Você está na página 1de 20

Sindicalista acusa governo: há falta de vontade política

Ja
Na rota dos dias

Câmara de S. Vicente
SEMANÁRIO GRATUITO
ANO I • N.º 15 • 28 Outubro 2010
Director: Vlademiro Marçal
Propriedade: Medi@Capital, SA
Situação explosiva
em grandes
empresas
Carlos Lopes, dirigente do SITTHUR, denuncia a situação
precária na TACV, na CV Telecom e na ilha da
Boavista: à beira de rotura total. As administrações
fogem ao diálogo e enveredam por arbitrariedades.
Fechadas as portas, a greve é a única via para os
trabalhadores. Inocêncio e Madalena Neves
assobiam para o lado. Páginas centrais

Maus exemplos vêm de cima

paralisada
por chicana
O golpe po-
licial contra a
Câmara Mu-
Neves
foge aos
nicipal de S.
Vicente foi
montanha
que pariu um
rato. Mas tem
consequên-

impostos
cias graves:
com os computadores, livros do Tom-
bo e outros documentos sequestrados
pelo Ministério Público, há serviços
municipais paralisados. A segunda
maior Câmara de Cabo Verde está
incapacitada de dar respostas aos
munícipes porque o PAICV resolveu
fazer chicana.
Pág. 3
Já houve um ministro a roubar eletricidade. O nosso jornal
descobriu agora que o próprio JM Neves foge aos impostos
Na rota dos dias como o diabo da cruz: deve à Câmara da Praia 4 prestações do
Polícia ou bandido: IUP, relativas a um apartamento na Achada de Santo António,
mais 2 prestações da sua nova casa, na Prainha.
decida quem Para o Poder instalado vale tudo: até fugir aos impostos.
souber O homem fi-
Pág. 8
cou famoso
Bai-bai Eleitoralismo do PAICV dá bronca
em Mostei-
ros, Djar-
Fogo: como
chefe da polí-
Irina e Ronaldo Barragem ameaça
cia, agrediu
adversários
políticos dos
trançam milhões Património da Humanidade
tambarina,
atacou comitivas do MpD nas cam- O namoro de CR com a russa Irina é “ne-
gócio” de milhões e, dizem os menti-
deros, a coisa vai a caminho de casório. En-
O governo esqueceu-se que Cidade
Velha é Património Mundial e a sua
Zona Tampão, tal como o Sítio Histórico,
panhas eleitorais. Aparece agora na
Praia a construir casa clandestina na tretanto, o belíssimo par do fura-redes do não podem ser tocados, sem parecer, vin-
Real Madrid compra casas na Rússia, em culativo, do IIPC. Na apressada caça ao
Terra Branca. “Visitado” pelos fiscais
Nova Iorque e sabe-se lá mais onde. Na voto, JMN e José Maria Veiga não solici-
da Câmara, não esteve com meias
capital espanhola, o casal tem apartamento taram esse parecer, nem sequer levaram ao
medidas e ameaçou-os nas barbas de
luxuoso em La Finca, Madrid, pagando Instituto o respetivo dossiê. Apanhado de
um outro agente policial que se recu-
1500 contos mensais de renda. Irina diz que surpresa, o IIPC tem agora de descalçar a
sou a atuar, como devia. Esta é a
ama Cristiano… mas que “gosta muito de bota junto da UNESCO, que não perdoou à
“ditosa polícia” de Lívio Lopes
Pág. 4 dinheiro” Pág. 20 poderosa Alemanha…Pág. 13
2 • Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010

editorial
com os pontos nos iii

Ignorância
de Armindo Maurício Vlademiro
Osvaldo Marçal
semanarioja@gmail.com

é do tamanho da sua
dor de fígado Desvarios eleitoralistas
A
ver a vida a correr-lhe para trás, José Maria Neves

C
om alarvidade, Armindo Maurício, secre- ficativo. “O Pasquim” foi um importante semanário
tário geral do PAICV, decidiu arremeter con- brasileiro que teve mais que significativo papel na embriaga-se no eleitoralismo mais barato. Ao fazê-lo
tra este jornal. Fê-lo à sua oposição ao regime militar – o mesmo do modo como o faz e com os tropeções que já teve,
maneira e como pôde: com muita regime que Dilma Roussef e milhares dá mostras de que lhe falta “faro político” e, sobretudo, lhe
ignorância, com basofaria e falsi- de brasileiros combateram. Existiu
escasseiam princípios, regras e pensamento estruturado. É o
dade. Retomou a lenga-lenga de durante 22 anos, começando com uma
que Já é um jornal do MpD, como tiragem de 20 mil exemplares – exa- buru na ladera a evidenciar-se atrás da máscara do sorriso
se isso fosse crime. Na ótica deste tamente o mesmo que nós – mas che- cada vez mais desfigurado por trejeitos dolorosos e no timbre
indivíduo só devem existir jornais gou a vender 200 mil. “O Pasquim” da voz e no gesto que parecem retirados dos documentários
da área do PAICV, como A Semana foi um jornal de denúncia, porta-voz Pathé dos anos 40: parece macaqueação de Mussolini. Mete
ou Nação. E, embriagado pelos co- da indignação social brasileira, tal pena.
nhecidos vapores que costumam como nós o pretendemos ser da indig-
Foge-lhe o chão debaixo dos pés, a receita de anos a que se
atormentá-lo, atirou (em conferência nação social cabo-verdiana. Com hu-
de imprensa) com números que se- mor, por vezes feroz, com audácia, habituou desfaz-se em fumo e cinza, e o sujeito ataranta-se.
riam supostamente o custo de Já: nú- “O Pasquim” fez-se enorme dor de Também aos seus “leais (?) conselheiros” falta o necessário
meros que parecem comprovar a sua cabeça para os generais e coronéis estofo para descobrirem tábuas de salvação. Filu é Filu, o
tendência para, a partir de certas ho- brasileiros. fala-baratismo; José Maria Veiga só lhe acrescenta manhice e
ras do dia, ver a dobrar. Armindo Maurício, atrapalhado vazio de ideias. No desespero, apenas resta a JMN correr,
O atrevimento do secretário geral do com o seu fígado, coloca-se na pe- gesticular, falar, falar, falar… as primeiras coisas que lhe
PAICV leva-o a ignorar o óbvio: Já é le dos miseráveis ditadores do Bra-
sil que o povo varreu da História:
venham à mente.
um jornal cuja propriedade é privada.
Os seus custos apenas respeitam aos para ele, como para os militares bra- Assim se compreende a triste figura e os disparates que
seus proprietários legalmente identi- sileiros, um “pasquim” é sinónimo acompanharam a primeira pedra do Estádio Nacional. E assim
ficados – e nenhum deles é o MpD. de terror. Denunciando as vigarices se compreende o gravíssimo erro – verdadeiro crime
Recusamos submetê-los à “polícia da atual situação política, Já sabe que cometido contra o País – de avançar para a construção da
política” do seu partido, reminiscên- provoca as iras e insónias ao governo, barragem do Salineiro, sem o prévio parecer, demais
cia dos tempos da ditadura do parti- ao PAICV e ao seu secretário geral.
vinculativo, do Instituto de Investigação e Património
do único: serão divulgados quando, Problema deles – tomem Xanax.
cumprindo as disposições legais Também para informação do ignorante Culturais. Trata-se de incúria que pode pôr em causa Cidade
(e apenas essas), forem levados à Armindo Maurício lhe dizemos que Velha como Património Mundial e parece comprovar que
assembleia de sócios e posterior- existe na Galiza um jornal com nome JMN não tem qualquer noção nem da importância desse
mente divulgados em público. Se de “Pasquim”, o qual se honra com esse Património, nem do que ele pode trazer a Cabo Verde – o que,
mentalmente incapaz de compre- nome que tem história: numa estátua de resto, já ficara patente quando se recusou tomar medidas
ender as regras transparentes da existente em Roma no século XVI afixa- para obstaculizar construções clandestinas no Berço da
democracia, Armindo Maurício vam-se sátiras contra o Poder cuja auto-
ria é atribuída a Pasquino. Pasquim é
Nação.
pretende desconhecer isto, então
que o seu partido se acautele: o seu isso: é sátira, é denúncia dos abusos do Desgovernado, Neves corre para a Rocha Tarpeia. De
secretário geral assume-se publi- Poder, é indignação contra a exploração disparate em disparate, desbaratando o Orçamento do Estado
camente como não respeitador das do povo feita pela corja dos amesenda- numa propaganda massiva, JMN veste-se de “Sua
leis do País. Bem o sabemos, mas dos no Orçamento do Estado. Excelência” (a mais recente invenção dos seus
são desnecessárias mais demons- Que Armindo Maurício e o PAICV nos desqualificados e desqualificantes marqueteiros) e retira, do
trações. qualifiquem de “pasquim” – temos or-
balaio da sua esgotada política, palavras e mais palavras que
A tacanhez de Armindo Maurício gulho disso. Se Armindo Maurício e o
não se fica por aqui. Pretendendo PAICV se colocam no lugar dos fascistas brasileiros, já não disfarçam o balão cheio de coisa nenhuma que tem
insultar-nos, qualificou nessa conferência de impren- que o reconheçam sem disfarce. O povo lhes rezará o sido esta governação. Ao rebentar, deixa atrás de si um rasto
sa este jornal como “pasquim”. Assim sendo, convém responso. Em 2011. de desemprego (tão massivo como a sua propaganda), de
explicar (ensinar) à sua enorme ignorância, ao seu pobreza e miséria, de dívida pública, de economia a
cabotinismo político, que Já se honra com esse quali- A redação de Já escorregar para o desastre.
No soçobrar do seu consulado, o verbalismo de José Maria
Neves é muito pouco, quase nada. Só não é verbo-de-encher

Anuncie Já
porque sacrifica o País e os cabo-verdianos. O delituoso
desvario de, na ânsia dos votos, acenar com uma barragem no
Salineiro, desrespeitando leis que ele próprio assinou, é o

no jornal de maior
remate de dez anos onde se acumularam verborreias e
ilusionismos. 

tiragem do País Já SEMANÁRIO GRATUITO


Telefone: (00238) 2623817
E-mail: semanarioja@gmail.com
Propriedade: Medi@capital, SA
semanarioja@gmail.com 20 000 exemplares! Administração e Redação: Director: Vlademiro Marçal
Largo Eusébio da Silva Ferreira, Design e Paginação: Medi@capital, SA
Achada de Santo António, Cidade da Praia, Impressão: Grafedisport SA
Aproveite os preços promocionais. Ligue 262 38 17 e reserve o seu espaço Ilha de Santiago, Cabo Verde C.P. 669 Tiragem: 20.000 exemplares
Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010 • 3

na rota dos dias


Golpe policial emperra CMSV
Porto Mosquito já tem água
Venda de
terrenos está
paralisada
A chicana política, com cobertura policial, utilizada

Município contra como braço armado de um partido contra uma Câmara


Municipal que não comunga com as cores do governo de
José Maria Neves, tornou-se, como é público e notório,

demagogia
montanha que pariu um rato. Mas serve para bloquear o
funcionamento da autarquia, enquanto o PAICV vai acu-
sando a Câmara de inoperacionalidade. É o manobrismo
político sem olhar a meios

A paciência do Presidente subs-


tituto da Câmara Municipal
de São Vicente chegou ao fim. Quer

governamental
que o Ministério Público devolva
todos os materiais apreendidos “ na
vergonhosa operação de assalto à
instituição conduzida pela PJ e pelo
Ministério Publico, de onde leva-
ram os livros do Tombo, computa-
dores e outros documentos”. Au-
É a diferença entre o fazer obra e a verborreia incontinente de um governo em plano
gusto Neves queixou-se do fato na
inclinado. O contraste entre servir as necessidades do povo ou alimentar a propaganda com Assembleia Municipal. Mas pensa
o desespero e a arrogância tomar outras medidas se os materi-
ais não forem devolvidos.

