Você está na página 1de 12

2.

Luiza Trajano
Não poderíamos deixar de citar uma forte liderança feminina no
Brasil. Luiza Trajano transformou sua pequena rede de lojas em São
Paulo em uma das maiores marcas do mercado. Há mais de 25 anos
liderando o Magazine Luiza, ela é um exemplo de empreendedorismo.
Provavelmente você não sabia disso, mas ela deu origem ao primeiro
modelo de comércio eletrônico do mundo. Ainda na década de 1990, o
Magazine Luiza levou seus negócios para a internet, criando o
conceito de loja virtual, sendo um dos maiores representantes do e-
commerce no país.

Conheça um pouco mais sobre Luiza Helena Trajano, a grande mulher

por trás da gestão do Magazine Luiza e duas grandes lições de

empreendedorismo

Uma das mulheres mais poderosas do país, Luiza Helena Trajano, à frente da rede

Magazine Luiza há cerca de 20 anos, inspira e motiva empreendedores e

empreendedoras por todo o Brasil.

Sob o comando de Luiza Helena Trajano, também conhecida como Dona

Luizinha, o Magazine Luiza saiu do interior para ganhar a capital do Estado de São

Paulo e também o Brasil. A rede, hoje, opera em 16 estados e, ao longo dos anos,

comprou outras redes concorrentes para crescer. Entre as epresas adquiridas

estão: as lojas Líder, de Campinas (SP); a Wanel, de Sorocaba (SP); as redes Arno,

do Rio Grande do Sul; e Base, Kilar e Madol com lojas no Paraná em Santa

Catarina.

A empreendedora que, à frente do Magazine Luiza, foi pioneira em vendas pela

internet no Brasil, começou a trabalhar cedo. Desde os 12 anos aproveitava as


férias escolares para cuidar do balcão da loja de sua família. Mas, oficialmente,

começou a trabalhar na rede de varejo somente aos 18 anos, a partir daí, passou

por todas as áreas da empresa até chegar ao topo do comando – onde está até

hoje.

A história de vida de Luiza Helena Trajano se confunde com a do próprio

Magazine Luiza. O que poucos sabem é que o nome da empresa não é uma

referência à própria Luiza, mas sim à sua tia, fundadora de uma pequena loja em

Franca (SP) nos anos 50.

“Primeiro faça o necessário, depois faça o possível e, de repente, você vai perceber que pode fazer o impossível”

Pode-se dizer que esta bela frase é o lema de Luiza Helena Trajano. Quem já

esteve em algum evento com ela pode comprovar: para inspirar empreendedores e

empreendedoras por aí, ela distribui panfletos com essa mensagem para todos. E a

frase combina bem com a missão e os desafios do empreendedorismo no país.

Luiza, uma das poucas CEOs mulheres da América Latina, também é uma das

mais fortes defensoras do empoderamento feminino e da maior participação das

mulheres em cargos de comando de empresas. Ela, inclusive, defende a adoção de

cotas para mulheres em empresas como forma de combater a desigualdade

histórica de mulheres no mercado de trabalho em relação aos homens.

Sim, essa mulher tem muito o que ensinar e deve ser ouvida. A seguir, separamos

duas grandes lições da grande empreendedora para inspirar você no comando da

sua empresa.
Esteja sempre próximo de seu consumidor

Sabe aquele ditado: “olho do dono engorda o gado”? Pelo que se sabe, Luiza

Helena Trajano segue esse conselho à risca. Mesmo estando no topo da hierarquia

de comando da rede varejista, Luiza Helena Trajano é conhecida por visitar

pessoalmente suas lojas, conversar com vendedores e clientes, responder e-mails

de consumidores e até resolver problemas de troca. “Não posso perder contato

com as demandas das pessoas”, ela costuma dizer.

Essa, talvez, seja uma das lições mais importantes que a empreendedora deixa

para o mundo: proximidade com o consumidor.

O que pode ser mais valioso para um empreendedor do que conhecer intimamente

seus compradores? Isso é muito importante para quem pretende vender algo,

afinal, um produto ou um serviço nada mais é do que uma solução para um

problema, ou uma dor de um consumidor.

