, abaixo dos quais as deseconomias das explo- aparecimento dos casos de tuberculose. O relatório evidenciava livre, não sendo seguidas ou apoiadas em cuidados médicos.
rações agrícolas familiares e sobretudo das suas estruturas de que quase um quarto da população mundial, ou 1,3 bilhão de As deslocações para zonas propícias à terapêutica “de ares”, e
transformação e comercialização (matadouros, cooperativas, pessoas, está sob risco de desenvolver tuberculose durante a consequente permanência, contribuíram para o aparecimento
etc.) que restam se precipitam num círculo vicioso, com a vida, e cerca de 10 milhões de pessoas foram infetadas pela de hotéis e pensões, dado não haver, de início, as indispensá-
eliminação de toda a produção. Como aconteceu já a inúmeras doença em 2017. veis e adequadas unidades de tratamento.
adegas cooperativas. Como, aliás, está em curso na produção No nosso país, e partindo da análise feita no passado ano Em 1895, realizou-se o primeiro Congresso Português
leiteira! Como pode acontecer com as raças autóctones. num documento intitulado “Tuberculose em Portugal Desafios sobre Tuberculose, dirigido por Augusto Rocha. Nesse
Mas para que será que se avançou na criação do Estatuto e Estratégias – 2018”, verifica-se uma redução da notificação e congresso, Lopo de Carvalho (que viria a ser o primeiro
da Agricultura Familiar? incidência da doença. Contudo, apesar dessa redução notou-se diretor do Sanatório Sousa Martins), já uma eminente figura
Afinal, quem sabe, sabe… Os agricultores portugueses um aumento dos casos de tuberculose nas crianças com idade da Medicina, discursou sobre os processos profiláticos
é que não sabiam. E quem, em bom português, os mandas- menor ou igual a 5 anos, particularmente das formas graves da usados na Guarda.
se… dar uma volta nas próximas eleições para o Parlamento doença. «Nos últimos 10 anos Portugal assistiu a uma dimi- Lopo de Carvalho foi um dos mais fervorosos defensores
Europeu? nuição de cerca 40% da taxa de notificação e de incidência de da criação do Sanatório, o que aconteceu por decisão da Rainha
As escolhas também lá se fazem como os que elegemos tuberculose, com valores de incidência abaixo dos 20/100.000 D. Amélia, presidente da Assistência Nacional aos Tuberculosos
no próximo dia 26 de maio de 2019, pois lá se fazem cá se pa- habitantes desde 2015. Até cinco de março de 2018, tinham (ANT), instituição criada em 26 de dezembro de 1899.
gam e o nosso distrito está cada vez mais pobre e despovoado sido notificados 1.741 casos de tuberculose referentes a 2017, A história da luta contra a tuberculose, em Portugal,
pelo abandono do sector primário fruto das opções neoliberais dos quais 1.607 eram casos novos». cruza-se, assim, com a história da Guarda; um registo que
da antiga CEE, hoje UE. A história desta doença tem na Guarda um capítulo incon- deixamos a propósito da comemoração do Dia Mundial da
tornável, alicerçado na atividade do Sanatório Sousa Martins; Tuberculose e do lamentável estado em que se encontram os
* Militante do PCP inaugurado em 18 de maio de 1907, este sanatório foi uma antigos pavilhões do Sanatório Sousa Martins…
Quinta-feira • 21 de março de 2019 • • 19

Observatório de Ornitorrincos
opinião
opinião Nuno Amaral Jerónimo
Sofia Colares Alves * extremo.acidental@gmail.com

