Você está na página 1de 12

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07

Com segurança... DEHN


DEHN + SÖHNE é uma empresa alemã, fundada em 1.910, especialista em
proteção contra raios e sobretensões. A DEHN defende um conceito de proteção
integral que compreende tanto a proteção externa da estrutura quanto a proteção
interna dos equipamentos que se encontram em seu interior.
O objetivo principal de nossa empresa é proteger as pessoas, seus bens e
propriedades, contra os riscos e consequências perigosas que se derivam das
descargas atmosféricas, as sobretensões e a utilização da corrente elétrica.
A empresa DEHN produz mais de 3.500 dispositivos de proteção e dispõe a serviço
de seus clientes uma equipe de mais de mil profissionais através de suas empresas
filiais e representações, presentes em mais de setenta países.

Sede social DEHN+SÖHNE.

DEHN transcende ao mercado em filosofia, tecnologia, produtos e


experiência, oferecendo:
Uma gama completa de produtos. Em constante renovação que
oferece proteções eficazes para qualquer tipo de instalação,
estrutura ou equipamentos:

 Proteção externa contra raios e aterramento.


 Proteção interna contra raios e sobretensões para linhas de
alimentação em baixa tensão.
 Proteção interna contra raios e sobretensões para linhas de
transmissão de dados.

Laboratórios

Tecnologia de vanguarda. Uma especial atenção à área de pesquisa e desenvolvimento


nos permite incorporar continuamente novos elementos capazes de aportar soluções
eficazes e confiáveis a problemas concretos.

Garantia de qualidade. Um exigente controle de qualidade nos permite cumprir com sobra
os requisitos das normas nacionais e internacionais mais exigentes (lEC, EN, UNE, CTE,
REBT, ABNT...). Os produtos DEHN possuem certificados internacionais mais prestigiados
no mundo: KEMA, UL, Vds...

Experiência em suporte técnico. Disponibilizamos ao cliente uma experiência de mais de


cem anos como especialistas em segurança e proteção através de uma atenção
personalizada assim como mediante a organização de cursos, seminários e conferencias.

Fábrica de produtos de proteção contra raios e sobretensões

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 2/ 12


CATÁLOGOS

Proteção contra raio e aterramento

Proteção contra sobretensão transitória

Manutenção em rede viva

FOLHETOS ESPECÍFICOS
A empresa DEHN produz mais de 3.500 dispositivos e elementos de proteção contra raios e sobretensões e é capaz de
desenvolver proteções específicas que aportam soluções eficazes e confiáveis para instalações especiais.

SUPORTE TÉCNICO

Manual de proteção contra raios Programa de cálculo para sistemas Serviço de Análise de Risco
de proteção contra o raio

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 3/ 12


POR QUE CORRER RISCOS DESNECESSÁRIOS?
Uma das características mais relevantes da moderna sociedade industrial é a presença generalizada de equipamentos e
consumidores que incluem componentes eletrônicos que são extremamente sensíveis as sobretensões qualquer que seja a
origem das mesmas. As companhias de seguros revelam que as sobretensões são a primeira causa de danos causados em
equipamentos eletrônicos. Representam um grave perigo e podem impor perdas muito significativas:
 Custos de consertos e substituições de equipamentos
 Continuidade de serviço
 Perdas irreparáveis
 Imagem...

A proteção contra raios e sobretensões é um investimento que tem sempre como resultado rentável, pois tem como destino a
proteção de pessoas, de seu trabalho, das instalações e equipamentos. A segurança tem que ser tratada com muita seriedade.
Por isso na hora de decidir sobre as medidas de proteção e selecionar as proteções de nossa segurança temos que ser
rigorosos e exigir das mesmas as maiores garantias possíveis.

PROTEÇÃO INTEGRAL CONTRA RAIOS E SOBRETENSÕES


Em um sistema de proteção integral se distinguem
basicamente em duas partes: proteção externa de
estruturas e instalações contra descargas diretas de
raios, incluindo a instalação de aterramento necessária
para dispersar a corrente de raio, e a proteção interna
das redes de alimentação de energia e de dados que
alimentam os equipamentos e cujo principal objetivo é
reduzir os efeitos elétricos e magnéticos das correntes
de raio dentro do espaço a ser protegido.

