Você está na página 1de 30
Pesquisa qualitativa em educagao Fundamentos e tradigdes Maria Paz Sandin Esteban Professora do Departamento de Métodas de Pesquisa e Diagndstico em Educacao da Faculdade de Pedagogia da Universidade de Barcelona ‘Traducéo Miguel Cabrera Revise Técnica Belmira Oliveira Bueno Mestre e Doutora em Educacao nela USP Professora Titular da Faculdade de Educagao da USP. Carmen Sylvia Vidigal Moraes Mestre em Educacao ~ FEUSP Doutora em Socialogia- FFLCH-USP Professora Livre-docente da Faculdade de Educagao da USP AMGH Editora Ltda 2010 Perspectivas tedrico- -epistemoldgicas I | Na pesquisa | | | educacional i 8 | i | B | 3. Perspectivas teérico-epistemolégicas na pesquisa g | educacional 5 | i | 21. intredugao E necessitio esclarecer e fundamentar a terminolpgia que na atualidade impregna os discursos tesricos, conceituais € metadoldicos a respelta da pesquisa social e educacional, entre outros motivos, porque € frequente enconirar 0 uso de determinadas termos de forma diferente ¢ inclusive, as veres, contraditéria, para relerirsse em algumas ocasivies a enfo~ ques epistemoligicos, a perspectivas teéricas ¢ inclusive a mélodos concrelos de pesquisa Por exemplo, como alirnta Crotty (1998), é comum identificar “interacionismo simbélico”, “einogralia” ¢ “construcionismo", em um mesmo nivel, como “metodologias”, "enfoque” ou “perspectivas” A cagrafia € un mid ( methodology’, no original). Bunn dos muitos projelos de pesquisa te yuiam & pesguisador na selegan de estratésas ¢ proeklimenios “methane original & série de mérouos, ineluinde alysimas formas de etnagrafia, Como perspectiva tevriea, constita uma aproximacio & compreensio © explicagso da sociedae © do mivutdo © handamenta uma Série de premissas ure os pesiuisnlores assent c inc param ai metode selecionado, O i ‘onstrucionisme 6 uma epistemolagia inserida em miilas perspeetivas teoricas, incluiade o intera) cionismo snblicu. Uma epistemolegia & uma forma de epmprcender ¢ explicar com cone ceanos 0 que sabemias” (Crotty. 1998: 3) . Nao voktamos a insistir aqui no que j4 toi dito ng capitulo anteriar a respeite da im portdncia da fundamentagao epistemologico-tedrica da pesquisa social ¢ educacional ¢, por- tanto, de que os pesquisadores ¢ tambéui os alunos possuam certo nivel de conhecimento sobre essas dimensdes. Bastam as palavras de Dendaluce ¢ de De Miguel 48 Pesquisa qualitativa em educagao metloligien-técnicas pesteriores” (Denulatuee, 1999. 345). Drecisamos laniliarizar-nos cara o& novos caminhes a husc com ea, Mais do que nunca, nis pesquisadores neeesitann Sentida do que fazemos, os peacedimentos que uiizamek e 9 utili, Miguel, 1988: 76), rade conhiecimenta e ‘gia € crm dimension que eich pesquisadores nem mesmo abontam ou que desatendem, quando na realidaue esté na base de ‘muitos comportamentos e decisies cocrentes tov de uma rellexaa maior sobre 0 le que nos oferecem” (De Peau para frente, ¢ baseando-nos fundamentalmente no trabalho ite M Crotty (1998) The Foundations of Saciad Research, apresentamos “binemologias e perspectivas tesiricas que informam e subjazem (Tabela 3.1) Paderiamos nos perguntar se as perspeetivas epigte molyy seguindo com essa argumentagéo, se as iesricas levanh instrumentais © analiticos. tsso nos condurr Fenles autores: se Tebela 3.1 Principais perspo: (1968: 5) Perspectives epistemolégices _-PerSPectivastodrices erprotativisme: Inieractonismo simbatiee, Fenomenoiogia Hermendutica, Subjetivisme (e 0 Teoria critica (Cricat inquy Pos-Nlodornismo ete > persnectiva tedrica> méiado> estratéas) on se, uma das quiestées m; ‘iste uma relagao direia © wnivoca ¢ntre Métodos Pesquisa experimen. Estudo 9 campo, Etnogreti. Pesquisa ‘tenomondlagies, fundomentada. Pesquise-a Andlise d discurse ete as diveysas (eori cas inclucm as ted ias do conhecimento, isto & 08 processos de pesquisa 2 cerios mélodus ¢ procedimentos ais debatidas entre os dite- bs niveis indicados (epistemo. pelo contririo, so independentes, 9s, tebricas © motodolégicas, a pesquisa social. Adaptado de Crotty ‘Téonicas © Procedimemtos de coleta eandlise de dados Amostregem, uostionario Observagae, ntrvist, scales Grupos de dis Histdrias de vida, Narrative, Estratgias etnogratic Fedugao de dados. Identicarzo de temas, Anilise comparative, Analise documental Andlise do conti, Anilise estaistica,