Você está na página 1de 7

INSTRUÇÃO DE TRABALHO

Código Título Data

IT.CQ.04-06 Inspeção de Recebimento - Obras Dezembro/13

1. Objetivo

Este documento tem por objetivo descrever a sistemática utilizada no recebimento de estruturas,
acessórios, equipamentos eletromecânicos que têm influência na qualidade das soluções fornecidas e
demais materiais.

2. Aplicação

Esta Instrução de Trabalho aplica-se ao recebimento de materiais adquiridos para uso nas obras.

3. Responsabilidade

3.1 – Almoxarifado / Recebedor


• Realizar a inspeção de recebimento de materiais, usando o FO.CQ.19, (Check-list Para
Recebimento de Materiais e Equipamentos).
• Identificar os materiais conforme IT.CQ.06 (Obras - Situação da Inspeção e Ensaios).
• Anexar documentos de envio, certificados, manuais, notas fiscais e outros e encaminhar ao GFO.
• Preencher o FO.CQ.15 (Relatório de Liberação de Material Produção Urgente), quando aplicável.

3.2 - Qualidade
• Analisar os itens não-conformes que possam impactar na qualidade do produto final e definir
tratativas, antes de aprovar o FO.CQ.19.
• Efetuar a conferência do FO.CQ.15 (Relatório de Liberação de Material Produção Urgente),
analisando os impactos de sua aplicação no produto subseqüente ou no produto final e
providenciando sua aprovação.

3.3 - Gestão de Fornecimento


• Efetuar conferência dos documentos, tirar cópias e arquivar.
• Encaminhar à Qualidade os documentos originais e, quando houver, manuais, certificados de
qualidade e licenças.

3. 4 - Gestor de Construção
• Aprovar o FO.CQ.15 (Relatório de Liberação de Material - Produção Urgente).

4. Descrição do Procedimento

4.1 - Generalidades

1. Para efeito de inspeção no recebimento considera-se “Lote” uma determinada quantidade de produtos
de mesmas características para ser inspecionada de uma única vez.
2. Os materiais deverão ser identificados conforme definido na instrução de trabalho IT.CQ.06 – Situação
de Inspeção e Ensaios.

4.2 - Ações

1. O recebedor deve indicar o local correto onde o material será descarregado.


2. Se for necessário deixar as peças no local do descarregamento aguardando inspeção as mesmas
serão identificadas conforme IT.CQ.06.
3. A autorização do descarregamento dos materiais se faz com a posse da Nota-Fiscal e do Romaneio,
para conferência quantitativa. Eventuais diferenças de quantidade deverão ser informadas ao
fornecedor para reposição ou desconto no pagamento.
4. O recebedor deve preencher o formulário de Recebimento de Materiais / Equipamentos FO.CQ.19.
5. Uma cópia deste formulário deve ser arquivada na obra e outra anexada à Nota Fiscal para fins de
liberação no SAP.
6. Qualquer irregularidade constatada na inspeção exige emissão Registro de Ocorrência – RDO.
FO.SIG.29-02 1/7
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Código Título Data

IT.CQ.04-06 Inspeção de Recebimento - Obras Dezembro/13

7. Materiais não-conformes devem ser segregados e identificados conforme IT.CQ.06 – Situação de


Inspeção e Ensaio. A Qualidade deve ser informada. Os responsáveis pela Qualidade analisarão o
FO.CQ.19, verificando os itens não-conformes que podem impactar na qualidade do produto final,
definindo as tratativas necessárias.
8. Após o descarregamento dos materiais, o caminhão/ carreta deverá ser vistoriado para verificar a
existência de materiais estranhos que possam de alguma forma ter contaminado o material
transportado.
9. Após a inspeção do material o almoxarife deve carimbar o verso da Nota Fiscal, atestando seu
recebimento.

4.3 – Materiais liberados para produção urgente

1. Materiais liberados antes da inspeção, devem ser relacionados no FO.CQ.15, Relatório de Liberação
de Material Produção Urgente.

2. O relatório deverá ser enviado à Qualidade para conferência, e em seguida, encaminhado ao Gestor da
Construção para aprovação.

4.4 – Critérios de Recebimento

As inspeções de recebimento deverão ser feitas pelo almoxarife ou recebedor, verificando as condições
dos mesmos.
Na inspeção de recebimento deve ser utilizado:
a) Tabela1 – Critérios de Inspeção de Recebimento
b) FO.CQ.19 - Check-list para Recebimento de Materiais e Equipamentos

Tabela 1 – Critérios de Inspeção de Recebimento

Material Critérios de Inspeção e Aceição Critérios de Rejeição

• As superfícies externas das peças / Rejeição: Qualquer item


materiais devem ser lisas, isentas contrário ao critério de
Cabos Condutores e acessórios; de vazios, arestas e cantos vivos; inspeção.
Cabos Pára-Raios e acessórios; • A galvanização não deve apresentar
Cabos e Fios Contrapeso; imperfeições;
• As peças não devem apresentar
empenamento, amassamento ou
deformações que prejudiquem a
erragens para Cadeias; Isoladores; montagem;
Amortecedores; Espaçadores • Conferir as dimensões e
Amortecedores; Pré-Formados; especificações, quando aplicável;
Mat. Sinalização Aérea e Terrestre; • As embalagens devem ser
Conectores para Aterramento; Mat. resistentes o suficiente para evitar
para Aterramento e danos às peças durante o manuseio
Seccionamento de Cercas; e armazenamento.
Proteção Catódica; Ancoragem de
• Eventuais diferenças de brilho, cor
Fundações; Capacitores;
ou cristalização não são
Disjuntores; Chaves secionadoras;
consideradas como defeito;
Outras estruturas, acessórios e
equipamentos

FO.SIG.29-02 2/7
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Código Título Data

IT.CQ.04-06 Inspeção de Recebimento - Obras Dezembro/13

Material Critérios de Inspeção e Aceição Critérios de Rejeição


• Os cimentos não devem estar Rejeição: O lote completo
empedrados, rasgados, furados, será rejeitado se forem
molhados, manchados e identificadas quantidades
contaminados por outros produtos e expressivas ( > 5% ) de
quaisquer outros problemas que sacos com indícios de
possam prejudicar o uso e o empedramento ou se não
Cimento desempenho do cimento; tiverem selo ABCP.
• Os sacos devem conter os registros de
marca, nome do fabricante e tipo,
peso líquido
• Cimentos devem possuir selo de
conformidade da ABCP
• As barras de aço devem estar Rejeição: Lote será
limpas, ausentes de corrosão rejeitado, quando 5 % das
excessiva na superfície, sem barras apresentarem
amassos ou dobras e com corrosão excessiva na
comprimento mínimo de 11m superfície, amassos ou
(podem ser aceitos, no máximo, 2% dobras e comprimento
de barras menores, mas nunca inferior a 6 metros.
medindo menos que 6m).
• As barras de aço de categoria CA- Nota 2: Caso o material seja
50 com diâmetro igual ou superior a entregue sem os certificados
Barras e Fios de Aço para 10 mm deverão ser providas de de qualidade do fabricante,
Armaduras de Concreto saliências ou mossas e ter nome do ou estes sejam insuficientes,
fabricante estampado em relevo. e/ou for requisito contratual,
• Certificados de Qualidade ou deverão ser coletadas
Conformidade e ou Certificados de amostradas conforme NBR
Ensaios laboratoriais 7480 e enviadas a
Nota1: O Grau de Oxidação laboratório idôneo para
permitido é caracterizado quando, realização dos ensaios
após sua remoção com tecido laboratoriais de “tração” e
grosseiro ou escova qualquer, não “dobramento” (consultar a
fiquem evidências de pontos Qualidade para obter as
localizados de corrosão. informações necessárias).
• Certificados de Qualidade ou Rejeição: O Lote será
Conformidade e ou Certificados de rejeitado, quando 5% das
Ensaios laboratoriais válidos barras apresentarem
• Devem estar limpas livres corrosão excessiva na
de corrosão excessiva na superfície, superfície, amassos e
sem amassos ou dobras e com comprimento inferior a 6
comprimento mínimo 6m, As barras metros
Ferragens (vergalhões, arames)
de aço de categoria CA-50 com
diâmetro igual ou superior a 10 mm
deverão ser providas de saliências
ou mossas e ter nome do fabricante
estampado em relevo.
Obs.: quanto ao grau de oxidação,
considerar o descrito na Nota 1.
• A madeira entregue deve ser Rejeição: O Lote será
selecionada por tipo, bitola e rejeitado, quando 5 % do
Madeira (Pontaletes, Sarrafos, comprimento; total de madeiras
Tábuas e Vigas) • Separar madeiras que apresentem apresentarem falhas de
falhas de corte, empeno, corte, empeno, rachaduras,
rachaduras, fendas, nós e fissuras; fendas, nós e ou fissuras.
FO.SIG.29-02 3/7
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Código Título Data

IT.CQ.04-06 Inspeção de Recebimento - Obras Dezembro/13

Material Critérios de Inspeção e Aceição Critérios de Rejeição


• A incidência excessiva de nós deve Por tipo serão rejeitadas
ser observada visualmente, levando quando 5% do total das
em conta o uso que se dará às peças apresentarem, falhas
peças de madeira; de corte, empeno,
• O encurvamento, arqueamento e rachaduras, fendas, nós e ou
encanoamento das peças de fissuras.
madeira deverão ser avaliadas em
função de seu uso.
• Conferir, quando necessário, a
largura, espessura e comprimento
das peças, conforme ordem de
compra.
• Materiais como areia e brita podem
ser inspecionados visualmente e/ou
Areia e Brita
através dos certificados emitidos por
laboratórios de análise.
• Preferencialmente as terminações Rejeição: Devem ser
devem estar protegidas com rejeitados os materiais que
mangueiras plásticas, ou outra apresentarem amassamento,
Chumbadores, tubos, parafusos e
proteção que impeça sua empeno corrosão ou
outros materiais com terminações
contaminação. impregnação de materiais ou
providas de roscas.
produtos que comprometam
o seu rosqueamento
adequado.
• Amostragem formada por 5% de Rejeição: O Lote será
chapas de cada lote rejeitado, quando as
• As chapas devem ser separadas amostras separadas
por sua bitola e comprimento apresentarem falhas de
• Separar as chapas que apresentem, corte, empeno, rachaduras,
falhas de corte, empeno, fendas, nós e fissuras,
rachaduras, fendas, nós e fissuras, buracos contaminação por
buracos contaminação por produto produto quimico ou material
quimico ou material impregnado impregnado, presença maior
• Conferir largura, espessura e ou igual a 3 emendas na
comprimento das peças face ou contraface bordas
• Conferência de Lâminas das chapas com descolamento de
Chapas de Madeira Compensada
de acordo com a tabela abaixo: lâminas e falhas que
prejudiquem seu uso;

Número de Lâminas

Chapas 06 mm mínimo 3 lâminas


Chapas 09 mm mínimo 5 lâminas
Chapas 12 mm mínimo 5 lâminas
Chapas 18 mm mínimo 7 lâminas
Chapas 21 mm Mínimo 9 lâminas

• Os produtos químicos devem estar Rejeição: Serão rejeitados


acondicionados nas embalagens os produtos fora do prazo de
Produtos Químicos originais do fabricante (Tintas, validade, em embalagens
galvanizadores a frio, anticorrosivos, irregulares, danificadas,
solventes, colas, mastiques, violadas, amassadas, sem
betumes, desmoldantes, identificação ou sem
FO.SIG.29-02 4/7
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Código Título Data

