Você está na página 1de 7

PPE – NIVELAMENTO EM CÁLCULO - 2019

PROF. Sandro E. Monsueto – monsueto@ufg.br

1. ALGUMAS FERRAMENTAS
 WINPLOT– software livre
o Mais informação em: https://winplot.softonic.com.br/
 MAXIMA – software livre
o Mais informação em: http://maxima.sourceforge.net/
 WolframAlpha – Calculadora online avançada
o Calculadora online avançada: http://www.wolframalpha.com/
o Tem uma versão premium/paga que mostra as contas passo à passo.

2. WINPLOT: GRÁFICOS DE FUNÇÕES E CURVAS DE NÍVEL

 Para gerar as curvas de nível, clique em níveis

 Escolha a quantidade de curvas de nível que


serão traçadas

 Clique em auto

 Clique em ver todas

1
3. VETOR GRADIENTE E INCLINAÇÃO DA CURVA DE NÍVEL
y

      







 y

     







2
4. MAXIMA: CONFIGURAÇÃO BÁSICA

A configuração abaixo deixa mais fácil o uso do software, permitindo que os cálculos sejam realizados apenas
pressionando a tecla Enter no final da linha.

 No menu Editar, clique na opção Configurações.


 Na janela que aparece, marque a opção “Enter calcula células”

Depois disso, para realizar operações simples, basta entrar diretamente com a expressão na linha de comando
do programa, terminar a frase usando um ponto e vírgula (;) e pressionar a tecla Enter. Por exemplo, para pedir ao
programa que retorne o valor da operação 2 + 2, digitamos:

 2 + 2;

Após pressionar a tecla Enter, o resultado é retornado logo em seguida, como na Figura abaixo:

5. MAXIMA: RESOLVENDO EQUAÇÕES SIMPLES

Para resolver, por exemplo, a equação x2 – 3x + 1 = 0 e obter as raízes, basta digitar:

 solve(x^2-3*x+1=0,x);

O resultado será como exibido na Figura abaixo:

3
6. MAXIMA: SISTEMAS DE EQUAÇÕES E OTIMIZAÇÃO

Usando o Maxima para resolver sistemas de equações:

 No menu Equações, escolha Resolver sistema


linear ou Resolver sistema algébrico, caso
tenha equações não lineares

 Defina a quantidade de equações:

 Não se esqueça de informar para o programa


quem são as variáveis incógnitas

Resolvendo o problema de otimização com duas restrições de igualdade:


Max F(X,Y,Z) = X2 + Y2 + Z2
s/a h1(X,Y,Z) = X + Y = 2
h2(X,Y,Z) = X – Z = 1

4
7. MAXIMA: RESOLVENDO INTEGRAIS

 No menú Cálculo, selecione a opção Integrar


 Vai aparecer a janela abaixo.

 Você também pode usar a linha de comando  Para fazer, por exemplo, a integral de f(x)=x2,
abaixo para executar uma integral: digite x^2, como se mostra abaixo.

5
8. MAXIMA: OPERAÇÕES COM MATRIZES
Antes de fazer as operações matriciais, é necessário introduzir uma nova matriz. Para isso, siga os passos:
 No menu Álgebra, clique na opção Introduzir matriz... (Painel A)
 Depois informe o tamanho (número de linhas e colunas) e, se desejar, dê um nome para essa matriz (Painel
B).
 Por fim, basta entrar com os valores correspondentes em cada célula (Painel C).

Painel A Painel B

Painel C

O resultado dessa operação é dado abaixo:

Após isso, já podemos obter informações sobre a matriz (determinante, autovalores e autovetores, etc), acessando
novamente menu Álgebra. Quando pedimos os autovalores, por exemplo, o resultado é:

Onde a primeira sequência de números fornece os três autovalores correspondentes. A segunda sequência mostra,
respectivamente, a quantidade de vezes que o autovalor se repete. No nosso exemplo, temos três autovalores
diferentes (-2, 2, 0).

6
9. MAXIMA: RESOLVENDO EDOs

Para resolver, por exemplo, a EDO de primeira ordem: 𝑦̇ − 5𝑦 = 0

 Note que deve ser inserido um apostrofo (’)


antes do termo diff.
 Para EDOs de ordens maiores, use o apostrofo
mais de uma vez.
 E que deve ser informada em relação a qual
variável está sendo feita a diferenciação.
Geralmente, em economia, diferenciamos em
função do tempo. Então, inserimos a letra t.
O resultado será: Para resolver uma EDO de segunda ordem:
𝑦̈ − 5𝑦̇ + 6𝑦 = 15

c é a constante de integração.

 Para traçar o campo de direções, note que


o 𝑦̇ − 5𝑦 = 0
o 𝑦̇ = 5𝑦
 Então, use a função plotdf: