Você está na página 1de 7

05. Dois ângulos adjacentes são complementares.

Então, o
GEOMETRIA
Ângulos, polígonos e ângulo formado pelas bissetrizes desses ângulos é:

01 triângulos a)
b)
30°
35°
c) 40°
d) 45°
01. Sejam A, B e C respectivamente as medidas do e) 50°
°
complemento, suplemento e replemento do ângulo de 40 , têm-
se
° ° °
a) A = 30 ; B = 60 ; C = 90 06. Dois ângulos consecutivos não adjacentes medem 138º e
° ° °
b) A = 30 ; B = 45 ; C = 60 40º, quanto mede o ângulo formado pelas suas bissetrizes?
° ° °
c) A = 320 ; B= 50 ; C = 140
° ° °
d) A = 50 ; B = 140 ; C = 320 a) 45º
° ° °
e) A = 140 ; B = 50 ; C = 320 b) 46º
c) 47º
° d) 48º
02. O ângulo cujo suplemento excede de 6 o quádruplo do seu e) 49º
complemento, é:
°
a) 58
°
b) 60 07. Observe a figura
°
c) 62 D
°
d) 64 1 cm
°
e) 68 1 cm 1 cm
C E
1 cm F
03. Determine x, y, z nas figuras a seguir: B s
1 cm
A

r
Em relação aos segmentos de reta não é correto afirmar que:

a) AB e BC são consecutivos, colineares e adjacentes


b) AB e CD são colineares e congruentes
c) BD e DF são consecutivos e congruentes
d) AD e CD são consecutivos, colineares e adjacentes
e) AC e CD são consecuitivos, colineares e adjacentes

08. As retas r1 e r2 são paralelas. O valor do ângulo α,


apresentado na figura a seguir, é:

04. Na figura a seguir, as medidas x, y e z são diretamente


proporcionais aos números 5, 20 e 25, respectivamente.

a) 40°
b) 45°
c) 50°
d) 65°
o
e) 130
O suplemento do ângulo de medida x tem medida igual a
°
a) 144
°
b) 128
°
c) 116
°
d) 82
°
e) 54

www.ruilima.com.br | facebook/RuiLima 1
09. Na figura a seguir temos r//s e t//u//v. 12. Na figura a seguir, as retas r e s são perpendiculares e as
retas m e n são paralelas. Então, a medida do ângulo α, em
graus, é igual a:

a) 70.
b) 60.
c) 45.
Com base nos estudos dos ângulos formados por retas d) 40.
paralelas cortadas por uma transversal pode-se afirmar que: e) 30.

I) O ângulo X mede 127° 30'. 13. Numa gincana, a equipe "Já Ganhou" recebeu o seguinte
II) O ângulo Y mede 117°. desafio:
III) O ângulo Z mede 64° 30'. Na cidade de Curitiba, fotografar a construção localizada na
rua Marechal Hermes no número igual à nove vezes o valor do
Analise as proposições acima e assinale a alternativa correta. ângulo  da figura a seguir:

a) Somente as afirmações I e II estão corretas.


b) Somente as afirmações I e III estão corretas.
c) Somente a afirmação I está correta.
d) As afirmações I, II e III estão corretas.
e) As afirmações I, II e III estão incorretas.

10. Na figura, o lado AB do triângulo equilátero ABC é paralelo


ao lado DG do quadrado DEFG.
Se a Equipe resolver corretamente o problema irá fotografar a
construção localizada no número:

a) 990.
b) 261.
c) 999.
d) 1026.
e) 1260.

14. Uma peça de mosaico é confeccionada a partir do corte de


um azulejo quadrado. Os lados do quadrado são paralelos e os
Qual é o valor, em graus, do ângulo x? ângulos feitos pelos cortes são representados conforme
desenho abaixo
a) 80°
b) 90°
c) 100°
d) 110°
e) 120° 120º

11. As retas t e s são paralelas. A medida do ângulo x, em


graus, é
y

50º

A medida, em graus, de y é:

a) 30 a) 10º
b) 40 b) 40º
c) 50 c) 50º
d) 60 d) 70º
e) 70 e) 80º

www.ruilima.com.br | facebook/RuiLima 2
15. Um raio de luz monocromática incide sobre a superfície de 18. O triângulo CDE pode ser obtido pela rotação do triângulo
um líquido, de tal mode que o raio refletido R forma um ângulo ABC de 90º no sentido anti-horário ao redor de C, conforme
de 90º com o raio refratado R’. O ângulo entre o raio incidente I mostrado no desenho abaixo. Podemos afirmar que α é igual a:
e a superfície de separação dos meios mede 37º, como mostra A
a figura.

α
B C

D 60º
o
a) 55
o
b) 65
o
c) 70 40º
o
d) 80
o
e) 85
E
19. (UPE) No retângulo ABCD, figura abaixo, E é o ponto
Os valores do ângulo de incidência (i) e do ângulo de refração médio do lado BC, e F é o ponto médio do lado CD. A
(r), são respectivamente iguais a: interseção de DE com FB é G. O ângulo EAF mede 20º.
Quanto mede o ângulo EGB ?
a) 53º e 37º
b) 53º e 53º
c) 37º e 37º
d) 53º e 43º
e) 43º e 53º

16. Na figura abaixo considere AB ≅ AC ≅ CD e AC bissetriz


do ângulo BÂD determine a medida do ângulo α
A
a) 32° b) 25° c) 15° d) 30° e) 20°

20. Da figura abaixo sabe-se que:

Ø r//s
Ø AM ≅ AP
Ø BM ≅ BQ
s r

α
P
D C B
Q
a) 30º α
b) 36º
c) 40º A M B
d) 45º
e) 60º
Então, α vale:
17. Observe a figura

A
70º E

65º 70º
55º
B C D

Com base nos dados dessa figura, pode-se afirmar que o


maior segmento é:

a) AB
b) AE
c) EC
d) BC
e) ED

www.ruilima.com.br | facebook/RuiLima 3
15. Congruência de ângulos r
Dois ângulos são congruentes se, e somente se,
eles têm mesma medida. A

