Você está na página 1de 36

TERMODINÂMICA QUÍMICA : 1ª LEI

Edison Garcia 201710221811


José Mauro Terra 201710305811
Dan Mothé 201710221811
João Felippe 201710223511
Entalpia de combustão, ou calor de
combustão, deve ser definida como a
quantidade ou a variação de energia
(entalpia) liberada quando um mol de
combustível orgânico (que apresenta,
obrigatoriamente, átomos de hidrogênio
ligados a carbono) reage com o comburente
(gás oxigênio O2).
Lei de Hess

Um dos princípios da termoquímica, a Lei de Hess estabelece que,


independente da quantidade de reações químicas, a variação da
entalpia pode ser calculada subtraindo a entalpia inicial (antes da
reação) e a entalpia final (depois da reação).
Relembrando

Entalpia é uma grandeza física. Ela mede o máximo de energia de


um sistema termodinâmico na forma de calor. Sua medida é dada
em quilojoule (KJ) e é representada pela letra H.

Sobre seu criador

Germain Henry Hess foi um químico e médico nascido na Suíça


em 1802. Estudou Medicina, Química e Geologia na Universidade
de Tartu e lecionou Química na Universidade de São Petersburgo.

Sua pesquisa inicial foi a oxidação de açúcares. Suas principais


pesquisas foram em jazidas de minerais russos e de gás natural na
região de Baku, às margens do Mar Cáspio.
Entendendo melhor a Variação da Entalpia

A Lei de Hess trata-se de um caso especial do Princípio da


Conservação de Energia, a Primeira Lei da Termodinâmica.

Uma outra forma de se calcular a variação da entalpia é somar a


variação de entalpia de cada uma das reações intermediárias não
importando o número e o tipo das reações.

ΔH = ΔH1 + ΔH2... +ΔHx


Uma vez que esse cálculo considera apenas valores iniciais e
finais da reação, podemos concluir que a energia intermediária não
tem influência no resultado da variação.

Devemos entender a Lei de Hess como equação matemática,


sendo assim nós podemos:

● Inverter a reação química, nesse caso o sinal do ΔH deve ser


invertido também;
● Multiplicar a equação, nesse caso o ΔH também deve ser
multiplicado;
● Dividir a equação, o valor ΔH também deve ser dividido.
Diagrama de entalpia

O diagrama acima mostra os níveis de entalpia. Nesse caso, as reações sofridas são
endotérmicas, ou seja, há absorção de energia.

ΔH1 é a variação de entalpia que acontece de A para B.


ΔH2 é a variação de entalpia que acontece de B para C.
ΔH3 é a variação de entalpia que acontece de A para C.
Entalpia (H)

É a quantidade de energia que se encontra nas substâncias e


que pode ser alterada mediante reações químicas. Essas
reações podem ser exotérmicas (aquelas que liberam calor) ou
endotérmicas (aquelas que absorvem calor).
Nas reações químicas não é necessário calcular a entalpia.
Devemos calcular, geralmente, a variação de entalpia
(ΔH). A variação de entalpia é a diferença entre a entalpia
dos produtos e a entalpia dos reagentes.
Reações Exotérmicas

São as reações químicas que liberam calor e possuem o ΔH


negativo.

A ⇒ B+CALOR ⇒ Hr > Hp

Ex: N2+ 3H2⇒ 2NH3 + CALOR


Por ser um forte agente oxidante, o clorato de potássio reage
violentamente com o açúcar liberando uma grande quantidade de
energia (calor) segundo a reação química:

C12H22O11(s)+8KClO3(s) ⇒12CO2(g)+11H2O(g)+8KCl(s)

O calor liberado na reação (que é exotérmica) provoca a


combustão do oxigênio,queimando o doce.
Reações endotérmicas

São as reações químicas que absorve calor e possuem o ΔH


positivo.

A + CALOR ⇒ B ==> Hr<Hp

Ex:. N2+O2 + CALOR ⇒ 2NO


As bolsas de gelo instantâneo contém cápsulas de nitrato de
amônio (NH4NO3) e água. Quando essas cápsulas se partem,
essas substâncias reagem, realizando uma reação endotérmica,
pois produzem uma sensação de frio, isto é, o sistema absorve
calor.

NH4NO3+H2O
Entalpia de Formação
entalpia (H) de formação é o calor liberado ou absorvido numa
reação que forma 1 mol de uma substância simples no seu estado
padrão. É impossível calcular o valor absoluto das entalpias de cada
substância, mas é possível calcular a variação da entalpia que
ocorre na reação, por meio de um calorímetro.
É preciso lembrar que se convencionou adotar o valor da
entalpia igual a zero para as substâncias simples no estado
padrão. Dessa forma, se quisermos descobrir qual é a entalpia de
formação de uma substância é só saber o valor da entalpia da
reação de formação dela a partir de substâncias simples.
Por exemplo, o NH4Cl é formado pela seguinte reação:

NH3 + HCl → NH4Cl ΔH = -176 kJ/mol


Observe que nenhum dos reagentes é uma substância simples,
portanto, não podemos atribuir a eles a entalpia igual a zero.
Precisamos saber as entalpias de formação de cada um dos
reagentes, pois esses sim são formados por reações entre
substâncias simples:

NH3 : ΔH = -46 kJ/mol

HCl : ΔH = -92,4 kJ/mol


Somando essas duas entalpias, obtemos o valor da entalpia dos
reagentes e podemos descobrir a entalpia do NH4Cl:
HR = HNH3 + HHCl
HR = (-46 + (-92,4) kJ/mol)
HR = -138,4 kJ/mol

Substituindo na fórmula:

ΔH = HProdutos – HReagentes
-176 = HNH4Cl - ( -138,4)

HNH4Cl = - 176 - 138,4


HNH4Cl = -314,4 kJ/mol
Entalpia de ligação

A entalpia de ligação, ou energia de ligação, é a variação de entalpia na quebra de um mol


de ligação.

• Estado gasoso

• 25º C

• 1 ATM
Quebra da ligação

H2(g) → H(g) + H(g)

Ou

H-H → H(g) + H(g)


Formação da ligação

Isso pode envolver também a energia presente na


formação da mesma ligação entre os mesmos
átomos (separados).

H(g) + H(g) → H2(g)


Formação da ligação

H(g) + H(g) → H2(g)

Ou

H(g) + H(g) → H-H


Pode complicar um pouco...
Entalpia de ligação

No entanto, quando as reações em questão


envolverem não só a quebra das ligações, mas
também a formação de novas ligações, será
necessário somar todas as energias envolvidas em
todas as ligações, para determinar a entalpia da
reação.
Entalpia de ligação

ΔH = ΔHenergia reagente + ΔHenergia produto


Exemplo

H2(g) + Cl2(g) → 2HCl

Ou

H-H + Cl-Cl → 2 H-Cl


Exemplo

H-H + Cl-Cl → 2 H-Cl

+436 +242,6 2.(-431,8)


Exemplo

ΔH = +680,6 + (-863)

ΔH = -183 KJ (Exotérmica)
Exercícios
1) Considere o Diagrama abaixo:

ΔH1 é a variação de entalpia que acontece de A para B. Suponhamos que ela seja 122 kj.

ΔH2 é a variação de entalpia que acontece de B para C. Suponhamos que ela seja 224 kj.

ΔH3 é a variação de entalpia que acontece de A para C. Qual é o valor de ΔH3?


Exercícios
2) Observe a tabela referente aos valores de entalpias de ligação:

Com base na tabela, dê ΔH da reação abaixo e diga se ela é exotérmica ou endotérmica.


Exercícios
3) Sabe-se que as entalpias de formação para o CO e para o CO2 são, respectivamente, –110,5 kJ·mol–1
e –393,5 kJ·mol–1, determine a classificação e o valor da variação de entalpia para uma reação de
combustão do monóxido de carbono. Obs: A entalpia do gás oxigênio tem valor zero, por ser a
substância simples (alótropo) mais estável do elemento oxigênio.

a) endotérmica, 504 kJ.


b) endotérmica, 283 kJ.
c) exotérmica, 283 kJ.
d) exotérmica, 504 kJ.
e) exotérmica, 393,5 kJ.
Exercícios
4) Do conjunto de substâncias abaixo, quais devem ter entalpia-padrão de formação (∆H0f) igual a
zero:
a) água líquida.
b) nitrogênio gasoso.
c) oxigênio gasoso.
d) grafita.
e) diamante.
Bibliografia
● http://www.soq.com.br/conteudos/em/termoquimica/p4.php
● https://www.infoescola.com/quimica/entalpia-de-ligacao/
● https://www.todamateria.com.br/lei-de-hess/