Você está na página 1de 74

“Segredos de um Anjo”

José Renato da Silva


SEGREDOS
DE
UM
ANJO

José Renato da Silva


Agradecimentos, oferecimentos e dedicatórias

Agradeço, primeiramente a Deus, por Ter me


dado a vida e me enviado a missão de passar para as
pessoas que, nada escapa dos olhos do Senhor, que ele
está sempre atento a todos nós, em qualquer lugar que
estejamos.

Aos Anjos, por me concederem estas passagens


e assim aprimorar mais meus conhecimentos, e podê-
los transmitir à toda humanidade.

A minha esposa, Patrícia, que sempre me


incentivou a crer nos Anjos e nos espíritos, e que se
não fosse por ela, seria muito mais difícil eu acreditar
em tudo que está acontecendo comigo.

Ao meu filho, Igor, que se não fosse por ele, não


saberia até hoje qual era meu propósito aqui na terra, e
que através dele, passei a conhecer a mágica da vida.

A terapeuta mística, Vera Amoroso, que sempre


nos ajudou de coração, pois não tínhamos condições de
pagar todos os tratamentos concluídos.

A benzedeira, Dona Dolores, que a qualquer


momento que precisamos da sua mão amiga, ela nos

2
estendia de corpo e alma. Ela quem nos indicou um
centro espírita, e a partir daí, passamos a conhecer
melhor esta doutrina. Ela é o nosso Anjo da Guarda.

Ao radiestesista Emílio, que fez com que eu


acreditasse que era muito especial, e que meu
pensamento positivo, poderia sim, mover montanhas.

Aos também radiestesistas, José Rosa e Fátima,


que fizeram eu entender e compreender muitas
respostas para minhas perguntas, e estes falaram que eu
ajudaria muitas pessoas, oferecendo o meu coração.

3
Sumário

O Princípio .........................................................pag 05

Os Anjos.............................................................pag 08

Segredos de um Anjo .........................................pag 11

Objetivo do Livro................................................pag 54

Orações para os Anjos.........................................pag 64

Oração das crianças para o Anjo da Guarda


Oração ao Santo Anjo da Guarda
Credo (Proteção contra o mau)
Oração dos Anjos (Proteção contra doenças)
Prece de Cáritas
Simpatia para obter proteção dos Anjos
O Princípio

No princípio criou Deus o céu e a terra. A terra


era sem forma e vazia; e o espírito de Deus pairava
sobre a face das águas.
Disse Deus: “- Haja luz”. E houve luz. Viu Deus
que a luz era boa, e fez a separação entre a luz e as
trevas. E Deus chamou à luz dia, e às trevas, noite. E
foi a tarde e a manhã o dia primeiro.
E disse Deus”- Haja um firmamento no meio das
águas, e haja separação entre águas e águas, fez, pois
Deus o firmamento e separou as águas que estavam
debaixo do firmamento das que estavam por cima do
firmamento”. E foi a tarde e a manhã, o dia segundo.
E disse Deus: “- Ajuntem-se num só lugar as
águas que estão debaixo do céu, e apareça o elemento
seco. E assim foi. Chamou Deus ao elemento seco,
terra, e ao ajuntamento das águas, mares. E viu Deus
que isso era bom”.
E disse Deus: “- Produza a terra a relva, ervas
que dêem sementes e árvores frutíferas que, segundo as
suas espécies, dêem fruto que tenha em si a sua
semente, sobre a terra”. E assim foi. A terra produziu
relva, ervas que davam semente segundo as suas
espécies, e árvores que davam fruto que tinham em si a

5
sua semente, segundo suas espécies. E viu Deus que
era bom. E foi a tarde e a manhã, o terceiro dia.
E disse Deus: “- Haja luminares no firmamento
do céu, para fazerem separação entre o dia e a noite;
sejam eles sinais e para as estações, e para dias e anos;
e sirvam de luminares no firmamento do céu, para
alumiar a terra”. E assim foi. Deus pois, fez os dois
grandes luminares: o luminar maior para governar o
dia, e o luminar menor para governar a noite; fez
também as estrelas. E Deus pôe no firmamento do céu
para alumiar a terra, para governar o dia e a noite, e
para fazer a separação entre a luz e as trevas. E viu
Deus que isso era bom. E foi a tarde e a manhã, o dia
quarto.
E Deus disse: “- Produzam as águas cardumes de
seres viventes; voem as aves acima da terra no
firmamento do céu, pois Deus os monstros marinhos, e
todos os seres viventes que se arrastam, os quais as
águas produziram abundantemente segundo suas
espécies; e toda ave que voa, segundo a sua espécie”. E
viu Deus que aquilo era bom. Então Deus os abençoou,
dizendo: “- Frutificai e multiplicai-vos, e enchei as
águas dos mares; e multipliquem-se as aves sobre a
terra. E foi assim a tarde e a manhã, o quinto dia.
E Disse Deus: “- Produza a terra seres viventes
segundo suas espécies: animais domésticos, répteis, e
animais selvagens segundo suas espécies, e os animais
domésticos segundo suas espécies”. E viu Deus que
aquilo era bom. E disse Deus: “- Façamos o homem a

6
nossa imagem, conforme a nossa semelhança; domine
ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre
os animais domésticos, e sobre a terra”. Criou pois,
Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o
criou; o homem e a mulher os criou. Então Deus os
abençoou e lhes disse: “- Frutificai e multiplicai-vos;
enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do
mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que
se arrastam sobre a terra”.
Disse-lhe mais: “- Eis que vos tenho dado todas as
ervas que produzem sementes, as quais se acham sobre
a face de toda a terra, bem como todas as árvores em
que há fruto que dê semente; ser-vos-ão para
mantimento”. E assim foi. E viu Deus tudo quanto
fizera, e eis que era muito bom. E foi a tarde e a
manhã, o dia sexto.
Assim foram acabados os céus e a terra, com
todo o exército.
Ora, havendo Deus completado no sétimo dia a
obra que tinha feito, descansou neste dia de toda obra
que fizera.
Abençoou Deus o sétimo dia, e o santificou;
porque nele foram criados todas as coisas nos céus e na
terra, as visíveis e invisíveis, sejam tronos,
dominações, principados e protestades; tudo foi criado
por ele e para ele. Eis as origens dos céus e da terra,
quando foram criados.

Genesis:

7
Os Anjos

Os Anjos foram criados no quinto dia da criação


do mundo, conforme está escrito: “- Que as coisas
voadoras voem sobre o firmamento do céu”.
Eles são o “poder” de Deus, e nós, seres da vida,
somos do desejo e da vontade do Senhor. Se
acreditamos firmemente em nosso Deus,
obrigatóriamente passamos a crer em seu poder.
Cada um de nós tem seu Anjo de Guarda, desde
o nascimento e, outros que passamos a conhecer e a
conviver conforme a necessidade do momento.
Cada Anjo tem sua missão e um determinado
tempo para cumpri-las.
Quando os Anjos estão por perto, procuram nos
dar avisos, através de sinais, para tentar uma
comunicação conosco, e de algum modo, prevenirmos
de alguns acontecimentos. Por isso, quando temos uma
intuição, é o Anjo nos dando um alerta.
“Nada é por acaso, tudo tem um sentido”.
Muitas vezes, em sonhos, podemos também Ter
sua ajuda. Eles dão um toque, às vezes dicas, para você
se esforçar e tentar descobrir o que ele está querendo te
passar.
É muito difícil, vir tudo detalhado. Por isso
muitas pessoas tem sonhos confusos, e não sabem

8
porque o tiveram, e se esquecem, não procuram marcá-
los em algum papel, e mais tarde associá-lo a algum
acontecimento. Não procuram tentar entendê-lo e,
nisso, muitos avisos passam desapercebidos.
Tem pessoas mais sensíveis, que possuem o
Dom de vê-los, e conversar diretamente com eles, e
nem por isso, os Anjos falam o que vai acontecer no
dia seguinte ou futuro, pois este, somos nós, seres
vivos que o fazemos, os Anjos são apenas nosso
conselheiro e protetores.
Outra maneira de sentirmos sua presença, é
quando um perfume paira no ar, sem ninguém Ter
passado, pode Ter a certeza que ali há um Anjo te
protegendo, e ou tentando te ajudar.
Eles estão sempre nos alertando, mas muitas
vezes não percebemos seus sinais ou não queremos
perceber.
Deus deu o livre arbítrio para toda a
humanidade, e o seu poder vai conforme o caminho
que cada um escolheu.
Aqueles que abandonaram os trajetos retos da
vida e se desviaram por causa da sua ganância, inveja,
arrogância, venda do próprio corpo, etc; tudo que vai
contra os ensinamentos de Deus, os Anjos
simplesmente desistem dessas pessoas, deixando-as
aos desejos da maldade.
“A humanidade como sempre, jamais entendeu
qual o caminho para se chegar ao Reino de Deus e tão
pouco entenderá”.

9
Com orações é possível fazer com que o mau se
transforme em bem, mas para isso é preciso que a
“pessoa” queira buscar o caminho da luz,
arrependendo-se de seus pecados e abrindo seu
coração; ajudando os necessitados, como o Anjo da
Guarda faz, protegendo quem mais precisa de ajuda. O
Anjo, com certeza, olhará por você e te protegerá.
“Faça o bem, que o terá em dobro”.
Sobre a aparência dos Anjos, nem sempre ele é
branquinho, com cabelos dourados e cacheados. Eles
são como nós, de raças diferentes: morenos, louros,
ruivos, negros, brancos, homens e mulheres.
Suas vestes também possuem variadas cores, até
a cor preta é usada entre eles.
E para cada milhares de Anjos existentes, cada
um tem sua fragrância, ou como eles dizem, uma
essência. Nunca um Anjo tem o mesmo odor que o
outro. Como se fosse um documento de identificação
de cada um.
“E neste novo milênio, os Anjos trabalharão
cada vez mais, na árdua tarefa de colocar o amor pelo
próximo no coração da humanidade”.

10
Segredos de um Anjo

Demorou anos para que eu soubesse e


entendesse por qual motivo que os Anjos estão sempre
ao meu redor.
O que revelarei aqui é exatamente o que
aconteceu e que ocorre em minha vida.
Desde criança que vejo e sonho com as obras e
sinto o poder do Reino Celestial, e todo este mistério
começou a acontecer quando eu tinha sete anos de
idade.
Tudo começou, numa certa noite, eu estava
brincando no corredor da minha casa, quando de
repente, houve uma claridade, e eu, ao olhar, pude
observar que havia uma esfera de luz, de cores
amarela, vermelha e azul, no final do corredor. Então
eu, para olhar mais de perto aquelas lindas cores,
resolvi aproximar-me e, neste instante, ouvi aquela
esfera de luz dizer:
“- Não te aproximes!. Fique onde estás! Pare
imediatamente!”.
Permaneci parado, mas eu pude ver que a esfera
estava aumentando de tamanho, ficando duas vezes
maior e mais brilhante. E em poucos segundos, a esfera
de luz veio em minha direção, parando sobre minha
cabeça e, neste momento, ela começou a girar

11
rapidamente e a deslocar de um lado para o outro,
soltando raios coloridos que vinham todos em direção
ao meu corpo, pareciam que estavam penetrando em
mim, e foi exatamente nesta hora que ouvi outra voz
dizer: “- Basta! Este é Anjo! És luz, eis que és meu
filho!”. Neste instante a esfera de luz parou de girar e
voltou para o fundo do corredor, vindo a desaparecer.
Após este fato, na mesma noite, lembro-me com
clareza quando fui dormir; eu tive um sonho, o qual era
muito real, e este sonho mostrava-me uma multidão de
Anjos ao meu redor. Haviam negros e brancos, tanto
homens como mulheres e eram todos de extrema
beleza; usavam vestidos longos de cores azul claro e
branco, sendo que alguns deles tinham uma cinta
amarela na altura do peito; e em suas mãos, cada um
segurava um instrumento diferente, sendo que uns
tinham uma espécie de corneta e outros uma harpa, e
todos diziam:
“- Está feito! Tu és Anjo, és filho da luz! Eis que
o celeiro está completo!”.
Desde então, passei a Ter sonhos e contatos reais
com os Anjos, e com criaturas do abismo, com
freqüência.
Por volta dos meus oito anos, comecei a ouvir
choro e vozes de crianças e mulheres. Todos os dias,
aqueles choros eram angustiantes, parecia que as
crianças e as mulheres estavam se sufocando, perdendo
o ar, e eles falavam: “- Não! Pare! Não faça isso!”.

12
Eu, sem entender, comecei a ficar amedrontado,
porque aqueles choros?, porque eu tenho que escutar
essas coisas?
A partir desses acontecimentos eu passei a ficar
irritado, agressivo e a me afastar das pessoas, pois meu
aborrecimento com tudo isso começou a ser
descontado nos outros. Muitas pessoas passaram a não
gostar mais de mim, diziam que eu era uma criança
revoltada, que não tinha carinho por ninguém.
Então, meus pais perguntavam o que estava
acontecendo comigo, mas eu nada respondia, pois eu
não tinha conhecimento do que era tudo aquilo, e eles
também não procurariam acreditar.
Até que resolveram me levar em psicólogos na
tentativa de saberem o que acontecia comigo, e as
respostas dos médicos eram sempre as mesmas: fase de
criança. Mas meus pais não satisfeitos com as
respostas, decidiram levar-me ao psiquiatra, e após
uma bateria de exames, o quadro clínico era sempre:
dentro dos procedimentos normais.
Cansados de não obterem a resposta que eles
achavam sobre meu temperamento, simplesmente
desistiram de procurar a solução para tudo aquilo.
Eles esqueceram de me levar ao médico que cuida da
nossa alma, os centros espíritas, que era o qual eu mais
necessitava naquele momento.
Até meus dezesseis anos, apareciam Anjos e
sombras para mim, e continuava a ouvir vozes e choros
de mulheres e crianças.

13
No decorrer dos meus dezoito anos, a situação
foi ficando mais amena, e neste mesmo período eu
conheci uma mulher, tão pura quanto eu, e o que mais
me chamou a atenção, foi o fato de eu Ter sonhado
com ela antes de conhecê-la, e o mais curioso foi que
ela também havia sonhado comigo um dia antes de nos
encontrarmos, e mais, até as palavras que eu disse a ela
naquele dia, ela já sabia, e por isso tinha as respostas
na ponta da língua. Sabia até que eu a iria pedir em
namoro, e logo respondeu sim. Fiquei meio
desconfiado de toda aquela certeza para comigo, sendo
que era nosso primeiro encontro. Mas o fato dela Ter
mexido comigo fez com que eu confiasse em suas
palavras e, começamos a namorar.
Pensei comigo, agora encontrei a felicidade!
Depois de dois anos mais ou menos, ela
engravidou, mas como éramos inexperientes, não
sabíamos ao certo o que estava acontecendo, mas
mesmo sem condições financeiras, aceitamos o fato de
uma gravidez, pois era tudo que indicava naquele
momento. Seria uma gravidez imprópria, pelo fato de
nós dois estarmos desempregados, mas desejada, pois
em nenhum momento eu e ela pensamos em abortar.
Não contamos a ninguém de nossas famílias, pois
poderia ser um alarme falso, porque muitas vezes o
ciclo menstrual dela desregulava e ficava quase dois
meses sem vir. E como também ela não tinha plano
médico, não fez o exame de sangue para confirmar.

14
Quando fez um mês e aproximadamente vinte
dias de gestação, ela foi ao banheiro da casa da mãe
dela, e sentiu que algo estranho havia acontecido, de
momento ela achou que teria vindo a menstruação, só
que ao olhar para o vaso sanitário, observou algo no
formato de um feto, mas não queria acreditar no que
estava vendo.
Logo em seguida, ela saiu de casa e veio ao meu
encontro. No ônibus, ela dizia sentir cólicas terríveis, e
o fluxo saia em grande quantidade. Ao chegar em
minha casa, ela estava pálida e chorando muito e só
dizia: “- Perdi o nosso filho!”.
Ela se contorcia de tanta dor, e eu disse a ela
para tentar falar com os pais dela de levá-la a um
hospital, pois de ônibus ela não aguentaria. Levei-a até
a casa dos seus pais e de lá ela foi. Eu fiquei agoniado,
pois o pai dela não conversava comigo, e como foi ele
que a levou, preferi ficar para evitar mais confusões,
mas meu coração ficou apertado, pois nem dinheiro
para pegar um ônibus para ir até o hospital eu tinha.
Fiquei em casa rezando, para tudo sair bem. E neste
momento vi a imagem de Nossa Senhora Aparecida.
Chegando no hospital, constatou que ela estava
com hemorragia, pelo fato de Ter acontecido um
aborto espontâneo, natural. E era preciso retirar a
placenta, para poder brecar todo aquele sangue. E o
médico falou a ela, que se estivesse esperado mais
algumas horas, o pior aconteceria, pois sua pressão
estava muito baixa.

15
Telefonei para sua casa, e quando ela atendeu o
telefone, comecei a chorar de felicidade, e ela só
repetia: “- Não consegui salvar o nosso filho”. Eu disse
a ela para se acalmar, pois se Deus assim fez, se foi da
vontade dele, foi porque ele tinha seus propósitos. E se
ele te salvou, você deve agradecê-lo por estar viva,
pois nosso filho está bem, onde quer que ele esteja,
está em ótimas companhias.
Durante alguns meses, ainda foi difícil segurar as
lágrimas, mas ainda tínhamos a esperança acesa, pois
este aborto não tinha afetado em nada seu útero, e
assim, poderíamos Ter mais filhos.
A partir desse acontecimento, as coisas foram se
complicando para nós dois, o pai dela não a olhava
mais, não conversava mais com ela, estava um
ambiente muito pesado, e isso a machucava demais.
Passaram-se meses, até que ela teve um sonho.
Sonhou que o pai dela havia telefonado e dito que
queria conversar quando chegasse em casa, à noite.
Neste dia, ela não desgrudou do telefone, e
quando eu liguei para ela, me disse toda feliz do sonho
que teve, mas que acharia impossível de acontecer.
Mas quando eu desliguei, o telefone tocou, era o seu
pai, e ele falou exatamente, o que ela havia sonhado
naquela noite. Todos ficaram espantados.
Eu, comecei a observar que tudo o que estava
acontecendo com ela, poderia ser um Anjo que estava
enviando essas imagens, para prepará-la das situações,
pois esta, de voltar a falar com o pai, foi de muita

16
emoção, e se ela não tivesse preparada, vai saber o que
poderia acontecer.
E mais uma lição que tiramos dessa situação foi
que nada é impossível para Deus.
“O impossível, se torna possível quando lutamos
com fé para alcançá-lo”.
E o tempo foi passando...
Quando eu estava com vinte e dois anos, e ela
com a mesma idade, resolvemos nos casar, sendo que
na mesma época, nasceu o nosso filho, foi uma
gestação difícil, corríamos o risco de perdê-lo até o
quinto mês, mas graças a Deus, ele veio para a nossa
alegria.
Conforme o tempo passava, minha esposa,
começou a sentir com mais intensidade, as energias
positivas e negativas que estavam por perto; e quando
uma força negativa nos circundava, no mesmo instante
dava uma dor de cabeça forte, e nosso filho começava
a chorar e gritar de pavor, parecia que tinha um
monstro por perto. Ele grudava em mim de um jeito,
que começamos a ficar preocupado. O interessante, é
que ele, nosso filho, não ia com ela; ele a agredia com
arranhadas, a chutava e isso era o fim para ela que
tanto esperou um filho. Ela não se conformava o
porque de estar acontecendo aquilo tudo justo com ela,
pois nunca foi uma pessoa má, sempre adorou as
crianças, porque então?
Só parava quando a mãe dela o pegava no colo.
Ele foi crescendo, e as crises também.

17
O levamos para benzer, numa senhora, que mora
na mesma rua que os pais dela, e ela sempre dizia que
haviam espíritos de crianças, que o assustavam, pois
não sabiam brincar e acabavam o deixando com medo.
Mas, só adiantava no dia, no dia seguinte, lá
estávamos nós de novo.
Quando ele começou a falar, dizia-nos que
haviam “bichos pretos” em cima do guarda-roupas,
dentro do banheiro, perto do berço,etc.
Um dia, ele dormindo começou a se debater, e
gritando, sem conseguir abrir os olhos, falava que não
gostava da minha esposa, que queria bater nela, pedia
que ela fosse embora, tentávamos acordá-lo, e nada, ele
batia com a cabeça no berço, não conseguíamos
segurar, pois a força dele era impressionante, e quando
abria os olhos, se ela o pegasse, ele a agredia sem dó, e
com ruídos estranhos, parecia que rosnava, se jogava
do colo, e dizia que o bicho preto estava do lado dela,
por isso que queria que ela fosse embora. Ficava assim
por quase meia hora, não tinha quem o fizesse parar,
daí, a mãe dela pegava ele, e tudo acabava.
Foi assim, durante mais ou menos um ano e
meio. Ela havia ido a um centro espírita, mas parece
que as pessoas não acreditavam no que ela dizia, e para
conversar com quem entendia do assunto, era uma
burocracia. Então resolvemos optar por uma pessoa
que também tem bastante conhecimento neste ramo,
pois já estávamos esgotados com tudo aquilo. E o que

18
mais deixou ela magoada, foi o fato de dizerem que ela
o maltratava.
O levamos a uma terapeuta mística, que faz
vários tratamentos espirituais, alternativos. Ela nos
indicou a fazer primeiro o reiki, uma técnica para
acalmar o corpo e a alma. Ele melhorava só no dia,
mas ainda continuou a Ter.
Daí partimos para os florais, todos nós tomamos,
pois estávamos muito estressados. Os florais
acalmaram, mas queríamos um resultado mais
definitivo, pois era só parar de dá-lo, que ele voltava
com os ataques.
O mais estranho, é que quando estávamos em
outros lugares, fora da casa dos pais dela, ele ficava
normal.
Depois deste tratamento, fomos para a
radiestesia ( gráficos , orações e vibrações). Neste dia,
quando chegamos a este espaço, nosso filho não queria
de jeito nenhum, ficar perto da minha esposa, tanto é
que quando eu entrei para falar com a pessoa que iria
falar o que eu deveria fazer, ele chorava e gritava, eu
tive que voltar, pegá-lo e levá-lo junto comigo, pois só
comigo ele ficava calmo.
Minha esposa, entrou desesperada e chorando,
pois não se conformava do filho a tratar assim, era
muito dolorido para ela.
Quando saímos de lá, nosso filho quis pegar na
mão dela, e depois foi em seu colo e a beijou. Ficamos
tão felizes, que as lágrimas escorreram , estávamos em

19
plena avenida, e nem nos importava se alguém nos
olhava, pois naquele momento só bastava aquela
emoção.
O radisestesista disse para mim, que nós três
somos seres de luz, muito especial e que temos de
desenvolver nossos dons espirituais, principalmente eu,
que possuo uma intensa energia, e que preciso saber a
lidar com ela, pois tem que haver um equilíbrio entre
as três forças, e eu estou sugando a energia dos dois.
E pelo fato, de os três serem médiuns, capitamos
muitas coisas ruins com facilidade, ainda mais sem
saber controlá-las, e acabamos levando-as para dentro
de casa. Mas tudo de ruim que estava atrás de mim, já
havia ido embora, que era para eu pensar para frente, e
esquecer os acontecimentos do passado.
Para minha esposa ele falou que tudo o que lhe
perseguia, tentando lhe destruir, e destruir a sua vida
comigo, já estava no seu devido lugar, mas que era
para ela continuar as orações, e Ter muita fé. Só que
tinha um porém, quanto mais rápido saíssemos da casa
dos pais dela, melhor nosso filho ficaria. Pois ainda
havia lá alguns espíritos destruidores, até mesmo
monstros que são gerados por nós mesmos, devido a
brigas, discussões, pessimismo, etc.
Só que alguém com muita inveja, também os
teriam lançados para lá, através de trabalhos maldosos.
Depois disso, nossa vida melhorou, eu consegui
um curso gratuito de informática, e nosso filho saiu de
lá de bem com sua mãe.

20
Neste mesmo tempo, minha esposa teve algumas
visões estranhas, viu uma luz que brilhava muito
próximo a porta de vidro, de onde dormíamos. Nosso
filho ameaçou a chorar. A luz ia de um lado para o
outro, e do nada, desintegrou-se. Bom, se era luz, só
poderia ser coisa boa, mas assustou.
No mesmo dia, uma prima dela ligou e disse que
tinha algo importante a lhe dizer.
Disse que sua avó foi até ela e disse que tinha
ido fazer uma visita a seu bisneto durante a madrugada,
pois estaria dormindo e não se assustaria, mas percebeu
que minha esposa se assustou, e que por isso só viria
em sonho.
Depois disso, ela sentia que alguém a observava,
e este alguém, sempre estava do seu lado. Às vezes, ela
falava que via uma sombra correndo do lado de fora de
casa, mas não sentia medo.
O Tempo passou, meu filho cresceu, agora está
com três anos e seis meses, e diz que muitas crianças
vem do céu brincar com ele, e que a todo instante tem
anjinhos ao seu redor, e ele conversa, brinca, se distrai
com todos eles. Melhor Anjos, do que monstros. E
outro dia ele descreveu a mãe dele como era o monstro
que ele via perto dela, mas disse para ela o abraçar, que
só assim ele contava. E disse que era todo preto, até o
seu rosto, grande e forte, não tinha o globo ocular,
flutuava, não tinha pernas, e estava sempre com a boca
aberta, querendo o engolir.

21
Imagina só, uma criança ver esta criatura na sua
frente, até nós ficaríamos com medo de um negócio
desses.
Mas, graças a Deus, tudo melhorou.

Minha vida sempre foi marcada com fenômenos


sobrenaturais e que até pouco tempo era difícil de
compreender; e uma delas é que...
...Num certo dia, eu estava caminhando na rua
quando uma mulher me parou e disse:
“- Filho, onde fica o céu?”.
Eu respondi se ela era louca, pois olhasse para
cima e o veria. E continuei a andar.
Passadas duas semanas, estava eu dentro de um
ônibus e havia uma senhora sentada do meu lado,
quando levantei-me para descer, esta senhora pegou na
minha mão e olhando fixamente para mim disse:
“- Você é muito especial, meu jovem!”.
Alguns dias depois, eu estava indo para a feira
com a minha mulher, quando nos deparamos com uma
mendiga e, por duas vezes esta mulher me perguntou:
“- Quando Jesus virá ao mundo?”.
E eu respondi o porque haveria de saber. E ela
completou:
“- Porque você veio do céu!”.
Continuei a andar mas pensando o porque de
todos me dizerem coisas estranhas, celestiais.
Na Quarta e última ocasião, estava me dirigindo
a estação do metrô, quando senti uma sensação

22
estranha e vontade de olhar para o lado esquerdo, e,
quando olhei, havia uma senhora olhando fixamente
para mim, vindo a parar na minha frente e, quando ela
se aproximou, me disse algumas palavras, que não
consegui entender, e desapareceu no meio da multidão.
Coincidência? Não sei, somente sei que apesar de
todos esses eventos, eu não estava querendo acreditar
nos médiuns e nem nestas pessoas que encontrei pelo
caminho, e que disseram palavras sem sentido e
difíceis de compreender.
Como podia, eu ser tudo isso que me falavam, se
eu nunca tive sorte em nada.
Em agosto do ano de 2000, mudei do Estado de
São Paulo para o Estado de Minas Gerais, na cidade de
Pouso Alegre, e foi aqui nesta linda cidade que pude
entender tudo o que me fora dito e ocorrera antes, pois
os Anjos passaram a Ter um contato mais íntimo
comigo, mostrando-me a essência da vida e coisas
desconhecidas até então.
Passados um mês, no dia 19 de setembro, meu
filho ficou doente, justamente quando ele completava
três anos. Estava com febre de 40º . Ficamos
preocupados e no dia seguinte o levamos a um posto de
saúde; mas como estava lotado, e ele estava mal,
optamos por uma farmácia; o farmacêutico disse que
era uma inflamação de garganta, e nos passou alguns
remédios. Voltamos mais aliviados. Mas no dia
seguinte a febre voltou, e ele dizia que a barriga estava

23
doendo muito. Pensamos que era por causa dos
remédios, talvez afetasse o estômago.
Mas do outro dia, antes de se levantar, ele
acordou assustado e começou a gritar, e dizia:
“- Vai embora! Não gosto de você! Você é
feio!”.
Minha esposa entrou em pânico e logo pensou
que tudo voltaria novamente. Mas depois ele a chamou
e disse:
“- Não me deixa sozinho! Estou com muito
medo! Fica comigo, mamãe! Aquela parede está
vermelha! Porque ela está vermelha?”.
Ele suava frio, não conseguia falar direito, pois
sua boquinha começou a encher de feridas. Ele a
apertava tanto, pois parecia estar vendo aquele monstro
em sua frente. Ficamos apavorados.
Depois disso, ele começou a piorar, não
conseguia se alimentar, nem beber água, muito menos
falar. Nós estávamos aflitos de vê-lo daquele jeito; e
sem dinheiro, o desespero foi aumentando. Até que no
dia 22/09, minha esposa falou com sua mãe e o levou
para São Paulo, onde ainda tinha o plano médico. Eu
tive que ficar, mas meu coração estava bastante
abalado. Fiquei aqui, rezando e pedindo pelo nosso
filho.
Então, para meu filho se curar logo, e nada de
pior acontecer, eu fiz uma promessa.
Perfurei meu umbigo com um brinco e o fechei,
e só o tiraria quando ele ficasse bom.

24
Naquela noite, senti uma mão macia onde eu
havia colocado o brinco, e senti que algo estava
escorrendo sobre o objeto, no qual tinha um cheiro
doce. E uma voz calma me disse:
“- Você não precisa mais disso, seu pedido já foi
atendido! Seu filho já está salvo!”.
Acordei assustado, e, quando olhei para minha
barriga, o brinco fechado estava sobre meu umbigo, e
lá havia um líquido pastoso, passei a mão e quando o
cheirei, era mel. Não havia nenhuma gota de sangue,
nada. O buraco já se encontrava cicatrizado.
Neste dia, minha esposa liga e diz que nosso
filho já irá sair do hospital.
Ele estava com desidratação, teve que tomar
quase 6 litros de soro; anemia, e também teve de tomar
sangue, e aquele monte de feridas foi devido a
estomatite. Se esperássemos mais algumas horas, ele
não agüentaria, e o pior aconteceria. Até os
enfermeiros do hospital falaram que nunca tinham
visto uma criança naquele estado. Mas graças a Deus, e
aos médicos tudo correu bem, e ele está salvo. E sobre
aquela parede que ele viu ficar vermelha, era um
pressentimento, devido ao sofrimento que teria de
passar.
Minha esposa e meu filho, iriam Ter que ficar
por lá por mais dois meses, para fazer um tratamento, e
para manter sob controle o estado de saúde dele.
Eu, estava me sentindo muito triste, pois teria de
ficar longe deles mais uma vez, mas por outro lado,

25
feliz, pois meu filho estava tendo um acompanhamento
médico.
A partir daí, comecei a ver que aquilo tudo não
era da imaginação, nem brincadeira, era tudo real,
verdadeiro.
Neste mesmo dia, apareceu em meu quarto, um
homem vestido de preto que me fez uma pergunta
muito estranha:
“- Você prefere salvar a vida do seu irmão ou
ficar quinze dias sem arrumar emprego?”.
Mesmo na situação que eu me encontrava, decidi
por salvar a vida do meu irmão. E depois que eu falei,
ele desapareceu.
Quando acordei, minha mãe estava desesperada,
chorando muito, pois meu irmão acordou com dores na
cabeça muito fortes e não parava de vomitar.
Daí associei àquilo que aquele homem havia me
dito, e permaneci calmo, pois sabia que ele iria
melhorar.
No mesmo dia, meu irmão voltou para a casa.
No dia 09 de outubro, fui tomado por medo e
surpresa.
Estava eu no quarto lendo uma revista, quando
de repente, o ambiente ficou tomado por uma fumaça
de cor amarela, roxa e azul, e no centro dessa fumaça,
estava uma mulher, de vestido branco e cujo rosto
brilhava, eu só conseguia ver cachos, brancos como a
neve em sua cabeça. Tentei gritar, mas a voz não
queria sair, estava com muito medo e tudo que fiz