D
QUESTÕES CONTEXTUALIZADAS DE GEOMETRIA PLANA
E B
21. Na figura a seguir determine o ângulo que é oposto
A ao lado
de menor comprimento. 24. As lentes são formadas por materiais transparentes (meio O
refringente) de tal forma que pelo menos uma das superfícies
por onde passa a luz (ao entrar ou sair da lente) não é plana.
B
Nas lentes esféricas,
F uma das super- fícies, ou ambas, são
cortes de uma esfera e, consequentemente, caracterizadas por
C um raio de curvatura. Observação
As lentes podem ser classificadas, de acordo com sua
construção, como lentes convergen- tesQuando retas r e s s
duas Quando
e divergentes.
Simbolicamente: a lente está no ar ou em qualquer minam ângulos
meio menos adjacentes
refringente que con
^ ^ ^o seu material, as lentes
^ madas
convergentes sãoper pen
mais dicusas
gros- lares.
na
ABC ≅ DEF ⇔ med (ABC) parte =central
med que (DEF) nas bordas. O contrário ocorre nas
divergentes, que são delgadas no seuSim bolica
centro mente:
e mais r ⊥ s.
grossas
nas extremidades. Exemplos de lentes convergentes são lupas
e lentes para corrigir hipermetropia. Lentes diver- gentes são
encontradas em olho-mágico de portas e em óculos para
22. (UFPE) Na ilustração abaixo, os segmentos DC, DE, EA correções da miopia. Outra classificação é feita em termos da
o
têm mesma medida. O ângulo CDB mede 23 . Qual a soma geometria da lente. Caso as duas superfícies sejam côncavas,
dos dígitos da medida em minutos do ângulo EAD? a lente é chamada bicôncava. Se as duas superfícies são
! As Das seis figuras
A D lentes são formadasB convexas,plana
por materiais e outra
tem-se umaconvexa, tem-se umaSendo
lente biconvexa. lente plano-
uma superfície
transparentes 23
(meio
o refringente) de talplana convexa e assim por diante.
formae outra convexa, tem-se uma lente plano- convexa lentes,e a quanti
que pelo menos uma das superfícies assim
por ondepor diante. http://objetoseducacionais2.mec.gov.br é:
E
não é seis tipos de lentes, que são representadasa)pelas
passa a luz (ao entrar ou sair da lente)Existem 1 b) 2
plana. Nas lentes esféricas, uma das figuras Existem seis tipos de lentes, que são represen- Resolução
super- a seguir.
C
fícies, ou ambas, são cortes de uma esfera e, tadas pelas figuras a seguir.
Somente as du
consequentemente, caracterizadas por um raio não convexas.
de curvatura.
As lentes Resposta: D
23. (UFPE) Determine a medida em graus podem ser classificadas,
do ângulo α na de acordo
com sua construção, como lentes convergen-
ilustração a seguir.
tes e divergentes. Quando a lente está no ar ou " Quando f
121°
em qualquer meio menos refringente que o seu intuitivamente
material, as lentes convergentes são mais gros-
mesmo tamanh
sas na parte central que nas bordas. O contrário
executando-se
ocorre nas divergentes, que são delgadas no
seu centro e mais grossas nas extremidades. se “encaixam”
Exemplosα de lentes convergentes são lupas e outras. Observ
lentes para corrigir hipermetropia. Lentes diver- está sendo usad
gentes são encon 123°tradas em olho-mágico de já que os conj
portas e em óculos para correções da miopia. cada uma das fi
Outra classificação é feita em termos da
mais precisa
geometria da lente. Caso as duas superfícies
sejam côncavas, a lente é chamada bicôncava. expressão "figu
Se as duas superfícies são convexas, tem-se
uma lente biconvexa. Sendo uma superfície
122°
Das seis figuras que representam os tipos de lentes, a
quantidade de regiões não convexas é:
44 MATEMÁTICA
a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5

www.ruilima.com.br | facebook/RuiLima 4
total de 24 horas. Por isso, se você observar o a) 80° b) 82° c) 84°
céu todas as noites, sempre à mesma hora,
d) 86° e) 88°
notará que seu aspecto irá modificando-se. Al-
gumas estrelas e constelações deixam de ser Resolução
visíveis, enquanto outras vão surgindo no I) 3x – 10° = 2x + 8° ⇒ x = 18°
^
horizonte no lado Leste. E se voltar a observar II) CDB = 2x + 8° = 2 . 18° + 8° = 44°
o céu daqui a três meses, verá que tal mo- ^
24. Nas regiões próximas à linha do Ao Equador, III) ADC = 2 . 44°26. = 88°Uma folha retangular de papel ofício de medidas 287 x
dificação será bem mais sensível. término todas as
estrelas nascem e se põem quatro minutos mais
de seis meses, você poderá verificar que todas
cedo, a cada
Resposta: E 210 mm foi dobrada conforme a figura.
dia que passa. Ao final de 365 dias, esse adiantamento dará
as constelações visíveis serão diferentes, pois
um total de 24 horas. Por isso, se você observar o céu todas as
você estará vendo o outro lado do céu
noites, sempre à mesma hora, notará que seu aspecto irá
"
Castelos e palácios eram residências
estrelado, que era invisível em virtude da luz majestosas para nobres e reis, mas apenas
modificando-se. Algumas estrelas e constelações deixam de
ser visíveis,solar.
enquanto outras vão surgindo no horizonte no castelos
lado tinham muros altos, torres e fossos.
Leste. E se voltar a observar o céu daqui a três meses, verá os palácios fossem grandes
Embora
^
residên-
^
Ronaldo
que tal modificação será bemRogério de FreitasAo
mais sensível. término cias
Mourão. de seise pudessem Oster muros
ângulos ao X
seueredor, não
Y resultantes da dobradura medem,
meses, vocêO Livro de Ouro
poderá do Universo
verificar 6a. Ed. Ediouro
que ,todas tinham muros altos de proteção e não eram
as constelações respectivamente, em graus
visíveis serão diferentes, pois você estará Publicações
vendoS/A projetados
o outro lado para finalidades militares. Durante um ataque a um castelo medieval, os
do céu estrelado, que era invisível em virtude da luz solar. O fosso – um grande a) 40 dique
e 90. ou trincheira ao sentinelas b) 40 e 140. a ponte levadiça, até que
ergueram
redor do muro externo
c) 45 e do45. castelo – era a ela formasse d) 45 um
e 135.
ângulo α com a horizontal. Se
A
primeira linha de defesa.
d) 35 eEle poderia ser cheio a medida do ângulo α é a metade da medida do
145.
de água ou seco (um fosso seco poderia ser seu suplemento, então, o complemento de α
B
forrado com estacas 27.pontiagudas de madeira).
Três cidades A, B e C situam-se
vale: ao longo de uma estrada
Normalmente, havia reta;
uma B ponte
situa-se entre que
elevadiça A e C e a distância de B a C é igual a
C permanecia erguida dois quando
terços da o distância
castelo erade Aa)a B.
30° b) 40° c) 50° d) 60° e) 70°
Um encontro foi marcado por
D 3 moradores,
atacado. Vários fossos um de locais
eram também cada cidade,
Resoluçãoem um ponto P da estrada,
AMAT_prof 2011 15/09/10 10:08 Página 51 localizado
para depósito de lixo e detritos.entre as cidades
A existência de B e C e à distância de 210 km de
180° – α
um fosso dependia A.do
Sabendo-se
terreno – nem que P está
todos os 20α km
= mais próximo
––––––––– ⇒ 3αde=C180°
do que
⇒ αde= 60°
castelos tinhamB, determinar
fossos. Algunsa distância
eramque o morador 2 de B deverá percorrer
construídos no alto até
deouma
ponto de encontro.
rocha e não preci-
Logo, o complemento de α é 30°.
savam deles. Os castelos de Edinburgo e de
Na figura acima, o astrônomo observou que as estrelas A, B e
Na figura acima, o astrônomo observou que as Stirling na Escócia,a)por exemplo,
C estão posicionadas de tal modo que BD é bissetriz do ângulo 60 km estão no alto Resposta: A
ADC. Se ADB = 3x–10°e CDB = 2x+8°, então a b) 65 km
medida do ângulo ADC é: c) 66 km
d) 68 km
360° soma das medidas dos ângulos x e y vale:
gina 48! (UNICAMP)
a) 80° – b) 82° calcular ac) 84°
Para x = ––––– . 800 km ⇔ x = 50 . 800 e) km ⇔72 km
circunferência terrestre, o sábio Eratóstenes 7,2° a) 140°
d) da86°distância conhecida e) 88° de 800 km → 28. Na pista de kart dab)figura
160° c) 180°
seguinte, temos:AB paralelo a
valeu-se ! Calcular x na figura, sabendo-se ⇔ x = 40 000 que km OC é bissetriz do "d)(ESCOLA
DE e também paralelo
200°
TÉCNICA
a FG. FEDERAL-RJ)
Assim,
e) 220° a soma das – As medidas
medidas dosdo com-
entre as localidades de Alexandria ^ e Siena no ângulos x e y vale:
plemento, do suplemento e do replemento de um ângulo de
25. Castelos ângulo e palácios
AOB. Resposta:
eram residências majestosas para 40 000 km
Egito (A e S, respectivamente), situadas no
nobres e reis, mas apenas castelos tinham muros altos, torres 40° são, respectivamente, iguais a
A B
mesmo
estrelas A, meridiano terrestre.
de tal deEle sabia que,
quador, e fossos. Embora
B e C estão posicionadas
os palácios fossem grandes residên- cias e
uma encosta rochosa. Vários castelos 60º
" a) 30°, 60° e 90° b)135º
30°, 45° e 60°
— ^
quando
quatro em Siena os raiostruídos solares caíam
modo que BD é bissetriz do ângulo ADC. Se alemães ao longo do Rio Reno foram cons-
Nelson Piquet, três vezes campeão do
^
pudessem ^
ter muros
ssa. Ao ADB = 3x – 10° e CDB = 2x + 8°, então, a ao seu
nas áreas redor,
montanhosas não
do vale. tinham muros altos de y 105º C
ará umvertical mente,
medida do ângulo ADCem
^
é: Alexandria eles faziam um mundo,
www.spectrumgothic.com.br
proteção e não eram projetados para finalidades militares. se tornará um dos donos da equipec) 320°, 50° e 140°
I d) 50°, 140° e 320°
servar o
ângulo
a) 80° de b)7,2° 82° comc) 84° a vertical. Calcule, com
BMW, em 2010, junto com o suíço Petere) 140°, H 50º x
a hora,
d) 86° e) 88° 50° e 320° E
esses
o-se. Al-
de ser
dados, a circunferência terrestre, isto é,
Resolução Sauber – proprietário hoje de cerca de 20% da D
o comprimento
3x – 10° = 2x + 8° ⇒ de
x = 18°uma volta completa em 150º
ndo no I)
organização. Assim, o futuro de Nelsinho
RESOLUÇÃO:
^
bservar II) CDB = 2x + 8° = 2 . 18° + 8° = 44°
torno
tal mo- da
^ Terra. Piquet estará praticamente assegurado na G F
érmino
III) ADC = 2 . 44° = 88°
1) complemento: 90° – 40° = 50°
e todas Resposta: E Fórmula 1. O piloto já não disputa o GP da
es, pois 2)o suplemento: 180° – 40° = 140°
do céu " Castelos e palácios eram residências Europa, no dia 23, em Valência, pela a) Renault,140
C1_2AMAT_prof 2011 15/09/10
Resolução
3)o replemento: 360°10:08
– 40°Página
= 320°52
da luz majestosas para nobres e reis, mas apenas

