Você está na página 1de 5

23/09/2012

Balanço entre infecção e imunidade

infecção imunidade
Imunologia das infecções

Prof.Dr. Gilson Costa Macedo

Quant. Microorg. x virulência


Doença =
imunidade

Características gerais das


respostas imunes a infecções Estratégias

 Resposta imune inata e adaptativa Parasita x Hospedeiro


 Variação dependendo do tipo de patógeno
Infectar o hospedeiro Evitar a entrada /infecção
 Vírus
 Bactérias intra e extracelulares Confinar a infecção
Multiplicar
 Fungos
 Parasitas (helmintos e protozoários) Inibir a disseminação
Disseminar
 Mecanismos de escape
Eliminar o microrganismo
Evitar o encontro com R.I.
(ESCAPE)

Infecção e patologia
Bactérias extracelulares

 Interação hospedeiro e microrganismo Se multiplicam fora das células do hospedeiro


complexa; Circulação , tecido conjuntivo, espaços teciduais, lúmen
intestinal e vias aéreas.

 Dano pode ser resultado dos fatores


microbianos (fatores de virulência) e/ou da Exemplos: Streptococcus pneumoniae
resposta do hospedeiro. Staphylococcus aureus
Vibrio cholera
Clostridium tetani

1
23/09/2012

Produzem doenças de duas formas:


Bactérias Extracelulares
1- Induzem inflamação que leva a destruição do  Resposta Inata
tecido infectado.  Ativação do complemento
 Ex: Cocos piogênicos  Lise
 inflamação

2- Produzem toxinas com efeitos patológicos  Macrófagos e neutrófilos (fagocitose)


diversos.  Resposta adquirida
 Endotoxinas  Componentes da parede celular  Neutralização de toxinas por Ac
bacteriana (LPS)  Opsonização
 Exotoxinas  Ativamente secretadas pelas bactérias
(Toxina tetânica)

Ativação do complemento

2
23/09/2012

Bactérias intracelulares Bactérias Intracelulares


 Se multiplicam dentro das células do
hospedeiro;  Semelhança à resposta viral
 Resposta Inata
 Adesão → interação via receptor - ligante
 Macrófagos e neutrófilos (fagocitose)
→ célula alvo ( expressão do receptor)
 Célula NK
 Exemplos:  Resposta adquirida
Listeria monocytogenes
 Neutralização por Ac
Mycobacterium leprae
Mycobacterium tuberculosis  Linfócitos T citotóxicos
Legionella pneumophila
 Linfócitos T helper (TH1)
 IFN-γ e TNF-α

Resposta
Inata Resposta
Adquirida

Resposta Mecanismos
Adquirida de evasão do
sistema
imune por
bactérias

3
23/09/2012

Vírus
 Necessidade de co-existência
 Período de latência e facilidade de transmissão

 Resposta Inata
 Interferons tipo I
 Célula NK
 Resposta adquirida
 Neutralização por Ac
 Linfócitos T citotóxicos
 Linfócitos T helper (TH1)
 IFN-γ e TNF-α

Mecanismos de evasão do
sistema imune pelos Vírus Fungos
 Podem ser extra ou intracelulares

 Resposta Inata
 Barreiras
 Neutrófilos (fagocitose)
 Complemento (opsonização)
 Resposta Adquirida
 Humoral  opsonização, ADCC pelas NK
 Celular  produção de IFN-γ , granuloma.

Protozoários
 Complexidade
 Ciclos de vida complexos
 Diferenças para cada parasita
 Resposta Inata
 Mais efetiva
 Barreiras
 Neutrófilos
 Complemento
 Resposta Adquirida
 Padrão Th1 ou Th2

4
23/09/2012

Imunidade aos parasitas O padrão de resposta define o


prognóstico da doença

Mecanismos de evasão do sistema


Helmintos imune pelos Parasitas

 Resposta Adquirida
 Helmintos  CD4+  TH2
 IL-4  Aumenta peristalse, induz produção IgE
 IL-5  Eosinófilos
 Humoral
 IgE

Até a próxima...

Nunca desista...
Não importa o
tamanho da
dificuldade...