Você está na página 1de 15

PPRA

Avaliação anual
do programa

xxxxxxxxxxxxxxxx
EMPREENDIMENTOS
IMOBILIÁRIOS LTDA

2018

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
2

1 - IDENTIFICAÇÃO
Não houve alteração nos dados cadastrais da empresa nesse exercício.

NÚMERO DE EMPREGADOS: 20

Quadro de funções existentes na empresa:


Função Nº de trabalhadores
Pedreiro 06
Ajudante de Pedreiro - Servente 06
Armador 06
Pintor 01
Gerente 01

2 - HISTÓRICO DAS ATIVIDADES ATUAIS

Para a avaliação anual do programa, constam da prestação de serviços da


empresa as seguintes obras e seus endereços:

Edifício residencial com 7 pavimentos na Rua xxxxx, 2008. Obra registrada


sob o CEI xxxxxxxxxxx-49. De responsabilidade de xxxxxxxxxxxxxxxx.
Edifício residencial com 5 pavimentos à Rua xxxxxxx, 328. Registrada no
CEI xxxxxxxxxxxxxx. De responsabilidade de xxxxxxxxxxxxx e outros.
Edifício residencial com 5 pavimentos á Rua xxxxxxxxxx, 277. Registrada
no CEI xxxxxxxxxxxx. De responsabilidade de xxxxxxxxxxxx

CONSIDERAÇÕES GERAIS – Do que se trata esta análise global


Como define a NR 09, a cada ano, pelo menos, a empresa deve
avaliar as metas propostas e o Programa como um todo, adequando suas ações às
necessidades apontadas ao longo do ano. Contudo, sempre que se verificar
alterações nas características verificadas quando da elaboração do PPRA, ainda
que não tenha se completado um ano, deve-se promover também uma reavaliação
das metas propostas.
Conforme verificado em reunião com os funcionários e empresa de
consultoria específica para elaboração desta revisão, não foram identificadas condições
diferentes das analisadas quando da realização do primeiro documento base do PPRA.
Sendo assim, esta avaliação global das ações deve cumprir seu papel de analisar as

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
3

metas propostas no primeiro documento base e propor novas ações para retroalimentar o
processo de melhoria contínua no sistema de Gestão de SST da xxxxxxxxxxxxLTDA.
As ações do PPRA devem ser desenvolvidas no âmbito de cada obra
administrada pela empresa, sob responsabilidade do contratante e do empregador e com
a participação dos trabalhadores.
Assim, tanto contratante como contratado se obrigam a zelar pelo
fiel cumprimento das metas neste documento base definidas.

RESPONSABILIDADES:
a) Responsabilidades do empregador / Contratante de mão de obra:
 Implementar e garantir a execução do PPRA, do PCMSO, dos
treinamentos e de toda estrutura prevista pelos textos legais;
 Informar e instruir os trabalhadores sobre os riscos ambientais nos locais
de trabalho e as medidas de proteção indispensáveis ao seu controle. Esta
informação se dará pelo incentivo à constante leitura e análise desse
documento base.
 Garantir a participação dos trabalhadores em todas as fases do PPRA;
 Garantir a interrupção do trabalho até que sejam adotadas as medidas de
controle nos casos de risco grave e iminente.
b) Responsabilidades dos empregados:
 Colaborar e participar na implementação e execução do PPRA;
 Cumprir as normas de segurança e orientações recebidas nos
treinamentos;
 Informar ao proprietário as situações e condições de trabalho que, a seu
julgamento, possam traduzir em riscos de acidentes e doenças
profissionais;
 Participar e colaborar na implementação das medidas de controle aos
riscos ambientais;
 Usar, obrigatoriamente os equipamentos de proteção individual indicado
para a atividade.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
4

TIPIFICAÇÃO DOS RISCOS


Os riscos devem ser identificados em cada canteiro de obras, devendo ser
observadas as características próprias de cRaada local. Por mais que hajam
semelhanças, há que se considerar cada obra como única e únicas as medidas de atenção
aos riscos produzidos pelos processos produtivos.

MEDIDAS DE CONTROLE DE ACORDO COM O RISCO.....