RESOLUÇÃO:
castelos tinham muros altos, torres e fossos.
7,2º raios mas no ano que vem sua vagab) 160
estaria Resposta: D
A grandes residên- o
Embora os palácios fossem
Mourão. cias e pudessem ter muros ao seu redor, não
solares reservada no Mundial. c) 180 A B
o
Ediouro tinham muros altos de 3x – 20° = x + 11°
proteção e não eram
Quando escreveu no twitter que d)
poderia “quem 200 60º
135º
ões S/A projetados para finalidades militares. o y
O fossoO fosso – ouum grande Durantedique
um ataque aou trincheira
um castelo medieval, os ao redor do muro 45º
– um grande dique
2xkm =– 31°
trincheira ao sentinelas sabe e) dias,
até quecorrer no seu próprio time”, há dois 220 60º C I) x + 135° =
externo
redor do muro externo do
do 800 castelo
castelo
– era a
ergueram a ponte levadiça,
primeira linha de
era a ela formasse um ângulo α com a horizontal. Se
defesa. Ele poderia ! Antônio Carlos
20º
levou
I seu filho Fernando Antônio60º
para fazer
primeira linha de defesa. Ele poderia ser cheio e depois
S a medida do ângulo α é a metade da medida do disse que estava “brincando”, na 20º II) x +y + 70
de águaserou seco cheio
(um fossode x =água
seco 15,5°,
poderia ser ouou seja,(um
seuseco
suplemento, então, fosso seco
o complemento de α poderia ser forrado 29. um H no “Rio do Peixe” cujas margens são
passeio
Antônio Carlos
30º levou seu filho x paralelas.
Fernando No para
Antônio
105º
B
forrado com estacas pontiagudas de madeira). vale: realidade Nelsinho falou a verdade. Nelson, seu E Resposta: C
comhaviaestacas pontiagudas de madeira). Normalmente, havia local
umaonde eles foram, havia uma
do ponte que cujas
ligava
D a margens
margem
x = 15°que 30’a) 30° b) 40° c) 50° d) 60° pai, tenta dar sequência ao que semprefazer passeio no “Rio Peixe” são
Normalmente, uma ponte elevadiça
e) 70° fez com 50º 150º
C
uma ponte elevadiça
permanecia erguida quando o castelo era
atacado. Vários fossos eram também locais Resolução
que permanecia erguida quando o castelo paralelas.
r com No locallocalizada
um ilha aonde pelo elesponto
foram, B ehavia uma ponte
uma outra ponte que
eradeatacado. Vários fossos o filho: competir em sua escuderia. Foi assim
180° – α eram também locais para depósito ligava a margem r com umG Cilha localizada F
margem,pelocomoponto
mostraBa e uma
para depósito lixo e detritos. A existência de
ligando a ilha com o ponto na outra
no kart, na Fórmula 3, na GP2 – Nelsinho
48
um fosso dependia do terreno – nem todos os α = ––––––––– ⇒ 3α = 180° ⇒ α = 60°
castelosde lixofossos.
tinham e detritos.Alguns eram A existência MATEMÁTICA
2 de um fosso dependia do terreno outrafigura
ponte ligando
seguinte. Se o a ângulo
ilha com agudoo que
ponto C na forma
a margem outracommargem,
de α é 30°. sempre obteve sucesso – e provavelmente será
construídos no alto de uma rocha e não preci-
– nem todos
savam deles. Os castelos de Edinburgo e de os castelos
Logo, o complemento tinham fossos. Alguns eram comoAB — mostra a figura ^ seguinte. Se o ângulo agudo que a
agora também nadeles.
Fórmula 1. mede 18°
Assim,come A BC
x + 60° = 92°, então, a medida do ângulo obtuso
construídos no alto de uma rocha e não precisavam Os AB= mede 180° ⇒18°
que as Stirling na Escócia, por exemplo, estão no alto Resposta: A
margem forma — e ABC = 92°, então, a
Resolução castelos de Edinburgo e de Stirling na Escócia, por exemplo, que a margem s forma com a ponte BC é:
O Estado medida do ⇒
de São Paulo – 03/08/2009 ângulo
x = 120°, obtusoy = 60°que+a20° margem
= 80° e,sportanto,
forma com a ponte
Seja x estão o comprimento no alto da de circunferência
uma encosta da rochosa. Vários castelos
BC é:a)—102°x + y b) =
104°
120° +
c) 106°
80° = 200°
d) 108° e) 110°
Terra. alemães ao longo do Rio Reno foramNa pistatruídos
cons- de kart nas
da figura
áreasseguinte, temos: AB
→ — —
DeOCacordo
-se que com
montanhosas
é bissetriz do o" enunciado,
(ESCOLA TÉCNICA
do vale. tem-se: paralelo a DE e também paralelo a FG. Assim, a Resposta: D
FEDERAL-RJ) – As medidas do com-
plemento, do suplemento e do replemento de um ângulo de
Durante um ataque
40° são, a umiguais
respectivamente, castelo
a medieval, os sentinelas
erguerama)a30°,ponte
60° e 90°levadiça, b) até que
30°, 45° e 60° ela formasse um ângulo α
c) 320°, 50° e 140° d) 50°, 140° e 320°
com a horizontal. Se a medida
e) 140°, 50° e 320°
do ângulo α é a metade da
medida do seu suplemento, então, o complemento de α vale: # (UFPE)
RESOLUÇÃO:
1) complemento: 90° – 40° = 50°
a) 30° b) 40°
2) suplemento: 180° – 40° = 140°
c) 50°
Nos exercícios
d) 60° !e "e), determinar o valor de x, associando-
3) replemento: 360° – 40° = 320°
Resposta: D 70° "
o com: a) 102° b) 104°
c) 106°
RESOLUÇÃO: d) 108°
a) 20° b) 25° c) 40° d) 50° e) 80°
e) 110°

!
www.ruilima.com.br | facebook/RuiLima 5

As medidas
^
! (ESPM–MODELO ENEM) – Uma folha de papel determina um encontrará o tesouro no ponto T onde a bissetriz do ângulo A SC
— ^ ^
encontra o lado AC. Se ABC = 62° e ACB = 34°, então, a medida do
30. Uma
triângulo ABCfolha
(figurade
1). papel determina
Esta folha umtorno
é dobrada em triângulo ABC
de AD, de (figura
modo
^
a) 10º
1). Esta folha é dobrada em torno de AD, de modo
^ que o lado ângulo STCb)
é: 20º
que o lado AB fique contido no lado AC (figura 2), DAC = 49° e
AB^ fique contido no lado AC (figura 2), DAC = 49° e ABD = a) 94° c) b) 30º
95° c) 96° d) 97° e) 98°
ABD = 60°.
60°. d) 40º
A e) 50º
Túnel Ayr
(figura 1) ton Sen
a n
33. O símbolo internacional de acesso, mostrado na figura,
anuncia local acessível para o portador de necessidades
especiais. Na concepção desse símbolo, foram empregados
elementos gráficos geométricos elementares.
B C A
D
Praça das
Esculturas
A
(figura 2)
B

B C
C
D

A medida do ângulo^ BCD é:


A medida do ângulo BCD é:
Os elementos geométricos que constituem os contornos das
a)a) 22° b) 21° c) 20° d) 19° e) 18°
o Resolução partes claras da figura são
22
o a) retas e círculos.
b)Resolução
21
c) 20
o b) retasTúenecircunferências.
l Ayrton S
nto $ Pedro
d) 19 Afonso pretendia fazer um bumerangue como o que
o A enna
c) arcos de circunferências e retas.
aparece
e) 18
o na figura 1, porém ele cometeu um pequeno erro e
49º d) coroas circulares e segmentos de retas.
49º B e) arcos de circunferências e segmentos de retas.
acabou fazendo seu bumerangue
60º com o formato da figura 2.
31. Pedro Afonso pretendia fazer um bumerangue
Assim, a soma das medidas dos ângulos α e β assinalados nas como o
que aparece 60º na figura 1, porém ele cometeu um pequeno erro 34. RotasA aéreas são como pontes que ligam cidades,
figuras é: estados ou países. O mapa aPraça seguir
e acabouB’ fazendo Dseu bumerangue com o formato C da figura 2. das mostra os estados
a) 235° a soma
Assim, b) 240° c) 245°
das medidas dos d) 250° α e e)
ângulos 255°
β assinalados brasileiros e 42º a localização de algumas
Esculturascapitais identificadas
— ^ ^
I) AD é bissetriz do ângulo B’AC ⇒ B’AD = 49° pelos números. Considere
nas figuras é: 42º T que a direção seguida por um avião
II) No triângulo AB’C, temos: AI que partiu de Brasília – DF, sem escalas, para Belém, no
^ ^
BCD + 49° + 49° + 60° = 180° ⇒ BCD = 22° Pará, seja um 52º segmento de reta com extremidades em DF e
Resposta: A em 4.62º
52º 34º
B C
S
" Arthur pretende encontrar um tesouro que está escondido no
Parque do Ibirapuera em São Paulo. Segundo seu mapa, ele primeiro
deve achar as árvores localizadas nos pontos A, B e C que aparecem
^ ^
na figura seguinte. Depois, ele deve localizar o ponto S onde a bissetriz Assim, STC + 52° + 34° = 180° ⇒ STC = 94°
^ —
do ângulo BAC encontra o lado BC do triângulo ABC. Finalmente, ele Resposta: A