As sobretensões que deterioram e inclusive destroem os


equipamentos elétricos e eletrônicos, tem diferentes
origens:
– Descarga de raio:
– Incidência direta / próxima: incidem na instalação a ser
protegida, em suas imediações ou em algum dos
Causas das sobretensões produzidas por quedas de raio condutores que alimentam a mesma. Nestes casos se
originam sobretensões de alto valor por queda de
tensão na resistência de aterramento, assim como por
efeitos de indução que se produzem como
consequência do campo electromagnético gerado
pelo raio.
– Incidência nas proximidades: tem origem a grande
distância da instalação (descargas em linhas de MT,
descargas entre nuvens...) e provocam a aparição de
sobretensões de menor valor na instalação a ser
protegida.
– Processos de comutação
– Desconexão de cargas indutivas (bobinas,
transformadores, motores...).
– Rompimento de Arco elétrico
– Disparo de fusíveis...

Danos eletrônicos. Análise de 7370 sinistros


Fonte: Württembergische Versichrun AG, Stuttgart

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 4/ 12


PROTEÇÃO EXTERNA
A proteção externa contra raios é o conjunto de elementos situados em ou sobre o objeto a ser protegido e que servem para
captar e derivar a corrente do raio a instalação de aterramento. Esta proteção consta principalmente de uma instalação de
captação, uma instalação de descidas e uma instalação de aterramento.

INSTALAÇÃO DO SISTEMA DE CAPTAÇÃO AÉREA


O dispositivo de captação de raio agrupa a todos os elementos ou partes metálicas sobre as quais o raio pode incidir. Estas
podem ser instaladas por cima ou ao lado da estrutura que a ser protegida e servem como receptores para o impacto da
descarga. A instalação de captação poderá realizar-se mediante terminais aéreos Franklin ou gaiolas de Faraday. Em sua
execução deverão seguir as diretrizes contidas na normativa quanto a níveis de proteção características das estruturas.

INSTALAÇÃO DO SISTEMA DE DESCIDAS


Para derivação ao terra se entende a conexão entre o dispositivo de captação e a instalação de aterramento. A descida,
portanto, é a parte que se encarrega de derivar a corrente de raio ao terra. O número de descidas dependerá das dimensões
da estrutura a ser protegida. Projetando a superfície de cobertura sobre um plano, se deverá instalar uma descida a cada 10 ou
20m (dependendo do nível de proteção) e do perímetro exterior. As descidas devem ser instaladas de modo que se reduzam
ao máximo os efeitos negativos impostos pelo campo eletromagnético gerado pela corrente do raio em seu processo de
derivação.

INSTALAÇÃO DO SISTEMA DE ATERRAMENTO


Para sua realização se utilizam diferentes sistemas: tomadas de terra de fundação, tomadas de terra na superfície, tomadas de
terra de profundidade, etc.... Através dela a corrente do raio se transmite ao solo. Por isso, é de extrema importância que a
instalação de aterramento aporte uma superfície mínima de contato do eletrodo com o terreno, de modo que se assegure que a
corrente do raio se transmite adequadamente a terra e se disperse nela. Todo o sistema de proteção se baseia em conseguir a
equipotencialidade dos terras.

Proteção externa contra raio em um prédio industrial

Nº Descrição Referência Nº Descrição Referência


1 Vareta de aço inoxidável Ø10 mm 860 010 Terminal Aéreo 104 200
7
Rodapé de concreto e placa protetora 120 340
2 Conjunto barra de penetração 480 150
8 Suporte de cobertura plana 253 050
3 Conector Cruzeta 319 209
9 Distanciador DEHNiso 106 100
4 Vareta de alumínio DEHNALU 840 018
10 Conjunto elevado, rodapé de Concreto e 102 340
5 Suporte DEHNsnap 204 120 placa protetora Distanciadora 106 160
6 Cordoalha 377 015 11 Terminal Aéreo Tripóide 105 500

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 5/ 12


PROTEÇÃO LINHAS DE ALIMENTAÇÃO EM BAIXA TENSÃO - RED LINE

A proteção externa contra o raio é uma medida necessária, mas


insuficiente para evitar danos nos equipamentos e instalações que
se encontram no interior da estrutura que se deseja proteger contra
incidência de raio no mesmo ou em suas imediações.
Uma proteção externa (para-raios, gaiola de Faraday...) protege a
estrutura contra o impacto direto, mas não dos efeitos derivados do
mesmo.
A descarga do raio produz uma elevação do potencial do terreno a
valores muito altos que, através da instalação de aterramento,
chega aos equipamentos conectados a ela mesma.

Acoplamento galvânico. Distribuição da tensão de raio em


uma estrutura
Ainda mais que a queda de um raio leva associada a ela um campo
eletromagnético muito potente que gera sobretensões induzidas na
instalação a proteger que afetam gravemente os equipamentos
(aparelhos de televisão, informática, eletrodomésticos...) e
instalações existentes (ar condicionado, segurança, câmeras de
vídeo, etc...).
Uma proteção correta, eficaz e conforme a normativa vigente exige
considerar um conceito de proteção integral.

Portanto, é necessário adotar medidas de proteção interna cujo


principal objetivo é reduzir os efeitos elétricos e magnéticos do raio
1. Corrente de choque de prova para DPS Tipo 1 dentro do espaço a ser protegido, seja por queda de tensão da
2. Corrente de choque para DPS Tipo 2 e Tipo 3 resistência de aterramento ou como consequência de efeitos
indutivos.

Para conseguir e lograr um sistema equipotencial de proteção deve


ser instalado os correspondentes dispositivos de proteção contra raio
e sobretensões, tanto nas linhas de alimentação de energia de baixa
tensão como nas linhas de transmissão de dados (telefone, TV,
antena...).

Compensação de potencial para proteção contra raio

PRINCIPIO DE PROTEÇÃO ESCALONADA/COORDENADA


No processo de seleção, rege o principio de proteção escalonada em virtude do qual se distinguem três classes de proteção:
 DPS Tipo 1: Proteção Robusta. São protetores desenvolvidos para dar proteção frente a correntes de raio. São instalados
o mais próximo da entrada de baixa tensão.
 DPS Tipo 2: Proteção Média. São protetores destinados a proteção de instalações e equipamentos frente à sobretensões
(originadas por descargas de raio indiretas, processos de comutações, induções...). São instalados nos quadros de
distribuição.
 DPS Tipo 3: Proteção Fina. São protetores de sobretensões para proteção específica de equipamentos finais. São
instalados o mais próximo possível do equipamento a ser protegido.
Para garantir a coordenação entre as escalas de proteção é imprescindível assegurar o desacoplamento entre os mesmos
(comprimentos de cabo entre Tipo 1 e 2 superior a 15 m). Em caso contrario instalar um protetor Combinado 1+ 2.

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 6/ 12


SELEÇÃO DE PRODUTOS – RED LINE
A regra a seguir recomenda quais proteções utilizar:
1º Dispor sempre de DPS Tipo 2 (proteção Média). É o protetor que cobre a maior possibilidade de riscos contra as
sobretensões mais frequentes (tenham sua origem em raios ou não) e complementar com DPS Tipo 1 quando este for
necessário
2º Complementar com DPS Tipo 1 naquelas instalações as quais existam risco de descarga direta de raio (instalações com
REDES AEREAS, em campo, etc...).
3º Complementar com DPS Tipo 3 naquelas instalações as quais, entre o ponto onde o DPS Tipo 2 for instalado e o
consumidor final existam comprimentos de cabos os quais podem ser induzidos sobretensões e que o equipamento final
mereça uma proteção especial devido o seu custo, sua sensibilidade a estes problemas, necessidade de continuidade de
serviço, imagem a ser preservada...
4º Dispor de DPS combinado Tipo 1 + 2 naquelas instalações as quais existam risco de incidência direta de raio e
sobretensões (REDES AEREAS, instalações com proteção externa, Gaiola de Faraday) que por suas características de
espaço e localização são requeridas.

DISPOSITIVOS DE PROTEÇÃO
DPS Tipo 1 – Proteção contra Corrente de Raio
DEHNbloc M 1 – Modular Fase / Neutro DEHNgap M 255 – Modular N-PE
Corrente de Impulso de raio 50 kA (10/350µs) Corrente nominal de descarga 100 kA (10/350µ)
Nível de proteção ≤ 2,5 K V Nível de proteção ≤ 1,5 K V
Capacidade de extinção 50 KA eff Capacidade de extinção 100 KA eff
Modelo Uc 150V DB M 1 150 (FM) Modelo DGP M 255 (FM)
Contato opcional
Modelo Uc 255V DB M 1 255 (FM) FM
de falha
Para uso em configuração de
Modelo Uc 320V DB M 1 320 (FM)
Aterramento TT
Contato opcional de
FM
falha

