Você está na página 1de 4

A originalidade dos planos de Deus

A criação testifica de um Deus idealizador, projetista. Nada veio do acaso, todos os


planos de Deus possuem uma sincronia, um sinergismo. Desde o macro até o micro (do
dimensionamento do universo a uma célula), tudo existe através de um plano bem
elaborado, estruturado e que mantém as digitais do grande criador. E dentre as suas
digitais, destaco uma das principais, não é algo palpável ou visível, mas está presente
em todas as obras criadas por Deus, na verdade é um atributo de Deus: a perfeição.
Tudo que Deus faz é perfeito; não falamos aqui de perfeição no sentido teológico (relativo
a ausência de pecado) mas perfeito no sentido de excelência, completo.

A etimologia da palavra perfeito está diretamente ligada ao ato criador de Deus. A palavra
perfeição deriva do adjetivo latino perfectus, perfecta, perfectum, que designa a
qualidade do que está concluído, acabado, completo. Perfectum é o particípio passado
do verbo perficere, que significa terminar, concluir, acabar de fazer. PER-,
“completamente, de todo, sem faltar nada”, mais FACERE, “fazer, levar a efeito”.
Perfeito é aquilo que está feito, e que está feito plenamente, completamente.
Vamos nos reportar a palavra bíblica que descreve o ato final da criação de Deus:
Genesis 1:31: e viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom. E foi a tarde
e a manhã o dia sexto. Esse bom aqui descrito denota completo, portanto: “e eis que era
tudo perfeito”.

A essência da perfeição está no próprio criador, Deus é perfeito, completo, excelente, e


tudo que sai das mãos de Deus carrega as suas digitais. Nós, seres humanos,
possuímos um diferencial, além de termos sido criados perfeitos (porque saímos das
mãos do criador) fomos feitos a sua semelhança. Não há como não sermos especiais,
fomos projetados com características próprias do grande Deus. Por isso o ser humano é
tido como a obra prima do criador, por carregarmos em nosso DNA traços peculiares da
Divindade.

A perfeição é um atributo essencialmente intrínseco em outro atributo que é a expressão


marcante do caráter de Deus: a Santidade (nós entendemos melhor a Santidade como
pureza, em relação ao oposto do pecado); por isso quando falamos em perfeição nos
vem a mente algo correto, bom, sem defeito. A perfeição e a santidade caminham lado
a lado.

Jesus quando aqui esteve chamou a atenção para a criação de Deus, para o momento
auge da originalidade dos planos de Deus, numa de suas declarações lemos: Mateus
19:8 - Disse-lhes ele (Jesus): Moisés, por causa da dureza dos vossos corações, vos
permitiu repudiar vossas mulheres; mas ao princípio não foi assim. Esse ‘princípio’
aqui descrito é no ato da criação, quando Deus uniu Adão e Eva para uma união vitalícia,
enquanto vida durar; e a dureza dos corações (mencionada por Jesus) foi-se
desenvolvendo na humanidade pelo aumento da iniquidade, ou do pecado, que levou a
uma realidade diferente do plano de Deus, nesse caso o divórcio; surgiu então um
distanciamento entre a realidade que vivemos e o plano original de Deus.

Eu quero nessa manhã identificar com vocês a originalidade dos planos de Deus em
vários aspectos da vida em que nós seres humanos estamos inseridos.

Qual o plano original de Deus??? Essa pergunta vai se mantar para todas as áreas.
Todas as vezes que vocês ouvirem a palavra original, ou originalidade, eu quero que
vocês a compreendam no aspecto de: excelência, perfeito, muito bom, idealizado por
Deus no seu plano de felicidade para o ser humano. E em seguida ao avaliarmos a
originalidade do plano de Deus, vamos discutir algumas das mudanças ocorridas ao
longo dos séculos, o efeito do pecado sobre a criação de Deus, bem como os impactos
dessas alterações na qualidade de vida da humanidade.

Como a descrição bíblica que lemos em Mateus 19 nos leva para a originalidade dos
planos de Deus em relação ao casamento, vamos começar nossa primeira análise com
o casamento.
Não vou ler todas as descrições bíblicas por questão de tempo, mas se alguém quiser a
passagem depois pode me procurar que a darei.

 Casamento: homem e mulher, macho e fêmea / monogamia / compartilhamento.


Resultado: estabilidade emocional, felicidade e realização, estabilidade social,
instituição da família.

Alterações ocorridas ao longo dos tempos: união matrimonial entre o mesmo sexo /
/ adultério / divórcios / poligamia. Resultado: filhos sem pais, crises emocionais
aumentadas, desestabilidade familiar e social, infelicidade.

 Habitat (lugar para se viver): jardim do Éden, natureza / campo / espaço com
convívio com os elementos da natureza. Resultado: qualidade de vida /
necessidades supridas / regeneração / harmonia com o meio ambiente

Alterações ocorridas ao longo dos tempos: torre de babel / cidade / fortalezas.


Resultado: afastamento dos elementos naturais / desestabilidade social / densidade
populacional fora de controle / estresse / caos

 Animais: cada espécie dentro do seu espaço criado por Deus (terra, água e ar –
que foi a divisão feita por Deus ao criar o mundo), animais terrestres andam, os
pássaros voam e os aquáticos nadam, cada uma com sua característica original:
patas para andar, barbatanas para nadar e asas para voar, raça pura. Resultado:
equilíbrio e manutenção das espécies.

Alterações ocorridas ao longo dos tempos ou pela ação do pecado: primeira


maldição pelo pecado é a cobra, passou a ser rastejante / animais impuros, fora da
originalidade de Deus, sendo então um desrespeito aos planos de Deus para cada
espécie, cruzamento das espécies, mutação genética. Resultado: perda da integridade,
aberrações animalescas e selvagens, surgimento de anomalias em relação a espécie
original.
 Dia de descanso: 7º dia da semana, sábado, memorial da criação. Resultado:
união com Deus, renovação das energias físicas, mentais e espirituais,
manutenção do plano criador.

Alterações ocorridas ao longo dos tempos: o dia do sábado foi sendo esquecido / até
ser substituído pelo 1º dia da semana. Resultado: distanciamento de Deus, falta de
renovação espiritual, estresse, perda da identidade da criação.

Agora quero me deter em uma área onde hoje se vê mudanças significativas e


desastrosas, que trazem fortes impactos na saúde e qualidade de vida do ser humano.

 Alimentação: alimentos que vem da terra, em seu estado mais natural possível,
semente crioula. Resultado: longevidade, boa qualidade de vida, alimentação
promotora da saúde e das necessidades do organismo, revitalizante.

Alterações ocorridas ao longo dos tempos: alimentos de origem animal, consumo da


carne, álcool, alimento industrializado, artificial, semente transgênica. Resultado:
diminuição dos anos de vida, aumento das doenças crônicas degenerativas, ou seja,
doenças ligadas a falta da capacidade do corpo de se regenerar, combater os
microorganismos patogênicos, vírus, bactérias, livrar-se das toxinas e dos efeitos tóxicos
destas.

Hoje estamos vivendo uma explosão de produtos alimentícios; 70% dos alimentos
consumidos pelos brasileiros vem da indústria. Hoje o agronegócio está no auge, e os
grandes produtores dizem ser necessário produzir em larga escala para poder alimentar
a população mundial que vem crescendo, mas assustadoramente menos de 30% de toda
essa produção é para o consumo humano; então na verdade existe uma farsa por detrás
desse negócio.

Onde está a saúde quando se produz alimento? Desde o plantio até o processamento,
que segurança temos de que estamos sendo alimentados e não intoxicados?
A grande pergunta a ser feita é: o que estamos comendo nos traz saúde?

Muita gente hoje em dia nem conhece o verdadeiro sabor de vários alimentos, pois
somente teve a oportunidade de consumi-los em sua forma industrializada.

O grande sábio Hipócrates afirmou: que o teu remédio seja o teu alimento e teu alimento
seja teu remédio. Mas como alcançar isso? Simples, seguindo o concelho bíblico:

Salmos 104:14 NVI - É ele que faz crescer o pasto para o gado, e as plantas que o
homem cultiva, para da terra tirar o alimento.

Qual o objetivo em modificar, alterar o que Deus criou? Porque Satanás planejou
interferir no ato criador de Deus, alterando a originalidade dos planos de Deus?
Satanás também atua por meio dos desastres naturais... Estudou os segredos dos laboratórios da
natureza e emprega todo o seu poder para dirigir os elementos... Destrói a seara que está
amadurecendo, seguindo-se a fome e a angústia. Contamina o ar com infecção mortal, e milhares
perecem por epidemias. Essas ocorrências devem tornar-se mais e mais frequentes e desastrosas.
A fim de saber quais são os melhores alimentos, cumpre-nos estudar o plano original de
Deus para o regime do homem... As nozes e as comidas com elas preparadas... (CRA
363).
Em todas as coisas criadas veem-se os sinais da Divindade... (Medicina e Salvação 9).

Ora, o pecado manchou a perfeita obra de Deus, todavia, permanecem os traços... (DTN
20).

Os 8 remédios da natureza: Ar puro, luz solar, abstinência, repouso, exercícios... CBV


112.

O plano de Deus é restaurar a originalidade do planeta terra, perdida pelos efeitos


desastrosos do pecado. Farei novo céu e nova terra... E Deus já inicia esse processo
hoje, através de uma restauração de nossas vidas, para que sejamos capacitados a estar
com Ele na terra renovada. E lhes darei um novo coração, tirarei o coração de pedra...
Hebreus...

Deus vai restaurar o seu plano original meus queridos, e a boa notícia é que Ele deseja
que você participe dessa restauração. Mas para que isso seja possível é necessário que
você e eu estejamos em harmonia com os seus planos; quando eu digo harmonia, não
me refiro essencialmente a estar vivendo todos esses aspectos do plano original, porque
somos pecadores, mas me refiro a princípio em crer, aceitar os planos de Deus em sua
vida, e permitir que Ele restaure dia-a-dia a originalidade dos seus planos na sua vida.

Interesses relacionados