IT.CQ.04-06 Inspeção de Recebimento - Obras Dezembro/13

Material Critérios de Inspeção e Aceição Critérios de Rejeição


hidrofugantes, produtos para cura informações das condições
do concreto, e outros químicos). para armazenamento seguro
– conforme FISPQ (Ficha de
informações de segurança
de produtos químicos).
• Os produtos químicos combustíveis Rejeição: Serão rejeitados
e inflamáveis devem estar os produtos químicos
acondicionados nas embalagens combustíveis e inflamáveis,
originais do fabricante ou em fora do prazo de validade, e
embalagens específicas, seguras e em embalagens irregulares,
identificadas, sendo entregues em danificadas, violadas,
Produtos químicos combustíveis e
veículos destinados para esta amassadas e ou que não
inflamáveis
finalidade. Nota3: *Todos os apresentem condições
produtos químicos devem vir seguras para seu
acompanhados das suas armazenamento adequado
respectivas FISPQ (Ficha de conforme especificado na
Informação de Segurança de FISPQ.
Produtos Químicos).

4.5 – Critérios de Armazenamento

1. Após a inspeção, as peças liberadas e devidamente identificadas serão transportadas, tomando-se os


cuidados recomendados na instrução de trabalho IT.ENP.01 - Manuseio e armazenamento de
materiais Sistema.
2. Os materiais, nos locais pré-determinados, ficarão aguardando o transporte aos sub-canteiros ou
frentes de serviço.
3. Quando necessário, os produtos de aplicação específica serão identificados com as informações de
rastreabilidade do produto, tais como:
1- Fabricante 5- Embalagem / Lote
2- N.º Nota Fiscal 6- Conteúdo
3- N.º Romaneio 7- Peso / Bitola
4- N.º Ordem de Serviço 8- Quantidade

4. No caso de produtos que devem permanecer embalados até a aplicação, devem ser re-conferidos a
nota fiscal, o romaneio (opcional) e o CLM (ou certificado de qualidade do fabricante).

Nota: Um CLM poderá ser emitido baseado na análise documental dos relatórios de ensaios
executados pelo fabricante, ou substituído por estes, desde que autorizado pelo cliente.

5. Medidas Prevencionistas de Segurança do Trabalho e Meio Ambiente

5.1- Meio Ambiente

• Os resíduos eventualmente gerados durante a execução das atividades de recebimento, inspeção e


identificação de materiais devem ser gerenciados conforme o procedimento Plano de Gerenciamento de
resíduos sólidos e efluentes e a Tabela de Resíduos Gerados específica para o empreendimento.

5.2- Segurança e Saúde no Trabalho

• É obrigatório o uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s), conforme estabelece a
IT.SMS.10 – Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) e Individual (EPI), nas atividades que exponham a
saúde e integridade física do trabalhador.
• Em caso de recebimento de produtos químicos, combustíveis e ou inflamáveis, respeitar os cuidados de
segurança contidos nas FISPQ - Fichas de Informação de Segurança de Produtos Químicos. Armazenar o
FO.SIG.29-02 5/7
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Código Título Data

IT.CQ.04-06 Inspeção de Recebimento - Obras Dezembro/13

produto no local específico e adequado, conforme a IT.SMS.04 - Manuseio, transporte e armazenamento