DPS Tipo 2 – Proteção contra Sobretensão


DEHNguard M – Modular Trifásico DEHNguard M – Modular Monofásico
Corrente nominal de descarga 12,5 kA (8/20µs) Corrente nominal de descarga 12,5 kA (8/20µs)
Corrente máxima de descarga 25 kA (8/20µs) Corrente máxima de descarga 25 kA (8/20µs)
Nível de proteção ≤ 1,5 K V Nível de proteção ≤ 1,5 K V
Uc Tensão de Operação 275 V Uc Tensão de Operação 275 V
Modelo DG M XXX CI 275 (FM) Modelo DG M XX CI 275
CI Fusível Integrado CI Fusível Integrado
XXX – configuração do XX – configuração do TN (TNS ou TNC)
TNC, TNS ou TT
aterramento aterramento ou TT
Contato opcional de Contato opcional de
FM FM
falha falha

DPS Tipo 1+ 2 – Combinado contra Corrente de Raio e Sobretensão


DEHNventil M XXX 255 – Modular Trifásico DEHNventil M XX 2P 255 – Modular Monofásico
Corrente de Impulso de raio 100 kA (10/350µs) Corrente de Impulso de raio 100 kA (10/350µs)
Nível de proteção ≤ 1,5 K V Nível de proteção ≤ 1,5 K V
Capacidade de extinção 50 KA eff Capacidade de extinção 50 KA eff
Corrente nominal de descarga 100 kA (8/20µs) Corrente nominal de descarga 100 kA (8/20µs)
Uc Tensão de Operação 255 V Uc Tensão de Operação 255 V
Modelo DV M XXX 255 (FM) Modelo DV M XX 255 (FM)
XXX – configuração do XX – configuração do TN (TNS ou
TNC, TNS ou TT
aterramento aterramento TNC) ou TT
Contato opcional de Contato opcional
FM FM
falha de falha

DPS Tipo 3 – Proteção Sensível contra Sobretensão


DEHNrail M 2P 255 DEHNrail M 4P 255
Corrente nominal de descarga 3 kA (8/20µs) Corrente nominal de descarga 3 kA (8/20µs)
Corrente máxima de descarga 5 kA (8/20µs) Corrente máxima de descarga 8 kA (8/20µs)
Nível de proteção ≤ 1,25 K V Nível de proteção ≤ 1,25 K V
Modelo DR M 2P 255 (FM) Modelo DR M 4P 255 (FM)
Contato opcional de Contato opcional de
FM FM
falha falha

Outros modelos disponíveis de tensão e configuração de aterramento consultar Catálogo Geral

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 7/ 12


SELEÇÃO DE PRODUTOS – YELLOW LINE
AUTOMAÇÃO TELECOMUNICAÇÃO
Interface Produto Referência Interface Produto Referência
DEHNlink 929 028 / 110
Ethernet Blitzductor XT ML2 920 300 + 920 247
DEHNpatch 929 100 /110 Linha telefônica
industrial DEHNconnect 919 943
DEHNrapid 907 401
DEHNpatch 929 100 / 110
Blitzductor XT ML2 920 300 + 920 245 RDSI
LAN DEHNrapid 909 401
Blitzductor XT ML4 920 300 + 290 345 E1
M Bus NET Protector 929 034
DEHNconnect 919 942 G. 703
Blitzductor XT ML2 920 300 + 920 375
Blitzductor XT ML2 920 300 + 900 211
DEHNrapid 907 421
EIB Blitzductor XT ML4 920 300 + 910 310
VDSL Blitzductor XT ML2 920 300 + 920 211
KNX Bus Bustector 925 001
Blitzductor XT ML4 920 300 + 920 310
DEHNraprid 907 401
PROFIBUS-PA
Blitzductor XT ML2 920 300 + 920 244 HDSL DEHNpatch 929 100 / 110
Foundation
Blitzductor XT ML4 920 300 +920 381 DEHNrapid 907 401
Fieldbus
DEHNconnect 919 941 ou 919 960 SDSL NET Protector 929 034
4-20 mA
DEHNraprid 907 401 SH DSL Blitzductor XT ML4 920 300 + 920 375
HART
DEHNrapid 907 421
Sinais Blitzductor XT ML2 920 300 + 900 247
Blitzductor XT ML4 920 300 + 920 364 ADSL 2+
Optoacoplados Blitzductor XT ML4 920 100 + 900 347
DEHN Protector 909 310
RS 485 Blitzductor XT ML2 920 300 + 920 270 DEHNpatch 929 100 / 110
RS 422 Blitzductor XT ML4 920 300+ 920 378 DEHNrapid 907 401
Profibus DP DEHNconnect 919 970 RDSI S Bus Blitzductor XT ML4 920 300 + 920 375
CAN DEHNpipe 929 971 Blitzductor VT 918 410
Modbus DEHNraprid 907 401 DEHNprotector 909 320
DEHNrapid 907 401
Blitzductor XT ML2 920 300 + 920 224 ADSL 1
NET Protector 929 034
Blitzductor XT ML4 920 300+ 920 324 Linhas a/b
Blitzductor XT ML2 920 300 + 247
Sinais binários DEHNconnect 919 921 Sistemas telecom.
Blitzductor XT ML4 920 300 + 347
DEHNpipe 929 941 Pots
Blitzductor VT 918 410
DEHNraprid 907 401 PBX Bus
DEHNprotector 909 310
Sky DSL
Sinais 3 ou 4 SAT DEHNprotector 909 300
Blitzductor XT ML4 920 300 + 920 354
fios CATV DEHNgate GFF TV 909 705
Internet

