Você está na página 1de 11

Sintoma pode acontecer em todas as etapas da vida

Além da má postura, a dor lombar pode ser causada por uma infecção, inflamação, uma
hérnia entre outras
texto: Ana Paula Blower/infoglobo | foto: divulgaçã0

Quem já passou horas em pé e, ao fim do dia, sentiu a parte mais baixa da


coluna latejando sabe o que é conviver com a dor lombar. Conhecida como
lombalgia, tem como causa principal a postura inadequada. Há ainda outras
origens, como inflamação, hérnia de disco e infecção tumoral. É preciso estar
atento, já que o problema acomete não só os adultos e idosos, mas as crianças
também.
Um estudo do Nationwide Children’s Hospital, em Ohio, nos Estados Unidos,
mostrou que a lombalgia também é comum entre crianças em idade escolar,
afetando duas em cada cinco. Pesquisadores fizeram uma revisão de estudos
publicados sobre o tema e apontaram que dores lombares atingem cerca de
1% das crianças com até 7 anos, 6% das entre 7 e 10 anos e 18% das que têm
entre 14 e 16 anos.
“É importante que pais ou responsáveis permaneçam alertas quanto à postura
do filho ao andar, sentar e deitar. Durante a infância, é mais fácil corrigir os
vícios da má postura” – ressalta o fisioterapeuta Sandro Raad.
Ele explica que as dores lombares se apresentam em todas as idades, mas é a
partir da fase adulta que o problema pode se destacar.
“A patologia é acumulativa. Como a má postura e o jeito de sentar, de andar e
deitar costumam se formar e se apresentar na infância, quando se chega à vida
adulta, a somatória desses anos geram dores mais frequentes” – afirma o
fisioterapeuta.
Quando a postura é corrigida, a dor pode passar em alguns dias. Para aliviar,
alongar-se é uma alternativa. Se o problema persistir, deve-se consultar um
médico para descobrir a causa.
Quadro 193.1. Classificação da lombalgia
Duração5
Duração inferior a 3 meses e mais
1. Aguda comumente inferior a 2 semanas
2. Crônica Duração superior a 3 meses
Duração inferior a 3 meses mas que recorre
após um período sem dor que limita função
3. Recorrente ou atividade

Causas6 (diagnóstico diferencial)


1. Mecânica (97%)
Não irradiadas:
Dor difusa e possível irradiação para
Distensão ou tensão (> 70%) glúteos
Degeneração do disco com ou sem Dor lombar localizada e às vezes quadro
osteófitos (10%) similar a tensão lombar
Irradiadas: ciatalgia
Hérnia de disco (4%) – local mais Dor irradiada (na perna) sempre pior que a
acometido: entre L4 e S1 dor lombar; dor abaixo do joelho
Compressão por fratura decorrente de
osteoporose (4%) Coluna dolorida; comum história de trauma
Dor melhora quando a coluna é fletida ou
quando sentado; dor piora quando caminha
em descida mais do que quando em subida;
Estenose da medula espinhal (3%) sintomas frequentemente bilaterais.
Dor piora na atividade e melhora ao
repouso; geralmente detectado em exame
Espondilolistese (deslizamento do de imagem; controverso como causa de dor
corpo vertebral) (2%) significativa.
2. Não mecânica (1%)
Neoplasia (0,7%) – metástases
(mama, mieloma múltiplo, rim, pulmão,
próstata, tireoide e reto) Dor localizada; perda de peso
Artrites (osteoartrose, artrite
reumatoide, espondiloartropatias –
espondilite anquilosante, artrite reativa,
espondilite psoriáticas, etc.) (0,3%) Rigidez matinal; melhora com atividade
Infecção (tuberculose vertebral – Mal
de Pott, osteomielite, discite, artrite
séptica) (0,01%) Dor localizada; sintomas constitucionais
3. Referida (2%)
Órgãos pélvicos e retroperitoneais e
epigástricos (prostatite, doença
inflamatória pélvica, endometriose, Acompanha sintomas em região de
pancreatite, úlcera duodenal) abdome
Geralmente acompanha sintomas
Vias urinárias (pielonefrite, nefrolitíase) abdominais; exame de urina alterado
Aneurisma de aorta Dor epigástrica; massa abdominal pulsátil
Sistema gastrintestinal Dor epigástrica; náusea e vômito
Unilateral; respeita dermátomo;
Herpes-zóster acompanha rash