de produtos químicos.
• As atividades de movimentação e manuseio de materiais utilizando equipamentos motorizados deverão ser
realizadas por operadores habilitados e só poderão dirigir se durante o horário de trabalho portar um cartão
de identificação, com o nome e fotografia, em lugar visível, seguindo disposições contidas na NR-11 –
Transporte, Movimentação, armazenagem e manuseio de materiais.
• No recebimento do material, deverá ser realizada uma análise para identificar qual a melhor forma de
movimentação e o local onde será armazenado, em caso de dúvida, deverá ser chamado o SMS da obra,
para avaliar ou acompanhar a atividade.
• Fazer inspeção nos produtos e materiais recebidos antes de manuseá-los, qualquer anomalia encontrada
que possa gerar risco a saúde e integridade física do trabalhador, deverá ser comunicado o SMS antes de
executar a atividade.
• Devem permanecer no local apenas as pessoas envolvidas nas atividades. Os profissionais do setor de
transporte, por exemplo, caminhoneiros e ajudantes, não devem permanecer nas áreas de realização das
atividades de carga e descarga se não estiverem adequadamente vestidos, usando os EPIs adequados e
terem recebido orientações de segurança.
• Em caso de emergência, acidente ou incidente seguir o procedimento PO.SMS.07 - Comunicação de
Acidente e Incidente, se for identificado um desvio durante a atividade, seguir a IT.SMS.33 - Cartão de
Identificação de Desvios – Toshicard.

6. Controle de Registros

FO.CQ.15 - Relatório de Liberação de Material Produção Urgente.


FO.CQ.19 - Check-list Para Recebimento de Materiais e Equipamentos.
Certificado de Liberação de Material (CLM) - quando aplicável.

7. Anexos

Não aplicável.

8. Glossário

Não aplicável.

9. Referências

IT.CQ.06 – Situação de Inspeção e Ensaio.


IT.ENP.01 - Manuseio e Armazenamento de Matérias Sistemas
IT.SMS.10 – Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) e Individual (EPI)
IT.SMS.04 - Manuseio, transporte e armazenamento de produtos químicos
IT.SMS.33 - Cartão de Identificação de Desvios – Toshicard.
PO.SMS.07 - Comunicação de Acidente e Incidente

10. Histórico

Histórico

Data Revisão Modificação


08/10/2004 0 Esta IT cancela e substitui a IT-CON-001
18/09/2006 1 Reemissão
02/09/2008 2 Reemissão
07/01/2009 3 Alteração da máscara e do layout, conforme TSTB/IT/0616-1

FO.SIG.29-02 6/7
INSTRUÇÃO DE TRABALHO
Código Título Data

IT.CQ.04-06 Inspeção de Recebimento - Obras Dezembro/13

Integração das Instruções de trabalho em uma: TSTB/IT/0606 e TSTB/IT/0605


para IT.CQ.04.
Alteração do título, retirando-se a referência a materiais diversos, haja vista que
para as obras haverá somente esta IT.
08/12/2010 4 Melhorias no FO.CQ.19.
Revisão do item responsabilidade, incluindo a área de Qualidade.
Melhoria da descrição do procedimento quanto à atuação do recebedor e da
área de qualidade. Inclusão dos critérios de recebimento na tabela 1. Referência
à IT.CQ.06.
27/12/2011 5 Alteração de Layout.
Item 4.5 - Atualizado o nome da IT.ENP.01 - Manuseio e Armazenamento de
Materiais recebidos para IT.ENP.01 - Manuseio e Armazenamento de Materiais
Sistemas.
Item 5.2 - 1° parágrafo: Inserido a referência a IT.SMS.10 – Equipamentos de
Proteção Coletiva (EPC) e Individual (EPI); 2° parágrafo: inserido a referência da
10/12/2013 6 IT.SMS.04 - Manuseio, transporte e armazenamento de produtos químicos; 3°
parágrafo: inserido que os empregados que realizam atividades com
equipamentos motorizados só poderão dirigir durante o horário de trabalho e
portar um cartão de identificação. Inserido o parágrafo 4, 5, 6 e 7. Inserido a
referência PO.SMS.07 - Comunicação de Acidente e Incidente e IT.SMS.33 -
Cartão de Identificação de Desvios – Toshicard.

11. Formalização do Documento

Curitiba, 10 de Dezembro de 2013.

Emille Yurie Tamura Cristiano Massaro


Elaboração Análise Critica

Rafael Medeiros Cristina Szemczak da Silva


Análise Critica Aprovação

FO.SIG.29-02 7/7