Você está na página 1de 7

3 JOÃO

ANDAR NA VERDADE COOPERAÇÃO COM A VERDADE


Introdução
No dia seguinte a igreja faria o primeiro culto de uma nova
congregação. Nada estava organizado, pois o pastor da igreja não havia
tomado as providências...

ANDAR NA VERDADE COOPERAÇÃO COM A VERDADE


Em outras palavras, ter uma vida baseada na Palavra de Deus produz
envolvimento na expansão da obra de Deus.

Desenvolvimento
No início da igreja havia muitos pregadores itinerantes. Pessoas que
iam de cidade em cidade pregando o evangelho nas ruas, praças,
sinagogas e tantos outros lugares. Muitos desses pregadores também
eram responsáveis por manter as igrejas no ensino correto. Eles iam de
igreja em igreja para ensinar e ajustar eventuais desvios da sã doutrina.
Isso acontecia porque o Novo Testamento ainda não existia. O perigo de
serem enganados por pessoas que ensinavam o errado era grande. Além
disso, havia o perigo da igreja não viver uma vida santa, correta, que
agradasse a Deus. Pois o ensino correto guia para uma vida correta.
Então, os apóstolos e seus cooperadores iam de cidade em cidade
pregando o evangelho e ensinando as igrejas para que elas não fossem
enganadas e vivessem de maneira correta. Além disso, cartas também
eram escritas para as igrejas, a fim de corrigir tanto o ensino errado
quanto um estilo de vida que não agradasse a Deus.
Nesse contexto, João escreve para Gaio. Ele escreve porque seus
esforços missionários estavam sendo prejudicados por um dos líderes da
igreja. E João não queria que Gaio, um dos líderes, fosse mal influenciado.
João não queria que Gaio fosse um obstáculo para a obra missionária.
No início da carta, João afirma que seu amor por Gaio era baseado na
Palavra de Deus (3Jo 1.1). E, da mesma forma como a vida espiritual de
Gaio ia bem1, João lhe desejava uma vida física saudável em todos os
sentidos (3Jo 1.2)2. A razão (γάρ) desse desejo era o testemunho de Gaio.
Gaio era um líder cuja vida estava baseada na Palavra de Deus (3Jo 1.3-
4)3. Gaio andava na verdade. Vivia guiado pela Palavra de Deus. Assim,
João escreve para que ele continue vivendo na verdade.
Em seguida, João demonstra sua provação pelo estilo de vida que
gaio tinha. Gaio demonstrava amor constante pelos que serviam na obra
de Cristo. Gaio era um líder. Ele sabia que a pregação do evangelho
precisava ser viabilizada. Por isso, ajudava os missionários, os pregadores
itinerantes. Ele os recebia em sua casa e viabilizava a continuidade da
viagem por meio de ofertas e apoio em oração. O verbo “encaminhar”
significa prover tudo o necessário para a continuidade do trabalho da
expansão missionária.
Veja a ligação: Gaio andava na verdade – Andar na verdade implica
amar os irmãos – amar os irmãos implica cuidar daqueles que trabalham
na expansão do evangelho – cuidar dos que trabalham na expansão do
evangelho significa ser cooperador da verdade.
Aqueles missionários não haviam aceitado ajuda dos descrentes a
quem eles pregavam. Isso era muito comum no mundo antigo. Pregadores

1 “alma próspera” significa alguém cuja vida espiritual é saudável. Uma vida pautada na Palavra de Deus.
2 Saúde física, prosperidade financeira, etc.
3 Da mesma forma como o amor de João estava.
de deusas da Síria e outras religiões costumavam ser ajudados por muitas
pessoas, pois acreditava-se que isso traria a bênção dos deuses para a
pessoa4. Mas aqueles irmãos, seguindo o princípio ensinado por Jesus (Mt
10.8), não aceitaram ajuda financeira dos não cristãos.

Conclusão
A história do no século XVII deixou registrada parte da vida de dois
irmãos, conhecidos como irmãos Morávios. Estes dois jovens se sentiram
chamados para evangelizar uma pequena ilha na costa oeste da África. Era
uma “ilha de escravos” onde nativos africanos trabalhavam forçosamente
em minas até a morte. Motivados pelo desafio de pregar o evangelho,
tentaram ir até a ilha, mas foram impedidos. Não vendo outra forma de
chegar os dois jovens venderam-se como escravos aos donos das minas e
com o dinheiro compraram duas passagens de ida em um navio que os
levaria até lá. Assim deram toda a vida que tiveram, trabalhando como
escravos e falando longamente acerca de Cristo. Conta-se que muitos se
converteram, mas eles nunca mais foram vistos.
Os irmãos Morávios eram cooperadores da verdade. Fizeram tudo
que podiam para que mais pessoas entregassem suas vidas a Cristo.

