Você está na página 1de 7

VÍCIOS

VÍCIO DA BEBIDA (7)

Ofereça a Osonyin, no mato, um alguidar com 7 espigas de milho cruas regadas com mel e cobertas com coco
fresco ralado e 7 cores de fitas. Ponha um coité (casca de coco) com vinho moscatel, mel e fumo de rolo desfiado.
Peça a Osonyin para esconder o vício da pessoa.

CORTAR VÍCIO DE BEBIDA OU DROGAS (12)

Cozinhe 500g de canjica, lave e escorra. Numa tigela coloque o nome do viciado e a canjica por cima. Ofereça a
Baba Ajalá (orixá modelador das cabeças), pedindo que a pessoa se afaste do caminho do vício.

TIRAR VÍCIO DE BEBIDA E DROGAS (12)

Ofereça a Ague uma farofa de mel com fumo desfiado em cima e 1 vela branca, aos pés de uma árvore frondosa.
Diga: “Assim como esta árvore faz sombra à terra, que Ague esconda o vício de fulano.”

CORTAR VÍCIOS (12)

Ponha num alguidar milho de galinha cozido e fumo de rolo desfiado. Enfeite com 7 moedas correntes, regue com
mel e ofereça no mato para Ossain. Acenda 7 velas brancas em volta e peça que o vício seja cortado.
SAÚDE

ODILABAN - VIDA E SAÚDE - NANÃ - Ofereça um alguidar de pipoca a Nanã próximo a uma lagoa onde haja lama.
Enfeite com flores, fitas e velas brancas. Peça vida e saúde para você e sua família.

ODILABAN - DESPACHAR DOENÇAS - Durma por 3 dias num pedaço de morim branco. No último dia ponha o
morim no chão e passe pelo corpo 7 pedaços de músculo, fígado e bofe. Cubra com canjica. Faça uma trouxa e
despache num rio. Banhe-se com canela de velho.

ODILABAN - EVITAR DOENÇAS - NANÃ - Na beira de uma lagoa passe pelo corpo 700g de bofe, 700g de feijão
preto aferventado, 7 punhados de pipoca e 7 velas. Ponha num saco de morim branco e enterre na beira da lagoa.
Peça a Nanã que enterre a doença de sua vida.

ODILABAN - AFASTAR DOENÇAS - Prepare 3 trouxas: Morim preto com feijão preto aferventado, morim vermelho
com milho aferventado e morim branco com canjica aferventada.

OFUN - OXALUFÃ - DORES NAS PERNAS - Cozinhe canjica, rale e escorra. Rale uma pedra de efun sobre a
canjica. Vista branco e passe a canjica nas pernas, pedindo a Oxalufã para aliviar as dores e tirar o cansaço.
Despache numa colina.

OFUN - DESPACHAR DOENÇAS - Durma 3 dias em cima de um pedaço de morim branco. Despache no mato num
galho de jaqueira, para que seja embalado pelo vento.

OBEOGUNDÁ - AFASTAR VÍCIOS - OSSAIN - Num alguidar coloque o nome do viciado e canjica vermelha cozida.
Por cima coloque folhas de vence-demanda, vence tudo, e regue com mel. Despache no mato oferecendo a Ossain
pedindo para afastar o vício.

OFUN - OXALÁ - AFASTAR DOENÇAS - Durma 3 noites sobre um lençol branco virgem. No mato coloque o lençol
no chão e pise nele. Passe pelo corpo canjica aferventada, 10 ovos brancos e 10 obis. Peça a Oxalá para livrar você
de doenças. Pule para frente e vá embora sem olhar para trás.

OWORIN - AFASTAR DOENÇAS E NEGATIVIDADE DE ESPÍRITOS OBSESSIVOS - Ao meio dia, banhe-se com
pára-raio do pescoço para baixo. Enxugue-se num pedaço de morim banco. Despache o morim num rio sujo.

EJILA - ACABAR VÍCIO DE BEBIDA - OXALÁ - Cozinhe canjica e lave com a água uma camisa usada pelo viciado.
Ofereça a canjica a oxalá numa tigela branca, com a camisa dentro. Despache a água num rio, pedindo renovação
da vida daquela pessoa.

EJILA - IEMANJÁ - DOR DE CABEÇA - Durma durante 3 dias com uma fronha de morim branco. Cozinhe canjica e
esfregue os grãos pela cabeça, pedindo a Iemanjá para acabar com as dores. Despache a fronha e a canjica no mar,
pedindo a Iemanjá para acabar com as dores. banhe-se com oriri.

EJILA - IEMANJÁ - DOR DE CABEÇA E NERVOSISMO - Faça 12 trouxinhas de morim branco recheadas com
canjica aferventada e uma moeda corrente. Na beira da praia passe as trouxinhas pelo corpo e vá atirando nas
ondas. Peça a Iemanjá para despachar seus tormentos.

EJILA - ACALMAR PESSOA NERVOSA - Num recipiente de vidro coloque uma rama de erva doce, um par de
miolos de boi e o nome da pessoa. Cubra com açúcar, água de flor de laranjeira e mel. Deixe no congelador por 21
dias. Abra a tampa e despache num rio.

EJILA - ESFRIAR CABEÇA - No mato passe pelo corpo 12 ovos crus, 12 moedas correntes, jogando tudo para trás.
Em casa tome banho de saião.

EJILA - ACABAR COM VÍCIOS - OXALÁ - Pegue o resto de bebida do viciado, coloque num recipiente de vidro e
enrole num morim preto. Jogue num rio sujo pedindo a Exu para afastar o vício. Durante 8 sextas-feiras ofereça a
Oxalá uma tigela de canjica cozida com o nome da pessoa.
EJILA - AFASTAR VÍCIO DE BEBIDA - Abra um coco verde, retire a água substituindo por vários tipos de bebidas
alcoólicas. Enterre o coco debaixo de um pé de coqueiro, pedindo que o vício seja retirado da vida da pessoa.
Acenda uma vela para o anjo de guarda da pessoa viciada.

EJILA - TONTURAS E DORES DE CABEÇA - IEMANJÁ - Na praia passe pelo corpo 12 ovos brancos crus, ponha
dentro de um alguidar e cubra com água do cozimento da canjica e açúcar. Acenda 12 velas brancas em volta. Peça
saúde a Iemanjá.

OSÁ - HEMORRAGIAS - DOENÇAS FEMININAS - Passe pela barriga um pedaço de morim vermelho e 9 ovos crus.
Despache na maré vazante com 9 moedas correntes.

OSÁ - PROBLEMAS DO ÚTERO - Passe pelo ventre 7 ovos vermelhos e 7 ovos brancos. Coloque-os dentro de um
saco de morim vermelho. Amarre o saco no galho de uma jaqueira. Jogue no corpo em frente à jaqueira canjica
cozida. Vista branco.

OSÁ - ACALMAR PESSOA NERVOSA - IEMANJÁ - Faça um manjar com leite de coco. Coloque a pessoa num
prato de papelão prata com o manjar por cima. Regue com água de flor de laranjeira e cubra com pétalas de rosas
brancas. Ofereça a Iemanjá na praia, com uma vela.

OSÁ - PROBLEMAS FEMININOS DE BARRIGA - No horário da maré alta passar pelo ventre, na beira da praia, 9
ovos de pata crus, e formar com eles uma cruz, que será levada pelas ondas. Banho de elevante e macaçá.

OSÁ - MULHERES COM PROBLEMAS DE BARRIGA - Na beira de uma praia, na maré baixa, passe 9 ovos de pata
e 9 moedas pela barriga, deixando cair no mar e pedindo que a doença não faça moradia em seu corpo. Evite usar
vermelho naquele dia.

OSÁ - IEMANJÁ - PROBLEMAS CARDÍACOS - Cuspa 3 vezes num coração de cera na beira da praia na maré
vazante. Embrulhe num pedaço de morim branco e jogue na nona onda. Peça saúde a Iemanjá.

OSA - ALIVIAR DORES - Rale um caroço de abacate e coloque em infusão no álcool de cereais com pedras de
cânfora e folhas de arnica. Deixe por 7 dias em lugar escuro. Esfregue à noite no lugar dolorido. Não tome banho
frio nem apanhe friagem.

OSÁ - IEMANJÁ - TIRAR VÍCIO DE BEBIDA - Pegue uma peça de roupa que a pessoa usou quando bebeu. Na
praia queime a roupa e cubra com canjica cozida. Peça a Iemanjá que retire o vício. Em casa ofereça canjica a Oxalá.

OSÁ - IEMANJÁ - VÍCIO DE BEBIDA - Coloque numa panela de barro com tampa um recipiente com o resto de
bebida deixado pela pessoa e cubra com canjica cozida. Tampe e enrole em morim branco. Enterre na praia pedindo
a Iemanjá para afastar o vício.

OSÁ - PROBLEMAS DE ÚTERO E OVÁRIO - Passar pela barriga, na praia, na maré baixa, 9 ovos de pata e 1 galho
de agrião, pedindo para a doença ser expulsa do seu corpo. Em casa banhe-se com malva branca, saião e algodão,
da cabeça aos pés.

OSÁ - AFASTAR VÍCIOS - IEMANJÁ - Corte a medida da cabeça do viciado num morim branco. Escreva no alto de
uma cabeça de cera o nome da pessoa e lave em água benta. Amarre o morim na cabeça de cera. Na areia molhada
da praia faça um buraco. Peça a Iemanjá para levar o vício daquela pessoa. Deixe o mar tapar o buraco.

EJONILE - AFASTAR DOENÇAS - Faça um boneco de pano e vista com sua roupa suada. Deixe dormir atrás da
porta de entrada e no dia seguinte despache no rio, pedindo que a doença seja afastada. Banhe-se com elevante da
cabeça aos pés, procure usar branco e tenha muita fé.

EJONILE - CURAR ASMA - Cozinhe 1 kg de canjica com bastante água e deixe esfriar. Banhe-se da cabeça aos
pés. Cate os grãos do chão e ponha num saco de morim branco. Despache no mato. Durante 7 dias tome chá de flor
de paineira pela manhã.

EJONILE - DOR DE CABEÇA - Macere folhas de oriri e bredo, banhe-se e vista roupas claras. Ponha na cabeça 8
folhas de saião com efun ralado. Enrole com um pano branco virgem e deixe até o dia seguinte. Despache num rio.
EJONILE - ACALMAR - Cozinhe 8 flores de laranjeira com açúcar. Escreva em 8 tiras de papel o nome da pessoa e
ponha numa tigela. Cubra com a calda das flores e enfeite com 8 rosas brancas. Acenda uma vela para o anjo de
guarda da pessoa.

ALAFIA - BABA AJALÁ - ACALMAR PESSOAS - Vista-se de banco. Escreva 16 vezes o nome da pessoa em tiras
de papel. Amasse canjica bem cozida, os papéis e açúcar. Modele uma cabeça. Ofereça a Baba Ajalá pedindo
tranquilidade.

ALAFIA - OXALÁ - DOR DE CABEÇA - Bata 16 claras em neve. Banhe-se com saião da cabeça aos pés. Cubra
todo o corpo com as claras batidas, pedindo paz e saúde a Oxalá. Enxágue-se com sabão de coco. Vista branco.
Instituto de Pesquisas e Estudos Afros
MÒGÀJÍ IFÁ
(Herdeiros de Ifá)

ORÍKÌ ÈSÙ LARÓYE


(Saudando ao Mensageiro Divino do Espíritu do Río)

ÈSÙ LARÓYE, K’ÉRU Ó BA ONÍMÍMÍ.


ONÍMÍMÍ NF’IMU MI ÈSÙ LARÓYE NFI.
GBOGBO ARA MI MI AJERE.
ÈSÙ MA SE MI OMO ÈLOMIRAN NI O SE.
‘TORI ENI ÈSÙ BA NSE KI ÍMÒ.
B’O BA F’OHUN TIRÈ S’ILE.
OHUN OLÓHUN NI IMÁÀ WÁ KIRI. ASE.
Esu Laroye, encontre um lugar para esta carga que levo sobre minha alma. Saúdo a Esu Laroye com
toda minha alma. Meu corpo inteiro se bendiz. Esu não me reprove nada. Ao Mensageiro Divino é o
primeiro que saúdo por sua profunda sabedoria. Ele tem a voz do poder. Ele tem a voz que vaga pelo
Universo. Asé.
ORÍKÌ1 ÈSÙ2 LÁÀLÙ3