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 8/ 12


DISPOSITIVOS DE PROTEÇÃO
Telecomunicações e transmissão de dados
DEHNlink TC I DEHNgate FF TV
Corrente nominal de descarga total 10 kA (8/20) Corrente nominal de descarga total 2,5 kA (10/350µ)
Tensão nominal 110 V Tensão nominal 24 V
Nível de proteção < 250 V Nível de proteção < 230 V
Modelo DLI TC 2I Modelo DGA FF TV
Referência 929 028 Referência 909 705

Blitzductor XT ML2 BD S 48 DEHN Patch M CAT 6


Corrente nominal de descarga total 10 kA (10/350) Corrente nominal de descarga total 10 kA (8/20µ)
Tensão nominal 48 V Tensão nominal 48 V
Nível de proteção ≤70 V Nível de proteção < 145 V
Modelo BXT ML2 BD S 48 Modelo DPA M CAT 6 RJ 45
Referência base 929 300 Referência 929 100
Referência 920 245

DEHNrapid NET-Protector
Corrente nominal de descarga total 10 kA Corrente nominal de descarga total 2,4 kA
Tensão nominal 180 V Tensão nominal 5V
Nível de proteção ≤ 1800 V Nível de proteção < 13 V
Modelo DRL 10 B 180 FSD Modelo NET PRO 4TP
Referência 907 401 Referência 929 035

DEHNconnet RK Blitzductor BVT ISDN


Corrente nominal de descarga total 10 kA Corrente nominal de descarga total 10 kA
Tensão nominal 110 V Tensão nominal 5V
Nível de proteção ≤ 500 V Nível de proteção 17 V
Modelo DCO RK MD 24 Modelo BVT ISDN
Referência 919 941 Referência 91 410

DEHNflex para embutir em Tomadas DEHNpipe


Corrente nominal de descarga total 1,5 kA (8/20 µs) Corrente nominal de descarga total 20 kA
Tensão nominal 230 V Tensão nominal 5V
Nível de proteção ≤ 1,25 V Nível de proteção ≤ 55 V
Modelo Dehnflex Modelo DPI CD HF EXD 5 M
Referência 909 300 Referência 929 971

BUStector BT Blitzductor XT ML4 BD 180


Corrente nominal de descarga total 5 kA Corrente nominal de descarga total 10 kA (10/350 µs)
Tensão nominal 24 V Tensão nominal 180 V
Nível de proteção ≤ 500 V Nível de proteção 250 V
Modelo BT 24 Modelo BXT ML4 BD 180
Ref 925 001 Referência 920 300
Referência módulo 920 347

* Outros modelos: Consultar catálogo geral.

