Você está na página 1de 11

Página 3 ----------------------- introdução

Página 4 ----------------------- jogos tradicionais. O que são?

Página 6 ---------------------- jogo da malha

Página 7 ---------------------- jogo da Corrida de Sacos

Página 8 ---------------------- jogo do eixo

Página 9 ---------------------- análise da aplicação

Página 10 --------------------- conclusão

2
No âmbito da disciplina de Práticas Desportivas e Recreativas,
desenvolvemos este trabalho que tinha como tema principal “Os
jogos tradicionais”.

Tentamos neste trabalho dar um conhecer o conceito do que são


os jogos tradicionais e da sua importância.

Temos alguns exemplos de jogos que poderiam ser feitos numa


das aulas práticas, mas devido a situações adversas não os
podemos apresentar.

Para concluir o trabalho fizemos como pedido uma pequena


analise critica acerca das escolhas e das aulas realizadas com os
jogos propostos para os restantes colegas da turma.

3
Sinal da sua grandeza e importância, os Jogos Tradicionais
podem, segundo Graça Guedes (1989), proporcionar estudos
diversificados no âmbito da História, da Historiografia, da
Psicologia, da Sociologia, da Pedagogia, da Etnografia e da
Linguística, entre outros.

Este tipo de jogos varia de região para região e possui um


significado de natureza mágico-religiosa. É normalmente
praticado em épocas bem determinadas do ano ou em intervalos
do trabalho agrícola, contribuindo de modo saudável para a
ocupação das horas livres.

Os jogos tradicionais são muito antigos, praticados desde há


séculos e são transmitidos oralmente de geração para geração.
No entanto, conforme os condicionalismos de cada região, as
diferentes gerações adaptam-nos à sua maneira de ser e de
viver. Desta forma se explicam as variantes de um mesmo jogo
(como exemplo, em Portugal existem registadas mais de
cinquenta variantes do conhecido Jogo da Malha).

Em conclusão, pode-se dizer, como Graça Guedes (1989), que os


jogos tradicionais são criados pelos seus praticantes a partir do
reportório dos mais velhos e adaptados às características do
local. A denominação de cada um deles evoca por si mesmas as
suas características e regras principais. Para Cordeiro, M.
(1982), este tipo de jogos apresentam as seguintes
características:

* Cultura - Fazem parte dos conhecimentos adquiridos de


geração para geração e estão relacionados com o Folclore, o
teatro, as lendas, as adivinhas, os costumes, etc.

4
* Movimento - As suas diferentes formas de exteriorização
promovem um grande contacto com os mais variados tipos de
movimento: o salto, o lançamento, a corrida, etc.

* Competição Saudável - O mais importante é o convívio simples


e salutar entre as pessoas ou grupos, próximas ou distantes.

* Festa - É um momento de descontracção, de pausa na labuta


diária.

No caso concreto de "saltar o rego", poderemos classificar esta


actividade tradicional na categoria dos jogos hípicos, a partir da
classificação sugerida por Graça Guedes (1990). Esta autora
agrupa de uma forma prática (em função dos conteúdos da
actividade) os jogos tradicionais nas categorias de jogos de
interior, jogos de pátio e jogos de rua e campo. Por fim, refere
ainda os jogos hípicos, que serão "uma recordação dos torneios
que se praticavam num passado já distante".

5
Jogo da malha

Material 4 malhas de madeira, ferro ou pedra (duas para


necessário cada equipa); 2 pinos (paus redondos que se
equilibrem na vertical).

Objectivo

Descrição do jogo Esquema


Num terreno liso e plano, são
colocados os pinos, na mesma
direcção, com cerca de 15/18
metros de distância entre eles.
Cada equipa encontra-se atrás
de um pino. Joga primeiro um
elemento de uma equipa e
depois o da outra, tendo como
objectivo derrubar ou colocar a
malha o mais perto do pino
onde está a outra equipa,
lançando-a com uma mão.

6
Jogo da Corrida de Sacos
Material necessário Alguns sacos

Objectivo Terminar a corrida até a meta.

Descrição do jogo Esquema


O jogo inicia-se com a
colocação de cada um dos
intervenientes dentro de uma
saca à qual chamavam "lona",
sendo esta atada à cintura,
para não cair.

Após estarem todos


preparados, o júri apita para a
partida, sendo este responsável
por verificar quem chega
primeiro à meta. Os jogadores
vão saltando até à meta,
acabando muitos por cair,
ficando eliminados.

7
Jogo do eixo

Material necessário Pessoas

Objectivo Saltar por cima do outro; Saltar sem cair;


Chegar ao fim sem perder uma única vez.

Descrição do jogo Esquema


Fica um jogador dobrado e os
outros vão saltando por cima
dele com as pernas abertas
dizendo:
Um à bananeira
Dois à catatumba
Três aberta, fechada ou mista
Quatro rás ca parta
Cinco Maria do brinco
Seis panela do tio Zé Reis
Sete canivete
Oito biscoito
Nove já não chove
Dez não molhes os pés
Onze os sinos da capela são
de bronze
O jogo termina quando todos
saltam e conseguem ganhar
sem perder uma única vez.
Caso perca fica esse dobrado.

8
- O primeiro grupo a mostra os jogos tradicionais á turma foi o
grupo do Filipe e Ricardo no dia 5 de Maio, o jogo que eles
escolheram foi o da malha. O objectivo deste jogo era de acertar
no Meco, que se encontra no lado da outra equipa e consistia em
ter de o derrubar, as equipas eram formadas por cerca de três
alunos. Pensamos que o jogo da malha consegue animar e integrar
alguns dos alunos da turma. A nossa opinião em relação á escolha
do jogo deles é de que foi um exercício bem apresentado.

- O segundo grupo a apresentar o seu jogo tradicional á turma foi


o grupo da Beatriz e da Sofia no dia 12 de Maio. O jogo
apresentado era o mata, e num breve resumo lido pela Beatriz
conseguiram explicar em que consistia o jogo, de referir que para
a execução deste jogo houve algumas dificuldades em entender
como se poderia jogar se duma forma ou de outra propostas por
alguns alunos da turma, este jogo baseia-se em que uma equipa de
um lado e outro do outro lado do campo tente acertar com a bola
em alguém da equipa adversária e esse alguém caso leve com a
bola é excluído do jogo. A nossa opinião em relação a este jogo
apresentado e como foi apresentado achamos que poderia ter
sido mais bem explicado, por motivos que acima referimos, mas
pensamos que foi um jogo que todos adoraram e se sentiram
livres dentro do jogo.

9
- O terceiro grupo a apresentar o seu jogo tradicional á turma
foi o grupo da Regina e da Cláudia. O jogo apresentado consistia
em atirar uma madeira para um quadrado que tinha números e
duas letras e tanto podia duplicar os pontos, como os extrair, as
equipas eram compostas por três elementos. Na nossa opinião o
jogo apresentado foi uma boa maneira de conhecer um pouco
mais alguns jogos já que este jogo não era muito conhecido como
os apresentados nas aulas anteriores, mas saíram-se bem
colocando a turma a fazer um jogo pouco conhecido de todos.

- O quarto grupo a apresentar o seu jogo tradicional á turma foi


o do Alexandra e da Telmo. Eles escolheram o jogo da corrida de
sacos, que consiste em que os participantes saltem desde de um
inicio, chamado de partida até à meta dentro de um saco. Ainda
podemos referir que estes sacos por serem provavelmente muito
utilizados não só pela nossa turma, encontravam-se em mau
estado. Na nossa opinião dizer que apesar de alguns receios
parte dos alunos de virem a cair, todos se divertiram e
participaram.

10
Deste trabalho apresentado por mim e o Rogério podemos
concluir que foi um trabalho que não nos parece enquadrar com a
área de desporto, seria mais simpático poder realizar-se estes
jogos com os elementos do secundário da nossa escola, como se
de um torneio se trata-se, iria ser uma maneira de alguns dos
alunos conhecerem os jogos tradicionais melhor e reviver os
tempos de infância.

Dos jogos apresentados pelos grupos restantes da nossa turma,


podemos observar que deveria haver mais organização na
realização dos jogos. Podemos referir a pouca eficácia que alguns
dos grupos que apresentaram os jogos tiveram em explicar como
se praticava e as regras, desta maneira ficamos a conhecer os
jogos melhor mas de uma maneira sucinta.

Pretendemos com este trabalho já que é um dos pouco realizados


neste período conseguir tirar proveito e conhecimentos para um
12º ano ou futuro.

11