26
naquele instante foi chorar e chorar. Mas um tom suave
de voz me disse:
“- Filho da luz! Anjo de compaixão, não tenhas
medo, em breve, tua esposa e teu filho estarão contigo;
não se esqueças do décimo primeiro mês. Eles neste
momento também estão sentindo a sua ausência”.
E mostrou-me na parede, como se fosse um
telão, meu filho deitado, assistindo televisão; e minha
esposa no quarto, chorando por estarmos distantes.
E completou:
“- Eu nunca tinha ouvido falar em amor tão
grande e verdadeiro assim que vocês dois sentem um
pelo outro; e quando tu e ela disseram que o amor que
sentem és para sempre, é porque és para sempre. Os
dois estão selados sob os olhos de Deus pai, que os
escuta e os abençoa. Vocês dois não se encontraram,
vocês se reencontraram, pois ela também foi do nosso
meio celestial, e junto de ti protegia as crianças contra
os maus tratos de seus próprios pais”.
Agora, um fato curioso, que me deixou
espantado, foi quando ela disse:
“- Minha netinha querida precisa de ti, não
despreze a mulher que o criador te deu por esposa.
Assim como o Senhor escuta teu coração, eu o estou
ouvindo neste momento; sejas benevolente com minha
netinha, eu choro por vocês estarem em lugares
diferentes, mas logo estarão unidos, pois o amor que
sentem é eterno. Peço a ti que sejas firme, escute e
liberte tua sabedoria e teu espírito; tu és do nosso meio

27
celestial; deixe teu espírito falar conosco, não tenhas
medo em comunicar-se com o celestial; verás belas
coisas nunca vista por nenhum ser de carne depois do
cordeiro; terás respostas ao perguntar; sabedoria em
decifrar e socorro ao solicitar. Tu és o escolhido do
Reino; não há como libertares de teu designo, pois
fostes feito da luz e dela serás para sempre. Não há
como desviar-se nem para a esquerda, e nem para a
direita; tu saíste da morada dos Anjos e fará o que
Deus pai lhe ordenar, até que seja feita a justiça de
Deus para com todos aqueles que desviaram do
caminho da justiça e da verdade”.
Eu disse a ela:
“- Não quero saber de nada disto que a senhora
está me dizendo, eu quero Ter minha vida normal, eu
não quero ser Anjo e não acredito que tudo isso possa
ser verdade!”.
Ela respondeu:
“- Tu foste feito da luz, és Anjo, o que Deus pai
criou, jamais será separado, não coloque o Senhor a
prova; depois de tudo que tu viste e ouviste, ainda
custa a acreditar? Deixarei que os querubins e
protestades o diga quem tu és”.
Eu falei:
“- Vá embora! Não quero conversar com espírito
algum, procure outra pessoa, eu quero é viver como as
outras pessoas, Ter uma vida normal!”.
E ela respondeu:

28
“- Guarde estas palavras que eu lhe disse em teu
coração; minha netinha querida o ama para todo o
sempre; dedique-se e siga os propósitos do Senhor nas
alturas”.
Depois de dizer todas essas palavras, a fumaça a
envolveu e ela desapareceu.
Eu não podia contar a ninguém, pois eu sabia
que ninguém iria acreditar em mim; somente a minha
esposa que sabia de tudo, pois eu telefonava para ela e
contava tudo o que no caso, a avó dela, me disse.
Mesmo não querendo dar importância a toda essa
estória, eu sentia a necessidade de contar a alguém; e
esse alguém, no momento só era minha esposa, pois
seus avós eram espíritas, e por isso ela tinha um
conhecimento básico sobre o assunto. Ela sempre me
falava para crer nos espíritos, e eu ria, e dizia que tudo
isso era bobagem. Mas ela insistia, falava para eu não
desacreditar, e quem sabe assim, por intermédio deles
nossa vida melhoraria. Temos que crer, com muita fé, e
cumprirmos nossa missão aqui na terra, mesmo não
sabendo qual é ela, o amor ao próximo é uma delas. Se
gostamos de fazer algo e nos satisfazemos com aquilo,
oferecer o que sabemos a alguém, já é um grande
mérito para se chegar até Deus.
Minha maior surpresa, foi o que aconteceu no
dia 12 de outubro, pois nesta data apareceu-me dois
Anjos.
Estava eu, no quarto, assistindo televisão,
quando por volta das 23:45 hs, o quarto ficou tomado

29
por uma névoa, e, segundos após apareceu dois Anjos,
e também nesta mesma hora, o quarto ficou com um
perfume muito agradável.
Um dos Anjos estava usando um vestido verde e
com um cinto amarelo no peito, igual o que eu havia
sonhado quando tinha sete anos de idade, o outro Anjo
estava usando um vestido vermelho e em sua cabeça
havia uma tiara, e no centro da tiara, uma pedra
também de cor vermelha.
Ambos tinham aproximadamente entre 2m e
2,5m de altura; seus rostos eram iguais os de uma
boneca; seus cabelos eram grossos e pontudos,
voltados para trás; um tinha o cabelo bem clarinho e o
outro o cabelo bem escuro, e ambos não tinham o
globo ocular, mas mesmo assim eram os dois de
extrema beleza. O que me chamou a atenção, foi o fato
dos Anjos terem o mesmo rosto daquele homem,
vestido de preto, que me apareceu, falando sobre meu
irmão.
Um Anjo ficou a minha esquerda e o outro a
minha direita, e este olhou fixamente para mim e
sorriu, e este sorriso era apavorante, e ele me disse:
“- Peças o que quiser que lhe darei, renuncie sua
vida infeliz, que terás grande tesouro; basta somente
um “sim” e lhe darei riquezas, mulheres que ajoelharão
aos seus pés, peças e terás tudo ao seu alcance”.
Em seguida o da esquerda começou a chorar e
disse:

30
“- Não faças tal loucura! Mas se tu quiseres
escolher a riqueza, não proibireis, faças teu voto entre a
liberdade ou estar amarrado as riquezas, escolha!”.
Então, eu, tomado pelo medo, e o coração
batendo forte disse:
“- Prefiro não Ter riqueza e Ter liberdade!”.
Então o Anjo da esquerda disse:
“- Eis que permanecei em nosso celeiro, tu és
digno e merecedor; a graça seja dada a Deus pai,
aquele que vive para todo o sempre”.
Depois de dizer estas palavras, eu perguntei,
quem era ele?
“- Sou o que sou, teu irmão, semelhante a ti, sou
aquele que te rege, sou o homem de Deus, sou
Gabriel”.
Então perguntei, quem era o outro?
Gabriel: “- Este que está a sua direita, é o que é, mas
permanecerá por um pouco tempo; este é o nosso
adversário; o pai de toda a mentira e de toda a
maldade; este é Lúcifer”.
Neste mesmo instante eu comecei a chorar, não
estava acreditando que aquilo estava acontecendo
comigo. Perguntei ao Anjo, o porque ele estava aqui e
o que queria de mim.
Gabriel: “- Quando tu estavas no ventre de tua mãe, teu
espírito estava abalado, tu desejavas retornar aos céus,
mas para realizar certos propósitos de Deus pai, era
necessário nascer um Anjo em matéria, e tu foi o
escolhido. O Santo Senhor ao ver que tu estavas de

31
retorno ao Reino, lançou tu de volta ao ventre, sendo
que o onipotente interveio pessoalmente, vindo a lhe
socorrer e marcando em tua cabeça o que é conhecido
como “a marca da intervenção de Deus”. E no dia do
teu nascimento disse Deus pai: “- Eis que está selado,
saibam todos no céu e na terra, que este serás forte,
pois é filho da luz, pela luz foi salvo. Este será grande,
pois és Anjo de compaixão, pois pela minha
compaixão foi salvo, eu o salvei!”.
Gabriel: “- Então ouve silêncio no Reino dos céus e do
abismo, e tu vindo a chorar, teus gemidos foram
ouvidos desde os céus, dos confins da terra e do
abismo; e Lúcifer também ouvindo, saiu a tua procura
a fim de lhe tirar a vida e, ele o encontrando, viu em
tua cabeça a “marca de Deus”, e vendo que tu és luz e
Anjo, ele não poderia tirar-lhe a vida, mas de algum
modo poderia fazer tu cair em tropeço”.
Quando Gabriel terminou de dizer estas palavras,
Lúcifer enfurecido retirou-se dizendo:
“- Eu voltarei Gabriel, tu e teus Anjos cairão!”.
Segundos após, Gabriel veio até mim, tocou em
meu ombro e disse:
“- Retornarei a ti, para que saibas o que tens de
fazer”.
Então, me beijou a testa, e o quarto novamente
ficou tomado por uma espessa neblina, e Gabriel
desapareceu no meio dela.

32
Realmente, o que ele falou era verdade, pois meu
nascimento foi difícil, quase morri, saí da barriga da
minha mãe roxo. Foi um milagre, Ter sobrevivido.
No dia seguinte, o Anjo Gabriel voltou e
me disse:
“- Filho da luz, preste atenção no que vos direi
agora, guarde em sua memória.
Quando estamos fracos, somos mais fortes.
Passados dois dias, em 14 de outubro,
aproximadamente 1:30 hs da madrugada, eu estava
dormindo, quando escutei uma voz me chamando. Abri
os olhos e vi, na minha frente, o Anjo Gabriel, e ele
disse:
“- Eis que esta é a hora, venha em sonho!”.
Nessa hora, eu não sei o que aconteceu comigo,
pois eu tentava acordar e não conseguia, é como eu
estivesse morto e quisesse voltar a viver.
Neste instante, ficou tudo branco, marrom,
vermelho e por fim negro. Parecia que estávamos
entrando em um tubo que não tinha fim; a impressão
que dava, era que eu não conseguiria mais sair dali.
Fomos para um lugar verdadeiramente assombroso, a
escuridão somente não era total, porque havia focos de
fogo por todas as partes daquele lugar.
Lá não há lua, sol e nem estrelas. Havia um rio
de larvas que se estendia rumo ao norte de onde
estávamos; seu curso ia onde as vistas conseguiam
alcançar.

33
Haviam milhares de pessoas naquele lugar, todas
completamente nuas.
Gabriel disse:
“- Este é o vale das sombras, o abismo, é onde os
fornicadores são lançados; aqui estão aqueles que não
se arrependeram em vida de seus pecados; enquanto
uns poucos se elevam aos céus, e uns poucos dormem
na morte. Muitos são depositados aqui, como vermes”.
Eu perguntei ao Anjo, como podia essas pessoas
terem seios e genitais, se elas já morreram, pois se são
almas, deveriam não os tê-lo.
Gabriel: “- O corpo é a massa do espírito, que é a
fôrma, eis que por ora tomaram parte apenas na
primeira morte. Por ventura, não somos todos a
imagem do pai? Certamente que sim. Se não fossemos,
não precisaria usar as minhas túnicas! Portanto, se fará
bem aquele que fizeres as vontades do espírito, e não
do corpo. Fazendo as vontades do corpo, sabeis que
estais destruindo no fogo também o espírito.
Estes que aqui estão, fizeram conforme os
desejos do coração e da carne, eis que aqui é o castigo
merecido, até que venha o Senhor e os julgue,
conforme as suas obras, tanto os que vivem, tanto os
que dormem, e todos os que aqui estão, não perderá um
só fio de cabelo; todas saberão quem és o cordeiro, o
que era e o que vem.
Por mais duas vezes estaremos ao abismo, para
que tu escrevas o que verás e que lhe direi”.

