Você está na página 1de 27

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO


Curso Interdisciplinar em Ciência e Tecnologia




DISCIPLINA: INSTALAÇÕES PREDIAIS

Instalações Prediais
Aula 1: Introdução

Profa Solange Boni

19/03/19
Histórico
Evolução dos SHP (LANDI, 1993):
• Os aparelhos sanitários só existiam nas classes abastadas devido
o valor e exigia instalação cara para transporte da água
• As fezes eram utilizadas para fertilizar as lavouras (digestão
aeróbica – mau cheiro)

FONTE; ARQUIVO PESSOAL, 2017


Histórico
Evolução dos SHP (LANDI, 1993):
• Processos tecnológicos e custos menores (produção em escala);
• Os códigos de edificações passaram a exigir que os construtores
instalassem aparelhos sanitários nos edifícios – transição no século
XIX (custos de implantação).

FONTE; ARQUIVO PESSOAL, 2017


Instalações Prediais
Conjunto de insumos e serviços necessários para o
desenvolvimento das atividades em um edifício.

Atender o desempenho de
funcionalidade em todas as etapas do
ciclo de uma edificação:

Projeto

Execução

Operação

Manutenção

FONTE; ARQUIVO PESSOAL, 2017


Sistemas Prediais
São sistemas físicos de um edifício que têm a finalidade de
dar suporte às atividades dos usuários, suprindo-os com os
insumos necessários e propiciando os serviços requeridos.

O edifício é composto por diversos subsistemas que


se inter-relacionam entre si, onde a solução é
conjungada para atender as funções a que o edifício
se destina (GRAÇA & GONÇALVES, 1986).

Enfoque Sistêmico

apresenta-se através de um modelo sintético na abordagem dos


problemas, sem desmembrá-los funcionalmente do sistema a que
pertencem (PEIXOTO,2008)
Sistemas Prediais
Características do modelo sistêmico:
1- Qualidade centrada no cliente;
2- Comprometimento com o desempenho e valorização dos
sistemas;
3- Busca da qualidade e melhoramento contínuo;

4- Integração com os demais sub-sistemas do ambiente
construído 

5- Acessibilidade e manutenibilidade; 

6- Visão futura e a longo prazo 

7- Responsabilidade social e ambiental (segurança e conservação
dos recursos naturais);

8- Desenvolvimento de tecnologias para sistemas sustentáveis.

FONTE; REIS, 2007; ILHA, 2007


Sistemas Prediais
Sistemas Prediais Subsistemas
Água Fria e quente;
Sistemas de Suprimento Esgotos Sanitários;
e Coleta de Água Águas Pluviais.

Ar Condicionado e calefação;
Sistemas de Conforto Iluminação;
Térmico e Ventilação Ventilação e Exaustão.

Gás Combustível;
Sistemas de Suprimento e Energia Elétrica;
Distribuição de Energia Energia Eólica e Solar.

Telefonia e Interfonia;
Sistemas de TV;
Telecomunicações Lógica ou Informática.

Elevadores;
Sistemas de Transporte Esteiras e Escadas Rolantes.

Hidrantes e Sprinkles;
Detecção de Fumaça e Alarme;
SPDA;
Sistemas de Segurança Segurança Perimetral;
Controle de Acesso.
Sistemas Prediais
Principais características dos Sistemas Prediais:
1- Flexibilidade: Capacidade de adaptação às evoluções
funcionais do edifício;
2- Confiabilidade: Probabilidade de permanência em operação
em função das ações a que o sistema pode estar sujeito;
3- Gerenciabilidade: Capacidade organizacional de gerir
informações que permitam a ação efetiva sobre os sistemas.

Sistemas Prediais
Características funcionais dos Sistemas Prediais
Sistemas Prediais
Flexibilidade: Capacidade de adaptação

Fonte: Arquivo pessoal

Dutos/shafts para a
passagem das Fonte: Arquivo pessoal

instalações Espaços em sancas


hidráulicas para a passagem das
instalações hidráulicas
Sistemas Prediais
Confiabilidade: Permanecer em operação

Fonte: Arquivo pessoal


Fonte: Grundfos

Equipamentos em Alimentações
stand by alternativas
Sistemas Prediais
Gerenciabilidade: Gerir informações Informações
Rádio Freqüência dos
Hidrômetros
Gerir informações
Concentrador

CABO - M-Bus

Internet
Concentrador
•Condomínios
Visual
•Cias de Saneamento
•Administradoras de
Condomínios Internet
Informações
dos Consumos
Sistemas Prediais
Desempenho: baseia-se na
idéia de que os produtos podem
ser descritos em termos do seu
comportamento em uso, tendo
em vista as exigências dos
clientes (usuários).

O conceito de desempenho de
sistemas liga-se diretamente à
compatibilização dos mesmos
às exigências dos usuários,
independentemente dos materiais
a serem usados.

Fonte: Internet, 2019.