O controle dos riscos existentes no ambiente de trabalho deve ser feito
priorizando a utilização de meios de proteção coletiva, sendo utilizados os
individuais apenas quando aqueles não forem suficientes para reduzirem a níveis
seguros a concentração ou intensidade do agente agressivo (NR 09 – portaria M.T.E.
3214/78).

RISCO GRAVE – IMINENTE: Os riscos que podem oferecer lesões graves e ou


fatais, e que podem se manifestar em curtíssimo período de tempo são considerados
de natureza grave e iminente e devem receber atenção especial por parte dos
programas de saúde e segurança do trabalhador. Nesse caso faz necessária a adoção
de técnicas especiais de controle. Ex.: utilização de equipamentos especiais. Nas
obras foram identificados o risco de trabalho em altura e operação de máquinas e
equipamentos como pertencentes a este grupo.

CARACTERIZAÇÃO AMBIENTAL DA EMPRESA


Ambientes de trabalho da empresa: Devido a natureza da prestação de serviços, as
tarefas operacionais são todas realizadas nos canteiros de obras. As atividades de
natureza administrativa são realizadas pelo dono da empresa, não havendo trabalhadores
contratados para estas funções e, portanto, não havendo uma sede administrativa
específica da empresa.

Nos locais das obras, existem as seguintes características ambientais:

Grupo Homogêneo (GHE): corresponde a um grupo de trabalhadores que


experimentam exposição semelhante, de forma que o resultado fornecido pela avaliação
da exposição de parte do grupo seja representativo da exposição de todos os
trabalhadores que compõem o mesmo grupo.

No empreendimento em foco nesse estudo, ficaram caracterizados os seguintes grupos


de exposição homogênea:

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
5

01: Pedreiro e Servente de Pedreiro. Caracterização do local de trabalho: Em partes


da construção o trabalho é realizado a céu aberto e em partes no interior da residência,
sob a cobertura de laje da edificação. Só são realizadas atividades durante o dia, com
iluminação e ventilação naturais. O concreto utilizado na estrutura da edificação é do
tipo “usinado” fornecido por empresa especializada que aplica o preparado direto sobre
as formas, não havendo preparo de concreto pelos trabalhadores. O trato com cimento e
areia se dá pela mistura de argamassa a ser usada na alvenaria somente.

AVALIAÇÃO QUALITATIVA
A avaliação qualitativa sempre é realizada por meio da observação da
execução de tarefas nos postos de trabalho (observação in loco obras em andamento), de
entrevistas com os executantes e o estudo das medidas de proteção que cada um já
utilizava quando expostos aos agentes agressivos. Nesta etapa a principal ferramenta
utilizada pela equipe responsável pela elaboração deste documento base foi a Análise
Preliminar de Riscos, feita através de formulário específico que segue anexo. Através
dessa avaliação são identificados os riscos que compõem cada ambiente de trabalho.

Embora cada ambiente de trabalho guarde suas características ambientais de


riscos, alguns de ordem geral podem ser aventados independente de onde
sejam executados.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
6

RELAÇÃO FUNÇÃO/RISCOS DAS ATIVIDADES DA EMPRESA


FUNÇÕES: PEDREIRO, SERVENTE (AUX. DE PEDREIRO) Nº DE
ATIVIDADES: ASSENTAMENTO DE LAJOTA (tijolos), DE PISO, ESCAVAÇOES, REBOCO DE FUNCIONÁRIOS:
PAREDE, ENCHIMENTO DE LAJE, PREPARO DE ARGAMASSA, LIDA COM 12
ARMAÇÃO DE AÇO.
IDENTIFICA FONTE/ TIPO/TEMPO DE EXPOSIÇÃO
ÇÃO AGENTES ATIVIDADE
DOS GERADORA EFEITOS
RISCOS
Assentamento de
Lombalgias, Cervicalgias,
Ergonômico Postura incômoda tijolos, aplicação de Diária e intermitente
Dores diversas
reboco, etc.
Movimentação de
Carregamento e ou sacos de cimento, Lombalgias, Cervicalgias,
Ergonômico Diária e intermitente
arrasto de pesos escadas, madeira, Dores diversas
ferragens, etc
Trabalho em escadas e Traumas, contusões, Diária e intermitente
Acidente Altura
andaimes fraturas, morte.
Acidente Manuseio de materiais Traumas, contusões, Diária e intermitente
Queda de materiais
de construção fraturas
Acidente Cortes, puncturas, Ferramentas diversas Diária e contínua
Infecções, lacerações,
esmagamentos de materiais de
amputações
membros construção, máquinas
Radiação não Queimaduras, câncer de
Físico Luz Solar Diária
ionizante pele, problemas de visão