Além disso, o que muitos empreendedores perdem de vista, conforme suas

empresas crescem e a gestão ganha complexidade, é que é a ponta que tem o

contato com o consumidor. De que adianta você saber tudo sobre seu cliente, se

seu vendedor, que realmente fala com ele e o atende, não sabe? De que adianta sua

empresa investir milhões no desenvolvimento de um produto se quando um

cliente precisar de algo, e recorrer ao SAC, ele ficar insatisfeito com o atendimento

que receber?
Estão aí dois importantes ensinamentos do Funil de vendas: seus vendedores

são embaixadores da sua marca, eles precisam estar devidamente treinados e

alinhados à cultura da empresa. Além disso, é fundamental ter em mente que a

venda não acaba quando o produto é entregue e o pagamento feito. O seu

consumidor pode ter problemas futuros e você precisa estar alí para resolver o

problema.

“Toda a organização deve enxergar o funcionário como um

empreendedor”

Essa frase é da própria Luiza Trajano, que também é reconhecida por seu modelo

de gestão – humano – pautado pela valorização de seus funcionários. E é aquela

história: quando os objetivos pessoais do funcionários estão lindados com os da

empresa, e ele se sente valorizado, com autonomia para criar e contribuir com a

empresa, todos ganham. Assim, o funcionário encontra um terreno fértil para se

desenvolver e a empresa pode contar com 100% do time para alcançar

resultado.Além disso, Dona Luizinha investe em uma política de bonificação.

Desde 1993, a empresa investe em uma política de bonificação consistente – os

colaboradores também participam dos lucros da empresa.Como grande

empreendedora que é, ela sabe muito bem o que representa um funcionário

motivado e comprometido com uma empresa. E parece que a cultura da empresa

dá bons resultados: de acordo com o Great Place to Work, o Magazine Luiza figura

entre os melhores lugares para se trabalhar.

Fonte: https://endeavor.org.br/desenvolvimento-pessoal/luiza-helena-trajano/?

gclid=CjwKCAjw-OHkBRBkEiwAoOZql088Q6Fy-FbgbiEmClOOzEpLo-

Nog7L0VoaqZnlEkI9H0vDirSFNZBoCPsoQAvD_BwE
Luiza Helena Trajano é presidente do Conselho de Administração do

Magazine Luiza. Formada em Direito e Administração de Empresas, é

responsável pelo desenvolvimento do Grupo, quando assumiu a

Superintendência da empresa foi responsável pelo salto de inovação e

crescimento que a colocou nas décadas seguintes entre as maiores

varejistas do Brasil.

Colocar as pessoas em primeiro lugar, atitudes empreendedoras,

inovação e criatividade, são alguns dos conceitos que sempre adotou e

incentivou em sua equipe. Entre os retornos destas crenças e práticas,

está a presença do Magazine Luiza no ranking, há 20 anos

consecutivos, das "Melhores empresas para se Trabalhar".

Em sua trajetória, vem recebendo centenas de reconhecimentos e

premiações como empreendedora, empresária, mulher e líder. O

Magazine Luiza possui 900 lojas e nove centros de distribuição,

estrategicamente localizados em 16 Estados.

Fonte: https://www.linkedin.com/in/luizatrajano/?originalSubdomain=br

Luiza Helena Trajano, é uma empreendedora de sucesso e sem duvidas tem uma incrível

história de empreendedorismo que inspira. Formada em Direito e Administração, CEO da

rede de lojas chamada Magazine Luiza com sede em São Paulo e 800 filiais em quase todo o

Brasil. Hoje segundo a revista Forbs ela é uma das três mulheres mais poderosas do Brasil.

Nascida e criada em Franca – São Paulo, Luiza começou a trabalhar muito cedo, quando tinha
apenas 12 anos de idade. A vontade de comprar presentes de Natal para sua família e amigos foi
o que a fez abrir mão de suas férias para trabalhar como balconista na loja de seus tios. A
Cristaleira era uma pequena loja de presentes que foi comprada pelos tios de Luíza em 16 de
novembro de 1957. Sua tia criou um concurso cultural na rádio local como estrategia de
Marketing e os moradores da cidade escolherem o nome da loja recém comprada. Assim que a
loja ganhou o nome de Magazine Luiza, em homenagem à tia, Luiza Trajano Donato.