S Também uma escola
ua Excelência” já por lá an- que aí aportaram, cinco séculos antes, A CMSV já dirigiu três missivas ao
dara em Agosto do ano pas- Após o descerrar da lápide, comitiva pela ganância vil dos negreiros – “Suas Ministério Público, pedindo a de-
sado. “Sua Excelência” não municipal e jornalistas deslocaram-se
é homem para deixar em branco opor-
Excelências” de uma época de trevas e volução do que apreenderam nos Neves exige que se pare
para Cidade Velha onde se fez entrega ignomínia… serviços camarários durante a busca
tunidade de botar faladura, de apare- da Escola EBI da Rua do Calhau à De- A escola, pequeno e belo edifício ao
com o “clima de
realizada em Abril. Augusto Neves
cer na fotografia. “O povo quer água – legação Escolar. Comovente momen- serviço dos filhos do povo, é mais uma quer que “as autoridades resolvam intimidação e de
pensou ‘Sua Excelência’ –, dê-se-lhe to, quer pelo hino nacional cantado pe- obra da Vereação de Ribeira Grande de suspeição que se está
este assunto com a maior rapidez
uma placa”. E assim foi. O povo de las crianças, quer pela atuação das Ba- Santiago, que contou com a ajuda
Porto Mosquito continuou sem água
possível minimizando os danos que lançar sobre esta
tucadeiras de Fortaleza que contagia- solidária do Ayuntamento da La estão a provocar à Instituição, no-
mas ganhou património: uma placa. ram os presentes, insinuando entre os Colonia de Fuente Palmera, Espanha. meadamente porque a PJ continua
Câmara e se pare de
Esta original forma de fazer política sons da tchabeta e o queixume das É a segunda escola recuperada pela usar o assunto como
constantemente a chamar funcioná-
até se pode aplicar a outras variantes. vozes, velhos murmúrios plasmados autarquia que, nunca tendo recusado
Por exemplo: “O povo tem fome? Dê-
rios para prestar declarações sem arma de arremesso
na patine das paredes com a História colaborar com o governo, deste sem- qualquer justificação”. Neves exige
-se-lhe um estádio”… É a política de do sofrimento ancestral dos escravos pre tem tido a sua absoluta indiferença.
político.”
que se pare com o “clima de intimi-
José Maria Neves no seu “melhor”.
dação e de suspeição que se está nos computadores da sala do Verea-
Só desde 1 de Outubro, o povo de Por-
lançar sobre esta Câmara e se pare dor Benvindo Cruz, que também
to Mosquito, por trabalho sério da Câ-
de usar o assunto como arma de ar- foram levados pela PJ, tal como ou-
mara da Ribeira Grande de Santiago,
remesso político.” tros documentos essenciais ao nor-
tem água. Assinalando o fato, ao lado
E Augusto Neves, mesmo achando mal funcionamento da autarquia.
da placa de “Sua Excelência” foi colo-
que a Procuradoria podia ter usado Na ausência desses instrumentos os
cada outra, em 20 de Outubro, para
outros métodos, afirma que “a serviços camarários estão a fazer
passar mensagem e assinalar a chega-
CMSV tem colaborado na investi- registos e outros averbamentos em
da da água vinda do reservatório de
gação, mas esta situação está ficar livros improvisados. Seis meses já
Achada Forte e proveniente de Águas
insustentável”. passados, a CMSV quer pôr fim a
Verdes, obra da Câmara Municipal …
JMN mente ao povo, Câmara faz obra esta situação que impede o normal
Ou seja, para assinalar a diferença en- Venda de terrenos funcionamento da edilidade.
tre propaganda demagógica e obra sé- paralisada As instalações da CMSV foram cer-
ria e competente.
Desde Abril, os serviços da CMSV cadas pela Polícia de Intervenção no
A placa – a segunda, claro – ficou ali
ligados à venda de terrenos e regis- dia 27 de Abril de 2010, a pretexto
como farpa cravada na garganta fala-
tos estão um caos. Existem mais de de “permitir” uma busca de agentes
ciosa de “Sua Excelência”. E ficou o
duzentos pedidos à espera de aver- da PJ, acompanhados do Pro-
aviso de Manuel Monteiro de Pina,
bamento. Não é possível fazer os curador Regional, com base em de-
presidente da autarquia: “Esperamos
registos das vendas de terrenos en- núncias não comprovadas, feitas pe-
agora que o governo e o INGRH
tre particulares porque o Livro do lo PAICV, de alegados casos de cor-
transfiram para o povo da Ribeira
Tombo está na Procuradoria da Re- rupção e venda ilegal de terrenos. A
Grande de Santiago os caudais de
pública. PJ fez buscas a casa de diversos fun-
Santa Clara e Lapa Katchor”. Per-
A venda de terrenos está paralisada cionários da CMSV e levou com-
cebe-se o aviso, até porque cada vez
desde o mês de Abril também por- putadores e diversos documentos,
que Neves se lembra de água lá sai
Com alegria e confiança a obra nasce que os mapas dos terrenos estavam entre os quais o Livro do Tombo.
seca…
4 • Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010

na rota dos dias


Polícia & Bandido Turbulências na TACV

Protegido do Neves despede


nacionais e chama
ministro soma estrangeiros
e segue foi notificada do despacho de embar-
Continuam os problemas entre a Administração da TACV e
os pilotos da companhia. Na semana passada, mais cinco
co-pilotos da empresa receberam nota, comunicando-lhes
que os seus contratos a prazo não seriam renovados.
Horas depois, a empresa voltava atrás na decisão e dava o
go. Diligência inútil, diga-se, porque dito pelo não dito: anulou a decisão
Justiniano e a mulher continuaram a
edificar, incorrendo num crime de de-
sobediência, punível com um ano de E sta semana, o Comandante João
Cetenaia Lopes – que a TACV
responsabilizou pelo cancelamentos
O mais caricato é que a TACV des-
pediu um comandante e um co-pilo-
to, ao mesmo tempo que impede ou-
prisão, mas que, no caso em concreto,
pode ser agravado com pena de 1 a 4 dos voos internos de 15 de Outubro e tro de gozar férias e anuncia a contra-
anos por se tratar de funcionário. de ser trabalhador problemático - fez tação de 3 pilotos estrangeiros, islan-
A casa, com dimensão de cerca de 150 saber, através de comunicado envia- deses.
metros quadrados, é bom de se ver, do à imprensa, que, “sucessivamente, Estas decisões da Administração de
não tem qualquer projeto aprovado pe- a empresa tem vindo a exigir-lhe a António Neves têm caído mal no seio
la Câmara, nem nunca poderá ter por prestação de trabalho para além dos das chefias e fala-se que o atual dire-
se tratar de apropriação ilegítima. De limites consentidos pelas normas de tor de Operações de Voo, Eduíno
referir que o delegado da Polícia Na- segurança aérea”, violando a lei: Moniz, e também Samuel Makonen
cional (PN), acompanhante da diligên- “um comandante não pode efetuar terão pedido a sua demissão.
cia (num gesto de absoluta cumplici- mais de três períodos de serviço As relações estão azedas entre os
dade delituosa) se recusou a fazer o noturno numa semana, dos quais dois pilotos e a Associação da classe que
que lhe competia: providenciar a de- podem ser consecutivos se forem acusam de nada fazer para defender
tenção de Moreno, apanhado em fla- antecedidos ou precedidos de um dia os seus associados. Tanto mais que
grante delito, e apresentá-lo ao Minis- de folga”. alguns pilotos já solicitaram à Asso-
É um caso chocante de prepotência policial e processos tério Público. O voo que a empresa pretendia que ciação a sua suspensão, comunicando
ínvios de utilização da autoridade do Estado para a prática ele, comandante, realizasse, violava inclusive que vão deixar de pagar as
Governo é cúmplice as referidas normas de segurança, o quotas.
de crimes. Mais chocante ainda, quando estas práticas que foi oportunamente comunicado à Enquanto isso, vai engrossando a
beneficiam da cumplicidade do governo Pese embora a circunstância de o Pre-
sidente da CMP ter dado conhecimen- empresa. Ao não acatar a decisão da fama de mau gestor de António
empresa, João Cetenaia livrou-se de Neves, que reage emocionalmente
J ustiniano Moreno é personagem
bem conhecida dos cabo-verdianos
e pelas piores razões. Ex-Comandante
tiniano ocupa a referida terra, edifican-
do casa e desafiando as autoridades.
to deste caso ao ministro da Adminis-
tração Interna, bem como de um outro
em que o comandante da Polícia da
multa, que pode atingir os 500 mil
escudos, imposta pela Agência da
com os problemas laborais que lhe
vão surgindo, como se a TACV fosse
da esquadra policial dos Mosteiros,
Polícia-bandido desafia Praia deu cobertura a um construtor Aviação Civil. o seu quintal: faz e desfaz e ninguém
autoridade municipal clandestino, o governante não dá ne- A TACV não tem permitido que o lhe diz nada. Nem mesmo o ministro
DjarFogo, tem já um longo rasto de abu-
nhuma resposta, nem, tão-pouco, deter- Comandante goze férias. Em 2006, da tutela, Manuel Inocêncio, que terá
so de autoridade, sem que tenha sido to- No passado dia 3 de Outubro, dando
mina a instauração dos respetivos in- João Cetenaia Lopes já tinha acumu- confidenciado a alguém ter “desistido
mada qualquer medida disciplinar com provimento a um mandado de embar-
quéritos, sabotando a ação fiscalizado- lado 153 dias de férias que vêm tran- da TACV. O Zé Maria (Neves) que
vista a assacar-lhe responsabilidades. go exarado pelo Presidente da Câmara
ra da edilidade praiense. sitando de ano para ano. Recente- resolva”.
Todos estarão lembrados de um dos Municipal da Praia
O ministro torna-se as- mente, pediu para gozar 22 dias de fé- Os passageiros, esses, continuam a
episódios protagonizados por este (CMP), uma força da
sim, por omissão. cúm- rias e recebeu um e.mail da empresa voar numa companhia onde é recusa-
agente policial, nomeadamente a agres- Guarda Municipal des-
plice da bandidagem propondo o gozo de 8 dias, invocan- do férias aos seus pilotos - que se
são ao coordenador do MpD no Conce- locou-se ao local tendo
Estes dois casos não são do que esse gozo de férias “implicaria dizem cansados -, por causa do (mau)
lho de Mosteiros, ocorrida em Janeiro em vista a notificação
únicos. Efetivamente, o cancelamento de vários voos, com humor do Presidente do Conselho de
deste ano, tendo na ocasião defendido do prevaricador. Justi-
vários agentes e respon- prejuízos graves para a empresa”. Administração.
com o maior despudor ter sido a vítima niano Moreno ostenta-
a auto-agredir-se, “esfregando a sua va um boné da Polícia sáveis policiais estão
própria face contra a parede da cela”… e recebeu os agentes envolvidos na constru-
Nomeado diretamente pelo ministro municipais com maus ção clandestina, as mais
Lívio Lopes - natural do Fogo e prote- modos e arrogância, Moreno ostentava um das vezes sob a capa
tor do correligionário -, o comandante recusando identificar- boné da Polícia e protetora do partido
policial goza de absoluta impunidade, -se e ameaçando que recebeu os agentes tambarina. Mais, a atitu-
permitindo-se agora tomar posse ilegí- não se responsabiliza- de de vários agentes po-
tima de propriedade alheia, desta feita va pelas consequên-
municipais com maus liciais, nomeadamente
em Terra Branca, localidade do conce- cias, caso os guardas modos e arrogância, da PN, envolvidos em
lho da Praia, para onde parece querer persistissem na inten- recusando identificar-se atividades delituosas
“transferir-se”, precavendo-se contra ção de fotografar a edi- que vão do roubo à
ficação ilegal.
e ameaçando agressão de cidadãos,
os inevitáveis “acidentes de percurso”
que lhe possam acontecer no próximo Tempos atrás, em outra deslocação ao preocupa os praienses que vivem na in-
ano que ponham fim aos seus abusos. local, as autoridades identificaram a segurança permanente de não saberem
Porque lata não lhe falta e a mão acon- mulher de Moreno, Ana Semedo, que bem o traço fronteiro entre o polícia e o
chegante do “padrinho” lhe protege as na ocasião se apresentou como “pro- bandido… É que este, inúmeras vezes,
manigâncias, há algum tempo que Jus- prietária” da obra e, nessa qualidade, está mesmo onde não era suposto.
Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010 • 5

Não há coincidências… Jovens desabafam

Acesso ao
ensino
superior é
miragem
“Mais oportunidades para os
jovens”, falacioso slogan
publicitário do partido do
governo, confronta-se na
prática – e é isso que conta! –
com a realidade que afasta os
pobres do ensino superior

C abo Verde é país de “desenvolvi-


mento médio” com centenas de
jovens com o 12º ano sem meios para
aceder ao ensino superior, com fracos
recursos e sem conhecer quem possa
intervir a seu favor.
Edmilson Fer-
nandes, 21 anos,
terminou o se-
cundário em
2009 e só este
ano conseguiu
entrar na Uni-
versidade Úni-

Ajuste de contas
ca. Desempre-
gado e órfão de
mãe, Anocha -
como é conhecido - pediu apoio a
familiares e amigos. Anocha tem um
sonho: formar-se em desporto. Mas só
o pai trabalha, o salário é insuficiente
para cobrir as despesas e… para
Dois meses atrás, este jovem foi notícia em Cabo Verde. Espancado e atirado para cima de uma custear os estudos.
Não recebeu ajuda das autoridades,
panela de cachupa por agentes da Polícia Nacional (PN), teve queimaduras graves em grande mas sabe que as instituições de ensino
atribuem bolsas de estudo a alunos ca-
parte do corpo. Na semana passada, as coisas passaram-se de forma diferente… renciados. Todavia, os critérios para tal
não são os melhores. Desabafa: basta

Q uando o jovem (que não quis


revelar o nome) voltava de
uma festa com amigos, já de
madrugada foram surpreendidos pela
festação contra aquilo que consideram
ser atropelo grave a direitos fundamen-
tais consagrados na Constituição, mas
foram detidos pela brigada anti-crime
No caso de Casa Lata, até tiveram o
desplante de abandonar o corpo no
local, depois de lhe retirarem o dinhei-
ro dos bolsos. Sobre esta situação terá
bu conche un alguén la dentu pa bu
processo djobedo de frente e munti al-
guén ki tem condições ta meti papel e
ta dadu bolsa.
patrulha da PN que, mal os viu, da PN sem que nenhuma justificação o ministro Lívio Lopes prestado a Como Edmil-
começou logo a disparar. Foi a deban- fosse apresentada. Cada vez mais, a declaração da sua carreira: “resposta son está Ecinil-
dada geral. Todos tentando escapar à fronteira entre o polícia e o bandido é natural da polícia no combate à delin- de Moreno, 19
polícia e aos tiros. um risco ténue suscetível das maiores quência juvenil.” Nem mais, a fazer anos, que con-
Conta a vítima que tentou correr mas barbaridades, porque vem sendo voz lembrar um qualquer verdugo da polí- cluiu o secun-
não pôde, porque tem problemas numa corrente ter a polícia, de há muito, sido cia colonial… dário em 2010.
tomada pela bandidagem… Não será preciso dizer que, num Concorreu a va-
perna. Foi no meio desta confusão que
ouviu uma voz nas suas costas que lhe
“Os polícias Estado de Direito, com um verdadeiro gas no Brasil,
disse: “Pára porque se não eu mato- Como é possível? arrastaram-me pelo Primeiro Ministro (sem a pálida cari- mas não conse-
te.” O jovem respondeu “Já parei!”. Este episódio - mais um - vem levan- catura de “democrata”), este aprendiz guiu. Está de-
Mas foi tarde, conforme nos relata: tar de novo uma questão já batida. Co- chão como um cão de ministro da Administração Interna sempregada,
“Senti que algo me havia atingido nas mo é possível que, num Estado de Di- teria sido demitido instantes depois, mas quer ser útil: faz trabalho volun-
costas. Caí por uma ribanceira e fiquei reito, a polícia dê tiros a jovens desar- morto. Levaram-me para ir aprender que a morte de um tário na delegação da Câmara da Praia
preso nuns arbustos. Os polícias arras- mados e nada aconteça? É de salientar jovem pela bala assassina de um sim- em Achada Grande Frente, ajudando
taram-me pelo chão como um cão que a PN, só este ano, já matou três jo- para o hospital, ulacro de polícia não tem nada de nat- no jardim infantil.
morto. Levaram-me para o hospital, aí vens, com a agravante de não se co- ural. Oriunda de família carenciada, recla-
operaram-me e agora sou capaz de nhecer nem sequer uma medida de operaram-me e São episódios nada abonatórios do ma propinas mais baixas para que to-
ficar numa cadeira de rodas. Tudo isto prisão preventiva. Este cenário é ainda propalado “desenvolvimento médio” dos os fidju di pobre possam ter acesso
porque fui a uma festa com os meus mais inexplicável se tivermos em con-
agora sou capaz de atribuído a Cabo Verde, que os arautos ao ensino superior. Ciny, como é co-
nhecida, tem 5 irmãos e todos estudam.
amigos e alguém chamou a polícia por
ter visto muitos jovens juntos.”
ta que todos estes desvarios foram
verdadeiros flagrantes, pois passaram-
ficar numa cadeira do governo enfatizam em enfadonhas
incursões televisivas e “textículos” Por isso, os pais não têm condições pa-
No seguimento deste episódio, um
grupo de jovens organizou uma mani-
se na presença de outros agentes da
autoridade.
de rodas” pendurados na imprensa serven-
tuária…
ra pagar as despesas que o curso su-
perior impõe.
6 • Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010