ANDAR NA VERDADE COOPERAÇÃO COM A VERDADE

4 Stephen S. Smalley, 1, 2, 3 John, vol. 51, Word Biblical Commentary (Dallas: Word, Incorporated, 1989), 351.
Notas:

ἐν τῇ ἀληθείᾳ περιπατοῦντα5: “Andar na verdade” descreve o estilo de vida que


expressa o caráter de Deus baseado na Bíblia. O compromisso com Deus e com a Sua
verdade é expresso em uma conduta que pode ser vista pelos outros. É o mesmo
conceito que foi desenvolvido em 1 João 4: 7-11 sobre o amor. Assim como o amor de
Deus em nós se expressa através de nós e assim o revela ao mundo, assim também,
Sua verdade expressa através de nossas vidas revela que conhecemos a Ele que é
verdadeiro.6

Most interpreters understand John to be implying by this that Diotrephes is not a


believer and will refer to many of the same verses as Harris (Burdick, 458; Harris, 267;
Lenski, 590; Yarbrough, 383). Thus Marshall (92) says, “It is clear that the lack of
Christian character is to be regarded as a mark of the absence of true Christian
experience.” Kistemaker (400) argues from the perfect with the negative οὐχ “signifies
that the one who does evil has never seen God in the past and consequently not in the
present either” (so too, Smalley, 359). Lenski (589) paraphrases John’s words well.
“Copy the good because doing this is evidence that one is from God, but shun the base
because to do the base is evidence that one has not even gotten near enough to have
as much as caught a glimpse of God” (Lenski, 589).7

11 Nesta subunidade final do corpo da 11 In this final subunit of the body of the
epístola, João consegue o objetivo epistle, John gets down to the central
central desta carta. Ele quer que Gaio se purpose of this letter. He wants Gaius to
comporte de maneira diferente de behave differently from Diotrephes and
Diótrefes e receba Demétrio como to receive Demetrius as he has received

5 Eberhard Nestle et al., The Greek New Testament, 27th ed. (Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 1993), 3 Jn 4.
6 Gary W. Derickson, First, Second, and Third John, ed. H. Wayne House, W. Hall Harris III, and Andrew W. Pitts,
Evangelical Exegetical Commentary (Bellingham, WA: Lexham Press, 2012), 665.
7 Gary W. Derickson, First, Second, and Third John, ed. H. Wayne House, W. Hall Harris III, and Andrew W. Pitts,

Evangelical Exegetical Commentary (Bellingham, WA: Lexham Press, 2012), 694–695.