Perda da audição e
Físico Ruído* Maquinário Intermitente
doenças relacionadas
Sílica contida no
Afecções do trato
Químico Poeira Cimento e areia, brita Intermitente
respiratório
e demais minerais

Queimaduras, irritação
Químico Álcalis Cimento Intermitente
severa das vias aéreas

*Devem ser realizadas avaliações quantitativas nos locais onde são utilizados.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
7

FUNÇÕES: ARMADOR Nº DE
ATIVIDADES: MONTAGEM DE FORMAS, PREPARO DE ESTRUTURAS DE FUNCIONÁRIOS: 06
FERRAGENS, OPERANDO MÁQUINAS MANUAIS NO PROCESSO
IDENTIFIC FONTE/ TIPO/TEMPO DE
AÇÃO AGENTES ATIVIDADE EXPOSIÇÃO
DOS GERADORA EFEITOS
RISCOS
Lombalgias,
Postura Corte de materiais
Ergonômico Cervicalgias, Dores Diária e intermitente
incômoda no junto ao solo
diversas
Carregamento e Movimentação de Lombalgias,
Ergonômico ou arrasto de madeira, Cervicalgias, Dores Diária e intermitente
pesos ferragens, etc diversas
Trabalho em Diária e intermitente
Traumas, contusões,
Acidente Altura escadas e
fraturas, morte.
andaimes
Acidente Manuseio de Diária e intermitente
Queda de Traumas, contusões,
ferragens ou
materiais fraturas
formas de madeira
Acidente Cortes, Ferramentas Diária e contínua
puncturas, diversas materiais Infecções, lacerações,
esmagamentos de construção, amputações
de membros máquinas
Queimaduras, câncer
Radiação não
Físico Luz Solar de pele, problemas de Diária
ionizante
visão
Afecções do trato
Químico Poeira Pó de madeira Intermitente
respiratório

FUNÇÕES: PINTOR Nº DE
ATIVIDADES:Pintam as superfícies externas e internas de edifícios e outras obras FUNCIONÁRIOS: 01
civis, raspando, amassando-as e cobrindo-as com uma ou várias camadas de tinta;
revestem tetos, pa redes e outras partes de edificações com papel e materiais plásticos e,

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
8

para tanto, entre outras atividades, preparam as superfícies a revestir, combinam


materiais, etc.
IDENTIFIC FONTE/ TIPO/TEMPO DE
AÇÃO AGENTES ATIVIDADE EXPOSIÇÃO
DOS GERADORA EFEITOS
RISCOS
Trabalho em Lombalgias,
Postura
Ergonômico escadas, andaimes Cervicalgias, Dores Diária e intermitente
incômoda
e afins diversas
Carregamento e Movimentação de Lombalgias,
Ergonômico ou arrasto de latas de tinta e Cervicalgias, Dores Diária e intermitente
pesos afins diversas
Trabalho em Diária e intermitente
Traumas, contusões,
Acidente Altura escadas e
fraturas, morte.
andaimes
Acidente Queda de Manuseio de rolos, Traumas, contusões, Diária e intermitente
materiais pincéis e afins fraturas
Acidente Cortes, Ferramentas Diária e contínua
puncturas, manuais diversas Infecções, lacerações,
esmagamentos materiais de amputações
de membros píntura
Queimaduras, câncer
Radiação não
Físico Luz Solar de pele, problemas de Diária
ionizante
visão
Irritações das vias
Tintas, vernizes e
Químico Vapores aéreas superiores, Diária e intermitente
solventes
infecções pulmonares
Afecções do trato
Químico Poeira Pó de cal hidratada Intermitente
respiratório

FUNÇÕES: GERENTE Nº de
ATIVIDADES: Distribui as tarefas, controla a qualidade da execução dos trabalhos, faz funcionários: 01
requerimentos, recebimento e distribuição de materiais, realiza controles de
documentação de pessoal.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
9