cá se fazem

Tchitcho a rigor

Dulce, Vera e Ivaldo

KF
R equinte à beira-mar
alar do K é falar de qualidade, requinte e bom gosto. Propriedade do casal Francisco Duarte e Ana Azevedo o restaurante
bar pizzaria e esplanada é um dos locais melhor frequentados da capital.
Para melhor se compreender o sucesso do belíssimo empreendimento, façamos uma pausa e debrucemo-nos sobre o casal que
gere o complexo situado em Quebra Canela, a escassos metros do mar.
Francisco Duarte e Ana Azevedo sempre foram pessoas ligadas á restauração: por várias vezes proprietários de locais de
divertimento e lazer, sempre com sucesso e discrição. Foi na Expo98, em Lisboa, com o restaurante As Ilhas, e mais tarde
com a discoteca Convento, também em Lisboa, que conheceram a consagração como empresários de sucesso nesta área.
Têm tido o seu nome ligado aos locais mais badalados no País: tudo o que envolve a simpática dupla de empresários é sinón-
imo de qualidade e eficácia. K não foge à regra: fazem ali valer a sua experiência, proporcionando aos clientes serviço de altís-
sima qualidade e requinte. É restaurante aconchegante, com esplanada extraordinária onde terminar um dia de trabalho con-
templando o pôr-do-sol é uma das maravilhas da Praia.
A clientela é de alto nível, sendo vulgar cruzarem-se grandes figuras públicas, desde políticos a empresários e artistas de
renome.
K é local mais in do País, as noites são maravilhosas, frequentemente com música ao vivo. Este sábado iniciou um
ciclo de festas particulares que se repetem no último sábado de cada mês. Mas… só para convidados.

Eles garantem a qualidade do K Rolando Barber e Etel Mota


Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010 • 7

notícias do jet-set
Carmen Souza,
o mundo a seus pés
I
magine-se o sandjon, do gospel à mazurca, dando
leitor no vida às letras que ela própria escreve.
bairro de Uma evolução surpreendente, iniciada
Harlem, a assistir em 2005, quando Carmen editou Es
ao vivo a um é nha Cabo Verde, que contou com a
concerto de Billie pronta aceitação dos puristas mais
Holiday, a diva indefetíveis da música cabo-verdiana.
do jazz, cantando Uma tempestade incomum, assim
em crioulo, revisitando dessa forma carateriza esta nova e surpreendente
as suas raízes africanas. Assim se combinação o diário britânico The
pode descrever a interpretação que Independent. Ou um excelente
Carmen Souza faz, no seu último alimento para o cérebro, como
álbum, Protegid, um trabalho que também define a prestigiada revista
granjeia as atenções dos melómanos deste meio musical, Jazzthing.
de todo o mundo e levou a que a É um alimento que se devora, se
cantora fosse cabeça de cartaz em entranha no corpo e espírito, nos
vários festivais internacionais, como transporta à verdadeira essência do
foi o caso de Ottawa Jazz, Toronto ser cabo-verdiano, um povo do
Afro Fest, Ulsan World Music Fest, Mundo… e que o Mundo enriqueceu
MusicPort Fest, e, mais recentemente, com um uma plêiade notável de
no Festival de Músicas do Mundo de artistas dos quais Carmen Souza é um
Sines. dos últimos expoentes.
Nascida em Lisboa há 29 anos, a A faixa Afri Ka é homenagem ao
residir há seis anos em Londres, local onde tudo isto começou, mas
Carmen traz novas sonoridades à canções como Dos Eternidade são
música cabo-verdiana, não a condimentadas com as mudanças no
desvirtuando - pelo contrário, ritmo e saboroso humor bem
enriquecendo-a, numa fusão da caraterísticos de um povo que sofre,
saudade com outros tons musicais: do mas mantém o sentido grandioso de
jazz com os tons afro e latinos, do enfrentar o Mundo. Como forma de
swing com a morna e ao batuku/kolá resistência?

Akon vem aí
A estrela ascendente do R&B e Hip Hop americano vai estar dia 30 na
Praia para concerto único. Akon que, desde 2004 - após o lançamento do
single “Locked Up” - se tornou um ícone deste género musical, é de
origem senegalesa e wolof (uma das etnias do país), e tem percorrido os
caminhos de uma fulgurante carreira que o levaram já a ser indicado para
o Grammy Award com o single “Smack That”.
8 • Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010

o que por aí vai


JMN deve 6 prestações à CMP
Estado sabota
Primeiro-ministro Estado
não paga IUP
E esta, hem? José Maria Neves dá maus exemplos, também no pagamento dos seus impostos.
no caso dos apagões
O Diretor Geral do Património do Estado Cabo Verde pode estar
em maus lençóis: é que o Governo já mandou abrir inquérito
para averiguar as suspeitas de sabotagem na Electra, por causa de
À Câmara da Praia deve ele meses de IUP. O cidadão JMN é caloteiro dois graves curtos-circuitos que aconteceram no domingo passado

A
partir do momento em que Fe- em relação ao recente duplex construí- ótica no que toca à cobrança do IUP, e que deixaram a Cidade da Praia quase 24 horas sem energia.
lisberto Vieira foi derrotado do na Praínha e onde mora atualmente. tendo mesmo o Vereador Óscar Santos No dia seguinte, o responsável pela distribuição de energia da
nas autárquicas de 2008 e dei- Em relação à sua casa na ASA, o pri- avançado que são mais de 330 mil con- Electra, António Pina, disse à TCV que a avaria que esteve por trás
xou a Câmara da Praia, o cidadão e pri- meiro-ministro tinha as contas regulari- tos de dívidas que não têm entrado pa- desse apagão foi detetada “debaixo de um pilarete que a Direção
meiro-ministro de Cabo Verde, José zadas até 30 de Setembro de 2009, por- ra os cofres municipais. Geral do Património do Estado mandou fazer para isolar uma zona,
Maria Neves, deixou praticamente de que pagou a prestação em 2008. A par- Nas últimas semanas, a CMP tem feito
chamada zona K”.
pagar o Imposto Único sobre o Patri- tir daí, tem estado na situação de incum- um trabalho pedagógico na cobrança
Apesar de dissipadas as dúvidas, o Governo faz fuga em frente e
mónio (IUP) nos serviços municipais. primento e já deve 4 prestações. O mes- do IUP mas Já sabe que a ação da Di-
mo acontece com a casa da Prainha: reção de Gestão Financeira, Fiscal e insiste na tese da sabotagem. O Governo não diz uma única vírgu-
Segundo Já apurou, José Maria Neves
deve seis prestações do IUP à CMP em Neves deve duas prestações, porque Patrimonial da CMP deverá “endure- la sobre os cortes verificados no mês passado, quando a Electra não
relação a dois prédios urbanos que tem nunca pagou o IUP daquela moradia. cer” nos próximos dias, pois a intenção tinha dinheiro para pagar combustível.
registados em seu nome, só na cidade Recorde-se que, depois de ter assumido é recorrer à cobrança com processo de
da Praia: um apartamento na Achada de a gestão da Câmara Municipal da execução, nos termos da lei, e conse-
Santo António, no conjunto habitacio- Praia, a equipa de Ulisses Correia e Sil- quente penhora de bens, tendo para
va diz ter encontrado uma situação ca- isso mesmo contratado um advogado.

Propaganda
nal da IFH “Comunidades”, e também

& bluff
Duplex da Prainha Apartamento na ASA

Suspeitas na Câmara da Brava


Camilo esconde
bens a alienar e Plano de Atividades para o ano eco-
nómico de 2011. O MpD votou contra.
prazer, dos poucos bens que a Câmara
possui”, diz o líder da bancada ven-
O MpD do Fogo acusa o governo de nada ter feito por
Santa Catarina desta ilha. Muito pelo contrário: tem
Estranhamente, a mesa da AM não toinha, Orlando Burgo. enganado as populações daquele concelho que se
publicou a deliberação que aprovou o Apesar da insistência do MpD, Camilo tornou dos mais pobres em Cabo Verde. Após período
pedido de autorização para alienação Gonçalves não abriu o jogo, o que
de todos os bens da Câmara Municipal consideram “grave e com intenções
de euforia, com a elevação de Santa Catarina a
da Brava, solicitada pelo edil Camilo obscuras”. “Quais as reais motivações concelho, o desânimo e a frustração apoderaram-se dos
Gonçalves, contra a vontade dos de- que levam o Presidente a esconder dos santa-Catarinenses. O Programa de Instalação do
putados ventoinhas. deputados municipais e da população
Diz o MpD que o Presidente da bravense os bens que pretende alienar?
Município foi apenas bluff para enganar as populações e
Câmara, “como quem quer esconder Quando, com que propósitos e a quem obter votos. O desemprego continua elevadíssimo e há
algo”, recusou, pura e simplesmente, pretende alienar os bens?” - perguntas casas onde, durante o dia, nem uma só vez a panela vai
apresentar a relação dos bens que a que ficaram no ar. ao lume. A educação está abandonada e há escolas sem
Câmara Municipal pretende alienar. Enquanto representantes da população
“A nossa bancada entendeu que votar bravense, diz Burgo, “cabe-nos zelar portas e sem janelas. As crianças não têm transporte,
enquanto os Vereadores andam a passear por
A
Assembleia Municipal da favoravelmente a proposta, como foi para que os bens da Câmara, que tam-
Brava esteve reunida na se- apresentada, seria passar um cheque bém são dos munícipes, não sejam futilidades. O governo só se preocupa com propaganda
mana passada para, entre em branco para que o Presidente delapidados por alguns e com obje-
outros assuntos, aprovar o Orçamento pudesse fazer e desfazer-se, a seu belo tivos pouco claros”.
para enganar os mais incautos.
Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010 • 9

sem tirar nem pôr


Resposta dura

MpD põe PAICV


em sentido
Em desespero de causa, o PAICV mandou Armindo Maurício despejar acusações contra a campanha do MpD que tem mostrado aos
cabo-verdianos o total falhanço do governo de José Maria Neves. Maurício procurou lançar suspeitas sobre os ventoinhas. Levou
resposta: o PAICV, através do governo, saca largos milhares do Orçamento de Estado para fazer campanhas

O
MpD convocou a imprensa, escola porque não têm dinheiro para sabilidade”, tão apregoada por José ro dos contribuintes para financiar as informação, de contornos eleitoralis-
na segunda-feira, para refutar pagar os estudos e não conseguem tra- Maria Neves, a fazer o mesmo, já que, propagandas eleitoralistas. tas. “Uma publi-reportagem de 18 mi-
as “infundadas, falsas e com- balho; da pobreza espalhada por todo segundo tem sido noticiado, o partido O PAICV gasta dezenas de milhares nutos, encomendada pelo Governo
pletamente fantasiosas” acusações do o País; do elevado défice habitacional; tambarina há muito que não faz. de contos dos contribuintes em propa- tem um custo de produção e emissão,
PAICV, da passada sexta-feira, 22, em dos ataques perpetuados ao Poder Lo- “O PAICV e o seu governo não têm ganda política na televisão pública, estimado em mais de 500 contos, ex-
torno da origem dos recursos financei- cal e do fraco crescimento da econo- moral para exigir do outro, aquilo que travestida de publi-reportagens e/ou de torquidos de bolsos dos contribuintes”
ros do partido ventoi- mia, com efeitos assus- não exige a si próprio”, argumentou pseudo-documentários. Moreira desa- concluiu o dirigente do MpD.
nha. “A confusão e o tadores no endivida- Moreira, mostrando com números in- fia Maurício a dizer aos cabo-verdia-
desespero reinante na “O PAICV e o seu mento do Estado. desmentíveis que o partido da estrela nos, quanto custa esta intoxicação de
mente do secretário- governo não têm “Não sendo capazes de negra, através do seu governo, apro-
geral do PAICV é de tal moral para exigir do responder aos argu- pria-se de avultados somas de dinhei-
sorte que, diz uma coi- mentos políticos que
sa hoje, para renegar
outro, aquilo que não apresentámos aos ca-
pouco depois”, afirma exige a si próprio”, bo-verdianos, inven-
o secretário geral do argumentou Moreira, tam histórias sem senti-
MpD, José Moreira, do, convencidos que
mostrando com desta forma fazem as
sublinhando que os
serviços de contra-in- números pessoas esquecer os
formação do partido do indesmentíveis que o clamorosos falhanços
governo parecem estar partido da estrela deste governo”, disse o
desorientados. dirigente ventoinha,
Segundo Moreira, a es-
negra, através do seu garantindo que o MpD
tratégia falhada do governo, apropria-se não tem nada a escon-
PAICV visa desviar o de avultados somas de der aos cabo-verdia-
debate das grandes nos, sobretudo, aos mi-
questões nacionais pa-
dinheiro dos litantes e amigos, de
ra assuntos laterais. Na contribuintes para onde provém os seus
ótica do MpD, o financiar as recursos.
PAICV pretende fugir propagandas O MpD pauta-se por
do grave problema do uma política de gestão
desemprego, da violên- eleitoralistas assente na transparên-
cia e insegurança que cia e rigor dos recursos
assolam o País; da injustiça da justiça; postos à sua disposição. Por isso, ga-
da redução dos recursos financeiros e rante Moreira, as suas contas são en-
falta de bolsas de estudo, para os jo- viadas anualmente ao Tribunal de
vens que terminam o 12º Ano; dos mi- Contas, para apreciação. E desafia o Exemplo de um dos muitos outdoors do governo que se vêem por este país fora: quanto custam?
lhares de estudantes que abandonam a PAICV, em nome da “ética de respon-

