Você está na página 1de 4

Revista Téchne | Deterioração de marquises de concreto armado na cidade de Bamb...

Página 1 de 4

NOTICIÁRIO REVISTAS TCPO LIVROS SOFTWARE EVENTOS PINI ENGENHARIA GUIA DA CONSTRUÇÃO PINI EMPREGOS

Tecnologia e Materiais | Custos | Exercício Profissional | Mercado Imobiliário | Gestão | Arquitetura | Urbanismo | Sustentabilidade | Habitação | + Assuntos | Nordeste

busca Meu Cadastro


Buscar...
Olá Nielsen José Dias Alves

ARTIGO | Compartilhe | CAPA


Árvores
estruturais
Deterioração de marquises de concreto armado na cidade de
Bambuí (MG)

As patologias nas marquises, assim como nas demais estruturas de concreto armado
ocorrem em fases distintas do processo construtivo, as quais são: projeto, construção,
utilização e manutenção. O colapso da estrutura não ocorre sempre pela ação de agentes
causadores de forma isolada, mas geralmente por agentes causadores principais e outros
que aceleram o processo de deterioração (Braguim, 2006). A patologia mais comum nas
marquises é a fissuração do concreto, seja pela ação de sobrecargas, erros de projeto ou na 180 179

fase de construção - fissuras pelas quais percolam agentes oriundos da poluição do ar, das
181 - Abril 2012
fezes de animais, e a própria água de chuva, que causam a corrosão de armaduras, levando
a estrutura à ruína (Dorigo, 1996).

De acordo com cálculos do Crea-RJ em 2007, cerca de 500 marquises na cidade do Rio de
Janeiro apresentam problemas estruturais. Ainda no Rio de Janeiro, a Defesa Civil confirma
que 70% das marquises dos edifícios do centro não passam por manutenção há anos. A
marquise que ruiu em Copacabana em 04 de março de 2006, matando duas pessoas e
ferindo oito, não era vistoriada há quase 13 anos. Ainda segundo a Defesa civil, 16
marquises foram demolidas em 2006.

Em Vitória, capital do Estado do Espírito Santo, a prefeitura identificou após inspeções de


rotina 190 marquises em situação de risco, dessas, 157 (82,6%) já possuem laudo técnico
de estabilidade e segurança emitido por engenheiro civil após recuperação efetuada pelos
proprietários. Outros levantamentos foram realizados em várias cidades brasileiras indicando
a gravidade do problema.

Em virtude do alto índice de acidentes com marquises, visando evitar a ruína e posterior
queda dessas estruturas, é imprescindível tomar medidas que levem ao conhecimento das
causas de patologias nessas estruturas, visando evitar a repetição dos mesmos erros na
construção de novas marquises. O conhecimento das causas dessas patologias deve ser feito PINIweb :: 30/04/12
Hidrovia Tietê-Paraná será modernizada
por uma metodologia que leve em consideração a análise de projeto, o levantamento das
características geométricas da estrutura, e a inspeção visual e/ou detalhada pela realização PINIweb :: 30/04/12
de ensaios não destrutivos. OMA assina projeto de centro cultural em
Moscou

O objetivo deste artigo é aplicar uma metodologia simplificada e objetiva que possa ser PINIweb :: 30/04/12
capaz de diagnosticar, por métodos de inspeção adequados, os aspectos estruturais, de Arquitetos de Roterdã vencem concurso de
planejamento de parque coreano
utilização e de deterioração de marquises em edificações. Com isso, busca-se a
implementação de normas e regulamentos que tratam da inspeção de marquises, com PINIweb :: 30/04/12
preocupação de garantir a durabilidade desta, e consequentemente uma maior segurança Especialistas discutiram estudos de caso,
poluição sonora e Norma de Desempenho no
para pedestres que passam pelos locais. Vários trabalhos foram desenvolvidos abordando a VidroSom 2012
inspeção de marquises (Gomes et al, 2003, Souza et al, 2007) ou de estruturas em geral. O
CEB 243 (1998) aponta as estratégias disponíveis por inspecionar e avaliar as estruturas de
concreto com referência particular para corrosão das armaduras. No documento abordam-se
as atividades de preparação, rotina e inspeções detalhadas, o procedimento de avaliação e a
proposta para intervenção.