ÈSÙ OLÁ ÌLÚ


ÒKÍRÍ ÒKÒ
ÈBÌTÀ OKÙNRIN
A BÁ NI W’ÓRÀN
B’A ’O RÍ DÁ
OLÓPA OLÓDÙMARÈ LAILAI
Ò SÁN SÒKÒTÒ PÉNPÉ
ONÍBODÈ OLÓRUN
Ò SÙN NÍLÉ FOGO TÌ KÙN
ÈSÙ LÓ JÍ
ÒGO KÒ JÍ
EBORA TÍ N JÉ LÁTOPA
Ò BÁ ELÉKÚN SUNKÚN
K’ÉRÙ Ó BA ELÉKÚN
ELÉKÚN N SÚNKÚN
LÁÀRÓYÈ N SUN ÈJÈ
LÁÀRÓYÈ N FI GBOGBO ARA MÍ
BÍ ÀJÉRE
ÈSÙ MÁ SE MÍ
OMO ELÒMÍRÀN NI O SE
ENI TÍ KÒ SE EBO NI KÍ O SE

Em português

Èsù, que traz a riqueza para a cidade


E que também anda na fazenda
Homem vigoroso
Se tivermos problemas
Pedimos a ele para resolver
O eterno Olópa4 de Olódùmarè5
Aquele que amarra um pano na cintura
O porteiro de Olórun6
Ele aponta o seu ògo para uma casa e a tranca
Èsù age sorrateiramente
Seu ògo7 não dorme

1 Poema de louvor. (Ver também Èsù Òta Òrìsà, em: Barretti Filho, 2010)
2 Òrìsà (deus) mensageiro entre os deuses e os homens.
3 Epíteto de Èsù.
4 Oficial de justica, policial, aquele que cuida para que as leis divinas sejam
cumpridas.
5 Deus para os Iorubás, Senhor de toda a criação.
6 Outro nome de Olódùmarè, literalmente, Senhor do òrun (mundo espiritual).
7 Uma espécie de òpá (cetro), que lhe confere poder e autoridade.
Instituto de Pesquisas e Estudos Afros
MÒGÀJÍ IFÁ
(Herdeiros de Ifá)

ORIKI OSETURÁ
ÒSÉTÙRÀ O RI ÌSE ÀWON ARÀIYÉ BÌÍ...
Òsétùrà veja o trabalho que as pessoas estão gerando (fazendo).

OSETURA LODAFUN UNBATINLO LEAYÈ BONIFÓ TETE NI NISHO


INBÁ OYINI AFORÈ WEWÉ AYABA, DIDÉ AFERÉ WEWÈ. OSHE TURA
EMI UNSORO ATIE ASHÉ OLODUMARE EBÓ OMÓ IRÈ ODARÁ

ORIKI DE ESÚ LALU

ESU LALU O KI RIO KU.


OBÁ ELEKKUN NBI E KUN OMO SUN.
JU ELEKUN LÒ.
ELEKUN SUN OMI.
LAROYE SUN EDJÈ.
OMO OBORO GO DJO OMO TI YA BI.
TO FODJO JU MO SO KUN EDJÈ.
ESU LALÚ MA MA JÉ ARI DJARÈ.

ÈSÙ LALU OBEMBE NIJO.


ÈSÙ LALU LOGEMO ÒRUN.
A KI I LA’YO LA I MU TI ÈSÙ LALU KURO.
A KI I SE OHUN RERE LA I MU TI ÈSÙ LALU KURO.
ESU, ESU ODARA, ESU LANLU OGIRIOKO.
OKUNRIN ORI ITA, A JO LANGA LANGA LALU.
A RIN LANJA LANJA LALU.
ODE IBI IJA DE MOLE.
IJA NI OTARU BA D'ELE IFE.
TO FI DE OMO WON.
ORO ESU TO TO TO AKONI.
AO FI IDA RE LALE.
ESU MA SE MI O. ESU MA SE MI O. ESU MA SE MI O.
OMO ELOMIRAN NI KO LO SE.
PA ADO ASUBI DA.
NO ADO ASURE SI WA. ASE.