Ex do Primeiro Ministro tem memória curta


A tambarina responsável pelas Relações Externas do PAICV, Filomena Gonçalves, disse à
imprensa que o MpD estaria a atacar “fortemente e violentamente” as organizações
internacionais

A
ex do Primeiro Ministro esqueceu-se por com- Presidente da Comissão Europeia deslocou-se de
pleto quem desrespeita essas organizações e propósito a Cabo Verde para a cerimónia. A avenida é
Portugal em particular: o Governo do PAICV. das piores iluminadas em África e, curiosamente, é
Lembre-se um pequeno exemplo: a Av. dos atravessada pela central da Electra da Gamboa. Ora,
Combatentes, na cidade da Praia, conhecida também existe um completo desrespeito e silêncio cúmplice
como a marginal da Praia, foi oferta do governo por- dessas organizações para com Portugal e pela figura de
tuguês aos cabo-verdianos. Na altura da inauguração, em Durão Barroso. É assim: os tambarinas têm a memória
2004, o então Primeiro Ministro Durão Barroso e atual curta. Filomena Martins que o diga.
10 • Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010

pela boca entrevista a


Carlos Lopes

Dirigente sindical analisa casos laborais

TACV, CV Telecom e Boa


situação é muito gr
A situação laboral no País, é neste momento, Qual é a sua perceção sobre a situação laboral na
TACV?
de subscrição, porque nem todos tiveram acesso ao docu-
mento em tempo oportuno.
A TACV, do ponto de vista das relações de trabalho está Há muitos anos que a carreira profissional está estagna-
bastante precária. Esta é a percepção do praticamente no ponto de rotura, porque nas negociações da. Fizemos uma posposta à administração, que tem a ver
que têm havido as coisas não estão a evoluir. Discutimos, com a contratação de dois técnicos para trabalhar nesse
Sindicato de Transportes, Telecomunicações, e as coisas não evoluem. Há um conjunto de questões plano, mas a administração rejeitou a proposta e acabou
por resolver, e a administração não tem dado sinais de por criar uma comissão dirigida pelo Presidente do
Hotelaria e Turismo (SITTHUR). Carlos boa vontade para resolver os problemas que afetam os Conselho de Administração. Mas denota-se que essa
profissionais. Destacamos: a reposição do poder de com- comissão foi criada para não funcionar. Há duas questões
Lopes acusa o governo de falta de vontade pra dos trabalhadores, pois a TACV é a única empresa fundamentais a prejudicar o ambiente laboral da TACV:
que, desde 2007, não atualizou os salários no quadro das a reposição do poder de compra e a progressão dos traba-
para resolver várias questões que afetam o decisões saídas do Conselho de Concertação Social. Há lhadores.
um desgaste do poder de compra dos trabalhadores que
mundo laboral. Os casos mais gritantes estão se arrasta desde 2008, o que perfaz uma perda de 6%. Já Quer dizer que a TACV tem apenas os problemas
tivemos vários encontros com a administração, mas a identificados?
focalizados na TACV e na Cabo Verde questão não foi resolvida. Só este ano, notificámos a A situação é muito mais alarmante do que se possa pen-
empresa duas vezes e a TACV não atendeu o pedido. sar. Vejamos a questão da escala da Praia. Desde 1997, no
Telecom, onde o sindicalista diz que a Mas há outras questões: o problema de progressão na acordo com os trabalhadores foi fixado o subsídio de
carreira - os profissionais não vão nem para um lado, turno; a atual administração, em vez de atualizar, teve a
situação laboral está à beira de rotura total. nem para outro. habilidade de a reduzir, de forma unilateral e arbitrária.
Há já algum tempo, cerca de 400 trabalhadores subs- Mesmo com a intervenção da Direcção Geral do
No caso da TACV, Carlos Lopes, diz que é creveram um documento, exigindo a resolução das Trabalho, a empresa insiste em não acatar o que está esta-
questões pendentes da empresa, e a administração não belecido no acordo. Devemos recordar que, no ano pas-
muito mais alarmante do que se pode pensar reagiu. Sabemos que só não houve adesão maior ao ato sado, houve um caso de não observância da lei e o que
Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010 • 11

este problema é transversal e a empresa não tem dado A questão mais profunda tem a ver com os lucros da
mostras de o querer resolver. Esperamos que, com a lei empresa - quando menos pagarem aos trabalhadores, a
aprovada no passado mês de Junho, a empresa seja capaz empresa terá mais lucros para distribuir aos acionistas e
de rever a situação, pois, a partir de agora, Outubro, a lei os administradores da Portugal Telecom terão mais lucros
tem de ser observada. Estamos acompanhar o caso aten- para transferência para a empresa que representam lá em
tamente, pois é nosso dever lutar para que o cenário lab- Portugal. O objetivo, em nosso entender, é restringir os
oral na empresa seja alterada, a bem de todos, porque é o níveis dos benefícios salariais dos trabalhadores em Cabo
País que sai a ganhar - é a imagem de um País que tem Verde para poderem arrecadarem maiores dividendos
dado mostras de equilíbrio e razoabilidade. para a empresa. E há uma outra questão que se coloca
aqui: a atual gestão é feita pela Portugal Telecom – quan-
Tem havido diálogo permanente. Podemos, portan- do, em 1995, a empresa foi privatizada, o contrato de
to, acreditar que os conflitos serão ultrapassados gestão ficou por 20 anos. Os gestores sabem que, even-
dentro em breve… tualmente, não haverá condições para continuar, o tempo
Estamos no domínio do ideal, mas não creio que a situa- está a esgotar-se e estão a tentar contribuir com a posição
ção da TACV seja resolvida de forma tão fácil. Demos injustificada de provocar danos à imagem da empresa no
conhecimento ao ministro de Estado, Transportes e curto tempo que eles têm para a gerir.
Telecomunicações e à ministra do Trabalho sobre a situa-
Boavista: situação preocupante


ção laboral da TACV que, em nosso entender, está à beira
da rotura. Como sempre, não responderam e quando,
assim é, a situação complica-se porque a falta de diálogo Em termos concretos: como é que considera a situ-
A TACV é a única empresa que, é algo grave. A administração da TACV vem estribando- ação laboral no País?
se no fato de que a empresa está fragmentada, havendo Não podemos dissertar sobre questões que não conhece-
desde 2007, não atualizou os várias associações e vários interesses instalados. Já fize- mos. O SITTHUR tem preocupações globais, mas temos
mos uma proposta para uma plataforma de entendimento acompanhado situações a nível setorial e, neste particular,
salários no quadro das decisões estamos em condições de dizer que o cenário é bastante
como forma de ultrapassar essa aparente divergência e
saídas do Conselho de Concertação realizámos reuniões sobre esta matéria. Vamos avançar negativo. Eu não entendo a ausência da Inspeção Geral
no sentido de resolver as questões que afetam os trabalha- do Trabalho em todas as ilhas.
Social. Há um desgaste do poder de dores. Esse organismo só está no Mindelo, Sal e Praia. Per-
compra dos trabalhadores que se gunta-se por que não, por exemplo, na Boavista. Nessa
As arbitrariedades na CV Telecom ilha verifica-se uma dinâmica laboral a nível portuário,
arrasta desde 2008, o que perfaz aeroportuário, hotelaria e construção civil. O que se vive
A situação na Cabo Verde Telecom parece similar… ali é uma autêntica violação dos direitos laborais e, neste
uma perda de 6% A situação aí também é complexa porque não há vontade particular, o governo tem culpa, pois é seu dever criar
da administração em resolver as questões. Terminada a condições para garantir a inspeção: os prevaricadores

avista:
greve de Setembro, o que nos resta agora é partir para estão a monte e, num Estado de Direito Democrático, o
uma nova greve, porque a situação é insustentável. governo devia cuidar dessas coisas porque todos nós
Tomámos uma posição e a Cabo Verde Telecom vem podemos ser vítimas, direta ou indiretamente. Os mais
manipulando os dados que nós apresentamos. A nossa desprotegidos é que pagam a fatura maior.
posição é bastante flexível: propusemos um amento
salarial de 3% e a empresa, de forma unilateral, decide
por 2,5 %. O que separa a proposta da Cabo Verde

rave
Telecom da nossa é de apenas 0,5%, e não entendemos
essa resistência. Nós entendemos que, nessas questões
contratuais, há que haver diálogo de parte a parte, e
ninguém pode estar acima de qualquer acordo ou lei. A
Cabo Verde Telecom tem o entendimento de que as
coisas devem ser à maneira da Cabo Verde Telecom. De
modo que temos agora de partir para uma nova greve.
Esta questão salarial e a da carreira profissional é o que
move a greve. Por exemplo, a carreira profissional, medi-
aconteceu é que houve execução, o congelamento de con- da unilateral tomada pela administração, viola a con-
tas bancárias da empresa. Neste contexto, esperamos que venção coletiva do trabalho celebrada entre a empresa e
a empresa não esteja disposta a enfrentar problemas do o SITTHUR em 2002: nesta convenção existem três
género no futuro. modalidades de evolução profissional dos trabalhadores e
a Cabo Verde Telecom viola o acordo.
TACV: situação mais grave do que Nesse contrato coletivo, a primeira modalidade é a pro-
se possa pensar moção, progressão e reclassificação. A questão que se
coloca é a nível das progressões. A Administração elabo-
Identificados os problemas, a empresa tem os dados ra agora um regulamento a alterar as condições de avali-
para os resolver, caso tenha boa vontade? ação, e isto é ilegal.
Os problemas da TACV são muito mais do que aquilo A Cabo Verde Telecom não está a colaborar de forma
que se possa pensar. A situação é caótica e não sabemos nenhuma. Quando tomaram essa medida, no ano passa-
onde a situação pode ir parar. do, nós impugnámos automaticamente A partir do
Por exemplo: temos o caso dos operadores de rampa da momento em que os trabalhadores fazem a impugnação,
Praia, que são exigidos para executar essa tarefa e são administração não pode implementá-la, porque o Código
pagos como bagageiros, o que e é uma tremenda Laboral diz que as alterações só produzem efeitos se os
injustiça. Os profissionais da Boavista passaram a traba- trabalhadores não as contestarem. Portanto, a greve é a
lhar num cenário de aeroporto internacional, as exigên- solução - vai acontecer nos dias 2 e 3 de Novembro. A Cabo Verde Telecom tem o entendimento
cias aumentaram, e as condições de trabalho acabaram Há várias questões que se colocam aqui. Primeiro, a
por degradar-se. questão do orgulho dos administradores – mas, na gestão, de que as coisas devem ser à maneira da
Mas ainda há outros casos gritantes como, por exemplo, o problema do orgulho não pode estar acima dos interess-
os contratos a prazo. A empresa tem um número signi- es de todos. Se a medida viola os direitos tem de ser alte-
Cabo Verde Telecom, de modo que temos
ficativo de contratos a prazo a todos os níveis, desde rada. agora de partir para uma nova greve
comandantes, a pessoal da cabine, bagageiros – enfim, Há outra questão que tem a ver com salários e carreiras.
12 • Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010

isto vimos
Censura amarela cala dissonâncias

PAICV reforça
controlo da Rádio Nacional
Chovem protestos em Mindelo contra o que se afigura ser ato censório, silenciando
um programa que teve nove meses de existência, produzido no Barlavento, que
escapava ao controlo do PAICV

A
Rádio Nacional (RCV) pôs grama fez ao longo da sua existência, Já sabe que o silenciamento de Pala-
fim ao programa Palavras a partir de um formato onde tínhamos vras Cruzadas provocou onda de in-
Cruzadas, substituindo-o um grupo de comentadores resi- dignação, chovendo declarações de
pelo Direto ao Ponto. Retirando da dentes”. E cita alguns temas aborda- solidariedade a Eduíno Santos.
grelha este programa de autor dos: “A existência de Deus”, com
(Eduíno Santos) produzido em S. representantes das confissões reli- Eduíno realça a
Vicente, a direção da Rádio praticou giosas; “A Prostituição Infantil”, com participação do público,
ato que, em Mindelo, é tido como sociólogos e psicólogos; “Os gangs”,
censura que atinge o Barlavento, com representações das associações que ocupava cerca de
mais que arredado da antena na- juvenis e da Policia; “A aprovação da 60% do tempo do
cional. Centrada em Santiago (Praia), Constituição da República”, com rep- programa e arrasa o
a RCV marginaliza, uma vez mais, a resentantes dos partidos políticos;
etc.
argumento de que os
ilha do Porto Grande.
Reagindo, Eduíno acusa a direção da Eduíno realça a participação do comentadores residentes
Rádio de desrespeitar a verdade público, cerca de 60 % do tempo do do Palavra Cruzadas eram
quando inventa razões para o silenci- programa e arrasa o argumento de representantes dos
amento de Palavras Cruzadas. que os comentadores residentes do
Escreve Eduíno em carta à direção da Palavra Cruzadas eram represen- partidos com assento
RCV, datada de 21 de Outubro: tantes dos partidos com assento par- parlamentar. E pergunta:
“Falta à verdade quando diz que a lamentar. E pergunta: “Aponta esse “O senhor acha que os
ideia inicial de se atribuir a Mindelo pecado aos cidadãos Américo Silva e
esse espaço de antena foi no sentido Graciano Santos, que nunca escon-
simpatizantes dos partidos
de se produzir um verdadeiro debate deram a sua simpatia e até filiação políticos só podem ter
sobre as questões nacionais com uma partidária? O senhor acha que os sim- direito a opinião na rádio
visão a partir do norte do País, levan- patizantes dos partidos políticos só
podem ter direito a opinião na rádio
pública se estiverem
do para o palco da Rádio convidados
de vários extratos e segmentos da pública se estiverem mandatados mandatados pelos seus
sociedade. Porque foi isso que o pro- pelos seus partidos?” partidos?”

Caso CMSV

Defesa pede nulidade


A viatura apreendida
D epois do Presidente substituto
da Câmara Municipal de São
Vicente ter pedido a devolução dos
nulidade da apreensão. A defesa
também quer uma intervenção mais
célere do Juiz no processo, “porque
ipal, a defesa já enviou um requeri-
mento ao Juiz pedindo a anulação
porque, no seu entender, “não exis-
próprios, venda da viatura antiga e
empréstimo bancário. Portanto, an-
tes do alegado ato ilícito que é atri-
A defesa diz que "o materiais apreendidos no mês de não intervindo no processo dá es- tem motivos para a aplicação da lei buído ao secretário municipal.”
Ministério Público está a Abril, no âmbito do processo de paço para o Ministério Publico con- em que o MP sustenta a apreensão, Perante este fato, a defesa diz que
venda de terrenos, o Ministério Pú- tinuar a agir como se não houvesse porque a viatura apreendida, uma “o Ministério Público está a agir de
agir de má fé no caso da blico ordenou a apreensão da viatu- nada”. Refere-se ao fato de o juiz Isuzu D-Max, foi adquirida antes má fé. Para mais quando sabe que
CMSV. Tanto mais que ra do Secretário Municipal. Isto ainda não ter decido sobre o requer- do ato da venda de um terreno que não vão conseguir imputar ao se-
porque o Procurador Regional con- imento, que fez antes das férias o Procurador considera ser daí que cretário municipal os crimes de cor-
sabe que não vai siderou que esse bem foi adquirido judiciais, pedindo a anulação da veio o dinheiro para a compra da rupção passiva e branqueamento de
conseguir imputar ao com dinheiro proveniente dos cri- apreensão dos bens de Cláudia viatura.” capital”. Trata-se da acusação im-
Secretário Municipal os mes de corrupção e branqueamento Salomão, uma vez que o juiz não No processo, Avenino Lopes é acu- putada à arguida Cláudia Salomão,
de capitais, dos quais é acusado no deu provimento à acusação de cor- sado de ter comprado um terreno na que o Juiz considerou improcedente
crimes de corrupção processo. rupção passiva e lavagem de capi- CMSV em 2007 e de o ter vendido mas que o Procurador continua a
passiva e O advogado João do Rosário, que tais sustentada pelo Ministério em 2010. Só que, de acordo com a agir como se o Juiz não tivesse tido
defende o Secretário Municipal da Público, “quando o prazo era de defesa e dos documentos que envi- nenhuma intervenção no processo
branqueamento de CMSV, discordou da interpretação cinco dias”. Em relação à apreen- ou na contestação, “a viatura foi ao considerar que não havia crime
capital” do Procurador e já pediu ao Juiz a são da viatura do secretário munic- comprada em 2008, com recursos de corrupção e lavagem de capitais.
Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010 • 13

Governo não pediu parecer ao IIPC É a grande bronca


provocada pelo
eleitoralismo de José
Maria Neves: o
governo “esqueceu-se”
de que Cidade Velha é
Património da

Barragem de Salineiro
Humanidade e que a
Zona Tampão tal
como o sítio Histórico
não podem ser

ameaça beliscados, sem


parecer prévio,
vinculativo, do IIPC.
Nem a UNESCO José
Maria Neves respeita

Património
da Humanidade

A
construção da barragem de tar-lhe um parecer técnico sobre a cons- tinha alertado o governo de JMN, para ção desta infra-estrutura, tomando-se Património Mundial (governo e Câ-
Salineiro, no Município da trução”, disse Lima, alertando o gover- o risco de as obras da barragem ocupa- os necessários cuidados. De acordo mara Municipal)”, defende Manuel de
Ribeira Grande de Santia- no para o risco acrescido de retirada do rem a zona tampão da Cidade Velha. com Manuel de Pina, a 300 metros das Pina que lamenta a forma eleitoralista e
go, vai ocupar parte da zona tampão do estatuto, caso as obras avancem. duas orlas basálticas, nas localidades unilateral, como o governo geriu o dos-
sítio histórico da Cidade Velha, Patri-
Simulacros das grandes de Calabaceira e Salineiro, é proibido siê sobre a barragem – uma vez mais a
mónio Mundial da UNESCO”. Quem
IIPC não conhece o dossiê obras em tempo de eleições este tipo de construção, ao abrigo das arrogância, o desprezo pelo Poder
o diz é o presidente do Instituto de In- da Barragem de Salineiro Quem já manifestou a sua apreensão regras que regulam a zona tampão dos Local e pelas instituições, a auto-su-
vestigação e Património Cultural Neste momento, e porque o IIPC não face ao lançamento da primeira pedra sítios históricos. Assim, defende o edil, ficiência, a sobreporem-se aos interes-
(IIPC), Humberto Lima, para quem a conhece o dossiê da barragem, já soli- de construção das obras da barragem esses espaços podem ter sido utiliza- ses reais do País e dos cabo-verdianos.
decisão do Governo pode ser ameaça- citou ao Ministério de Ambiente, Agri- de Salineiro é o edil da Ribeira Grande dos para a prática de agricultura sem À semelhança do IIPC, a CMRGS
dora para o estatuto que o Sítio detém cultura e Recursos Marinhos todo o de Santiago, Manuel de Pina, cujo Mu- que o governo viole as normas de pre- também não foi ouvida em todo o pro-
neste momento. projeto a fim de analisá-lo, antes de re- nicípio sequer foi chamado a pronun- servação daquela localidade, enquanto cesso e por isso desconhece o projeto
Por incrível que pareça, o IIPC sequer metê-lo à UNESCO, para as devidas ciar-se sobre o projeto das obras. zona limítrofe do Património da Hu- de construção da barragem do Salinei-
tem conhecimento do dossiê de cons- recomendações técnicas. Humberto “Nós fomos os primeiros a defender a manidade. ro. “Tudo foi feito à margem das auto-
trução daquela obra. “Pessoalmente, Lima, que está à frente do IIPC há pou- construção desta barragem, por três or- ridades com competência na gestão do
não temos conhecimento de nenhum co mais de três meses, estava conven- dens de razão: em primeiro lugar, por-
Governo ignora a Comissão Sítio Histórico. Só para ter a ideia de
estudo relativo aos impactos da barra- cido, a avaliar pelas suas declarações, que a infra-estrutura garante a proteção de Gestão do sítio histórico quão eleitoralista se reveste este proje-
gem na vida ambiental e socioeconó- que a obra pertencia ao Ministério das do sítio histórico de inundações, uma “Na nossa perspetiva e em nome da éti- to, a Câmara Municipal sequer foi con-
mica dos munícipes, quanto mais não Infra-estruturas e Transportes. Porém, vez que o local encontra-se abaixo da ca da Boa Governação, tanto apregoada vidada para o ato de lançamento da
seja do sítio histórico, já que não fo- só mais tarde soube que, afinal, a cons- linha de água da Baía da Cidade Velha. pelo Executivo de JMN, o projeto da primeira pedra”, conclui o edil, duvi-
mos chamados a pronunciar-nos sobre trução é da inteira responsabilidade do Aliás, a nossa constatação é confirma- barragem de Salineiro devia ser socia- dando que a barragem venha respon-
a construção dessa infra-estrutura”, Ministério de Agricultura. “Tudo isto da sempre que chove e que o sítio fica lizado e aprovado pelo Comité de Ges- der as reais necessidades das popula-
afirma Humberto Lima, que confessa denota a ausência de articulação entre alagado; em segundo lugar, porque tão do Sítio Histórico da Cidade Velha, ções do município.
ter tomado conhecimento dessa obra o governo e as autoridades competen- queremos qualidade ambiental no nos-
há duas semanas, aquando do lança- tes nesta matéria, mas sobretudo a so Património da Humanidade. Por is-
mento da primeira pedra pelo Primeiro pressa do Executivo de JMN em simu- so, esta barragem poderia servir de
Ministro, José Maria Neves. lar grandes obras, em épocas de elei- ponte que ligaria duas localidades, Ca-
De acordo com o responsável do IIPC, ções, colocando em perigo as conquis- labaceira e Salineiro, circundando a ci-
uma das entidades gestoras do Sítio da tas do País, como é o caso da Cidade dade com um anel rodoviário, que di-
Cidade Velha, Património Mundial, o Velha Património da Humanidade”, minuiria o tráfico de automóveis, so-
organismo que dirige terá agora de es- observa um especialista, lembrando bretudo das viaturas pesadas no Sítio
tudar o dossiê para depois enviá-lo à que cidades de países como a Alema- Histórico, transformando-o numa zona
UNESCO para emitir um parecer técni- nha e a Holanda perderam o estatuto de pedonal atrativa para o desenvolvi-
co. “Face a esta gravidade e ao perigo Património da Humanidade, em virtu- mento do turismo”, defende Manuel
que a construção da barragem de Sali- de da violação das normas que regulam de Pina, sublinhando que esta é mais
neiro pode representar para o País, nu- os sítios históricos da humanidade. uma manobra eleitoralista do governo
ma eventual desclassificação como Pa- Segundo Humberto Lima, também o de José Maria Neves, para ludibriar os
trimónio Mundial, por parte da UNES- ex-presidente do IIPC, Carlos Carva- ribeira-grandenses e o País.
CO, vamos estudar, cuidadosamente, o lho, um dos grandes promotores da Finalmente, o autarca aponta o desen-
dossiê e enviá-lo depois para aquele or- conquista do estatuto da Cidade Velha volvimento da agricultura como uma
ganismo das Nações Unidas, a solici- como Património da Humanidade, já das razões que concorrem para edifica-
14 • Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010

Arriba, España Espanha tem, desde a passada semana, a maior casa

coisas do mundo de alterne da Europa: Clube Paradise fica em La Jonquera, na província de


Girona, tem 2700 metros quadrados e 80 quartos onde trabalham 160
mulheres. Por 30 minutos de serviço, o cliente paga uma média de 60 euros
(pouco mais de 6 contos CV), podendo também usar uma suite, que custa
300 euros (33 contos CV). O Governo da Catalunha tinha-se oposto à
modernice, mas o Tribunal Superior de Justiça obrigou à concessão da licença.

Remodelação Faltam quatro dias


em Espanha
Dilma
ganha
Zapatero em o Planalto
plano inclinado
Ao mesmo tempo que o Governo socialista - recauchutado ou não - e o seu
presidente revela os piores índices de popularidade, emergem em cena os novos
atores da era pós-Zapatero, enquanto a Espanha cose no lume do desemprego e
da crise económica

A
crise, só por si, não justifica a tos consecutivos, Zapatero é um dos Caídos em desgraça
quebra vertiginosa de popula- mais desacreditados políticos espa- María Teresa cedeu lugar a Rubalcaba
ridade do Governo de José nhóis, talvez porque a sua meteórica sob um ambiente de constrangimento
Luis Rodríguez Zapatero. E de tal for- ascensão no partido criou um grau de e frustração, ela que era a número dois
ma é o colapso da sua imagem que, expetativa demasiado elevado. até ao passado ano, vista como suces-
quando menos se esperava, remodelou sora natural de Zapatero no Governo e
o executivo com a particularidade de Venha o próximo no partido. Trinidad Jiminez, até agora Os dados estão lançados: em 15 dias, Dilma ganhou larga vantagem
chamar a número dois uma velha figu- A era pós-Zapatero já se anuncia. Na ministra da Saúde, sucedeu a Morati-
ra do Partido Socialista Obrero Espa- sobre Serra nas sondagens que vieram a público e quase não deixam
sua estreia como número dois e porta- nos. A pasta da Saúde foi preenchida dúvidas – dentro de quatro dias, Dilma Roussef é eleita sucessora de
ñol (PSOE), Alfredo Pérez Rubalcaba, voz do executivo, Pé- pela estrela ascen-
que foi membro dos governos de Feli- Lula da Silva no Palácio do Planalto, em Brasília. É a primeira mulher
rez Rubalcaba, mar- dente do PSOE, Lei-
pe Gonzalez e era, antes da remodela- Desde que chegou à Presidente da República do Brasil
cou o mote, numa al- re Pajín. No Ambi-
ção, ministro do Interior, funções que tura em que o Partido liderança do PSOE, há dez ente e no Trabalho –

O
que fez descolar Dilma do toral, tinham tentado colar-se a Lula,
agora acumula com a vice-presidência. Popular (PP) regista uma das mais con-
anos, este é o pior candidato tucano? Antes do passaram a atacar o Presidente ces-
Rubalcaba, segundo os analistas, pro- uma crescente subida testadas pastas do mais, um conjunto de erros sante. Isso aconteceu a par de um am-
jeta-se neste recauchutado executivo nas sondagens: "Po- momento da vida política Governo socialista – crassos cometidos pelo estado-maior plo movimento de intelectuais, artistas,
na linha sucessória de Zapatero – um
presidente do Governo contestado nas
demos pensar que de Zapatero. E mesmo também houve me- do ex-governador do Estado de S. professores, mulheres, que se desdo-
Espanha é um barco xidas. E os novos Paulo. O maior terá sido o ataque ao braram em abaixo-assinados, blogs e
ruas, mas também no aparelho partidá- e que estamos numa
com a remodelação não ministérios apresen- baixo clero que, nas vastas regiões diverso tipo de comunicação eletróni-
rio. E tudo indica que o secretário-ge- tempestade. Há co- se vislumbra a inversão da tados, no início do onde prepondera a máxima pobreza, se ca no apoio militante a Dilma. A pró-
ral do PSOE, a não ser que a “sorte” mandante e há tripu- mandato, como as
sua galopante identifica com as camadas mais mí- pria grande comunicação social, antes
mude, não se recandidatará às legisla- lação. Em baixo, nos grandes inovações seras da população e, portanto, pende claramente favorável a Serra, começou
tivas de 2011. Depois, de dois manda- camarotes, existe um impopularidade do Governo Zapate- para o lado pêtista. À boa maneira dos a perder o fôlego e a distanciar-se do
conjunto de senhores ro – o da Habitação antigos coronéis, re- candidato tucano.
que desfrutam da viagem estendidos e o da Igualdade – foram suprimidos, tratados nos roman- O empenhamento Finalmente, o fenó-
na cama. Os de cima somos nós, o Go- passando agora a secretarias de Estado. ces de Jorge Amado, de Lula arrastou meno Marina tam-
verno; os de baixo são os do PP." O Sinal da crise – e de políticas desastro- Serra lançou os seus bém reverteu em fa-
novo vice-Primeiro Ministro registou sas -, a Espanha regista elevada taxa jagunços contra os para a candidata vor da candidata.
a sua entrada em cena logo após ter to- de desemprego (20 por cento) e padres do povo. E o plano aval Depois de um na-
mado posse perante o Rei, com outros debate-se com um dos mais impopu- perdeu. moro Marina-Serra
membros do Governo. lares pacotes de austeridade no con-
do seu prestígio nos primeiros dias
Segundo erro: o ter
Depois de vários desmentidos, Zapate- texto da União Europeia (EU). Desde jogado na vitimização, encenando desta segunda volta, os verdes frag-
ro concretizou finalmente a quarta re- que chegou à liderança do PSOE, há mesmo ter sido alvo de uma agressão. mentaram-se: dirigentes deste partido
modelação do seu Governo, de onde dez anos, este é o pior momento da Os eleitores não gostaram da mistifi- rebelaram-se e impuseram a sua
surpreendentemente saíram dois dos vida política de Zapatero. E mesmo cação e o feitiço virou-se contra o feiti- decisão de apoiar Dilma. Um abaixo-
seus mais fiéis seguidores, que o com a remodelação não se vislumbra a ceiro. Serra perdeu. -assinado dos ambientalistas cortou
acompanhavam desde o início da ful- inversão da sua galopante impopulari- Outros elementos vieram em socorro cerce as veleidades de trazer para Serra
gurante carreira política: a vice-Pri- dade. Uma sondagem recente indicava de Dilma, que chegou a ver perigar a o voto verde e Marina foi forçada a
meira Ministra, María Teresa de la Ve- que mais de 57 porcento dos inquiri- vantagem da primeira volta das declarar neutralidade.
ja e o ministro dos Negócios Estran- dos não se reviam nesta mexida, sendo eleições presidenciais. O empenha- Em suma e em jeito de lição dos fatos:
geiros, Miguel Moratinos. Este último, que só 32 por cento manifestaram o mento de Lula arrastou para a candida- José Serra veio mostrar que um can-
aliás, ao ser apanhado de surpresa não seu acordo. O Governo está em plano ta o plano aval do seu prestígio, didato que perde a iniciativa e passa à
conseguiu suster as lágrimas na sessão inclinado e o PSOE prepara-se para a enquanto (de cabeça perdida) Serra e defensiva, condena-se a perder lucidez
Rubalcaba: O senhor que se segue
plenária do Parlamento. implosão eleitoral… os seus que, na primeira ronda elei- e sair derrotado.
Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010 • 15

polichinelo
!?!
À imagem de Filu !!
J osé Maria Neves atirou a primeira pedra ao
futuro Estádio Nacional, na Achada de São
kasu-bodi
Filipe. Em tom comicieiro, “Sua Excelência”
(para utilizar as palavras da propaganda oficial
governo/PAICV) puxou os galões da verve cada
vez mais à imagem e semelhança do seu consel- Promessómetro
heiro Filu – sacou da hipérbole e lá vai disto. De
um momento para o outro, entre guinchos e empo-
lamentos do orador, o Estádio, ainda virtual, virou JMN sobre o MCC:
“estadão” – irá, ficou prometido à fé de Neves,
receber as “grandes competições internacionais”
“Fechámos esta porta
(os Jogos Olímpicos? o Mundial de futebol?). do primeiro compacto,
Lotação da coisa: 10 000 espetadores. Alguém para abrir novas portas
será capaz de explicar a “Sua Excelência” que o
mais pequeno dos estádios que recebeu o Mundial para o segundo
da África do Sul (o Estádio Mbombela, em compacto e para
Nelspruit) tem capacidade para 43.589 espeta-
continuarmos esta
dores? E alguém será capaz de aconselhar “Sua
Excelência” a ter juízo? Ou, ave-maria!, pelo parceria com os Estados
Morte aos cartoons! menos a fazer um esforço para o ter? Unidos da América.”

U m “cartoon do Moisés”, satirizando a em-


baixadora de Portugal, provocou a fúria de Daniel Yohannes,
Filomena Martins, deputada PAICV e ex-minis-
tra de José Maria Neves. E eis senão quando,
Atenção às contas Já agora, responsável pelo MCC:
“Embora Cabo Verde
caso nunca visto, a cuja deu conferência de Ouvindo Armindo Maurício em con-
tenha sido considerado
imprensa para atacar um cartoon e um carto-
onista. Nunca visto? Polichinelo lembrou-se que
ferência de Imprensa a despejar números
sobre o preço de outdoors em Cabo Armindinho… elegível para um
Verde, Polichinelo ficou de queixo caído:
não é bem verdade. Lembrou-se que um célebre O desnorte do Armindo,
onde é que o indivíduo foi buscar esses segundo compacto, a
cartoon sobre Maomé e o terrorismo provocou números, que tão exagerados são? Voz assustado e de cabeça perdida
as iras dos ayatolah e de Bin Laden, que rogaram amiga sussurrou a Polichinelo que, se com a campanha do MpD, escolha será feita com
pragas, tiros e bombas contra o cartoonismo. É calhar, esses são os preços que o PAICV e o governo tem empurrado o coitado para base em indicadores
preciso não desesperar as hostes de Neves, sob estão habituados a pagar, o que pode significar que abusos perturbadores da
alguém se está a aboletar com a diferença e a abusar razão. Sabe-se que o sujeito é conhecidos. O conselho
pena de ainda vermos Filomena Martins de
burkha, Graça Guimarães com as barbas do pro- dos cofres tambarinas. De qualquer maneira, a acredi- propenso a libações. Mas irá reunir-se para
tar na boa fé do perturbado Maurício, Polichinelo quando o pânico aperta, perde
feta e “Sua Excelência”... Que Moisés se acau-
ficou com uma boa referência para começar a fazer de todo a medida e estraga a
analisar os indicadores
tele, não vá Filomena aparecer-lhe com bombas
contas sobre as campanhas de outdoors do governo e memória, levando a abrir e as realizações
amarradas à cintura. do PAICV. brechas na linha de defesa. conseguidas pelos países
É que, falando das velhas
dificuldades do adversário, até agora.”
Maurício trouxe à lembrança

boka bedjo de Polichinelo famosas e não


menores dificuldades
financeiras do PAICV, apenas
branqueadas porque
conhecido empresário do Sal
foi ao banco credor pagar do
seu próprio bolso a voz di povo
“amarelecida” conta calada e
safar a companhia. Chegou
aos ouvidos de Polichinelo
que o “benemérito” teve a
• A ocasião faz o
contrapartida de ser depois ladrão… e de JMN um
candidato a autarca. Já agora: aldrabão.
Polichinelo pergunta se foi
por esse empresário ter ficado,
por isso, com os bolsos • Olhos que não vêem,
vazios, que o Governo coração que não sente.
PAICV, condoído, o
compensou com saborosos
Mas aturar Neves não
negócios em Santiago e na se faz à gente.
ilha do Maio. Vá lá, Armindo
Maurício, explique essas • Com JMN e bolos se
coisas aos jornalistas e aos
cabo-verdianos. enganam os tolos.

AVISO À NAVEGAÇÃO: polichinelo é sátira e xuxadera. Aqui não se respeita ninguém: são ditas as coisas sem recato. É o reino da má-
-língua, pura e dura. A quem tenha temores e pudores, um conselho: não leia. Quem goste de rumores e tenha bons humores, leia, leia!
16 • Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010

em jogo
China oferece Estádio Nacional Rescaldo da deslocação de Eusébio e Benfica

Neves tropeça
nos disparates
A primeira pedra para a
construção do Estádio
Nacional foi lançada no RI Sport promete mais
dia 21, na localidade de
Monte Vaca, ilha de
Santiago, entre discursos
e Príncipe indigna-se
inflamados e promessas
mirabolantes com A Semana
O
Ministro da Educação e ações e às comunidades. Vale a pena reconhecer que não existe uma políti-
Desporto, Octávio Tavares,
decidiu destacar a posição
investir no capital humano", lembrou-
se de dizer.
ca do governo para o Desporto. E
mais assustados ficaram ainda quan-
A pesar dos constrangimentos veri-
ficados com a realização do
torneio Futsal que contou com a pre-
Príncipe Macedo. O jornal acusa o
melhor jogador português de todos os
tempos de ser “malcriado” e “mal
de liderança que Cabo Verde ocupa Por sua vez, José Maria Neves enalte- do ouviram José Maria Neves, com sença do Benfica de Portugal, a RI agradecido”.
no grupo de qualificação para o CAN ceu o projeto e prometeu competições gestos descontrolados, dizer que, Sport diz não estar arrependida de ter À nossa reportagem, Príncipe Macedo
2012 e disse que o País vai à fase final internacionais no Estádio, esquecen- quando assumiu o poder, a região de realizado o evento. Entre o apagão e a mostrou-se indignado e afirma que a
da competição. Lembrou-se dos do por completo que tal não é possív- Santiago Sul nem sequer tinha falta de apoios à iniciativa, Maria Ta- conversa entre o jornalista daquele
sucessos obtidos no Afrobasket 2007, el, por se tratar de um estádio com campeonato regional de futebol. Ou vares garante que os objetivos foram semanário e Eusébio passou-se na sua
na taça Challange em Andebol e nos capacidade para 10 mil espetadores. seja, antes de 2001, não houve atingidos. Só que não estava á espera presença e de modo nenhum o ex-jo-
desportos náuticos, para daí concluir Os agentes desportivos em Cabo campeões na Praia, palavras do de alguns constrangimentos: algumas gador foi deselegante. Antes pelo con-
que vale a pena investir no desporto. Verde e particularmente na ilha de Primeiro Ministro, fazendo uma vez promessas de patrocínios esfumaram- trário, até ficou à espera no dia se-
"Vale a pena afetar recursos aos Santiago ficaram boquiabertos com mais prova de que aquilo que diz não se. Sobre o apoio do governo, Tavares guinte, ao meio-dia, no hotel Trópico,
Municípios, às federações, às associ- tais discursos, pois são unânimes em é para levar a sério. prefere nem comentar e é parco em para dar a entrevista ao jornalista, que
palavras: “acho que não vou responder não compareceu.
à questão, mas eles já sabem quem “O radar é um espaço de fala-barato e
Supertaça Mundinho pode ser adiada apoiou. Aqui quem não apoia atrapa-
lha, e então se não querem apoiar não
mal dizer. Gostam de entrar na vida
alheia gratuitamente”, avança Macedo.
atrapalhem. Não apoiar e atrapalhar é “Eusébio veio cá a meu convite e não
triste”. admito que tratem mal o meu hóspe-

Sporting da Praia
Pelo meio, ficaram as dúvidas sobre a de”. Macedo acrescentou que o “Pan-
viagem de Eusébio entre Praia e tera Negra sempre manifestou a sua
Lisboa. Ao “Pantera Negra” a organi- africanidade e veio a Cabo Verde gra-
zação não terá acautelado comprar bi- tuitamente, sem receber um tostão”.
lhete de executiva no regresso a Por- Neste particular, face à intransigência
tugal. em responder à questão posta pelo

alega falta de treino


Quem ficou particularmente indigna- nosso jornal, Já infere que o Ministé-
do com a “calúnia” contra Eusébio, rio do Desporto uma vez mais falhou
inserida na última edição do jornal nos propósitos de promoção do des-
Asemana, na página do “Radar”, foi porto.