Cyrela contrata Engenheiro Civil Residente


Nesse sentido, este trabalho foi desenvolvido na região central da cidade de Bambuí, visando para empreendimento na Móoca, com
experiência anterior em obras de outras
identificar patologias em marquises de edifícios nessa região, por inspeção visual e com construtoras, São Paulo - SP.
realização de ensaios de pacometria, potencial de corrosão, resistividade elétrica e ultrassom
e assim diagnosticar o grau de deterioração dessas marquises. Um trabalho similar foi Recrutadora seleciona Engenheiro Civil para
atuar com gerenciamento de obras. Necessário
iniciado na cidade de Uberlândia (MG), atualmente paralisado, onde a região central conta disponibilidade para viagens. Passos - MG.
com aproximadamente 105 edifícios (antigos e recentes) com marquises.
Recrutadora seleciona Engenheiro Civil para
obras industriais, com disponibilidade para
viagens, Ribeirão Preto - SP.

http://www.revistatechne.com.br/engenharia-civil/153/artigo-158484-1.asp 01/05/2012
Revista Téchne | Deterioração de marquises de concreto armado na cidade de Bamb... Página 2 de 4

Empresa contrata Engenheiro Civil de cálculo


com experiência em CAD/TQS, São Paulo - SP.

Empresa contrata Engenheiro Civil com


conhecimento em projetos estruturais em
concreto armado, São Paulo - SP.

Tesis contrata Engenheiro Civil para área de


qualidade, São Paulo - SP.

Empresa contrata Engenheiro Civil


Materiais e métodos orçamentista, São Paulo - SP.

A cidade de Bambuí tem população de 21.850 habitantes (IBGE, 2007) e possui na sua
região central edifícios com no máximo três pavimentos, e idade de construção de mais de
Comprar...
30 anos, edifícios os quais na sua maioria contam com marquises, e sob as quais circulam
diariamente centenas de pessoas, pois nessa região concentram-se grande parte das lojas
livros softwares + vendidos
comerciais e agências bancárias. Nessa cidade foi feito cadastramento de todas as marquises
da região central, e posteriormente realizada inspeção visual e ensaios não destrutivos de TCPO14 (livro + CD-ROM)
pacometria, ultrassonografia, medida de potencial de corrosão e resistividade do concreto.
R$787,00
em 6x R$131,17

Manutenção Predial

De: R$61,00
Por: R$56,00

Exercício Profissional da
Arquitetura
Cadastramento de inspeção visual de marquises
De: R$83,00
Por: R$75,00
As atividades de cadastro e inspeção visual das marquises foram realizadas de forma
simultânea, com o objetivo de reunir, em uma primeira pesquisa, dados sobre as condições
das marquises de edifícios da região central da cidade de Bambuí.

Foram cadastrados todos os edifícios das ruas da região central que possuem marquises,
sendo nessas estruturas efetuadas inspeção visual, registrando suas características
geométricas (tabela 1), assim como registro das patologias em fotos digitais.