Comissão Europeia no combate Escriturras


à desinformação No último mês, muitos cidadãos se insurgiram e criticaram
decisões judiciais justificadas com passagens da Bíblia e política
criminal comparada. Considero, no entanto, que a polémica é inu-
Os meios tecnológicos hoje disponíveis têm con- disponibilizando ferramentas que proporcionem aos
sitada e descabida, porque a Bíblia e outras mitologias transportam
tribuído para uma fortíssima aceleração da velocidade utilizadores um acesso à pluralidade das perspetivas
o peso dos arquétipos aos ombros. E estes arquétipos, vem no
de difusão das notícias. Seja por via dos próprios media existentes sobres os mais diversos temas.
Jung, são uma espécie de sobretudo quentinho que nos aquece
tradicionais, diretamente ou através de plataformas Dois meses depois a Comissão Europeia lançou
no Inverno e nos faz transpirar quando estão 20 graus em Março.
online, seja por via das chamadas redes sociais, a um Plano de Ação que prevê o reforço dos meios
Com o objectivo de promover a cidadania informada, vejamos
informação difunde-se hoje instantaneamente. e a disponibilização às empresas que assinaram o
alguns exemplos que podem ajudar os juízes portugueses a tomar
Estes mecanismos modernos permitem que Código de Conduta de sistemas de verificação de
decisões apenas com a ajuda do Antigo Testamento, para granjear
estejamos informados ao minuto sobre o que se factos e de análise e partilha de dados: estamos a
uma maior atmosfera de classicismo.
passa no mundo, mas também facilitam a difusão acompanhar a implementação do Código de Conduta,
Num caso de facturas falsas, o juiz deve absolver os envol-
de notícias falsas e deliberadamente deturpadas a apoiar uma rede independente de verificadores de
vidos, porque está escrito, em Salmos, 128:2, «pois comerás do
com o propósito de manipular a opinião pública. As facto e temos em marcha uma série de ações de
trabalho das tuas mãos; feliz serás». Falsificar documentos para
plataformas online de que todos gostamos vieram incentivo a uma prática jornalística rigorosa, baseada
ganhar dinheiro é, precisamente, comer do trabalho das mãos. Irá,
colocar novos desafios nos sistemas democráticos, em factos comprovados.
por isso, o réu, em paz e feliz.
sendo urgente garantir que os nossos valores não Uma sondagem do Eurobarómetro publicada em
Num caso em que um operário roube o salário de vários cole-
são por elas ameaçados. novembro de 2018 indicava que a maioria dos cida-
gas de trabalho para passar férias na Riviera francesa deve o juiz
A exposição dos cidadãos europeus à desin- dãos da UE estava preocupada com a interferência
abster-se de qualquer pena, como explica Provérbios, 19:4, «as
formação e às “fake news” de que muito se fala da desinformação nas eleições europeias. Estes receios
riquezas granjeiam muitos amigos, mas ao pobre, o seu próprio
representa atualmente um dos maiores desafios são também preocupações nossas e, por isso, estamos
amigo o deixa». Quer isto dizer que quem não tem Facebook, não
para as nossas democracias. Investir na alfabeti- empenhados em garantir um ato eleitoral livre porque
pode pedir amizades. Saia, portanto, em liberdade.
zação mediática, bem como em ferramentas para a baseado em escolhas informadas. Estamos e continu-
Num caso em que um grupo de irmãos enfiar uma saraivada
produção de conteúdos de qualidade e baseados em aremos a tudo fazer para garantir a transparência na
de tiros no sacana que dormiu com a irmã deles, deve o juiz con-
factos são dois passos fundamentais para travar a produção de informação e para investir na pluralidade e
denar o patife sexual e ilibar os ofendidos, porque conta Génesis,
disseminação de notícias falsas. credibilidade dos artigos e notícias que chegam até nós
34:7, «entristeceram-se os varões e iraram-se muito, pois aquele
A União Europeia (UE) tem vindo desde 2015 através das redes sociais. Até março, todas as medidas
fizera doidice, deitando-se com a filha de Jacob, e que não se devia
a combater ativamente a desinformação, mas em previstas no Plano de Ação vão ser implementadas. E
fazer assim». Aconselhe-se a deixar em paz as filhas dos outros
vésperas de eleições para o Parlamento Europeu e até maio, ainda antes das eleições europeias, vamos
e aponte-se o exemplo das filhas de Loth, em Génesis, 19:32,
para órgãos nacionais por toda a UE, era necessário trabalhar com as plataformas que assinaram o nosso
«demos a beber vinho ao nosso pai, e deitemo-nos com ele».
redobrar esforços. Código de Conduta para tornar mais confiáveis as
Absolvam-se os irmãos.
Foi assim que, em setembro de 2018, a Comis- atividades de campanha online.
Nos casos em que meritíssimas pessoas se sintam ofendidas
são Europeia apresentou um Código de Conduta e Trabalhamos para que uma informação rigorosa
com as palavras dos tolos e dos idiotas que brincam com a sua
instrumentos de autorregulação para combater a seja a base para escolhas nas próximas eleições eu-
reputação e parodiam outras coisas igualmente sérias, como textos
propagação e o impacto da desinformação. Foram ropeias, a 26 de maio. Trabalhamos para dar resposta
sagrados, deve o juiz castigar esses palhaços com a pena máxima de
muitas as empresas e associações que têm vindo às preocupações dos cidadãos europeus. É isso que
degredo, pois está bem claro no Eclesiastes, 10:13, «o princípio das
a colaborar neste esforço, entre elas a Google, o temos feito no combate à desinformação, ao longo
palavras da sua boca é a estultícia, e o fim da sua boca um desvario
Facebook, o Twitter e o Mozilla. Reconhecendo que do ano passado. E é isso que vamos continuar a
péssimo». Às bocas sujas, nem a lixivia lhes vale.
têm um papel no combate à desinformação, compro- fazer em 2019.
Como se pode ler, humildemente, em Neemias, 5:19, «lembra-te
meteram-se a proporcionar uma maior transparência
de mim para bem, ó meu Deus, e de tudo quanto fiz a este povo».
nas suas políticas de publicidade e a reforçar a veri- * Chefe de Representação da Comissão Europeia
ficação e seleção dos fornecedores de informação, em Portugal
* O autor escreve de acordo com a antiga ortografia