IDENTIFIC FONTE/ TIPO/TEMPO DE


AÇÃO AGENTES ATIVIDADE EXPOSIÇÃO
DOS GERADORA EFEITOS
RISCOS
Trabalho em Lombalgias,
Postura
Ergonômico escadas, andaimes Cervicalgias, Dores Diária e intermitente
incômoda
e afins diversas
Trabalho em Diária e intermitente
Traumas, contusões,
Acidente Altura escadas e
fraturas, morte.
andaimes
Acidente Cortes, Diária e contínua
puncturas, Ferramentas Infecções, lacerações,
esmagamentos manuais diversas amputações
de membros
Queimaduras, câncer
Radiação não
Físico Luz Solar de pele, problemas de Diária
ionizante
visão

MAQUINÁRIO E FERRAMENTAL DE USO COMUM NAS OBRAS:

Betoneira
Riscos Medidas de controle
a) Choque elétrico;  verificar antes de utilizar se os fios de alimentação elétrica estão em boas
b) Agarramento pelas condições de uso, sem cortes ou danos;
partes móveis;  a máquina deve estar situada em superfície plana e resistente;
c) Tombamento, batidas  Todas as máquinas estacionárias devem ter acionamentos por chaves
e atropelamento quando eletromagnéticas com chave de emergência. É proibido uso de
da sua movimentação. acionamento exclusivamente por disjuntores;
d) Ruído excessivo;  A cremalheira deve ter proteção específica;
e) Ferimentos nas mãos.  as partes de transmissão deverão estar protegidas com carcaças;
(Torções, cortes e  em nenhum momento deve ser introduzido o braço na caçamba, quando a
escoriações); máquina estiver em funcionamento, nem quando estiver parada, salvo se
f) Respingos de concreto estiver desconectada da alimentação elétrica.
 devem ser utilizados os seguintes EPI´s: capacete e calçado de segurança,
luvas de borracha, botas de borracha quando houver contato com a massa,
máscara contra poeira(cimento), protetor
 auricular e óculos de segurança.
 deve-se manter distância durante a operação da betoneira a fim de se evitar
os respingos de concreto. Caso ocorra, deve-se limpar a parte do corpo
atingida imediatamente
 a carcaça do motor deve estar aterrada eletricamente;

Martelos/marretas

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
10

Riscos Medidas de controle


a) Projeção de partículas;  usar o tipo de martelo adequado ao serviço;
b) Ferimentos nas mãos e  não usar martelo com o cabo rachado ou lascado;
olhos  assegurar-se de que o martelo está firme no cabo;
(Torções, cortes, traumas,  não usar martelo deformado ou com rebarbas;
escoriações e  não bater com martelo de aço em ferramentas inadequadas (brocas, limas,
perfurações) serras, chaves de fenda, etc.)
 não utilizar este tipo de ferramenta em equipamentos elétricos energizados.
 utilizar óculos de segurança, calçados de segurança e luvas.

Talhadeiras, punções e formões


Riscos Medidas de controle
a) Projeção de partículas;  usar óculos de proteção;
b) Ferimentos nas mãos e  não usar talhadeira ou punção com a cabeça deformada ou com rebarbas;
olhos  segurar firmemente a ferramenta, de maneira a poder guiá-la;
(Torções, cortes, traumas,  usar sempre talhadeira, punção ou formão afiados.
escoriações e  não usar talhadeira ou punção destemperada;
perfurações)  a peça a ser trabalhada deve estar firmemente presa.
 não utilizar este tipo de ferramenta em equipamentos elétricos energizados.

Máquina de furar (portátil)


Riscos Medidas de controle
a) Projeção de partículas;  remover a chave do mandril imediatamente após usá-la;
b) Choque elétrico;  não deixar a máquina sobre a bancada de tal modo que a broca fique
c) Ruído excessivo; projetada para fora;
d) Ferimentos nas mãos e  manter fios, cabos e conexões do equipamento em perfeitas condições para
olhos evitar descargas elétricas;
(Torções, cortes, traumas,  não deixar a máquina em funcionamento;
escoriações e  ao terminar o trabalho, retirar a broca e guardar a máquina em local
perfurações) apropriado;
 não segurar com a mão a peça a ser furada. Usar, para isso, um torno de
bancada ou morsa;
 não soltar a broca com o motor em movimento;
 não parar o motor com a mão;
 fazer uso de óculos de segurança, luvas e protetor auricular; antes de trocar a
broca, desconectar a máquina de furar a alimentação de energia.