Na inspeção visual, utilizou-se a planilha onde se busca a identificação das seguintes


+ notícias
patologias: armaduras expostas ou produzindo manchas no concreto; desplacamento de
concreto ou reboco; trincas transversais e longitudinais ou junto ao engaste; sobrecargas por
30/04/2012
letreiros, placas, sobreposição de camadas de impermeabilização, paredes nas bordas; Especialistas discutiram estudos de caso,
infiltração de água; furos e rebaixamento na laje; flechas na direção transversal ou poluição sonora e Norma de Desempenho no
longitudinal; esmagamento da parede existente abaixo do engaste. VidroSom 2012

27/04/2012
Norma de estruturas de concreto passa por
revisão

27/04/2012
Sidonio Porto assina retrofit do edifício Oscar
Americano, projetado por ele em 1968

26/04/2012
Atividade na indústria da construção ainda
não reaqueceu

Ensaios não destrutivos nas marquises

Os ensaios foram realizados em quatro pontos por marquise, sempre no alinhamento do


engaste dessa laje, um ponto em cada extremidade e dois pontos intermediários. Antes da
realização de cada ensaio, realizaram-se os seguintes procedimentos:

48 49 50 51
K Verificação da rugosidade da superfície superior da marquise, pois superfícies com
alta rugosidade impossibilitam a realização dos ensaios
K Verificação da umidade da superfície
K Limpeza da superfície utilizando espátula e vassoura
K Preenchimento de planilhas, com anotação de patologias observadas
52 53
K Registro fotográfico da fachada do edifício que contém a marquise
K Registro fotográfico de patologias na marquise

Em virtude dos diferentes teores de umidade da superfície necessários para cada ensaio, a
sequência de ensaios sempre obedeceu à seguinte ordem:
PINIweb :: 24/04/12

http://www.revistatechne.com.br/engenharia-civil/153/artigo-158484-1.asp 01/05/2012
Revista Téchne | Deterioração de marquises de concreto armado na cidade de Bamb... Página 3 de 4

1o) Medida da velocidade do pulso ultrassônico Engenheiros testam efeito de terremotos em


elementos não-estruturais dos edifícios
2o ) Pacometria
3o) Potencial de corrosão PINIweb :: 17/04/12
4o ) Resistividade elétrica Ministério do Planejamento abre concurso
para contratação de engenheiros, arquitetos e
geólogos
Medida da velocidade do pulso ultrassônico
PINIweb :: 25/04/12
Caixa anuncia redução das taxas de juros
No ensaio de ultrassonografia foi usado o equipamento Ultrasonic Pulse Velocity Tester, para financiamento imobiliário
modelo 58-E0048, marca Controls (figura 1), sendo necessária antes do seu uso, a
calibração feita por medida do tempo que a onda emitida pelo aparelho leva para percorrer PINIweb :: 23/04/12
IAB-DF elege vencedores de concurso para
uma barra de ferro, de 30 cm de comprimento, o qual deve ser de 57,2 µs (conforme revitalização de passagem subterrânea em
orientação do fabricante), sendo esse o tempo de calibração. A distância entre os Brasília
transdutores para cada ponto da laje foi igual a 30 cm. Para cada leitura da velocidade da
onda aplicou-se vaselina industrial na superfície dos transdutores, a fim de permitir o contato
dos transdutores com a superfície do concreto sem a interferência do ar. As leituras de
tempo que a onda leva para percorrer a estrutura de concreto foram expressas em µs e
foram feitas pelo método indireto, conforme NBR 8802:1994 (figura 2), uma vez que pela
posição dos pontos de análise foi impossível a colocação dos transdutores na face superior e 2012 Agenda Arquitetos Arquitetura
inferior das lajes. CBIC concreto Concurso construcao Copa do
Mundo de 2014 de Editorial Emprego Engenharia
FGV Obra pesquisa profissionais Rio de Janeiro
São Paulo Sustentabilidade

Figura 2 - Esquema de medição


Figura 1 - Ultrassom indireta
Selecione a ferramenta...

Pacometria

O pacômetro é o termo adotado para o aparelho que, por ondas eletromagnéticas de baixa
frequência, é usado para localizar as barras de aço da armadura e para estimar a sua
posição em relação à superfície onde está a sonda. A base do método de ensaio está descrita
em ACI 228 2R-98. Nesse ensaio foi usado o equipamento da marca James Instruments Inc.,
sendo necessária antes do seu uso a sua calibração. Pela definição da unidade de medida
para os parâmetros desejados, a unidade escolhida foi a de milímetros para o cobrimento e
distância horizontal entre armaduras e do diâmetro da armadura para a estrutura; na falta
dessa informação estimou-se o diâmetro conforme orientação do fabricante.

