Você está na página 1de 10

USP EESC/SET: ESTRUTURAS METÁLICAS LISTA DE EXERCÍCIOS

1 – BARRAS TRACIONADAS
1.2 – Determine a resistência de cálculo de uma barra chata tracionada, para
um arranjo de furos tal como indicado na figura, supondo que o aço seja MR-
250 e que os parafusos tenham um diâmetro nominal de 19 mm.

1.3 – Determine a resistência de cálculo de uma ligação composta por duas


chapas com dimensões (240 x 8) mm, ligadas à chapa de nó por parafusos de
diâmetro 19 mm, com a distribuição indicada na figura. Adote aço classe MR-
250.

1
USP EESC/SET: ESTRUTURAS METÁLICAS LISTA DE EXERCÍCIOS

1.4 – A diagonal de uma treliça de cobertura deverá ser fabricada em aço com
tensão de escoamento fy = 250 MPa e tensão de ruptura fu = 400 MPa. A
solicitação de tração (de cálculo) é Nd = 450 KN e o comprimento dessa
diagonal é de 3600 mm. Supor que as ligações serão feitas com parafusos de
diâmetro 22 mm situados em apenas uma linha de furação.

a) Dimensione essa diagonal, usando uma única cantoneira, escolhendo a


seção de forma mais econômica possível.
b) Dimensione essa mesma diagonal, agora usando um par de
cantoneiras.

1.5 – Para a treliça esquematizada na figura seguinte:

a) Dimensione as seguintes barras:

barra 11-18 ---------------- Ng = 87 kN (permanente)


Nq1 = -22 kN (vento)
Nq2 = 35 kN (equipamento)
barra 9-11 ------------------ Ng = 55 kN (permanente)
Nq1 = 34 kN (vento)
Nq2 = 29 kN (equipamento)
Considere:

a) Aço ASTM A36 e ações permanentes devido ao peso próprio da


estrutura.
b) Contraventamento lateral nos nós 1, 2, 4, 5, 6, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14,
16 e 18.

2
USP EESC/SET: ESTRUTURAS METÁLICAS LISTA DE EXERCÍCIOS

1.6 – A estrutura esquematizada na figura seguinte é composta por uma treliça


de banzos paralelos, e está sujeita ao seguinte carregamento:
Pg1 = 25 kN (ação permanente, peso próprio (p.p). de elementos
construtivos)
Pq1 = 60 kN (equipamento 1)
Pq2 = 40 kN (vento)
Pq3 = 30 kN (equipamento 2)

1.7 – Dimensione as barras tracionadas esquematizadas a seguir, adotando


aço AR-350, sendo:
Pg = 5 kN (ação permanente, p.p. de elementos construtivos);
Pg1 = 18 kN (sobrecarga de utilização);
Pq2 = 9 kN (vento).

3
USP EESC/SET: ESTRUTURAS METÁLICAS LISTA DE EXERCÍCIOS

1.8 – Dimensione a barra B-C da estrutura esquematizada na figura seguinte,


utilizando seção composta por duas cantoneiras de abas iguais. Sobre a viga
A-B da estrutura atuam forças uniformemente distribuídas cujos valores
nominais são:
Pg1 = 15 kN/m (ação permanente, p.p. de estruturas metálicas)
Pq1 = 60 kN/m (equipamentos)
Pq2 = 45 kN/m (sobrecarga)
Admitir:

a) Ligações (nós B e C) são efetuadas com no mínimo três parafusos com


diâmetro nominal 22 mm;
b) Aço MR-250;
c) Nó B travado lateralmente.

4
USP EESC/SET: ESTRUTURAS METÁLICAS LISTA DE EXERCÍCIOS

1.9 – Dimensione a diagonal da figura, utilizando perfil tipo cantoneira, simples


e dupla, com ligações soldadas, para as seguintes forças nominais:
H1 = 90 kN (equipamento 1)
H2 = 30 kN (equipamento 2)
H3 = 90 kN (vento)
Nota: nós C e D travados lateralmente.

