Você está na página 1de 8

FACULDADE UNIBRA

PROJETO ARQUITETONICO 1
PROF. LUCIANA SANTIAGO
 Escalas recomendadas:

Escala de 1:1, 1:2, 1:5 e 1:10 - Detalhamentos em geral;


1:20 e 1:25 - Ampliações de banheiros, cozinhas ou outros compartimentos;
1:50 - É a escala mais indicada e usada para desenhos de plantas, cortes e fachadas de
projetos arquitetônicos;
1:75 - Juntamente com a de 1:25, é utilizada apenas em desenhos de apresentação que não
necessitem ir para a obra.
1:100 - Opção para plantas, cortes e fachadas quando é inviável o uso de 1:50. Plantas de
situação e paisagismo. Também para desenhos de estudos que não necessitem de muitos
detalhes;
1:175 - Para estudos ou desenhos que não vão para a obra;· 1:200 e 1:250- Para plantas,
cortes e fachadas de grandes projetos, plantas de situação, localização, topografia, paisagismo
e desenho urbano;
1:500 e 1:1000 - Planta de localização, paisagismo, urbanismo e topografia;
1:2000 e 1:5000 - Levantamentos aerofotogramétricos, projetos de urbanismo e zoneamento.
As plantas necessárias para um projeto arquitetônico são:

- Planta de Locação ou Localização: Mostra a localização do terreno onde o projeto está


situado.

- Planta de Situação: Mostra a localização do projeto dentro do terreno, com a medida dos
seus recuos frontais e laterais.

- Planta de Cobertura: Mostra a representação da projeção superior da edificação e o que


aparecer na cobertura. Esta representação deve estar acompanhada do desenho do
terreno, geralmente da mesma forma que a planta de localização.

- Planta Baixa: É normalmente a primeira planta a ser elaborada (em grande parte dos
projetos). É nela onde são definidos os ambientes, suas dimensões, posicionamentos e
ligações. A planta baixa é um tipo de "corte" que é feito horizontalmente em cada pavimento
da edificação a 1,50 m de altura do chão, a fim de mostrar todos os elementos que compõe
o projeto.

- Planta de Layout: Também são de grande importância para a elaboração de um projeto,


já que auxiliam a definir as áreas de circulação de acordo com a posição dos equipamentos
e móveis que o cliente queira colocar ou já disponha e não deseje se desfazer.

- Corte: É chamado de "corte" a secção vertical feita no projeto, que busca mostrar o
funcionamento do projeto, a sua estrutura, fundação, coberturas, escadas, implantações e
ambientes.

- Fachadas: Está é a vista externa na construção, é como se fosse um corte que, em vez de
fazer uma secção vertical dentro do projeto, a secção é feita do lado de fora, olhando para a
edificação. As fachadas podem ser chamadas também de elevação quando se referem não
a frente do projeto, e sim as laterais e aos fundos. Podem tam bém ser chamadas de
fachada norte, sul, leste, oeste, e outras nomeações que vai de acordo com a preferência de
cada um.
MARGENS

CARIMBO ( 17,80x4,00)

FACULDADE DAMAS PRANCHA


DISCIPLINA DATA
ALUNO PRANCHA
PLANTA BAIXA
TELHADOS

O grande determinante da inclinação de um telhado é o tipo de telha a ser utilizado. As


telhas podem ser de cerâmica, concreto, fibrocimento, vidro, metálicas, galvanizadas,
ecológicas (fibras naturais ou materiais reciclados) e de policarbonato. Cada uma delas
tem diferentes especificações de inclinação mínima (para evitar o “retorno” de água) e
máxima (para evitar que a telha “escorregue” do madeiramento). A inclinação pode ser
expressa em porcentagem (%) ou graus (º) sendo a porcentagem a mais utilizada. Por
exemplo, é comum ouvirmos que o telhado terá 25 % de inclinação.

Para sabermos a inclinação das telhas seguimos a tabela abaixo:

Com base na inclinação da telha que vai ser utilizada vamos partir para o desenho do
telhado. O cálculo da inclinação (i) do telhado é uma fórmula simples onde multiplicamos a
altura (h) por 100 e dividimos pelo comprimento da base (B) .

Por exemplo, supondo que escolhemos uma Telha Colonial que requer uma inclinação de
30% para um telhado de duas águas com 8,00 metros de comprimento. Como a cumeeira
está no centro vamos utilizar 4,00 metros para base de nosso cálculo. Com essas medidas
aplicadas na fórmula vamos ter uma altura de 1,20 metros. Fizemos aqui um exemplo para
um telhado de duas águas mas para telhados com 3 ou 4 águas devemos fazer a mesma
inclinação para todas, seguindo essa mesma fórmula.

.
DIMENSÕES