Você está na página 1de 8

Hemograma

24/03/2018
Hemograma – Exame mais requerido
• Exame que avalia as células sanguíneas de um paciente
• séries branca
• Série vermelha
• contagem de plaquetas (série plaquetária)
• Reticulócitos e
• índices hematológicos.

O exame é requerido pelo profissional de saúde como rotina, para diagnosticar ou controlar a
evolução de uma doença – Introduzido à prática médica em 1925 por meio de critérios
estabelecidos pelo médico e farmacêutico alemão V. Schilling
Análise da série vermelha
• Determinações básicas
• Contagem de eritrócitos (CE): 100.0000/mm
3

• Dosagem da hemoglobina (Hb): g/dL


• Hematócrito (Ht): %
• Volume Corpuscular Médio (VCM): mm ou fm
3 3

• Hemoglobina Corpuscular Média (HCM): pg


• Concentração da Hemoglobina Corpuscular Média (CHCM): g/dL
Análise da série branca
• É analisada por meio dos seguintes índices:
• Contagem total de leucócitos (CTL): 1.000/mm 3

• Contagem diferencial de leucócitos (CDL): % e 1.000/mm 3

• Neutrófilos (bastonetes e segmentados), eosinófilos, basófilos, linfócitos e monócitos


Análise da série plaquetária
• As plaquetas são analisadas quantitativamente (CP: 1.000/mm ) e
3

com uso de contadores automatizados.


Hemograma - Principais corantes
A coloração consiste, então, em uma reação citoquímica, em que os corantes irão reagir seletivamente
com os componentes celulares produzindo diversos tons de cores. Temos, portanto, nas células, de
acordo com as afinidades químicas:

• Células sanguíneas
reagem com corantes básicos (azul de metileno
• Elementos ácidos
reagem com corantes ácidos (eosina)
• Elementos alcalinos
• Elementos neutros que reagem com ambos

Os corantes hematológicos, em geral, baseiam-se na mistura de Romanowsky: azul de metileno + eosina,


permitindo a coloração simultânea do núcleo e citoplasma das células
Hemograma - Principais corantes
• Corante básico (azul de metileno)
• confere cor azul violácea aos ácidos nucléicos, nucleoproteínas, grânulos
basófilos e fracamente os grânulos dos neutrófilos
• Corante ácido (eosina)
• confere cor vermelha ou laranja à hemoglobina a aos grânulos eosinófilos
Hemograma - Principais corantes
• As colorações hematológicas usuais em laboratórios são ditas
“panópticas”, pois o material depois de corado permite a visualização
de todos os elementos do sangue.
• Métodos de coloração:
• : Leishman,
• Giemsa, Preocupação: variação do pH da
• May-Grunwald, água nos diversos laboratórios
• Wright,
• panótico etc

Os corantes rápidos, utilizados hoje nos laboratórios, levam a vantagem de não depender do pH da água, além da
rapidez da coloração que dura em média 60 segundos