5
USP EESC/SET: ESTRUTURAS METÁLICAS LISTA DE EXERCÍCIOS

2 – BARRAS COMPRIMIDAS
2.1 – Dimensione as barras comprimidas (CD e BC) da estrutura apresentada a
seguir, utilizando seção composta por duas cantoneiras. Os nós B e C estão
contraventados lateralmente, assim como os apoios. No nó B atuam as
seguintes forças:
Pg = 50 kN (ação permanente, p.p. de elementos construtivos
industrializados);
Pq = 150 kN (equipamento, já incluído impacto)
Adote:

a) Aço AR-350 para as cantoneiras e chapas de nó;


b) Chapas de nó com espessura 9,5 mm.

6
USP EESC/SET: ESTRUTURAS METÁLICAS LISTA DE EXERCÍCIOS

2.2 – Dimensione a treliça da figura, em aço ASTM A36, sabendo-se que a


mesma esta solicitada pelas seguintes forças:
Ng1 = 10 kN (ação permanente, p.p. de elementos construtivos
industrializados)
Nq1 = 30 kN (vento)
Nq2 = 70 kN (equipamento)
Considerações:

a) Contraventamento lateral nos nós 1, 5, 9 e apoios;


b) Dimensionar para dupla cantoneira.

2.3 – O pilar abaixo nos planos X-X e Y-Y, o esquema estático indicado na
figura. Determine na direção X-X o contraventamento mínimo (máxima
distância entre travamentos), para o pilar suportar a máxima força P possível.
Determine também o valor nominal dessa força.
Considerações:

a) Usar aço AR-350.

7
USP EESC/SET: ESTRUTURAS METÁLICAS LISTA DE EXERCÍCIOS

2.4 – Uma barra com seção transversal I, composta por duas chapas 25x200 e
uma chapa de 5x700 será utilizada como coluna, para suportar uma força
nominal de 500 kN, com 8 metros de altura. O esquema estático está
apresentado na figura seguinte. Faça as verificações e diga se a coluna
satisfaz as condições da norma NBR-8800.
Considerações:

a) Usar aço MR-250.

2.5 – Escolha o perfil soldado da série CS, mais econômico, em aço ASTM
A36, a ser usado como coluna sujeita a uma força axial de cálculo igual a 4500
kN. O comprimento efetivo de flambagem em relação ao eixo de menor inércia
(KL)y é igual a 5000 mm, e em relação ao eixo de maior inércia (KL)x igual a
10.000 mm.

2.6 – Dimensione um pilar usando um perfil da série CS, para um comprimento


efetivo de flambagem igual a 3.500 mm (nos dois planos), sujeito a uma for
axial de cálculo de 3.600 kN. Use aço ASTM A36.

8
USP EESC/SET: ESTRUTURAS METÁLICAS LISTA DE EXERCÍCIOS

2.7 – Determine o máximo valor de Nd para as colunas do pórtico


esquematizado abaixo. A flambagem no plano do pórtico dar-se-á em torno do
eixo de menor inércia.
Considerações:

a) Vigas: VS 700x105;
b) Colunas: CS 300x109;
c) Usar aço A36.

2.8 – Determine a máxima força de compressão, de cálculo, que pode ser


aplicada numa torre composta por quatro cantoneiras L 64x64x8 (pernas) e
altura 10 metros. Adote aço A36 e esquematize o travejamento.

9
USP EESC/SET: ESTRUTURAS METÁLICAS LISTA DE EXERCÍCIOS

2.9 – Uma coluna constituída por um perfil CS 300x149 está solicitada por uma
força axial de compressão, de cálculo, igual 3500 kN, e deverá apoiar-se em
uma base de concreto com dimensões mínimas da placa de apoio, supondo
concreto de fck = 20 MPa e aço com fy = 250 MPa.

2.10 – Uma coluna constituída de um perfil CS 350x161 está solicitada por uma
força axial de compressão igual a 4000 kN (valor de cálculo). Determinar as
dimensões mínimas da base de concreto e da placa de base da coluna. Adotar
concreto de fck = 20 MPa e aço de fy = 250 MPa.

10