Você está na página 1de 125

CHECK LIST DE ATENDIMENTO

NORMAS REGUL

NR-1 - DISPOSIÇÕES GERAIS


01) O Superior Hierárquico cumpre e faz cumprir as disposições legais e regulamentares sobre segurança e medicin
02) O Superior Hierárquico elabora ordens de serviço sobre segurança e medicina do trabalho?
03) Dá ciência de suas ordens de serviço aos empregados?
04) Os empregados recebem de seu Superior Hierárquico instruções visando prevenir os atos inseguros no desemp
05) O Superior Hierárquico informa as obrigações e proibições que os empregados devam conhecer e cumprir?
06) O Superior Hierárquico dá conhecimentos aos empregados de que serão passíveis de punição, pelo descumprim
serviço expedidas?
07) O Superior Hierárquico adota medidas para eliminar ou neutralizar a insalubridade?
08) O Superior Hierárquico adota medidas para eliminar ou neutralizar as condições inseguras?
09) O Superior Hierárquico informa os trabalhadores sobre os riscos que possam originar-se nos locais de trabalho?
10) O Superior Hierárquico informa aos trabalhadores os meios para prevenir e limitar tais riscos?
11) O Superior Hierárquico informa aos trabalhadores os resultados dos exames médicos?
12) O Superior Hierárquico informa aos trabalhadores os resultados das avaliações ambientais?
13) O empregador permite que representantes dos trabalhadores acompanhem a fiscalização dos preceitos legais e
segurança e medicina do trabalho?
14) O Superior imediato audita o uso do EPI de seu subordinado?
NR-2 - INSPEÇÃO PRÉVIA
01) Há solicitação para aprovação de instalações de estabelecimento novo ao órgão regional do MTb?
02) O Órgão Regional emitiu o Certificado de Aprovação de Instalações - CAI, após a inspeção prévia?
03) Existe um sistema de controle / rastreabilidade dos CAI emitidos?
04) Quando não for possível realizar a inspeção prévia antes do estabelecimento iniciar suas atividades a empresa e
Regional do MTb uma declaração do estabelecimento novo?
05) No caso de modificações substanciais nas instalações e/ou equipamentos de seus estabelecimentos a empresa
aprovação do Órgão Regional do MTb?
06) Os projetos de construção e respectivas instalações são submetidas à apreciação prévia do Órgão Regional do M
NR-3 – EMBARGO E INTERDIÇÃO
01) Há risco grave e iminente para o trabalhador?
02) Diante deste quadro há necessidade de interditar o equipamento?
03) Diante deste quadro há necessidade de interditar a obra?
04) Diante deste quadro há necessidade de interditar o setor?
05) Diante deste quadro há necessidade de interditar o estabelecimento?
06) A interdição importará na paralisação total ou parcial do estabelecimento?
07) A interdição importará na paralisação total ou parcial do setor?
08) A interdição importará na paralisação total ou parcial do equipamento?
09) A interdição importará na paralisação total ou parcial da obra?
10) Os responsáveis pelo setor, equipamento, estabelecimento ou obra estão cientes que se desrespeitarem o emb
poderão responder por desobediência e passíveis as medidas penais cabíveis?
NR-4 - SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM ENGENHARIA DE SEGURANÇA E EM MEDICINA DO TRABALHO
01) O dimensionamento do SESMET está baseado na gradação do risco e ao nº total de empregados, conforme Qua
02) O nº de Engenheiro de Segurança atende os requisitos dos Quadros I e II?
03) O nº de Técnicos de Segurança do Trabalho atende os requisitos dos Quadros I e II?
04) O nº de Médico do Trabalho atende os requisitos dos Quadros I e II?
05) O nº de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho atende os requisitos dos Quadros I e II?
06) O Engenheiro possui curso de especialização em nível de pós graduação em segurança do trabalho?
07) O Médico possui curso de especialização em nível de pós graduação em medicina do trabalho?
08) O Auxiliar de Enfermagem do Trabalho possui certificado de conclusão de curso de qualificação ministrado por
reconhecida e autorizada pelo MEC?
09) O Técnico de Segurança do Trabalho possui comprovação de registro como determina a NR-27?
10) Os profissionais do SESMET são empregados da empresa?
11) É prestado assistência do SESMET a outras que prestem serviços no interior da empresa?
12) O SESMET é chefiado por profissional qualificado?
13) O Técnico de Segurança do Trabalho dedica 08 horas por dia para as atividades do SESMET?
14) O Auxiliar de Enfermagem do Trabalho dedica 08 horas por dia para as atividades do SESMET?
15) O Engenheiro de Segurança dedica 08 horas por dia para as atividades do SESMET?
16) O Médico do Trabalho dedica 08 horas por dia para as atividades do SESMET?
17) Os profissionais do SESMET exercem outras atividades durante o horário de trabalho?
18) O SESMET participa visando eliminar ou neutralizar os riscos de acidentes ou doenças ocupacionais nos projeto
novas instalações físicas e tecnológicas da empresa?
19) O SESMET orienta sobre o cumprimento dos dispostos nas NR?
20) O SESMET mantém permanente relacionamento com a CIPA?
21) O SESMET promove atividades de conscientização, educação e orientação dos trabalhadores para a prevenção d
doenças ocupacionais?
22) O SESMET registra mensalmente os dados atualizados de acidentes do trabalho?
23) O SESMET registra mensalmente os dados atualizados de doenças ocupacionais?
24) O SESMET registra mensalmente os dados atualizados de agentes de insalubridade?
25) Há planos de controle de catástrofe e emergência?
26) Há planos de disponibilidade de meios que visem o combate a incêndio?
27) Há planos de disponibilidade de meios para salvamento e de imediata atenção à vítima?
28) O SESMET é registrado no órgão regional do MTb?
29) Do registro consta o nome e nº de registro dos profissionais?
30) Do registro consta o nº de empregados e o grau de riscos das atividades da requerente?
31) Do registro consta especificação de turnos?
32) Do registro consta horário de trabalho dos profissionais do SESMET?
33) Existe definição quanto ao grau de risco da empresa?
NR-5 - COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES
01) A CIPA está composta por no mínimo ….. representantes dos empregados e do empregador?
02) A sua composição obedece os critérios onde a maior parte das áreas estejam representadas?
03) Os setores que oferecem maior risco ou que apresentem maior número de acidentes estão representados na CI
04) Há suplentes em número relativo aos titulares?
05) Os suplentes pertencem a mesma área dos titulares?
06) Os membros titulares da CIPA, designados pelo empregador são reconduzidos para mais de dois mandatos cons
07) A CIPA foi registrada na DRT até 10 dias após sua eleição?
08) O registro foi realizado junto ao DRT?
09) Junto ao registro, acompanhou cópia das atas de eleição e da instalação e posse?
10) As atas de eleição e instalação contém o calendário anual das reuniões ordinárias, onde constem data, mês, hor
realização?
11) Os representantes dos empregados (titulares e suplentes) foram eleitos em escrutínio secreto?
12) Assumiram a condição de titular os mais votados em suas respectivas áreas?
13) Ocorreu empate entre concorrentes do mesmo setor?
14) Se afirmativo, o candidato de maior tempo no estabelecimento assumiu a condição de titular?
15) Foi classificado, dentro do setor, a condição de suplentes obedecendo a ordem decrescente de votos recebidos?
16) Esta seqüência obedeceu o disposto no item 14?
17) Os candidatos não eleitos para suplentes ou titulares foram relacionados na ata de eleição e apuração?
18) A relação está em ordem decrescente de votos?
19) Em caso de vacância de suplentes, há nomeação do primeiro na relação dos candidatos não eleitos?
20) A eleição é realizada durante o expediente normal, respeitado os horários de turno?
21) Houve a participação de no mínimo, a metade mais um dos funcionários de cada setor?
22) A folha de votação fica arquivada por período mínimo de 03 anos?
23) Os membros eleitos que participaram de pelo menos a metade do nº das reuniões estão cientes que poderão te
24) A eleição está sendo convocada com 45 dias antes do término do mandato?
25) É realizada com antecedência mínima de 30 dias do término do mandato?
26) O membro titular que falta a 04 reuniões ordinárias perde o mandato?
27) Se afirmativo, o suplente tem assumido?
28) Os membros reeleitos estão sendo empossados no 1º dia após o término do mandato anterior?
29) O Pres. da CIPA foi designado pelo empregador?
30) O Vice-Presidente foi escolhido pelos representantes dos empregados dentre seus titulares?
31) O Presidente quando impedido ou afastado temporariamente tem sido substituído pelo Vice-Presidente?
32) A DRT está sendo comunicada quando o suplente assume a condição de titular efetivo?
33) A CIPA discute acidente e encaminha o resultado e suas solicitações ao SESMT e ao empregador ?
34) O empregador responde à CIPA as providências tomadas no prazo de 08 dias?
35) A CIPA promove anualmente a SIPAT?
36) A CIPA preenche os Anexos I e II?
37) A CIPA elabora o mapa de riscos?
38) São elaboradas as atas de reuniões?
39) Onde são arquivadas as atas e documentos relativos à CIPA?
40) Os membros da CIPA possuem cursos de prevenção de acidentes com carga mínima de 20 hs?
41) O curso é promovido com 30 dias de antecedência dos membros da CIPA tomarem posse?
42) O curso é promovido por entidade especializada e registrada na DRT?
43) A empresa prestigia integralmente a CIPA?
44) Quando ocorre acidente grave é realizada uma reunião extraordinária?
45) O prazo máximo de 48 horas para a realização da reunião extraordinária é respeitado?
46) Os membros titulares da CIPA representantes dos empregados não sofrem despedida arbitrária?
47) As empreiteiras que não atinjam o nº de empregados, que se enquadrem no Quadro I, são convidadas para par
ordinária?
48) Os membros da CIPA elaboraram o Mapa de risco?
NR-6 - EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL – EPI
01) A empresa fornece gratuitamente aos empregados os EPIs adequados ao risco?
02) São fornecidos em perfeito estado de conservação e funcionamento?
03) Os EPIs são fornecidos após análise onde as medidas de proteção coletiva foram tecnicamente inviáveis?
04) Os EPIs são fornecidos quando as proteções coletivas não oferecerem completa proteção contra os riscos de ac
doenças profissionais?
05) Os EPIs são fornecidos quando ocorre situações de emergência?
06) Existe na empresa EPIs que visem a proteção da cabeça?
07) Existe na empresa EPIs que visem a proteção dos membros superiores?
08) Existe na empresa EPIs que visem a proteção dos membros inferiores?
09) Existe na empresa EPIs contra quedas com diferença de nível?
10) Existe na empresa EPIs que visem a proteção auditiva?
11) Existe na empresa EPIs que visem a proteção respiratória para exposições a agentes ambientais em concentraçõ
trabalhador de acordo com os limites estabelecidos na NR-15?
12) Existe na empresa EPIs que visem a proteção do tronco?
13) Existe na empresa EPIs que visem a proteção do corpo inteiro?
14) Existe na empresa EPIs que visem a proteção da pele?
15) O empregado trabalha calçado?
16) Há proibição quanto ao uso de tamancos, sandálias e chinelos?
17) O SESMT recomenda ao empregador o EPI adequado ao risco existente?
18) O EPI possui CA expedido pelo MTb?
19) O empregado é treinado sobre seu uso adequado?
20) O empregador torna seu uso obrigatório?
21) O empregado o utiliza apenas para o fim a que se destina?
22) O empregado está ciente de sua responsabilidade quanto a sua guarda e conservação?
23) O empregado informa seu superior hierárquico qualquer alteração que o torne impróprio para uso?
24) Os EPIs apresentam em caracteres indeléveis e bem visíveis o nome comercial da fabricante ou importador e o
25) O CA tem validade de 05 anos?
26) Está vigente?
NR-7 - PROGRAMA DE CONTROLE MÉDICO DE SAÚDE OCUPACIONAL - P.C.M.S.O.
01) Foi elaborado o PCMSO?
02) Foi implantado?
03) Sua elaboração previu questões incidentes sobre o indivíduo e a coletividade de trabalhadores, privilegiando o
epidemiológico na abordagem da relação entre sua saúde e o trabalho?
04) O PCMSO tem caráter de prevenção, rastreamento e diagnóstico precoce dos agravos à saúde relacionados ao t
05) O PCMSO tem custo para o empregado?
06) Existe um médico coordenador responsável pela execução do PCMSO?
07) Quem é o responsável?
08) É realizado exame admissional?
09) É realizado exame periódico?
10) É realizado exame de retorno ao trabalho?
11) É realizado exame de mudança de função?
12) É realizado exame demissional?
13) É realizado exames complementares previstos nas NRs?
14) Os exames médicos complementares são executados e interpretados com base nos quadros I e II desta NR?
15) Para os trabalhadores menores de 18 anos e maiores de 45 anos de idade a periodicidade dos exames é de 01 a
16) Para os trabalhadores entre 18 anos e 45 anos de idade a periodicidade dos exames é de 02 anos?
17) É realizado exame médico de retorno ao trabalho no 1º dia da volta ao trabalho de trabalhador ausente por per
30 dias por motivo de doença ou acidente, de natureza ocupacional ou não, ou parto?
18) O exame de mudança de função é realizado antes da data de mudança?
19) O exame médico demissional é realizado até a data de homologação, desde que o último exame tenha sido real
20) É emitido o Atestado de Saúde Ocupacional - ASO, quando da realização de qualquer exame?
21) É entregue ao trabalhador a 2ª via do ASO?
22) O ASO possui os dados do trabalhador?
23) O ASO possui os riscos ocupacionais específicos existentes ou a ausência deles?
24) O ASO possui a indicação dos procedimentos médicos a qual foi submetido o trabalhador incluindo os exames c
respectivas datas?
25) No ASO consta o nome e CRM do médico coordenador?
26) No ASO existe campo indicativo se o trabalhador está apto ou inapto para exercer suas funções?
27) Os dados obtidos nos exames médicos são registrados em prontuário clínico individual?
28) Os prontuários são mantidos por período mínimo de 20 anos?
29) O PCMSO obedece um planejamento onde estão previstas as ações de saúde a serem executadas durante o ano
30) Estas informações são objetos de relatório anual?
31) O relatório anual discrimina, por setores da empresa, o nº e a natureza dos exames médicos?
32) O relatório anual discrimina, por setores da empresa, as avaliações clínicas, exames complementares, estatística
planejamento para o próximo ano?
33) O relatório anual é apresentado e discutido na CIPA?
34) De que forma é arquivado o relatório anual?
35) Se arquivo eletrônico, o seu acesso é imediato?
36) Verificada, através de avaliação clínica do trabalhador ou de exames?
NR-8 - EDIFICAÇÕES
01) A altura do piso ao teto é de no mínimo 3,00 m?
02) Os pisos dos locais de trabalho apresentam saliências ou depressões que dificultem a circulação de pessoas ou
03) Existem aberturas nos pisos e nas paredes?
04) Por estas aberturas é possível a queda de objeto ou de pessoas?
05) Os pisos, escadas e rampas oferecem resistência suficiente para suportar as cargas móveis e fixas?
06) As rampas e as escadas fixas foram construídas de acordo com as normas técnicas oficiais?
07) Nos pisos, escadas, rampas, corredores e passagens dos locais de trabalho, onde houver perigo de escorregame
material antiderrapante?

08) Nas escadas e rampas dos locais de trabalho, onde houver perigo de escorregamento, foi empregado material a

09) Nos corredores e passagens dos locais de trabalho, onde houver perigo de escorregamento, foi empregado mat
10) Nos terraços, mezanino há proteção contra quedas (guarda corpo com 0,90 m de altura)?
11) O guarda corpo (quando for vazado), possui uma das dimensões igual ou inferior a 0,12 m?
12) O guarda corpo é capaz de resistir ao esforço horizontal de 80 Kg/m2 aplicado em seu ponto mais desfavorável?
13) As partes externas, bem como as que separem unidades de uma edificação são resistentes ao fogo?
14) As partes externas, bem como as que separem unidades de uma edificação possuem isolamento térmico?
15) As partes externas, bem como as que separem unidades de uma edificação possuem condicionamento acústico
16) As partes externas, bem como as que separem unidades de uma edificação possuem resistência estrutural?
17) As partes externas, bem como as que separem unidades de uma edificação possuem impermeabilização?
18) Os pisos e as paredes são impermeáveis?
19) Os pisos e as paredes são protegidos contra umidade?
20) Há cobertura no local de trabalho que assegure proteção contra as chuvas?
21) As construções foram construídas evitando a insolação excessiva ou falta de insolação?
22) As condições de conservação são as ideais?
NR-9 - PROGRAMA DE PREVENÇÃO DE RISCOS AMBIENTAIS - P.P.R.A.
01) Foi elaborado o PPRA?
02) Foi implantado?
03) Visam a preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da antecipação, reconhecimento, ava
controle da ocorrência de riscos ambientais existentes ou a existir?
04) O PPRA foi desenvolvido em cada estabelecimento da empresa?
05) O PPRA está articulado com o PCMSO?
06) Consta da estrutura do PPRA o planejamento anual com estabelecimento de metas, prioridades e cronograma?
07) Qual sua estratégia e metodologia de ação?
08) Qual a forma de registro, manutenção e divulgação dos dados?
09) Qual a periodicidade e forma de avaliação do desenvolvimento do PPRA?
10) A análise global do PPRA para avaliação do desenvolvimento e realização dos ajustes necessários e estabelecim
prioridades é realizada pelo menos uma vez por ano?
11) O PPRA está descrito em um documento base contendo todos os aspectos estruturais?
12) O documento base e suas alterações são apresentados e discutidos na CIPA?
13) Se afirmativo, sua cópia é anexada ao livro atas da CIPA?
14) O documento base e suas alterações estão disponíveis de modo a proporcionar o imediato acesso às autoridade
15) O cronograma indica claramente os prazos para desenvolvimento das etapas e cumprimento das metas do PPRA
16) O PPRA contempla a etapa de antecipação e reconhecimento dos riscos?
17) O PPRA prevê o estabelecimento de prioridades e metas de avaliação e controle?
18) O PPRA prevê a avaliação dos riscos da exposição dos trabalhadores?
19) O PPRA prevê a implantação de medidas de controle e avaliação de sua eficácia?
20) O PPRA prevê o monitoramento da exposição aos riscos?
21) O PPRA prevê o registro e divulgação dos dados?
25) A etapa de antecipação é realizada na análise de projetos, métodos ou processos?
27) Quais as medidas adotadas quando detectado qualquer irregularidade nesta etapa, visando sua redução ou elim
28) Durante o reconhecimento dos riscos, estes são identificados?
29) São determinadas e localizadas suas fontes geradoras?
30) É identificado o nº de funcionários que estarão expostos aos riscos?
31) São identificados as funções dos trabalhadores expostos?
32) São identificados a caracterização das atividades e do tipo de exposição?
33) A avaliação quantitativa é feita para comprovar o controle da exposição ou a inexistência dos riscos identificado
reconhecimento?
34) É dimensionada a exposição dos trabalhadores?
35) Foram adotadas medidas necessárias e suficientes para eliminação ou minimização dos riscos ambientais?
36) Os resultados das avaliações quantitativas da exposição dos trabalhadores excederam os limites previstos na NR
37) A implantação de medidas de caráter coletivo são acompanhadas de treinamento dos trabalhadores visando as

38) Quando houver inviabilidade técnica da adoção de medidas de proteção coletiva, ou quando estas não forem s
outras medidas?
39) Se afirmativo, são fornecidos EPIs?
40) Os funcionários são treinados quanto ao seu uso?
41) O PPRA estabelece critérios de avaliação de sua eficácia baseadas em dados obtidos no controle médico da saú
42) Está definido o nível de ação a que deve ser iniciadas as ações preventivas do PPRA?
43) As ações incluem o monitoramento periódico da exposição dos trabalhadores?
44) As ações incluem a informação ao trabalhador?
45) As ações incluem o controle médico?
46) Para agentes químicos, onde a metade dos limites de exposição ocupacional é feito controle sistemático?
47) Para ruído, a dose de 0,5 (dose superior a 50%), conforme critério estabelecido na NR-15, Anexo nº 1, item 6, é
sistemático?
48) É feito monitoramento da exposição dos trabalhadores?
50) Existe registro de dados, de forma a constituir um histórico técnico e administrativo do desenvolvimento do PPR
51) Os dados são mantidos em arquivo pelo período mínimo de 20 anos?
52) Os dados estão disponíveis para os trabalhadores ou seus representantes de classe?
53) Os dados estão disponíveis para as autoridades competentes?
54) Os trabalhadores colaboram e participam na implantação e execução do PPRA?
55) Os trabalhadores seguem as orientações recebidas nos treinamentos oferecidos dentro do PPRA?
56) Os trabalhadores informam seu superior hierárquico ocorrências que julgue possam implicar em riscos à saúde
57) Os trabalhadores apresentam propostas para proteção dos riscos ambientais do PPRA?
58) Os trabalhadores recebem informações e orientações a fim de assegurar proteção aos riscos ambientais identifi
PPRA?

59) Os trabalhadores são informados de maneira apropriada e suficiente sobre os riscos ambientais que possam exi

60) O empregador garante que, na ocorrência de riscos ambientais grave e iminente risco a um ou mais trabalhador
interromper de imediato suas atividades?
NR-10 - INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE
1) Nas intervenções em instalações elétricas são adotadas medidas preventivas de controle do risco elétrico e de ou
mediante técnicas de análise de risco, de forma a garantir a segurança e a saúde no trabalho?
2) As medidas de controle adotadas integrar-se às demais iniciativas da empresa, no âmbito da preservação da segu
meio ambiente do trabalho?
3) As empresas mantém esquemas unifilares atualizados das instalações elétricas dos seus estabelecimentos com a
sistema de aterramento e demais equipamentos e dispositivos de proteção? (10.2.3)
4) Há no estabelecimento carga instalada superior a 75 kW? Se positivo - Há Prontuário de Instalações Elétricas, co
no subitem 10.2.3, no mínimo:
a) conjunto de procedimentos e instruções técnicas e administrativas de segurança e saúde, implantadas e relacion
das medidas de controle existentes;
b) documentação das inspeções e medições do sistema de proteção contra descargas atmosféricas e aterramentos
c) especificação dos equipamentos de proteção coletiva e individual e o ferramental, aplicáveis conforme determina
d) documentação comprobatória da qualificação, habilitação, capacitação, autorização dos trabalhadores e dos trein
e) resultados dos testes de isolação elétrica realizados em equipamentos de proteção individual e coletiva;
f) certificações dos equipamentos e materiais elétricos em áreas classificadas; e
g) relatório técnico das inspeções atualizadas com recomendações, cronogramas de adequações, contemplando as

5) As empresas que operam em instalações ou equipamentos integrantes do sistema elétrico de potência devem co
conteúdo do item 10.2.4 e acrescentar ao prontuário os documentos a seguir listados:
a) descrição dos procedimentos para emergências; e
b) certificações dos equipamentos de proteção coletiva e individual;
6) As empresas que realizam trabalhos em proximidade do Sistema Elétrico de Potência devem constituir prontuári
alíneas “a”, “c”, “d” e “e”, do item 10.2.4 e alíneas “a” e “b” do item 10.2.5.

7) O Prontuário de Instalações Elétricas deve ser organizado e mantido atualizado pelo empregador ou pessoa form
empresa, devendo permanecer à disposição dos trabalhadores envolvidos nas instalações e serviços em eletricidad

8) Os documentos técnicos previstos no Prontuário de Instalações Elétricas devem ser elaborados por profissional le

9) Em todos os serviços executados em instalações elétricas devem ser previstas e adotadas, prioritariamente, med
aplicáveis, mediante procedimentos, às atividades a serem desenvolvidas, de forma a garantir a segurança e a saúd

10) As medidas de proteção coletiva compreendem, prioritariamente, a desenergização elétrica conforme estabele
impossibilidade, o emprego de tensão de segurança.
11) Na impossibilidade de implementação do estabelecido no subitem 10.2.8.2 (acima), devem ser utilizadas outras
coletiva, tais como: isolação das partes vivas, obstáculos, barreiras, sinalização, sistema de seccionamento automáti
bloqueio do religamento automático.
12) O aterramento das instalações elétricas deve ser executado conforme regulamentação estabelecida pelos órgão
ausência desta, deve atender às Normas Internacionais vigentes.
13) Nos trabalhos em instalações elétricas, quando as medidas de proteção
coletiva forem tecnicamente inviáveis ou insuficientes para controlar os riscos, devem ser adotados equipamentos d
específicos e adequados às atividades desenvolvidas, em atendimento ao disposto na NR 6.
14) As vestimentas de trabalho devem ser adequadas às atividades, devendo contemplar a condutibilidade, inflama
eletromagnéticas.
15) É vedado o uso de adornos pessoais nos trabalhos com instalações elétricas ou em suas proximidades.
16) É obrigatório que os projetos de instalações elétricas especifiquem dispositivos de desligamento de circuitos qu
impedimento de reenergização, para sinalização de advertência com indicação da condição operativa.
17) O projeto elétrico, na medida do possível, deve prever a instalação de dispositivo de seccionamento de ação sim
aplicação de impedimento de reenergização do circuito.
18) O projeto de instalações elétricas deve considerar o espaço seguro, quanto ao dimensionamento e a localização
as influências externas, quando da operação e da realização de serviços de construção e manutenção.