Sistemas Prediais
Para analisar o desempenho dos sistemas deve-se:

➢ Caracterizar os usuários do sistema;


➢ Definir as necessidades e exigências dos usuários;
➢ Identificar as condições de exposição que os sistemas estão
sujeitos;
➢ Definir os requisitos de desempenho;
➢ Definir os critérios de desempenho;
➢ Estabelecer os métodos de avaliação do desempenho dos
sistemas.
Sistemas Prediais
1- Caracterização dos usuários do sistema
➢ Ocupantes do edifício: pessoal permanente, visitantes, pessoal de
limpeza, manutenção, etc.;
➢ Não ocupantes do edifício;
➢ Usuários não humanos: animais, vegetação, equipamentos e
máquinas, etc;
2- Definição das exigências e necessidades dos
usuários
➢ Segurança;
➢ Conforto;
➢ Estanqueidade;
➢ Adaptabilidade ao uso;
➢ Durabilidade;
➢ Higiene, etcc.
Sistemas Prediais
2- Definição das exigências e necessidades dos
usuários

Atividades dos usuários Necessidades

➣Atividades relativas à alimentação;


➣Atividades relativas à higiene e saúde humana;
➣Atividades relativas à higiene de objetos;
➣Atividades relativas à higiene ambiental;

➣Atividades relativas a processos específicos;
➣Atividades relativas ao lazer.
Sistemas Prediais

Fonte: OLIVEIRA, 2019.


Sistemas Prediais
3- Identificação das condições de exposição do
sistema

➣Ações do meio externo no sistema;


➣Ações do sistema no meio externo;
➣Ações dos elementos do sistema sobre o próprio
sistema

☞Que dependem: da tipologia do edifício, das


características do usuário, das características do
edifício e das características dos equipamentos do
edifício.
Sistemas Prediais
4- Definição dos requisitos de desempenho

☞Exemplo Sistemas Prediais Hidráulicos

• Qualidade da água;
• Quantidade de água;
• Disponibilidade da água;
• Adequabilidade do uso da água;
• Controle da quantidade da água;
• Temperatura da água.
Sistemas Prediais
5- Definição dos critérios de desempenho

Os critérios de desempenho, de caráter quantitativo,


estão diretamente relacionados aos requisitos de
desempenho, de caráter qualitativo.

☞Exemplo Sistemas Prediais Hidráulicos

• Requisito de adequabilidade ao uso: controle de


ruído no sistema;
• Critério de desempenho: velocidade máxima nas
tubulações de 3m/s.
Sistemas Prediais
6- Estabelecimento dos métodos de avaliação

Os métodos de avaliação devem permitir a verificação


do atendimento aos critérios de desempenho do
sistema em operação.
☞Exemplo Sistemas Prediais Hidráulicos
• Requisito de quantidade da água: vazão adequada
nos aparelhos sanitários;
• Critério de desempenho: vazão do chuveiro limitada
em 0,15L/s;
• Métodos de avaliação: medir a vazão do chuveiro
com aceitação de 0,13L/s ± 0,02L/s.
Sistemas Prediais
Qualidade dos SHP

Conceito Identificação dos Identificação do Fluxo


intervenientes de informações
Adequação ao
uso Para determinar as Interação do projetista e
exigências dos usuários do executor

A ocorrência de falhas na coordenação de projetos (ou a sua


inexistência), quando são analisadas as diferentes interferências
entre os sub-sistemas do edifício, pode comprometer severamente
não só a execução mas também a manutenção dos SHP.
Sistemas Prediais
O processo de desenvolvimento de um edifício, ou empreendimento,
organiza-se através de etapas de trabalho sequenciais, envolvendo
diversas especialidades, finalizando-se na construção e
comercialização.
Projeto de edifícios: atividade integrante do processo de construção,
responsável pelo desenvolvimento, organização, registro e
transmissão das características físicas e tecnológicas especificadas
para uma obra a serem consideradas na fase de execução.
Sistemas Prediais
Qualidade no processo de produção dos edifícios

"Garantir que se atendam às necessidades dos clientes, que no


mais amplo sentindo, são todos os envolvidos no ciclo de vida do
produto, desde o planejamento até a operação e a
manutenção.” (FARINA & GONÇALVES, 2007).

As etapas de projeto e execução não devem ser estanques, em


série como a maioria dos casos. A engenharia deve trabalhar
efetivamente ao longo do processo de implantação dos sistemas,
gerado uma documentação eficaz para obter e manter os níveis
adequados de qualidade.

O desenvolvimento de um projeto de sistemas prediais divide o


processo basicamente nas seguintes etapas: Estudo preliminar,
Anteprojeto e Projeto Executivo, o que permite a interação entre as
partes envolvidas.
Sistemas Prediais
Etapas de desenvolvimento do Projeto de Sistemas Prediais
Sistemas Prediais
Os Sistemas Prediais passam a ser exigidos além do seu
desempenho, para além das fronteiras da edificação, ou
seja, pelas demandas sociais.
Os Sistemas Prediais precisam ser concebidos tanto para
satisfazerem o habitante como para contribuirem para a
promoção da sustentabilidade do seu habitat. (Santos, 2002)
Instalações Prediais
Leitura recomendada:

- Landi, Francisco Romeu. A evolução histórica das


Instalações Hidráulicas. Boletim Técnico. São
Paulo: EPUSP, 1993

Leitura obrigatória:
- Ilha, Marina.S.O. Apostila de qualidade. Faculdade
de Engenharia Civil, arquitetura e urbanismo.
UNICAMP, 2006.