34
Depois dessas palavras, Gabriel pegou em minha
mão, e como num passe de mágica, estava eu em
minha cama, ainda atordoado com tudo isso que
acontecera, e, Gabriel, ainda se encontrava do meu
lado, e mais uma vez me beijou a testa e disse:
“- Procures descansar, pois por mais duas vezes
desceremos ao abismo”.
Ele se afastou de mim, a névoa o cercou, e ele se
foi para o céu.
Assim que deixou meu quarto, levantei-me e
comecei a escrever tudo o que ele me disse. Eram 8:20
hs da manhã, quando voltamos. E parecia que eu
permaneci lá a mais ou menos uns trinta minutos, para
mim o tempo foi curto no vale das sombras.
Neste dia, depois que dormi, eram quase 13:00
hs, escutei minha mãe me chamando e batendo na
porta. Quando olhei no relógio, não acreditei, pois
nunca havia levantado esse horário. Meu corpo e
minha alma, estavam muito cansados.
Eu fiquei o dia inteiro pensativo, e ainda muito
confuso com tudo o que aconteceu. E eu sabendo que
teria de voltar para o vale por mais duas vezes,
comecei a orar durante todo o dia, para que o Anjo
Gabriel não viesse, pois não queria Ter que retornar
para aquele lugar novamente.
As orações, desta vez, de nada adiantaram, pois
às 24:40 hs, do dia 17 de outubro, novamente em meio
a névoa, Gabriel apareceu; eu ainda estava meio
assustado, mas logo fui tomado por uma grande paz.

35
E Gabriel disse:
“- Ó filho da luz, Anjo de compaixão, não temas,
façamos a vontade de Deus pai, venha!”.
Neste exato momento, todas aquelas cores
apareceram de novo, branco, marrom, vermelho e
negro.
Desta vez, estávamos um pouco mais afastados
do rio de larvas incandescente, pois ele estava à nossa
direita, a aproximadamente uns dois quilômetros.
Também desta vez, não ficamos somente observando,
pois nós caminhamos no meio daquelas pessoas, que se
encontravam naquele terrível lugar.
Eu presenciei muitas coisas no abismo, a
primeira delas foi a que mais me surpreendeu.
Havia uma criança, de aproximadamente cinco
anos de idade, o qual se encontrava em cima de uma
árvore seca e velha, e esta criança estava segurando
uma mulher pelo calcanhar, batendo com a cabeça dela
no chão, duro como ferro. Então perguntei ao Anjo,
porque aquela criança estava fazendo aquilo com
aquela mulher.
Gabriel: “-Esta mulher que tu vê sendo
atormentada por um tempo indefinido, foi tu quem a
condenou quando estava conosco nos céus”.
Eu perguntei o porque eu havia feito isso?
Gabriel: “- Teus designos nos céus foi o de zelar
pelas criancinhas e, o todo poderoso vendo através de ti
o sofrimento do pequenino, lhe autorizou a condenar
esta mulher ao tormento por um tempo indefinido, e

36
esta criança que tu vê aqui, foi criada, unicamente, para
esta mulher que tu vê sendo aqui atormentada; nada
mais justo que ela pague com a mesma dor, que sofreu
o pequenino, que ela assassinou, pois ela cometeu o
mesmo ato com o filho que estás dormindo na morte;
Portanto assim és que sejas castigada, criando o
arrependimento de sua maldade.
Por isso é melhor se arrepender em vida, pois
quando morrem, estão todos inconscientes, não se
lembram do que fizeram em suas amargas vidas.
Por isso que quando criança, tu escutava choros
de crianças e de mulheres, no qual estavam
desesperadas, pedindo por ajuda; mas tu não podia
ajudá-las, pois foram condenadas por ti. Entenderes,
agora, o porque disso tudo?”.
Caminhamos para mais adiante e vi centenas de
pessoas que estavam pedindo água para enormes
homens vestidos de vermelho, mas eles bebiam a água
e não a davam ; então perguntei o porque de tamanha
desfeita.
Gabriel: “- Estes que aqui tu vê, pedindo água e
não a recebendo, são aqueles que negaram água a
forasteiros que foram a sua porta pedir, eis o salário
destes pobres que foram aqui depositados”.
Também vi um homem que estava rolando uma
pedra para cima de uma montanha, e quando ele
chegava no topo com a pedra, ela não se fixava lá em
cima, e voltava para baixo; então este homem descia e

37
tornava a empurrá-la. A pedra nunca parava, e ele
constantemente a empurrava, sem parar.
Perguntei ao Anjo o porque da pedra não parar
no topo.
Gabriel: “- Este homem que tu vê carregando a
pedra para cima, de tal modo que ela não pára, é aquele
que escravizou a civilização às margens do rio
vermelho, fazendo com que os pobres povos
carregassem enormes pedras para o deserto; eis a
recompensa”.
Observei também, centenas de pessoas que
estavam com espadas atravessando o ventre; perguntei
ao Anjo, o que estas pessoas tinham feito para estar
com espadas atravessadas no corpo.
Gabriel: “- Estes são aqueles que não
alimentaram os que tiveram fome; são aqueles que
negaram o pão a um irmão, eis a recompensa”.
Mais adiante, centenas de pessoas estavam com
pregos por todo o corpo. Perguntei o porque dos
pregos.
Gabriel: “- Estes são aqueles que derramaram o
sangue dos homens justos, eis a recompensa”.
Prosseguimos e pude ver outras multidões de
pessoas sendo acoitadas por pessoas anãs. Perguntei o
porque daquilo.
Gabriel: “- Estes que aqui estão são aqueles que
amam as suas riquezas, e que vangloriam-se dela,
sendo que eles podiam fazer melhor uso se dividido
aos necessitados, eis o salário.

38
Por hora basta! Lembre-se que tu estará comigo
novamente neste abismo”.
Por um milésimo de segundos, voltamos ao meu
quarto, e perguntei ao Anjo, porque dele estar me
levando para aquele lugar.
Gabriel: “- Se não viesse para o abismo, tu não
renasceria; nós Anjos, não pertencemos a Lúcifer, mas
a Deus pai”.
Disse eu:
“- Eu não pedi para ser Anjo, faça com que eu
me torne uma pessoa normal!”.
Gabriel: “- O que o todo poderoso criou, está
criado; tu foste feito da luz, és Anjo de compaixão do
Senhor quem te criou. Tu estivesse conosco nos céus e
foste feito também Anjo, misturado com carne, não há
como te libertares dos propósitos de Deus pai, o
Senhor, que a ti te enviou. E o que tu viste e ouviste,
deverás levar estes conhecimentos aos povos; escrevas
somente aquilo que lhe foi revelado, não acrescentando
uma só palavra”.
E desapareceu.
Eu sabia que teria de voltar mais uma vez para
aquele lugar, mas se nessas duas primeiras vezes que
fui para o vale das sombras foi muito desgastante,
imaginei a última como seria.
Aqueles que vivem no abismo passam por
tormentos, que nenhum ser, que ainda respira, seria
capaz de suportar.

39
No dia 20 de outubro, às 1:15 hs da madrugada,
senti o perfume do Anjo Gabriel aromatizando o
ambiente; não tinha como escapar. Dois minutos
depois ele apareceu, se aproximou e disse:
Gabriel: “- Filho da luz, mantenhas oculto as
inscrições que tu verás na entrada e na saída do vale
das sombras, escrevas somente o que eu lhe disser e lhe
autorizar”.
E como nas outras vezes, antes de ingressar ao
abismo, passamos por aquelas quatro cores.
Eu pude ver o que estava escrito quando
chegamos na fase vermelha, mas nos outros dois
anteriores, aquelas palavras não estavam lá.
Chegando no vale das sombras, eu não estava
vendo o rio incandescente que cortava todo aquele
lugar de sul a norte, acredito eu, que nossa posição era
a de estar muito longe do rio; mas neste lugar também
haviam milhares de rãs, o Anjo disse:
Gabriel: “- Estes que aqui se encontram são
aqueles que dizem o que são, mas não é, estes são
aqueles que blasfemaram contra o Espírito Santo; são
os falsos profetas, são aqueles que levantaram o falso
testemunho, e todos aqueles que amam a mentira, eis a
recompensa”.
Caminhamos para mais adiante, e vi uma
cachoeira que derramava sangue, e perguntei ao Anjo o
porque daquele sangue ao invés de água.
Gabriel: “- Este sangue é aquele que foi
derramado pelos profetas e nada mais justo que o

40
sangue deles caiam sobre estes, pois esta é a
recompensa”.
Vi pessoas que estavam penduradas em árvores
velhas, e os galhos destas árvores penetravam nas
coxas das pessoas, e o sofrimento deles eram muito
grande, e perguntei o que estes tinham feito.
Gabriel: “- Estes que aqui estão sendo
consumidos por estes galhos, são aqueles que
abandonaram seus pais e suas mães na sua velhice, e
eis aqui a recompensa”.
Continuando a caminhada, pude observar
milhares de pessoas que estavam sendo perfuradas por
lanças, e perguntei ao Anjo.
Gabriel: “- Estes são os que desprezam a
existência do todo poderoso e do cordeiro, eis a
recompensa”.
Haviam mais pessoas, só que no meio de
pássaros, e eles devoravam as partes íntimas dessas
pessoas, perguntei ao Anjo.
Gabriel: “- Estes que aqui estão, são aqueles que
sem motivo, divorciaram-se de seus casamentos, e são
aquelas que exibem seus corpos descobertos para
outros verem, eis o salário”.
Também tinham pessoas que estavam com os
pés cortados, e o Anjo disse:
Gabriel: “- Estes que aqui estão sem o membro
de apoio, são aqueles que perseguiram a igreja católica,
eis a recompensa”.

41
A todo momento, chegavam pessoas no vale das
sombras, todas elas chorando muito ao verem o lugar
em que estavam e iriam permanecer; perguntavam
onde estavam e que queriam Ter a última chance de
verem seus filhos, esposos, amigos, etc; e os grandes
homens e anões que habitavam aquele lugar, tratavam
de auxiliar aquelas pessoas aos seus respectivos
tormentos.
Haviam milhares delas molhadas de sangue,
praticando sexo, e, no meio da multidão vi um trono.
Perguntei ao Anjo o porque daquela pratica e o que o
trono estava fazendo lá no meio.
Gabriel: “- Estes que aqui estão, são aqueles que
amam o sexo desenfreado; são meretrizes, adúlteros e
todos aqueles que desejaram a mulher e o homem do
próximo, e nada mais justo que o sangue deles caiam
sobre estes, eis a recompensa.
E este trono, é onde o que se diz rei se assenta,
mas que, ficarás sólido por um pouco tempo, até que
sejas pisado pelos pés do cordeiro, e se torne em
ruínas”.
Perguntei onde estava o rei que assenta a este
trono.
Gabriel: “- Ora, Anjo de compaixão, eu tenho
mais a aprender contigo do que tu comigo; não sejas
ingênuo! O que assenta neste maldito trono, é aquele
que andavas nos céus, e, que por ganâncias se
transformou no pai da mentira e de todas as coisas

42
repugnantes; és aquele que percorre a terra, até que se
cumpra as profecias dos profetas.
Quem se assenta neste trono é Lúcifer, aquele
que domina as nações por um pouco tempo, mas que
serás lançado no fogo, na vinda do Altíssimo e do
cordeiro com todo o seu exército”.
Poucos segundos, depois de Gabriel terminar
suas palavras, ouvimos vozes chamando:
“- Gabriel, tire-nos daqui, senhor!”.
Então disse a ele se não iria responder, pois
permaneceu quieto.
Gabriel: “- Estes Anjos caídos já possuem suas
respectivas recompensas; eles tiveram a chance de se
restabelecerem, porém as desperdiçaram”.
Então, saímos daquele lugar, e antes de sair,
pude ver as palavras que estavam escritas, eram
palavras diferentes da primeira vez que vi quando
ingressamos na fase vermelha, mas eu não poderei
revelar por enquanto, e nem sei se estarei autorizado a
escrevê-las algum dia.
Chegamos em casa às 6:37 hs da manhã. Estava
cansado, com o corpo tomado por cãibras, e o Anjo
Gabriel disse:
“- Está feito! Tu conheceste o vale das sombras,
viu onde Lúcifer se assenta, portanto escrevas o que tu
viu, o que eu lhe disse e autorizei; não acrescente nem
mais uma palavra, pois elas se completam nas
escrituras dos profetas e das escrituras que ditei a
Maomé.

43
Tu não mais voltará ao abismo, mas retornarei a
ti, assim que o Altíssimo me enviar; por ora filho da
luz, descanse e não durma em tuas obrigações”.
Então Gabriel me beijou a testa, e mais uma vez
desapareceu em meio a névoa.
No dia 23 de outubro, eu dormia profundamente,
quando fui acordado pela voz do Anjo Gabriel,
chamando-me:
“ – Filho da luz, Anjo de compaixão, acorde de
teu sono!”.
Abri os olhos, e aqui estava ele, acompanhado de
um outro Anjo, só que este , era uma mulher; usando
vestido verde claro e seda azul por cima dos ombros;
seu cabelo liso, longo e brilhante; como os outros
Anjos, ela não possuía o globo ocular, mas mesmo
assim, seu rosto é de uma beleza encantadora; a voz
muito suave, e o cheiro de seu perfume, muito
agradável.
Gabriel disse: “- Esta é a Naomi, nossa irmã,
Anjo como nós. Ela estará sempre do teu lado e lhe
auxiliará nas escrituras”.
Perguntei ao Anjo se ele iria me deixar.
Gabriel: “- Por ventura, sou eu dono de mim?
Somente realizo que o Altíssimo ordena; tu conheceste
o vale das sombras, portanto purificou-se para o
renascimento; Deus pai porém, ordena que esta seja tua
inspiradora e zeladora, a ela foi confiada a tarefa de
fazer firmes os teus caminhos”.

44
Gabriel se aproximou de mim e mais uma vez
me beijou a testa e disse:
“- Sejas bem aventurado; felizes sejas os teus
caminhos”.
Ele se afastou, e desta vez se retirou de uma
outra maneira, pois a névoa não o cercou, como das
outras vezes. Ele executou uma bela e encantadora
dança, e se transformou em pequenas partículas de luz,
vindo a ir para cima, até desaparecer por completo.
Eu me emocionei muito, por estar vendo e agora,
convivendo com as maravilhosas obras de Deus.
Pelo menos, os Anjos estavam comigo. Eles me
compreendiam, e estavam fazendo com que eu me
animasse, que não desistisse de lutar, lutar pelos meus
sonhos, pela minha felicidade e pela minha liberdade.
A Anjo Naomi, estava ali, na minha frente, e
após Gabriel Ter se retirado, ela se aproximou, e
também me beijou a testa e disse:
“- Nosso poderoso Senhor, ordenou-me e eis que
aqui feliz estou”.
Eu disse que era muito bem vinda. Por
curiosidade também perguntei que perfume que ela
usava.
Naomi: “- Anjo de compaixão, Anjos não usam
perfumes, e sim essências, que produzem naturalmente
através da bondade.
Cada Anjo tem o seu próprio odor, mas nunca
com a mesma essência, assim, como jamais podemos
Ter nomes iguais”.

45
Eu, continuei a dizer que não acreditava em ser
um deles, um Anjo.
Naomi: “- Como pode o coração humano ser tão
duro ao ponto de duvidar do que há no céu? Eis que
negar as obras de Deus pai, é negar a si mesmo. A
ciência despreza aquele que criou o infinito,
acreditando em suas próprias palavras, portanto eu
digo, que a ciência é uma loucura”.
Pensei comigo, se sou Anjo mesmo, porque
então Deus não veio diretamente até mim, para me
fazer esta revelação.
Naomi: “- Estou escutando o teu coração, dizer
que não acreditas que tu és Anjo? Por ventura, podes
um ser ver, sentir e ouvir as coisas que tu viu, sentiu e
ouviu? Serás que és tão pequeno assim para acreditares
que tu foi salvo pelas mãos daquele que te enviou? Não
sejas tolo, filho da luz, por ventura podes um ser
carnal, mesmo que sejas Anjo, mas que agora se
encontra inferior a matéria, ver a face de Deus e
continuar vivo? Portanto digo, que Deus glorioso e
poderoso ordenou e eis que aqui feliz contigo estou, e
ao teu lado sempre estarei, pois tu, mesmo sendo Anjo,
precisas de proteção dos céus”.
Eu curioso disse:
“- Como podem enxergar, se não possuem o
globo ocular?”.
Naomi: “- Não temos olhos, mas olhamos assim
como a humanidade olha, e o todo poderoso lhe vê,
através de mim.

46
Portanto, lhe escrevas somente o que foi dito e
que tu viu, somente o que foi confiado a escrever;
muitas coisas tu ainda verás e ouvirás, e estarei junto a
ti para que tu saibas como reconhecê-las”.
Eu disse porque ela não me diz tudo se uma vez,
e o que significa cada mensagem, para assim ficar mais
fácil de eu entender.
Naomi: “- Filho da luz, o tropeço das trevas, é a
curiosidade humana. Tudo tem o seu tempo, pois o
Altíssimo assim o fez”.
Depois de dizer estas palavras, Naomi se
aproximou, me beijou e disse:
“- Lembre-se, estarei a todo tempo contigo, não
fuja do designo que Deus pai lhe deu”.
Ela desapareceu em meio a névoa, assim como
Gabriel nas outras vezes que aqui esteve.
Mesmo com este Dom maravilhoso que Deus me
deu, pus em prova a existência dos Anjos, e pedi que
Naomi aparecesse naquele instante, para eu Ter a
certeza absoluta que ela estava me protegendo mesmo.
Na mesma hora senti um vento em meu rosto e o
perfume da essência de Naomi. Ela realmente está
comigo, e pronta a me ajudar no que for necessário.
Depois disso tudo, vi que apesar de eu estar
desempregado a tanto tempo, de Ter acontecido tanto
sofrimento em minha vida, eu ainda era feliz, pois
tenho como missão na terra, levar estes conhecimentos
à humanidade, e de alguma forma, tentar ajudar a quem

47
precisa com estas palavras e conhecimentos que pude
adquirir com os amigos celestiais.
O abismo existe, por isso, pense bem nos seus
atos, perdoe, se arrependa, para depois não Ter que
passar por toda essa tortura.
No dia 30 de outubro, Naomi veio até mim, pois
queria me alertar de um fato que iria ocorrer e disse:
“- Seu filho voltarás com aquelas crises, avise
sua esposa, eles vão precisar de muita proteção, pois
será pior que das outras vezes”.
E eu perguntei o porque seria pior.
Naomi: “- Ele está longe de ti, carente, por isso
fica mais sensível, e assim o que está lá o fará
novamente contra sua mãe”.
Achei estranho dela falar sem enigmas, por isso
fiquei angustiado, só de imaginar como lhe daria esta
notícia, pois já não bastasse tanto sofrimento.
Criei coragem e telefonei, quando consegui falar,
ela ficou muda, sua voz triste e desconsolada me
perguntava o porque. Que será que ela tinha feito para
merecer tudo isso de novo, e pedia que eu a ajudasse.
Queria poder trazei-la para perto de mim, mas
minha situação financeira ainda se encontrava parada,
o que podia fazer naquele instante era rezar bastante.
Desliguei, com o coração na mão, mas sei que
ela iria de imediato procurar ajuda.
Dia seguinte, encontrou um centro espírita e já
começou a fazer um tratamento, para tentar impedir
que aquele sofrimento voltasse.

48
No dia 2 de novembro, o que Naomi disse se
concretizou.
Ele se transformou, começou a agredir minha
esposa; lhe dava tapas, chutes, arranhava de tirar
sangue, e gritava, gritava sem parar; ficava até meia
hora a agredindo. Ela tentava lhe segurar mas sua força
se multiplicava. Quem tentava ajudar, ele também
batia.
Só que agora sua fisionomia era muito feia. Seu
rosto e seus olhos inchavam e ficavam vermelhos, sua
voz ficava grossa e ele fazia uns sons, que pareciam de
animais selvagens e dizia que não gostava dela, que
queria que ela fosse embora.
Ela não fazia outra coisa a não ser chorar; ela
tentava o abraçar, dizia que o amava muito, mas não
adiantava, pois não era nosso filho que estava lá.
Por várias vezes, ela o levou para benzer,
naquela senhora que já era mais uma amiga, mas
quando chegava na porta da casa dela, ele se recusava a
entrar.
Um dia, ele começou com a crise, que de longe
se escutava seus gritos, então ela foi chamar aquela
senhora para ir até a casa da sua mãe para lhe fazer um
passe, pois não aguentava mais essa tortura.
Quando essa senhora entrou, se sentiu super
mau, a pressão caiu; ela pegou em seus bracinhos e
disse:
“- Vai embora daqui, saia já de trás desta
criança! Não a atormente!

49
Ele só ria, e dizia que não iria não.
É uma situação horrorosa, minha esposa não
estava querendo acreditar no que estava vendo.
E quando esta senhora acabou de dar o passe,
disse:
“- Tem uma legião de espíritos destruidores
neste local, e eles estão querendo ver a destruição não
só a sua, mas também dos outros moradores desta
residência. Você precisa procurar um centro que faça
um tratamento especial para com a criança, pois
através dele, estes mau iluminados, querem te ver em
ruínas”.
Depois dela dizer tudo isso, nosso filho se
acalmou e começou a brincar, sorrir, e abraçado com
minha esposa dizia que gostava muito dela.
Quando a senhora se retirou, nosso filho disse a
mãe dele que viu quem é que estava a agredindo.
Era um menino muito feio, que queria ver ela
chorando.
No dia 7 de dezembro, deu outra crise nele, ele
novamente a começou a agredir e quando ela o
segurou, a força dele foi tanta que ele conseguiu
deslocar o dedo dela para trás.
No outro dia ela me ligou e pediu que eu falasse
com os Anjos para ver se eles poderiam ajudar somente
enquanto ela estivesse lá. Pois agora, ele queria me
destruir fisicamente.
Chamei Naomi, e perguntei se ela poderia nos
ajudar.

50
Naomi: “- A força que está lá, precisaria de
muitos Anjos para destruí-las; peça a ela que procure
uma pessoa, entendida no assunto, para ajudá-la, nós
ficaremos aqui, orando por ela e por vosso filho”.
Senti uma enorme impotência por não poder
ajudá-la.
Naomi: “- Você pode ajudá-la sim, pense em
Deus, ele é o todo poderoso; nós também estamos
ajudando”.
Passou uma semana, e o braço todo da minha
esposa começou a doer, ela foi ao médico e constatou
que tinha uma inflamação no tendão, próximo ao
polegar.
Teve que ficar com o braço engessado por uma
semana e depois mais dez dias de fisioterapia. Mas não
parou por aí. Antes de acabar a fisioterapia deu um
problema forte de coluna, mais uma inflamação, no
qual ela não suportava a dor; mais dez sessões. Quando
completou a nona sessão de fisioterapia, saiu um cisto
no fim da coluna, e depois dores nas pernas.
Todos começaram a achar muito estranho todos
aqueles problemas de uma só vez, e ela tornou a ir a na
senhora que benzia; e ao receber uma entidade ela me
disse:
“- Tome muito cuidado ao descer uma escada, ao
atravessar a rua, pois eles querem ver você destruída,
tanto espiritualmente quanto fisicamente”.
E disse que tudo o que estava acontecendo
comigo, todos esses problemas, era devido eu estar

51
fazendo os tratamentos espirituais, e como estes
estavam impedindo suas maldades, eles partiram para o
físico.
Esta senhora, cujo nome, Dona Dolores,
convidou minha esposa a ir até o centro que era de seu
conhecido, pois lá eu encontraria a paz e eles
conseguiriam tirar toda a legião de espíritos
destruidores que nos atormentavam.
Chegando lá, quando minha esposa se deparou
com o homem, ela não acreditou, pois este homem foi
um que apareceu em seus sonhos dizendo que teria a
missão de ajudá-la aqui na terra.
Quando começaram os trabalhos, este homem
disse a ela:
“- Os pensamentos atrapalham bastante, ore para
seus inimigos, pois o bem destrói, ou pelo menos,
impede o mau de se aproximar. Quem lhe enviou estes
espíritos, foi alguém com inveja de vocês, da sua
felicidade, e por isso a qualquer preço, sem medir
esforços quer ver seu sofrimento. Este não quer te ver
feliz, mas você será muito feliz, muito mesmo! Seu
companheiro (eu) vai ser uma pessoa de destaque, ele
vai mostrar para muita gente que tem capacidade de
vencer, mesmo os outros não acreditando no seu
potencial.
Os que aqui estavam, atormentando seu menino,
já foram levados para seus lugares, mas mesmo assim
ore bastante, com muita fé, pois o caminho para a

52
felicidade está próximo, e vocês nem imaginam o
quanto vão ser felizes!”.
Minha esposa saiu de lá muito emocionada, pois
este era a terceira pessoa que dissera que seríamos
muito felizes.
No começo de janeiro, nosso filho comentou que
um homem muito feio estava lá perto, e queria assustá-
lo. À tarde, ele deu um grito e a abraçou dizendo:
“- Quero ver meu papai, porque lá onde ele está
este homem não vai!”.
Então fomos para Minas Gerais, e lá ele fica
calmo, obediente, carinhoso com todos, um amor de
criança.
Graças a Deus, aos Anjos, as pessoas que nos
auxiliaram, que nosso filho está bem. E agora que
possuo estes conhecimentos angelicais, consigo com
minhas orações, proteger minha família.
Mas ainda não sabemos ao certo, o que existe, e
o que realmente aconteceu, para que todas as vezes que
nosso filho vai para a casa de seus avós maternos, ele
fica nervoso e alterado; mas graças a Deus, ele está
bem melhor.
Ainda continuo lutando para conseguir trabalhar,
mesmo com este livro, que espero ajudar muita gente,
sou um ser vivente e preciso me alimentar.
Nada cai do céu, precisamos correr atrás dos
nossos objetivos, minha parte eu já estou fazendo, cabe
agora todos se unirem, e juntos fazermos este mundo
melhorar.

53
Objetivo do Livro

Neste livro, com todos os fatos verídicos, estou


simplesmente cumprindo com a minha missão; que é a
de passar para toda, ou maior parte, da humanidade, a
existência dos Anjos em nossas vidas. E como lidar
com estes amigos celestiais no nosso dia-a-dia.
O livro também procura esclarecer os fatos que
geralmente são fáceis de serem vistos a todo momento
em nosso convívio, e que muitas vezes não
acreditamos que estes nos levarão em morte para
algum castigo.
Para melhor explicar, os dividi em itens.

Acreditar

Os Anjos fizeram-me acreditar em seu poder,


porque quando eles me disseram que sou um deles, eu
não acreditei, e achei que tudo aquilo era da minha
imaginação, um sonho.
Pois, como um Anjo pode ser tão azarado?

54
Achei que aquilo era um conforto pelo motivo de
eu estar passando por mais uma tristeza em minha
vida; meu filho doente e minha esposa tendo que partir
com ele para outro lugar, onde ele tivesse mais
recursos, pois estava eu desempregado e desesperado,
porque nada podia fazer por minha família.
E foi aí então, que eles apareceram nitidamente
em minha vida, e por eu não acreditar que eles
poderiam me ajudar, eles provaram sua existência e me
ajudaram e alertaram para muitos acontecimentos.
Um dia, estava eu jogando comida para os
pássaros, no quintal da casa dos meus pais, onde
moramos, quando escutei uma voz:
“- Cuidado com a cabeça!”.
Não dei ouvidos, e em poucos segundos, um
bambu, que não tinha como cair em minha direção,
caiu em cima da minha cabeça.
Fiquei espantado com aquilo que acabara de
acontecer. E a partir dali, passei a acreditar e a ouvir os
Anjos.
Sempre tive Deus no meu coração, leio a Bíblia,
faço minhas orações, mas não acreditava nos
mensageiros, aqueles que levam nossos pedidos até o
Senhor.

55
Ajuda
Este livro consiste em ajudar a todos, como um
amigo verdadeiro, que alerta os descuidados. Este foi
feito para aqueles que escutam vozes, vêem sombras,
sentem que alguém os observa, tem sonhos
indecifráveis e muitas sensações parecidas, e às vezes,
tem medo de comentar com alguém do ocorrido, por
acharem que é loucura, pois sempre o que é
desconhecido se torna imaginário.
A idade que costumam se comunicar, é ainda
quando somos crianças, frágeis, vem para nos fazer
companhia.
Daí a criança fala para os pais que tem
amiguinhos que aparecem no seu quarto, que
conversam e brincam com eles, os pais acham que é da
imaginação da criança e relevam.
Se a criança insiste, eles já partem para médicos
psicólogos e psiquiatras, não procuram crer no que o
filho está dizendo, e assim, procurar um centro espírita.
Com isso, a criança começa a se retrair e se
fechar para todos, pois se os pais não acredita nela,
quem é que vai acreditar?
Quando adolescente, não comenta com os
amigos, e muitas vezes sofrem por não saber onde
procurar ajuda certa.

56
Tem crianças e adultos que por não entender o
que se passa, ficam irritadas, inquietas, e às vezes até
loucas, quando poderiam estar se ajudando e ajudando
a outras pessoas que passam pelas mesmas situações.
Este Dom, foi dado as pessoas para que elas
cumpram suas missões aqui na terra, pois se estas não
procuram ajuda necessária, os espíritos zombeteiros,
que gostam de atrapalhar a vida de todos, começam a
agir contra aqueles mais sensíveis e desprotegidos, e
assim, a vida dessas pessoas começam a virar de
cabeça para baixo, e muitas vezes, não sabem o porque
de acontecer tudo isso.
Pois se para quem acredita, já é difícil, para
quem não crê, se torna impossível.
Procure alguém, alguma casa de caridade, que
possui as informações corretas para a sua necessidade,
e verá que a vida se pode ser bem vivida, em harmonia
com você mesmo.

Agradecer
Porque lembramos sempre em pedir? E a
gratidão? Sempre esquecemos.
Ficamos horas pedindo, e quando este é
realizado, deixamos de lado os agradecimentos, as
orações, e só vamos lembrar de Deus e dos Anjos
quando precisarmos deles de novo.

57
Só que se parássemos para pensar melhor,
necessitamos deles todos os dias e temos que agradecer
por estarmos vivos, nos alimentando e com saúde, pois
muitos não tem a mesma sorte; é só olharmos ao nosso
redor e veremos.
Muitos reclamam da comida que tem, das roupas
que vestem ou de algum defeitinho estético.
Outras não se importam com nada disso, o que
tem é o suficiente e não reclamam, e agradecem por tê-
las naquele momento. Este tem a proteção angelical,
pois mesmo com pouco, são felizes. E quando tem
muito, procuram dividir com quem está na mesma
situação ou pior. A sua maior riqueza é a humildade e a
solidariedade.
Deus quer união entre os povos, e aqueles que
tem, não custa dar a aquele que necessita; não só em
bens materiais, como também em espirituais. Uma
palavra amiga, já basta àqueles que necessitam delas.
Quando morremos não levamos nada de
material, e sim de espiritual, e este será o caminho para
a nossa outra vida.
Os Anjos a levarão para a paz e agradecerão por
sua bondade em terra.
Agradeça aos Anjos por estarem sempre ao seu
lado; agradeça ao acordar e ao se deitar, permita que
eles adentrem seus lares. Ascenda uma vela, um
incenso, ore com um copo com água e agradeça a
proteção; converse com eles quando estiver

58
necessitando de uma ajuda, procure um canto, onde
você se sinta bem, e fale com ele, e ele a confortará.
Os Anjos são nossos companheiros em vida e na
morte.