19) Os circuitos elétricos com finalidades diferentes, tais como: comunicação, sinalização, controle e tração elétrica
instalados separadamente, salvo quando o desenvolvimento tecnológico permitir compartilhamento, respeitadas a

20) O projeto deve definir a configuração do esquema de aterramento, a obrigatoriedade ou não da interligação ent
de proteção e a conexão à terra das partes condutoras não destinadas à condução da eletricidade.
21) Sempre que for tecnicamente viável e necessário, devem ser projetados dispositivos de seccionamento que inco
equipotencialização e aterramento do circuito seccionado.
22) Todo projeto deve prever condições para a adoção de aterramento temporário.
23) O projeto das instalações elétricas deve ficar à disposição dos trabalhadores autorizados, das autoridades comp
pessoas autorizadas pela empresa e deve ser mantido atualizado.
24) O projeto elétrico deve atender ao que dispõem as Normas Regulamentadoras de Saúde e Segurança no Trabalh
técnicas oficiais estabelecidas, e ser assinado por profissional legalmente habilitado.
25) O memorial descritivo do projeto deve conter, no mínimo, os seguintes itens de segurança:
a) especificação das características relativas à proteção contra choques elétricos, queimaduras e outros riscos adicio
b) indicação de posição dos dispositivos de manobra dos circuitos elétricos: (Verde – “D”, desligado e Vermelho - “L
c) descrição do sistema de identificação de circuitos elétricos e equipamentos, incluindo dispositivos de manobra, d
de intertravamento, dos condutores e os próprios equipamentos e estruturas, definindo como tais indicações devem
fisicamente nos componentes das instalações;
d) recomendações de restrições e advertências quanto ao acesso de pessoas aos componentes das instalações;
e) precauções aplicáveis em face das influências externas;
f) o princípio funcional dos dispositivos de proteção, constantes do projeto, destinados à segurança das pessoas; e
g) descrição da compatibilidade dos dispositivos de proteção com a instalação elétrica.
26) Os projetos devem assegurar que as instalações proporcionem aos trabalhadores iluminação adequada e uma p
segura, de acordo com a NR 17 – Ergonomia.
27) As instalações elétricas devem ser construídas, montadas, operadas, reformadas, ampliadas, reparadas e inspec
garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores e dos usuários, e serem supervisionadas por profissional autorizad
NR.
28) Nos trabalhos e nas atividades referidas devem ser adotadas medidas preventivas destinadas ao controle dos ri
especialmente quanto a altura, confinamento, campos elétricos e magnéticos, explosividade, umidade, poeira, faun
agravantes, adotando-se a sinalização de segurança.

29) Nos locais de trabalho só podem ser utilizados equipamentos, dispositivos e ferramentas elétricas compatíveis c
existente, preservandose as características de proteção, respeitadas as recomendações do fabricante e as influência

30) Os equipamentos, dispositivos e ferramentas que possuam isolamento elétrico devem estar adequados às tensõ
inspecionados e testados de acordo com as regulamentações existentes ou recomendações dos fabricantes.

31) As instalações elétricas devem ser mantidas em condições seguras de funcionamento e seus sistemas de proteç
inspecionados e controlados periodicamente, de acordo com as regulamentações existentes e definições de projeto
32) Os locais de serviços elétricos, compartimentos e invólucros de equipamentos e instalações elétricas são exclus
sendo expressamente proibido utilizá-los para armazenamento ou guarda de quaisquer objetos.

33) Para atividades em instalações elétricas deve ser garantida ao trabalhador iluminação adequada e uma posição
acordo com a NR 17 – Ergonomia, de forma a permitir que ele disponha dos membros superiores livres para a realiz

34) Os ensaios e testes elétricos laboratoriais e de campo ou comissionamento de instalações elétricas devem aten
estabelecida nos itens 10.6 e 10.7, e somente podem ser realizados por trabalhadores que atendam às condições d
habilitação, capacitação e autorização estabelecidas nesta NR.
35) Somente serão consideradas desenergizadas as instalações elétricas liberadas para trabalho, mediante os proce
obedecida a seqüência abaixo:
a) seccionamento;
b) impedimento de reenergização;
c) constatação da ausência de tensão;
d) instalação de aterramento temporário com equipotencialização dos condutores dos circuitos;
e) proteção dos elementos energizados existentes na zona controlada (Anexo I);
f) instalação da sinalização de impedimento de reenergização.
36) O estado de instalação desenergizada deve ser mantido até a autorização para reenergização, devendo ser reen
seqüência de procedimentos abaixo:
a) retirada das ferramentas, utensílios e equipamentos;
b) retirada da zona controlada de todos os trabalhadores não envolvidos no processo de reenergização;
c) remoção do aterramento temporário, da equipotencialização e das proteções adicionais;
d) remoção da sinalização de impedimento de reenergização; e
e) destravamento, se houver, e religação dos dispositivos de seccionamento.
37) As medidas constantes das alíneas apresentadas nos itens 10.5.1 e 10.5.2 podem ser alteradas, substituídas, am
em função das peculiaridades de cada situação, por profissional legalmente habilitado, autorizado e mediante justifi
previamente formalizada, desde que seja mantido o mesmo nível de segurança originalmente preconizado.
38) Os serviços a serem executados em instalações elétricas desligadas, mas com possibilidade de energização, por
devem atender ao que estabelece o disposto no item 10.6.

39) As intervenções em instalações elétricas com tensão igual ou superior a 50 Volts em corrente alternada ou supe
corrente contínua somente podem ser realizadas por trabalhadores que atendam ao que estabelece o item 10.8 de

40) Os trabalhadores de que trata o item anterior devem receber treinamento de segurança para trabalhos com ins
energizadas, com currículo mínimo, carga horária e demais determinações estabelecidas no Anexo II desta NR.

41) As operações elementares como ligar e desligar circuitos elétricos, realizadas em baixa tensão, com materiais e
em perfeito estado de conservação, adequados para operação, podem ser realizadas por qualquer pessoa não adve

42) Os trabalhos que exigem o ingresso na zona controlada devem ser realizados mediante procedimentos específic
distâncias previstas no Anexo I.
43) Os serviços em instalações energizadas, ou em suas proximidades devem ser suspensos de imediato na iminênc
possa colocar os trabalhadores em perigo.
44) Sempre que inovacões tecnológicas forem implementadas ou para a entrada em operações de novas instalaçõe
elétricos devem ser previamente elaboradas análises de risco, desenvolvidas com circuitos desenergizados, e respe
trabalho.
45) O responsável pela execução do serviço deve suspender as atividades quando verificar situação ou condição de
eliminação ou neutralização imediata não seja possível.

46) Os trabalhadores que intervenham em instalações elétricas energizadas com alta tensão, que exerçam suas ativ
estabelecidos como zonas controladas e de risco, conforme Anexo I, devem atender ao disposto no item 10.8 desta

47) Os trabalhadores de que trata o item 10.7.1 devem receber treinamento de segurança, específico em segurança
Potência (SEP) e em suas proximidades, com currículo mínimo, carga horária e demais determinações estabelecidas

48) Os serviços em instalações elétricas energizadas em AT, bem como aqueles executados no Sistema Elétrico de P
ser realizados individualmente.
49) Todo trabalho em instalações elétricas energizadas em AT, bem como aquelas que interajam com o SEP, soment
mediante ordem de serviço específica para data e local, assinada por superior responsável pela área.
50) Antes de iniciar trabalhos em circuitos energizados em AT, o superior imediato e a equipe, responsáveis pela exe
realizar uma avaliação prévia, estudar e planejar as atividades e ações a serem desenvolvidas de forma a atender os
básicos e as melhores técnicas de segurança em eletricidade aplicáveis ao serviço.
51) Os serviços em instalações elétricas energizadas em AT somente podem ser realizados quando houver procedim
detalhados e assinados por profissional autorizado.
52) A intervenção em instalações elétricas energizadas em AT dentro dos limites estabelecidos como zona de risco,
NR, somente pode ser realizada mediante a desativação, também conhecida como bloqueio, dos conjuntos e dispos
automático do circuito, sistema ou equipamento.
53) Os equipamentos e dispositivos desativados devem ser sinalizados com identificação da condição de desativaçã
procedimento de trabalho específico padronizado.
54) Os equipamentos, ferramentas e dispositivos isolantes ou equipados com materiais isolantes, destinados ao tra
devem ser submetidos a testes elétricos ou ensaios de laboratório periódicos, obedecendo-se as especificações do
procedimentos da empresa e na ausência desses, anualmente.
55) Todo trabalhador em instalações elétricas energizadas em AT, bem como aqueles envolvidos em atividades no S
equipamento que permita a comunicação permanente com os demais membros da equipe ou com o centro de ope
realização do serviço.
56) É considerado trabalhador qualificado aquele que comprovar conclusão de curso específico na área elétrica rec
Oficial de Ensino.
57) É considerado profissional legalmente habilitado o trabalhador previamente qualificado e com registro no comp
classe.
58) É considerado trabalhador capacitado aquele que atenda às seguintes condições, simultaneamente:
a) receba capacitação sob orientação e responsabilidade de profissional habilitado e autorizado; e
b) trabalhe sob a responsabilidade de profissional habilitado e autorizado.
59) A capacitação só terá validade para a empresa que o capacitou e nas condições estabelecidas pelo profissional h
responsável pela capacitação.
60) São considerados autorizados os trabalhadores qualificados ou capacitados e os profissionais habilitados, com a
empresa.
61) A empresa deve estabelecer sistema de identificação que permita a qualquer tempo conhecer a abrangência da
trabalhador, conforme o item 10.8.4.
62) Os trabalhadores autorizados a trabalhar em instalações elétricas devem ter essa condição consignada no sistem
empregado da empresa.
63) Os trabalhadores autorizados a intervir em instalações elétricas devem ser submetidos à exame de saúde comp
serem desenvolvidas, realizado em conformidade com a NR 7 e registrado em seu prontuário médico.
64) Os trabalhadores autorizados a intervir em instalações elétricas devem possuir treinamento específico sobre os
emprego da energia elétrica e as principais medidas de prevenção de acidentes em instalações elétricas, de acordo
Anexo II desta NR.
65) A empresa concederá autorização na forma desta NR aos trabalhadores capacitados ou qualificados e aos profis
tenham participado com avaliação e aproveitamento satisfatórios dos cursos constantes do ANEXO II desta NR.
66) Deve ser realizado um treinamento de reciclagem bienal e sempre que ocorrer alguma das situações a seguir:
a) troca de função ou mudança de empresa;
b) retorno de afastamento ao trabalho ou inatividade, por período superior a três meses;
c) modificações significativas nas instalações elétricas ou troca de métodos, processos e organização do trabalho.
67) A carga horária e o conteúdo programático dos treinamentos de reciclagem destinados ao atendimento das alín
10.8.8.2 devem atender as necessidades da situação que o motivou.
68) Os trabalhos em áreas classificadas devem ser precedidos de treinamento especifico de acordo com risco envol
69) Os trabalhadores com atividades não relacionadas às instalações elétricas desenvolvidas em zona livre e na vizin
controlada, conforme define esta NR, devem ser instruídos formalmente com conhecimentos que permitam identifi
possíveis riscos e adotar as precauções cabíveis.
70) As áreas onde houver instalações ou equipamentos elétricos devem ser dotadas de proteção contra incêndio e
dispõe a NR 23 – Proteção Contra Incêndios.

71) Os materiais, peças, dispositivos, equipamentos e sistemas destinados à aplicação em instalações elétricas de a
potencialmente explosivas devem ser avaliados quanto à sua conformidade, no âmbito do Sistema Brasileiro de Cer

72) Os processos ou equipamentos susceptíveis de gerar ou acumular eletricidade estática devem dispor de proteçã
dispositivos de descarga elétrica.
73) Nas instalações elétricas de áreas classificadas ou sujeitas a risco acentuado de incêndio ou explosões, devem s
de proteção, como alarme e seccionamento automático para prevenir sobretensões, sobrecorrentes, falhas de isola
outras condições anormais de operação.
75) Os serviços em instalações elétricas nas áreas classificadas somente poderão ser realizados mediante permissão
liberação formalizada, conforme estabelece o item 10.5 ou supressão do agente de risco que determina a classifica

76) Nas instalações e serviços em eletricidade deve ser adotada sinalização adequada de segurança, destinada à ad
identificação, obedecendo ao disposto na NR-26 – Sinalização de Segurança, de forma a atender, dentre outras, as s

a) identificação de circuitos elétricos;


b) travamentos e bloqueios de dispositivos e sistemas de manobra e comandos;
c) restrições e impedimentos de acesso;
d) delimitações de áreas;
e) sinalização de áreas de circulação, de vias públicas, de veículos e de movimentação de cargas;
f) sinalização de impedimento de energização; e
g) identificação de equipamento ou circuito impedido.
77) Os serviços em instalações elétricas devem ser planejados e realizados em conformidade com procedimentos d
padronizados, com descrição detalhada de cada tarefa, passo a passo, assinados por profissional que atenda ao que
desta NR.
78) Os serviços em instalações elétricas devem ser precedidos de ordens de serviço especificas, aprovadas por trab
contendo, no mínimo, o tipo, a data, o local e as referências aos procedimentos de trabalho a serem adotados.
79) Os procedimentos de trabalho devem conter, no mínimo, objetivo, campo de aplicação, base técnica, competên
disposições gerais, medidas de controle e orientações finais.

80) Os procedimentos de trabalho, o treinamento de segurança e saúde e a autorização de que trata o item 10.8 de
todo processo de desenvolvimento do Serviço Especializado de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho -

81) A autorização referida no item 10.8 deve estar em conformidade com o treinamento ministrado, previsto no An

82) Toda equipe deverá ter um de seus trabalhadores indicado e em condições de exercer a supervisão e condução

83) Antes de iniciar trabalhos em equipe os seus membros, em conjunto com o responsável pela execução do serviç
avaliação prévia, estudar e planejar as atividades e ações a serem desenvolvidas no local, de forma a atender os pri
as melhores técnicas de segurança aplicáveis ao serviço.
84) A alternância de atividades deve considerar a análise de riscos das tarefas e a competência dos trabalhadores e
garantir a segurança e a saúde no trabalho.

85) As ações de emergência que envolvam as instalações ou serviços com eletricidade devem constar do plano de e

86) Os trabalhadores autorizados devem estar aptos a executar o resgate e prestar primeiros socorros a acidentado
de reanimação cardio-respiratória.
87) A empresa deve possuir métodos de resgate padronizados e adequados às suas atividades, disponibilizando os
aplicação.
88) Os trabalhadores autorizados devem estar aptos a manusear e operar equipamentos de prevenção e combate a
instalações elétricas.
89) As responsabilidades quanto ao cumprimento desta NR são solidárias aos contratantes e contratados envolvido
90) É de responsabilidade dos contratantes manter os trabalhadores informados sobre os riscos a que estão exposto
aos procedimentos e medidas de controle contra os riscos elétricos a serem adotados.
91) Cabe à empresa, na ocorrência de acidentes de trabalho envolvendo instalações e serviços em eletricidade, pro
preventivas e corretivas.
92) Cabe aos trabalhadores:
a) zelar pela sua segurança e saúde e a de outras pessoas que possam ser afetadas por suas ações ou omissões no t
b) responsabilizar-se junto com a empresa pelo cumprimento das disposições legais e regulamentares, inclusive qua
internos de segurança e saúde; e
c) comunicar, de imediato, ao responsável pela execução do serviço as situações que considerar de risco para sua se
outras pessoas.
NR-11 - TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE MATERIAIS
01) Os poços de elevadores e montacargas são cercados, solidamente, em toda sua altura, com exceção das portas
nos pavimentos?

02) Quando a cabina do elevador não se posiciona ao nível do pavimento, a abertura é protegida por corrimão ou o
03) Os equipamentos utilizados na movimentação de materiais estão em perfeitas condições de trabalho?
04) Os acessórios para movimentação de carga são inspecionados?
05) Existe controle por escrito?
06) Os equipamentos utilizados na movimentação de materiais possuem indicação em lugar visível da carga máxima
07) Os carros manuais para transporte possuem protetores para as mãos?
08) Os operadores de transporte com força motriz própria possuem treinamento específico dado pela empresa?
09) Os operadores de equipamentos possuem cartão de identificação?
10) Os operadores de equipamentos possuem CNH?
11) No cartão consta o prazo de validade de 01 ano?
12) Para a revalidação do cartão o operador se submete a exame de saúde completo?
13) Os equipamentos de transporte motorizados possuem buzina?
14) Os equipamentos de transporte motorizados sofrem manutenção preventiva?
15) As peças defeituosas são substituídas imediatamente?
16) Nos locais fechados ou pouco ventilados, existe controle para evitar concentrações de gases tóxicos?
17) Os equipamentos possuem dispositivos neutralizadores?
18) São adequados?
19) A distância máxima de 60 m para o transporte manual de sacos é respeitada?
20) Para distâncias superiores é utilizado equipamento de tração mecanizada?
21) Para a descarga manual de sacos, em caminhão, o trabalhador é auxiliado por ajudante?
22) A altura máxima de 30 fiadas de sacos, quando for usado processo mecanizado de empilhamento é respeitado?
23) A altura máxima de 20 fiadas de sacos, quando for usado processo manual de empilhamento é respeitado?
24) O piso do armazém é constituído por material não escorregadio?
25) O local de carga e descarga possui cobertura?
26) O peso do material excede a capacidade de carga calculada para o piso?
27) Os empilhamentos obstruem equipamentos de segurança?
28) O material empilhado está distante 0,50 m das estruturas laterais do prédio?
29) A disposição da carga dificulta o trânsito?
30) A disposição da carga dificulta o acesso as saídas de emergência?
31) A disposição da carga dificulta a iluminação?
32) O armazenamento obedece os requisitos de segurança especiais a cada tipo de material?
NR-12 - MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
12.6. Nos locais de instalação de máquinas e equipamentos, as áreas de circulação devem ser devidamente demarc
com as normas técnicas oficiais.
12.6.1. As vias principais de circulação nos locais de trabalho e as que conduzem às saídas devem ter, no mínimo, 1
centímetros) de largura.
12.6.2. As áreas de circulação devem ser mantidas permanentemente desobstruídas.

12.7. Os materiais em utilização no processo produtivo devem ser alocados em áreas especificas de armazenament
demarcadas com faixas na cor indicada pelas normas técnicas oficiais ou sinalizadas quando se tratar de áreas exter

12.8. Os espaços ao redor das máquinas e equipamentos devem ser adequados ao seu tipo e ao tipo de operação, d
ocorrência de acidentes e doenças relacionados ao trabalho.
12.8.1. A distância mínima entre máquinas, em conformidade com suas características e aplicações, deve garantir a
trabalhadores durante sua operação, manutenção, ajuste, limpeza e inspeção, e permitir a movimentação dos segm
da natureza da tarefa.

12.8.2. As áreas de circulação e armazenamento de materiais e os espaços em torno de máquinas devem ser projet
mantidos de forma que os trabalhadores e os transportadores de materiais, mecanizados e manuais, movimentem-

12.9. Os pisos dos locais de trabalho onde se instalam máquinas e equipamentos e das áreas de circulação devem:
a) ser mantidos limpos e livres de objetos, ferramentas e quaisquer materiais que ofereçam riscos de acidentes;
b) ter características de modo a prevenir riscos provenientes de graxas, óleos e outras substâncias e materiais que o
c) ser nivelados e resistentes às cargas a que estão sujeitos.
12.10. As ferramentas utilizadas no processo produtivo devem ser organizadas e armazenadas ou dispostas em loca
finalidade.
12.11. As máquinas estacionárias devem possuir medidas preventivas quanto à sua estabilidade, de modo que não
desloquem intempestivamente por vibrações, choques, forças externas previsíveis, forças dinâmicas internas ou qu
acidental.
12.11.1. A instalação das máquinas estacionárias deve respeitar os requisitos necessários fornecidos pelos fabricant
projeto elaborado por profissional legalmente habilitado, em especial quanto à fundação, fixação, amortecimento, n
alimentação elétrica, pneumática e hidráulica, aterramento e sistemas de refrigeração.
12.12. Nas máquinas móveis que possuem rodízios, pelo menos dois deles devem possuir travas.
12.13. As máquinas, as áreas de circulação, os postos de trabalho e quaisquer outros locais em que possa haver trab
posicionados de modo que não ocorram transporte e movimentação aérea de materiais sobre os trabalhadores.
12.14. As instalações elétricas das máquinas e equipamentos devem ser projetadas e mantidas de modo a prevenir,
perigos de choque elétrico, incêndio, explosão e outros tipos de acidentes, conforme previsto na NR 10.
12.15. Devem ser aterrados, conforme as normas técnicas oficiais vigentes, as instalações, carcaças, invólucros, blin
condutoras das máquinas e equipamentos que não façam parte dos circuitos elétricos, mas que possam ficar sob te
12.16. As instalações elétricas das máquinas e equipamentos que estejam ou possam estar em contato direto ou in
agentes corrosivos devem ser projetadas com meios e dispositivos que garantam sua blindagem, estanqueidade, iso
de modo a prevenir a ocorrência de acidentes.

12.17. Os condutores de alimentação elétrica das máquinas e equipamentos devem atender aos seguintes requisito
a) oferecer resistência mecânica compatível com a sua utilização;
b) possuir proteção contra a possibilidade de rompimento mecânico, de contatos abrasivos e de contato com lubrifi
calor;
c) localização de forma que nenhum segmento fique em contato com as partes móveis ou cantos vivos;
d) facilitar e não impedir o trânsito de pessoas e materiais ou a operação das máquinas;
e) não oferecer quaisquer outros tipos de riscos na sua localização; e
f) ser constituídos de materiais que não propaguem o fogo, ou seja, autoextinguíveis, e não emitirem substâncias tó
aquecimento.
12.18. Os quadros de energia das máquinas e equipamentos devem atender aos seguintes requisitos mínimos de se
a) possuir porta de acesso, mantida permanentemente fechada;
b) possuir sinalização quanto ao perigo de choque elétrico e restrição de acesso por pessoas não autorizadas;
c) ser mantidos em bom estado de conservação, limpos e livres de objetos e ferramentas;
d) possuir proteção e identificação dos circuitos. e
e) atender ao grau de proteção adequado em função do ambiente de uso.
12.19. As ligações e derivações dos condutores elétricos das máquinas e equipamentos devem ser feitas mediante d
conforme as normas técnicas oficiais vigentes, de modo a assegurar resistência mecânica e contato elétrico adequa
equivalentes aos condutores elétricos utilizados e proteção contra riscos.
12.20. As instalações elétricas das máquinas e equipamentos que utilizem energia elétrica fornecida por fonte exter
dispositivo protetor contra sobrecorrente, dimensionado conforme a demanda de consumo do circuito.
12.20.1. As máquinas e equipamentos devem possuir dispositivo protetor contra sobretensão quando a elevação da
risco de acidentes.
12.20.2. Quando a alimentação elétrica possibilitar a inversão de fases de máquina que possa provocar acidentes d
dispositivo monitorado de detecção de seqüência de fases ou outra medida de proteção de mesma eficácia.
12.21. São proibidas nas máquinas e equipamentos:
a) a utilização de chave geral como dispositivo de partida e parada;
b) a utilização de chaves tipo faca nos circuitos elétricos; e
c) a existência de partes energizadas expostas de circuitos que utilizam energia elétrica.
12.22. As baterias devem atender aos seguintes requisitos mínimos de segurança:
a) localização de modo que sua manutenção e troca possam ser realizadas facilmente a partir do solo ou de uma pl
b) constituição e fixação de forma a não haver deslocamento acidental; e
c) proteção do terminal positivo, a fim de prevenir contato acidental e curto-circuito.
12.23. Os serviços e substituições de baterias devem ser realizados conforme indicação constante do manual de op
12.24. Os dispositivos de partida, acionamento e parada das máquinas devem ser projetados, selecionados e instala
a) não se localizem em suas zonas perigosas;
b) possam ser acionados ou desligados em caso de emergência por outra pessoa que não seja o operador;
c) impeçam acionamento ou desligamento involuntário pelo operador ou por qualquer outra forma acidental;
d) não acarretem riscos adicionais; e
e) não possam ser burlados.
12.25. Os comandos de partida ou acionamento das máquinas devem possuir dispositivos que impeçam seu funcio
serem energizadas.
12.26. Quando forem utilizados dispositivos de acionamento do tipo comando bimanual, visando a manter as mãos
de perigo, esses devem atender aos seguintes requisitos mínimos do comando:
a) possuir atuação síncrona, ou seja, um sinal de saída deve ser gerado somente quando os dois dispositivos de atu
-botões- forem atuados com um retardo de tempo menor ou igual a 0,5 s (cinco segundos);
b) estar sob monitoramento automático por interface de segurança;

c) ter relação entre os sinais de entrada e saída, de modo que os sinais de entrada aplicados a cada um dos dois dis
comando devem juntos se iniciar e manter o sinal de saída do dispositivo de comando bimanual somente durante a

d) o sinal de saída deve terminar quando houver desacionamento de qualquer dos dispositivos de atuação de coma
e) possuir dispositivos de comando que exijam uma atuação intencional a fim de minimizar a probabilidade de com

f) possuir distanciamento e barreiras entre os dispositivos de atuação de comando para dificultar a burla do efeito d
de comando bimanual; e
g) tornar possível o reinício do sinal de saída somente após a desativação dos dois dispositivos de atuação do coma

12.27. Nas máquinas operadas por dois ou mais dispositivos de comando bimanuais, a atuação síncrona é requerid
dos dispositivos de comando bimanuais e não entre dispositivos diferentes que devem manter simultaneidade entr

12.28. Os dispositivos de comando bimanual devem ser posicionados a uma distância segura da zona de perigo, lev
a) a forma, a disposição e o tempo de resposta do dispositivo de comando bimanual;
b) o tempo máximo necessário para a paralisação da máquina ou para a remoção do perigo, após o término do sina
de comando bimanual; e
c) a utilização projetada para a máquina.
12.29. Os comandos bimanuais móveis instalados em pedestais devem:
a) manter-se estáveis em sua posição de trabalho; e
b) possuir altura compatível com o posto de trabalho para ficar ao alcance do operador em sua posição de trabalho
12.30. Nas máquinas e equipamentos cuja operação requeira a participação de mais de uma pessoa, o número de d
acionamento simultâneos deve corresponder ao número de operadores expostos aos perigos decorrentes de seu ac
o nível de proteção seja o mesmo para cada trabalhador.
12.30.1. Deve haver seletor do número de dispositivos de acionamento em utilização, com bloqueio que impeça a s
não autorizadas.
12.30.2. O circuito de acionamento deve ser projetado de modo a impedir o funcionamento dos comandos habilita
os demais comandos não habilitados não forem desconectados.
12.30.3. Os dispositivos de acionamento simultâneos, quando utilizados dois ou mais, devem possuir sinal luminoso
funcionamento.
12.31. As máquinas ou equipamentos concebidos e fabricados para permitir a utilização de vários modos de coman
que apresentem níveis de segurança diferentes, devem possuir um seletor que atenda aos seguintes requisitos:
a) bloqueio em cada posição, impedindo a sua mudança por pessoas não autorizadas;
b) correspondência de cada posição a um único modo de comando ou de funcionamento;
c) modo de comando selecionado com prioridade sobre todos os outros sistemas de comando, com exceção da par
d) a seleção deve ser visível, clara e facilmente identificável.
12.32. As máquinas e equipamentos, cujo acionamento por pessoas não autorizadas possam oferecer risco à saúde
qualquer pessoa, devem possuir sistema que possibilite o bloqueio de seus dispositivos de acionamento.
12.33. O acionamento e o desligamento simultâneo por um único comando de um conjunto de máquinas e equipam
equipamentos de grande dimensão devem ser precedidos de sinal sonoro de alarme.
12.34. Devem ser adotadas, quando necessárias, medidas adicionais de alerta, como sinal visual e dispositivos de te
considerando as características do processo produtivo e dos trabalhadores.
12.35. As máquinas e equipamentos comandados por radiofreqüência devem possuir proteção contra interferência
acidentais.

12.36. Os componentes de partida, parada, acionamento e outros controles que compõem a interface de operação

a) operar em extrabaixa tensão de até 25V (vinte e cinco volts) em corrente alternada ou de até 60V (sessenta volts
b) possibilitar a instalação e funcionamento do sistema de parada de emergência, conforme itens 12.56 a 12.63 e se
12.37. O circuito elétrico do comando da partida e parada do motor elétrico de máquinas deve possuir, no mínimo,
contatos positivamente guiados, ligados em série, monitorados por interface de segurança ou de acordo com os pad
normas técnicas nacionais vigentes e, na falta destas, pelas normas técnicas internacionais, se assim for indicado pe
função da severidade de danos e freqüência ou tempo de exposição ao risco.
12.38. As zonas de perigo das máquinas e equipamentos devem possuir sistemas de segurança, caracterizados por
móveis e dispositivos de segurança interligados, que garantam proteção à saúde e à integridade física dos trabalhad

12.38.1. A adoção de sistemas de segurança, em especial nas zonas de operação que apresentem perigo, deve cons
técnicas da máquina e do processo de trabalho e as medidas e alternativas técnicas existentes, de modo a atingir o
segurança previsto nesta Norma.
12.39. Os sistemas de segurança devem ser selecionados e instalados de modo a atender aos seguintes requisitos:
a) ter categoria de segurança conforme prévia análise de riscos prevista nas normas técnicas oficiais vigentes;
b) estar sob a responsabilidade técnica de profissional legalmente habilitado;
c) possuir conformidade técnica com o sistema de comando a que são integrados;
d) instalação de modo que não possam ser neutralizados ou burlados;
e) manterem-se sob vigilância automática, ou seja, monitoramento, de acordo com a categoria de segurança reque
dispositivos de segurança exclusivamente mecânicos; e
f) paralisação dos movimentos perigosos e demais riscos quando ocorrerem falhas ou situações anormais de trabal
12.40. Os sistemas de segurança, de acordo com a categoria de segurança requerida, devem exigir rearme, ou reset
da falha ou situação anormal de trabalho que provocou a paralisação da máquina.
12.41. Para fins de aplicação desta Norma, considera-se proteção o elemento especificamente utilizado para prover
barreira física, podendo ser:
a) proteção fixa, que deve ser mantida em sua posição de maneira permanente ou por meio de elementos de fixaçã
remoção ou abertura com o uso de ferramentas específicas; e
b) proteção móvel, que pode ser aberta sem o uso de ferramentas, geralmente ligada por elementos mecânicos à e
um elemento fixo próximo, e deve se associar a dispositivos de intertravamento.
12.42. Para fins de aplicação desta Norma, consideram-se dispositivos de segurança os componentes que, por si só
associados a proteções, reduzam os riscos de acidentes e de outros agravos à saúde, sendo classificados em:

a) comandos elétricos ou interfaces de segurança: dispositivos responsáveis por realizar o monitoramento, que veri
posição e funcionamento de outros dispositivos do sistema e impedem a ocorrência de falha que provoque a perda
como relés de segurança, controladores configuráveis de segurança e controlador lógico programável - CLP de segu

b) dispositivos de intertravamento: chaves de segurança eletromecânicas, com ação e ruptura positiva, magnéticas
optoeletrônicas, sensores indutivos de segurança e outros dispositivos de segurança que possuem a finalidade de im
de elementos da máquina sob condições específicas;

c) sensores de segurança: dispositivos detectores de presença mecânicos e não mecânicos, que atuam quando uma
corpo adentra a zona de perigo de uma máquina ou equipamento, enviando um sinal para interromper ou impedir
perigosas, como cortinas de luz, detectores de presença optoeletrônicos, laser de múltiplos feixes, barreiras óticas,
scanners, batentes, tapetes e sensores de posição;
d) válvulas e blocos de segurança ou sistemas pneumáticos e hidráulicos de mesma eficácia;
e) dispositivos mecânicos, como: dispositivos de retenção, limitadores, separadores, empurradores, inibidores, defl

f) dispositivos de validação: dispositivos suplementares de comando operados manualmente, que, quando aplicado
habilitam o dispositivo de acionamento, como chaves seletoras bloqueáveis e dispositivos bloqueáveis.
12.43. Os componentes relacionados aos sistemas de segurança e comandos de acionamento e parada das máquin
emergência, devem garantir a manutenção do estado seguro da máquina ou equipamento quando ocorrerem flutu
além dos limites considerados no projeto, incluindo o corte e restabelecimento do fornecimento de energia.
12.44. A proteção deve ser móvel quando o acesso a uma zona de perigo for requerido uma ou mais vezes por turn
observando-se que:
a) a proteção deve ser associada a um dispositivo de intertravamento quando sua abertura não possibilitar o acesso
da eliminação do risco; e
b) a proteção deve ser associada a um dispositivo de intertravamento com bloqueio quando sua abertura possibilita
perigo antes da eliminação do risco.
12.45. As máquinas e equipamentos dotados de proteções móveis associadas a dispositivos de intertravamento dev
a) operar somente quando as proteções estiverem fechadas;
b) paralisar suas funções perigosas quando as proteções forem abertas durante a operação; e
c) garantir que o fechamento das proteções por si só não possa dar inicio às funções perigosas
12.46. Os dispositivos de intertravamento com bloqueio associados às proteções móveis das máquinas e equipame
a) permitir a operação somente enquanto a proteção estiver fechada e bloqueada;
b) manter a proteção fechada e bloqueada até que tenha sido eliminado o risco de lesão devido às funções perigos
equipamento; e

c) garantir que o fechamento e bloqueio da proteção por si só não possa dar inicio às funções perigosas da máquina

12.47. As transmissões de força e os componentes móveis a elas interligados, acessíveis ou expostos, devem possui
móveis com dispositivos de intertravamento, que impeçam o acesso por todos os lados.
12.47.1. Quando utilizadas proteções móveis para o enclausuramento de transmissões de força que possuam inérci
dispositivos de intertravamento com bloqueio.
12.47.2. O eixo cardã deve possuir proteção adequada, em perfeito estado de conservação em toda a sua extensão
força da máquina desde a cruzeta até o acoplamento do implemento ou equipamento.
12.48. As máquinas e equipamentos que ofereçam risco de ruptura de suas partes, projeção de materiais, partícula
possuir proteções que garantam a saúde e a segurança dos trabalhadores.
12.49. As proteções devem ser projetadas e construídas de modo a atender aos seguintes requisitos de segurança:
a) cumprir suas funções apropriadamente durante a vida útil da máquina ou possibilitar a reposição de partes deter
b) ser constituídas de materiais resistentes e adequadas à contenção de projeção de peças, materiais e partículas;
c) fixação firme e garantia de estabilidade e resistência mecânica compatíveis com os esforços requeridos;
d) não criar pontos de esmagamento ou agarramento com partes da máquina ou com outras proteções;
e) não possuir extremidades e arestas cortantes ou outras saliências perigosas;
f) resistir às condições ambientais do local onde estão instaladas;
g) impedir que possam ser burladas;
h) proporcionar condições de higiene e limpeza;
i) impedir o acesso à zona de perigo;
j) ter seus dispositivos de intertravamento protegidos adequadamente contra sujidade, poeiras e corrosão, se neces
k) ter ação positiva, ou seja, atuação de modo positivo; e
l) não acarretar riscos adicionais.
12.50. Quando a proteção for confeccionada com material descontínuo, devem ser observadas as distâncias de seg
acesso às zonas de perigo, conforme previsto no Anexo I, item A.

12.51. Durante a utilização de proteções distantes da máquina ou equipamento com possibilidade de alguma pesso
devem ser adotadas medidas adicionais de proteção coletiva para impedir a partida da máquina enquanto houver p

12.52. As proteções também utilizadas como meio de acesso por exigência das características da máquina ou do eq
atender aos requisitos de resistência e segurança adequados a ambas as finalidades.
12.53. Deve haver proteção no fundo dos degraus da escada, ou seja, nos espelhos, sempre que uma parte saliente
contatar uma zona perigosa.
12.54. As proteções, dispositivos e sistemas de segurança devem integrar as máquinas e equipamentos, e não pode
opcionais para qualquer fim.
12.55. Em função do risco, poderá ser exigido projeto, diagrama ou representação esquemática dos sistemas de seg
respectivas especificações técnicas em língua portuguesa.
12.55.1. Quando a máquina não possuir a documentação técnica exigida, o seu proprietário deve constituí-la, sob a
profissional legalmente habilitado e com respectiva Anotação de Responsabilidade Técnica do Conselho Regional de
Arquitetura – ART/CREA.
12.56. As máquinas devem ser equipadas com um ou mais dispositivos de parada de emergência, por meio dos qua
situações de perigo latentes e existentes.
12.56.1. Os dispositivos de parada de emergência não devem ser utilizados como dispositivos de partida ou de acio
12.56.2. Excetuam-se da obrigação do subitem 12.56.1 as máquinas manuais, as máquinas autopropelidas e aquela
de parada de emergência não possibilita a redução do risco.
12.57. Os dispositivos de parada de emergência devem ser posicionados em locais de fácil acesso e visualização pel
postos de trabalho e por outras pessoas, e mantidos permanentemente desobstruídos.
12.58. Os dispositivos de parada de emergência devem:
a) ser selecionados, montados e interconectados de forma a suportar as condições de operação previstas, bem com

b) ser usados como medida auxiliar, não podendo ser alternativa a medidas adequadas de proteção ou a sistemas a
c) possuir acionadores projetados para fácil atuação do operador ou outros que possam necessitar da sua utilização
d) prevalecer sobre todos os outros comandos;
e) provocar a parada da operação ou processo perigoso em período de tempo tão reduzido quanto tecnicamente p
riscos suplementares;
f) ser mantidos sob monitoramento por meio de sistemas de segurança; e
g) ser mantidos em perfeito estado de funcionamento.
12.59. A função parada de emergência não deve:
a) prejudicar a eficiência de sistemas de segurança ou dispositivos com funções relacionadas com a segurança;
b) prejudicar qualquer meio projetado para resgatar pessoas acidentadas; e
c) gerar risco adicional.
12.60. O acionamento do dispositivo de parada de emergência deve também resultar na retenção do acionador, de
ação no acionador for descontinuada, este se mantenha retido até que seja desacionado.
12.60.1. O desacionamento deve ser possível apenas como resultado de uma ação manual intencionada sobre o ac
manobra apropriada;
12. 61. Quando usados acionadores do tipo cabo, deve-se:
a) utilizar chaves de parada de emergência que trabalhem tracionadas, de modo a cessarem automaticamente as fu
máquina em caso de ruptura ou afrouxamento dos cabos;

b) considerar o deslocamento e a força aplicada nos acionadores, necessários para a atuação das chaves de parada
c) obedecer à distância máxima entre as chaves de parada de emergência recomendada pelo fabricante.
12.62. As chaves de parada de emergência devem ser localizadas de tal forma que todo o cabo de acionamento seja
posição de desacionamento da parada de emergência.
12.62.1. Se não for possível o cumprimento da exigência do item 12.62, deve-se garantir que, após a atuação e ante
máquina ou equipamento seja inspecionado em toda a extensão do cabo.
12.63. A parada de emergência deve exigir rearme, ou reset manual, a ser realizado somente após a correção do ev
acionamento da parada de emergência.
12.63.1. A localização dos acionadores de rearme deve permitir uma visualização completa da área protegida pelo c
12.64. As máquinas e equipamentos devem possuir acessos permanentemente fixados e seguros a todos os seus po
abastecimento, inserção de matérias-primas e retirada de produtos trabalhados, preparação, manutenção e interve

12.64.1. Consideram-se meios de acesso elevadores, rampas, passarelas, plataformas ou escadas de degraus.
12.64.2. Na impossibilidade técnica de adoção dos meios previstos no subitem 12.64.1, poderá ser utilizada escada

12.64.3. Nas máquinas e equipamentos, os meios de acesso permanentes devem ser localizados e instalados de mo
acidente e facilitar o seu acesso e utilização pelos trabalhadores.
12.65. O emprego dos meios de acesso deve considerar o ângulo de lance conforme Figura 1 do Anexo III.
12.66. Os locais ou postos de trabalho acima do nível do solo em que haja acesso de trabalhadores, para comando
intervenções habituais nas máquinas e equipamentos, como operação, abastecimento, manutenção, preparação e
plataformas de trabalho estáveis e seguras.

12.66.1. Na impossibilidade técnica de aplicação do previsto no item 12.66, poderá ser adotado o uso de plataform

12.67. As plataformas móveis devem ser estáveis, de modo a não permitir sua movimentação ou tombamento dura
trabalho.
12.68. As passarelas, plataformas, rampas e escadas de degraus devem propiciar condições seguras de trabalho, cir
manuseio de materiais e:
a) ser dimensionadas, construídas e fixadas de modo seguro e resistente, de forma a suportar os esforços solicitante
segura do trabalhador;
b) ter pisos e degraus constituídos de materiais ou revestimentos antiderrapantes;
c) ser mantidas desobstruídas; e
d) ser localizadas e instaladas de modo a prevenir riscos de queda, escorregamento, tropeçamento e dispêndio exce
pelos trabalhadores ao utilizá-las.
12.69. As rampas com inclinação entre 10º (dez) e 20º (vinte) graus em relação ao plano horizontal devem possuir p
horizontais fixadas de modo seguro, para impedir escorregamento, distanciadas entre si 0,40 m (quarenta centímet
quando o piso não for antiderrapante.
12.69.1. É proibida a construção de rampas com inclinação superior a 20º (vinte) graus em relação ao piso.
12.70. Os meios de acesso, exceto escada fixa do tipo marinheiro e elevador, devem possuir sistema de proteção co
seguintes características:
a) ser dimensionados, construídos e fixados de modo seguro e resistente, de forma a suportar os esforços solicitant
b) ser constituídos de material resistente a intempéries e corrosão;
c) possuir travessão superior de 1,10 m (um metro e dez centímetros) a 1,20 m (um metro e vinte centímetros) de a
ao longo de toda a extensão, em ambos os lados;
d) o travessão superior não deve possuir superfície plana, a fim de evitar a colocação de objetos; e
e) possuir rodapé de, no mínimo, 0,20 m (vinte centímetros) de altura e travessão intermediário a 0,70 m (setenta c
relação ao piso, localizado entre o rodapé e o travessão superior.
12.71. Havendo risco de queda de objetos e materiais, o vão entre o rodapé e o travessão superior do guarda corpo
fixa, integral e resistente.
12.71.1. A proteção mencionada no item 12.71 pode ser constituída de tela resistente, desde que sua malha não pe
qualquer objeto ou material que possa causar lesões aos trabalhadores.
12.72. Para o sistema de proteção contra quedas em plataformas utilizadas em operações de abastecimento ou que
permitida a adoção das dimensões da Figura 5 do Anexo III.
12.73. As passarelas, plataformas e rampas devem ter as seguintes características:
a) largura útil mínima de 0,60 m (sessenta centímetros);
b) meios de drenagem, se necessário; e
c) não possuir rodapé no vão de acesso.
12.74. As escadas de degraus sem espelho devem ter:
a) largura de 0,60 m (sessenta centímetros) a 0,80 m (oitenta centímetros);
b) degraus com profundidade mínima de 0,15 m (quinze centímetros);
c) degraus e lances uniformes, nivelados e sem saliências;
d) altura máxima entre os degraus de 0,25 m (vinte e cinco centímetros);
e) plataforma de descanso com 0,60m (sessenta centímetros) a 0,80 m (oitenta centímetros) de largura e comprime
máximo, 3,00 m (três metros) de altura;
f) projeção mínima de 0,01 m (dez milímetros) de um degrau sobre o outro; e
g) degraus com profundidade que atendam à fórmula: 600≤ g +2h ≤ 660 (dimensões em milímetros), conforme Figu
12.75. As escadas de degraus com espelho devem ter:
a) largura de 0,60 m (sessenta centímetros) a 0,80 m (oitenta centímetros);
b) degraus com profundidade mínima de 0,20 m (vinte centímetros);
c) degraus e lances uniformes, nivelados e sem saliências;
d) altura entre os degraus de 0,20 m (vinte centímetros) a 0,25 m (vinte e cinco centímetros);
e) plataforma de descanso de 0,60m (sessenta centímetros) a 0,80m (oitenta centímetros) de largura e compriment
máximo, 3,00 m (três metros) de altura.
12.76. As escadas fixas do tipo marinheiro devem ter:
a) dimensão, construção e fixação seguras e resistentes, de forma a suportar os esforços solicitantes;
b) constituição de materiais ou revestimentos resistentes a intempéries e corrosão, caso estejam expostas em ambi
corrosivo;
c) gaiolas de proteção, caso possuam altura superior a 3,50 m (três metros e meio), instaladas a partir de 2,0 m (doi
ultrapassando a plataforma de descanso ou o piso superior em pelo menos de 1,10 m (um metro e dez centímetros
vinte centímetros);
d) corrimão ou continuação dos montantes da escada ultrapassando a plataforma de descanso ou o piso superior d
centímetros) a 1,20 m (um metro e vinte centímetros);
e) largura de 0,40 m (quarenta centímetros) a 0,60 m (sessenta centímetros), conforme Figura 3 do Anexo III;
f) altura total máxima de 10,00 m (dez metros), se for de um único lance;
g) altura máxima de 6,00 m (seis metros) entre duas plataformas de descanso, se for de múltiplos lances, construída
com eixos paralelos, distanciados no mínimo em 0,70 m (setenta centímetros), conforme Figura 3 do Anexo III;
h) espaçamento entre barras de 0,25 m (vinte e cinco centímetros) a 0,30 m (trinta centímetros), conforme Figura 3
i) espaçamento entre o piso da máquina ou da edificação e a primeira barra não superior a 0,55 m (cinqüenta e cinc
Figura 3 do Anexo III;
j) distância em relação à estrutura em que é fixada de, no mínimo, 0,15 m (quinze centímetros), conforme Figura 4
k) barras de 0,025m (vinte e cinco milímetros) a 0,038 m (trinta e oito milímetros) de diâmetro ou espessura; e l) ba
formas ou ranhuras a fim de prevenir deslizamentos.
12.76.1. As gaiolas de proteção devem possuir:
a) diâmetro de 0,65m (sessenta e cinco centímetros) a 0,80 m (oitenta centímetros), conforme Figura 4 do Anexo III
b) vãos entre grades protetoras de, no máximo, 0,30 m (trinta centímetros), conforme Figura 3 do Anexo III.
12.77. Devem ser adotadas medidas adicionais de proteção das mangueiras, tubulações e demais componentes pre
eventuais impactos mecânicos e outros agentes agressivos, quando houver risco.
12.78. As mangueiras, tubulações e demais componentes pressurizados devem ser localizados ou protegidos de tal
de ruptura destes componentes e vazamentos de fluidos, não possa ocasionar acidentes de trabalho.
12.79. As mangueiras utilizadas nos sistemas pressurizados devem possuir indicação da pressão máxima de trabalh
pelo fabricante.
12.80. Os sistemas pressurizados das máquinas devem possuir meios ou dispositivos destinados a garantir que:
a) a pressão máxima de trabalho admissível nos circuitos não possa ser excedida; e
b) quedas de pressão progressivas ou bruscas e perdas de vácuo não possam gerar perigo.
12.81. Quando as fontes de energia da máquina forem isoladas, a pressão residual dos reservatórios e de depósitos
acumuladores hidropneumáticos, não pode gerar risco de acidentes.

12.82. Os recipientes contendo gases comprimidos utilizados em máquinas e equipamentos devem permanecer em
conservação e funcionamento e ser armazenados em depósitos bem ventilados, protegidos contra quedas, calor e i

12.83. Nas atividades de montagem e desmontagem de pneumáticos das rodas das máquinas e equipamentos não
ofereçam riscos de acidentes, devem ser observadas as seguintes condições:
a) os pneumáticos devem ser completamente despressurizados, removendo o núcleo da válvula de calibragem ante
qualquer intervenção que possa acarretar acidentes; e
b) o enchimento de pneumáticos só poderá ser executado dentro de dispositivo de clausura ou gaiola adequadame
que seja alcançada uma pressão suficiente para forçar o talão sobre o aro e criar uma vedação pneumática.
12.84. Em sistemas pneumáticos e hidráulicos que utilizam dois ou mais estágios com diferentes pressões como me
exercida no percurso ou circuito de segurança - aproximação - não pode ser suficiente para provocar danos à integr
trabalhadores.
12.84.1 Para o atendimento ao disposto no item 12.84, a força exercida no percurso ou circuito de segurança deve e
(cento e cinqüenta Newtons) e a pressão de contato limitada a 50 N/cm2 (cinqüenta Newtons por centímetro quad
em que haja previsão de outros valores em normas técnicas oficiais vigentes especificas.

12.85. Os movimentos perigosos dos transportadores contínuos de materiais devem ser protegidos, especialmente
esmagamento, agarramento e aprisionamento formados pelas esteiras, correias, roletes, acoplamentos, freios, rold
volantes, tambores, engrenagens, cremalheiras, correntes, guias, alinhadores, região do esticamento e contrapeso e
acessíveis durante a operação normal.

12.85.1. Os transportadores contínuos de correia cuja altura da borda da correia que transporta a carga esteja supe
e setenta centímetros) do piso estão dispensados da observância do item 12.85, desde que não haja circulação nem
nas zonas de perigo.
12.85.2. Os transportadores contínuos de correia em que haja proteção fixa distante, associada a proteção móvel in
acesso a pessoal especializado para a realização de inspeções, manutenções e outras intervenções necessárias, estã
observância do item 12.85, desde que atendido o disposto no item 12.51.
12.86. Os transportadores contínuos de correia, cuja altura da borda da correia que transporta a carga esteja superi
e setenta centímetros) do piso, devem possuir, em toda a sua extensão, passarelas em ambos os lados, atendidos o
12.66.
12.86.1. Os transportadores cuja correia tenha largura de até 762 mm (setecentos e sessenta e dois milímetros ou 3
podem possuir passarela em apenas um dos lados, devendo-se adotar o uso de plataformas móveis ou elevatórias p
intervenções e inspeções.
12.86.2. Os transportadores móveis articulados em que haja possibilidade de realização de quaisquer intervenções
solo ficam dispensados da exigência do item 12.86.

12.87. Os transportadores de materiais somente devem ser utilizados para o tipo e capacidade de carga para os qua

12.88. Os cabos de aço, correntes, eslingas, ganchos e outros elementos de suspensão ou tração e suas conexões de
tipo de material e dimensionados para suportar os esforços solicitantes.
12.89. Nos transportadores contínuos de materiais que necessitem de parada durante o processo é proibida a rever
esta finalidade.
12.90. É proibida a permanência e a circulação de pessoas sobre partes em movimento, ou que possam ficar em mo
transportadores de materiais, quando não projetadas para essas finalidades.
12.90.1. Nas situações em que haja inviabilidade técnica do cumprimento do disposto no item 12.90 devem ser ado
garantam a paralisação e o bloqueio dos movimentos de risco, conforme o disposto no item 12.113 e subitem 12.11

12.90.2. A permanência e a circulação de pessoas sobre os transportadores contínuos devem ser realizadas por me
sistema de proteção contra quedas, conforme item 12.70.
12.90.3. É permitida a permanência e a circulação de pessoas sob os transportadores contínuos somente em locais
resistência e dimensões adequadas contra quedas de materiais.
12.91. Os transportadores contínuos acessíveis aos trabalhadores devem dispor, ao longo de sua extensão, de dispo
emergência, de modo que possam ser acionados em todas as posições de trabalho.
12.91.1. Os transportadores contínuos acessíveis aos trabalhadores ficam dispensados do cumprimento da exigênc
análise de risco assim indicar.
12.92. Os transportadores contínuos de correia devem possuir dispositivos que garantam a segurança em caso de fa
normal e interrompam seu funcionamento quando forem atingidos os limites de segurança, conforme especificado
contemplar, no mínimo, as seguintes condições:
a) desalinhamento anormal da correia; e
b) sobrecarga de materiais.
12.93. Durante o transporte de materiais suspensos devem ser adotadas medidas de segurança visando a garantir q
a carga.
12.93.1. As medidas de segurança previstas no item 12.93 devem priorizar a existência de áreas exclusivas para a ci
suspensas devidamente delimitadas e sinalizadas.
12.94. As máquinas e equipamentos devem ser projetados, construídos e mantidos com observância aos os seguint
a) atendimento da variabilidade das características antropométricas dos operadores;
b) respeito às exigências posturais, cognitivas, movimentos e esforços físicos demandados pelos operadores;
c) os componentes como monitores de vídeo, sinais e comandos, devem possibilitar a interação clara e precisa com
reduzir possibilidades de erros de interpretação ou retorno de informação;

d) os comandos e indicadores devem representar, sempre que possível, a direção do movimento e demais efeitos c
e) os sistemas interativos, como ícones, símbolos e instruções devem ser coerentes em sua aparência e função;
f) favorecimento do desempenho e a confiabilidade das operações, com redução da probabilidade de falhas na ope
g) redução da exigência de força, pressão, preensão, flexão, extensão ou torção dos segmentos corporais;
h) a iluminação deve ser adequada e ficar disponível em situações de emergência, quando exigido o ingresso em se
12.95. Os comandos das máquinas e equipamentos devem ser projetados, construídos e mantidos com observância
a) localização e distância de forma a permitir manejo fácil e seguro;
b) instalação dos comandos mais utilizados em posições mais acessíveis ao operador;
c) visibilidade, identificação e sinalização que permita serem distinguíveis entre si;
d) instalação dos elementos de acionamento manual ou a pedal de forma a facilitar a execução da manobra levando
características biomecânicas e antropométricas dos operadores; e
e) garantia de manobras seguras e rápidas e proteção de forma a evitar movimentos involuntários.
12.96. As Máquinas e equipamentos devem ser projetados, construídos e operados levando em consideração a nec
das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores e à natureza dos trabalhos a executa
de conforto e segurança no trabalho, observado o disposto na NR 17.
12.97. Os assentos utilizados na operação de máquinas devem possuir estofamento e ser ajustáveis à natureza do tr
do previsto no subitem 17.3.3 da NR 17.
12.98. Os postos de trabalho devem ser projetados para permitir a alternância de postura e a movimentação adequ
corporais, garantindo espaço suficiente para operação dos controles nele instalados.
12.99. As superfícies dos postos de trabalho não devem possuir cantos vivos, superfícies ásperas, cortantes e quina
rebarbas nos pontos de contato com segmentos do corpo do operador, e os elementos de fixação, como pregos, reb
ser mantidos de forma a não acrescentar riscos à operação.
12.100. Os postos de trabalho das máquinas e equipamentos devem permitir o apoio integral das plantas dos pés n
12.100.1. Deve ser fornecido apoio para os pés quando os pés do operador não alcançarem o piso, mesmo após a r
12.101. As dimensões dos postos de trabalho das máquinas e equipamentos devem:
a) atender às características antropométricas e biomecânicas do operador, com respeito aos alcances dos segmento
b) assegurar a postura adequada, de forma a garantir posições confortáveis dos segmentos corporais na posição de
c) evitar a flexão e a torção do tronco de forma a respeitar os ângulos e trajetórias naturais dos movimentos corpór
das tarefas.
12.102. Os locais destinados ao manuseio de materiais em processos nas máquinas e equipamentos devem ter altu
forma a garantir boas condições de postura, visualização, movimentação e operação.
12.103. Os locais de trabalho das máquinas e equipamentos devem possuir sistema de iluminação permanente que
visibilidade dos detalhes do trabalho, para evitar zonas de sombra ou de penumbra e efeito estroboscópico.
12.103.1. A iluminação das partes internas das máquinas e equipamentos que requeiram operações de ajustes, insp
outras intervenções periódicas deve ser adequada e estar disponível em situações de emergência, quando for exigi
com observância, ainda das exigências específicas para áreas classificadas.
12.104. O ritmo de trabalho e a velocidade das máquinas e equipamentos devem ser compatíveis com a capacidade
modo a evitar agravos à saúde.
12.105. O bocal de abastecimento do tanque de combustível e de outros materiais deve ser localizado, no máximo,
cinqüenta centímetros) acima do piso ou de uma plataforma de apoio para execução da tarefa.
12.106. Para fins de aplicação desta Norma, devem ser considerados os seguintes riscos adicionais:

a) substâncias perigosas quaisquer, sejam agentes biológicos ou agentes químicos em estado sólido, líquido ou gaso
riscos à saúde ou integridade física dos trabalhadores por meio de inalação, ingestão ou contato com a pele, olhos o

b) radiações ionizantes geradas pelas máquinas e equipamentos ou provenientes de substâncias radiativas por eles
produzidas;
c) radiações não ionizantes com potencial de causar danos à saúde ou integridade física dos trabalhadores;
d) vibrações;
e) ruído;
f) calor;
g) combustíveis, inflamáveis, explosivos e substâncias que reagem perigosamente; e
h) superfícies aquecidas acessíveis que apresentem risco de queimaduras causadas pelo contato com a pele.
12.107. Devem ser adotadas medidas de controle dos riscos adicionais provenientes da emissão ou liberação de ag
biológicos pelas máquinas e equipamentos, com prioridade à sua eliminação, redução de sua emissão ou liberação
dos trabalhadores, nessa ordem.
12.108. As máquinas e equipamentos que utilizem, processem ou produzam combustíveis, inflamáveis, explosivos o
reagem perigosamente devem oferecer medidas de proteção contra sua emissão, liberação, combustão, explosão e
como a ocorrência de incêndio.

12.109. Devem ser adotadas medidas de proteção contra queimaduras causadas pelo contato da pele com superfíc
máquinas e equipamentos, tais como a redução da temperatura superficial, isolação com materiais apropriados e b
temperatura da superfície for maior do que o limiar de queimaduras do material do qual é constituída, para um det
contato.
12.110. Devem ser elaborados e aplicados procedimentos de segurança e permissão de trabalho para garantir a util
máquinas e equipamentos em trabalhos em espaços confinados.

12.111. As máquinas e equipamentos devem ser submetidos à manutenção preventiva e corretiva, na forma e perio
pelo fabricante, conforme as normas técnicas oficiais nacionais vigentes e, na falta destas, as normas técnicas intern

12.111.1. As manutenções preventivas com potencial de causar acidentes do trabalho devem ser objeto de planeja
efetuado por profissional legalmente habilitado.
12.112. As manutenções preventivas e corretivas devem ser registradas em livro próprio, ficha ou sistema informati
dados:
a) cronograma de manutenção;
b) intervenções realizadas;
c) data da realização de cada intervenção;
d) serviço realizado;
e) peças reparadas ou substituídas;
f) condições de segurança do equipamento;
g) indicação conclusiva quanto às condições de segurança da máquina; e
h) nome do responsável pela execução das intervenções.
12.112.1. O registro das manutenções deve ficar disponível aos trabalhadores envolvidos na operação, manutenção
Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA, ao Serviço de Segurança e Medicina do Trabalho - SESMT e à fi
do Trabalho e Emprego.
12.113. A manutenção, inspeção, reparos, limpeza, ajuste e outras intervenções que se fizerem necessárias devem
profissionais capacitados, qualificados ou legalmente habilitados, formalmente autorizados pelo empregador, com a
equipamentos parados e adoção dos seguintes procedimentos:
a) isolamento e descarga de todas as fontes de energia das máquinas e equipamentos, de modo visível ou facilmen
dos dispositivos de comando;
b) bloqueio mecânico e elétrico na posição “desligado” ou “fechado” de todos os dispositivos de corte de fontes de
a reenergização, e sinalização com cartão ou etiqueta de bloqueio contendo o horário e a data do bloqueio, o motiv
nome do responsável;
c) medidas que garantam que à jusante dos pontos de corte de energia não exista possibilidade de gerar risco de ac
d) medidas adicionais de segurança, quando for realizada manutenção, inspeção e reparos de equipamentos ou má
somente por sistemas hidráulicos e pneumáticos; e
e) sistemas de retenção com trava mecânica, para evitar o movimento de retorno acidental de partes basculadas ou
máquinas e equipamentos.

12.113.1. Para situações especiais de regulagem, ajuste, limpeza, pesquisa de defeitos e inconformidades, em que n
cumprimento das condições estabelecidas no item 12.113, e em outras situações que impliquem a redução do níve
máquinas e equipamentos e houver necessidade de acesso às zonas de perigo, deve ser possível selecionar um mo

a) torne inoperante o modo de comando automático;


b) permita a realização dos serviços com o uso de dispositivo de acionamento de ação continuada associado à redu
dispositivos de comando por movimento limitado;
c) impeça a mudança por trabalhadores não autorizados;
d) a seleção corresponda a um único modo de comando ou de funcionamento;
e) quando selecionado, tenha prioridade sobre todos os outros sistemas de comando, com exceção da parada de em
f) torne a seleção visível, clara e facilmente identificável.
12.114. A manutenção de máquinas e equipamentos contemplará, dentre outros itens, a realização de ensaios não
estruturas e componentes submetidos a solicitações de força e cuja ruptura ou desgaste possa ocasionar acidentes.
12.114.1. Os ensaios não destrutivos – END, quando realizados, devem atender às normas técnicas oficiais nacionai
destas, normas técnicas internacionais.
12.115. Nas manutenções das máquinas e equipamentos, sempre que detectado qualquer defeito em peça ou com
comprometa a segurança, deve ser providenciada sua reparação ou substituição imediata por outra peça ou compo
equivalente, de modo a garantir as mesmas características e condições seguras de uso.
12.116. As máquinas e equipamentos, bem como as instalações em que se encontram, devem possuir sinalização d
os trabalhadores e terceiros sobre os riscos a que estão expostos, as instruções de operação e manutenção e outras
para garantir a integridade física e a saúde dos trabalhadores.
12.116.1. A sinalização de segurança compreende a utilização de cores, símbolos, inscrições, sinais luminosos ou so
formas de comunicação de mesma eficácia.
12.116.2. A sinalização, inclusive cores, das máquinas e equipamentos utilizadas nos setores alimentícios, médico e
respeitar a legislação sanitária vigente, sem prejuízo da segurança e saúde dos trabalhadores ou terceiros.

12.116.3. A sinalização de segurança deve ser adotada em todas as fases de utilização e vida útil das máquinas e eq
12.117. A sinalização de segurança deve:
a) ficar destacada na máquina ou equipamento;
b) ficar em localização claramente visível; e
c) ser de fácil compreensão.
12.118. Os símbolos, inscrições e sinais luminosos e sonoros devem seguir os padrões estabelecidos pelas normas t
vigentes e, na falta dessas, pelas normas técnicas internacionais.
12.119. As inscrições das máquinas e equipamentos devem:
a) ser escritas na língua portuguesa - Brasil; e
b) ser legíveis.
12.119.1. As inscrições devem indicar claramente o risco e a parte da máquina ou equipamento a que se referem, e
somente a inscrição de “perigo”.

12.120. As inscrições e símbolos devem ser utilizados nas máquinas e equipamentos para indicar as suas especifica

12.121. Devem ser adotados, sempre que necessário, sinais ativos de aviso ou de alerta, tais como sinais luminosos
que indiquem a iminência de um acontecimento perigoso, como a partida ou a velocidade excessiva de uma máqui

a) sejam emitidos antes que ocorra o acontecimento perigoso;


b) não sejam ambíguos;
c) sejam claramente compreendidos e distintos de todos os outros sinais utilizados; e
d) possam ser inequivocamente reconhecidos pelos trabalhadores.
12.122. Exceto quando houver previsão em outras Normas Regulamentadoras, devem ser adotadas as seguintes co
segurança das máquinas e equipamentos:
a) amarelo:
1. proteções fixas e móveis – exceto quando os movimentos perigosos estiverem enclausurados na própria carenag
máquina ou equipamento, ou quando tecnicamente inviável;
2. componentes mecânicos de retenção, dispositivos e outras partes destinadas à segurança; e
3. gaiolas das escadas, corrimãos e sistemas de guarda-corpo e rodapé.
b) azul: comunicação de paralisação e bloqueio de segurança para manutenção.
12.123. As máquinas e equipamentos fabricados a partir da vigência desta Norma devem possuir em local visível as
contendo no mínimo:
a) razão social, CNPJ e endereço do fabricante ou importador;
b) informação sobre tipo, modelo e capacidade;
c) número de série ou identificação, e ano de fabricação;
d) número de registro do fabricante ou importador no CREA; e
e) peso da máquina ou equipamento.
12.124. Para advertir os trabalhadores sobre os possíveis perigos, devem ser instalados, se necessários, dispositivos
qualitativa ou quantitativa ou de controle de segurança.
12.124.1. Os indicadores devem ser de fácil leitura e distinguíveis uns dos outros.
12.125. As máquinas e equipamentos devem possuir manual de instruções fornecido pelo fabricante ou importado
relativas à segurança em todas as fases de utilização.
12.126. Quando inexistente ou extraviado, o manual de máquinas ou equipamentos que apresentem riscos deve se
empregador, sob a responsabilidade de profissional legalmente habilitado.
12.127. Os manuais devem:
a) ser escritos na língua portuguesa - Brasil, com caracteres de tipo e tamanho que possibilitem a melhor legibilidad
das ilustrações explicativas;
b) ser objetivos, claros, sem ambiguidades e em linguagem de fácil compreensão;
c) ter sinais ou avisos referentes à segurança realçados; e
d) permanecer disponíveis a todos os usuários nos locais de trabalho.
12.128. Os manuais das máquinas e equipamentos fabricados ou importados a partir da vigência desta Norma deve
seguintes informações:
a) razão social, CNPJ e endereço do fabricante ou importador;
b) tipo, modelo e capacidade;
c) número de série ou número de identificação e ano de fabricação;
d) normas observadas para o projeto e construção da máquina ou equipamento;
e) descrição detalhada da máquina ou equipamento e seus acessórios;
f) diagramas, inclusive circuitos elétricos, em especial a representação esquemática das funções de segurança;
g) definição da utilização prevista para a máquina ou equipamento;
h) riscos a que estão expostos os usuários, com as respectivas avaliações quantitativas de emissões geradas pela má
em sua capacidade máxima de utilização;
i) definição das medidas de segurança existentes e daquelas a serem adotadas pelos usuários;
j) especificações e limitações técnicas para a sua utilização com segurança;
k) riscos que podem resultar de adulteração ou supressão de proteções e dispositivos de segurança;
l) riscos que podem resultar de utilizações diferentes daquelas previstas no projeto;
m) procedimentos para utilização da máquina ou equipamento com segurança;
n) procedimentos e periodicidade para inspeções e manutenção;
o) procedimentos a serem adotados em situações de emergência;
p) indicação da vida útil da máquina ou equipamento e dos componentes relacionados com a segurança.
12.129. No caso de máquinas e equipamentos fabricados ou importados antes da vigência desta Norma, os manuai
mínimo, as informações previstas nas alíneas “b”, “e”, “f”, “g”, “i”, “j”, “k", “l”, “m”, “n” e “o” do item 12.128.
12.130. Devem ser elaborados procedimentos de trabalho e segurança específicos, padronizados, com descrição de
passo a passo, a partir da análise de risco.
12.130.1. Os procedimentos de trabalho e segurança não podem ser as únicas medidas de proteção adotadas para
sendo considerados complementos e não substitutos das medidas de proteção coletivas necessárias para a garantia
dos trabalhadores.
12.131. Ao inicio de cada turno de trabalho ou após nova preparação da máquina ou equipamento, o operador dev
rotineira das condições de operacionalidade e segurança e, se constatadas anormalidades que afetem a segurança,
interrompidas, com a comunicação ao superior hierárquico.
12.132. Os serviços em máquinas e equipamentos que envolvam risco de acidentes de trabalho devem ser planejad
conformidade com os procedimentos de trabalho e segurança, sob supervisão e anuência expressa de profissional h
desde que autorizados.
12.132.1. Os serviços em máquinas e equipamentos que envolvam risco de acidentes de trabalho devem ser preced
– OS - específicas, contendo, no mínimo:
a) a descrição do serviço;
b) a data e o local de realização;
c) o nome e a função dos trabalhadores; e
d) os responsáveis pelo serviço e pela emissão da OS, de acordo com os procedimentos de trabalho e segurança.
12.135. A operação, manutenção, inspeção e demais intervenções em máquinas e equipamentos devem ser realiza
habilitados, qualificados, capacitados ou autorizados para este fim.

12.136. Os trabalhadores envolvidos na operação, manutenção, inspeção e demais intervenções em máquinas e eq


receber capacitação providenciada pelo empregador e compatível com suas funções, que aborde os riscos a que es
de proteção existentes e necessárias, nos termos desta Norma, para a prevenção de acidentes e doenças.

12.137. Os operadores de máquinas e equipamentos devem ser maiores de dezoito anos, salvo na condição de apre
legislação vigente.
12.138. A capacitação deve:
a) ocorrer antes que o trabalhador assuma a sua função;
b) ser realizada pelo empregador, sem ônus para o trabalhador;
c) ter carga horária mínima que garanta aos trabalhadores executarem suas atividades com segurança, sendo distrib
horas diárias e realizada durante o horário normal de trabalho;
d) ter conteúdo programático conforme o estabelecido no Anexo II desta Norma; e

e) ser ministrada por trabalhadores ou profissionais qualificados para este fim, com supervisão de profissional legal
responsabilizará pela adequação do conteúdo, forma, carga horária, qualificação dos instrutores e avaliação dos cap

12.139. O material didático escrito ou audiovisual utilizado no treinamento e o fornecido aos participantes, devem
linguagem adequada aos trabalhadores, e ser mantidos à disposição da fiscalização, assim como a lista de presença
certificado, currículo dos ministrantes e avaliação dos capacitados.
12.140. Considera-se trabalhador ou profissional qualificado aquele que comprovar conclusão de curso específico n
reconhecido pelo sistema oficial de ensino, compatível com o curso a ser ministrado.
12.141. Considera-se profissional legalmente habilitado para a supervisão da capacitação aquele que comprovar co
específico na área de atuação, compatível com o curso a ser ministrado, com registro no competente conselho de c
12.142. A capacitação só terá validade para o empregador que a realizou e nas condições estabelecidas pelo profiss
habilitado responsável pela supervisão da capacitação.
12.142.1. Fica dispensada a exigência do item 12.142 para os operadores de injetoras com curso de capacitação con
12.147 e seus subitens.
12.143. São considerados autorizados os trabalhadores qualificados, capacitados ou profissionais legalmente habilit
dada por meio de documento formal do empregador.
12.143.1. Até a data da vigência desta Norma, será considerado capacitado o trabalhador que possuir comprovação
Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS ou registro de empregado de pelo menos dois anos de experiência
reciclagem conforme o previsto no item 12.144 desta Norma.
12.144. Deve ser realizada capacitação para reciclagem do trabalhador sempre que ocorrerem modificações signific
na operação de máquinas ou troca de métodos, processos e organização do trabalho.
12.144.1. O conteúdo programático da capacitação para reciclagem deve atender às necessidades da situação que a
horária mínima que garanta aos trabalhadores executarem suas atividades com segurança, sendo distribuída em no
diárias e realizada durante o horário normal de trabalho.
12.145. A função do trabalhador que opera e realiza intervenções em máquinas deve ser anotada no registro de em
livro, ficha ou sistema eletrônico e em sua Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS.

12.146. Os operadores de máquinas autopropelidas devem portar cartão de identificação, com nome, função e foto
renovado com periodicidade máxima de um ano mediante exame médico, conforme disposições constantes das NR

12.147. O curso de capacitação para operadores de máquinas injetoras deve possuir carga horária mínima de oito h
citada no Anexo IX desta Norma.
12.147.1. O curso de capacitação deve ser específico para o tipo máquina em que o operador irá exercer suas funçõ
conteúdo programático:
a) histórico da regulamentação de segurança sobre a máquina especificada;
b) descrição e funcionamento;
c) riscos na operação;
d) principais áreas de perigo;
e) medidas e dispositivos de segurança para evitar acidentes;
f) proteções - portas, e distâncias de segurança;
g) exigências mínimas de segurança previstas nesta Norma e na NR 10;
h) medidas de segurança para injetoras elétricas e hidráulicas de comando manual; e
i) demonstração prática dos perigos e dispositivos de segurança.
12.148. As ferramentas e materiais utilizados nas intervenções em máquinas e equipamentos devem ser adequado
12.149. Os acessórios e ferramental utilizados pelas máquinas e equipamentos devem ser adequados às operações
12.150. É proibido o porte de ferramentas manuais em bolsos ou locais não apropriados a essa finalidade.

12.151. As máquinas e equipamentos tracionados devem possuir sistemas de engate padronizado para reboque pe
modo a assegurar o acoplamento e desacoplamento fácil e seguro, bem como a impedir o desacoplamento acident

12.151.1. A indicação de uso dos sistemas de engate padronizado mencionados no item 12.151 deve ficar em local
afixada em local próximo da conexão.
12.151.2. Os equipamentos tracionados, caso o peso da barra do reboque assim o exija, devem possuir dispositivo d
redução do esforço e a conexão segura ao sistema de tração.
12.151.3. A operação de engate deve ser feita em local apropriado e com o equipamento tracionado imobilizado de
ou similar.
12.152. Para fins de aplicação desta Norma os anexos são obrigações complementares, com disposições especiais o
específico de máquina ou equipamento, além das já estabelecidas nesta Norma, sem prejuízo ao disposto em Norm
específica.
12.153. O empregador deve manter inventário atualizado das máquinas e equipamentos com identificação por tipo
segurança e localização em planta baixa, elaborado por profissional qualificado ou legalmente habilitado.
12.153.1. As informações do inventário devem subsidiar as ações de gestão para aplicação desta Norma.
12.154. Toda a documentação referida nesta norma, inclusive o inventário previsto no item 12.153, deve ficar dispo
ou Comissão Interna de Prevenção de Acidentes na Mineração – CIPAMIN, sindicatos representantes da categoria p
do Ministério do Trabalho e Emprego.
NR-13 - CALDEIRAS E VASOS DE PRESSÃO
1 – CALDEIRAS ESTACIONÁRIAS
01) Existe “Profissional Habilitado” para inspeção e supervisão de inspeção de caldeiras e vasos de pressão?
02) A caldeira possui válvula de segurança?
03) A caldeira possui instrumento que indique a pressão do vapor acumulado?
04) A caldeira possui injetor ou outro meio de alimentação de água, independente do sistema principal, em caldeira
05) A caldeira possui sistema de drenagem rápida de água, em caldeiras de recuperação de álcalis?
06) A caldeira possui sistema de indicação para controle do nível de água ou outro sistema que evite o superaqueci
deficiente?
07) A caldeira possui afixada em seu corpo, em local de fácil acesso e bem visível, placa de identificação indelével co
do número de ordem dado pelo fabricante, a indicação do ano de fabricação, a indicação da pressão máxima de tra
indicação da pressão de teste hidrostático, a indicação da capacidade de produção de vapor, a indicação da área de
aquecimento e a indicação da capacidade de produção de vapor código de projeto e ano de adição?
08) Possui , em local visível, a categoria da caldeira e seu número ou código de identificação?
09) A caldeira possui no estabelecimento, devidamente atualizada, documentação referente a “Prontuário da Calde
10) Quando inexistente ou extraviado, o “Prontuário da Caldeira” foi reconstituído pelo proprietário, com responsab
fabricante ou de “Profissionais Habilitados”?
11) Quando a caldeira for vendida ou transferida de estabelecimento, os seus documentos a acompanharam?
12) O proprietário da caldeira apresenta quando exigido pela autoridade competente do Órgão Regional do MTb, o

13) O “Registro de Segurança” é constituído de livro próprio, com páginas numeradas, ou outro sistema equivalente
ocorrências importantes capazes de influir nas condições de segurança da caldeira?
14) Caso a caldeira tenha sido considerada inadequada para uso, o “Registro de Segurança” contém tal informação
formal?
15) A documentação está sempre á disposição para consulta dos operadores, do pessoal de manutenção, de inspeç
dos trabalhadores e do empregador na CIPA?
16) As caldeiras são instaladas em local específico para tal fim, denominado “Área de Caldeiras”?
17) Quando a caldeira for instalada em ambiente aberto, está afastada de no mínimo 03 ( três) metros de outras ins
estabelecimento?
18) Quando a caldeira for instalada em ambiente aberto, está afastada de no mínimo 03 ( três) metros de depósitos
executando-se reservatórios para partida com até 2000 litros de capacidade?

19) Quando a caldeira for instalada em ambiente aberto, está afastada de no mínimo 03 ( três) metros do limite de

20) Quando a caldeira for instalada em ambiente aberto, está afastada de no mínimo 03 ( três) metros do limite com

21) Quando a caldeira for instalada em ambiente aberto, dispõe de pelo menos 2 saídas amplas, permanentemente
dispostas em direções distintas?

22) Quando a caldeira for instalada em ambiente aberto, dispõe de acesso fácil e seguro, necessário á operação e a
sendo que para guarda corpos vazados, os vãos devem ter dimensões que impeçam a queda de pessoas?

23) Quando a caldeira for instalada em ambiente aberto, tem sistemas de captação e lançamento dos gases e mater
provenientes da combustão, para fora da área de operação, atendendo ás normas ambientais vigentes?
24) Quando a caldeira for instalada em ambiente aberto, dispõe de iluminação conforme normas oficiais vigentes?
25) Quando a caldeira for instalada em ambiente aberto, possui sistema de iluminação de emergência para operar à
26) O “Projeto alternativo de instalação” foi apresentado pelo proprietário da caldeira para obtenção de acordo com
da categoria profissional predominante no estabelecimento?
27) As caldeiras possuem painel de instrumentos instalados em sala de controle?
28) A caldeira possui “Manual de Operação” atualizado, em língua portuguesa, em local de fácil acesso aos operado
procedimento de partidas e paradas?
29) A caldeira possui “Manual de Operação” atualizado, em língua portuguesa, em local de fácil acesso aos operado
contendo procedimentos e parâmetros operacionais de rotina?
30) A caldeira possui “Manual de Operação” atualizado, em língua portuguesa, em local de fácil acesso aos operado
procedimento para situação de emergência?
31) A caldeira possui “Manual de Operação” atualizado, em língua portuguesa, em local de fácil acesso aos operado
procedimentos gerais de segurança, saúde e de preservação do meio ambiente?
32) Os instrumentos e controles de caldeira são mantidos calibrados e em boas condições operacionais, constituind
e iminente o emprego de artifícios que neutralizem sistemas de controle e segurança de caldeira.?
33) A qualidade da água é controlada?
34) Tratamentos de água compatibilizam suas propriedades físico-químicas com os parâmetros de operação da cald
35) A caldeira a vapor está sob operação e controle de operador de caldeira?
36) É atendido o pré- requisito mínimo para participação, como aluno, no “Treinamento de Segurança na Operação
conclusão do 1º grau)?
37) O Treinamento de Segurança na Operação de Caldeira” é supervisionado tecnicamente por “Profissional Habilit
38) O operador de caldeira cumpre estágio prático, supervisionado, na operação da própria caldeira que irá operar,
80 horas?
39) A reciclagem de operadores é realizada permanentemente?
40) Os reparos ou alterações em caldeiras são realizados respeitando o respectivo código do projeto de construção
fabricante no que se refere a materiais, procedimentos de execução, procedimentos de controle de qualidade e qua
pessoal?
41) Os “Projetos de Alteração ou Reparo” são concebidos previamente?
42) Os “Projetos de Alteração ou Reparo” são concebidos sempre que as condições de projeto forem modificadas?
43) Os “Projetos de Alteração ou Reparo” são concebidos sempre que forem realizados reparos que possam compro
44) Os “Projetos de Alteração ou Reparo” são concebidos ou aprovado por “Profissional Habilitado”?
45) Todas as intervenções que exijam mandrilamento ou soldagem em partes que operem sob pressão são seguida
46) Os sistemas de controle e segurança da caldeira são submetidos a manutenção preditiva?
47) As caldeiras são submetidas a inspeções de segurança inicial, periódica e extraordinária?
48) A inspeção de segurança inicial é feita em caldeiras novas, antes da entrada em funcionamento, no local de ope
exame interno e externo, teste hidrostático e de acumulação?
49) Na inspeção de segurança periódica, constituída por exame interno e externo, é executada no prazo máximo de
50) Ao completar 25 anos de uso, são submetidas a rigorosa avaliação de integridade para determinar a sua vida re
prazos máximos para inspeção, caso ainda estejam em condições de uso?

51) As válvulas de segurança são inspecionadas periodicamente desmontando, inspecionando e testando, em banc
flangeadas e, no campo, as válvulas soldadas, recalibrando-as numa freqüência compatível com a experiência opera

52) As válvulas de segurança são submetidas a testes de acumulação, na inspeção inicial da caldeira?
53) As válvulas de segurança são submetidas a testes de acumulação, quando forem modificadas ou tiverem sofrido

54) As válvulas de segurança instaladas em caldeiras são submetidas a testes de acumulação, quando houver modifi
operacionais da caldeira ou variação na PMTA?
55) As válvulas de segurança são submetidas a testes de acumulação, quando houver modificação na sua tubulação
descarga?
56) A inspeção de segurança extraordinária é feita sempre que a caldeira for danificada por acidente ou outra ocorr
comprometer sua segurança?
57) A inspeção de segurança extraordinária é feita sempre quando a caldeira for submetida a alteração ou reparo im
suas condições de segurança?
58) A inspeção de segurança extraordinária é feita sempre antes da caldeira ser colocada em funcionamento, quand
mais de 6 meses?
59) A inspeção de segurança extraordinária é feita sempre quando houver mudança de local de instalação da caldei
60) A inspeção de segurança é realizada por “Profissional Habilitado”?
61) Inspecionada a caldeira, é emitido “Relatório de Inspeção” - RI?
62) Uma cópia do RI, num prazo máximo de 30 (trinta) dias a contar do término da inspeção, é encaminhado á repr
categoria profissional predominante no estabelecimento?
63) Sempre que os resultados da inspeção determinarem alterações dos dados de placa de identificação, a mesma
64) O sistema de arquivamento de dados em meio eletrônico e papel é operacional e permite a rápida rastreabilida
2 - VASOS DE PRESSÃO
65) O vaso de pressão possui válvula ou outro dispositivo de segurança com pressão de abertura ajustada na PMTA,
vaso ou no sistema que o inclui?
66) O vaso de pressão possui dispositivo de segurança contra bloqueio inadvertido da válvula quando esta não estiv
no vaso?
67) O vaso de pressão possui instrumento que indique a pressão de operação?
68) Todo vaso de pressão possui afixado em seu corpo, em local de fácil acesso e bem visível, placa de identificação
69) Além da placa de identificação, constam em local visível, a categoria do vaso, conforme anexo IV, e seu número
identificação?
70) Todo vaso de pressão possui, no estabelecimento onde estiver instalado, “Prontuário do Vaso de Pressão”, a ser
fabricante?
71) Quando inexistente ou extraviado, o “Prontuário do Vaso de Pressão” foi reconstituído pelo proprietário, com re
do fabricante ou de “Profissional Habilitado” ?
72) O Proprietário de Vaso de Pressão deverá apresentar quando exigido pela autoridade competente do Órgão Reg
Trabalho, a documentação do vaso?
73) O “Registro de Segurança” deve ser constituído por livros de páginas numeradas, pastas ou sistema informatizad

74) A documentação está sempre á disposição para consulta dos operadores, do pessoal de manutenção, de inspeç
dos trabalhadores e do empregador na CIPA, devendo o proprietário assegurar pleno acesso a essa documentação,
sindical da categoria profissional predominante no estabelecimento, quando formalmente solicitado?

75) Todo vaso de pressão é instalado de modo que todos os drenos, respiros, bocas de visita e indicadores de nível,
quando .existentes, sejam facilmente acessíveis?
76) Quando os vasos de pressão forem instalados em ambiente confinados, a instalação dispõe de pelo menos duas
permanentemente desobstruídas e dispostas em direções distintas?

77) Quando os vasos de pressão forem instalados em ambiente confinados, a instalação dispõe de acesso fácil e seg
manutenção, operação e inspeção, sendo que, para guarda-corpos vazados, os vãos devem ter dimensões que impe

78) Quando os vasos de pressão forem instalados em ambiente confinados, a instalação dispõe de ventilação perma
ar que não possam ser bloqueadas?
79) Quando os vasos de pressão forem instalados em ambiente confinados, a instalação dispõe de iluminação confo
vigentes?

80) Quando os vasos de pressão forem instalados em ambiente confinados, a instalação possui sistema de iluminaç
81) O “Projeto Alternativo de Instalação” é apresentado pelo proprietário do vaso de pressão para obtenção de aco
sindical da categoria profissional predominante no estabelecimento?
82) A autoria do “Projeto de Instalação” de vasos de pressão é de responsabilidade de “Profissional Habilitado”?
83) O “Projeto de Instalação” contem pelo menos a planta baixa do estabelecimento, com o posicionamento e a cat
instalações de segurança?
84) Todo vaso de pressão enquadrando nas categorias “I” ou “II” possui manual de operação próprio ou instruções
de operação da unidade onde estiver instalado, em língua portuguesa e de fácil acesso aos operadores?
85) Neste manual há procedimentos de partidas e paradas?
86) Neste manual há procedimentos e parâmetros operacionais de rotina?
87) Neste manual há procedimentos para situações de emergência?
88) Neste manual há procedimentos gerais de segurança, saúde e de preservação do meio ambiente?
89) Os instrumentos e controles de vasos de pressão são mantidos calibrados e em boas condições operacionais?
90) A operação de unidades que possuam vasos de pressão de categorias “I” ou “II” é efetuada por profissional com
Segurança na Operação de Unidades de Processo” , sendo que o não atendimento a esta exigência caracteriza cond
iminente?
91) A operação de unidade de processo está a cargo de pessoa habilitada?
92) O profissional cumpriu estágio prático, supervisionado, na operação de vasos de pressão?
93) A reciclagem de operadores é permanente por meio de constantes informações das condições físicas e operacio

94) Todos os reparos ou alterações em vasos de pressão respeitam o respectivo código de projeto de construção e a
fabricante?
95) Quando não for conhecido o código do projeto de construção, é respeitada a concepção original do vaso, empre
de controle do maior rigor, prescritos pelos códigos pertinentes?
96) Os projetos de alteração ou reparo são concebidos previamente sempre que as condições de projeto foram mo
97) Os projetos de alteração ou reparo são concebidos previamente sempre que foram realizados reparos que poss
segurança?
98) Todos as intervenções que exijam soldagem em partes que operem sob pressão são seguidas de teste hidrostáti
definidas pelo “Profissional Habilitado”?
99) Os sistemas de controle e segurança dos vasos são submetidos a manutenção preventiva ou preditiva?
100) Os vasos de pressão são submetidos a inspeções de segurança inicial, periódica e extraordinária?
101) A inspeção de segurança inicial é feita em vasos novos, antes de sua entrada em funcionamento, no local defin
devendo compreender exame externo, interno e teste hidrostático?

102) Vasos de pressão que não possuem o exame interno por impossibilidade física são alternativamente submetid

103) Não havendo outra alternativa, o teste pneumático pode ser executado, desde que supervisionado pelo “Profi

104) As válvulas de segurança dos vasos de pressão são desmontadas, inspecionadas e recalibradas por ocasião de

105) A inspeção de segurança extraordinária é feita sempre que o vaso for danificado por acidente ou outra ocorrên
segurança?
106) A inspeção de segurança extraordinária é feita sempre quando o vaso for submetido a reparo ou alterações im
alterar sua condição de segurança?
107) A inspeção de segurança extraordinária é feita sempre antes do vaso ser recolocado em funcionamento, quand
por mais de 12 (doze) meses?
108) A inspeção de segurança extraordinária é feita sempre quando houver alteração de local de instalação do vaso
109) A inspeção de segurança é realizada por “Profissional Habilitado”?
110) Após a inspeção do vaso é emitido “Relatório de Inspeção”, que possa a fazer parte da sua documentação?
111) Sempre que os resultados da inspeção determinarem alterações dos dados da placa de identificação, a mesma
112) O sistema de arquivamento de dados em meio eletrônico e papel é operacional e permite a rápida rastreabilid
NR-14 - FORNOS
01) Os fornos possuem construção sólida e revestimento com material refratário?
02) A sua instalação evita acúmulo de gases nocivos?
03) A sua instalação evita altas temperaturas em áreas vizinhas?
04) As escadas e plataformas são adequadas para realização de trabalho com segurança?
05) Existe sistema de proteção para evitar explosão por falha de chama do aquecimento ou no acionamento do que
06) Existe sistema de proteção para evitar o retrocesso da chama?
07) Possui chaminé para a livre saída dos gases queimados e de acordo com as normas técnicas sobre poluição do a
NR-15 - ATIVIDADES E OPERAÇÕES INSALUBRES
01) Os níveis de ruídos são medidos próximos ao ouvido do trabalhador?
02) Os tempos de exposição estão ultrapassando os limites de tolerância fixados?
03) Existem trabalhadores expostos a níveis de ruído acima de 115 dB(A)?
04) Se afirmativo, estão adequadamente protegidos?
05) Ocorrendo dois ou mais períodos de exposição a ruído de diferentes níveis, são considerados os seus efeitos co
06) Os ruídos contínuos ou intermitentes são medidos com decibelímetro operando no circuito de compensação “A
lenta (Slow)?

07) Os ruídos de impacto são medidos com decibelímetro operando no circuito de compensação “C” e circuito de r
08) É respeitado o limite de tolerância para ruído de impacto de 130 dB(LINEAR)?
09) A exposição ao calor é avaliada através do IBUTG?
10) Nesta avaliação são utilizados o termômetro de bulbo úmido natural, termômetro de globo e termômetro de m

11) As medições são realizadas no local onde permanece o trabalhador com período de descanso no próprio local d
12) A medição é feita na altura da região do corpo mais atingida?
13) Em função do índice obtido, o regime de trabalho intermitente é seguido conforme define o Quadro nº 1?
14) Os períodos de descanso são considerados como tempo de serviço?
15) A determinação da atividade (leve, moderada ou pesada) é feita consultando a tabela nº 3?
16 As medições são realizadas no local onde permanece o trabalhador com período de descanso no em outro local
17) O local de descanso é um ambiente termicamente mais ameno, com o trabalhador em repouso ou exercendo a
18) Os limites de tolerância seguidos são os do Quadro nº 2?
19) É consultada o Quadro nº 3 para obtenção das taxas de metabolismo?
20) Há controle das radiações ionizantes?
21) Existem Supervisores de Proteção Radiológica?
22) Há proteção adequada para trabalhos envolvendo radiações ionizantes?
23) Existe laudo pericial comprovando a existência de vibrações??
24) Existe proteção adequada para operações realizadas no interior de câmaras frigoríficas?
25) Há atividades ou operações nas quais os trabalhadores ficam expostos a agentes químicos que ultrapassem os l
Quadro nº 1?
26) O valor teto são ultrapassados em algum momento durante a jornada de trabalho?
27) Os trabalhadores utilizam EPIs para a manipulação de produtos químicos que constem na coluna “Absorção tam
28) A avaliação das concentrações dos agentes químicos através de amostragem instantânea, de leitura direta ou n
10 amostragens para cada ponto ao nível respiratório do trabalhador?
29) Entre cada uma das amostragens deverá haver um intervalo de no mínimo 20 minutos?
30) Cada uma das concentrações não poderá ultrapassar os valores obtidos na equação (Valor máximo = L.T. x FD)?

31) Para os agentes químicos que tenham “valor teto” assinalado no Quadro nº 1, considerar-se-á excedido o limite
qualquer uma das concentrações obtidas nas amostragens ultrapassar os valores fixados no mesmo Quadro.?

32) Os limites de tolerância fixados no Quadro nº 1 são válidos para jornadas de trabalho de até 48 horas por seman
33) Para jornadas de trabalho que excedam as 48 horas semanais é cumprido o disposto no art. 60 da CLT?
NR-17 - ERGONOMIA
01) Existe análise ergonômica do trabalho?
02) O trabalhador designado para o transporte manual regular de cargas, possui treinamento para tal tarefa?
03) No transporte e descarga de materiais feitos por impulsão ou tração, o esforço físico realizado pelo trabalhador
capacidade de força e que não comprometa a sua saúde ou sua segurança?
04) O trabalho que pode ser executado na posição sentado foi planejado ou adaptado para esta posição?
05) As escrivaninhas, mesas, bancadas e os painéis proporcionam ao trabalhador condições de boa postura, visualiz

06) Possuem altura e características da superfície de trabalho compatíveis com o tipo de atividade, com a distância
campo de trabalho e a altura do assento?
07)Possuem boa área de trabalho de fácil alcance e visualização do trabalhador?
08) Possuem características dimensionais que possibilitem posicionamento e movimentação adequados dos segme

09) Para os trabalhos que necessite também da utilização dos pés, os pedais e demais comandos acionados pelos p
dimensionados adequadamente?

10) Os assentos utilizados nos postos de trabalho tem altura ajustável à estatura do trabalhador e à natureza da fun
11) Os assentos utilizados nos postos de trabalho tem característica de pouca ou nenhuma conformação na base do
12) Os assentos utilizados nos postos de trabalho tem borda frontal e arredondada?
13) Os assentos utilizados nos postos de trabalho tem encosto com forma levemente adaptada ao corpo para prote

14) Para as atividades em que os trabalhos devam ser realizados sentados, há necessidade de suporte para os pés q
comprimento da perna do trabalhador?
15) Para as atividades em que os trabalhos devam ser realizados de pé, foram colocados assentos para descanso?
16) Nos trabalhos de leitura para digitação, há suporte adequado para documentos que possa ser ajustado proporc
visualização e operação evitando movimentação freqüente do pescoço e fadiga visual?
17) Os documentos são de fácil legibilidade?
18) Os terminais de vídeo possuem condições de mobilidade suficientes para permitir o ajuste da tela do equipame
ambiente protegendo-a contra reflexos?
19) O teclado é independente?
20) Possui mobilidade?
21) As distâncias olho-tela, olho-teclado e olho-documento são aproximadamente iguais?
22) A tela, o teclado e o suporte para documentos são posicionados em superfícies de trabalho com altura ajustáve
23) Nas salas de controle, laboratórios, escritórios, salas de desenvolvimento ou análise de projetos, os níveis de ru
NBR 10152?
24) Estão com índice de temperatura efetiva entre 20 e 23º C?
25) A velocidade do ar é inferior a 0,75 m/s?
26) A umidade relativa do ar é superior a 40%?
27) A iluminação está projetada para evitar ofuscamento, reflexos incômodos, sombras e contrastes excessivos?
28) Os níveis mínimos de iluminamento atendem a NBR 5413?
29) A medição de iluminamento quando não puder ser definido o campo de trabalho foi realizado num plano horizo
30) É respeitado o limite máximo de 8.000 toques por hora trabalhada?
31) O limite máximo de 05 horas de entrada de dados é respeitado?
32) Há pausa de 10 minutos para cada 50 minutos trabalhados?
NR-18 - CONDIÇÕES E MEIO AMBIENTE DE TRABALHO NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO
1) Houve a comunicação prévia à DRT?
2) Foram informados sobre: endereço da obra, tipo de obra, datas de início e conclusão, número máximo de trabalh
3) Foi elaborado o PCMAT?
4) Ele contempla as exigências da NR-9 (PPRA)?
5) Ele está no estabelecimento à disposição da DRT?
6) Foi elaborado e executado por profissional legalmente habilitado na área de segurança do trabalho?
7) O PCMAT possui memorial sobre condições e meio ambiente nas atividades e operações, levando-se em conside
e de doenças e suas respectivas medidas preventivas?
8) O PCMAT possui projeto de execução das proteções coletivas em conformidade com as etapas da execução da ob
9) O PCMAT possui especificação técnica das proteções coletivas e individuais a serem utilizadas?
10) O PCMAT possui cronograma de implantação das medidas preventivas?
11) Possui layout inicial do canteiro da obra, contemplando, inclusive, previsão do dimensionamento das áreas de v
12) Possui programa educativo contemplando a temática de prevenção de acidentes e doenças do trabalho, com su
13) O canteiro de obra possui instalações sanitárias?
14) O canteiro de obra possui instalações vestiário?
15) O canteiro de obra possui local para refeições?
16) O canteiro de obra possui ambulatório quando se tratar de frentes de trabalho com 50 ou mais trabalhadores?
17) As áreas de vivência são mantidas em perfeito estado de conservação, higiene e limpeza?
18) As instalações sanitárias são utilizadas para outros fins que não ao que se destinam?
19) As instalações sanitárias possuem portas de acesso que impedem o devassamento?
20) As instalações sanitárias possuem paredes de material resistente e lavável?
21) As instalações sanitárias possuem pisos impermeáveis, laváveis e anti derrapante?
22) As instalações sanitárias estão separadas dos locais destinados às refeições?
23) As instalações sanitárias são separadas por sexo?
24) As instalações sanitárias possuem ventilação e iluminação adequadas?
25) As instalações sanitárias possuem instalações elétricas adequadamente protegidas?
26) As instalações sanitárias possuem pé direito mínimo de 2,50 m?
27) As instalações sanitárias possuem lavatório, vaso sanitário e mictório na proporção de 01 conjunto para cada gr
ou fração?
28) As instalações sanitárias possuem um chuveiro para cada grupo de 10 trabalhadores ou fração?
29) Os lavatórios são ligados diretamente à rede de esgoto?
30) Os lavatórios são sifonados?
31) No mictório tipo calha, cada segmento de 0,60 m corresponde a um mictório tipo cuba?
32) Existe área mínima de 0,80 m2 para utilização de cada chuveiro?
33) O chuveiro está instalado a uma altura mínima de 2,10 m?
34) O piso possui caimento que assegure o escoamento da água para a rede de esgoto?
35) É constituído de material anti derrapante ou de estrados de madeira?
36) Os chuveiros possuem água quente?
37) Existe suporte para sabonete para cada chuveiro?
38) Existe cabide para toalha?
39) Os chuveiros estão aterrados eletricamente?
40) O vestiário possui cimentado ou material equivalente?
41) O vestiário possui cobertura que proteja contra as intempéries?
42) O vestiário possui área de ventilação que corresponda a 1/10 da área do piso?
43) O vestiário possui iluminação natural?
44) O vestiário possui iluminação artificial?
45) O vestiário possui armários individuais dotados de fechadura ou cadeado?
46) O vestiário possui pé direito de no mínimo 2,50 m?
47) O vestiário é mantido em perfeito estado de conservação, higiene e limpeza?
48) O vestiário possui bancos em número suficiente, sendo a largura mínima de 0,30 m por usuário?
49) O canteiro de obra possui local para refeições?
50) O local para refeições possui piso cimentado ou de outro material lavável?
51) O local para refeições possui capacidade para garantir o atendimento de todos os trabalhadores no horário das
52) O local para refeições possui iluminação e ventilação natural e/ou artificial?
53) O local para refeições possui lavatório no seu interior ou nas proximidades?
54) O local para refeições possui mesas com tampos lisos e laváveis?
55) O local para refeições possui assentos em número suficiente para atender os usuários?
56) O local para refeições possui depósito com tampa para detritos?
57) O local para refeições possui comunicação direta com as instalações sanitárias?
58) O local para refeições possui pé direito mínimo de 2,80 m?
59) É fornecido água potável para os trabalhadores?
60) Antes do inicio da demolição, as linhas de fornecimento de energia elétrica é desligada?
61) Antes do inicio da demolição, as linhas de fornecimento de água industrial é paralisado?
62) Antes do inicio da demolição, as linhas de inflamáveis são isoladas?
63) Antes do inicio da demolição, as linhas de gases são isoladas?
64) Antes do inicio da demolição, as linhas de água para incêndio são isoladas?
65) Antes do inicio da demolição, as linhas de esgotos são isoladas?
66) Antes do inicio da demolição, as linhas de produtos químicos são isoladas?
67) Antes do inicio da demolição, as linhas de fornecimento de água potável é paralisado?
68) As construções vizinhas à obra de demolição foram examinadas, previamente e periodicamente, no sentido de
estabilidade e a integridade física de terceiros?
69) A demolição foi programada e dirigida por profissional legalmente habilitado?
70) Antes da demolição foram removidos os vidros, ripados, estuques e outros elementos frágeis?
71) Antes da demolição de um pavimento foram fechadas todas as aberturas existentes no piso?
72) Foi proibida a permanência de pessoas nos pavimentos que possam ter sua estabilidade comprometida no proc
73) As escadas são mantidas desimpedidas e livres para a circulação de emergência?
74) As escadas somente serão demolidas à medida que forem retirados os materiais dos pavimentos superiores?
75) Os objetos pesados ou volumosos foram removidos mediante o emprego de dispositivos mecânicos?
76) Foi proibido o lançamento em queda livre de qualquer material?
77) A remoção dos entulhos, por gravidade é feita em calhas fechadas de material resistente, com inclinação máxim
edificação em todos os pavimentos?
78) No ponto de descarga da calha existe dispositivo de fechamento?
79) Durante a execução de serviços de demolição foram instaladas, foram instaladas plataformas de retenção de en
80) As plataformas possuem dimensão mínima de 2,50 m e inclinação de 45º em todo o perímetro da obra?
81) Os elementos da construção em demolição foram retirados da posição que torne possível o seu desabamento?
82) Os materiais das edificações, durante a demolição e remoção foram previamente umedecidos?
83) Foi planejada a demolição das paredes?
84) Esta demolição será realizada antes da estrutura?
85) A estrutura é metálica ou de concreto?
86) Foram retirados ou escorados árvores, equipamentos, materiais e objetos de qualquer natureza antes de se inic
87) Foram escorados muros, edificações vizinhas e todas as estruturas antes de se iniciar a escavação?
88) Há responsável pela escavação? Indique o nome.
89) Os cabos elétricos das proximidades foram desenergizados?
90) Na impossibilidade da energização foram tomadas medidas especiais?
91) Quais foram as medidas?
92) Quais os funcionários responsáveis por essa liberação?
93) Os taludes instáveis das escavações com profundidade superior a 1,25 m tem sua estabilidade garantida por me
dimensionadas?
94) As escavações com mais de 1,25 m de profundidade possuem escadas ou rampas para saída rápida dos trabalha
95) Os materiais retirados da escavação são depositados a uma distância superior à metade da profundidade, medi
talude?
96) Os taludes com altura superior a 1,75 m tem estabilidade garantida?
97) Há possibilidade de infiltração ou vazamento de gás?
98) Se afirmativo, o local está sendo ventilado?
99) O local está sendo monitorado enquanto o trabalho estiver sendo realizado?
100) Este monitoramento possui sistema de alarme sonoro e visual?
101) As escavação possui sinalização de advertência, inclusive noturna?
102) As escavação possui barreira de isolamento em todo seu perímetro?
103) Na área de escavação está sendo controlado o acesso de pessoas?
104) Na área de escavação está sendo controlado o acesso de veículos?
105) O operador de bate estacas possui qualificação?
106) Sua equipe é treinada?
107) Os cabos de sustentação do pilão possui comprimento com no mínimo 6 voltas sobre o tambor, para qualquer
108) A serra circular é dotada de mesa estável com fechamento de suas faces inferiores, anterior e posterior?
109) A mesa é construída em madeira resistente e de 1ª qualidade, material metálico ou similar de resistência equi
110) A serra circular possui a carcaça do motor aterrado eletricamente?
111) O disco da serra circular é mantido afiado e travado?
112) As transmissões de força mecânica da serra circular são protegidas?
113) A serra circular é provida de coifa protetora do disco e cutelo divisor?
114) A serra circular possui coletor de serragem?
115) Nas operações de corte de madeira é utilizado dispositivo empurrador e guia de alinhamento?
116) As lâmpadas de iluminação do setor de carpintaria possui proteção contra impactos?
117) O piso da carpintaria é resistente, nivelado e antiderrapante?
118) A dobragem e o corte de vergalhões de aço em obra são feitos sobre bancadas ou plataformas apropriadas e e
119) As armações de pilares, vigas e outras estruturas verticais são apoiadas e escoradas visando evitar o tombame
120) As lâmpadas de iluminação do setor de armação de aço possui proteção contra impactos?
121) São colocados pranchas de madeira sobre as armações de aço para circulação dos trabalhadores?
122)As pontas verticais de vergalhões são protegidas?
123) Durante a descarga de vergalhões de aço a área é isolada?
124) As fôrmas foram projetadas e construídas de modo que resistam às cargas máximas de serviço?
125) O uso de fôrmas deslizantes é supervisionado por profissional legalmente habilitado?
126) Os suportes e escoras de fôrmas são inspecionados antes e durante a concretagem por trabalhador qualificado
127) Durante a desforma são amarradas as peças visando a queda livre de seções de fôrmas e escoramentos?
128) A área é isolada e sinalizada?
129) As armações de pilares são estaiadas ou escoradas antes do cimbramento?
130) É proibida a permanência de trabalhadores atrás dos macacos ou sobre estes durante as operações de protens