TRABALHOS EM ALTURA:
Trabalhos com aparelhos de elevação e transporte de cargas
Riscos Medidas de controle

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
11

Queda de objetos.  Verificar o bom estado de conservação dos aparelhos de movimentação


Entalamento. de cargas e a capacidade dos mesmos para a carga a transportar.
Quedas dos operadores ao  Proceder ao transporte de cargas à menor altura possível mantendo
mesmo nível ou em altura sempre a estabilidade da carga.
(consoante o tipo de  Assegurar que não existe nenhuma sobrecarga devida por exemplo a
trabalhos) aderência da carga ao chão, atascamento, etc.
Agarramento ou arrastamento  Assegurar que a superfície de apoio ou ganchos podem suportar a carga
(nas engrenagens e órgãos e no caso dos ganchos existe uma patilha de segurança.
rotativos das máquinas)  Verificar que a carga está bem apoiada antes de a soltar.
Esmagamento.  Nunca subir nas cargas suspensas em movimento ou naquelas que vão
Corte. iniciar a manobra.
Incêndio ou explosão.  Não permanecer e transitar desnecessariamente debaixo de uma carga.
Risco elétrico.  Nunca fazer paragens ou arranques bruscos.
 Não “guiar” os cabos e cordas sem utilizar luvas de proteção.

Trabalhos com utilização de escadas


Riscos Medidas de controle
 Queda ao mesmo  Prestar a máxima atenção no transporte de escadas, ao virar as esquinas,
nível e choque com levando a parte dianteira mais levantada.
objetos.  Apoiar a escada numa superfície sólida e bem nivelada.
 Queda em altura.  Utilizar escadas com comprimento adequado (suficiente). Deverá
 Quedas dos normalmente ultrapassar em cerca de 1 metro a superfície a atingir.
operadores ao mesmo  Antes de utilizar a escada, verificar se está em bom estado de conservação.
nível  Guardar as escadas ao abrigo do sol e da chuva e não as deixar estendidas
 Desrespeito pelos no chão.
princípios  Limpar os degraus, assim como as solas do calçado, de qualquer matéria
ergonômicos. escorregadia.
 Subir ou descer a escada cor as mãos livres de objetos e de frente para a
mesma.
 Colocar a escada de forma que os pés fiquem afastados da vertical que
passa pelo apoio superior, à distância de 1/4 da altura da escada. A escada
só deve ser usada ancorada à estrutura de apoio.
 As escadas de madeira não devem ser pintadas a não ser com verniz incolor
de boa qualidade.
 Nunca utilizar escadas metálicas para trabalhos em instalações elétricas ou
na sua proximidade imediata.
 Nunca utilizar escadas ligadas umas às outras, exceto se estiverem
preparadas para esse efeito.
 Não utilizar escadas para qualquer outro fim que não seja aquele para que
foram construídas.
 Não substituir as escadas por caixotes, cadeiras, etc.
 Uma escada não deve ser utilizada por mais do que uma pessoa em
simultâneo.
 O(s) trabalhador(es) que utiliza(m) uma escada deve(m) subir um degrau de
cada vez e deve(m) procurar colocar os pés na parte central dos degraus, de
modo a promover a estabilidade da mesma.
 Nunca usar escadas às quais falte um degrau ou o tenham partido, rachado
ou solto. Proceder de imediato à sua substituição.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
12