A sobrinha, Luiza Helena, que tinha começado como balconista ganhou gosto pelo trabalho e aos
18 anos passou a trabalhar de forma efetiva na loja dos tios. Mas apenas após se formar em
Direito e Administração e depois de ocupar quase todos os cargos nos setores da empresa que
ela recebeu um bilhete de sua tia avisando que era a hora de assumir o comando da companhia.
Luiza não teve dúvidas e aceitou o desafio isso em 1991.

Sob a sua gestão que já em 1992, ela criou as chamadas Lojas Virtuais para a magazine Luiz. O
cliente ia até a loja e comprava pelo computador, com o auxílio de um vendedor, o produto que
não estava exposto. Quando assumiu o negócio, a rede contava com lojas em algumas cidades do
interior paulista e em Minas Gerais. A transformação da rede em uma LTDA, para acelerar a
expansão do grupo de lojas, foi fundamental no processo para expandir as lojas implantado por
Luiza Helena Trajano. A aquisição de redes menores para alcançar outros estados e regiões do
país, foi a estratégia usada que possibilitou a existência de mais de 800 lojas e presença em 16
estados.

Sucesso das lojas Magazine Luiza:


A chamada ” Liquidação Fantástica ” foi outra novidade implementada por Luiza. Que é uma
espécie de saldão que é realizado sempre no mês de janeiro. Foi um sucesso tão grande que
passou a ser copiado pela grande maioria de seus concorrentes de mercado.

Além de realizar visitas frequentes a todas as lojas de sua franquia, ela também faz questão de
estar a frente e responder parte das reclamações recebidas por e-mail e ainda conversa com os
clientes nas lojas em que visita para saber o que ele acha da experiencia da loja.

O exímio cuidado que ela tem com os seus funcionários também, rendeu a 6ª posição entre as
melhores empresas de grande porte para se trabalhar no Brasil, segundo a revista Exame, e por
19 anos consecutivos, entre as melhores companhias para se trabalhar, de acordo com o Great
Place to Work.

A área de RH (Recursos Humanos) do Magazine Luiza é responsável por desenvolver diversos


programas de talento que vão desde o plano de carreira, treinamentos, cursos técnicos, ensino à
distância, programa de bolsa de estudos para graduação, pós-graduação, MBA, línguas, auxílios
para as pessoas com deficiência, como a isenção do pagamento do plano de saúde, além de
vários outros benefícios para os seus funcionários.
Existe até um disque denúncia interno das lojas para encorajar as mulheres que trabalham na
empresa a não se calarem diante da violência doméstica e possíveis abusos. Essa organização
toda da empresa é tão admirada que até virou um case de estudo e sucesso na universidade de
Harvard.

Prêmios recebidos:
•Homenageada na promoção “Os Bem Sucedidos 2000”, pelo Bovespa – primeira mulher e a

única empresa do varejo de capital fechado a receber este prêmio (Ano 2000);

•Prêmio “Antônio Proost Rodovalho”, pela Federação das Associações Comerciais do Estado de

São Paulo – primeira mulher a receber a honraria (Ano 2001);

•Prêmio Empreendedor do Ano, pela Ernst & Young na categoria Comércio (Ano 2002);

•Empresa mais admirada do setor de eletroeletrônicos, pela Revista Carta Capital (Ano 2003);

•Líder Empresarial Setorial”, pelo Fórum de Líderes da Gazeta Mercantil (Ano 2003);

•Prêmio de Administrador Emérito 2003, pelo Conselho Regional de Administração (Ano 2004);

•“As mulheres mais influentes do Brasil”, pelo jornal Gazeta Mercantil e a revista Forbes Brasil

(Ano 2004);

•Prêmio Empreendedora do Ano, pela Revista Isto É (Ano 2004).

•Ela ganhou até um convite da ex-presidente Dilma Rousseff para assumir o Ministério da

Micro e Pequena Empresa, o qual recusou para não ter que deixar de trabalhar nem se

envolver com política.

Além de ser presidente da rede, ela ainda é vice-presidente do Instituto para o Desenvolvimento
do Varejo e voluntária na Endeavor.