a) 235°
RESOLUÇÃO:
b) 240°
c) 245°
d) 250°
e)!255° α + b + c = 180°

!
Demonstre que a soma das medidas dos ângulos internos
de um triângulo é igual a 180°. β = b (alternos internos) ⇒ α + β + γ = 180°
32. Cada estrutura lateral de uma torre metálica, em forma γ = c (alternos internos)
deRESOLUÇÃO:
uma pirâmide regular de base quadrada, consiste — de um
Sejam α, βisósceles
triângulo e γ os ângulos
ABC,internos do ∆ABC.
de base BC,Traçando r // BC,
conforme temos:
representado
na figura adiante. Para minimizar o número de peças de
Suponha que um passageiro de nome Carlos pegou um avião
tamanhos distintos na fabricação da torre, as barras metálicas o
BC, CD, DE, EF e FA têm comprimentos iguais. Assinale a AII, que seguiu a direção que forma um ângulo de 135 graus
medida do ângulo BÂC. no sentido horário com a rota Brasília – Belém e pousou em
I) α = 90° + 30° = 120° alguma das capitais brasileiras. Ao desembarcar, Carlos fez
uma conexão e embarcou em um avião AIII, que seguiu a
II)54
β = 80° + 35° = 115°
MATEMÁTICA direção que forma um ângulo reto, no sentido anti-horário, com
Logo, α + β = 120° + 115°= 235° a direção seguida pelo avião AII ao partir de Brasília-DF.
Resposta: A Considerando que a direção seguida por um avião é sempre
dada pela semirreta com origem na cidade de partida e que
passa pela cidade destino do avião, pela descrição dada, o
passageiro Carlos fez uma conexão em
a) Belo Horizonte, e em seguida embarcou para Curitiba.
b) Belo Horizonte, e em seguida embarcou para Salvador.
c) Boa Vista, e em seguida embarcou para Porto Velho.
d) Goiânia, e em seguida embarcou para o Rio de Janeiro.
e) Goiânia, e em seguida embarcou para Manaus.

www.ruilima.com.br | facebook/RuiLima 6
o
a) 67 30’
35. Durante uma prova de rally aquático num rio de margens o
b) 37 30’
paralelas o piloto da lancha seguiu as instruções do navegador c) o
27 30’
para deslocamento entre dois pontos A e B situados em d) o
17 30’
margens opostas deste rio que orientava: o
e) 12 30’
o
- Partir do ponto A sob um ângulo de 10 na direção oeste;
o
- Após 1km de navegação mudar a direção em 20 no
sentido anti-horário;
o
- Após mais 1km de navegação mudar a direção em 30 no
sentido anti-horário; Gabaritos
- Seguir por mais 1 km para atingir o ponto B.

01. D
02. C
03. °
a) x = 15
°
b) x = 50 ;
°
c) y =110 ;
°
d) z = 70
°
c) x = 38
04. A
05. D
06. E
07. D
08. A
Determine a medida x, em graus, do ângulo que a trajetória da 09. A
lancha fez ao com a direção leste ao atingir o ponto B. 10. E
o 11. E
a) 10 12. A
o
b) 30 13. C
o
c) 45 14. D
o
d) 50 15. A
o
e) 60 16. B
36. Uma ferramenta utilizada na construção de uma rampa é 17. A
composta pela seguinte estrutura: 18. A
19. E
- duas varas de madeira, correspondentes aos segmentos AE 20. 90
e AD, que possuem comprimentos diferentes e formam o 21. 58
22. 10
ângulo DÂE igual a 45°; 23. 06
- uma travessa, correspondente ao segmento BC, que une as 24. D
25. E
duas varas e possui uma marca em seu ponto médio M;
26. A
- um fio fixado no vértice A e amarrado a uma pedra P na 27. D
outra extremidade; 28. A
- nesse conjunto, os segmentos AB e AC são congruentes. 29. D
30. C
Observe o esquema que representa essa estrutura:
31. A
32. a
33. b
34. E
35. B
36. E
37. D

Quando o fio passa pelo ponto M, a travessa BC fica na


posição horizontal. Com isso, obtém-se, na reta que liga os
pontos D e E, a inclinação α desejada.

Calcule α, supondo que o ângulo AÊD mede 85°.

www.ruilima.com.br | facebook/RuiLima 7