Trabalhos com utilização de andaimes ou outro tipo de plataformas


Riscos Medidas de controle
 Queda e choque  Fixar firmemente os andaimes e plataformas a fim de evitar movime
com objetos. balanços perigosos.
 Queda em altura.  Procurar que, antes da primeira utilização, qualquer andaime ou plat
 Quedas dos seja submetido a um reconhecimento prático e a um ensaio, a plena c
operadores ao efetuado por uma entidade competente e certificada. Deverá
mesmo nível ou em adicionalmente ser efetuada diariamente uma inspeção visual um ens
altura (consoante o plena carga depois de um período de interrupção prolongada dos trab
tipo de tarefas)  Nunca carregar o andaime ou plataforma além do limite de seguranç
 Esmagamento. que não se deve armazenar mais material do que o estritamente nece
 Desrespeito pelos para garantir a continuação dos trabalhos.
princípios  Não manobrar andaimes suspensos, nem preparar ou colocar andaim
ergonômicos. estando pessoas debaixo dos mesmos.
 Entalamento.  Não permanecer debaixo dos andaimes durante a sua preparação ou
. desmontagem e quando o pessoal situado nos mesmos realiza trabalh
 Os elementos que constituem os andaimes e plataformas deverão est
sempre em perfeito estado de conservação e utilização.
 A plataforma ou andaime deverá ser sempre adequada para o trabalh
que se destina.
 A montagem dos andaimes ou plataformas só poderá ser realizada po
pessoal especializado ou, pelo menos, conhecedor das características
resistência e estabilidade que estes elementos devem possuir, dos lim
carga e da sua utilização.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
13

MEDIDAS DE CONTROLE EXISTENTES EM CADA OBRA QUE A EMPRESA


EXECUTA:
CONTROLE EXISTENTE
AGENTES

Carregamento e ou arrasto de pesos Uso de carrinho de mão, roldanas para elevação

Conjunto cinto paraquedista com talabarte de


Altura
movimentação horizontal, guarda-corpo*
Capacete aba frontal tipo A2
Queda de materiais sobre a cabeça

Cortes, puncturas, esmagamentos de Luvas de proteção mecânica


membros
Camisas de mangas longas
Radiação não ionizante (Luz solar)

Protetor auricular do tipo plug ou concha com NRR


Ruído
superior a 18 dB
Proteção respiratória para poeiras PFF1, proteção para os
Poeira
olhos
Óculos de Proteção
Projeção de partículas nos olhos

Botina com bico de aço


Cortes ou escoriações nos pés

9– METAS PROPOSTAS NO EXERCÍCIO ANTERIOR

METAS/AÇÕES SITUAÇÃO
Impedir a ocorrência de riscos graves e Cumprida e em cumprimento
iminentes nas obras
Realizar levantamento ambiental nas Realizada avaliação de ruído nas obras da empresa
obras
Treinar todos os empregados Cumprida

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
14

Divulgar o PPRA para todos os Cumprida


empregados

NOVAS METAS PROPOSTAS PARA O EXERCÍCIO 2018/2019

METAS/AÇÕES PRAZO

Adequar a sinalização de segurança Até agosto 2018

Adequar os pontos de trabalho em A partir da existência de atividades acima de 2 metros em


altura em sua proteção coletiva qualquer obra
Realizar reciclagem de trabalho em Até maio 2018
altura
Avaliação dos exames do PCMSO Durante o exercício do programa

DISPOSIÇÕES FINAIS
 Para os funcionários que devem usar EPI, deve-se fornecer o equipamento
juntamente com treinamento sobre o uso do mesmo mediante assinatura de
termo de responsabilidade e reconhecimento.
 Os funcionários devem receber treinamento em segurança do trabalho ao serem
contratados e quando do retorno ao trabalho após 60 dias de afastamento. Tal
treinamento deve aludir às condições de trabalho e os riscos envolvidos em cada
atividade. Isto deve ser evidenciado através da ordem de serviço devidamente
assinada pelo funcionário conforme modelo específico anexo.
 Como determina a legislação, a empresa deve disponibilizar água fresca para os
funcionários em quantidade proporcional ao número de trabalhadores existentes
no local de trabalho.
 Deve-se providenciar guarda-corpos regulamentados quando houver trabalho em
altura.
 Deve-se lançar mão das medidas de segurança em altura segundo a NR 35.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
15

ELABORADO POR: xxxxxxx - xxxxxxxxxx e Técnico em Segurança do Trabalho


(xxxxxxxxxxxx)
EM: 24/02/2018

DE ACORDO:

________________________________________
Consultoria

_________________________________________
Xxxxxxxxxx Empreendimentos Imobiliários LTDA

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx