Você está na página 1de 1

Qual o seu dom

Tenho verdadeiro fascínio pelo ser humano e procuro estar atenta em


conhecer cada vez mais as pessoas. Talvez o facto de ter vivido em cidades
diferentes e viver num outro país que não o que nasci, aumentem cada vez
mais este interesse pelo outro que no fundo apesar de parecer "tão
diferente" é tão igual a mim e à todos nós. Simplesmente SERES HUMANOS!

Deparei-me com esta belíssima história e partilho aqui no blog. A história de


vida de Raimundo Arruda Sobrinho, que já corre as redes sociais e é a prova
de que a solidariedade está dentro de cada um de nós, que o mundo está
melhor sim.
TODOS nós nascemos com talentos diversos, algo chamado de dom. DOM
significa nossa aptidão inata, aquilo que fazemos melhor. Precisamos apenas
descobrir, redescobrir e deixar fluir. Muitas vezes desconhecemos este
"dom" por ter sido abandonado lá atrás, na infância, na adolescência ou
pelas adversidades da vida, onde nos perdemos de nós próprios. Deixamos
de acreditar nos nossos talentos.
Voltar a acreditar em si próprio é se reencontrar consigo mesmo.
Para reencontrar o nosso "dom" dependerá em primeiro lugar do querer é
facto.
Ter alguém que "empurre" a pessoa, que a desafie, que acredite no seu
potencial, que a motive, será muito importante, diria que quase
imprescindível. Por isso ser Coach é algo que traz tanta alegria e me faz sentir
tanta realização pessoal e profissional.