O mau

Quero passar para todos que, quem pratica o


mau para o próximo, ou apenas deseja-o, acrescentará
na sua vida, pontos, cujo estes poderão até te levar à
riqueza em vida, mas quando partires daqui, esta
contagem será de efeito negativo, e tudo que
conquistou com o mau, será pago pelo mesmo modo.
Quem pensa: morreu, acabou!
Está totalmente enganado, não é bem assim,
ninguém foge de seus pecados. O Anjo foi muito claro,
Deus perdoa sim, mas primeiro temos que pagar pelo
que fizemos, se não for em vida, será na morte.
Por isso, pense bem, antes de praticar o mau,
pois se mesmo sabendo do que lhe pode acontecer,
insistir na maldade, as conseqüências virão com
certeza.
Essas coisas de fazer um pacto com o demônio,
existe, tanto é que ele tentou me comprar, e em troca

59
me daria muito dinheiro; o que eu mais necessitava
naquele momento.
Mas sou do bem, e não é por causa de uma
necessidade, que vou me entregar.
Mas muita gente não pensa assim, e acaba tendo
sua vida amarrada pelo mau, e se mais tarde se
arrepender do que fez, vai ser difícil tirá-lo do seu
caminho.

O bem
É o que sempre devemos fazer; ser honesto,
justo, sincero para com as outras pessoas, sempre nos
levarão a paz interior.
Se semearmos coisas boas, com certeza
colheremos árvores ricas em prosperidade e amor.
Ser bom é:
- praticar o bem, sem querer algo em troca:
- é saber ouvir aos que precisam desabafar,
sem pressa:
- é ser humilde e bondoso, mesmo com aqueles
que querem e desejam seu mau:
- é perdoar aqueles que te magoaram.
O bem está dentro de nós, e vigora com mais
força, pois junto deles estão os Anjos e Deus.

60
Existem várias formas de se praticar o bem, busque
dentro de você como alcançá-lo.
Comece hoje mesmo, coloque uma música suave
de fundo, ascenda um incenso, relaxe, e comece a rever
toda a sua vida; o que deixou de fazer por alguém, o
que pretende mudar, etc.
Tire meia hora ou mais para esta meditação, e
veja que pode fazer muitas coisas por você.
A paz interior é o remédio para a maior parte das
doenças do corpo.
“Ser bom, faz bem para você”.

Confiar

Nos dias de hoje, é difícil confiar em alguém,


pois um quer pisar em cima do outro, como se fosse
beneficiá-lo em alguma coisa. Como pode uma pessoa
prejudicar seu semelhante? É lamentável o ponto em
que chegamos, mas podemos mudar, se quisermos;
porque Deus é maior que tudo, ele transforma o mau
em bom, é só querer e crer, juntos, unidos pelo amor,
transformaremos este mundo e,, os Anjos nos
acobertarão para que a força de vontade que existe em
cada um de nós, floresça, irradiando paz e harmonia a
toda a humanidade.

61
Confiar nos Anjos

Como podemos confiar nos Anjos? Se não


confiamos nem em quem vemos!
E se eles quiserem nos fazer o mau ao invés do
bem?
Também existem Anjos maus, que na verdade
são espíritos que se passam por Anjos, parentes e
conhecidos falecidos; para tentar, de alguma maneira
se aproximar, para atrapalhar e complicar a vida
daquele que sofreu a perda. Fazendo com que ele
acredite nas coisas que ele disser.
É fácil saber a verdade, se ele diz coisas
maldosas de outras pessoas, seja da família, ou de
alguns amigos, este não é Anjo, nem espírito do bem;
este quer ver discussões, brigas, etc.
Para Ter a certeza, procure sentir.
Se ficar com muito medo, de arrepiar-se mesmo
se ele sorri; este é o do mau.
O bom, ele nos passa tranqüilidade. Mesmo se
sentirmos medo, no começo, depois temos uma
sensação relaxante, pois ele harmoniza nosso espírito,
este é o do bem.
Mas se mesmo assim, tiveres medo do outro
plano, procure ajuda em casas de caridades, pois se

62
estes estão por perto, são para nos ajudar e não nos
assustar.
Podemos sim, confiar nos Anjos, mas primeiro
temos que abrir nosso coração para eles.

63
Orações para Anjos

Oração das crianças para o


Anjo da Guarda

“Meu santo Anjo da Guarda, fazei com que eu


não tenha medo da noite;
Abençoa meus irmãos;
Abençoa as mãos pacientes e macias da mamãe:
Abençoa as mãos quentes, cansadas e calejadas
do papai:
Abençoa as mãos enrugadas do vovô e da vovó
tão carinhosos:
Abençoa a minha família e meus amiguinhos:
Conceda-nos a esperança de poder dormir e
acordar em paz, Senhor!
Una-nos no fogo ardente da fé”.

64
Oração ao santo Anjo da
Guarda

“Anjo Santo, que desde o meu nascimento sois


meu protetor, a vós entrego hoje o meu coração para
que vós o entregueis ao meu salvador Jesus, a quem só
pertence.
Vós que sois meu defensor em vida, sede
também meu consolador na morte. Fortalecei a minha
fé e esperança, ascendei em mim o fogo do divino
amor. Fazei que a minha vida passada não me agonie, a
presente não me inquiete e a futura não me espante.
Esforçai-me nas lutas da agonia, animai-me à
paciência, recebei-me em paz e alcançai-me a graça de
que meu último alimento seja o pão dos Anjos, as
minhas últimas palavras Jesus, Maria e José, e a vossa
presença, ó meu Anjo protetor, o meu último consolo”.
Amém.

65
Credo
(Proteção contra o mau)

“Creio em um só Deus, padre todo poderoso;


Criador do céu e da terra, das coisas visíveis e
invisíveis e em um só Senhor Jesus Cristo, filho único
de Deus, nascido de Deus seu pai antes de todos os
séculos;
Deus de Deus, luz da luz, verdadeiro, gerado e
não criado, consubstancial a seu pai, por quem tudo foi
feito;
Que desceu do céu por amor de nós e para a
nossa salvação, e que se incarnou pela operação do
Espírito Santo, no ventre da Virgem Maria, e que se fez
homem.
Creio também que Jesus Cristo foi crucificado
por amor de nós sob Pôncio Pilatos; que sofreu a
morte, e que foi sepultado; que ressuscitou ao terceiro
dia, conforme dizem as escrituras; que subiu ao céu,
onde está sentado ao lado direito de seu pai; que virá
ainda mais uma vez sobre a terra com glória para julgar
os vivos e os mortos e que seu Reino não terá fim.
Creio no Espírito Santo, Senhor, vivificante, que
procede do pai e do filho, e que é adorado e
glorificado com o padre e com o filho, e que falou
pelos profetas;
66
Creio que a igreja é uma santa, católica,
apostólica. Confesso que há um batismo para a
remissão dos pecados, e espero a ressurreição dos
mortos e a vida no outro mundo”.
Amém.

Oração dos Anjos


(Proteção contra doenças)

“Em nome do pai, do filho, do Espírito Santo.


Senhor, concedei-me a paz aos que tem fé, para
que se cumpram as verdadeiras palavras dos profetas:
Ouvi as orações do vosso servo e do vosso povo de
Israel.
Santos Anjos que estais eternamente cantando as
glórias do Altíssimo Senhor Deus!
Arcanjo São Miguel, que triunfastes e vencestes
potências infernais!
Anjo São Rafael, previdente guia do jovem
Tobias, no deserto!
Anjo São Gabriel, que anunciastes a virgem
Maria a concepção do filho, verbo de Deus pai!
Luminares acesos, por todos os séculos dos
séculos, em volta do trono do Altíssimo, para que
sempre seja louvado.
67
Anjos do céu, sede minha luz, minha proteção,
minha força, minha coragem, para que enfrente todos
os males, todas as adversidades, todos os inimigos.
Afugentai de mim, de toda minha casa, da minha
família, os espíritos maus, os invejosos, os
maledicentes, os hipócritas, os interesseiros.
Serafins, querubins, tronos, dominações,
protestades, virtudes, principados, arcanjos e Anjos,
afastai de mim, de minha família, de minha casa, os
espíritos enviados por Satanás, os espíritos tentadores,
que nos desviam do caminho reto e nos levam a nossa
destruição eterna”.
Amém.

Prece de Cáritas
(Proteção, para nascimentos
e falecimentos)

“Deus, nosso pai, que sois todo poder e bondade,


daí força a aquele que passa pela aprovação, daí luz
aquele que procura a verdade; ponde no coração do
homem, a compaixão e a caridade.
Deus, daí ao viajor, a estrela guia; ao aflito, a
consolação; ao doente, o repouso;
68
Pai, daí ao culpado, o arrependimento; ao
espírito, a verdade; a criança, o guia; ao órfão, o pai.
Deus, que vossa bondade permita aos espíritos
consoladores, derramarem por toda a parte, a paz, a
esperança e a fé.
Deus, um raio, uma faísca do vosso amor
pode abrasar a terra; deixar-nos beber da fonte dessa
bondade fecunda e infinita, e todas as lágrimas secarão,
todas as dores se acalmarão, um só coração, um só
pensamento subirá até vós, como um grito de
reconhecimento e de amor; como Moisés sobre as
montanhas; vós vos esperarmos com os braços abertos;
Ó poder, ó bondade, ó beleza, ó perfeição, e
queremos de alguma sorte alcançar vossa misericórdia
de paz.
Deus, dai-nos a força de alcançar o progresso,
afim de subirmos até vós; dai-nos a caridade pura; dai-
nos a fé e a razão; dai-nos a simplicidade que fará das
nossas almas o espelho onde deve refletir vossa Santa e
bendita imagem. Que assim seja”. Amém.

69
Simpatia para proteção (Anjos)

Compre uma vela de 7 dias.


Escreva num papel, o nome da pessoa a Ter essa
proteção.
Coloque em cima do papel um pouco de mel ou
açúcar, e ponha debaixo da vela.
Coloque a vela dentro de um recipiente, para que
não haja perigo de tombar.
Ao lado dessa vela, coloque um copo com água e
açúcar; e todos os 7 dias, de manhã e a noite, rezar uma
Ave Maria para o Anjo de Guarda e o Anjo Guardião
da pessoa. À noite, o copo com água e açúcar, deve ser
trocado e jogado em água corrente ou num vaso com
plantas.
Fazer os 7 dias, dar uma pausa de mais 7 dias, e
tornar a fazer.
É bom fazer para uma única pessoa, duas vezes
seguidas. Ou então, fazer para duas pessoas num só
papel.
Você vai sentir a presença dos Anjos próximo a
essa pessoa que você ajudou.
Pode também ser feito para benefício nosso.

70
Este livro é do gênero espiritualista.
Abrange o público infanto-juvenil ao adulto,
pois durante este período, se pode mudar
muitas coisas em relação à conduta do
homem.
E se trata de revelações que tive, sobre o
abismo, que através dos Anjos eu passei a
conhecer; fala também de muitas passagens
interessantes da minha vida, no qual essas
poderão ajudar muitas pessoas a não se
desviarem para o mau só por causa de
algumas dificuldades que encontrarem pelo
caminho.

Interesses relacionados