Santiago Sul (ARFSS) e os dois Coração parou de bater durante o jogo com Bétis
clubes estavam sentados à mesa para
negociar a realização do jogo que, Jogador do Salamanca morreu
segundo o atual responsável associa-
tivo, Mário Avelino, já tinha sido durante segundos
estipulado há muito tempo. O médio Miguel García, do Salamanca, teve parada car-
O jogo entre o campeão regional díaca durante uma partida contra o Bétis, da segunda divi-
(Sporting da Praia) e o detentor da são do Campeonato Espanhol, no último domingo. Alguns
taça de Santiago Sul (Boavista) dev- jogadores chegaram a chorar, achando que o colega esta-
eria marcar o início da época va morto, mas a equipa médica dos dois clubes conseguiu
reanimar o jogador, de 31 anos, utilizando o desfibrilador.
desportiva em Santiago Sul, cuja
O incidente aconteceu aos 14 minutos do segundo tempo, quando o jogo ainda estava
associação tem se desdobrado atrás em 2 a 0 para o Bétis, que acabou por marcar mais uma vez. "A partida é o menos. Te-
de patrocínios para garantir um mos que pensar em como está Miguel", afirmou Endika, companheiro do jogador.
campeonato regional 2010/11 sem Garcia foi levado ao Hospital Clínico Universitário, em Salamanca, e, de acordo com
sobressaltos. o médico do clube, José Ignácio Garrido, praticamente renasceu. "O jogador voltou a

O
jogo entre Sporting e Boa- direção leonina alega falta de treinos
vista, ambos da capital, e problemas internos para a não rea- Recorde-se que, no ano passado, o viver, porque esteve morto por 20 segundos. Ao ver que estava em parada cardíaca, a
lização da partida. campeonato foi paralisado pelos primeira coisa que fizemos foi abrir a via aérea com um tubo. Uma vez aberta, o ar en-
referente à Supertaça
árbitros que reclamavam o pagamen- trava, mas ele não respirava. Fizemos uma massagem cardíaca e tivemos de utilizar o
“Mundinho” e agendado para este No fecho do jornal, a direção da As-
desfibrilador duas vezes", explicou ao jornal El Pais.
sábado, 30, pode ser adiado porque a sociação Regional de Futebol de to dos subsídios.
Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010 • 17

olhem para elas


Dicas de beleza
Saúde bucal na nha terra

Cuidados com
Cuide
a prótese da sua beleza,
tem dois comprimentos de cerdas - as
longas limpam a parte interna e as
curtas a externa e os dentes.
A higienização da boca é a mesma
para todo mundo. Escove bem os
dentes que tem, passando com fio
dormindo
V
Existem também produtos eferves- dental. E sem esquecer-se da língua e ocê teve uma noite de sono incrivelmente perfeita, não acordou
centes para higienização química. da bochecha. uma vez sequer para beber água ou ir à casa de banho. Só que,
São concebidos principalmente para quando se levanta de manhã e se olha no espelho, o pesadelo
resolver dificuldades encontradas por Quando trocar de prótese? começa: você vê um rosto inchado e um cabelo tão bagunçado que não
idosos e pacientes com problemas de Após 5 anos, tanto a função da próte- lembra em nada o visual estonteante com o qual você foi dormir.
coordenação motora, já que dimi- se como a sua estética já estão com- Graças aos avanços da indústria cosmética (e dos truques caseiros), é
nuem a dificuldade para remover os prometidas, mesmo quando se to- possível tratar do corpo, rosto e cabelo, enquanto desfruta de suas horas
detritos das próteses. Mas atenção: mam cuidados de forma correta. Du- de sono. Vá lá, comece o seu dia muito mais bonita.
não substituem a higienização com rante esse período, pelo menos uma
Zarina Santos escova e pasta. vez ao ano deve-se visitar o dentista Celulite
Graduanda em Odontologia para analisar os tecidos moles, os A guerra contra a nossa inimiga número um deve durar 24 horas por dia.
Técnica dentes presentes e a sua limpeza. Afinal de contas, quanto mais frentes de ataque criarmos, maiores as nos-

D
epois de instalada a prótese, É recomendado que coloque uma sas chances de detonar os furinhos. Por isso, antes de colocar o pijama,
é hora de você cuidar dela, toalha ou água no lavatório para que, Estomatite protética lambuze o seu corpo com cremes específicos para combater o problema.
mas como? A higienização caso a prótese escorregue da mão, ela É uma infeção fúngica causada por Mas, atenção, para que os princípios ativos penetrem profundamente na
das próteses depende muito do tipo. não quebre. Escove-a com pasta de Candida albicans. É de longe a infe- derme. Lembre-se de realizar uma massagem com movimentos vigo-
Esta semana falarei apenas da higie- dentes normal sempre após as ção fúngica mais comum na cavidade rosos - o que também ajuda a relaxar e eliminar o inchaço.
nização das próteses removíveis. Isto refeições. Como antes referi pode-se bucal. Pacientes que usam prótese em
é, aquelas que o paciente consegue complementar a escovação utilizando péssimas condições acabam na certa
retirar da boca. Da mesma forma que produtos efervescentes. por ter esta infeção que, na grande
Hidrate o corpo
o tártaro forma-se nos dentes natu- maioria dos casos, é assintomática: a É bastante difícil viver longe do ressecamento da pele. Por isso, aplique
rais, irá também formar-se na próte- mucosa que está em contato com a um bom hidratante no corpo inteiro antes de ir para a cama.
se, provocando não só um odor desa- prótese apresenta-se com zonas aver- Melhor será se o creme em questão unir princípios da aromaterapia -
gradável como inflamações na muco- melhadas, algumas vezes acompan- assim você consegue acalmar a mente, ao mesmo tempo que providencia
sa oral. hadas por petéquias hemorrágicas. a hidratação da cútis.
Para prevenção, uma boa higieniza-
Matérias ção basta. O tratamento normalmente Garanta pés lisinhos
As escovas convencionais podem ser é com antifúngico, dependendo do Conhece aquela aspereza que insiste em se instalar nos calcanhares? Ela
utilizadas, mas não são as mais apro- grau de severidade a higienização pode estar com os dias contados se você colocar em prática esta dica:
priadas. Existe uma escova projetada correta tanto da boca como da pró- faça uma boa esfoliação e depois espalhe um creme específico, rico em
especialmente para próteses, que tese o tratamento para levar à regres- uréia, ativo com alto poder de hidratação.
Estomatite
melhora o acesso para limpeza já que são do caso. Vista uma meia para abafar o local e ajudar na penetração mais rápida do
produto. Ao levantar-se pela manhã, basta tirar a meia e notar a área mais
macia. Você pode repetir esse processo todos os dias até sentir que o pro-
blema foi sanado. Depois, como manutenção, repita o feito apenas uma

Tomate contra rugas vez por semana.

Longe das olheiras


Q uem nunca ouviu falar que o tomate é alimento que diminue as chances
de desenvolver catarata, problemas cardíacos e cancro (principalmente o
de próstata, da mama, do pulmão e endométrio). Podem incluir agora o com-
O visual tipo “ursinho panda” não é nada fofo. Recorra a receitas natu-
rais bastante eficientes, como compressas com chá de camomila.
bate a rugas, manchas e flacidez. Tudo graças ao carotenóide licopeno: é ele que "Faça a bebida superconcentrada - 200 ml de água para três sachês de
dá a cor vermelha, e é também responsável pelos benefícios à beleza. chá. Coloque no frigorifico. Depois, basta embeber dois enchumaços de
O carotenóide protege a pele contra os efeitos danosos dos radicais livres e pode algodão e repousá-los sobre os olhos durante dez minutos".
ser obtido pela polpa ou com o óleo de sua semente, desde que haja licopeno
em concentrações altas. Inchaço zero
Possui estrutura semelhante à da vitamina A, porém sem efeitos adversos (irri- Este truque talvez seja um dos mais antigos. Mas, acredite, ele é extrema-
tações, descamação, vermelhidão e fotossensibilidade). mente eficiente. Quando for dormir, coloque as pernas apoiadas sobre
Sempre na forma de creme, pode ser aplicado no corpo, mãos, rosto e pés. Ao três travesseiros, deixando os pés acima da altura da cabeça. Nessa
penetrar na pele, tem capacidade incrível para neutralizar os radicais livres que posição, a circulação sanguínea dos membros inferiores para o coração é
provocam manchas, rugas, a flacidez e o envelhecimento cutâneo no geral. facilitada, o que ajuda a manter os vasinhos.
18 • Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010

cachupada
Conto infantil

Horóscopo Por Maria Helena


De 31 de Outubro a 6 de Novembro

Carneiro Leão Sagitário


21-3 a 20-4 23-7 a 22-8 21-11 a 20-12
Carta Dominante: 3 de Espadas, que significa Carta Dominante: 9 de Ouros, que significa Carta Dominante: 5 de Espadas, que significa
Amizade, Equilíbrio. Prudência. Avareza.
Amor: Surpreenda os seus familiares e prepare- Amor: Surpreenda o seu amor com uma noite Amor: Mudança radical na sua vida afectiva.
lhes um jantar especial. É uma óptima forma de muito especial. Saiba acompanhar o evoluir dos
demonstrar o seu amor e carinho. Saúde: Não deixe que nada perturbe a sua paz. acontecimentos. Cuidado com as relações
Saúde: Possíveis dores abdominais. Comece os seus dias com uma caminhada. Vai ambíguas. Seja fiel.
Dinheiro: O nervosismo tomará conta de si sentir-se bem-disposto para enfrentar os Saúde: Procure passar o dia descansado e evite
quando lhe delegarem uma tarefa importante. desafios. preocupações profissionais.
Não se enerve com problemas que não lhe Dinheiro: Procure ser directo e objectivo na Dinheiro: A semana promete ser muito
dizem respeito. Alheie-se do que se passa à sua apresentação dos seus projectos. equilibrada a nível profissional e económico.
volta e dedique-se ao seu trabalho. Número da Sorte: 73 Número da Sorte: 55
Número da Sorte: 53 Números da Semana: 10, 20, 30, 40, 5, 6 Números da Semana: 9, 6, 3, 7, 4, 1
Números da Semana: 45, 41, 4, 7, 18, 19 Dia mais favorável: quarta-feira Dia mais favorável: terça-feira
Dia mais favorável: segunda-feira Lema da Semana: Estou atento a tudo o que se Lema da Semana: Sei o que quero e o que não
Lema da Semana: A amizade ajuda-me a passa à minha volta. quero.
manter o equilíbrio. Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 15 Horóscopo Diário - Ligue já! 760 30 10 19
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 11

Touro
21-4 a 21-5
Carta Dominante: 7 de Paus, que significa
Virgem
23-8 a 22-9
Carta Dominante: 6 de Espadas, que significa
Capricórnio
21-12 a 20-1
Carta Dominante: 5 de Ouros, que significa
Mia,
Discussão, Negociação Difícil
Amor: Evite descontrolar-se e fazer cenas de
ciúmes. Procure uma nova amizade, pois sentirá
Viagem Inesperada.
Amor: Não tenha limites quando o assunto é
amor. Ultrapasse todas as barreiras e entregue-
Perda/ Falha.
Amor: Evite arranjar problemas para si e para
aqueles que lhe estão próximos.
a baleia do Bairro Manguí - XIV
necessidade de uma lufada de novas ideias na se à paixão. Saúde: Pense um pouco mais em si e dedique

D
sua vida. Saúde: Procure estar mais atento às exigências uma parte do seu dia a cuidar do seu bem-estar
epois de olhar para o chão de onde não vinham respostas, Mia retomou
Saúde: O seu estômago estará particularmente do seu organismo. físico e psicológico. a conversa com os seus novos amigos, quis saber mais e mais sobre o
sensível e é possível que venha a ter problemas. Dinheiro: O seu orçamento semanal permitir- Dinheiro: Seja prudente e tente dar o melhor bairro Manguí, mas não queria tocar na questão da comida porque
Dinheiro: Cuide dos seus negócios o melhor lhe-á fazer uma pequena extravagância. num emprego novo. Deve ser mais racional do
que conseguir. Número da Sorte: 56 que emocional. O seu trabalho exigirá toda a
percebeu que isso trazia tristeza aos meninos. Só que, entretanto, Juninho, sem-
Número da Sorte: 29 Números da Semana: 8, 7, 41, 45, 40, 3 sua concentração. pre mais atrevido e considerando ser o amigo mais antigo da sereia Mia,
Números da Semana: 2, 23, 12, 14, 19, 8 Dia mais favorável: sexta-feira Número da Sorte: 69 adiantou:
Dia mais favorável: sábado Lema da Semana: Encaro cada desafio como Números da Semana: 41, 36, 17, 25, 12, 5
Lema da Semana: Resolvo as diferenças uma nova viagem. Dia mais favorável: segunda-feira
– Sabes? Aqui, no nosso bairro só se come às vezes… e não é todos os dias.
através do diálogo. Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 16 Lema da Semana: Só erra quem está a Quando as mães vêm de pedir aos ricos e aos turistas, ou, quando os pais arran-
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 12 aprender a fazer a coisa certa. jam uns biscates.
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 20
– Eu às vezes vou ajudar na lavagem dos carros na cidade e, nesses dias, há
sempre mandioca ao jantar, mas não é sempre… - disse Nixon
Gémeos Balança Aquário – E não sentes fome? – perguntou a Sereia Mia.
– O que é fome? – perguntou o Juninho.
21-5 a 20-6 23-9 a 22-10 21-1 a 18-2
Carta Dominante: o Mundo, que significa Carta Dominante: A Força, que significa Carta Dominante: A Papisa, que significa
Desta vez, foi Mia que ficou a olhar a água sem saber o que responder! Mas
Fertilidade. Força, Domínio. Estabilidade, Estudo e Mistério. resolveu mudar de assunto.
Amor: É possível que corra o risco de se Amor: Aja correctamente com um amigo a Amor: Seja persistente e não desista de – Querem conversar mais um pouco sobre as vossas brincadeiras? – questionou.
magoar ao revelar os seus sentimentos de uma quem involuntariamente prejudicou. Peça conquistar o amor da sua vida. Deixe as suas
forma intempestiva. desculpas e tente remediar a situação. preocupações de lado e invista numa noite
– Não podemos ficar muito mais tempo – respondeu Nixon, na qualidade de
Saúde: Procure manter a calma e relaxe. Saúde: Não abuse do tempo que passa de pé, romântica com o seu par. mais velho.
Dinheiro: Durante esta semana exigir-lhe-ão pois pode ser prejudicial para o seu sistema Saúde: Poderá sentir-se triste e deprimido e por – Porquê?
muita diplomacia e paciência. Vai receber um circulatório. isso sentirá necessidade de estar na companhia
convite fantástico e inesperado que o vai levar a Dinheiro: Procure ser sincero com um colega dos seus amigos.
– Por causa do perigo da noite, dos rapazes dos tiros que andam à luta com os
sentir-se bafejado pela sorte. pouco dotado para o trabalho que está a Dinheiro: As condições são favoráveis ao rapazes de outros bairros e partem portas e janelas e roubam as pessoas cresci-
Número da Sorte: 21 desempenhar. investimento. das à noite. É assim no nosso bairro!
Números da Semana: 5, 6, 4, 45, 41, 44 Número da Sorte: 11 Número da Sorte: 2
Dia mais favorável: quinta-feira Números da Semana: 23, 9, 14, 15, 12, 10 Números da Semana: 40, 35, 16, 22, 10, 4
– Mas não há ninguém que repreenda esses malandros? – questionou Mia.
Lema da Semana: Acredito em mim! Dia mais favorável: domingo Dia mais favorável: quinta-feira – Haver… há. A Polícia, de vez em quando, passa por lá, mas… não faz nada
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 13 Lema da Semana: Tenho o domínio sobre as Lema da Semana: Não desisto dos meus nem os leva presos!... – disse Nádi
situações, não me deixo levar por elas. sonhos.
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 17 Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 21
– Quem manda no vosso bairro? – perguntou Mia
– Não sabemos! Quer dizer… Aqui há dias apareceu na televisão um homen-
zinho a dizer que ia falar com os rapazes das pistolas, mas toda a gente se riu e
Caranguejo Escorpião Peixes nada se fez. A minha mãe até disse que era chuchadeira! – disse Iva.
21-6 a 22-7 23-10 a 21-11 19-2 a 20-3 – O que é isso de chuchadeira?! – perguntou Mia.
Carta Dominante: 3 de Paus, que significa Carta Dominante: 2 de Paus, que significa Carta Dominante: 2 de Copas, que significa – Chuchadeira é quando os homens que estão a mandar dizem que vão fazer
Iniciativa. Perda de Oportunidades. Amor. bem a nós, disse a minha mãe!
Amor: Aceite os defeitos dos outros e lembre- Amor: É possível que se sinta um pouco Amor: Seja moderado e controle o seu
se que ninguém é perfeito. Não se deixe deprimido e desmotivado, o que poderá causar arrebatamento. Vida social bastante agitada. Não
Entretanto, Mia estava escandalizada e revoltada com tudo o que ouvia.
influenciar pelas opiniões que os seus amigos algumas desavenças com o seu par. Mais tarde terá mãos a medir para tantas solicitações. Evite Naquele bairro de Manguí nasciam meninos com sensibilidade para querer sal-
têm da sua cara-metade. Tire as suas próprias ou mais cedo terá domínio sobre as situações deixar para trás alguém muito especial. var uma baleia, para esconder o segredo de uma sereia amiga, mas… passavam
conclusões. que agora o preocupam. Saúde: evite deixar-se dominar pelo nervosismo
Saúde: Procure ser mais consciencioso e Saúde: Não se deixe abater por uma notícia e pela ansiedade.
fome, a família era esquisita, e brincavam ao lado de criminosos aos tiros! E
responsável. menos agradável sobre a saúde de alguém Dinheiro: É possível que seja repreendido por assaltavam-na muitas perguntas: aquele povo ficava calado? não se zangava
Dinheiro: Evite gastar dinheiro com objectos muito próximo. Mantenha a calma e um erro que cometeu. com quem mandava e deixava o país passar fome e andar aos tiros?!
inúteis e dispendiosos. disponibilize-se para ajudar. Número da Sorte: 38
Número da Sorte: 25 Dinheiro: Demonstre a sua competência e Números da Semana: 4, 7, 10, 11, 25, 3
É neste momento que Mia se lembra de perguntar pelo avô Irondino, e os meni-
Números da Semana: 8, 4, 1, 2, 5, 6 profissionalismo. Dia mais favorável: sexta-feira nos ficam de novo calados, sem saber o que dizer, até que Mia lhes disse:
Dia mais favorável: quarta-feira Número da Sorte: 24 Lema da Semana: O Amor enche o meu – Vão para casa e digam ao avô Irondino que quero falar com ele amanhã. Que
Lema da Semana: Tenho espírito de iniciativa! Números da Semana: 7, 8, 4, 10, 12, 11 coração de alegria.
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 14 Dia mais favorável: segunda-feira Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 22
não tenha medo nem vergonha.
Lema da Semana: Agarro as oportunidades Será que o avô Irondino vai aparecer? E o que quererá falar Mia com ele?
que a vida me dá.
Horóscopo Diário Ligue já! 760 30 10 18
José Braga-Amaral
Já • Quinta-feira 28 Outubro 2010 • 19

cachupada
Telenovelas PALAVRAS CRUZADAS
RECORD • Ribeirão do Tempo
Horizontais:
1 – Ignorantes; Erras.
2 – Acautelaras.
3 – Ali; Anateiram.
4 – Capela; Empacota.
5 – Circunferência; Ligaras.
6 – Âmago; Filtra; Fedor.
7 – Oferecerias; Pato.
8 – Avaliar; Obedeça.
9 – Constante; Entre.
10 – Avinagradas.
Joca dá sinal de vida 11 – Ardente; Abrigo.
A rminda e Diana abraçam-se tristes pelo sumiço de Joca. Bill serve sopa a
Joca, que está enfraquecido. Alguns populares ainda brigam e os policiais
os contém. Célia sente dor nas costas, depois de ter levado uma pancada durante Verticais:
a confusão. Joca acorda e Bill conta-lhe que o encontrou desmaiado na margem 1 – Calorosas.
do rio. Joca afirma que não se lembra de nada.
2 – Essências; Antes de Cristo
Marta diz a Léia que o carro de Joca foi rebocado e que não tem mais nenhuma
notícia. Léia fica irritada e diz que a polícia de Ribeirão não vale um centavo (abrev.).
dos impostos que o povo paga. Sancha e Romeu tentam acalmar Léia. Joca lem- 3 – Se; Afrouxa.
bra-se do que aconteceu e agradece a Bill por tê-lo ajudado. Marta diz para 4 – Oval; Embarcações a vela
Ajuricaba que a carceragem está lotada e é preciso providenciar comida para
todos. O delegado manda a investigadora libertar todo mundo. ou a motor.
Ajuricaba diz a Marta que Joca deve ter se metido com traficantes. Joca tenta 5 – Sorte; Caraça.
arranjar uma boleia para voltar a Ribeirão. Tito mostra a dois operários o que 6 – Basta!; Ós; “Rádio” (s.q.).
deve ser consertado no quarto que vai ser dele e de Filomena. Clorís diz a Tito NO; EN. 10 – ACETADAS; T. 11 – ACESA; ASILO.
7 – Basbaque; Marcha!.
que não consegue entender como um casamento pode ser feito de forma tão COA; ACA. 7 – DARIAS; ADEM. 8 – ASMAR; ACATE. 9 – S; ETER-
insana. Tito liga a Filó e conta que está reformando o quarto. 8 – Aramá; Ladras (o cão). ANATAM; C. 4 – ORADA; EMALA. 5 – RODO; ATARAS. 6 – IMO;
Joca, finalmente, consegue boleia com um caminhoneiro. Joca vai até a delega- 9 – Colega; Sim. Horizontais: 1 – CEGOS; PECAS. 2 – O; EVITARAS. 3 – LA;
cia e de lá liga a Léia e a tranquiliza. Joca conta a Ajuricaba que sofreu um aten- 10 – Aquelas; Laçada pequena. Soluções:
tado e que Bill o ajudou. O detetive explica que o atentado contra ele tem a ver
com o assassinato do senador e exige que o caso seja investigado. A secretária
11 – Boda.
mostra a foto de Joca no jornal a Arminda e diz que ele está desaparecido. Joca
chega em casa e Léia o recebe, chorando.

SIC • Passione Boa Mesa Farmácias


de serviço

“Veleiro” de bom gosto Praia


29/11 – Farmácia Santo
António
O “Veleiro” é um simpático restaurante situado na Vila do Ponta do Sol, Santo
Antão. Foi construído em cima de um rochedo que permite ver e sentir o
mar, o barulho das ondas. A comida é caseira, mas também encontram-se os
30/10 – Farmácia
Africana
sabores da cozinha internacional. Dá para todos os gostos e quase para todos os 31/10 – Farmácia
bolsos. Também servem refeições para grupos, onde se pode optar entre uma
ementa tradicional, onde o caldo de peixe e uma entrada de moreia frita é uma Avenida
boa opção. Para um jantar a dois também é o recanto acolhedor. Sozinho, dá 01/11 – Farmácia Santa
Danilo ameaça bater no pai jeito. O veleiro é uma alternativa para um jantar diferente na Ponta do Sol, na ilha Isabel
de Santo Antão.
02/11 – Farmácia
F red é grosseiro com Clara, que pede para falar com ele. Gemma reconhece
Giovanni e os dois ficam emocionados. Diógenes inventa uma desculpa
para justificar a Brígida a ausência do marido. Antero/Giovanni conta a Gemma
Universal
o que teve que fazer para se casar com Brígida. Adamo acorda e desespera-se 03/11 – Farmácia 2000
ao ver o sítio em chamas. Clara pede a Fred para ajudá-la a conseguir a guarda 04/11 - Farmácia
de Kelly, mas ele a maltrata. Moderna
Agostina conta a Totó e Agnello a conversa que teve com Berilo. Jéssica não
suporta ficar sem o marido. Berilo sofre pensando nas duas esposas. Francesca 05/11 – Farmácia Central
desespera-se por não conseguir convencer Adamo a sair de Itália. Diana fica
feliz ao saber que Gerson está a frequentar uma psiquiatra. Gerson não consegue
contar o seu segredo para o psiquiatra. S. Vicente
Danilo discute com Saulo e revela as mágoas que tem do pai. Stela tenta acal- 30/10 – Farmácia
mar o filho, que tem uma crise de abstinência. Lorena sai de casa e Stela segue Avenida
a filha. Francesca pede a Antonela avisar a Ugo para procurá-la no hotel. Clara
desculpa-se com Kelly por não ter cumprido o que prometeu à irmã. Stela segue 31/10 – Farmácia Leão
Lorena até ao shopping. 01/11 – Farmácia Nena
Benedetto tenta sair de casa, mas Mimi inventa uma história e deixa o avô apa- 02/11 – Farmácia Higiene
vorado. Clô conta a Jackie que já sabia qual era o segredo de Berilo. Fortunato
se surpreende ao encontrar Berilo em frente à sua casa. Danilo vai ao encontro 03/11 – Farmácia Jovem
de Boca. Lorena conversa com Telma sobre a sua mãe. Agnello encontra Stela 04/11 - Farmácia Mindelo
no shopping. Clara procura Totó.
Já SEMANÁRIO GRATUITO

bai-bai
Quinta-feira 28 Outubro 2010
Escreva-nos:
semanarioja@gmail.com

Curvas do destino: Irina/Ronaldo

Milhões
em época de crise
Ambiciosa, a namorada de Cristiano Ronaldo nunca escondeu que sonhava um futuro risonho
e que gosta "muito de dinheiro”. O namoro com o craque revelou-se providencial…
dos no coração de Nova Iorque
no valor de 1,5 milhões de dó-
lares, ao que se diz, pago com
dinheiro do namorado, o qual
não olha a despesas para man-
ter a bela Irina debaixo de olho.
Ambiciosa, a namorada de
Cristiano Ronaldo nunca es-
condeu que sonhava com um
futuro risonho e que gosta mui-
descendente de uma cabo-ver- to de dinheiro. Além do novo

A
pesar dos milhões
que giram em seu diana, a servir de bitola alta apartamento em Nova Iorque,
redor e das curvas (em termos de rentabilidade…) Irina é ainda proprietária de
volutuosas, Irina para o seu protagonismo, pro- várias casas na Rússia. Tenho
Shayk, a namorada russa de jetando-a numa carreira que ‘meia dúzia’ de apartamentos
Cristiano Ronaldo, prima por atingiu o seu ponto mais alto ao na Rússia, estou a colecioná-
alguma reserva: não gosta de ser nomeada embaixadora ofi- -los e a arrendá-los, revelou a
abordar a sua relação com o cial da marca italiana de linge- modelo, sem modéstia, ela que
galático do Real Madrid, mes- rie Intimissimi. no seu passado, na Rússia,
mo quando, em pleno namoro, chegou a passar por algumas
que dura desde Maio, soube Casamento à vista privações.
que o futebolista tinha sido pai É caso para dizer que não há
Quanto ao romance com Cris-
de um rebento de tom moreno, crise que resista à dupla Irina/
tiano Ronaldo, apesar da entra-
fato que levantou suspeitas na Ronaldo. Curvas do destino,
da em cena do filho mistério do
imprensa internacional alvi- certamente…
jogador, tudo indica que o mes-
trando que o mesmo poderia mo vai de vento em popa. O
ser fruto de uma relação do
CR7 com uma jovem que ele
mediático casal até pode pas- Irina e Ronaldo
sar, dentro em breve, para a fa-
conhecera durante férias em se seguinte da ligação, o casa- partilham o mesmo
Fermentera, Espanha. mento. Para já, partilham o
Apesar deste dissabor, a super mesmo teto em luxuoso aparta-
teto em luxuoso
modelo russa continua a faturar mento na zona exclusiva de La apartamento na
milhões, não se sabendo se por Finca, Madrid (o treinador
causa dos seus atributos na- Mourinho é um dos vizinhos),
zona exclusiva de
turais (que são múltiplos e bem que custa a módica quantia de La Finca, Madrid,
explícitos), se em razão direta 15 mil euros mensais (1 500
do seu relacionamento com contos CV). Do outro lado do que custa a módica
CR. Ainda há pouco, voltou a
seduzir num ensaio fotográfico
Atlântico, o património da bela quantia de 1 500
russa aumentou ao adquirir um
para a revista americana Sports loft de duzentos metros quadra- contos
Illustrated, ela que diz, sem
papas na língua, que gosta
pouco de futebol e não acom-
panha as partidas de futebol do
namorado com a frequência
que se esperava devido ao seu
estatuto. Radiante por ter sido
escolhida para mostrar o seu
lado mais sensual, a pequena
apressou-se a divulgar as fotos
na página oficial do Facebook.
Aos 24 anos, a modelo tem su-
perado a crise económica mun-
dial e continua a faturar em
grande - diz -se que, cada ses-
são picante pode ultrapassar os
250 mil euros - com o romance
com o craque português,

Interesses relacionados