A cervicalgia é uma dor localizada nas vértebras cervicais (parte de trás do pescoço), e
acomete cerca de 55% da população adulta em alguma fase da vida, com maior incidência
nas mulheres.
Além de traumas físicos ela pode estar associada ao stress e também a má postura e
apertamento dentário (bruxismo).
Com a visão global da avaliação e tratamento osteopático é levado em conta o sistema
muscular, articular e neural, assim como a relação da coluna cervical com as estruturas
adjacentes (crânio, ATM e coluna torácica) e a postura, e através de técnicas manuais
apropriadas para cada caso, será possível solucionar esta patologia de forma segura e
eficaz.
Fale conosco agora mesmo: Locais de atendimento:
Você sente tensão no cervical?? Suas dores de cabeça, tonturas/vertigem ou dores no
pescoço que irradiam para o braço podem estar diretamente relacionado a essa sensação
de tenção no pescoço!!! Os osteopatas são profissionais capazes de avaliar a origem
dessa tensão e assim realizar um tratamento e orientações adequadas!! 🤩 Melhore sua
qualidade de vida!!
Dores nas costas? Você tem? Um amigo já reclamou? Alguém da família? É uma dor leve
ou incapacitante? De 0 a 10 qual é a intensidade da sua dor? Se você respondeu acima de
4 então é hora de procurar um médico! Não deixe sua dor aumentar, a nota 10 é da nossa
equipe e não da sua dor! Agenda uma consulta agora, nós estamos capacitados para te
ajudar! Pelo Telefone: (11) 3567-4299 ou WhatsApp (11) 94587-
7603 #saude #saudedacoluna #cirurgiaendoscopica
Sensação de peso sobre os ombros?
Isso ocorre por alterações no equilíbrio da coluna vertebral que por diversos motivos
(alterações posturais, sedentarismo, alterações emocionais, estresse, etc.) levam a um
desequilíbrio na função destas vértebras fazendo com que elas criem regiões de
hipermobilidades (regiões que “trabalham” mais que outras) gerando sobrecargas, e assim
acarretando a DOR. .
Em alguns casos essa dor pode vir acompanhada de compressões na coluna cervical e
gerar até formigamento nos braços ou ainda, cefaleias (dores de cabeça por tensão
muscular). .
A fisioterapia com técnicas de terapia manual e osteopatia podem ajudar a devolver o
equilíbrio dessa coluna vertebral, diminuindo as regiões de hipermobilidades e assim
devolvendo sua homeostase.
.
Com técnicas específicas de manipulações e liberações musculares, os fisioterapeutas
da @habilitare devolvem ao paciente sua qualidade de vida, acabando com as dores.
Nos Estados Unidos há atualmente mais de 118 mil médicos osteopatas!! E um deles, Dr.
J. D. Polk é o atual diretor médico da NASA agência federal americana de pesquisa e
desenvolvimento espacial!! Nossa profissão cada vez mais reconhecida em todo o
mundo!!

Video Um grupo de pesquisa na Espanha mostrou um estudo publicado em setembro


desse ano a eficácia das técnicas da osteopatia, inclusive técnicas para o músculo
diafragma (motor da respiração), para melhorar a dor e incapacidade em pacientes com
dor lombar crônica!!! Beneficie-se você também!! Procure um bom osteopata!! (18) 3222
4245. #dorlombar