Você está na página 1de 10

FEMININAS

clewton nascimento
traço
Nina rizzi
palavra
De 04 de abril a 02 de maio de 2014

ABERTURA
04 de abril de 2014 RIPRISTINO, O IL SUO LAVORO
Às 19h
Não, menina, eu não vou fazer chover.
As tintas estão estiradas e meu corpo branco
esparramado: ele vai me pintar.

Camponesa, cheiro, estrelas, girassóis?


- Como ele quiser

CAFÉ SALÃO NALVA MELO


Av. Duque de Caxias, 110
Ribeira Natal/RN
CREPUSCULO SOBRE A IRACEMA
sobre meus olhos, umidez.
sobre meu sexo, uma flor.
acredite, nos labirintos,
umidez e uma flor. [negra, negra].
VERSIFICADOS OUTRA VARIACAO, OUTRA
troco um palpite por palpitações; em te sonhar fiquei tão santa que agora pra
ficção por fricção me comer só de joelhos.
[SEM TITULO] MOENDA
do amor, sou onírica musa: sinhô mim põe a muê. di garapa i di melaço vô num braço, vô cu otro.
fartas ancas, largos dentes; mai’m noitinha, é ele qui mim mói todinha.
brusca, eguo-me
AMA ZONA
POEMINHA MANHOSO PRA ME COBRIR TODINHA ainda bem nunca cri
em príncipe encantado:
ai, amor, nua não... me veste de gala...
melhor me vem o cavalo
branco, negro, índio.
OUTRA VARIACAO VINGANCA-GOIABADA
em causa de te sonhar minha noite se fez dia e me calcei de nuvens. nunca fui tua, amor.
menti só pra você me comer.
HAPPENING

a gente a se comer nas


galerias do Nalva Café.

ANGELUS 18h
o meu davi, antigo, clássico - ai, que pau enorme! a igreja, medieva,
mandou cortar: castrou a minha goela.
TraçO Clewton Nascimento AGRADECIMENTOS
Palavra Nina Rizzi Elaine Albuquerque
Projeto gráfIco Paulo Nobre
João Filipe / CarolINA Dias Clara Ovídio
Som
PARA
SofIA
Lora
Riso FLora
[cidades personiFicadas]