Frases mais famosas de Luiza:


Reclame menos, faça mais:
“Não falo mal do meu país. Me sinto responsável pelo desenvolvimento do país e prefiro pensar
em soluções ao invés de reclamar”.
Cliente, o bem mais importante:
“Existem duas coisas comuns às empresas que dão certo: atendimento e inovação. Você precisa
ter um atendimento ao cliente de primeira. E também estar atento ao que há de novo no
mercado, para não ficar para trás.”
Críticas tem que ser escutadas com atenção:
“Quando você tem um cargo alto, as pessoas ao seu redor passam a falar apenas aquilo que você
quer ouvir. Mas você só cresce quando ouve aquilo que não quer ouvir. O gestor precisa fazer um
esforço para ouvir feedback negativo. Por isso, eu fico à frente do SAC do Magazine Luiza.
Ninguém gosta de ouvir críticas, porém são elas que nos mostram onde estamos errando. Ouviu,
aprendeu, corrigiu. Simples assim.”
Um time de sucesso não tem apenas uma estrela:
“Eu sempre digo que a soma de QIs é melhor do que apenas um QI. Por isso, eu dependo das
pessoas para fazer o negócio funcionar. Eu não me considero inteligente, mas acho que sei fazer
perguntas para as pessoas certas.Contrate pessoas qualificadas para aquilo que não tem domínio.
Não precisamos saber de tudo, mas precisamos estar cercados de pessoas que sabem.”

Fonte: http://blog.nxfacil.com.br/empreendedores-que-inspiram-luiza-helena-trajano-

magazine-luiza/

Luiza Helena Trajano é uma das três mulheres mais poderosas do Brasil segundo

lista da revista Forbes. Ao longo da sua vida, Luiza sempre contou com

familiares que foram exemplos de empreendedorismo, perseverança

e liderança. A começar pelos tios Pelegrino José Donato e Luiza Trajano, de

quem herdou o nome.

Em 1957, o casal comprou “A Cristaleira”, uma pequena loja de presentes localizada na


cidade de Franca (SP). Em uma ação de marketing audaciosa para a época, eles fizeram
um concurso entre os clientes através de uma rádio local para a escolha do novo nome da
loja. A sugestão foi Magazine Luiza.
Luiza Helena Trajano
Em entrevista à LG lugar de gente, ela explica como entrou para a companhia e,
posteriormente, tornou-se presidente da empresa. Luiza ainda destaca algumas dicas
essenciais para líderes que desejam alcançar o sucesso à frente de suas equipes.
Confira!
1 – Não desista dos seus sonhos

Luiza conta que sempre gostou de dar presentes, mas não tinha dinheiro suficiente para
isso. “Aos 12 anos, minha mãe, que tinha uma grande inteligência emocional, me
aconselhou a trabalhar durante minhas férias escolares para conseguir o dinheiro. Ela
nunca falou que eu não conseguiria ou que não poderia dar essas lembranças, mas me
incentivou a conquistar meu próprio salário”, comenta a presidente do Magazine Luiza.
2 – Não tenha vergonha de quem você é

Com esse propósito, Luiza resolveu trabalhar na loja dos tios e descobriu que gostava
muito de vender. “Adorei a experiência. Tive minha primeira poupança e a partir daí nasceu
uma vendedora. Eu sou de uma família que não tem vergonha de falar que trabalha com
vendas. Foi assim que eu peguei gosto pelo varejo”, destaca Luiza.
3 – Pratique a empatia

Luiza explica que adora lidar com pessoas e, ao contrário do que muitos dizem, essa não
é uma tarefa complicada. Só que, para isso, ela acredita que é preciso parar de falar que
pessoas são difíceis e começar a extrair o melhor delas. “Tudo fica mais fácil quando
colocamos em prática o mantra ‘faça aos outros o que gostaria que fizessem a você’.
Essa frase está impressa no crachá de todos os funcionários do Magazine Luiza. Os
líderes precisam ver o talento e aquilo que o funcionário possui de positivo e trabalhar em
cima disso, não apenas focar no lado negativo”, ressalta.