recebeu tantos outros servos de Cristo so many other servants of Christ (cf.
(ver versículos 5-6). verses 5–6).
Acredita-se que Gaio esteja um pouco Gaius might reasonably be expected
assustado com a perspectiva de desafiar to be somewhat daunted by the
a política que Diotrefes tentou impor na prospect of challenging the policy
igreja. John, obviamente, não quer Diotrephes tried to enforce on the
nenhum conflito potencial com church. John obviously does not want
Diotrephes para impedir que Gaius faça any potential conflict with Diotrephes to
o que é certo. Por outro lado, Gaius já deter Gaius from doing the right thing.
recebeu os irmãos (versículos 5-8), algo On the other hand, Gaius already has
que Diotrephes se recusou a fazer received the brethren (verses 5–8),
(versículo 10). Parece bem possível que, something which Diotrephes has refused
no caso de Gaius, Diotrephes olhou para to do (verse 10). It seems quite possible
o outro lado. Se Gaius era um homem de that in Gaius’s case, Diotrephes looked
algum jeito, como sua inclinação para a the other way. If Gaius was a man of
hospitalidade implica, ele também pode some means, as his penchant for
ter sido uma fonte importante para o hospitality implies, he may also have
apoio financeiro da igreja. Se assim for, been a major source for the financial
Diotrephes não seria o último líder a support of the church. If so, Diotrephes
fazer subsídios especiais para um irmão would not be the last leader to make
cristão bem-sucedido, cuja entrega special allowances for a well-to-do
generosa ele desejava manter! Christian brother whose generous giving
Alternativamente, Diotrephes só he wished to retain!
recentemente iniciou sua política de Alternatively, Diotrephes may only
excombatir aqueles que queriam ajudar recently have begun his policy of
os evangelistas itinerantes, de modo que excommunicating those who wanted to
um confronto sobre qualquer coisa que help the traveling evangelists, so that a
Gaius fizesse agora fosse grande no confrontation over anything Gaius did
horizonte. Como muitos indivíduos now would loom large on the horizon.
graciosos em nossos dias, Gaius pode ter Like many gracious individuals in our
aborrecido o confronto - especialmente own day, Gaius may have abhorred
com pessoas intencionais como confrontation—especially with willful
Diotrephes - para que ele possa ter people like Diotrephes—so that he may
precisado dessas palavras de John para well have needed these words from John
inculcar nele a espinha dorsal necessária. to instill in him the necessary backbone.
Gaius, portanto, é dito para não imitar o Gaius, therefore, is told not to
que é mal. Seria absolutamente absurdo imitate what is evil. It would be utterly
sugerir que, como ele era obviamente absurd to suggest that, since he was
um crente nascido de novo, ele não obviously a born again believer, he could
poderia ter feito isso. Tal sugestão seria not possibly have done so. Such a
ridícula no seu rosto. Mas se ele imitasse suggestion would be ridiculous on its
... mal, poderia então ser dito dele que face. But if he did imitate … evil, it could
ele não tinha visto Deus! Por outro lado, then be said of him that he had not seen
se ele fizesse o certo, poderia dizer-se God! Conversely, if he did the right thing,
que ele era de Deus. it could be said that he was of God.
Nós já conhecemos esses tipos de We have already met these types of
expressões em First John. Ser de Deus é expressions in First John. To be of God is
uma expressão fluida que significa a fluid expression signifying usually that
geralmente que a ação da pessoa em the action of the person in question has
questão tem sua fonte ou inspiração em its source or inspiration in God (cf. 1
Deus (ver 1 João 3: 10b e discussão). Nós John 3:10b and discussion). We are
também somos ditos em 1 João 3: 6, likewise told in 1 John 3:6, “Whoever
"Quem pecar não o viu nem o sins has neither seen Him nor known
conheceu", isto é, o pecado é sempre Him;” that is, sin is always an act
um ato realizado na ignorância espiritual performed in spiritual ignorance and
e na escuridão. O pecador age darkness. The sinner acts sinfully
pecaminosamente precisamente porque precisely because he has lost sight of
perdeu de vista Deus (veja a discussão God (cf. the discussion under 1 John 3:6).
abaixo de 1 João 3: 6). As we have noted, especially under
Como observamos, especialmente sob a the discussion of 1 John 3:9, it is no
discussão de 1 João 3: 9, não é mais longer tenable to appeal to the Greek
possível apelar para o tempo presente present tense to evade the
grego para evitar o significado direto de straightforward meaning of such
tais afirmações e para derrubá-las com statements and to water them down
um significado como "continuar" ou with a meaning like “continues to” or
"Continua fazendo" isso ou aquilo. Aqui, “keeps on doing” this or that. Here the
o particípio presente articular grego é Greek articular present participle is used
usado nas frases traduzidas, o que faz o in the phrases translated He who does
bem (grego: Ho agathopoiōn) e aquele good (Greek: Ho agathopoiōn) and he
que faz o mal (grego: ho kakopoiōn), mas who does evil (Greek: ho kakopoiōn),
essas expressões não implicam mais do but these expressions imply no more
que a ação. Esses particípios podem than that the action is performed. Such
expressar ações que ocorrem apenas participles can express actions that occur
uma vez (por exemplo, João 6:33, grego: only once (e.g., John 6:33, Greek: ho
ho katabainōn "Ele que desce") ou ações katabainōn “He who comes down”) or
que não estão mais ocorrendo (por actions that no longer are occurring (e.g.,
exemplo, João 9: 8, grego: ho John 9:8, Greek: ho kathēmenos kai
kathēmenos kai prosaitōn " aquele que prosaitōn “he who sat and begged”). The
se sentou e implorou "). A natureza da nature of the Greek construction used by
construção grega usada por John é tal John is such that the statements remain
que as declarações permanecem true whether good or evil is done once
verdadeiras, seja bom ou mal, é feito or many times. To claim otherwise is to
uma ou várias vezes. Para reivindicar o appeal to inaccurate, spurious grammar.
contrário é apelar para uma gramática Gaius, therefore, is being told that if
imprecisa e espúria. he refuses to imitate the evil which
Gaius, portanto, está sendo informado Diotrephes does, and instead does good
de que, se ele se recusasse a imitar o mal by receiving Demetrius (verse 12), then
que Diotrephes faz, e em vez disso faz in so acting he will be of God. That is, he
bem recebendo Demetrius (versículo will be behaving in such a way that God
12), então, ao agir, ele será de Deus. Ou Himself is the Source of what he is doing.
seja, ele se comportará de tal forma que Alternatively, if he imitates Diotrephes
Deus mesmo é a fonte do que está and does evil, he will be acting out of
fazendo. Alternativamente, se ele imita spiritual blindness and will have had no
Diotrephes e faz o mal, ele estará agindo vision or perception of God before his
por cegueira espiritual e não terá visão heart. God has been lost sight of, He has
nem visão de Deus diante de seu not been seen, when someone does evil.
coração. Deus perdeu a visão, Ele não foi In other words, such a person is “walking
visto, quando alguém faz o mal. Em in darkness” (cf. 1 John 1:6).
outras palavras, essa pessoa está This forceful way of putting the
"andando na escuridão" (ver 1 João 1: 6). choices that confront Gaius is clearly
Essa maneira vigorosa de colocar as intended to instill in him the
escolhas que enfrentam Gaius é determination to keep his eyes on God
claramente destinada a inculcar a ele a and to allow God to be the true Source
determinação de manter seus olhos em of what he does. In this light, there can
Deus e permitir que Deus seja a be no question that Demetrius must be
verdadeira Fonte do que ele faz. Neste received and Diotrephes ignored!8
aspecto, não há dúvida de que Demétrio
deve ser recebido e Diótrefes ignorado!

Zane Clark Hodges, A Epístola de João:


Caminhando à Luz do Amor de Deus
(Irving, TX: Grace Evangelical Society,
1999), 289-290.

8Zane Clark Hodges, The Epistle of John: Walking in the Light of God’s Love (Irving, TX: Grace Evangelical Society,
1999), 289–290.