131) Os dispositivos e equipamentos usados em protensão são inspecionados por profissional legalmente habilitad
trabalhos e durante os mesmos?
132) As conexões dos dutos transportadores de concreto possuem dispositivos de segurança para impedir a separa
sistema estiver sob pressão?
133) No local onde se executa a concretagem permanece somente a equipe indispensável para execução dessa tare
134) Os vibradores de imersão e de placas possuem dupla isolação?
135) Os cabos de ligação dos vibradores são protegidos contra choques mecânicos e cortes pela ferragem?
136) As caçambas transportadoras de concreto possuem dispositivos de segurança que impeçam seu descarregame
137) As peças das estruturas metálicas são previamente fixadas antes de serem soldadas, rebitadas ou parafusadas
138) O piso provisório na edificação de estrutura metálica é montado sem frestas, a fim de se evitar queda de mate
139) Quando necessária a complementação do piso provisório, são instaladas redes de proteção junto às colunas?
140) O trabalhador tem em seu posto de trabalho, recipiente adequado para depositar pinos, rebites, parafusos e fe
141) As peças estruturais pré-fabricadas possuem pesos e dimensões compatíveis com os equipamentos de transpo
142) Os elementos componentes da estrutura metálica estão livre de rebarbas?
143) Quando a montagem é realizada próximo a rede elétrica, é efetuado o desligamento da rede?
144) A colocação de pilares e vigas são feitos, de forma que ainda suspensos pelo equipamento de guindar, se exec
fixação?
145) As operações de soldagem e corte a quente são realizadas por trabalhadores qualificados?
146) Quando as operações forem realizadas em chumbo, zinco ou materiais revestidos de cádmio, é providenciada

147) O dispositivo usado para manusear eletrodos possui isolamento adequado à corrente usada, a fim de se evitar
elétrico ou choques no operador?
148) É utilizado anteparo eficaz para a proteção dos trabalhadores circunvizinhos?
149) O material utilizado nesta proteção é do tipo incombustível?
150) Nas operações de soldagem ou corte em recipiente, vasilhame, tanque ou similar, que envolvam geração de ga
semiconfinados são adotadas medidas preventivas para eliminar os riscos de explosão?
151) As mangueiras possuem mecanismos contra o retrocesso das chamas na saída do cilindro e chegada do maçar
152) Existe proibição quanto a presença de substâncias inflamáveis e/ou explosivas próximo às garrafas de O2?
153) Os equipamentos de soldagem elétrica são aterrados?
154) Os equipamentos e acessórios de soldagem são mantidos longe de locais com óleo, graxa ou umidade?
155) Quando em descanso são deixados sobre superfícies isolantes?
156) A madeira a ser usada para construção de escadas, rampas e passarelas são de boa qualidade, sem apresentar
comprometam sua resistência?
157) Estão secas? Existe proibição de uso de pintura que encubra imperfeições?
158) As escadas de uso coletivo, rampas e passarelas para a circulação de pessoas e materiais são de construção só
corrimão e rodapé?
159) A transposição de pisos com diferença de nível superior a 0,40 m é feita por meio de escadas ou rampas?
160) As escadas provisórias de uso coletivo são dimensionadas em função do fluxo de trabalhadores, respeitando-s
0,80 m e ter pelo menos 2,90 m de altura um patamar intermediário?
161) Os patamares intermediários possuem largura e comprimento, no mínimo, iguais à largura da escada?
162) A escada de mão tem seu uso restrito para acessos provisórios e serviços de pequeno porte?
163) As escadas de mão possuem até 7,00 m de extensão e o espaçamento entre os degraus uniforme, variando en
164) Existe proibição de uso de escada de mão com montante único?
165) As escadas são proibidas de serem colocadas nas proximidades de portas ou áreas de circulação?
166) As escadas são proibidas de serem colocadas onde houver risco de queda de objetos ou materiais?
167) As escadas são proibidas de serem colocadas nas proximidades de aberturas e vãos?
168) A escada de mão ultrapassa em 1,00 m o piso superior?
169) A escada de mão é fixada nos pisos inferior e superior ou ser dotada de dispositivo que impeça o seu escorreg
170) A escada de mão é dotada de degraus antiderrapantes?
171) A escada de mão é apoiada em piso resistente?
172) A escada de mão é utilizada junto a redes e equipamentos elétricos desprotegidos?
173) A escada de abrir é rígida, estável e provida de dispositivos que a mantenha com abertura constante?
174) Possui comprimento máximo de 6,00 m quando fechada?
175) A escada extensível é dotada de dispositivo limitador de curso, colocado no quarto vão a contar da catraca?
176) Se negativo, quando estendida permite uma sobreposição de no mínimo 1,00 m?
177) A escada fixa, tipo marinheiro, com 6,00 m ou mais de altura, é provida de gaiola protetora a partir de 2,00 m
acima da última superfície de trabalho?
178) Para cada lance de 9,00 m existe um patamar intermediário de descanso, protegido por guarda corpo e rodapé
179) As rampas e passarelas provisórias são construídas e mantidas em perfeitas condições de uso e segurança?
180) As rampas provisórias são fixadas no piso inferior e superior, não ultrapassando 30º de inclinação em relação a
181) Nas rampas provisórias, com inclinação superior a 18º são fixadas peças transversais, espaçadas em 0,40 m, no
pés?

182) As rampas provisórias usadas para trânsito de caminhões possuem largura mínima de 4,00 m e são fixadas em
183) Existe ressaltos entre o piso da passarela e o piso do terreno?
184) Os apoios das extremidades das passarelas são dimensionados em função do comprimento total das mesmas
submetidas?
185) Existe proteção coletiva onde houver risco de queda de trabalhadores ou de projeção de materiais?
186) As aberturas no piso possui fechamento provisório resistente?
187) As aberturas, utilizadas para o transporte vertical de materiais e equipamentos, são protegidas por guarda cor
fechamento do tipo cancela ou similar?
188) Os vãos de acesso às caixas dos elevadores possuem fechamento provisório de, no mínimo, 1,20 m de altura, c
resistente?
189) Na periferia da edificação, existe proteção contra queda de trabalhadores e projeção de materiais?
190) A proteção contra quedas, quando constituída de anteparos rígidos, possuem altura de 1,20 m para o travessã
o inferior?
191) A proteção contra quedas, quando constituída de anteparos rígidos, possui rodapé com altura de 0,20m?
192) A proteção contra quedas, quando constituída de anteparos rígidos, tem vãos entre travessas preenchidos com
que garanta o fechamento seguro da abertura?
193) Em todo perímetro da construção de edifícios com mais de 4 pavimentos ou altura equivalente, há plataforma
altura da 1ª laje?
194) Essa plataforma tem no mínimo 2,50m de projeção horizontal da face externa da construção?
195) Nela, há um complemento de 0,80 m de extensão, com inclinação de 45º, a partir de sua extremidade?
196) A plataforma será instalada logo após a concretagem da laje a que se refere e retirada, somente, quando o rev
prédio acima dessa plataforma estiver concluído?
197) A construção possui tela barreira protetora contra projeção de materiais e ferramentas?
198) A tela está instalada entre as extremidades de 2 plataformas de proteção consecutivas?
199) As plataformas de proteção são construídas de maneira resistente e mantidas sem sobrecarga que prejudique
estrutura?

200) Os equipamentos de transporte vertical de materiais e de pessoas foram dimensionados por profissional legal
201) A manutenção é executada por trabalhador qualificado, sob supervisão de profissional legalmente habilitado?
202) Os equipamentos de movimentação e transporte de materiais e pessoas são operados por trabalhador qualific
203) Sua função é anotada em Carteira de Trabalho?
204) Quando o local de lançamento de concreto não for visível pelo operador do equipamento, é utilizado um siste
ou visual?
205) No transporte e descarga dos perfis, vigas e elementos estruturais, são adotadas medidas preventivas quanto à
da área?
206) Antes do inicio dos serviços, os equipamentos de guindar e transportar são vistoriados por trabalhador qualific
capacidade de carga, altura de elevação e estado geral do equipamento?
207) Estruturas ou perfis de grande superfície somente serão içados com total precaução contra rajadas de vento?
208) As manobras de movimentação são executadas por trabalhador qualificado e por meio de código de sinais con
209) São tomadas precauções especiais quando da movimentação de máquinas e equipamentos próximo a redes e
210) O levantamento manual ou semi-mecanizado de cargas são executado de forma que o esforço físico realizado
compatível com sua capacidade de força conforma NR-17?
211) Os guinchos de coluna são providos de dispositivos próprios para sua fixação?
212) O tambor do guincho de coluna está nivelado para garantir o enrolamento adequado do cabo?
213) A distância entre a roldana livre e o tambor do guincho do elevador está compreendida entre 2,50 m e 3,00 m

214) O cabo de aço situado entre o tambor de rolamento e a roldana livre está isolado por barreira segura, de form
circulação e o contato acidental de trabalhadores com o mesmo?
215) O guincho do elevador é dotado de chave de partida e bloqueio que impeça o seu acionamento por pessoa nã
216) Em qualquer posição do guincho do elevador, o cabo de tração dispõe, no mínimo de 6 voltas enroladas no tam
217) Os elevadores de caçamba são utilizados apenas para o transporte de material a granel?
218) O transporte de pessoas por equipamento de guinda é proibido?
219) Os equipamentos de transportes de materiais possuem dispositivos que impeçam a descarga acidental do mat
220) O transporte de pessoas nos elevadores de materiais é proibido?
221) Existe placa no interior do elevador de material, indicando a carga máxima e a proibição de transporte de pess
222) Os elevadores de materiais possuem freio mecânico (manual) situado no elevador?
223) Os elevadores de materiais possuem sistema de segurança eletromecânica no limite superior, instalado a 2,00
da torre?
224) Os elevadores de materiais possuem trava de segurança para mantê-lo parado em altura, além do freio do mo
225) Os elevadores de materiais possui interruptor de corrente para que só se movimente com portas ou painéis fe
226) No caso de irregularidades no elevador de materiais quanto ao funcionamento e manutenção do mesmo, esta
operador em livro próprio e comunicadas, por escrito, ao responsável da obra?
227) Há proibição quanto a operar o elevador na descida em queda livre (banguela)?
228) Os elevadores de materiais são providos nas laterais de painéis fixos de contenção com altura em torno de 1,0
de portas ou painéis removíveis?
229) Os elevadores de materiais são dotados de cobertura fixa, basculável ou removível?
230) No elevador de passageiros é proibido o transporte de cargas?
231) O elevador de passageiros possui interruptor nos fins de curso superior e inferior, conjugado com freio automá
232) O elevador de passageiros possui sistema de freagem automática, a ser acionado em caso de ruptura do cabo
de corrente elétrica?

233) O elevador de passageiros possui sistema de segurança eletromecânico no limite superior a 2,00 m abaixo da v
234) O elevador de passageiros possui interruptor de corrente, para que se movimente apenas com as portas fecha
235) O elevador de passageiros possui um livros de inspeção, no qual são anotadas as condições de funcionamento
236) O elevador possui placa indicando o nº máximo de passageiros?
237) Possui iluminação artificial?
238) O dimensionamento dos andaimes, sua estrutura de sustentação e fixação, foram realizadas por profissional le

239) Os andaimes são dimensionados e construídos de modo a suportar, com segurança, as cargas de trabalho a qu

240) O piso de trabalho dos andaimes possuem forração completa, antiderrapante, e são nivelado e fixado de modo

241) São tomadas precauções especiais, quando da montagem, desmontagem e movimentação de andaimes próxim

242) A madeira para confecção de andaimes são de boa qualidade, seca, sem apresentar nós e rachaduras que com
resistência?
243) Recebem pintura que encubram imperfeições?
244) É utilizada aparas de madeira na confecção de andaimes?
245) Os andaimes dispõem de guarda corpo e rodapé?
246) Sobre o piso de trabalho de andaimes é proibida a utilização de escadas e outros meios para se atingir lugares
247) O acesso aos andaimes é feito de maneira segura?
248) Os montantes dos andaimes são apoiados em sapatas sobre base sólida capaz de resistir aos esforços solicitan
transmitidas?

249) O trabalho em andaimes apoiados sobre cavaletes que possuam altura superior a 2,00 m e largura inferior a 0,

250) Existe proibição a trabalho em andaimes na periferia da edificação sem que haja proteção adequada à estrutu
251) O deslocamento das estruturas dos andaimes com trabalhadores sobre os mesmos é proibido?
252) Os andaimes cujo piso de trabalho esteja a mais de 1,50 m é provido de escada?
253) A estrutura dos andaimes são fixados à construção por meio de amarração e entroncamento?
254) Os andaimes que excedem , em altura, 4 vezes a sua base, são estaiados?
255) Os andaimes fachadeiros recebem carga distribuída e de modo uniforme?
256) O limite de carga é conhecido pelos usuários?
257) Os materiais são dispostos de forma a não impedir a circulação dos usuários?
258) Os acesso verticais ao andaime fachadeiro são feitos em escada incorporada à sua estrutura?
259) A movimentação vertical de componentes e acessórios para montagem e/ou desmontagem de andaime facha
cordas ou outro meio seguro de içamento?
260) Os montantes do andaime fachadeiro tem seus encaixes travados com parafusos, contrapinos, braçadeiras ou
261) As peças de contraventamento são fixadas nos montantes de forma que assegurem a estabilidade e a rigidez a
262) Os andaimes fachadeiros dispõem de proteção com tela de arame galvanizado ou material de resistência desd
menos 2,00 m acima da última plataforma de trabalho?
263) Os rodízios dos andaimes móveis são providos de travas de modo a evitar deslocamentos acidentais?
264) Os andaimes móveis são utilizados somente em superfícies planas?
265) Os andaimes em balanço possuem sistema de fixação à estrutura da edificação capaz de suportar 3 vezes os es
266) A estrutura do andaime são convenientemente contraventada e ancorada de tal forma a eliminar quaisquer os
267) A sustentação de andaimes suspensos mecânicos é feita por meio de vigas metálicas de resistência equivalent
maior esforço solicitante?
268) A fixação de vigas de sustentação nos andaimes é feita por cabos de aço?
269) Os cabos são verificados diariamente pelos usuários e pelo seu superior hierárquico antes do inicio dos trabalh
270) Os cabos possuem comprimento tal que, para a posição mais baixa do estrado, restem pelo menos 6 voltas sob
271) A roldana do cabo de suspensão rodam livremente?
272) O respectivo sulco é mantido em bom estado de limpeza e conservação?
273) Os andaimes suspensos são convenientemente fixados à construção na posição de trabalho?
274) Os quadros dos guinchos de elevação possuem guarda corpo e rodapé?
275) É respeitada a proibição de se acrescentar trechos em balanço ao estrado de andaimes suspensos mecânicos?
276) O estrado do andaime está fixado aos estribos de apoio e o guarda corpo ao seu suporte?
277) Sobre os andaimes é permitido depositar material para uso imediato?
278) Os guinchos de elevação possuem dispositivo que impeça o retrocesso do tambor?
279) Os guinchos de elevação é acionado por meio de alavancas ou manivelas, ou automaticamente, na subida e de
280) Os guinchos de elevação possui segunda trava de segurança?
281) Os guinchos de elevação é dotado de capa de proteção da catraca?
282) Os andaimes suspensos mecânicos pesados possuem largura mínima de 1,50 m?
283) Os estrados são interligados? O comprimento máximo é de 8,00 m?
284) A fixação dos guinchos aos estrados são executados por meio de amarrações de aço?
285) Em cada amarração há dois guinchos?
286) Os andaimes suspensos mecânicos leves são utilizados por no máximo 02 trabalhadores?
287) Os guinchos dos andaimes suspensos mecânicos leves são fixados na extremidades das plataformas de trabalh
de aço, havendo em cada armação dois guinchos?
288) A interligação de andaimes suspensos leves é proibida?
289) A sustentação da cadeira suspensa é feita por meio de cabo de aço?
290) A cadeira suspensa dispõe de sistema dotado com dispositivo de subida e descida com trava de segurança?
291) A cadeira suspensa possui requisitos mínimos de conforto previstos na NR-17?
292) A cadeira suspensa dispõe de sistema de fixação do trabalhador por meio de cinto de segurança pára-quedista
em cabo guia independente?
293) A cadeira suspensa possui na sua estrutura, em caracteres indeléveis e bem visíveis, a razão social do fabricant
294) A fixação da cadeira suspensa é independente do cabo guia do trava quedas?
295) Os cabos de aço de tração possuem emendas ou pernas quebradas que comprometam a sua segurança?
296) Os cabos de aço são fixados por meio de dispositivos que impeçam deslizamento e desgaste?
297) Os cabos de aço são inspecionados antes de seu uso?
298) Os quadros e tomadas energizadas são protegidas quando da execução de trabalhos de revestimento e acabam
299) Os locais abaixo da colocação de vidros são interditados ou protegidos contra queda de material?
300) Após a colocação, os vidros são marcados de maneira visível?
301) Para os trabalhos em telhados são utilizados dispositivos que permitam a movimentação segura dos trabalhad
302) É instalado o cabo-guia de aço, para fixação do cinto de segurança tipo pára-quedista?
303) Os cabos guias são fixados em suas extremidades à estrutura definitiva da edificação por meio de suporte de a
material resistente?
304) O local abaixo de onde se realiza o trabalho sobre o telhado é interditado e isolado?
305) Equipamentos que emanem gases próximos aos trabalhos realizados em telhados são desligados?
306) O trabalho em telhado com chuva ou vento é proibido?
307) É proibido concentrar cargas num mesmo ponto durante a realização de trabalho em telhado?
308) Na execução de trabalhos com risco de queda n’água é utilizado colete salva-vidas?
309) Existe bote salva-vidas próximo ao local de trabalho em nº suficiente e devidamente equipados?
310) Os funcionários que realizem trabalhos n’água são treinados em 1ºs socorros?
311) Os coletes salva-vidas possuem cor laranja, o nome da empresa e a capacidade máxima em Kg?
312) Os coletes salva-vidas são em nº suficientes?
313) Os trabalhadores que executam trabalhos em locais confinados são treinados quanto aos riscos a que estão su
314) Nos trabalhos em locais confinados onde se utilizem produtos químicos, os trabalhadores utilizam EPI adequad
315) A realização de trabalho em recintos confinados é precedida de inspeção prévia e elaboração de ordem de ser
procedimentos a serem adotados?
316) Há monitoramento permanente de substância que cause asfixia, explosão e intoxicação no interior de locais co
317) Há ventilação local exaustora eficaz? E ventilação que execute a insuflação de ar para o interior do ambiente?
318) Há sinalização com informação clara e permanente durante a realização de trabalhos no interior de espaços co
319) Faz se o uso de cordas ou cabos de segurança que possibilitem meios seguros de resgate?
320) O acondicionamento de substâncias tóxicas ou inflamáveis utilizados na aplicação é adequada?
321) Para cada grupo de 20 trabalhadores, 02 são treinados para resgate?
322) Existe equipamento de ar mandado ou equipamento autônomo ao alcance dos trabalhadores para uso no resg
323) O tanque é desgaseificado antes da execução do trabalho?
324) É avaliado por pessoa habilitada?
325) A execução e manutenção das instalações elétricas são realizadas por trabalhador qualificado?
326) Os serviços nas instalações são realizados com o sistema desenergizado?
327) Não sendo possível a desenergização, é tomada medida especial para realização do trabalho?
328) Existe partes vivas expostas de circuitos e equipamentos elétricos?
329) As emendas são executadas de modo que assegurem a resistência e contato elétrico adequado?
330) O isolamento de emendas e derivações possui característica equivalente à dos condutores utilizados?
331) Os condutores possuem isolamento adequado, não sendo permitido obstruir a circulação de materiais e pesso
332) Os circuitos elétricos possuem protetores contra impactos mecânicos, umidade e agentes corrosivos?
333) Sempre que a fiação de um circuito provisório se tornar inoperante ou dispensável deve ser retirada pelo eletr
334) As chaves blindadas possuem protetores de intempéries e são instaladas em posição que impeça o fechament
335) Os porta-fusíveis não devem ficar sob tensão quando as chaves blindadas estiverem na posição aberta?
336) As chaves blindadas somente devem ser utilizadas para circuitos de distribuição, sendo proibido o seu uso com
parada de máquinas?
337) As instalações elétricas provisórias de um canteiro de obras possuem chave geral do tipo blindada de acordo c
concessionária local, localizada no quadro principal de distribuição?
338) As instalações elétricas provisórias de um canteiro de obras possuem chave individual para cada circuito de de
339) As instalações elétricas provisórias de um canteiro de obras possuem chave faca blindada em quadro de tomad
NR-20 – LÍQUIDOS COMBUSTÍVEIS E INFLAMÁVEIS
Todos os tanques de armazenamento de líquidos combustíveis, de superfície ou equipados com respiradouros de e
localizados de acordo com a Tabela A?
A distância entre 2 (dois) tanques de armazenamento de líquidos combustíveis é superior a 1,00m (um metro)?
O espaçamento mínimo entre 2 (dois) tanques de armazenamento de líquidos combustíveis diferentes, ou de arma
outro combustível, é superior a 6,00m (seis metros)?

Todos os tanques de superfície tem dispositivos que liberem pressões internas excessivas, causadas pela exposição

Os tanques de armazenamento de líquidos inflamáveis são constituídos de aço ou concreto, a menos que a caracter
material especial, segundo normas técnicas oficiais vigentes no País?
Todos os tanques de superfície usados para armazenamento de líquidos inflamáveis ou equipados com respiradour
localizados de acordo com a Tabela A do item 20.1.3 e a Tabela B?
Todos tanques de superfície utilizados para o armazenamento de líquidos instáveis estão localizados de acordo com
e a Tabela C?

Os tanques para armazenamento de líquidos inflamáveis estão instalados no interior de edifícios sob a forma de tan

Os tanques de armazenamento de líquidos inflamáveis estão equipados com respiradouros de pressão e vácuo ou c

Os respiradouros dos tanques enterrados estão localizados de forma que fiquem fora de edificações e no mínimo a
cinqüenta centímetros) de altura do nível do solo?

Todos os tanques de superfície tem dispositivos que liberem pressões internas excessivas, causadas pela exposição

Todos os tanques de armazenamento de líquidos inflamáveis são aterrados segundo recomendações da Norma Reg

Para efetuar-se o transvazamento de líquidos inflamáveis de um tanque para outro, ou entre um tanque e um carro
aterrados como no item 20.2.11, ou ligados ao mesmo potencial elétrico?
O armazenamento de líquidos inflamáveis dentro do edifício é feito com recipientes cuja capacidade máxima seja d
cinqüenta) litros por recipiente?
As salas de armazenamento interno obedecem aos seguintes itens:
a) as paredes, pisos e tetos deverão são construídos de material resistente ao fogo e de maneira que facilite a limpe
centelha por atrito de sapatos ou ferramentas?
b) as passagens e portas são providas de soleiras ou rampas com pelo menos 0,15m (quinze centímetros) de desnív
cobertas com grade de aço com escoamento para local seguro?
c) as instalação elétrica são à prova de explosão, conforme recomendações da Norma Regulamentadora - NR 10?
d) são ventilada, de preferência com ventilação natural?
e) tem sistema de combate a incêndio com extintores apropriados, próximo à porta de acesso?
Quando houver mais de um lote, os lotes existentes estão distanciados entre si, de no mínimo 15,00m (quinze metr
Há letreiro com dizeres "Não Fume" e "Inflamável" em todas as vias de acesso ao local de armazenagem?
Nos locais de descarga de líquidos inflamáveis, há fio terra apropriado, conforme recomendações da Norma Regula
se descarregar a energia estática dos carros transportadores, antes de efetuar a descarga do líquido inflamável?
A descarga é efetuada com o carro transportador ligado à terra?
Todo equipamento elétrico para manusear líquidos inflamáveis é especial, à prova de explosão, conforme recomend
Regulamentadora - NR 10?
A capacidade máxima permitida para cada recipiente de armazenagem de GLP, é de 115.000 (cento e quinze mil) li
Cada recipiente de armazenagem de GLP tem uma placa metálica visível com os seguintes dados escritos de modo
a) indicação da norma ou código de construção
b) as marcas exigidas pela norma ou código de construção
c) indicação no caso afirmativo, se o recipiente foi construído para instalação subterrânea
d) identificação do fabricante
e) capacidade do recipiente em litros
f) pressão de trabalho
g) identificação da tensão de vapor a 38ºC (trinta e oito graus centígrados) que seja admitida para os produtos a ser
recipiente
h) identificação da área da superfície externa, em m2 (metros quadrados)
Todas as válvulas diretamente conectadas no recipiente de armazenagem tem uma pressão de trabalho mínima de
Todas as válvulas e acessórios usados nas instalações de GLP são de material e construção apropriados para tal fina
construídos de ferro fundido?
Todas as ligações ao recipiente, com exceção das destinadas às válvulas de segurança e medidores de nível de líquid
tamponadas, tem válvula de fechamento rápido próximo ao recipiente?
As conexões para enchimento, retirada e para utilização do GLP tem válvula de retenção ou válvula de excesso de fl
Todos os recipientes de armazenagem de GLP são equipados com válvulas de segurança?
As descargas das válvulas de segurança são afastadas no mínimo 3,00m (três metros) da abertura de edificações sit
descarga?
A descarga é através de tubulação vertical, com o mínimo de 2,50m (dois metros e cinqüenta centímetros) de altura
do solo quando o recipiente for enterrado?
Os recipientes de armazenagem de GLP obedecem aos seguintes distanciamentos:
- Recipientes de 500 (quinhentos) a 8.000 (oito mil) litros estão distanciados entre si de no mínimo 1,00m (um met
- Recipientes acima de 8.000 (oito mil) litros estão distanciados entre si de no mínimo 1,50m (um metro e cinqüent

- Os recipientes com mais de 500 (quinhentos) litros estão separados de edificações e divisa de outra propriedade

É mantido um afastamento mínimo de 6,00 (seis metros) entre recipientes de armazenamento de GLP e qualquer o
contenha líquidos inflamáveis?
Não é permitida a instalação de recipientes de armazenamento de GLP, sobre laje de forro ou terraço de edificaçõe
subterrâneas?

Os recipientes de armazenagem de GLP estão devidamente ligados à terra conforme recomendações da Norma Reg
Os recipientes de armazenagem de GLP enterrados não estão instalados sob edificações?
As tomadas de descarga de veículo, para o enchimento do recipiente de armazenamento de GLP, tem os seguintes a
a) 3,00m (três metros) das vias públicas
b) 7,50m (sete metros e cinqüenta centímetros) das edificações e divisas de propriedades que possam ser edificada
c) 3,00m (três metros) das edificações das bombas e compressores para a descarga
A área de armazenagem de GLP, incluindo a tomada de descarga e os seus aparelhos, é delimitada por um alambrad
permita boa ventilação e de altura mínima de 1,80m (um metro e oitenta centímetros)?
O distanciamento do alambrado dos recipientes obedece aos distanciamentos da Tabela E?
O alambrado dista no mínimo 3,00m (três metros) da edificação de bombas ou compressores, e 1,50m (um metro e
da tomada de descarga?
No alambrado, há placas com dizeres "Proibido Fumar" e "Inflamável" de forma visível?
Há extintores de incêndio e outros equipamentos de combate a incêndio, quando for o caso, junto ao alambrado?
Os recipientes transportáveis para armazenamento de GLP são construídos segundo normas técnicas oficiais vigent
Não é permitida a instalação de recipientes transportáveis, com capacidade acima de 40 (quarenta) litros, dentro de

O GLP não é canalizado na sua fase líquida dentro de edificação, salvo se a edificação for construída com as caracte
exclusivamente para tal finalidade?
O GLP canalizado no interior de edificações não tem pressão superior a 1,5 kg/cm2?
NR-21 – TRABALHO A CÉU ABERTO
Existem abrigos ainda que rústicos, capazes de proteger os trabalhadores contra intempéries nos trabalhos realizad

São exigidas medidas especiais que protegem os trabalhadores contra a insolação excessiva, o calor, o frio, a umida
inconvenientes?
Existem trabalhadores que residem no local de trabalho? Caso positivo, são oferecidos alojamentos que apresentem
sanitárias?
Os trabalhos realizados em regiões pantanosas ou alagadiças, são imperativas as medidas de profilaxia de endemias
normas de saúde pública?
Os locais são mantidos em condições sanitárias compatíveis com o gênero da atividade?
O empregador fornece ao empregado moradia para si e pra família e esta possui condições sanitárias adequadas?
É verdade em qualquer hipótese, a moradia coletiva das famílias?
As moradias possuem capacidade dimensionada de acordo com o número de moradores, ventilação e luz direta sufi
caídas e os pisos construídos de material impermeável, é construída em local arejado, livre de vegetação, afastada n
depósitos de feno ou estercos, curais, estábulos, pocilgas e viveiros de criação? As portas possuem dispositivos capa
fechadas?
O poço de água é protegido contra a contaminação?
A cobertura é de material impermeável, imputrescível e não combustível?
A moradia é dotada de pelo menos um dormitório, uma cozinha e um compartimento sanitário?
As fossas negras estão, no mínimo mais que 15 metros poço, 10 metros da casa e em lugar livre de enchentes e a ju

Os locais destinados às privadas são arejados, possuem ventilação abundante, são mantidos limpos em condições s
protegidos contra a proliferação de insetos, ratos, animais e pragas?
NR-23 - PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO

01) A empresa possui: proteção contra incêndio; saídas suficientes para a rápida retirada do pessoal em serviço, em
equipamento suficiente para combater o fogo em seu início; pessoas adestradas no uso correto desses equipament

02) Os locais de trabalho possuem saídas, em número suficiente e dispostas de modo que aqueles que se encontre
abandoná-los com rapidez e segurança, em caso de emergência?
03) A largura mínima das aberturas de saída deverá ser de 1,20m e não poderá ser para o interior do local de trabal

04) Onde não é possível o acesso imediato às saídas, existe, em caráter permanente e completamente desobstruído
corredores de acesso contínuos e seguros, com largura mínima de 1,20m (um metro e vinte centímetros)?
05) Quando não é possível atingir, diretamente, as portas de saída, existe, em caráter permanente, vias de passagem
largura mínima de 1,20m (um metro e vinte centímetros) sempre rigorosamente desobstruídos?
06) As aberturas, saídas e vias de passagem são claramente assinaladas por meio de placas ou sinais luminosos, ind
saída?
07) As saídas são dispostas de tal forma que, entre elas e qualquer local de trabalho não se tenha de percorrer distâ
(quinze metros) nas de risco grande e 30,00m (trinta metros) nas de risco médio ou pequeno?
08) As saídas e as vias de circulação não devem comportar escadas nem degraus; as passagens serão bem iluminad
situação desta?
09) Os pisos, de níveis diferentes, possuem rampas que os contornem suavemente e, neste caso, possui um "aviso"
sentido do da descida?

10) As portas de saída são de batentes ou portas corrediças horizontais (a critério da autoridade competente em se

11) As portas verticais, as de enrolar e as giratórias não serão permitidas em comunicações internas. Há ocorrência
internas?
12) Todas as portas de batente, tanto as de saída como as de comunicações internas, estão: abertas no sentido da s
modo que, ao se abrirem, não impeçam as vias de passagem?
13) As portas que conduzem às escadas estão dispostas de maneira a não diminuírem a largura efetiva dessas escad
14) As portas de saída possuem qualquer obstáculo, mesmo ocasional, que entrave o seu acesso ou a sua vista?

15) Alguma porta de entrada, ou saída, ou de emergência de um estabelecimento ou local de trabalho, é fechada a
presa durante as horas de trabalho? Ao menos que, durante o horário de trabalho sejam fechadas com dispositivos
permitam a qualquer pessoa abri-las facilmente do interior do estabelecimento ou do local de trabalho.

16) As portas de emergência não poderão ser fechadas pelo lado externo, mesmo fora do horário de trabalho. É ob
17) Todas as escadas, plataformas e patamares são feitos com materiais incombustíveis e resistentes ao fogo?
18) Os poços e monta-cargas respectivos, nas construções de mais de 2 (dois) pavimentos, são inteiramente de mat

19) As caixas de escadas deverão são providas de portas corta-fogo, fechando-se automaticamente e podendo ser a
(dois) lados?
20) Quando o fogo se manifeste, procede-se: acionar o sistema de alarme; chamar imediatamente o Corpo de Bom
e aparelhos elétricos, quando a operação do desligamento não envolver riscos adicionais; atacá-lo, o mais rapidame
adequados?
21) As máquinas e aparelhos elétricos que não devam ser desligados em caso de incêndio contém placa com aviso r
próximo à chave de interrupção?
22) Foram exigidos requisitos especiais de construção, tais como portas e paredes corta-fogo ou diques ao redor de
de inflamáveis?
23) Os exercícios de alerta são realizados sob a direção de um grupo de pessoas, capazes de prepará-los e dirigi-los,
ajudantes em número necessário, segundo as características do estabelecimento?
24) Nos estabelecimentos industriais de 50 (cinqüenta) ou mais empregados, deve haver um aprisionamento conve
pressão, a fim de, a qualquer tempo, extinguir os começos de fogo de Classe A. Há esta reserva de água?
25) Os pontos de captação de água e os encanamentos de alimentação são experimentados, freqüentemente, a fim
resíduos?
26) Os chuveiros automáticos ("splinklers") tem seus registros sempre abertos e só podendo ser fechados em caso
inspeção, com ordem do responsável pela manutenção ou inspeção?
27) Há um espaço livre de pelo menos 1,00 m (um metro) abaixo e ao redor dos pontos de saída dos chuveiros auto
fim de assegurar a dispersão eficaz da água?
28) Os extintores de incêndio obedecem às normas brasileiras ou regulamentos técnicos do INMETRO, garantindo e
aposição nos aparelhos de identificação de conformidade de órgãos de certificação credenciados pelo INMETRO?
29) Há extintores portáteis, a fim de combater o fogo em seu início. Tais aparelhos são apropriados à classe do fogo
30) Os extintor possuem ficha de controle de inspeção, conforme anexo da NR?
31) Cada extintor é inspecionado visualmente a cada mês, examinando-se o seu aspecto externo, os lacres, os manô
extintor for do tipo pressurizado, verificando se o bico e válvulas de alívio não estão entupidos?
32) Cada extintor possui uma etiqueta de identificação presa ao seu bojo, com data em que foi carregado, data para
identificação. Essa etiqueta é protegida convenientemente a fim de evitar que esses dados sejam danificados?
33) Os cilindros dos extintores de pressão injetada são pesados semestralmente. Se a perda de peso for além de 10
original, é providenciada a sua recarga?
34) Os extintores tipo "Espuma" são recarregado anualmente?
35) Verificar item 23.15.1.
36) Independentemente da área ocupada, existe pelo menos 2 (dois) extintores para cada pavimento?
37) Os extintores são colocados em locais: de fácil visualização; de fácil acesso; e onde haja menos probabilidade de
acesso?

38) Os locais destinados aos extintores são assinalados por um círculo vermelho ou por uma seta larga, vermelha, c

39) É pintada de vermelho uma larga área do piso embaixo do extintor? (a qual não poderá ser obstruída por forma
deverá ser no mínimo de 1,00m x 1,00m (um metro x um metro).

40) Os extintores possuem sua parte superior a, no máximo 1,60m (um metro e sessenta centímetros), acima do pi
possuem seus rebordos a menos de 0,60m (sessenta centímetros) nem a mais de 1,50m (um metro e cinqüenta cen

41) Há extintores localizados nas paredes das escadas?


42) Os extintores sobre rodas possuem livre acesso a qualquer ponto de fábrica?
43) Os extintores são encobertos por pilhas de materiais?
44)Há um sistema de alarme, capaz de dar sinais perceptíveis em todos os locais da construção?
45) Cada pavimento do estabelecimento é provedor de um número suficiente de pontos capazes de pôr em ação o
adotado?
46) As campainhas ou sirenes de alarme emitem um som distinto em tonalidade e altura, de todos os outros dispos
estabelecimento?
47) Os botões de acionamento de alarme são dispostos nas áreas comuns dos acessos dos pavimentos?
48) Os botões de acionamento estão em lugar visível e no interior de caixas lacradas com tampa de vidro ou plástico
(esta caixa deverá conter a inscrição "Quebrar em caso de emergência")?
NR-24 – CONDIÇÕES SANITÁRIAS E DE CONFORTO NOS LOCAIS DE TRABALHO
As áreas destinadas aos sanitários deverão atender às dimensões mínimas essenciais. O órgão regional competente
Medicina do Trabalho poderá, à vista de perícia local, exigir alterações de metragem que atendam ao mínimo de co
considerada satisfatória a metragem de 1,00m2 (um metro quadrado), para cada sanitário, por 20 (vinte) operários
metragem é atendida?
As instalações sanitárias são separadas por sexo?
Os locais onde se encontrarem instalações sanitárias são submetidas a processo permanente de higienização, de so
limpos e desprovidos de quaisquer odores, durante toda a jornada de trabalho?

Os vasos sanitários são sifonados e possuem caixa de descarga automática externa de ferro fundido, material plástic
Os chuveiros são de metal ou de plástico e são comandados por registros de metal a meia altura na parede?
O mictório é de porcelana vitrificada ou de outro material equivalente, liso e impermeável, provido de aparelho de
automática, de fácil escoamento e limpeza, podendo apresentar a conformação do tipo calha ou cuba?
Os lavatórios são formados por calhas revestidas com materiais impermeáveis e laváveis, possuem torneiras de met
espaçadas de 0,60m (sessenta centímetros), devendo haver disposição de 1 (uma) torneira para cada grupo de 20 (

Há, no conjunto de instalações sanitárias, um lavatório para cada 10 (dez) trabalhadores nas atividades ou operaçõe
trabalhos com exposição a substâncias tóxicas, irritantes, infectantes, alergizantes, poeiras ou substâncias que provo

O lavatório é provido de material para a limpeza, enxugo ou secagem das mãos, proibindo-se o uso de toalhas coleti
Há canalização com tomada d’água, exclusivamente para uso contra incêndio?
Os banheiros, dotados de chuveiros:
a) são mantidos em estado de conservação, asseio e higiene?
b) são instalados em local adequado?
c) dispõem de água quente, a critério da autoridade competente em matéria de Segurança e Medicina do Trabalho?
d) tem portas de acesso que impeçam o devassamento, ou ser construídos de modo a manter o resguardo convenie
e) tem piso e paredes revestidos de material resistente, liso, impermeável e lavável?
Há 1 (um) chuveiro para cada 10 (dez) trabalhadores nas atividades ou operações insalubres, ou nos trabalhos com
tóxicas, irritantes, infectantes, alergizantes, poeiras ou substâncias que provoquem sujidade, e nos casos em que es
intenso?

Não é permitidos aparelhos sanitários que apresentem defeitos ou soluções de continuidade que possam acarretar

As paredes dos sanitários são construídas em alvenaria de tijolo comum ou de concreto e revestidas com material i

Os pisos são impermeáveis, laváveis, de acabamento liso, inclinado para os ralos de escoamento providos de sifões
também impedir a entrada de umidade e emanações no banheiro, e não apresentem ressaltos e saliências?
A cobertura das instalações sanitárias tem estrutura de madeira ou metálica, e as telhassão de barro ou de fibrocim
A parte inferior do caixilho estão situadas, no mínimo, à altura de 1,50m (um metro e cinqüenta centímetros) a parti
Os locais destinados às instalações sanitárias serão providos de uma rede de iluminação, cuja fiação são protegida p

Com o objetivo de manter um iluminamento mínimo de 100 (cem) lux, são instaladas lâmpadas incandescentes de
com pé-direito de 3,00m (três metros) máximo, ou outro tipo de luminária que produza o mesmo efeito?
A rede hidráulica é abastecida por caixa d’água elevada, a qual deve ter altura suficiente para permitir bom funcion
água e contar com reserva para combate a incêndio de acordo com posturas locais?
É previstos 60 (sessenta) litros diários de água por trabalhador para o consumo nas instalações sanitárias?
As instalações sanitárias dispõem de água canalizada e esgotos ligados à rede geral ou à fossa séptica, com interpos
Não se comunicam diretamente com os locais de trabalho nem com os locais destinados às refeições?
São mantidas em estado de asseio e higiene?
Os gabinetes sanitários:
a) são instalados em compartimentos individuais, separados?
b) são ventilados para o exterior?
c) tem paredes divisórias com altura mínima de 2,10m (dois metros e dez centímetros) e seu bordo inferior não se s
(quinze centímetros) acima do pavimento?
d) são dotados de portas independentes, providas de fecho que impeçam o devassamento?
e) são mantidos em estado de asseio e higiene?
f) possuem recipientes com tampa, para guarda de papéis servidos, quando não ligados diretamente à rede ou qua
mulheres?
Cada grupo de gabinete sanitário é instalado em local independente, dotado de antecâmara?
É proibido o envolvimento das bacias ou vasos sanitários com quaisquer materiais (caixas) de madeira, blocos de cim
Os vestiários:
Em todos os estabelecimentos industriais e naqueles em que a atividade exija troca de roupas ou seja imposto o us
pó, há local apropriado para vestiário dotado de armários individuais, observada a separação de sexos?
A localização do vestiário, respeitada a determinação da autoridade regional competente em Segurança e Medicina
conta a conveniência do estabelecimento?
A área de um vestiário é dimensionada em função de um mínimo de 1,50m2 (um metro quadrado e cinqüenta centí
trabalhador?

As paredes dos vestiários são construídas em alvenaria de tijolo comum ou de concreto, e revestidas com material i

Os pisos são impermeáveis, laváveis e de acabamento liso, inclinados para os ralos de escoamento providos de sifõe
a entrada de umidade e emanações no vestiário e não apresentam ressaltos e saliências?
A cobertura dos vestiários tem estrutura de madeira ou metálica, e as telhas são de barro ou de fibrocimento?
As janelas dos vestiários tem caixilhos fixos inclinados de 45º (quarenta e cinco graus), com vidros incolores e transl
área correspondente a 1/8 (um oitavo) da área do piso?
A parte inferior do caixilho deverá se situa, no mínimo, à altura de 1,50m (um metro e cinqüenta centímetros) a par
Os locais destinados às instalações de vestiários são providos de uma rede de iluminação, cuja fiação é protegida po

Com objetivo de manter um iluminamento mínimo de 100 (cem) lux, são instaladas lâmpadas incandescentes de 10
com pé-direito de 3 (três) metros, ou outro tipo de luminária que produza o mesmo efeito?
Os armários, de aço, madeira, ou outro material de limpeza, são essencialmente individuais?
Possuem aberturas para ventilação ou portas teladas?
São pintados com tintas laváveis, ou revestidos com fórmica, se for o caso?
Nas atividades e operações insalubres, bem como nas atividades incompatíveis com o asseio corporal, que exponha
poeiras e produtos graxos e oleosos, os armários são de compartimentos duplos?
Os armários de compartimentos duplos tem as seguintes dimensões mínimas:

a) 1,20m (um metro e vinte centímetros) de altura por 0,30m (trinta centímetros) de largura e 0,40m (quarenta cen
profundidade, com separação ou prateleira, de modo que um compartimento, com a altura de 0,80m (oitenta centí
abrigar a roupa de uso comum e o outro compartimento, com altura de 0,40m (quarenta centímetros) a guardar a r

b) 0,80m (oitenta centímetros) de altura por 0,50m (cinqüenta centímetros) de largura e 0,40m (quarenta centímet
com divisão no sentido vertical, de forma que os compartimentos, com largura de 0,25m (vinte e cinco centímetros
rigorosamente, o isolamento das roupas de uso comum e de trabalho
Os armários de um só compartimento tem as dimensões mínimas de 0,80m (oitenta centímetros) de altura por 0,30
largura e 0,40m (quarenta centímetros) de profundidade?
É proibida a utilização do vestiário para quaisquer outros fins, ainda em caráter provisório, não sendo permitido, so
roupas e pertences dos empregados se encontrem fora dos respectivos armários?
Refeitórios:
Nos estabelecimentos em que trabalhem mais de 300 (trezentos) operários, é obrigatória a existência de refeitório,
trabalhadores tomarem suas refeições em outro local do estabelecimento?
O refeitório a que se refere o item acima obedecerá aos seguintes requisitos:
a) área de 1,00m2 (um metro quadrado) por usuário, abriga, de cada vez, 1/3 (um terço) do total de empregados po
sendo este turno o que tem maior número de empregados?
b) a circulação principal tem a largura mínima de 0,75m (setenta e cinco centímetros), e a circulação entre bancos e
largura mínima de 0,55m (cinqüenta e cinco centímetros)?
O refeitório é provido de uma rede de iluminação, cuja fiação é protegida por eletrodutos?
São instaladas lâmpadas incandescentes de 150 W/6,00 m2 de área com pé direito de 3,00m (três metros) máximo
luminária que produza o mesmo efeito?
O piso é impermeável, revestido de cerâmica, plástico ou outro material lavável?
A cobertura tem estrutura de madeira ou metálica e as telhas são de barro ou fibrocimento?
O teto é de laje de concreto, estuque, madeira ou outro material adequado?
Paredes revestidas com material liso, resistente e impermeável, e a altura de 1,50m (um metro e cinqüenta centíme
Há água potável, em condições higiênicas, fornecida por meio de copos individuais, ou bebedouros de jato inclinad
proibindo-se sua instalação em pias e lavatórios, e o uso de copos coletivos?
Há lavatórios individuais ou coletivos e pias instalados nas proximidades do refeitório, ou nele próprio, em número
As mesas providas de tampo liso e de material impermeável, bancos ou cadeiras, são mantidas permanentemente l
O refeitório é instalado em local apropriado, não se comunicando diretamente com os locais de trabalho, instalaçõe
insalubres ou perigosos?
É proibida, ainda que em caráter provisório, a utilização do refeitório para depósito, bem como para quaisquer outr

Nos estabelecimentos em que trabalhem mais de 30 (trinta) até 300 (trezentos) empregados, embora não seja exig
ser asseguradas aos trabalhadores condições suficientes de conforto para a ocasião das refeições. (124.076-5 / I2)

As condições de conforto de que trata o item anterior deverão preencher os seguintes requisitos mínimos:
a) local adequado, fora da área de trabalho
b) piso lavável
) limpeza, arejamento e boa iluminação
d) mesas e assentos em número correspondente ao de usuários
e) lavatórios e pias instalados nas proximidades ou no próprio local
f) fornecimento de água potável aos empregados
g) estufa, fogão ou similar, para aquecer as refeições
Nos estabelecimentos e frentes de trabalho com menos de 30 (trinta) trabalhadores sãor asseguradas aos trabalhad
suficientes de conforto para as refeições em local que atenda aos requisitos de limpeza, arejamento, iluminação e fo
potável?
Cozinhas:
Estão adjacentes aos refeitórios e com ligação para os mesmos, através de aberturas por onde serão servidas as refe
As áreas previstas para cozinha e depósito de gêneros alimentícios são de 35 (trinta e cinco) por cento e 20 (vinte) p
respectivamente, da área do refeitório?
Tem pé-direito de 3,00m (três metros) no mínimo?
As paredes das cozinhas são construídas em alvenaria de tijolo comum, em concreto ou em madeira, com revestim
resistente e impermeável - lavável em toda a extensão?
Os pisos são impermeáveis, laváveis e de acabamento liso, inclinados para os ralos de escoamento providos de sifõe
a entrada de umidade e emanações no vestiário e não apresentam ressaltos e saliências?
As portas são metálicas ou de madeira, medindo no mínimo 1,00m x 2,10m (um metro x dois metros e dez centíme
As janelas são de madeira ou de ferro, de 0,60m x 0,60m (sessenta centímetros x sessenta centímetros), no mínimo
As aberturas, além de garantir suficiente aeração, são protegidas com telas?
As pinturas das paredes, portas e janelas, móveis e utensílios são: alvenaria - tinta de base plástica; ferro - tinta a ól
especial retardante à ação do fogo?
A rede de iluminação tem fiação protegida por eletrodutos?
São instaladas lâmpadas incandescentes de 150 W/4,00m2 com pé-direito de 3,00m (três metros) máximo, ou outr
produza o mesmo efeito?
Os lavatório são dotado de água corrente para uso dos funcionários do serviço de alimentação e dispondo de sabão
O tratamento de lixo é de acordo com as normas locais do Serviço de Saúde Pública?
Os funcionários da cozinha - encarregados de manipular gêneros, refeições e utensílios, dispõem de sanitário e vesti
seja é vedado aos comensais e não se comunica com a cozinha?
A empresa estende aos trabalhadores da contratada (terceiro) as mesmas condições de higiene e conforto oferecid
empregados?
A empresa orienta os trabalhadores sobre a importância das refeições adequadas e hábitos alimentares saudáveis?
Na hipótese de o trabalhador trazer a própria alimentação, a empresa garante condições de conservação e higiene
para o aquecimento em local próximo ao destinado às refeições?

Em todos os locais de trabalho são fornecida aos trabalhadores água potável, em condições higiênicas, sendo proib
coletivos (onde houver rede de abastecimento de água, deverão existir bebedouros de jato inclinado e guarda prote
instalação em pias ou lavatórios, e na proporção de 1 (um) bebedouro para cada 50 (cinqüenta) empregados)?

A empresa garante, nos locais de trabalho, suprimento de água potável e fresca em quantidade superior a 1/4 (um
por hora/homem trabalho?
Quando não for possível obter água potável corrente, essa é fornecida em recipientes portáteis hermeticamente fec
adequado e construídos de maneira a permitir fácil limpeza?
A água não-potável para uso no local de trabalho fica separada e é afixado aviso de advertência da sua não-potabili
Os poços e as fontes de água potável são protegidos contra a contaminação?
Nas operações em que se empregam dispositivos que sejam levados à boca, somente são permitidos os de uso estr
substituindo, sempre que for possível, por outros de processos mecânicos?
Os locais de trabalho são mantidos em estado de higiene compatível com o gênero de atividade (o serviço de limpe
que possível, fora do horário de trabalho e por processo que reduza ao mínimo o levantamento de poeiras)?
Os resíduos tem destino e tratamento que os tornem inócuos aos empregados e à coletividade?
NR-25 – RESÍDUOS INDUSTRIAIS
Os resíduos são eliminados / lançados / liberados nos ambientes de trabalho respeitando-se os limites de tolerância
As medidas, métodos, equipamentos ou dispositivos de controle do lançamento/liberação dos contaminantes gasos
exame e aprovação dos órgãos competentes do Ministério do Trabalho?

O lançamento/emissão de contaminantes na atmosfera externa estão conforme exigência da Legislação Federal, Est

Os resíduos líquidos e sólidos produzidos nos processos e operações industriais estão sendo convenientemente trat
retirados do limite da indústria de forma a evitar riscos a saúde e a segurança dos trabalhadores, bem como, atende
Legislação Federal, Estadual e Municipal?

Os resíduos sólidos e líquidos de alta toxidade, periculosidade, de alto risco biológico e os resíduos radioativos, estã
conhecimento e a aquiescência e auxilio das entidades especializadas publicas ou vinculadas e no campo de sua co

NR-26 – SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA


As cores para segurança estão sendo utilizadas para indicar e advertir acerca dos riscos existentes nas áreas?
Estão sendo utilizadas outras formas de prevenção de acidentes independentes da utilização das cores de seguranç
A utilização das cores nas áreas não esta provocando confusão, fadiga ou poluição ao trabalhador?
A sinalização por cores esta acompanhada se sinais convencionais ou a identificação por palavras em áreas de trâns
estranhas ao trabalho?
O vermelho está sendo utilizado para: equipamentos, aparelhos de proteção e combate a incêndio, mangueiras de
excepcionalmente nas luzes colocadas em barricadas, tapumes de construções, obstruções temporárias, botões de
paradas de emergência com o objetivo de advertência de perigo?
O amarelo está sendo utilizado para identificar gases não liquefeitos e cuidado assinalando: partes baixas de escada
parapeito, pisos, partes inferiores de escadas que apresentem risco, espelho de degraus de escada, bordas desguar
solo (poço, entradas subterrâneas etc), plataformas que não possam ter corrimões, bordas horizontais de portas de
fecham verticalmente, faixas no piso na entrada de elevadores e plataformas de carregamento, meios-fios com nece
atenção, paredes de fundo de corredores sem saída,vigas colocadas à baixa altura, cabines, caçambas e gatos de po
escovadeiras etc, empilhadeiras, tratores industriais, pontes rolantes, vagonetes, reboques, fundos de letreiros e av
pilastras, vigas, postes, colunas, partes salientes de estruturas, cavaletes, porteiras, lanças de cancelas, bandeiras (c
combinado ao preto), comandos e equipamentos suspensos que ofereçam risco, pára-choques para veículos de tra
listras pretas) e usados em listras verticais ou inclinadas quando houver necessidade de melhorar a visibilidade da

O branco está sendo utilizado para: passarelas e corredores de circulação, direção e circulação por meio de sinais, lo
resíduos, localização de bebedouros, áreas em torno dos equipamentos de socorro e urgência, de combate a incênd
emergência, áreas destinadas à armazenagem e zonas de segurança.
O preto está sendo utilizado para indicar as canalizações de inflamáveis e combustíveis de alta viscosidade como: ól
óleo combustível, alcatrão, piche etc?

O azul está sendo utilizado para indicar “Cuidado” ficando o seu emprego limitado a avisos contra uso e movimenta
deverão permanecer fora de serviço, nas barreiras e bandeirolas de advertência a serem localizadas nos pontos de
de energia dos equipamentos, nas canalizações de ar comprimido, na prevenção contra movimento acidental de qu
manutenção e em avisos colocados no ponto de arranque ou fontes de potência?

O verde está sendo utilizado para identificar: canalizações de água, caixas de equipamentos de socorro de urgência
mascaras contra gases, chuveiros de segurança, macas, pontes lavadoras de olhos, quadro para exposição de cartaz
segurança, porta de entrada de salas de curativos de urgência, localização de EPI’s, caixas contendo EPI’s, emblemas
dispositivos de segurança e mangueiras de oxigênio?

O laranja está sendo utilizado para identificar: canalizações contendo ácidos, parte moveis de máquinas e equipame
guardas de máquinas que possam ser removidas ou abertas, faces externas de polias e engrenagens, faces internas
dispositivos elétricos, botões de arranque de segurança, dispositivos de corte bordas de serras e prensas?

A púrpura está sendo utilizada para indicar os perigos provenientes das radiações eletromagnéticas penetrantes de
portas e aberturas que dão acesso a locais onde se manipulam ou armazenam materiais radioativos ou materiais co
radioatividade, locais onde tenham sido enterrados materiais e equipamentos contaminados e sinais luminosos par
produtores de radiações eletromagnéticas e partículas nucleares?
O lilás está sendo utilizado para indicar canalizações que contenham álcalis.
O cinza claro está sendo utilizado para identificar canalizações ou vácuo e o cinza escuro está sendo utilizado para id

O alumínio está sendo utilizado em canalizações contendo gases liquefeitos, inflamáveis e combustíveis de baixa vis
gasolina, querosene, óleo lubrificante etc)?
O marrom está sendo utilizado para identificar fluídos não identificáveis pelas demais cores?
O corpo das máquinas está pintado em branco, preto ou verde?
As canalizações industriais para condução de líquidos e gases receberam aplicação de cores em toda a sua extensão
identificação do produto e evitar acidentes?
A canalização de água potável está identificada de forma diferente das demais?
Há necessidade de identificação mais detalhada (concentração, temperatura, pressão, pureza etc.) por meio de faix
aplicadas sobre a cor básica?

A identificação por meio de faixas está feita de modo a possibilitar facilmente a sua a visualização em qualquer part
Todos os acessórios das tubulações estão pintados nas cores básicas de acordo com a natureza do produto a ser tra
Há necessidade de indicar o sentido do transporte do fluído por meio de seta pintada em cor de constante sobre a
Os tanques de armazenagem ou depósitos de fluídos estão identificados conforme canalizações?
O armazenamento das substancias perigosas seguem os padrões internacionais?
A movimentação de materiais no transporte terrestre, marítimo, aéreo e intermodal segue as normas técnicas vigen
As instruções dos rótulos preventivos dos produtos perigosos tão breves, precisas e rápidas em termos simples e se
A linguagem é pratica de modo a evitar os riscos resultantes do uso, manipulação e armazenagem do produto?
Em caso de mistura de duas ou mais substâncias químicas com propriedades que variem o rótulo destacada proprie
produto final?
O rótulo contém: nome técnico do produto, placa de advertência designando o grau de risco, indicação de risco, me
abrangendo primeiros socorros, informações para médicos em caso de acidentes e instruções especiais em caso de
vazamento?
As palavras de advertência indicam “perigo” “perigo” para substancias que apresentam alto risco, “cuidado” para su
apresentam risco médio e “atenção” para substâncias que apresentam risco leve?
As placas de advertência de indicação de risco informam e estão relacionadas ao manuseio habitual ou previsível do
inflamável, nocivo se absorvido pela pele, etc.)?
As placas de advertência relativas às medidas preventivas foram tomadas de forma a evitar lesões ou danos decorre
(Ex: mantenha afastado do calor, faíscas e chamas abertas, evite inalar a poeira, etc.)?
As placas de advertências relativas aos primeiros socorros orientam sobre medidas especificas que podem ser toma
médico?
NR-33 SEGURANÇA E SAÚDE NOS TRABALHOS EM ESPAÇOS CONFINADOS
Há indicação formal do responsável técnico pelo cumprimento desta norma?
Os espaços confinados existentes no estabelecimento estão identificados?
Os riscos específicos de cada espaço confinado estão identificados?

Foi implementada a gestão em segurança e saúde no trabalho em espaços confinados, por medidas técnicas de pre
pessoais e de emergência e salvamento, de forma a garantir permanentemente ambientes com condições adequad

É garantida a capacitação continuada dos trabalhadores sobre os riscos, as medidas de controle, de emergência e sa
confinados?

É garantido que o acesso ao espaço confinado somente ocorra após a emissão, por escrito, da Permissão de Entrada

É fornecido às empresas contratadas informações sobre os riscos nas áreas onde desenvolverão suas atividades e é
seus trabalhadores;
É acompanhada a implementação das medidas de segurança e saúde dos trabalhadores das empresas contratadas
condições para que eles possam atuar em conformidade com esta NR?
É interrompido todo e qualquer tipo de trabalho em caso de suspeição de condição de risco grave e iminente, proce
abandono do local?
É garantido informações atualizadas sobre os riscos e medidas de controle antes de cada acesso aos espaços confin
A gestão de segurança e saúde deve ser planejada, programada, implementada e avaliada, incluindo medidas técnic
medidas administrativas e medidas pessoais e capacitação para trabalho em espaços confinados.
AS MEDIDAS TÉCNICAS DE PREVENÇÃO DEVAM ATENDER AOS QUESITOS ABAIXO:
a) identificar, isolar e sinalizar os espaços confinados para evitar a entrada de pessoas não autorizadas;
b) antecipar e reconhecer os riscos nos espaços confinados;
c) proceder à avaliação e controle dos riscos físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e mecânicos;
d) prever a implantação de travas, bloqueios, alívio, lacre e etiquetagem;
e) implementar medidas necessárias para eliminação ou controle dos riscos atmosféricos em espaços confinados;
f) avaliar a atmosfera nos espaços confinados, antes da entrada de trabalhadores, para verificar se o seu interior é s
g) manter condições atmosféricas aceitáveis na entrada e durante toda a realização dos trabalhos, monitorando, ve
lavando ou inertizando o espaço confinado;
h) monitorar continuamente a atmosfera nos espaços confinados nas áreas onde os trabalhadores autorizados estiv
suas tarefas, para verificar se as condições de acesso e permanência são seguras;
i) proibir a ventilação com oxigênio puro;
j) testar os equipamentos de medição antes de cada utilização; e
k) utilizar equipamento de leitura direta, intrinsecamente seguro, provido de alarme, calibrado e protegido contra e
ou interferências de radiofreqüência.
Os equipamentos fixos e portáteis, inclusive os de comunicação e de movimentação vertical e horizontal, são adequ
espaços confinados?
Em áreas classificadas os equipamentos estão certificados ou possuem documento contemplado no âmbito do Siste
Avaliação da Conformidade INMETRO?
As avaliações atmosféricas iniciais são realizadas fora do espaço confinado?
São adotadas medidas para eliminar ou controlar os riscos de incêndio ou explosão em trabalhos a quente, tais com
esmerilhamento, corte ou outros que liberem chama aberta, faíscas ou calor?
São adotadas medidas para eliminar ou controlar os riscos de inundação, soterramento, engolfamento, incêndio, ch
eletricidade estática, queimaduras, quedas, escorregamentos, impactos, esmagamentos, amputações e outros que
segurança e saúde dos trabalhadores?
AS MEDIDAS ADMINISTRATIVAS DEVAM ATENDER AOS QUESITOS ABAIXO:
a) manter cadastro atualizado de todos os espaços confinados, inclusive dos desativados, e respectivos riscos;
b) definir medidas para isolar, sinalizar, controlar ou eliminar os riscos do espaço confinado;
c) manter sinalização permanente junto à entrada do espaço confinado, conforme o Anexo I da presente norma;
d) implementar procedimento para trabalho em espaço confinado;
e) adaptar o modelo de Permissão de Entrada e Trabalho, previsto no Anexo II desta NR, às peculiaridades da empre

f) preencher, assinar e datar, em três vias, a Permissão de Entrada e Trabalho antes do ingresso de trabalhadores em
g) possuir um sistema de controle que permita a rastreabilidade da Permissão de Entrada e Trabalho;
h) entregar para um dos trabalhadores autorizados e ao Vigia cópia da Permissão de Entrada e Trabalho;
i) encerrar a Permissão de Entrada e Trabalho quando as operações forem completadas, quando ocorrer uma condi
quando houver pausa ou interrupção dos trabalhos;
j) manter arquivados os procedimentos e Permissões de Entrada e Trabalho por cinco anos;
k) disponibilizar os procedimentos e Permissão de Entrada e Trabalho para o conhecimento dos trabalhadores auto
representantes e fiscalização do trabalho;
l) designar as pessoas que participarão das operações de entrada, identificando os deveres de cada trabalhador e p
capacitação requerida;
m) estabelecer procedimentos de supervisão dos trabalhos no exterior e no interior dos espaços confinados;
n) assegurar que o acesso ao espaço confinado somente seja iniciado com acompanhamento e autorização de supe
o) garantir que todos os trabalhadores sejam informados dos riscos e medidas de controle existentes no local de tra
p) implementar um Programa de Proteção Respiratória de acordo com a análise de risco, considerando o local, a co
trabalho a ser desenvolvido.
A Permissão de Entrada e Trabalho só é válida somente para cada entrada?
Nos estabelecimentos onde houver espaços confinados são observadas, de forma complementar a presente NR, os
normativos: NBR 14606 - Postos de Serviço - Entrada em Espaço Confinado; e NBR 14787 - Espaço Confinado - Prev
Procedimentos e Medidas de Proteção, bem como suas alterações posteriores?
O procedimento para trabalho contemplam, no mínimo: objetivo, campo de aplicação, base técnica, responsabilida
preparação, emissão, uso e cancelamento da Permissão de Entrada e Trabalho, capacitação para os trabalhadores, a
de controle?
Os procedimentos para trabalho em espaços confinados e a Permissão de Entrada e Trabalho são avaliados no míni
revisados sempre que houver alteração dos riscos, com a participação do Serviço Especializado em Segurança e Me
-SESMT e da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA?
Os procedimentos de entrada em espaços confinados são revistos quando da ocorrência de qualquer uma das cir
a) entrada não autorizada num espaço confinado;
b) identificação de riscos não descritos na Permissão de Entrada e Trabalho;
c) acidente, incidente ou condição não prevista durante a entrada;
d) qualquer mudança na atividade desenvolvida ou na configuração do espaço confinado;
e) solicitação do SESMT ou da CIPA; e
f) identificação de condição de trabalho mais segura.
Todo trabalhador designado para trabalhos em espaços confinados é submetido a exames médicos específicos para
desempenhar, conforme estabelecem as NRs 07 e/ou 31, incluindo os fatores de riscos psicossociais com a emissão
de Saúde Ocupacional - ASO?
É realizada a capacitação de todos os trabalhadores envolvidos, direta ou indiretamente com os espaços confinados
deveres, riscos e medidas de controle, conforme previsto no item 33.3.5?

O número de trabalhadores envolvidos na execução dos trabalhos em espaços confinados é determinado conforme
É vedada a realização de qualquer trabalho em espaços confinados de forma individual ou isolada?
O Supervisor de Entrada desempenha as seguintes funções:
a) emitir a Permissão de Entrada e Trabalho antes do início das atividades;
b) executar os testes, conferir os equipamentos e os procedimentos contidos na Permissão de Entrada e Trabalho;
c) assegurar que os serviços de emergência e salvamento estejam disponíveis e que os meios para acioná-los esteja
d) cancelar os procedimentos de entrada e trabalho quando necessário; e
e) encerrar a Permissão de Entrada e Trabalho após o término dos serviços.
O Vigia desempenha as seguintes funções:
a) manter continuamente a contagem precisa do número de trabalhadores autorizados no espaço confinado e asse
término da atividade;
b) permanecer fora do espaço confinado, junto à entrada, em contato permanente com os trabalhadores autorizado
c) adotar os procedimentos de emergência, acionando a equipe de salvamento, pública ou privada, quando necessá
d) operar os movimentadores de pessoas; e

e) ordenar o abandono do espaço confinado sempre que reconhecer algum sinal de alarme, perigo, sintoma, queixa
acidente, situação não prevista ou quando não puder desempenhar efetivamente suas tarefas, nem ser substituído

O Vigia não realiza outras tarefas que possam comprometer o dever principal que é o de monitorar e proteger os tr

Todos os trabalhadores que adentrarem em espaços confinados dispõem de todos os equipamentos para controle d
Permissão de Entrada e Trabalho?
Em caso de existência de Atmosfera Imediatamente Perigosa à Vida ou à Saúde - Atmosfera IPVS, o espaço confinad
adentrado com a utilização de máscara autônoma de demanda com pressão positiva ou com respirador de linha de
cilindro auxiliar para escape?
É vedada a designação para trabalhos em espaços confinados sem a prévia capacitação do trabalhador?
O empregador desenvolver e implantar programas de capacitação sempre que ocorrer qualquer das seguintes situa
a) mudança nos procedimentos, condições ou operações de trabalho;
b) algum evento que indique a necessidade de novo treinamento; e
c) quando houver uma razão para acreditar que existam desvios na utilização ou nos procedimentos de entrada nos
que os conhecimentos não sejam adequados.
Todos os trabalhadores autorizados e Vigias recebem capacitação periodicamente, a cada doze meses?
A capacitação tem carga horária mínima de dezesseis horas, e é realizada dentro do horário de trabalho?
A capacitação dos Supervisores de Entrada é realizada dentro do horário de trabalho?
Todos os Supervisores de Entrada recebem capacitação específica, com carga horária mínima de quarenta horas?
O certificado contém o nome do trabalhador, conteúdo programático, carga horária, a especificação do tipo de trab
data e local de realização do treinamento, com as assinaturas dos instrutores e do responsável técnico?
Uma cópia do certificado foi entregue ao trabalhador e a outra cópia foi arquivada na empresa?
Elaborar e implementar procedimentos de emergência e resgate adequados aos espaços confinados incluindo, no m
a) descrição dos possíveis cenários de acidentes, obtidos a partir da Análise de Riscos;
b) descrição das medidas de salvamento e primeiros socorros a serem executadas em caso de emergência;
c) seleção e técnicas de utilização dos equipamentos de comunicação, iluminação de emergência, busca, resgate, pr
transporte de vítimas;
d) acionamento de equipe responsável, pública ou privada, pela execução das medidas de resgate e primeiros soco
ser realizado; e
e) exercício simulado anual de salvamento nos possíveis cenários de acidentes em espaços confinados.
O pessoal responsável pela execução das medidas de salvamento possui aptidão física e mental compatível com a a
A capacitação da equipe de salvamento contempla todos os possíveis cenários de acidentes identificados na análise
Os trabalhadores podem interromper suas atividades e abandonar o local de trabalho, sempre que suspeitarem da
iminente para sua segurança e saúde ou a de terceiros?

É vedada a entrada e a realização de qualquer trabalho em espaços confinados sem a emissão da Permissão de Ent

NR 35 TRABALHO EM ALTURA

Existe um inventário identificando todos os riscos de queda acima de 2,00 m (dois metros)?

Atividades realizadas em níveis iguais ou inferiores a 2,00 m (dois metros), onde haja risco de queda capaz de causa
são tomadas medidas cabíveis?

As especificações técnicas estabelecidas pela ABNT são levadas em consideração para a construção de plataformas
ancoragem, linha de vida, cintos de segurança, escadas de acesso, escadas portáteis para uso industrial, escadas pa
envolvam eletricidade, andaimes tubulares e andaimes modulares, etc.

Os trabalhos realizados em altura são autorizados através de permissão de trabalho e análise de risco ?

Há procedimento específico para atividades rotineiras envolvendo trabalhos em altura?


Há um programa específico para empresas prestadoras de serviços, o programa inclui treinamento, exames médico

No programa de treinamento da unidade inclui trabalho em altura?

Todos os trabalhos em altura são liberados previamente mediando as análises de risco efetuados no local, as ativida
escadas, cadeira suspensa e outros são liberados após inspeção?

As documentações de liberação de trabalho, inspeção, permissão de trabalho e análise de risco são arquivadas e es
fiscalização?

Os funcionários conhecem o programa de prevenção de quedas da unidade?

Na unidade o programa de prevenção de quedas contempla o direito de recusa?

O Treinamento para trabalho em altura cumpriu a carga horária mínima de 8 horas contemplando os conteúdos est

A programação de treinamento contempla a periodicidade estabelecida pela NR35?

O treinamento foi ministrado por instrutores com comprovação de proficiência no assunto, sob a responsabilidade
em segurança no trabalho?
Após a conclusão do treinamento foi emitido certificado contendo, o nome do trabalhador, conteúdo programático
de realização do treinamento, nome e qualificação dos instrutores e assinatura do responsável?

Cópia do certificado foi arquivada na unidade e está disponível para a fiscalização?

Todo trabalho em altura é planejado, organizado e executado por trabalhador capacitado e autorizado?

O estado de saúde do empregado autorizado para trabalhar em altura foi avaliado, tendo sido considerado apto pa
e que possua anuência formal da empresa?

No Atestado de Saúde Ocupacional contempla trabalho em altura para funcionários que executam tais atividades?

Existe uma relação atualizada de funcionários que executam trabalho em altura na unidade?

Trabalho em altura são realizados sob supervisão, cuja forma é definida pela análise de risco de acordo com as pecu

O programa de prevenção de quedas contempla sinalização e avisos sobre trabalho em altura?

No plano de atendimento a emergência da unidade contempla planejamento do resgate e primeiros socorros, de fo


tempo da suspensão inerte do trabalhador?

Os procedimentos operacionais para as atividades rotineiras de trabalho em altura contem, no mínimo, as diretrizes
orientações administrativas, o detalhamento da tarefa, as medidas de controle dos riscos característicos à rotina, as
os sistemas de proteção coletiva e individual necessários e as competências e responsabilidades?

Para as atividades não rotineiras as medidas de controle são evidenciadas na Análise de Risco e na Permissão de Tra
A Permissão de Trabalho é emitida, aprovada pelo responsável pela autorização da permissão, disponibilizada no lo
atividade e, ao final, encerrada e arquivada de forma a permitir sua rastreabilidade?

Os Equipamentos de Proteção Individual - EPI, acessórios e sistemas de ancoragem são especificados e selecionado
eficiência, o conforto, a carga aplicada aos mesmos e o respectivo fator de segurança, em caso de eventual queda?
Kgf como força de impacto máximo permitida a ser transmitida ao trabalhador).

Existe um programa de inspeção que contempla cinto de segurança, talabartes, trava quedas, linha de vida, com o o
eficácia na retenção da queda do trabalhador, garantir que estes sejam adequados aos riscos adicionais que possam
trabalho.

Os registros de inspeção são arquivados e disponíveis para possíveis fiscalizações.

Todos os cintos de segurança da unidade são do tipo paraquedista e dotado de dispositivo para conexão em sistema

O talabarte e o dispositivo trava quedas são fixados acima do nível da cintura do trabalhador, ajustados de modo a r
queda e assegurar que, em caso de ocorrência, minimize as chances do trabalhador colidir com estrutura inferior?

Os cintos de segurança tipo paraquedista possuem absorvedor de energia seguindo os critérios de fator de queda m
cumprimento do talabarte for maior que 0,9m?
Os pontos de ancoragem onde estão fixados cabos de linha de vida, trava quedas, ponto para fixação de cintos de s
inspecionados por um profissional legalmente habilitado de modo à garantir a real capacidade de carga?

O empregador disponibiliza equipe interna ou externa para respostas em caso de emergências para trabalho em alt

O empregador assegura que a equipe possua os recursos necessários para as respostas a emergências?

As ações de respostas às emergências que envolvam o trabalho em altura consta no plano de emergência da Unida

As pessoas responsáveis pela execução das medidas de salvamento são capacitadas a executar o resgate, prestar pr
aptidão física e mental compatível com a atividade a desempenhar?
Número: GS.02.06.B - Rev 04
Data: 23.01.2013
Folha: 1/1
Preenchido por: Luiz Filipe
Data do Preenchimento: 9/15/2017
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x elaborada pelo QSMA
x
x
X
X
X
X
X
X
X elaborada pelo QSMA
X elaborada pelo QSMA
X
X
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
X
X
X
X

X
X
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x QSMA
X
X
X
X
X
X
X
X
X
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x
x
x
x
Dr Jaercio
x
x
x
x
x
x
x
x
x anual
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x QSMA/ARQUIVO MORTO
X
X
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x
x
x
x
x

x Utilizado sinalização
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x
x
x
x
x rastrear e comparar as necessidades
x inspeções
x anual
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x

x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x
x

x
x
x

x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x

x
x
x

x
x
x
x
x

x
x

x
x
x
x
x
x
x

x
x
x

x
x
x

x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x

x
x

x
x
x
x

x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x
x

x
x

x
x

x
x

x
x

x
x

x
x
x

x
x

x
x
x

x
x
x

x
x

x
x

x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x

x
x
x

x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x
x
x

x
x

x
x

x
x
x

x
x
x
x
x
x
x

x
x

x
x
x
x
x
x
x
x

x
x

x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x

x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x

SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS

x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x

x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x

x
x

x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x
x

x
x
x

x
x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x
x
x
x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x
x
x

x
x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x

x
x
x
x

x
x
x
x

x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS

x
x

x
x

x
x
x

x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS

x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x

x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x

x
x
x
x

x
x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x

SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS


x
x
x
x

x
x

x
x

x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS
x
x
x

x
x
x

x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x

x
x
x

x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x

:
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x

x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x
x

x
x
x
x
x

SIM NÃO N/A COMENTÁRIOS

x
x

x
x

x
ATENDIMENTO TOTAL DE SIM NÃO N/A
SIM NÃO ITENS NÍVEL DE ATENDI
NR-1 79% 21% 14 11 3 0
0% 0%
NR-2 #DIV/0! #DIV/0! 6 0 0 6 100% 4% 4
3%
NR-3 38% 63% 10 3 5 2
18%
NR-4 100% 0% 33 23 0 10 90% 21%
NR-5 96% 4% 48 46 2 0
NR-6 100% 0% 26 26 0 0 80%
NR-7 94% 3% 36 34 1 0
NR-8 82% 18% 22 18 4 0
70% 63%
NR-9 96% 4% 55 53 2 0
NR-10 93% 2% 134 124 2 1
NR-11 75% 25% 32 18 6 8 60%
NR-12 38% 38% 437 165 166 2
NR-13 71% 26% 113 30 11 71 100% 100%
50% 96% 94% 9
NR-14 #DIV/0! #DIV/0! 7 0 0 7
NR-15 97% 3% 33 32 1 0 82%
40% 79%
NR-17 100% 0% 32 32 0 0
NR-18 #DIV/0! #DIV/0! 339 0 0 339
30%
NR-20 86% 11% 63 54 7 0
NR-21 75% 25% 13 3 1 9
NR-23 100% 0% 48 48 0 0 20% 38%
NR-24 99% 0% 107 101 0 5
NR-25 80% 20% 5 4 1 0 10%
NR-26 100% 0% 34 34 0 0
NR-33 100% 0% 93 93 0 0
0%
NR-35 97% 3% 37 36 1 0 NR-1 NR-2 NR-3 NR-4 NR-5 NR-6 NR-7 NR-8 NR-

GERAL 74.38% 16.56% 1740 952 212 460


L DE ATENDIMENTO À LEGISLAÇÃO - NR's (mínimo aceitável: 80%) NÃO SIM

% 0% 0% 0% 0% 0% 3%
4% 3%
3%
2%
18% 11% 20%
25% 25%
26%
17%

38%

0% 100% 100% 99% 100% 100% 97%


94% 96% 97%
93%
86%
82% 80%
75% 75% 74%
71%

38%

6 NR-7 NR-8 NR-9 NR-10 NR-11 NR-12 NR-13 NR-14 NR-15 NR-17 NR-18 NR-20 NR-21 NR-23 NR-24 NR-25 NR-26 NR-33 NR-35 GERAL
NÃO SIM

0% 0% 3%

17%

100% 100% 97%

74%

-26 NR-33 NR-35 GERAL