“Ler jornais é saber mais”


Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.....(16€) Anual.. (30e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(18€) Anual.. (35e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
opinião
20 • • Quinta-feira • 21 de março de 2019

rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda bilhete postal


Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt

Covilhã Melancolia dcabrita@iol.pt


Diogo Cabrita

Mesquita Nunes continua vereador da Câmara AR


Olhar morto, caído e murcho.
Há sempre uma culpa e uma causa fora.
Adolfo Mesquita Nunes tarefa que tinha na direção do Detesto o vício trágico do abatimento,
renunciou ao cargo de vice- partido cenrista: coordenar o A dor que come e tritura e embebeda.
presidente do CDS para poder grupo “Portugal com Futuro” Renego quem coloca uma bandeira
assumir o cargo de administra- que está a preparar o programa Na sua depressão e no desconforto
dor não-executivo da Galp, mas eleitoral para as próximas legis- Que a todos salpica ao redor.
vai manter-se como vereador na lativas. Na carta que enviou a O nosso amor acabou
Câmara da Covilhã até ao final Cristas o ex-secretário de Estado No desconsolo do olhar que me entrega.
do mandato, em 2021. do Turismo lembra que, em mar- Horrível que me afaste?
Em carta enviada no passa- ço de 2016, quando foi desafiado Não quero vivenciar dores que não sinto.
do fim-de-semana à presidente para integrar a direção do CDS, Não quero banhar-me no Tejo dos lamentos
do CDS, Assunção Cristas, a que já «tinha tomado a opção, que Nem viver o Mondego das traições
o “Expresso” teve acesso, o cen- aliás anunciei publicamente, de Ou o Douro das chagas e penas.
trista justifica que a aceitação do profissional, em detrimento da voltar para a minha vida pro- A melancolia é uma merda que me aborrece.
convite de Paula Amorim signi- atividade política». Mesquita fissional e de a ela me dedicar E porque é triste e taciturna, todos perdoam.
fica «uma opção pela carreira Nunes vai manter a principal prioritariamente». Criticam a gula, ou a raiva, ou a preguiça.
Não gostam de fanáticos e medrosos,
Serra da Estrela Mas toleram lamúria e choro.
A doença que não consigo e me arrepia
Estância de esqui produz neve artificial para prolongar época É tristeza, melancolia e saudade.
Na falta de neve, a estância e a humidade o permitam, ini- funcionamento. «Em Espanha Detesto a tua depressão e queimo a minha
de esqui da Torre, na Serra da ciamos a produção, sendo que há várias que optaram por en- Mal a sinta ou me aconchegue.
Estrela, está a produzir neve estamos a trabalhar, sensivel- cerrar. Já em janeiro estivemos Chorar aqui e ali, doer um dia sem exemplo,
artificial para tentar manter mente, com 150 metros cúbicos entre as únicas 14 estâncias da Tolher uma vida inteira? Bolas para essa gente.
abertas várias pistas pelo menos de água por hora, o que nos dá Península Ibérica que se manti-
até 22 de abril. cerca de 250 metros cúbicos nham abertas e, neste momento,
«Apesar deste ano termos de neve de cultura por hora», continuamos a ser uma das
um Inverno mais ameno e com confirma o diretor da estância. poucas que estão a funcionar,
menos precipitação, temos es- Carlos Varandas esclarece que o que para nós pode ser posi-
tado a produzir neve de cultura esta medida tem permitido que tivo em termos de atração do
para manter as pistas abertas. o complexo da Torre seja um dos mercado vizinho», considera o
Assim, desde que a temperatura poucos da Península Ibérica em responsável. www.facebook.com/ointerior
PUB

DUAS FORÇAS,
UM FUTURO.
NOVOS HÍBRIDOS PLUG-IN
BMW iPERFORMANCE.

O futuro está aí e vem cheio de vantagens para a sua Empresa, consulte-nos.

Matos & Prata, S.A.


Rua Vila de Manteigas, 1
6300-617 Guarda
Tel.: 271 208 608