4 – Dê voz aos seus liderados

Para a presidente do Magazine Luiza, é essencial que a gestão esteja firmada em uma
democracia, pois isso facilita e dá velocidade à tomada de decisão. “Em todas as
unidades da nossa empresa, temos o conselho de colaboradores, que são eleitos pela
própria equipe e atuam junto à liderança para ajudar em algumas decisões e melhorias.
Com esses exemplos, quero reforçar que, na companhia, todos são fundamentais para
que o resultado aconteça. É por isso que investimos em uma gestão participativa”,
pontua Luiza.
5 – Não pense pequeno
Segundo Luiza, líder é aquele que leva seus colaboradores a irem mais longe do que eles
conseguiriam sozinhos. Por isso, o gestor deve sempre sinalizar que as pessoas não
devem pensar pequeno. “É preciso sonhar grande, mas sempre agindo com os pés no
chão, dentro de suas possibilidades. Isso é válido tanto para CEOs como para executivos
de RH. É preciso acreditar no potencial humano e na capacidade das pessoas, sem nunca
deixar de sonhar. Sempre que queremos crescer só um pouco, geralmente não
conseguimos nem chegar perto do objetivo, mas quando ousamos, com metas
desafiadoras, a motivação é outra”, reforça a presidente do Magazine Luiza, ao comentar
sobre boas práticas de liderança.

Fonte: https://www.lg.com.br/blog/5-licoes-de-lideranca-com-luiza-trajano/

Luiza Helena Trajano Inácio Rodrigues é uma empresária

de sucesso, formada em Direito e Administração de Empresas,

CEO e dona da rede de lojas Magazine Luiza, com sede em São


Paulo, filiais em quase todo o território nacional e uma das

maiores do ramo de eletrônicos da América Latina.

Fonte da
imagem: Pinterest Magazine Luiza

O Magazine Luiza nasceu do sonho dos seus tios, Luiza e Pelegrino


Donato, de ter uma loja reconhecida pela excelente qualidade dos
produtos e cordialidade no atendimento – isso há mais de 50 anos, em
Franca, interior de São Paulo.
Luiza Trajano, desde jovem, já demonstrava ser uma profissional
competente. Começou na empresa aos 12 anos como balconista,
tendo passado por diversos cargos crescendo com o negócio até
assumir a holding. Em 1992, antes mesmo da internet chegar ao
grande público, ela desenvolveu o conceito de “lojas virtuais”,
iniciativa que permitiu a chegada da rede a locais onde ela ainda não
tinha presença física – inclusive a São Paulo, o maior centro
consumidor do País.
Luiza, como gosta de ser chamada, aposta na ampliação do
relacionamento pessoal. Sua maior conquista dentro da empresa foi
saber oferecer crédito fácil e rápido, com taxas de juros pequenas e
prestações suaves, aos clientes, principalmente os de baixa renda. Ela
acredita no potencial de cada ser humano e tem a tecnologia como
aliada para aproximar pessoas e simplificar processos. Ao disseminar
sua forma diferenciada e comprometida de se relacionar, tanto com o
público interno quanto com o externo, entre todos nas suas empresas,
o jeito Luiza de ser norteia o comportamento e as ações a serem
praticadas pelos líderes, colaboradores e todos aqueles que, direta ou
indiretamente, se relacionam com a companhia.
Em suas palestras, ela conta que cada um dos seus funcionários é
visto pela empresa como um empreendedor, tratando o cliente como
seu bem mais precioso e razão do sucesso do Magazine Luiza. Ela fez
juz ao Prêmio “As mulheres mais influentes do Brasil” da Gazeta
Mercantil e Revista Forbes Brasil. A gestão Luiza Trajano foi objeto de
estudo pela Harvard Business School (EUA) como case de sucesso
empresarial e o Magazine Luiza por diversos anos foi eleita a melhor
empresa para se trabalhar pelo Great Place do Work/ Revista Exame.

Acredito que hoje em dia o mercado valoriza muito mais o


trabalho das mulheres que provam sua capacidade por meio
de muito esforço e dedicação. É claro que ainda há muitas
barreiras a serem transpostas, mas já evoluímos muito. Para
ter sucesso uma empresa precisa ter velocidade, rentabilidade
e qualidade. Neste aspecto algumas qualidades femininas
passaram a ser indispensáveis, como a flexibilidade, intuição,
processo educativo e interação. Devido a todos esses aspectos
as mulheres estão tendo um espaço muito maior porque a elas
foi permitido desenvolver essas habilidades.

Fonte: http://www.empreendedorismorosa.com.br/mulheres-poderosas-luiza-helena-

trajano/