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 9/ 12


DISPOSITIVOS DE PROTEÇÃO – ÓLEO E GÁS
Sistema de Proteção Catódica
BLITZDUCTOR VT KKS - Circuito do Anodo BLITZDUCTOR VT KKS - Circuito do Sensor
Corrente Impulsiva de raio 7 kA (10/350µs) Corrente Impulsiva de raio 7 kA (10/350µs)
Corrente Nominal de Descarga Total 40 kA (8/20µs) Corrente Nominal de Descarga Total 40 kA (8/20µs)
Tensão nominal 70 V Tensão nominal 36 V
Corrente Nominal 12 A Corrente Nominal 0,05 A
Modelo BVT KKS ALD 75 Modelo BVT KKS APD 36

Ex Spark Gap - Junta Isolamento Elétrico


Corrente Impulsiva de raio 100 kA (10/350µs)
Corrente Nominal de Descarga 100 kA (8/20µs)
Grau de Proteção IP 67
Certificação Ex Ex d
Modelo Duto Aéreo EXFS 100
Modelo Duto Subterrâneo EXFS 100 KU

Dados e Sinais Área Classificada


BLITZDUCTOR® XT Ex (i) - Entrada e Saída Dehnpipe - Instrumento de Campo
Corrente nominal de descarga total 20 kA (8/20µs) Corrente nominal de descarga total 10 kA (8/20µs)
4-20mA + Hart, Profibus,
Certificação Ex Ex i Sinais e Dados
FF, RS485
Modelo: Modelo Ex i DPI CD EXI
4-20mA + Hart, Profibus BXT ML2 BD S EX 24 Modelo Ex d DPI CD EXD
FISCO, RS485 BXT ML2 BD HF EX 6

* Outros modelos: Consultar catálogo geral.

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 10/ 12


PESQUISA + DESENVOLVIMENTO = TECNOLOGIA E QUALIDADE
São as bases sobre as quais a DEHN tem
fundamentado seu desenvolvimento e seu êxito ao
longo de sua historia centenária
Em 1.954 a DEHN apresentou a primeira família de
dispositivos de proteção contra sobretensões.
Desde essa data, o avanço tecnológico tem sido
impar. As melhoras nos lançamentos dos
equipamentos se sucedem de forma continua o que
nos permite oferecer soluções cada vez mais
seguras e adaptadas às necessidades especificas
dos clientes.
O investimento em recursos humanos e nas áreas
de pesquisa e desenvolvimento são prioritários aos
responsáveis da empresa. A segurança de nossos
clientes, suas instalações e seus equipamentos, é
nossa razão de existir. A segurança é algo muito
sério e por isto devemos ser extremamente
exigentes com os dispositivos aos quais confiamos.
Em nossos laboratórios especializados podemos
simular os parâmetros característicos do raio. Um
conhecimento cada vez maior desse fascinante
fenômeno natural nos permite oferecer produtos e
soluções eficazes e seguras.
Por suposto, todos os testes são realizados de
acordo com as normas internacionais vigentes e
nas condições mais estritas. Em nossos
laboratórios podemos gerar impulsos de corrente
de diferentes amplitudes e duração:
– Gerador de Impulso de corrente de raio até
150kA (10/350μs), que possibilita a simulação de
como uma descarga de raio afeta as instalações e
equipamentos.
– Gerador de sobretensões (8/20μs) que permite
simular os efeitos de descargas indiretas e
comutações de rede.
– Gerador híbrido para comprovar a imunidade do
equipamento eletrônico no quadro da
compatibilidade eletromagnética.
– Gerador de corrente consecutiva (50 kAeff) em
combinação com o gerador de sobretensões,
permite a simulação do comportamento de distintos
componentes das instalações de baixa tensão ante
a descarga do raio.
– Gerador de impulso até 120kV (1.2/50μs) Este
equipamento nos permite realizar diferentes
protocolos de ensaios:
– Teste de correntes de raio e sobretensões de
acordo com a norma EN 61643-11; EN 61643-21;
UL 1449
– Teste de correntes de raio e sobretensões para
componentes de sistemas de proteção externa
contra raios de acordo com a norma EN 50164-1
– Teste completo de armários de baixa tensão de
acordo com a norma lEC 61643-1; lEC 60000-4-
5;EN 61643-11
– Teste de componentes para aerogeradores e
estações base de acordo com a norma lEC 1312-3

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 11/ 12


CERTIFICADOS

dehn_proteção integral contra raios e sobretensões_2013_07 12/ 12

Você também pode gostar