Com o aparelho calibrado iniciou-se o ensaio, que consiste em percorrer os pontos


previamente marcados com a sonda, identificando por sinal sonoro a existência de armadura
nas proximidades do ponto, fazendo-se então a leitura do cobrimento da armadura e o
espaçamento horizontal entre essas. Sendo, no entanto, para este estudo necessário apenas
a informação do cobrimento da armadura, os quais foram expressos em milímetros.

L = distância entre os transdutores igual a 30 cm


T = tempo que a onda leva para percorrer a estrutura (método indireto)
Segundo Lorenzi (2003), em um concreto íntegro, a velocidade de propagação da onda é sempre superior a
2.500 m/s. Assim verificou-se que apenas o concreto das marquises 4 e 7 apresentam-se íntegros, já que as
demais, pela velocidade detectada, apresentam vazios internos, fissu

Potencial de corrosão

A medida do potencial de corrosão se baseia em determinar a diferença de potencial entre o


aço da armadura e um eletrodo de referência em contato com o concreto, geralmente
situado na superfície. Medindo-se o potencial ao longo da armadura podem-se detectar áreas
com altos gradientes, que corresponderão a forças eletromotrizes elevadas e
consequentemente a um grande risco de corrosão.

http://www.revistatechne.com.br/engenharia-civil/153/artigo-158484-1.asp 01/05/2012
Revista Téchne | Deterioração de marquises de concreto armado na cidade de Bamb... Página 4 de 4

Neste ensaio foi usado o equipamento Canin (Corrosion Analysing Instrument), modelo
9602474E, marca Proceq (figura 4). O ensaio foi realizado em malhas formadas por quatro
quadrados de 25 cm de lado, dispostos nas marquises conforme descrito na introdução do
item sobre ensaios não destrutivos.

O terminal positivo do voltímetro foi ligado na armadura exposta (na inexistência desta foi
feita a conexão em grampos metálicos já chumbados na marquise) da marquise, e o terminal
negativo no eletrodo de referência (sulfato de cobre), buscando dar continuidade elétrica das
armaduras. A superfície do concreto foi umedecida uniformemente, de maneira a se ativar
diferenças apreciáveis nas leituras de zonas secas e úmidas. A esponja do eletrodo de
referência também foi umedecida em água. Todas as leituras realizadas foram expressas na
unidade de mV.

Figura 4 - Medidor de potencial de


corrosão
Figura 3 - Pacômetro

PÁGINAS :: 1 | 2 | Próxima >>

Copyright © 2012 - Editora PINI Ltda. Todos os direitos reservados.


--- Acesso Rápido ---

NOTICIÁRIO
Tecnologia e Materiais | Custos | Exercício Profissional | Mercado Imobiliário | Gestão | Arquitetura | Urbanismo | Sustentabilidade | Habitação | Infraestrutura | Legislação | Nordeste

REVISTAS
Construção Mercado | Guia da Construção | aU - Arquitetura e Urbanismo | Téchne | Equipe de Obra | Infraestrutura Urbana | aU em Rede | Anuário PINI

LIVROS | TCPO | SOFTWARE

GUIA DA CONSTRUÇÃO
Visite o site | Cadastre sua empresa

PINIempregos
Meu Currículo | Cadastrar Currículo | Buscar Vagas | Cadastrar Vagas | Buscar Currículo | Empresas | Benefícios

CONTATO
Fale Conosco | Cadastre-se | Suporte de Software | Representantes | FAQ Portal | Anuncie

http://www.revistatechne.com.br/engenharia-civil/153/artigo-158484-1.asp 01/05/2012